Page 1

Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | Ano XXXVi | Edição nº 8862 | R$ 1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Aroldo Murá “FREGUESIA DO LIVRO” MULTIPLICA LEITORES A coluna volta à proibição do mel na merenda dos escolares da rede municipal de ensino de Curitiba; aborda a questão da isenção do ICMs ao óleo diesel dos ônibus de transporte coletivo; e também o fantástico projeto da “Freguesia do Livro”. página a3

Pedro Washington Mudança salvadora

É incrível o número de leis que se tem neste país. Há quem fale em mais de centena de milhar. Uma prova de que não se dá valor a elas. Página | A2

Chega a R$ 158 bilhões o valor das causas que correm contra o Banco Central O Banco Central (BC) teria que pagar R$ 157,8 bilhões de indenização caso as instituições financeiras em regime de intervenção ou liquidação extrajudicial ganhassem suas causas na Justiça. Entretanto, segundo análise da Procuradoria do BC, na maioria dos casos não há risco de o banco ser julgado culpado.

INDICADORES FINANCEIROS

Os setores que ajudaram a diminuir o ritmo de desaquecimento foram os de preparação de terreno e construção de edifícios e obras de engenharia

Diminui a intensidade de queda na confiança da construção civil O resultado foi o primeiro sinalizador de evolução favorável, desde janeiro de 2013, segundo FGV página a5

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

FII BC FFII DM 104,84 JOAO FORTES ON EDS TEX RENAUX PN TEX RENAUX ON P.ACUCAR-CBD DP 101,41

Maiores QUEDAS

0,02 6,90 0,20 0,18 9,95

COTAÇÃO

TECTOY ON * TECTOY PN * METAL IGUACU ON INEPAR TEL ON RECRUSUL PN

0,01 0,01 0,58 0,04 0,05

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

OGX PETROLEO ON NM 2,00 HYPERMARCAS ON ED NM 16,56 GOL PN N2 12,35 PETROBRAS ON EJ 19,37 DASA ON NM 11,01

Maiores QUEDAS B2W VAREJO ON NM OI PN N1 ELETROBRAS PNB EJ N1 PDG REALT ON NM MMX MINER ON NM

Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira

geral/curitiba | a4

Câmara manifesta apoio a PEC que cria novos Tribunais Regionais Federais

Na sexta-feira (3), a Panvel – maior rede de farmácias do Sul do Brasil – inaugurou a 15ª filial em Curitiba/PR. A loja da marca está localizada no centro da capital, na Rua XV de Novembro, 310.

COTAÇÃO 11,37 4,35 8,06 2,18 1,98

Pág. b1

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 1,9900

2,0900

Dólar comercial 2,0115

2,0130

Dólar paralelo 2,0900

2,2000

Euro

2,6281

2,6253

farmácia Panvel inaugura nova filial na região central de Curitiba

evento Marista promove Feira da Economia Solidária nesta semana

Ouro (Grama/R$): 95,00

Acesse a edição digital

www.icnews.com.br

A Câmara realizou manifestação de apoio à criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região, com sede em Curitiba, e que vai atender os estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

A Rede Marista de Solidariedade, do Grupo Marista, e o Fórum Brasileiro de Economia Solidária, promovem até o dia 10 de maio II Feira de Economia Solidária da Pontifica Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Pág. b1

página b4

Editorial

O

Todo cuidado é pouco para evitar as fraudes

consumidor precisa estar atento para não ser vítima de fraudes. E quando o assunto é este, a telefonia fica na liderança. O setor representou 39% do total das 507.546 tentativas de fraude contra o consumidor realizadas no primeiro trimestre de 2013. No período, a cada 15,3 segundos, um consumidor brasileiro foi vítima da tentativa de fraude conhecida

como roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos ou fazer um negócio sob falsidade ideológica.

A

situação exige que todo cidadão fique cauteloso e coloque em prática alguns cuidados. Por exemplo, não se deve

fornecer dados pessoais para pessoas estranhas; não fornecer ou confirmar informações pessoais ou número de documentos por telefone; deve-se ter cuidado com promoções ou pesquisas. Além disso, não se deve perder de vista os documentos de identificação quando solicitados para protocolos de ingresso em determinados ambientes ou quaisquer negócios.

balanço Petrobras investiu R$ 2,9 bilhões em sustentabilidade no ano de 2012

Está disponível no site www. petrobras.com.br/rs2012 o Relatório de Sustentabilidade 2012, com informações sobre o desempenho da Petrobras no ano passado, considerando os aspectos operacionais, econômicos, sociais e ambientais.

Editais na página A7

CMYK

Pág. b4

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br


Geral/Curitiba Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A2 | Indústria&Comércio

Previsão do tempo

Mín.: 5° | Máx.: 18°

Na terça-feira o centro da massa de ar polar se aproxima mais do sul do Brasil e as temperaturas seguem um declínio mais acentuado. Nos setores do sul do estado há potencial para geadas ao amanhecer. Em todo o estado paranaense o sol aparece entre poucas nuvens. fonte: www.simepar.br

Óleo diesel

Richa confirma subsídio ao transporte coletivo Com a desoneração, o Estado transfere R$ 38 mi para subsidiar a tarifa de ônibus

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Mudança salvadora

É incrível o número de leis que se tem neste país. Há quem fale em mais de centena de milhar. Uma prova de que não se dá valor a elas. Afinal não há estrutura capaz de fiscalizar suas execuções. Isso sem contar as que, por não interessar aos poderosos de plantão, ficam anos nas gavetas do Congresso. Algumas delas cujo poder seria de mudar a realidade política brasileira. Caso de proposta feita por Affonso Camargo Neto que pretendia ver as eleições realizadas em todos os níveis num só dia: de vereador a Presidente da República, passando por prefeito, deputados, governador e senador. Com um adendo: todos os 30 partidos de hoje, mais os quase 30 que estão em gestação teriam que apresentar candidaturas próprias nas eleição majoritária: Presidente, governador, senador e prefeito. Para o eleitor, embora o número de candidaturas fosse impossível de ser avaliado, uma beleza: eleição (de preferência não obrigatória) de 4 em 4, ou 5 em 5 anos. A intenção é eliminar as legendas de aluguel. Aquelas que usam os segundos que lhes cabem no horário eleitoral para, através uma coligação, rechear os bolsos de seus “donos” de dinheiro. Sabe o leitor o preço dos segundos de radio e TV? São caríssimos. Daí as coligações com 7,8 partidos, para ter pelo menos de 4 a mais minutos “para vender seu peixe” ao incauto eleitor. Some-se a isso o fato de que hoje esses horários do TRE são dominados pelos marqueteiros, pagos a peso de ouro, sem responder eles depois de computados os votos pelas promessa feitas, e se terá o cenário em que cada mandato vai ser cumprido. Pior: com o sistema de hoje, de 2 em 2 anos, termina uma eleição, outra já está começando. Já não se fala mais nos ambientes políticos em projetos para já. Fala-se em 2014. E assim será enquanto nada mudar neste país.

A conferir

A propósito de marqueteiro, uma informação não confirmada, vazada em coluna importante de jornal nacional. A campanha de Maduro na Venezuela teria sido conduzida pela equipe de João Santana, o competente dirigente (real, com força de ministro de bastidores) da comunicação da presidente Dilma. Como João é um homem de altíssimo valor (fala-se em R$ 50 milhões na última campanha), a indagação que fica: quem pagou sua ação na Venezuela?

Dá “gana”!

Só pode mesmo ser falta do que fazer, propor que nos dias de jogos da Copa do Mundo em Curitiba, seja decretado feriado municipal. Isso sem considerar que grandes jogos certamente não virão para cá. Por causa de um Gana x Marrocos por exemplo, 1.8 milhão de pessoas pararem de produzir (fora os feriados normais) para que 25, 30 mil possam ir ao estádio só pode ser pilheria de mau gosto.

Atleticano mas não fanático

Isso sem considerar a má vontade com que a grande maioria, especialmente os adversários, vê um estádio particular ser construído com boa parte de dinheiro público. Um projeto cujo orçamento foi anunciado em R$ 180 milhões e agora já ultrapassa os R$ 200 e muitos milhões. Com um presidente de clube anunciando que as obras ficam “em família”. Sob aplausos da CPI.

Curitiba governista

Até o tempo curitibano parece ajudar os governantes em situações que a todos parecem estranhas. A ideia de colocar granito (seis vezes mais caro que o piso comum) numa das avenidas mais sofisticadas da cidade, foi mal digerida pelo restante da população cujas calçadas são no mínimo, horrorosas. O mau tempo prejudicou a “farofada” programada como forma de protesto bem humorado naquele espaço privilegiado. Poucos dos 7 mil comprometidos via Facebook, compareceram.

Em choque

O que está a merecer uma farofada é a Copel, com seus postes sendo alugados para inúmeras empresas cujas fiações deformam as árvores curitibanas. Esse faturamento obtido à custa da degeneração das copas de árvores, deveria pelo menos ser abatido no custo da iluminação pública cobradas aos moradores. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

Arnaldo Alves/ANPr

O

governador Beto Richa sancionou ontem o projeto de lei que isenta do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) o óleo diesel usado no transporte coletivo de 21 municípios paranaenses. Com a desoneração, o Estado transfere R$ 38 milhões para subsidiar a tarifa de ônibus urbanos das maiores cidades paranaenses e garante a manutenção da integração do transporte coletivo na Região Metropolitana de Curitiba. A iniciativa atende municípios com mais de 140 mil habitantes, onde vivem aproximadamente 6 milhões de pessoas, e foi aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa. “É a primeira vez na história que o Estado assegura subsídio para a passagem de ônibus urbanos. Era um compromisso do nosso plano de governo que está cumprido”, disse o governador Beto Richa. A nova legislação determina que o benefício seja aplicado na planilha de custos dos sistemas de transporte coletivo, o que pode reduzir as tarifas em até R$ 0,06 (seis centavos). “Este esforço do governo estadual tem que ser repassado aos passageiros”, destacou Richa. O governador também cobrou a desoneração de impostos federais que incidem sobre as tarifas. Richa explicou que os tributos que incidem diretamente no valor do transporte público chegam a 25% do preço final da tarifa. “Aguardamos há anos uma posição do governo federal sobre a isenção de impostos federais, mas não cruzamos os braços”, destacou o governador. O ICMS era o único tributo estadual

O governador Beto Richa sancionou o projeto de lei que isenta do ICMS o óleo diesel usado no transporte coletivo de 21 municípios paranaenses

que incidia no valor da tarifa do transporte público. No interior, as cidades beneficiadas são Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Cascavel, Guarapuava, Ponta Grossa, além de Paranaguá no Litoral do Estado. Os prefeitos Alexandre Kireeff (Londrina) e Reni Pereira (Foz do Iguaçu) anunciaram a redução no preço da tarifa. “Em Londrina, podemos reduzir a passagem para R$ 2,40”, adiantou Kireeff.

INTEGRAÇÃO

Na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), são 13 municípios que compõem a Rede Integrada de Transporte (RIT): Curitiba, São José dos Pinhais, Fazenda

Rio Grande, Bocaiuva do Sul, Rio Branco do Sul, Itaperuçu, Campo Largo, Campo Magro, Almirante Tamandaré, Colombo, Araucária, Contenda, Pinhais e Piraquara. “Afastamos a possibilidade de desintegração do sistema de transporte entre a capital e os municípios. Estamos estudando outras possibilidades de apoio do Estado para sustentar o sistema integrado”, disse Richa. Em mais de 20 anos de existência da integração, é a primeira vez que o governo estadual apoia o sistema com a isenção do ICMS. O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, disse que a isenção do ICMS é uma demonstração do governo

Secretaria do Meio Ambiente será a primeira “carbono zero” do Brasil A Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos será o primeiro órgão estadual do Brasil a contabilizar e compensar o carbono emitido pelas ações dos funcionários e pelo trabalho realizado. Até setembro, será concluído o inventário sobre as emissões e, a partir desse levantamento, serão propostas compensações. “Com esta iniciativa, queremos dar o ponto de partida e incentivar outros órgãos do governo a aderirem Programa “Carbono Zero”, afirmou o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida, que assinou a resolução para criar o grupo de trabalho responsável por esse processo. “Desta forma, não será apenas uma ação isolada e sim, um programa de governo e uma importante ferramenta de educação ambiental para a sociedade”. A metodologia para contabilizar o carbono emitido levará em consideração o uso da frota, transporte dos funcionários, inclusive dos

terceirizados, viagens a trabalho, consumo de energia, gás, combustível, lixo gerado pelos funcionários e papel gasto dentro da sede administrativa da Secretaria, tendo como base o ano passado. Será adotada o mesmo método da GHG Protocol, ferramenta para entender, quantificar e gerenciar emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), desenvolvida nos Estados Unidos, em 1998. O GHG Protocol tornou-se um programa brasileiro para estimular a cultura corporativa para publicar inventários de emissões de gases do efeito estufa. “É a metodologia mais usada mundialmente pelas empresas e governos para inventários de GEE. É também compatível com a norma ISO 14.064 e com as metodologias de quantificação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC)”, explica o coordenador de Mudanças Climáticas da Secretaria do Meio Ambiente, Carlos Alberto Garcez.

A compensação dos gases emitidos não será feita apenas com o plantio de árvores. A coordenadoria de Mudanças Climáticas incluirá, por exemplo, a substituição das lâmpadas de mercúrio pelas de lâmpadas de LED, que economizam até 70% de energia. Em paralelo às ações de compensações, o grupo de trabalho vai estabelecer metas para reduzir as emissões de forma planejada e criteriosa. Entre as propostas, está o trabalho de educação ambiental dentro da Secretaria do Meio Ambiente. “Atitudes simples podem ser implementadas em empresas e entidades que queiram aderir ao Programa Carbono Zero”, comentou o coordenador de Mudanças Climáticas, Carlos Garcez. O grupo de trabalho inclui representantes da coordenadoria de Mudanças Climáticas e do Grupo de Administração Setorial (GAS) da Secretaria, além do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Proposta da LDO 2014 será apresentada em audiência pública Depois de ouvir a população nas nove consultas realizadas em abril nas regionais da cidade, a Prefeitura promove nesta quintafeira (9) uma audiência pública para apresentar a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014, que será enviada à Câmara Municipal de Curitiba até o próximo dia 15. A audiência será realizada na Sociedade Morgenau, entre 10 horas e meio-dia. Na proposta serão delineadas a estrutura da LDO e a previsão orçamentária para 2014: receitas, entradas de recursos estimadas, despesas e custeio e recursos para investimentos. Também serão apresentadas as grandes metas da

gestão para os próximos quatro anos e a estrutura do programa de governo, que será detalhada no Plano Plurianual. “A ideia agora é apresentar à sociedade os resultados das consultas e a nossa primeira preparação pro orçamento de 2014. Nessa LDO vão as diretrizes do que nosso governo pensa para o ano que vem e vamos mostrar isso à população”, explica Fábio Scatolin, secretário municipal de Planejamento.

Balanço

A proposta leva em conta as principais questões sugeridas pela população durante as nove consultas públicas, realizadas entre os dias 4 e 17 de abril. Os debates

tiveram a presença de 4 mil pessoas, além de 222 mil cidadãos que participaram pelas redes sociais e 2,6 mil que acompanharam ao vivo pelo canal de Web TV disponível no site oficial da Prefeitura. Os debates revelaram que o tema mobilidade está entre as maiores preocupações da população. As sugestões relativas ao transporte, condições das vias e trânsito somaram 5.227, o que representa 40% do total de 13.076 sugestões encaminhadas por cidadãos. As reivindicações relacionadas à mobilidade foram indicadas como temas prioritários em sete das nove Regionais de Curitiba – Boa Vista, Boqueirão, Cajuru, Portão, Santa Felicidade, CIC e Pinheirinho.

estadual em proteger o usuário do transporte público com uma tarifa mais acessível para toda população. “Este ato do governador Beto Richa é muito importante para o Paraná e para a manutenção do sistema público de transporte”, afirmou o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet. “O benefício que o governador concede através da redução do ICMS para o Paraná tem um alcance social importante porque atende a camada da população que mais necessita de ações do poder público. O governador demonstra respeito pela população do Paraná”, disse o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano.

