Issuu on Google+

WWW.ICNE WS .COM.BR

Indústria&Comércio CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 07 DE FEVEREIRO DE 2012 | ANO XXXV | EDIÇÃO Nº 8557 | R$ 1,50

DIÁRIO. MAIS QUE NOTÍCIAS. INTELIGÊNCIA. CONHECIMENTO.

Aroldo Murá PALAVRAS EM DESUSO E SITUAÇÕES CÔMICAS De Madri, a artista plástica Bia Wouk manda sua contribuição ao levantamento que a coluna, com ajuda de seus leitores, está fazendo sobre palavras em desuso no Sul do país. Uma delas, penal, o estojo para guardar lápis, canetas, borrachas escolares, de cunho bem regional. Bia é filha do antológico linguista Miguel Wouk, que, se vivo fosse, muito tera a contribuir para ampliação do nosso glossário. PARANÁ | A3

Pedro Washington Cereja do bolo Com a movimentação já demonstrada pelo deputado Ratinho Jr. que jura de pés juntos que não abre mão se sua candidatura, as dúvidas nas outras decisões começam a ser movimentadas. No PT, único partido, afora aquelas legendas fundadas para atender o interesse de alguns, o pessoal da base insiste em ser ouvido. Não por acaso cada disputa acaba se transformando numa grande briga interna. GERAL | A2

NEGÓCIOS

Indústria japonesa de material hospitalar vai investir no Paraná

Número de falências é o menor para janeiro em sete anos As micro e pequenas empresas foram as mais atingidas em janeiro (29 decretos) O número de empresas que tiveram falência decretada em janeiro é o menor para o mês desde 2005, quando foi editada a nova Lei de Falências. Em todo o país, houve 33 registros no primeiro mês do ano, segundo a empresa de consultoria Serasa Experian – cinco falências a menos do que as 38 registradas em dezembro e oito a menos do que as 41 apontadas em janeiro de 2011. As micro e pequenas empresas foram as mais atingidas, com 29 decretos. Empresas de médio porte tiveram três falências decretadas. Já entre as de grande porte, apenas uma fechou as portas. As falências requeridas somaram 124 registros em janeiro, número igual ao verificado no mesmo mês de 2009. Houve queda no número em relação a janeiro de 2010 e 2011, quando os pedidos foram 132 e 131, respectivamente. Do total de requerimentos de falências em janeiro, 70 foram feitas por micro e pequenas empresas.

GERAL | B3

SUBSTITUIÇÃO

Novo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, toma posse NACIONAL | A6

PRIVATIZAÇÃO

Leilão de aeroportos arrecada quase cinco vezes o previsto NACIONAL | A6

REGISTRO Indústria faturou menos e gastou mais com salários em 2011 Em dezembro de 2011, o faturamento real da indústria caiu 3,4% em relação a novembro, ou 2,7% na índice dessazonalizado. O desempenho da atividade industrial no ano passado foi divulgado nesta segunda-feira (06/02) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, as horas trabalhadas caíram 6,7% (-1,2% no indicador dessazonalizado) na comparação entre os dois últimos meses do ano passado, enquanto o nível de emprego registrou queda de 1% (-0,4% excluindo fatores sazonais). Saques na poupança superam depósitos em R$ 2,8 milhões Os brasileiros iniciaram o ano retirando dinheiro das cadernetas de poupança. Segundo dados do Banco Central (BC) divulgados nesta segunda-feira (06/02), os saques em caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 2,838 milhões, em janeiro. A poupança não registrava captação líquida negativa desde maio de 2011 (R$ 1,301 bilhão). Esse foi o pior resultado para meses de janeiro desde 2009, quando foram registrados R$ 486,630 milhões de captação líquida negativa. Após nove quedas seguidas, estimativa de inflação tem leve alta Depois de nove semanas seguidas em queda, a estimativa para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi levemente ajustada para cima. A projeção de analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) passou de 5,28% para 5,29%. Para 2013, a estimativa para o IPCA permanece em 5%, há dez semanas. As projeções estão acima do centro da meta de inflação, que é 4,5%, mas dentro do limite superior de 6,5%. Para a taxa básica de juros, a Selic, a previsão para este ano continua em 9,5% ao ano, há oito semanas.

Preço da cesta básica em Curitiba registrou variação de 3,17% em janeiro Elza Fiúza

Um dos itens da cesta básica, a carne teve, em janeiro, alta nos preços em relação a dezembro em nove regiões do Brasil

ECONOMIA | A5

ECONOMIA | A5

Consumo de água no Paraná sobe 30% com onda de calor Valdecir Galor/SMCS

A onda de calor que assola o Paraná nos últimos dias provocou um aumento de 30% no consumo de água em todo o Estado. O problema é agravado pela falta de chuva, que afeta a produção de água tratada pela Sanepar. Em Cascavel, a média histórica da temperatura máxima para o mês de fevereiro é de 28,6 graus. No domingo (5), chegou a 37 graus. O reflexo no consumo de água foi imediato, com aumento de 25%.

GERAL | B3

INDICADORES FINANCEIROS CÂMBIO

IBOVESPA

MERCADO À VISTA MAIORES ALTAS

COTAÇÃO

MAIORES ALTAS*

RECRUSUL ESTRELA LUPATECH FII TORRE AL ALFA HOLDING

0,03 0,69 5,00 2.779,99 6,30

LOCALIZA CCR SA ELETROBRAS CPFL ENERGIA EMBRAER

30,30 13,10 25,53 26,00 12,25

MAIORES QUEDAS

COTAÇÃO

MAIORES QUEDAS

COTAÇÃO

TECTOY LIX DA CUNHA WIEST RECRUSUL PANAMERICANO

0,04 1,69 0,36 0,58 0,86

GOL DURATEX ROSSI RESID TAM S/A B2W VAREJO

COTAÇÃO

12,65 10,02 10,54 37,80 10,50

Moeda

Compra

Venda

1,6400

1,7800

Dólar comercial 1,7263

1,7273

Dólar turismo

Dólar paralelo

Euro

1,7300

2,2650

2,2678

Ouro (Grama/R$): 219,70

BOM DIA!

EDITORIAL

Requião e a polícia do Paraná No mesmo domingo em que a Revista Veja aborda uma reportagem sobre o tema “violência em Curitiba”, ocorre na região do Largo da Ordem, muitas outras badernas e confusão com a polícia abusando do poder. Talvez tenha sido mesmo necessário, talvez tenha havido abuso de poder. Mas o que importa é discutirmos o quão despreparada está nossa polícia. Fruto do descaso, da falta de mão-de-obra, dos poucos investimentos e de uma antiga queda de braço entre a PM e o ex-secretário de segurança do governo anterior. O atual governo, mesmo tendo anunciado a contratação de 10 mil policiais para os próximos anos, terá muito que fazer. Curitiba que já foi referência mundial em urbanismo durante o governo Lerner, está fadada a conhecer números cada dia menos favoráveis aos cidadãos de bem: hoje, ocupamos a sexta posição no ranking da violência, lugar que era ocupado, em 2000, pela violenta capital carioca, o Rio de Janeiro. Obrigado Delazari, obrigado Requião.

CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800 CMYK

1,5900

Municípios doParaná Prefeitura organiza corrida para os 122 anos Araucária irá celebrar 122 anos no dia 11 de fevereiro de 2012, data em que se comemora a emancipação política do município. Para festejar a data a Prefeitura está preparando diversas atividades. Uma delas é a Corrida Rústica e Caminhada de Aniversário de Araucária, que está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Será no dia 12 de fevereiro, com concentração às 8h e com largada e chegada no Parque Cachoeira. PÁGINA A4

E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR

Entregas de imóveis devem duplicar em Curitiba Alta no volume de apartamentos entregues e valorização dos imóveis novos. Estas são as perspectivas da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR). NEGÓCIOS | B1

EDITAIS NA PÁGINA A7


Geral

“Se usas o ferro, ele se gasta pelo uso; se não o usas, é comido pela ferrugem.” Erasmo de Rotterdam Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | A2

Previsão do tempo

prpress@terra.com.br

Panorama Político

fonte: www.simepar.br

Mín.: 13° Máx.: 27°

Pedro Washington

A frente fria avança pelo Sul do Brasil e deixa o tempo mais instável nos três estados da região nesta quarta-feira. No Paraná são esperadas pancadas de chuva e trovoadas, mas o risco de temporais aumenta bastante e não pode-se descartar a ocorrência de rajadas de vento fortes e queda de granizo (que exige monitoramento e previsão de curtíssimo prazo). As chuvas causadas pelo sistema frontal, apesar de fortes em alguns setores, atingem de forma mais abrangente e beneficiam os municípios que sofrem os efeitos da estiagem.

Cereja do bolo

Região Metropolitana de Curitiba

Governo entrega títulos de posse para 1189 famílias Medida faz parte da política de regularização fundiária do governo estadual

O

governador Beto Richa entregou ontem, 0s títulos de cessão de posse para 1.189 famílias que residem em terrenos até agora irregulares nos municípios de Campina Grande do Sul (173), Pinhais (636) e São José dos Pinhais (380), na Região Metropolitana de Curitiba. O documento vale como título garantidor de propriedade e regulariza uma situação que já durava 16 anos. A medida faz parte da política de regularização fundiária do governo estadual, que prevê atender este ano 9 mil famílias de todas as regiões com serviços de urbanização, relocação e titulação. No ano de 2011, foram beneficiadas 7.866 famílias. “Depois de muito tempo, estamos garantindo tranqüilidade e segurança para essas famílias. É um resgate social, que foi possível graças ao bom entendimento com os municípios”, disse o governador durante a cerimônia, realizada no loteamento Timbu, em Campina Grande do Sul. Richa anunciou ainda a construção de uma escola estadual no município e destacou que o governo está fazendo uma revolução habitacional no Paraná, com a construção prevista de 100 mil casas até 2015. Os títulos de cessão de posse entregues pelo governo são uma forma de garantir segurança aos beneficiados enquanto aguardam as matriculas e escrituras defini-

Se fosse moda aqui!

Nos EUA, as despesas pessoais dos habitantes da Casa Branca, residência oficial da família Obama, são pagas pelo próprio. Sem verba oficial. Se fosse assim aqui, nos junhos passados o salário de Lula ia todo nas festas juninas da Granja do Torto. Na do Canguiri, o salário do governador não cobriria as despesas com os cavalinhos. Os policiais que os atendiam, esses tinham direito a soldo.

Quilometragem alta “Temos o compromisso de investir na melhoria da pavimentação urbana, levando mais qualidade de vida para os moradores”, disse o governador

tivas dos imóveis. Os documentos definitivos serão emitidos quando as administrações municipais aprovarem a divisão dos lotes. A previsão é que sejam entregues até o final do ano. O p refeito de Campina Grande do Sul, Luiz Carlos Assunção, classificou a documentação como um marco histórico para a população do município. Ele disse que a medida foi possível devido o entendimento entre as administrações municipais e o governo estadual. “Vamos continuar investindo no resgate da qualidade de vida dos moradores”, afirmou o prefeito.

Os loteamentos foram criados em 1995, quando a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) transferiu as famílias que habitavam as margens dos rios que compõem a Bacia do Iguaçu para terrenos que pertenciam ao Estado. No entanto, um problema na renovação do convênio impediu a regularização dos terrenos. Em novembro de 2011, o governador retomou o diálogo com os moradores e assinou a lei nº 16.933/2011, que prevê a doação das áreas para que a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) faça a regularização fundiária dos lotes. O

órgão ficou responsável ainda pelos encaminhamentos às prefeituras, aos cartórios de registro de imóveis e pela confecção dos mapas e memoriais descritivos dos loteamentos. SEGURANÇA – Ao reconhecer o direito à propriedade com a titulação, o governo estadual melhora as condições de habitação nos assentamentos, assim como também assegura que os moradores participem de programas sociais e tenham acesso a financiamentos. A medida permite ainda que o imóvel seja repassado por herança aos familiares.

Incentivo ao esporte dá desconto de até 66,66% no IPTU Organizações não governamentais, sindicatos, federações, associações, conselhos, fundações e clubes sociais sem fins lucrativos que aderirem à Lei Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba poderão ter desconto de até 66,66% do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). “A Lei de Incentivo beneficia todos os envolvidos, pois os incentivadores poderão pagar o IPTU reduzido e o dinheiro arrecadado do tributo é destinado para apoiar atletas, federações esportivas e projetos

Com a movimentação já demonstrada pelo deputado Ratinho Jr. que jura de pés juntos que não abre mão se sua candidatura, as dúvidas nas outras decisões começam a ser movimentadas. No PT, único partido, afora aquelas legendas fundadas para atender o interesse de alguns, o pessoal da base insiste em ser ouvido. Não por acaso cada disputa acaba se transformando numa grande briga interna. Como ocorreu quando Gleisi, em 2008 quis disputar a prefeitura de Curitiba. Teve que enfrentar a resistência do mesmo grupo que hoje tenta emplacar Tadeu Veneri como candidato. Acrescido agora da tendência liderada pelo Dr. Rosinha, também candidato a candidato. Naquele ano, Gleisi teve 54,3% dos votos petistas e Tadeu, 45%. Dá para ver que mesmo com Paulo e Gleisi, ministros, e outros nomes fortes do PT nativo, Gustavo Fruet não, pode imaginar como favas contadas o apoio do PT. Na área oficial as medidas começam a ser tomadas. Para ficar livre e se necessário até se afastar do governo no apoio a Luciano Ducci, como seu pai fez em 1985 para eleger Requião prefeito (se arrependimento matasse!), Beto já devolveu a presidência do PSDB a Valdir Rossoni. A situação fica cada vez mais à feição para o único partido que nesta altura, por não ser “centro, nem esquerda, apoiando igualmente o governo, sem ser governista”, pode pender para qualquer lado: o PSD de Ney Leprevost. Que por sinal aparece hoje como a cereja do bolo. Cortejado por Gustavo, Ratinho e Luciano, com todos o querendo como vice, Ney pode se dar ao luxo de esperar os acontecimentos. Uma quase certeza: se três forem os candidatos, Ducci com apoio da sua máquina e do estado; Fruet com o PT e a máquina federal e Ratinho com alguns pequenos partidos e o pre$tígio de seu pai, ninguém leva no primeiro turno. No segundo $ão outras conversas!

educativos na área do esporte desenvolvidos em Curitiba”, disse o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa. A dedução fiscal prevê a redução de R$ 3,00 do imposto devido para cada R$ 1,00 pago a projetos esportivos de pessoas físicas ou jurídicas sem fins lucrativos desenvolvidas em Curitiba. Para receber o título de “Incentivador do Esporte”, a entidade deve preencher um requerimento no Departamento de Rendas Imobiliárias, no

prédio central da Prefeitura, no Centro Cívico, com o código 1508. A inscrição deve ser feita até o dia 10 de fevereiro, data limite do pagamento à vista do IPTU 2012. A documentação é analisada pela Secretaria Municipal de Finanças e depois encaminhada para a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude, responsável por coordenar os projetos aprovados para receberem subsídio da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. Lei de Incentivo - Desde que foi promulgada, em 2002,

a Lei Municipal de Incentivo ao Esporte já beneficiou 5.274 atletas e projetos de diversas modalidades esportivas. Para o primeiro semestre de 2012 foram aprovados 373 projetos esportivos para receber o apoio da Lei de Incentivo ao Esporte. O número supera o alcançado do último semestre de 2011, que contemplou 352 projetos. A estimativa de investimento da Lei de Incentivo ao Esporte para 2012 é de R$ 1,6 milhão, um crescimento de aproximadamente 14% em relação a 2011.

Informe da Câmara Municipal de Curitiba Solicitadas providências da Cohab para obras na CIC A retomada das obras do Conjunto Residencial Moradias Castanheira, na Cidade Industrial de Curitiba, é solicitada pelo vereador Professor Galdino (PSDB), que encaminhou ofício à Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab-CT). No documento, o parlamentar questiona o atraso na entrega do conjunto e o descumprimento da data de reinício das obras, previsto para novembro do ano passado. Galdino informa que já havia encaminhado requerimento à Cohab em julho de 2011, logo após uma visita à região. Na ocasião, o vereador percor-

reu o local ao lado de representantes da Associação de Moradores do Conjunto Oswaldo Cruz I e recebeu uma série de solicitações da vizinhança, que se queixou do vandalismo que as construções inacabadas sofriam. “As obras, em grande parte sobrados, foram paralisadas já na fase final de construção, quando toda a de alvenaria e telhado, além da colocação de janelas e instalação hidráulica, já estavam prontos. É preciso que o município retome as obras para contornar os prejuízos e entregar essas casas às famílias que aguardam nas

filas da Cohab”, comentou o vereador. De acordo com o ofício encaminhado pela prefeitura ao parlamentar, no dia 18 de julho do ano passado, o conjunto residencial contempla 144 unidades, sendo que as obras tinham sido paralisadas devido ao vencimento do prazo de vigência do contrato com a empresa licitada. “O reinício das obras, no entanto, estava previsto para 120 dias após a data do requerimento, ou seja, novembro daquele ano, e a execução total para entrega das casas era prevista para 18 meses”, conclui o vereador.

Matéria veiculada no final de semana levantou os gastos de deputados estaduais. Especialmente com gasolina e refeições, nas contas de parlamentares que tem suas bases no interior. Os finais de semana desses, são dedicados a viagens para contato com as bases. Gente como Nereu Moura (PMDB) que tem 64 municípios para visitas permanentes, Elio Rusch (DEM) com 51 e outros nesses níveis, simplesmente não param em casa.

Sono, afinal!

As repercussões da apertada votação de quinta-feira, quando os direitos do CNJ de fiscalizar atuação de juizes e desembargadores foram mantidos, continua. A frase da corregedora do CNJ, Eliana Calmon, que praticamente detonou a crise no Judiciário com a afirmação de “bandidos de toga”, foi deliciosa. Acompanhando com emoção, voto a voto, ao ver vitoriosa a defesa do CNJ, foi questionada sobre o que iría fazer: “Vou dormir. Há três meses não durmo!”.

DNA do poder

Governo não tem folga. Quando se pensa que tudo vai caminhar para a normalidade, surge mais um caso: a queda do presidente da Casa da Moeda, órgão subordinado ao Ministério da Fazenda. Com o atual critério de indicação para ocupação de cargos, o ministro Mantega apressou-se a lembrar que a indicação foi do PTB. Agora ninguém quer ser o “pai da criança”.

