Issuu on Google+

Curitiba, quartA-feira, 07 de AGOSTo de 2013 | Ano XXXVi | Edição nº 8926 | R$ 1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Aroldo Murá PEDRO, NOVA GERAÇÃO QUE PEDE PASSAGEM Que haverá uma grande renovação nas eleições legislativas de 2014, ninguém mais duvida. Das mudanças suscitadas pelas vozes das ruas se beneficiatrão novos políticos, com ideias capazes de sensibilizar um eleitorado cansado. Um deles é Pedro Guerra, filho do ex-ministro Alceni Guerra. Página | A3

Pedro Washington Mudança desejável

Poupança tem segunda maior captação líquida da história De janeiro a julho deste ano, a captação líquida chegou a R$ 37,605 bilhões, diz Banco Central página a5

IV RANKING DOS 100 MAIORES CONTRIBUINTES DO ICMS DO PARANÁ

Empresários reafirmam confiança no Paraná e destacam investimentos

Ivo Lima

Um pronunciamento do senador Valdir Raupp, se apoiado pelo seu partido o PMDB, pode sinalizar para tentativa séria de se realizar reforma política consistente. Página | A2

Roseli Abrão Adiado, de novo

Um novo pedido de vistas adiou mais uma vez, no Tribunal Regional Eleitoral, o pedido de cassação do mandato do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, do PDT. página a5

INDICADORES FINANCEIROS

Odone Fortes Martins, presidente do Diário Indústria&Comércio; Darci Piana, presidente do Sistema Fecomércio; Olivier Murguet, presidente da Renault do Brasil; o governador Beto Richa; Valdir Pietrobon, presidente da Fenacon e Luiz Carlos Hauly, secretário da Fazenda do Estado do Paraná

Durante a cerimônica de premiação do IV Ranking dos 100 Maiores contribuintes do ICMS do Paraná, que é uma iniciativa do Diário Indústria&Comércio, realizado em parceria

com a Fecomércio e o Governo do Estado, o governador Beto Richa disse que “vivemos o maior ciclo de industrialização da história do Estado. Isso graças ao diálogo que temos com

a iniciativa privada e os bons programas que temos desenvolvido desde o início de nossa gestão, que nos garantiram a geração de 140 mil empregos”. Pág. A4

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

MINUPAR ON JOSAPAR ON FISET TUR CI GPC PART ON TELEBRAS ON

0,07 16,99 0,50 0,17 5,06

Maiores QUEDAS

COTAÇÃO

TECTOY PN * TECTOY ON * TEKA ON CEDRO PN N1 PET MANGUINH DO 0,25

0,01 0,01 0,41 8,00 0,06

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

MMX MINER ON NM LLX LOG ON NM CIA HERING ON NM COPEL PNB N1 B2W DIGITAL ON NM

Maiores QUEDAS

1,73 0,90 31,76 28,11 11,25

Frota do Paraná chega a 6 milhões de veículos, a terceira maior do Brasil

geral/curitiba | a2

Preço da cesta básica diminui nas 18 capitais pesquisadas pelo Dieese

Instituto Senai de Inovação de Curitiba traz estrutura inédita

Inéditos no Brasil e na pesquisa aplicada à indústria, os primeiros equipamentos para o Instituto Senai de Inovação (ISI) de Curitiba já foram adquiridos. Ao todo, serão 36 aparelhos.

COTAÇÃO

OI ON N1 OI PN N1 GOL PN N2 PDG REALT ON NM OGX PETROLEO ON ATZ NM

4,39 4,08 7,01 1,71 0,57

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 2,2100

2,3500

Dólar comercial 2,2975

2,2990

Dólar paralelo 2,0900

2,2000

Euro

3,0587

3,0576

Pág. b1

Projetos de arquitetura sustentável podem ser certificados

Ouro (Grama/R$): 94,90

Acesse a edição digital

www.icnews.com.br A cidade de São Paulo continuou a ser a capital com o maior valor (R$ 327,44) para os gêneros alimentícios de primeira necessidade página a5

Editorial

M

Editais na página a9

CMYK

A falta de médicos longe de ser resolvida

unicípios brasileiros sofrem com a falta de médicos, principalmente as regiões do interior dos estados mais pobres, como os do Nordeste do país. A situação é caótica e parece estar longe de ser resolvida. Enquanto o debate aumenta em torno da importação de profissionais estrangeiros, centenas de cidadãos morrem à espera de um serviço de qualidade.

A

tentativa do governo federal não está causando o efeito esperado. Lançado dia 8 de julho, por medida provisória, o Programa Mais Médicos recebeu inscrições de 16.530 profissionais com diploma brasileiro ou revalidado, para atuarem durante três anos na atenção básica à saúde em regiões pobres do Brasil. Desse total, porém, apenas 938 confirmaram a participação.

Central de Atendimento: 41 3333.9800

O

número equivale a 6% da demanda dos municípios, que apontaram a necessidade de 15.460 médicos. O Ministério da Saúde recebeu denúncias de que grupos estavam se organizando para boicotar o programa e pediu que a Polícia Federal investigasse o caso. Ou seja, o problema está muito grande e merece atenção de toda a sociedade, para o bem da saúde do povo!

A expansão do mercado da construção civil no Brasil trouxe a consequente busca por “projetos verdes”, ou seja, com menor impacto possível ao meio ambiente. Pág. a6

Abrasce estima aumento de 7% nas vendas em shopping centers

O Dia dos Pais deste ano deve aquecer as vendas nos shopping centers.

e-mail: pauta@induscom.com.br

Pág. a6


Geral/Curitiba

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 11° | Máx.: 25°

Na quarta-feira o tempo volta a ficar estável no Paraná. A cobertura de nebulosidade varia mais entre a RMC e o Litoral, enquanto que nas demais regiões do Estado o sol predomina desde as primeiras horas do dia. As temperaturas ficam amenas no amanhecer e até faz um pouco de frio, mas depois esquenta rapidamente até a tarde; isto é, teremos um dia com expressiva amplitude térmica.

fonte: www.simepar.br

primeiro semestre

PR: Queda nas vendas deixa indústria em alerta A indústria fechou o semestre com uma redução de -1,08% em suas vendas

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Mudança desejável

Um pronunciamento do senador Valdir Raupp, se apoiado pelo seu partido o PMDB, pode sinalizar para tentativa séria de se realizar reforma política consistente. Defende ele mandatos de cinco anos e fim do direito de reeleição nas eleições majoritárias. Claro está que mesmo sendo encaminhado um projeto como esse para discussão, não valerá para a eleição de 2014. A argumentação do senador, com a qual a coluna concorda, até porque já defendida aqui, trata da necessidade de cláusula de barreira para impedir a formação de novos partidos, um dos agravantes para a situação de descrédito que grassa na opinião pública em relação à política e seus atores. Os leitores habituais desta, sabem que ela vai mais longe, visando reduzir o número de agremiações hoje existentes, caracterizando muitos deles com o que o senador classifica: partidos de aluguel. Bastaria para tanto que se obrigasse todos os partidos na eleições majoritárias, a apresentarem candidaturas próprias. Extinguindo-se igualmente as coligações nas proporcionais. Partido que não atendesse a essa exigência ficaria fora das verbas partidárias e dos espaços de televisão e rádio do TSE. Verbas partidárias que hoje somam mais de R$ 800 milhões de reais, o que invalida o argumento dos que são contra o financiamento público de campanha. Medidas que certamente contribuiriam para reduzir os partidos a não mais que cinco ou seis. Somando-se as propostas do senador Raupp a estas teses levantadas pela coluna, que de há muito devem estar aguardando serem colocadas em pauta pois já foram apresentadas pelo falecido deputado Affonso Camargo Neto, certamente teríamos uma mudança positiva na democracia que hoje se pratica no país.

Agosto tenso

A promessa é do presidente da Câmara, Henrique Alves: “O toma lá, da cá, termina na quarta-feira (hoje)” ao garantir que colocará em votação o projeto que torna obrigatório o pagamento pelo governo, da emendas parlamentares. Esse é o projeto que torna mais independentes os deputados, mesmo os que pertencem a partidos da base e que o governo certamente vai se esforçar em derrotar.

Projeto a perigo

Os demais, previstos para serem votados nas próximas sessões da Câmara, receberão empenho do governo Dilma. Entre eles o que cria enorme atrito com a classe médica e suas entidades representativas: o Mais Médicos. Mesmo tendo mudado a exigência de mais dois anos no currículo, período que seria adotado como obrigatoriedade para prestar serviços ao SUS, as exigências do projeto continuam a não agradá-los.

Apoio maciço

O deputado paranaense Eduardo Sciarra (PSD empenha-se em conseguir a derrubada do veto aposto por Dilma ao projeto de lei que acaba com a multa de 10% sobre o FGTS, paga pelos empregadores à União, quando a demissão é classificada como sem justa causa. Esse veto da presidente deverá estar em pauta depois do dia 20 e sua suspensão contará com grande apoio empresarial.

Mais carinho

O deputado André Vargas, hoje um dos mais destacados parlamentares do PT, trabalha para superar o mal estar existente entre o governo Dilma e sua base. Vê na “falta de carinho” da presidente, a razão principal da rebelião existente. “Todo político quer ter espaço para conversar. Quer afago, carinho. Não se aprofunda qualquer relação sem diálogo”, diz ele, ao tempo em que afirma que apenas trocar representantes como a ministra Ideli Salvatti e líderes governistas, não ameniza o problema.

Em choque

Líderes políticos paranaenses com assento em Brasília como Alex Canziani (PTB), Osmar Serraglio (PMDB), Nelson Meurer (PP), além de Vargas e Sciarra, vêem da mesma forma. O diálogo tem que ter mão dupla, entre governo e parlamentares da base. Para eles, também o empenho das emendas é fator essencial de respeito do governo com os parlamentares. Situação que muda fundamentalmente se aprovado o “orçamento impositivo” que o presidente da Câmara quer votar hoje. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

Gilson Abreu

C

om forte queda em seu desempenho em junho, interrompendo uma série de três meses seguidos de alta, a indústria paranaense fechou o primeiro semestre de 2013 com uma redução de -1,08% em suas vendas, em comparação com o mesmo período de 2012. A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), responsável pelo levantamento afirma que o resultado dos primeiros seis meses do ano é um sinal de alerta para o segmento. Caso a tendência de desaceleração das atividades não seja revertida a partir dos dados de julho, a expectativa de crescimento para a indústria do Estado em 2013 – anteriormente estimada entre 2,5% e 3% – devem ser revistas para baixo. Por isso, o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, reitera o apelo pela adoção de medidas efetivas que recuperem a competitividade da indústria brasileira. O desempenho negativo do primeiro semestre deste ano foi afetado diretamente pela queda de -6,6% nas vendas em junho. Dos 18 setores pesquisados pela Fiep, 11 tiveram redução no volume de negócios no mês. As maiores retrações foram nos segmentos de ‘Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos’ (-25,89%), devido à redução de exportações; ‘Produtos de Metal’ (-16,21%), pelo retorno ao nível normal de vendas após aumento nos meses anteriores; e ‘Vestuário’ (-15,89%), por conta do fim das vendas da moda outonoinverno. O recuo no mês atingiu também os três gêneros de maior participação relativa na indústria paranaense: ‘Alimentos e Bebidas’ (-9,54%), pela sazonalidade da safra paranaense; ‘Veículos Automotores’ (-6,49%), por ajustes em

Nível de emprego na indústria paranaense também registrou queda de -2,28% no mês de junho

linha de produção de grande empresa do setor; e ‘Refino de Petróleo e Produção de Álcool’ (-6,83%), em virtude de fatores climáticos na produção de álcool. A redução nas vendas em junho interrompeu um ciclo de três meses consecutivos de crescimento – a indústria paranaense havia registrado aumento em suas vendas de 17,94% em março, 10,21% em abril e 1,93% em maio. Para o coordenador do Departamento Econômico da Fiep, Maurílio Schmitt, as oscilações no primeiro semestre são reflexo de um cenário de incertezas que atinge a economia brasileira. “Os números evidenciam a nebulosidade que se dissemina sobre a economia na-

cional”, diz. O economista chama a atenção para outro fato alarmante observado na pesquisa da Fiep. Em junho, o nível de emprego na indústria paranaense caiu -2,28%, com redução em 12 dos 18 gêneros analisados. “Esse é também um alerta, já que tradicionalmente junho é um mês de aumento de emprego, dada a característica histórica de maior dinamismo da indústria no segundo semestre”, explica. Além disso, as compras de insumos pelas empresas também apresentaram redução de -7,63% no mês. “Portanto, não há sinais claros para as decisões empresariais relativas à programação de produção e à realização

Frota do Paraná chega a 6 milhões de veículos O Paraná alcançou ontem a marca de 6.008.734 veículos em circulação. Com isso, a frota paranaense já é a terceira maior do Brasil, atrás apenas de São Paulo (mais de 23,6 milhões) e Minas Gerais (8,5 milhões). O Estado responde sozinho por cerca de 40% dos veículos registrados em toda Região Sul. O número de carros, motos, caminhões e ônibus, entre outros, equivale a mais da metade da população, que segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, somava 10,4 milhões de pessoas. Ou seja, existe um veículo registrado a cada dois paranaenses. “Todos os meses entram em circulação, em média, 31 mil veículos novos no Paraná. De janeiro a julho de 2013, foram quase 217 mil primeiros emplacamentos registrados”, conta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. Segundo ele, a frota do Estado mais do que dobrou na última década e não passava de 2,5 milhões de veículos

Paulo Rosa/Detran

O Paraná alcançou ontem a marca de 6.008.734 veículos em circulação. Com isso, a frota paranaense já é a terceira maior do Brasil, atrás apenas de São Paulo (mais de 23,6 milhões) e Minas Gerais (8,5 milhões)

em 2001. “É um crescimento que exige do poder público planejamento e investimentos em educação, fiscalização e engenharia. O Governo do Estado tem adotado uma série de medidas para melhorar os serviços e garantir segurança no trânsito. Além disso, também passou a auxi-

liar os municípios no planejamento de ações nesse sentido”, destaca Traad. Curitiba é o município paranaense com mais carros nas ruas e já registra 1.331.277 veículos. Londrina, na região Norte, conta 334.916 veículos e Maringá, no Noroeste, tem 280.916.

PM realiza operação no Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá A Polícia Militar do Paraná realizou ontem uma operação no Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá e seu entorno, em parceria com a Guarda Portuária e a Receita Federal. A ação teve caráter preventivo no pátio, que concentrava 890 caminhões pela manhã. Nos arredores, onde os veículos que não passam pelo pátio ou que já descarregaram ficam estacionados, o objetivo da polícia é combater a prática conhecida como “vazada”, entre outras irregularidades. A ação foi organizada pelo 9º Batalhão da PM, de Paranaguá, com o reforço do 6º Comando Regional da Polícia Militar (Litoral). Além

do trabalho de vistoria no pátio, o policiamento foi reforçado nos locais de maior concentração de caminhões fora do local para verificar e combater as aberturas de bica – prática realizada para roubar a carga dos caminhões e a venda em um “mercado paralelo”. “Queremos combater não apenas a vazada, mas também a receptação desse produto. Essa prática diminuiu muito. Em 2009, registrávamos até nove ocorrências por dia. Hoje, não passam de cinco ou seis por mês, mas ainda persiste. Por isso, estamos sempre reforçando o policiamento e, de quando em quando, mudar a tática para combater

não apenas o furto, mas toda a rede que o alimenta”, explica o 2º Tenente, Zenildo Neves, do 9º BPM. No pátio, mais de 60 policiais participaram da ação, com efetivo do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Força Tática, do Grupamento Aéreo (Graer), Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), Rádio Patrulha e Batalhão de Trânsito. De acordo com o Superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, a autarquia apoia toda e qualquer ação para combater situações irregulares e criminosas.

de novos investimentos. Em outras palavras: as empresas não estão vislumbrando forte crescimento no futuro próximo”, afirma Schmitt. Para Campagnolo, a oscilação pela qual passa a indústria paranaense segue uma tendência nacional e é mais um sinal de que o país precisa adotar medidas efetivas que possibilitem a retomada da competitividade do setor produtivo brasileiro. “Há tempos alertamos que o país precisa resolver uma série de problemas estruturais que prejudicam a indústria nacional, como a alta e complexa carga tributária e as deficiências de infraestrutura, entre tantos outros”, diz o presidente da Fiep.

Curitiba recebe dez novas UTIs Móveis O governador Beto Richa entregou ontem dez novas UTIs Móveis para reforçar o atendimento à saúde em hospitais e unidades de Urgência e Emergência de Curitiba e Região Metropolitana. A entrega dos veículos aconteceu no Centro Municipal de Urgências Médicas Pinheirinho, no bairro Capão Raso, em Curitiba. Além das ambulâncias, Richa fez a entrega de 69 computadores que serão usados na área de Saúde do Trabalhador em 28 municípios da Região Metropolitana. As UTIs Móveis fazem parte da renovação da frota da Rede Paraná Urgência. São do modelo Mercedes Sprinter e custaram R$ 180 mil cada. “Os veículos darão mais rapidez e qualidade ao atendimento de quem precisa de urgência médica, vão aprimorar o pré-hospitalar e, com certeza, ajudarão a salvar muitas vidas”, afirmou o governador. O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, explica que os veículos não são ambulâncias de simples remoção. “Eles possuem equipamentos para suporte avançado de vida, atendimento préhospitalar, o que muitas vezes salva a vida do cidadão”, disse ele. Receberam UTIs Móveis o Hospital do Trabalhador, Siate Curitiba, Hospital Cajuru, Hospital Pequeno Príncipe, Hospital Evangélico, 2ª Regional de Saúde, Santa Casa de Misericórdia, Hospital Infantil de Campo Largo, prefeitura de São José dos Pinhais e Secretaria Estadual da Saúde (setor de tratamento fora do domicílio). “Essa UTI Móvel vem somar bastante. Todas as vidas vão estar muito mais protegidas com mais uma UTI móvel”, disse o secretário da Saúde de São José dos Pinhais, Brasílio Vicente de Castro Filho. A cidade possui apenas um veículo deste padrão.


