Issuu on Google+

Curitiba, terça-feirA, 13 de maio de 2014 | Ano XXXViI | Edição nº 9110 | R$ 1,50

Indústria& Comércio DIÁRIO

LÍDER EM INFORMAÇÕES DE NEGÓCIOS E MERCADOS NO PARANÁ. DESDE 1976.

OPINIÃO

Aroldo Murá “PUBLICITAR”, UM DOS MAIS VENDIDOS DA SARAIVA NO PAÍS

Vendas para o Dia das Mães crescem 2,9%, revela Serasa Crédito mais elevado, impactando as vendas a prazo, e a aceleração da inflação, afetando diretamente o bolso dos consumidores, foram as causas do resultado

João José Werzbitzki é um dos autores que mais vendem, nos últimos meses, na rede nacional de livrarias Saraiva, com o livro “Publicitar”. O livro será lançado oficialmente em Curitiba, em noite de autógrafos nesta terça, 13, na Saraiva do Shopping Crystal. Página A6

Pedro Washington Palavra empenhada Por mais que se insista, os governos brasileiros continuam a girar na contra-mão dos interesses do país. As classes produtoras na indústria, no comércio, nos serviços, na agroindústria ressentem-se de políticas voltadas aos reclamos dessas categorias. Página B3

pib deve crescer 1,69% neste ano, projeta mercado financeiro

Houve avanço de 1,9% quando comparado com o fim de semana de 10 a 12 de maio de 2013. Na cidade de São Paulo as vendas acompanharam o ritmo nacional Economia A3

Empresas prometem diminuir cabeamento irregular Jaelson Lucas/SMCS

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) ajustaram as projeções para o crescimento da economia em 2014 e no próximo ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) passou de 1,63% para 1,69% neste ano, e de 1,91% para 1,90%, em 2015. Essas projeções fazem parte da pesquisa semanal do BC a instituições financeiras.

Barbosa revoga trabalho externo para Delúbio Soares O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, revogou o benefício de trabalho externo do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, condenado ao regime semiaberto na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Delúbio foi autorizado a traba-

lhar na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Brasília. O ministro entendeu que ele não tem direito ao benefício por não ter cumprido um sexto da pena de seis anos e oito meses. Brasil A2

Palladium utiliza Whatsapp para atender clientes Com o objetivo de ampliar os canais de atendimento ao consumidor e estreitar ainda mais o relacionamento com o cliente, o Palladium Shopping Center lançou o SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) por meio do Whatsapp. O serviço funciona diariamente como um canal de informações e, tam-

Editais na página a7

bém, para sanar dúvidas, em relação ao Shopping. Os clientes do Palladium já dispõem de outros canais onlines de atendimento, como o site (www. palladiumcuritiba.com.br) e o Facebook (www.facebook.com/ shoppingpalladium). Negócios A6

UniCuritiba promove Jornada de Atualização em Informática” Acesse a edição digital

www.icnews.com.br

A operação de retirada de fios e postes irregulares, por parte da Prefeitura e da Copel, deu resultados Geral B3

O Centro Universitário Curitiba - UniCuritiba promoverá, de hoje até quinta-feira, o Curso de Extensão “I JAI – Jornada de Atualização em Informática”, com 12 horas de duração. As palestras serão ministradas das 19 às 22h30, no Miniauditório do Câmpus Milton Vianna Filho. Os temas das palestras de hoje serão “Desenvolvimento

Central de Atendimento: 41 3333.9800 / e-mail: pauta@induscom.com.br

de aplicativos Mobile”, conduzida por Alessandro Binhara e Marcio Rossato; “Desenvolvimento de games para Mobile”, por Paulo Frank. A inscrição deve ser feita por meio do site unicuritiba. edu.br, link Pesquisa e Extensão/Inscreva-se/Atividades de Extensão. Tecnologia B1


É importante que o estudante faça sua inscrição logo ao longo destes dias para que possamos dar conforto para quem está fazendo sua inscrição” Henrique Paim, ministro da Educação, sobre o Enem

Eu quero explicar uma coisa bem simples. Estou no meu dia de folga... ninguém do Flamengo entrou em contato comigo até agora para dizer que eu não sou mais o técnico.” Jayme de Almeida , técnico do Flamengo

a2 | BRASIL

Para mim é uma alegria muito grande cantar ao lado do Pitbull e J-Lo, num dos maiores eventos de premiação da música internacional.” Claudia Leitte, cantora

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014

coluna@induscom.com.br

Consumo perigoso Uma forte movimentação no comércio é algo desejado na economia de qualquer país. Quando vendem bem, as lojas registram um faturamento mais elevado, o que possibilita a contratação de mais funcionários, um aumento nas suas instalações físicas, um incremento na lista de produtos oferecidos e tantas outras melhorias. Nem todas as consequências das vendas, porém, são benéficas à sociedade. Há setores cujos produtos acabam provocando dependência química nos consumidores, como a indústria de cigarros e bebidas. Apesar de que as empresas não podem ser responsabilizadas judicialmente por esses danos, uma certa cautela deve existir dos dois lados, tanto por parte de quem vende como de quem compra. O consumo nocivo de álcool, por exemplo, causou a morte de cerca de 3,3 milhões de pessoas em 2012 em todo o mundo. O número equivale a 5,9% de todas as mortes, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Diante desse fato, é impossível lidar com os setores da bebida e do cigarro sem uma atenção especial. Há uma forte e visível necessidade de se diminuir o consumo desses produtos, conhecidos, inclusive, como drogas lícitas. A conscientização dada já na infância e o exemplo dos pais ainda são as melhores maneiras de se evitar o vício na vida de uma pessoa, seja ele qual for.

Previsão do tempo Fonte: www.simepar.br..

10° Máx.: 22°

Mín.:

As temperaturas seguem ligeira tendência de elevação, por conta da presença de sol e pelos ventos mais aquecidos do quadrante norte. A nebulosidade se intensifica no oeste e sudoeste, mas a partir de encostas de serra nas demais regiões do Paraná, pequenos aglomerados de nuvens causam chuva localizada a partir da tarde.

Mensalão

Barbosa revoga trabalho externo para Delúbio Soares Ministro entendeu que ele não tem direito por não ter cumprido um sexto da pena

O

presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, revogou o benefício de trabalho externo do extesoureiro do PT Delúbio Soares, condenado ao regime semiaberto na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Delúbio foi autorizado a trabalhar na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Brasília. O ministro entendeu que ele não tem direito ao benefício por não ter cumprido um sexto da pena de seis anos e oito meses. “Para que tenha direito à prestação de trabalho externo, é preciso que cumpra, ao menos, um ano, dois meses e dez dias de prisão no regime semiaberto, podendo descontar os dias remidos pelo trabalho que eventualmente venha a prestar no interior do sistema prisional, caso sejam homologados e não haja prática de falta grave”, disse Barbosa. Na decisão, Barbosa também alegou que Delúbio não pode trabalhar na CUT pelo fato de a entidade ser vinculada ao PT.

José Cruz/Agência Brasil

EDITORIAL

Na decisão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, também alegou que Delúbio não pode trabalhar na CUT pelo fato de a entidade ser vinculada ao PT “Não se tem notícia de qualquer controle do Poder Público sobre a atividade por ele desenvolvida; não se sabe quais são os requisitos para o controle de sua produtividade; tampouco há registro de quem controla a sua frequência e a sua jornada de trabalho, muito

menos de como se exerce a indispensável vigilância. A ‘proposta de emprego’ formulada pela CUT não aponta meios e formas controle do trabalho”. Com o mesmo argumento, Barbosa também revogou o trabalho externo do ex-deputado

Romeu Queiroz, do ex-advogado Rogério Tolentino e do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, que não chegou a deixar a Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, para trabalhar. Todos foram condenados na Ação Penal 470.

Anac Arte: Roque Sponholz..

venezuela: imprensa entra em crise por falta de papel

Rio distribuirá cartilha a turistas durante a Copa

O Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa na Venezuela fez um alerta para o risco de que milhares de venezuelanos possam ficar desempregados devido à falta de papel para impressão de jornais. A escassez do produto e a dificuldade de obter dólares para a compra de papel teria provocado o fechamento de pelo menos dez jornais regionais.

A Secretaria de Estado de Turismo do Rio vai distribuir uma cartilha para turistas durante a Copa do Mundo. Haverá orientações sobre segurança, defesa do consumidor, informação turística, prevenção e combate ao turismo sexual. O anúncio foi feito ontempelo secretário Claudio Magnativa, em reunião com cônsules dos países que disputarão a Copa do Mundo.

Empresas aéreas que não cumprirem horário serão multadas As empresas aéreas que descumprirem os horários de voos poderão receber multas que variam entre R$ 12 mil e R$ 90 mil. As medidas punitivas começam a ser aplicadas hoje e, dependendo da gravidade, podem chegar à suspensão da habilitação do piloto e perda da permissão de pousos e partidas nos aeroportos do país. Elas têm como objetivo evitar problemas no tráfego aéreo brasileiro, e poderão ser aplicadas também

a donos de jatinhos, responsáveis pelo avião ou pilotos. O anúncio foi feito ontem pelo presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Guaranys. Segundo ele, as autorizações para pousos e decolagens solicitadas e concedidas (slots) que não forem utilizadas vão resultar em multa de R$ 12 mil a R$ 30 mil para empresas; e de R$ 7 mil a R$ 21 mil para pessoas físicas. Se o slot for usado, mas em horário di-

Fundado em 2 de setembro de 1976

Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

ral [que inclui aviões particulares como jatinhos e táxis aéreos], que tem um tipo de operação diferenciada [sem a necessidade de autorização prévia], valerá apenas durante a Copa, quando terá de operar também com slots”, disse Guaranys. Se o voo for internacional, havendo desrespeito às normas de utilização dos slots, a autorização de sobrevoo no país será cancelada.

Ponto de Vista

EXPEDIENTE

Diário Indústria&Comércio

ferente do autorizado, a empresa terá de pagar multa de R$ 24 mil a R$ 60 mil e, no caso de pessoa física, entre R$ 21 mil e R$ 42 mil. Se houver decolagem ou pouso sem autorização, a multa para as empresas será de R$ 36 mil a R$ 90 mil; e para pessoa física, entre R$ 21 mil e R$ 63 mil. “Essas multas começam a valer a partir de amanhã e, no caso da aviação comercial, valerão para sempre. Já no caso da aviação ge-

Identidade e Responsabilidade no Trânsito Quase todos os dias quando nos levantamos pela manhã, nos indagamos: como irei cumprir com as responsabilidades pessoais, profissionais e familiares? Como conseqüência imediata a esta resposta psicológica o corpo se põe em movimento, provocando o fenômeno da mobilidade, seja em espaços confinados (dentro de casa, empresas, escritórios) ou abertos (ruas, rodovias, vias urbanas). Esta mobilidade por sua vez, implica na criação e desenvolvimento de vínculos (de linguagem falada, de sinais, símbolos, entre outros mais...), levando a pessoa a criar uma identidade (Eu) dentro das relações de grupo. A identidade implica assim que a pessoa inscreva responsabilidades para com seus atos nas relações coletivas para manter uma ordem naquilo que chamamos de civilização. O cidadão assim, se implica com as regras de comportamento social que por sua vez

determina se o mesmo terá sua mobilidade aumentada, reduzida ou mesmo inoperante. A mobilidade não é um processo simples ainda mais quando se soma ao Trânsito. Este somatório na dirigibilidade de um veículo (leve ou pesado) potencializa-se uma vez que o condutor se reveste de uma carapaça tecnológica capaz de executar manobras e pôr forças em movimento que normalmente não o faria. É inevitável nesta etapa que o condutor se sinta fascinado pelo Poder emanado pelo controle que pode exercer sobre a máquina e sobre outros. Quando temos este poder devidamente organizado a serviço da vida temos: condutas organizadas, um trânsito organizado, órgãos governamentais responsáveis e transparentes. Contudo, quando este fascínio por este poder se coloca na situação de oprimir o outro, desrespeitar as regras, correr riscos desnecessários. Temos

aí uma conduta de base instintual-destrutiva. Este é sem dúvida o lugar onde se deve levar em consideração a reavaliação da saúde mental do condutor e de sua reinserção em programas de treinamento para a dirigibilidade. Quando falamos de problemas de saúde mental no trânsito, levamos em consideração: as estruturas neuróticas, mistas (neuropsicóticas) como a borderline, bipolar (euforia+depressão), perversas, psicopáticas, pessoas portadoras de problemas neurológicos etc. Estas estruturas estão em todos os lugares, independente das classes sociais a que pertençam. Portanto, muito cuidado com quem você discute no trânsito...fale como quem caminha a passos leves, evite estresses desnecessários. Por isso, saber quem se é, ter uma identidade e responsabilidade consigo e com outros é sempre um bom começo e uma grande continuidade da linha da vida.

Márcio Jair Possan– Psicologo Especialista em Gestão do Trânsito.


economia | a3

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014

comércio

Vendas para o Dia das Mães crescem 2,9%, diz Serasa Crédito mais elevado, impactando as vendas a prazo, e a aceleração da inflação, afetando o bolso dos consumidores, foram as causas do resultado As vendas realizadas na semana do Dia das Mães (05 a 11 de maio) cresceram 2,9% em todo o Brasil na comparação com a semana equivalente de 2013 (06 a 12 de maio). É o que revela o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio – Dia das Mães 2014. No ano passado, para esta mesma data comemorativa, o crescimento havia sido de 5,3%. No final de semana da data (09 a 11 de maio), as vendas

também apresentaram elevação. Houve um avanço de 1,9% quando comparado com o fim de semana de 10 a 12 de maio de 2013. Na cidade de São Paulo, por sua vez, as vendas acompanharam o ritmo nacional de crescimento. Na semana do Dia das Mães, houve uma elevação de 2,7%, ao passo que no fim de semana da data o avanço verificado foi de 1,2%. Segundo os economistas da Serasa Experian, este Dia das

Mães de 2014 exibiu um movimento mais fraco para as vendas devido a alguns fatores como o custo do crédito mais elevado, impactando as vendas a prazo, e a aceleração da inflação, afetando diretamente o bolso dos consumidores, tornando-os mais comedidos na hora de comprar os presentes para as mães. METODOLOGIA O Indicador Serasa Experian

do Nível de Atividade do Comércio para o Dia das Mães tem como base uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Serasa Experian, o único de alcance nacional. Foram consideradas as consultas realizadas nos períodos 05 a 11 de maio de 2014 e de 09 a 11 de maio de 2014 e comparadas às consultas realizadas nos períodos de 06 a 12 de maio de 2013 e de 10 a 12 de maio de 2013.

ULTRAPASSADO

Clientes usam cada vez menos cheque como meio de pagamento, segundo BC Os clientes bancários usam cada vez menos o cheque como meio de pagamento. De acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados ontem, em 2013 foram realizadas 1,304 bilhão de transações com cheque, queda de 9,3% em relação ao ano anterior. Em 2007, início da série no relatório do BC, foram 1,999 bilhão. Enquanto houve queda no uso de cheque, cresceram os pagamentos por meio de outros instrumentos. No caso do cartão de débito, houve expansão de 18,89%, no ano passado em relação a 2012. Nesse mesmo tipo de comparação, houve crescimento das operações com cartão de crédito (11,69%), débito direto (16,7%) e transferências de crédito (6,4%). Em 2013, o faturamento dos mercados de cartões de crédito e de débito atingiu R$ 534 bilhões e R$ 293 bilhões, respectivamente, o que significa crescimento de 14,7% e 23,4% em relação ao ano anterior. Com relação à utilização dos canais de atendimento das instituições financeiras, em 2013 prevaleceu o atendimento pela internet, que respondeu por 39,5% das operações realizadas, apresentando crescimento de 23,1% em relação ao ano anterior. Por sua vez, o número de transações bancárias efetuadas por meio das dependências das instituições financeiras – agências e postos de atendimento – continua apresentando queda, com redução de 1,7% no ano. O atendimento disponibilizado pelas instituições financeiras por meio de dispositivos móveis cresceu 80,9%, em 2013.

spada@induscom.com.br ..