Em choque

Com a oposição querendo convocar Guido Mantega para depor, com o vazamento de que já existiam informações anteriores sobre as movimentações financeiras da família de Luiz Felipe Denucci, todo o governo se mobiliza para evitar o depoimento. Para sorte do governo, o calor do Carnaval vai ser oportuno para esfriar os ânimos.

EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Administração Irene Morva Martins (diretoria@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.


GeralEstadual Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | A3 | Indústria&Comércio

aroldo@cienciaefe.org.br

Aroldo Murá G.Haygert PALAVRAS EM DESUSO (2) E SITUAÇÕES CÔMICAS

A coluna registra a ampliação dos colaboradores que nos enviam termos, vocábulos e expressões em desuso. Alguns desses vocábulos e expressões estão até dicionarizados, outros permanecem na memória de gente que tem mais de 40 anos. Bia Wouk, artista plástica, globetrotter agora vivendo em Madri (onde João Almino é cônsul geral do Brasil), manda sua contribuição preciosa. Ela diz como se deu conta de que penal soava estranho, mas era-lhe bem familiar. E lembra que seu pai, o inesquecível professor da UPFPR, Miguel Wouk, se deliciaria com o levantamento que a coluna faz. Miguel foi lingüista e deu início a nosso primeiro Atlas Lingüística do Paraná. Espero que os leitores continuem a mandar sua contribuição, tal como fazem Alceo Rizzi, Euclides Scalco, Antonio Carlos da Costa Coelho, Belmiro Castor, Fábio Campana, Eloi Zanetti, Hélio de Freitas Puglielli. A relação que segue é do colunista, com vital e preciosa contribuição do professor Antonio Carlos da Costa Coelho:

ALTO, AUTO, BATUTA, BOCÓ, CHICO...

Alto Bêbedo Auto Automóvel Baby Garota - namorada Batuta Algo bonito, pessoa de bom caráter, agradável Beca Roupa - normalmente usada para traje de festa. (Não confundir com a beca usada nos tribunais ou em cerimônias acadêmicas.) Boazuda O mesmo que gostosa - mulher sensual Bocó Tolo Bronha Masturbação Broto Jovem Bulhufas Nada – “não entender bulhufas” Cabelo abotoado Cabelo penteado para trás e cruzado na nuca, ao gosto de jogadores de bilhar e dos cantores de rock dos anos 50. Cafona Fora de moda Canjebrina Tormar umas “canjebrina” – tomar cachaça ou quaquer outra bebida (Canjebrina é marca de aguardente) Carango Carro Catecismo Revista de sacanagem Champinha Tampa metálica de garrafa Chatô Casa Chico Menstruação

CONTOS, DEITAR O CABELO, FRESCO, GABIROBA...

Contos Contos de reis (usado em lugar de cruzeiro ou real) Cozido embriagado Dar um tombo no loiro Pentear De fechar o comércio Mulher muito bonita Deitar o cabelo Acomodar-se com uma garota Doçura Garota bonita Dondoca Mulher da alta sociedade Duca Do cacete ou do caralho – algo especial Fatiota Traje para ocasiões especiais Fedelho Criança Festinha Festa de última hora na casa de alguém (animada ao som de eletrola Phillips) Fresco Homossexual ou efeminado Furduncio Barulho, arruaça Gabiroba masturbação Gadelha Cabelo comprido Gamar Apaixonar Gazear Não ir a aula ou ao trabalho Glostora Marca de brilhantina Magrela Bicicleta Marica Efeminado (no Paraná não se usava o termo exato: maricas)

MATADOURO, MATINÊ, RABISTECO, VELA, PÃO... Matadouro Matinada Matinê Morou? Pão Paquera Paqueta Pisso (Piço ?) Pomba Quadrado Rabisteco Um estouro Vela Violão

Apartamento para levar mulheres Sessão de cinema nas manhãs de domingo (especial para crianças) Sessão de cinema á tarde (apesar do termo ser próprio para as manhã.) Entendeu? Bonito Flerte Menstruação Menina que “dava” para todos Exclamação diante de algo surpreendente Conservador Ânus Algo que fez sucesso, novidade extraordinária Acompanhante do casal de namorados Mulher de cintura fina

um quarto de hotel. Hotel de madeira. Só tinha assim. Descobriu que no quarto ao lado do seu estava hospedado um casal em lua de mel. Foi o suficiente para imaginação do garoto, recém chegado de Rio Negrinho e que, possivelmente, tinha aprendido sobre sexo nos catecismo de Carlos Zéfiro. Chegada à noite. Hora de dormir e, no quarto ao lado aquela gemeção. Novamente a imaginação do jovem cobrador da HM foi ao seu ponto máximo. Não perdeu tempo. Em baixo das cobertas dedicou-se à bronha, uma, duas... Na manhã seguinte, com olheiras fundas, perguntou ao atendente do hotel sobre o jovem casal. Ficou sabendo que tinham deixado o hotel na tarde anterior e quem ocupara o quarto era uma senhora idosa que sofria dores nas pernas e viria para Curitiba para tratamento.

ESLAQUE, ENVARETADO, ESNUQUE...

Alceo Rizzi é tipo humano muito especial, a quem tive a ventura de encontrar, como aluno que ele era, na PUCPR, final dos 1979. Ele ocupou posições profissionais na GazetaMercantil em diversos estados do país, teve posições públicas de secretário de Comunicação (em Curitiba) e hoje dirige uma muito requisitada agência de publicidade. Dele recebi a correspondência que segue, com contribuições para o levantamento das palavras em desuso. Mas que ficaram na lembrança e, quase sempre quando invocadas, geram gostinho de infância e mocidade que se foram: Prezado professor Aroldo, como amigo e leitor cativo de sua coluna, me atrevo a contribuir com seu trabalho de coleta de palavras e expressões em desuso. Como você se refere hoje em sua coluna à “vocábulos, expressões e termos do Sul do Brasil” que estariam em desuso, permita-me ir “ um pouco além da fronteira” e levalo até Pato Branco onde muitas expressões, naturalmente já em desuso,estiveram presentes na minha infância. Sinto-me liberado ao leva-lo à minha terra, visto a contribuição feita pelo ilustre Euclides Scalco, ele também oriundo das terras do sudoeste do Paraná, mais precisamente de Francisco Beltrão. Eslaque: termo para definir as calças compridas que as mulheres mais arrojadas passaram a usar na década de 60, não ficando mais presas apenas às saias tradicionais. Vergamota: o mesmo que bergamota, mimosa, mexirica. Güega: bola de gude usada pelo jogador para atingir outras bolas expostas em jogo de “ búlico” como se dizia por lá, e não búrico. Pioco e pioquinho: bolinha de gude pequena ou pequeníssima, que se usava para substituir a bola de gude normal quando estava sob a ameaça de ser tocada por algum jogador. Para substituir a bola de gude normmal por pioco ou pioquinho, era preciso dizer “ peço trocas”, antes que o jogador dissesse “ Não dou trocas” para acertar a bola ameaçada. Envaretado: Sujeito mal humorado, de poucos amigos, com gosto para confusões, sempre disposto a resolver questões no braço. Bola de capotão: Como era chamada a bola de couro usada em peladas de futebol e que, quando chovia ficava encharcada e dobrava de peso, o que se tentava evitar passando sobre ela sebo de gado, com poucos resultados. Receber uma bolada com bola de capotão ardia no lombo e deixava uma marca avermelhada marcada por horas. Esnuque: O jogo de sinuca. Ir aos pés: Expressão da roça ou da colônia, como dizíamos, singelamente usada pelo pessoal diante de pedido para eventual necessidade fisiológica.

“JOGANDO BURICO, EMPINANDO RAIA...”

De Madri escreve à coluna a artista plástica (sempre valiosa) Bia Wouk: “Aroldo querido, adorei o primeiro capítulo das palavras e gírias em desuso. não conhecia todas (não sou tão velha assim), mas me lembro dos meninos jogando búrico, empinando raia, acertando passarinho com cetra. e claro que minhas roupas tinham fecho ‘éclair’ e não zíper.

PENAL DESCONHECIDO

Acrescento uma palavra, que não sei se já estará em desuso, mas que eu julgava tão comum que coloquei num texto que fiz para uma individual minha na galeria Paulo figueiredo em são paulo. falando das imagens que me inspiraram naquela série, eu citei o ‘penal’. quando minha amiga, a poeta ana cristina césar, empacou na palavra ‘penal’, é que me dei conta de que era um total regionalismo. claro, um estojo para guardar penas. quando elas existiam… quando eu estudava no sacré-coeur, já não havia penas mas o penal perdurava. Papai se deliciaria com essa sua série, e com certeza teria um extenso glossário para acrescentar ao seu.um beijo saudoso, bia”

NOSSA MICHELLE FALA DE PRIMÁRIAS. VEJA O YOUTUBE

Rabisteco

Em campanha na região dos Campos Gerais, um político o, hoje já um tanto desgastado pela própria vaidade, aceitou hospedagem na fazenda de um amigo. Já noite alta, Domingos, o capataz, mostrava-se entusiasmado com a presença do candidato. Fazia planos para uma foto ao lado do ilustre visitante, até que foi alertado por um amigo do anfitrião: Mingo... cuidado. “ candidato é homossexual...” Na verdade, o anfitrião tascou-lhe uma palavra chula para qualificar o político. Manhã seguinte, café tomado, o candidato despedia-se para visitar prefeitos da região. Domingos já estava preparado. Máquina na mão, pediu o retrato. Na despedida, olhou nos olhos do futuro deputado, bateu nas suas costas e, na simplicidade do homem do campo, largou: - Doutor, gostei do senhor. O senhor pode dar o rabisteco pra quem quiser, mas que eu voto no senhor, eu voto.

QUEM É O PÃO?

Manhã de missa na Santa Teresinha. Dona Marina Ribas, viúva de Gustavo Ribas, se estivesse em Curitiba não faltava. Levava sempre uma neta. Lá pelas tanta a avó, muito recatada, cutuca a neta que não tirava os olhos de um menino que estava a alguns bancos à frente. A menina justifica: mas vó... ele é um pão. Responde Dona Marina: Pão é fresco ou é velho.

CATECISMO E BRONHA

Anos 50. Um ex-diretor de uma Secretaria de Estado, ainda com seus 17 anos, trabalhava de cobrador das lojas HM. Foi a Morretes, no tempo que ir ao litoral era viajar. Ao chegar tratou de procurar

POTY NA PUCPR E NA OBRA DE COELHO

Biblioteca da PUCPR

O arquiteto Manoel Coelho é leitor atento da coluna. Assim, mandou a correspondência que segue, a propósito da obra de Poty, lembrando que na Biblioteca da PUCP (projeto dele, Coelho) há um grande vitral do artista. A propósito: Manoel Coelho foi personagem do volume 2 do meu livro Vozes do Paraná, dedicado a personalidaders paranaenses dos dias atuais. Leia a mensagem do arquiteto: “Caro Aroldo, O vitral da Sinagoga não é o único que o Poty fez. Há o belíssimo vitral interno com iluminação zenital (não usual) na Biblioteca da PUCPR. É enorme (100,00 m2) ocupando todo um pavimento, com o tema a Comunicação Através dos Tempos (desde Gutemberg até a internet). Poty fez também na PUCPR, por indicação minha um belíssimo painel de concreto (40,00 m2) no pavimento térreo (saguão) do Bloco da Reitoria, contando a História da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Poty fez ainda, apedido do Reitor Irmão Clemente, uma série de desenhos a nankin e aquarela focando visuais do Campus da PUC. Tenho muito orgulho de ter convivido com ele durante a elaboração dessas obras. Eu e o Irmão Clemente íamos muito ao seu apartamento da Rua da Paz para ver os seus desenhos. Aroldo, como você vê, este manezinho Curitibano sabe de muitas coisas.”

AB Notícias

abnoticias@abcom.com.br

AGRICULTURA EM FOCO O 24° Show Rural Coopavel pretende receber cerca de 180 mil pessoas este ano. O evento é um dos maiores do cenário da agricultura no Brasil e segue até o dia 10 em Cascavel. Um dos destaques deste ano é o espaço de demonstração da produção de agroecologia. São 2,5 mil metros quadrados onde os produtores rurais podem conhecer tecnologias e técnicas para cultivo sem o uso de agrotóxico. É possível ter acesso a alternativas economicamente viáveis e ecologicamente sustentáveis.

MERCADO EXTERNO O município de Arapongas, Norte do Estado, vai investir 400 mil reais para promover mais quatro eventos do Projeto Comprador. São rodadas de negociações para incentivar a exportação de produtos da região. A expectativa é aumentar a comercialização de móveis e outros itens para o exterior em oito por cento. Segundo o Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas, há um esforço dos empresários locais para adequar seus produtos e atrair mais clientes externos.

OBRAS PREVISTAS Estão em andamento no aeroporto Afonso Pena as ampliações do pátio de aeronaves e do terminal de cargas. O espaço será aumentado em 5 mil metros quadrados, obras que estão previstas para o primeiro semestre deste ano. Em 2013, deve ser finalizada a instalação de um sistema de luzes da aproximação em uma das cabeceiras da pista. Além disso, as obras que tem fechado o aeroporto pela madrugada seguem até junho deste ano.

FESTA TRADICIONAL Boa safra, comida típica e diversas atrações musicais é o que tem na 49° Festa da Uva e do Vinho, em Colombo. O evento segue até 12 de fevereiro. Abriga também a 10° edição da Feira de Indústria e Comércio (FEICOM), que promete demonstrar todo o potencial produtivo de 25 empresas e indústrias do município, dos mais variados segmentos como de automóveis, motos, vestuário, instrumentos musicais, imóveis, entre outros.

MENOS POBREZA O índice de pobreza extrema cai 67% no Paraná. São pessoas que tem renda mensal de até 70 reais por mês. Os dados apresentados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) são para o período entre 2001 e 2009. No início na década, 7,1% da população do Estado vivia nestas condições, passando agora para 2,3%. A redução foi a maior registrada no Sul do Brasil. Ainda hoje, segundo o Ipea, 16 milhões de brasileiros vivem com menos de dois reais por dia.

JOVENS MÃES Apesar da redução nos níveis de gravidez na adolescência, a 16ª Regional de Saúde de Apucarana registra que 18,28% das gestantes têm entre 10 e 19 anos. Ao todo, são 812 meninas da região passando por uma gestação. Com a chegada de um filho, as adolescentes passam a ter responsabilidade mais cedo e muitas vezes deixam de estudar. O foco das políticas públicas agora é a conscientização sobre a importância dos cuidados e do planejamento de uma gravidez.

FOCO NA INDÚSTRIA Michelle de Cerjat: eleições nos USA

Michelle de Cerjat fica até maio em Nova York, fazendo jornalismo de TV em escola ligada à NBC. A curitibana, linda também no vídeo tem feito entrevistas marcantes, com personalidades políticas do USA. Seus últimos trabalho, que chamam atenção pela oportunidade e qualidade, tratam da diferença entre Caucus e Primárias americanas http://www.youtube.com/watch?v=yO6DJ06esmo; - Sobre o Museu de Finanças Americano(Museum of American Finance) - http://www.youtube.com/watch?v=-hZ_k-MyW6I Nessas matérias jornalísticas, Michelle de Cerjat foi produtora e repórter. Ela foi aluna da PUCPR e UFPR. Também foi colaboradora deste I&C, escrevendo sobre cinema.

O município de Guarapuava, Centro-Sul do Estado, tem na indústria um dos maiores empregadores. Atualmente, o setor responde pela criação de 6.700 vagas de trabalho. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregado (Caged), a indústria é a que mais tem estabilidade. O crescimento gradativo permite que a quantidade de postos de trabalho seja mais constante em relação ao setor de comércio e serviços, por exemplo.

LARGAR O VÍCIO Um estudo feito pela Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, apontou que métodos como adesivos, gomo de mascar e sprays nasais para repor a nicotina não são eficazes. A colunista Tânia Mara, do Diário do Noroeste de Paranavaí, reforça que para obter sucesso é fundamental ter determinação, persistência e atitude, pois largar o vício por conta torna-se muito mais eficaz a longo prazo.


Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | A4

araucária

Servidores participam de palestra formativa O professor especialista em “Monitoramento e Avaliação na Gestão Pública”, Humberto Falcão Martins, diretor fundador do Instituto Publix, realizou palestra formativa na sextafeira (03), para um grupo de servidores municipais de São José dos Pinhais, na Central de Treinamentos da Prefeitura. O tema abordado por Martins é o terceiro dos três eixos que o grupo vem trabalhando para desenvolver um plano de gestão do município para os próximos 10 anos. O “Revitaliza Gestão 2020”, como é conhecido, tem como principal objetivo construir um caminho planejado para a cidade. Os dois primeiros eixos já abordados foram Agenda Estratégica e Alinhamento das Estruturas Implementadoras. Para o professor Humberto Martins, o sistema de uma instituição não pode apenas gerar informações. “É preciso mensurar resultados e tais informações precisam ser utilizadas satisfatoriamente”. Ele salienta que as atividades de monitoramento precisam

ocorrer de maneira contínua, a exemplo do velocímetro de um carro que não pode fazer a medição apenas de meia em meia hora. “O foco da avaliação é nos esforços, objetivando resultados. Para isso, precisamos de um conjunto harmônico de alguns elementos, tais como processos, procedimentos, quais respostas buscamos e como coletar informações”, explica Martins. Segundo ele, a avaliação segmenta informações – para quem e para que, associada a tomada de decisões e às explicações dos porquês dos fatos, necessitando de intervenções e desempenho satisfatório para se atingir o grau de confiança que se busca da população, em relação à gestão. “Os esforços impactam diretamente nos resultados, traduzindose em eficácia”, finaliza o professor. O trabalho específico para São José dos Pinhais, que vem sendo realizado pelo Instituto Publix, com a colaboração dos gestores/ consultores internos, resultará num livro que será publicado ainda neste ano.

pinhais

Prefeito entrega termo de posse de imóveis Após anos de espera, os moradores do bairro Renato Bonilauri, em Pinhais, terão seus imóveis regularizados. A antiga reivindicação passa a ser realidade com a concretização do trabalho da Prefeitura Municipal, em parceria com a Cohapar e a Caixa Econômica Federal, que consequentemente irá valorizar a região, e possibilitar a execução de maiores benfeitorias e investimentos públicos. O termo de cessão de posses dos 636 terrenos do loteamento foi entregue nesta segunda-feira (6) pelo Governo do Estado. O evento foi realizado em

Campina Grande do Sul, onde outros municípios foram contemplados.