Oficina prepara Conferência de Economia Solidária A Prefeitura de Curitiba promove hoje uma oficina preparatória para a 1ª Conferência Municipal de Economia Solidária de Curitiba. Será às 14 horas na Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego, com a presença de Mirian Gonçalves, vice-prefeita e secretária do Trabalho em Emprego. A conferência municipal está marcada para o dia 27 de julho, em local ainda a ser definido. Até lá, além da oficina desta terça, que é voltada para gestores públicos do município - com servidores de diversas secretarias - haverá uma segunda conferência, no dia 21 de maio, voltada para empreendedores e entidades de assessoria e apoio. Na programação desta terça, além da participação da secretária, haverá a apresentação do vídeo institucional sobre a Secretaria Nacional de Economia Solidária, do Ministério do Trabalho e Emprego do governo federal, relato de experiências e debates. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail josantiago@smte.curitiba. pr.gov.br. A Secretaria fica na Rua Barão do Rio Branco, 45, 8º andar. Informações pelo fone 3221-9968. Economia Solidária A economia solidária é uma alternativa de geração de trabalho e renda e uma resposta a favor da inclusão social. Compreende uma diversidade de práticas econômicas e sociais organizadas sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias, redes de cooperação, entre outras, que realizam atividades de produção de bens, prestação de serviços, finanças solidárias, trocas, comércio justo e consumo solidário.


Geral/Estadual Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A3

Aroldo MuráG.Haygert

CARTAS

“FREGUESIA DO LIVRO” MULTIPLICA PONTOS DE LEITURA Enquanto o empréstimo de livros em algumas estações-tubo começa a apresentar bons resultados em Curitiba, outras iniciativas frutificam em outros locais do Estado. É o caso do projeto “Freguesia do Livro”, que se sustenta com a doação de livros e sua propagação entre os segmentos de maior carência. Os coordenadores do projeto afirmam que “para nós é muito importante mostrar para onde seus livros estão indo. Continuamos trabalhando e muito! Espalhando os livros e levando literatura e informação para muitos lugares”.

ILHA DE VALADARES

“Começamos o ano – informam – levando livros para Ilha de Valadares, uma pequena ilha que fica bem na frente de Paranaguá com acesso de carro apenas por ponte, prioritariamente destinada a pedestres e veículos de duas rodas, onde se passa só com autorização especial. E a Freguesia foi autorizada! Chegamos lá com um carro abarrotado de livros para três CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil): crianças de 0 a 6 anos receberam muitos livros lindos! Ilha de Valadares tem uma educadora muito ativa que combina muito com a Freguesia: ela faz parte de um projeto que estimula a leitura dos pais junto com as crianças do CMEI. É o projeto Sacolas Viajantes, Por isso levamos livros para adultos também, é claro”!

EM SANTA FELICIDADE

É. Em seguida, narrada a história de Fernanda, que precisava apresentar um projeto na sua escola e teve a ideia de falar sobre a Freguesia do Livro. Arrecadou livros e junto com os que lhe foram enviados, montou um ponto de leitura na Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, em Santa Felicidade, Curitiba. Uma ideia que começa a se desenvolver é a de levar o livro às quitandas. No meio das caixas de bananas, maçãs e uvas, desponta uma cheia de cultura e histórias. “Com uma aceitação que nos faz pensar que esse é um lugar ideal para colocar mais caixas como essas, dizem os coordenadores da Frequesia do Livro, interrogando: “Você não conhece uma quitanda perto da sua casa onde poderíamos levar uma caixa cheia de livros? Avise-nos, que a gente leva (Curitiba e região metropolitana. Se for de mais longe, um desafio: arrecade livros e comece você um ponto de leitura). Caixas com livros na Frutaria São Francisco, no Ahú e na Casa Camponesa, no Hugo Lange. Visite e alimente sua fome de cultura”.

O DESASTRE, QUANDO?

Amigos da coluna lançam um S.O.S: há um buraco de 40 cm X40 cm na calçada da Sete de Setembro, 4881 defronte ao edifício Menphis. Alguns pedestres sinalizaram a cratera; outros, tiraram a sinalização. O próximo passo é esperar o desastre anunciado, com uma ou mais pessoas caindo no buraco.

Buraco é a palavra certa. Prefeitura ou o condomínio do Menphis, alguém tem de fazer alguma coisa...

COMENDA LUSO-BRASILEIRA CHEGA PELA OBRA DE TIOMKIM A Câmara de Comércio Brasil Portugal (PR ) promove no dia 15 de maio, as 20 h no Espaço ZAF o lançamento da sua nova logomarca e uma homenagem aos 30 anos de cultura do produtor audiovisual Osval Dias de Siqueira Filho (Tiomkim), que receberá a Comenda Luso Brasileira de Cultura. O evento constará também de uma exposição fotográfica que recria cenários do filme LA DOLCE VITA de Federico Fellini. A mostra produzida em 2009 faz parte do acervo do Museu da Imagem e do Som do PR .

ESCOLAS RURAIS

“Rotaryanos ajudam a comunidade, isso todos sabemos. Essa gestão do Rotary Club Tibagi Guartelá identificou escolas rurais que tinham bibliotecas desabastecidas e solicitou o envio de livros. Eles foram levados para Ponta Grossa no caminhão de uma empresa que apoia nosso trabalho. Lá foram pegos pela Marise que tinha feito o contato e levados para a Escola Estadual Baldomero Bittencourt Taques, a 40 km de Tibagi. Rodaram, mas chegaram! A Gráfica Inpag, que nos ajudou com etiquetas adesivas, pensou e decidiu que ter livros para seus funcionários era uma boa ideia. Uma caixa da Freguesia partiu para Ponta Grossa. Algumas reposições aconteceram: levamos mais livros para os Centros de Hemodiálise da Pró-Renal e outros foram enviados para colaborar com as simpáticas Mini-bibliotecas de Araucária. Quem quiser colaborar deve navegar pelo site freguesiadolivro.com. br ou telefonar para (41) 9921-6456

SOBRE TIOMKIM Funcionário do Museu da Imagem e do Som há mais de 20 anos. Produz o programa radiofônico “Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema”, que vai ao ar pela E-Paraná FM 97.1 há 18 anos. Pioneiro na área do video-arte, participou de diversos festivais de vídeo. Premiado no Festival de Vitória (ES), Curitiba Arte V e VII, e Maranhão, onde ganhou os prêmios da Crítica, ITAÚ e OCIC (Organização Católica Internacional), com o video “Rainha de Papel”, em parceria com o cineasta Estevan Silvera (1998). Em 2010 recebeu o Prêmio Colunista Dino Almeida, por proposição da vereadora Julieta Reis. Colaborou durante vários anos como colunista nos jornais Indústria & Comércio, Correio Paranaense e Jornal Impacto PR. Atualmente tem colunas no Jornal Folha do Batel, Portal Vera Rosa e assina o site www.cinemaskope.com.

CARTAS Meu caro Aroldo. ...”foi nesse momento que o chefe da Igreja Católica se mostrou um grande papa.” (Andreas Englisch, livro p.247) Li em sua prestigiada coluna uma crítica ao livro “O Homem que não Queria ser Papa” de Andreas Englisch. Tal notícia levou-me a ler tal livro. O autor alimenta algum inconformismo para com o Papa Bento XVI, como confessa à fls. 18 e 74 do livro. A narrativa é uma verdadeira resenha das frustrações e da falta de habilidade do papado de Bento XVI, com alguns elogios de entre meio. Bento XVI teria introduzido a preocupação ecológica no Vaticano, até então inexistente. As inúmeras referências ao “papa alemão”, e a observação de que ele teria integrado de modo forçado o exército assassino hitlerista, invasor de diversos países, merece esclarecimentos que o autor não formulou. A família católica de Joseph Ratzinger não se sentiu a vontade no ambiente de medo em que viveu. Um primo do futuro Papa foi assassinado durante o programa governamental T-4, que exterminava seres portadores de doenças incuráveis. Honra a Igreja universal que o bispo Clemens August conde von Galen, conhecido como “Leão de Münster”, denunciou tal programa, e a filosofia pagã do regime hitlerista. Este programa revelou ao mundo a disposição exterminadora do nazismo, “minuciosamente burocratizada”, medicamente supervisionada, com relação a grupos humanos (via gás ou fuzilamento) que não contavam com a simpatia oficial (¨ Inferno O Mundo em Guerra 1939-1945¨, p. 527, de Max Hastings). O bispo von Galen assumiu o cardinalato sob a batuta de Pio XII, e foi beatificado por Bento XVI. A coragem deste bispo mostra que a Igreja alemã não foi omissa em relação à brutalidade nazista como pretendem alguns críticos. Integrando a chamada juventude hitlerista, o futuro papa não sofreu lavagem cerebral, comum naqueles tempos, pois persistiu na fé cristã. Tinha ele 12 anos quando estourou a guerra. Convidado a integrar a mais criminosa das organizações do terceiro reich, a SS, recusou sob vaias. Seu interesse estava no seminário. Foi integrado em serviços militares auxiliares, juntamente com outros seminaristas, quando tinha 16 anos. Desertou do exército, correndo terríveis riscos. Mesmo lendo um livro focado mais em críticas ao idoso papa, não se pode deixar de admirá-lo. Foi ele que iniciou o enfrentamento aos infames pedófilos que ameaçam abater as colunas da instituição cristã, como reconhece o próprio escritor. Chegou a reunir-se com vítimas americanas dos mesmos. João Paulo II combateu os inimigos externos da Igreja (os comunistas), Bento XVI os inimigos internos, o que ele chamou ¨a sujeira¨. O primeiro foi vitorioso, o segundo não pôde completar sua obra. Curitiba, 06 de maio de 2013. Cordialmente Antenor Demeterco Junior, desembargador TJ/PR.

Antenor Demeterco Jr., Andreas Englisch e papa Bento XVI.

BOTIATUBA, UMA EXPLICAÇÃO

Osval Dias de Siqueira Filho (Tiomkim)

... NOVE FOTÓGRAFOS CONVIDADOS....

Nove fotógrafos foram convidados e clicaram sua visão autoral : Arthur Nauffal, Brasilio Wille, Daniel Correa, Gus Benke, Izabel Liviski, Karin van der Broocke, Marcelo Dallegrave, Pedro Nossol e Ricardo Garcia. Os modelos que participaram dos ensaios são nomes conhecidos da vida curitibana: Maria Inês Borges da Silveira, Conceição Barindelli, Zilda Fraletti, Fabiana Karam, Gladys França, Lorena Schwartz, Fernando Severo, Analzira Carneiro, Melissa Medroni, Netto Felippe e Yumi Okamura.

Beto Richa e Gustavo Fruet.

“FRUET AGRADECE A RICHA PELA ISENÇÃO DO ICMS”

Para que o leitor avalie como o prefeito Gustavo Fruet se manifestou ontem sobre a isenção do ICMS para o óleo diesel usado em transporte coletivo urbano, a coluna registra, primeiro, o informe do Governo do estado. E depois, a nota encaminhjada à coluna pelo assessor de Imprensa de Freut. O informe do Governo do Estado é assinado por Mirella Ferreira: “O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, agradeceu ao governador Beto Richa pela isenção do ICMS sobre o óleo diesel usado no sistema de transporte público. Fruet classificou a medida como um “ato muito importante ao Paraná e ao sistema intregrado de Curitiba”. O prefeito calcula um impacto de R$ 700 mil a R$ 1 milhão/mês na planilha de custo da tarifa. O ato de Richa foi “de convergência” e não se deixou “contaminar pela miudeza do jogo político”, disse.

...LEMBROU CARTA DE CURITIBA ...

Fruet ainda lembrou da “Carta de Curitiba”, articulada por Richa na prefeitura de Curitiba em 2005 e assinada pelos prefeitos das grandes cidades do país, que reivindicava do governo federal a desoneração de impostos federais como a Cide, Cofins e PIS e que pode resultar na redução de até 25% do preço final da passagem.”

“ISENÇÃO DO ICMS NÃO RESOLVE O DÉFICIT DA RIT” A empresária Zilda Fraletti e Yumi Okamura,

...DESFILE DE MODA SUSTENTÁVEL COM LOOK DOS 60s ... Segundo o curador Tiomkim “ As recriações fotográficas da Mostra tem um caráter acima de tudo experimental e revelam um olhar as vezes melancólico, as vezes irônico, elegante, charmoso, uma marca de modernidade e de transformação. Da sociedade do espetáculo que Fellini sempre soube imprimir em seus filmes”. Durante o evento o estilista Edson Eddel apresentará desfile de moda sustentável com look dos anos 60.

(correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

aroldo@cienciaefe.org.br

Na tarde de ontem, o assessor de Imprensa do prefeito Gustavo Fruet, Abrão Benício, enviou à coluna a seguinte nota: “O prefeito Gustavo Fruet reforçou, nesta segunda-feira (6), a necessidade de manutenção do subsídio do Governo do Estado para a Rede Integrada de Transporte (RIT), independente da isenção do ICMS do transporte sancionada pelo governador Beto Richa. Mesmo com a isenção do ICMS do diesel do transporte, o sistema integrado continuará com um déficit mensal de R$ 6 milhões. Ou seja, para renovar por mais 12 meses o convênio Comec/URBS e manter a RIT operando em equilíbrio são necessários R$ 72 milhões.

...DÉFICT MENSAL DE R$ 6,7 MILHÕES ...

Cineasta Fernando Severo

“A isenção do diesel é importante, mas representa cerca de R$ 700 mil por mês. O déficit do sistema hoje é de R$ 6,7 milhões mensais. Reforço que o subsídio é para os municípios da região metropolitana, já que a tarifa de R$ 2,85 cobre os custos de Curitiba”, afirmou Fruet. Enquanto o Governo do Estado não se manifesta sobre a renovação do subsídio, na última sexta-feira (3), Fruet anunciou que a Prefeitura de Curitiba irá usar parte do recurso proveniente do ISS para subsidiar a RIT por 30 dias. “Queremos dar segurança ao usuário. Não é justo o trabalhador sair de casa no dia 8 (dia em que acaba o convênio Comec/URBS) sem saber quanto vai pagar para andar de ônibus”, explicou Fruet.”

Caro Aroldo: Pra teu esclarecimento, Botiatuba (essa comunidade de colonização polonesa que divulgas no teu blog), segundo o meu dicionário de tupi-guarani organizado por Chiaradia, um médico de Ourinhos, uma obra sensacional de setecentas páginas, quer dizer, butiá, cuja fruta nós conhecemos, e tuba = “lugar que tem em abundância”. Tiba, de Curitiba, é uma corruptela de tuba ou tuva. Agora Curi pode significar pinhão ou pinheiro, e também “argila vermelha” ou jazida dessa argila. Daí a pergunta de quem viveu em Curitiba mais de dez anos e nunca prestou atenção: tem muito barro vermelho aí na cidade? forte abraço, Raimundo Caruso, Florianópolis.

O MEL INSUBSTITUÍVEL Prezado Aroldo Continuo lendo com interesse a sua coluna, muitas vezes desejando comentar algo, mas são tantas!! Não estava ciente da “estranha teoria do mel”, mas ai ja é demais. De fato o mel é antibiótico, e minha família, incluindo todo mundo, come todos os dias. Já basta a idiotice de ser proibida aqui a importacão da semente de papoula, ingrediente essencial em numerosas receitas, inclusive o famoso bolo de papoula da Polônia, e por ai. Como a semente de papoula vai ser prejudicial? Estamos indo para a frente, ou para trás? A resposta temos. Um grande abraço. Ingrid ter Poorten, Curitiba. NB: Ingrid reporta-se ao noticiado pela coluna, na edição de ontem, sobre o projeto de uma vereadora visando a excluir o mel da merenda escolar da rede de ensino público municipal de Curitiba.

Disponível na Livraria do Chain, rua General Carneiro, 441 - Centro Também no Solar do Rosário, Rua Duque de Caxias, 4 - Centro e na Livrarias Curitiba. Ou ainda pelo telefone 041 8809-4144, falar com Hélio.


Geral/Curitiba Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A4 | Indústria&Comércio

AB Notícias LEVE ALTA Apesar de apresentar queda nos resultados do primeiro trimestre do ano em relação a 2012, a produção industrial do estado pode estar se encaminhando para uma recuperação. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, o setor apresentou um leve crescimento de 0,7% entre abril e março. O segmento que apresentou maior alta foi o de veículos automotores, cujo aumento chegou a 5,1%.

APOSTA NO TRIGO A área plantada de trigo no estado deve ser 9% maior este ano do que na safra 2011/2012. O cultivo do cereal teve duas quedas seguidas de área plantada, mas agora se torna de novo a aposta dos agricultores. O ciclo 2012/2013 conta com mais de 845 mil hectares para a plantação de trigo, sendo que 12% dessa área já estão semeadas. A produção a ser gerada é estimada em 2,5 milhões de toneladas.

PELA SIMPLIFICAÇÃO TRIBUTÁRIA Está marcado para o dia 25 desse mês a realização da campanha estadual “Simplificada Já – Por um sistema de impostos mais simples e justo”. Organizada pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná, a campanha tem como objetivo mobilizar a população de várias cidades paranaenses para a cobrança de medidas que facilitem o sistema de impostos no país.