Fraca intenção de compra de veículos nos próximos meses O brasileiro está menos confiante que em meses anteriores quando se trata de comprar veículos. Um quesito especial da Sondagem do Consumidor da FGV/IBRE de abril aponta que 92% dos consumidores não têm intenção de trocar ou comprar carros nos próximos meses. Apenas 6,8% se mostraram dispostos a adquirir o bem. O indicador, que registrou 14,7 pontos, foi o mais baixo da série desde 2010 e o segundo menor nível desde que a pesquisa começou a ser feita, em 2005 — quando chegou a 38,9 pontos, em setembro. Viviane Seda, coordenadora do levantamento, acredita que o fraco ímpeto de compra de automóveis pode ser atribuído, principalmente, ao peso da insegurança do consumidor em relação aos rumos da economia brasileira e não tanto a escassez da oferta de crédito. “Há algum tempo eles tem se mostrado mais cautelosos para demanda de bens duráveis. Isso pode estar sendo mais influenciado pela incerteza com relação ao ambiente econômico do que a oferta de crédito para consumo”, ressalta.

PROGRAMAS DE DEMISSÃO

Com a queda na produção e vendas de veículos no país, as montadoras estão reduzindo a carga horária dos trabalhadores ou implantando programas de demissão voluntária para minimizar os prejuízos. O reflexo disso na economia já está sendo sentido pelo consumidor que, apesar do mercado de trabalho aquecido, demostra preocupação com o taxa de desemprego. “O consumidor já vinha mostrando essa apreensão. A redução dos postos de trabalho é preocupante em qualquer setor da economia, principalmente num que emprega número considerável de pessoas ocupadas”, destaca Viviane. “O governo tentará incentivar as vendas desse setor, mas isso não deve responder da mesma forma como foi em 2009”, completa a economista. A pesquisa também mostra que dos 6,8% de entrevistados que pretendiam comprar um carro, mais da metade (56,8%) devem optar pelo modelo zero km. Viviane atribui a preferência ao fato dos financiamentos de carros novos obterem taxas mais baratas se comparados aos de usados. “Além disso, provavelmente os incentivos que serão dados pelo governo estarão mais ligados aos modelos zero km, ajudando a diminuir os estoques das fábricas e aumentando a produção”, conclui.

(FGV/IBRE)

ÍNDICES E INDICADORES ECONÔMICOS MOVIMENTAÇÃO DIÁRIA Informações de 12 de maio de 2014

MAIORES ALTAS DO ÍNDICE BOVESPA Descrição Var. % SUZB5-Suzano Papel PNA ED N1 7,88 GOLL4-Gol PN N2 (VST) 6,28 VALE3-Vale ON N1 (VST) 4,72 VALE5-Vale PNA N1 (VST) 4,26 CPLE6-Copel PNB N1 (VST) 4,18

Últ. R$ 7,80 R$ 14,37 R$ 30,60 R$ 27,63 R$ 34,63

Neg. 19485 2159 9063 33045 3204

MAIORES BAIXAS DO ÍNDICE BOVESPA Descrição Var. % GFSA3-Gafisa ON NM (VST) 3,64 PDGR3-Pdg Realt ON NM (VST) 3,57 MMXM3-Mmx Miner ON NM (VST) 1,15 BISA3-Brookfield ON NM (VST) 0,68 ECOR3-Ecorodovias ON ED NM (VST)0,64

Últ. R$ 3,44 R$ 1,62 R$ 2,57 R$ 1,45 R$ 13,81

Neg. 20849 6652 2159 438 4890

Hora 18:00 18:00 18:00 18:00 18:00

Data 12/05 12/05 12/05 12/05 12/05

Hora 18:00 18:00 18:00 18:00 18:00

Data 12/05 12/05 12/05 12/05 12/05

AÇÕES MAIS NEGOCIADAS DO ÍNDICE BOVESPA

Segundo dados do Banco Central (BC), em 2013 foram realizadas 1,304 bilhão de transações com cheque, queda de 9,3% em relação a 2012

parceria

Fiep, Senai e Itaipu Binacional se unem para apostar na energia solar fotovoltaica A obtenção de eletricidade por meio de painéis solares fotovoltaicos, considerada uma energia limpa e renovável, através da implantação de toda a cadeia produtiva para fabricação dos painéis fotovoltaicos com utilização da oferta de energia existente no Paraguai e as reservas de quartzo do Brasil. Essa é a proposta do convênio de cooperação técnica entre o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná – Fiep, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai, e a Itaipu Binacional, dentro do projeto Green Silicon, também chamado Silício Verde. Para avaliar a viabilidade técnica e econômica do projeto, o Sistema Fiep, por meio do Senai, contratou o Solar Cluster, uma associação de empresas, sem fins lucrativos, ligada às tecnologias solares, do estado alemão de BadenWürttemberg, uma região parceira da federação há quase 30 anos. A assinatura dos documentos aconteceu no Campus da Indústria do Sistema Fiep, e contou com as presenças do presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo; do gerente de Relações Internacionais do Sistema Fiep, Reinaldo Tockus; da diretora financeira da Itaipu Binacional, Margaret Grof; do superintendente de Energias Renováveis Itaipu Binacional - Margem Direita, Alberto Garcete; do diretor de Coordenação Executiva da Itaipu Binacional - Margem Direita, Francisco Domaniczki; dos

SEUS ATIVOS

Mauro Frasson

Ações mais negociadas do Índice VALE5-Vale PNA N1 (VST) PETR4-Petrobras PN (VST) ITUB4-ItauUnibanco PN ED N1 (VST) BBDC4-Bradesco PN EJ N1 (VST) ABEV3-Ambev S/a ON (VST)

ÍNDICES BRASIL Índice Osc. (%) Ibovespa 1,79 IBrX 50 1,73 IBrX 1,70 IBRA 1,64 MLCX 1,77 SMLL 0,62 ISE 1,72 ICO2 1,47 IEE 1,79 INDX 1,11 ICON 1,23 IMOB 0,09 IFNC 1,18 IMAT 2,55 UTIL 1,54

DÓLAR DIA 07/mai 08/mai 09/mai 12/mai

DÓLAR DIA 07/mai 08/mai 09/mai 12/mai

EURO DIA 07/mai 08/mai 09/mai 12/mai

Último 54.052 9.127 22.284 2.069 1.014 1.256 2.516 1.225 27.224 11.689 2.480 666 4.834 1.591 2.804

Abertura 53.102 8.972 21.912 2.035 996 1.249 2.474 1.207 26.770 11.560 2.450 666 4.778 1.551 2.762

COMERCIAL

Compra R$ 2,216 R$ 2,212 R$ 2,213 R$ 2,214

Mínimo 53.102 8.972 21.912 2.035 996 1.249 2.474 1.207 26.760 11.560 2.450 665 4.778 1.551 2.758

Venda R$ 2,218 R$ 2,214 R$ 2,215 R$ 2,216

COMERCIAL

Compra R$ 3,100 R$ 3,064 R$ 3,053 R$ 3,049

Hora 17:05 17:05 17:03 17:04

Venda R$ 2,390 R$ 2,380 R$ 2,380 R$ 2,370

Compra 0,420 % -0,410 % 0,000 % -0,420 %

Venda 16:00 17:06 16:00 16:01

Venda. R$ 3,101 R$ 3,066 R$ 3,054 R$ 3,050

Var.% -0,240 % -1,140 % -0,360 % -0,120 %

Hora 17:30 18:30 17:30 17:00

INDICADORES / MÊS Poupança antiga (1) Poupança (2) TR* TJLP FGTS (3) SELIC - Déb Fed (4) DI Over (5) UPC *** UFESP FCA / SP UFM Salário Mínimo Salário Mínimo SP (6)

Presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, com representantes da Itaipu Binacional, Solar Cluster e Senai

(%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (R$) (R$) (R$) (R$) (R$) (R$)

Data/Hora 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:24 12/05 - 17:23 12/05 - 17:24 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 12/05 - 17:23 Fonte: Bovespa

Var.% -0,490 % -0,180 % 0,040 % 0,040 %

PARALELO

Compra R$ 2,140 R$ 2,110 R$ 2,140 R$ 2,120

Máximo 54.053 9.127 22.284 2.069 1.014 1.259 2.517 1.225 27.439 11.705 2.482 670 4.834 1.591 2.811

Volume em R$ R$ 7.159.436,00 R$ 3.706.710,00 R$ 2.019.003,00 R$ 1.376.107,00 R$ 1.215.085,00

fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 0,5540 0,5267 0,5461 0,5607 0,5540 0,5267 0,5461 0,5607 0,0537 0,0266 0,0459 0,0604 0,3800 0,4200 0,4100 0,4200 0,3005 0,2733 0,2926 0,3072 0,7900 0,7700 0,8200 0,8700 0,8300 0,7600 0,8200 22,3600 22,3600 22,4000 22,4000 20,1400 20,1400 20,1400 20,1400 1,9619 1,9619 1,9619 1,9619 121,8000 121,8000 121,8000 121,8000 724,0000 724,0000 724,0000 724,0000 810,0000 810,0000 810,0000 810,0000

Ano 2,8300 2,8300 0,3000 2,0700 1,5400 4,1600 ----0,3600

6,7800 ----

12 meses 6,6900 6,5800 0,4900 5,0700 3,5100 9,5600 ----0,4000 18,4400 1,6994 108,6600 6,7800 ----

INFLAÇÃO

REFERÊNCIA ATUALIZADA: ABRIL/2014

representantes do Solar Cluster Baden-Württemberg, Carsten Tschamber, e do Ministério de Finanças e Economia de BadenWürtemberg no Brasil, Ulrich Böhmerle, além do engenheiro da Itaipu, Maycon Vendrame. “Esta iniciativa é muito importante e traz uma grande oportunidade de aproximação entre o Paraná e o Paraguai para buscarmos alternativas de desenvolvimento industrial em conjunto”, destacou Campagnolo. O projeto Green Silicon, que contempla a industrialização integrada de painéis fotovoltaicos no Brasil - mais especificamente no Estado do Paraná - e no Paraguai, abrange a implantação de toda a cadeia pro-

dutiva de painéis fotovoltaicos, desde a extração do quartzo - sua principal matéria-prima - até a produção final dos painéis solares. O estudo a ser desenvolvido pelo Solar Cluster deve estabelecer os parâmetros de viabilidade técnica, bem como os melhores caminhos de implantação, de forma que os custos da energia passem a ser mais competitivos, mundialmente. Contemplará também a formatação de uma Private-Equity, estabelecendo os mecanismos para investimentos privados e governamentais, nos projetos que desdobrarão dessa avaliação técnica. Entre as vantagens apresentadas pelo Brasil e Paraguai, que tornariam possível o projeto Green

Silicon, estão a forte irradiação solar, a energia paraguaia abundante (especialmente por meio da hidroeletricidade) e a disponibilidade de recursos e de matéria-prima, já que o Brasil lidera o mercado de exportação de quartzo em pedra, insumo do silício, elemento principal para a produção de painéis fotovoltaicos. “O prazo para conclusão dos estudos é de 180 dias e, nesse período, teremos uma reunião intermediária no Paraguai para apresentarmos como estes estudos estão se encaminhando, bem como procedermos eventuais ajustes”, explicou Reinaldo Tockus, coordenador executivo do projeto.

ÍNDICES INPC / IBGE (%) IPCA / IBGE (%) IPCA Esp / IBGE (%) ICV / DIEESE (%) IPC / FIPE (%) ClasMéd/Ordem (%) IGP-DI / FGV (%) IPA -DI / FGV (%) IPC-DI / FGV (%) INCC-DI / FGV (%) IGP-M / FGV (%) IPA-M / FGV (%) IPC-M / FGV (%) INCC-M / FGV (%) CUB-Sinduscon (%) INPC / IBGE (%) IPCA / IBGE (%) IPCA Esp / IBGE (%) ICV / DIEESE (%) IPC / FIPE (%) ClasMéd/Ordem (%) IGP-DI / FGV (%) IPA -DI / FGV (%) IPC-DI / FGV (%) INCC-DI / FGV (%) IGP-M / FGV (%) IPA-M / FGV (%) IPC-M / FGV (%) INCC-M / FGV (%) CUB-Sinduscon (%)

(%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%)

(%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%)

ago/13 0,16 0,24 0,16 0,09 0,22 0,38 0,46 0,58 0,20 0,31 0,15 0,14 0,09 0,31 0,16 jan/14 0,63 0,55 0,67 1,95 0,94 1,18 0,40 0,12 0,99 0,88 0,48 0,31 0,87 0,70 0,05

Edição: Odailson Elmar Spada

set/13 out/13 nov/13 dez/13 0,27 0,61 0,54 0,72 0,35 0,57 0,54 0,92 0,27 0,48 0,57 0,75 0,24 0,64 0,45 0,44 0,25 0,48 0,46 0,65 0,36 0,50 0,50 0,77 1,36 0,63 0,28 0,69 1,90 0,71 0,12 0,78 0,30 0,55 0,68 0,69 0,43 0,26 0,35 0,10 1,50 0,86 0,29 0,60 2,11 1,09 0,17 0,63 0,27 0,43 0,65 0,69 0,43 0,33 0,27 0,22 0,12 0,17 0,09 0,06 fev/14 mar/14 abr/14 12meses 0,64 0,82 0,78 5,82 0,69 0,92 0,67 6,28 0,70 0,73 0,78 6,19 0,61 0,81 0,57 7,05 0,52 0,74 0,53 5,20 0,73 0,71 6,32 0,85 1,48 0,45 8,10 1,00 1,91 0,27 8,76 0,66 0,85 0,77 6,36 0,33 0,28 0,88 7,96 0,38 1,67 0,78 7,98 0,27 2,20 0,79 8,68 0,70 0,82 0,82 6,14 0,44 0,22 0,67 7,75 0,23 0,08 0,15 7,42 Fontes: Folha Online/Valor Econômico/CMA/Empresário Online


a4 | economia

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014

Inflação para famílias com até 2,5 salários acumula alta de 3,1% em 2014

Para 2014: Petrobras divulga previsão de que produção de petróleo vai crescer 7,5%

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) do mês de abril apresentou variação de 1,05%, registrando alta de 0,20 ponto percentual em relação aos 0,85% do indicador relativo ao mês de março. Divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), o indicador acumula alta de 3,1% nos

A presidenta da Petrobras, Maria das Graças Foster, em conferência com investidores e analistas do mercado, estimou ontem que a estatal deve registrar aumento da produção de petróleo ao longo deste ano de cerca de 7,5%. A previsão foi feita durante detalhamento dos resultados financeiros e operacionais do primeiro trimestre deste ano, quando a companhia fechou

primeiros quatro meses do ano e 5,57% nos últimos doze meses (taxa anualizada). O IPC-C1 registra a inflação para as famílias com renda entre 1 e 2,5 salários mínimos no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Salvador relativos a oito classes de despesas: saúde e cuidados pessoais; habitação; transporte; vestuário; despesas diversas e comunicação.

Primeira reunião sobre segurança no comércio será realizada hoje Será realizado hoje, na Central de Comando da Polícia Militar, a partir das 9h, o primeiro encontro entre diretores de grandes redes de varejo e representantes das polícias Civil, Militar e Guarda Municipal, que trabalharão em prol de melhorias na segurança pública em Curitiba e região metropolitana, que tem afetado diretamente os estabelecimentos comerciais. O grupo é apoiado pela Associação Comercial do Paraná, que terá como representante o vice-presidente da entidade, Antônio Miguel Espolador. Após entendimentos propostos junto ao secretário da Segurança Pública, Leon Grupenmacher, a comissão instituiu a realização de reuniões quinzenais para propor soluções urgentes em relação ao grande número de assaltos às lojas.

