Issuu on Google+

WWW.ICNE WS.COM.BR

Indústria&Comércio CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 3 DE ABRIL DE 2012 | ANO XXXV | EDIÇÃO Nº 8595 | R$ 1,50

DIÁRIO. MAIS QUE NOTÍCIAS. INTELIGÊNCIA. CONHECIMENTO.

Aroldo Murá CLIMA DE ALDEIA MARCA 100 ANOS, RECLAMA CASSIANA A professora Cassiana Lacerda, emérita da UFPR, tem todos os títulos e toda a respeitabilidade profissionais para exclamar: há um clima provinciano, de aldeia, presididndo as comemorações dos 100 anos da Universidade Federal do Paraná. Para ela, não há mais tempo para salvar a celebração. Faltou planejamento. PÁGINA A3

INDICADORES FINANCEIROS MERCADO À VISTA MAIORES ALTAS

COTAÇÃO

TECTOY ENCORPAR EMAE PET MANGUINH COBRASMA

MAIORES QUEDAS

0,04 49,50 9,55 1,04 0,10

COTAÇÃO

TECNOSOLO J B DUARTE J B DUARTE CEEE-GT KARSTEN

0,01 0,03 0,03 2,95 2,45

A Compagas fornece o gás natural a 38 postos do Estado

Gás Veicular do Paraná é o segundo mais barato do País Preço médio do combustível comercializado no Estado, em março, foi de R$ 1,57, segundo a ANP A utilização do Gás Natural Veicular (GNV) está mais vantajosa no Paraná. Isto porque o preço médio do combustível comercializado no Estado, em março, segundo o Sistema de Levantamento de Preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP), foi de R$ 1,57 – o segundo valor mais baixo do país.

Além disso, em relação ao etanol e à gasolina, o GNV se mostrou, no mesmo período, até 56% mais econômico. Com um metro cúbico de GNV é possível rodar mais quilômetros do que com um litro de álcool ou gasolina. Se um carro médio roda na cidade cerca de 7 km com 1 litro de álcool ou cerca

de 10 km se estiver usando a gasolina, esse mesmo veículo passa a rodar no mínimo 13 km com 1 m³ de gás natural. Por isso, a economia nos gastos com combustível, chega a ser de até 60%. PÁGINA A2

IBOVESPA MAIORES ALTAS*

COTAÇÃO

SABESP JBS BRASKEM CEMIG BR MALLS PAR

73,64 7,88 15,09 45,49 24,74

MAIORES QUEDAS

COTAÇÃO

MRV TELEMAR N L GAFISA ROSSI RESID B2W VAREJO

Compra

Venda

1,7400

1,8800

Dólar comercial 1,8304

1,8319

Dólar turismo

Dólar paralelo

Euro

Procuradoria derruba liminares que reduziam arrecadação em R$ 3 milhões por mês

Professores de Colombo recebem mais que o piso nacional

PARANÁ | B1

PARANÁ | A2

PARANÁ | A4

12,40 45,95 4,14 9,61 8,09

CÂMBIO Moeda

Comércio eletrônico se consolida no Brasil

1,5900

1,7300

2,4392

2,4426

Ouro (Grama/R$): 213,61

China foi o principal destino das exportações brasileiras no 1º trimestre A China encerrou o primeiro trimestre de 2012 como o principal destino das exportações brasileiras. O país asiático respondeu por 14,3% dos embarques externos dos 27,8% exportados ao continente. Nos dois primeiros meses, o principal comprador foram os Estados Unidos. Na segunda posição, aparecem os Estados Unidos, com destino de 12,6% das exportações brasileiras. Presidente do Uruguai se reúne com Dilma no próximo dia 5 em Brasília O presidente do Uruguai, José Pepe Mujica se reúne na quinta-feira (05/04) pela manhã com a presidenta Dilma Rousseff, depois haverá uma conversa ampliada com ministros dos dois países. Do lado uruguaio estarão presentes os ministros Luis Almagro (Relações Exteriores), Fernando Lorenzo (Economia e Finanças) e Roberto Kreimerman (Indústrias e Mineração).

Coca-Cola investirá R$ 14,1 bilhões no Brasil até 2016 O Sistema Coca-Cola Brasil, formado pela Coca-Cola Brasil e 15 fabricantes autorizados, investirá R$ 2,8 bilhões apenas em 2012. Este investimento representa aumento de 8% em relação a 2011 (R$ 2,6 bilhões). PÁGINA B1

EaD qualifica setor de asseio e conservação no Paraná Ensino à Distância (EAD) já é uma realidade para funcionários de empresas ligadas à Fundação do Asseio e Conservação do Paraná (FACOP). As aulas são oferecidas via internet em duas plataformas diferentes.

O governador Beto Richa e o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Social, Luiz Cláudio Romanelli, assinaram ontem, em Curitiba, termo aditivo ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que assegura mais R$ 7,672 milhões para a compra direta de produtos da agricultura familiar.

PÁGINA B4

PÁGINA B3

Editorial I&C

O

Mais medidas para aquecer a economia

governo federal anunciou na semana passada que pretende divulgar hoje medidas para assegurar maior capacidade de investimento à indústria. A afirmação foi dada pela própria presidenta Dilma Rousseff em viagem à Índia.

EDITAIS NA PÁGINA A7

Governo Estado vai investir mais R$ 7 mi em produtos da agricultura familiar

N

a ocasião, Dilma reconheceu que o Brasil tem uma carga tributária alta

(notícia velha, aliás) e assegurou que durante seu governo tomará as medidas possíveis para reduzi-la.

T

omara que as medidas a serem anunciadas hoje não sejam mais um pacote superficial sem uma concreta resolução dos problemas que tanto prejudicam diversos setores da

economia do País.

S

egundo a presidenta, o governo tomará medidas pontuais, enquanto não é possível fazer uma reforma tributária ampla. Ou seja, servirá como um remendo numa roupa antiga e tão desgastada. Espera-se que ajude.

CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800 CMYK

Pedro Washington

Efeitos colaterais Alguns efeitos relativos à eleição de outubro já se fazem sentir nas situações do cenário político nacional. Especialmente pela já anunciada intenção do PT em aumentar o domínio nas áreas municipais que ainda pertence ao PMDB. Donde a tendência de aprofundamento das divergências entre os dois. PÁGINA | A2

E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR


Geral/Curitiba

“Depois de ter procurado sem encontrar, acontece encontrar sem procurar.”

