Page 1

www.iCNE WS.com.br

Indústria&Comércio Curitiba, QUARTa-feira, 03 de abril de 2013 | Ano XXXVi | Edição nº 8839 | R$ 1,50

DIÁRIO. Mais que notícias. inteligência. conhecimento.

Aroldo TERCEIRO DA LINHAGEM BUDISTA COMEMORA Pouco se conhece e se fala em Curitiba das linagens budistas que se espalham pelo mundo. A capital do Paraná tem um dos três templos de uma grande vertente budista japonesa e hoje recebe uma das maiores autoridades mundiais da religião, o bispo Nishimura. página a3

Pedro Washington Amor eterno

À medida que se aproximam as datas em que a reforma eleitoral será colocada em discussão e votação, crescem as manifestações de cientistas e entidades políticas, comprovando que nem entre eles há consenso. Página | A2

Cai intenção de consumo das famílias paulistanas O Índice de Intenção de Consumo das Famílias Paulistanas registrou queda pelo terceiro mês consecutivo. O indicador, apurado pela Fecomercio-SP, caiu 4,3% em março em relação ao mês anterior.

INDICADORES FINANCEIROS

A maior redução foi observada no segmento dos veículos automotores, com recuo de 9,1% na produção em fevereiro

Produção industrial tem a maior queda desde dezembro de 2008 Resultado negativo ficou em 2,5% na produção de janeiro para fevereiro deste ano, revela pesquisa página a5

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

TECTOY PN * ALFA CONSORC PNA RECRUSUL PN AZEVEDO PN MINUPAR ON

Maiores QUEDAS

0,03 3,98 0,06 2,79 0,11

COTAÇÃO

RJCP EQUITY ON COBRASMA ON NORDON MET ON * SULTEPA ON SULTEPA PN

0,01 0,04 3,80 1,95 1,89

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

SOUZA CRUZ ON EJ V-AGRO ON NM ROSSI RESID ON NM P.ACUCAR-CBD PN N1 MRV ON NM

Maiores QUEDAS BROOKFIELD ON NM GOL PN N2 USIMINAS ON N1 GAFISA ON NM PDG REALT ON NM

30,20 0,43 3,10 107,33 8,46

Governo zera alíquota do IOF para financiamento de máquinas Com investimento de R$ 23 milhões empresa inicia construção no Paraná

Antonio Costa

2,24 10,91 10,95 3,76 2,91

Compra

Venda

Dólar turismo 1,9800

2,0900

Dólar comercial 2,0203

2,0209

Dólar paralelo 2,0900

2,2000

Euro

2,5949

2,5941

gerência Volkswagen do Brasil tem novo vice-presidente de Recursos Humanos A Volkswagen do Brasil tem um novo vice-presidente de Recursos Humanos: Holger Rust, que acaba de assumir o cargo no lugar do Dr. Josef-Fidelis Senn, que se aposenta na companhia após 7 anos de trabalho no Brasil; Dr. Senn ingressou no Grupo Volkswagen em 1998.

COTAÇÃO

CÂMBIO Moeda

economia | a5

Pág. b1

negócios Base Editorial é vendida para o grupo IBEP

Ouro (Grama/R$): 102,50

Victor Grifols, presidente do grupo GRIFOLS, Paulo Cezar Pacheco, presidente da CEI, Affonso Portugal Guimaraes, prefeito da cidade e Ricardo Barros, secretario da Indústria, Comércio e Assuntos para o Mercosul, no lançamento da pedra fundamental da fabrica da GRICEI. página a2

Editorial Editais na página A7

A

Já está na hora de uma educação pública de qualidade

educação pública brasileira precisa dar um salto de qualidade, pois não adianta apenas colocar todas as crianças e jovens na sala de aula, é necessário que o ensino prepare a pessoa para a faculdade e para o mercado de trabalho. E a sociedade tem a missão de cobrar isso das autoridades, como fizeram diversos jovens em Brasília.

U

ma marcha na Esplanada dos Ministérios reivindicou ações como educação pública de qualidade, políticas públicas para a juventude no campo e combate ao racismo e à violência contra os jovens. O movimento faz parte da Jornada Nacional de Lutas da Juventude Brasileira, que conta com a adesão de cerca de 40 movimentos sociais.

A

o longo da marcha, que terminou em frente ao Congresso Nacional, os representantes dos movimentos sociais expuseram os principais eixos de reivindicação da jornada que são a destinação dos royalties do petróleo para a educação; trabalho decente para a juventude; reformas política e agrária; e a democratização da comunicação de massa.

A Base Editorial, tradicional editora paranaense de livros didáticos e paradidáticos, foi vendida para o grupo paulista IBEP (Instituto Brasileiro de Edições Pedagógicas). Pág. b1

energia elétrica Eletrosul investiu R$ 2,4 bilhões no ano passado Os investimentos da Eletrosul, em 2012, na área de transmissão e geração de energia elétrica, totalizaram cerca de R$ 2,4 bilhões – montante 14,3% superior ao investido no ano anterior. A maior parte desses recursos – R$ 1,8 bilhão – foi referente aos aportes em importantes empreendimentos. Pág. b1

CMYK

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br


Geral/Curitiba Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A2 | Indústria&Comércio

Previsão do tempo

Mín.: 16° | Máx.: 23°

Poucas mudanças nas condições do tempo nesta quarta-feira no Paraná. O ar segue bastante instável, ou seja, o céu continua com muita nebulosidade no Estado ao longo do dia, com chuvas a qualquer hora. Os acumulados de chuva devem ser mais significativos entre o oeste e o noroeste paranaense. Temperaturas amenas.

fonte: www.simepar.br

Paraná Competitivo

Com investimento de R$ 23 mi empresa inicia construção no PR Gri-Cei instala fábrica para extração, separação, conservação e transfusão de sangue

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Amor eterno

À medida que se aproximam as datas em que a reforma eleitoral será colocada em discussão e votação, crescem as manifestações de cientistas e entidades políticas, comprovando que nem entre eles há consenso. Enquanto organizações como o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), por sua dirigente Jovita Rosa, defende o financiamento público, o professor de Ciência Política da UFPR, Emerson Cervi garante que “o financiamento público exclusivo não é uma opção para a democracia brasileira”. No fundo ambos têm razão, na medida em que se permitiu que o descalabro atingisse de tal forma a legislação eleitoral, que hoje está difícil optar por qualquer fórmula pura entre as existentes no mundo democrático. A começar pela facilidade com que se funda partido político por aqui, sem compromisso com o ideário, apenas tendo em vista a participação no Fundo Partidário e no tempo destinado aos partidos em rádios e tevês. Daí a denominação de legendas aluguel, desobrigadas que estão de apresentarem candidaturas próprias nas eleições majoritárias, optando pelas “coligações” que mais se assemelham a “negócios”. De preferência em espécie. De concessão em concessão chegamos a 30 partidos, todos agora devidamente engajados aos diferentes governos: federal, estaduais e municipais. Sempre a troco de cargos e benesses, jamais por afinidades ideológicas. Bem procurado no cenário nacional, vai-se encontrar as mais absurdas coligações, onde comunistas e reacionários se abraçam e juram amor eterno que, a exemplo dos casamentos (normais) modernos duram até a próxima eleição. Lamentavelmente no Brasil a cada dois anos. Daí a tese defendida pela coluna de eleições gerais a cada cinco ou seis anos. O Brasil tem eleições demais!

Prejuízo somado

A afirmação acima sobre eleição livre que seria o grande apanágio da democracia, considerada pela coluna como excessivas, refere-se ao fato de terminada a municipal, com escolha de prefeitos e vereadores, com apoios de presidente, governadores, senadores e deputados, começar-se a esboçar a eleição seguinte. Como pela legislação os seis meses que antecedem eleições são limitantes das ações administrativas, a cada quatro anos, perde-se um de administração pública. Como essa é muito cara, o prejuízo para o país é imenso.

Tom acima

Aumenta o tom das discussões entre governo e oposição, no Paraná. Embora esta praticamente reduzida ao PT, entre os partidos que fazem parte da coligação que dá sustentação ao governo da presidente Dilma. Uma inteligente tentativa de manter o PSDB do governador Beto Richa e seus correligionários iniciais, na defensiva. O PMDB, estrategicamente, participa e vota com o governo mas não entra nos debates. Nem a favor, nem contra. Muito pelo contrário!

Tom abaixo

Enquanto se vêem pressionados por aqui, os governistas não partem para o ataque no nível regional contra as inúmeras situações em que o governo federal se vê acossado. Problemas de toda ordem a afligí-lo, incluindo-se aí a visível incapacidade de lidar com a inflação que começa a tomar contornos perigosos como os que acometeram os últimos anos revolucionários, deixando para o governo de Tancredo, exercido por Sarney, uma “herança maldita”.

Em choque

Nenhum discurso se ouve na Asssembleia sobre temas como a precaríssima infra-estrutura nacional, que se repete no Paraná, prejudicando a safra de grãos que cresce em quantidade e qualidade, e nos problemas logísticos de transporte a serem enfrentados. A impressão que passa é a de que, o Paraná é uma terra estranha, não atingida pelos equívocos nas opções administrativas do país. A numericamente inexpressiva oposição, Enio Verri e Tadeu Veneri à frente, incomoda mais, ante a inércia da suculenta e silenciosa bancada dita governista, com o heróico Ademar Traiano na defensiva. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

Victor Grifols , presidente do grupo espanhol GRIFOLS, Paulo Cezar Pacheco , presidente da CEI , Affonso Portugal Guimaraes, prefeito da cidade e Ricardo Barros , secretario estadual da Industria, Comercio e Assuntos para o Mercosul no lançamento da pedra fundamental da fabrica da GRICEI

A

Gri-Cei, um dos empreendimentos industriais atraídos pelo programa Paraná Competitivo, do Governo do Estado, iniciou ontem as obras de construção de sua fábrica em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. A empresa instala a primeira fábrica de bolsas para extração, separação, conservação e transfusão de sangue, do Sul do País. O investimento é de R$ 23,9 milhões, com a geração de 122 empregos diretos. O secretario da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, participou do lançamento da pedra fundamental e lembrou que nos últimos dois anos o Paraná atraiu R$ 20 bilhões

em novos empreendimentos, que estão gerando 120 mil empregos em todas as regiões do Estado. “Temos uma forte parceria com a iniciativa privada na construção do maior ciclo de industrialização da história do Estado”, disse Barros, que representou o governador Beto Richa no evento. “Este empreendimento da GriCei é resultado de uma boa negociação, em que trabalhamos juntos para configurar o melhor benefício para a empresa, aliado ao interesse público de geração de renda e empregos”, afirmou o secretario. O início de funcionamento da nova fábrica está previsto para o último trimestre do ano que vem.

A capacidade de produção inicial é de 2 milhões de bolsas unidades por ano, que depois será duplicada.

MERCADO

O empreendimento é resultado de uma sociedade entre o grupo espanhol Grifols, um dos maiores do mundo no setor farmacêutico e hospitalar, e a CEI (Comércio, Exportação e Importação de Materiais Médicos), empresa paranaense especializada na comercialização de produtos hospitalares. Segundo o presidente da Grifols, Víctor Grifols, a empresa avaliou outros dois estados antes de escolher pelo Paraná. “Aqui estamos muito satisfeitos com o suporte recebido. As aspirações da Grifols

Índice de Preços ao Consumidor tem aumento de 0,31% em Curitiba O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Curitiba aumentou 0,31% nos últimos 30 dias terminados em 23 de março, segundo levantamento feito pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), divulgado ontem. A aceleração se deu pela majoração de itens no grupo Transporte e no grupo Vestuário. Por sua vez, o grupo Habitação, com queda de 3,64%, ajudou para que a variação não fosse ainda maior. Entre os itens que mais contribuíram isoladamente para esta terceira prévia do mês de março, na ordem da maior para a me-

Os sapatos e botas femininos tiveram alta de 15,54%

nor, destaca-se energia elétrica residencial (que reduziu 17,01%), automóvel de passeio nacional usado (alta 1,09%), plano de saúde (alta de 5,07%), sapato e bota femininos (majoração de 15,54%), tarifas de ônibus urbano (aumento de 3,75%), automóvel de

passeio nacional zero km (alta de 1,24%), blusa e camisa femininas (alta de 6,93%), TV por assinatura – mensalidade/pacote (aumento de 11,92%), condomínio (majoração de 2,33%), terno (mais 7,69%) e IPVA (redução de 3,10%).

Parque Tecnológico Virtual encerra etapa de implantação Até o final deste primeiro semestre entra em operação o portal do Parque Tecnológico Virtual (PTV), programa do governo do Paraná que vai ligar todo o Estado a uma grande plataforma que reúne todos os ativos tecnológicos – desde incubadoras e parques já existentes a instituições de pesquisa e desenvolvimento com empresas de base tecnológica para impulsionar o desenvolvimento. Foi realizado ontem, na Universidade Estadual do Paraná (Unespar), em Curitiba, o sétimo workshop regional para divulgar o PTV às várias comunidades de interessados, justamente para mostrar que as instituições de ensino superior do Estado estão de portas abertas a empresas e empreendedores. “Num ambiente de inovação, o parque congrega equipamentos, empresas e ações de governo para obtermos avanços tecnológicos e podermos colocar isso a serviço da sociedade”, explica o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Supe-

rior, Alípio Leal. Segundo ele, um desenvolvimento que deve ter foco na sustentabilidade e na criação de processos mais estáveis e produtos mais eficazes. Fazer a ponte entre oferta de conhecimento e demanda por produtos e serviços inovadores é a principal razão para criação do PTV, que vai facilitar o contato entre pesquisadores universitários e as empresas, especialmente as micro e pequenas, que não dispõem de estrutura e recursos para competir com as grandes. O encontro curitibano fecha um ciclo iniciado há um mês, que passou pelas sete universidades públicas estaduais do Paraná. Em cada uma delas está sendo desenvolvido um polo de desenvolvimento e reforçados os Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) já existentes, uma vez que as instituições de ensino superior serão responsáveis pela coordenação regional do PTV. Como explica o diretor-presidente do Instituto Tecnológico do

Paraná (Tecpar), Júlio C. Félix, a governança do PTV será dividida entre a academia, o setor produtivo e o governo estadual. E vai garantir apoio, consultoria, acesso ao crédito e à informação para micro e pequenas empresas. O Tecpar, empresa vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, é o responsável pela implantação do PTV. O Parque Tecnológico Virtual, de acordo com Félix, de certa forma complementa outro programa do governo do Paraná para atração de investimentos, o Paraná Competitivo, programa que oferece incentivos a novos investimentos e à ampliação de empresas já instaladas no Paraná. Já o PTV, cria uma base estruturada para a captação de investimentos de empresas de base tecnológica, especialmente. Por meio dele, as micros e pequenas empresas também terão acesso a recursos das agências de fomento e desenvolvimento do Paraná e a editais de outras instituições.

não terminam nessa fábrica, que é só o começo”, afirmou Grifols, ao adiantar que a empresa já avalia a ampliação dos investimentos em outros terrrenos de Campo Largo. A fábrica em Campo Largo vai suprir a demanda brasileira pelos produtos da companhia, que são importados da Espanha. A previsão é que 44 % da produção sejam destinadas ao mercado interno e 56 % ao Mercosul e México. “Esta nova planta responderá à crescente demanda deste tipo de produto, atendendo as necessidades do mercado brasileiro e de outros países da América Latina”, explicou o presidente da Gri-Cei Miquel Pasqual.

Polícia Científica terá R$ 72 mi em investimentos A Polícia Científica do Paraná receberá, nos próximos meses, R$ 72 milhões em investimentos para obras e compra de equipamentos para modernizar unidades do Instituto Médico-Legal e do Instituto de Criminalística. A informação foi divulgada pelo secretário da Segurança Pública, Cid Vasques, segunda-feira (01), durante solenidade de posse do diretor-geral da Polícia Científica, Leon Grupenmacher. O diretor-geral será responsável por coordenar e estabelecer padrões de trabalho e atendimento dentro do IML e da Criminalística. “A tendência é que haja um protocolo de procedimentos para que a atividade como um todo seja normatizada e para que haja um atendimento mais eficiente”, afirma o secretário. Curitiba, Londrina e Maringá ganharão novas sedes, tanto do IML quanto da Criminalística. O IML de Maringá está com obras em andamento e as duas outras unidades estão em fase licitatória. Ao todo, os três novos prédios do IML têm custo estimado em R$ 25 milhões, com recursos do BNDES. Já as três novas sedes da Criminalística estão estimadas em R$ 17 milhões, com recursos do Fundo Especial de Segurança Pública (Funesp). As unidades do IML receberão novos rabecões, equipamentos para laboratório, cromatógrafos, aparelhos de raio-x, câmaras frias e mobiliários, estimados em R$ 16 milhões. Para a Criminalística estão previstos R$ 12,5 milhões para a compra de equipamentos para os laboratórios de DNA, de informática, de química, de balística, de documentoscopia e mobiliários. Há, também, aproximadamente R$ 1,8 milhão em convênios federais a serem aplicados.


Geral/Estadual Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A3

Aroldo MuráG.Haygert

aroldo@cienciaefe.org.br

NISHIMURA CELEBRA O CAMINHO PRIMORDIAL EM CURITIBA ...O HBS BASEIA-SE NA LEI DA CAUSA E EFEITO...

Nichiren Daishonin, em Pintura.

O budismo da HBS, de Nitiryu (ou Nitiren), baseia-se na lei de causa e efeito, ou seja, na relação entre palavras, pensamentos e ações do indivíduo para com a sua condição de vida presente ou futura. Segundo esse pensamento, tudo que o ser humano desfruta de positivo ou negativo é resultado do seu carma, podendo ser O bispo Nishmura. ele positivo ou negativo, variando de acordo com suas ações, palavras e pensamentos. A prática fundamental do Budismo Primordial é o pronunciamento do Odaimoku (expressão que faz referência ao mantra sagrado Namumyouhou-rengue-kyou) e os ensinamentos do Sutra do Lótus, a essência da compaixão de Buda. Buda deixou 84 mil ensinamentos, mas o Budismo Primordial crê que a essência da doutrina está justamente na Sutra do Lótus. Nessa religião a meta principal é atingir o estado de iluminação de Buda (Dyoubutsu) através da ação altruísta (Bossatsu) e da eliminação de carmas negativos (zaishou).