A ARTE DO RETRATO Segue até o dia 12 no Teatro Municipal de Toledo, oeste do estado, a exposição “A Arte do Retrato”. De autoria de Alexandre Shcuck e Lauro Schuck, a mostra é uma homenagem ao fundador da Orquestra Sinfônica do Paraná, o maestro Alceo Bocchino. A mostra era um presente de aniversário ao maestro, porém este veio a falecer no início do mês passado, antes da estréia da exposição.

EMPREGOS NA REGIÃO METROPOLITANA Aproximadamente 1500 novos postos de trabalho serão criados quando a Dunlop, uma das maiores fabricantes de pneus do mundo, estiver em pleno funcionamento. Localizada em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, o Investimento na nova fábrica já soma 560 milhões de reais. Hoje a instalação da empresa, cuja inauguração está prevista para outubro, emprega cerca de 320 pessoas.

PALAVRÕES EM TELA Sete livros deverão compor o roteiro de um curta-metragem. O projeto, idealizado pelo artista Luis Rafael Montero, chama-se Boca Santa, e se baseia em sete livros que, embora sejam de autores diferentes, têm como característica em comum um título carregado com um palavrão. Nascido em Umuarama, Luis deve fazer o lançamento do curta num dos eventos mais importantes da cultura nacional, a Balada Literária, em São Paulo.

CURSOS PARA O DESENVOLVIMENTO O mês de maio está com uma programação repleta na cidade de Cantagalo, centro-sul do estado. Por meio de uma extensão do Sindicato Rural de Guarapuava, o município recebe neste mês cinco cursos de capacitação voltados ao desenvolvimento rural. Entre os destaques está o curso de Apicultura, que acontece entre os dias 7 e 10. Mais informações pelo site www.srgpuava.com.br ou pelo telefone (42) 3636-1529.

CAFEÍNA NA INFÂNCIA A relação entre a cafeína e o desenvolvimento infantil será tema de pesquisa nos Estados Unidos. Refrigerantes, energéticos, balas e qualquer outro alimento que contenha cafeína serão estudados pela FDA, Food and Drug Admnistration, órgão que regula o setor de remédios e alimentos do país. O estudo visa esclarecer qual a quantidade máxima que uma criança pode consumir diariamente da substância.

UNIDADES DE SAÚDE Quatro municípios da região dos Campos Gerais serão contemplados com novas unidades de Saúde. As novas unidades das cidades de Ortigueira, Tibagi, Ventania e Imbaí, fazem parte das 400 que o governo do estado pretende entregar até 2014 em todo o Paraná. Os investimentos somam 1,82 milhões sendo que as obras variam de 250 mil, em Ventania, a 622 mil, em Tibagi.

HIBRIBUS PIONEIRO A capital paranaense saiu na frente tornado-se a primeira cidade do país a produzir ônibus elétricos para o transporte coletivo. Cerca de 30 unidades dos veículos circulam diariamente por Curitiba. Nomeados de Hibribus, os ônibus são movidos por dois motores, sendo um à energia elétrica e outro por biodiesel. A vantagem do uso desse tipo de veículo se dá em trechos com muitas paradas, pois cada frenagem permite que as baterias sejam recarregadas.

NOVOS AVIÁRIOS A cidade de Tupassã, oeste do estado, inaugurou três novos aviários no município. Construídos a partir de um programa de incentivo da prefeitura, os aviários tem como objetivo fomentar a atividade na região bem como gerar emprego e renda à população. Além dos inaugurados, cerca de mais 10 aviários estão em obras na região rural do município.

Saúde

Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira No total, 345.170 pessoas receberam a dose, uma cobertura de 92,58% da população alvo

F

altando quatro dias para o fim da campanha de vacinação, todos os grupos prioritários para receber a vacina contra a gripe em Curitiba atingiram a meta, estabelecida em 80% pelo Ministério da Saúde. As gestantes foram as últimas a atingir a meta: no balanço da última sexta-feira (03), as grávidas chegaram a 80,10% de cobertura. No geral, 345.170 pessoas receberam a dose, o que representa uma cobertura de 92,58% da população alvo. De acordo com o diretor de Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Moacir Pires Ramos, os curitibanos tiveram uma ótima participação na campanha, principalmente as mães que tiveram filhos há menos de 45 dias (116,83% de cobertura - passando de 100% em função de atendimento a mulheres de outros municípios) e os idosos (94,55%), grupos que responderam mais rapidamente à convocação. “O resultado até agora é excelente. Conseguimos atingir todas as metas e é provável que até o final desta semana tenhamos índices próximos de 100% de cobertura”, avaliou. Entre as crianças com idade entre seis meses e dois anos, o índice chegou a 86,33%. O Ministério da Saúde enviou

Valdecir Galor/SMCS

abnoticias@abcom.com.br

Aqueles que ainda não tomaram a vacina podem receber a dose em qualquer uma das 109 unidades de saúde de Curitiba até sexta-feira

460 mil doses para Curitiba e o objetivo é vacinar pelo menos 380 mil pessoas na cidade. “Fizemos um esforço concentrado para facilitar o acesso da população à vacina. Além das unidades básicas de saúde, montamos equipes móveis em vários pontos da cidade, como

supermercados, lojas, shoppings e parques, durante os finais de semana, para garantir o maior número possível de pessoas imunizadas”, comentou Ramos. Fazem parte dos grupos prioritários para receber a vacinaas mulheres que foram mães há menos

Paraná em Ação reúne 9 mil pessoas na Capital A edição do programa Paraná em Ação – Mutirão da Cidadania realizada no final de semana no Santuário Santa Rita de Cássia, Vila Hauer, em Curitiba, reuniu cerca de 9 mil pessoas e realizou mais de 22 mil atendimentos. Além dos serviços de emissão de documentos, o programa desenvolveu orientação à saúde, oficinas temáticas e educação ambiental. A feira de serviços gratuitos começou no sábado (04) e terminou no domingo (05), atendendo a população do Bairro do Hauer e região. Centenas de pessoas aproveitaram o final de semana para colocar em ordem os seus documentos, realizar exames de saúde e receber orientações a respeito dos seus direitos. A feira reuniu diversos órgãos públicos, estadual e municipal, em um mesmo local, proporcionando comodidade a todos que lá estiveram. As oficinas de artesanato e reaproveitamento de materiais reciclados, oferecidas durante o Mutirão da Cidadania, tornaram-se multiplicadores de talentos e fonte de renda das pessoas por todo o Paraná . As artesãs e instrutoras, responsáveis pelas oficinas de bijuterias, também desenvolveram várias oficinas de customização, acessórios, enfeites e objetos de decoração,

Levy Ferreira/ANPr

Além dos serviços de emissão de documentos, o programa desenvolveu orientação à saúde, oficinas temáticas e educação ambiental

permitindo que os alunos, além de multiplicadores de seus talentos, possam levar para as suas comunidades, novas oportunidades de geração e incremento da renda familiar. Segundo o secretário especial de Relações com a Comunidade, Ubirajara Schreiber, os números comprovam que o Governo do Paraná leva a sério o projeto de levar políticas públicas e a inclusão social para todo o Estado. Foram emitidos mais de 2 mil documentos, como carteiras de identidade, CPF, carteira de trabalho, e realizados 1.246

exames de saúde. A parceria com as secretarias estadual e municipal da Saúde permitiu oferecer exames de urina, colesterol, glicemia, aferição de pressão arterial, e avaliação física, Os participantes também foram orientados sobre transplantes de órgãos e prevenção contra a dengue. Ubirajara Schreiber destacou que as parcerias e a soma de esforços garantiram o sucesso do programa. Para o secretário, o evento atendeu às necessidades da população da região, promovendo o resgate da cidadania.

Secretaria faz convocação pública para selecionar OS para a gestão do MON A Secretaria de Estado da Cultura lançou edital de convocação para selecionar propostas de organizações sociais (OS) interessadas em firmar parceria com a administração pública para a gestão do Museu Oscar Niemeyer. Podem participar entidades sem fins lucrativos e que estejam qualificadas como OS no Paraná, ou que vierem a se qualificar até a data prevista para recebimento das propostas. O edital completo está disponível em www. cultura.pr.gov.br e as inscrições vão até 29 de maio. A contratação de organização social está definida na Lei Complementar 140, de 14 de dezembro de 2011, e no Decreto Estadual 4.951, de 18 de junho de 2012. De acordo com o edital, pelo contrato

de gestão a OS será responsável pela administração do complexo do MON que engloba as salas expositivas, auditório, biblioteca, salas destinadas a atividades educacionais, espaços para serviços de alimentação, loja e áreas externas e de administração. “A gestão do MON é feita em parceria com uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) desde que o museu foi criado. O que pretendemos agora é atualizar o modelo desta parceria. Essa é uma recomendação do Tribunal de Contas, que considera os contratos de gestão firmados com OS mais adequados, além de permitir uma melhor fiscalização”, explica o secretário da Cultura, Paulino Viapiana.

Desde agosto do ano passado, a Secretaria está com as inscrições abertas para entidades interessadas em obter a qualificação como OS. De acordo com a Resolução 054/2012, podem ser qualificadas como organizações sociais pessoas jurídicas de interesse privado, sem fins lucrativos, com atividades comprovadas na área cultural, conforme definido na Lei Complementar. As entidades interessadas na qualificação deverão apresentar requerimento dirigido ao secretário estadual da Cultura, que pode ser registrado no Sistema Integrado de Documentos do Estado do Paraná, protocolo da SEEC - Rua Ébano Pereira, 240, Centro, Curitiba – PR, CEP 80410-903, ou via Correios.

de 45 dias, pessoas com mais de 60 anos, grávidas, crianças com menos de 2 anos, portadores de doenças crônicas, profissionais de saúde, indígenas e pessoas privadas de liberdade. Quem não tomou a vacina, pode receber a dose em qualquer uma das 109 unidades de saúde.

Concurso para delegado da Polícia Civil renova o Estado As provas para a primeira fase do concurso público para delegados da Polícia Civil do Paraná aconteceram com tranquilidade no domingo nas cidades de Curitiba, Cascavel e Londrina. De acordo com o presidente da comissão do concurso da Polícia Civil, delegado Julio Reis, tudo ocorreu normalmente, sem imprevistos durante a realização das provas. “Tivemos apenas um caso de música alta, próximo à Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), em Curitiba, que foi rapidamente solucionado pelos nossos policiais”, conta. Foram mais de 18 mil inscritos que concorreram a 26 vagas para o cargo, que tem remuneração inicial de R$ 13.831,10. Ao todo são 21 vagas de ampla concorrência, três para afrodescendentes e duas para pessoas com deficiência. O concurso também formará um banco de reservas para eventual preenchimento de outras vagas. Reis destaca a necessidade do concurso. “Vamos inovar o quadro de delegados da Polícia Civil e suprir aposentadorias recentes que criaram um déficit em algumas comarcas”, explica. Sibele Gurski, 31 anos, afirma que prestou o concurso pela estabilidade que a carreira proporciona. “Tenho um pouco de receio com a profissão e estou tentando mais pelo salário e estabilidade. Gostaria muito de poder atuar no interior do Paraná, onde precisam de mais delegados”, acredita. Já Eliane Santos Basseto, 39 anos, comenta que o que mais a atrai é a possibilidade de atuação. “Gosto do dia a dia, da possibilidade de mudar mudar o que é necessário. Vejo tanta coisa errada e acho que tenho que contribuir para melhorar nossa sociedade”, opina. O bacharel em direito Pedro Rodrigues, 22 anos, afirma que tentou o concurso pela profissão. “A Polícia Civil me agrada bastante, claro que a questão salarial também é boa. Mas não penso somente no salário, pois muitos concursos também têm boas propostas salariais. O que me atrai é a profissão em si”, diz. O concurso para delegado tem validade de dois anos, a contar da data da homologação do resultado no Diário Oficial Executivo


Economia Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A5

melhora

Cai intensidade de queda na confiança da construção

Resultado foi o primeiro sinalizador de evolução favorável, desde janeiro último

Os setores que ajudaram a diminuir o ritmo de desaquecimento foram os de preparação de terreno e construção de edifícios e obras de engenharia

O Índice de Confiança da Construção (ICST) recuou 6,6% no trimestre encerrado em abril, segundo levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas. O resultado, no entanto, indica uma melhora em relação ao trimestre encerrado em março, quando houve queda mais expressiva (-7,9%). O resultado foi o primeiro sinalizador de evolução favorável, desde janeiro último. Os setores que ajudaram a diminuir o ritmo de desaquecimento foram os de preparação de terreno, com queda de 12,1% ante -14,8% e construção de edifícios e obras

de engenharia (de -7,7% para -5,7%). Houve, porém, uma piora no desempenho dos segmentos de aluguel de equipamentos de construção e demolição (de -0,5% para -6,2%) e em obras de acabamento (de -7,3% para -10,8%). Em comparação com o mesmo período do ano passado, o Índice da Situação Atual (ISA-CST) passou de -9,9% (no trimestre findo em março) para -9,1% (no trimestre findo em abril). Já o Índice de Expectativas (IE-CST) variou de -6,3%, para -4,5%, na mesma base de comparação. No trimestre findo em março, o ISA-CST foi influenciado positivamente pelo item situação

atual dos negócios, que variou -8,8%, ante -9,7%. Das 701 empresas consultadas, 25,1% classificaram o momento atual como bom, ante 32,1%, no trimestre encerrado em abril de 2012. Já o percentual dos que avaliaram o cenário atual como ruim, na mesma base de comparação, cresceu de 9,7% para 14,2%. A sondagem que avalia a demanda prevista para os próximos três meses foi a que exerceu maior influência na melhora do Índice de Expectativa. A variação interanual trimestral passou de -5,5% em março para -3,6%, em abril. Das empresas consultadas de 34,1%

demonstram acreditar em aumento da demanda, ante 38,1% que tinham essa expectativa em abril do ano passado. Já a variação dos que preveem queda da demanda, foi de 5,6%, no trimestre findo em abril deste ano, ante 4,7%, no mesmo período de 2012. Na enquete sobre a tendência dos negócios para os próximos seis meses, 41,6% manifestaram acreditar em melhora ante 48,4%, em abril de 2012. O percentual que espera uma piora na tendência dos negócios passou de 2,6% para 3,4%.

Balança tem superávit de US$ 409 milhões A balança comercial iniciou o mês de maio com superávit de US$ 409 milhões, após fechar o mês de abril com rombo de US$ 994 milhões, maior déficit para o período desde 1959. O valor foi resultado da diferença entre exportações de US$ 2,310 bilhões e importações de US$ 1,901 bilhão.

O saldo positivo diz respeito a apenas dois dias úteis deste mês. No acumulado do ano, a balança segue deficitária em US$ 5,741 bilhões. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (06/05) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

A média diária de vendas externas no início de maio ficou em US$ 1,155 bilhão, 9,5% superior à registrada em maio do ano passado. Já as importações atingiram US$ 950,5 milhões segundo o critério da média diária, 3,3% superior à do mesmo mês em 2012. Segundo o MDIC, a

demanda doméstica de combustíveis contribuiu para o déficit recorde da balança registrado para o mês de abril. O governo alega que, entre dezembro e abril, foi obrigado a registrar importações da Petrobras feitas ao longo de 2012 e que ainda não haviam sido computadas.

BC quer evitar uso de recursos públicos para socorrer bancos em crise O Banco Central (BC) quer que o dinheiro público seja o último recurso usado para manter a estabilidade do sistema financeiro em casos de quebra de bancos importantes para o setor. Para isso, o BC está elaborando um anteprojeto de lei, em discussão no Seminário Internacional sobre Regimes de Resolução no Sistema Financeiro Brasileiro nesta segunda (06/05) e terçafeira (07/05). A proposta ainda será discutida com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Superintendência de Seguros Privados (Susep) e o Ministério da Fa-

zenda para, então, ser enviada ao Congresso Nacional. Segundo o chefe de gabinete da Diretoria de Organização do Sistema Financeiro, Maurício Moura, a proposta prevê que os recursos para o salvamento das instituições financeiras devem vir, em primeiro lugar, dos acionistas dos bancos. Casos esses recursos são sejam suficientes, o dinheiro pode vir de títulos de dívida subordinada (usada para reforçar o capital dos bancos) convertidos em ações. "O anteprojeto não veta a utilização de recursos públicos, mas será sempre a última alternativa", disse.