O Bonilauri

O bairro surgiu em 1998 para realocar 625 famílias que moravam em áreas de risco, próximas as margens de rios do município. O local ganhou esse nome em homenagem a Renato Bonilauri, agrimensor da Coordenação da Região Metropolitana (Comec). Apesar da transferência destes moradores para esta nova área, os imóveis não foram regularizados, o que dificultou o pleno desenvolvimento do local.

piraquara

Professores participam de congresso Cerca de 500 professores, diretores e coordenadores pedagógicos da rede municipal de ensino de Piraquara participam do Congresso de Educação, promovido pela Secretaria de Educação de Piraquara, que está sendo realizado no Clube San Remo Náutico Clube durante os dias 01, 02 e 03 de fevereiro. O objetivo é aprimorar profissional e pessoalmente o educador para que possa desenvolver ainda mais o ensino na cidade. Os participantes poderão ouvir palestras do professor, psicólogo e mestre em

CMYK

educação, Marcos Meier, que falou sobre “A psicologia e a indisciplina em sala de aula: o resgate da autoridade do professor” no primeiro dia do encontro; da pedagoga e pósgraduada em metodologia de ensino, Regina Shudo, que fará uma apresentação no segundo dia com o título “Como potencializar as habilidades e competências a serem desenvolvidas”; e da educadora e psicóloga, Tereza Penna Firme, que falará sobre “A verdadeira avaliação: útil, viável, ética e precisa”, fechando o terceiro dia do congresso.

Prefeitura organiza corrida para os 122 anos Para celebrar emancipação, município preparou diversas atividades

A

raucária irá celebrar 122 anos no dia 11 de fevereiro de 2012, data em que se comemora a emancipação política do município. Para festejar a data a Prefeitura está preparando diversas atividades. Uma delas é a Corrida Rústica e Caminhada de Aniversário de Araucária, que está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Será no dia 12 de fevereiro, com concentração às 8h e com largada e chegada no Parque Cachoeira. A corrida terá percursos de 10km e 5,5km e, a caminhada, de 5,5km. Os mil primeiros inscritos ganharão camisetas alusivas ao evento e receberão um chip, tanto para a corrida como para a caminhada.

Carlos Poly/Arquivo

sjp

Inscrição

O prazo de inscrição já começou e vai até às 17h do dia 07 de fevereiro. Podem participar da corrida os atletas de ambos os sexos com idade mínima de 16 anos. Para a caminhada não há limite de idade. O valor é de R$ 30 para as corridas, sendo que atletas de Araucária e acima de 60 anos pagam R$ 10, e uma lata ou pacote de leite em pó de 400g para a caminhada. A inscrição pode ser feita em diversos locais de Araucária e

Podem participar da corrida os atletas de ambos os sexos com idade mínima de 16 anos. Para a caminhada não há limite de idade

Curitiba (conforme regulamento) ou pelo site www.assessocor. com.br.

Premiação

Haverá troféus e medalhas para os primeiros colocados, além de medalhas de participação para todos os inscritos que completarem as provas de corrida e caminhada. Será feito

sorteio de brindes aos participantes inscritos.

Apoio

A Corrida Rústica e Caminhada de Aniversário de Araucária é uma promoção da Prefeitura de Araucária, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, com o apoio da Associação de Prote-

ção à Maternidade e à Infância (APMI), Federação de Atletismo do Paraná, Unimed Curitiba, Sanepar, Polícia Militar, Fanel Sport, Loja Pró Correr, SESI, Risotolândia e Distribuidora de Doces Rodrigues. O regulamento completo está disponível no site www.assessocor.com.br. Mais informações pelo telefone 3901-5300.

araucária 2

PROREFIS é prorrogado até dia 1º de março Foi prorrogado até o dia 1º de março o novo Programa de Recuperação Fiscal de Araucária (Prorefis). O programa concede o pagamento de tributos atrasados, inscritos ou não na dívida ativa, com desconto de até 100% sobre os juros e multa de mora. O Prorefis é válido para impostos e taxas municipais, tais como o Imposto Sobre Propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviços (ISS) e Alvará. De acordo com o secretário municipal de Finanças, Antônio Tadeu Kasecker, a inadimplência, referente ao ITPU em Araucária, é de quase 40% e, por meio do programa as vantagens são boas tanto para o cidadão quanto para o poder público. “O cidadão poderá regularizar sua situação perante o município com redução de até 100%

nos juros e multa de mora. Já para o poder público, o montante recuperado será destinado para benfeitorias na cidade, como ruas, escolas e limpeza do município”, salientou. O secretário ressaltou ainda que o contribuinte que perder esta oportunidade de regularização, terá sua dívida ajuizada após o término do programa. “Depois do programa, a dívida será ajuizada e o contribuinte terá que pagar custas, com o processo já no Fórum. Um acréscimo significativo” explicou.

Como proceder

O processo de regularização da dívida é simples, basta que a pessoa física (cidadão) ou pessoa jurídica (empresário) compareça até o Espaço Cidadão da Prefeitura e leve cópia simples da cédula de identidade e do CPF no caso de pessoa física. E,

para pessoa jurídica, são necessárias a cópia simples do contrato social e suas alterações, CNPJ e demais instrumentos de mandato. Se sua dívida já estiver ajuizada, deverá se dirigir primeiramente no Fórum e efetuar o pagamento das custas. Após, poderá ir à Prefeitura e proceder da mesma forma citada a cima. São dadas algumas opções para o contribuinte que quiser pagar sua dívida: à vista ou para 30, 60 ou 90 dias direto, desta forma o débito consolidado terá desconto de 100% nos juros e multa de mora. Além disso, outra maneira é o parcelamento em até 24 vezes o débito com desconto de 75% na multa de mora. Lembrando que as parcelas serão fixas e poderão ter um valor mínimo de R$ 50,00. “Caso o contribuinte atrase

o pagamento das parcelas o acordo será revogado”, informa o secretário Kasecker.

Paralelo

Além do Prorefis, foi instituído o Programa Permanente de Parcelamento dos Débitos Municipais, que possibilitará a todos os devedores a possibilidade de quitação parcelada dos débitos. “Neste caso, não será concedido qualquer desconto nos juros ou multa e ainda haverá a cobrança de juros no pagamento parcelado superior a duas parcelas”, finaliza o secretário.

Serviço

Programa de Recuperação Fiscal de Araucária (Prorefis) Local: Espaço Cidadão da Prefeitura Endereço: Rua Pedro Druszcz, 111 - Araucária / Paraná Data: até 1º de março de 2012

almirante tamandaré

Municipio investe em serviços de limpeza Para manter a cidade limpa e organizada, a Prefeitura Municipal executa os serviços de limpeza pública em diversas áreas do município com equipes da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente bem como com funcionários da empresa terceirizada contratada. Garantindo a padronização e identificação dos funcionários da Prefeitura que realizam essas atividades, novos uniformes foram adquiridos pela Prefeitura para auxiliar na segurança dos servidores. No total, foram comprados 30 conjuntos que funcionam como equipamentos de proteção individual, sendo entregues dois conjuntos para cada funcionário. Dentre os serviços de limpeza executados pela Prefeitura

estão as roçadas, limpeza de rios, retirada de lixos e varrição das ruas, remoção de animais mortos de vias públicas e limpeza de lixeiras. As equipes atuam de acordo com a demanda nas áreas rural e urbana de Almirante Tamandaré. De acordo com o secretário Wilson Muraro, as equipes da Prefeitura trabalham para atender todas as solicitações da população e todos os pedidos contribuem com a limpeza da cidade. Para solicitações de serviços de limpeza pública, os moradores podem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente pelo telefone 3657 3034 ou protocolar o pedido na Prefeitura (sede) ou no Centro Administrativo (Grande Cachoeira).

Secretário de agricultura e meio ambiente, Wilson Muraro, realiza a entrega dos uniformes aos servidores municipais que atuam na limpeza pública da cidade


Economia Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | A5 | Indústria&Comércio

EMPRESAS

Serasa: número de falências é o menor desde 2005 Em todo o Brasil, houve 33 registros no primeiro mês do ano O número de empresas que tiveram falência decretada em janeiro é o menor para o mês desde 2005, quando foi editada a nova Lei de Falências. Em todo o país, houve 33 registros no primeiro mês do ano, segundo a empresa de consultoria Serasa Experian – cinco falências a menos do que as 38 registradas em dezembro e oito a menos do que as 41 apontadas em janeiro de 2011. As micro e pequenas empresas foram as mais atingidas, com

29 decretos. Empresas de médio porte tiveram três falências decretadas. Já entre as de grande porte, apenas uma fechou as portas. As falências requeridas somaram 124 registros em janeiro, número igual ao verificado no mesmo mês de 2009. Houve queda no número em relação a janeiro de 2010 e 2011, quando os pedidos foram 132 e 131, respectivamente. Do total de requerimentos de falências em janeiro, 70 foram

Freio na produção industrial reduz crescimento da demanda por eletricidade

RECORDE

A queda da atividade do setor industrial, que refletiu a redução da demanda e dos investimentos devido à crise internacional, e a ocorrência de temperaturas amenas ao longo do ano explicam, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o crescimento de 3,4% da carga de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN), em 2011, em comparação com o ano anterior. O melhor resultado em termos de energia gerada no país foi apresentado pelo Subsistema Sul, com expansão de 5,2% no ano passado, em razão do bom desempenho econômico da região, puxado pela agroindústria. Embora detenha participação de 60% na carga do SIN, o Subsistema Sudeste/CentroOeste mostrou aumento na geração de energia de 3,3%, em relação ao ano passado. De acordo com o ONS, isso se deveu às temperaturas amenas, abaixo da média registrada no ano anterior, além da redução da atividade industrial. Já no Subsistema Norte, a carga de energia evoluiu 4,5%, em 2011, influenciada pelo desempenho da carga dos grandes consumidores, chamados eletrointensivos (como as indústrias de alumínio e eletroeletrônica), localizados na região. Já o Subsistema Nordeste registrou a menor expansão da carga, apenas 1,1% no ano. Divulgados nesta segundafeira (06/02) pelo ONS, os dados revelam, também, aumento de 1,8% na geração de energia no país em janeiro deste ano, comparativamente a janeiro de 2011. Em relação a dezembro, o crescimento foi 0,5%, acumulando nos últimos 12 meses ampliação de 3% na carga de energia do SIN. No Subsistema Sudeste/ Centro-Oeste, a carga cresceu 0,1%, impactada pelo grande volume de chuvas no Rio de Janeiro, em Minas Gerais e no Espírito Santo. Os maiores aumentos de carga em janeiro foram apurados nos subsistemas Nordeste (8,5%) e Norte (5,8%). O maior fluxo turístico observado nessa época do ano para a região e o desempenho da produção dos grandes consumidores eletrointensivos justificam a expansão dos dois subsistemas, segundo análise do ONS. No Subsistema Sul, a carga de energia evoluiu 1% ante o mesmo mês de 2011, refletindo as elevadas temperaturas e a estiagem prolongada na região, principalmente no Rio Grande do Sul.

feitas por micro e pequenas empresas, 31 por médias e 23 por grandes. Para os economistas da Serasa, a situação das empresas brasileiras está melhorando gradualmente. Os juros mais baixos, a queda da inflação, a perda de fôlego da inadimplência de empresas e consumidores, além dos estímulos ao consumo, determinam uma atividade econômica em crescimento. Segundo eles, isso fica evidente quando se analisam os parâme-

tros decrescentes das falências requeridas e decretadas. Porém, os economistas destacam que, por outro lado, a evolução dos pedidos de recuperações judiciais mostra que ainda há negócios com dificuldades, que são principalmente segmentos ou setores não ligados ao consumo, o que acontece com empresas de todos os portes. Em janeiro, foram 86 requisições contra 57 em dezembro e 23 no primeiro mês de 2011.

Vendas de veículos no atacado têm melhor janeiro da história As montadoras instaladas no Brasil venderam em janeiro deste ano 268,2 mil veículos, um aumento de 9,6% sobre o mesmo período do ano passado. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), esse foi o melhor desempenho registrado em um mês de janeiro de toda a história da indústria automobilística no país. Esse volume, no entanto, foi 23% inferior ao de dezembro quando a indústria comercializou 348,4 mil veículos. A participação dos importados teve ligeira baixa sobre dezembro e passou de 27% para 25,3%, índice que supera a marca de janeiro de 2011 (23,5%). O destaque da comercialização coube aos fabricantes de máquinas agrícolas que obtiveram elevação de 16% sobre dezembro e 16,6% sobre janeiro de 2011, com um total de 4.687 unidades. As exportações de veículos também cresceram em relação a janeiro de 2011 com 33.075 unidades, 6,9% maior do que naquele período. Sobre dezembro, porém, houve queda de 31,7%. A produção do setor em janeiro somou 211,8 mil veículos ante 262 mil em dezembro, um recuo de 19,2%. Na comparação com janeiro de 2011, a queda na produção foi 11,4%.

PREVISÃO

A previsão de aumento entre 4% e 5% nas vendas de veículos ao mercado interno do setor atacadista, para 2012, foi mantida pela Anfavea. Embora a comercialização tenha apresentado queda de 23% em

Resultado recorde, no entanto, foi 23% inferior ao de dezembro quando a indústria comercializou 348,4 mil veículos

janeiro, na comparação com dezembro de 2011, o volume é o maior já registrado para um mês de janeiro, com um total de 268,3 mil veículos licenciados no período. Na avaliação do presidente da Anfavea, Cledorvino Belini, o bom desempenho verificado em janeiro, diante do mesmo mês em outros anos, reflete a flexibilização da política econômica para reaquecer o mercado interno com a redução da taxa de juros. Ele sinalizou que as montadoras continuam apostando na capacidade de compra dos consumidores brasileiros apesar de a produção ter apresentado queda de 19,2% sobre dezembro e de 11,4%, na comparação com janeiro do ano passado. Essa redução, segundo o executivo, deve-se a um ajuste de estoques e à concessão de férias coletivas nesse período. No entanto, conforme a previsão da Anfavea, em 2012, o ritmo de crescimento das atividades nas fábricas instaladas no país ficará abaixo da demanda doméstica,

que apresenta alta entre 2% e 3%. Perguntado sobre a expectativa do setor em torno do acordo automotivo entre o Brasil e o México, Belini defendeu mais uma vez a continuidade da parceria. Sua expectativa é que se algo for revisto será no sentido de ampliar a parceria bilateral. Quanto às restrições impostas pela Argentina, que, desde o dia 1º deste mês, cobra dos importadores uma declaração que burocratiza a operação, o presidente da Anfavea disse considerar que será uma situação passageira. Para ele, é natural que o país vizinho queira proteger-se em momento de crise. Pelas projeções apresentadas por Belini, porém, o Brasil venderá 5% menos unidades neste ano ao exterior. Em janeiro, o volume financeiro com as exportações diminuiu 8,8%, totalizando US$ 1,16 bilhão ante US$ 1,28 bilhão, em dezembro. Em relação a janeiro do ano passado, houve um aumento de 22,9%.

ALIMENTOS

Cesta básica em Curitiba teve variação de 3,17% em janeiro A variação mensal da cesta básica de Curitiba em janeiro de 2012 apresentou índice de 3,17%. O acumulado no ano é de 3,17% e o acumulado em 12 meses é de 8,16%. O custo da cesta para uma família curitibana (um casal e duas crianças), foi de R$ 769,56, sendo necessário 1,24 salários mínimos somente para satisfazer as necessidades do trabalhador e sua família com alimentação no mês de janeiro/2012. A cesta básica para um trabalhador teve um custo de R$ 256,52, apresentando uma variação mensal de 3,17% e tendo um custo diário de R$ 8,55 para o trabalhador. Um trabalhador residente em Curitiba, e que ganhe o salário mínimo precisa

trabalhar 90h44min de uma carga horária estipulada em lei de 220h00min. O salário mínimo necessário em janeiro de 2012 deveria ser de R$ 2.398,82. Este valor é levantado conforme determina a lei que estabeleceu o salário mínimo.

BRASIL

Os dados do Dieese sobre o preço da cesta básica em âmbito nacional revelam que entre os alimentos pesquisados, a carne registrou, em janeiro, alta nos preços em relação a dezembro em nove localidades e queda em oito. O tomate, produto cujo preço é sujeito a oscilações por ser uma cultura sensível às alterações climáticas, subiu em 14 localidades. O café apresen-

tou alta em 13 capitais e o arroz em 11. Dez cidades registraram alta no preço do pão. O açúcar destacou-se como o produto que apresentou predomínio de retração nos preços, comportamento apurado em 13 capitais. Segundo o Dieese, os preços dos itens essenciais tiveram alta bastante generalizada em janeiro, devido à ocorrência de chuvas intensas em boa parte do país, particularmente no Sudeste. Além de ter afetado a produção, as chuvas destruíram trechos de estradas e pontes, dificultando o escoamento dos produtos, o que impactou nos preços. Outro fator que influenciou os preços foi o período de seca prolongada pelo qual passou a Região Sul, com a consequente quebra na produção de grãos.