Jerome Klapka Jerome

Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A2 | Indústria&Comércio

Previsão do tempo

Mín.: 12° Máx.: 27°

fonte: www.simepar.br

Terça-feira quente e abafada nas regiões mais para o interior do Paraná (oeste, noroeste e norte). Nestes setores o sol predomina na maior parte do dia e os índices de umidade do ar ficam baixos durante a tarde. Nos demais setores há uma maior variação de nuvens e as temperaturas ficam amenas entre a madrugada e as primeiras horas da manhã.

Combustível

Gás Veicular do Paraná é o segundo mais barato do País R$ 1,57 - Atualmente, no Estado há cerca de 30,8 mil veículos com o GNV

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Pedro Washington

Efeitos colaterais

Alguns efeitos relativos à eleição de outubro já se fazem sentir nas situações do cenário político nacional. Especialmente pela já anunciada intenção do PT em aumentar o domínio nas áreas municipais que ainda pertence ao PMDB. Donde a tendência de aprofundamento das divergências entre os dois. Nas bases, chegando até a Câmara Federal na medida em que, no Senado, vice-Presidência, tanto quanto na Presidência, os embates podem ser administrados. Já se disse aqui que os espaços políticos das grandes lideranças peemedebistas não conflitam, razão pela qual Jucá, Sarney, Calheiros e Temer, jamais se conflitam no nacional. Eles acontecem na base de cada um em relação às eleições municipais, podendo gerar desentendimentos com o PT, se a ânsia com que este se atirar ao projeto de vencer no maior número de municípios, provocar reações. De momento parece que as atenções dos governistas se voltam contra o Democrata que demonstrava até dias atrás ser o único com vocação visivelmente oposicionista. Os tucanos, hoje com olhos voltados para duas eleições fundamentais, a da prefeitura de São Paulo e em futuro próximo, a tentativa de Aécio em ser o próximo presidente, tem poupado críticas ao atual governo. Só Álvaro Dias as faz. Atingido o mais candente adversário, Demóstenes Torres, por uma ação que a Polícia Federal já repassara à Controladoria Geral da República no ano passado e só agora, num ano eleitoral vem à tona, demonstra que esse era o objetivo. Deixar sem argumentos um partido que tinha petardos a atirar contra o PT na campanha. Pelo comportamento deste em ter passado a mão na cabeça dos mensaleiros (dois deles, Zé Dirceu e Delúbio Soares já de volta ao antigo aprisco. Outros nem saíram).

Punições exemplares

Os casos de quebra de ética do único governador do Democrata, Arruda e seu vice, foram punidos com a retirada de ambos, ameaçados de expulsão. O mesmo que ocorre agora com Demóstenes, se não conseguir provar sua inocência. A expulsão pode ocorrer hoje, se é que antes disso o senador já não se retirou da sigla. Mesmo enfraquecido, essa é uma postura que dá crédito ao partido.

Enfraquecimento

O enfraquecimento do DEM, deu-se também por obra e arte de um antigo companheiro que conquistou a prefeitura de São Paulo através a sigla, compondo a chapa de José Serra. Com o abandono de Serra, para disputar o governo paulista e eleito, disputar a presidência, Kassab pelo menos agora quando Serra se dispõe a voltar à prefeitura, deixou de lado o namoro com os petistas.

Faz de conta

Vale neste momento em que se procura jogar o mensalão no STF para baixo do tapete, lembrar trecho do discurso do ministro Marco Aurélio Mello, no Supremo, repercutido pelo jornalista Carlos Alberto Di Franco: “Perplexos, percebemos na simples comparação entre o discurso oficial e as notícias jornalísticas, que o Brasil se tornou um país do faz de conta. Faz de conta que não se produziu o maior dos escândalos nacionais, que os culpados nada sabiam – o que lhes daria uma carta de alforria prévia para continuar agindo como se nada de mau tivessem feito”.

Festa nacional

Rafael Greca está animado. A reunião nacional do PMDB em Curitiba, neste abril, deve consolidar sua pretensão de disputar a prefeitura que comandou de 1993 a 1996. Com uma administração satisfatória em que deixou suas marcas, acrescente-se. Com a presença de dirigentes nacionais do partido e o reforço do grupo que acompanha Requião e João Arruda, Rafael prepara uma grande festa. Sua verve vai servir na campanha para assustar adversários. Mais do que isso, espera ele!

Em choque

O Ibope deve divulgar nova pesquisa esta semana. Feita durante o esforço concentrado do atual prefeito no anúncio de obras e festejos do aniversário da cidade, esperam seus assessores um melhor desempenho capaz de convencer Ratinho Jr., irredutível na candidatura, a aceitar uma vice de Ducci.

Compagas

A

utilização do Gás Natural Veicular (GNV) está mais vantajosa no Paraná. Isto porque o preço médio do combustível comercializado no Estado, no mês de março, de acordo com o Sistema de Levantamento de Preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP), foi de R$ 1,57 – o segundo valor mais baixo do país. Além disso, em relação ao etanol e à gasolina, o GNV se mostrou, no mesmo período, até 56% mais econômico. Com um metro cúbico de GNV é possível rodar mais quilômetros do que com um litro de álcool ou gasolina. Se um carro médio roda na cidade cerca de 7 km com 1 litro de álcool ou cerca de 10 km se estiver usando a gasolina, esse mesmo veículo passa a rodar no mínimo 13 km com 1 m³ de gás natural. Por isso, a economia nos gastos com combustível, incluindo o melhor rendimento e o preço do gás natural, chega a ser de até 60%. “O GNV rende mais, possibilita a redução de gastos, e ainda colabora para a conservação do meio ambiente, pois emite uma baixa quantidade de poluentes na atmosfera. Outra vantagem é a redução no Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 60%, passando de 2,5% para 1%”, lembra o diretor-presidente da Companhia Paranaense de Gás (Compagas), Luciano Pizzatto. Para incentivar ainda mais a

A Compagas fornece o gás natural a 38 postos do Estado

utilização do GNV no Paraná, em março, a Compagas, o Governo do Estado e a Fomento Paraná, criaram uma linha de crédito que pode ser utilizada para a conversão de veículos e também por revendedores de combustíveis e oficinas reparadoras e convertedoras que desejam investir em equipamentos e estrutura. No total, serão disponibilizados 10

milhões em financiamentos para o setor, com juros de 0,58% a 1,10% ao mês. “O acordo faz parte do Programa de Incentivo ao Uso do GNV, criado pela Compagas, e segue a diretriz do governo do Estado, de diversificação e ampliação da matriz energética do Paraná, como forma indutora de desenvolvimento”, finaliza Pizzatto.