O Templo Nyorenji , de Curitiba, vai receber nesta quarta, dia 3 de abril, a visita do Bispo Nishimura, vice-secretário geral da matriz, e terceira autoridade mundial da Honmon Butsuryu-Shu – HBS (importante segmento de budismo japonês), que veio ao Brasil para as celebrações póstumas de 550 anos do Grande Mestre do Caminho ...TODOS DIZEM ENSINAR O BUDISMO Primordial do Sutra Lotus Nitiryu Daishounin. A recepção será às CORRETO... 11h00 no Templo, e em seguida será celebrado um culto. Nitiryu (ou Nitiren), monge budista que viveu no Japão no século O Nyorenji, o grande templo de Budismo de Curitiba é do budismo XIII, foi uma figura muito controversa no seu tempo, e muitas Primordial, linha com templos em escolas que seguem seus enmuitos países. O Brasil, com seus sinamentos continuam sendo 9 templos – 3 no Paraná: Curitiba, controversas, como a Soka Londrina e Sarandi - é o maior Gakai – que tem 12 milhões país com adeptos fora do Japão. O de adeptos, e está presente em Paraná tem muitos descendentes praticamente todos os países. de japoneses; em Curitiba, essa Existem dúzias de escolas de população concentra-se no bairro budismo de Nitiren, com sigUberaba - não muito distante do nificativas diferenças doutritemplo que está praticamente na nárias, principalmente quanto beira da BR 277, no início, à esquerao papel exato de Nitiren. Uma da de quem vai a Paranaguá. fonte comum de controvérsia Nos dias 30 e 31 de março houve é o fato de acreditarem ser a em São Paulo, na Catedral Budista única uma convicção que teve Nikkyoji, o Grande Culto Monsoe, início com o próprio Nitiren.O em homenagem a Nitiryu DaishouTemplo Nyorenji, coordenado nim, o reestruturador da linha pelo bispo Haikawa Odoshi fica Honmon do Caminho Primordial no Cajuru, rua Marcos Luiz, 92 O Templo do Budismo Primordial em Curitiba do Sutra Lótus. fone (41)3226-2153.

SEPARAÇÃO POR GÊNERO: PRECONCEITOS

Não alimento simpatias pelo Hamas e nenhum outro movimento político radical, esteja ele vestido de cores católicas, judaicas, sikis, evangélicas, etc. Mas há que se reconhecer que a imprensa, no Brasil, transforma, por vezes, em ‘absurdo’ situações existentes no Oriente, que são vistas como absolutamente normais no Ocidente. Com isso me refiro ao que li ontem na Folha de São Paulo, com a matéria de abertura de página: “Hamas impõe segregação de gênero nas escolas de Gaza”.

SEPARAÇÃO POR GÊNERO (2)

O alarde veio porque as autoridades escolares daquela área da Cisjordânia resolveram que, a partir de 9 anos de idade, meninas e meninos devem estudar em turmas separadas. Separação por gênero, pois. É bom que se esclareça que muitas as escolas da fina flor da burguesia mundial, na Suiça, são separadas por gênero. O mesmo ocorre em tradicionais escolas-internatos da Inglaterra, Irlanda e Estados Unidos, na maioria das vezes de orientação protestante (preferentemente anglicana) e católica, e um sem número delas de orientação leiga. Os pedagogos de Gaza explicam que assim fazendo estão simplesmente zelando pelos costumes e a cultura muçulmanos. Para eles, um fato cultural relevante. Assim como eram relevantes as separações por gênero em escolas brasileiras até o começo dos anos 1970s.

SEPARAÇÃO POR GÊNEROS (3)

No antológico Colégio Estadual do Paraná, até a maior parte dos 1960s, as turmas se dividiam por gênero. No majestoso prédio da João Gualberto, uma das alas era exclusivamente para moças, outra para rapazes. Os flertes ocorriam na hora do recreio, com as partes interessadas acenando, umas para as outras, divididas por uma espécie de “paralelo 38”, a separar o blocos. Uma área verde era o sinal convencional dessa ‘separação-segregação’ que, nem por isso, gerou perversidades. Nem prejudicou o desenvolvimento escolar. Claro que as turmas mistas, no Brasil de hoje, são fato consumado. E funcionam bem. Mas há que ter uma visão abrangente de realidades culturais, quando se apresenta a notícia como a do Hamas.

Em 1930, estudantes (meninas e meninos) separados

Hoje, estudantes (meninos e meninas) juntos

A pesquisa sobre as células-tronco começou no fim da Segunda Guerra Mundial: o efeito da radiação da explosão nuclear havia produzido nos sobreviventes o bloqueio das células hematopoieticas, e era necessário descobrir como substituí-las. Outra linha de pesquisa ia na direção de uma regeneração dos tecidos (pele) danificados após as queimaduras. As células-tronco garantiam uma dupla atividade: elas são capazes de autorrenovação, de um lado, e de se diferenciar em células especializadas, de outro. E também é dupla a sua colocação: no embrião no estado de blastocistos ou nos tecidos adultos. Mas existe uma diferença: as células-tronco embrionárias são pluripotentes (postas em meio de cultura,se diferenciam em todo tipo de célula, nervosa, muscular...), enquanto as dos tecidos são multipotentes já que a sua capacidade é mais restrita e se perde ao longo dos anos. Mas não há a possibilidade de “reprogramar” uma célula adulta em célula pluripotente induzida (células IPS) e restaurá-la, portanto, à condição de célula-tronco embrionária. O horizonte aberto em 2007 pelo japonês Shinya Yamanaka e pelo inglês Sir John B. Gurdon (prêmios Nobel 2012) abrange todo o setor da medicina regenerativa: da prevenção da rejeição em caso de transplantes ao tratamento das doenças degenerativas (esclerose múltipla, Alzheimer e mal de Parkinson), passando pelos tumores pediátricos e traumas, pela epigenética e resistência às doenças até a longevidade celular. E será justamente John B. Gurdon a presença mais ilustre na conferência que se abrirá no Vaticano, mas, ao lado dele, uma série de cientistas e humanistas que, juntamente com diversos promotores, colocam-se o objetivo de continuar no caminho de uma rede de colaboração apoiada pelo Vaticano. Os moderadores das sessões serão os jornalistas Meredith Vieira (NBC News), Bill Hemmer (Fox News Channel), Peggy Noonan (Wall Street Journal) e Max Gomez (WCBS-TV). “Os desenvolvimentos na medicina regenerativa e na biologia celular causam profundas transformações culturais também em diversos níveis, da saúde à economia, das novas tecnologias aos problemas jurídicos. Os argumentos que aparentemente parecem ser apenas teóricos modificam a nossa compreensão do ser humano e de toda a sociedade em cujas intuições as ciências naturais desempenham um papel crucial, com consequências até mesmo para a teologia, antropologia, filosofia. É nossa missão e nosso dever explorar as dinâmicas disso, para oferecer os melhores instrumentos para o cuidado pastoral e para a compreensão da mudança da cultura”, disse Dom Tomasz Trafny, responsável pelo setor científico do Pontifício Conselho para a Cultura. O fato de se tratar de uma questão de extraordinária atualidade é demonstrado pelo fato de que, nesse âmbito, busca-se envolver também os jovens, no nosso país muito mais sensíveis do que os adultos com relação ao conhecimento científico. No dia 15 de março passado, foi realizada, em colaboração com dezenas de colégios italianos, a Jornada da Ciência, dedicada aos estudantes das escolas de Ensino dio superior justamente sobre o tema das células-tronco. “Também existe hoje uma abordagem não metodologicamente correta do ponto de vista científico com relação às células-tronco”, dizia na ocasião o professor Alessandro Quattrone, diretor do CIBIO da Universidade de Trento, com relação ao chamado Método Estamina (repudiado pelos cientistas). “Não nos esqueçamos de que esse é um dos filões de pesquisa mais cheios de esperança para o futuro”.

CONFERÊNCIA DOS MUNICÍPIOS E A COMPETENTE VÂNIA

Que o governador Beto Richa fez jogada de enorme habilidade política ao escolher Ratinho Junior para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado, ninguém duvida. E os resultados vão aparecendo: No momento, a SEDU toda se envolve na questão Conferência dos Mu- Vânia Mara Welt, Ratinho Junior. nicípios, fato que descubro lendo um material jornalístico oficial de primeira qualidade. Informação precisa, com o dedo, a técnica e a sensibilidade da jornalista Vânia Mara Welt, assessora de Ratinho Junior.

...ELA DETÉM UM PRÊMIO ESSO... Vânia foi essencial no bom relacionamento do político com os meios de comunicação, na campanha para a Prefeitura. É sempre bom lembrar que a jornalista (chegamos a ser colegas de turma, por um ano, na PUCPR) é dona de um Prêmio Esso Regional de Jornalismo. Ela, na verdade, é especialista em jornalismo investigativo, e conhece, como ninguém mais, os meandros do crime das chamadas “Bruxas de Guaratuba”, mãe e filha condenadas pela morte , em ritual satânico, de um pobre menino, Evandro.

OPINIÃO DE VALOR

NO VATICANO, ANÁLISE DO ESTADO ATUAL DA PESQUISA SOBRE CÉLULAS-TRONCO ADULTAS A 2ª Conferência Internacional sobre as Células-Tronco Adultas, organizada pelo Pontifício Conselho para a Cultura, em colaboração com a Stem for Life Foundation, a NeoStem Inc. e a STOQ International, e com o apoio da Pontifícia Academia para a Vida e o Pontifício Conselho para a Família, promete ser um evento de excepcional interesse cultural e científico. A reportagem é de Maria Teresa Pontara Pederiva, publicada no sítio Vatican Insider, 30-03-2013. A tradução é de Moisés Sbardelotto. De 11 a 13 de abril, um debate para apresentar o estado atual da pesquisa e para identificar as estratégias para uma sensibilização global sobre o potencial terapêutico das células-tronco adultas. A conferência ocorre na sequência da colaboração de cinco anos entre o Pontifício Conselho e as organizações parceiras, em particular a STOQ, a organização interuniversitária (com a liderança da Gregoriana, da Lateranense, da Regina, cujo presidente é o cardeal Paul Poupard) para um diálogo entre ciência e fé. O anúncio da Conferência chegou às vésperas da discussão na Assembleia Nacional francesa do projeto de lei – já aprovado no Senado no dia 4 de dezembro – que autoriza a pesquisa sobre embriões e células-tronco embrionárias (votação final prevista para o próximo dia 2 de abril). Enquanto isso, registra-se um decidido posicionamento do arcebispo de Paris e presidente da Conferência Episcopal Francesa, cardeal André Vingt-Trois: entrevistado pela Rádio Notre-Dame, ele julgou como um “grave erro sem justificação científica esclarecida” a eventual aprovação da lei com relação aos delicados equilíbrios da sociedade, porque, “quando se dá carta branca a todo tipo de pesquisa sobre o embrião, isso significa que o consideramos como nada mais do que material de laboratório”. Na realidade, justamente a descoberta e a utilização das células-tronco adultas ou das células IPS podem eliminar definitivamente todo problema do ponto de vista ético.

Jornalistas Meredith Vieira (NBC News), Bill Hemmer (Fox News Channel), Peggy Noonan (Wall Street Journal) e Max Gomez (WCBS-TV)

CARTAS (correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

PARQUE HISTÓRICO Caro Haygert: Excelente manifestação do querido amigo Zair Schuster; e perguntaria a ele se o atual Parque da Vilinha no Tarumã não seria esse marco referencial? Henrique Paulo Schmidlin, Vitamina.

SABINE, A BINA Sabine! Ela não pode mais escorregar em frente à sua casa na Rua Bispo Dom José... Não deu tempo de vê-la pronta! Marcha lenta da administração pública. Linda homenagem que você fez caro Aroldo. Perdemos Sabine e não ganhamos a calçada... Abraço. Marco

SABINE, A BINA (2) Querido amigo Por você ser esse homem sensível é que cada vez mais o respeitamos como jornalista sério e principalmente como grande amigo. Muito obrigada pela nota linda a respeito da minha mãe, Bina! Beijos enormes, Sandra Wahrhaftig.

Disponível na Livraria do Chain, rua General Carneiro, 441 - Centro Também no Solar do Rosário, Rua Duque de Caxias, 4 - Centro e na Livrarias Curitiba. Ou ainda pelo telefone 041 8809-4144, falar com Hélio.


Geral/Curitiba Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A4 | Indústria&Comércio abnoticias@abcom.com.br

AB Notícias SUPERANDO EXPECTATIVAS

Mesmo com as chuvas, a safra de verão 2012/2013 nas regiões de Toledo e Cascavel superaram as expectativas. O todo foram 3,343 milhões de toneladas colhidas, 7,84% a mais do previsto. A região de Cascavel produziu 1.807.071 toneladas, enquanto o esperado ficava em 1.680.700. Já Toledo foram 1.536.123 toneladas produzidas em 451.801 hectares.

FEIRA DO PEIXE

Quase 20 toneladas de peixes foram comercializadas durante a Feira do Peixe de Ponta Grossa. O evento, que durou quatro dias, movimentou cerca de 200 mil reais. A novidade da edição e também parte do motivo do sucesso foi a venda de camarão. Produtos de agricultura familiar e artesanato também contribuíram para o resultado positivo que superou o acumulado do ano anterior.

Saúde

Estado vai investir R$ 211 mi em serviços de urgência Governador Beto Richa lança programa para ampliar serviços de urgência e emergência

O

SOJA SAUDÁVEL

Projeto Cidades da Copa é lançado em Curitiba

SAÚDE EM FOCO

Visando diminuir o tempo de espera e melhorar o atendimento à população, oito postos de saúde de Curitiba terão seu horário de atendimento ampliado até as 22 horas. Além desta medida, a capital também passará a contar, até o fim de maio, com mais 44 novas equipes de Saúde da Família. Com a medida, cerca de 800 mil pessoas passarão a ser atendidas pelo programa, o que representa um total de 47% da população da cidade.

NO ANTÁRTICO

No próximo ano o Brasil deverá ter uma base na Antártida. A iniciativa parte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Um módulo com 4 beliches e uma cozinha abrigará oito pesquisadores ao lado do módulo autônomo Criosfera 1.

CENTRO SOCIOEDUCACIONAL

A cidade de Guarapuava poderá inaugurar ainda este ano um Centro de Socioeducação, o Censi. O centro visa atender a adolescentes infratores. Ao todo, serão oferecidas 40 vagas masculinas e 20 femininas. Inicialmente o investimento no projeto seria de 2,5 milhões de reais, porém apenas 20 vagas eram previstas. Com a ampliação das vagas o investimento será maior.

NOVA LEI

Após suas fotos vazarem na internet, a atriz Carolina Dieckmann agora nomeia uma lei já sancionada que aborda crimes envolvendo divulgação de documentos e fotos pessoais sem autorização na internet. As penas variam de três meses a um ano de prisão e ainda conta com uma multa. Entre os crimes estão classificados a “invasão de dispositivo informático alheio” com a intenção de obter, destruir ou alterar dados, e comercializar ou distribuir programas que permitam esta invasão.

A Região Metropolitana de Curitiba ganhará uma nova indústria. Gerando inicialmente 200 novas vagas, a fabricante de tubos de aço Perfipar S/A se instalará em Colombo. A empresa já conta com 3 unidades no estado e agora investirá 31 milhões na nova fábrica para atingir a meta de processar 100 mil toneladas de aço por ano.

Um estudo feito pela Universidade Católica da Coréia do Norte mostrou que a Soja preta pode ser eficiente no combate as gorduras localizadas. Isso porque esse tipo de soja contém uma antocianina, responsável pela sua cor negra, que é capaz de quebrar gorduras. Além disso, a soja preta também é rica em fibras, o que faz com que a produção de insulina diminua e, com isso, a gordura seja mais fácil de ser eliminada.

PISCICULTURA

Marechal Cândido Rondon, poderá ter sua piscicultura fortalecida. Foi aprovada recentemente uma lei que permite a criação do Programa Municipal do Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Aqüicultura Familiar e do Fundo de Desenvolvimento da Aqüicultura, os quais através de recursos da Secretaria de Agricultura e Política Ambiental realizarão ações para promover e incentivar a atividade pesqueira na região.

NELSON NO PALCO

Quatro montagens baseada em obras do dramaturgo Nelson Rodrigues serão encenadas na mostra Fringe, que faz parte do Festival de Teatro de Curitiba. Entre os destaques está a adaptação de um de seus mais famosos textos, “Viúva Porém Honesta”, que será apresentado pelo grupo pernambucano Magiluth. As apresentações ocorrem entre os dias 3 e 6 deste mês, às 13h no Teuni, Teatro da Reitoria.

MORADIAS

A cidade de Missal, região oeste do estado, passou a integrar o quadro de municípios atendidos pelo programa estadual Morar Bem Paraná Rural. Ao todo são dez famílias de pequenos agricultores participando do projeto, alguns já em sua nova moradia. O investimento na construção das casas gira em torno de 250 mil reais, mas o custo para os produtores será de apenas 1 mil, divido em quatro parcelas anuais de 250 reais.

Foi lançado ontem em Curitiba o projeto Cidades da Copa, idealizado pelo Instituto Esporte Educação (IEE) para discutir, planejar e estruturar ações voltadas ao legado social e esportivo que os grandes eventos, como Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016, podem deixar para o Brasil. O evento de lançamento termina amanhã no Centro de Referência e Qualidade de Vida e Movimento (CRQVM), na Vila Guaíra, e no primeiro dia teve a participação do secretário municipal de Esporte Lazer e Juventude, Aluísio de Oliveira Dutra Júnior. O projeto Cidades da Copa já foi lançado em Porto Alegre, Rio de Janeiro e Brasília. São Paulo, Belo Horizonte e nordeste do país são os próximos destinos. A presidente do IEE, a ex-jogadora olímpica de vôlei Ana Moser, foi uma das palestrantes deste primeiro dia de atividades em Curitiba. Segundo ela, com a proximidade dos grandes eventos, o IEE quer discutir como o País vai se estruturar para garantir a prática esportiva como uma forma de levar qualidade de vida e educação às pessoas e comunidades. “O projeto Cidades da Copa pretende criar

Orlando Kissner/ANPr

NOVA INDÚSTRIA

governador Beto Richa lançou ontem a Rede Paraná Urgência. A medida vai reforçar o sistema de atendimento aos casos de emergência em todas as regiões paranaenses. O Governo do Estado vai investir R$ 211 milhões para garantir assistência qualificada e resolutiva em situações de urgência. “Uma ação que melhora a saúde dos paranaenses com um atendimento de mais qualidade, ágil e mais humano. Vamos atuar diretamente nas cidades, investindo em transporte e assistência hospitalar”, disse Richa ao apresentar a ações do programa no Encontro Paranaense de Gestores Municipais de Saúde, que reúne 2.000 participantes em Curitiba. Entre as medidas do programa estão a estruturação do Complexo Regulador do Paraná; ampliação e qualificação dos sistemas de atendimento pré-hospitalar (Samu, Siate e transporte aeromédico); investimentos na melhoria dos prontos socorros e hospitais de referência; e capacitação permanente de profissionais. “O objetivo é reduzir o tempo de resposta nos serviços de urgência e emergência, o que diminui os índices de mortalidade e os riscos de sequelas”, explicou o governador, que entregou 29 novas ambulâncias para o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), do Corpo de Bombeiros. Richa destacou os avanços na área da saúde nos últimos dois anos, como a redução dos índices de mortalidade materno-infantil e o

O governador Beto Richa e o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, lançam a Rede Paraná Urgência, que garantirá assistência qualificada e resolutiva aos casos de urgência e emergência em todas as regiões do Estado

aumento no número de transplantes realizados no Paraná. “Temos excelentes programas, que têm trazido avanços inquestionáveis à população do Paraná”, disse. O governador lembrou ainda que, pela primeira vez, o Estado cumpre a Emenda Constitucional 29 e aplica 12% das receitas em saúde. “São mais R$ 1,5 bilhão em quatro anos para reforçar a saúde. Um governo responsável primeiramente deve cumprir a Lei”, disse ele. Richa relatou ainda que houve uma inversão na aplicação de recursos em saúde pública no Brasil. Ele explicou que há 10 anos o governo federal era responsável por 70% dos investimentos. “Hoje, 70% dos gastos são dos

caixas dos estados e municípios, e apenas 30% da união. Cada vez mais o governo federal nos penaliza com aumento de obrigações e redução de receitas”, avaliou.