Joaquim Severino TRABALHO DE FORMIGA DO MICHELETTO Nunca como no presente momento se viu e se ouviu tantos pretensos representantes de classes,e particularmente, da classe de produtores rurais então nem se fala. Aliás a representação de classe, tal como o congresso nacional, é uma mostra clara do que efetivamente representa. Assim se na sociedade existem 10% de baixinhos, gordos e carecas, é bem provável que 10% dos membros do congresso assim sejam. No caso da agricultura, atividade da qual todos se julgam originários, até mesmo porque erroneamente e maldosamente costuma se considerar que aquele que não tem aptidão para mais nada é classificado como ruralista, aí então é natural que o número de pretensos representantes seja tão alargado. O horário eleitoral gratuito está aí para dirimir qualquer dúvida com respeito a isso.  A verdade, no entanto, é que existe uma grande diferença não só entre o pretenso e o eleito representante mas, sobretudo, entre o eleito e o que efetivamente representa a classe. O argumento de alguns de que para bem representar a classe é preciso um mandato é no mínimo suspeito, a menos que essa argumentação partisse não do candidato mas dos eleitores.  A bancada ruralista está aí para ser analisada e, fisiologicamente ou não, tem dado mostras de que pode complicar, quando quer, a vida dos que em tendo o poder acham que podem tudo. A questão da dívida mal explicada dos pequenos produtores rurais junto ao Banco do Brasil constituiu oportunidade ímpar para que a bancada demostrasse sua força e disposição.  É uma pena, no entanto, que essa questão, tenha tomado os rumos que tomou ou seja, membros da comissão que acabaram acusados de legislarem em causa própria onde o pequeno, na verdade, serviu apenas como massa de manobra. E o Banco do Brasil, diante da possibilidade de ter que abrir sua caixa preta e suas contas virem à tona, reagiu com a mais pura emoção insinuando que suspenderia toda e qualquer operação de financiamento à agriculura.  Seria o primeiro caso de suicídio institucional, o Banco do Brasil deixando de operar com o financiamento agrícola, logo essa linha que para o banco significa o seu oxigênio. Entre mortos e feridos, no entanto, todos se salvaram e o assunto que mobilizou a bancada ruralista a ponto de obstruir matérias de interesse maior do governo naquele momento é, hoje, água passada, turvas águas passadas. A questão agora é taxa referencial de juros.  Outra gritaria de proporções gigantescas está aí armada para buscar o melhor encaminhamento  da TR, considerada a desgraça maior para a agricultura. A exemplo do endividamento dos pequenos agricultures, a emoção e/ou os interesses inconfessos, não tem permitido que venha à tona as reais implicações desse instrumento.  No caso do endividamento, em que toda a gritaria foi feita em nome do pequeno produtor, revelou-se que quem mais devia eram os grandes. Agora, no caso da TR em que o pequeno e o médio já receberam tratamento diferenciado, é preciso que a argumentação seja convincente, seja capaz de sensibilizar, seja entendível da base ao topo, seja harmonizada entre os diferentes segmentos da sociedade.  E aí está um papel típico de que somente uma boa representação é capaz de fazer. Sem desmerecer as demais representações que os produtores paranaenses têm, notadamente pelo seu secretário da agricultura e presidente da FAEP, destaco o nome do deputado Micheleto, de quem já ouviu dizer que trata-se do deputado formiga.  Seu trabalho é discreto, tanto no interior do Paraná, como em Curitiba e Brasilia. Sua origem e militância na agricultura, sua experiência no sindicato, na federação da agricultura, na confederação nacional da agricultura, nas comissões de agricultura do congresso nacional, fazem deste homem um dos mais lídimos representantes da classe.  Sua credibilidade decorre do seu conhecimento da matéria, da interação com o produtor na base, da maneira mais racional e menos emocional de encaminhar as questões e, principalmente, da maneira discreta de agir. Os nossos pretensos representantes têm onde mirar-se.  Quem brada inconsequentemente presta um deserviço à agropecuária. A mal resolvida questão do endividamento dos pequenos produtores levou a que, de maneira sensível, a parcela da socidade não envolvida com o “affair” se colocasse de sobreaviso contra a classe produtora rural.  “ Espertalhões que estão aplicando um calote”, foi o mínimo que a classe produtora teve que ouvir durante as discussões e os rumos que a questão estava a tomar em determinada altura. Fisiologismo, vedetismo e falta de racionalidade, parecem ter sido os ingredientes daquela enorme pizza.  Assim e para que tristes episódios como esse não se repitam é de todo imprescindível que os candidatos a representantes da agropecuária tenham como meta a defesa da aplicação da TR, não a referencial de juros, mas a TR de taxa de racionalidade.  Joaquim Severino – Professor de Política Agrícola da Universidade Federal do Paraná (1973-2010) e Diretor Presidente da empresa Agrária Engenharia e Consultoria S/A, escreve nesta coluna desde 1992.


Nacional Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | A6

Agrishow

Maior feira de agropecuária deve bater recorde em 2012 Feira deve superar R$ 1,76 bi em negócios; mudanças incluem nova divisão dos estandes por segmento

A

organização da Agrishow, maior feira agropecuária do País em valor de negócios, prevê que a edição de 2012 do evento bata os recordes de público e faturamento – em 2011 foram R$ 1,76 bilhão em negócios. As previsões e novidades da 19ª edição da feira devem ser divulgadas nos próximos dias, mas o Sou Agro antecipa as duas principais mudanças que ocorrerão na infraestrutura da feira, que será realizada de 30 de abril a 4 de maio no Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios, em Ribeirão Preto (SP). Uma delas é que, em 2012, a feira passará a contar com duas entradas, Norte e Sul. O objetivo, obviamente, é agilizar o acesso dos participantes durante os cinco dias da feira, de 30 de abril a 4 de maio. Além disso, os 780 expositores foram divididos em 10 áreas

Confiança de serviços cai 0,9% em janeiro A confiança do setor de serviços na economia recuou 0,9% de dezembro de 2011 a janeiro de 2012 e registrou a sexta queda consecutiva. De acordo com dados divulgados ontem, pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Confiança de Serviços (ICS) passou de 128 para 126,9 pontos. Apesar da redução na passagem de um mês para o outro, o ICS apresentou em janeiro deste ano o melhor resultado na comparação com igual período do ano anterior desde junho de 2011, quando houve alta de 2,4%. Em janeiro de 2012, o índice ficou 1% abaixo do resultado de janeiro do ano passado. Em dezembro de 2011, o indicador havia registrado queda de 3,2% em relação ao mesmo mês de 2010. O Índice de Expectativas (IE-S), subíndice que mede as perspectivas do empresariado do setor para os próximos meses, subiu 1,5% também em relação a janeiro de 2011, depois de registrar queda de 0,5% em dezembro nesta mesma base de comparação. A proporção de empresas prevendo crescimento da demanda nos próximos três meses aumentou de 47,4% em janeiro do ano passado para 49,2% em janeiro deste ano. Por outro lado, a parcela das que esperam queda diminuiu de 7,7% para 6,1%. Ainda de acordo com o levantamento, o Índice de Situação Atual (ISA-S) reduziu o ritmo de queda, ao passar de uma taxa de -6% em dezembro de 2011 na comparação com o mesmo período de 2010 para -4,2% em janeiro de 2012 em relação a janeiro do ano anterior. A proporção das empresas que avaliam a demanda atual como forte passou de 19,8% há um ano para 18,1%; enquanto a das que a consideram fraca subiu de 16,3% para 20,7% no mesmo período. Para calcular o Índice de Confiança de Serviços (ICS), foram consultadas 2.802 empresas entre os dias 2 e 30 de janeiro.

CMYK

temáticas, para que os compradores tenham maior facilidade de localizar as empresas de seu interesse. Os estandes serão divididos nos segmentos aviação, irrigação, ferramentas, caminhões/ônibus/transbordos, máquinas para construção, agricultura de precisão, armazenagem, pecuária, pneus e automóveis. Outras mudanças também ocorrerão nas áreas cobertas, com ampliação e reposicionamento de pavilhões. Áreas comuns e banheiros também serão melhorados, segundo a promotora do evento, a Reed Exhibitions Alcantara Machado. A feira é uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) em conjunto com a Associação Brasileira do Agribusiness (Abag), Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) e Sociedade Rural Brasileira (SRB).

Novo ministro das Cidades toma posse O novo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (foto), recebeu ontem, o cargo em uma cerimônia, no Palácio do Planalto. Ele entra no lugar de Mário Negromonte, que pediu demissão na última quinta-feira (2) sob denúncias de corrupção negadas por ele. O novo feche da pasta é um deputado federal do PP em seu primeiro mandato. Aos 42 anos, já é líder da bancada do partido na Câmara. Como terá uma nova função a partir de hoje, ele vai se licenciar do mandato. Ribeiro é formado em engenharia civil e pós-graduado em administração. Ele já foi secretário de Agricultura, Irrigação e Abastecimento e de Ciência e Tecnologia, Recursos Hídricos e Meio Ambiente no Estado da Paraíba. Foi como secretário de Agricultura que

ele foi processado por má administração, mas foi absolvido das acusações do Ministério Público Federal. De acordo com a ação, foram encontradas supostas irregularidades em dispensa de licitação em convênios da secretaria,

além de aquisições de equipamentos com verba que eram para o combate da febre aftosa. Ribeiro argumentou que o convênio foi estabelecido dentro da legalidade e os equipamentos comprados emergencialmente, o que dispensaria a licitação.

Leilão de aeroportos arrecada quase cinco vezes o previsto pelo governo A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) arrecadou R$ 24.535.132.500 com o leilão dos aeroportos de Guarulhos (Cumbica), Campinas (Viracopos) e Brasília (JK) em leilão realizado há pouco pela Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O valor obtido no leilão, com os três maiores aeroportos do Brasil, é quase cinco vezes os R$ 5,5 bilhões, previstos no edital de licitação. A concessão de Guarulhos, que tem prazo de 20 anos, foi arrematada por R$ 16,213 bilhões pelo consórcio Invepar – composto pelas empresas Invepar (Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A) e Acsa, da África do Sul. O valor da concessão do Aeroporto Internacional de Viracopos ficou em R$ 3,821 bilhões, para o consórcio Aeroportos Brasil, composto

pela Triunfo Participações e Investimentos (45%), UTC Participações (45%) e Egis Airport Operation (10%). Já o aeroporto de Brasília foi arrematado por R$ 4.501.132.500, lance feito pelo consórcio Inframerica Aeroportos, composto pelas empresas Infravix Participações SA (50%) e Corporación America SA (50%). A partir da assinatura do contrato de concessão, haverá um período de transição de seis meses, prorrogável por mais seis, no qual a concessionária administrará o terminal em conjunto com a Infraero. Após esse período, o novo controlador assume as operações do aeroporto. A gestão do espaço aéreo nos terminais concedidos não sofrerá mudanças e continuará sob o controle do Poder Público.

rio de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, no último dia 19. Segundo a família, ele passou mal e teve o atendimento negado em dois hospitais particulares porque não tinham convênio com o plano de saúde do servidor público. A presidenta da União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (Unidas), Denise Rodrigues de Brito, concorda que a maior preocupação em relação ao tema, neste momento, deve ser a regulamentação do sistema de saúde suplementar. “Temos um marco regulatório provisório, não temos ainda

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) terá um estande próprio e com programação especial no Show Rural Coopavel, evento que acontecerá entre os dias 6 e 10 de fevereiro na cidade de Cascavel, na Região Oeste do Paraná. Entre os destaques estão os bate-papos diários que serão promovidos pelos técnicos da instituição financeira para expor os detalhes dos programas ABC e Moderinfra aos produtores rurais que visitarem a feira. Os representantes do BRDE também estarão à disposição para esclarecer dúvidas sobre todos os demais programas que atendem o setor do agronegócio, como as linhas de crédito para a compra de equipamentos e aquisição de bens móveis e imóveis para a modernização das fazendas. O Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), que será tema de uma palestra ministrada pela equipe técnica do BRDE no dia 9 de fevereiro, às 8h, no auditório do Show Rural, foi criado para incentivar a redução da emissão de gases de efeito estufa na atividade agropecuária, bem como reduzir o desmatamento e aumentar a produção em bases sustentáveis.

Receita espera receber 25 milhões de declarações do IRPF 2012 Aeroporto Internacional de Guarulhos (Guarulhos-SP) Consórcio Invepar, representado pela corretora Gradual, Valor: R$ 16.213.000.000,00 Aeroporto Internacional de Viracopos (Campinas-SP) Consórcio Aeroportos Brasil, representado pela corretora Planner, Valor: R$ 3.821.000.000,00 Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek (Brasília-DF) Consórcio Inframérica Aeroportos, representado pela corretora Citi, Valor: R$ 4.501.132.500,00

Falta de regulamentação está entre principais problemas de planos de saúde, avalia ANS A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado discute, neste momento, o atendimento prestado por planos de saúde no Brasil. O secretário executivo da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), João Luiz de Barroca, disse que o sistema avançou, mas reconheceu que o serviço ainda não está consolidado. Segundo ele, os principais problemas dizem respeito à falta de regulamentação do setor. Ele lembrou que, há cerca de 15 anos, não havia lei que direcionasse o atendimento oferecido pelos planos de saúde no país. A situação, segundo ele, abria caminho para que algumas operadoras chegassem a oferecer um número máximo de cinco consultas ao ano e apenas três dias de internação em unidades de terapia intensiva (UTIs). “Em 1998, ao Legislativo atacou uma das pendências da Constituição”, disse. “Mas é importante que se tenha clareza de que é um sistema em construção. Temos o maior sistema de saúde pública do mundo e o segundo maior mercado de saúde suplementar”, completou. Durante a audiência pública, o representante da ANS lamentou a morte do secretá-

BRDE apresenta linhas de crédito voltadas para o agronegócio

uma resposta definitiva do Congresso Nacional em relação a esse marco regulatório”, disse. “No ano passado, fizemos oito audiências públicas, mas não houve consenso entre os parlamentares e não conseguimos avançar”, explicou. As pequenas operadoras, de acordo com a Unidas, estão desaparecendo em razão da tendência de concentração de mercado. Há, segundo Denise, um crescimento no número de usuários de planos de saúde acompanhado de um decréscimo na quantidade de operadoras. “Seja na saúde pública ou na saúde privada, temos hoje

uma situação que nos pede uma resposta e um olhar muito mais atenciosos. Há uma tendência de maior longevidade e menor natalidade, a população está ficando mais idosa. Há uma mudança no perfil demográfico e epidemiológico”, destacou. Para o diretor executivo da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Pedro Armengol, a carência de atendimento na saúde pública serve de estímulo para o que chamou de mercado da saúde. As operadoras, segundo ele, são vistas pela população brasileira como “salvadoras” do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Receita Federal espera receber este ano cerca de 25 milhões de declarações. Em 2011, foram enviadas 24,37 milhões. O prazo começa no dia 1º de março e termina em 30 de abril. As regras para a Declaração do Imposto de Renda 2012, foram publicadas ontem, no Diário Oficial da União. Pela instrução normativa, entre os obrigados a declarar estão os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 23.499,15 no ano passado. O valor for corrigido em 4,5%. No ano passado, o valor era de R$ 22.487,25. Deverá declarar ainda quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil. Esse valor não foi alterado de 2011 para 2012. Com a correção, quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas continua obrigado a declarar. Também é obrigado a declarar quem obteve receita bruta com a atividade rural superior a R$ 117.495,75. Em 2011, esse valor chegou a R$ 112.436,25. Também deve declarar quem tem posse de bens ou propriedade, inclusive terra nua, com valor superior a R$ 300 mil até 31 de dezembro. Para quem resolver fazer a declaração pelo modelo simplificado, o valor do desconto, que substitui todas as deduções de quem faz pelo modelo completo, está limitado a R$ 13.916,36 ante os R$ 13.317,09 do ano passado ou 20% da renda sujeito a imposto.


PublicidadeLegal Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | A7 | Indústria&Comércio FVPART PARTICIPAÇÕES LTDA NIRE 41 2 0640137-3 C.N.P.J. Nº 07.686.112/0001-97

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada  Faço saber que pretendem se casar: 01- GESSE FERREIRA LIMA e GEISSE KELLY MARÇAL. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze)

dias.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convidamos os Senhores quotistas para a Assembléia dos Sócios a realizar-se às 11:00 do dia 25 de fevereiro de 2012, na Rua Batista da Costa, 322 em Curitiba – PR CEP 81810-190 para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Designação dos Administradores, conforme clausula 9ª do contrato social; b) Transferências de quotas entre sócios. Curitiba, 31 de janeiro de 2012.

CURITIba, 06 DE FEVEREIRO de 2012

Ângelo José Dal Pai – Diretor Superintendente 1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR

DAL PAI S. A. INDUSTRIA E COMERCIO NIRE 41 3 0000900-7 C.N.P.J. Nº 76.490.887/0001-05

EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem casar-se: 1 - DIEGO JOSUÉ DALL’AGNOL e RAQUEL FORMIGHIERI. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convidamos os Senhores Acionistas para a Assembléia Geral Extraordinária a realizar-se às 9:00 do dia 25 de fevereiro de 2012, na Rua Batista da Costa, 322 em Curitiba – PR CEP 81810-190 para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Eleição membros da Diretoria, para o período 2012/2014; b) Fixação dos honorários para Diretoria. Curitiba, 31 de janeiro de 2012.

CURITIba, 06 DE FEVEREIRO de 2012

Favorino Dal Pai – Diretor Presidente

EDITAL DE PROCLAMAS Cartório Distrital da Barreirinha JOAQUIM VIEIRA MACIEL - Titular Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002/3254-8424/3252-3605

DPEX EXPORTADORA LTDA NIRE 41 2 0374273-1 C.N.P.J. Nº 01.986.617/0001-90

Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 01 – FABIO MORELO E SUELLEN GONDRO; 02 – DANIEL HARUO HIBARINO E TAINA RUSSO PINTO; 03 – SERGIO LUIS TODESCHI E ELIZANGELA DE FATIMA FERREIRA.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convidamos os Senhores quotistas para a Assembléia dos Sócios a realizar-se às 9:00 do dia 25 de fevereiro de 2012, na Rua Batista da Costa, 322 em Curitiba – PR CEP 81810-190 para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Designação dos Administradores, conforme clausula 9ª do contrato social; b) Transferências de quotas de capital; c) Consolidação do contrato social. Curitiba, 31 de janeiro de 2012.

Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

Kassia C. Dal Pai Lise – Diretor

CURITIba, 06 DE FEVEREIRO de 2012

CARTÓRIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANÁ EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar: 1- CARLOS EDUARDO ODIA FERREIRA DO AMARAL com NATASCHA ZWAR DA SILVA; 2- MARCOS AURELIO VALENTE com SARA FREITAS GEREZ; 3- CARLOS ALEXANDRE RITTEL com DANIELE BASTOS. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias. Curitiba, 06 de fevereiro de 2012 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial

CARTÓRIO DISTRITAL DO BACACHERI Avenida Paraná, 1330 – CEP 80035-130 Fone (41) 3071-7000 Curitiba-Pr EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que neste Cartório foram autuados os autos de habilitação de casamento em que são requerentes FABIO JOSE MACEDO DOS SANTOS e MARIANA COLBERT BELLO, WELINTON MARCEL MACHADO e ARIANE RE MORGON, EDUARDO DE PAULA ALMEIDA e MARYRO MIDUNE ALVES, CHRISTIAN ANDERSEN DE ANDRADE e HERIANE ANDRADE DOS SANTOS, RAIMUNDO DOÇURA DA CRUZ NETO e ELOISA HELENA LEMOS GUERREIRO, MAURILIO DE OLIVEIRA SOARES MAIA e NATALIA DOS SANTOS ARAUJO, THIAGO CARVALHO DE MELLO e JAMINE TAMIRA EBERT, SELMO FLORES DOS SANTOS e ADRIANA DUARTE DE CARVALHO, LUIZ GUILHERME CAVALCANTI MADER SUNYE e GIOVANNA PIRES, WILLIAM MORETTI e ALLYNE MARTINS DE OLIVEIRA BRASILEIRO, CELSO LUIS DE SOUZA CORDEIRO JUNIOR e MARIA HELENA RODRIGUES DA GAMA, MAURO NAVARRO e FATIMA TOUFIC RAAD, ARTHUR HRAST ESSENFELDER e HELLEN NAYARA SILVA PINTO, MAURICIO DO CARMO ISHII e VANESSA DA SILVA TURBAY, PLACIDES GERALDINO DA SILVA FILHO e MARIA DO CARMO TOMASINI, BRUNO CABRAL e STEPHANIE CRISTINE ANDRADE, CESAR AUGUSTO DE ARAUJO CANTARELLA e TALITA AGUIRRE, AJAY THANKAPPAN VETTACKAL e ALESSANDRA DALVA SERIGHELLI, LUIZ FABIANO MIRANDA e BRUNA GABRIELE SILVEIRA LUIZ. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei e no prazo de quinze dias. Curitiba, 06 de Fevereir de 2012. ROGÉRIO PORTUGAL BACELLAR OFICIAL

EXTRATO DA ATA DA 3ª REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO COMITÊ ADMINISTRATIVO DA UEG ARAUCÁRIA LTDA. EM 2012 1.Local: Rua Visconde do Rio Branco, nº 1.341, 9º Andar, Curitiba – PR. 2.Data e Horário: 30/01/2012 às 9h. 3.Presentes: membros do Comitê Administrativo da Sociedade UEG ARAUCÁRIA LTDA.: Erlon Caramuru Tomasi, Diretor Financeiro-Administrativo; Flávio Chiesa, Diretor Técnico; e, Aloísio Xavier Lopes, Diretor Comercial. 4.Deliberações: Deliberam, por unanimidade de votos, no interesse da sociedade e com fulcro nas cláusulas pertinentes do Contrato Social da UEGA: 1) Instituir duas Comissões Permanentes de Licitação da UEGA, de acordo com o Memorando de Justificativa de 30 de janeiro de 2012, designando as seguintes pessoas para a composição das Comissões: a) Comissão Permanente de Licitação para obras, serviços de engenharia e compras de peças e equipamentos para a UTE Araucária: Victor Manuel Lopes Santos – Engenheiro Eletricista; André Luiz Chaiben Madalozzo – Auxiliar Administrativo – Suprimentos; Talitha Weber Sestrem – Administradora e Presidente desta Comissão. Suplentes: André Cruz Moreira – Engenheiro Eletricista; Lourival Silva Junior – Engenheiro Mecânico; Ana Paula Rodriguez – Auxiliar Administrativo e Vice Presidente da Comissão. b) Comissão Permanente de Licitação para os demais serviços e compras: Thiago Flizikowski da Silveira – Contador; Lo-Ami Gomes Correia – Analista Contábil; Talitha Weber Sestrem – Administradora e Presidente desta Comissão. Suplentes: Erica Helena Zimmermann – Auxiliar Administrativo – Financeiro; André Luiz Chaiben Madalozzo – Auxiliar Administrativo – Suprimentos; Ana Paula Rodriguez – Auxiliar Administrativo e Vice Presidente da Comissão. 2) Quanto às licitações na modalidade pregão, nomear pregoeira a administradora Talitha Weber Sestrem e vice pregoeira Ana Paula Rodriguez, designando as seguintes pessoas para a composição da equipe de apoio: Victor Manuel Lopes Santos – para obras, serviços de engenharia e compras de peças e equipamentos para a UTE; André Luiz Chaiben Madalozzo – para obras, serviços de engenharia e compras de peças e equipamentos para a UTE; Lourival Silva Junior - para obras, serviços de engenharia e compras de peças e equipamentos para a UTE; André Cruz Moreira - para obras, serviços de engenharia e compras de peças e equipamentos para a UTE; Lo-Ami Gomes Correia – para os demais serviços e compras; Thiago Flizikowski da Silveira – para os demais serviços e compras; Erica Helena Zimmermann - para os demais serviços e compras; Ana Paula Rodriguez - para os demais serviços e compras. 3) Determinar que: - a investidura dos membros das Comissões Permanente e Suplente de Licitação é de 1 (um) ano, vedada a recondução da totalidade de seus membros para a mesma comissão no período subseqüente; - a investidura da pregoeira e vice pregoeira e da equipe de apoio é de 1 (um) ano. Nada mais havendo a tratar, foi lavrada a presente ata, que leva a assinatura dos mencionados membros do Comitê Administrativo presentes a esta reunião.

BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

Companhia Aberta - CVM nº 01545-8 CNPJ nº 42.331.462/0001-31 - NIRE 4130001526-1 FATO RELEVANTE BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. - (“Battistella Administração”), com sede na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, cumprindo o constante na Lei 6.404/76, artigo 157, parágrafo 4º, combinado com a Instrução Normativa 358, Artigo 2º, caput, da CVM - Comissão de Valores Mobiliários e no interesse de manter informados seus acionistas, investidores e o mercado em geral, em respeito ao princípio de ampla transparência, vem, sob a forma deste Fato Relevante comunicar que, dando sequência ao fato relevante publicado em 12 de dezembro de 2011, em 03 de fevereiro de 2012 assinou a venda definitiva de 100% das cotas sociais, com a devida assinatura da alteração contratual, da Sociedade denominada BATTISTELLA DISTRIBUIDORA E INDÚSTRIA DE PEÇAS E EQUIPAMENTOS LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sede, foro e domicílio na cidade e comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua Marco Giannini, nº 423, Bairro Vila Jaguaré, CEP 05550-000, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 05.198.319/0001-97, responsável pela fabricação, comercialização e prestação de serviços em grupos geradores da marca Maquigeral, para SDMO DO BRASIL LTDA., sociedade constituída no Brasil na cidade de São Bernardo do Campo sob o CNPJ sob o nº 04.017.996/0001-07. Curitiba-PR, 06 de fevereiro de 2012 Marcos Andreetto Perillo - Diretor de Relações com Investidores (marcos.perillo@battistella.com.br - Tel. 041 3250-2452)

AVISO PÚBLICO A Empresa WHB FUNDIÇÃO S/A torna público que o Relatório de Aspectos Ambientais do seu empreendimento CURITIBA-AMPLIAÇÃO, encontra à disposição do público para consultas e comentários no período de 07 de fevereiro de 2012 a 13 de março de 2012, no seguinte endereço: Local: AECIC Rua Manoel Valdomiro de Macedo, 2445 – CIC- Curitiba - PR Fone: 3347-1011 Horário: 10:00 – 11:30h e 14:00 – 16:00h Os comentários deverão ser apresentados por escrito, no mesmo local, ou enviados para: WHB Fundição – A/C Elizangela. Rua Wiegando Olsen, 1000, CIC – Curitiba – PR 81460-070, fone (41) 3341-1800 até 14 de março de 2012.

Sopa refrescante é a sugestão da Rede Mabu para o carnaval

Os dias quentes do Carnaval são ideais para consumir pratos leves que tragam energia para o corpo. O chef Francisco Koehler Neto, do Mabu Parque Resort, em Curitiba, sugere para este período o gazpacho, um sopa fria de origem espanhola à base de vegetais hortícolas, com destaque para o tomate, o pepino e o pimentão. A receita é popular em países como Espanha, Portugal e México e possui poucas calorias, além de ser rápida e fácil de fazer. De acordo com o chef, a sugestão refrescante “pode ser servida como entrada e também como um prato único”.

Tranbrazyl organiza Cursos de extensão para fisioterapeutas

A Tanbrazyl Educação Continuada e Consultoria promove no mês de março diversos cursos de extensão na área de fisioterapia. Entre os dias 1 e 3 de março, acontece curso Eletrotermofototerapia em Ortopedia e Traumatologia, ministrado pelo fisioterapeuta e professor da PUC – Campinas, Nelson Fuirini Junior. Os participantes irão aprender as técnicas, efeitos, indicação e contra-indicações dos equipamentos de eletrotermofototerapia. Nos dias 9 e 10 de março, o fisioterapeuta, Alexandre Henrique Nowotny, especialista em Anatomocinésiologia do Aparelho Locomotor e Morfologia Humana para a Reabilitação, ministra o curso Hérnia de Disco e Disfunção vertebral: como eu trato. O curso apresentará, por meio de teoria e prática, os conhecimentos básicos da Fisioterapia Manual no funcionamento da coluna vertebral para que os participantes possam realizar uma avaliação eficiente das disfunções de movimento em seus pacientes. Para apresentar novas opções de abordagens no diagnóstico de patologias ainda não abordadas frequentemente no cotidiano como as alergias e outras doenças crônicas, o fisioterapeuta e doutor em engenharia biomédica, Dr. Afonso Shiguemi Inoue Salgado ministrará nos dias 16 e 17 de março o curso Fisioterapia Corpo e Mente. Nos dias 23 e 24 de março, o fisioterapeuta especialista em Fisiologia do Exercício na Escola Paulista de Medicina, Luiz Martins Junior, ministrará o curso Fisioterapia Desportiva – atletas de fim de semana, atletas amadores e profissionais e atletas na terceira idade.

Yes! lança revolucionário Corretivo HD

Sempre antenada com o que há de mais moderno e tecnológico em termos de cosméticos, a Yes Cosmetics, depois do Primer, que fez o maior sucesso, está lançando em fevereiro mais um produto da linha Yes! Make.Up que promete tornar a maquiagem super natural e glamourosa: o Corretivo HD. Com textura extra-leve, rápida absorção e ótima definição, o corretivo tem o poder de disfarçar opticamente todas as imperfeições, sejam elas olheiras, marcas ou manchas. Ao mesmo tempo em que uniformiza, ele minimiza a aparência da pele oleosa, promovendo hidratação na medida certa. Está disponível em três opções de tonalidades: bege claro, bege médio e bege escuro. Em embalagens de 4 ml, com prático aplicador, pode ser encontrado por R$ 19,90.



             

                    

                                                                                                                                                                  

   

MPE contratam mais de R$ 143 bi em crédito As micro e pequenas empresas (MPE) contrataram mais de R$ 143,4 bilhões em empréstimos junto aos cinco bancos públicos federais em 2011. O número representa a soma dos valores emprestados pela Caixa Econômica Federal (CEF), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Nordeste (BNB), Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Brasil. O volume é 13,5% superior ao de 2010. Segundo levantamento feito pela Agência Sebrae de Notícias com informações das instituições financeiras, em 2010 foram emprestados às MPE R$ 126,3 bilhões pelos mesmos bancos. “A alta na procura das micro e pequenas empresas por crédito se deve ao aquecimento do mercado

Empresas & Produtos

interno”, avalia o diretor-técnico 24,7 bilhões de 2010. O valor do Sebrae, Carlos Alberto dos vai subir neste ano: o banco Santos. Com o aumento da de- terá R$ 40 bilhões aos pequenos manda dos clientes, os empresá- negócios. rios recorrem mais ao crédito para Além de disporem de mais recapital de giro e investimento. cursos, os empresários clientes da “Mesmo com a maior oferta, os Caixa poderão contar com juros pequenos negócios precisam de mais baixos do que os praticados tratamento diferenciado, com em 2011. Com a queda na taxa Semais facilidade de acesso a crédi- lic, a instituição reduz em até um to”, destaca Carlos Alberto. ponto percentual ao ano os juros A participação das micro e cobrados de pessoa jurídica. pequenas empresas no total de As MPE contrataram R$ 2,5 pessoas jurídicas tomadoras de bilhões em empréstimos junto financiamento é maior entre os ao Banco do Nordeste (BNB) em clientes da Caixa. De cada R$ um total de 106 mil operações. 100 emprestados às empresas, O volume é 13% superior ao R$ 44 foram contratados para de 2010 e representa 11% das empreendimentos de pequeno operações do banco. Em 2012, a porte. O volume é 15% superior expectativa do BNB é conceder ao de 2010. Para esse segmento, R$ 3,5 bilhões em financiamena Caixa desembolsou R$ 28,6 tos às MPE. bilhões, em 2011, frente aos R$ No BNDES, a proporção de

empréstimos aos pequenos negócios dentro do total direcionado à pessoa jurídica foi recorde e atingiu 36%. Foram contratados R$ 49,8 bilhões por micro e pequenas empresas, 9% a mais que em 2010. Houve apoio a 236 mil empresas em 2011, 34% superior ao volume verificado no ano anterior. O Cartão BNDES está entre os fatores que impulsionaram o crescimento. Somente as liberações do cartão atingiram R$ 7,6 bilhões, com aumento de 76% em relação a 2010. Instituição de fomento voltada para atender a região amazônica, o Basa emprestou R$ 208 milhões às MPE em 2011. Foram atendidos 2,3 mil empreendimentos. O montante é 7,9% inferior aos R$ 226 bilhões concedidos em 2010.

Sorvetes com baixo teor de gordura da Eismann

Os sorvetes com baixo teor de gordura, que são um pouco mais leves e possuem um sabor mais requintado, podem ser uma opção para quem não quer ficar com a consciência pesada na hora de comer um doce. A Eismann, líder no mercado europeu de alimentos ultracongelados e primeira do Brasil com atuação na venda direta, trouxe duas opções destes sorvetes para Curitiba. A primeira é o Morango Mais, que possui o sabor cremoso e intenso do morango coberto com uma deliciosa calda de fruta. A segunda é o Laranja com Yogurt Creme, uma receita que combina o frescor da laranja com iogurte. Fabrício Alencar, Gerente de Marketing do Grupo Eismann no Brasil, comenta que adicionar estas alternativas de sabores ajudaram até às pessoas que não saem da dieta a poder comer um doce. “Nosso catálogo deve conter produtos que agradem todas as pessoas. Por isso resolvemos incrementar nossas opções com os sorvetes mais leves”, afirma.

Aldeia Coworking realiza curso de foto 3D

Estão abertas as inscrições para o curso de Foto 3D que acontece na Aldeia Coworking nos dias 28 e 29 de fevereiro. O objetivo é explicar a atual revolução 3D, o que é estereoscopia, como funcionam as diferentes tecnologias e os métodos para fazer fotografias e vídeos 3D de forma amadora e profissional. As aulas serão ministradas por Rafael Cotait, designer gráfico, fotógrafo e estereoscopista, que pesquisa e desenvolve técnicas 3D há mais de 10 anos. Ele já fez exposições e oficinas em Curitiba, São Paulo, Brasília e Bahia, além de ser referência na área. No dia 28 de fevereiro, os conteúdos abordados envolvem introdução à estereoscopia, conceito de dimensão, tipos de ilusão 3D, equipamentos e técnicas de captura estereográfica, como tirar fotos 3D com celular, câmera amadora, câmera profissional e câmera 3D, aplicação do 3D em técnicas alternativas, conversão de 2D para 3D e como transformar fotos e ilustrações em 3D com recorte de camadas e mapa de profundidade.

Azul Linhas Aéreas inicia operações em Londrina

Chegou a vez de Londrina se encantar com os serviços da Azul. A companhia iniciou semana passada suas operações na cidade. Para marcar a sua chegada, realizou um voo panorâmico de cerca de 45 minutos sobre a região de Londrina para autoridades, agentes de viagens, empresários e convidados locais, em conjunto com representantes da diretoria da companhia. No voo, os convidados tiveram a oportunidade de experimentar o jato Embraer 195, conhecer o serviço de bordo, o espaço interno e o atendimento diferenciado da Azul. Londrina é o quarto destino da Azul no Estado, com duas frequências diárias a partir de Campinas. A companhia oferece passagens com tarifas a partir de R$ 99,90* o trecho. Ainda, um terceiro voo diário está em aprovação na Anac e deverá iniciar-se em 1º de março. A cidade de Londrina é um importante pólo econômico e industrial do País. “Estamos confiantes de que, com a nossa chegada, iremos oferecer aos londrinenses voos regulares, opções de horários e possibilidades de conexão para todos os destinos da Azul a partir de Campinas”, disse Paulo Nascimento, vice-presidente Comercial, Marketing e TI da Azul.


Justiça&Direito

Indústria&Comércio |Curitiba, terça-feira, 07 de janeiro de 2012 | A8

Informe Judiciário Nova desembargadora no TJPR

A juíza Denise Krüger Pereira foi empossada na quinta-feira (2/2) como desembargadora do Tribunal de Justiça. A sessão solene do Pleno do Tribunal foi conduzida pelo presidente do TJ, desembargador Miguel Kfouri Neto. A mesa de autoridades da sessão foi composta, além de Miguel Kfouri Neto; pelo governador Beto Richa; pelo desembargador Altino Pedroso dos Santos, presidente em exercício do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região; pelo secretário do Tribunal de Justiça, Acir Camargo; pelo promotor Vani Antonio Bueno; pelo deputado Claiton Kielse; representando o Legislativo paranaense; pelo advogado José Augusto Araújo de Noronha, representando a OAB/PR. Denise Krüger Pereira nasceu em Curitiba e graduou-se no curso de Direito pela Universidade Católica do Paraná em 1984. Ingressou na carreira da magistratura paranaense em setembro de 1989 quando foi nomeada juíza substituta para a 28º Seção Judiciária de Apucarana. Em junho de 1990 foi removida para a 37º Seção Judiciária de Campo Largo. Na entrância inicial, judicou nas comarcas de Corbélia, Teixeira Soares e Antonina. Na entrância intermediária atuou na comarca de Irati. Em novembro de 1995 foi promovida para a 19º Seção Judiciária de Londrina e removida em abril de 1996 para a 13º Seção Judiciária de Curitiba. Assumiu a direção do Fórum dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais de Curitiba, a presidência do Fórum Nacional dos Juizados Especiais e, também, atuou como membro da Comissão dos Juizados Especiais junto ao Conselho Nacional de Justiça – CNJ e no Comitê Gestor do Movimento pela Conciliação. Assumiu o cargo de juíza de Direito Substituta em 2º grau de jurisdição em janeiro de 2007. Promovida ao cargo de desembargador, pelo critério de merecimento, na sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de 23.01.2012.