PGE derruba liminares que reduziam arrecadação em R$ 3 mi por mês A Procuradoria Geral do Estado conseguiu perante o Tribunal de Justiça do Paraná a suspensão de duas liminares que reduziam a arrecadação estadual em cerca de R$ 3 milhões por mês. A primeira dessas liminares concedia imunidade tributária a uma distribuidora de combustíveis, impedindo que o Estado do Paraná exigisse o recolhimento do ICMS incidente sobre as operações interestaduais

de comercialização de combustíveis, lubrificantes e demais derivados de petróleo. Durante os dois meses em que a liminar permaneceu válida, cerca de R$ 5 milhões deixaram de ser recolhidos aos cofres públicos. A segunda liminar foi concedida para impedir que a Receita Estadual cancelasse o cadastro de ICMS desta distribuidora. O Fisco constatou que a empresa possuía débitos perante o Estado do Paraná

superiores a R$ 10 milhões, incompatíveis com o seu capital social, que é de apenas R$ 1 milhão, e que não havia comprovação da higidez patrimonial dos sócios. A suspensão das duas liminares garante o recolhimento do tributo incidente em operações interestaduais e impede que empresas devedoras do Estado continuem operando no mercado e causando concorrência desleal.

Empresa argentina de sanidade bovina quer desenvolver projeto no Paraná O secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, recebeu ontem, em Curitiba, a visita de diretores da Biogénesis-Bagó, empresa argentina do setor de sanidade de bovinos, com atuação no Paraná há 15 anos. Os executivos comunicaram a intenção de desenvolver um projeto na área de bovinocultura de leite, visando à

produção de alimentos de qualidade no Estado. Segundo os diretores, a Biogénesis identifica no Paraná uma base para ampliar sua atuação nos demais estados brasileiros. Para isso, pretende desenvolver, em parceria com a Emater, um projeto piloto de apoio a agricultores familiares carentes. A ideia é oferecer o manejo

Copel leva internet grátis à ExpoLondrina 2012 A Copel vai disponibilizar, gratuitamente, sinal de internet rápida aos participantes da Exposição Feira Agropecuária e Industrial de Londrina (ExpoLondrina 2012), que acontece entre os dias 5 e 15 no Parque Ney Braga. A iniciativa dá continuidade

ao projeto pioneiro desenvolvido pela área de telecomunicações da empresa durante a temporada de verão no Litoral paranaense. O sistema alcançou os balneários mais frequentados e deu cobertura a cerca de 11 mil usuários.

sanitário completo (alimentação, vacinas, capacitação e transferência de tecnologia) e acompanhar a melhoria na produtividade e qualidade do leite produzido nas propriedades das famílias beneficiadas. Ortigara apresentou aos executivos o trabalho da secretaria no controle das principais doenças que afetam o rebanho paranaense.

Atualmente, no Paraná há cerca de 30,8 mil veículos com o GNV. A Compagas fornece o gás natural a 38 postos do Estado, localizados nas cidades de Curitiba, Campo Largo, São José dos Pinhais, Ponta Grossa, Colombo, Paranaguá e Pinhais. A meta da companhia é ampliar estes números, levando o GNV a outras regiões do Paraná.

Novas profissões são tema de web conferência As novas profissões no mercado de trabalho são o tema da web conferência que a Secretaria para Assuntos Estratégicos, em parceria com a Celepar e a E-Paraná, realiza amanhã, entre 14h30 e 15h30. A transmissão, para todos os telecentros do Estado, será feita a partir do auditório da E-Paraná e, mais uma vez, contará com a presença ao vivo de alunos do ensino médio e educação profissional de escolas do município de Pinhais. “Depois de apresentarmos temas como a elaboração de um bom currículo, dicas para entrevistas de emprego e as vantagens do marketing pessoal, chegou a vez de mostrar aos jovens estudantes as novas opções de profissão que estão surgindo”, explica o secretário para Assuntos Estratégicos, Edson Casagrande. Ele enfatiza que a audiência das web conferências nos Telecentros tem sido bem expressiva. “Temos uma participação bastante ativa através do chat que mantemos com o professor Luciano Steyer.

EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Administração Irene Morva Martins (diretoria@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br)

Informe da Câmara Municipal de Curitiba

Comissão de Saúde analisa projeto sobre alimentação A Comissão de Saúde, BemEstar Social e Meio Ambiente da Câmara analisou, na tarde de ontem, projeto que visa veicular informações sobre alimentação saudável em estabelecimentos que comercializam refeições. A proposta é do vereador Juliano Boghetti (PP) e recebeu parecer favorável do relator, vereador Tito Zeglin (PDT). No entanto, CMYK

o projeto continua a ser alvo de discussões dentro da comissão, já que a vereadora Noemia Rocha (PMDB) pediu vistas para analisá-lo. O projeto em tramitação prevê que sejam informados aos clientes os “Dez Passos para uma Alimentação Saudável” adaptados pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba. Tem a intenção de

oferecer diretrizes pautadas no Guia Alimentar do Ministério da Saúde, para reeducar hábitos alimentares. o Guia baseia-se em refeições e alimentos popularmente consumidos pelas famílias brasileiras, independente do nível socioeconômico. Os cartazes deverão ser colocados em pelo menos dois locais de fácil visibilidade do esta-

belecimento, como porta de entrada, superfície da mesa de refeições, cardápios ou bandejas. O projeto volta a tramitar pelas comissões após a análise de Noemia Rocha. Também fazem parte da Comissão de Saúde os vereadores Francisco Garcez (PSDB), presidente, Jorge Yamawaki (PSDB) e Aldemir Manfron (PP).

Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.


Geral/Estadual Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A3

Aroldo MuráG.Haygert

aroldo@cienciaefe.org.br

PARA CASSIANA, CENTENÁRIO É INCIPIENTE E PROVINCIANO

Cassiana Lacerda: UFPR em clima de aldeia...

As palavras da professora Cassiana Lacerda, a propósito das inexpressivas comemorações dos 100 anos da Universidade Federal do Paraná (UFPR), não poderiam ser mais incisivas e cheias de autoridade:” Acho tudo incipiente e provinciano. Estou com o Coelho (Manoel Isidro), professor da UFPR, profissional brilhante. O relógio parou e é preciso ficar atento

para que não retroceda”. Para Cassiana ainda, Maria Elisa Ferraz de Carvalho, membro da Comissão dos 100 Anos da UFPR, “fala como alguém de fora”. Rigorosa, Cassiana vai à raízes francesas do que seja comemorar, citando um “monstro” da historiografia, Nora: “Nessa linha, deve-se transformar uma idéia em símbolo e não num passeio nostálgico.”