VIDAJALE PARTICIPAÇÕES S/A

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 31.12.2012

31.12.2011

CIRCULANTE 32.807 DISPONIVEL 32.807 Caixa 17.102 Bancos 15.705 ATIVO NÃO CIRCULANTE 11.181.867 Adto para futuro aumento de Capital 97.709 Investimentos 10.613.002 Imobilizado 471.156

23.545 23.545 326 23.219 5.683.508

TOTAL DO ATIVO

5.707.053

PASSIVO

31.12.2012

31.12.2011

PATRIMÔNIO LIQUIDO Capital Social Adto para futuro aumento de Capital Prejuízos Acumulados

11.214.674 11.374.337

5.707.053 5.433.225

9.631 (169.294)

300.757 (26.929)

5.212.352 471.156

11.214.674

TOTAL DO PASSIVO

5.707.053

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES PATRIMONIAIS CAPITAL SOCIAL HISTORICO Saldo em 31.12.11 Aumento de Capital Adto Futuro Aum Capital Distribuição de Lucros Resultado do Exercício Saldo em 31.12.12

RESERVA CORR. MON.DO CAPITAL

RESERVA CORR. MON. IPC/90

RESERVAS LEGAIS E AÇÕES EM TESOURARIA

5.433.225 5.941.112

ADTO FUTURO AUM CAP

LUCRO E/OU PATRIMONIO PREJUIZO LIQUIDO

300.757 (300.757) 9.631

(26.929)

5.707.053 5.640.355 9.631 (284.483) 142.118 11.214.674

(284.483) 142.118 (169.294)

11.374.337

NOTAS EXPLICATIVAS As Demonstrações Financeiras foram eleboradas conforme disposições contidas na Lei das Sociedades Anônimas e alterações posteriores; As Receitas e as Despesas foram escrituradas pelo regime de competência; O Capital Social está representado por 1.137.433.733 ações Ordinárias de valor nomimal de R$ 0,01 cada uma; Todos os valores aqui demonstrados estão expresso em R$ (Reais). VINICIUS GULIN Diretor Administrativo

CELIA REGINA HEITZWEBEL GULIN Diretora Vice-Presidente

ALEXANDRE GULIN Diretor Superintendente

LUIZ HENRIQUE VRIESMAN CONTADOR - CRC.-PR.- 32.386/O-7

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 31.12.2012 31.12.2011 Despesas Administrativas LUCRO OU PREJUÍZO OPERACIONAL Outras Receitas Outras Despesas LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

(236)

(354)

(236) 142.487 (133)

(354) 47.823 (120)

142.118

47.349

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro Líquido do Exercício Ajustes para a reconciliação do lucro líquido do exercício com a geração de caixa das atividades operacionais Redução (aumento) dos ativos Aumento do Ativo não Circulante Aumento (redução) dos passivos Caixa líquido gerado pelas atividades operacionais Lucros pagos Fluxos de caixa das atividades de investimento Caixa líquido gerado pelas atividades de investimento Fluxos de caixa das atividades de financiamento Aumento do Capital Social

31.12.2012 142.118

(5.498.359) (5.498.359) (5.356.241) (284.483) (5.640.724) 5.649.986

Caixa líquido gerado pelas atividades de financiamento

9.262

Total dos Efeitos no caixa e equivalentes a caixa Saldo inicial de caixa e equivalentes a caixa Saldo final de caixa e equivalentes a caixa Variação no caixa e equivalentes a caixa

9.262 23.545 32.807 9.262

SENHORES ACIONISTAS: De acôrdo com as disposições legais e estatutárias, temos a satisfação de submeter a Vs.Sas. as Demonstrações Financeiras relativas ao Exercício Findo em 31.12.2013. Colocamo-nos a disposição dos Senhores Acionistas para quaisquer outros esclarecimentos que se fizerem necessários. "A DIRETORIA" - Curitiba, 06 de maio de 2014.

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 ATIVO

O presidente do Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, entregou pessoalmente aos deputados estaduais, nesta segundafeira (12), a Agenda Legislativa da Indústria 2014. Elaborado pelo Departamento de Assuntos Legislativos da Fiep, após alinhamento com sindicatos industriais, empresários e técnicos de diversas áreas, o documento apresenta o posicionamento da entidade em relação a projetos de lei que impactam a indústria e o setor produtivo. Para compor o documento, foram analisados todos os 831 projetos de lei – ou de lei complementar.

31.12.2013

31.12.2012

PASSIVO

CIRCULANTE 508.457 DISPONIVEL 508.457 Caixa 7.939 Bancos 500.518 ATIVO NÃO CIRCULANTE 15.229.387 Adto para futuro aumento de Capital 97.709 Investimentos 14.660.522 Imobilizado 471.156

32.807 32.807 17.102 15.705 11.181.867

NÃO CIRCULANTE Empréstimo de Mútuo

TOTAL DO ATIVO

11.214.674

15.737.844

97.709 10.613.002 471.156

31.12.2013

31.12.2012

500.000 500.000

PATRIMÔNIO LIQUIDO Capital Social Adto para futuro aumento de Capital Lucros Acumulados TOTAL DO PASSIVO

15.237.844 11.374.337

11.214.674 11.374.337

19.190 3.844.317

9.631 (169.294)

15.737.844

11.214.674

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES PATRIMONIAIS CAPITAL SOCIAL HISTORICO Saldo em 31.12.12 Aumento de Capital Adto Futuro Aum Capital Distribuição de Lucros Resultado do Exercício Saldo em 31.12.13

RESERVA CORR. MON.DO CAPITAL

RESERVA CORR. MON. IPC/90

RESERVAS LEGAIS E AÇÕES EM TESOURARIA

ADTO FUTURO AUM CAP

11.374.337

9.631

LUCRO E/OU PATRIMONIO PREJUIZO LIQUIDO (169.294)

11.214.674

(363.441) 4.377.052 3.844.317

9.559 (363.441) 4.377.052 15.237.844

9.559

11.374.337

19.190

NOTAS EXPLICATIVAS As Demonstrações Financeiras foram eleboradas conforme disposições contidas na Lei das Sociedades Anônimas e alterações posteriores; As Receitas e as Despesas foram escrituradas pelo regime de competência; O Capital Social está representado por 1.137.433.733 ações Ordinárias de valor nomimal de R$ 0,01 cada uma; Todos os valores aqui demonstrados estão expresso em R$ (Reais). VINICIUS GULIN Diretor Administrativo

CELIA REGINA HEITZWEBEL GULIN Diretora Vice-Presidente

ALEXANDRE GULIN Diretor Superintendente

LUIZ HENRIQUE VRIESMAN CONTADOR - CRC.-PR.- 32.386/O-7

A produção de motocicletas recuou 5,1% em abril, com a fabricação de 146.838 unidades, em comparação ao mesmo mês do ano passado, quando foram fabricadas 154.672 unidades. Em relação ao mês anterior, no entanto, houve aumento de 18,7% na produção de motocicletas. Os números foram apresentados ontem pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Segundo a Abraciclo puxado pela estratégia de alavancagem de negócios no período anterior à Copa do Mundo, as montadoras fabricaram mais motocicletas nos primeiros quatro meses deste ano do que no mesmo período do ano anterior, com a produção de 555.788 unidades ante 537.871 motocicletas fabricadas entre janeiro e abril do ano passado.

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 31.12.2013 31.12.2012 Despesas Administrativas LUCRO OU PREJUÍZO OPERACIONAL Outras Receitas Outras Despesas LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

(138)

(236)

(138) 4.397.669 (20.479)

(236) 142.487 (133)

4.377.052

142.118

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro Líquido do Exercício Ajustes para a reconciliação do lucro líquido do exercício com a geração de caixa das atividades operacionais Redução (aumento) dos ativos - Aumento do Não Circulante Aumento (redução) dos passivos - Aumento do Não Circulante Caixa líquido gerado pelas atividades operacionais Lucros pagos Fluxos de caixa das atividades de investimento Caixa líquido gerado pelas atividades de investimento Fluxos de caixa das atividades de financiamento - Adto para Futuro Aumento de Capital Caixa líquido gerado pelas atividades de financiamento

31.12.2013 4.377.052

(4.047.520) (4.047.520) 500.000 500.000 829.532 (363.441)

Total dos Efeitos no caixa e equivalentes a caixa Saldo inicial de caixa e equivalentes a caixa Saldo final de caixa e equivalentes a caixa Variação no caixa e equivalentes a caixa

466.091 9.559 9.559 475.650 32.807 508.457 475.650

TEIG EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS SA. CNPJ/MF 79.053.518/0001-43 BALANÇO PATRIMONIAL

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

ATIVO ATIVO CIRCULANTE DISPONIBILIDADES Caixa BancosC/Movimento Aplicações Financeiras CREDITOS DE FUNCIONAMENTO Duplicatas a Receber Valores a Receber Impostos a Recuperar Terrenos destinados a Venda Unidades destinados a Venda Total do Ativo Circulante ATIVO NÃO CIRCULANTE DIREITOS REALIZÁVEIS A LP Creditos junto a Pessoas Ligadas INVESTIMENTOS Participação Empresas Ligadas Outras Participações Societárias MOBILIZADO Móveis, Utensilios e Instalações Maquinas e Equipamentos Veículos e Acessórios Imóveis Urbanos INTANGÍVEL Direitos de Uso Total do Ativo não Circulante TOTALDOATIVO

2013

2012

19.494,16 23.468.985,62 23.488.479,78

12.938,11 47.351,18 23.982.091,24 24.042.380,53

4.849.817,28 14.150,00 123.045,02 9.611.864,52 7.812.862,92 22.411.739,74

2.168.355,90 9.250,00 123.045,04 10.005.911,97 7.729.940,08 20.036.502,99

45.900.219,52

44.078.883,52

3.616.918,19

-

11.605.919,05 84.189,14 11.690.108,19

10.330.412,80 84.189,14 10.414.601,94

20.327,77 6.847,07 305.059,78 998.674,04 1.330.908,66

8.622,86 6.847,07 305.059,78 998.674,04 1.319.203,75

5.724,06 16.643.659,10 62.543.878,62

5.724,06 11.739.529,75 55.818.413,27

PAS S I V O PASSIVO CIRCULANTE DÉBITOS DE FUNCIONAMENTO Fornecedores Outros Credores Contribuições Sociais Obrigações com o Pessoal Contas a Pagar Provisão Pagamento CSLL e IRPJ Total do Passivo Circulante

DAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTO Acrescimo Participações Societárias Acrescimo Realizável a LP Acrescimo Ativo Imobilizado DAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Diminuição Participações Societárias Variação do Passivo não Circulante Redução do Capital Social Distribuição de Dividendos VARIAÇÃO DAS DISPONIBILIDADES VARIAÇÃO DAS DISPONIBILIDADES Disponibilidades no início do período Disponibilidades no final do período

2013

2012

2.679,64 6.191,90 13.639,22 4.021,00 446,86 79.788,51

4.663,35 6.033,03 2.312,00 95.557,79

106.767,13

108.566,17

-

3.905.000,00

PASSIVO NÃO CIRCULANTE OBRIGAÇÕES EXIGÍVEIS A A LONGO PRAZO Debitos junto a Pessoas Ligadas RESULTADOS A REALIZAR Resultado de Unidades Imobiliárias Total do Passivo não Circulante PATRIMÔNIO LÍQUIDO CAPITAL REALIZADO Capital Social RESERVAS Reservas de Capital Reserva para Aumento de Capital Lucros a Disposição de Sócios LUCROS ACUMULADOS Lucros Acumulados

4.130.449,14

1.661.012,06

4.130.449,14

5.566.012,06

10.000.000,00

4.190.000,00

48.306.662,35 48.306.662,35

686.130,03 6.394.150,22 38.873.554,79 45.953.835,04

-

-

Total do Patrimônio Líquido

58.306.662,35

50.143.835,04

TOTALDOPASSIVO

62.543.878,62

55.818.413,27

RESULTADO OPERACIONAL RECEITA LÍQUIDA Receita Bruta Dividendos Recebidos (-) Deduções da Receita CUSTO Custo Unidades Vendidas RECEITAS/DESPESAS OPERACIONAIS Receitas Financeiras Equivalencia Patrimonial Outras Receitas Operacionais (-) Despesas Administrativas (-) Despesas Financeiras (-) Despesas Tributárias (-) Equivalencia Patrimonial

2013

2012

2.298.544,99 7.811.789,24 (83.855,59) 10.026.478,64

1.062.911,02 7.855.853,52 (38.796,13) 8.879.968,41

(198.301,32)

(143.901,24)

1.780.441,85 2.590.723,24 5.884,06 (330.216,93) (1.558,73) (36.259,06) 13.837.191,75

1.588.252,56 456.418,49 (177.988,24) (2.669,43) (34.192,72) (616.377,03) 9.949.510,80

-

38.000,00 (68.500,00) (30.500,00)

(198.295,56) (510.218,96) (708.514,52) _______________ 13.128.677,23 _______________

(162.312,99) (420.735,00) (583.047,99) _______________ 9.335.962,81 _______________

10.000.000 1.312,87 _______________

4.190.000 2.228,15 _______________

RESULTADO NÃO OPERACIONAL RECEITAS NÃO OPERACIONAIS Receitas não Operacionais (-) Despesas não Operacionais IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES S/LUCRO (-) Provisão para Pgto da CSLL (-) Provisão para Pgto do IRPJ RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO Quantidade de Quotas: Resultado Líquido por quotas:

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS Lucro Líquido do exercício Equivalência Patrimonial Baixas imobilizado vendido LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO (+/-) Duplicatas e Valores a Receber (+/-) Impostos a Recuperar (+/-) Estoques a venda (+/-) Fornecedores e Outros Credores (+/-) Contribuições e Impostos (+/-) Obrigações com Pessoal

taformas que estão entrando em operação e que adicionarão cerca de 120 mil barris de petróleo por dia. “Nós já interligamos até agora 20 novos poços, e a nossa expectativa é a de que fecharemos o ano com essa interligação atingindo 65 poços, o que refletirá no aumento da produção”, avaliou. Graça admitiu que está havendo um atraso médio de cinco meses na entrega de novas plataformas por parte dos estaleiros.

Foram fabricadas 146.838 unidades, em relação ao mesmo mês de 2013 VIDAJALE PARTICIPAÇÕES S/A CURITIBA - PR. CNPJ Nº. 09.434.669/0001-66

Fiep entrega a deputados a Agenda da Indústria

11.214.674

Graça Foster lembrou que novos sistemas de produção já entraram ou entrarão em produção nos próximos meses deste ano, com reflexos diretos na elevação da produção de petróleo e gás natural. Graça destacou que este aumento da produção já vem se verificando desde fevereiro, com intensificação agora em maio, com a interligação de poços de alta produtividade às novas pla-

Produção de motocicletas cai em abril em relação a 2013

SENHORES ACIONISTAS: De acôrdo com as disposições legais e estatutárias, temos a satisfação de submeter a Vs.Sas. as Demonstrações Financeiras relativas ao Exercício Findo em 31.12.2012. Colocamo-nos a disposição dos Senhores Acionistas para quaisquer outros esclarecimentos que se fizerem necessários. "A DIRETORIA" - Curitiba, 06 de maio de 2014.