Estimativa de analistas para inflação fica em 5,71% A projeção de analistas do mercado financeiro para a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi mantida em 5,71%, este ano. Essa é a mediana (que desconsidera extremos) das expectativas das instituições financeiras pesquisadas todas as semanas pelo Banco Central (BC). Para 2014, a projeção para o IPCA subiu de 5,71% para 5,76%. As estimativas para a inflação neste ano e em 2014 estão

acima do centro da meta de 4,5% e abaixo do limite superior (6,5%). Uma das funções do BC é fazer com que a inflação convirja para a meta. Para isso, o BC usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic. No último dia 17, o comitê decidiu, por 6 votos a favor, elevar a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, para 7,5% ao ano. De todo os diretores do BC, dois votaram pela manutenção da taxa básica em 7,25% ao ano.

Mercado mantém projeção de crescimento da economia A economia deve crescer 3% este ano, segundo a projeção de instituições financeiras consultadas todas as semanas pelo Banco Central (BC). A estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, é mantida nesse patamar há quatro semanas seguidas. Para 2014, também continua inaltera-

da a estimativa de 3,5%, há oito semanas consecutivas. A expectativa para o crescimento da produção industrial passou de 2,83% para 2,39%, este ano, e de 3,75% para 3,55%, em 2014. A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi ajustada de 34,5% para 34,8%, em 2013, e de 33,9% para 34%, para o próximo ano.


Economia Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A6 | Indústria&Comércio oda.spada@gmail.com.br

Nova visão empreendedora

Entidades paranaenses buscam apoio do cooperativismo

AveSui 2013: Feira com vocação para os negócios Empresas do país e do exterior preparam novidades para surpreender visitantes

Em visitas à Ocepar, os presidentes da ACP e da FIEP buscam aproximação

Edson Ramon, da ACP (à direita), cumprimenta o presidente da Ocepar, João Paulo Koslowski, defendendo o “espírito comunitário” do cooperativismo

Edson Campagnolo, da FIEP, diz a Koslowski que é importnate uma proximação das entidades empresariais com o cooperativismo

AS visitas do presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Edson José Ramon, na quinta (02/05), e do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo, na sexta (03/05), à sede da Organização das Cooperativas do Paraná (Sistema Ocepar), tiveram como objetivo a aproximação das entidades mais fortes da economia paranaense com o sistema de cooperativismo. Para Edson José Ramon, é importante trabalho realizado pelo Sistema Ocepar em prol do cooperativismo paranaense, considerado por ele exemplo para as demais empresas. “Este espírito comunitário, impresso pelo cooperativismo na sociedade é extremamente necessário para um País onde o individualismo impera. A cooperação acaba mudando a forma das pessoas pensarem sobre suas dificuldades e mostra que unidos podem conseguir muito mais, afinal, como diz o ditado: a união faz a força”, frisou. Já o presidente da FIEP, Edson Campagnolo, declarou que pretende discutir meios que viabilizem maior aproximação entre as entidades.

Curitiba, com o propósito de discutir meios que viabilizem maior aproximação entre as entidades. Ele lembrou que ambas integram o G7, atualmente coordenado pelo presidente da Ocepar, João Paulo Koslovski, e que o momento é oportuno para que todas as federações que fazem parte do grupo atuem de forma conjunta, no sentido de potencializar as ações. “Nós estamos vivendo um bom momento dentro do nosso grupo G7, que contempla todas as entidades que representam a produção do Estado. Há um diálogo muito franco entre nós e devemos buscar intensificar a nossa integração, ver o que podemos fazer em conjunto pois, dessa forma, vamos ter muitos ganhos, principalmente otimizando recursos humanos e financeiros, de forma que o nosso estado e nossa população também ganhem com isso”, disse.

Analogia

O presidente da ACP fez uma analogia sobre o cooperativismo e a organização das entidades empresariais no G-7, entidade que reúne as principais federações do setor produtivo empresarial no Estado, e também no Fórum Permanente Futuro 10 Paraná. “Posso dizer com toda certeza de que somente através da cooperação é que temos conseguido tornar reais nossas pretensões e reivindicações, seja para o governo estadual e federal, seja no G-7 ou no Fórum Futuro 10, estamos dando um exemplo efetivo de como é possível cooperar para interesses e bandeiras comuns. E todo este esforço tem trazido avanços importantes para as causas paranistas”, disse Ramon.

Aproximação com o cooperativismo

Campagnolo (da FIEP), esteve na sede do Sistema Ocepar, em

Novas oportunidades

De acordo com Campagnolo, a inovação é uma das áreas em que já existem ações conjuntas entre a Ocepar e a FIEP e que, agora, novas oportunidades de parceria entre as duas estão sendo levantadas dentro do projeto voltado a delinear as rotas estratégicas do Paraná. “O nosso observatório tem uma visão muito clara de 15 cadeias produtivas, dentre elas, a do agronegócio. Dessa forma, temos que olhar para a frente porque o nosso competidor não está aqui no Paraná, nem no Brasil. Nosso competidor é global. Ele está no outro lado do mundo e, se não unirmos forças, seremos atropelados pelos outros”, frisou.

O que é o G7

Além da FIEP e da Ocepar, fazem parte do G7, a Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio), Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), Associação Comercial do Paraná (ACP), a Federação das Empresas Transportadoras de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar) e a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap).

Agrishow 2013 movimentou R$ 2,6 bilhões em negócios Realizada em Ribeirão Preto, é a maior feira de tecnologia agrícola do Brasil os organizadores avaliam que foi mantida a qualidade do visitante, bastante focado em realizar negócios. A feira recebeu este ano um número recorde de países de visitantes internacionais. Foram cerca de 1.000 pessoas de 67 países.

Para isso, algumas empresas não vão medir esforços para expor as novidades de um jeito mais atrativo. A Tessa, por exemplo, montará uma estrutura metálica completa pré-fabricada de uma granja no evento. A empresa de Guapiaçu (SP) pretende mostrar como o produto em aço galvanizado agiliza as construções, elimina desperdícios e tem longa durabilidade. “A AveSui é, certamente, o melhor evento da avicultura e suinocultura do nosso continente. Ao apresentar nossas soluções, vamos fortalecer nossa marca”, acredita o diretor Fred Tessarolo.

Muitas novidades

A AveSui 2013 reúne as novidades em produtos, serviços, insumos e equipamentos, além das mais modernas tecnologias para estas cadeias produtivas. Outra expositora da feira, a Pen Ar Lan Brasil, empresa que oferta à suinocultura animais reprodutores de alto padrão genético, vai utilizar esse ambiente para lançar sua nova marca do mercado, a Choice Genetics. “A AveSui proporciona condições de negociações imediatas, gerando um grande intercâmbio comercial, além de facilitar o contato entre o produtor, vendedor e até mesmo o consumidor final”, afirma o diretor geral da Pen Ar Lan Brasil, Yves Naveau. Para o gerente de Departamento de Negócios para a América do Sul da BASF, empresa química líder mundial, Luiz Gonzatti, a AveSui é perfeita para quem procura estar atualizado sobre o mercado. “É um excelente momento para compartilhar informações e dividir experiências”, diz Luiz Gonzatti. No evento, a BASF estará representada pela unidade de Nutrição Animal.

Evento é elo da cadeia produtiva

O presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio de Lorenzi, destaca o ponto forte da AveSui: reunir em um só lugar produtores, empresários, dirigentes de agroindústrias e cooperativas, ou seja, representantes de toda a cadeira produtiva do setor. É justamente este cenário que a Agroceres Multimix, outra empresa expositora no evento, pretende explorar. “Isso é eficácia”, resume o gerente de marketing da empresa, Victor Walzberg, evidenciando que a feira atrai profissionais diferenciados com quem a empresa quer manter uma linha de comunicação.

Índice de Confiança da Construção tem primeira melhora no ano

Ao comemorar 40 anos de história, a Embrapa teve a sua maior participação na AGRISHOW, com 15 unidades e mais de 100 pessoas entre técnicos e pesquisadores. A Embrapa esteve presente em três espaços: estande do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Agrishow Sustentável (com o Portal África) e no Núcleo de Tecnologia, na área de demonstrações de campo, onde foram mostradas 80 tecnologias, com destaque para os arranjos de sistemas de integração LavouraPecuária-Floresta (iLPF). “Tivemos uma visitação fantástica na área de iLPF, que esperamos que se torne permanente, e na tenda de agricultura familiar. Destaco a grande quantidade de estrangeiros que vieram buscar as tecnologias da Embrapa e a qualificação do público visitante que realmente veio em busca de informação para aplicar tecnologia em seu negócio”, destaca o coordenador da Embrapa na AGRISHOW, Ladislau Araújo Skorupa.

Demonstração de maquinários na lavouras foi um dos pontos altos da feira

Melhora o índices de confiança da construção

Tiveram destaque na edição de comemoração dos 20 anos da AGRISHOW, o crescimento da área de demonstrações de campo, que além de máquinas e implementos, teve um Núcleo de Tecnologia com plots de variedades de sementes e uma área de 16 hectares de integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF), em parceria com a Embrapa.

Embrapa

A 20ª edição da AGRISHOW (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação) teve a maior edição de sua história. Os negócios iniciados na feira devem movimentar R$ 2,6 bilhões em negócios, um crescimento entre 15 e 16% em relação à edição do ano anterior, quando movimentou R$ 2,15 bilhões. Todos os setores de uma forma geral estão aquecidos, com destaque para o segmento de armazenagem, impulsionado pela safra recorde de grãos de 184 milhões de toneladas e as dificuldades logísticas para escoá-la; agricultura de precisão, pulverizadores auto propelidos e plantadeiras.

Exposição atrativa

O Índice de Confiança da Construção (ICST) registrou melhora em abril na comparação interanual, segundo apurou o ADVFN. Este é o primeiro registro de recuperação do índice desde o início do ano. De acordo com a Sondagem Conjuntural da Construção divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta segunda-feira, o ICST recuou 6,6% no trimestre encerrado em abril, valor inferior aos 7,9% atingidos no trimestre até março. A FGV afirmou que “o resultado sinaliza uma possível acomodação do nível de atividade econômica do setor após um longo período de desaceleração”. A Preparação de Terreno – cuja variação interanual do índice de confiança trimestral passou de -14,8% em março para -12,1% em abril – e a Construção de Edifícios e Obras de Engenharia – que passou de -7,7% para -5,7% na mesma comparação – foram as categorias que mais influenciaram na melhora do ICST. Já os segmentos de Aluguel de Equipamentos de Construção e Demolição e de Obras de Acabamento caíram, respectivamente, de -0,5% para -6,2% e de -7,3% para -10,8%. O Índice da Situação Atual (ISA-CST) recuou 9,1%, ante variação de -9,9% em março, enquanto Índice de Expectativas (IE-CST) caiu 4,5%, ante queda de 6,3% no mês anterior. Entre as 701 empresas consultadas, 25,1% avaliaram a situação atual como boa no trimestre findo em abril, contra 32,1% no mesmo período de 2012. Já 14,2% a consideraram como ruim, contra 9,7% em abril de 2012

Demonstrações de campo

Cerca de 150 mil pessoas visitaram a feira, inclusive mil que vieram de 67 países

Além de ser um referencial científico para quem respira avicultura e suinocultura no Brasil e na América Latina, a AveSui é conhecida por aquecer o setor economicamente. A edição 2013 do evento, unida ao XII Seminário Técnico Científico de Aves e Suínos, que será realizada em Florianópolis (SC), entre 14 e 16 de maio, vai reunir mais de 150 empresas nacionais e internacionais, que vão expor e lançar suas tecnologias. Na prática, serão centenas de produtos e serviços em contato direto com o público, que em 2012 superou 19 mil visitantes, em um ambiente propício para os negócios.

“Mãe de todas as feiras”

“O produtor busca inovação tecnológica que permita que a sua produção seja mais eficiente, com menor custo para seja mais competitivo. Alguns fatores contribuíram para o resultado dessa Agrishow, que é a ‘mãe’ de todas as feiras. Neste ano tivemos o PSI – Programa de Sustentação do Investimento, que oferece juros civilizados ao produtor, com prazo favorável, e a necessidade de renovar o parque de máquinas”, afirmou o vicepresidente da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, João Marchesan. “Estimamos que 30% dos negócios na AGRISHOW foram feitos com recursos próprios e 70% por meio de financiamentos”, completou o vicepresidente da ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio, Francisco Maturro.

Visitantes

A edição de 2013 da AGRISHOW recebeu 150 mil visitantes nos cinco dias de evento. Mesmo com a visitação recorde para um primeiro de maio – historicamente o dia com o melhor público da feira – de 40 mil pessoas,


Publicidade Legal Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A7 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL ELEIÇÕES SINDICAIS Pelo presente edital, ficam convocados todos os associados deste Sindicato para as eleições, que serão realizadas no dia 02 de julho de 2013, no período das 09 às 17horas na sede desta Entidade Sita na Avenida Presidente Getúlio Vargas, 4250 em Curitiba, Estado do Paraná, para a composição da Diretoria, Conselho Fiscal e Delegados Representantes, efetivos e suplentes, ficando aberto o prazo de 10 (dez) dias, para o registro de chapas, que começará a contar no primeiro dia útil subsequente da data da publicação deste Edital. A Secretaria da Entidade funcionará, no período destinado ao registro de chapas, no horário das 8h30min às 11h30min e das 13h30mi. às 18h. Caso não seja obtido “quorum” em primeira convocação, a eleição será realizada em segunda convocação no dia 16 de julho de 2013, e não obtido “quórum” em segunda convocação, a eleição em terceira convocação será realizada no dia 17 de julho de 2013, sendo considerados eleitos os candidatos que obtiverem a maioria dos votos dos eleitores presentes. Havendo somente uma chapa para concorrer nas eleições sindicais, poderá ser instalada a assembleia eleitoral no dia 02 de julho de 2013 acima designado, às 09h em primeira convocação desde que presentes a maioria absoluta dos associados em condições de votar. Não estando presente este quórum, poderá a mencionada assembleia ser instalada duas horas após, sendo considerados eleitos os candidatos que obtiverem a maioria dos votos dos eleitores presentes. O Sindicato poderá alterar a forma da eleição para que a mesma ocorra pelo Sistema Eletrônico de Votação. Curitiba, 07 de maio de 2013. Sérgio Piccinielli Presidente

AVISO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 019/2013 - SEED/SUDE PROTOCOLO Nº: 11.786.388-3 OBJETO: execução de reparos na cobertura de sala do Colégio Estadual Vinícius de Moraes, no município de Tupassi. DATA DE ABERTURA E LOCAL: 20 de maio de 2013, às 09:30 (nove horas e trinta minutos), no Auditório da SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, situada à Rua dos Funcionários nº 1323, esquina Rua Recife, Cabral - 80.035-050 - Curitiba - Paraná. VALOR MÁXIMO: R$ 27.725,67 (vinte e sete mil, setecentos e vinte e cinco reais e sessenta e sete centavos). RETIRADA DO EDITAL: na Comissão de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia do local acima indicado, mediante apresentação do Certificado de Registro Cadastral da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência – SEAP/DEAM e 01 CD para gravação dos elementos técnicos instrutores. Informações: (41) 3250-8287 ou (41) 3250-8314. Curitiba, 03 de maio de 2013. Comissão de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia

CARTÓRIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANÁ EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar: 1- JOSE ROBERTO UADY ALVES DE CARVALHO com RENATA MULINARI; 2- TIAGO VALENTIM NHATA com BÁRBARA GARBUIO GAPSKI; 3- SEVERINO ALVES DOS RAMOS com SIDINEIA APARECIDA FRANCISCO DE ABREU OLIVEIRA; 4- BRUNO COELHO BREDA com NATASHA FERNANDES DE SOUSA; 5- SERGIO CORREIA PINTO com LIZIANY APARECIDA KOPPE; 6- MICHAEL CRYSTIAN GODOY BIALLI com ANDRESSA MARCELLE ROCHA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias. Curitiba, 06 de maio de 2013 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial EDITAL DEPROCLAMAS ===================== Cartório do 2º Serviço de Registro Civil e 14º Tabelionato da Comarca de Curitiba - PR Faz saber que pretendem casar-se neste Cartório os contraentes: 1 - NELSON SABURO KADOWAKI com TIRZHÁ LINS PORTO DANTAS - autos nº 351/2013; 2 - ÉBERSON RICARDO DOS SANTOS com DANIELA CRISTINA GAVA - autos nº 352/2013; 3 - EDUARDO HIDEKI NAGANO com FRANCISCA EUGENIA ZAINA - autos nº 353/2013; 4 - FELIPE SCHEINKMAN com ANA VITORIA SCARPIM PASSERI - autos nº 354/2013; 5 - NAGIB SLEIMAN BARK com NADHIA EL-SAYED -autos nº 355/2013; 6 - IDEZIDES RESENDE NETO com JOANA AUGUSTA PERIERA DE QUEIROZ - autos nº 356/2013; 7 - ELIO SQUENA com MARCELA COSTACURTA -autos nº 357/2013; 8 - AMADEU ALICE NETTO com ADRIANA CORRÊA LEITE -autos nº 358/2013; 9 - IRMESON CAVALCANTE DE OLIVEIRA com TATIANE FRANCIELLE PICHARSKI - autos nº 359/2013; 10 - WAGNER JOSÉ TRAJANO com ANA PAULA DE SOUZA CABIANCA - autos nº 360/2013; 11 - PAULO JOSÉ BREDA BELICH com ANGELICA GAYER -autos nº 361/2013; Caso alguém saiba de algum impedimento, oponha-o, na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias a contar deste Edital. Curitiba, 06 de Maio de 2013 OTAVIO AUGUSTO DE ALBUQUERQUE RAUEN OFICIAL