POLÍTICAS DE SAÚDE

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, afirmou que a Rede Paraná Urgência é parte de um conjunto de políticas do Governo do Estado para ampliar os serviços de saúde, dando assistência adequada às pessoas em situação de risco. “Temos os recursos assegurados para colocar em prática essas ações da Rede de Urgência que irão transformar o Paraná em referência

Jaelson Lucas/SMCS

O projeto Cidades da Copa já foi lançado em Porto Alegre, Rio de Janeiro e Brasília. São Paulo, Belo Horizonte e nordeste do país são os próximos destinos

uma mobilização, provocar discussão e, finalmente, elaborar um documento sobre o que Curitiba pensa em relação ao desenvolvimento do esporte”, afirmou Ana Moser. O projeto Cidades da Copa é dividido em três etapas. A primeira é o lançamento do projeto e discussão de ideias entre grupos de trabalho. A segunda etapa consiste na elaboração do plano municipal de esporte – com a participação de instituições locais representativas na área de esporte e do poder público. A apresentação do plano muni-

cipal, marcada para maio, encerra as atividades do projeto. Em sua apresentação, o secretário Aluísio de Oliveira Dutra Júnior destacou que o esporte precisa ser abordado em toda a sua complexidade, com a elaboração de projetos bem definidos e estruturados. “Hoje, no Brasil, tratamos de questões de política pública para o esporte de forma emergencial, não de maneira estruturada. Resolvemos problemas do dia a dia sem discutir os assuntos relevantes para o desenvolvimento esportivo no país”, disse.

Portos do Paraná vão apresentar resultados na 19ª Intermodal A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) vai mostrar os resultados do último ano e projetos para o biênio 2013/2014 durante a 19ª edição da Intermodal South America, que acontece em São Paulo. Entre 600 expositores, de 22 países, representantes dos portos paranaenses e do governo do estado têm a chance de trocar informações com um público especializado de mais de 45 mil profissionais de logística, transporte e comércio exterior de mais esta edição da Intermodal da América do Sul. De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, entre outras

oportunidades que se abrem com a feira está a de poder apresentar o que tem dado certo nos portos do Paraná. “Vamos mostrar que os portos paranaenses estão nos melhores níveis do Brasil. Temos dificuldades, sim, mas em 2013 o Porto de Paranaguá é um porto de referência nacional – principalmente por ter conseguido combater o problema das filas de caminhão nesse início de escoamento de safra”, afirma. Richa Filho diz que os portos paranaenses têm alcançado resultados positivos. “Os nossos esforços, aliados à criação de tecnologia e gestão, têm resultado em soluções. A Appa participa da Intermodal com 20 parceiros. Para o superin-

tendente da Appa, Luiz Henrique Dividino, esta é uma oportunidade de ter acesso às inovações, tecnologias e negócios. “A troca de experiências e informações durante a feira é muito intensa e, para os parceiros, o evento é uma oportunidade única de mostrar seus diferenciais e atrair novos negócios”, afirma. Entre os temas que serão apresentados pela Appa durante a feira estão o plano de arrendamento e as projeções de melhorias já para este ano e o próximo. Somente de investimentos próprios, a Appa despenderá, até o final de 2014, cerca de R$ 400 milhões em melhorias estruturais dos portos.

para o Brasil”, disse o secretário. Caputo Neto afirmou que há dois anos o transporte de pacientes em situação de urgência e emergência estava comprometido. “Quando assumimos, não havia nenhum Samu regional funcionando. Hoje são sete. Esperamos implantar doze unidades até o final de 2013”, explicou Michele. Para o Siate, o governo estadual adquiriu 60 novas ambulâncias para reforçar o atendimento às vítimas de trauma. Outra área que terá reforço é o de transporte aeromédico. Segundo o secretário, estão previstas ainda para esse ano mais um helicóptero e um avião com UTI móvel.

Estado e Senac oferecem cursos de capacitação A Secretaria Estadual para Assuntos Estratégicas, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), está oferecendo três cursos de capacitação a distância nos Espaços Cidadão/Telecentros. São eles: Contabilidade Básica, Excelência em Vendas e Informática Básica com Internet. A profissionalização faz parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG), um incentivo à qualificação profissional para pessoas de baixa renda, que amplia as possibilidade de inserção e permanência no mercado de trabalho. “Esse é também um dos nossos focos dentro dos Espaços Cidadão/Telecentros”, afirma o secretário para Assuntos Estratégicos, Edson Casagrande. “Queremos dar oportunidade de crescimento profissional para todos os paranaenses e, por esse motivo, estamos junto com o Senac nessa iniciativa”, declara. As vagas são limitadas e bastante concorridas. São 50 vagas para cada curso e para garantir a participação, os monitores dos Espaços Cidadãos devem enviar até a próxima segunda-feira (08 de abril) a relação dos participantes de sua cidade. Os monitores dos Telecentros que confirmarem alunos para os cursos participarão de uma capacitação em Curitiba, nos dias 16 e 17 de abril. O objetivo é torná-los aptos a auxiliar e sanar dúvidas durante dos alunos durante os cursos. Para participar dessa capacitação, os Espaços Cidadão/Telecentros deverão ter confirmados pelo menos cinco candidatos e informarem a Secretaria pelos emails divulgação@seae.pr.gov.br e antoliana@seae.pr.gov.br As inscrições definitivas dos alunos para os cursos do Senac acontecem nos dias da capacitação dos monitores, em Curitiba.


Economia Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A5

Governo zera alíquota do IOF para financiamento de máquinas e infraestrutura

pesquisa

O governo zerou a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para financiamento de bens de capital, bens de consumo para exportação, setor de energia elétrica, projetos de engenharia, inovação tecnológica e projetos de infraestrutura logística como obras de rodovias e ferrovias, que fazem parte das concessões do governo federal. Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a medida visa a dar competitividade aos créditos bancários. “A retirada do IOF foi para tornar mais competitivo os créditos dos bancos para bens de capital para investimentos, principalmente naquela modalidade de compulsório. Liberamos o compulsório para os bancos com essa finalidade”, disse. De acordo com o titular da pasta, com a retirada do imposto, os bancos poderão baratear os empréstimos dos A maior redução foi observada no segmento dos veículos automotores, com recuo de 9,1% na produção em fevereiro

Produção industrial registra queda de 2,5% em fevereiro

investimentos de longo prazo. Com isso, serão beneficiados, principalmente, financiamentos para setores envolvidos em infraestrutura. O estímulo foi criado pelo Decreto 7.975, publicado nesta terça-feira (02/04) no Diário Oficial da União. De acordo com o texto, a medida é válida para as operações de crédito contratadas a partir desta terça. A norma altera o Decreto 6.306, que regulamenta o IOF. As operações de crédito estavam com taxas de juros reduzidas por estarem incluídas no Programa de Sustentação de Investimentos (PSI). Nessa modalidade, as taxas de juros praticadas são de 3% ao ano, até junho deste ano. A partir do segundo semestre, a alíquota sobe para 3,5%. O prazo de financiamento do programa é 20 anos, com carência de até 36 meses.

Construção civil abre 53,7 mil vagas no país nos dois primeiros meses do ano

Essa é a maior queda desde dezembro de 2008, quando houve recuo de 12,2% A indústria brasileira apresentou queda de 2,5% na produção de janeiro para fevereiro deste ano. Essa é a maior queda desde dezembro de 2008, quando houve recuo de 12,2%. A redução ocorreu depois de dois meses de altas, uma vez que em dezembro de 2012 e em janeiro deste ano houve crescimento de 0,1% e 2,6%, respectivamente. O dado está na Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta terça-feira (02/04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as categorias de uso, a queda foi puxada principalmente pelos bens de consumo duráveis, que tiveram redução de 6,8% na produção no período. Os bens de consumo semi e não duráveis registraram queda de 2,1% e os bens intermediários, de 1,3%. A

única alta foi observada em bens de capital, com aumento de 1,6% na produção. Entre as 27 atividades industriais pesquisadas, 15 tiveram queda. A maior redução foi observada no segmento dos veículos automotores, com recuo de 9,1% na produção em fevereiro. Outros setores que tiveram quedas importantes foram indústria farmacêutica (-10,8%) e refino de petróleo e álcool (-5,8%). Em relação a fevereiro do ano passado, a indústria brasileira teve uma queda de 3,2 %. No ano, a indústria acumula alta de 1,1 %. Já nos últimos 12 meses, há uma queda acumulada de 1,9%.

Inflação semanal diminui em cinco capitais

Tombini espera recuperação gradual da indústria este ano

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) teve variação menor em cinco das sete capitais pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV), que divulgou nesta terça-feira (02/04) os resultados referentes a 31 de março. O índice geral também caiu, de 0,78% para 0,72%. Recife foi a capital que teve a maior redução da inflação, com queda de 0,37 ponto percentual, de 0,89% em 22 de março para 0,52% no dia 31. Pesaram para o resultado os decréscimos nos grupos alimentação, de 1,70% para 1,15%, e habitação, de 1,26% para 0,78%. Ainda assim, os dois componentes foram os únicos a se manterem acima da variação da região. Em Brasília, onde houve queda de 0,24 ponto percentual (de 0,95% para 0,71%), a redução no grupo alimentação também foi decisiva para o resultado, com queda de 1,56% para 0,47%. Na capital federal, o principal fator que puxou a taxa para cima é habitação, que fechou a semana em 1,53%. Rio de Janeiro e Belo Horizonte foram as duas cidades que apresentaram aumento da inflação semanal. Na capital mineira, a taxa subiu de 0,63% para 0,72%, sob a influência principalmente dos componentes educação, leitura e recreação, que passou de 0% para 0,33%, e habitação, de 0,16% para 0,52%. Os itens que mais pressionam a inflação em Belo Horizonte são alimentação (1,88%) e vestuário (1,19%).

cmyk

SEGMENTOS

A produção de bens de capital

Apesar da queda da produção industrial em fevereiro, o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, espera recuperação gradual do setor este ano. Tombini participou de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. “Houve contração em fevereiro, mas tendência é a recuperação moderada da indústria em 2013”, disse. De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta terça-feira (02/04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor apresentou queda de 2,5% na produção de janeiro para fevereiro deste ano. Essa é a maior queda desde dezembro de 2008, quando houve recuo de 12,2%.

teve alta de 1,6% entre janeiro e fevereiro deste ano, sendo o único segmento industrial a apresentar resultado positivo no período. Os bens de consumo duráveis, os semi e não duráveis e os bens intermediários tiveram quedas na produção. Os bens de capital englobam as máquinas e equipamentos usados na cadeia produtiva industrial, agrícola, de transportes, energia e construção civil. O aumento da produção desse tipo de bens pode sinalizar uma disposição maior do empresário em investir, seja para aumentar sua produção, seja para modernizar sua empresa. “Isso pode representar um certo alento (diante do resultado negativo da indústria, que caiu 2,5% entre janeiro e fevereiro)”, disse o coordenador da Pesquisa

A redução ocorreu depois de dois meses de altas, uma vez que em dezembro de 2012 e em janeiro deste ano houve crescimento de 0,1% e 2,6%, respectivamente. Em relação a fevereiro do ano passado, a indústria brasileira teve uma queda de 3,2 %. No ano, a indústria acumula alta de 1,1 %. Já nos últimos 12 meses, há uma queda acumulada de 1,9%. Sobre o setor de serviços, Tombini destacou o crescimento há 16 semestres seguidos, impulsionado pela entrada de 40 milhões de pessoas na classe média. Segundo ele, essa expansão leva ao aumento da demanda do setor de serviços. Tombini acrescentou ainda que o setor agropecuária deve ser impulsionado este ano pela safra recorde de grãos.

Industrial Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), André Macedo. Os bens de capital acumulam alta de 10,9% nos dois primeiros meses do ano, em relação ao final do ano passado. Na comparação com o primeiro bimestre de 2012, a alta acumulada é 13,3%. O setor havia tido quedas nos quatro trimestres de 2012, neste tipo de comparação. Entre os setores que se beneficiaram do bom momento para bens de capital estão as máquinas e equipamentos para indústria, que tiveram alta de 0,4% no primeiro bimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado; os bens para energia (9,6%) e os bens para transporte (38,1%).

ECONOMIA

Alexandre Tombini avaliou que o Brasil está experimentando processo gradual de recuperação da atividade econômica, com perspectiva de intensificação ao longo de 2013. Em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Tombini acrescentou que indicadores antecedentes apontam também o crescimento dos investimentos neste ano. O presidente do BC reiterou que a economia global deve apresentar baixo crescimento por período prolongado, devido a efeitos da crise fiscal em países desenvolvidos. Tombini reforçou ainda que a inflação no Brasil tem demonstrado resistência nos últimos meses.

Balança comercial ficará positiva este ano, diz Pimentel O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse nesta terça-feira (02/04) que o Brasil vai ter “com toda certeza” saldo positivo na balança comercial este ano, embora não seja possível prever em que patamar será o superávit. Ele enfatizou que a expectativa é que haja recuperação do comércio brasileiro a partir de agora. Segundo números divulgados na segunda-feira (1º/04) pela sua pasta, a balança comercial brasileira fechou março com superávit de US$ 164 milhões no mês. No entanto, há déficit acumulado de

US$ 5,1 bilhões nos três primeiros meses do ano, contra superávit de US$ 2,419 bilhões no período equivalente do ano passado. “A balança (comercial) está reagindo, março já foi um pouco melhor e nós esperamos que, a partir de agora, melhore ainda mais”, disse, ao participar de reunião no Ministério da Justiça. O superávit de março ocorre após dois meses de déficit na balança comercial brasileira. Embora positivo, o resultado foi o mais fraco para o mês de março desde 2001. “Vamos trabalhar para repetir o saldo do ano passado. Não sabemos se vai ser possível, porque

a situação não está boa, a recuperação das commodities está mais lenta do que esperávamos, mas não tem nada que nos preocupe muito. Nós vamos conseguir um bom saldo”, garantiu. Na segunda-feira (1º/04), a secretária de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Tatiana Prazeres, também disse que o governo projeta superávit na balança comercial em 2013. Ela ressaltou que a média diária das exportações em março, de US$ 966,2 milhões, foi a melhor para o período, desde o início da série histórica.

No acumulado dos últimos 12 meses, o número de trabalhadores cresceu 1,97%, com a criação de 66,3 mil vagas

O nível de emprego na construção civil brasileira nos primeiros dois meses do ano apresentou alta de 1,59%, com a contratação de 53,7 mil trabalhadores, de acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon). O mês de fevereiro registrou alta de 0,51% na comparação com janeiro, tendo sido criadas 17,5 mil vagas no país. O balanço mostrou também que, no acumulado dos últimos 12 meses, o número de trabalhadores cresceu 1,97%, com a criação de 66,3 mil vagas. Com o resultado, a construção bra-

sileira empregava, no final de fevereiro, 3,4 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Desses, cerca de 1,7 milhão estavam no Sudeste, 730,6 mil no Nordeste, 477,6 mil no Sul, 275,3 mil no Centro-Oeste e 212,7 mil no Norte. No estado de São Paulo, o número de contratações cresceu 0,51% em fevereiro em relação a janeiro, com a abertura de 4,5 mil vagas. Nos dois primeiros meses de 2013, a quantidade de contratações no estado totalizou 16,4 mil. Ao final de fevereiro, as empresas paulistas somavam 883,1 mil empregados com carteira assinada.

Confiança dos empresários da construção tem queda de quase 8% no 1º trimestre O Índice de Confiança da Construção registrou queda de 7,9% no primeiro trimestre do ano, ante o decréscimo de 6,9% no trimestre terminado em fevereiro. O resultado do indicador, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), mostra que a tendência de desaceleração do nível de atividade econômica do setor, percebida desde o final de 2012, vem se mantendo neste início de ano. Praticamente todos os segmentos sinalizaram desaceleração. As obras de acabamento tiveram retração de 7,3% no trimestre encerrado em março, ante a queda de 1,5% em fevereiro. O aluguel de equipamentos de construção e demolição apresentou queda de 0,5%, ante a variação de 5,1%. As obras de infraestrutura para engenharia elétrica e de telecomunicações foram exceções às quedas, e tiveram alta de 5,3% no primeiro trimestre, contra a variação de -6% no trimestre encerrado em fevereiro.

A variação interanual trimestral do Índice da Situação Atual apresentou queda de 9,9% em março, contra retração de 7,9% em fevereiro. O grau de satisfação com a situação atual dos negócios foi o item que exerceu maior pressão negativa sobre o índice. Houve queda de 10,1% em março, ante redução de 9,1% em fevereiro. Das 687 empresas consultadas, 25% avaliaram a situação atual como boa, contra 33,8% no mesmo período de 2012. O percentual de empresas que consideraram a situação ruim foi 13,6%, ante os 9,9% registrados há um ano. O Índice de Expectativas, na comparação interanual trimestral, passou de -6% em fevereiro para -6,3% em março. O grau de otimismo com a tendência dos negócios nos seis meses seguintes foi o item que exerceu maior influência na piora do índice. Registrouse queda de 7% em março, contra retração de 5,3% em fevereiro.


Sustentabilidade Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A6 | Indústria&Comércio oda.spada@gmail.com.br

GIRO de Notícias

Sul do Brasil na marcha Campolina ExpoLondrina’2013 será ponto de partida na divulgação da raça Criadores de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e outros estados unem forças para conquistar novos mercados para o Campolina, cavalo de andamento marchado ideal para lazer e serviço. O alvo do grupo, agora, está na região Sul do País, onde a raça ainda não é representativa. Para atingir este mercado, uma das estratégias é transformar a ExpoLondrina’2013 em uma grande vitrine. A exposição ocorre entre os dias 04 e 14 de abril, no Parque de Exposições Governador Ney Braga, em Londrina, no Paraná. São esperados, aproximadamente, 150 animais na pista de julgamento, que será um dos destaques da mostra, apontada como uma das principais exposições agropecuárias em toda a América Latina. Em Minas Gerais, o criador Renato Miranda Tolentino enviará 20 de seus melhores cavalos. Do Rio de Janeiro, Cláudio Cunha (Haras do Barulho), Luis Pacheco Drumond (Haras LPD), Joel Garcia (Haras Chaparral) e Vera Annechino (Haras Mandala) participam com 40 animais. Já o estado de São Paulo será representado pelo criador Paulo Maia, que deve participar com 30 exemplares.