Aroldo Murá G. Haygert

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Diário Indústria&Comércio Curitiba, quarta-feira, 7 de agosto de 2013 | Pág. A3

PEDRO, NOVA GERAÇÃO EMPUNHANDO O ESTATUTO DA JUVENTUDE 1- As eleições do ano que vem devem reservar surpresas para os chamados ‘políticos profissionais’, pois, de acordo com a tendência apontada pelas vozes das ruas, tudo se encaminha para ampla e irrestrita mudança na representação legislativa. E idem no Executivo. Por isso, olhando com olhar crítico o perfil de Pedro (Santos Lima) Guerra – simplesmente Pedro Guerra -, hoje no exercício de mandato de deputado federal, concluo que o moço, 32 anos, poderá facilmente compor o rol dos renovadores nas eleições de 2014. Não me tomem por precipitado, porque só agora estou conhecendo Pedro Guerra, embora conheça, há muitos anos, a obra de seu pai, Alceni Guerra, um político de uma boa história de vida. Ocorre que, certo de que o fruto não cai muito longe da árvore, não tive dificuldades de criar empatia no primeiro contato com Pedro. E o que mais me chamou a atenção nele foi a garra com que vai tirando água da pedra nesse curto exercício de mandato de deputado federal (como suplente de Cida Borghetti, até novembro). UMA GERAÇÃO VOLTADA AO BEM COMUM

2- O melhor exemplo de que Pedro pertence a uma estirpe de políticos verdadeiramente comprometidos com o bem comum está, para mim, na maneira com que abraçou, sem meias medidas, a causa pró implantação de uma escola técnica federal em Pato Branco, para beneficiar ampla população do Sudoeste (municípios limítrofes de Pato Branco). Nessa matéria, em andamento no Governo Federal, com as claras digitais e esforços de Pedro Guerra, a região caminha para receber escola padrão 2 do Brasil Profissionalizando, acolhendo 600 alunos.

SUMIRAM R$ 3 MILHÕES DO PARQUE TECNOLÓGICO

3- Se consumada a escola técnica federal, Pedro Guerra estará de alguma forma (o que é muito bom) repetindo o exemplo de seu pai. Pois Alceni, é de todos sabido, conquistou para Pato Branco e região, em 1988 o Cefet, conseguido graças a seu prestígio junto ao então presidente Sarney. Hoje o Cefet de Pato Branco é um centro de alta tecnologia universitária, vital para o Paraná. Aliás, observe-se que Alceni, ex-prefeito da cidade, conseguiu também recursos federais para implantar um parque Tecnológico em Pato Branco. De uma sentada foram R$ 10 milhões carreados pelo ex-ministro, pai de Pedro. Pedro é dos que não se conformam com o “sumiço”, diz, de R$ 3 milhões direcionados ao Parque Tecnológico. O assunto, que envolveria um ex-prefeito da cidade, afiança Pedro Guerra, está sob investigação do Ministério Público. E Pedro, é sabido, faz sua parte, apoiando as investigações em torno do “desaparecimento” do dinheiro público. Por isso mesmo, admite que, em breve poderão ser conhecidos alguns detalhes da investigação da ladroagem que, como tantas outras, clama aos céus. E com as quais Pedro – e a geração de seus jovens companheiros de indignação – não se conforma. Assim como não se podem conformar todos os cidadãos de bem. ESTATUTO DA JUVENTUDE, A BANDEIRA

4- As armas de Pedro não envolvem dinheiro para conquistar votos. Ele acredita que seus eleitores são sensíveis a bandeiras. E ele as tem, muitas e estimulantes. E vai discorrendo: O processo de renovação que ele me diz encarar (está no PSD) vive um momento muito propício. “Ontem a presidente Dilma Rousseff sancionou o Estatuto da Juventude, no qual repousa boa parte de minha bandeira de propostas”, explicou à coluna Pedro. A matéria vem sendo trabalhada por ele a tempo, de tal sorte que o seu nome – ele garante – “vem sendo identificado com o Estatuto da Juventude”, diploma que estabelece políticas públicas federais, estaduais e municipais para esse segmento da população. Trata-se de segmento, opina, “abandonado e/ou pouco valorizado”. HORA DA JANELA DEMOGRÁFICA

5- “Não quero entrar em análises científicas, mas é sempre bom lembrar que vivemos no Brasil um momento de notável ‘janela demográfica’, com a população jovem prevalecendo na oferta de talentos e trabalho para o desenvolvimento do país”, diz Pedro. O hoje deputado federal garantiu ainda à coluna que uma de suas metas é ampliar visitas a diversas

Pedro Guerra

cidades paranaenses, ajudando-as a implantar os conselhos municipais da juventude. Para ele, o chamado modelo português de estatuto de juventude, com ilimitada participação dos jovens, “é o que mais se adequará à nossa realidade”. A presença assídua de Pedro nas redes sociais, suas posições que se confundem com a há chamadas vozes das ruas, além de seguras posições éticas e humanísticas, esses são elementos que podem fazê-lo uma revelação eleitoral de 2014. É uma possibilidade. O resto, o tempo dirá. Mas confesso que é sempre estimulante ouvir gente como Pedro Guerra, uma presença que exorciza a política partidária de seus fantasmas que tanto infelicitam o país.

CARTAS (correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

CONSTANTINO, FHC E OUTROS TEMAS

Prezado Aroldo, Há algumas semanas, enviei para você alguns comentários (e sugestões de encontro acadêmico) sobre o novo livro do Presidente Fernando Henrique Cardoso “Pensadores que inventaram o Brasil”, que trata de um retorno intelectual que merece a releitura das obras que ele cita neste livro. Ou minha mensagem não chegou ou o tema não é relevante, como tantos outros divulgados “pela aí”. Hoje escrevo para parabeniza-lo pela matéria que está sendo tratada a propósito da visita do Papa Francisco, sobre a Igreja Católica e seu futuro. Há muitos pontos que eu desconhecia e passei a entender certas diferenças que sempre me preocuparam (mesmo Ortodoxo Grego) que existem na Igreja Católica de Roma. Na ausência de Padres Gregos em minha juventude, fui “catequizado” no Internato Paranaense dos Irmãos Maristas (na época Província do Brasil Meridional) e “Evangelizado” no Colégio Santa Maria (Província Marita do Brasil Central). Aliás, fui conhecer Padres Ortodoxos gregos alguns poucos anos antes de meu casamento (faz 53 anos). Entretanto, em meus 45 anos de professor na Universidade Católica do Paraná (Pontifícia desde 1985), nunca fui “marginalizado” nem mesmo admoestado (sempre com respeito mútuo) nesta Instituição pelo fato de não ser Católico Romano. Parabéns mais uma vez pelos seus ensinamentos. Obrigado por me ler. Fraternalmente, Constantino Comninos. -Constantino Comninos Cônsul Honorário da Grécia

PEDRO, SEGUNDO SUA ASSESSORIA A assessoria de comunicação de Pedro Guerra fornece os seguintes elementos para avaliação do jovem político e suas bandeiras: “Com 32 anos de idade, Pedro Guerra assume pela primeira vez a cadeira de deputado federal. É um dos mais jovens parlamentares do Congresso Nacional. Movido pela boa política aprendida desde cedo em casa - é filho de Alceni Guerra que foi deputado federal constituinte, ministro da Saúde e da Criança e prefeito de Pato Branco – Pedro estabeleceu como metas a criação dos Conselhos Municipais da Juventude em todas as cidades do Paraná e a aprovação e consolidação do Estatuto da Juventude. Os Conselhos são os canais oficiais para formular e propor políticas públicas de juventude e para promover o intercâmbio entre as organizações municipais, estaduais, nacionais e internacionais. Em pouco tempo Pedro Guerra já firmou parcerias com a Ordem de Advogados do Brasil (OAB), Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e Associação Comercial do Paraná (ACP) para dar suporte a criação dos Conselhos.”

Consul Constantino Comninos

KARAM: EM TEMPO...

Murá, bom dia - interessante teu blog com informações e comentários relativos à política, literatura e cultura. É uma ampliação do universo da vida cotidiana. Já estava na hora do resgate e do reconhecimento da obra do Karam, um renovador da literatura brasileira tão bom quanto o Leminski, ainda que muito mais discreto. Estarei lançando em Curitiba, em fins de setembro, o romance SAHARA brasiliae, escrito em 2010/2011, e que trata “do dia em que Brasília amanheceu soterrada por imensas dunas de areia e vazia”. É uma montagem onde entram acontecimentos e personagens contemporâneos, mais a reinterpretação política e social do Brasil a partir dos livros “Utopia”, de Thomas More, “Elogio da Loucura”, de Erasmo de Rotterdam, e “Viagens de Gulliver”, de Jonathan Swift, obras de quinhentos e trezentos anos atrás, respectivamente. Raimundo Caruso, Florianópolis, SC

Professor, gratíssimo pelas palavras, as quais credito à velha amizade que nos une. Mas é fundamental que se esclareça desde logo: a ideia da homenagem ao grande Karam não é minha. A Semana Literária do Sesc tem origem na sua diretoria de Educação, gerência de cultura e curadoria do evento: a elas se deve a lembrança. Fui um admirador do Karam. A quem, sempre que encontrava, cumprimentava: - E aí, Valêncio, como vai? E ele: - Tudo bem, Túlio Vargas, tudo bem! Ernani Buchmann, Curitiba.

FUNDAÇÃO CULTURAL

Fernando Henrique Cardoso.

POTY: 15 ANOS

Caro Prof. Aroldo! Meus parabéns pelo 5º volume de Vozes do Paraná. Na próxima semana deverei ir à Livraria do Chain, quando adquirirei um exemplar, assim completando a minha coleção. Desejo que o senhor esteja bem apesar do frio

Poty Lazarotto

UTFPR de Pato Branco e Alceni Guerra.

Francisco Souto Neto

KARAM: CORRIGINDO

BOA POLÍTICA Pedro Guerra cresceu acompanhando de perto a trajetória de Alceni, o ministro que criou o Sistema Único de Saúde (SUS), implantou os agentes de saúde e os médicos da família e que iniciou o programa de tratamento da AIDS. Como deputado federal, Alceni Guerra instalou um Cefet, hoje UFTPR, em Pato Branco, e criou o parque tecnológico da cidade. E no primeiro dia ao assumir a prefeitura estabeleceu a educação integral em todo o município. Movido por esse sentimento de servir a comunidade e trabalhar pelo desenvolvimento econômico e social do Paraná, Pedro Guerra foi candidato a deputado federal em 2010. Foram pouco mais de três meses de campanha e de muito aprendizado. Um período onde pode conhecer ainda melhor a realidade, as necessidades e os sonhos da gente do Paraná. Fez mais de 31 mil votos e se consolidou com uma das jovens lideranças do Estado. Em 2011, Pedro Guerra convidado pelo governador Beto Richa a assumir a superintendência da EcoParaná, serviço social autônomo ligado a Secretaria do Turismo com o objetivo de melhorar a gestão nas Unidades de Conservação do Estado do Paraná. Conheceu de perto a biodiversidade, as riquezas naturais, culturais e históricas do Estado. Aprendeu sobre os potenciais econômicos de todas as regiões do estado e junto com a equipe da EcoParaná montou um plano de trabalho baseado em quatro pontos principais: Turismo Rural, Turismo Náutico, Ecoturismo e Gestão do Uso Público de Áreas Protegidas.“

intenso. Que estranho e belo dia tivemos ontem, com neve pela manhã e um esplendoroso e fulgurante (apesar de gélido) fim de tarde aqui em Curitiba. Gostaria de contar-lhe que continuo transcrevendo as minhas antigas colunas “Expressão & Arte”, que durante quase onze anos mantive no Jornal I&C. Em pouco mais de dois anos trabalhando incessantemente na transcrição dos textos para o meu blog, avancei nos arquivos desde 1988 até 1998. Acabo de pôr on line a edição de 3 a 5 de julho de 1998, na qual comentei o falecimento do nosso querido amigo Poty. Parece incrível que já se passaram quinze anos. Naquele meu artigo, fiz um pequeno retrospecto sobre a importância de Poty Lazzarotto em nossas vidas. Parece ter sido escrito hoje, o que comprova que Poty é atemporal. Francisco Souto Neto, Curitiba.

Prezado Professor Aroldo. Agradeço a elogiosa menção em sua coluna sobre o trabalho que desenvolvo na Fundação Cultural de Curitiba, ao lado da Ana Luzia. O Heros Schwinden foi uma excelente aquisição para nossa equipe e, com certeza, agregará energia ao constante esforço de divulgar às comunidades as ações culturais promovidas pelo município. Um grande abraço. Marceline Quadros Achcar, Curitiba.

Heros Mussi Schwinden


PARANÁ

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. A4 Antonio Costa

Nesta segunda-feira, o Palácio Iguaçu recebeu empresários de todo o Paraná. Durante a solenidade, o governador Beto Richa, falou sobre os desafios para colocar nosso estado entre os melhores para se investir Ivo Lima

RECONHECIMENTO

Maiores contribuintes do Paraná recebem homenagem IV Ranking dos 100 Maiores contribuintes do ICMS do Paraná é uma iniciativa do Diário Indústria&Comércio, realizado em parceria com a Fecomércio e Governo do Estado O secretário Luiz Carlos Hauly, fala sobre a importância do Programa Paraná Competitivo para o desenvilvimento do Estado Ivo Lima

Darci Piana, presidente da Fecomércio, uma das entidades fundamentais para a pesquisa e a realização do evento Ivo Lima

A

segurança jurídica, os investimentos em infraestrutura e o programa de Paraná Competitivo foram destacados por empresários como responsáveis pelo grande ciclo em investimentos que o Estado recebeu nos últimos dois anos. “São fatores que colocaram o Paraná novamente em destaque na industrialização brasileira”, disse o presidente do Sistema Fecomércio, Darci Piana, durante a quarta edição do Ranking dos 100 Maiores Contribuintes de ICMS do Paraná na noite de ontem. Piana ressaltou que o diálogo e o bom censo têm sido diferenciais da atual administração do Estado e isso recuperou a confiança dos investidores. "Quando sabem (os empresários) da confiança que o Estado passa, e os fortes investimentos que faz em infraestrutura, se sentem confiantes para investirem aqui", disse. O presidente da Renault do Brasil, Olivier Murguet, afirma que o Governo do Paraná valoriza o setor

produtivo e atua com transparência. Os avanços na industrialização, segundo ele, acontecem quando há proximidade entre empresas e poder público. "As empresas precisam de ambientes competitivos para ampliar seus investimentos, e a parceria do governo tem sido fundamental. O governo do Estado sempre esteve próximo às nossas necessidades. Prova viva disso é nosso investimento de mais de R$ 5 bilhões na ampliação de nossa planta", lembrou. O gerente de Mercado da Ipiranga Produtos de Petróleo S/A, Luiz Henrique Cardozo Barbosa, lembrou que o governo tem fortalecido, também, a mão de obra, o que favorece a instalação de empresas. "Acredito que o Paraná está em destaque nos últimos dois anos e aproveitando as características que tem, a boa mão de obra e tenho certeza que, com a demonstração deste ambiente político mais favorável, todas as empresas voltam a olhar o Paraná com bons olhos", afirmou. O governador Beto Richa afir-

mou que o governo trabalha em conjunto com o setor produtivo para o desenvolvimento do Paraná. "Vivemos o maior ciclo de industrialização da história do Estado. Isso graças ao diálogo que temos com a iniciativa privada e os bons programas que temos desenvolvido desde o início de nossa gestão, que nos garantiram a geração de 140 mil empregos", enfatizou. O Estado recebe, em média, cerca de R$ 1,6 bilhão mensais em ICMS bruto. Segundo a Secretaria da Fazenda, as 100 empresas homenageadas representam dois terços deste total. "São empresas que representam as forças e as potencialidades do Paraná e, acima de tudo, geram riquezas e prosperidade aos paranaenses", disse o governador. Richa ressaltou ainda a descentralização dos investimentos, citando pesquisa do Ministério do Trabalho que indicou que 70% dos 280 mil empregos criados no Paraná, de 2011 para cá, estão no interior do estado. "Os grandes con-

tribuintes exercem um importante papel social", completou.

RANKING

Em sua quarta edição, o prêmio Ranking dos 100 Maiores Contribuintes de ICMS do Paraná elegeu como os dez maiores contribuintes as seguintes empresas (não estão em ordem de classificação): OI, TIM, Global Village Telecom Ltda., Souza Cruz, Spaipa Indústria Brasileira de Bebidas, Volkswagen do Brasil, Ambev Brasil Bebidas Ltda. e CRBS; Copel; Petrobras e Grupo Renault/Nissan. A iniciativa é do jornal Indústria & Comércio, com apoio da Federação Paranaense do Comércio (Fecomércio), e objetiva a valorização dos principais contribuintes do Paraná. A solenidade aconteceu no Palácio Iguaçu, em Curitiba. O fundador do jornal, Odone Fortes Martins, o evento é uma “valorização que prestamos aos principais contribuintes para o desenvolvimento do Estado".