Visita

Comitiva composta pelo prefeito municipal Clóvis Mateus Cucolotto, presidente da Câmara, vereadores, advogados e empresários de São João, visitaram no último dia (30) o Tribunal de Justiça. Vieram agradecer aos desembargadores a criação da comarca, desmembrada de Chopinzinho. A nova comarca será integrada, além da sede, pelos municípios de São Jorge D’Oeste, Sulina e Saudade do Iguaçu. Dentre outras grandes empresas, São João é sede da Coasul, cooperativa com cerca de 1.500 funcionários e mais de cinco mil cooperados, com faturamento anual de 653 milhões de reais. Sedia, também, o Sicredi regional, que abrange 18 municípios e 24.000 cooperados, totalizando depósitos de um bilhão e quatrocentos milhões de reais. O prefeito apresentou ao presidente do Tribunal, des. Miguel Kfouri Neto, e ao des. Guilherme Luiz Gomes, gestor da estatização e instalação e integrante da Comissão de Organização e Divisão Judiciárias, a planta do prédio que abrigará o fórum da comarca, tendo solicitado a instalação da nova unidade judiciária com a maior brevidade possível. Nos próximos dias, o secretário do TJ, Acir Bueno de Camargo, e o diretor do Departamento de Engenharia, Eng.º Cornelius Unruh, irão a São João, para os necessários levantamentos e fixação do cronograma de instalação.

Novos assessores

No último dia (27) o presidente do Tribunal de Justiça, des. Miguel Kfouri Neto, assinou decretos de nomeação de 610 bacharéis em Direito, que exercerão o cargo de Assistente II, para todos os juízes de Direito e Substitutos em Segundo Grau do Estado – e assistente de desembargador, para os 120 desembargadores do TJ – ambos com a simbologia 1-C. Estas são as primeiras nomeações de um total de 787 cargos criados por lei estadual, aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Beto Richa, no final de 2011. Busca-se, com a implantação de assessoria qualificada, o incremento significativo da produtividade dos magistrados paranaenses. Os nomeados para os gabinetes dos desembargadores e dos juízes de Direito Substitutos em 2º grau tomarão posse, em conjunto, no dia 1.º de fevereiro, às 13h, no auditório do 10.º andar do Palácio da Justiça, em cerimônia que será presidida pelo Secretário do TJ, Acir Bueno de Camargo. Os demais nomeados, para os juízes de 1º grau da Capital e Interior, tomarão posse perante os respectivos diretores dos fóruns a que estão vinculados.

Colégio de Corregedores

O corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Noeval de Quadros, assumiu na quarta-feira (1º/2) a presidência do Colégio de Corregedores-Gerais da Justiça dos Tribunais dos Estados e do Distrito Federal. Uma das primeiras missões do novo presidente é organizar o próximo Encontro Nacional de Corregedores-Gerais, que acontecerá em Foz de Iguaçu, de 19 a 21 de abril, e reunirá todos os corregedores-gerais e vice-corregedores da Justiça dos Estados, assim como – pela primeira vez – os corregedores da Justiça Federal. “O Tribunal de Justiça do Paraná é muito respeitado pelas qualidades de suas decisões. Atribuo a esse fato a escolha para presidir o Colégio de Corregedores”, afirma o desembargador Noeval de Quadros. A última vez que o Paraná sediou um Encontro de Corregedores foi na gestão do corregedor desembargador Osiris Fontoura, em março de 2000. O Encoge em Foz do Iguaçu terá como tema “As Corregedorias e a Tecnologia”.

solenidade

Fernando Ganem assume a presidência da Amapar Substituto de Gil Guerra comandará entidade durante o biênio 2012/2013

E

m solenidade realizada no sábado, dia 4, no auditório do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, o Juiz de Direito, Fernando Swain Ganem, tomou posse como novo Presidente da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar). Juiz Criminal de Colombo, Ganem era vice-presidente na gestão anterior. Ele substitui Gil Guerra e presidirá a entidade durante o biênio 2012/2013. “Sigo em frente na defesa das magistraturas paranaense e brasileira”, afirmou o novo dirigente que atuava como 1º VicePresidente da Amapar. Em seu discurso, Ganem sustentou a defesa das prerrogativas e evidenciou a campanha de valorização do Juiz – Olhos Abertos – iniciada durante o mandato de Gil. “Devemos divulgar as boas práticas adotadas pelos Juízes em diversas comarcas do Estado. Sigo os passos do meu

amigo Gil Guerra e quero contar com o apoio de todos, no auxílio e também apontando críticas”, declarou Ganem aos mais de 100 Juízes e Desembargadores que acompanharam a posse. Ao se despedir, Gil Guerra depositou confiança em seu sucessor e falou que a Magistratura deve buscar o movimento da fraternidade. “Devemos trabalhar juntos e sei das qualidades do novo Presidente”, disse. Gil também comentou os resultados alcançados durante sua gestão, como a redução do percentual remuneratório entre entrâncias, Parcela Autônoma de Equivalência (PAE) e assessoria para Juízes. “Trabalhamos até o apagar das luzes pela Amapar, que considero uma pedra preciosa e ajudamos a polir ao lado de uma valiosa diretoria”. O Juiz Marcos Daros, atual Vice-Presidente da Associação dos

Magistrados Brasileiros (AMB), representou o Presidente, Nelson Calandra, e falou aos Presentes. Ele elogiou a condução de Gil, durante o biênio 2011/2012, frente à entidade. “A participação da Amapar em todos os debates institucionais é motivo de orgulho. Gil fez um dos trabalhos mais destacados durante toda a história da entidade”.

CNJ

Daros comentou sobre a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que sustentou o direito do Conselho Nacional de Justiça de fiscalizar juízes. “Não saímos derrotados e participamos de uma discussão muito salutar. Vivenciamos na AMB um dos momentos mais difíceis e lutamos pela preservação da ordem constitucional”, declarou. O Desembargador Nelson

IPI não incide sobre venda de produto importado A 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou que o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) não incide sobre operações de comercialização de produtos importados de uma empresa catarinense. A decisão é do dia 31 de janeiro. Cabe recurso. A Alpha Trade Importação de Eletrônicos ajuizou ação na Justiça Federal pedindo a inexigibilidade do tributo. Sustentou que os produtos importados

já vêm montados e embalados para serem comercializados aos varejistas e consumidores finais no território nacional e, por isso, pagar o IPI com a saída do produto do estabelecimento seria bitributação. Após a decisão favorável à empresa em primeiro grau, a União recorreu, argumentando que é desnecessária a industrialização do produto para a incidência do fato gerador do IPI. Na análise do recurso, o rela-

tor do processo, juiz federal Luiz Carlos Cervi, convocado para atuar no tribunal, entendeu que a tese de bitributação levantada pela empresa procede. Para ele, deve ser reconhecido pela União que o processo de industrialização ocorre antes da importação e que, durante o despacho aduaneiro, já houve a devida tributação. Desta forma, a Alpha não deve pagar o IPI quando ocorrer a venda do produto, decidiu o magistrado.

Relatório de atividades do CNJ em 2011 está disponível para consulta Está disponível para consulta e download o Relatório Anual de Atividades do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 2011. Pela primeira vez, o documento com cerca de 200 páginas foi produzido apenas na versão eletrônica com o objetivo de facilitar o acesso à informação e economizar recursos destinados à impressão. O relatório, aprovado na 16ª sessão extraordinária do CNJ, foi entregue ao Congresso Nacional na abertura do ano legislativo. No prefácio do relatório, o presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, destacou que o

trabalho seguiu as premissas do Plano Estratégico Nacional do Conselho, em diferentes áreas de atuação: planejamento estratégico, políticas judiciárias, modernização tecnológica, ampliação do acesso à Justiça, execução penal e pacificação e responsabilidade social. O documento também mostra a estrutura do Conselho, atividades previstas em lei e a síntese das atribuições de órgãos internos e comissões. O ministro Cezar Peluso enfatizou os resultados alcançados pelo Mutirão Carcerário. Ao longo do ano de 2011, foram analisados 102.415 processos nos mutirões

carcerários, com a concessão de 16.838 benefícios nos estados da Paraíba, Amapá, Ceará, Rio Grande do Sul, Maranhão, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Goiás e Pernambuco. O CNJ também organizou encontros que ajudaram a identificar, a partir dos debates, os gargalos que devem ser alvo de políticas judiciais como o Seminário “100 Maiores Litigantes”, realizado em maio de 2011. O evento reuniu representantes das instituições que mais recorrem à Justiça para encontrar alternativas que levem à redução do grande número de processos envolvendo esses litigantes.

TJ-PR reconhece que nepotismo é improbidade e condena vereadores O Tribunal de Justiça do Paraná confirmou que a prática do nepotismo no âmbito da Câmara Municipal de Vereadores de Maringá implica em ato de improbidade administrativa. A decisão dos desembargadores, à unanimidade, referenda determinação judicial anterior, de primeiro grau, e atende ação civil pública proposta em fevereiro de 2006 pelo Ministério Público do Paraná. O MP-PR, através da Promotoria de Justiça de Proteção do Patrimônio Público de Maringá, questionava a Casa Legislativa e dez vereadores pela contratação direta de 23 parentes para cargos comissionados, ou seja, sem concurso público, sustentando que tal prática configurava ato de improbidade. O Juízo local acatou o entendimento do Ministério Público, mas a Câmara e os vereadores recorreram ao TJPR, que agora, em janeiro deste ano, manifestou-se à condenação dos requeridos por improbidade. O responsável pelo caso no MPPR é o promotor de Justiça José Aparecido Cruz.

A decisão, da Quarta Câmara Cível do TJ-PR, baseou-se, entre outros dispositivos, na Súmula Vinculante nº 13, do Supremo Tribunal Federal, que veda o nepotismo, e no artigo 37 da Constituição Federal, que prevê que a administração pública deve se pautar pelos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Os réus João Alves Corrêa, Altamir Antônio dos Santos, Edith Dias de Carvalho, Aparecido Domingos Regini, Francisco Gomes dos Santos, Dorival Ferreira Dias, Belino Bravin Filho, Odair de Oliveira Lima e Marly Martin Silva tiveram os direitos políticos suspensos por três anos, estão proibidos de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos, e também devem pagar multa (equivalente a dez vezes o valor da última remuneração percebida no cargo de

vereador, atualizado pelo INPC a partir da data da sentença). Como relatam os desembargadores no acórdão, “Conforme consta dos autos, os requeridos, ora recorrentes, João Alves Corrêa, Altamir Antônio dos Santos, Edith Dias de Carvalho, Aparecido Domingos Regini, Francisco Gomes dos Santos, Dorival Ferreira Dias, Belino Bravin Filho, Odair de Oliveira Lima e Marly Martin Silva contrataram parentes seus para ocupar cargo em comissão na Câmara Municipal de Maringá. Não obstante a ausência de lei proibindo a contratação de parentes no âmbito do Poder Legislativo de Maringá, o Supremo Tribunal Federal já decidiu a questão, entendendo ser desnecessária a edição de lei formal vedando a prática de nepotismo, na medida em que tal proibição decorre diretamente dos princípios que norteiam a Administração Pública, consagrados no caput do artigo 37 da Constituição Federal.” Cinco dos réus não são mais vereadores, mas ainda assim respondem por improbidade.

Missias, atual Secretário-Geral da AMB, também prestigiou a posse de Fernando Ganem e falou sobre o CNJ. “Enfrentamos uma imprensa que nos agride diariamente. Estamos em pé e aqui no Paraná buscamos inspiração para sempre lutar. Foi aqui que demos a cara à tapa e iniciamos esse ideal de luta ao lado de Nelson Calandra”, disse. Também falaram os representantes do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, o Corregedor-Geral, Noeval de Quadros e o 2º VicePresidente da Corte paranaense, Ivan Bortoleto, que desejaram sucesso ao novo presidente da Amapar. “Em contato com outros corregedores, a impressão que tenho é que o nosso tribunal é muito respeitado”, disse Noeval. Bortoleto evidenciou as profícuas gestões da Amapar. “Temos uma associação de vanguarda”.

MP-PR está com seleção para estágio em Curitiba A Promotoria de Justiça das Comunidades em Curitiba está com inscrições abertas para selecionar 18 estagiários em Direito. Poderão se inscrever matriculados a partir do 5º período do curso de Direito. As inscrições terminam em 10 de fevereiro de 2012 e devem ser feitas pelo site www2.mp.pr.gov.br/ concestag. A prova será dia 13 de fevereiro no auditório do DER, à Av. Iguaçu, 420, Rebouças. O edital do estágio está disponível no site do MP-PR (www.mp.pr.gov.br), no link Estágios.

TRT-PR busca acordo para encerrar greve Foi designada para esta segunda-feira, 6 de fevereiro, às 16h, a realização de audiência de concilação e instrução no processo TRT-PR-DCG 61-2012-90909-00-0, envolvendo as empresas de transporte de valores e os trabalhadores. A audiência será realizada na Sala de Sessões Plenárias do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR), na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 528, em Curitiba. Partes envolvidas: SUSCITANTES (quem entrou com o Dissídio Coletivo de Greve (DCG)): Sindicato das Empresas de Transporte de Valores do Estado do Paraná, Proforte S.A. Transporte de Valores, Transbank S.A. Transporte de Valores, Prosegur Brasil S.A. Transportadora de Valores e Segurança, Brinks Segurança e Transporte de Valores Ltda. SUSCITADOS: Federação dos Trabalhadores em Empresas Enquadradas No Terceiro Grupo do Comércio e Empresas Prestadoras de Serviços No Estado do Paraná - Fetravispp, Sindicato dos Empregados em Empresas de Transporte de Valores e Escolta Armada do Paraná.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | B1

JUVENTUDE

ACP convida Câmara para encontro empresarial Evento Líder Sul também contará com os estados de SC e RS O vice-presidente e coordenador do Conselho de Jovens Empresários (CJE), da Associação Comercial do Paraná, Monroe Olsen, e Aline Castro, do Conselho de Comércio Exterior e Relações Internacionais da entidade, foram recebidos na última sexta-feira (3), na Câmara de Curitiba, pelos vereadores Tico Kuzma (PSB), presidente da Casa em exercício, e João do Suco (PSDB), líder do prefeito. Convidaram o Legislativo para o encontro “Do Brasil que temos para o Brasil que queremos”, que reunirá, entre os dias 14 e 16 de março, na capital paranaense, novas lideranças empresariais de todo o país. Denominado Líder Sul, o evento, que ocorrerá no Museu Oscar Niemeyer e também abrange os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, faz parte do projeto Líder, de-

senvolvido pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), para estimular o surgimento de lideranças no setor empresarial. “A Conaje representa 35 mil jovens empresários e esta é uma grande oportunidade de mobilização. Com a bandeira do empreendedorismo, inovação e sustentabilidade, pretendemos unir os jovens em torno de uma causa”, disse Monroe Olsen, que coordena o CJE, responsável pela organização do encontro, desde 2010. Durante sua gestão, que termina no mês de junho, o principal objetivo tem sido garantir que o Paraná tenha mais influência em políticas de jovens, principalmente na área empresarial. “É preciso começar a fiscalizar a eficiência, o que está sendo feito de forma eficiente”, acrescentou, referindose não somente ao setor. De acordo com Olsen, um

documento com o resultado dos debates, que também abordarão os temas desindustrialização e associativismo, será elaborado durante o encontro. “Mas, o movimento será constante”, adiantou, já citando novas ações para 25 de maio, Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte.

Transformação

O vereador João do Suco sugeriu a criação de grupos, “para atuar continuamente e promover uma cultura de transformação, tornando a eficiência em eficácia”. A opinião foi compartilhada por Tico Kuzma. A convite dos parlamentares, o coordenador participará da Tribuna Livre no próximo dia 15, para divulgar e detalhar o evento aos demais vereadores. Da abertura do Líder Sul devem participar, além de representantes da Câmara de Curitiba, o governador Beto Richa

e o prefeito Luciano Ducci. Já está confirmado como principal conferencista o ex-ministro da Infraestrutura e ex-presidente da Petrobras, Ozires Silva, também fundador da Embraer.

Novas leis

Da visita à Casa na sexta-feira, ainda participou o assessor técnico da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Edson Lau Filho, que falou das políticas públicas desenvolvidas no último ano pela pasta, comandada por Marcello Richa. Destacou a criação por lei do Comitê Intergestor de Políticas Públicas da Juventude, que será lançado ainda neste mês, e do Conselho Municipal da Juventude. “É importante ampliar a participação da sociedade na Câmara e também promover esta aproximação com outros órgãos”, concluiu Tico Kuzma.

Entregas de imóveis devem duplicar em Curitiba Crescimento no volume de apartamentos entregues pelas construtoras e valorização dos imóveis novos. Estas são as perspectivas da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/ PR) para o segmento, em Curitiba, para este ano. A estimativa da entidade é que o número de unidades entregues duplique em 2012, em relação ao ano anterior, chegando a 7.354 apartamentos. O pico deve se dar em 2013, quando serão entregues quase 11 mil unidades na cidade. Para o presidente da associação, Gustavo Selig, esta alta é um reflexo da grande quantidade de empreendimentos lançados em 2008. “Vale lembrar que próximo a 90% do montante total está vendido e que boa parte não estará disponível no mercado”, analisa. Os apartamentos econômicos, em condomínios clubes, com três dormitórios devem ser os mais entregues até 2013. Selig acredita que isto não vai desestabilizar o setor, visto que muitas pessoas que adquiriram o imóvel na planta para investimento o fizeram com a finalidade de locação. Segundo o Perfil Imobiliário 2011, realizado pela entidade, apenas 17% dos entrevistados sobre a intenção de compra do imóvel nos próximos

Estimativa é que o número de unidades entregues duplique em 2012, em relação ao ano anterior, chegando a 7.354 apartamentos

24 meses afirmaram que vão o fazer para investimento. Destes, 82% disseram que vão destinálo para locação e apenas 18% para revenda. “Isto evidencia o perfil do poupador e não do especulador”, comenta Selig. O presidente da Ademi/PR não acredita numa concorrência entre apartamentos novos e prontos para morar. “A flexibilidade de pagamento é maior para um imóvel na planta, em que a percentagem do valor do

imóvel referente à poupança pode ser parcelada durante o período de construção”, justifica Selig. Considerando este cenário, a tendência dos preços dos imóveis novos é de crescimento. De acordo com Selig, os lançamentos devem valorizar entre 12 e 15% ao ano. “Este aumento se deve não apenas à questão da valorização, mas também por conta do aumento dos custos de construção, especialmente

mão de obra e terreno. Por isso, não há como baixar o preço do imóvel”, explica. Selig afirma que construtoras e incorporadoras estão investido pesado na inteligência de mercado, atuando com mais força em nichos e apostando em projetos diferenciados. “A tendência é atender perfis de compradores cada vez mais específicos e oferecer ainda mais personalização na área de acabamento”, prevê.