Internacional

“É muito importante que a raça Campolina seja representada nas exposições onde o agronegócio seja representativo no PIB brasileiro. As mostras de reconhecimento internacional, como é o caso da ExpoLondrina, são ainda mais importantes, por receberem investidores de várias parte do País e também do exterior”, avalia o titular do Haras do Barulho, Cláudio Cunha, que foi “recrutado” para organizar a participação da raça em Londrina.

Os escolhidos

Os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul reúnem todas as condições para se tornarem importantes polos de criação, como já ocorre em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. Na visão de Cunha, existem várias demandas à funcionalidade do animal, reconhecido como o maior cavalo de sela do Brasil. “Os fazendeiros dessas regiões gostam da marcha, da altivez, do porte e da docilidade do Campolina, características que podem ser bem exploradas no serviço e no passeio”, diz.

Campolina

Durante a formação, a raça Campolina teve de passar por várias transformações. Sua cabeça está menor e mais leve, o pescoço menos rodado e até o porte, que já chegou a 1,75m de altura, foi reduzido pela facilitar a monta. Novos usuários que chegarem à raça, certamente ficarão encantados e passarão a formar os próprios plantéis. “Foi assim comigo e com outros criadores. Em 1991, comprei três éguas para cavalgada. Cinco anos depois competi em uma prova e ganhei o primeiro troféu. Fiquei tão apaixonado que de usuário tornei-me criador. Meu negócio foi crescendo e poucos anos depois fui agraciado na Nacional”, diz Cunha, que hoje está entre os principais criadores de Campolina.

Ronda Latinoamericana da Alltech

A Alltech promoveu, no dia 19 de março, a Ronda Latinoamericana, em Cascavel (PR). Participaram 134 produtores agrícolas e criadores do Paraná. Este evento, a Alltech realiza em todo o mundo: Europa, Ásia, Estados Unidos e América Latina. Nos próximos dias, a Ronda irá percorrer Argentina, Chile, Peru, Venezuela e Costa Rica. O tema principal discutido foi como alimentar o mundo com mais eficiência e sem agredir o meio ambiente.

Só 6% da capacidade

Em 2050, a população mundial passará para mais de nove bilhões de pessoas, o que implicará em um aumento de mais 70% na produção global de alimentos. O Brasil planta hoje em torno de 6% somente da capacidade do território nacional, ou seja, há 85 milhões de hectares disponíveis para serem utilizados, sem agredir o meio ambiente, que tem 48% de áreas protegidas. De acordo com a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), hoje, os principais países produtores de grãos 2012/2013 são: China (550 milhões de toneladas/ano); USA (530 mi/ton/ano) e o Brasil com 183 milhões. No mundo são produzidos em torno de 2.660 bilhões de toneladas. Se o Brasil continuar crescendo na produção de grãos em média 5% ao ano, em 2020, serão produzidos em torno de 260 milhões de toneladas por ano. Atualmente, os grãos são disputados para alimentar seres humanos e animais. “Por meio da biotecnologia, a Alltech tem um papel ímpar dentro das indústrias produtoras de alimentos para animais. Como produzir mais carne, com prazo de validade maior, com mais suculência e alto valor nutritivo, questiona o vice-presidente da Alltech para América Latina, Guilherme Minozzo.

Alta Genetics oferece curso de inseminação artificial

A Alta Genetics, empresa líder mundial de melhoramentos genéticos no mundo, promoverá em abril diversos cursos de inseminação artificial em bovinos nas seguintes cidades de Paraná: Curitiba (PR): 23 a 26 de abril; Endereço: Fazenda Mata Atlântica - BR 116, Km 55; Presidente Castelo Branco (PR): 16 a 19 de abril; Endereço: Centro Veterinário do Paraná - Rodovia do Café, BR 376, Km 146; Prudentópolis (PR): 09 a 14 e 23 a 26 de abril; Endereço: Rua João Josafat, 634;

Com certificado

As aulas serão ministradas com conteúdo prático e teórico e carga horária entre 32 e 48 horas. Após o término, todos os participantes que estiverem aptos receberão certificado. O programa inclui: coleta e industrialização de sêmen; anatomia e fisiologia do aparelho reprodutor da fêmea bovina; passo a passo da inseminação artificial; observação de cio em gado de leite e corte; manejo do botijão de sêmen; montagem do aplicador; descongelamento do sêmen, passagem pela cérvix, dentre outros.

Necessidade de profissionais

“O mercado de inseminação artificial está em crescimento e há uma necessidade de profissionais capacitados para disseminar esta nova tecnologia. A Alta possui atualmente 16 centros de treinamento e, desde 2006 quando iniciou suas atividades no Brasil, já foram formados mais de nove mil inseminadores em todo o país, ressalta Jorge Duarte, coordenador de planejamento estratégico da Alta.

Agronegócio

ExpoLondrina abre com expectativa de recorde Mais de 400 mil visitantes para shows e “bons negócios” De acordo com os organizadores (Sociedade Rural do Paraná-SRP), a Expo Londrina, que vai acontecer entre 4 e 14 de abril, no Parque Governador Ney Braga, em Londrina, é o melhor evento, mais completo, de maior público (no ano passado chegou a 400 mil visitantes), com os melhores expositores, shows com as grandes estrelas da música sertaneja, rodeios, cultura, exposições, gastronomia especializada, seminários técnicos e muito mais. Essa é a fórmula que cresce e se renova a cada ano, garantindo grandes oportunidades de negócios e entretenimento. “Nosso público se divide em dois segmentos”, afirma o diretor-presidente da SRP, Moacir Norberto Sgarioni. “O Público que vem ao parque em busca de bons negócios e o público que vem em busca de entretenimento.”

Técnico

A ExpoLondrina organizou uma agenda diversificada de programação técnica, reunindo profissionais e formadores de opinião de diversas áreas da agricultura, oferecemos cursos, palestras e seminários com novos conteúdos e as novas tendências do mercado. A lista de eventos vinculados é grande, como pode ser vista na lista divulgada pelo site da feira: 11° Seminário de Pecuária de Carne; 3° Seminário Carne de Qualidade; 5° encontro da Mulher Rural; 21° Encontro do Café; 12° Seminário Estadual de Aquicultura; 18° Encontro Regional do Leite; 4° Seminário de Mercado da Agricultura Familiar; 3° Encontro Técnico de Frutas, Verduras e Legumes; 3° Simpósio de Eficiência em Produção e Reprodução Animal; Encontro Estadual dos Conselhos de Sanidade Agropecuária; Produção de Alimento Saudável na Renda da Família Rural; 7° Seminário de Ovinocultura e Caprinocultura; além de Cursos de desossa e melhor aproveitamento de carnes nobres, realizada pela A.N.P.B.C.

Bom momento

No lançamento oficial da Expo-

Como destaque social foram escolhidas em março a rainha e as princesas da 52º Expo Londrina. Elas estarão presentes nos eventos, sempre em trajes country de grife.

Londrina, que ocorreu no início de março, reuniu mais de 600 pessoas, na maioria empresários e executivos interessados em participar do evento. Na ocasião o secretário estadual a Agricultura, Norberto Ortigara, que representou o governador Beto Richa na solenidade, ressaltou que a ExpoLondrina 2013 vai acontecer num momento ímpar e deve atingir resultados bastante positivos. “Estamos tendo a melhor safra de verão e rumando para também a melhor safra de outono e inverno, combinadas com bons preços. Está difícil encontrar um setor deste segmento que esteja num momento ruim, o que significa melhor renda no campo”, disse. O secretário também mandou um recado para os produtores. “É hora de pensar em novos investimentos sim, mas também é o momento de aperfeiçoar o nosso campo. A ExpoLondrina oportuniza contato dos agricultores com novos conhecimentos e tecnologias”.

Melhores Raças

Marcam presença na feira as melhores raças bovinas de

carne e leite, como a Angus. Charolês, A Associação Brasileira de Angus tem a expectativa de que mais de 150 animais machos e fêmeas da raça oriundos dos Estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Paraná participem da exposição. O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Charolês, Joaquin Villegas, que junto com o Núcleo de Criadores do Norte do Paraná, programa julgamento dos Grandes Campeões e Supremo campão da raça para o dia 12 de abril, e o leilão para o dia seguinte. Ocorrerão também leilões da raça Nerole e Gir, bem como de raças leiteiras, entre bovinos. Está previsto também apresentação e comercialização de cavalos, ovinos e outros animais. Entre os equinos, destaque para os criadores de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e outros estados que unem forças para conquistar novos mercados para o Campolina, cavalo de andamento marchado ideal para lazer e serviço. O alvo do grupo, agora, está

na região Sul do País, onde a raça ainda não é representativa.

Fórum

Ainda no dia abertura (04/04), a Cooperativa Agroindustrial Integrada realiza o Fórum Brasil Agro. O evento será transmitido em vídeo e em tempo real pelo site www.agrogp.com.br. Em discussão, como o Brasil pretende enfrentar os gargalos logísticos para sustentar a produção e exportação de grãos. Entidades que representam os produtores rurais poderão debater o assunto com o coordenador de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Derli Dossa; o representante da Empresa de Planejamento e Logística do Ministério dos Transportes, Abdon Juarez; o consultor em comércio exterior e especialista em assuntos regulatórios e tributários para o agronegócio, Fábio Carneiro Cunha; e o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho. Haverá ainda a participação do presidente da Integrada, Carlos Murate, e do superintendente adjunto do Sistema Ocepar, Nelson Costa.

Raça Angus vem à 53ª ExpoLondrina para ganhar presença no Paraná De 10 a 14 de abril, durante a 53ª ExpoLondrina, em Londrina (PR), a genética Angus dominará as pistas na segunda etapa do ranking nacional da Associação Brasileira de AngusABA. A expectativa da entidade é de que mais de 150 animais machos e fêmeas da raça oriundos dos Estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Paraná participem da exposição. Angus é uma raça de bovinos, destinada à produção de carne de qualidade superior, tem as suas origens no Nordeste da Escócia, onde o seu aperfeiçoamento começou há cerca de 200 anos. Hoje está sendo criada em quase todo o mundo, em quais se destacam: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Europa e Nova Zelândia. Com grande qualidade, a sua utilização é estendida para cruzamentos, tanto com raças de corte como de produção leiteira. Apresenta e transmite facilidade de parto e

reprodução, assim como a sua cor e a característica de ser mocho. É igualmente famoso pela sua robustez, o seu fácil manejo e adaptação às diversas condições atmosféricas e ambientais. Apresenta boa acumulação e distribuição de gordura na porção intermuscular,

que garante a resistência em períodos de sem chuvas. É manso, apresenta precocidade, fertilidade e habilidade materna.

Julgamentos

O julgamento da raça Angus, que acontece nos dias 12 e 13, ficará por

conta do experiente Ariel Macagno, jurado argentino que já participou de importantes exposições como Avaré (SP) e Uruguaiana (RS). A 53ª ExpoLondrina contará ainda com o leilão Royal Angus, chancelado pela Associação, no qual serão comercializados dois touros Angus para central ou plantel, três prenhezes especiais, além de 35 fêmeas PO. Sendo 13 de elite e 22 rústicas. Confira a programação completa: 10/04 - Julgamento de admissão dos animais. 11/04 - 18h - 6º Leilão Conexão Reconquista. 12/04 - 9h - Julgamento de machos. 12/04 - 20h - 5º Leilão Royal Angus. 13/04 - 9h - Julgamento de fêmeas e ao final do dia confraternização de entrega de prêmios e encerramento da exposição.

Diretores debatem infraestrutura

Setor defende ligação ferroviária do Mato Grosso com Paranaguá O projeto de implantação do trecho ferroviário entre Maracaju (MS) e Paranaguá (PR), considerado pelo setor produtivo como importante para viabilizar o escoamento de grãos por meio do porto paranaense, foi um dos temas discutidos na reunião ordinária da diretoria da Ocepar, ocorrida na manhã desta segunda-feira (01/04), em Curitiba. O assunto foi debatido com a

participação do secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, e de representantes da Andrade Gutierrez, entre eles, o diretor Hércules P.V. de Barros. À tarde, os diretores participaram das Assembleias Gerais Ordinárias das entidades que integram o Sistema Ocepar (Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná – Ocepar; Serviço Nacional de

Aprendizagem do Cooperativismo – Sescoop/PR e Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná – Fecoopar). Na oportunidade, foi apreciado o relatório de atividades referente ao ano de 2012. Houve ainda a apresentação dos resultados obtidos no ano passado e submetidos à aprovação o plano de metas de 2013 e o orçamento para o atual exercício.

Na AGO, a Ocepar fez a entrega dos Troféus “Ocepar” e “Cooperativas Orgulho do Paraná” a personalidades que se destacaram por ter contribuído para o desenvolvimento do cooperativismo paranaense. Foram homenageados o secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, e os cooperativistas Willem de Geus e Ignácio Aloysio Donel.


Publicidade Legal Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A7

Trav. Nestor

1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO PARANÁ S.A.

EDITAL DE PROCLAMAS Faço

saber que pretendem casar-se:

1 - JULIANO MAGNONN BERSANI e KELLY CRISTINA DE LARA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

A Companhia de Saneamento do Paraná – SANEPAR torna público que recebeu do IAP Autorização Florestal nº 21854, com validade até a data de 25/05/2013, para supressão vegetal para as obras necessárias a Implantação da Estação Elevatória de Esgotos EEE Maracanã, pertencente ao SES do município de Colombo – PR.

CURITIba, 02 DE ABRIL de 2013

AVISO DE LICITAÇÃO • Pregão Eletrônico n.º 002/2013 Objeto: Aquisição de Material Bibliográfico Nacional (3 lotes) – Bicen e Educação Física. Valor Máximo: R$ 261.225,00. Recebimento das propostas: até 8h00 do dia 17/04/2013.Início da Sessão Pública: às 14h00 do dia 17/04/2013 (Número da Licitação: 475679). O Edital e seus Anexos com as especificações completas, bem como os resultados de todas as fases desta licitação poderão ser consultados no site www.licitacoes-e.com.br. Ponta Grossa, 02 de abril de 2013. Astrid Honesko. Pregoeira GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS – SEJU CPL/ SEJU CONCORRÊNCIA PÚBLICA N° 002/2013 Objeto: Execução de reforma na cobertura da area administrativa da Penitenciária Feminina do Paraná. DATA: 03 de maio de 2013 às 9:30 hs LOCAL: PALÁCIO DAS ARAUCÁRIAS – RUA JACY LOUREIRO DE CAMPOS térreo – ala C - CENTRO CÍVICO – CEP.80.530-915 – CURITIBA- PR INFORMAÇÕES E EDITAL: www.comprasparana.pr.gov.br; www.justica.pr.gov.br

AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA N 157.13 Objeto: Contratação de prestação de serviços de manutenção de redes e ramais de água e de esgoto sanitário, execução de ampliação de redes de água e esgoto (SAR) , recomposição de pavimentos passeio e rua, melhorias operacionais de água e esgoto sanitário e desenvolvimento operacional de acordo com a tecnologia, filosofia e metodologia do Sistema Gerencial de Manutenção - SGM, nas quantidades e parâmetros qualitativos definidos pela SANEPAR, nas localidades integrantes da Unidade Regional Metropolitana Curitiba Norte, conforme detalhado nos anexos do Edital, com fornecimento parcial de materiais. Recursos: Próprios. Preço máximo Admitido: R$ 53.091.403,80. Disponibilidade do Edital: de 4/4/2013 até o dia 6/5/2013. Abertura da Licitação: 7/5/2013 às 14h. Informações complementares: Podem ser obtidas na Sanepar à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 - Curitiba/PR, fones (41)3330-3910/3330-3128, fax (41)3330-3174/3330-3200 ou pelo site http://licitacao.sanepar.com.br/.

FOSFOREIRA BRASILEIRA SA CNPJ n.º 78.141.926/0001-94 AVISO AOS ACIONISTAS Comunicamos aos Senhores Acionistas que os documentos de que trata o artigo 133 da Lei das Sociedades Anônimas (Lei n.º 6.404/1976), relativos ao exercício Social encerrado em 31.12.2012, encontram-se a disposição na sede da Companhia a Av Getuio Vargas, 264, centro, em Irari-Pr. Irati, 02 de Abril de 2013. A Diretoria

CONVOCAÇÃO DE 44ª ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO PARANÁ S/A – CEASA/PR CNPJ Nº 75.063.164/0001-67 O Presidente do Conselho de Administração da CEASA/PR, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os Senhores Acionistas da Centrais de Abastecimento do Paraná a se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, no dia 30 de Abril de 2013, às 10:00 horas, na sua Administração Estadual, situada na Avenida João Gualberto, nº 1740 – 10º andar – Curitiba – Paraná, em atendimento ao artigo 132 da Lei nº 6.404/76 e alterações posteriores, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: I – Tomar as contas dos administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações financeiras do exercício de 2012; II – Eleger os Membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal; III – Fixar os honorários da diretoria e remuneração dos administradores, artigo 152 – Lei nº 6.404/76 e alterações posteriores e artigo 20 do Estatuto Social. Curitiba, 25 de março de 2013. NORBERTO ANACLETO ORTIGARA Presidente do Conselho de Administração

PREF. MUN. DE FAZENDA RIO GRANDE ESTADO DO PARANÁ Comissão Permanente de Licitações Processo Administrativo nº. 6139/2013 LEILÃO PÚBLICO Nº. 001/2013 TIPO: MAIOR LANCE OU OFERTA OBJETO: Madeira cortada de pinus (pinus sp), totalizando 385 (trezentos e oitenta e cinco) unidades (200 m³), com idade aparente de 30 (trinta) anos. LEGISLAÇÃO: Leis Federais nº. 8.666/1993 e 8.883/94. LOCAL E DATA PARA REALIZAÇÃO DA SESSÃO PÚBLICA DO LEILÃO: Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, situada à Rua Jacarandá, 300 – Nações: 18 de Abril de 2013, até às 09h00min. O edital completo estará à disposição dos interessados dos dias 01 a 18 de Abril 2013, na Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças – Setor de Licitações. Fazenda Rio Grande/PR, 28 de Março de 2013. Luiz Rafael Lopes Presidente da CPL

SOCIEDADE ESPORTIVA BARIGUI DO SEMINARIO Sede própria: Rua Luiz Tramontin, nº 144 Fone: 41 3274-2103 – Curitiba PR CNPJ – 10.703.687/0001-85 Edital de Convocação Assembléia Geral Extraordinária A Sociedade Esportiva Barigui do Seminário, usufruindo de suas atribuições e cumprindo normas de seu estatuto convoca seus associados que estejam em dia com suas obrigações pecuniárias até mês de dezembro de 2012, para assembléia geral extraordinária a ser realizada no dia 16/04/2013, na sede social as 20:00 hs em primeira convocação ou após meia hora com qualquer número de presentes, para ser apreciada e votada a seguinte ordem do dia: - Eleição da nova diretoria biênio 2013/2014