Ivo Lima

Antonio Megale, diretor de assuntos governamentais da Volkswagen do Brasil, durante ato de entrega da homenagem Ivo Lima

Olivier Murguet, presidente da Renault do Brasil, discursa em nome do empresariado: "as empresas precisam de ambientes competitivos para ampliar seus investimentos, e a parceria do governo tem sido fundamental. O governo do Estado sempre esteve próximo às nossas necessidades. Prova viva disso é nosso investimento de mais de R$ 5 bilhões na ampliação de nossa planta" Ivo Lima

Gabriel Ribeiro de Campos, diretor de relações institucionais da Oi, recebe o prêmio, das mãos do sceretário de Estado, Luiz Carlos Hauly Antonio Costa

Empresários de todo o Paraná vêm a Curitiba para prestigiar a premiação

Odone Fortes Martins, presidente do Diário Indústria&Comércio, abre o evento de premiação.


Contexto Político Adiado, de novo

Um novo pedido de vistas adiou mais uma vez, no Tribunal Regional Eleitoral, o pedido de cassação do mandato do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, do PDT. Desta vez foi a vez do juiz Josefá Antonio Lemos quem pediu vistas e o processo voltará à pauta do TRE na próxima semana. O juiz Marcos Araujo, que pediu vistas na semana passada, votou contra a cassação de Bueno na sessão desta terça-feira. Isso significa que o placar está equilibrado – um a um – já que a cassação foi defendida pela relatora do processo, Renata Estorilho. Bueno foi denunciado por gastos excessivos durante a campanha eleitoral do ano passado.

Lerner vai?

A CPI do Pedágio da Assembleia Legislaiva pode convocar o ex-governador Jaime Lerner para depor. Requerimento neste sentido foi apresentado pelo deputado Tercirio Turini, do PPS, na reunião realizada na manhã desta terça-feira. Lerner foi o responsável pela implantação do pedágio no Paraná, em seu primeiro governo. O pedido de Turini será votado na reunião da comissão na próxima terça-feira.

Direito à verdade

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou nesta terça-feira projeto do deputado estadual Tadeu Veneri, do PT, que inclui o Dia Internacional do Direito à Verdade sobre violações dos direitos humanos e para a Dignidade das Vítimas no calendário

Roseli Abrão

estadual de datas comemorativas. Pelo projeto, a data seria comemorada no dia 24 de março, como proclamou a Assembleia Geral das Nações Unidas em 2010. A data é uma homenagem ao bispo de El Salvador, Monsenhor Óscar Arnulfo Romero, assassinado no dia 24 de março de 1980 em meio à sua luta contra as violações de direitos humanos no país.

Aécio

Reunidos em Brasília nesta terça-feira os dirigentes dos 27 diretórios estaduais do PSDB consagraram a candidatura do senador Aécio Neves à sucessão da presidente Dilma Rousseff. Segundo a imprensa nacional, com isso, os tucanos sepultaram qualquer possibilidade de realização de prévias para a escolha do candidato às eleições do ano que vem.

Serra

As prévias no ninho tucano voltaram a ser defendidas por setores do PSDB de São Paulo depois que foi inviabilizada a fusão entre PPS e PMN, para formar o MD, e que abrigaria o exgovernador José Serra. Serra, aliás, foi alvo de críticas de dirigentes tucanos que participam da reunião desta terçafeira.

É agora

Ao participar da reunião, o presidente do PSDB paranaense, deputado Valdir Rossoni, defendeu a escolha disse que o PSDB não pode cometer o erro de eleições anteriores de ficar

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. A5

na dúvida. Segundo ele, “temos que definir antecipadamente nosso candidato para que ele possa correr o Brasil”.

Em setembro

O presidenciável do PSDB, senador Aécio Neves, virá ao Paraná no inicio de setembro. Ele virá a Curitiba para participar de um encontro estadual do partido que irá discutir estratégias para a eleição do próximo ano. A vinda ao Paraná foi anunciada em Brasília, nesta terça-feira, durante reunião com dirigentes estaduais tucanos. Segundo o deputado Ademar Traiano que, como secretário-geral do PSDB paranaense participou do encontro, Aécio vai começar a percorrer as capitais para conversar com as lideranças, conhecer melhor a realidade de cada estado e repassar as coordenadas para a campanha eleitoral de 2014.

Campos

O governador de Pernambuco e presidenciável do PSB, Eduardo Campos, deve intervir no comando de diretórios do partido em cinco Estados, entre eles o Paraná. A informação é do jornalista Cláudio Humberto, que destaca que a intervenção é para reduzir focos de resistência à sua candidatura à sucessão da presidente Dilma Rousseff.

Cinco Estados

Além do Paraná, o PSB pode trocar o comando dos diretórios do Mato Grosso do Sul, Acre, Santa Catarina e Tocantins.

dinheiro

Poupança tem 2ª maior captação líquida da história De janeiro a julho deste ano, a captação líquida chegou a R$ 37,605 bilhões Os depósitos em poupança superaram os saques em R$ 9,331 bilhões em julho, segundo dados divulgados ontem (06/08) pelo Banco Central (BC). Foi a segunda maior captação líquida (depósitos maiores que retiradas) da história, quase no mesmo nível do recorde registrado no mês anterior: R$ 9,451 bilhões. De janeiro a julho deste ano, a captação líquida chegou a R$ 37,605 bilhões, contra R$ 23,737 bilhões em igual período do ano passado, com aumento equiva-

lente a 58,42%. No mês passado, os depósitos ficaram em R$ 130,845 bilhões e os saques, em R$ 121.513 bilhões. Foram creditados R$ 2,438 bilhões de rendimentos no mês passado, e o saldo dos depósitos em poupança somou R$ 550,217 bilhões, dos quais R$ 429,242 bilhões (78,01%) no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e R$ 120,974 bilhões (21,99%) na poupança rural. No ano passado, o governo

mudou a regra de remuneração da poupança. Manteve o rendimento de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais Taxa Referencial (TR) com taxa básica de juros (Selic) acima de 8,50%, e determinou que, quando os juros básicos da economia estiverem iguais ou inferiores a 8,5% ao ano, a caderneta rende só 70% da Selic mais a TR. O cálculo é válido para depósitos na poupança feitos a partir de 4 de maio do ano passado. Para os depósitos anteriores, o rendimento segue a regra anti-

ga, de 0,5% ao mês mais a TR. A poupança é isenta de taxa de administração e de impostos. Atualmente, a Selic está em 8,5% ao ano e a expectativa de instituições financeiras é que chegue a 9,25% até o final do ano. A próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC para definição da Selic será nos dias 27 e 28 deste mês. As outras reuniões do colegiado de diretores do BC estão agendadas para 8 e 9 de outubro e 26 e 27 de novembro.

Preço da cesta básica diminui em julho nas 18 capitais pesquisadas pelo Dieese O preço da cesta básica caiu em julho nas 18 capitais pesquisadas mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A última vez em que houve recuo no preço em todas as localidades acompanhadas pelo órgão foi em maio de 2007, quando o levantamento era feito em 16 cidades (não participavam Manaus e Campo Grande). As retrações mais significativas foram registradas em Brasília (-8,86%), Florianópolis (-7,61%), Porto Alegre (-7,06%) e Goiânia (-7%). As menores variações ocorreram em Salvador (-0,18%), Vitória (-1,55%) e Manaus (-1,82%). A cidade de São Paulo continuou a ser a capital com o maior valor (R$ 327,44) para os gêneros alimentícios de primeira necessidade, apesar do recuo de 3,82% ocorrido no mês passado no custo da cesta paulistana. A capital do Espírito Santo (Vitória) vem em segundo lugar com R$ 310,73, seguida por Manaus (R$ 310,52) e Porto Alegre (R$ 305,91). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 239,36), Salvador (R$ 259,73) e Campo Grande (R$ 264,87). Segundo o Dieese, o menor salário pago em julho para atender às despesas de uma família deveria ser R$ 2.750,83, ou seja, 4,06 vezes o mínimo em vigor (R$ 678,00). Para chegar a esse valor, o Dieese leva em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser capaz de suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e

Diário Indústria&Comércio

roseli@roseliabrao.com.br

O PSB já interveio no diretório de Minas Gerais.

É abstrata?

“O que é ética para você pode não ser para mim. E aí incluir isso iria gerar problema de conflitos ali. A ética é uma coisa muito subjetiva, muito abstrata”. Palavras do senador Lobão Filho, do PMDB do Maranhão, para justificar sua decisão de retirar a expressão “ética” do novo texto do Regimento Interno do Senado.

Anonymous

O grupo de ativistas Anonymous está divulgando dois vídeos convocando o povo brasileiro a protestar no dia 7 de setembro, quando se comemora o Dia Independência do Brasil. O vídeo que ganha repercussão na internet, como destacam os sites Brasil 247 e Diário do Congresso, o ativista mascarado de "V", o revolucionário inglês Guy Fawkes, que já virou personagem de quadrinhos e inspirou o filme "V de Vingança", diz que a data será lembrada como "o dia da libertação do povo brasileiro".

Desistiu

O deputado federal Dr. Rosinha, do PT, não vai disputar a reeleição. Ele, que exerce o quarto mandato de deputado federal, alegou como motivo o encarecimento das campanhas eleitorais. Para o deputado, não há perspectiva de que o modelo atual de financiamento venha a mudar. Rosinha, no entanto, não quer se aposentar, revela o jornalista, que conta que seu objetivo dele é disputar uma cadeira no Parlamento do Mercosul.

Venda de veículos aumenta 7,4% A venda de veículos aumentou 7,4% em julho, com a comercialização de 342.306 unidades contra 318.619 em junho, segundo dados divulgados ontem (06/08) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Na comparação com julho do ano passado, houve queda de 6%. No acumulado do ano, foi registrada elevação de 2,9%. Nos primeiros sete meses deste ano foram licenciadas 2.141.307 unidades, enquanto no mesmo período do ano passado o número foi de 2.081.112. A produção teve queda de 2,7% em julho, ao chegar a 312.300 unidades ante 320.823 produzidas em junho. Na comparação com julho do ano passado, houve aumento de 3,7%. O acumulado do ano registrou alta de 15,8%, com 2.169.105 novos veículos ante 1.873.671 produzidos de janeiro a julho de 2012.

PRODUÇÃO

A exportação de veículos aumentou 2,4% em julho, ao chegar a 52.456 unidades, contra 51.233 em junho. Já a produção caiu 2,7% em julho. Foram produzidas 312.300 unidades, ante 320.823 em junho. Na comparação do montante exportado em julho com o do mesmo mês do ano passado, o crescimento alcançou 75,9%. No acumulado do ano, o aumento foi 24,9%, com 318.610 veículos vendidos no mercado exterior, ante 255.194 registrados no mesmo período de 2012. De acordo com o presidente da entidade, Luiz Moan Yabiku, este foi o melhor mês de julho da série histórica, assim como o acumulado dos sete meses. "Essa elevação das exportações é resultado da melhoria do mercado interno dos países destinos, muito mais do que da alta cambial ou do ajuste de competitividade".

Governo chama iniciativa privada para construir 12 portos A Secretaria Especial de Portos fez ontem (06/08) uma chamada aos interessados na instalação, ampliação e na exploração de terminais portuários. De acordo com o ministro Leônidas Cristino, os investimentos deverão chegar a R$ 5 bilhões dos quais R$ 2,3 bilhões são para dois projetos de ampliação e R$ 2,7 bilhões para 12 novos terminais. Estima-se que os investimentos aumentem a capacidade de movimentação de carga em 35,6 milhões de toneladas. O anúncio, que será publicado no Diário Oficial da União de hoje, faz parte das medidas do governo no âmbito do novo marco do setor portuário estabelecido na Medida Provisória dos Portos, sancionada no iní-

cio de junho. “O governo quer investimentos e o aumento da capacidade de movimentação de carga, com menos tempo e com o menor custo”, disse Cristino. A Região Sudeste é a que receberá a maior fatia dos investimentos, R$ 4,3 bilhões - distribuídos entre duas ampliações e dois projetos. O Espírito Santo é o estado que receberá maior investimento. Será construído um novo terminal de logística de minério de ferro, orçado em R$ 2 bilhões. No caso das ampliações, uma será de um estaleiro no Rio de Janeiro, orçada em R$ 409 milhões; a outra, em Santos, para a movimentação de granéis sólidos (como açúcar, fertilizante), orçada em R$ 1,8 bilhão.

Número de pedidos de falência em julho é o segundo menor do ano, mostra Serasa

A cidade de São Paulo continuou a ser a capital com o maior valor (R$ 327,44) para os gêneros alimentícios de primeira necessidade, apesar do recuo de 3,82% ocorrido no mês passado no custo da cesta paulistana

previdência. Em junho, o mínimo necessário era maior e equivalia a R$ 2.860,21, ou 4,22 vezes o piso vigente. Já em julho de 2012, o valor necessário para atender às despesas de uma família chegava a R$ 2.519,97, o que representava 4,05 vezes o mínimo de então (R$

622,00). Entre janeiro e julho deste ano, somente em Florianópolis a variação acumulada do preço da cesta básica apresentou queda (-2,08%). Nas demais 17 localidades houve alta, com os maiores aumentos verificados no Nordeste - região

que atravessa período de forte seca: Aracaju (17,30%), João Pessoa (15,85%), Salvador (14,36%), Natal (13,34%) e Recife (12,46%). Belo Horizonte (0,89%), Goiânia (2,34%), Curitiba e Brasília (ambas com 3,08%) apresentaram as menores variações acumuladas.

O número de empresas que entraram com pedido de falência em todo o país chegou a 136 em julho deste ano, de acordo com levantamento da empresa de consultoria Serasa Experian. Foi o segundo menor número de requerimentos verificados neste ano, superior apenas aos 100 pedidos feitos em fevereiro. Dos 136 pedidos, 73 foram feitos por micro e pequenas empresas, 43 por médias e 20 por grandes. Já as recuperações judiciais requeridas chegaram a 56 em julho, número superior apenas aos 49 observados em março. Segundo os economistas da

instituição, esses resultados são decorrentes do recuo na inadimplência do consumidor e das empresas, melhorando a posição do fluxo de caixa dos negócios. Apesar da queda no número de pedidos de falências e de recuperações judiciais, os economistas ressaltam que a quantidade de falências decretadas no mês passado foi alta (69) e ficou muito próxima à que foi registrada no mês de abril (70). Esse fato está relacionado, em parte, a fatores não favoráveis no período, como a inflação, os juros altos e a queda nas vendas, destaca a Serasa.


Negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. A6

Empresas&Produtos Todo pai merece o melhor

Presentes para surpreender e agradar. Esta é a proposta do Empório Mercatore para o Dia dos Pais. A loja gourmet tem como grande diferencial a variedade, a qualidade e o atendimento, além de muitos produtos exclusivos. Sem dúvidas, os pais que gostam de conhecer novidades e provar novos sabores e marcas ficarão felizes em receber um presente diferente e muito especial.

PIZZA HUT PROMOVE AÇÃO NO FACEBOOK

Os fãs virtuais e reais da Pizza Hut terão mais um motivo para curtir a rede, que possui cinco restaurantes em Curitiba. Para comemorar a marca de 500 mil seguidores no facebook, a Pizza Hut oferece 50% de desconto em qualquer pizza grande, com exceção das massas com borda recheada e a Cheesy Pop. A oferta é válida de segunda a quinta-feira, em todos os canais de venda, no valor de cardápio. Para participar é necessário preencher o cadastro na Fan Page da Pizza Hut Brasil, imprimir o cupom “Sou fã da Pizza Hut” e apresentá-lo para ganhar o desconto.

TECNISA participa da Feira

A TECNISA, uma das principais empresas do mercado imobiliário, será um dos grandes destaques da Feira de Imóveis do Paraná, que será realizada entre os dias 28 de agosto e 01 de setembro, na cidade de Curitiba.Promovida pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR), a 22ª edição da feira reunirá as principais empresas do setor imobiliário dos estados do Paraná e Santa Catarina, apresentando opções de imóveis residenciais e comerciais do mercado.

chega ao Brasil o vCloud Prime

O vCloud Prime é considerado atualmente como a última palavra em termos de tecnologia de Data Center e chegou ao Brasil através da PRIMEHOST, que é a primeira empresa nacional a oferecer o diferencial para o mercado corporativo no Brasil. A plataforma de alta performance permite a criação de Data Centers Virtuais completos inteiramente administrados pelo cliente e, por utilizar o VMware, é considerado uma completa família de soluções tecnológicas consagradas pelas maiores empresas do mundo.

Aplicativo simula pintura de ambientes

A Tintas Iquine acaba de lançar seu novo aplicativo para smartphones, que pode ser baixado gratuitamente em IPhone ou iPad. O novo aplicativo desenvolvido pela empresa i2 Mobile em parceria com a Le Fil possibilita aos clientes identificar a cor ideal para seus ambientes a partir de uma foto, e então, fazer quantas simulações desejar. Entre as funcionalidades que o aplicativo oferece estão: uma paleta completa de cores da marca com mecanismo de busca pelo nome da cor; uma lista de produtos que podem ser encontrados pelo tipo de acabamento ou superfície a ser pintada; detecção de cor por captura de imagem; criação de projetos relacionando cores, produtos e combinações Além disso, o aplicativo permite pesquisar e localizar as lojas de materiais de construção mais próximas, que vendem os produtos da Tintas Iquine.