CURITIBA - PR. CNPJ Nº. 09.434.669/0001-66 ATIVO

com lucro operacional de R$ 7,6 bilhões, resultado 8% superior ao do último trimestre de 2013, mas com um lucro líquido de R$ 5,4 bilhões, nesse caso representando uma queda de 14% em relação ao trimestre imediatamente anterior. Ao comentar o resultado da produção do primeiro trimestre, que fechou com uma extração média diária de 2,01 milhões de barris de petróleo e gás natural,

2013

2012

13.128.677,23 (2.590.723,24) 10.537.953,99 (2.686.361,38) 0,02 311.124,61 4.655,05 (8.163,09) 1.709,00 8.160.918,20

9.335.962,81 159.958,54 68.500,00 9.564.421,35 (2.177.605,90) 9.200,61 (220.152,99) 1.979,23 56.879,22 351,00 7.235.072,52

(538.718,16) (3.616.918,19) (11.704,91) (4.167.341,26)

(583.274,29) (90.383,35) (673.657,64)

1.853.935,15 (2.705.843,17) 5.566.012,06 - (3.905.000,00) (3.695.569,67) (1.652.764,70) (4.547.477,69) ________________ 8.247,36 ________________ (553.900,75) ________________ 6.569.662,24 ________________ 24.042.380,53 17.472.718,29 23.488.479,78 24.042.380,53 (553.900,75) ________________ 6.569.662,24 ________________

Saldo em 31/12/2011 Lucro Líquido do exercício Redução do Capital Social Destinação dos Lucros: Distribuição de Dividendos Lucros a Disposição de Acionistas Saldo em 31/12/2012 Lucro Líquido do exercício Aumento do Capital Social Restituição de AFAC Destinação dos Lucros: Distribuição de Dividendos Lucros a Disposição de Acionistas Saldo em 31/12/2013

Capital Social 8.095.000,00

Reserva de Capital 686.130,03

Reserva Adto. Capital 6.394.150,22

Lucros a Disposição 31.190.356,68

________________ 4.190.000,00

________________ 686.130,03

________________ 6.394.150,22

(1.652.764,70) 9.335.962,81 38.873.554,79

5.810.000,00

(686.130,03)

(5.123.869,97) (1.270.280,25)

________________ 10.000.000,00

________________ -

________________ -

(3.905.000,00)

9.433.107,56 48.306.662,35

Lucros Acumulados 9.335.962,81

(9.335.962,81) 13.128.677,23

(3.695.569,67) (9.433.107,56) -

Total 46.365.636,93 9.335.962,81 (3.905.000,00) (1.652.764,70) 50.143.835,04 13.128.677,23 (1.270.280,25) (3.695.569,67) 58.306.662,35

N O T A S E X P L I C A T I VA S a) As Demonstrações Financeiras foram elaboradas em cumprimento das disposições contidas na lei das Sociedades Anônimas, Lei 6.404/76, e demais dispositivos aplicáveis a espécie; b) Foi adotado o regime de competência para o registro das operações no exercício, com a apropriação de rendimentos e encargos proporcionais até a data do balanço; c) As contas do Imobilizado estão registradas a custo de aquisição deduzido da depreciação calculada pelo método linear, de acordo com as taxas admitidas pela legislação fiscal vigênte; d) O resultado líquido do exercício foi transferido integralmente para a conta Lucros a Disposição de Sócios para deliberação futura de seu destino. e) Foi adotado o preço de custo para o Inventário dos estoques existentes na data do Balanço; f) O Capital Social totalmente subscrito e integralizado é composto por 10.000.000 ações; Curitiba, 31 de dezembro de 2013. RUBENS JACOB TEIG Diretor - CPF 000.727.299-53

RONALDO GIACOMITTI Contador - CRC/PR 25.565/O-8

Já as vendas no atacado das motocicletas somaram 142.473 unidades em abril, aumento de 12% em relação a março e queda de 10,6% em comparação a abril de 2013. No varejo, foram comercializadas 121.744 unidades, queda de 13,6% em relação a abril do ano passado. O presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian disse que a queda em relação ao ano passado se deve principalmente porque abril foi um mês com feriado prolongado. “Mesmo assim, mantemos a projeção de estabilidade para o volume total deste ano, em relação a 2013”. Com relação à exportação, abril foi o pior mês do ano para o comércio exterior de motocicletas, com a exportação de 6.958 unidades, o que representou queda de 30,2% em comparação a abril do ano passado e 19,9% em relação a março.

Projeção do mercado para a inflação cai para 6,39% Após a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) abaixo das expectativas na última semana, as instituições financeiras reduziram a projeção para a inflação oficial este ano. A estimativa ficou em 6,39% e continua, portanto, próxima do teto da meta (6,50%) estabelecida pelo governo. Nas últimas duas semanas, a projeção ficou no teto da meta e na pesquisa às instituições financeiras, divulgada no dia 22, a projeção para o IPCA chegou a ultrapassar o limite superior da meta, ao atingir 6,51%. Para 2015, a estimativa segue em 6%, há quatro semanas. As projeções são da pesquisa semanal que o Banco Central (BC) faz a instituições financeiras. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados na última sexta-feira, em abril o IPCA apresentou variação de 0,67%, 0,25 ponto percentual inferior à alta do mês de março (0,92%).


negócios&mercado

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014 | Pág. a5

PARANÁ

Produto inédito é lançado pela Associação Comercial

Espaço ME/PE Design da Copa

Projeto de assinatura digital foi desenvolvido por empresa curitibana SouLegal Armazenamento Digital em parceria com a Associação Comercial do Paraná Felipe Rosa

A

Câmara de Contratos Digitais, projeto de assinatura digital desenvolvido por empresa curitibana SouLegal Armazenamento Digital em parceria exclusiva com a Associação Comercial do Paraná (ACP), foi lançado em evento promovido na sede da ACP na quinta-feira, com a participação do presidente Edson José Ramon e dos parceiros do empreendimento Marcelo Piragibe e Lucio Ribeiro Soares, diretores da SouLegal; Angelo Volpi Neto, do Tabelionato Volpi; Robert Jonczyk, presidente da Associação dos Notários e Registradores do Paraná (Anoreg); Arwed Kirchsässner, presidente do Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE) e Eduardo Aichinger; coordenador do Instituto ACP para Inovação, além dos demais convidados. “Mais uma vez temos a sensação do dever cumprido”, salientou Ramon na abertura do encontro, ao reafirmar que a missão da entidade “mesmo respeitando sua tradição foi sempre a busca de valores estratégicos, especialmente

Almoço beneficente A Casa da Criança Francisco de Assis está comemorando 49 anos agora em maio e dia 18, próximo domingo, promove um almoço beneficente de aniversário. O evento, que tem renda integral revertida em prol das 100 crianças assistidas pela creche, será no Restaurante Raveli (Rua

A Câmara de Contratos da Associação Comercial do Paraná será uma ferramenta para tornar muito mais ágil o processo de tomada de assinaturas em qualquer tipo de contrato no campo da inovação tecnológica”. A Câmara de Contratos da Associação Comercial do Paraná será uma ferramenta para tornar muito mais ágil o pro-

cesso de tomada de assinaturas em qualquer tipo de contrato, podendo reduzir custos e tempo, que comumente pode levar dias ou semanas, para alguns minutos para a conclusão do

processo. Além disso, o diferencial do produto é poder contar com autenticação eletrônica em cartório, dando ainda mais segurança e credibilidade aos documentos.

TIM lança plataformas de conteúdos TIM Educação e TIM Bem-Estar serviços em múltiplas plataformas (SMS, URA, site WAP, aplicativo e HTML5). Nessa primeira fase, são destaques os cursos e serviços de dicas com a consultoria de profissionais renomados como Drauzio Varella, Max Gehringer, Sérgio Nogueira, Glória Kalil, Edu

Guedes e Solange Frazão. “Os clientes estão com o celular o tempo todo e queremos que eles usem seus aparelhos para irem ainda mais longe. Essa é a proposta das plataformas TIM Educação e do TIM Bem-Estar. As parcerias firmadas permitirão que nossa base

tenha acesso a conteúdos de qualidade, elaborados por importantes personalidades do país. Seguiremos incluindo novidades na plataforma e esperamos fechar o ano com mais de 30 cursos disponíveis”, afirma Fábio Cristilli, diretor de Internet, VAS e Aparelhos da TIM Brasil.

PROMOÇÃO

IDIOMAS

Condor sorteou seis primeiros carros da campanha de 40 anos

Englishtown tem guia prático de Futebol

Para concorrer, basta comprar em uma das 36 lojas do Condor e preencher os cupons, que serão emitidos eletronicamente, direto nos caixas das lojas, a cada R$ 50 em compras O Condor Super Center sorteou no sábado, no Condor Água Verde, os seis primeiros carros HB20 vermelho da Campanha “Condor 40 anos, 40 carros”, que comemora o aniversário dos 40 anos da rede. O sorteio, que foi aberto ao público, também teve transmissão ao vivo pela internet e contou com a presença de um auditor independente, atendendo a todas as exigên-

Manoel Vicente de Oliveira Mello, 1581, Tarumã). O convite custa R$ 40 por pessoa e criança de 0 a 7 não paga e de 8 a 12 paga meia. No valor já está incluso refrigerante. Para comprar, é só se dirigir à sede da entidade, no Alto da XV ou ligar no 41 3264 2167.

Inauguração do Business Village

TECNOLOGIA

A TIM busca sempre trazer novas funcionalidades para o celular, em linha com seu posicionamento de potencializar ainda mais a vida dos clientes. Seguindo essa estratégia, a operadora lança duas novas plataforma de conteúdos –TIM Educação e TIM Bem-Estar – com

O evento mais aguardado do ano é a inspiração da empresária e lighting designer Adriana Sypniewski, da Grey House Iluminação, ao criar suas mais novas e exclusivas peças. Em verde, amarelo e azul, a coleção Paixão Nacional traz a temática da Copa do Mundo 2014 para a decoração de interiores com muito bom gosto e modernidade. As doze luminárias foram pensadas para exercitar a sustentabilidade, aliada à eficiência luminosa, por isso materiais reciclados e LED são os protagonistas. Cada peça da série limitada faz menção às camisas da Seleção Brasileira.

cias da Caixa Econômica Federal. A campanha permanece até o final do ano, com apurações mensais. O próximo sorteio será no dia 7 de junho, no Condor Água Verde, às 11h. Os cupons que já foram depositados nas urnas seguem concorrendo em todos os sorteios, até o final da campanha, inclusive os que já foram sorteados nesta etapa. Para concorrer, basta comprar

em uma das 36 lojas do Condor e preencher os cupons, que serão emitidos eletronicamente, direto nos caixas das lojas, a cada R$ 50 em compras. Para os pagamentos realizados com o cartão Condor MasterCard, os cupons serão em dobro. Após o último sorteio, os cupons serão incinerados, ou seja, os dados dos participantes não serão utilizados para outras finalidades.

Curso de Inglês Oficial da Seleção Brasileira, a EF Englishtown desenvolveu um guia prático, que contém os principais termos do futebol em inglês. O guia mostra desde fatos históricos do futebol até como formar um time para jogar com os amigos e saber o nome das posições de cada jogador. O comportamento na hora dos jogos também tem espaço no guia, com expressões utilizadas frequentemente nos estádios. “O Brasil é o País do futebol, mas a língua oficial do esporte no mundo é a inglesa. Nossa seleção vai jogar e muitos turistas estarão aqui para ver. Nada melhor do que recepcioná-los falando de futebol no idioma global”, afirma André Marques, diretor geral da Englishtown. Maior escola de inglês online do mundo, a Englishtown chegou ao País em 2001 e desde então registra um crescimento anual de 40%. Atualmente, a escola conta com mais de 100 mil alunos matriculados. Faça o download do Guia Como falar de futebol em inglês - http://bit.ly/QvJxTM

Os empresários Lislane Dequech e Bruno Dequech Ceschin e a arquiteta Camila Dequech Ceschin convidam jornalistas e imprensa especializada para conhecer, hoje, o Business Village, empreendimento localizado no Juvevê que traz o conceito de Coworking de alto padrão em Curitiba. Salas compartilhadas e escritórios privativos, ideais para pequenos empresários e profissionais autônomos, além de espaços para treinamentos e conferências, devem formar uma comunidade de profissionais, unindo networking + negócios. Ainda como diferenciais, o alto padrão, a arquitetura moderna e o profissionalismo no desenvolvimento do projeto se destacam. Para os clientes, a alta flexibilidade de uso, sem contratos longos e prontos para expansão ou retratação das atividades por pessoa ou tempo de uso, facilitam a adesão.

Diretor da OPET recebe título de cidadão honorário de Curitiba O diretor-presidente do Grupo Educacional OPET, José Antonio Karam, recebe hoje, o título de cidadão honorário de Curitiba. Homenageado pela sua história de empreendedorismo ao fundar o Grupo Educacional OPET, Karam também será reconhecido por desenvolver soluções que projetaram Curitiba como polo nacional de excelência em educação.

Com 40 anos recém-completados, o Grupo OPET mantém hoje uma estrutura organizacional completa, que inclui Pós-Graduação, Faculdades, Editora e Gráfica, Colégios, Opetwork Escola de Profissões, Educação a Distância (EAD) e Instituto OPET de Educação e Cidadania. A cerimônia de entrega será realizada na Câmara Municipal de Curitiba, às 20h.

Stevia brasileira chega ao mercado da China A indústria paranaense de alimentos Stevia Soul está ampliando seus negócios com a China. Maior e principal produtora do Brasil de adoçantes naturais à base da planta Stevia rebaudiana firmou parceria comercial com a distribuidora de alimentos saudáveis Shanghai Suiyun para exportar produtos das linhas Stevita, Dolce Vita e Fit Sucralose ao Oriente. Diabéticos são os que mais se beneficiam com os edulcorantes brasileiros. A primeira remessa exportada em 2013, no valor de R$ 30 mil, foi vendida rapidamente e a empresa brasileira está otimista com o resultado e aceitação da marca. “O sucesso de vendas é um reflexo da nossa perene preocupação com a qualidade e com o caráter saudável dos nossos produtos”, afirma Paulo Nonino, diretor-presidente da Stevia Soul. A companhia paranaense produz, aproximadamente, 3500 kg/ha (quilogramas por hectare) por ano da folha de stevia. Já em 2015, se prepara para que sua produção seja totalmente orgânica. A companhia almeja uma produção média de 105 toneladas de folhas em 2016.

Henkel reduz gastos pela metade com novo sistema de iluminação A Henkel, líder global em marcas e tecnologias nas áreas de Adhesive Technologies, Beauty Care e Laundry & Home Care, acaba de concluir o projeto de implantação do novo sistema de iluminação, na unidade de Itapevi: a substituição de lâmpadas fluorescentes de mercúrio por lâmpadas LED, que reduz o custo mensal de energia da planta em cerca de 50%. A previsão é de que, em um ano, a redução ultrapasse sete mil KW, o equivalente a cem vezes o

gasto médio mensal de um chuveiro elétrico. Com o objetivo de diminuir a “pegada de carbono” e obter melhores resultados com maior preservação ação alinhada à nova Estratégia de Sustentabilidade da Henkel - as novas lâmpadas LED, consomem menos energia, têm maior durabilidade e não geram calor, portanto, não oferecem risco de contato direto. A substituição das lâmpadas deixa o ambiente mais claro e mais favorável ao trabalho dos colaboradores.


a6 | negócios

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014

Aroldo Murá G. Haygert Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Coluna escrita interinamente pelo jornalista Helio Puglielli

“PUBLICITAR”, AS GRANDES LIÇÕES DA PUBLICIDADE POR JJ Quem for hoje, terça-feira, 13, a partir da 19 horas, na Livraria Saraiva, Shopping Crystal, para o lançamento do livro “Publicitar”, do publicitário, jornalista e RP João José Werzbitzki, poderá entrar em contato com um dos autores brasileiros mais bem sucedidos, nos últimos anos, nessa área (ele sempre está aberto ao diálogo quando o tema é publicidade). Explico: esse livro de JJ, “Publicitar”, editado pela Quality Market, aparece em todos os levantamentos da Saraiva entre os livros mais vendidos pela rede nacional de livrarias nos últimos meses. Feito notável, inédito nas paragens paranaenses.

doutrinador. Isso mesmo: JJ é o magister por excelência numa área em que muita gente chuta e poucos vão a fundo ao passar substrato teórico e prático às novas gerações, especialmente nas universidades. Salve o professor JJ, que passou anos na Universidade Positivo, formando publicitários e comunicadores sociais em geral. João José, no livro, destrói certos mitos reinantes no meio publicitário, e, como poucos, mostra um pleno domínio do mundo da publicidade em que, na minha opinião, expõe-se como um seguro

CURITIBA

Solidariedade recebe líderes para pré-convenção Durante a reunião foi feita consulta sobre o apoio do partido ao pré-candidato à presidência Aécio Neves

João José Wertzbitzki.

FATOS/FOTOS Momentos do lançamento de “Dicionário Amoroso de Curitiba”, de Márcio Renato dos Santos, captados pela lente de Daniel Snege:

Encontro contou com a presença do presidente nacional do partido, deputado federal Paulinho da Força

C Da esquerda para a direita: Intervenção de Aroldo: sobre sotaques; Márcio com Antonio Cescatto e Juliana Stein. O autor afaga Victor, o filho; Hélio Puiglielli: observações oportuníssimas sobre Pedro Sampaio e aplausos à obra de Márcio; Rosel Soares, editor do Dicionário Amoroso de Curitiba.