AVISO AOS ACIONISTAS PROVIDÊNCIA DISTRIBUI DIVIDENDOS São José dos Pinhais, 1 de abril de 2013 – Em Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária – AGO/E – da Companhia Providência Indústria e Comércio realizada em 1 de abril de 2013, foi aprovada a proposta da Administração de distribuição de dividendos aos acionistas correspondente ao montante de R$ 53.062.320,69 (cinquenta e três milhões, sessenta e dois mil, trezentos e vinte reais e sessenta e nove centavos). A Companhia totalizará assim uma distribuição de 100% da base de cálculo dos dividendos ajustada de 2012, assim composta: Lucro Líquido do exercício de 2012 de R$ 45.070.759,17, menos os 5% da Reserva Legal de R$ 2.253.537,96, somados à realização do custo atribuído de R$ 10.245.099,48. Em novembro de 2012 a Companhia pagou R$ 19.273.408,54 (dezenove milhões, duzentos e setenta e três mil e quatrocentos e oito reais e cinquenta e quatro centavos) em dividendos antecipados. O saldo restante no valor de R$ 33.788.912,15 (trinta e três milhões, setecentos e oitenta e oito mil, novecentos e doze reais e quinze centavos), correspondente a R$ 0,42225671 por ação ordinária, será pago através do Banco Bradesco S.A, com ex-dividendo em 17/05/2013 e pagamento em 27/05/2013, sem retenção de imposto de renda na fonte e sem incidência de correção monetária ou juros, na forma da Lei das Sociedades por Ações, deliberado na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária – AGO/E, realizada em 1 de abril de 2013. Instruções quanto ao crédito: 1.1 – Para os acionistas que se encontrem custodiados no Banco Bradesco S.A. o crédito será efetuado em 27/05/2013, diretamente em conta corrente para seus correntistas, e por meio de DOC/TED para os correntistas dos demais bancos; 1.2 – A Companhia colocará à disposição, na mesma data, as importâncias relativas aos acionistas custodiados nas Bolsas de Valores, que se encarregarão de repassá-las às corretoras depositantes para que estas efetuem os créditos aos acionistas titulares. 1.3 – Para maiores esclarecimentos, favor entrar em contato: Relações com Investidores BR 376, Km 16,5 – São José dos Pinhais – PR – 83.015-000 Telefones: (0xx41) 3381-8667 – Fax: 3283-5909 Eduardo Feldmann Costa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Contato Relações com Investidores Eduardo Feldmann Costa Diretor Financeiro e de Relações com Investidores ri@providencia.com.br Gabriela Las Casas Gerente de Relações com Investidores gabrielac@providencia.com.br Tel: (+55) 41 3381-8673 Beatriz Tokarski Relações com Investidores beatrizt@providencia.com.br Tel: (+55) 41 3381-8667 BR 376 – Km 16,5 São José dos Pinhais – PR – Brasil 83015-000

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1151.13 Objeto: Contratação de Serviços de Transporte de Caixas de Coleta de Água/Esgoto. Limite de Acolhimento de Propostas: 16/04/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 16/04/13 às 14h por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com. br. Preço Máximo: R$ 136.527,54. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1152.13 Objeto: Aquisição de Material de Ferro Dúctil, Bronze, Cobre e Latão. Limite de Acolhimento de Propostas: 16/04/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 16/04/13 às 14h30 por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 54.407,40. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1153.13 Objeto: Contratação de Serviços de Confecção de Placas de Identificação. Limite de Acolhimento de Propostas: 16/04/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 16/04/13 às 14h15 por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 86.783,00. Informações Complementares: Podem ser obtidas na Sanepar, à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 – Curitiba/PR, Fones (41) 3330-3910 / 3330-3128 ou Fax (41) 3330-3901/ 3330-3200, ou no site acima mencionado. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N 1154.13 Objeto: Contratação de Serviços de Transporte de Resíduos Classe IIA. Protocolo de Envelopes: até as 09h30 do dia 16/04/13. Abertura das Propostas: 16/04/13 às 10h. Preço Máximo: R$ 81.326,78. Informações Complementares: Podem ser obtidas na Sanepar, à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 – Curitiba/PR, Fones (41) 3330-3910 / 3330-3128 ou Fax (41) 3330-3901 / 3330-3200, ou pelo site http:// licitacao.sanepar.com.br/.

BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. Companhia Aberta - CVM nº 01545-8 CNPJ nº 42.331.462/0001-31 - NIRE 4130001526-1

Ata nº 522 da Reunião do Conselho de Administração

1. Data, Hora e Local: Aos 11 dias do mês de maio de 2012, às 10h, na sede social da “Companhia”, em Curitiba, Estado do Paraná, na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, nº 555, andar nº 15, conjuntos 151 e 152, Edifício Engenheiro José Joaquim, Centro, CEP 80.430-180. 2. Convocação e Presença: Convocados regularmente todos os membros do Conselho de Administração da Companhia, acham-se presentes a totalidade dos membros do Conselho de Administração. 3. Mesa: Presidente: Sr. Ernesto Heinzelmann: Secretário: Sr. José Mario Marim. 4. Ordem do Dia: 4.1. Reeleição dos membros da Diretoria para o mandato de 2012. 5. Deliberações: Foram tomadas, por unanimidade dos presentes, as seguintes deliberações: 5.1. Autorizar a lavratura da presente ata em forma de sumário. 5.2. Aprovada, por unanimidade de votos, de acordo com o artigo 12 parágrafo 5º alínea “f” do Estatuto Social da Companhia, aprovada a reeleição da composição da Diretoria da seguinte forma: Sr. Marcos Andreetto Perillo, brasileiro, casado, administrador de empresas, portador do RG n. 2105096677 - SSP/RS, inscrito no CPF/MF sob n. 001.396.117-97, Diretor Vice-Presidente Corporativo do Segmento Administração, cumulado com o cargo de Diretor de Relações com Investidores; Sr. Ricardo Lopes de Moraes, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB/PR sob o nº 10.042, inscrito no CPF/MF sob o nº 358.846.819-68, Diretor sem designação específica do SEGMENTO ADMINISTRAÇÃO, ambos com endereço comercial na cidade e comarca de Curitiba, Estado do Paraná, na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, nº 555, 15º andar, conjunto 151 e 152, Edifício Engenheiro José Joaquim, Centro, CEP 80.430-180; Sr. Antonio José de Barros Neto, brasileiro, casado, contador, portador do RG n. 7.717.342-9 SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob n. 991.505.908-63, Diretor Vice-Presidente de Operações de Veículos do Segmento Veículos Pesados; Sr. Dailton Vieira da Silva, brasileiro, casado, administrador de empresas, portador da CI RG 19.709.378-4 SSP/SP e inscrito no CPF/MF 087.740.118-71, Diretor de Peças e Serviços do Segmento Veículos Pesados, ambos com endereço comercial na cidade e comarca de São José dos Pinhais, Estado do Paraná na Alameda Bom Pastor 3.700 lote A sala 3, Barro Preto CEP: 83.015-140. 5.3. Aprovada, por unanimidade de votos dos presentes, a remuneração global dos Diretores até o montante de R$ 2.000.000,00. 5.4. Os Diretores ora reeleitos declaram sob as penas da lei que não estão impedidos por lei especial, de exercer a administração da Companhia e nem condenado ou sob efeitos de condenação, a pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato; ou contra a economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra as normas de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, a fé pública ou a propriedade; sendo desde logo investidos nos respectivos cargos, mediante assinatura de Termo de Posse arquivado em Livro na sede da Companhia. Todos os diretores possuem mandato até 31 de maio de 2013. 6. Encerramento: Nada mais havendo a tratar, lavrou-se esta ata a que se refere esta Reunião que, depois de lida, foi aprovada e assinada por todos os presentes. 7. Assinaturas: Presidente: Ernesto Heinzelmann. Secretário: José Mario Marim. Conselheiros: Ernesto Heinzelmann, Emilio Battistella, Rafael Ramos Battistella, Luciano Ribas Battistella, Maurício Valente Battistella, José Mario Marim, Melissa Rizzo Battistella. Certifico que o presente Sumário de Ata é cópia fiel da transcrição da página nº 51 e 52 do Livro de “Atas de Reunião do Conselho de Administração”, nº 12 escriturado na forma facultada pelo Artigo 12º, Inciso I da Instrução Normativa nº 107, de 23.05.2008, do Departamento Nacional de Registro do Comércio - DNRC. Curitiba, 11 de maio de 2012. José Mario Marim - Secretário. Junta Comercial do Estado do Paraná - Certifico o registro em: 23/05/2012 - sob o número: 20123201160 - Protocolo: 12/320116-0 - Empresa: 41 3 00015261 - Battistella Administração e Participações S.A.. Sebastião Motta - Secretário Geral.

BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. Companhia Aberta - CVM nº 01545-8 CNPJ nº 42.331.462/0001-31 - NIRE 4130001526-1

Ata nº 566 da Reunião do Conselho de Administração

1. Data, Hora e Local: Aos 19 dias do mês de novembro de 2012, às 14h, na sede social da “Companhia”, em Curitiba, Estado do Paraná, na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, nº 555, andar nº 15, conjuntos 151 e 152, Edifício Engenheiro José Joaquim, Centro, CEP 80.430-180. 2. Presença: Convocados regularmente todos os membros do Conselho de Administração da Companhia, achamse presentes a totalidade dos membros do Conselho de Administração. 3. Mesa: Presidente: Sr. Ernesto Heinzelmann. Secretário: Sr. José Mario Marim. 4. Ordem do Dia: 4.1. Eleição de Diretor 5. Deliberações: Foram tomadas, por unanimidade dos presentes, as seguintes deliberações: 5.1. Autorizar a lavratura da presente ata em forma de sumário. 5.2. Aprovada, por unanimidade de votos, de acordo com o artigo 12 parágrafo 5º alínea “f” do Estatuto Social da Companhia a eleição do Sr. Rildo Pinheiro, brasileiro, casado, economista, portador da carteira de identidade RG nº 1264735 SSP/SC, inscrito no CPF/MF sob o nº 421.278.079-87, residente e domiciliado na Rua Pernambuco, nº 218 apto 404 na cidade de Joinville Estado de Santa Catarina, para o cargo de Diretor do Segmento Veículos Pesados, com mandato até 31 de maio de 2013. O Diretor ora eleito declara sob as penas da lei que não está impedido por lei especial, de exercer a administração da Companhia e nem condenado ou sob efeitos de condenação, a pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos; ou por crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato; ou contra a economia popular, contra o sistema financeiro nacional, contra as normas de defesa da concorrência, contra as relações de consumo, a fé pública ou a propriedade; sendo desde logo investido no cargo, mediante assinatura de Termo de Posse arquivado em Livro na sede da Companhia. 6. Encerramento: Nada mais havendo a tratar, lavrou-se esta ata a que se refere esta reunião que, depois de lida, foi aprovada e assinada por todos os presentes. 7. Assinaturas: Presidente: Ernesto Heinzelmann, Secretário: José Mario Marim. Conselheiros: Srs: Ernesto Heinzelmann, Luciano Ribas Battistella, José Mario Marim, Mauricio Valente Battistella, Emilio Battistella, Rafael Ramos Battistella, Melissa Rizzo Battistella. Certifico que o presente Sumário de Ata é cópia fiel da transcrição da página nº 27 e 28 do Livro de “Atas de Reunião do Conselho de Administração”, nº 13 escriturado na forma facultada pelo Artigo 12º, Inciso I da Instrução Normativa nº 107, de 23.05.2008, do Departamento Nacional de Registro do Comércio - DNRC. Curitiba, 19 de novembro de 2012. José Mario Marim - Secretário. Junta Comercial do Estado do Paraná Certifico o registro em: 30/11/2012 - sob o número: 20127742662 - Protocolo: 12/774266-2 - Empresa: 41 3 00015261 - Battistella Administração e Participações S.A.. Sebastião Motta - Secretário Geral.

BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. Companhia Aberta - CVM nº 01545-8 CNPJ nº 42.331.462/0001-31 - NIRE 4130001526-1

Ata nº 575 da Reunião do Conselho de Administração

1. Data, Hora e Local: Aos 21 dias do mês de dezembro de 2012, às 15h, na sede social da “Companhia”, em Curitiba, Estado do Paraná, na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, nº 555, andar nº 15, conjuntos 151 e 152, Edifício Engenheiro José Joaquim, Centro, CEP 80.430-180. 2. Presença: Convocados regularmente todos os membros do Conselho de Administração da Companhia, acham-se presentes a maioria dos membros do Conselho de Administração. 3. Mesa: Presidente: Sr. Ernesto Heinzelmann. Secretário: Sr. José Mario Marim. 4. Ordem do Dia: 4.1. Alteração de segmento de Diretor. 5. Deliberações: Foram tomadas, por unanimidade dos presentes, as seguintes deliberações: 5.1. Autorizar a lavratura da presente ata em forma de sumário. 5.2. Aprovada, por unanimidade de votos, de acordo com o artigo 12 parágrafo 5º alínea “f” do Estatuto Social da Companhia alterar o segmento do Diretor eleito através da Ata de Reunião do Conselho de Administração n. 566 de 19 de novembro de 2012, registrada na JUCEPAR pelo n.º 20127742662, em 30/11/2012, Sr. Rildo Pinheiro, brasileiro, casado, economista, portador da carteira de identidade RG n.º 1264735 SSP/SC, inscrito no CPF/MF sob o n.º 421.278.079-87, residente e domiciliado na Rua Pernambuco, n.º 218 apto 404 na cidade de Joinville Estado de Santa Catarina, do Segmento Veículos Pesados, para o Segmento Administração. O Diretor permanece com mandato até 31 de maio de 2013, cabendo-lhe a representação da Companhia exclusivamente nos assuntos, atos e operações referentes ao Segmento Administração, em especial para: administrar sociedades controladas; abrir e fechar filiais; firmar contratos de operações financeiras em geral destinadas à administração do caixa corporativo da Companhia; contratar e distratar colaboradores do seu SEGMENTO; contratar serviços advocatícios; representar a Companhia perante seus investidores e órgãos reguladores; contratar seguros de natureza patrimonial; firmar contratos de locação, de manutenção predial, de prestação de serviços em geral, dentre outros, necessários ao regular desenvolvimento das atividades operacionais do seu SEGMENTO. 6. Encerramento: Nada mais havendo a tratar, lavrou-se esta ata a que se refere esta reunião que, depois de lida, foi aprovada e assinada por todos os presentes. 7. Assinaturas: Presidente: Ernesto Heinzelmann, Secretário: José Mario Marim. Conselheiros: Srs: Ernesto Heinzelmann, José Mario Marim, Mauricio Valente Battistella, Rafael Ramos Battistella, Melissa Rizzo Battistella. Certifico que o presente Sumário de Ata é cópia fiel da transcrição da página nº 63 e 64 do Livro de “Atas de Reunião do Conselho de Administração”, nº 13 escriturado na forma facultada pelo Artigo 12º, Inciso I da Instrução Normativa nº 107, de 23.05.2008, do Departamento Nacional de Registro do Comércio - DNRC. Curitiba, 21 de dezembro de 2012. José Mario Marim - Secretário. Junta Comercial do Estado do Paraná Certifico o registro em: 18/01/2013 - sob o número: 20130139203 - Protocolo: 13/013920-3 - Empresa: 41 3 00015261 - Battistella Administração e Participações S.A.. Sebastião Motta - Secretário Geral.

DRIMA PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ 07.738.962/0001-91

BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

CARTA DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, apresentamos as Demonstrações Financeiras da Drima Participações S.A., referente ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012. Curitiba, fevereiro de 2013.

BALANÇOS PATRIMONIAIS - Em milhares de reais ATIVO Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa Dividendos a Receber Ativo Não Circulante Realizável a Longo Prazo Investimentos Total do Ativo

31/12/2012 944 80 864

31/12/2011 81 32 49

88.270 88.270

111.059 71 110.988

89.214 ___________

111.140 ____________

PASSIVO

31/12/2012

31/12/2011

793 793

-

88.421 16.229 8.478 63.714

111.140 16.229 8.535 86.376

89.214 ___________

111.140 ____________

Passivo Não Circulante Dividendos a Pagar Patrimônio Líquido Capital Social Reservas de Capital Reservas de Lucros Total do Passivo

DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO Em milhares de reais

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA Em milhares de reais

Exercício findo em 31 de Dezembro Receitas Operacionais Resultado Equiv. Patrimonial Despesas Operacionais Despesas Administrativas Lucro Liquido do Exercício Lucro por ação - em R$

2012 (18.718) (18.718) (1) (1) ------------------------------(18.719) ------------------------------(1,1534)

2011 27.661 27.661 (4) (4) ------------------------------27.657 ------------------------------1,7042

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Em Milhares de Reais Capital Reservas Reservas Lucros Total Social de Capital de Lucros Acumulados Geral Em 31 de Dezembro de 2010 16.229 11.345 58.186 - 85.760 Realização Reavaliação Reflexa (2.810) 2.810 Dividendos Distribuídos (2.000) - (2.000) Lucro do Exercício 27.657 27.657 Constituição Reserva Legal 209 (209) Dividendos Obrigatórios (277) (277) Transferências entre Reservas 29.981 (29.981) -------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------16.229 8.535 86.376 - 111.140 Em 31 de Dezembro de 2011 Realização Reavaliação Reflexa (57) 57 Dividendos Distribuídos (4.000) - (4.000) Lucro do Exercício (18.719) (18.719) Constituição Reserva Legal Dividendos Obrigatórios Transferências entre Reservas (18.662) 18.662 16.229 8.478 63.714 - 88.421 Em 31 de Dezembro de 2012 -------------------------------------------------------------------------------------------- ---------------------------

Caixa Gerado no Período Lucro Líquido do Exercício Ajustes por: Equivalência Patrimonial

(Acréscimo) Decréscimo em Ativos Operacionais Dividendos Recebidos Partes Relacionadas

Acréscimo (Decréscimo) em Passivos Operacionais Dividendos Pagos Partes Relacionadas

RESUMO DO FLUXO DE CAIXA Caixa Gerado no Período Aplicação em Ativos Operacionais Originado por Passivos Operacionais Aumento Líquido de Caixa e Equivalentes Caixa e Equivalentes de Caixa Saldo no Início de Período Saldo no Final do Período Aumento (Redução) de caixa e equivalentes

Exercício findo em 31 de Dezembro 2012 2011 (18.719)

27.657

18.718 (1)

(27.661) (4)

3.185 71 3.256

2.376 180 2.556

(3.207) (3.207)

(2.277) (256) (2.533)