Dia da Beleza Facial na Clínica Michelangelo

Dia 8 de agosto de 2013, quinta-feira, o consultório Michelangelo, do médico Dr. Alderson Luiz Pacheco, vai realizar o “Dia da Beleza Facial”, em que os interessados terão a oportunidade de fazer os procedimentos que envolvem a toxina botulínica tipo A com atendimento de qualidade, técnica e baixo custo. O tratamento estético feito com esse produto corrige as marcas de expressão de forma simples e eficaz, amenizando as rugas e marcas de expressão, deixando quem passa pelo procedimento com um aspecto mais bonito e jovial.

PREF MUN DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ Comissão Permanente de Licitações Pregão Presencial Nº. 052/2013 Processo Administrativo nº. 10172/2013 Tipo: Menor Preço – POR LOTE OBJETO: Registro de Preço para aquisição de pneus e câmaras, conforme solicitação da Secretaria Municipal de Administração Pública, especificações conforme anexo I do edital constante no Processo Administrativo 10172/2013. LEGISLAÇÃO: Lei Federal nº 8.666/1993 e nº 10.520/2002, Lei Complementar n° 123/2006 Lei Municipal nº. 260/2005 e Decreto Municipal nº. 1254/2006. Horário/Data da Abertura: às 14h00min do dia 19 de Agosto de 2013. Local: Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, situada à Rua Jacarandá, 300 – Nações – Sala de Licitações da Prefeitura. O edital completo estará à disposição dos interessados entre os dias 06 a 19 de Agosto, na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças – Setor de Licitações. Fazenda Rio Grande/PR, 02 de Agosto de 2013. Luiz Rafael Lopes Pregoeiro

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro- Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Ao CONDOMINIO DO EDIFICIO COMERCIAL CAPEMI De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/000199, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.000-2,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, torna-se necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumirse-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

PREF MUN DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ Comissão Permanente de Licitações Homologação de Licitação Pregão Presencial Nº. 037/2013 O PREFEITO MUNICIPAL DE FAZENDA RIO GRANDE, no uso de suas atribuições legais, HOMOLOGA o Pregão Presencial nº 37/2013, com objeto o Registro de Preço para compra de combustível visando à manutenção dos veículos da Frota Municipal, adjudicado em favor da empresa DL NICHELE E CIA LTDA, pessoa jurídica, com inscrição no CNPJ sob nº 80.796.436/0001-78, vencedor com o valor global de R$ 934.150,00 (novecentos e trinta e quatro mil cento e cinqüenta reais), de acordo com o julgamento do Pregoeiro. O processo atendeu a legislação pertinente em toda a sua tramitação consoante Parecer da Procuradoria Geral do Município. O processo atendeu a legislação pertinente em toda a sua tramitação consoante Parecer da Procuradoria Geral do Município. Fazenda Rio Grande/PR, 02 de Agosto de 2013. Marcio Claudio Wosniack Prefeito em Exercício

segmento

Projetos de arquitetura sustentável podem ser certificados Arquitetos apostam em soluções com baixo impacto ambiental em obras residenciais e comerciais

A

expansão do mercado da construção civil no Brasil trouxe a consequente busca por “projetos verdes”, ou seja, com menor impacto possível ao meio ambiente. O crescimento dessa demanda está levando profissionais a se especializarem cada vez mais no segmento a fim de garantir obras conscientes e eficientes no uso de recursos como água, energia elétrica e materiais; na gestão dos resíduos, além da prevenção da poluição, entre outros itens apoiados no tripé ambiental, econômico e social. “Buscamos inserir os novos projetos a essa realidade contemporânea. Precisamos estar sempre atualizados no sentido de atender as necessidades dos clientes e, paralelamente, dar nossa contribuição à saúde do planeta, com edificações que sejam referências”, comenta o arquiteto Guto Biazzetto, da Gambiarra Arquitetura, que está se especializando no Processo AQUA de Construção Sustentável, da Fundação Vanzolini, uma das mais respeitadas instituições educacionais do setor, mantida e gerida por professores da USP. “A certificação é uma forma de garantir que todos os quesitos foram seguidos à risca, além de dar mais credibilidade ao projeto sustentável”, explica. Mas não é apenas em novas construções que esse tipo de iniciativa está ganhando peso. As já existentes também estão buscando melhorias com alterações viáveis que podem render a conquista do

reconhecimento. É aí que entra a experiência de um profissional com capacidade técnica para realizar as mudanças necessárias sem causar transtornos, otimizando a obra. “Não podemos esquecer que cada tipo de construção e/ou edificação é avaliado individualmente e tem vários pontos a serem levados em consideração. Um edifício de escritórios demanda detalhes de execução diferentes de um hotel

ou uma residência, por exemplo. Mas queremos que nossos clientes estejam embasados para buscar projetos mais sustentáveis ou adaptar os seus, podendo se certificar pelo Processo AQUA”, destaca o arquiteto.

Comprovação

No exterior, a reconhecida certificação americana LEED, sigla que significa Liderança em Design Am-

Dia dos Pais

Abrasce estima aumento de 7% nas vendas em shopping centers O Dia dos Pais deste ano deve aquecer as vendas nos shopping centers brasileiros. Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers – Abrasce, a estimativa é de alta de 7% em relação ao mesmo período do ano passado. Artigos eletrônicos, livros e perfumes devem ser os principais presentes escolhidos pelas famílias para presentear os pais de todo o Brasil. Os produtos de beleza e os

cosméticos parecem não passar por crise alguma e a procura por esses itens é sempre crescente, principalmente em datas comemorativas. O ingresso masculino nesse mercado, com produtos cada vez mais específicos, é um dos fatores que impulsiona a demanda, além do custo mais acessível que atrai público cada vez maior. O Dia dos Pais deve aumentar, também, a frequência nos restaurantes e lanchonetes das praças

de alimentação dos shoppings, que recebem, cada vez mais, um público interessado na variedade de gastronomia e lazer, além das compras. “Apesar dos restaurantes de rua estarem passando uma fase ruim com a alta de preços, onda de manifestações e consequente queda na demanda, as praças de alimentação, por enquanto, não sentiram queda significativa nas vendas.” diz Adriana Colloca, superintendente da Abrasce.

Anglo American aumenta em 69% lucro operacional em fosfatos A Unidade de Negócio Nióbio e Fosfatos da Anglo American registrou lucro operacional de US$ 49 milhões no mercado brasileiro de fosfatos, um aumento de 69% em relação ao ano anterior. A produção chegou a 600 mil toneladas de fertilizantes, 15% maior em relação a 2012, devido a uma

série de iniciativas de otimização de ativos que reduziram custos e melhoraram o desempenho geral nas duas plantas de beneficiamento, localizadas em Catalão (GO) e Cubatão (SP). A alta nos preços dos grãos incentivou agricultores a antecipar as compras de fertilizantes

no primeiro trimestre do ano. No segundo trimestre, entretanto, os preços dos grãos caíram, impactando diretamente a demanda por fertilizantes. No Brasil, prevê-se uma forte demanda para a safra de verão, apesar da expectativa de menor consumo nos mercados dos Estados Unidos e Índia.

Banco Original participa do Circuito Feicorte em Campo Grande O Banco Original, uma das principais instituições financeiras voltadas ao agronegócio no Brasil, participará da 2º Edição do Circuito Feicorte, que acontecerá em Campo Grande (MS) nos dias 30 e 31 de julho. Com o objetivo de aproximar-se ainda mais do pecuarista, o Banco Original é, pela segunda vez consecutiva, patrocinador master do circuito que integra a programação da Feicorte, maior feira indoor de pecuária na América Latina. É ainda a única instituição financeira a patrocinar o evento, que neste ano acontece também nas cidades de Ji‐Paraná (RO) e Paragominas (PA). Reconhecido por sua expertise na área de inteligência de mercado,

o Original estará presente também no ciclo de palestras, um dos destaques do Circuito Feicorte. O gerente regional do Banco Original, Daniel Silva Pagotto, apresentará o tema “Influência do Clima na Pecuária”. Entre as questões abordadas estão o efeito das variações climáticas sobre as pastagens e as estratégias de manejo mais adequadas, além das medidas para minimizar os impactos do clima em cada etapa da pecuária (cria, recria e engorda). “Estamos atentos às necessidades dos pecuaristas que buscam profissionalização e melhoria de investimentos. Dispomos de uma equipe especializada para atender as necessidades dos pecuaristas que demandam crédito para investir em

tecnologia e intensificar a produção para atingir margens maiores”, afirma Daniel Pagotto. O Banco Original também terá estandes especialmente montados para atender de forma personalizada os pecuaristas da região, informando e esclarecendo os visitantes sobre produtos financeiros, como CPR (Cédulas de Produto Rural), Capital de Giro, LCA (Letras de Crédito do Agronegócio) e outros. Entre os diferenciais do Banco Original está a sua capacidade de entender os negócios do pecuarista. Para isso, conta com uma equipe de profissionais formados em áreas como veterinária, agronomia e zootecnia, ajustando melhor a proposta de financiamento às necessidades do cliente.

biental e Energia, é concedida em diferentes níveis e após análises de diversas categorias de um projeto. Assim como a francesa Démarche HQE, na qual a AQUA se baseia e que é considerada uma das mais importantes do mundo. A certificação só ocorre após auditorias presenciais da instituição certificadora e esse processo dura meses, dependendo do tipo da obra.

BB Investimentos analisa resultado de 2T13 de Gerdau Bom desempenho no mercado interno e na América Latina. No 2T13, a Gerdau apresentou uma queda de 3,0% no volume de vendas A/A, devido ao fraco desempenho nas exportações a partir do Brasil e na América do Norte. No entanto, como houve aumento na receita líquida por tonelada em função da apreciação do dólar, o faturamento consolidado acabou recuando em menor proporção do Já em relação ao 1T13, as vendas avançaram 1,7% com o crescimento nas operações do Brasil (mercado interno), da América Latina e Aços Especiais. A recuperação da produção de automóveis no Brasil e o aumento da demanda na Argentina e Chile favoreceram esse resultado. Na mesma linha do comparativo anual, a desvalorização cambial favoreceu ainda mais o faturamento das vendas no mercado externo e a receita líquida acabou avançando 7,8% T/T. No comparativo A/A, a margem bruta consolidada recuou 0,7 p.p. A/A, devido à menor diluição dos custos fixos com o recuo das vendas na América do Norte e à desvalorização do real, que elevou os custos nas operações da América do Norte e de Aços Especiais. Já as operações do Brasil e América Latina foram beneficiadas pelo maior volume de vendas e pelo melhor mix, mas não o suficiente para elevar a margem consolidada. Como as despesas com vendas, gerais e administrativas se mantiveram estáveis no mesmo comparativo, o EBITDA de R$ 1,2 bilhão, com margem de 12,1%, representou uma queda de 3,9% A/A. Já em relação ao trimestre anterior, houve queda de margem bruta apenas nas operações da América do Norte, porém não o suficiente para prejudicar o desempenho consolidado, cujo resultado foi 3,7 p.p. maior. Com isso, o EBITDA T/T avançou 48,6% e a margem 3,3 p.p.


Diário Indústria&Comércio

Publicidade Legal Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. A7

A empresa abaixo torna público que solicitou junto ao IAP a Licença de Instalação, para o empreendimento a seguir especificado; EMPRESA: A1 Tecnologia e Indústria Mecânica Ltda; ATIVIDADE: Fabricação de Estruturas Metálicas; ENDEREÇO: Avenida das Araucárias, 3491 – Thomaz Coelho; MUNICÍPIO: Araucária – PR.

Súmula de Recebimento de Licença Prévia A IMPACT INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ARAMADOS LTDA torna público que recebeu da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental de Operação n° 13000158 válida até 30/07/2014 para a atividade de fabricação de máquinas e aparelhos de refrigeração e ventilação para uso industrial e comercial, peças e acessórios, situada à Rua Said Mohamed El-Khatib, 251, Cidade Industrial, Curitiba, PR.

A empresa abaixo torna público que recebeu junto ao IAP a Licença Prévia com a validade de 27/06/2014, para o empreendimento a seguir especificado; EMPRESA: A1 Tecnologia e Indústria Mecânica Ltda; ATIVIDADE: Fabricação de Estruturas Metálicas; ENDEREÇO: Avenida das Araucárias, 3491 – Thomaz Coelho; MUNICÍPIO: Araucária – PR.

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro- Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Á empresa MARMO – ADMINISTRADORA E INCORPORADORA DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/0001-99, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.0002,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, torna-se necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumir-se-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

SÚMULA DE LICENÇA PRÉVIA

CAMPINA CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA. ME, inscrita no CNPJ/MF sob n° 82.072.232/000101, torna público que solicitou ao Instituto Ambiental do Paraná – IAP, Licença Prévia (LP), para empreendimento imobiliário/conjunto habitacional no imóvel com medidas e confrontações caracterizadas na Matrícula 7471, Almirante Tamandaré, Paraná.

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro- Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 - e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Ao Sr. MAXIMILIANO BOSCARDIN e eventuais sucessores e herdeiros De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/0001-99, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.000-2,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, torna-se necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumir-se-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

COMUNICADO A TIM, em atenção ao disposto no Regulamento do Serviço Móvel Pessoal, aprovado pela Resolução da ANATEL nº 477/07, e a INTELIG, em atenção ao disposto no Regulamento do Serviço Telefônico Fixo Comutado, aprovado pela Resolução nº 426/06, informam aos seus clientes e ao público em geral que seus serviços de telefonia móvel e TIM Fixo, prestados na cidade de Curitiba, no estado do Paraná (código de área 41), passarão por um período de instabilidade, o que poderá causar dificuldade para originar e receber chamadas das 00h às 06h nos dias 13/08/2013, 15/08/2013, 17/08/2013 e 18/08/2013 (horário de Brasília), devido à atividade programada.

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5006887-58.2013.404.7000/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : MARCELO DE SOUZA OLIVEIRA EDITAL N.º 7424510 EDITAL DE CITAÇÃO PRAZO: 30 (TRINTA) DIAS FINALIDADE: CITAÇÃO de MARCELO DE SOUZA OLIVEIRA, inscrito no CPF nº 07932757924, para que, no prazo de 03 (três) dias, efetue o pagamento da dívida no valor de R$ 11.647,26 (onze mil seiscentos e quarenta e sete reais e vinte e seis centavos), acrescido de 10 % de honorários advocatícios, válido até fevereiro de 2013, e das custas processuais, com demais acréscimos, a ser devidamente atualizado monetariamente à época do efetivo pagamento, sob pena de penhora em tantos bens quantos bastem para satisfazer o crédito, nos termos do art. 652, §1º, do CPC, observando que, efetuado o pagamento integral no prazo supra, a verba honorária será reduzida pela metade (art. 652-A, par. único do CPC). Fica, ainda, ciente de que poderá oferecer embargos à execução, no prazo de 15 (quinze) dias, contados do decurso de prazo do presente edital, nos termos do art. 738, caput do CPC, independentemente de penhora, depósito ou caução, e que no mesmo prazo, reconhecendo o crédito do exeqüente e comprovando o depósito de 30% do valor em execução, inclusive custas e honorários de advogado, poderá o executado requerer ao juiz seja admitido a pagar o restante em até 6 parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e juros de 1% ao mês (art. 745-A do CPC). Expedido nesta cidade de Curitiba, Estado do Paraná, 15 de julho de 2013. Eu, Renato Bueno, estagiário, digitei e eu, Wagner Caetano Bruginski, Diretor de Secretaria, conferi este edital, que vai assinado pelo MM. Juiz Federal desta Vara. Flavio Antonio da Cruz Juiz Federal Substituto

AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE N 382.13 Objeto: Execução de obra para implantação e melhoria do Sistema de Proteção contra Descarga Atmosférica – SPDA, no prédio da sede administrativa da SANEPAR, na cidade de Curitiba, com fornecimento total de materiais e equipamentos, conforme detalhado nos anexos do edital. Recursos: Próprios. Preço Máximo Admitido: R$ 63.498,44. Disponibilidade do Edital: de 8/8/2013 até o dia 14/8/2013. Abertura da Licitação: 15/8/2013 às 10h. Informações complementares: Podem ser obtidas na Sanepar à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 - Curitiba/PR, Fones (41)3330-3910/3330-3128 ou Fax (41)3330-3174/33303200, ou pelo site http://licitacao.sanepar.com.br/.

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro- Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 - e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Ao Sr. MATEUS NAVARINI e a sra. IZABEL CRISTINA BOSCARDIN NAVARINI e eventuais sucessores e herdeiros De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/0001-99, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.000-2,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, tornase necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumir-se-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro- Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 - e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Ao Sr. PRETEXTATO ATHAYDE e a Sra. DALVINA BOSCARDIN ATHAYDE e eventuais sucessores e herdeiros De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/0001-99, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.000-2,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, torna-se necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumir-se-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

TIM Curitiba, 7 de agosto de 2013.