PRIMAVERA ROMANA (IV)

PADRES E BISPOS ESTÃO EMAGRECENDO Eis mais alguns flagrantes de minha recente ida a Roma, de 26 de abril a 2 de maio. É olhar muito pessoal em torno de aspectos da Cidade Eterna. Procuro fugir dos clichês descritivo-turísticos ou meras ‘memórias’ de viagem: Meu reencontro com Roma, é certo, ficou muito centrado no Setor Histórico da cidade. Para mim, isso é o que importou, o que não impediu que tivesse uma larga visão da cidade a partir de gente do mundo todo que por lá deambula ou passa boa parte de sua vida em atividades permanentes, empresariais ou empregatícias. E os flagrantes refletem contatos que tive com italianos. É o caso do S., romano, um dos donos de “Chiave”, uma loja de presentes e variedades, estilo ‘souvenirs’, mercadorias que fogem à média das ‘lembranças’ encontradas em lojas populares. São de boa qualidade. Fica em espaço amplo, em esquina privilegiada, na Torre Argentina. A primeira surpresa vem com o fato de o empresário, de saída, me identificar como brasileiro, mesmo falando inglês com ele. O motivo, explica-me: eu deixara escapar a palavra ‘massa’, quando me referi a spaghetti. Isso foi o suficiente para que ele me falasse do Brasil com certa intimidade, em bom português. Foi casado por 15 anos com uma brasileira, que vive na Itália, “ainda minha amiga e com quem converso sempre em sua língua”, explica-me. Não tiveram filhos, explica.

E A CIDADE ECOLÓGICA?

S., o empresário, quer saber de Curitiba, se a cidade continua fazendo jus ao título de Capital Ecológica. Respondo-lhe com toda franqueza, reconhecendo nossas perdas nesse terreno nos últimos anos. Quando estávamos abordando Curitiba – em bom português – chega uma cliente, meia idade, que, enquanto espera para ser atendida vai lendo um exemplar do ‘Le Monde’ que eu havia deixado sob o balcão. Ela conversa com S, o empresário, sobre uma das análises na primeira página do jornal francês, naquela edição: ‘quem vai pagar a Roma certas contas com a festa das canonizações, como as com hospedagem e deslocamentos das dezenas de delegações de vários países vindas à cidade para as celebrações?’ Diz que não vira o tema debatido na imprensa italiana, só ali, no “Monde”, tal como aparecia na primeira página daquela edição de terça-feira. Ao saber que o jornal era meu, e que o assunto não era do conhecimento de S., ficou surpresa que eu pudesse falar francês e ler na língua de Molière. “Especialmente porque o senhor vem do Brasil”, observou a mulher, com isso revelando uma ponta de preconceito resistente com nações em desenvolvimento. Mais surpresa ela ficou ainda quando lhe contei que no Colégio

Dom João de Aviz

Estadual do Paraná, na minha mocidade (anos 50s), o ensino do francês compreendia os quatro anos do ginásio e três do Clássico, com 3 aulas semanais... (Que falta fazem mestres como Maria das Dores Wouk, Jamile Kury, Vítola...).

AS LOJAS PARA CLÉRIGOS

Depois, sem tempo para procurar nos grandes magazines por um suéter (o Inverno está chegando em Curitiba, pensei), e já sabendo que o meu tamanho XXL não é fácil de achar, tomei uma decisão que – disse para mim mesmo – “é duplamente sábia”: Parti em busca de uma casa que vende roupas para clérigos e objetos a religiosos católicos. Seus maiores clientes são padres e bispos do mundo todo, além de fiéis da orbe toda. Elas são dezenas em Roma. O porquê do procurar por meu manequim numa casa dedicada a vender também roupas para padres e bispos (e, às vezes, a papas)? Simplesmente porque aceitei – tal como fizera a senhora francesa citada - o estereótipo de que padres, na Itália e Estados Unidos (dos States vêm os maiores clientes dessas lojas especializadas) seriam, em geral

Barbiconi

gordos, gente extra-large... Assim, preconceituosamente, parti em expedição, em busca de “casa de roupas e paramentos para padres”, como eu mesmo comecei a mencionar o tipo de comércio que procurava, ao pedir informações. Fui direto, ali mesmo, perto da “Chiave”, no Setor Histórico, à Ghezzi, localizada numa quadrilátero de casas voltadas ao comércio de produtos sacros. Acho que é a mais conhecida de Roma na sua especialidade.

FECHAM AO MEIO-DIA

Na Ghezzi, nenhum resultado: a loja estava fechada, “para almoço”, deveria voltar lá pelas 14h30 min.; em seguida, vou à Ritti, onde nada

de achar o suéter e o blusão, que seriam minhas únicas compras pessoais em Roma. O vendedor derruba um dos estereótipos que eu formara de sua possível clientela: “Não trabalhamos com esses tamanhos grandes...”. Sugere-me que vá à Barbiconi, quadras adiante, explica-me como chegar àquele tradicional ‘espaço do sagrado’. Na Barbiconi, ao contrário do que ouvira falar, os preços pareceram-me justos e adequados a um orçamento apertado. O vendedor jovem que me atende, mistura italiano com um inglês aceitável para um bom diálogo básico. Ele põe definitivamente por terra minha associação com o sacerdócio católico segundo a qual nele se encontraria um grande número de gordos: - O maior tamanho que temos é esse, o XL, prove-o, diz-me, esclarecendo: - Só trabalhamos com a cor preta, nada de cinza, muito menos outras. O vendedor mede-me dos pés à cabeça. Para, por um átimo de tempo, contemplando meu chapéu preto, parece nisso identificar-me como alguém das hostes sacerdotais ou religiosas. Só impressão, é claro. E passa sua opinião profissional: - Não sei se os padres emagreceram ou se as novas gerações de padres e bispos não correspondem ao velho modelo de uma certa obesidade com que usualmente foram retratados. Fato é que vendemos bem. E não vamos além do XL, raramente chegamos ao XXL...

COMO ATENDER A DOM JOÃO

E mais: Sem ares sapienciais, muito menos de que estivesse descobrindo novas realidades em seu comércio, cravou: - É certo, no entanto, que há ainda muitos bispos e padres italianos com manequins XXL. Acho que eles resolvem o problema de tamanho com seus próprios alfaiates locais. E os americanos e alemães, especialmente eles, têm alfaiatarias especializadas em trajes clericais, muitos dos quais servem também para ministros protestantes, como os clergymen. Um jovem padre de Ruanda, África, estudante de Moral no Lateranense, uma das universidades pontifíciais de Roma, a tudo ouve. Numa feliz intervenção, dirigindose a mim, sai-se com essa: - Onde será que dom João Braz de Aviz compra suas roupas? Explico: Dom Braz de Aviz, catarinense criado no Paraná, que se formou no Studium Theologicum de Curitiba, deve pesar entre 120 a 130 quilos. Ele é o poderoso cardeal que, no Vaticano, preside a Congregação (espécie de Ministério) da Vida Religiosa. Decide sobre os destinos das congregações religiosas católicas e institutos de vida consagrada. É um cardeal literalmente de peso.

(SEGUE NA PRÓXIMA EDIÇÃO)

erca de 600 pessoas de todo Paraná, entre lideranças e filiados, participaram na na sexta-feira da pré-convenção do partido Solidariedade. O encontro contou com a presença do presidente nacional do partido, deputado federal Paulinho da Força, e do presidente estadual, deputado federal Fernando Francischini. Durante o evento, realizado na Sociedade Universal, em Curitiba, também foi lançada a Escola de Governo do Paraná

da Fundação Primeiro de Maio, responsável pelos cursos de formação política do partido, e promovidos os encontros dos núcleos Solidariedade Jovem e Solidariedade Mulher. Durante a reunião, os dois presidentes consultaram os filiados sobre o apoio do partido ao pré-candidato à presidência Aécio Neves (PSDB), apoio esse que deve ser oficializado hoje. Paulinho e Francischini também relataram a reunião bastante positiva que tiveram nesta

sexta-feira com o governador Beto Richa, também para discutir alianças. Francischini destacou algumas das lutas do Solidariedade: contra a fórmula atual do fator previdenciário, pelo reajuste do FGTS pela inflação e por uma política de salário mínimo nacional definida até 2023, independentemente do partido no poder. “Vamos levar essas causas ao nosso candidato à presidência para que ele nos apóie”, ressaltou o deputado federal Paulinho da Força.

RELACIONAMENTO

Palladium utiliza Whatsapp para atender clientes Com o objetivo de ampliar os canais de atendimento ao consumidor e estreitar ainda mais o relacionamento com o cliente, o Palladium Shopping Center lançou o SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) por meio do Whatsapp. O serviço funciona diariamente como um canal de informações e, também, para sanar dúvidas, em relação

ao Shopping. Os clientes do Palladium já dispõem de outros canais onlines de atendimento, como o site (www. palladiumcuritiba.com.br) e o Facebook (www.facebook. com/shoppingpalladium). A ideia de inserir mais essa forma de comunicação com o consumidor surgiu do bom relacionamento do Shopping com seus clientes, por intermédio das mídias

NOVIDADE

digitais. O número está disponível 24h, todos os dias da semana, inclusive nos feriados. O telefone para contato é (41) 9176 9604. Os clientes podem utilizar o aplicativo para solicitar informações e tirar dúvidas sobre o shopping, ou ainda pedir dicas sobre uma loja ou presente especial e até solicitar a indicação de restaurantes, entre outros.

CURITIBA

Oi lança cartões de orelhão JJ Werzbitzki colecionáveis para celebrar promove seu livro a Copa do Mundo “Publicitar”

Séries como essa atraem a atenção dos colecionadores de cartões telefônicos de orelhão A Oi, patrocinadora oficial da Copa do Mundo da FIFA 2014, acaba de lançar cinco cartões de orelhão colecionáveis para celebrar o mundial. Há dois modelos com imagens do Fuleco, o mascote dessa edição da competição, e outros três com curiosidades sobre a história do torneio. Ao todo, foram produzidas 200 mil unidades, que serão distribuídas para todo o Brasil, exceto São Paulo, que fica fora da área de atuação da Oi. Os modelos que contam a história da Copa apresentam

as seguintes curiosidades: o jogo com maior público foi o Brasil X Uruguai de 1950, com 199.854 torcedores no estádio; os maiores vencedores (o Brasil fica em primeiro lugar, com cinco taças, e Itália e Alemanha aparecem na sequência); e o total de jogos e gols das 19 edições da Copa do Mundo (nas 772 partidas, a rede foi balançada 2.208 vezes). Séries como essa atraem a atenção dos colecionadores de cartões telefônicos de orelhão, chamados de telecartofilistas.

Hoje, a partir das 19 horas, o publicitário, relações públicas e jornalista paranaense João José Werzbitzki, mais conhecido como JJ, promove seu livro “Publicitar – Uma nova visão da Publicidade”. A obra, que contém dados atuais sobre o mercado, faz uso de exemplos e citações que permitem ao leitor ampliar os conhecimentos sobre a publicidade. Já à venda nas principais livrarias do país, o livro se destaca também nas vendas pela internet, sendo um dos mais procurados. Na Saraiva, por exemplo, dentre 2800 livros que abordam o tema, “Publicitar” ocupa o quarto lugar em popularidade. Além de abordar as diferenças dos conceitos de publicidade e propaganda, o autor também explica como deve ser o trabalho dos profissionais modernos da área.


Diário Indústria&Comércio

publicidade legal | a7

Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014 Linde Gases Ltda. torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença de Operação n.º 14000011, com validade até 09/05/2015, para fabricação de gases industriais e medicinais situada à Rua HasdrubalBellegard, 100, Cidade Industrial, Curitiba/PR. 3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

  Faço saber que pretendem se casar:   01- LUCIANO DE LUCA E MARIANA MEZZADRI DE OLIVEIRA.   Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIba, 12 DE MAIO de 2014 1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR

EDITAL DE PROCLAMAS Cartório Distrital da Barreirinha JOAQUIM VIEIRA MACIEL - Titular Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002/3254-8424/3252-3605 Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 1 - JEAN CARLOS PEREIRA e RAFAELA MARIA LONGARES; 2 - DIEGO DE SOUZA ALVES e ADELINE FARIAS BUENO; 3 - RICHARD MULLER e ANDRÉIA REGINA ALVES; 4 - MASOOD AZADI NEYA e GABRIELA ELENA SOCOL; 5 - LIEL FERREIRA e SUÉLEN CRISTINA WOSCH; 6 - ANDERSON DOMINGUES MESSIAS e GISLAINE VANTROBA BORGES; 7 - RODRIGO APARECIDO ANTONIO e MILENA SCARANTE MATTÉ. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIba, 12 DE MAIO de 2014

PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ

Homologação de Licitação Pregão Presencial Nº. 005/2014 Faço saber que pretendem casar-se: O PREFEITO MUNICIPAL DE FAZENDA RIO GRANDE, no uso de suas atribuições legais, HOMOLOGA o Pregão Presencial nº 005/2014 com objeto o Registro de preço 1 - THIAGO DE LEÃO PICHETH e ANA CAROLINA GIANESINI. para aquisição de Creme e Escova Dental, adjudicado em favor da empresa H & D Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo ALIMENTOS LTDA, pessoa jurídica sob CNPJ nº 03.770.422/0001-34, com o valor de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em global de R$ 40.460,00 (quarenta mil quatrocentos e sessenta reais). O processo lugar de costume. atendeu a legislação pertinente em toda a sua tramitação consoante Parecer da Procuradoria Geral do Município. CURITIba, 12 DEhttps://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docum... MAIO de 2014 Evento 130 - EDITAL1 Fazenda Rio Grande/PR, 05 de Maio de 2014. Marcio Claudio Wozniack Prefeito em Exercício EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5017540-90.2011.404.7000/PR EDITAL DE PROCLAMAS

EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : FRANCISCO DAS CHAGAS ARAUJO : MARCOS RONDINELLI ARAUJO : PRUDENTE ARTEFATOS DE CONCRETO LTDA

PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ

EDITAL N.º 8235576

PREGÃO PRESENCIAL Nº. 024/2014 Processo Administrativo nº. 18512/2013 Tipo: Menor Preço Global

FINALIDADE: INTIMAÇÃO de FRANCISCO DAS CHAGAS ARAÚJO, inscrito no CPF sob nº 535.470.638-68, dando-lhe ciência da penhora efetuada sobre uma máquina vibratória tipo prensa, desmontada, descrita na nota fiscal juntada no evento 1 (NFISCAL4), avaliada em R$ 60.000,00 (sessenta mil reais), conforme auto de penhora juntado no evento 44 dos autos. E para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar ignorância, determinou a MM. Juíza Federal que se expedisse o presente edital, o qual será afixado no lugar de costume e publicado na forma da lei. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos 22 de abril de 2014. Sílvia Regina Salau Brollo Juíza Federal

Documento eletrônico assinado por Sílvia Regina Salau Brollo, Juíza Federal, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE de 2010. A conferência da autenticidade do documento está DO disponível no endereço eletrônico ESTADO PARANÁ http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador 8235576v4 e, se solicitado, do código CRCPRESENCIAL 7A67918E. PREGÃO Nº. 026/2014

Processo Administrativo nº. 18469/2013 Informações adicionais da assinatura: Tipo:REGINA Menor SALAU Preço –BROLLO:2432 Por Lote Signatário (a): SILVIA Nº de Série do Certificado: 2F2693881D8C5C21 OBJETO: Registro de preço para aquisição de Veículo, Equipamentos de Informática, Data e Hora: Ventilador, Brinquedos, 25/04/2014 Mochila, 14:17:19 Vestuário, Calçados, Cobertor, conforme Mobiliário, solicitação da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação e Convênio 387 do PROGRAMA CRESCER EM FAMÍLIA. LEGISLAÇÃO: Lei Federal nº 8.666/1993 e nº 10.520/2002, Lei Complementar n° 123/2006 Lei Municipal nº. 260/2005 e Decreto Municipal nº. 1254/2006. Horário/Data da Abertura: às 09h00min do dia 10 de Junho de 2014. Local: Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, situada à Rua Jacarandá, 300 – Nações – Sala de Licitações da Prefeitura. O edital completo estará à disposição dos interessados entre os dias 12 de Maio a 10 de Junho de 2014, na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças – Setor de Licitações. Fazenda Rio Grande/PR, 09 de Maio de 2014. Luiz Rafael Lopes Pregoeiro 1 de 1