TRABALHOS BENEMÉRITOS

“Aroldo, Li sua coluna. Naturalmente a Maria Elisa fala como alguém “de fora”. Cursou a UFPR e faz trabalhos beneméritos elogiáveis no HC. Desconhece o cotidiano cruel de professores, alunos, fortuna crítica dos cursos. Ser professor, viver a universidade como sua casa nos leva a uma triste constatação: a rotina leva à ruína. Sobre a participação do GRPCOM é importante, mas o mesmo

“DIÁRIO DO PARANÁ”, UMA HISTÓRIA DENTRO DE NOSSA HISTÓRIA

Quem participou, por pouco tempo que tenha sido, da vida do “Diário do Paraná” – especialmente as gerações que atuaram no número 111 da Rua José Loureiro ( em que me incluo), pois depois o jornal “habitou” o atual Canal da Música/TV Educativa, e, no final, a Rua João Negrão – sabe que não se tratou de um mero jornal. O espírito de jornalismo trazido por Adherbal G.Stresser, enérgico, distante dos seus profissionais, mas absolutamente bem equipado para dirigir mídia impressa daqueles dias, permaneceu e rendeu frutos. As comemorações dos 57 anos de fundação do jornal da Cadeia Associada, de Assis Chateaubriand, em 29 de março, identificam um espírito de corporação quase sobrenatural. Um jantar festivo reuniu dezenas desses resistentes, alguns em plena batalha.

“DIÁRIO DO PARANÁ” – AS GERAÇÕES, 2

Naquele grupo de homens passados dos 55 anos, e senhoras mais ou menos, as recordações eram de seres vencedores absolutos, de gente que se sentiu fazendo parte da História do Paraná em tempos de grandes guinadas, como foram os anos 1950 a 1970. Tenho que reconhecer que grande parte dessa capacidade de rememoração dos que se foram, e aglutinação do grupo pioneiro (Airton Baptista, Leo de Almeida Neves, Danilo Côrtes, Eduardo Virmond,Vinicius Coelho, José Kalkbrenner; da “segunda geração”, Leo Kruger, Aroldo, Carlos Augusto Cavalcanti de Albuquerque, Luiz Osti Magalhães, Rosy Cardoso; da terceira, Miecislau Surek, João José Werzbitski, Luiz Fernando Queiroz, Paulo Roberto Marins de Souza; e da quarta, Dirlene Sabóia,Walter Schmidt, Creso e Christiani Moraes) deve-se a Luiz Renato Ribas, sempre jornalista, embora hoje seja fundamentalmente conhecido como dono de cine clube e locadora de vídeos.

“DIÁRIO DO PARANÁ”: O CULTO CONTINUA, 3

Afinal, como explicar esse culto continuado – e em ascensão – ao jornal que, no fundo, no fundo, aos olhos dessa “modernidade atual” não passaria de careta e bem comportado? Uma mídia feita, literalmente, com chumbo, com fotos gravadas no fogo e o noticiário nacional frequentemente chegando por telefone . Quando chegava.

“DIÁRIO DO PARANÁ”: A VANGUARDA, 4

Eu diria que a explicação está na capacidade com que esse pessoal do DP soube ousar para seu tempo e assim, com o vanguardismo de gente como Sylvio Back, Eduardo Rocha Virmond, Luiz Geraldo Mazza, Loio Pérsio, Oscar Milton Volpíni, Benjamin Steiner, ir montando bem mais do que uma escola. Aliás, falar do “Diário do Paraná” exclui a ideia-clichê de escola. O jornal foi muito mais que isso: pavimentou a História do Paraná fornecendo-lhe o melhor material para o estudo científico de todo um tempo paranaense.

e embasada em entendimento dos tribunais do país, para as principais perguntas formuladas por aqueles que vivenciam a vida em condomínio. Direitos e deveres elucidados, criando boa vontade, onde muitos passam a ter momentos mais harmoniosos e interessantes, deixando os disque disques e as incompreensões de lado.”

PORTEIROS: A PAZ NA VIZINHANÇA, 3

participa de todos os eventos ligados ao Paraná, dentro de limites do rememorar.”

IDEIA EM SÍMBOLO E assinala Cassiana: “Ademais boas campanhas devem ser financiadas, para traduzirem uma proposta da instituição. Quando falo em comemorar, uso o termo na acepção de Pierre Nora, um monstro sagrado da historiografia francesa, autor de “Le lieux de La mémoire”. Nessa linha, deve-se transformar uma idéia em símbolo e não num passeio nostálgico. Na França, onde comemorações são levadas a sério, existe uma política para este fim, isto é, para as Comemorações Nacionais.”

CLIMA DE ALDEIA

E prossegue a professora emérita da UFPR: “Se a UFPR ficar no clima de aldeia nunca reproduzirá um trabalho do tempo tornando-a um símbolo do patrimônio do saber, não apenas local, mas nacional e, certamente, internacional, pois temos linhas de pesquisa que ultrapassam os limites da província. Mas, confesso não ter qualquer esperança pois uma comemoração desse porte exigiria o início de atividades há pelo menos 3 anos. Apresentar projetos junto à Lei de Incentivo (até a Betânia consegue aprovar R$1.500.000,00), buscar patrocínio, convite a nomes internacionais e nacionais. De preferência arrecadar mais do que uma contora popular.”

CONCORDA COM COELHO Encerra Cassiana sua argumentação: “Até para um selo precisa-se de 2 anos. Espero que tenham providenciado. Acho tudo incipiente e provinciano. Estou com o Coelho, professor da UFPR, profissional brilhante. O relógio parou e é preciso ficar atento para que não retroceda, pois parar é regredir.abraços,Cassiana”

“DIÁRIO DO PARANÁ”: LIVRO DE DANILO, 5

Uma obra preciosa quando se fala em “Diário do Paraná” é o livro “O Diário do Paraná na imprensa e na sociedade paranaense”, de Carlos Danilo Costa Côrtes, fundador e grande regente do Curso de Comunicação Social da UFPR, e que foi parte essencial do grupo inicial de jornalistas do DP. Contém uma série de entrevistas-depoimentos que levantam aspectos muitas vezes desconhecidos do jornal. É importante registrar: Carlos Danilo Côrtes foi uma das partes mais substantivas da “alma” do DP. Veja no rodapé, o registro feito do jantar dos 57 anos por João José.

PORTEIROS, CONDÔMINOS, SEGURANÇAS, TODOS, LEIAM ESTE LIVRO

Luiz Fernando de Queiroz – que, a propósito, assina o prefácio de meu livro Vozes do Paraná 4 -, ganhou da escritora Anita Zippin uma apresentação objetiva, didática, estimulante, para o seu livro “Vida em Condomínio”. Anita acha, justamenter, que o livro de Queiroz interessa a todos, de porteiros a administradores, a condôminos. Leia a introdução oportuna a uma obra única, escrita pelo mais notável especialista paranbaense em Direito imobiliário:

Anita Zippin: a história dos condomínios...