CIN leva empresários do PR a feira internacional na área de tecnologia da informação O Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) convida os empresários do Paraná a participarem da missão empresarial para a Feira CEBIT, considerado o maior evento mundial na área

da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), que será realizada entre os dias 04 e 12 de março em Hannover, Alemanha.

Homenagem

Nesta edição da feira o Brasil

será o país-homenageado. O Ministério das elações Exteriores confirmou, inclusive, a presença da presidenta Dilma Rousseff no evento. Os participantes terão acompanhamento técnico na visita e poderão conferir os últimos

lançamentos tecnológicos mundiais do setor. Os interessados devem se inscrever até o dia 10 de fevereiro através do CIN. (41) 3271-9109 com Camilla. Ou então pelo e-mail: camilla.bonnevialle@ fiepr.org.br

IFRS beneficia também as pequenas empresas Muitos empreendedores imaginam que o IFRS (International Financial Reporting Standards) é um assunto que interessa apenas às grandes corporações. No entanto, as normas internacionais de contabilidade, que reúne um conjunto de pronunciamentos contábeis internacionais publicados e revisados pelo International Accounting Standards Board (IASB), também podem trazer vantagens às pequenas empresas. Isto porque, ao adequar sua contabilidade e gestão patrimonial aos novos conceitos, as pequenas empresas estão, na verdade, abrindo as portas para os investidores nacionais ou internacionais, para a chegada de um novo

CMYK

sócio ou para a abertura de seu capital nas bolsas de valores. Na avaliação de Lourival Vieira, diretor da Sispro – Serviços e Tecnologia para Administração e Finanças, o IFRS já vem sendo aplicado por muitas pequenas empresas que desejam atingir as boas práticas da governança corporativa, o tema vem sendo debatido entre as grandes companhias e abrange o conjunto de processos, costumes, políticas, leis, regulamentos e instituições que regulam o modo como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada. “Não importa o tamanho da empresa. Ela deve sempre ser bem administrada para obter o sucesso desejado e garantir a sua sobrevivência no merca-

do”, comenta o executivo, que destaca outro aspecto relevante para a gestão empresarial: a necessidade de se ter a empresa altamente alinhada aos novos conceitos de gestão. “A empresa não deve limitar seus sonhos e desejos de boa gestão ao seu porte. A boa gestão deve ser objetivo de todos os empreendedores”, destaca Vieira. Os argumentos do executivo possuem uma razão: a Sispro, segundo Vieira, vem registrando uma grande demanda por parte das pequenas e médias empresas que desejam conhecer seus sistemas de gestão financeira e serviços focados no IFRS e na gestão de patrimônio. “Nos últimos meses temos sentido uma tendência

das pequenas empresas em buscar as ferramentas necessárias para garantir a sua melhor gestão, mesmo que não tenha a obrigação legal de ser ter os ativos patrimoniais, por exemplo, gerenciados de acordo com o que determina a Lei 11.638, normativas da Comissão de Valores Mobiliários, IAS 36 (International Accounting Standards), teste de recuperabilidade (impairment) (CPC01), determinação de vida útil do bem (CPC27), entre outras. Entendemos que esta movimentação das pequenas empresas é benéfica a elas e ao mercado, porque mostra que elas estão atentas às mudanças gerenciais que ocorrem no mundo”.

Empresas & Produtos Marketing de experiência é tema de palestra na Amcham Curitiba

A diretora de novos negócios da Agência Valente, Juliana Quadros será uma das palestrantes do próximo fórum de discussão promovido pela Amcham Curitiba– Câmara Americana de Comércio. Durante a manhã do dia 9 de fevereiro, a empresária abordará o tema “marketing de experiência”. Na ocasião, a diretora e sócia da Valente, agência especializada em estratégias criativas de propaganda, discute temas que vão desde a evolução dos conceitos de marketing até o marketing de experiência. Outro foco da palestra é explorar os diferenciais competitivos das empresas que utilizam essa ferramenta, que associa a marca de uma companhia aos momentos de prazer e entretenimento a fim de fidelizar o cliente final. O encontro, que reúne profissionais ligados às áreas de comunicação, marketing e propaganda, tem como objetivo de promover a discussão de assuntos atuais do mercado, além de incrementar o networking e abrir novas oportunidades de negócios aos participantes.

Até 50% off nos solares da Eric Gozlan Lunettes

Neste mês de fevereiro, a Eric Gozlan Lunettes realiza sua temporada de promoções de verão. Nas lojas da boutique, localizadas no ParkShoppingBarigüi e na tradicional região do Batel Soho, os modelos solares das mais conceituadas grifes, como Balenciaga e Mykita, têm descontos que chegam a 50% e os pagamentos podem ser parcelados em até cinco vezes nos cartões de crédito. Outros destaques entre as ofertas especiais, que seguem até o final de fevereiro, são os modelos das consagradas marcas Oliver Peoples, John Varvatos, Paul Smith, entre outros. Visite as lojas da boutique ou acesse o site www.ericgozlan.com.br e conheça todos os modelos.

Euro Import Londrina tem melhor oficina BMW no Brasil

A BMW Brasil realizou ao longo de 2011 uma pesquisa de satisfação dos diferentes serviços realizados pelas concessionárias da marca em todo o Brasil. Representante da BMW no Paraná, a Euro Import obteve duas grandes conquistas na avaliação. A concessionária de Londrina foi eleita como o melhor serviço de pós-venda e oficina brasileira da marca. Já a revenda de Curitiba conquistou a terceira posição. O levantamento foi realizado com base em questionários respondidos pelos clientes após cada serviço de pós-venda realizado nas oficinas das concessionárias – manutenção, troca de filtros e óleos, revisões, entre outros. Entre os critérios estão desde a eficácia dos serviços realizados até a qualidade e agilidade do atendimento. Para os diretores, a busca constante pela excelência e por oferecer serviços condizentes ao padrão de qualidade que um veículo BMW oferece fez com que, pela primeira vez, o grupo ficasse tão bem posicionado entre as melhores oficinas da marca – sinônimo mundial de luxo, eficiência e tecnologia. “São duas conquistas importantíssimas e é motivo de orgulho para todos nós obter avaliações tão positivas da BMW Brasil e também dos nossos clientes, que participaram deste levantamento”, comemora o diretor Pedro Prosdócimo.

Lanac realiza exames toxicológicos de larga janela de detecção

Em fevereiro de 2012, o Lanac – Laboratório de Análises Clínicas implanta o Exame Toxicológico de Larga Janela de Detecção que, diferente dos exames de sangue, são realizados por meio de fios de cabelos, pelos e raspas de unha, conseguindo detectar se o indivíduo utilizou diversos tipos de drogas em períodos de até 1 ano. Segundo o responsável técnico do Lanac, Marcos Kozlowski, a aplicação vai desde diagnósticos em casos familiares até em concursos públicos para polícias militar e federal, bem como nos processos seletivos de empresas de aviação e de segurança. “Neste ano, por exemplo, está previsto o atendimento aos candidatos do Concurso da Polícia Militar do Paraná, que deverão realizar estes exames em uma das etapas do processo de seleção”. Os exames toxicológicos em fios de cabelo, pelos e unhas são realizados em parceria com o Laboratório Sodré, parceiro e representante da Trimegalabs, empresa britânica e uma das líderes de mercado neste segmento. O Lanac disponibiliza o exame a partir do dia 10 de fevereiro.

Niponsul promove exposição do Civic 2012 no Shopping Mueller

Uma ação especial da concessionária Honda Niponsul aguarda pelos clientes do Shopping Mueller, localizado em Curitiba. Até o dia 19/02 (domingo) o novo Civic 2012 ficará em exposição no Piso CA (acesso pela Cândido de Abreu), tornando-se atração para o intervalo das compras. Para os interessados em adquirir o veículo, a concessionária atende em dois endereços na capital paranaense - Desembargador Westphalen nº 3710 e Av. Nossa Senhora da Luz nº 1890. Com um acabamento utilizando as tendências de linhas retas, o Civic 2012 – lançado oficialmente no dia 17/01 pela Honda - atrai as atenções pelo design suntuoso e sofisticado. Além das mudanças externas, o espaço interno está mais amplo. Outros diferenciais podem ser encontrados no novo modelo, como a função ECON, que ao ser acionada maximiza a economia de combustível.

Fórmula Renault apresenta novo site com diversas novidades

A marca Fórmula Renault apresenta seu novo site, com mais informações e detalhes das versões de cada família de carro, contemplando mais imagens e vídeo. Foram melhoradas a arquitetura da informação e as buscas, principalmente de seminovos, com variados filtros. O grande destaque está na interface com as redes sociais. O usuário pode compartilhar seu modelo favorito através de Twitter e Facebook utilizando os botões “curtir” e “tweetar”, assistir vídeos de lançamentos no Youtube e acompanhar notícias do meio automotivo e da concessionária nos feeds de notícias das redes, tudo sem sair do site. O desenvolvimento foi feito pela equipe interna da marca. Para conhecer, acesse www.formularenault.com.br. A marca Fórmula Renault esta presente no mercado desde 2005 e conta com quatro lojas, duas em Curitiba, uma em Londrina e uma em Maringá.


GeralCuritiba

Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | b3 | Indústria&Comércio

Federação

Indústria japonesa vai investir no Paraná

Fiep participou de uma comitiva paranaense que visitou Tóquio

U

ma indústria japonesa de material hospitalar, responsável pelo desenvolvimento de equipamentos que revolucionaram a medicina oriental nas últimas décadas, está finalizando sua estratégia de investimentos para se instalar no Paraná. Os últimos contatos foram feitos na semana passada, no Japão, entre executivos da empresa e o presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo. A Fiep participou de uma comitiva paranaense que visitou Tóquio para encontros com diversas empresas japonesas que pretendem montar unidades no Brasil. A indústria da área hospitalar marcou visita à Federação para o próximo mês de março. “Trata-se de uma empresa de alta tecnologia em equipamentos hospitalares, fundada por pesquisadores com 50 anos de serviços prestados ao Japão”, contou Campagnolo. “Eles pretendem produzir unidades, registrar novas patentes e transferir tecnologia para o Brasil”, acrescentou. Além dessa indústria, há negociações avançadas com empresas de energia renovável e eficiência energética e de reciclagem de resíduos sólidos. Para essas indústrias, o presidente da Fiep fez uma palestra sobre o Paraná e a indústria do Estado. “Após as catástrofes naturais

Presidente da Fiep se reuniu com executivos de empresas japonesas durante visita a Tóquio

que atingiram o Japão nos últimos anos, muitas empresas estudam implantar unidades fora do país. E o Brasil está na lista dos investimentos”, explicou Campagnolo. Por questão de estratégia e de sigilo comercial, os nomes das indústrias e os detalhes de investimento, produção e geração de empregos ainda não serão divulgados. A comitiva paranaense que esteve no Japão na última semana foi composta por 15 in-

tegrantes, representantes do governo do Estado, Copel, Itaipu e Lactec, além de profissionais de quatro empresas privadas paranaenses. O convite para organização da missão partiu do governo japonês, por meio da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná. Em dezembro, uma comitiva japonesa visitou o Estado, inclusive participando de rodadas de negócios na Fiep. Entre as atividades do grupo

paranaense, durante a semana, houve a participação em um workshop com o tema “Eficiência Energética, Conservação e Edificações Sustentáveis”, com palestra do presidente da Fiep. A comitiva fez visitas técnicas a indústrias e laboratórios voltados para a geração de energia solar, eólica e por meio de resíduos. O grupo também visitou a ENEX 2012, uma das principais feiras de eficiência energética do Japão.

Secretária anuncia 25 novos centros de assistência social para este mês A Secretaria da Família e Desenvolvimento Social entrega até o fim do mês 25 centros de referência de assistência social (Cras). O anúncio foi feito ontem, pela secretária da Família, Fernanda Richa, durante reunião de trabalho com a equipe da coordenação de Proteção Social Básica. “Nos próximos anos vamos investir fortemente na ampliação da rede de Cras em todo o estado. Nossa proposta é garantir que as famílias paranaenses tenham acesso a serviços de qualidade e a programas sociais que visam melhorar as condições de vida, independente da distância ou perfil de cada região”, disse Fernanda Richa. A ampliação da rede de Cras em todo o Estado faz parte da política estadual de assistência para os próximos três anos. “Tenho certeza que, com muito trabalho e dedicação, vamos consolidar o Sistema Único de Assistência Social (Suas) e

No Paraná, 535 centros de referência da assistência social (Cras) prestam atendimento à população em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação ou fragilização de vínculos afetivos

fazer do Paraná referência em assistência social”, afirmou a secretária. Com base municipal, as unidades são voltadas para a prestação de serviços e programas da proteção social básica, entre eles o cadastro único e a concessão de benefícios, tais

com Bolsa Família, ProJovem e Tarifa Social. No Paraná, 535 centros de referência da assistência social (Cras) prestam atendimento à população em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação ou fragilização

de vínculos afetivos. Até 2014, o plano prevê 100 novos centros. “Nas unidades serão ofertados serviços e atividades para prevenir situações de risco e reforçar o papel da família”, explicou a coordenadora de Proteção Social Básica, Letícia Reis. As 25 novas unidades serão entregues aos municípios de Pinhal de São Bento, Ribeirão Claro, Santa Tereza do Oeste, São Pedro do Iguaçu, São Sebastião da Amoreira, São Tomé, Tapejara, Terra Boa, Terra Roxa, Ubiratã, Andirá, Arapoti, Boa Ventura de São Roque, Braganey, Corumbataí do Sul, Fênix, Guaíra, Guairaçá, Jesuítas, Luiziana, Mandaguaçu, Mercedes, Munhoz de Melo, Nova Santa Barbara e Paranavaí. No ano passado foram investidos na construção dos novos Cras mais de R$ 9,8 milhões recursos do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas), deliberados pelo Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas).

Desenvolvimento: Paraná tem recorde no acompanhamento da saúde no Bolsa Família Mais de 80% das famílias paranaenses cumpriram as contrapartidas na área da saúde exigidas dos beneficiários do Bolsa Família, no segundo semestre do ano passado. Este foi o melhor índice registrado no Paraná desde 2005, quando começou o monitoramento. Os dados foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e colocam o Paraná entre os quatro estados com melhor desempenho na gestão do programa. Nircélio Zabot, coordenador de Renda de Cidadania da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social explicou que o acompanhamento efetivo e o assessoramento aos municípios foram determinantes para o bom resultado: “Reforçamos constantemente a importância do cumprimento das contrapar-

tidas. Com isso, conseguimos garantir que o benefício cumpra o propósito, que é garantir às famílias o rompimento do ciclo da pobreza entre gerações”. Os beneficiários do Bolsa Família assumem compromissos com o órgão gestor do programa para continuar a participar dele. Na área de saúde, as famílias se comprometem a cumprir a agenda de vacinação e fazer acompanhamento do desenvolvimento das crianças menores de 7 anos, nas unidades de saúde. As mulheres entre 14 e 44 anos devem fazer visitas periódicas ao médico; gestantes e mães, fazer prénatal e acompanhar sua saúde e a do bebê. A família com dificuldade em cumprir essas condições deve buscar orientações com o poder público. Este, por sua vez, precisa desenvolver ações

para acompanhamento dessa família. Esgotadas as chances de reverter o descumprimento, o benefício pode ser bloqueado, suspenso ou, em última instância, cancelado.

BENEFÍCIO -

Para ser atendida pelo Bolsa Família, a família deve ter renda

mensal por pessoa de até R$ 140. Os valores dos benefícios variam de R$ 32 a R$ 306, de acordo com o perfil de renda e o número de integrantes da família. Para garantir o benefício, as famílias precisam manter os filhos na escola, a agenda de saúde em dia e atualizar seus dados.

Onda de calor no Paraná provoca aumento de 30% no consumo de água A onda de calor que assola o Paraná nos últimos dias provocou um aumento de 30% no consumo de água em todo o Estado. O problema é agravado pela falta de chuva, que afeta a produção de água tratada pela Sanepar. Em Cascavel, a média histórica da temperatura máxima para o mês de fevereiro é de 28,6 graus. No domingo (5), chegou a 37 graus. O reflexo no consumo de água foi imediato, com aumento de 25%. Em Londrina, onde a temperatura chegou a 34 graus, a alta no consumo foi ainda maior, chegando perto dos 30%. Em Toledo, a população também consumiu 29% a mais de água tratada no domingo (que tradicionalmente é o dia de menor consumo). Em Foz do Iguaçu, onde a temperatura subiu para 33 graus, o consumo de água tratada aumentou 10,5% – percentual próximo ao registrado em Maringá (10,46%), onde a temperatura bateu nos 35 graus. Em Curitiba e Região Metropolitana, o aumento no consumo de água nos últimos dias foi da ordem de 10% em relação à média. Segundo o Instituto Simepar, a média histórica de temperatura na região durante esta época do ano é de 26 graus. Na sexta-feira (3), a temperatura chegou a 34,6 graus em Curitiba, a maior registrada nos últimos seis anos. Em Cerro Azul, a 92 quilômetros da capital, os

termômetros alcançaram 39,9 graus. Devido ao elevado consumo e às obras executadas pela Sanepar na Estação de Tratamento de Água Iguaçu, moradores dos bairros mais altos de Curitiba e também de Pinhais e Piraquara tiveram problemas de abastecimento, principalmente em imóveis que não têm caixa de água, conforme determina a norma técnica. O reservatório domiciliar deve ter capacidade para abastecer o imóvel por, no mínimo, 24 horas. Para amenizar os impactos do pico de consumo em Curitiba e Região Metropolitana, a Sanepar está usando toda a capacidade instalada nos sistemas Miringuava, Iguaçu, Iraí e Passaúna. Os quatro funcionam de forma integrada. Estão sendo realizadas obras para melhorar a capacidade de produção e de distribuição do sistema. Os técnicos acompanham a evolução do consumo dia e noite, fazendo remanejamentos que permitam reduzir as consequências do aumento no consumo e queda na produção de água. USO RACIONAL – A população pode colaborar. Basta usar água tratada racionalmente, reduzindo o tempo no banho, reutilizando a água usada na máquina e tanque de lavar roupa e deixando de lavar carro e calçada, entre outras mudanças nos hábitos de consumo.