(1) 3.256 (3.207) 48

(4) 2.556 (2.533) 19

32 80 48

13 32 19

NOTAS EXPLICATIVAS 1 - Contexto Operacional A Companhia tem por objeto social a participação em outras sociedades como acionista ou quotista, bem como efetuar investimentos financeiros e/ou societários. 2 - Apresentação das Demonstrações Financeiras As demonstrações financeiras estão sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, incluindo os pronunciamentos emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPCs). 3 - Principais Práticas Contábeis a) Caixa e Equivalentes de Caixa Contemplam numerários em caixa e saldos de depósitos em bancos.

b) Investimentos Participação na controlada WHB Fundição S.A. avaliado pelo método da equivalência patrimonial, apurada com base em balanço levantado na mesma data da investidora. c) Resultado O resultado das operações é apurado em conformidade com o regime contábil de competência de exercícios. d) Capital Social O capital social subscrito e integralizado é de R$ 16.229.000,00, representado por 16.229.000 ações ordinárias com valor nominal de R$ 1,00 cada ação. Magaly Hübner Busato Marcio Luiz Lahn Diretora Presidente Contador CRC PR -053078/O-0

Sociedade Anônima Aberta - CVM nº 01545-8 CNPJ/MF nº 42.331.462/0001.31 - NIRE 41 3 0001526 1 Curitiba - Estado do Paraná Ata nº 585 da Reunião do Conselho de Administração 1. Data, Hora e Local: Ao 1º dia do mês de março de 2013, às 9h, na sede social da “Companhia” em São José dos Pinhais, Estado do Paraná, na Alameda Bom Pastor, nº 3.700, Lote A, sala 06, Bairro Barro Preto, CEP 83.015-140. Presença: Convocados regularmente todos os membros do Conselho de Administração da Companhia, acham-se presentes a maioria dos membros do Conselho de Administração. 3. Mesa: Presidente: Sr. Ernesto Heilzelmann. Secretário: Sr. José Mario Marim. 4. Ordem do Dia: 4.1. Remanejamento dos cargos da Diretoria. 4.2. Ratificação dos membros da Diretoria 5. Deliberações: Foram tomadas, por unanimidade dos presentes, as seguintes deliberações: 5.1. Autorizar a lavratura da presente ata em forma de sumário. 5.2. Nos termos previstos no Artigo 12, parágrafo 5º, letra “f”, do Estatuto Social, delibera o Conselho: 5.3. Aprovar o remanejamento dos cargos da diretoria, bem como a sua ratificação, passando a diretoria da Companhia a ser composta da seguinte forma: (i) Marcos Andreetto Perillo, brasileiro, casado, administrador de empresas, portador da carteira de identidade do RG n.º 2105096677 SSP/RS e inscrito no CPF n.º 001.396.117-97, Diretor Vice-Presidente Corporativo do Segmento Administração; (ii) Rildo Pinheiro, brasileiro, casado, economista, portador da carteira de identidade RG n.º 1264735 SSP/SC, inscrito no CPF n.º 421.278.07987, para o cargo de Diretor sem designação especifica, cumulado com o cargo de Diretor de Relações com Investidores do Segmento Administração, com endereço comercial na cidade e comarca de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, na Alameda Bom Pastor nº 3.700, Lote A, Sala 06, Barro Preto, CEP: 83.015-140; (iii) Antonio José de Barros Neto, brasileiro, casado, contador, portador da carteira de identidade RG n.º 7.717.342-9 SSP/SP e inscrito no CPF n.º 991.505.908-63, para o cargo de Diretor Vice-Presidente de Operações de Veículos do Segmento Veículos Pesados, com endereço comercial na cidade e comarca de São José dos Pinhais, Estado do Paraná na Alameda Bom Pastor n.º 3.700 Lote A, Sala 06, Barro Preto, CEP: 83.015-140; (iv) Dailton Vieira da Silva, brasileiro, casado, administrador de empresas, portador da carteira de identidade RG n.º 19.709.378-4 SSP/SP e inscrito no CPF n.º 087.740.118-71, para o cargo de Diretor de Peças e Serviços do Segmento Veículos Pesados, com endereço comercial na cidade e comarca de São José dos Pinhais, Estado do Paraná na Alameda Bom Pastor n.º 3.700 Lote A, Sala 06, Barro Preto, CEP: 83.015-140. Todos os diretores possuem mandato até a realização da Reunião do Conselho de Administração que deverá ocorrer até 31 de maio do exercício de 2013. 6. Encerramento: Nada mais havendo a tratar, lavrou-se esta ata a que se refere esta Reunião que, depois de lida, foi aprovada e assinada por todos os presentes. 7. Assinaturas: Presidente: Ernesto Heilzelmann. Secretário: José Mario Marim. Conselheiros: Ernesto Heilzelmann, José Mario Marim, Mauricio Valente Battistella, Rafael Ramos Battistella, Melissa Rizzo Battistella, Luciano Ribas Battistella. Certifico que o presente Sumário de Ata é cópia fiel da transcrição das páginas nº 80 e 81 do Livro de “Atas de Reunião do Conselho de Administração”, nº 13 escriturado na forma facultada pelo Artigo 12º, Inciso I da Instrução Normativa nº 107, de 23.05.2008, do Departamento Nacional de Registro do Comércio - DNRC. São José dos Pinhais, 01 março de 2013. José Mario Marim - Secretário. Junta Comercial do Estado do Paraná - Certifico o registro em: 11/03/2013 - sob o número: 20130944718 - Protocolo: 13/094471-8 - Empresa: 41 3 00015261 Battistella Administração e Participações S.A.. Sebastião Motta - Secretário Geral.

Leroy Merlin inaugura nova loja em Belo Horizonte A Leroy Merlin, líder no setor de varejo da construção e considerada multiespecialista do lar por oferecer produtos desde o alicerce da obra até os últimos detalhes da decoração, abre as portas de sua nova loja em Belo Horizonte no dia 03 de abril, no Bairro União. A segunda loja da rede em Belo Horizonte tem área total de 12 mil m² e está gerando ao todo 350 empregos, entre diretos e indiretos. Além de promover o aquecimento no mercado de trabalho da região, a Leroy Merlin teve um alto investimento no empreendimento situado em uma área de franca expansão, foram destinados R$50 milhões para a nova unidade. A Leroy Merlin BH Norte é a 30ª loja da rede no país e traz um novo conceito de vendas ao consumidor, oferecendo mais de 65 mil itens e muitos deles exclusivos, distribuídos entre materiais de construção, acabamentos, bricolagem, jardinagem e decoração.


Judiciário Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | A8 | Indústria&Comércio www.justicaedireito.com

Opinião

coluna@induscom.com.br

A relação entre escola e família *Alexandra Lima Para falarmos de educação é necessário termos em mente que esse não é um processo único e exclusivo da escola, pois a família possui um papel decisivo para a formação dos alunos. A interação entre ambos é muito importante para o processo de ensino-aprendizagem. A participação da família começa quando começam se interessar pelos trabalhos dos alunos, pois é aí que os filhos percebem o quanto o saber é importante para a vida moderna. A partir daí surgem várias formas de interatividade entre família e escola. Hoje, a questão que mais impede essa aproximação é o fator tempo. Os pais trabalham e alegam que, por isso, não têm tempo para se dedicar a projetos ou programas oferecidos pelas escolas. A participação não demanda, necessariamente, muito tempo, ou seja, não é preciso ir à escola todos os dias, participar de comissões ou fazer parte da equipe. Pode até ser desta forma, mas isso não implica em uma tarefa imposta. O importante é participar de atividades extracurriculares, passeios ou, simplesmente, comparecer à escola em datas comemorativas. Essa prática faz com que os alunos compreendam que os pais acreditam na escola e que os professores possuem todo o apoio da família. O primeiro passo é a revalorização do saber, no qual os filhos compreendem a real importância desse ato e o papel da escola neste processo. Segundo, os pais também aprendem, pois estando no ambiente escolar e por dentro do trabalho desenvolvido, entendem as dificuldades existentes no processo de ensinar e aprender. E terceiro, quando os pais demonstram confiar na escola, ajudam, indiretamente, a reconstruir a autoridade do professor. Ao ver uma relação mais próxima entre escola e família, os alunos se sentem mais seguros e, consequentemente, aprendem e produzem muito mais. Mas para que isso aconteça, é preciso que haja uma convivência pacífica, isto é, sem conflitos entre ambas as partes. Cabe à família não criticar a escola sem saber o que se passa e, à escola, não acusar os pais sem ouvir e considerar o que eles têm a dizer. A coordenação, direção e toda a equipe da escola devem fazer essa aproximação, a princípio, levando em conta relatos, críticas e sugestões, pois, assim, os pais sentem que estão sendo ouvidos e que podem confiar. Um sistema de recepção organizado para os pais também é primordial. Deste modo os pais percebem que são bem-vindos e que ali têm uma equipe trabalhando para recebê-los. É preciso transparecer que quem os ouve são profissionais que, como tal, só farão o que realmente for útil e viável para os alunos como um todo. Os pais trazem até a escola informações valiosas, porque nem sempre a escola consegue detectar certas questões. E, além das informações, podem realizar ações importantes que resultem na modernização da infraestrutura e enriquecimento de acervos, por exemplo. De modo geral, a família deve ser recebida, ouvida e poder participar, mas isso não implica no poder de tomar decisões que só cabem à escola. Cada uma possui um papel pelo qual é responsável e este deve ser exercido com máxima responsabilidade, visando sempre à melhoria no ensino. *Alexandra Lima, coordenadora pedagógica do Centro de Educação João Paulo II (CEJPII)

Justiça&Direito AMPLIAÇÃO DE DIREITOS

PEC das Domésticas deve aumentar número de ações na Justiça PEC prevê a garantia de pagamento do FGTS, mas essa parte da emenda ainda deve ser regulamentada

A

lém da atenção de patrões e empregados, a aprovação da PEC das Domésticas no Congresso atraiu os olhares dos advogados trabalhistas. Enquanto não estiver clara a aplicação dos direitos recém-conquistados, a expectativa é de que, pelo menos no início, mais processos congestionem a Justiça. “Com o tempo, os tribunais enfrentarão as questões controvertidas, a relação empregado-patrão sofrerá os ajustes necessários e o número de ações deve estabilizar”, avalia Mayra Palápoli, sócia da Palópoli & Albrecht Advogados. Para o advogado trabalhista Nicola Manna Piraino, porém,

leva tempo para que a maioria dos trabalhadores domésticos — como babás, jardineiros, caseiros e motoristas — saiba sobre a ampliação de direitos. “A realidade dos empregados nas cidades do interior é bem diferente do que se vê nas capitais. A conscientização é lenta”, afirma. Na opinião da especialista Ana Amélia Mascarenhas Camargos, a Justiça do Trabalho deve demorar pelo menos três anos para pacificar interpretações sobre o assunto. Uma das maiores dúvidas a respeito da PEC 66/2012 é sobre seu caráter retroativo. “Acredito que passe a valer a partir de agora, mas não vejo necessidade de que a

legislação seja explícita sobre esse ponto”, opina Nicola Piraino. O entendimento recorrente é que a lei não altera os contratos antigos e, para os vigentes, só vale a partir da data de promulgação da lei. “O problema é que súmulas e orientações jurisprudenciais são retroativas. Isso poderá complicar muito”, prevê Ana Amélia Mascarenhas. A delimitação da jornada de trabalho, um direito imediato, será outro desafio para os patrões. De acordo com a nova legislação, os funcionários domésticos só poderão trabalhar oito horas diárias e 44 horas semanais. Já as horas extras devem ser remuneradas com

Plano de Assistência Social tem caráter tributário Os Planos de Assistência Social (PAS) são de natureza tributária e não alimentar. Portanto, a Justiça do Trabalho não tem competência para julgar sobre a matéria. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, em Mato Grosso do Sul, confirmando a sentença da Vara do Trabalho de Coxim.

A matéria foi levada ao TRT por meio de recurso do Ministério Público do Trabalho. A Vara do Trabalho de Coxim, sem julgar o caso, havia determinado a remessa dos autos à Vara Federal da cidade. No recurso, o MPT alegou que, de acordo com a Lei 4.780/1965, cabe à Justiça do Trabalho julgar sobre a responsabilidade pelo plano de

assistência em benefício dos empregados. Mas o TRT-24 afirmou que “o PAS configura em contribuição especial, também denominada de contribuições sociais ou parafiscais, confirme previsão nos artigos 149 e 149-A da Constituição Federal. Portanto, é tributária sua natureza jurídica”, expôs o relator do caso,

Juros de mora devem incidir somente a partir da citação na fase executiva A mora verifica-se com a citação do devedor, durante fase de liquidação de sentença, e não a partir de sua citação na ação civil pública. Com esse entendimento, a 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve decisão monocrática do ministro Luis Felipe Salomão em recurso no qual o Banco do Brasil e correntistas discutem o termo inicial dos juros de mora. No caso, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) ajuizou ação civil pública contra o Banco do Brasil pleiteando diferenças de correção monetária em caderneta de poupança, entre o va-

lor pago (22,97%) e o efetivamente devido (42,72%). A sentença, transitada em julgado em outubro de 2009, determinou o pagamento das diferenças a todos os poupadores do país. Os parâmetros de atualização monetária das diferenças expurgadas foram os índices oficiais da caderneta de poupança com incidência dos juros remuneratórios de 0,5% ao mês e juros de mora a partir da citação. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal, ao julgar recurso do Banco do Brasil, confirmou a sentença. “A subsequente liquidação individual do crédito reconhecido tem o condão de

adequar o julgado às situações individuais específicas dos alcançados pelo decidido, não intercedendo no momento em que a mora restara aperfeiçoada na forma legalmente estabelecida”, afirmou o TJ-DF. Em recurso especial, a instituição bancária sustentou que os juros de mora deveriam incidir somente a partir da citação do devedor na fase executiva. O ministro Luis Felipe Salomão, relator do processo, afirmou que, em se tratando de obrigação líquida e com vencimento também previamente aprazado, os juros de mora incidem a partir do vencimento.

Registrar remédio na Anvisa vira batalha judicial

TJ-SC disciplina lei que permite julgamento colegiado na primeira instância O Pleno do Tribunal de Justiça de Santa Catarina aprovou o processamento e julgamento colegiado, no primeiro grau, de crimes praticados por organizações criminosas. Trata-se da Resolução 3/2013, de 21 de março, que disciplina a aplicação da Lei 12.694/2012. Na prática, faculta ao juiz que esteja no comando de uma ação considerada de risco proceder à convocação de dois colegas para auxiliá-lo na tomada das decisões, que serão conjuntas e assinadas por todos, sem menção a eventual voto divergente. Assim, a decisão de solicitar a formação de colegiado partirá do próprio juiz responsável pelo processo que tenha por objeto crimes praticados por organizações criminosas, e deverá ser fundamentada com a indicação dos motivos e das circunstâncias que acarretam risco à sua integridade física. O documento será também encaminhado à Corregedoria-

Geral de Justiça. A composição do grupo estará sob a responsabilidade da Coordenadoria Estadual de Magistrados, por meio de sorteio entre os juízes com atuação na área criminal, na região judiciária da comarca de origem do processo. A atuação dos magistrados sorteados estará limitada ao ato objeto da convocação. A reunião do colegiado pode ser sigilosa, se necessário, ou por via eletrônica, quando integrado por magistrados de domicílios distintos. A regulamentação seguiu modelos já implantados em outros estados e respaldados pelo Supremo Tribunal Federal. Além dessa medida, está em discussão a criação de unidade distinta para processamento de crimes praticados por organizações criminosas, assunto que deve ser retomado nesta semana pelo pleno. Consulte aqui a resolução sobre a matéria.

valor 50% superior ao normal. O artigo 74 da Consolidação das Leis do Trabalho, porém, traz controvérsia à questão. Há exigência de controle de jornada apenas para estabelecimentos que têm mais de dez funcionários. Para a advogada Mayra Palápoli, a delimitação do período trabalhado será o centro de várias disputas judiciais. “Empregadas que dormem no emprego, cuidadores de idosos, babás que viajam com a família. Essas são relações diferenciadas que não foram tratadas com a devida especificidade, causando insegurança para empregadores”, afirma.

desembargador João de Deus Gomes de Souza. A atribuição de competência à Justiça do Trabalho para a execução das contribuições sociais, segundo o relator, “tem endereço certo naquelas destinadas ao financiamento da seguridade social, conforme artigo 195 da Constituição, não incluindo as demais contribuições”.

Divulgação de fato verídico não enseja indenização A divulgação de fato verdadeiro, se destituída abusos, nada mais é do que o exercício regular do direito constitucional de informar, assegurado no artigo 220 da Constituição. Logo, se não há ilícito, não se pode falar em reparação moral. Sob a prevalência deste entendimento, a 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul negou indenização a uma bibliotecária que vendia monografias, que cobrou indenização da RBS TV, a Zero Hora e o Jornal Gazeta. Com a divulgação do caso pela imprensa, ela perdeu o emprego e ajuizou ação indenizatória contra os veículos de comunicação. Os desembargadores confirmaram sentença de primeiro grau, proferida pela juíza Rosane Ben da Costa, da Comarca de Torres, por entender os réus limitaram-se a divulgar notícia verídica e de interesse público, sem nenhum excesso ‘‘Aliás, não há sequer como negar os fatos, bastando que se assista o áudio para se verificar que a autora efetivamente negociou com o repórter um trabalho de conclusão de curso pelo valor de R$ 800’’, reforçou o relator do caso na corte gaúcha, desembargador Paulo Roberto Lesa Franz. O acórdão foi lavrado dia 29 de novembro.

Caso

A fila de espera para análise de registros de produtos e medicamentos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária tem se repetido na Justiça. É alto o número de empresas que entram com Mandados de Segurança contra a Anvisa para pedir mais rapidez na avaliação. Só o escritório Gandelman Sociedade Advogados, por exemplo, teve dez Mandados deferidos nos três primeiros meses de 2013 em casos de registro de equipamentos da área de saúde. No ano anterior, foram 21. O risco de levar a questão aos

tribunais é privilegiar algumas empresas em detrimento de outras. “A existência de duas filas não é culpa da indústria. O problema é que não existe estimativa de prazo”, afirma Evaristo Araújo, especialista em Direito regulatório e sócio do Gandelman Advogados. A controvérsia jurídica é fortalecida pela grande quantidade de processos. “Já foi mais comum que os juízes dessem liminares. Agora, vejo uma tendência em negar esses Mandados de Segurança para não criar a fila paralela”, afirma Lúcia Albanez, consultora

e especialista em Direito sanitário e empresarial. Após queixas frequentes das indústrias do setor, o Ministério da Saúde anunciou em março que reduzirá em 40% o tempo para avaliação de registro de remédios. Ainda não está claro se os equipamentos — como próteses, seringas e tomógrafos — também serão beneficiados pelo pacote de medidas. A resposta para pedido de concessão de registro pode levar mais de dois anos. De acordo com o artigo 12 da Lei 6.360/1976, porém, o prazo limite para avaliação é de 90 dias.