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1353.13 Objeto: Aquisição de Rosca Inclinada e Horizontal Transportadora Helicoidal de Lodo. Limite de Acolhimento de Propostas: 20/08/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 20/08/13 às 14h por meio de sistema eletrônico no site http: //www. licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 160.149,55. AVISO DE PRORROGAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1334.13 Objeto:AQUISIÇÃO DE ESTAÇÃO ELEVATORIA FLUTUANTE Esclarecimentos: Prorrogado para até as 17:00 horas do dia 16/08/13. Limite de Acolhimento de Propostas: Prorrogado para até às 09:00 horas do dia 20/08/13. Data da Disputa de Preços: Prorrogada para as 15:00 horas do dia 20/08/13. Curitiba, 06 de agosto de 2013. Antonio Hallage - Diretor Administrativo

LP INVESTIMENTOS S.A. CNPJ nº 08.303.511/0001-94 e NIRE nº 41300072051 ATA DA 1ª ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA REALIZADA EM 28 de Junho de 2013 1. Data, hora e local: 28 de Junho de 2013, às 11 horas, em Curitiba, PR, na Av. Cândido Hartmann, nº 1.400, Bairro Bigorrilho, CEP 80710-570. 2. Convocação e presença: Dispensada a publicação de editais de convocação face à presença de 100% (cem por cento) dos acionistas, conforme assinatura desta Ata. 3. Mesa: Samuel Ramos Lago e Samuel Ferrari Lago, como Presidente e Secretário, respectivamente. 4. Ordem do dia: a) Apreciação das publicações de Balanço Patrimonial, Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, Demonstração do Resultado e Demonstração de Fluxos de Caixa relativos aos exercícios sociais encerrados a partir de 31/12/2006 até 31/12/2012; b) Ratificação das Distribuições de Lucros Realizadas até esta data, conforme as demonstrações aprovadas. c) Reeleição dos membros da Diretoria. 5. Deliberações: a) Foram apresentados, examinados, discutidos e aprovados, por unanimidade de votos, o Balanço Patrimonial e as Demonstrações Financeiras relativas aos exercícios sociais encerrados a partir de 31/12/2006 até 31/12/2012, publicados no Diário Oficial do Estado do Paraná no dia 25 de Junho de 2013, páginas 46, 47 e 56, edição n. 8985, com errata publicada no dia 27 de Junho de 2013, página 43, edição n. 8987, e no Jornal Indústria & Comércio no dia 25 de Junho de 2013, páginas A8 e B3 (seção Diário Indústria&Comércio), e que também ficarão arquivados na sede da companhia. Nos termos do art. 133, §4º da Lei 6.404/76 considerou-se que com a entrega dos documentos antes da realização desta Assembléia, fica sanada a falta de publicação dos anúncios e/ou a inobservância dos prazos previstos no art. 133 da Lei 6.404/76. b) São ratificadas todas as Distribuições de Lucros realizadas até a presente data, conforme estipulado nas Demonstrações Financeiras aprovadas por este instrumento. c) Foi aprovada a reeleição dos Membros da Diretoria, para o triênio de 2013/2015, que se encerra com a eleição dos novos membros na Assembléia Geral Ordinária subsequente foram reeleitos: i. Para o cargo de Diretor Presidente: o Sr. Samuel Ramos Lago, brasileiro, natural de Lins, SP, separado judicialmente, empresário, domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Padre Anchieta, nº 1123, apto. 1201, Bairro Bigorrilho, CEP 80730-000, portador da Cédula de Identidade Civil RG nº 364.809-5/SSP/PR e inscrito no CPF (MF) sob nº 000.958.859-00; ii. Para o cargo de Diretor sem denominação específica: O Sr. Samuel Ferrari Lago, brasileiro, casado pelo regime de comunhão parcial de bens, administrador de empresas, residente e domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Euclides da Cunha, nº 1150, apto. 701, Bairro Bigorrilho, CEP 80730-360, portador da Cédula de Identidade Civil RG nº 3.668.497-6/SSP/PR e inscrito no CPF (MF) sob nº 599.964.209-49; iii. Para o cargo de Diretor sem denominação específica: O Sr. Paulo Fernando Ferrari Lago, brasileiro, divorciado, administrador de empresas, residente e domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Euclides da Cunha, nº 1150, apto. 501, Bairro Bigorrilho, CEP 80760-360, portador da Cédula de Identidade Civil RG nº 3.668.501-8/ SSP/PR e inscrito no CPF (MF) sob nº 609.974.359-68; e iv. Para o cargo de Diretor sem denominação específica: A Srª Thais Susana Ferrari Lago, brasileira, divorciada, apresentadora e atriz, residente e domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Euclides da Cunha, nº 1150, apto. 301, Bairro Bigorrilho, CEP 80730-360, portadora da Cédula de Identidade Civil RG nº 3.668.496-8/SSP/PR e inscrita no CPF (MF) sob nº 609.974.609-97. 6. Encerramento: Finalizando os trabalhos, o Sr. Presidente ofereceu a palavra a quem dela quisesse fazer uso e, como ninguém se manifestou, foi suspensa a sessão pelo tempo necessário à lavratura da presente Ata. Reabertos os trabalhos, esta Ata, redigida na forma prevista pelo Artigo 130, da Lei nº 6.404/76, foi lida, aprovada e assinada pelos presentes. A presente Ata é cópia fiel da que se encontra lavrada no livro de Atas da Sociedade. Curitiba, PR, 28 de Junho de 2013. Mesa: SAMUEL RAMOS LAGO SAMUEL FERRARI LAGO Presidente Secretário Acionistas: SAMUEL RAMOS LAGO SAMUEL FERRARI LAGO PAULO FERNANDO FERRARI LAGO THAIS SUSANA FERRARI LAGO Visto do Advogado: Ademar Cardec Seccatto OAB/PR 44.904 Registrada sob no 20132873293, em 19 de julho de 2013. TERMO DE POSSE Neste ato e na melhor forma de direito, SAMUEL RAMOS LAGO, brasileiro, natural de Lins, SP, separado judicialmente, empresário, domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Padre Anchieta, nº 1123, apto. 1201, Bairro Bigorrilho, CEP 80730000, portador da Cédula de Identidade Civil RG nº 364.809-5/SSP/PR e inscrito no CPF (MF) sob nº 000.958.859-00, eleito para o cargo de Diretor Presidente da LP INVESTIMENTOS S.A., pessoa jurídica de direito privado, com sede e foro em Curitiba, PR, na Avenida Candido Hartmann, nº. 1400, Bairro Bigorrilho, CEP 80710570, com contrato social devidamente arquivado na Junta Comercial do Estado do Paraná sob NIRE nº. 41300072051, e inscrita no CNPJ nº. 08.303.511/0001-94 (doravante denominada simplesmente “Sociedade”), declara, para todos os fins e efeitos legais, (i) que não está impedido por lei especial, ou condenado por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, contra a economia popular, a fé pública ou a propriedade, ou a pena criminal que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos, como previsto no § 1º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; (ii) que atende ao requisito de reputação ilibada estabelecido pelo §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; e (iii) que não ocupa cargo em sociedade que possa ser considerada concorrente da Sociedade, e não tem, nem representa, interesse conflitante com o da Sociedade, na forma dos incisos I e II do §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76, e toma posse do seu cargo como Diretor Presidente da Sociedade, cargo para o qual foi eleito nesta data, com todos os poderes, direitos e obrigações que lhe são atribuídos pelas leis e pelo Estatuto

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1354.13 Objeto: Contratação de serviços de análises laboratoriais. Limite de Acolhimento de Propostas: 20/08/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 20/08/13 às 14h30 por meio de sistema eletrônico no site http://www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 452.444,90. Informações Complementares: Podem ser obtidas na Sanepar, à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 – Curitiba/PR, Fones (41) 3330-3910 / 3330-3128 ou Fax (41) 3330-3901 / 3330-3200, ou no site acima mencionado.

Social da Sociedade, para ocupar o cargo durante o mandato de 3 (três) anos que se encerra com a eleição dos novos membros na Assembléia Geral Ordinária subseqüente. Confere com o original lavrado em livro próprio. Curitiba, 28 de junho de 2013. Samuel Ramos Lago Diretor TERMO DE POSSE Neste ato e na melhor forma de direito, SAMUEL FERRARI LAGO, brasileiro, casado pelo regime de comunhão parcial de bens, administrador de empresas, residente e domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Euclides da Cunha, nº 1150, apto. 701, Bairro Bigorrilho, CEP 80730-360, portador da Cédula de Identidade Civil RG nº 3.668.497-6/ SSP/PR e inscrito no CPF (MF) sob nº 599.964.209-49, eleito para o cargo de Diretor sem denominação específica da LP INVESTIMENTOS S.A., pessoa jurídica de direito privado, com sede e foro em Curitiba, PR, na Avenida Candido Hartmann, nº. 1400, Bairro Bigorrilho, CEP 80710-570, com contrato social devidamente arquivado na Junta Comercial do Estado do Paraná sob NIRE nº. 41300072051, e inscrita no CNPJ nº. 08.303.511/0001-94 (doravante denominada simplesmente “Sociedade”), declara, para todos os fins e efeitos legais, (i) que não está impedido por lei especial, ou condenado por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, contra a economia popular, a fé pública ou a propriedade, ou a pena criminal que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos, como previsto no § 1º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; (ii) que atende ao requisito de reputação ilibada estabelecido pelo §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; e (iii) que não ocupa cargo em sociedade que possa ser considerada concorrente da Sociedade, e não tem, nem representa, interesse conflitante com o da Sociedade, na forma dos incisos I e II do §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76, e toma posse do seu cargo como Diretor sem denominação específica da Sociedade, cargo para o qual foi eleito nesta data, com todos os poderes, direitos e obrigações que lhe são atribuídos pelas leis e pelo Estatuto Social da Sociedade, para ocupar o cargo durante o mandato de 3 (três) anos que se encerra com a eleição dos novos membros na Assembléia Geral Ordinária subseqüente. Confere com o original lavrado em livro próprio. Curitiba, 28 de junho de 2013. Samuel Ferrari Lago Diretor TERMO DE POSSE Neste ato e na melhor forma de direito, PAULO FERNANDO FERRARI LAGO, brasileiro, divorciado, administrador de empresas, residente e domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Euclides da Cunha, nº 1150, apto. 501, Bairro Bigorrilho, CEP 80760360, portador da Cédula de Identidade Civil RG nº 3.668.501-8/SSP/PR e inscrito no CPF (MF) sob nº 609.974.359-68, eleito para o cargo de Diretor sem denominação específica da LP INVESTIMENTOS S.A., pessoa jurídica de direito privado, com sede e foro em Curitiba, PR, na Avenida Candido Hartmann, nº. 1400, Bairro Bigorrilho, CEP 80710-570, com contrato social devidamente arquivado na Junta Comercial do Estado do Paraná sob NIRE nº. 41300072051, e inscrita no CNPJ nº. 08.303.511/0001-94 (doravante denominada simplesmente “Sociedade”), declara, para todos os fins e efeitos legais, (i) que não está impedido por lei especial, ou condenado por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, contra a economia popular, a fé pública ou a propriedade, ou a pena criminal que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos, como previsto no § 1º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; (ii) que atende ao requisito de reputação ilibada estabelecido pelo §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; e (iii) que não ocupa cargo em sociedade que possa ser considerada concorrente da Sociedade, e não tem, nem representa, interesse conflitante com o da Sociedade, na forma dos incisos I e II do §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76, e toma posse do seu cargo como Diretor sem denominação específica da Sociedade, cargo para o qual foi eleito nesta data, com todos os poderes, direitos e obrigações que lhe são atribuídos pelas leis e pelo Estatuto Social da Sociedade, para ocupar o cargo durante o mandato de 3 (três) anos que se encerra com a eleição dos novos membros na Assembléia Geral Ordinária subseqüente. Confere com o original lavrado em livro próprio. Curitiba, 28 de junho de 2013. Paulo Fernando Ferrari Lago Diretor TERMO DE POSSE Neste ato e na melhor forma de direito, THAIS SUSANA FERRARI LAGO, brasileira, divorciada, apresentadora e atriz, residente e domiciliado em Curitiba, PR, na Rua Euclides da Cunha, nº 1150, apto. 301, Bairro Bigorrilho, CEP 80730-360, portadora da Cédula de Identidade Civil RG nº 3.668.496-8/SSP/PR e inscrita no CPF (MF) sob nº 609.974.609-97, eleita para o cargo de Diretor sem denominação específica da LP INVESTIMENTOS S.A., pessoa jurídica de direito privado, com sede e foro em Curitiba, PR, na Avenida Candido Hartmann, nº. 1400, Bairro Bigorrilho, CEP 80710-570, com contrato social devidamente arquivado na Junta Comercial do Estado do Paraná sob NIRE nº. 41300072051, e inscrita no CNPJ nº. 08.303.511/0001-94 (doravante denominada simplesmente “Sociedade”), declara, para todos os fins e efeitos legais, (i) que não está impedido por lei especial, ou condenado por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, contra a economia popular, a fé pública ou a propriedade, ou a pena criminal que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos, como previsto no § 1º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; (ii) que atende ao requisito de reputação ilibada estabelecido pelo §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76; e (iii) que não ocupa cargo em sociedade que possa ser considerada concorrente da Sociedade, e não tem, nem representa, interesse conflitante com o da Sociedade, na forma dos incisos I e II do §3º do art. 147 da Lei nº 6.404/76, e toma posse do seu cargo como Diretor sem denominação específica da Sociedade, cargo para o qual foi eleito nesta data, com todos os poderes, direitos e obrigações que lhe são atribuídos pelas leis e pelo Estatuto Social da Sociedade, para ocupar o cargo durante o mandato de 3 (três) anos que se encerra com a eleição dos novos membros na Assembléia Geral Ordinária subseqüente. Confere com o original lavrado em livro próprio. Curitiba, 28 de junho de 2013. Thais Susana Ferrari Lago Diretor

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro-Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 - e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Ao Sr. JULIO VERNER NADOLNY e a Sra. CYNTIA GUIMARÃES DE VASCONCELLOS e eventuais sucessores e herdeiros De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/0001-99, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.0002,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, torna-se necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumir-se-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

6°OFÍCIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS CURITIBA –PR Rua Mal. Deodoro, 717, 8ºandar Centro-Curitiba-PR-CEP80020-912 Telefone:(41) 3224-9304 - e-mal/: cartorio6cri@gmail.com EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Ao Sr. SANTIM PIOVEZAN, Sra. NEUSA MACHADO PIOVEZAN e o Sr. THIAGO SANTIM PIOVEZAN e eventuais sucessores e herdeiros De acordo com o art. 213, II, da Lei 6.015/73, Piemonte Participações S.A., inscrita no CNPJ/MF nº 10.995.008/0001-99, na qualidade de proprietária do imóvel objeto da matricula nº 63.272, Lote de forma irregular, de frente para a Alameda Cabral, com Indicação Fiscal nº 11.106.001.0002,protocolizou sob nº454.292, em data de 05 de junho de 2013, requerimento para averbação de retificação administrativa do referido imóvel, conforme cópia de planta e memorial descritivo a disposição nesta Serventia. Assim, na forma do inciso II, ξ 2º, art. 213, da Lei 6.015/73, torna-se necessária a notificação dos confrontantes, que assim preceitua:..."não sendo encontrado o confrontante ou estando em lugar incerto ou não sabido, tal fato será certificado pelo oficial encarregado da diligência, promovendo-se a notificação mediante edital, com o mesmo prazo fixado no ξ2º (15 dias), publicado por 2 (duas)vezes em jornal de grande circulação". Na oportunidade fica alertado Vossa Senhoria, do que dispõe o Inciso II, ξ 4º, da Lei 6.015/73, que assim preceitua: "Presumir-se-á a anuência do confrontante que deixar de apresentar impugnação no prazo de notificação", ou seja, dentro dos 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação do presente edital. Diante do exposto, fica Vossa Senhoria notificado do inteiro teor deste edital, da advertência e dos documentos ora disponíveis nesta Serventia.Curitiba, 30 de junho de 2013. Renato Augusto da Silveira – Escrevente Juramentado – Portaria 216/2009

RAIMUNDO MAGALHÁES DE MORAES, Leiloeiro Público Oficial, registrado na JUCEPAR sob o número 678 e devidamente autorizado e designado pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF, por meio da Gerência de Filial de Alienação de Bens Móveis - GILIE/CT, torna público aos interessados que venderá, pela maior oferta, respeitado o preço mínimo de venda, no estado físico em que se encontra(m), móvel (is) recebido (s) em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária e bens inservíveis, discriminados logo abaixo. O Edital de Leilão Público - Condições Básicas, do qual é parte integrante o presente Aviso de Venda, estará à disposição dos interessados em horário bancário, nas Agências da CAIXA situadas no Estado do Paraná, na GILIE/CT – Rua Marechal Deodoro, 450, Centro, Curitiba/PR; e no escritório do Leiloeiro Raimundo Magalhães de Moraes, localizado na Rua Jacarezinho, 1257. Cj. 104. Mercês, Curitiba/PR. O Leilão realizar-se-á no dia 13/08/2013, às 14h30, na Rua Jacarezinho, 1257. Cj. 104, Mercês, Curitiba/PR, na presença dos interessados ou seus procuradores que comparecerem no ato. Maiores informações nos telefones (41) 3029-8555 e (41) 8415-6982. Os lances são verbais e deverão ser ofertados no pregão pelos interessados ou seus procuradores, estes devidamente investidos por instrumento de mandato, com firma do outorgante reconhecida por tabelião. Será considerado lance vencedor aquele que resultar no maior valor acima do preço mínimo apresentado no ato do leilão. O arrematante paga, no ato do leilão, o valor da comissão do leiloeiro, correspondente a 5 % do lance vencedor mais ICMS sobre o valor arrematado, transferência, multas e despesas dos veículos são de responsabilidade do arrematante. O valor da comissão do leiloeiro não compõe o valor do lance ofertado. O arrematante paga, no ato do leilão, a título de sinal para garantia de contratação, o valor correspondente a 5% do lance ofertado. Os pagamentos no ato far-se-ão em moeda nacional e/ou pela emissão de 02 (dois) cheques, sendo um de valor correspondente à comissão do leiloeiro e o outro referente ao sinal. RELAÇÃO DE BENS:LOTE 01 - Renault Scenic RXE 2.0, Ano: 2002/2002, Placa: AKD-9680, preço mínimo R$ 5.900,00, DÉBITOS R$ 1.600,00, LOTE 02 - Fiat/Tempra Ouro 16V Ano: 1994/1994, Placa: AEI-0792, preço mínimo R$ 100,00, DÉBITOS R$ 2.100,00, LOTE 03 - Fiat/Uno Mille Fire, Ano: 2005/2006, Placa: AMS-9483, preço mínimo R$ 4.900,00, DÉBITOS R$ 600,00, LOTE 04 - Honda/CG 125 FAN KS Ano: 2011/2011, Placa: AUY-5270, preço mínimo R$ 1.000,00, DÉBITOS R$ 1.050,00. Curitiba, 6 de agosto de 2013 – Raimundo Magalhães de Moraes – Leiloeiro Público Oficial.