COMUNICADO PÚBLICO A Vivo S.A., operadora do Serviço Móvel Pessoal no Estado do Paraná, em atenção ao disposto no Regulamento do Serviço Móvel Pessoal, aprovado pela Resolução da ANATEL nº 477/07, informa a seus clientes e ao público em geral que ocorreram dificuldades pontuais e temporárias na prestação do serviço, nas localidades e períodos informados abaixo: Período Início Fim 03/05/2013 03/05/2013 Reserva 02h05min 02h10min Mallet e 03/05/2013 03/05/2013 Paulo Frontin 09h01min 12h43min 05/05/2013 05/05/2013 09h47min 10h50min Tijucas do Sul 05/05/2013 05/05/2013 20h45min 21h30min 06/05/2013 06/05/2013 Balsa Nova 04h10min 05h57min A Vivo agradece a compreensão de seus clientes e qualidade de seus serviços. Localidade

Motivo Instabilidade no suprimento de energia elétrica Instabilidade em equipamento Instabilidade no suprimento de energia elétrica Instabilidade no suprimento de energia elétrica reafirma o compromisso com a

Vivo S.A. CNPJ nº 02.449.992/0001-64

Empresas&Produtos SKINKA CRESCE 26% EM 2012 Skinka é bebida mista da Brasil Kirin, em 2012, cresceu cerca de 26% em relação ao ano anterior, número muito acima do mercado que, no mesmo período, atingiu apenas 8,7% de crescimento. Já no Nordeste, a Skinka também é um grande sucesso. Em 2012, obteve crescimento de 6,5%, enquanto o esse mercado cresce apenas 4%. Mas a marca também quer alavancar nas demais regiões do País. A Skinka, bebida altamente refrescante, contém em sua fórmula suco de frutas e vitamina C, ideal para ser compartilhado em reuniões familiares e entre amigos. Disponível em todo o País na embalagem de 450ml e 2 litros na Bahia, Sergipe e Pernambuco, nos sabores de frutas vermelhas e frutas cítricas.

Núcleo em festa O Núcleo Paranaense de Decoração promove, no dia 10 de maio (sexta-feira), às 21h30, sua tradicional festa de em homenagem aos profissionais premiados do Programa de Incentivo que encerrou em 2012. A participação dos grandes nomes da arquitetura e decoração paranaense já está confirmada no tão aguardado evento, cuja produção é assinada por Ilse Lambach e Roberto Amaral da Cunha. A festa acontece no Taboo Eventos, que receberá um cenário inusitado e terá grandes surpresas reservadas aos 400 convidados.

CRYSTAL RECEBE FESTIVAL DE CINEMA FRANCÊS Entre os dias 03 e 09 de maio, o Festival Varilux de Cinema Francês traz para o Shopping Crystal – o Shopping Boutique de Curitiba, o melhor da dramaturgia francesa. Estrelas e astros franceses poderão ser vistos em 15 longas dos mais diversos gêneros, como comédia, drama e thriller. A programação, inédita, contará com uma seleção que representa os filmes de maior impacto das últimas produções da cinematografia francesa, contemplando da comédia ao thriller. Entre os títulos confirmados, filmes que prestam homenagem à França e o que a faz famosa: o teatro (“Pedalando com Molière”), a arte (“Renoir” e "Camille Claudel 1915"), a gastronomia (“Os Sabores do Palácio") e a literatura (“O homem que Ri”). A mostra conta ainda com “O Menino da Floresta”, uma das mais destacadas produções recente de animação francesa, “A Datilógrafa”, de Régis Roinsard, e “Aconteceu em Saint-Tropez”, de Danièle Thompson. Simultaneamente, outras 45 cidades brasileiras também vão receber o Festival, considerado o maior evento de cinema digital do Brasil.

Líder verde e amarelo Band-aid, marca sinônimo de categoria e líder absoluta de mercado com 69,7% de share de mercado, lança o curativo Band-aid com design da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 para a sua linha de decorados em 2013. Pensando na forte paixão do brasileiro pelo futebol e pela Seleção, e às vésperas da Copa das Confederações, a novidade chega aos pontos de venda com um volume duas vezes maior em comparação às duas últimas edições de decorados juntas, Princesa e Carros 2, da Disney. A marca pretende incentivar o cuidado dos machucados de uma forma divertida (#Torcidabandaid). Os novos curativos Band-aid com design Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 chegam a partir deste mês de maio nas principais redes de farmácias e mercados de todo o País.

Inauguração à vista O presidente do SINDEMCAP – SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE EXTRAÇÃO DE MÁRMORES CALCÁRIOS E PEDREIRAS NO ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca os associados deste sindicato, para participarem da ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA e ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a serem realizadas no dia 10/05/2013 na sede desta entidade, sito a Rua Fredolin Wolf, n° 75 – Centro – Almirante Tamandaré, estado do Paraná, em primeira chamada, a partir das 16h00, com metade mais um dos associados e em segunda chamada às 17h00, com qualquer número de presentes, para tratar da seguinte pauta: I - ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA. Item 1 – Tomar conhecimento da prestação de contas da administração e do parecer do conselho fiscal, referente às contas do exercício 2009, 2010, 2011 e 2012; Item 2 – Aprovação do balanço Financeiro e Patrimonial de 2009, 2010, 2011 e 2012; Item 3 – Deliberação e aprovação orçamentária para 2013. II - ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA. Item 1 – Analisar, discutir e aprovar proposta FETIEP / SITRAEX referente à Convenção Coletiva de Trabalho 2013/2014; Item 2 – Autorizar a administração do SINDEMCAP a negociar a Convenção Coletiva de Trabalho com as categorias diferenciadas; Item 3 – Renovação da Comissão de Conciliação Prévia e seus representantes; Item 4 – Discutir matérias de interesse geral. Almirante Tamandaré, 07 de Maio de 2013 JOSEMAR GUARISE DIRETOR PRESIDENTE DO SINDEMCAP

André Caldeira participa da 12ª edição do Fórum de Comandatuba O empresário André Caldeira, presidente do LIDE Paraná, participou de 27/04 (sábado) a 30/04 (terça-feira) do Fórum de Comandatuba, que aconteceu no hotel Transamérica, na Ilha de Comandatuba (BA). Além do foco estratégico no networking empresarial, o evento teve como principal objetivo a discussão do tema “Brasil: preparado para Copa e Olimpíadas?”, incluindo assuntos como deficiência de infraestrutura, mobilidade urbana e turismo. Entre os presentes, além de mais de 300 empresários líderes de grandes corporações com atuação no país, estavam o vicepresidente da República, Michel Temer; o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves; o governador da Bahia, Jaques

Wagner, além de senadores, parlamentares e prefeitos de capitais brasileiras. Esta foi a 12ª edição do Fórum de Comandatuba, considerado um dos mais prestigiados eventos empresariais do Brasil. Além do Fórum e do Seminário, o evento englobou também a entrega do Prêmio LIDE 2013, que homenageou os líderes empresariais que mais se destacaram no último ano. Receberam a premiação Edson de Godoy Bueno, presidente do Conselho da Amilpar (Empreendedor do Ano); Alair Martins, presidente do Grupo Martins (Homenagem Especial do Ano); João Castro Neves, presidente da Ambev (Lìder da Indústria do Ano); Marcial Portela, presidente do Santander (Líder de Responsabilidade Social

do Ano); Carlos Fadigas, presidente da Braskem (Líder da Sustentabilidade do Ano); Antônio Carlos Valente, presidente da telefônica Vivo (Líder de Inovação do Ano); José Seripieri Junior, presidente da Qualicorp (Líder do Setor de Serviços do Ano) e Marcos Quintela, presidente da Y&R (Líder da Comunicação do Ano). Segundo André Caldeira, o evento “foi uma grande demonstração da força do LIDE em todo o Brasil, pelo calibre dos empresários e lideranças políticas presentes”. Um dos momentos mais marcantes do Fórum foi a palestra realizada pela empresária Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, sobre os desafios da educação no Brasil e a importância deste tema como

pauta estratégica para as lideranças empresariais e políticas. Viviane se emocionou muito em sua fala, bem como gerou grande impacto em todos os presentes. Ao todo, foram arrecadados mais de R$ 2 milhões durante o evento para os projetos do LIDE Educação, por meio do Instituto Ayrton Senna (IAS). O LIDE conta atualmente com quase 1.400 empresas filiadas, representando mais de 50% do PIB privado brasileiro. O objetivo do grupo de líderes empresariais consiste em dividir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para a educação, a sustentabilidade e os programas comunitários.

A inauguração do novo Lar Escola Dr. Leocádio José Correia já tem data: 11 de maio, das 11h às 14h. Graças à campanha “Vamos fazer uma vaquinha?”, a entidade comemora seus 50 anos em 2013 em grande estilo com a entrega dos dois primeiros blocos. Mas o projeto continua a todo vapor, pois ainda é preciso erguer o bloco 3 e finalizar alguns detalhes. Com a nova sede, o Lar Escola, no bairro Santa Cândida, irá aumentar a faixa etária e o número de crianças atendidas. Para conhecer a campanha e saber como ajudar, acesse: www.vaquinha.org.br

Polvo no facebook da Omar Calçados A Polvo Digital, empresa de tecnologia e comunicação responsável pela criação do conteúdo da Omar Calçados no Facebook, acaba de disponibilizar na fanpage da rede de lojas um aplicativo relacionado à campanha institucional “Tem Gente Que Ama”. Carla Faria Del Valle, diretora de criação da Polvo, explica que quem fizer as melhores montagens e publicar utilizando o aplicativo estará automaticamente participando de um concurso cultural. Os ganhadores receberão dois vouchers no valor de R$ 200 para usar na loja virtual. “É uma oportunidade pra quem ama sapatos garantir um presente para si e para a mãe”, destaca.

Avenida Paulista sem frituras Desde que inaugurou, há dez anos, o Avenida Paulista Pasta Pizza i Vino adotou o lema “sem frituras” no restaurante. O objetivo, segundo Roberto Magnani, sócio-proprietário do restaurante, sempre foi oferecer uma comida mais saudável aos frequentadores, dispensando a fritadeira e optando pelo método assado. “É uma maneira de oferecer o que há de melhor em gastronomia sem perder a qualidade e o sabor, mantendo um hábito que faz bem à saúde”, comenta. Magnani lembra que a fritura é uma vilã na alimentação e, por isso, deve ser evitada. “Aqui, por exemplo, não temos batatas fritas, mas damos a opção de servir, nos pratos, batatas assadas no forno, combinadas com sal grosso e outras ervas. Muito saborosa e mais saudável. Inclusive o tempero das saladas leva somente azeites extravirgem, com o objetivo de tornar os pratos ainda mais favoráveis ao consumo”, conclui.


Judiciário Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | A8 | Indústria&Comércio www.justicaedireito.com

Opinião

coluna@induscom.com.br

Dominação excrescente O Partido dos Trabalhadores se tornou uma legenda medíocre. Não por seu tamanho, importância, poder e volume de recursos (“por dentro”, com legitimidade, e “por fora” ou “não contabilizado”, no jargão lulista-mensaleiro). Vulgarizou-se na gestão Lula da Silva quando permitiu a generalização de imagem dos quadros através de réguas nauseabundas de alguns saqueadores do Estado. Disseminado o péssimo exemplo, o PT chegou ao governo Dilma Rousseff obrigando a “presidenta” a criar o escalafobético conceito de “malfeito” para justificar a corrupção em grande monta e larga escala. Como a sociedade não reage à escandalosa sucessão de “malfeitos”, os amplíssimos índices de aprovação são chancelas para que o PT sirva-se do Estado feito um famélico diante de um porco assado: besunta as mãos, chupa os ossos e lambe os beiços. Saco sem fundo, não se farta com a roubalheira institucionalizada. Infestou e desqualificou o Poder Executivo, desmoralizou o Legislativo, deseja encabrestar a imprensa e agora quer vergar o Poder Judiciário. Pretende uma absoluta dominação excrescente. É público e notório o poder mandibular de Dilma Rousseff. Ao contrário do ex-presidente Lula da Silva, que preferiu colar na testa a imagem malufista do “não sei de nada”, a “presidenta” é vista no próprio meio petista como alguém fria, implacável e que só apanigua quem lhe é conveniente. Diante desse pseudopoderio, o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional têm trabalhado sob duas óticas: aquilo que Dilma quer e aquilo que ela não quer. Trincam os alicerces democráticos sem dó. Casuisticamente, os canalhas nacionais estão bancando uma emenda constitucional para reduzir o poder do Ministério Público, além de utilizarem o defenestrado ex-presidente Fernando Collor para tentar intimidar e constranger o procurador-geral da República; vivem a insistir pela instalação do controle social das mídias; temem a concorrência e querem sufocar a candidatura da ideóloga Marina Silva e a criação de seu partido político; e chegam ao absurdo de fazer aprovar na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (em poucos minutos e com os nobres votos de alguns mensaleiros condenados!) uma PEC irresponsável que dá ao vagabundo Congresso Nacional o poder da última palavra em decisões do Supremo Tribunal Federal. Vejam só onde estamos chegando... Pela Proposta de Emenda Constitucional de um parlamentar do PT do Piauí, um bando de deputados e senadores, desmoralizados e reféns da sanha de um partido político, teria o poder de questionar e invalidar decisões da Suprema Corte brasileira! Faz-me lembrar do cômico personagem Nazareno, do saudoso Chico Anysio, e o famoso bordão: “Caaaalaaaada!”. Aliás, deve ser essa a “saudação” que Suas Excrescências ouvem quando recebem ligações do gabinete presidencial. Até seria cômico, não fosse assombrosamente trágico. Reza uma versão da História do Brasil que Dilma Rousseff teria atuação emblemática em movimentos contra a ditadura e com o suposto objetivo de “construir um país melhor”, sendo presa e barbaramente torturada pelos militares no início da década de 1970. Ao ascender à Presidência da República, seu estilo de governança e sua permissividade com a bandidagem política colocam essa versão em xeque: ou Dilma esqueceu os ideais pelos quais lutou no passado; ou há em curso um ato terrorista que pretende explodir nossa combalida democracia. Será a agora “presidenta” conivente com a dominação excrescente proposta por seu partido político?

Justiça&Direito REGIME PRÓPRIO

Defensor da União não se sujeita às regras da OAB Entendimento foi confirmado em sede de Apelação e, agora, reconfirmado pelo improvimento de Agravo

O

s defensores públicos não são advogados públicos, possuem regime disciplinar próprio e têm sua capacidade postulatória decorrente diretamente da Constituição Federal. Logo, não precisam se submeter aos ditames da Ordem dos Advogados do Brasil. Com essa argumentação, a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região manteve decisão, em Mandado de Segurança, que proíbe a OAB-SC de notificar os associados da Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef) pela falta de registro profissional. Em acórdão lavrado na sessão do dia 24 de abril, o colegiado considerou, assim, abusivo o ato

administrativo que fazia a exigência. Dessa forma, manteve a decisão do primeiro grau, em sentença proferida em julho de 2011. Nos dois graus de jurisdição, o entendimento foi que os defensores públicos da União, por causa das particularidades de suas funções, não precisam se submeter ao regime disciplinar do Estatuto da Advocacia e da OAB, a Lei 8.906/94. Até porque a exigência de registro na Ordem, para estes, foi abolida por dispositivo constante na Lei Complementar 132, de 2009, segundo decisão do TRF-4.