12/5/2014 13:12

OBJETO: Prestação de serviços de limpeza e conservação predial, conforme solicitação da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes. LEGISLAÇÃO: Lei Federal nº 8.666/1993 e nº 10.520/2002, Lei Complementar n° 123/2006 Lei Municipal nº. 260/2005 e Decreto Municipal nº. 1254/2006. Horário/Data da Abertura: às 09h00min do dia 29 de Maio de 2014. Local: Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, situada à Rua Jacarandá, 300 – Nações – Sala de Licitações da Prefeitura. O edital completo estará à disposição dos interessados entre os dias 12 a 28 de Maio de 2014, na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças – Setor de Licitações. Fazenda Rio Grande/PR, 09 de Maio de 2014. Luiz Rafael Lopes Pregoeiro

PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ PREGÃO PRESENCIAL Nº. 023/2014 Processo Administrativo nº. 7024/2014 Tipo: Menor Preço – Por Lote OBJETO: Registro de Preço para prestação de serviços de locação de palco, grades, fechamento em chapa de aço, praticável, piso de madeira, tendas; serviços de sonorização, iluminação e telão; banheiros químicos; e serviços de segurança, todos com a finalidade de organizar e realizar a Festa do Paraná a realizar-se do dia 25/06/2014 a 29/06/2014, conforme solicitação da Secretaria Municipal de Governo. LEGISLAÇÃO: Lei Federal nº 8.666/1993 e nº 10.520/2002, Lei Complementar n° 123/2006 Lei Municipal nº. 260/2005 e Decreto Municipal nº. 1254/2006. Horário/Data da Abertura: às 14h00min do dia 29 de Maio de 2014. Local: Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, situada à Rua Jacarandá, 300 – Nações – Sala de Licitações da Prefeitura. O edital completo estará à disposição dos interessados entre os dias 12 a 28 de Maio de 2014, na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças – Setor de Licitações. Fazenda Rio Grande/PR, 09 de Maio de 2014. Luiz Rafael Lopes Pregoeiro 2º Serviço de Registro Civil e 14º Tabelionato de Notas Otávio Augusto de Albuquerque Rauen Oficial Rua Presidente Faria, 421, loja 02, Centro - Curitiba/PR TEL/FAX: 41-3222-0933/3233-5451- cartoriorauen@terra.com.br EDITAL DE PROCLAMAS ===================== Cartório do 2º Serviço de Registro Civil e 14º Tabelionato da Comarca de Curitiba - PR Faz saber que pretendem casar-se neste Cartório os contraentes: 1 - JULIAN LEANDRO IRUSTA com BIANCA DO AMARAL CASSILHA - autos nº 80/2014; 2 - ROBERTO JOSÉ ALVES CARDOSO com VERA BEATRIZ PRINCE GOMES autos nº 81/2014; 3 - LUIS PHILLIPE GHELARDI CARVALHO GOMES FERREIRA com THAIS REGINA GONÇALVES POSS - autos nº 82/2014; 4 - CLAUDIO LUIZ KARWOWSKI com JULIANA OSÓRIO JUNHO - autos nº 83/2014; 5 - LUIZ HAIDAR e LESLIE CRISTINA FERREIRA VAZ - autos nº 84/2014; 6 - EDUARDO DE CAMPOS CARDOZO com OLIVIA SIMÕES PEDROSA - autos nº 85/2014; 7- CARLOS ALBERTO DELFINO CORRÊA com MARCIA CRISTINA VAZ - autos n° 4519 (Cartório Distrital do Taboão, Curitiba, PR); Caso alguém saiba de algum impedimento, oponha-o, na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias a contar deste Edital. Curitiba, 10 de Maio de 2014. Otávio Augusto de Albuquerque Rauen Oficial

RODRIGUES TREVISAN EMPREENDIMENTOS S.A. CNPJ nº 85.041.481/0001-36 EDITAL DE CONVOCAÇÃO. São convocados os Srs. Acionistas a reunirem-se em Assembléia Geral Ordinária a ser realizada no dia 20 de maio de 2014, às 10:00 horas, em sua sede social, na Rua Padre Anchieta, 148, Curitiba-PR, a fim de deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Eleição da Diretoria e fixação dos respectivos honorários, para o novo período social. b) Ratificação dos atos da diretoria. c) Outros assuntos de interesse da sociedade. Curitiba, 08 de maio de 2014. Sergio Trevisan- Diretor Presidente

ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA M2SYS TECNOLOGIA E SERVIÇOS S.A. CNPJ MF N° 06.092.478/0001-75 CONVOCAÇÃO Ficam convocados os senhores acionistas de M2SYS TECNOLOGIA E SERVIÇOS S.A. a se reunirem em Assembléia Geral Ordinária, no dia 17 de maio de 2014, às 18:00 horas, em primeira chamada e as 18:30 horas em segunda chamada, na atual sede da companhia, na Rua Tenente Francisco Ferreira De Souza, N° 470, Bairro Hauer, Curitiba, Paraná, A Fim de deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: I - Tomar as contas dos administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações financeiras relativas ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2013; II - Deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício e a distribuição de dividendos; III - Eleger e dar posse aos diretores para o triênio 2014-2017. Comunicamos aos senhores acionistas, que os documentos a que se refere o artigo 133 da Lei nº 6.404/76, das Sociedades Anônimas, relativo ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2013, acham-se à disposição na sede administrativa da Sociedade. Curitiba, 09 de maio de 2014. Gisele Aparecida de Carvalho Presidente

PREFEITURA DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ PREGÃO PRESENCIAL Nº. 025/2014 Processo Administrativo nº. 6614/2014 Tipo: Menor Preço Global OBJETO: Registro de Preço para aquisição de Pão Francês e Pão de Leite e Pão de Forma, conforme Levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças junto às demais Secretarias Municipais. LEGISLAÇÃO: Lei Federal nº 8.666/1993 e nº 10.520/2002, Lei Complementar n° 123/2006 Lei Municipal nº. 260/2005 e Decreto Municipal nº. 1254/2006. Horário/Data da Abertura: às 09h00min do dia 30 de Maio de 2014. Local: Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, situada à Rua Jacarandá, 300 – Nações – Sala de Licitações da Prefeitura. O edital completo estará à disposição dos interessados entre os dias 12 a 29 de Maio de 2014, na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças – Setor de Licitações. Fazenda Rio Grande/PR, 09 de Maio de 2014. Luiz Rafael Lopes Pregoeiro

FEIRA

Empresa de Londrina mostra tecnologia para transporte de aves e suínos A Veltec Soluções Tecnológicas S.A. – empresa de Londrina, referência no mercado de soluções integradas de hardware e software para otimização logística e gestão de frotas - participa até quinta-feira da Avesui 2014, maior feira dos setores de Aves e Suínos da América Latina. Amanhã os visitantes poderão assistir a uma palestra sobre a “Utilização de tecnologia para geração de indicadores de desempenho na operação de transporte de aves e suínos”, ministrada pelo gerente de Marketing e Vendas da Veltec Rony Cezar Neri. O assunto interessa diretamente às empresas do agronegócio, além de produtores e profissionais ligados à avicultura e suinocultura. “O agronegócio moderno cada vez mais precisa de tecnologias que proporcionem agilidade no processo de coleta e qualidade na distribuição. Soluções para gerenciamento de tempo de carregamento e descarregamento, monitoramento de veículos e temperatura da carga são essenciais para a gestão completa da frota, evitando-se perdas e

desvios. Utilizando-se dessas aplicações pode-se facilmente, por exemplo, controlar médias, verificar tempo de motor ligado em veículo parado, gerenciar temperatura de baú refrigerado e exibir gráficos como o de RPM dentre outros”, explica Rony Cezar Neri. Grandes clientes, como a Globoaves ­- maior produtora de ovos do Brasil - e a JBS, já utilizam a solução de gestão de transporte aviário da Veltec. O controle de temperatura do baú é uma funcionalidade de especial interesse para o transporte de cargas que exigem cuidados extras. Como por exemplo, o transporte de pintainhos e ovos, ajudando na prevenção da mortalidade e perda de ovos incubáveis. Por meio de telemetria avançada, também é possível controlar a qualidade da ração no momento do descarregamento, evitando a quebra dos pellets e reduzindo a quantidade de finos. No transporte de carga viva é possível monitorar o tempo da viagem entre produtor e abatedouro, proporcionando melhor gerenciamento das escalas de trabalho do abate.

CURITIBA

Especialistas abordam Direito Comercial em simpósio O advogado Alfredo de Assis Gonçalves Neto (Assis Gonçalves, Kloss Neto Associados) será homenageado pelo IAP - Instituto dos Advogados do Paraná, abordando o tema com um Simpósio de Direito Comercial, no dia 21 de maio, a partir das 9 horas, no salão nobre da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná. Na ocasião, falará sobre a “A crise do Direito Comercial e as perspectivas para o futuro”, em palestra magna de encerramento do evento. O objetivo do simpósio, que conta com o apoio da OAB Paraná e da UFPR, é debater os caminhos apresentados à comunidade jurídica brasileira para o tratamento do empresário e de suas

projeções na vida econômica nacional. Ainda proferem palestras no evento os professores Fabio Ulhoa Coelho (da PUC-SP), Osmar Brina Corrêa Lima (da UFMG), Marcelo Vieira Von Adamek (da USP) e Erasmo Valladão Azevedo e Novaes França (da USP). Os assuntos das palestras serão debatidos pelo presidente do IAP, Eduardo Marques Virmond e pelos professores e especialistas na matéria Marcia Pereira Ribeiro, Marcos Wachowicz, Edson Isfer, Tarcísio Araújo Kroetz, Jair Lima Gevaerd Filho, Carlos Joaquim de Oliveira Franco, Oksandro Gonçalves, Guilherme Kloss Neto, Alexandre Faraco, Luiz Daniel Haj Mussi e Ivan Xavier Vianna Filho.


Justiça&DIREITO Plenário da Câmara

PNE deve ser votada amanhã Principal ponto da proposta diz que o país deverá investir 10% do PIB em educação

O

Plenário da Câmara dos Deputados pode votar amanhã (14) as emendas do Senado ao Plano Nacional de Educação (PNE). O principal ponto da proposta (PL 8035/10) é a determinação de que o Brasil deverá investir, em dez anos, 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação pública. Os deputados já aprovaram o relatório do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) para o projeto. De acordo com o texto, os recursos previstos também serão utilizados para financiar a educação infantil em creches conveniadas, a educação especial, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e os programas Ciência sem Fronteiras, de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e Universidade para Todos (ProUni). Reajustes do Executivo Antes de votar o PNE, os deputados precisam destrancar a pauta com a votação da Medida Provisória 632/13, que reajusta os salários de algumas carreiras do Executivo, prorroga a vigência de contratos temporários de pessoal e concede mais sete meses para a Comissão Nacional da Verdade concluir seus trabalhos. A comissão mista aprovou um projeto de lei de conversão do relator, senador Antonio Carlos Rodrigues (PR-SP), com algumas novidades para a MP. Entre elas, a jornada de 30 horas semanais, sem redução do salário, para as carreiras de perito médico previdenciário e supervisor médico pericial.

Os deputados já aprovaram, na comissão especial, o relatório do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) para o projeto, que teve origem no Poder Executivo.

Abstenção dos eleitores causa prejuízo ao contribuinte Levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) destaca que a abstenção dos eleitores (não comparecimento às eleições) causa prejuízos financeiros ao país. Nas Eleições gerais de 2010, o impacto foi de R$ 195,2 milhões, considerados o primeiro e o segundo turno daquele ano. Essa cifra baseia-se no custo médio do voto para o Brasil naquela eleição, calculado em R$ 3,63 reais por eleitor, se-

gundo o TSE. “Ao preparar as Eleições, o TSE deve organizar uma estrutura para receber o conjunto total de eleitores aptos a votar. Como mais de 24 milhões de pessoas se abstiveram no primeiro turno, naquela ocasião, desperdiçou-se cerca de R$ 89,3 milhões em recursos públicos como consequência do não comparecimento”, explica o diretor-geral do TSE, Athayde Fontoura.

º 1

No segundo turno, a abstenção aumentou ainda mais. Em torno de 29 milhões de eleitores se abstiveram de votar naquele 31 de outubro, num prejuízo estimado em R$ 105 milhões. Somados os dois turnos, as perdas atingem um total de R$ 195,2 milhões. Ainda que o voto não fosse obrigatório, a Justiça Eleitoral é legalmente designada a preparar as eleições para atender a totalidade dos que podem votar.

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014 | Pág. a8

Rede de lojas é condenada por dano moral coletivo A C&A Modas foi condenada a pagar R$ 100 mil de indenização por descumprir uma série de normas trabalhistas, situação que, segundo o Ministério Público do Trabalho, reduziu seus empregados a condição análoga à de escravo em suas unidades em shoppings em Goiás. Agravo interposto pela empresa na tentativa de reverter a condenação foi negado pela Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho, ficando mantida a punição. A decisão foi unânime. A Procuradoria Regional do Trabalho da 18ª Região (GO) constatou infrações praticadas nas unidades da rede nos shoppings Goiânia e Flamboyant, na capital goiana, e Buriti, em Aparecida de Goiânia. Entre outras irregularidades, a C&A obrigava o trabalho em feriados sem autorização em convenção coletiva, não homologava rescisões no

sindicato dos trabalhadores, não concedia intervalo de 15 minutos quando a duração do trabalho ultrapassava quatro horas, impedia o intervalo para repouso e alimentação em situações diversas, prorrogava a jornada de trabalho além do limite legal de duas horas diárias e não pagava horas extras no mês seguinte à prestação de serviços. Por entender que havia um dano social e moral a ser reparado e que a empresa “reduziu seus empregados à condição análoga à de escravo”, tendo em vista que lhes impôs jornadas exaustivas, o MPT ajuizou ação civil pública. Requereu o pagamento de indenização de R$ 500 mil a ser revertida para o Fundo de Amparo ao Trabalhador e que a empresa cumprisse uma série de obrigações de fazer, sob pena de multa diária de R$ 1 mil por trabalhador prejudicado.

Juízes reúnem-se para melhorar gestão do Tribunal O Programa de Melhoria da Gestão desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) chega, neste mês de maio, a uma nova fase, na qual os primeiros resultados concretos já podem ser percebidos. Nos dias 23, 24 e 25 de abril aconteceram em Curitiba, as primeiras rodadas de negociação de metas com as comarcas envolvendo 13 magistrados, 17 diretores e vários servidores do Tribunal. O objetivo dessa atividade é reunir num mesmo espaço representantes de comarcas e proporcionar aos participantes

a troca de experiências a partir da negociação de metas de otimização de gastos entre a ponta e as unidades administrativas do TJPR. Essas metas estão sendo estudadas e desenvolvidas há mais de quatro meses por diversos gestores e diretores do Tribunal, com o apoio da Consultoria Falconi. Ao final de cada dia, os participantes elaboraram um planejamento conjunto de ações de melhoria, considerando as melhores práticas adotadas e definindo um calendário de implementação.

Congresso Regional de Crédito e Cobrança Curitiba

15 de Maio de 2014 | Espaço Madalosso

Todos os caminhos levam ao Sul em maio!