E mais adiante assinala Anita: “De fácil leitura, onde o leitor não precisa recorrer ao dicionário ou ao código, tampouco às normas técnicas, graças às palavras firmes e harmoniosas nos textos a seguir, onde o mote é a paz que deve reinar na vizinhança. Gostei de ter lido o livro. Palavras certas colocadas na hora certa, dando um prazer ao leitor. Mesmo quem mora em casa pode apreciar detalhes que permitem a todos, após o encerramento das crônicas, estarem aptos a emitir opiniões a para quem se sentir ofendido, ou mesmo perdido num condomínio. Um acalmador de ânimos, onde boas risadas podem ser extraídas dos textos, além de português impecável, usado corretamente.”

PORTEIROS: UM OTIMISTA DE PLANTÃO, 4

Por fim, Anita Zippin assinala: “Não é por acaso que o escritor, honrosamente, faz parte da Academia de Letras José de Alencar, desde 2011, por nossa indicação e aclamado por unanimidade. Autor sensível aos problemas do passado, do presente e, para que não venha a se agravar no futuro, com a explosão demográfica e as pessoas cada vez mais a ter menos espaço que os moradores do Brasil dos anos 50, além de preferirem o aglomerado de gente, que reforça a segurança, num mundo cada vez mais perigoso. Um otimista de plantão, observador da janela da vida, alguém que vem para marcar com letras indeléveis a verdadeira historia dos condomínios deste rico, belo e imenso Brasil. Abram alas para Luiz Fernando de Queiroz passar e se instalar em seu condomínio, levando palavras de fé e de esperança por um mundo melhor.” (Anita Zippin, Advogada, jornalista, cadeira nº 7 da Academia de Letras de José de Alencar e diretora da Associação Mundial de Periodistas e Escritoras).

GRANDE TESTE DE CAMPAGNOLO

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo, terá hoje sua estréia em grande evento nacional com a maior autoridade da República. Será no encontro que o empresariado brasileiro manterá hoje em Brasília com a presidente Dilma Roussef, centrado num propósito: o exame da desindustrialização, o flagelo que se abate sobre o país. Campagnolo – um dos personagens do meu livro Vozes do Paraná, 4, a ser lançado dia 15 de maio no Solar do Rosário – liderará no encontro um grupo empresarial paranaense que intensamente tem estudado a questão desindustrialização, em busca de sugestões às autoridades para evitar a quebra do setor.

PORTEIROS:BOM RACIOCÍNIO, 2

“Crônicas edificantes, bom raciocínio do escritor, com começo, meio e fim, de fácil leitura, prendendo a atenção do leitor que não quer parar. Leitura obrigatória em qualquer condomínio, tendo texto para todos, desde moradores, até síndicos, porteiros, responsáveis pela segurança, pela limpeza, etc. As crônicas que fizeram parte de bons momentos do Jornal Indústria & Comércio, do Paraná, dá bons exemplos do que se passa no condomínio, bem como explica melhor o papel de cada Luiz Fernando de Queiroz: um, muitos que tem o privilégio guia precioso para vida comum de ler todos os textos, adquirem nova visão de como pode ser a convivência mansa e pacifica. Ate passam a compreender melhor as normas, exigências, placas que antes poderiam soar como implicância, tem sua razão de ser. Leitura criadora de boa vontade entre as partes que coabitam em áreas comuns, um verdadeiro Manual do Condomínio, resposta clara, lúcida

Em pé, da esquerda para a direita: Paulo Marins de Souza, Carlos Estevan, José Kalkbrenner Filho, Ronaldo S. Stresser, Sylvio Ronald Leitão, Rogério Florenzano,Vinicius Coelho,Rafael de Lala,Dias Lopes, Alface Túlio, Luiz Fernando Queiroz, Ivo Chia relo, Nereu Maia Toniattti, Manoel Dória Guimarães, Edson Militão, Miceslau Surek, Leo Kriger, Dinizar Ribas de Carvalho, Walter Schimidt, Ayrton Baptista, Julio Cezar Rodrigues e sentados Bernardo Bittencourt, João José Werzbitzki, Marian Guimarães, Terezinha Teixeira, Dirlene Saboia, Christiani Moraes, Luiz Renato Ribas, Leo de Almeida Neves e Eduardo Rocha Virmond. (*) Borba Filho, presente, saiu pouco antes do clique. E, também, novamente convidados para os próximos 58 anos do DP: Adalice Araujo, Adherbal Fortes, Airton Cordeiro, Almir Feijó, Amália, Carneiro Neto, Aroldo Murá, Antoninho Ferreira, Laurindo, Cruz, Carlos Motta,Carlos Cavalcanti, Cattani, Euler, Peron, Claudio da Costa, Dinah, Eloá, Eunice, Schwinden, Garibaldo Muoio, Jan Szpatoski, Dide Bettega, João Prado Vermelho, Jorge Norozniak, José Crippa, Josias, Luiz Augusto Juk, Luiz Alfredo Malucelli, Xavier, Luiz Geraldo Mazza, Machado Neto, Schaffer, Maria do Socorro, Marilu Silveira, Mário Maranhão, Mai Nascimento, Maria Ferraz, Paulo Mosimann, Mauro Ticianelli, Mirian Gasparin, Miriam Karan, Odone Fortes, Osvaldo Nalim Duarte, Dotti, Rosemary, Rosi de Sá, Sandra Cantarin, Sandra Wambier, Sheila, Silvia Dias, Sylvio Back, Telia Negrão, Waldir Silva, Yoshioka, Julio Zaruch e tantos outros nomes, entre jornalistas, administradores, oficineiros , ainda a lembrar na existência do Diário do Paraná, o jornal escola (29 de março de 1955/26 de janeiro de 1983).”

“O RELÓGIO DA VIDA RECEBE CORDA APENAS UMA VEZ, SEM NENHUMA ESPERANÇA DE TEMPO POIS SEUS IMPLACÁVEIS PONTEIROS NÃO TÊM HORA PARA PARAR.”

Campagnolo: estréia em âmbito brasiliense

NA EVANGÉLICA, HÁ SINAIS DE GRANDES MUDANÇAS

De certa forma, já era esperado: o grupo de conselheiros dissidentes da Sociedade Evangélica Beneficente(SEB) não conseguiu, na assembléia geral da instituição, realizada no último dia 31, que fossem respondidos seus Luiz Morosini: grandes novidades... questionamentos sobre a situação administrativa, econômica e financeira da instituição. Essa radiografia foi apresentada na ação extrajudicial pelos pastores-conselheiros dissidentes da SEB. A resposta da assembléia geral, controlada pela nova diretoria - cujo presidente é o contador-presbítero presbiteriano do Brasil João Jaime Ferreira - é que, no entantro, os questionadores terão livre acesso à documentação.