judiciário

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. A8

Opinião

coluna@induscom.com.br

Trocamos uma violência por outra Conforme Lewis Henry Morgan, a raça humana viveu, progressivamente, um período de selvageria que precedeu a barbárie, e esta precedeu a civilização. Com a civilização surgiu o Estado. Alguns datam a gênese do Estado há cerca de 10 mil anos, na Mesopotâmia. Assim, conforme os contratualistas, a civilização criou o Estado e concentrou a força física (poder da violência física) em suas mãos, o monopólio da “força pública”. O uso dessa força foi desenvolvido desde a prática tirânica, arbitrária e absoluta do despotismo, até dos chamados regimes democráticos da modernidade. Com a modernidade tem-se o Estado, o Direito e as Instituições sociais e políticas. Com isso, operou-se uma substituição da força física, que passou a ser monopólio do Estado, pelo argumento, pela fala, pela voz. O ser humano, individual ou coletivamente, passou a usar a negociação, a composição; portanto, o argumento no lugar da violência, da força física. Ocorre que, também na modernidade, os espaços públicos da fala, do debate, do argumento e da ação coletiva (fora do Estado) passaram a ser monopolizados pelos meios de comunicação. Desde a antiguidade selvagem até os dias atuais, ocorreu um processo de “domesticação” do ser humano, com a retirada da possibilidade da força física (o que efetivamente tornou possível uma convivência civilizada, pois, sem ela, a própria espécie humana já teria sido extinta), em substituição pela razão argumentativa, que, porém, tornou-se monopólio dos meios de comunicação de massa. Assim, o Estado usa a força apenas para evitar seu uso por parte do indivíduo, ou seja, a força contra o uso da força. E o uso da razão, que é manifesta primordialmente pela palavra, pelo argumento, foi usurpada pelos grandes meios de comunicação que passaram a ter o monopólio da voz, da palavra. Dessa forma, a civilização proibiu o uso da força e monopolizou (em favor de um pequeno grupo) o uso da palavra, ou seja, da manifestação da razão, manipulando a razão dos demais, e assim, o ser humano foi domesticados pela sua própria espécie. A moderação e a estabilização de interesses e de expectativas são produzidas por meio do convencimento racional, com o uso do argumento, da fala. Para que a fala tenha a força de produzir essa estabilidade é necessário que ela seja compreendida e assimilada como sendo verdadeira, portanto, deve ter força de verdade. Nos meios de comunicação de massa, a verdade do argumento está relacionada à autoridade de seu emissor. Se determinada pessoa ou meio de comunicação disse determinada coisa, ela carrega uma força de verdade, pois quem a disse tem autoridade de fazer com que o seu “dito”, seja o efetivo “feito”. Nos casos dos meios de comunicação, principalmente no Brasil, onde o que é dito é “produzido” por um pequeno número de empresas, a autoridade de quem diz e, portanto, a verdade do que é dito, se manifesta no poder de dizê-la: assim, a verdade é produzida e dita por quem tem o poder de dizê-la. O ser humano, portanto, trocou um poder dominante por outro: o poder de domínio da força pelo poder do domínio da comunicação e, portanto, da fala, do argumento e, em última análise, da própria manipulação. Civilização é inteligência (razão); barbárie é instinto (paixão); assim, a civilização proíbe o instinto e manipula a inteligência. O Estado possui o monopólio da força física e poucos meios de comunicação possuem o monopólio da força da argumentação. Logo, se na antiguidade o ser humano vivia sob o jugo de quem (indivíduos ou grupos) possuía a força física, exercida através da violência corporal (que hoje é monopolizada pelo Estado); atualmente, vive sob outro jugo, o da violência da razão, do convencimento, exercida e imposta por quem possui a força e o monopólio da fala, da comunicação. *Edson Luís Kossmann é advogado e sócio da Dallagnol Advogados Associados.

Decisão STJ

Afastada a prescrição em ação monitória relativa a debêntures O termo inicial do prazo de prescrição para o ajuizamento da ação monitória relativa a debêntures emitidas na vigência do Código Civil de 1916 e cobradas na vigência do Código Civil de 2002 é fixado na data de entrada em vigor da nova legislação, ou seja, em 11 de janeiro de 2003. A decisão é da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao julgar recurso interposto pelo Banco do Nordeste do Brasil contra decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). O Banco do Nordeste, na condição de operador do Fundo de Investimento do Nordeste (Finor), celebrou contrato de

financiamento em 1991, com sucessivos aditivos, operação lastreada por escritura de emissão de debêntures da empresa tomadora dos recursos. Segundo o relator do recurso no STJ, ministro Paulo de Tarso Sanseverino, o TJAL aplicou de forma retroativa o prazo prescricional do artigo 206 para o período de vigência do Código Civil de 1916, em contrariedade ao entendimento da Corte Superior. O STJ considera que os novos prazos fixados pelo Código Civil de 2002 e sujeitos à regra de transição do artigo 2.028 devem ser contados a partir da sua entrada em vigor, isto é, a partir de 11 de janeiro de 2003.

Benefícios da gratuidade judiciária incluem honorários de perito Em caso de perícia técnica solicitada por quem seja beneficiário de assistência judiciária gratuita, se o perito não aceita aguardar o fim do processo para receber seus honorários, o juiz deve nomear um novo perito, servidor de órgão público, para a produção das provas. Este foi o entendimento da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O autor entrou com ação cautelar de produção antecipada de prova depois de ter adquirido uma barra de cereais e supostamente ter encontrado nela “teias de aranha, ovos, restos de insetos e larvas”. Ele afirmou que a produção antecipada de prova – para instruir ação indenizatória que seria ajuizada posteriormente contra o fabri-

cante – seria fundamental por se tratar de alimento perecível. A ministra Nancy Andrighi, relatora do processo no STJ, reconheceu que, quando requerida, a perícia deve ser paga por quem a requereu ou de acordo com a determinação do juiz, porém a Lei 1.060/50, que regula a assistência judiciária gratuita, em seu artigo 3º, explicita que os honorários do perito também fazem parte dessa assistência. O caso julgado na Terceira Turma não trata da responsabilidade definitiva pelo pagamento, mas de seu adiantamento, uma vez que a sentença é que imporá ao vencido na demanda o pagamento das despesas do processo. A decisão unânime da Terceira Turma.

Justiça&Direito

www.justicaedireito.com

processos trabalhistas

Justiça faz esforço concentrado para cobrar dívidas não pagas Grandes devedores somam mais de 100 mil processos. No total são mais de três milhões

A

Justiça do Trabalho vai fazer esforço concentrado dos dias 26 a 30 deste mês para atacar um dos maiores problemas dos processos trabalhistas: o famoso “ganhou, mas não levou” – ou seja, quando a parte tem o ganho da causa, mas não consegue cobrar a dívida. O mutirão se concentrará na Terceira Semana Nacional da Execução Trabalhista, promovida em todos os 24 Tribunais Regionais do Trabalho, com a participação do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e do Tribunal

Superior do Trabalho (TST). De acordo com o presidente do TST e CSJT, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, há mais de três milhões de processos em fase de execução na Justiça Trabalhista. Os maiores 100 devedores são parte em mais de 100 mil processos. A Viação Aérea de São Paulo, Vasp, é a empresa que lidera o ranking de pessoas jurídicas. As listas atualizadas foram divulgadas nesta terçafeira pelo TST e pelo CSJT. A expectativa é que os números de 2013 sejam ainda melhores

que os registados no ano passado. Em 2012, a Semana registrou o pagamento de R$ 643 milhões em dívidas trabalhistas, sendo R$ 420 milhões decorrentes de acordos, R$ 73 milhões de leilões e R$ 150 milhões em bloqueios do BacenJud. Foram homologados 38.863 acordos em 42.788 audiências de conciliação em Tribunais do Trabalho de todo o país. A lista dos Cem maiores devedores da JT é feita com base no Banco Nacional de Devedores Trabalhistas (BNDT), criado a partir

da Certidão Nacional de Débitos Trabalhistas, pela Lei 12.440/2011. É uma espécie de banco de dados que reúne informações necessárias à identificação de pessoas físicas e jurídicas inadimplentes. Entre as 20 primeiras empresas do ranking, seis pertencem a segmentos da atividade agrícola (agroindústria e agropecuária); outras cinco integram o setor de terceirização de mão de obra e vigilância/segurança privada; quatro atuam na área de transportes e duas são bancos estatais.

Congresso promulga emenda que dá autonomia a defensorias da União e do DF O Congresso Nacional promulgou hoje a emenda constitucional (EC 74, originada pela PEC 207/12) que estende às defensorias públicas da União e do Distrito Federal a autonomia funcional e administrativa concedida às defensorias estaduais na chamada reforma do Judiciário (Emenda Constitucional 45). Com a medida, esses órgãos passam a poder elaborar suas próprias propostas orçamentárias, desde que dentro dos limites estabelecidos na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). O encaminhamento da proposta ao Executivo para inclusão no projeto de lei do Orçamento caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF). “Esse é o primeiro passo para o

equilíbro institucional, necessário para o bom funcionamento da Justiça brasileira”, disse o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves. O presidente do Senado, Renan Calheiros, acrescentou: “Esse é um passo importante, num momento em que cada vez mais o Congresso vem buscando assegurar serviços públicos de qualidade para o povo brasileiro.” A proposta foi aprovada pela Câmara em segundo turno no último dia 16 de julho. A autora da PEC, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), estima que os 480 defensores públicos da União tenham realizado, somente em 2010, mais de um milhão de atendimen-

Antônio Cruz/ABr

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, se reúne com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para discutir a proposta que dá autonomia para as defensorias públicas da União e do Distrito Federal

tos. Segundo ela, 134 milhões de pessoas são potenciais usuários dos serviços da defensoria junto a

tribunais superiores, Justiça Federal, Justiça do Trabalho e Justiça Militar da União.

Mantida suspensão de bloqueio de R$ 130 milhões no Banco Itaú

União defende validade do Mais Médicos em processo no STF

O plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, nesta terça-feira, durante a 173ª Sessão Ordinária, manter a liminar do conselheiro Guilherme Calmon que suspendeu os atos que implicaram no bloqueio e perda da posse de R$ 130 milhões do Banco Itaú, determinados pelo juiz Ari Ferreira de Queiroz, da 3ª Vara de Fazenda Pública de Goiânia. A maioria dos conselheiros

entendeu que a liminar deve ser mantida até que se apure a celeridade incomum na determinação do bloqueio, o suposto parentesco do magistrado com a parte do processo beneficiada com o ato e a insistente expedição de ordens de transferência de quantia milionária em benefício de empresa. A decisão plenária foi tomada na Reclamação Disciplinar 000431984.2013.2.00.0000, relatada pelo

conselheiro Guilherme Calmon. A matéria tem como requerente o Banco Itaú/SA, que alega possíveis prejuízos causados pela decisão do magistrado. Na sessão, a maioria dos conselheiros seguiu o voto do relator Guilherme Calmon. Com o resultado, o próximo passo do CNJ será decidir se instaura ou não procedimento disciplinar para apurar a conduta do juiz Ari Ferreira de Queiroz.

Schin é condenada a pagar R$ 700 mil por assédio moral A Brasil Kirin, empresa dona da marca de bebidas Schin, foi condenada a pagar indenização de R$ 700 mil por assédio moral. O valor deverá ser revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O juiz Roberto Benavente Cordeiro, da 4ª Vara do Trabalho de Guarulhos (SP), determinou ainda que a empresa apure as reclamações e tome medidas efetivas para acabar com as práticas abusivas. Em inquérito civil, conduzido

pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de Guarulhos, constatou-se que os gerentes desrespeitavam os funcionários, com gritos e xingamentos, para cobrar o alcance das metas estipuladas pela empresa. Havia até ameças de que caso o desempenho não fosse satisfatório, os empregados poderiam ser enviados para outra região. “As cobranças envolviam gritos e utilização de palavras como ‘safado’ ”, informou o MPT na fundamentação da ação

contra a Kirin. O juiz determinou que a empresa divulgue internamente os canais de reclamação existentes. Segundo o texto, a Kirin deverá deixar claro para seus funcionários que vai apurar as reclamações e punir os responsáveis pelas práticas de assédio. A Brasil Kirin disse que não se manifesta sobre processos judiciais ou administrativos que estejam em trâmite.

A Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou defesa do Programa Mais Médicos em processo que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). O programa instituído pelo governo federal foi questionado pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) em mandado de segurança sob relatoria do ministro Marco Aurélio Mello. O programa foi alvo de cinco ações judiciais, três na Justiça Federal em Brasília e duas no STF. Além da ação de Bolsonaro, havia outro questionamento da Associação Médica Brasileira que foi negado pelo ministro plantonista Ricardo Lewandowski antes mesmo de ouvir as partes envolvidas. Segundo a AGU, Bolsonaro escolheu o formato errado para questionar a legalidade do programa, uma vez que a presidenta da República não pode ser responsabilizada pela discussão da MP no Congresso Nacional. No mérito, a AGU argumenta que houve a necessária urgência e relevância para a edição de MP.

Ministro nega liminar a ex-diretora da ANAC sobre acidente de Congonhas em 2007 O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou liminar no Habeas Corpus (HC) 118448, impetrado pela defesa da ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Denise Maria Ayres Abreu, que pretende anular ação penal em curso na 8ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo, sob alegação de que houve ilegalidades no processo. Denise está sendo processada pela suposta prática de atentado contra a segurança de transporte aéreo, agravada pela ocorrência de destruição da aeronave (crime pre-

visto no artigo 261, parágrafos 1º e 3º, do Código Penal) em razão do acidente com o avião Airbus A-320 da TAM ocorrido em julho de 2007 no Aeroporto de Congonhas, que matou 199 pessoas. A defesa da ex-diretora da Anac alega que o juiz da 8ª Vara Criminal Federal de São Paulo a submeteu à ação penal sem analisar as teses defensivas. Para a defesa, a ilegalidade seja a nulidade da ação penal a partir da decisão que confirmou o recebimento da denúncia e de todos os atos posteriores, e este é o pedido de mérito do HC apresentado ao

Supremo. A suposta ilegalidade foi contestada no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) por meio de habeas corpus (parcialmente negado) e posteriormente no Superior Tribunal de Justiça (STJ), tanto por meio de recurso ordinário (pendente de julgamento) como por HC, o qual teve liminar indeferida naquela corte superior, sem que o mérito tenha sido apreciado. A defesa afirmou que a iminência da submissão de Denise Abreu a ato instrutório (em 2 de julho) e ao julgamento do mérito da ação penal (em 7 e 8 de agosto) demonstrariam

a necessidade de intervenção da Corte e a concessão da liminar. De acordo com informações prestadas pela secretaria da 8ª Vara Criminal, a audiência decorrente de carta precatória que seria realizada no dia 2 de julho foi reagendada para o dia 7 de agosto e a nova data foi definida no dia 12 de junho, antes da impetração do HC no Supremo. O ministro negou a liminar por considerar que tanto o trancamento de ação penal quanto a suspensão do processo seriam providências excepcionais.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. B1

cazemek@yahoo.com.br

desenvolvimento

Instituto Senai de Inovação de Curitiba traz estrutura inédita Com mais de R$ 8 mi investidos, primeiro laboratório será inaugurado em setembro