ÚLTIMA OPORTUNIDADE! Confira os destaques da agenda:

» Jorge Gomes Rosa Filho Diretor - Presidente BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul

» Gustavo Cerbasi Consultor e Educador Financeiro

» Carlos Zanchi Diretor - Presidente Zanc Consultoria

» Victor Loyola CEO Becrux

» Cristiano Malucelli Presidente Paraná Banco

» Adilson Melhado Presidente Localcred

» Paulo Gastão Diretor - Presidente PG

Inscreva-se hoje! Promoções para pacotes corporativos. Contato: Inscrições: +55 11 3957-1309

CMSpeople.com


tecnologia

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014 | b1

Visão Técnica A era dos negócios preditivos Os avanços em software têm permitindo que planejadores urbanos projetem cidades de modo mais eficiente, inventem sistemas inovadores de serviços públicos, como fornecimento de água e energia, e integrem a mobilidade das pessoas em todas as formas de transporte. Cingapura é um excelente exemplo de como uma cidade pode usar a tecnologia para realizar um bom planejamento urbano e ter desenvolvimento sustentável. As cidades de rápido crescimento na Ásia, África e América Latina poderiam aprender muito com a experiência de Cingapura. Além do planejamento urbano, a tecnologia está ajudando os engenheiros a criar ferramentas de diagnóstico mais eficazes para curar e prevenir doenças e enfermidades. Está permitindo que fabricantes projetem, construam, testem e aperfeiçoem os produtos em um PC antes de levá-los para produção. Também está viabilizando o ensino a distância através de salas de aula virtuais. No entanto, tudo isso é apenas um aquecimento para o que está por vir. Hoje, o mundo está à beira de uma era totalmente nova da realização humana, na qual o software aliado à tecnologia digital e aos velozes computadores permitirá que organizações de todos os tipos não apenas compreendam o passado, mas também prevejam o futuro com uma precisão surpreendente. Isso é o que estamos chamando de ‘Era dos Negócios Preditivos’. O segredo no centro dessa nova era é a montanha de dados que está sendo

criada por dispositivos digitais de todos os tipos e como isso está sendo usado para avaliar, entender e aprimorar nosso mundo de maneiras com que nossos antecessores apenas sonharam. Ao contrário de épocas passadas, que apenas gravavam eventos importantes, o mundo digital está criando um registro permanente de cada clique, toque, texto, publicação no Facebook ou Weibo, passeio de carro, voo, telefonema, foto, compra, pagamento e doença que acontecem no nosso planeta com 7 bilhões de pessoas. Esses trilhões de registros digitais são aleatórios para o olho nu, mas quando analisados por computadores velozes guiados por fórmulas matemáticas cada vez mais poderosas que os instruem como e onde procurar, eles revelam imagens, padrões, conexões e tendências nunca vistas anteriormente - ideias que podem elevar o desempenho dos negócios e fazer diferença em vidas humanas. Ao expandir vastamente o que conhecemos, líderes de negócios também podem fazer previsões com um grau de precisão cada vez mais surpreendente a respeito dos eventos mais valiosos: coisas que ainda não aconteceram. Para as empresas que abraçarem essa revolução, os avanços em software vão fornecer novas percepções sobre clientes, mercados e parceiros - permitindo que as decisões sejam tomadas em tempo real e criando uma vantagem competitiva para que superem seus pares globais. Estudos mostram que empresas que seguirem a onda dos negócios preditivos superam seus concorrentes em uma média de 20%. O

McKinsey Global Institute estima que os varejistas que explorarem o poder do “big data” podem ser capazes de aumentar suas margens de operação em mais de 60%. Na mesma linha, a Economist Intelligence Unit revelou que as empresas que adotaram uma cultura orientada a dados têm três vezes mais chances de estarem bem à frente de seus competidores em termos de desempenho financeiro. Empresas que quiserem acelerar o caminho na direção da Era dos Negócios Preditivos precisam ser rápidas, adaptáveis e acessíveis. Embora não haja um caminho único para se tornar uma empresa orientada a dados, as empresas com essa característica tomam medidas semelhantes para incorporar os dados em todos os aspectos das operações. Para fazer isso, as empresas devem preparar seus negócios para adotar as inovações trazidas pelas tecnologias de computação em memória e em nuvem e de mobilidade. Separadamente, essas inovações tecnológicas estão ajudando as empresas a trabalharem em tempo real, possibilitando decisões rápidas, permitindo que elas se adaptem às tendências de mercado e conectando pessoas com as informações e os sistemas necessários para gerir os negócios de qualquer lugar, a qualquer momento. Administradas da forma correta, essas informações podem ser usadas para identificar melhor as tendências de negócios, prevenir doenças, ter novas percepções sobre a ciência e destravar novas fontes de crescimento econômico.

* Robert Enslin é presidente das operações globais de clientes e membro do Conselho Administrativo Mundial da SAP.

EXTENSÃO

EVENTO

UniCuritiba promove “I JAI – Jornada de Atualização em Informática”

Modeladoras 3D reduzem custos de protótipos

O Centro Universitário Curitiba - UniCuritiba promoverá, de hoje até quintafeira, o Curso de Extensão “I JAI – Jornada de Atualização em Informática”, com 12 horas de duração. As palestras serão ministradas das 19 às 22h30, no Miniauditório do Câmpus Milton Vianna Filho. Os temas das palestras de hoje serão “Desenvolvimento de aplicativos Mobile”, conduzida por Alessandro Binhara e Marcio Rossato; “Desenvolvimento de games para Mobile”, por Paulo Frank. No dia seguinte, as palestras serão “Estou seguro na WEB e nos mobiles?:

mecanismos de segurança para mobile”, ministrada por Alessandro Binhara e Alexandre Marcondes, “O que o Facebook faz com minhas fotos?: implicações do uso do BigData”, por Alessandro Binhara. No último dia, as palestras serão “Propriedade intelectual de software”, por Vivian Amaro Czelusniak e “Sistemas informatizados construídos com tecnologias baseadas em agentes de software” que será ministrada por Dani Juliano Czelusniak. A inscrição deve ser feita por meio do site unicuritiba. edu.br, link Pesquisa e Extensão/Inscreva-se/Atividades de Extensão.

RESULTADOS

Pesquisa revela que cerca de 40% dos investimentos de tecnologia não são em TI A Avanade, fornecedora global de soluções de tecnologia de negócios e serviços gerenciados, divulga os resultados de uma pesquisa global de larga escala sobre as mudanças no papel da área de TI. A pesquisa mostra que os orçamentos de tecnologia e o processo de tomada de decisões está migrando para fora dos departamentos de TI, que estão assumindo novos papéis nas organizações. De acordo com os entrevistados, 37% dos gastos com tecnologia acontecem fora do departamento de TI, isso porque a ampla maioria dos líderes de negócios (79% dos executivos de nível C) acredita que pode tomar decisões melhores e mais rápidas sem o envolvimento desta área. Neste con-

texto, 76% dos entrevistados brasileiros compartilhou a mesma posição. “No Brasil, existem sentimentos diversos sobre a importância da área de TI dentro das empresas. Algumas já as enxergam como uma ferramenta estratégia para alcançar os objetivos do negócio, enquanto a maioria ainda as vê como um centro de custo ou departamento de apoio”, diz Hamilton Berteli, Diretor de Vendas, Marketing e Inovação da Avanade Brasil. “Como as companhias locais são mais conservadoras em relação aos investimentos de TI, nosso foco é ajuda-las a pensar em novas formas para gerar diferenciação por meio da aplicação da tecnologia.

Durante a Mecânica 2014, a Roland DG Brasil apresentará linha que ajuda a reduzir os custos para produção de protótipos, que poderiam chegar até US$ 1 mi Muitas vezes grandes ideias não saem do papel por falta de dinheiro para torná-las realidade, pois para o lançamento de diversos produtos são necessárias as criações de protótipos dos projetos idealizados. No período de 20 a 24 de Maio - na Mecânica 2014, a Roland DG Brasil levará para o mercado a tecnologia de gravadoras e modeladoras 3D, que podem reduzir o investimento dos protótipos, tornando-os viáveis. Para qualquer indústria e todos os mercados, é desta maneira que se desenha o futuro da impressão e também do desenvolvimento de novos produtos. Popular ainda não é a palavra certa para descrever a tecnologia de gravadoras e modeladoras 3D, mas pode-se dizer que estão cada vez mais próximas da realidade de empresas, hospitais,

consultórios e escolas. Modelar por subtração já faz parte da tecnologia empregada no mundo, e é um pouco deste processo que a Roland DG Brasil apresentará durante a Mecânica 2014. Por meio das modeladoras 3D passa a ser possível criar protótipos de produtos para todos os tipos de indústrias, agregando qualidade ao trabalho dos engenheiros. “Os equipamentos permitem a confecção de protótipos para cada projeto, em vários tipos de materiais, da resina à madeira. Até a chegada dos equipamentos, suas criações ficavam restritas ao desenho. Por meio da tecnologia 3D da Roland DG diminuiu a distância entre o real e o abstrato e, o consequentemente aumentou o interesse da indústria em colocar no mercado um determinado produto, com-

pleta Anderson Clayton,Gerente de Marketing e Novos Negócios da Roland DG Brasil. Entre os destaques da Roland DG Brasil para o evento estão as modeladoras e fresadoras 3D MDX-40A e a MDX-540, ambas com tecnologia SRP – prototipagem rápida por subtração, sendo que os dois modelos oferecem dinamismo aos designers de produtos, engenheiros, projetistas e desenvolvedores, permitindo a modelagem em diversos materiais incluindo ABS, nylon, acrílico, cera de joalheria e resinas, possui tamanho compacto e excelente custo x benefício. Com estes produtos podem-se criar protótipos que passam por testes reais de adaptação, qualidade e flexibilidade, capazes de produzir uma grande variedade de aplicações,

como arquétipos funcionais para avaliação dimensional, moldes para vaccum forming, eletrodos de ferramentaria, cunhos de aço, moldes para clicheria e até mesmo facas de alta frequência para fabricação de calçados. As gravadoras também estarão em evidência durante a Mecânica 2014. Os mais de 100 mil visitantes profissionais do evento terão acesso a duas diferentes linhas da empresa japonesa, a EGX e MPX. Com a linha EGX, a Roland DG Brasil, mostrará os equipamentos de mesa 30A e 350. A primeira produz uma grande variedade de materiais, desde presentes e prêmios a sinalizações. Possui ótima relação custo-benefício e já vem com softwares e adaptadores, para sucção a vácuo e de latão para gravação com fresa diamantada.

Fispal Tecnologia 2014

Expositores demonstram boas práticas em embalagens para produtos alimentícios Processos e tecnologias que garantam qualidade e segurança em embalagens – de todos os tipos - para alimentos e bebidas são alguns dos principais focos da 30ª Fispal Tecnologia - Feira Internacional de Embalagens, Processos e Logística para as Indústrias de Alimentos e Bebidas, que acontece entre os dias 3 e 6 de junho em São Paulo. Entre as empresas expositoras da Fispal que investe em segurança alimentar e novos produtos está a Inflex, que participa da feira pelo quinto ano consecutivo, de acordo com o diretor Cesar Scheide. Sessenta e cinco por cento das

embalagens produzidas pela Inflex são direcionadas para o mercado alimentício, embalando lácteos, biscoitos, massas secas, frigorificados de suínos, aves e pescados, grãos e torrefados de café, molhos e atomatados, snacks, pet food, condimentos, conservas, doces, entre outros. A empresa possui programas de BPF (Boas Práticas de Fabricação) e APPCC (Análise de Perigo e Pontos Críticos de Controle), além de laboratórios próprios de tintas e materiais. Outras análises também são feitas por parceiros. “Temos investido em pesquisa e desenvolvimento, no período de 2011 até agora.

Em 2014, a empresa já investiu aproximadamente R$ 250 mil em projetos com instituições parceiras como a UFGD, UFSCar e UEMS”, explica Scheide. A Jaguar Plásticos, outra empresa participante desta edição da feira, explica que entre as medidas adotadas estão o selo ISO 9001:2008, além dos programas de qualidade assegurada BPF (Boas Práticas de Fabricação) e APPCC (Análise de Perigo e Pontos Críticos de Controle). Vitor Versori, da área de Marketing da Jaguar, explica que grandes esforços da empresa são direcionados à pesquisa e de-

senvolvimento, incluindo visitas constantes a feiras internacionais e parcerias com fornecedores e clientes em busca de melhores soluções. “Nosso objetivo é ser uma das líderes nacionais nos segmentos de baldes industriais e embalagens injetadas, tais como tampas, potes, copos, etc. A empresa investe constantemente em novas tecnologias, desenvolvimento e inovação, e buscará na Fispal Tecnologia apresentar seus lançamentos, receber visitas de possíveis clientes e fornecedores, e estreitar relacionamentos com todos os elos da cadeia em que atua.


geral | c3

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014

Compromisso

Curitiba: Empresas prometem diminuir cabeamento irregular

prpress@terra.com.br

Palavra empenhada

A operação de retirada de fios e postes irregulares, por parte da Prefeitura de Curitiba e da Copel, deu resultados

A

Dúvidas legítimas

Jaelson Lucas/SMCS

Obras de 10 pontes no Litoral entram na fase final

operação de retirada de fios e postes irregulares, por parte da Prefeitura de Curitiba e da Copel, deu resultados. Três operadoras de telefonia, internet e TV a cabo assinaram um termo de compromisso efetivo com a Prefeitura para resolver o problema de fios e cabos irregulares na cidade. O acordo foi assinado em reunião realizada na Secretaria Municipal de Governo na sextafeira (09). “Pela primeira vez, Embratel, NET e GVT se comprometeram oficialmente a obedecer a legislação municipal e as normas da Copel para ajudar a cidade na limpeza e substituição de postes e contribuir para a despoluição visual. Com base nesse termo de compromisso, a Prefeitura vai estabelecer um cronograma de ações para iniciar a limpeza de cabos e fios dos postes da capital”, destaca o secretário

do Governo, Ricardo Mac Donald Ghisi. A primeira área de atuação conjunta das três operadoras será na Rua Comendador Araújo, na região central da cidade, onde a Copel tem a previsão de retirada de 40 postes que não são mais utilizados para ligações da rede elétrica, as quais já estão localizadas em um duto subterrâneo construído para este fim no ano de 2000. Nos últimos meses, a Copel havia notificado as empresas para que retirassem seus cabos dos postes da Comendador Araújo, sem ser atendida. Nos próximos 60 dias, Embratel, NET e GVT deverão retirar dos postes da Comendador Araújo seu cabeamento e implantar na rua um projeto de rede de compartilhamento de cabos subterrâneos. Os fios e cabos das demais empresas que não se manifestaram até o momento serão retirados por

Entre Curitiba e ColombO

Duplicação da Rodovia da Uva segue em ritmo acelerado Ricardo Almeida / ANPr

Pavimentação asfáltica da duplicação da Pr-438 (Rodovia da Uva) entre Colombo e Curitiba A duplicação da Rodovia da Uva (PR-417), obra do Governo do Estado entre Curitiba e Colombo, está em ritmo acelerado. Trechos da obra, que era aguardada havia 20 anos pela população, já ganharam terraplanagem, novo pavimento e nova pista. Diariamente, circulam pela rodovia cerca de 16 mil veículos. O intenso trânsito no trecho de pista simples provocava transtornos à população, que usa a Rodovia da Uva como a principal ligação entre Colombo e a capital. Serão duplicados 6,5 km de pista, com a construção de canteiro central, nova iluminação, semáforos, novas calçadas com

Pedro Washington

Por mais que se insista, os governos brasileiros continuam a girar na contra-mão dos interesses do país. As classes produtoras na indústria, no comércio, nos serviços, na agroindústria ressentem-se de políticas voltadas aos reclamos dessas categorias. Ainda ontem na Assembleia Legislativa mais uma demonstração de quanto essa afirmação é verdadeira. Representantes sindicais da Indústria, acompanhando o presidente da Fiep, corroboraram a necessidade de que mudanças sejam procedidas, especialmente na área tributária, para aumentarem a competitividade nacional. Não por acaso a balança de pagamentos aumenta cada vez mais o seu déficit, em função das reduções de exportações de manufaturados e das importações advindas de países que praticam uma política mais saudável de taxação tributária. A queda nesses volumes, incluindo indústrias cujo peso na arrecadação do Brasil é muito expressiva, caso da automobilística em cujo comportamento o governo tem apostado suas fichas, ameaça o futuro industrial brasileiro. Soluções emergenciais apenas transferem os problemas para mais adiante. Faz-se necessário, como advertiram ontem os representantes empresariais que respondem por mais de 900 mil empregos, para só se referir ao Paraná, a tomada de medidas definitivas, capazes de dar resposta aos problemas enfrentados por tais setores. Mais um mandato governamental se esvai, somados a todos os demais anteriores que não enfrentaram o problema com a urgência merecida. A continuar na mesma toada, novas medidas serão prometidas sem a responsabilidade da palavra empenhada como feito até agora. Um único olhar governamental dirigido apenas ao social, só fará agravar as circunstâncias. O Brasil precisa de ações! Palavras empenhadas e cumpridas, não meras promessas!