NA EVANGÉLICA - 2

A decisão da assembléia pode ser interpretada como uma maneira de ir postergando a feiutura de um amplo Raio X da SEB. Por outro lado, reconhece-se como oportunidade de, enfim, abrir-se a caixa preta da Sociedade, cujas dívidas são estimadas em R$ 320 milhões. O problema reside no fato de os dissidentes terem agora de recrutar quadros especializados para fazer o levantamento que, em situações normais, deveria estar pronto e ter sido feito pela SEB. “Mas vamos abrir os segredos do cofre”, diz um pastor que, não fazendo parte do grupo dissidente, está de acordo com suas teses. Ele pertence a uma igreja pentecostal, “que sempre ofereceu resistência aos antigos donos da SEB”, diz.

NA EVANGÉLICA - 3

A boa nova, segundo o presbítero Luiz Morosini, um dos líderes dos dissidentes, é que da assembléia permitiu que da ata da reunião do dia 31 passem a constar os questionamentos, na íntegra, contidos na ação extrajudicial. “Já é uma abertura”, avaliou. Para Morosini, há outro aspecto positivo:”Sentiu-se claramente, na assembléia, que foi banido o comando de André Zacharow”. Como exemplo dessa mudança, citou o fato de o tesoureiro da SEB, éleito na última eleição, José Benedito Ormelez, ter-se demitido da função. Ele é funcionário do gabinete de Zacharow na Câmara dos Deputados, e homem da maior confiança do ex-dirigente da SEB. A SEB mantém o Hospital Evangélico e a Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR).


Especial Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A4 | Indústria&Comércio

são josé dos pinhais

Feira do Peixe Vivo começa nesta quarta-feira A cada Semana Santa, período tradicionalmente com maior consumo de pescados no Brasil, a Prefeitura de São José dos Pinhais organiza a Feira do Peixe Vivo. O evento, que este ano chega à 20ª edição, será realizado nesta quarta (04) e quinta (05) na Praça do Verbo Divino (Centro) e Parque da Fonte. As espécies disponíveis para venda são tilápia, carpa e bagre jundiá. Além da venda de peixes vivos ao preço de R$ 8,50 o quilo, que poderão ser limpos no local por R$ 1 adicional, também haverá barracas com comidas feitas com peixes. O secretário de Agricultura e Abastecimento de São José dos Pinhais, Pedro Persegona, explica que a Prefeitura criou um decreto que facilita a criação de peixes no município. “Desde que eles cumpram com os critérios ambientais do decreto, eles podem se cadastrar e adquirir os alevinos pagando só 40% do custo, dinheiro que vai para o Fundo de Agricultura do município” detalha. O secretário comenta que a Feira do Peixe Vivo, que já é tradicional, tem grande relevância em São José dos Pinhais, pois devido aos costumes cristãos a demanda por peixes cresce bastante. “A Prefeitura dá desconto na compra dos alevinos, mas os criadores têm como contrapartida o compromisso de vender a preço acessível durante a Feira”, completa Persegona. Para o piscicultor Antônio Cardoso de Menes, mesmo a

feira sendo com preço tabelado e bem acessível, é bom para o piscicultor, pois vende tudo o que trouxer e ganha no volume. “Nesses dois dias, o objetivo maior é o compromisso que temos com a Secretaria, pela contrapartida, mas também dá para ganhar, pois vendemos bem”, afirma Menezes. O objetivo da Feira é incentivar o consumo de peixe não apenas na Semana Santa, mas em todas as épocas do ano. Dados do Ministério da Pesca mostram que o consumo de peixe vem aumentando no Brasil. Em 1999, o consumo médio por brasileiro era de 6 quilos por ano e, em 2010, já são mais de 9 quilos anuais. Diversos estudos indicam que comer peixe faz bem à saúde. Uma dessas pesquisas, realizada no Centro de Pesquisas Médicas de Cardiff, no País de Gales, afirma que o ômega-3, gordura encontrada nos peixes, ajuda a memória. A substância estimula a produção de novos neurônios, participando do desenvolvimento e da manutenção do sistema nervoso e também funciona como matéria-prima para a produção de substâncias que protegem o cérebro.

Serviço:

20ª Feira do Peixe Vivo Praça do Verbo Divino – Rua Veríssimo Marques, ao lado da Câmara Municipal Parque da Fonte – Rua Almirante Alexandrino, 489, bairro Parque da Fonte Entrada franca - Amanhã 9h e 9h30

são josé dos pinhais II

Projeto de nova trincheira na Av. das Torres está pronto A Prefeitura de São José dos Pinhais já finalizou o projeto da trincheira para pedestres e ciclistas na Avenida das Torres, que ligará o Parque de São José dos Pinhais ao futuro Parque Linear do Rio Ressaca. Segundo a Secretaria Municipal de Urbanismo de São José dos Pinhais, a Coordenadoria da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) prevê que dentro de 30 dias será lançado o edital de licitação para execução do projeto. A obra será viabilizada pelo Governo Federal através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) de Mobilidade Urbana para a Copa 2014, e tem como objetivo melhorar no fluxo de trânsito, pedestres e ciclistas na entrada de São José dos Pinhais pela Avenida da Torres, próximo ao portal da cidade. O projeto foi desenvolvido ao longo de um ano de reuniões com a Secretaria Municipal de Urbanismo, Coordenadoria

da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) e outros órgãos. Segundo Lorreine Santos Vaccari, diretora de Planejamento Territorial e Urbano da Secretaria Municipal de Urbanismo de São José dos Pinhais, essa obra se faz muito necessária devido ao grande número de veículos e pessoas que passam por aquela região. “Independente da Copa do Mundo, é um benefício que ficará para os munícipes” afirmou a diretora. No projeto da trincheira estão previstos paisagismo, reestruturação do entorno, bem como iluminação adequada e segurança. Lorreine ressalta ainda que poderá haver adequações no projeto no decorrer da obra, para melhor atender à população e demais pessoas que utilizam as vias de São José dos Pinhais para locomoção seja para trabalho, passeio, ou como passagem intermunicipal ou interestadual.

pinhais

Município é referência em assistência social Referência em assistência social é assim que o município de Pinhais é reconhecido no cenário nacional. Após passar por uma reestruturação humana e física a Secretaria Municipal de Assistência Social conseguiu atingir a gestão plena, ou seja, consolidou o Sistema Único de Assistência Social - SUAS no município, além de, implantar e regulamentar todos os programas, projetos, benefícios e serviços dentro da cobertura da proteção social básica e especial, juntamente com a rede socioassistencial. “Foi um passo importante, porque na gestão plena, o município passa a gerir totalmente as ações socioassistenciais, recebendo mais recursos do Governo Federal para implantar novos projetos e atender uma demanda maior de usuários”, CMYK

explica Márcia Ferreira, Secretária de Assistência Social. Em 2009 Pinhais estava na gestão inicial da assistência social e através de um esforço contínuo e da adequação das estruturas organizacionais é que o município evoluiu em termos de gestão. “Nós adotamos o que rege a tipificação nacional de serviços socioassistenciais, passamos pela gestão básica e hoje estamos na gestão plena e nos tornamos modelo de gestão em assistência social”, completou a secretária. O caminho percorrido para chegar a esse patamar não foi fácil, foi preciso uma reestruturação dos espaços físicos e a implantação de equipamentos sociais, além de ofertar serviços de média e alta complexidade, em parceria com entidades socioassistenciais.