Reportagem veiculada no programa Teledomingo, da RBS TV, denunciou que a autora — que trabalhava na Biblioteca da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), no campus de Torres — vendia trabalhos de conclusão de cursos de ensino superior. Depois que a matéria do repórter Giovani Grizotti ganhou repercussão, ela disse em juízo que sofreu humilhações e agressões verbais, além de ter sido demitida por justa causa da Ulbra. Pediu indenização no valor mínimo de R$ 100 mil. A juíza Rosane da Costa considerou que as reportagens se basearam na gravação em áudio e vídeo de uma conversa mantida entre a autora e o jornalista.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, Quarta-feira, 03 de abril de 2013 | B1

AUTOMÓVEIS

Volkswagen do Brasil tem novo vice-presidente de RH Holger Rust assumiu o cargo no lugar do Dr. Josef-Fidelis Senn

A

Volkswagen do Brasil tem um novo vice-presidente de Recursos Humanos: Holger Rust, que acaba de assumir o cargo no lugar do Dr. Josef-Fidelis Senn, que se aposenta na companhia após 7 anos de trabalho no Brasil; Dr. Senn ingressou no Grupo Volkswagen em 1998. Nascido em Bochum, na Alemanha, Holger Rust estudou Ciências Sociais e Economia na Universidade de Berlim e iniciou sua carreira no Grupo Volkswagen na Porsche, nos anos 1990, sendo responsável pelo Gerenciamento Central de Recursos Humanos. Antes de ingressar no Grupo Volkswagen, o executivo atuou em empresas internacionais de outros segmentos. O novo vice-presidente de RH da Volkswagen do Brasil reforçou a importância das pessoas para o sucesso dos negócios. "Estou convencido de que os recursos humanos de uma empresa são os mais importantes que ela possui. Tenho orgulho de estar na Volkswagen do Brasil, uma empresa que no dia 23 de março de 2013 completou 60 anos de história, sucesso e tradição. Como RH, temos uma grande contribuição para assegurar a qualidade de nossos produtos, serviços e processos. Gosto do trabalho em equipe porque tenho certeza de que somente um time forte atingirá as nossas metas desafiadoras para o futuro rela-

Oi cresce 40% em pós-pago no DDD 41

Novo vice-presidente de RH afirma que “os recursos humanos são os mais importantes de uma empresa” e que “um time forte é fundamental para a conquista das metas de produção e satisfação do cliente”

cionadas à produção e à satisfação do cliente", afirmou Rust.

Liderança global

Holger Rust acredita que a atuação de cada empregado é fundamental para a conquista dos objetivos da Volkswagen no mundo. "De acordo com a estratégia global 'mach18', a marca Volkswagen pretende se tornar, no ano de 2018, a

líder mundial em vendas, satisfação do cliente e qualidade, além de ser a marca de alto volume mais inovadora e a melhor empregadora. Nosso desafio é traduzir cada uma dessas metas no dia a dia de trabalho", declarou.

qualificação

O novo vice-presidente de RH da Volkswagen do Brasil destaca como

um dos diferenciais da empresa a grande diversidade de programas de treinamento de alta qualidade oferecidos a empregados da produção, mensalistas e executivos, com foco na qualificação e no desenvolvimento. "Estamos desenvolvendo a cultura de alta performance por meio da capacitação contínua e motivação dos nossos empregados", comentou Rust.

fundada em 1965, da Companhia Editora Nacional, criada por Monteiro Lobato em 1925, da Editora Conrad, adquirida em 2009, e da IBEP Gráfica, fundada em 2008. Com 18 anos de atuação no mercado editorial, a Base tem mil títulos publicados e cerca de 300 novos títulos para lançamento. A sede da Base continuará em Curitiba. De acordo com Jorge Yunes,

diretor-superintendente do grupo IBEP, será dada continuidade “ao excelente trabalho que a Base vem realizando, com obras excelentes que vão complementar os catálogos das editoras do grupo”. Cada empresa do grupo atua em segmentos específicos. A Editora IBEP está voltada para livros escolares, literatura infantil e juvenil. A Nacional atua no segmento de

literatura, livros de interesse geral (gastronomia, comportamento, música, crônicas, comunicação, entre outros) e obras de referência, como dicionários e atlas. A Conrad é especializada em obras de HQs - mangás e cultura pop. A IBEP Gráfica, por sua vez, atua na impressão de revistas e livros. O grupo tem distribuidores exclusivos em todo o Brasil.

orientações medicamentosas, informações sobre qualidade de vida e alimentação saudável, além da prática de auriculopuntura (acupuntura usando os pontos da orelha). A ação, em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e Juventude, faz parte da política de responsabilidade social do Complexo Pequeno Príncipe, que compreende a realização anual do Projeto Saúde Solidária, da Semana do Uso Racional de Medicamentos,

e de atividades no Dia Mundial da Saúde.

Hipertensão

A hipertensão arterial, conhecida popularmente como pressão alta, atinge cerca de 25% da população brasileira adulta, chegando a 50% em pessoas com mais de 60 anos de idade. Nas crianças e adolescentes, o índice é de 5%, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão. A doença ataca os vasos san-

guíneos, os rins, o coração e o cérebro, podendo ocasionar infarto, AVC e paralisia renal. Entre os fatores de risco estão o fumo, o consumo exagerado de bebidas alcoólicas e de sal, a obesidade, o estresse, nível alto de colesterol e a falta de atividades físicas. “A hipertensão está muito ligada ao estilo de vida das pessoas. O ideal é cuidar da alimentação e praticar atividade física”, ressalta o pediatra do Hospital Pequeno Príncipe, Nilton Kiesel Filho.

Eletrosul investiu R$ 2,4 bilhões em 2012 Os investimentos da Eletrosul, em 2012, na área de transmissão e geração de energia elétrica, totalizaram cerca de R$ 2,4 bilhões – montante 14,3% superior ao investido no ano anterior. A maior parte desses recursos – R$ 1,8 bilhão – foi referente aos aportes em importantes empreendimentos para o País nos quais a empresa tem participação, como a Usina Hidrelétrica Jirau, o segundo circuito da Linha de Transmissão Porto Velho-Araraquara, além dos investimentos em complexos eólicos no Rio Grande do Sul. No Paraná, a empresa colocou em operação no ano passado, junto com a Copel, a Usina Hidrelétrica Mauá, entre os municípios de Telêmaco Borba e Ortigueira. O balanço contábil da Eletrosul aponta, ainda, que a empresa registrou lucro líquido de R$ 65,8 milhões em 2012. Esse resultado, apesar de positivo, foi 36,5% inferior ao apurado no mesmo período

A Explay Web Agency recentemente assumiu as redes sociais da Incubadora da Universidade Positivo. A Incubadora de Empresas da UP é uma ação com o objetivo de apoiar idéias empreendedoras e inovadoras, que levem à formação de empresas com diferenciais de mercado. O trabalho da Explay pode ser conferidos no Twitter, Google+ e no Facebook da Incubadora.

No sábado, 6 de abril, ocorrerá em Curitiba o Feirão Imobiliário promovido pela Apolar Imóveis e Banco do Brasil. O atendimento será realizado pelos corretores da imobiliária junto aos consultores de financiamento do BB nas agências Visconde, Portão, Boqueirão, Bacacheri e Centro Cívico. O horário de funcionamento será das 9h às 17h. A localização do atendimento foi estrategicamente elaborada a fim de cercar a cidade e atender o maior número de clientes. O evento realizado pela primeira vez na capital disponibilizará mais 4mil imóveis para venda, entre lançamentos e usados. A parceria entre as empresas visa oferecer maior comodidade e facilidades aos compradores. Mais informações poderão ser obtidas através do site www.apolar.com.br/bb/. As agências participantes estão localizadas na Avenida Visconde de Guarapuava, 1930 – centro; Rua Carlos Dietzsch, 137 – Portão; Av. Mal. Floriano Peixoto, 9377 – Boqueirão; Av. Pref. Erasto Gaertner, 160 – Bacacheri; e Av. Cândido de Abreu, 554 - Centro Cívico.

Faculdades Pequeno Príncipe repassará orientações sobre hipertensão Este ano, o Dia Mundial da Saúde (7 de abril) terá como tema a hipertensão. Para lembrar a data, celebrada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 1948, a Faculdades Pequeno Príncipe realizará exames e repassará orientações à população sobre a doença. A atividade será desenvolvida na Praça Oswaldo Cruz, no próximo sábado, dia 6, das 9h às 13 horas, incluindo exames de glicemia, aferição de pressão arterial,

REDES SOCIAIS DA INCUBADORA POSITIVO

Feirão Apolar e Banco do Brasil

Base Editorial é vendida para o grupo IBEP A Base Editorial, tradicional editora paranaense de livros didáticos e paradidáticos, foi vendida para o grupo paulista IBEP (Instituto Brasileiro de Edições Pedagógicas). A transferência do controle foi finalizada nesta terçafeira (2) por Renato Adur, da Base, e Jorge Yunes, do IBEP. O grupo, com cerca de 1.000 funcionários, é proprietário da Editora IBEP,

Empresas&Produtos

de 2011, pois foi impactado por contratos onerosos e outras provisões contábeis, que não se repetirão nos próximos anos. Sem considerar os efeitos de contratos onerosos, impairmente os decorrentes da Lei nº 12.783/13, o Resultado do Serviço de Energia Elétrica (ou resultado operacional) atingiu o montante de R$ 356,1 milhões: 82,5% superior ao registrado no ano anterior, que havia sido de R$ 195,2 milhões. Outro resultado positivo da Eletrosul foi em relação à receita operacional líquida consolidada, que aumentou 34,1%, passando de R$ 1,36 bilhão, em 2011, para R$ 1,82 bilhão, no ano passado. A capacidade de geração de recursos operacionais da Eletrosul, apurada pelo EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortizações), fechou 2012 com crescimento de 362,2%, passando de R$ 217,4 milhões, em 2011, para mais de R$ 1 bilhão. Nesse valor,

estão considerados os efeitos da Lei 12.783/13. O EBITDA ajustado, sem esses efeitos, foi de R$ 427 milhões, o que representa um acréscimo de 96,4% em relação ao ano anterior.

Investimentos

A Eletrosul é uma empresa de geração e transmissão de energia, que está presente nos três estados do Sul, Mato Grosso do Sul, Pará e Rondônia – regiões que concentram quase 25% do consumo de energia do País. A empresa investiu e está investindo aproximadamente R$ 9,5 bilhões em empreendimentos de geração e transmissão, entre os quais estão obras estruturantes para o setor elétrico brasileiro. No segmento de geração, destacam-se as usinas hidrelétricas Jirau e Teles Pires, que somam 5.570 megawatts (MW) de capacidade instalada, além de complexos eólicos no Rio Grande do Sul, com total de

570 MW. Um deles – Cerro Chato (90 MW) – iniciou a operação em 2011 e está sendo ampliado em 78 MW. Outros dois – Geribatu (258 MW) e Chuí (144 MW) – estão em implantação. A empresa colocou em operação, ainda, a Usina Passo São João (77 MW), no Rio Grande do Sul, a Usina Mauá (363 MW), no Paraná, e a PCH Barra do Rio Chapéu (15 MW), no interior de Santa Catarina, onde está finalizando a construção de uma segunda usina, a PCH João Borges (19 MW). No segmento de transmissão, a empresa junto de parceiros estratégicos, está construindo o segundo circuito do Linhão do Madeira, com 2.412 km, uma linha de transmissão com mais de 780 km, cortando os três estados do Sul, e irá implantar o sistema de transmissão, com quase 500 km de linhas, que fará a conexão da metade Sul gaúcha ao Sistema Interligado Nacional.

A Oi cresceu 40% no mercado móvel pós-pago na região atendida pelo DDD 41, entre janeiro de 2012 e janeiro de 2013, segundo dados da Anatel. O número supera em 19 pontos percentuais o crescimento da concorrente mais bem colocada (21%) e representa uma adição de 42 mil clientes à base da companhia. A Oi também foi líder em crescimento de participação no mercado pós-pago nacional, avançando 2,8 pontos percentuais nos últimos 12 meses. Os números refletem a estratégia da empresa que tem como foco a conquista de clientes de mais alto consumo, oferta de planos e serviços adequados aos diferentes perfis de consumidores. Em 2012, a Oi investiu R$ 205 milhões de reais no Paraná. O valor foi aplicado na modernização e expansão da rede de cobertura através da instalação de novas portas Velox, novos sites de telefonia móvel 2G e 3G, além da abertura de lojas próprias.

Produtos da Miolo em site da China A Miolo Wine Group marcará presença no Yes My Wine (www.yesmywine.com), maior site de venda de vinhos da China. A empresa acertou o envio dos vinhos das linhas Reserva e Seleção e o espumante Millésime Brut, que já poderão ser adquiridos a partir de abril. O negócio foi fechado pelo importador local da empresa. O novo canal de vendas reforça a presença da Miolo na China e seu potencial de crescimento no país. O Yes My Wine é o terceiro maior vendedor de vinhos chinês, responsável pela comercialização de 3,5 milhões de garrafas somente em 2012. “Estamos felizes com a expansão dos negócios na China e orgulhosos de ter nossos vinhos selecionados pela Yes My wine", afirma a gerente de relações internacionais, Morgana Miolo. A presença da Miolo na China tem aumentado, especialmente em pontos de venda sofisticados, como o The House of Roosevelt (Casa Roosevelt) e o hotel de luxo Four Seasons Xangai. A empresa também mantém em Xangai duas lojas próprias. A MWG tem reforçado a cada ano sua condição de maior exportadora brasileira de vinhos. No ano passado, foram enviadas 560 mil garrafas para mais de 30 países.

Colorindo a casa O Espaço Impermix realiza no próximo sábado (06.abr, das 9h30 às 11h30) a palestra “Cores na Arquitetura e na Arquitetura de Interiores”, ministrada pela arquiteta Calina Mussi. O evento dá sequência ao ciclo de palestras “In Casa Impermix”, que acontece quinzenalmente e aborda assuntos relacionados a decoração, construção e paisagismo. Para a inscrição, é necessário doar 1kg de alimento não perecível, e a reserva pode ser feita pelo telefone 3213-2201, com Juli. Aproveite, as vagas são limitadas!

ESPÍRITO, MENTE E CORPO A Rede Shishindo de SPA é uma conceituada empresa pioneira no segmento atuante e tem como filosofia a abordagem Espírito-Mente-Corpo em todas as suas atividades. A empresa consolidada na indústria de bem estar traz inovadora forma de operação de SPAS dentro de Resorts e Hotéis Urbanos, em estratégicos destinos brasileiros. Aqui em Curitiba, encontramos sedes da rede nos hotéis Radisson, Pestana e Deville Rayon. Tudo é muito especial na Rede de SPA Shishindo; seus tratamentos que criam sinergia entre técnicas, produtos, instalações misturados com refinada simplicidade. O Shishindo utiliza uma metodologia exclusiva terapêutica que integra conhecimentos do oriente e do ocidente: ciência e tradição. A Rede Shishindo SPAs possui método terapêutico próprio, rituais exclusivos e uma equipe que faz toda a diferença.

Pontos de fidelidade Cada vez mais as empresas fidelizam clientes através de programas de vantagem, e isso é uma maneira bacana de atrair consumidores. Pensando nisso o restaurante Babilônia em Curitiba faz parte do programa Tam Fidelidade que faz parte da Multiplus. São mais de 12.500 estabelecimentos que reúnem uma infinidade de produtos e serviços. A ideia é simples: cada R$ 1,00 gasto no restaurante gera um ponto no programa de fidelidade. “O importante de fazer parte de um programa tão reconhecido são as vantagens que o cliente Babilônia acumula cada vez que frequenta o nosso estabelecimento”, comenta o empresário Marcelo Woellner Pereira. Uma ótima oportunidade para comer bem e ainda juntar milhas.


3

a

Especial

margem arte&atitude

Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | B3

Nem te Conto A cidade e o teatro

moda&cia

Adélia Maria Lopes adeliamarialopes@yahoo.com.br

Tem muita música no (con)texto A

música ao vivo está presente nas mais diversas montagens selecionadas para o Festival de Curitiba, incluindo dois espetáculos que fazem aqui sua estreia nacional: Horses Hotel, uma “love story punk rock” que entra em cartaz na sexta, e A Música e a Cena, com a cantora Cida Moreira, em sua última apresentação nesta quarta dia 3. Para reafirmar a premissa, na programação tem até o batismo de palco de uma nova banda, a Panamericana, cartaz só desta quartafeira, no Teatro Positivo. Com estreia nacional na mostra oficial às 21h desta sexta no Guairinha, Horses Hotel, dirigido por Alex Cassal e Clara Kutner, leva ao palco uma atriz, dois atores e um músico (Ana Kutner, Renato Linhares, Emanuel Aragão e Roberto Souza) e alguns solos de guitarra. Um triângulo amoroso é a base da história: uma menina amava um menino que amava outro menino. Ambientado nos anos 70, o espetáculo reporta desde a delicadeza do primeiro beijo até a exploração de novos papéis sexuais. Alex Cassal e Clara Kutner deixam entrever referências reais: a cantora Patti Smith e o fotógrafo Robert Mapplethorpe, mas também Andy Warhol e Wally Salomão, Lou Reed e Arthur Rimbaud, Sex Pistols e Tropicália, os filmes Blow-up e Macunaíma. A Música e a Cena tem Cida Moreira contracenando, às vezes, com imagens de atores históricos projetadas no palco, entre eles, Paulo Autran e Paulo Gracindo. Dirigida por Gilberto Gawronski, nome de bom trânsito pelo festival curitibano, ela canta e interpreta. “A proposta é colocar essa artista multifacetada em cena, desde o momento em que ela se prepara para o espetáculo até a sua gran-

Horses Hotel

1- O Centro da Juventude Iniciativa Jovem, do bairro Cajuru, foi ao Largo da Ordem para ver a trupe goiana Oops!, integrante do Sesi na Rua do Festival de Curitiba. O professor José Roberto da Silva conta quer o grupo acompanha as peças de rua do festival há três anos. “Quando não tem um ônibus da Fundação de Ação Social, a gente vai com ônibus de linha mesmo, porque a experiência é sempre legal”. 2- O coral do Centro de Educação João Paulo II, formado por 40 crianças, participará do show da cantora Vilma Ribeiro, durante o festival. Será neste sábado 6 às 14h, no Canal da Música. Vilma diz: “É a primeira vez que as crianças vão se apresentar em um palco e estão bastante eufóricas”. 3- Vinda para o Fringe, a Cia Radiophônica de Theatro, de São Paulo, apresenta El Baúl Gitano no restaurante Gonzales y Garcia, às 19h desta sexta dia 5. Textos de García Lorca sobre a vida cigana e muita dança típica são os ingredientes. E o jantar terá montaditos, tapas e paella valenciana, que ganha toque do chef Ricardo Terichkin. Saboreie: por pessoa, incluindo paella e as entradas, 50 reais. Fone 3053-9933.