Três operadoras de telefonia, internet e TV a cabo assinaram um termo de compromisso efetivo com a Prefeitura para resolver o problema

O Governo do Estado está finalizando a construção de 10 pontes nos municípios de Guaratuba, Morretes e Paranaguá. As equipes do Departamento de Estradas de Estradas de Rodagem (DER-PR) executam serviços de concretagem e finalização de aterros. Ao todo, estão em construção no Litoral 19 pontes e duas galerias. Já foram liberadas quatro pontes para passagem de veículos. O investimento total chega a R$ 10 milhões. As travessias são feitas em concreto e em nível mais alto que as antigas para evitar que sejam destruídas por chuvas fortes. A recuperação das pontes é uma parceria entre governo estadual, governo federal e as prefeituras de Morretes, Guaratuba e Paranaguá. “As novas pontes trazem às comunidades mais segurança, mobilidade e desenvolvimento para região”, diz o diretorgeral do DER-PR, Nelson Leal Junior. Em Morretes, as equipes trabalham na finalização da ponte sobre o rio Canhembora. Já foram concluídas outras quatro pontes sobre os rios Morro Alto I, Morro Alto II, Morro Alto III e sobre o rio Pindaúva.

Panorama Político

rampas de acesso e ciclovia. O investimento do Governo do Estado é de R$ 35 milhões. Quem mora às margens da Rodovia da Uva aprova a obra de duplicação. Júlia D’Agostin, que reside há 35 anos na região, afirma que a melhoria na rodovia vai promover mais qualidade de vida para todos. “A duplicação vai trazer mais progresso, deixar a rua mais bonita e valorizar os imóveis da região. A vida vai ficar melhor para todo mundo”, afirma Júlia. A dona de casa conta que, com a duplicação, o tempo de viagem de seu genro até o trabalho, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, deve diminuir de até uma hora para 25 minutos.

A duplicação veio em boa hora, garante o agricultor Agustinho Strugava. “O trânsito está ficando muito apertado, principalmente nos horários de pico, pela manhã e no fim da tarde. Fazia muito tempo que a população aguardava a duplicação”, diz ele. Além da duplicação da Rodovia da Uva, outras obras e projetos estão sendo feitos na Grande Curitiba. Já estão em execução os contornos rodoviários em Agudos do Sul (entre a PR-281 e PR-419) e em Campo Largo (BR-277). Já foi definida a empresa que duplicará os 14 quilômetros da PR-415, entre Curitiba, Pinhais e Piraquara.

uma força-tarefa formada pela Prefeitura de Curitiba e a Copel. “Na Comendador Araújo ficarão somente os postes de iluminação. A rua ganhará um aspecto completamente limpo, livre de fios e cabos”, informa Ghisi. Nas últimas semanas, a Prefeitura retirou diversos postes e cabeamentos irregulares de ruas da região central – na Avenida Visconde de Guarapuava, na Alameda Dr. Carlos de Carvalho e na Rua Desembargador Motta. Segundo o secretário de Governo, está sendo elaborando um decreto de perdimento de fios e cabos irregulares em toda a cidade. “Até o momento essa ação estava restrita apenas ao Centro da cidade. A partir da publicação do decreto, a Prefeitura de Curitiba passará também a atuar nos bairros e as empresas terão 30 dias para recolher fios e cabos irregulares”, confirma.

Moradores do entorno da Arena da Baixada são cadastrados Já foram cadastrados para a Copa do Mundo 7.619 imóveis localizados no entorno do Estádio Joaquim Américo, a Arena da Baixada. São aproximadamente 20 mil pessoas, mais de 85% dos moradores da região. Uma central de atendimento foi montada na Praça Ouvidor Pardinho. O trabalho é coordenado pelo Exército Brasileiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Curitiba, com apoio da Secretaria Municipal da Copa do Mundo e da Coordenação Geral da Copa no Paraná. “Em menos de uma semana conseguimos cadastrar um grande número de pessoas graças ao sistema que montamos, com locais de atendimento rápido e eficiente”, disse o major Rodrigo Lira. “O credenciamento valerá para os quatro dias de jogos da Copa do Mundo em Curitiba e não para todo o período da Copa. No próximo jogo-teste, em 14 de maio, haverá apenas bloqueios com informações, sem restrição de tráfego de veículos ou pessoas” na área do estádio área, informou Cunha. Profissionais e pacientes do Pequeno Príncipe, da Maternidade Victor do Amaral e do Laboratório de Análises Sugisawa, terão livre acesso.

Se confirmadas as promessas feitas a Curitiba pelo governo federal, através sua presidente da República, a cidade viverá momentos de retomada de seu antigo brilho. Não apenas com o início do metrô. Igualmente com a ampliação das BRTs e suas canaletas; da finalização da tão esperada e por enquanto

frustrante Linha Verde; da ampliação do Inter 2 e da revitalização do contorno sul. A desconfiança válida é por tratar-se de promessas reprisadas, inclusive o metrô, anunciado pela terceira vez. Os PACs, como notoriamente se sabe, ainda não apresentaram resultados animadores.

25ª. hora Uma preocupação além dessas acima expostas, os curitibanos já denotam: a um mês do início da Copa, não apenas em Curitiba mas, igualmente, em grande parte das doze capitais que sediarão jogos, obras ainda estão em andamento. Algumas, como o aeroporto de Campinas, definitivamente comprometida. Estádios incompletos como a Arena da Baixada, deixam a impressão que, como sempre acontece neste país, tudo ficará para a 25ª. hora. Por aqui, 11 obras ainda aguardam suas conclusões. Lembrando que o Brasil foi escolhido para sediar a Copa em 2007.

Ação permanente Uma ação oportuna reúne nas fronteiras do Brasil, forças de todos os segmentos, no combate ao contrabando em todos os níveis, de armas a entorpecentes. Embora a afirmação de que não há prazo para terminar, a impressão que passa é a de que se trata de uma iniciativa que visa a Copa de junho/ julho. Se transformada em ação permanente, o Brasil certamente estaria menos exposto à violência que hoje se faz presente em todos os seus quadrantes.

Crítica interna A flexibilização defendida pelo novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro José Antonio Dias Toffoli, foi criticada pelo também ministro Marco Aurélio Mello, que deixa a sua presidência. A interferência menor da Corte nas eleições de 2014, defendida pelos novos dirigentes, pode levar a que “prevaleça quem sabe a lei do mais esperto”, criticou Marco Aurélio. A referência é à propaganda eleitoral fora de época, que já invade os lares pela viadas televisões, sem medidas repressivas pelo TSE.

Descontentamento Uma crítica oportuna do deputado Elio Rusch ontem na Assembleia Legislativa, ao defender a necessidade de uma reforma eleitoral à qual os deputados estaduais não têm acesso, diminuindo o número de partidos e deles cobrando coerência, revelou também os números de pesquisa Datafolha, com mais de 61% dos eleitores contrários à obrigatoriedade do voto. Mudança que se adotada, daria mais legitimidade a cada voto recebido pelos políticos brasileiros.

Em choque Há pouco mais de um mês de sua convenção, a posição do PMDB em relação à atual parceria com o PT está condicionada a situações difíceis de serem contornadas. Caso do Rio e do Ceará.


MODA&CIA

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 13 de maio de 2014 | b4

Café no Bule ferve otimismo A

primeira edição da Café no Bule – Feira de Moda de Gramado/RS acontece desta terça dia 13 a quinta-feira, apresentando as coleções de primavera-verão de algumas das maiores indústrias nacionais para lojistas de todo o país, especialmente do Rio Grande do Sul, Santa Catarina

e Paraná. E começa cercada de expectativas positivas, tanto de expositores quanto de visitantes. “Temos expectativa de vender muito, principalmente aos lojistas da região Sul. Vamos levar cerca de 200 modelos masculinos, com destaque para bermudas, polo e camisaria. Para o público femini-

no, muitos macacões e shorts, que já estão sendo apontados como as tendências da nova estação”, revela, por exemplo, Cláudio Colli, da Pacific Blue, de São Paulo. Já, para atingir a meta de dois milhões de vendas, a GR Import, de Jacareí-SP, adianta a assistente comercial Diana Fernandes: “Teremos descontos de até 20% no fechamento de pedidos na feira”. Também paulista, a Zafferano expressa otimismo: “Esperamos um grande retorno dos lojistas. Investimos bastante nesta nova coleção e acreditamos que a marca pode ter um grande destaque”,diz o gerente comercial da Zafferano. “As novidades do próximo verão já vão estar na Café no Bule. Iremos com a nossa coleção completa, a fim de oferecer ao lojista as mais diversas opções, para que eles realizem suas compras

conosco”, acena Mateus Ramalho, da marca mineira Kissaman. A data da feira, logo após o Dia das Mães, e antes do agito da Copa do Mundo, também é vista como um fator positivo por Claudio Goerl, diretor da Cia das Feiras, que relaciona ainda preços especiais para os compradores do varejo e o charme de Gramado, terceiro destino mais visitado do Brasil. A Cia das Feiras promove ainda neste ano, mês de outubro, a Café no Bule Fashion Tricot. E para a edição de janeiro de 2015, os pavilhões do Serra Park deverão estar climatizados, uma antiga reivindicação. “Com um espaço tão grande climatizado, Gramado se qualifica ainda mais para receber eventos de negócios, e no caso da Café no Bule, é melhor, já que janeiro é um mês de calor no Rio Grande do Sul”, explica Goerl.

Ponto, tricô e alfaiataria Marca paranaense, a Ponto notabiliza-se pela alfaiataria e por sua especialidade, o tricô. Em suas lojas de Curitiba, Londrina e Campinas, a coleção de outono-inverno revela peças que aliam o clássico ao contemporâneo e o urbano ao executivo. Essa coleção registra o início da produção de estampas próprias, exclusivas, criadas pela estilista Marilise Slaviero. A estampa de animais selvagens, animal print, permanece

Adélia Maria Lopes adeliamarialopes@yahoo.com.br

Havaianas entram em campo Em tempos de futebol mundial no nosso quintal, a marca Havaianas se veste de verde e amarelo e lança os modelos Vai Brasil e Brasil Torcida, que trazem a Bandeira de forma irreverente. Através da parceria com a Disney foram lançadas quatro novas sandálias que trazem os personagens Mickey Mouse e Zé Carioca com a bola no pé. Disponíveis também na versão Kids. Já a Top Cidades traz na estampa um pouco da cultura local de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Fortaleza, Natal e Porto Alegre. (Ei, e Curitiba e Cuiabá?). As sandálias femininas também entram em campo. A Flat Mix Torcida e a Slim Torcida ganharam edições especiais nos duos verde e amarelo e azul e branco. A linha Soul Collection de alpargatas e tênis da Havaianas também comemoram a Copa do Mundo 2014. Os modelos em verde, amarelo e azul estão disponíveis nos modelos Origine, Urbis Low e Urbis Mid. Só para os homens, o Origine Sneaker Layers, inspirado na sandália Brasil e feito de lona com cores branca e azul, traz solado colorido e a mesma construção da Alpargatas Origine, de histórico conforto. E para ninguém ficar fora do gramado, tem a linha de chinelos Havaianas Teams, com 43 países homenageados. PS: A apresentação oficial da linha de vestuário Havaianas acontece no próximo dia 19, no Pavilhão das Culturas Brasileiras, edifício projetado por Oscar Niemeyer localizado no Parque Ibirapuera.

em alta e Marilise ataca de zebra e onça. A estamparia floral surge em tons sóbrios. O xadrez, por sua vez, está presente até mesmo nos tricôs. E a novidade, estampas impressionistas, remetem a quadros pintados à mão. Vestidos acinturados, camisas de manga longa, calças cropped, jaquetas em couro ecológico, camisetas, calças de alfaiataria e saias compõem o mix de lançamento.

Nem te Conto! Lira na Caixa

leitores de Publicitar – Uma nova visão da Publicidade (Ed. Qualitymark).A obra contém dados atuais sobre o mercado e um recado: “Publicidade que não ajuda a vender é dinheiro jogado no lixo”.

Peter Gabriel Nesta terça dia 13 e quarta, às 20h45, e sexta-feira às 23h50, o cantor inglês Peter Gabriel estará nas telas. O cine UCI Estação exibe, às 20h45, em alta tecnologia sonora e visual, o show Back to Front, gravado em outubro de 2013 em Londres. Ingressos a 40 e 20 reais.

Figurinhas Um show de lira viola, instrumento pouco conhecido, com um repertório raro, acontece nesta terça dia 13, no Teatro da Caixa Cultural, com a virtuose alemã Friederike Heumann. “Trata-se de um programa ao qual pouca gente tem acesso, isto porque são poucos os músicos que se dedicam a lira viola”, diz Alvaro Collaço, produtor da Série Solo Música. Confira às 20h, ingressos apenas 10 e 5 reais.

Aos fãs de reggae O cantor gaúcho Armandinho e a banda Natiruts participam, nesta quarta dia 14, às 23h, do Curitiba Festival/Edição de Inverno, no Trésor Eventos (Rua Des. Whestphalen, 4000). Abre o show a curitibana Namastê. Armandinho mostra o som do novo CD, Sol Loiro, lançado em janeiro. Ingressos de 76 a 146 reais. Fone 3315-0808.

Publicitar Às 19h desta terça-feira 13, o publicitário João José Werzbitzki estará na Livraria Saraiva/Shopping Crystal, recepcionando

O Shopping Curitiba em parceria com a Livraria Cultura também abriu espaço para esses encontros de troca-troca de figurinhas: todas as terças e domingos, a partir das 14h. Além do ambiente espaçoso, os colecionadores têm mais segurança, conforto e 10% de desconto na compra do álbum de capa dura e no combo de figurinhas com 72 unidades.

#Comes&Bebes 1- Com mais quantidade de café, em lançamento agora no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a bebida pronta Xtra Coffee, da linha Wake da Melitta, nas versões em baunilha e em chocolate com avelã. Já estavam desde 2013 no mercado o trio Chocoberry, Mocca e Toffee. João Michaliszyn, gerente de marketing da Melitta, diz que a Wake está “entre as mais consu-

midas e preferidas dos jovens paranaenses”. 2-Nesta quarta dia 14 e quinta-feira, Curitiba sedia a primeira edição do Mesa Ao Vivo Paraná, que propõe jantares, exposições gastronômicas, palestras e oficinas visando o uso de ingredientes e insumos locais. O evento, apresentado pelo projeto Gastronomia Paraná, do governo do Estado, tem parceria da Abrasel. Alex Atala e Thomas Troisgros estão entre os participantes. Será no Centro Europeu (Princesa Isabel, 1300), das 14 às 21h. Ingressos a 100 (para um dia) e 160 reais (para os dois dias). Mais informações em www.prazeresdamesa.uol.com.br/mesaaovivoparana. 3-Nicolas Farias Torres, embaixador da chilena Viña Ventisquero, e Catarina Faria, da bodega portuguesa Casa Santos Lima, estão entre os participantes do Cantu Day Curitiba, que a importadora paranaense promove nesta terça, das 16 às 21h, no Duchamp Bistrô. Estarão em degustação rótulos da Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, Espanha, França, Itália, Portugal e Uruguai. 4- O chope Curitiba Pale Ale, da Bodebrown, estará durante a Copa do Mundo em 900 pubs ingleses. O cervejeiro Samuel e o seu irmão e sócio Paulo Cavalcanti vão, neste domingo, à Inglaterra, para fabricar, com a Adnams Brewery, 160 mil litros da bebida. A fábrica curitibana vai importar uma parte para curitibano saborear.


Diário Indústria&Comércio