Municípios

do Paraná

colombo

Professores recebem mais que o piso nacional Em 2012, profissionais da educação entram com recebimentos iniciais de R$ 1.900,00

N

a continuidade da conversa entre a Secretaria da Educação e APMC, a próxima reunião já está agendada, conforme registro em ata, para o dia quatro de abril, onde serão discutidas as perdas salariais de Governos anteriores, segundo estudos do DIEESE. Sendo umas das maiores dificuldades de muitos municípios do Paraná, o município de Colombo não se surpreendeu com o novo piso nacional para professores. Assim que foi divulgado o novo valor, o salário dos educadores infantis foi equiparado com o valor renovado e o do professor já estava acima do valor apresentado nacionalmente. Em 2012, os profissionais da educação entram com recebimentos iniciais de cerca de R$ 1.900,00 para professores e exatos R$ 1.451,00 para educadores. O valor exigido nacionalmente é de R$ 1.451,00, para ambas as funções. O secretário da Educação, Cultura e Esporte, Alcione Giaretton, relata como estão as negociações com a Associação dos Professores

O diálogo entre a Secretaria da Educação e a diretoria da APMC foi mantido e os pontos questionados resolvidos

de Colombo. “Desde que nos surpreendemos com uma paralisação no primeiro dia letivo desse ano, já que a classe não havia entrado em conversação com a Secretaria, estamos constantemente em conversa com a diretoria da Associação do município. Todos os pontos apresentados pela classe na ocasião foram sanados, e nossa próxima reunião está marcada para o próxi-

mo dia quatro de abril, no período da tarde, para o assunto que já foi citado e para quaisquer outros pontos que possam existir da classe”, ressalta o professor Alcione.

contribuição

Por uma determinação judicial a Prefeitura passou a descontar contribuição sindical de todos os funcionários públicos para o SIS-

almirante tamandaré

Prefeito nomeia novos secretários municipais Com a desincompatibilização dos secretários de administração e previdência, Gerson Colodel; planejamento e gestão, Sandro Mendes; educação, Romildo de Brito e saúde, Luciano Bugalski - os quais irão disputar as eleições neste ano - tomaram posse na manhã de ontem (2), no gabinete do prefeito Vilson Goinski, os servidores municipais que irão desempenhar essas funções. A secretária de governo, comunicação, ouvidoria e defesa civil, Célia Milek, passará a acumular a Secretaria de Planejamento e Gestão. Da mesma forma, o secretário da fazenda, Adelson José de Souza, assume também a Secretaria de Administração e Previdência. Os servidores da educação terão como nova secretária a professora Anna

Prefeito ao lado dos novos secretários nomeados: Marcelo, Adelson e Anna Paula Wolf

Paula Wolf Fontoura, que já atua como professora de carreira no município há 23 anos. Na saúde,

Marcelo Czaikowski, que já atuava como diretor da Secretaria será o novo responsável pela pasta.

Fazenda rio grande

Prefeitura inaugura nova Unidade de Saúde Eucaliptos No dia 20 de Abril de 2012 a Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande estará inaugurando a nova Unidade de Saúde Eucaliptos. Em razão do crescimento populacional do município de Fazenda Rio Grande, especialmente da região do Bairro Eucaliptos, a Secretaria Municipal da Saúde entrega à comunidade a nova Unidade de Saúde, já pensando no bem estar da população que será atendida no novo local e cumprindo com seu objetivo de garantir o acesso do usuário aos serviços de saúde. A estrutura da Unidade de Saúde foi construída pensando na qualidade do atendimento, desde o momento em que o usuário chega até o final de seu atendimento. Além da pintura com cores claras, pensou-se no conforto da sala de espera, com longarinas e televisor. Também está sendo oportunizada a acessibilidade para os portadores de necessidades especiais, com entrada adaptada através de rampas de acesso e banheiros exclusivos. Desde já a Secretaria Municipal

A nova Unidade de Saúde esta localizada na Rua Seringueira ao lado do CAPS

da Saúde preocupa-se com o bem estar da população que será atendida na nova Unidade de Saúde Eucaliptos, que contará com mobiliário novo: mesas e cadeiras para consultórios médico,,0 odontológico e de enfermagem. Contará,0,1 também com equipamentos médico hospitalares novos e adequados ao atendimento das equipes de saúde, como: aparelhos para verificar pressão arterial, glicemia capilar,

luminárias, macas, equipamentos odontológicos, além de materiais que permitem prestar atendimento de qualidades para as Gestantes do Mãe Fazendense. A equipe será composta por Médico, Enfermeiro, Auxiliares e Técnicos de Enfermagem, Odontólogos, Técnico de Saúde Bucal, Auxiliar de Saúde Bucal, Agentes Comunitários de Saúde e Serviços Gerais.

MUCOL (Sindicato dos Servidores Municipais de Colombo). A APMC (Associação dos Professores Municipais de Colombo) discordou da determinação e exigiram que a contribuição dos professores associados fosse suspensa. A Prefeitura requereu, através de documento, a listagem dos professores que se comprometeram com a Associação e através deste documento, registrado e documentado em ata conforme foi enviado ao Departamento de recursos Humanos, suspendeu o desconto do SISMUCOL para os nomes constantes n a listagem. Acontece que os professores que tinham dois padrões não estavam especificados nesta lista e foi suspenso o desconto de somente um dos padrões do mesmo. A Prefeitura ressalta que seguiu exatamente a listagem repassada pela APMC. “Se houve erro nesta lista, deve ser repassado para a Prefeitura para que, com diálogo seja sanado, sem prejuízo para nenhuma das partes e principalmente sem nenhum prejuízo aos nossos estudantes”.