O Mandado de Segurança

A ação judicial teve início quando alguns associados da Anadef foram

notificados pela OAB catarinense sobre ‘‘medidas administrativas’’ que poderiam ser tomadas porque eles não tinham registro na autarquia. Em resposta, a Associação impetrou Mandado de Segurança em face do presidente da seccional alegando a inaplicabilidade do Estatuto da Advocacia sobre seus associados. O objetivo final era fazer com que a OAB se abstivesse de promover qualquer medida de cunho disciplinar contra os defensores públicos da União em Santa Catarina. O juiz substituto Gustavo Dias de Barcellos, da 1ª Vara Federal de Florianópolis, ao conceder a medida, explicou que a Lei Comple-

Para associações, TJs podem viabilizar eleições diretas Por meio de uma alteração nos seus regimentos internos, os Tribunais de Justiça podem estender aos juízes de 1º grau o direito, hoje restrito aos desembargadores, de votar para a presidência das cortes estaduais, sem precisar aguardar uma mudança na Constituição Federal. A conclusão foi discutida por 11 associações estaduais de magistrados e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) na última segunda-feira (29/4), na sede da Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (Amaerj), na capital fluminense. Eles discutiram a sugestão da Amaerj de organizar abaixo-assinados em favor da proposta e entregá-los,

até o fim de maio, às direções dos tribunais estaduais. A ideia, com isso, é forçar as cortes a se manifestarem formalmente sobre o tema. “Há vinte anos esse tema está em debate e os tribunais resistem. Ao acolher os juízes como eleitores, eles estariam dando um exemplo de democracia interna fantástico”, afirma o presidente da Amaerj, desembargador Cláudio dell´Orto, que defende essa proposta como uma forma de “dar um novo enfoque e um novo impulso” à campanha da AMB “Diretas Já no Poder Judiciário”, lançada no ano passado. Participaram do encontro no Rio as associações de Alagoas

(Almagis), Ceará (ACM), Goiás (Asmego), Maranhão (Amma), Paraíba (AMPB), Rio Grande do Norte (Amarn), Rio Grande do Sul (Ajuris), Santa Catarina (AMC) e Sergipe (Amase). Atualmente tramitam no Congresso Nacional três propostas de emenda constitucional que determinam a inclusão dos juízes de 1º grau nas eleições dos tribunais estaduais: as PECs 15/2012 e 08/2012, dos senadores Vital do Rêgo (PMDB-PB) e Eduardo Suplicy (PT-SP), e a PEC 187/2012, do deputado Wellington Fagundes (PR-MT). Hoje, apenas 17% dos magistrados brasileiros elegem um presidente de tribunal.

PEC DAS DOMÉSTICAS

Presidente do TST teme detalhismo em regulamentação

*HELDER CALDEIRA é Escritor, Jornalista Político e Apresentador de TV / www.heldercaldeira.com.br – helder@heldercaldeira.com.br *Autor dos livros “ÁGUAS TURVAS” e “A 1ª PRESIDENTA”.

MPE pedirá a condenação de militares pelas mortes de PC Farias e Suzana Marcolino O julgamento dos quatro homens denunciados por envolvimento na morte do ex-empresário Paulo César Farias e a namorada dele, Suzana Marcolino, crimes ocorridos em junho de 1996, vai acontecer na próxima segunda-feira e o Ministério Público Estadual pedirá a condenação dos réus pela prática de homicídio qualificado. O promotor de Justiça criminal Marcos Mousinho fará o papel da acusação e alega que os militares estão respondendo pelo ilícito penal porque respondem pela co-autoria dos duplo assassinato. Para o Ministério Público, que aguarda pelo julgamento há 17 anos, Adeildo Costa dos Santos, Reinaldo Correia de Lima Filho, Josemar Faustino dos Santos e José Geraldo da

Silva, todos policiais militares, eram os responsáveis pela segurança particular de PC Farias, como era conhecido o empresário e, por este motivo, tinham a obrigação de zelar pela vida da vítima. Eles tinham a missão de salvaguardar a integridade física do PC Farias e, se assim não o fizeram, ou é porque sabiam que o crime seria cometido e não se movimentaram para impedi-lo ou, talvez, tenham participação direta nas mortes. Os PMs até alegaram que a Suzana teria assassinado o próprio namorado, todavia, os laudos periciais que estão acostados nos autos comprovaram que a tese de homicídio seguido de suicídio está descartada”, explicou o promotor Marcos Mousinho.

A avaliação é do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Carlos Alberto Reis de Paula

A aprovação da Emenda Constitucional 72, que equipara os direitos dos trabalhadores domésticos aos dos demais trabalhadores, pelo Congresso Nacional, foi positiva, mas “é preciso ser cauteloso com a regulamentação”. A avaliação é do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Carlos Alberto Reis de Paula. Embora afirme que a promulgação da EC seja uma evolução, Carlos Alberto diz ter “muito medo da regulamentação”. “Temos de ser precisos e claros, mas não minuciosos, porque toda vez que o somos, criamos problemas”, disse o ministro antes de palestra no IV Encontro Anual da Aasp, que aconteceu no dia 27 de abril em Campos do Jordão, em São Paulo. O ministro afirma que leis deta-

lhistas eliminam a possibilidade de acordo e, por isso acabam causando mais prejuízo do que benefícios, “por mais nobre que seja a intenção”. E justamente por isso, leis detalhistas tendem a resultar em ações judiciais, explica. Carlos Alberto externou seu medo porque o TST foi procurado pelo Congresso para dar assessoria na elaboração do anteprojeto de lei que regulamentará a EC 72/2013. O senador Romero Jucá (PMDB-PR) e o deputado federal Cândido Vacarezza (PT-SP) foram ao gabinete do ministro Carlos Alberto pedir a assessoria do tribunal para a elaboração do texto. A tarefa ficou incumbida da ministra Delaíde Arantes, que tem evitado falar sobre o assunto. Mas ela concorda que a futura lei

deve sempre deixar espaço para a negociação. O espaço para acordo entre trabalhador e patrão é a grande preocupação do TST no momento. Isso num contexto de crescimento da demanda pela Justiça do Trabalho e, nos últimos anos, por recursos ao TST. Em 2010, o tribunal recebeu 204,2 mil recursos. Em 2012, o número saltou para 237 mil casos. O acervo de recursos não julgados no ano passado ficou em 168 mil. As informações são do Anuário da Justiça Brasil 2013. Pelo que se conclui dos dados da publicação, o aumento da demanda ao TST é sinal dos tempos. De acordo com o Anuário, editado pela ConJur, de 1988 para cá, a população brasileira cresceu 30%, ao passo que a demanda pela Justiça cresceu 7.000%.

mentar 80/94 foi a responsável por organizar a Defensoria Pública da União. Destacou as disposições do artigo 136: ‘‘Os Defensores Públicos Federais, bem como os do Distrito Federal, estão sujeitos ao regime jurídico desta Lei Complementar e gozam de independência no exercício de suas funções, aplicando-selhes, subsidiariamente, o instituído pela Lei 8.112, de 11 de dezembro de 1990’’. Com a lei é clara ao mostrar que os defensores gozam de regime próprio, o julgador disse que restaria apurar se as disposições constantes na Lei 8.906/94, o Estatuto da Advocacia, se aplicam, concomitantemente, com o regime disciplinar específico.

TJRJ - Juiz decreta falência da joalheria Natan O juiz Fernando Cesar Ferreira Viana, da 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), decretou na terça-feira, dia 30, a falência da joalheria Natan. O magistrado revogou o pedido de recuperação judicial, concedido em junho do ano passado, porque a empresa não conseguiu cumprir os requisitos econômicos, contábeis e jurídicos no curso do processo. Cabe recurso da sentença. A comprovada falta de lisura por parte da recuperanda no decorrer do processo, comprovada por meio da omissão de informações e da própria paralisação das atividades empresariais, faz com que esta não mais reúna condições para dar continuidade ao pedido de recuperação judicial iniciado, e sendo certo seu estado de insolvência e impontualidade diante do que tudo fora até aqui demonstrado, não resta alternativa senão a convolação do pedido em falência, sentenciou o juiz. Uma gestora e um administrador judicial foram nomeados para dar continuidade, em caráter provisório, às atividades, como arrecadação, avaliação e estratégia de venda dos bens. O representante da Natan tem cinco dias para apresentar a relação nominal dos credores da joalheria. Além disso, uma assembleia será realizada para criar uma relação nominal de credores. Problemas financeiros começaram em 2006 Criada em 1965 e conhecida como um dos principais nomes no ramo de joias de alto padrão, a Natan relata, nos autos processuais, que sua crise teve início em 2006. A joalheria enfrentava problemas financeiros e precisou obter aportes bancários de alto volume. Mesmo depois de renegociados, a dívida prejudicou os ativos da empresa, que ficaram engessados. Assim, credores e funcionários amargaram prejuízos e atrasos de salário, respectivamente. Na sentença, o juiz Fernando Cesar Ferreira Viana destaca que os problemas da empresa se agravaram depois que seu fundador, Natan Kimbelat, se afastou dos negócios. Vale destacar que muito desta crise gerou-se a partir do afastamento do seu fundador NATAN KIMELBLAT, do gerenciamento da sociedade, quando então a empresa, segundo informações dos próprios funcionários, passou a ser gerida por um dos seus filhos, assinalou o magistrado.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | B1

FARMÁCIA

Panvel inaugura nova filial na região central de Curitiba Maior rede de farmácias do Sul do país abre a 15ª loja na capital paranaense

N

a sexta-feira (3), a Panvel – maior rede de farmácias do Sul do Brasil – inaugurou a 15ª filial em Curitiba/PR. A loja da marca está localizada no centro da capital, na Rua XV de Novembro, 310. A unidade conta com um mix completo de medicamentos, produtos de higiene e beleza, nacionais e importados. Entre as marcas, destaque para os produtos da Panvel, que oferece mais de 500 itens, além das renomadas Maybelline, Nesti Dante, Vichy, La Roche-Posay e Roc, entre outros. Segundo o vice-presidente da Panvel, Julio Mottin Neto, Curitiba está recebendo uma atenção especial da Panvel em 2013. A meta é chegar a 30 lojas na capital até o final do ano. “É com satisfação que abrimos mais uma unidade na capital do Paraná, gerando empregos e oferecendo mais uma opção de farmácia ao

A meta da Panvel é chegar a 30 lojas na capital até o final do ano

centro da cidade. A Panvel, além de medicamentos, oferece produtos de beleza, com qualidade e

segurança”, destaca. A operação da Panvel em Curitiba gera em torno de 200 empregos

nabarro assume a vice-presidência de Articulação Política, Adriano Krzyuy vai para a vice-presidência de Comunicação e Marketing. Jefferson Bellanda assume a pasta do conselho de ética e Dr. Alexandre Coelho passa à vice-presidência da Diretoria Adjunta. “Foi uma experiência fantástica para mim enquanto empresário da área de tecnologia ter tido a oportunidade de representar o setor por um tempo. Me sinto gratificado pelo apoio que recebi do pessoal da Assespro-Paraná, dos líderes, dos empresários, dos parceiros e também dos órgãos públicos”, declarou Yamada. O ex-presidente falou também sobre a importância do Sebrae/ PR no desenvolvimento da área de Tecnologia da Informação (TI) no estado e apontou a entidade como fundamental parceiro no suporte às atividades do setor. Desde o início de 2013, a diretoria da Assespro-Paraná instaurou o Conselho Superior, formado exclusi-

vamente por ex-presidentes da entidade com o intuito de acompanhar o constante desenvolvimento da associação. A ideia é dar continuidade aos trabalhos iniciados nas gestões anteriores. Yamada passa, portanto, à presidência do Conselho, mantendo as articulações sem estar envolvido diretamente com as atividades da Assespro-Paraná. As contribuições do ex-presidente e dos demais visa contribuir com a gestão atual. Desde 2011 à frente da AssesproParaná, Yamada solidificou parcerias entre a entidade e diversas instituições, além de fortalecer a relação com empresas como: IBM e Microsoft. No último ano, conseguiu importantes feitos junto à Assembleia Legislativa e à Câmara dos Vereadores, conquistando para a associação declarações de utilidade pública, que permitem à entidade pleitear recursos junto ao município e ao estado no intuito de desenvolver ainda mais o setor. Em novembro de 2012, em par-

Marista promove Feira da Economia Solidária nesta semana A Rede Marista de Solidariedade, do Grupo Marista, e o Fórum Brasileiro de Economia Solidária, promovem até o dia 10 de maio II Feira de Economia Solidária da Pontifica Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Durante toda a semana, das 9h às 21h, uma exposição de produtos produzidos artesanalmente estarão sendo comercializados no hall do Bloco Amarelo da Universidade em Curitiba. O objetivo é proporcionar espaço para comercialização de produtos e serviços realizados por grupos que trabalham na perspectiva da Economia Solidária, disseminar informações sobre o movimento no Brasil e desenvolver ações de apoio à Campanha pela aprovação da Lei de iniciativa popular por um

Brasil Justo e Sustentável – Lei de Economia Solidária. O assessor da Rede Marista de Solidariedade, Marco Antônio Barbosa, explica que a Economia Solidária é um modelo de produção organizado sob a forma de cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias e redes de cooperação, em que todos dividem as responsabilidades, deveres e resultados. “A Feira sinaliza uma alternativa de geração de trabalho e renda que favorece a inclusão e aproxima produtores e consumidores”. A feira oferece ainda seminários, palestras, debates, oficinas e atividades culturais, todos sem custos para os interessados. No dia 7 de maio, às 17h30, acontece uma

oficina de elaboração de brinquedos de feltro. Dia 8, o destaque é a palestra Economia Solidária - Os Caminhos da Autonomia Coletiva, ministrada pela professora Marilene Zazula Beatriz, que lança o livro de mesmo tema logo após a palestra. Oficina da técnica fuxico, apresentação cultural de dança e apresentação do caso da Associação Coragem estão na programação do dia 9 de maio. Além do apoio nas Feiras, a Rede Marista de Solidariedade, em parceria com a Prefeitura de São José dos Pinhais, mantém um Centro Público para comercialização e divulgação dos produtos e serviços produzidos pelos grupos (certificados) no programa de Economia Solidária.

Corrida iRun Stadium Marathon tem apoio da Ouro Fino A empresa Águas Ouro Fino é uma das apoiadoras da iRUN Stadium Marathon, primeira corrida de rua temática de Curitiba com um percurso que vai percorrer os estádios dos três principais times da cidade: Durival de Britto (Vila Capanema), Arena da Baixada e Couto Pereira. A Ouro Fino vai fornecer água para hidratação dos corredores e promover ações com o energético Insano Extreme Energy Drink.

coluna@induscom.com.br

VALORIZAR MENOS OS ERROS E MAIS AS OBRAS DA IGREJA Pedro Antônio Bernardi A humanidade tem uma dívida eterna impagável aos padres, congregações religiosas, missionários, catequistas e agentes da Igreja Católica. Obras de todos os tamanhos nas áreas da educação, saúde, comunicação, evangelização, ação social, criadas e mantidas por religiosos e colaboradores, estão visíveis nas cidades e campos dos quadrantes da terra. Não é prudente autoridades, imprensa e povo mencionarem com frequência desvios de conduta, insanidades e fragilidades de um ou de outro membro da Igreja. Quem erra e comete crime, dano moral e físico, causa sofrimento e prejuízo material pague pelos seus atos e pecados, até com prisão e ressarcimento financeiro, se for preciso, mas não é razoável condenar a Instituição Igreja por isso. É preciso parar, ver e reconhecer que certos valores não se desgastaram ao longo do tempo, porque religiosos arregaçaram as mangas e sedimentaram estruturas do bem e do belo essenciais à vida, saúde e preservação da espécie humana. Seja qual for o sentimento a predominar, tal não impede de perceber nitidamente o quanto a pessoa é beneficiada individual e coletivamente pela ação e atuação da Igreja. Há fatos e atos passíveis de críticas, mas é inegável que o universo de projetos e obras católicas que colaboraram para igualar a sociedade é infinito.

diretos. Para a nova unidade na XV, foram contratados especificamente 10 profissionais.