Banda Panamericana

diosa apresentação”, diz o diretor. O repertório transita pelos clássicos do cinema, tem seus grandes momentos em Kurt Weil e Chico Buarque. Cida é e sempre foi deliciosamente performática. Confira: última noite no Guairão, às 21h desta quarta dia 3. No Teatro Positivo, a novidade é a Panamericana, formada pelos roqueiros Dado Villa-Lobos na guitarra, Dé Palmeira no baixo, Charles Gavin na bateria e Toni Platão no vocal, com um repertório que faz jus ao nome da banda apenas rock latino-americano com versões em português.O show tem início às 21h. Ingressos à venda nas bilheterias do Festival de Curitiba nos shoppings Mueller, Palladium e ParkShopping Barigui, no Memorial de Curitiba e também pelo site www. festivaldecuritiba. com.br

Cida Moreira

4- A Cia. Atores de Laura, que trouxe ao festival a peça Absurdo, voltará a Curitiba, em junho, com o espetáculo O Filho Eterno, baseado no livro homônimo de Cristovão Tezza, que vai estrear dia 9 de maio, no Teatro Laura Alvim, no Rio de Janeiro. 5- CCVB informa: os hotéis Blue Tree Towers, Bourbon Batel Express, Bourbon Curitiba Convention, Four Points By Sheraton, Del Rey, Lancaster, Lizon, Mabu, Radisson e Mercure Golden oferecem tarifas especiais nas diárias para quem veio ao festival, além do Curitiba Hostel e o Motter Home Hostel. Os restaurantes Madero Relógio das Flores e a KF Grill também oferecem descontos especiais . 6- O Fran’s Café, na Fnac/ParkShoppingBarigüi, é palco para um bate-papo sobre Shakespeare, às 19h30 desta quarta dia 3, com Flávio Stein, Anna Camatti, Mauro Zanatta e Célia de Miranda. O encontro, em parceria com a editora Nossa Cultura, integra o programa do Festival de Curitiba.

Paula Fernandes Em um cenário que recria chuva, cachoeiras, flores e montanhas, a mineira Paula Fernandes volta aos palcos. Chegada de uma série de shows pelos EUA, ela apresenta a turnê do disco ‘Meus Encantos’ em Curitiba: nos próximos dias 18 e 19, numa realização da Prime, no Teatro Positivo. Os ingressos estão à venda, de 195 a 90 reais.

Eddy do Lixo ao Luxo, comédia fashion Com um figurino, feito com 100% de material reciclável, o estilista curitibano Edson Eddel escreve a comédia e vai ao palco como ator em Eddy do Lixo ao Luxo, que estreia nesta quarta dia 3, às 18h, e fica em cartaz até domingo no Memorial da Cidade, QG do Festival de Curitiba. A peça, em que se destaca também a atriz Maite Schneider, fala de um rapaz de família rica, que vive à custa da mãe e inventa coisas só para ocupar seu tempo. Um dia, Eddy começa criar roupas usando como matéria prima aquilo que era desperdiçado na mansão e considerado lixo. Entretanto, nem enredo nem performance são foco de atenção. O estilista pretende desfilar teatralmente os figurinos criados com papel, lacre de latas, jornal e plástico.

Lazy Town

“Quero chamar a atenção da sociedade para a reciclagem. Hoje o luxo está na preservação do meio ambiente”. E defende: “A moda é uma manifestação com linguagem própria que comunica emoções e pode criar valores, assim

como a pintura, o teatro ou a música”. Ele entra em cena com Kauane Pyl, Sérgio Colaço, Allyson Araujo, Maite Schneider e Maria da Graça Oliveira. (Ingressos a 20 e 10 reais).

O que houve de bom no festival

Os personagens Stephanie, Ziggy, Trixie, Stingy, Pixel e o super herói Sportacus estarão em Curitiba com o musical Lazy Town - A Aventura dos Piratas, versão do seriado infantil da tevê. O programa é produzido na Islândia e, atualmente, visto em mais de cem países Com realização da Prime, curta temporada no Teatro Positivo: dias 27 e 28 de abril, com sessões às 17h30, no sábado e às 16h30, no domingo. Ingressos, já à venda nos shoppings Mueller, Estação, de 99 a 42 reais.

Comes&Bebes

Produção da Coréia do Sul, Pansori Brecht-Ukchuk-Ga, baseada em Mãe Coragem e seus Filhos, de Bertold Brecht, é o melhor espetáculo entre as 32 atrações oficiais do 22º Festival de Curitiba, mesmo ainda por encerrar neste domingo. Como se assemelha a uma obra de arte, ofusca as demais atrações. De qualquer forma, na primeira semana, conseguiram sobressair, pela ordem de preferência, as peças nacionais Esta Criança, Cine Monstro, Faca nas Galinhas, Parlapatões revisitam Angeli e A Marca da Água. Homem Vertente por certo estaria

na lista, pois um único momento encenado na abertura do festival o habilita entre os melhores, mas sua apresentação na íntegra foi transferida para esta quinta-feira, devido a problemas no grande aparato tecnológico. A grata surpresa coreana começa pelo gênero, o pansori, desconhecido entre nós. Datado do século XVII, parece uma ópera com único intérprete vivendo todos os personagens e acompanhado de um percussionista. Mesmo elevado à categoria de Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade, pela Unesco em 2003,

o pansori não tem a visibilidade merecida no Ocidente. Essa versão de Mãe-Coragem (Ukchuk-Ga) revelou-se cativante pela simplicidade do palco e pelo sofisticado talento da cantora JaRam Lee, que também assina as músicas e o roteiro do espetáculo. Com apenas um leque e um só figurino, por quase três horas, ela – com sua voz incrível e seus mínimos gestos – se faz homem, mulher, criança e guerreiro. O leque “vira” espada, carroça e bebê. E a atriz-cantora banha a plateia de emoções, do riso às lágrimas, da

surpresa à cumplicidade. JaRam Lee e sua companhia Pansori Projects Za vieram ao Brasil (apenas São Paulo e Curitiba) com um espetáculo que inova o pansori. O distanciamento brechtiano permite que ao tambor se juntem guitarra e bateria, dando contorno pop ao drama, e o texto (projeção em português na tela) ganha “cacos”. Para quem saiu do teatro por achar o espetáculo longo demais, saiba que há pansori de nove horas de duração. E perdeu de provar um saquê sul-coreano. Brecht ia aplaudir muito,ah, se ia.

1- O restaurante Santa Marta foi palco do coquetel de comemoração de um ano da Taj Mag e do lançamento da quarta edição da revista do Grupo Taj, com shows da banda Bwana e com Rogério “Elvis” Cordoni. 2- Le Doyen, restaurante do Slaviero Palace Hotel, passa a oferecer brunch (café da manhã metido a almoço) todos os domingos. O gerente Rogério Panitz Garcia relaciona diversas opções de pães, bolos, geleias, sanduíches, ovos, salmão defumado, rondele de ricota ao bechamel, risotos e filé mignon grelhado, entre outros pratos.

Moda

1- A multimarca Luées & Co, apresenta suas coleções de outono/inverno nesta quarta dia 3 de abril, em coquetel com atrações especiais. 2-Das 15 às 19h, desta quarta-feira, a Mixed do Shopping Crystal recebe convidados para evento de outono-inverno. A loja será ambientada com móveis Vila Sierra, através da arquiteta Fernanda de Almeida Cassou.


Nacional Curitiba, quarta-feira, 03 de abril de 2013 | B4 | Indústria&Comércio

coluna@induscom.com.br

Fortalecer o PMDB O PMDB tem dois candidatos a governador. Ou será Pessuti ou Requião. É o que diz o presidente regional do partido, deputado Osmar Serraglio. Ele enfatiza o fato de que uma candidatura própria fortalece o partido. Na entrevista que concedeu ao jornalista José Wille, da CBN, Serraglio não se limitou à defesa da candidatura do PMDB. Fez um balanço da posição do Paraná, membro da federação mais esquecido na devolução do que se produz para a nação, em contraste com as benesses que o Governo central dá a outras unidades. No aspecto eminentemente político-eleitoral do Estado, Osmar Serraglio declarou voto em Orlando Pessuti e não poupou criticas a Roberto Requião por não ter permitido o surgimento de figuras de maior destaque, capazes de disputar o Governo do Estado em condições mais favoráveis. Requião, para Serraglio, tomou conta do PMDB e, com isso, criou embaraços no relacionamento com outros companheiros. Prova é a eleição do novo presidente, derrotando justamente a chapa encabeçada pelo ex-governador. Serraglio não nega as condições eleitorais de Requião, governador três vezes, prefeito, senador pela segunda vez. Isso tudo não se consegue sem voto. E Requião vai buscá-lo quando o candidato é ele. E alia-se à sorte sobretudo quando concorre ao Senado, já que nas duas vezes o pleito permitiu a eleição para duas vagas. Embora vice-líder do Governo federal na Câmara dos Deputados, Osmar Serraglio não poupa criticas à política central ao deixar o Paraná sempre afastado quando se trata de ver os Estados com o equilíbrio de quem participa fortemente com o crescimento do país. Coordenador da bancada do Paraná no Congresso Nacional, ele cita o exemplo de que, mesmo tendo vários ministros da Educação, não conseguimos federalizar até agora várias universidades regionais, todas de importância como indicam cursos que se encontram entre os melhores dos ministrados no país. Ressalta o presidente regional peemedebista o fato de ter o partido, hoje, o vice-presidente da República, Michel Temer. Político habilidoso, Temer fez da Câmara Federal seu principal palco, tendo presidido a Casa por duas vezes. E da linha de competência articuladora de um Ulisses Guimarães. Pois, segundo Serraglio, O Paraná precisa levar ao vice de Dilma, reivindicações capazes de serem atendidas face a uma natural aliança política em torno dos temas paranistas. Razão tem o deputado que hoje preside o PMDB do Paraná, é vice-líder do governo federal e coordenador da bancada do Estado no Congresso, aí incluindo os senadores Álvaro Dias, do PSDB, Roberto Requião e Sergio de Souza, ambos do PMDB, sendo este, suplente da chefe da Casa Civil, ministra Gleisi Hoffmann, possível candidata do PT ao Governo paranaense. Pois, então, Gleisi candidata ou ainda que não, pode juntar-se aos pedidos dos seus colegas de parlamento, como já o faz em certas circunstâncias. É cerrar fileiras com objetividade e acima dos partidos. Vale a observação para o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e o ministrochefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, conhecedor dos problemas da pobreza nos arredores da capital desde que viveu em favelas da cidade. O tema é recorrente. De muito tempo. Mas temos que continuar batendo na mesma tecla. E Serraglio, que alcançou posições expressivas, deve saber como encaminhar em nome dos parlamentares as seguras reivindicações de todos nós. Isso independentemente de Requião e Pessuti, já que estes dois também lutam com o mesmo objetivo, ainda que por linhas travessas. *Ayrton Baptista é jornalista

Ministro dos Transportes deixa o cargo satisfeito e deve ir para a ANTT No último dia como ministro dos Transportes,ontem, Paulo Sérgio Passos disse que deixa o cargo, que ocupa desde julho de 2011, “satisfeito, feliz e com o coração tranquilo”. Perguntado sobre a possibilidade de ocupar a diretoria-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Passos respondeu que “tudo caminha para essa decisão”. “Conversei ontem com a presidenta, acho que vai nessa direção”, disse o ministro. Segunda-feira, o Palácio do Planalto anunciou que o ex-governador da Bahia e ex-senador César Borges, filiado ao PR, será o próximo ministro dos Transportes, em substituição a Paulo Sérgio Passos.

“Saio com a consciência de ter feito o melhor, de não ter me dedicado apenas ao ‘feijão com arroz’. Demos passos importantes e acho que o novo ministro que vai chegar tem de dar sequência ao trabalho que vem sendo feito”, disse Passos. Para ele, a mudança na pasta dos Transportes resulta de uma necessidade de ajustes políticos, “o que é perfeitamente compreensível”. “Eu sou um técnico, todos vocês sabem. E fico feliz porque vou colaborar de outra maneira, e o que eu gosto de fazer é trabalhar”, ressaltou. A posse de César Borges hoje de manhã no Palácio do Planalto e a transmissão do cargo, à tarde, no Ministério dos Transportes.

Novos direitos das domésticas começam a valer a partir de hoje passam a valer a jornada de 44 horas semanais, com o limite de 8 horas diárias

A

provada em segundo turno pelo Senado na última semana, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) das Domésticas foi promulgada ontem. Com a publicação da emenda hoje, no Diário Oficial da União, passam a valer a jornada de trabalho de 44 horas semanais, com o limite de 8 horas diárias, e o pagamento de hora extra correspondente a, no mínimo, 20% do valor da hora trabalhada, segundo a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Outros pontos da PEC, referentes a pagamento de segurodesemprego, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), adicional noturno, seguro contra acidentes de trabalho, salário família e auxílio-creche, por exemplo, ainda dependem de normatização. De acordo com o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, as normas pendentes na proposta devem sair em cerca de 90 dias. O debate sobre o que ocorrerá no mercado de trabalho a partir da vigência da PEC não é consensual. Ainda há dúvidas entre os trabalhadores e o debate entre os empregadores é intenso. Para que empregados e empregadores se adaptem aos novos direitos e deveres decorrentes da

José Cruz/ABr

Opinião

pec das domésticas

Ex-empregada doméstica, a ministra Delaíde Miranda Arantes não espera aumento no número de ações judiciais envolvendo empregados domésticos e patrões, após PEC das Domésticas

PEC, advogados trabalhistas sugerem a elaboração de contratos, para tentar minimizar qualquer possível litígio entre as partes. Para a ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Delaíde Miranda Arantes, ex-empregada doméstica, a ampliação dos direitos desses trabalhadores será uma questão de adaptação entre os empregados e os empregadores.

Para o ministro Manoel Dias, a extensão das leis trabalhistas aos domésticos não irá gerar desemprego. A mesma avaliação foi feita pela Secretaria de Política para as Mulheres (SPM). O presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Renato Henry Sant’Anna, disse, em nota, que a aprovação da PEC

Lei que pune crimes cibernéticos entra em vigor Invadir dispositivos como computador, smartphones e tablets de outra pessoa para obter informações sem autorização passa a ser crime com pena de detenção de três meses a um ano, além de multa, a lei entrou em vigor ontem. Nesse caso, a pena ainda pode ser agravada se a informação roubada causar algum prejuízo econômico. A Lei 12.737/2012, que tipifica como crime uma série de condutas no ambiente virtual, foi sancionada no fim do ano passado e entra em vigor hoje. Também está prevista prisão de seis meses a dois anos, além de multa, para quem obtiver dados “de comunicações eletrônicas privadas,

segredos comerciais ou industriais e informações sigilosas”. Se o crime for cometido contra autoridades do Poder Executivo, Legislativo ou Judiciário, a pena aumenta de um a dois terços. A Lei 12.737/12 aumenta a pena se houver divulgação, comercialização ou transmissão a terceiros dos dados obtidos ilegalmente. A lei também criminaliza a interrupção intencional do serviço de internet, normalmente cometida por hackers. Nesse caso, a pena pode variar de um a três anos de detenção, além de multa. Outra norma que entra em vigor nesta terça-feira é a Lei 84/99, que pune quem usar dados de cartão

de crédito na internet, sem autorização do proprietário. A fraude, que passa a ser equiparada à de falsificação de documento, tem pena prevista de um a cinco anos de prisão. A exemplo do que já ocorre em meios de comunicação impressos, rádio e TV, o texto estabelece a retirada imediata de mensagens racistas postadas na internet. A lei altera ainda o Código Penal Militar e criminaliza a entrega de dados eletrônicos a um “inimigo” do país. A criação de delegacias especializadas em crimes cibernéticos no âmbito das policias Civil e Federal também foi incluída na lei, mas depende de regulamentação

Ex-presidenta da CDHM pede abertura de processo contra pastor Feliciano A ex-presidenta da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara deputada Iriny Lopes (PT-ES) protocolou ontem na Mesa Diretora da Casa requerimento pedindo a abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra o atual presidente do colegiado, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP). Ex-ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (Seppir), Iriny argumenta que as declarações de Feliciano de que antes da chegada dele à presidência do colegiado a CDHM era “dominada por Satanás”. “É inaceitável que um deputado faça esse tipo de declaração, ferindo a honra e a imagem dos nobres colegas que atuam, com dedicação e firmeza, para a promoção e valorização dos diretos humanos”, diz a deputada no requerimento.

Ela acrescenta ainda que Feliciano “faltou com respeito com os colegas parlamentares e também com a imagem da instituição”, o que, segundo ela, justifica a abertura de processo por quebra de decoro parlamentar. Na última sexta-feira, depois de ser alvo de protestos no início de um culto para evangélicos na cidade mineira de Passos, Feliciano disse que, antes dele, a comissão era “dominada por Satanás”. Na segunda-feira, em sua conta no Twitter, o deputado explicou que não comparou os antigos integrantes da comissão com “Satanás”, mas que o termo significa, em hebraico, “adversário e acusador”. O requerimento será encaminhado à Corregedoria da Casa para análise da denúncia. Se o órgão, que ainda não foi instituído, entender que houve quebra de decoro, um

Segundo Iriny Lopes é inaceitável que um deputado declare que a CDHM era “dominada por Satanás”

parecer será encaminhado à mesa que decidirá se remete o pedido de abertura de processo ao Conselho de Ética. A representação por quebra de decoro parlamentar pode resultar desde uma advertência até a cassação do mandato.

é um avanço por conceder a esses trabalhadores os mesmos direitos dos demais. Já o consultor em emprego doméstico, Mario Avelino, faz uma projeção negativa e avalia que a PEC será nociva e gerará a perda de mais de 800 mil postos de trabalho caso não haja algum tipo de desoneração na folha de pagamentos dos empregadores.

Definidos os serviços do sus para as vítimas de violência sexual Portaria do Ministério da Saúde publicada ontem no Diário Oficial da União define regras para a habilitação e o funcionamento dos Serviços de Atenção Integral às Pessoas em Situação de Violência Sexual no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a publicação, as ações em saúde serão organizadas da seguinte forma: Serviço de Atenção Integral para Mulheres em Situação de Violência Sexual; Serviço de Atenção à Interrupção de Gravidez nos Casos Previstos em Lei; Serviços de Atenção Integral à Saúde de Crianças; e Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em Situação de Violência Sexual; Serviço de Atenção Integral para Homens em Situação de Violência Sexual; e Serviço de Atenção Integral para Pessoas Idosas em Situação de Violência Sexual. A portaria prevê que compete a hospitais em geral, prestar serviços como acolhimento; atendimento clínico; atendimento psicológico; dispensação e administração de medicamentos e referência para coleta de vestígios de violência sexual. “Os estabelecimentos que compõem o Serviço de Atenção Integral à Saúde de Pessoas em Situação de Violência Sexual constituem portas de entrada do SUS e funcionarão em regime integral, 24 horas por dia, e sem interrupção da continuidade entre os turnos, sendo de competência do gestor local de saúde a regulação do acesso aos leitos em casos de internação”, informou o ministério.

Diário Indústria&Comércio  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, bet...