Portos do PR mostram estrutura de exportação no Show Rural

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e operadores do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá, além do terminal de Contêineres, participam da 24ª edição do Show Rural Coopavel. O evento, que acontece entre os dias 6 e 10 na cidade de Cascavel, na Região Oeste do Paraná, tem como objetivo promover a difusão de novos conhecimentos aos agricultores. Pelo terceiro ano consecutivo, os portos paranaenses participam do evento. Este ano, a Appa está presente com parceiros que integram o Corredor de Exportação. “O show Rural Coopavel é um dos eventos mais importantes para o agronegócio e os portos paranaenses estão presentes junto com os operadores do corredor de exportação para mostrar nossa estrutura, capacidade de escoamento e atrair novos clientes”, afirmou o superintendente da Appa, Airton Vidal Maron. Para 2012, a expectativa da Appa é que a movimentação de granéis cresça cerca de 10%. A recuperação de cargas aliada à expectativa de safras recordes faz com que as previsões de movimentação para este ano sejam bastante otimistas. Em 2011, os portos paranaenses

fecharam o ano com a movimentação de 41 milhões de toneladas, a maior movimentação da história. Considerando toda a movimentação do Corredor de Exportação, foram 14 milhões de toneladas de soja, milho, farelo de soja, açúcar e trigo exportados. A marca é histórica e a maior registrada pelo Corredor, desde 2001. O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) também participa da feira em parceria com a Appa. Em 2011, o terminal movimentou 701 mil TEUS (contêiner), volume recorde, com destaque para as exportações de carne congelada, madeira e papel e celulose. “Ficam concentradas nesta região as principais cooperativas que exportam carne congelada por Paranaguá. Elas movimentam um volume de grande relevância para o terminal e a participação neste evento é estratégica”, avalia o diretorsuperintendente do TCP, Juarez Moraes e Silva. Além da Appa e TCP, estão presentes como parceiros na feira os terminais Cotriguaçu, Cargill, Interalli, Coamo, Louis Dryfus, AGTL e Centro Sul. O estande dos portos paranaenses está localizado na rua B esquina com a rua 10.


Negócios Curitiba, terça-feira, 07 de fevereiro de 2012 | B4

INCLUSÃO DIGITAL

Construtora oferece aulas de informática a funcionários 38% dos participantes não tem conhecimentos da área de informática A Hestia Construções e Empreendimentos acaba de dar início a uma nova ação de responsabilidade social, destinada especialmente aos trabalhadores do canteiro de obras: a escola de informática, chamada de Projeto Tijolo Digital. O nome foi escolhido num concurso cultural promovido pela própria construtora, que contou com cerca de cem sugestões de clientes, parceiros e colaboradores da empresa. De acordo com o presidente do Grupo Hestia, Gustavo Selig, o curso é uma etapa posterior ao programa de alfabetização desenvolvido pela empresa, que visa a ensinar os profissionais a ler e a escrever. Ele conta que próximo de 38% dos funcionários não têm conhecimentos em informática. “Esperamos que esta ação promova o crescimento de cada profissional, pois, estaremos o qualificando ainda mais. Também acreditamos que o conhecimento que será adquirido vai ajuda-los a monitorar o que os filhos estão fazendo na Internet”, comenta. Este é o caso de Eli Paulo Ferreira, de 30 anos. “Eu entrei no curso para ter uma base e poder mexer no computador que eu tenho em casa. Até as crianças sabem e eu não sei”, conta. Para o meio oficial de pedreiro, as noções vão auxiliar tanto na área pessoal, quanto na profissional. “Eu vou saber o que está acontecendo em casa. Isto também vai me ajudar no trabalho, quando eu precisar ler o projeto e fazer a planilha de serviços”, diz. Ele também que ter um perfil no Facebook. “Hoje eu só ouço falar”, brinca. Para Siméu Wischnieski, 63 anos, estudar com os colegas de trabalho pode ajudar no aprendizado. “Eu já tenho computa-

O curso é uma etapa posterior ao programa de alfabetização desenvolvido pela empresa, que visa a ensinar os profissionais a ler e a escrever

dor há muito tempo, só que eu não mexo porque não conheço nada. Todo mundo em casa sabe, menos eu. Por isso que eu vou sair deste desconhecimento para ver as coisas com meus próprios olhos”, relata. Para Giomar Batista de Freitas, 38 anos, o projeto é uma oportunidade de se atualizar. “Eu fiz o curso há muito tempo e acho que isso vai ajudar no meu conhecimento”, diz. Hoje, Freitas conta que a filha é quem o ajuda no trato com o computador. “A partir de agora eu não vou mais precisar incomodá-la”, comenta. Juarez Moraes da Silva, 41 anos, acredita que saber usar o computador vai ajudar na profissão. “Eu vou poder encontrar informações sobre o meu trabalho, porque sempre tem alguma coisa para a gente descobrir. Além disso, vou poder ajudar meus filhos na matéria da escola e poder bloquear as coisas perigosas”, planeja.

O curso iniciou com uma turma com capacidade para seis alunos, no máximo dois por computador. As aulas estão sendo ministradas na sede administrativa da construtora, às terças-feiras, das 17h45 às 18h45. Ao todo, a carga horária será de 22 horas/aula. O conteúdo programático vai compreender três módulos, com duração total de seis meses. Serão passadas informações básicas, desde o funcionamento do computador até o uso de programas operacionais, como Word, Excel e também Internet.

Aulas

As aulas estão sendo ministradas por funcionários do Grupo Hestia, que se dispuseram, voluntariamente, a ensinar os colegas. A primeira professora é a analista de Recursos Humanos da construtora, Camila Rocha, que concluiu o curso técnico de informática no Centro Federal de Educação Tecnológica de Mato

Grosso. “Tenho um pouco de conhecimento sobre o assunto e diante de uma oportunidade de contribuir, não há como recusar. Eu acredito que o projeto vai mostrar novos horizontes e espero que todos consigam usar o computador sem medo”, destaca. Cada aluno tem uma apostila, que serve como base para o desenvolvimento da prática. Além disso, é oferecida uma ajuda de custo mensal, repassada segundo critérios de frequência. Também serão aplicados exercícios para verificar se o conteúdo apresentado em sala de aula foi aprendido. Ao final do curso, a construtora vai emitir um certificado para atestar a formação de cada aluno. “Estes trabalhadores estão saindo na frente e se preparando para lidar com a informatização também no canteiro de obras. Já existe uma lista de espera para as próximas turmas”, revela o gerente de Recursos Humanos da Hestia, Danilo Riekel.

inteiros são dedicados para o público feminino.   A rede administra 79 hotéis em diversas regiões do país. Além da decoração mais delicada e aconchegante, os apartamentos contam com uma caixa personalizada que contém produtos como creme hidratante, bucha vegetal, cotonetes, fio

dental, absorvente higiênico e kit para unhas (lixa, acetona, palito, algodão etc.). Para completar, a hóspede tem à disposição meias finas (de vários tamanhos e cores), material de costura, secador de cabelos, balança e roupão de banho.   O perfil dessas hóspedes também revela peculiaridades.

Acomodadas na maioria em unidades de luxo, preferem ficar sozinhas nos apartamentos, frequentam a academia nas horas vagas e procuram por salões de beleza nas proximidades. Reservadas e ocupadas, preservam a discrição e o profissionalismo enquanto circulam por áreas comuns.

Pesquisa da Poli/USP mostra como aumentar o reaproveitamento de resíduos industriais

Algumas empresas nacionais afirmam que fazem o reaproveitamento de seus resíduos industriais, mas quase sempre isso é feito informalmente, sem uma política definida ou metodologia. Por essa razão, não se sabe com precisão o volume de resíduos gerados no processo produtivo, quanto disso pode ser reaproveitado e qual a economia que essa prática proporciona. A sistematização das informações sobre os resíduos, através da utilização do conceito de Kanban, é a proposta do trabalho “Eco-Kanban: Sistematização no Reaproveitamento dos Resíduos Industriais”, ganhador do Prêmio Brasil de Engenharia 2011 (categoria Resíduos Sólidos – Doutorado), cujos premiados foram divulgados em janeiro. A autora é Miroslava Hamzagic, doutora em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP) e professora de graduação e pós-graduação da Universidade de Taubaté. O prêmio é um dos mais importantes do País e tem por objetivo estimular o pensamento cientí-

TAM Viagens leva fãs de rock ao festival Lollapalooza

Mais de 30 bandas de rock internacionais e nacionais se apresentam nos dias 7 e 8 de abril em São Paulo no festival Lollapalooza Brasil. Para esse mega evento, a TAM Viagens, localizada no segundo piso do Shopping Estação, reservou um pacote para que os rockeiros de plantão não fiquem de fora desta experiência. O pacote inclui aéreo ida e volta, três noites de hospedagem, transporte hotel/evento/hotel, kit e ingresso Lollapalooza, taxa de envio do ingresso, taxa de conveniência e Pontos Múltiplos TAM. Para quem optar em se hospedar no Comfort Nova Paulista o valor é R$ 2.320,00 mais taxas e aqueles que preferirem o Comfort Downtown o pacote fica por R$ 2.290,00 mais taxas. Os valores são por pessoa em apartamento duplo.

Baggio Pizzeria & Focacceria traz carta de vinhos especial

Rede de hotéis disponibiliza apartamentos e até andares exclusivos para mulheres As mulheres ganham espaço no ambiente corporativo e tornam-se cada vez mais exigentes. Atentas a essa tendência, redes hoteleiras como a Atlantica Hotels criam espaços e serviços sob medida para empresárias e executivas, com direito a apartamentos só para elas. Em alguns empreendimentos, andares

Empresas & Produtos

fico e a inovação na produção tecnológica nacional. Segundo a professora Miroslava, praticamente todos os esforços da indústria em termos de gestão e logística estão voltados somente para a produção, e muito pouco para o reaproveitamento dos resíduos, que muitas vezes se tornam um grande problema para a empresa e também ao meio ambiente. “O meu trabalho, que foi a minha tese de doutorado na Poli, mostra que, quando a informação da quantidade e da frequência de geração do resíduo é sistematizada, ou seja, é disponibilizada pela empresa de forma repetitiva e contínua, sendo parte integrante de todo o sistema de informação, outras empresas da cadeia produtiva não só reaproveitam este resíduo, como também providenciam adequadamente os recursos necessários para a realização deste fluxo de reaproveitamento. Isso traz enormes ganhos para a indústria, tanto econômicos, quanto de imagem, já que a empresa estará ajudando a preservar o meio ambiente”, afirma Miroslava.

Foram cinco anos de pesquisas, que tiveram início em 2005. Doze empresas foram contatadas, mas apenas quatro concordaram em participar do trabalho, fornecendo as informações necessárias e testando a metodologia proposta. “Um grande obstáculo foi a crise financeira mundial em 2008/09, pois algumas companhias que haviam concordado em participar do estudo desistiram, já que houve demissões, cortes de custos e projetos cancelados”, diz Miroslava. As quatro empresas participantes estão localizadas no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, e fabricam, respectivamente, vidros planos, veículos, turbinas/reatores/motores e blend para fornos de cimento.

Análise

Depois de definidas as empresas participantes do estudo, o passo seguinte foi analisar o processo produtivo de cada uma e como era feito o reaproveitamento dos resíduos sólidos. Verificou-se que, naquela época, havia pouca iniciativa em reaproveitamento dos resíduos industriais. Algumas

empresas, embora desejassem uma redução de custos no descarte desses resíduos, que iam para aterros sanitários, pouco se fazia a respeito. “As empresas, principalmente montadoras e fabricantes de autopeças, ainda não vislumbravam os ganhos que poderiam ter com esta prática. A logística reversa ainda era vista somente como a devolução de vasilhame, embalagens ou produtos acabados defeituosos”, comenta a pesquisadora. Ela explica que o trabalho utilizou um conceito já sedimentado no meio industrial, como forma de facilitar o entendimento e a prática do modelo de reaproveitamento de resíduos: o Kanban. O modelo procura incentivar a reciclagem do resíduo produtivo, através da mensagem automática de “start” de uma nova produção que ele fornece. Por esse motivo o nome Eco-Kanban. Como conclusão do trabalho, Miroslava afirma que em todas as quatro empresas que participaram do estudo os resultados foram positivos com a aplicação do Eco-Kanban.

A combinação entre uma deliciosa pizza e um bom vinho é uma das mais apreciadas da gastronomia. E para saborear o par durante os dias mais quentes do verão, os vinhos brancos são a escolha ideal – mais leve e frutada, a bebida ganha uma perfeita harmonização com algumas variedades da culinária italiana. Pensando nisso, a Baggio Pizzeria & Focacceria traz a seus clientes uma carta de vinhos especial, com novos e conceituados produtos. Entre as sugestões da rede para a estação estão os selecionados rótulos da vinícola chilena Santa Ema, reconhecida internacionalmente pela qualidade excepcional de seus vinhos. Com aroma intenso de frutas tropicais como a banana, o maracujá e o abacaxi, o Santa Ema Chardonnay Sel Terroir, por exemplo, é a bebida perfeita para a estação. Já o Santa Ema Sauvignon Blanc Sel Terroir possui paladar jovem e fresco, com notas de pêra e maçã. Todos os rótulos da carta da Baggio Pizzeria & Focacceria podem ser apreciadas nos salões ou delivery das casas da rede em Curitiba e São José dos Pinhais, além da cidade catarinense de Joinville, enquanto durarem os estoques.

Frozen de verão na Kopenhagen do Shopping Curitiba

O verão brasileiro está no seu auge e Curitiba tem sido premiada com dias quentes e ensolarados. Para refrescar com muito sabor, a Kopenhagen do Shopping Curitiba oferece o Frozen Chocolate Amarula. O famoso licor cremoso é considerado um dos melhores do mundo e é feito da fruta Marula, colhida entre o fim de janeiro e o fim de março, no auge do calor africano. A deliciosa combinação do chocolate Martin Kopenhagen e uma dose de Amarula é servida em um copo decorado com calda de chocolate amargo, chantily e finalizada com Chumbinhos da grife. O frozen fica ainda mais charmoso acompanhado de um cookie, pastilhas de chocolate amargo com menta ou do Petit Wafer Kopenhagen. Aproveite os dias quentes para experimentar essa delícia por R$ 13,90 (250 ml e 442 kcal).

Volta às aulas com os materiais escolares da Luz e Vida

A Editora Luz e Vida Luz e sua licenciada Credeal apresentam a coleção de produtos edição 2012. A novidade para este ano são os materiais escolares voltado ao público Teen e Kids e também as coleções da linha Gift. A linha Smilingüido vem se mantendo por vários anos consecutivos, entre as campeãs de vendas da Credeal. Estima-se que a coleção de produtos 2012, amplie as vendas em 10%, em relação ao ano passado. Desenvolvida principalmente para o público infanto juvenil cristão, conta com versões masculinas e femininas. “A linha Smilingüido conquista com força o público feminino, que não dispensa a delicadeza das rendas e do glitter, juntamente com cores como rosa, lilás e azul”, conta a gerente de Marketing da Credeal, Cristina Dittgen.

‘5 Dias de Loucura’ no Shopping Curitiba traz uma liquidação imperdível

A liquidação de verão ‘5 Dias de Loucura’ do Shopping Curitiba acontece do dia 8 ao dia 12 de fevereiro. Uma das mais tradicionais, a promoção está no seu 10º ano com descontos de até 70% sobre o preço de produtos nas mais de 150 lojas. Além das ofertas imperdíveis sobre a coleção de verão, os clientes encontrarão um ambiente diferenciado dentro do shopping: com o tema Um Espetáculo de Descontos, terá shows de trapezistas e acrobatas interagindo com o público. A primeira edição dos ‘5 Dias de Loucura’ foi realizada em agosto de 2002. Desde então, a cada ano o Shopping Curitiba inova a campanha sem perder o essencial: oportunidades reais de descontos.

Palladium Shopping Center terá horário especial de funcionamento no Carnaval

O Palladium Shopping Center irá funcionar em horário especial durante o carnaval. Confira os horários para aproveitar todas as possibilidades que o shopping traz. As lojas funcionarão normalmente no sábado (18/02) e no domingo (19/02), das 10h às 22h e das 14h às 20h, respectivamente. Na segunda (20/02) e na terça (21/02) as lojas ficarão fechadas. Na quarta-feira (22/02) o funcionamento é a partir das 12h e vai até às 23h. A praça de alimentação do Palladium Shopping Center funcionará normalmente no sábado e no domingo, das 10 às 23h e das 11h às 22h. Na segunda, abrirá a partir das 11h e fica até às 23h. Na terça, o horário é das 11h às 22h. Na quarta-feira, o funcionamento é normal das 11h às 23h. Os cinemas IMAX e UCI também terão horários especiais. O IMAX funcionará de sábado até quarta-feira das 12h às 22h30. Já o UCI terá os seguintes horários: 18 e 19/02 das 11h30 às 24h; 20/02 das 12h30 às 24h, 21/02 das 11h25 às 22h30h e dia 22/02 das 12h30 às 22h30. Mais informações pelo site www.palladiumcuritiba.com.br

Delícias em dobro no happy hour da Pizza Hut

A Pizza Hut Curitiba preparou mais uma novidade em seus restaurantes. Desde dezembro, os clientes da rede podem curtir o Happy Hour com vários itens do cardápio em dobro, de segunda a sexta, das 16h às 20h. Os drinks Caipirinha, Appletini, Cosmopolitan e Gin Fizz serão servidos em dobro, assim como o Chopp Brahma. Já para a cerveja Budweiser, na compra de cinco garrafas, apenas quatro serão cobradas. Para acompanhar, as deliciosas entradas em porções também serão servidas em dobro. Os clientes poderão optar pelos tradicionais Breadsticks nos sabores Tradicional e Pepperoni, Anéis de Cebola, Batata Sorriso e Hot Wings. A novidade é válida para os cinco restaurantes da rede em Curitiba, localizados nos bairros Batel, Cabral, Ecoville e Água Verde, além de uma loja localizada na ala da expansão do ParkShopping Barigüi.


07-02-12 Indústria&Comércio