Sergio Yamada deixa presidência da Assespro A Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-Paraná) passa por mudanças a partir deste mês. Sergio Yamada, que presidia a entidade desde 2011 e foi reeleito em novembro do ano passado por aclamação, será substituído pelo também empresário Sandro Molés da Silva. Yamada optou por se afastar das atividades ligadas à presidência da Assespro-Paraná por questões particulares e profissionais. Por conta da função exigir elevado nível de dedicação do presidente, não há possibilidade de dispensar a atenção devida à entidade neste momento, portanto a mudança. Durante essa semana, os dois se reúnem em Curitiba, na sede da Assespro-Paraná, para cumprimento de compromissos legais, que envolvem, entre outras atividades, o anúncio oficial da troca de regência na pasta para parceiros da entidade. A mudança resulta, também, em outras substituições no quadro de diretoria da associação. Siro Ca-

Opinião

A corrida no dia 12 de maio, com largada às 730h no Estádio Durival de Britto e Silva (Vila Capanema) e a premiação geral está marcada para às 11h30, no mesmo local. Cada atleta poderá optar por correr 5 km ou 11 km. Os percursos serão aferidos pela Confederação Brasileira de Atletismo. Na chegada os corredores serão recepcionados com show com os professores da Academia do Rock. Os participantes vão contar

também com uma estrutura diferenciada que inclui espaço kids com segurança e conforto para as crianças enquanto os pais estão na corrida, serviço de massagistas no pós-prova e atividades de aventura como tiroleza e slackline. Os organizadores da iRUN Stadium Marathon também vão realizar uma ação social e farão a doação de R$ 1,00 para cada inscrição efetivada à entidade Pequeno Cotolengo.

ceria com o Sebrae/PR, Yamada consolidou o Paraná TIC como um dos principais eventos de Tecnologia de Informação do país e trouxe a Curitiba nomes exponenciais do setor como: Martha Gabriel, Maurício Othani, Cassio Drayfus e Bel Pesce. À frente da presidência conseguiu ainda, estabelecer diálogo com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do estado (SETI), Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), o próprio Sebrae/ PR, líderes dos Arranjos Produtivos Locais de Software (APLs) e com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Quem assume a presidência da Assespro-Paraná é o empresário maringaense Sandro Molés da Silva. Sócio-diretor da Process Informática, empresa que atua há mais de 20 anos com desenvolvimento de software para área jurídica, e da Sitae Sistema de Informações, do segmento de treinamentos, consultorias nas áreas de logística, produção e soluções de Mobile Marketing.

Devassa volta a servir sopa de cerveja Com a chegada do inverno, as Devassas já estão prontas para esquentar os clientes nas frias noites curitibanas. Após muitos pedidos, elas invadiram novamente a cozinha e as Cervejarias Devassa Itupava e Praça da Espanha servem suas famosas sopas de cerveja. São cinco tipos de sopa (Ruiva, Índia, Sarará, Negra e Loura) com cerveja ou chope na sua execução, servidas em um delicioso pão italiano crocante em porção individual. Elas são oferecidas diariamente e há duas opções por dia, uma normal e outra com cerveja. Além disso, toda quartafeira as casas oferecem um buffet com cinco diferentes tipos de sopa, mesclando as tradicionais e as de cerveja. O valor do buffet é R$ 26,90 por pessoa. E para aquelas noites mais geladas, nada melhor que a combinação vinho, sopa e lareira. Graças a uma parceria com a Zahil Vinhos, as Cervejarias Devassa oferecem uma carta de vinhos selecionada e perfeitamente harmonizada com os pratos do cardápio pelo renomado sommelier, Jorge Luck.

Amar e visualizar horizontes para as pessoas e famílias serem felizes são vontades fortes de humanizar a alma, o corpo e a mente. Por mais diferentes que sejam os seres na cor, linguagem, costumes e ideais, a Igreja Católica sempre primou por obras essenciais e vitais em favor de todos, indistintamente. Ser Igreja é fazer o bem ao próximo permanentemente e encher o coração de fé, inclusive por meio de mensagens semeadas pela boa comunicação. Infelizmente, olhando para os lados, há tantos aparelhos de televisão ativados sem miolo, e outros tantos, sérios, à espera para serem ligados. É a potencialidade improdutiva, por não tornar público o ensinamento do Evangelho, da caridade, da esperança e da transcendência. Uma das causas de os jovens terem dificuldade de vivenciar a espiritualidade são as ratoeiras mentais e as dependências nocivas causadas pelos meios de comunicação, sobretudo a televisão apelativa. Jovens convictos de amar o Deus e o próximo, que alimentam ambições empreendedoras e prazer de viver harmonicamente, não jogam fora seu tempo sagrado assistindo novelas e outras futilidades durante três ou quatro horas diárias. Lamentavelmente, as grandes redes de televisão não apresentam solução para nada. Estão desviando a atenção dos problemas e atrasando o desenvolvimento do país, a par de deseducar muita gente. A comunicação é vital tão importante quanto a necessidades biológicas, psicológicas e sociais. É posse e direito de cada sobrevivente livre. Porém, é incontestável que parte da programação das redes de televisão brasileiras é fútil e moralmente questionável. Sob alguns ângulos, a TV tornou-se ambiente perigoso, desagregador e deformador. Com raras exceções, os telejornais se transformaram em boletins policiais. Ações e obras da Igreja Católica só são pautadas e veiculadas quando rendem audiência à emissora. *Pedro Antônio Bernardi é jornalista, economista, professor universitário aposentado, consultor de comunicação social, palestrante, autor de livros.

Famiglia Zanlorenzi participa da Apas 2013 O Grupo Vinícola Famiglia Zanlorenzi, participa, até 9 de maio, da edição 2013 da APAS – 29º Congresso e Feira de Negócios em Supermercados, um dos maiores eventos para supermercadistas do mundo, que será realizada no Expo Center Norte, em São Paulo. Neste ano são aguardados mais de 70 mil visitantes, entre eles 600 executivos internacionais de 53 países e terá como tema: “Capitalismo Consciente – prosperar construindo relações de valor para todos”. O Grupo Vinícola Famiglia Zanlorenzi, na edição 2013 da APAS, aposta na apresentação da expansão da sua linha Lunar, que agora conta com 14 produtos, entre vinhos finos e espumantes, na apresentação da linha de vinhos finos importados, a Rayun e nas novidades da marca Campo Largo Suco de Uva. “A produção e a qualidade dos produtos brasileiros vêm crescendo consideravelmente nos últimos 10 anos. Isso é resultado de grandes investimentos em novas técnicas de elaboração e de processos, além do aperfeiçoamento do trabalho de base junto ao fornecedor de matéria-prima, o que melhora, ainda mais, a qualidade das uvas”, explica o presidente do Grupo, Giorgeo Zanlorenzi. Entre os novos produtos da Linha Lunar estão: Lunar Espumante Meio-Doce e Brut; Lunar Frisante Natural Rose e Branco Demi-Sec; Lunar Moscato Suave; Lunar Prosecco Brut; Lunar Espumante Ouro Asti e Brut; Vinho Lunar

Cabernet Sauvignon; Vinho Lunar Cabernet Sauvignon/ Merlot; Vinho Lunar Riesiling. No setor de sucos integrais 100% naturais, o Grupo apresenta o Suco de Uva Campo Largo Tinto e o mais recente lançamento: o Uva Branca. Elaborado com frutas brancas especiais, não recebe a adição de açúcar, água ou corantes. Além de naturais, os Sucos de Uva Campo Largo são muito práticos, pois são prontos para beber. Muito nutritivos, são uma excelente fonte de fibras, vitaminas, além de poderosos antioxidantes. Os Sucos de Uva Campo Largo são ideais para quem procura ficar com a saúde em dia, com a praticidade de poder contar com produtos de sabores inconfundíveis. Para o público infantil o lançamento do ano é um Bag in Box especial com a versão do suco de uva Campo Largo em embalagem de três litros. Outro grande destaque do ano é a parceria exclusiva com a Geo Wines, uma das empresas integrantes do grupo chileno Sutil, responsável pela marca Rayun. O Grupo Vinícola Famiglia Zanlorenzi, detentor de uma vasta linha de vinhos de mesa, sucos de uva integral e espumantes, agora, destaca seu novo posicionamento como o fornecedor com o portfólio mais completo no país, apresentando soluções para todas as categorias de derivados de uva, por meio de uma associação comercial firmada com a Geo Wines.


Nacional Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | B3

Amazônia

Opinião

Desmatamento atinge área de 175 km² entre março e abril

SER MÃE, A MAIS NOBRE MISSÃO Jacir J. Venturi

Marcello Casal Jr/ABr

Segundo o Inpe houve uma redução no desmatamento comparado com o ano passado

A região do Mato Grosso detem o maior número de árvores derrubadas na região, com 83,57 km² de devastação, respondendo por 47% do total.

O

desmatamento e a degradação de florestas na Amazônia atingiram uma área de quase 175 quilômetros quadrados (km²) nos meses de março e abril deste ano. O levantamento de alertas foi divulgado ontem pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), responsável pelo Sistema de Detecção de Desmatamentos em Tempo Real, conhecido como Deter. No mesmo período de 2012, o sistema detectou desmatamento de 292 km², quase o dobro da área identificada este ano. Mato Grosso continua liderando o ranking da derrubada de árvores na região, com 83,57 km² de devas-

tação nos dois meses analisados, respondendo por 47% do total. Pelas informações do órgão, as áreas de alerta nos estados do Acre, do Amazonas, de Mato Grosso, do Pará, de Rondônia, de Roraima e de Tocantins foram identificadas mesmo com uma cobertura de nuvens em quase 50% do território investigado no período. Entre novembro e abril, período em que as chuvas são mais constantes na Amazônia, as imagens ficam relativamente comprometidas. Essa é a justificativa utilizada pelo Inpe para não comparar resultados entre diferentes meses. Os técnicos do instituto afirmam

que a limitação meteorológica e a resolução relativa de captação de imagens - de 250 metros, permitindo captar apenas áreas maiores que 25 hectares -, são compensadas pela frequência de informações repassadas aos órgãos de fiscalização, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “A menor resolução dos sensores usados pelo Deter é compensada pela capacidade de observação diária, que torna o sistema uma ferramenta ideal para informar rapidamente aos órgãos de fiscalização sobre novos desmatamentos”, destacou em nota a assessoria

do Inpe. As imagens captadas pelos satélites utilizados pelo instituto permitem a visualização de áreas de corte raso, quando há a retirada completa da floresta nativa em uma área, e de evidências de degradação pela extração de madeira ou incêndios florestais, que tipificam o processo de desmatamento na região. Nos últimos balanços divulgados, o governo vem destacando um esforço para integrar informações nacionais e estaduais. A derrubada de árvores em determinadas áreas pode ter a licença dos órgãos ambientais locais, o que deixaria de configurar crime.

OIT e sindicato lançam programa de reinserção de vítimas de trabalho escravo 10 conseguiram empregos formais em 2011. Assim como no projeto piloto, a expectativa é criar grande redes de proteção com a participação de empresas públicas e privadas, além de integrar ações já existentes em estados e municípios. Segundo a OIT, há aproximadamente 21 milhões de pessoas em situações de trabalho forçado no mundo. No Brasil,dados da Secretaria de Inspeção do Trabalho, do Ministério do Trabalho, informam que, entre 1995 e 2011, 41.608 mil pessoas foram retiradas da situação análoga à escravidão no país. Durante o lançamento do projeto, a presidenta da Comissão de Direitos Humanos do Senado, senadora Ana Rita (PT-ES), fez um apelo para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 57A/1999, seja votada na Casa.

Nós, adultos, somos muito da criança que fomos. Essa tão verdadeira assertiva merece um belíssimo complemento: “Eu sou o que as mulheres que amei fizeram de mim” – dito pelo dramaturgo Domingos de Oliveira, com ênfase ao primeiro amor de sua vida. Nada mais marcante, e ao mesmo tempo puro e santificado, que a relação de amor de uma mãe com o seu rebento. De todas as tarefas que o Bom Deus concedeu aos humanos, a mais nobre é educar um filho. No entanto, nunca foi tão difícil como nos dias de hoje. As mães sempre foram as maiores educadoras de todos os tempos e as suas palavras e exemplos ecoarão pelo resto da existência do filho. Nas últimas 5 décadas, houve uma transformação significativa no papel de mãe. Antes, era a única responsável pelo bem-estar e felicidade de toda a família. Atualmente, essa árdua tarefa tem que ser compartilhada por todos os adultos da casa e, tanto quanto possível, que todos tenham uma unidade de ação e verbalização. Hoje, com as fortes exigências profissionais e particulares, concomitantemente mãe é bússola, GPS e multifuncional. Bússola, pois determina o norte, repassando valores e bons hábitos. GPS, pois mostra cada detalhe da caminhada do filho. Quando um aparelho realiza 3 funções, dizemos que é multifuncional. O que dizer de uma mãe que diuturnamente executa dezenas de obrigações? É multi, multi, multifuncional! São tantas as alegrias, mas também os conflitos e as renúncias, que ao assumir o papel de mãe fecham-se as portas do purgatório. Num momento, sorrisos, minutos após, choro e ranger de dentes. Adverte a educadora carioca Tânia Zagury que “ao se ter um filho, perde-se o direito de se aposentar do papel de pais”. Sim, cada filho representa um coração fora do corpo da mãe, pois sua também é a felicidade ou a tristeza do seu rebento. Nenhuma missão é mais grandiosa que a de ser mãe. Nutrir de afeto ou exigir disciplina é uma relação que deve ser intensa e proativa, jamais, tíbia e leniente. Ensina um provecto aforisma oriental que Deus, não podendo estar ao mesmo tempo em todos os lugares da terra, criou as mães para ajudá-Lo na árdua tarefa de construir um mundo melhor. Há momentos, sim, de desamparo e desalento no cotidiano de uma mãe. Conforta a mensagem que parafraseio da Oração de São Francisco de Assis: que eu, sendo mãe, aceite mais consolar que ser consolada. Mais compreender, que ser compreendida. Mais amar, que ser amada. *Jacir J. Venturi, é professor, diretor de escola e autor do livro Da Sabedoria Clássica à Popular.

Antonio Cruz/ABr

Uma experiência bem-sucedida de reinserção social e profissional de vítimas de trabalho análogo à escravidão em Mato Grosso vai ser expandida para todo o país. O objetivo do Movimento Ação Integrada é identificar trabalhadores em risco, oferecer a eles cursos de qualificação profissional e os encaminhar ao mercado de trabalho. O projeto foi pelo Sindicato Nacional dos Auditores do Trabalho (Sinait) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), na Subcomissão do Tráfico de Pessoas e Combate ao Trabalho Escravo do Senado. Em Mato Grosso, onde o projeto começou há quatro anos, 302 trabalhadores foram beneficiados. Lá, 92% deles foram aprovados em cursos de qualificação e escolarização. Entre os trabalhadores que concluíram os cursos, 7 em cada

coluna@induscom.com.br

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Sindicato Nacional dos Auditores do Trabalho (Sinait) lançam no Senado programa para reinserir ex-trabalhadores escravos

Dilma anuncia redução de juros de 8% para 5% ao ano para microempreendedor A presidenta Dilma Rousseff anunciou que a taxa de juros para microempreendedores vai cair de 8% para 5% ao ano. A mudança no Programa de Microcrédito Produtivo e Orientado, o Crescer, está prevista para o fim deste mês. “A questão dos pequenos negócios é imprescindível para o futuro e presente do país”. “Eu desconheço qualquer país do mundo que em tão pouco tempo realizou uma mobilização dessa envergadura para formalizar, por um lado, e apoiar dando crédito a esse conjunto de empreendedores.

Nosso governo tem um compromisso com os pequenos negócios”, declarou ao comentar os resultados do Microempreendedor Individual (MEI), que deve alcançar a marca de 3 milhões de cadastrados nos próximos dias. O MEI, além de melhorar renda dos que aderem ao programa, contribui para a geração de emprego no país. Podem aderir ao programa donos de pequenos negócios que faturam anualmente até R$ 60 mil. O registro é feito pela internet www.portaldoempreendedor.gov.br.

O texto prevê a expropriação de propriedades rurais e urbanas onde forem encontradas situação

análoga à escravidão no país. A PEC está parada na Comissão de Constituição e Justiça.

Setor de telefonia lidera ranking de tentativas de fraudes

Número de vítimas em Bangladesh já ultrapassa 650

Conanda assegura direitos de crianças e adolescentes em grandes eventos esportivos

O número de mortos no desabamento de um prédio industrial em Dacca, em Bangladesh, ultrapassa 650, segundo o último balanço oficial. O desabamento ocorreu há 12 dias. No edifício de nove andares funcionavam cinco fábricas de tecidos e roupas, um mercado e um banco. A estimativa é que mais de 3 mil pessoas estavam no local. O major Manzur Elahi, do gabinete criado pelo Exército para coordenar as operações de socorro, confirmou os números. O cálculo é que 2.437 pessoas foram resgatadas com vida. O balanço foi divulgado em meio a protestos de parentes e amigos na área em que são feitas as operações.