I

néditos no Brasil e na pesquisa aplicada à indústria, os primeiros equipamentos para o Instituto Senai de Inovação (ISI) de Curitiba já foram adquiridos. Ao todo, serão 36 aparelhos, escolhidos com a consultoria do Instituto Fraunhofer IPK, da Alemanha, que atenderão as áreas de nanotecnologia, energia, petróleo e gás, baterias e acumuladores de energia, corrosão, bio-corrosão, sensores, tintas industriais e novos materiais. Foram investidos mais de R$ 8 milhões para a criação do primeiro laboratório, no prédio da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) do Jardim Botânico. Serão 300 metros quadrados com infraestrutura e equipamentos equivalentes aos centros de P&D mais avançados do mundo. Capaz de investigar a formação de filmes de tintas, resinas, colas, vernizes e solventes, uma das máquinas é o analisador de cura, único no Brasil até o momento. Outro equipamen-

to inédito na pesquisa aplicada à indústria é Spark Plasma Sintering (SPS), que permite produzir novos materiais nanoestruturados, unindo metal à cerâmica. Testes de tração mostram que essa união é mais forte que o próprio metal, possibilitando novas aplicações. Para o gerente de inovação do Senai no Paraná, Filipe Cassapo, os investimentos no ISI vão permitir a conexão entre o desenvolvimento científico e a competitividade industrial. “Através do Instituto de Inovação iremos transferir o conhecimento gerado na pesquisa para a aplicação industrial, e benefício das empresas, tornando-as mais competitivas no cenário mundial”, conta Cassapo. Segundo o gerente, os Institutos de Inovação e suas parcerias ajudarão a posicionar o Brasil dentro de uma rede internacional de pesquisa e inovação. “Ao desenvolvermos ao mesmo tempo uma rede nacional de referencia em pesquisa aplicada, por meio do con-

junto de 23 Institutos de Inovação do Senai, parcerias com universidades e centros de pesquisa no Brasil, e relacionamentos com referencias globais em Ciência, Tecnologia e Inovação, teremos a grande oportunidade de formar uma teia global de transferência de conhecimento e tecnologia, no estado da arte”, explica. Os 23 institutos de inovação serão inaugurados até 2015. ISI - O primeiro Instituto Senai de Inovação do país será inaugurado no dia 17 de setembro de 2013, em Curitiba. Com foco em Eletroquímica, o ISI tem como objetivo desenvolver soluções que fortaleçam a competitividade e a produtividade, principalmente nos segmentos de energia, construção civil, petroquímico, mineral e metalmecânico. Até 2015, a infraestrutura do ISI no Paraná deverá ser ampliada, com um novo edifício de 10 mil metros quadrados orçado em mais de R$ 50 milhões, também junto ao prédio da

Cuore di Cacao oferece Dia dos Pais com “Requinte e Ousadia” Sofisticado, inesquecível e agradável. Essas são as características dos grandes homenageados do mês de Agosto, os Pais. E foi pensando nessas qualidades que a chocolateria Cuore di Cacao preparou dois kits de edições limitadas. A chocolatière Carolina Schneider desenvolveu, juntamente com a sommelière Tháys Ferrão, um sofisticado kit de degustação, que combina vinhos do porto e chocolates finos para proporcionar uma experiência gastronômica inesquecível. O kit composto por três diferentes tipos de vinhos vem acompanhado com chocolates exclusivos da marca, a linha Ouro Negro, produzida com cacau 100% brasileiro. Para garantir uma harmonização única, foram impressas nas caixas decorativas o passo a passo de como deve ser realizado a degustação. O chocolate de textura muito

cremosa, com notas de caramelo e nuances de mel (ON.42), deve ser degustado com o Vinho do Porto de personalidade forte, Ruby. O elegante Vinho do Porto Tawny, envelhecido em barricas de carvalho, saboreado com o frutado chocolate com 60% de cacau (ON.60), mostra-se inicialmente

refrescante e possui longa permanência no paladar. Já o chocolate com notas de nozes e castanhas tostadas (ON.70) combina perfeitamente com o Vinho do Porto Branco, produzido exclusivamente com uvas brancas e garantindo um aroma de frutas brancas e tropicais.

SaveMe completa três anos e lança o SaveMe Outlet O maior portal agregador de ofertas do mercado completa, em julho, três anos de sucesso. E para continuar a proporcionar as melhores experiências de compra aos usuários, o portal acaba de lançar o SaveMe Outlet. A partir de agora, o consumidor

terá acesso a uma nova aba no portal – Outlet – que disponibilizará códigos de descontos expressivos no segmento de produtos. Esses códigos são parte de um novo mercado já consolidado nos Estados Unidos e que está em grande expansão no Brasil. Eles são utilizados

diretamente nos sites dos principais varejistas do Brasil e proporcionarão até 45% de desconto nas compras realizadas. Americanas, Submarino, FastShop, Fnac, Casas Bahia, Saraiva, entre outras, são algumas das lojas online que oferecerão esse descontos.

CanaBenta e o Estofaria Bar concorrem ao Prêmio Petisca CWB Entre os dias 2 e 31 de agosto, o Bar CanaBenta e o Estofaria Bar concorrem ao Petisca CWB, prêmio de gastronomia que acontece em Curitiba para escolher, entre bares, pubs, botecos e restaurantes, aquele que oferece o melhor happy hour das principais cidades brasileiras. Os organizadores do evento lançaram o

desafio e o público terá a oportunidade de eleger o seu preferido. O Petisca CWB será realizado em um período de 30 dias, durante o horário de happy hour até às 21h. Aos chefs participantes caberá o desafio de montar um combo (petisco+bebida) pelo valor fixo de R$ 15 e aos clientes a responsabi-

lidade de votar na melhor criação gastronômica. Uma comissão técnica composta por chefs de cuisine, jornalistas, blogueiros, sommeliers e voto popular (pela internet) será montada para avaliar quesitos como: apresentação, sabor, atendimento, ambiente e harmonização de bebida.

Fiep do Jardim Botânico. S3IE - O ISI de Curitiba será inaugurado em setembro com o 1º Seminário Internacional de Inovação Industrial em Eletroquímica – S3IE. O evento pretende sensibilizar as indústrias para que a inovação torne-se uma prática constante em seus diferentes segmentos de atuação, com a Eletroquímica atuando como um indutor do processo, dada sua participação em todos os segmentos industriais. Outro propósito é estreitar a relação entre indústria e grupos de pesquisa aplicada. Durante o seminário, empresários apresentarão cases de projetos realizados em parceria com universidades. Representantes de universidades e centros de pesquisa nacionais e internacionais apresentarão suas pesquisas aplicadas em Eletroquímica. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site http://s3ie. senaipr.org.br

Cetip marca presença no 23º Congresso ExpoFenabrave A Unidade de Financiamentos da Cetip, integradora do mercado financeiro, participa do 23º Congresso Fenabrave e ExpoFenabrave, entre os dias 7 e 9 de agosto, no Expo Center Norte – Pavilhão Azul, em São Paulo. O evento é focado no setor da distribuição automotiva e, neste ano, terá 40 palestras, cerca de 3 mil participantes e mais de 100 expositores de serviços e produtos para o concessionário automotivo. A Cetip apoia o evento pela segunda vez e terá um stand para atendimento dos diversos representantes da cadeia de distribuição de veículos do Brasil. A companhia apresentará os produtos e serviços que possibilitam melhores resultados para as empresas do setor, entre eles:

SNG

Plataforma que permite o envio eletrônico de informações de financiamentos de veículos das instituições financeiras para os Detrans, para anotação do Gravame.

Sircof

Plataforma que permite o envio eletrônico de informações das instituições financeiras para os Detrans estaduais, para o registro dos contratos de financiamento.

InfoAuto

Solução em tecnologia e processos desenvolvida pela Cetip para dar suporte e tornar mais ágil e seguro o processo de pagamento das operações de financiamento de veículos em que o próprio bem financiado constitui a garantia do agente financeiro. O evento tem uma programação voltada para todos os segmentos deste mercado (automóveis e comerciais leves, motos, caminhões e ônibus, tratores e máquinas agrícolas, e implementos rodoviários).

Empresários querem derrubar veto que mantém a cobrança da taxa extra de 10% sobre FGTS O SINDESP-PR (Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Paraná) considera equivocado o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que extinguia a multa extra de 10% sobre o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) paga atualmente pelos empresários brasileiros no

caso de demissão de funcionário sem justa causa. O veto foi publicado na edição desta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União. “Não podemos concordar com esta medida, que trará prejuízo somente ao empregador brasileiro. É mais uma taxa inadmissível”, protesta o presidente do SINDESP-PR, Mauricio Smaniotto.

A taxa adicional de 10% foi criada em 2001 para cobrir uma dívida bilionária do FGTS junto aos trabalhadores lesados nos planos econômicos Verão e Collor I. No entanto, cálculos da Confederação Nacional da Indústria mostram que as contas foram reequilibradas há um ano. Desde então, as parcelas são recolhidas indevidamente e

já somam mais de R$ 2,7 bilhões. “Não é justo que o empresariado brasileiro seja onerado ainda mais do que as contribuições já previstas em lei”, reagiu Smaniotto. Os empresários querem que o Congresso Nacional aja com justiça e determinação para derrubar o veto da presidente, permitindo a manutenção de milhões de empregos.

CarlosZemek PENSAMENTOS DE ARTISTAS O objetivo desta coluna não é apenas falar de arte, mas sim falar sobre o aspecto filosófico e psicológico das artes. Ajudar o público a desvendar as mensagens e símbolos ocultos nas artes. Oferecendo uma visão mais íntima e profunda da inspiração, ideias e pensamentos que conduzem o processo criativo dos artistas.   O entrevistado da semana é considerado  pela crítica um dos maiores e mais completos artistas contemporâneos do Brasil.  ROGÉRIO DIAS  (Rogério José de Moura e Dias) é autodidata de reconhecida genialidade. Sua trajetória artística tem sido uma soma de anos de paciente e incessante pesquisa. Na década de 80, começa a retratar naturezas mortas, sempre associadas com pássaros. Os pássaros passam a ser recorrentes em sua obra, até se tornarem o elemento central. Em 84 cria painéis para a promoção arte na rua  (Museu de arte contemporânea de São Paulo /SP). Em 93 criou o painel 300 gralhas, especialmente para os 300 anos da cidade de Curitiba.  Em 94 realiza o projeto para um painel de azulejos de 50 metros, (Painel  Rio Iguaçu), inaugurado em 1996, em Curitiba. Realizou  diversas exposições individuais e coletivas. Participou e foi premiado em salões de artes plásticas; é um dos artistas mais premiados do Salão de arte do Paraná. Em fevereiro deste ano Rogério Dias lançou o livro “Ave Rogério” no Solar do Rosário. Na obra foram registrados os trabalhos do artista, com análise e textos explicativos da jornalista Adélia Maria Lopes. Rogério, quando surgiu a sua paixão pela pintura? Quando jovem, numa cidade bem pequena, com mania de grandeza, com muita gente sem emprego, e, ou vontade de trabalhar, sem nenhuma opção socialmente possível quanto ao relacionamento com os seus e consigo mesmo, daí disse, vou conseguir, eu consigo, é só pintar! Quais foram os seus mestres? Todos foram meus mestres, ainda hoje, todos são os meus mestres preferidos, certo? Você tem muita empatia com o personagem “Don Quixote” e pintou vários quadros representando esse personagem. Você se identifica com os ideais de Dom Quixote? Gosto muito de ilustração, sempre gostei, meus desenhistas favoritos: Rembrandt, Doré e Daumier, Goya Y  Lucientes, Gaudí, Miró, Juan Gris, Picasso, prá dizer a verdade, todos que desenham e gostam de desenhar, nós que desenhamos e gostamos disso, certo, Poty? Rogério, como convidado especial da exposição “Don Quixote”, que estará aberta para visitação no Instituto Cervantes a partir de 14 de agosto, às 19 horas, qual a sua mensagem para os novos artistas? Façam tudo o que for possível ser feito, principalmente amar aos outros como a si mesmo e ao seu Criador, O Poder Superior, que deu essa possibilidade de amar e ser amado. *Carlos Zemek é curador e artista plástico. Exposição “Don Quijote de la Mancha”: Em 14 de agosto, 19 horas, será a abertura da exposição, curadoria de Carlos Zemek, no Instituto Cervantes de Curitiba, rua Ubaldino do Amaral, 927 - Alto da Glória. Rogério Dias é o convidado especial do evento. Também participam obras dos artistas plásticos:  Alexandre Bozza,  Carlos Zemek,  Celia Dunker,   Ivaní Silva,  J. Bonatto,   Mercedes Brandão,  Neiva Passuelo, Sandoval Tibúrcio, Valéria Sípoli e Vanice Ferreira. A exposição procura resgastar o espírito idealista do famoso personagem de Cervantes.

Guzerá e Gir Villefort em dois leilões virtuais Criador que desenvolve um dos melhores trabalhos de seleção genética nas raças Gir e Guzerá, Virgílio Villefort promove dois leilões no mês de agosto. O primeiro é o Leilão Virtual Sêmen Gir, no dia 13 de agosto (terça-feira), às 20h30 (horário de Brasília), pelo NovoCanal. Com organização da Nova Sat Leilões, serão leiloadas doses de importantes raçadores Gir Leiteiro PO, entre eles, C.A. Sansão, Meteoro de Bras, Nobre TE Cal, Radar dos Poções, e oito reprodutores do Plantel Guzerá Villefort, todos já em teste do progênie no Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro da ABCGIL,

Embrapa e ABCZ. No dia 22 de agosto (quinta-feira), às 20h30 (horário de Brasília), serão vendidos no Leilão Reprodutores Guzerá Villefort - Linhagem Corte, desta vez pelo AgroCanal, 60 reprodutores mochados e mais 10 novilhas prenhas da raça Guzerá PO - Linhagem Corte. Para cada novilha arrematada neste leilão, os investidores receberão de brinde cinco doses de sêmen convencional, à livre escolha, entre os reprodutores Celtran Villefort, Crocal Villefort, Delori Villefort ou Dutor Villefort. Confira todas as condições de pagamento e frete pelo telefone (31) 3627-1145.


Nacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. B3

Orçamento Impositivo entra em pauta esta semana

Reunião

Senado decide quais projetos serão votados a partir deste mês

A expectativa é que a agenda de votações siga com a mesma orientação e velocidade Antonio Cruz/ABr

L

íderes dos partidos no Senado se reuniram ontem à tarde com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), para definir quais são os projetos de lei prioritários para votação no segundo semestre deste ano. Desde que as manifestações populares ganharam as ruas de várias cidades do país, no início de junho, os parlamentares aceleram o ritmo de trabalho e aprovaram vários projetos que tramitavam há meses no Congresso, e coincidem com as reivindicações das ruas. A expectativa é que a agenda de votações a partir de agosto siga a mesma orientação e velocidade. Os líderes devem voltar a discutir questões como a do passe livre, projeto que tramita em regime de urgência e está na Ordem do Dia do Senado. A medida que começou a ser analisada no final do primeiro semestre prevê gratuidade do transporte público para todos os estudantes do país. Os senadores esperam a deci-

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, coordena reunião de líderes partidários

são dos cálculos sobre o impacto da gratuidade aos cofres públicos, estimados em mais de R$ 5 bilhões, e precisam definir de onde sairia o dinheiro para custea-lá. A proposta inicial indicava o uso de recursos dos royalties do petróleo, mas a sugestão não deve ser atacada. Na reunião, foi definido uma posição sobre a decisão da presi-

denta Dilma Rousseff que vetou o fim da cobrança do adicional de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pagos pelas empresas nas demissões sem justa causa. O Planalto teme uma perda de R$ 3 bilhões por ano aos cofres públicos. A análise de vetos no Senado passou a seguir novo ritmo desde o

mês passado. Ficou definido que os vetos que chegaram ao Congresso, a partir do dia 1º de julho, têm que ser analisados em até 30 dias. De acordo com a Mesa do Congresso, 127 dispositivos vetados em cinco projetos estão na fila na sessão do Congresso do próximo dia 20. Cinco vetos terão que ser obrigatoriamente analisados.

Presidente da Câmara recebe proposta que pede mais recursos para a saúde Proposta de iniciativa popular com 1.896.592 assinaturas estabelecendo que a União deverá aplicar, anualmente, em ações e serviços públicos de saúde, montante igual ou superior a 10% de suas receitas correntes brutas, foi entregue nesta segunda-feira ao presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O documento, acompanhado de dezenas de caixas contendo as assinaturas, foi entregue em ato no Auditório Nereu Ramos por mais de 100 entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), conselhos de saúde, entre outras que coletaram as assinaturas em todo o país. Na forma de projeto de lei com-

plementar, o texto define que para os efeitos da lei são consideradas receitas correntes brutas a totalidade das receitas: tributárias, de contribuições, patronais, agropecuárias, industriais, de serviços, de transferências correntes e de outras receitas correntes. Estabelece, ainda, que é vedada a dedução ou exclusão de qualquer parcela de receita vinculada à finalidade especifica ou transferida aos demais entes da Federação a qualquer título. Os quase 600 participantes do ato de entrega da proposta a Henrique Alves pediram para que ele se comprometesse a fazer com que o projeto tramite em caráter de urgência na Câmara. Alves não se comprometeu com o pedido, mas disse que mesmo, em reunião

com os líderes partidários, vai falar sobre a proposta e pedir apoio para sua tramitação. Ele se colocou à disposição dos movimentos que coletaram as assinaturas para se juntar a eles nas negociações com o Executivo. “Vou relatar a todos os líderes, o que eu vi e o que ouvi aqui. Tenho a certeza de que este projeto aqui não vai ficar engavetado, nem ninguém vai sentar em cima dele nesta Casa, até porque a saúde pública já esperou demais, já adoeceu demais, já morreu gente demais. Tá na hora do resgate, da recuperação para construir um país com mais saúde. Contem, a partir de hoje com o presidente da Câmara para fazer valer pela maneira legal, responsável, consequente e consciente

Mais oito estados aderem ao Programa Crack, é Possível Vencer Mais oito estados firmam nesta terça-feira o termo de adesão ao programa do governo federal Crack, É Possível Vencer. A cerimônia foi realizada às 14h no Salão Negro do Ministério da Justiça. São os últimos estados a aderir ao programa. A assinatura do termo de adesão terá a presença dos ministros Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, José Eduardo Cardozo, da Justiça, Alexandre Padilha, da Saúde, Tereza Campello, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e Maria do Rosário, dos Direitos Humanos. Também participam da cerimônia governadores e representantes dos estados beneficiados (Amazonas, Amapá, Bahia, Mato Grosso, Maranhão, Rondônia, Roraima e Tocantins).