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), vinculado à Secretaria de Direitos Humanos, definiu uma série de medidas de proteção a crianças e adolescentes no período preparatório e durante os eventos esportivos que ocorrerão no Brasil, como a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos de 2016. O objetivo da resolução é priorizar a proteção integral dessa parcela da população “nas políticas de desenvolvimento econômico sustentável. Entre as medidas está a que estabelece que somente adolescentes a partir dos 16 anos

De janeiro a março deste ano, a cada 15 segundos, um consumidor brasileiro foi vítima de tentativa de fraude com documentos ou dados pessoais roubados por criminosos, que recorrem a essa estratégia para conseguir crédito sem ter de pagar pelo dinheiro obtido ou para tirar vantagem em um negócio sob falsa identidade. Levantamento feito pela Serasa Experian identificou 507.546 ações do gênero, número 5,14% maior que o registrado em igual período de 2012, quando houve 482.756 tentativas de fraudes. A maioria das tentativas no primeiro trimestre deste ano, ou 39%, ocorreu no setor de telefonia, com 195.894 casos. Com o uso de documentos falsos ou roubados, os golpistas compram linhas de celulares para obter ende-

reço e comprovar residência, por meio de correspondência. Dessa forma, o criminoso pode abrir contas em bancos e conseguir talões de cheques, cartões de crédito e até efetuar empréstimos bancários em nome de outras pessoas. A pesquisa mostra que houve uma mudança no comportamento dos criminosos. No primeiro trimestre do ano passado, o principal alvo dos ataques eram vítimas lesadas pelo setor de serviços, que passou para o segundo lugar representando 30% das ações ou 154.005 casos. Na mira estão negócios com seguradoras, construtoras, imobiliárias e serviços como pacotes turísticos, salões de beleza entre outros. Já o setor de bancos e financeiras ocupa a terceira posição com

106.514 tentativas de fraudes, o equivalente a 21% do total e, em seguida, aparece no ranking o varejo com 2% do total, ou 8.540 casos. Nesta última ação é comum a compra de aparelhos eletrônicos (TV, aparelho de som etc.) deixando a conta para a vítima. De acordo com a Serasa Experian, as maiores vítimas são consumidores que tiveram documentos roubados. Os criminosos também se aproveitam da falta de cuidado de usuários da internet, que registram dados pessoais sem verificar a idoneidade e a segurança dos sites. Diante disso, a empresa recomenda que ao ser roubado, perder ou ter um documento extraviado o consumidor cadastre a ocorrência, gratuitamente, na base de dados da Serasa Experian.

podem trabalhar no serviço voluntário durante os eventos. O Conanda determina ainda que a execução dos programas, serviços e projetos desenvolvidos pelas redes socioeducativas, assistenciais e escolares, voltados à garantia dos direitos humanos de crianças e adolescentes, não sofra prejuízo no período. Segundo a resolução, os municípios devem garantir toda a estrutura necessária ao funcionamento adequado dos conselhos tutelares que ficarão responsáveis por elaborar projetos específicos para proteger meninos e meninas durante os eventos.


Negócios Curitiba, terça-feira, 07 de maio de 2013 | B4 | Indústria&Comércio

cazemek@yahoo.com.br

CarlosZemek “Pensamentos de Artistas” O objetivo desta coluna não é apenas falar de arte, mas sim falar sobre o aspecto filosófico e psicológico das artes. Ajudar o público a desvendar as mensagens e símbolos ocultos nas artes. Oferecendo uma visão mais íntima e profunda da inspiração, ideias e pensamentos que conduzem o processo criativo dos artistas.

A trajetória de Neiva no mundo da arte é rica, carregada de experiência. Suas obras em acervo estão localizadas em diversos lugares, tais como o Museu de Arte do Parlamento de São Paulo; na Secretaria da Cultura de São José dos Pinhais, PR; na Sede do Jornal do Batel, Curitiba, PR; na Escola Livre de Teatro de São José dos Pinhais, PR; no Colégio Vicentino Nossa Senhora das Graças de Pato Branco,PR;no Museu Maria da Fontinha, na cidade de Castro D’Aire, Portugal; no Museu Ítalo-Brasileiro, na cidade de Pomézia, Itália; no Farol do Saber Miguel de Cervantes, Curitiba,PR; na Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, em Pato Branco, PR. As realizações também ocupam um grande espaço em seu currículo. Em 2004, A artista participou do Concorso Internazionale Cremona 2000- Trofeo Luigi Valente, promovido pela ITALART-Associazione Culturale e Galeria de Arte “Im"Paz e vida" magine Spazio Arte”, na cidade de Cremona, Itália. Nesta ocasião recebeu o primeiro premio no segmento “artistas estrangeiros” com a obra “Omaggio a Cremona”. Neiva, queremos conhecer a sua trajetória. Como se tornou artista plástica? Posso dizer que a minha trajetória no mundo das artes é recente. Iniciei-me na pintura em óleo sobre tela no início de 2003, há 10 anos mais precisamente. Frequentei durante cinco anos o atelier de pintura da premiada artista plástica Marilene Zanchet e paralelamente durante dois anos e meio, a Escola de Pintura do renomado pintor Celso Cóppio. Para descobrir esta minha paixão pela pintura, precisei passar por um momento difícil; - foi quando meu filho foi trabalhar nos Estados Unidos, onde ficou por mais de dois anos, e procurei a pintura como uma fuga, uma forma de preencher o vazio da sua ausência. Jamais imaginei que isso me levaria a um encontro comigo mesma, em uma atividade que viria me completar inteiramente. Quais são as fontes de inspiração para suas obras? Minhas fontes de inspiração são inúmeras e variadas. Já pintei um pouco de tudo. Amo pintar paisagens, principalmente as paranaenses e curitibanas, com araucárias evidenciadas. Pintei muitas naturezas mortas, marinhas, retratos e principalmente imagens de crianças. No momento em que o pincel toca a tela, muitas coisas trazem inspiração. Tanto que, às vezes,dificulta a decisão do que pintar. Atualmente, com a dedicação voltada totalmente às figuras infantis, as criações visam conseguir, por meio das cores, proporcionar feições às crianças, como se estivessem lhes dando vida. É esse exatamente o sentimento ao concluir uma obra – “é como se elas fossem vivas e fizessem parte da minha vida”. Tem preferência por alguma cor ou padrão de cores? Não, todas as cores me fascinam. Meu objetivo ao pintar uma tela é criar uma atmosfera especial, que seja capaz de transportar-me diretamente para um mundo fascinante de cores e luzes. Amo exprimir com cores aquilo que sinto, aquilo que observo. Adoro conseguir provocar emoções a quem observa as minhas obras, e acho que isso pode ser conseguido com qualquer cor, desde que estas cores sejam realçadas através do jogo de luzes e sombras, que é na verdade o que traz magia e beleza a qualquer pintura. Qual o tema que mais a agrada expressar em suas obras? Com certeza são as crianças. Adoro pintar imagens dos pequenos. Meninos e meninas em cenas cotidianas se tornaram a temática dominante das minhas obras. O envolvimento com cada pincelada é carregado de carinho e emoção verdadeiros, que se misturam às cores nas telas. As figuras infantis, representadas em momentos reais, tem a finalidade de transmitir a serenidade do natural e a emoção do instante. *Carlos Zemek é curador e artista plástico. Contato: (41) 9831-2389 – cazemek@yahoo.com.br

Câmara manifesta apoio a PEC que cria novos TRFs Medida foi aprovada em abril pela Câmara dos Deputados, mas aguarda promulgação

A

Câmara Municipal de Curitiba realizou ontem, manifestação de apoio à criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região, com sede em Curitiba. O órgão vai atender os estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. A medida foi aprovada em abril pela Câmara dos Deputados, por meio de Proposta de Emenda Constitucional (PEC), mas aguarda promulgação das Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Além dos vereadores, participaram da atividade o senador Sérgio Souza (PMDB), o deputado federal Eduardo Sciarra (PSD), a secretária estadual de Justiça, Maria Tereza Uille Gomes, bem como diversas entidades de classe e representantes da sociedade civil organizada. De acordo com o presidente da Casa, vereador Paulo Salamuni (PV), o novo TRF é uma conquista que precisa ser consolidada. “Estamos juntos nesta luta, que vai resultar em um melhor serviço da Justiça no nosso estado. Não há mais o que discutir, visto que já foi aprovado. Agora, a PEC tem que ser promulgada o quanto antes”, cobrou Salamuni. Coordenador da Frente Parlamentar em Defesa da Criação dos Novos TRFs, o senador Sérgio Souza destacou a necessidade da nova região jurisdicional, os benefícios que a segunda instância da justiça federal traria à população, e a mobilização dos estados beneficiados em prol da promulgação do dispositivo. “Quando a segunda instância da Justiça Federal foi criada, em 1989, havia 100 mil processos para serem julgados. Atualmente, o volume passa de um milhão de ações judiciais, e a estrutura não foi ampliada

Foto: Anderson Tozato

A entrevistada da semana é Neiva Passuello, artista gaúcha, residente em Curitiba desde 1975. Artista sensível, que inuz com imagens de crianças, ao universo infantil. Neiva se alimenta de imagens que têm o sabor da história feminina, conservando as marcas das tradições, brincadeiras e costumes do cotidiano infantil, aliada a um estilo hiper-realista, de excelente técnica.

SESSÃO DE APOIO

A Câmara realizou manifestação de apoio à criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região, com sede em Curitiba, e que vai atender os estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul

o suficiente”, observou. Souza acrescentou que, para a efetivação da medida, basta que o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB), convoque uma sessão para a promulgação da PEC. “Estamos aguardando ansiosamente por esta decisão de Renan e espero que os motivos que o levaram a ainda não ter tomado as providências necessárias sejam de natureza técnica, e não política”. Por fim, o coordenador da frente parlamentar pediu que a mobilização popular seja mantida, como forma de pressionar as autoridades envolvidas. “Teremos uma manifestação amanhã, em Brasília, no dia 17 em Salvador (cidade que também receberá um novo tribunal) e devemos ter mais um ato aqui no Paraná, provavelmente no dia 20”, concluiu. Já o relator da PEC, deputado federal Eduardo Sciarra (PSD), garan-

tiu que não existem impedimentos legais ou constitucionais para a PEC não ser promulgada. “Nós recebemos todos os pareceres jurídicos necessários para votar a proposta. Vamos articular os deputados para que possamos obstruir a pauta de votações até que tenhamos a confirmação do presidente do Congresso de que o texto será promulgado”, anunciou. Sciarra também apelou para que a sociedade mantenha o apoio e disse que, caso tudo corra bem, o órgão pode estar em funcionamento dentro de seis meses. Representando o governador Beto Richa, a secretária estadual de Justiça, Maria Tereza Uille Gomes, falou sobre a urgência do novo TRF e reforçou o compromisso do Executivo estadual em garantir a estrutura para o funcionamento imediato da corte. “O governador já disponibilizou espaço físico e a

estrutura básica para que a 6ª Região possa funcionar o quanto antes aqui no Paraná”, confirmou. Também manifestaram-se no ato o presidente da OAB/PR, Juliano Breda; o conselheiro federal da OAB, José Lucio Glomb; o presidente da Associação Paranaense dos Juízes Federais (Apajufe), Antônio César Bochenek; o assessor jurídico da Associação Comercial do Paraná, Cleverson Marinho Teixeira; o presidente do Movimento Pró-Paraná, Jonel Chede; e a gerente de Comunicação Institucional do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), Carmem Murara. Confira na íntegra o documento de apoio à criação do TRF Paraná http://www.icnews.com. br/2013.05.06/destaque-brasil/ camara-manifesta-apoio-a-pecque-cria-novos-trfs/

Mês dos amigos da Rede Mabu oferece vantagens na hospedagem A Rede Mabu Hotéis & Resorts promove, no mês de maio, o primeiro “Mês dos Amigos” de 2013, período de vantagens na hospedagem. Durante três meses, os hóspedes poderão levar os amigos como convidados especiais, sendo que na compra de um apartamento o amigo ganha outro de cortesia nas mesmas condições e períodos. Caso prefiram, o cliente e o convidado podem dividir a conta, pagando 50% do valor pela hospedagem. A promoção será válida em maio, junho e agosto nos hotéis Mabu Thermas & Resort, de Foz do Iguaçu/PR, Mabu Capivari Eco Resort, localizado em Campina

Grande do Sul/PR e Mabu Costa Brasilis Resort, que fica na praia de Santo André, na Bahia. No Mabu Thermas & Resort há uma ampla área de lazer com águas termais, espaços para a prática de esportes, opções para o descanso do corpo e da mente e diversas atrações para todas as idades. Para as crianças, a principal atividade é o espaço inspirado no Sítio do Picapau Amarelo, que incentiva a imaginação e a criatividade. No hotel, o valor das diárias no Mês dos Amigos é a partir de R$ 899,00 mais taxas em apartamento duplo master. A tarifa é pelo sistema Mabu Inclusive, que contempla

café da manhã, almoço, lanche tropical, jantar, ceia e pacote de bebidas durante as refeições. Há cortesia para uma criança de até sete anos hospedada no mesmo apartamento dos pais. O Mabu Capivari Eco Resort proporciona uma vista privilegiada para a Serra do Mar, a represa do Capivari e a Mata Atlântica, contando com ampla área verde, espaços para eventos, entretenimento e ecologia. A gastronomia é outro destaque do empreendimento, que oferece pratos regionais e também internacionais. Para o período de Mês dos Amigos, as tarifas são a partir

de R$ 569,00 mais taxas a diária em apartamento duplo Master pelo sistema Mabu Fit, que inclui café da manhã, almoço e jantar com bebidas não alcoólicas durante as refeições. A localização e o clima acolhedor estão entre os principais diferenciais do Mabu Costa Brasilis Resort. A Praia de Santo André mantém um clima de sossego nos 13 km de sua costa, apresentando pouco movimento de turistas e um cenário de águas calmas, mangues e coqueirais. Apesar dessa característica, o hotel está a apenas 20 km da agitada Porto Seguro, na Bahia.

Petrobras investiu R$ 2,9 bilhões em sustentabilidade no ano de 2012 Está disponível no site www.petrobras.com.br/rs2012 o Relatório de Sustentabilidade 2012, que reúne informações sobre o desempenho da Petrobras no ano passado, considerando os aspectos operacionais, econômicos, sociais e ambientais. Um dos destaques são os investimentos e gastos operacionais em proteção ambiental, que totalizaram R$ 2,9 bilhões em 2012, um aumento de 7% em relação ao ano anterior. O valor inclui projetos de gestão ambiental e patrocínio a projetos externos. Entre os resultados dos projetos de gestão ambiental, destaca-se a economia de 4 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) ou 8,6 milhões de gigajoules (GJ) de energia, com aplicação de R$ 58 milhões em projetos de eficiência energética. Umas das iniciativas implantadas foi a instalação um sistema de monitoramento predial que permite acompanhar e otimizar o consumo de energia elétrica nos principais edifícios ocupados.

Outro resultado é o volume de água reutilizado no ano, que chegou a 23,5 bilhões de litros, o que representa 12% do total de água doce utilizada no período e um aumento de cerca de 9% em relação a 2011. A quantidade é suficiente para abastecer uma cidade de 550 mil habitantes por um ano. Outros destaques são os investimentos de R$ 2,2 bilhões em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). A Companhia investiu ainda R$ 586 milhões em universidades e instituições de ciência e tecnologia nacionais, montante destinado à realização de projetos de P&D, à qualificação de técnicos e pesquisadores e à ampliação da infraestrutura laboratorial. A Petrobras encerrou 2012 com 49 redes temáticas de pesquisa e desenvolvimento, que envolvem mais de cem universidades e instituições de pesquisas de todo o Brasil. A publicação também apresenta as principais contribuições da

Companhia para a sociedade. Por meio do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), em 2012, foram investidos R$ 51 milhões na capacitação de cerca de 18 mil pessoas, em atividades ligadas ao setor de petróleo e gás natural no país. Em relação a patrocínio, foram destinados R$ 552 milhões a mais de 1,5 mil projetos sociais, ambientais, culturais e esportivos, no Brasil e em diversos países de atuação da Petrobras. O ano também foi marcado pelo lançamento de novas seleções públicas para patrocínio a projetos ambientais, sociais e culturais, para as quais a Companhia realizará os maiores investimentos de todas as edições. Serão destinados R$ 145 milhões a projetos selecionados por meio do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania, R$ 102 milhões a projetos do Programa Petrobras Ambiental, e R$ 67 milhões a projetos do Programa Petrobras Cultural.

"Ao final de cada ciclo, o Relatório de Sustentabilidade se torna uma importante ferramenta de gestão, quando analisamos o que foi publicado com base em indicadores e, assim, identificamos oportunidades de melhoria", ressalta a gerente de Avaliação de Desempenho de Responsabilidade Social da Petrobras, Sue Wolter Vianna. O Relatório de Sustentabilidade é produzido anualmente com o objetivo de fornecer aos públicos de interesse da Companhia informações sobre a atuação e estratégia corporativas voltadas ao desenvolvimento sustentável. A publicação segue a versão mais atual das diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), principal iniciativa mundial na definição de parâmetros para relatórios desta natureza. O documento também apresenta o progresso em relação aos dez princípios do Pacto Global da ONU, do qual a Petrobras é signatária desde 2003.

Diário Indústria&Comércio  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, bet...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you