Marcelo Camargo/ABr

O prefeito Fernando Haddad e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, participam da cerimônia de adesão de 15 municípios paulistas ao Programa Crack, É Possível Vencer

Na ocasião, teve a liberação de recursos para a segurança pública e o atendimento de depe ndentes químicos, além da expansão do pro-

grama para municípios dos estados de Alagoas, do Rio de Janeiro, de Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Quase 12% dos partos feitos no Brasil são prematuros Estudo aponta que 11,7% dos partos feitos no Brasil são prematuros, ou seja, ocorrem antes de a gestação completar 37 semanas. Segundo o levantamento, coordenado pelo Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas, feito com a participação de 12 universidades, entre as gestantes menores de 15 anos, o índice de partos prematuros é 10,8%. Entre as mães na faixa dos 20 aos 34 anos, 6,7% dos partos são prematuros. O estudo Prematuridade e Suas Possíveis Causas, referente a 2010, também mostra que as regiões Sul e

Sudeste são as que têm os maiores percentuais de prematuridade, 12% e 12,5%, respectivamente. No Centro-Oeste, o índice é 11,5%; no Nordeste, 10,9%; e no Norte, 10,8%. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2010, nasceram 15 milhões de crianças prematuras em todo o mundo. O Brasil está na décima posição entre os países onde mais nascem prematuros. A pesquisa também aponta que enquanto a taxa de mortalidade infantil está diminuindo, há um crescimento de desse tipo de ocorrência.

De acordo com o estudo, as mulheres indígenas apresentam o maior percentual de partos prematuros, 8,1%. Entre as brancas, o índice é 7,8%; entre as negras, 7,7%; entre as pardas, 7,1%; e entre as de pele amarela, 6,3%. O Brasil apresenta as mais altas taxas de cesarianas no mundo, segundo o Unicef. A entidade destaca que a incidência aumentou de 37,8% do total de partos, em 2000, para 52,3%, em 2010. A OMS recomenda que a taxa não ultrapasse os 15%, e alerta que o excesso de cesarianas aumenta a mortalidade de mães e de crianças.

que a saúde tenha esses recursos para fazer valer a alegria, o sonho e a esperança do povo brasileiro”, disse o presidente da Câmara aos participantes do ato em discurso. Henrique Alves declarou ainda que em todas as campanhas de que participou não houve nenhuma em que o tema principal dos protestos não tenha sido a saúde pública. O deputado Henrique Eduardo Alves prometeu encaminhar a proposta de iniciativa popular à Comissão de Legislação Participativa da Câmara (CLP), onde começará a tramitar. Na comissão, o presidente, deputado Lincoln Portela (PRMG), indicará um relator para a matéria, o qual deverá transformála em projeto de lei complementar para ser debatido.

Começou nesta terça-feira as inscrições para o Sisutec Começou nesta segunda-feira e vai até o próximo dia 12 as inscrições no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), lançado nessa segunda-feira pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 14, com matrículas nos dias 15 e 16. São oferecidas 239.792 vagas gratuitas em cursos técnicos. A seleção dos alunos será feita de acordo com a nota no Exame Nacional do Ensino Médio. Nessa seleção será usada a nota do Enem 2012. Do total de vagas, 85% são destinadas aos candidatos que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede privada na condição de bolsista integral. As vagas são ofertadas em instituições da rede publica, privada e do Sistema S. Os cursos têm de um a dois anos de duração, com carga horária entre 800 e 1.200 horas-aula. Os cursos com maior oferta de vagas são os ligados à tecnologia da informação, saúde e área industrial. Lideram a lista os de técnico em informática (23 mil), técnico em enfermagem (14 mil), técnico em logística (13 mil), técnico em segurança do trabalho (13 mil) e técnico em redes de computadores (11 mil). Os estados onde há maior oferta são São Paulo (76 mil), Pernambuco (40 mil), Minas Gerais (27 mil), Paraná (17 mil) e o DF (8 mil).

Apesar da posição contrária do governo à proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui o chamado Orçamento Impositivo, o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse hoje que pretende colocar a matéria em votação no plenário ainda nesta semana. Antes de chegar ao plenário, porém, a proposta tem de ser aprovada pela comissão especial que analisa a matéria. Henrique Alves, um dos principais defensores da proposta, irá pessoalmente à reunião da comissão para pedir aprovação do texto. “Espero que a comissão especial aprove hoje e, se isso acontecer, pretendo pautar amanhã à noite a PEC. O Parlamento não pode se submeter a esse toma lá dá cá, que não é bom para nenhum governo”, disse Alves. O vice-líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana (PT-RS), confirmou que o Palácio do Planalto quer mais tempo para debater a PEC. “Nós do governo entendemos que se pudermos ter mais um tempo de debate e negociação sobre esse

tema é o melhor, é o ideal. A ideia é negociarmos e debatermos um pouco mais”, argumentou. A aprovação do Orçamento Impositivo é uma reivindicação antiga de grande parte dos parlamentares. Atualmente, a execução orçamentária é autorizativa, ou seja, o governo federal pode executar o orçamento aprovado pelo Congresso da forma que considerar mais conveniente. Um dos problemas é que, muitas vezes, as emendas dos parlamentares inseridas na proposta não são executadas e liberadas conforme decisão do Executivo. O relator da PEC na comissão especial, deputado Édio Lopes (PMDB-RR), entre outros pontos, fixou em 1% da receita corrente líquida do ano anterior a obrigatoriedade da execução das emendas individuais. O relator sugere ainda que para serem consideradas impositivas as emendas apresentadas pelos parlamentares deverão obedecer um rol de prioridades que será definido pelo Executivo na elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Dilma quer que médicos das Forças Armadas possam atuar no SUS A presidenta Dilma Rousseff quer que os médicos que atuam nas Forças Armadas possam trabalhar também no Sistema Único de Saúde (SUS). O fim da restrição aos médicos militares está previsto na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 122/2011, que tramita no Senado e foi discutida nesta segunda-feira pela presidente com senadores líderes da base aliada. “É uma perspectiva de termos um reforço significativo de médicos, principalmente porque as Forças Armadas estão em áreas de difícil acesso, como regiões de fronteira, onde temos uma dificuldade imensa de levar médicos e profissionais de saúde”, avaliou a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. A estimativa, segundo Ideli, é que “milhares de médicos” poderão passar a atuar no SUS, se a restrição para acúmulo de cargos de integrantes das Forças Armadas for derrubada com a mudança na Constituição. A forma de contratação dos profissionais na rede pública de saúde será discutida posteriormente, de acordo com a ministra. “O que a PEC dá é a permissão para que eles possam atuar no SUS. Os procedimentos serão detalhados na sequência”, explicou. A PEC, de autoria do senador Marcello Crivella, atual ministro da Pesca, foi elaborada após acordo com as Forças Armadas; está pronta para votação e deve ser

uma das prioridades do governo em sua pauta legislativa. “A orientação é votar o quanto antes”, disse Ideli. Além da votação da PEC 122, o governo quer apoio da base aliada para aprovação da medida provisória que regulamenta o Programa Mais Médicos, criado para atrair profissionais para a rede de atenção básica em municípios do interior e periferias das grandes cidades. A expectativa do Palácio do Planalto é aprovar o texto ainda em setembro, sem necessidade de prorrogação da validade da medida provisória. “Temos previsão de que no início de setembro ela seja aprovada na comissão mista. Sendo bem debatida na comissão, a matéria teria reais possibilidades de estar aprovada até a metade de setembro”, prevê a ministra. Assim como o encontro entre Dilma e os deputados da base aliada, Ideli disse que a reunião com os senadores teve “clima positivo”. Na próxima terçafeira, os líderes da base aliada no Senado voltarão ao Palácio do Planalto para mais um encontro com a presidenta. “Quando a gente conversa com maior frequência, as soluções também tem maior potencial de aparecer”, ponderou Ideli. Nas reuniões, os parlamentares não trataram da votação dos vetos presidenciais, prevista para o dia 20 de agosto em sessão conjunta do Congresso Nacional.

Inscritos no Mais Médicos atendem a 6% da demanda dos municípios Dos 16.530 profissionais preliminarmente inscritos no Programa Mais Médicos, 938 confirmaram a participação. O número equivale a 6% da demanda dos municípios, que apontaram a necessidade de 15.460 médicos. Os profissionais vão atender a regiões carentes de 404 municípios. Em uma tentativa de aumentar o número de confirmações, o Ministério da Saúde prorrogou até a próxima quinta-feira à meia-noite o prazo para a homologação e escolha de municípios para os inscritos com diploma brasileiro. O ministério recebeu denúncias de que grupos estavam se organizando para boicotar o programa e pediu que a Polícia Federal investigasse o caso. Mais de 6 mil inscritos deixaram o número do registro profissional em branco. Outros 171 colocaram traços ou zeros nos espaços e muitos colocaram números inconsistentes. Quase 50% dos médicos ins-

critos concluíram a graduação entre 2011 e 2013. Mais de 70% dos profissionais se formaram nos últimos dez anos. Os profissionais começam a trabalhar em setembro. Ao todo, 51% dos profissionais vão atender em periferias de capitais e de regiões metropolitanas. Os demais vão atuar em municípios do interior de alta vulnerabilidade social. Pouco mais de 47% dos profissionais têm entre 23 e 30 anos, 25,48% estão na faixa de 31 a 40 anos. Médicos com mais de 41 anos somam 27,24% dos inscritos. Os homens somam pouco mais de 58% dos médicos inscritos. Dos 404 municípios que vão receber médicos, 213 estão em regiões com 20% ou mais de sua população em situação de extrema pobreza, 111 em regiões metropolitanas, 24 são capitais. Foram atendidos ainda 16 distritos sanitários indígenas (Dsei). Mais de 2 mil municípios não atraíram o interesse dos profissionais, 782 em regiões prioritárias.


3

Diário Indústria&Comércio Curitiba, quarta-feira, 07 de agosto de 2013 | Pág. B4

Nem te Conto Dia dos Pais

1 - A Racco, com fábrica na CIC, possui 15 linhas de perfumaria masculina. Entre as sugestões de presente está a Deo Colônia City, lançada para o Dia dos Pais. Assinada pela perfumista Elisabeth Weigert Maier, a fragrância mescla notas cítricas com acordes madeirados. 2- Para pais motoqueiros, a Texx sugere como presente uma jaqueta única no mercado: a Executive Bond, que oferece dois modelos de jaqueta em apenas uma peça: para uso executivo, com design de blazer e em light poliéster, e também esportivo. 3- Quasar Quest é a fragrância de O Boticário para os pais, desenvolvida pela IFF com notas de tangerina, pimenta, gerânio e musk.“Por ter uma rotina puxada, este pai precisa de toda a vibração das notas frescas e frutais para recarregar a bateria e seguir em frente sem desanimar”, diz Marselha Tinelli, gerente de Perfumaria da marca. 4-Entre os destaques da Viccenza estão a marca nova-iorquina de relógios Bulova, de design arrojado, além das marcas mais tradicionais como Empório Armani, com peças em pulseiras de couro ou aço inox.

Adélia Maria Lopes

a

margem arte&atitude

moda&cia

adeliamarialopes@yahoo.com.br

Lamira dança cordel e mamulengo O

espetáculo Fela da Gaita, baseado no cancioneiro popular do nordeste, com histórias cordelistas e do teatro de mamulengo, vai ser apresentado em Curitiba pela Lamira Cia de Dança, grupo de Tocantins que realiza também uma oficina para bailarinos e atores. Alguns personagens saem do cordel e se materializam no palco, vivendo situações comuns da vida social. Servem de base principal a Commedia dell'arte, o uso de máscaras na construção de personagens e a movimentação articular existente na manipulação de marionetes.

“Colocamos em cena vários elementos do teatro, da dança, da literatura e da música, para compor esse espetáculo que é, na verdade, uma grande homenagem aos artistas populares nordestinos e suas ricas obras”, explica o diretor e coreógrafo João Vicente. Mais de 40 profissionais participaram da montagem, que conquistou primeiro lugar estadual no Prêmio Arnaud Rodrigues, em 2011. A diretora geral de Fela da Gaita, Carolina Galgane, observa: “O intuito é produzir uma nova experiência estética para o público”.

Em atividade desde 2010, em Palmas, a Lamira realiza muita pesquisa e um dos seus principais interesses é estabelecer diálogo entre o Norte e as demais regiões do Brasil, fortalecendo o intercâmbio cultural. Imperdível: sexta-feira 9 e sábado às 20h, domingo às 19h, na Caixa Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 280). Ingressos a 10 e 5 reais. Oficina sobre dança será no sábado, das 14 às 17h, com entrada franca, mas inscrições antecipadas pelo e-mail caixacultural08.pr@ caixa.gov.br.

Curitiba Reggae de aniversário O aniversário de dez anos do Curitiba Reggae Festival, promovido pela Multi Eventos, será no próximo dia 16, no Vanilla Music Hall (Rua Mateus Leme, 3690),

com as bandas Ponto de Equilíbrio, Planta & Raiz e Namastê. A carioca Ponto de Equilíbrio retorna após dois anos e chega com o novo DVD Juntos Somos Fortes,

5- Para pais chocólatras, a nutricionista Camila Salomon, da Miss Brigadeiro, sugere chocolate belga nos sabores Baileys, uísque, vinho tinto, cachaça, vodka, cointreau, amaretto, champagne ou rum. Fone 8852.4369. A Kopenhagen também aliou vinho cabernet sauvignon e whisky escocês ao seu tradicional chocolate ao leite e transformou em presentes especiais. E a chocolateria Cuore di Cacao preparou dois kits de edições limitadas, desenvolvidos por Carolina Schneider com a sommelière Tháys Ferrão. A linha Ouro Negro vem com informações de harmonização de vinhos do Porto, mais três minigarrafas e chocolates finos. Fone 3014-4010. 6- A Skol Design é uma garrafa de alumínio que pode virar diferentes objetos de decoração para a casa do papai. Com cinco diferentes estampas, está nos principais supermercados. No site www.skol.com.br/ design, serão vendidas em formato de kits de decoração (luminárias, relógios, galheteiros, castiçais ou vasos), entre 30 a 58 reais.

comemorativo aos 13 anos da banda. Planta & Raiz completa 15 anos e lança seu 8° CD, o projeto duplo Bora Viver e De Sol a Sol. Com 14 faixas inéditas, além de uma homenagem a Jorge Ben, com a regravação de

Fiesta de Disfraces, ao sabor mexicano A edição de agosto do Social Taco, evento que reúne amigos do Taco El Pancho nas redes sociais, apresenta neste sábado 10, a partir das 19h, a Fiesta de Disfraces. A noite contará com apresentação da banda Mariachi Loco, que traz músicas no estilo mexicano. Os festeiros participarão de sorteios de brindes, incluindo tatuagens para as duas melhores caracterizações, e ganharão canecas. Também serão sorteados kits da cerveja Desperados, um beer pack do Clube do Malte e descontos na Joox Cards. Começa às 19h, entrada a seis reais. Av. Bispo Dom José, 2295. Fone 3342- 1204.

Beatlemaníacos

No Shopping Mueller, às 19h desta quinta dia 8, show performático da banda cover Rubber Soul Beatles, com entrada gratuita. Vai ser na exposição Beatleweek Brasil, inédita em Curitiba, que pode ser vista até domingo 11. O acervo é particular e traz painéis com a história e fotos da banda de Liverpool, fitas K-7, discos de várias partes do mundo, miniatura dos músicos, além de um jogo eletrônico, em que os visitantes podem tocar sucessos dos Beatles, das 14 às 20h.

Literatura

1-Estão abertas as inscrições para a oficina de literatura infantil que a artista plástica portuguesa Rachel Caiano realizará no festival Litercultura, baseada no livro O Leão e o Coelho Saltitão. Será dia 17 próximo, das 10 às 12h30, na Casa da Leitura Dario Vellozo. Inscrições pelo e-mail escreva@litercultura.com.br. O Litercultura começa dia 16 na Sociedade Garibaldi. Grátis, mas é necessário retirar os ingressos para os eventos, no Memorial de Curitiba/Largo da Ordem, das 10 às 18h. 2- Luci Collin participa do encontro Um Escritor na Biblioteca, nesta quarta dia 7, às 19h, no auditório da Biblioteca Pública do Paraná. Curitibana, Luci é autora de onze livros de conto, poesia e romance. Seu mais recente livro é Com que se pode jogar, de 2011.

“O telefone tocou novamente”. E a Namastê é a mais reluzente prata da casa no rol do reggae. Classificação etária 16 anos. Ingressos, de 36 a 66 reais, por enquanto. Fone 3315-0808.

Cena HQ lê Bando de dois

A premiada graphic novel Bando de dois, de Danilo Beyruth,entra no projeto Cena HQ com a história dos dois últimos sobreviventes de um bando de cangaceiros. Com sonoplastia ao vivo, Vida Santos e Demian Garcia no elenco e direção cênica de Paulo Biscaia Filho, a apresentação acontece nesta quarta-feira 7, às 20h, no Teatro da Caixa. Em Bando de dois, Danilo Beyruth leva o espírito do faroeste italiano para o cangaço, resgatando a aventura nas HQs brasileiras.

Na história, os dois últimos sobreviventes de um bando de vinte cangaceiros partem em busca das cabeças decepadas de seus companheiros. O livro recebeu diversos prêmios, entre eles o HQMIX 2011 nas categorias Melhor Edição Especial, Desenhista Nacional e Roteirista, além do prêmio Angelo Agostini 2010 de Melhor Lançamento. Confira: para entrar, um livro não didático ou de quadrinhos. Patrocínio da CEF.


Diário Indústria&Comércio