PIRAQUARA

Problemas no transporte escolar é tema de debate A falta de solução para o problema do transporte escolar foi a temática do debate “Transporte Escolar: Propostas e Melhorias da Qualidade”, que encerrou na última quarta-feira (28) o 12º Fórum Estadual Extraordinário da Undime Paraná. O Fórum, promovido durante os dia 26, 27 e 28, reuniu as autoridades estaduais e municipais da educação, além de professores e diretores das redes municipais de ensino, de todo o Paraná. Durante o fórum aconteceram diversas discussões a respeito das políticas públicas voltadas para a Educação Municipal, incluindo a questão do ajuste salarial e do transporte escolar. O presidente da Associação dos Municípios do Paraná e prefeito de Piraquara, Gabriel Jorge Samaha (Gabão) participou da cerimônia de abertura e do debate que encerrou os trabalhos, e voltou a falar da dificuldade que os gestores municipais estão tendo com a questão. “O Ministério Público hoje mandou uma notificação por causa da situação dos ônibus. Quem paga somos nós, quem responde ao MP somos nós, mas Piraquara não vai dar conta de pagar transporte do estado”, desabafou o prefeito. O Consultor da Undime Nacional, Carlos Eduardo Sanches apresentou um estudo dos valores gastos com alunos da rede municipal e estadual. Uma das dificuldades é conseguir obter o custo médio por aluno, já que não existe uma fórmula fixa para calcular os gatos, que envolvem desde manutenção mecânica e abastecimento de veículos, até a instalação de cintos de segurança nos veículos. O único estudo apresentado no debate foi feito em 2009, pela Universidade de Brasília, no estado do Ceará e apontou um gasto de R$ 590 por aluno/ano.


Economia Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A5

empresas

Crédito vai reagir com mais intensidade no 2º semestre Indicador da Serasa aumentou 0,2% em fevereiro, atingindo o valor de 97,9 O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito às Empresas cresceu 0,2% em fevereiro de 2012, atingindo o valor de 97,9. Como, por sua metodologia de construção, o indicador possui a propriedade de antever os movimentos cíclicos da concessão de crédito com seis meses de antecedência, a interrupção recente da tendência de queda que vigorou ao longo do ano passado, pelo surgimento de variações mensais positivas deste indicador,

sinaliza que o crédito às empresas tenderá a reagir mais intensamente aos estímulos econômicos durante o segundo semestre deste ano. A ampliação dos incentivos fiscais, as perspectivas de melhora gradativa no quadro financeiro internacional e as redu��ões adicionais da taxa Selic deverão impulsionar a demanda das empresas por crédito, principalmente durante o segundo semestre de 2012, observam os economistas da Serasa Experian.

CONSUMIDOR

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor recuou 0,3% em fevereiro de 2012, atingindo o patamar de 100,8. Apesar deste recuo mensal – o quinto consecutivo – o indicador prevalece acima do nível 100, o que mostra que as concessões de crédito aos consumidores deverão continuar evoluindo em 2012, porém num ritmo mais lento que em 2011. O patamar ainda elevado da

inadimplência do consumidor tem dificultado uma expansão do crédito de forma mais acelerada, apesar dos estímulos monetários e fiscais que estão sendo adotados para a reativação do crédito e do consumo. Tal situação deverá começar a ser revertida a partir do segundo trimestre de 2012, mas ainda tenderá a manter o crédito ao consumidor numa trajetória de expansão menos acelerada no médio prazo, observam os economistas da Serasa Experian.

Aumento do poder de compra Balança comercial de março fecha eleva preço dos ovos de Páscoa com superávit de US$ 2 bilhões lson Dias/ABr

Pesquisa da Fundação Getulio Vargas indica que os ovos de Páscoa estão em média 8,96% mais caros em todo o país em comparação ao ano passado

Pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) indica que os ovos de Páscoa estão em média 8,96% mais caros em todo o país este ano em comparação ao ano passado, quando o aumento médio superou a casa dos 10%. Feita pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) entre fevereiro e março, em sete cidades brasileiras, a pesquisa foi coordenada pelo economista André Braz. Ele atribuiu o aumento a fatores como a melhora do poder de compra do trabalhador brasileiro, aliada ao apelo da data. “O que a gente pode constatar na pesquisa é que, aparentemente, a alta não veio em função do aumento dos insumos, porque bombons e chocolates, que têm uma pesquisa à parte, subiram menos de 1% nos últimos 12 meses, não acompanhando, portanto, a alta do ovo de Páscoa, que utiliza o mesmo produto (o chocolate), mas embalado em outro formato”. O maior aumento médio observado ocorreu em Recife, onde o produto chegou a subir 12,55% quando comprado a 2011. Já o menor índice foi registrado na cidade do Rio de Janeiro – 6,88%. Segundo a pesquisa, todos os reajustes superaram a inflação média entre abril de 2011 e março de 2012, que está em 5,47%, segundo o Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC10), medido pela FGV. Para o coordenador da pesquisa, a possibilidade de que a alta esteja ligada ao aquecimento do consumo deve-se à melhora do poder de compra das famílias e da oferta de emprego, que vem se verificando nos últimos anos. Além disso, por causa da mobilidade do calendário, a comemoração da Páscoa este ano

vem distanciada dos gastos típicos do início de ano, tais como material escolar, IPTU e IPVA, “dando fôlego ao orçamento das famílias, que, por sua vez, ficam com mais apetite para adquirir o produto (ovo de Páscoa)”. “É claro que esta alta é decorrente de uma série de fatores – como o aumento do custo da mão de obra, por exemplo –, mas o produto é sazonal e o consumo só aumenta na medida em que o poder de compra das famílias também abre espaço para que uma coisa supérflua seja incorporada ao seu dia a dia. E cada vez mais, pois a previsão é de que esta Páscoa venda mais do que a anterior”. O economista ressalta que é difícil, no entanto, quantificar a influência deste aumento do poder de compra na elevação do preço do ovos nesta Páscoa, mas lembra que esses aumentos vêm se verificando também em outros produtos e serviços “que não são tão essenciais e que ganham destaque a cada dia, como lavar o carro, fazer uma pequena viagem”, itens que, segundo ele, vêm influenciando a inflação de forma recorrente”. Como, apesar do aumento, às vésperas da Páscoa, é praticamente impossível evitar as compras dos ovos de chocolate, para os quais se reservam grandes espaços nos supermercados, a FGV recomenda que a população controle o “impulso consumista” ao presentear parentes e amigos. “O consumidor interessado em driblar esse aumento não deve abrir mão de uma detalhada pesquisa de preços. O varejo promove uma competição saudável pela atenção dos consumidores.”

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,019 bilhões em março, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (02/04) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O saldo positivo é resultado das exportações de US$ 20,911 bilhões e importações de US$ 18,892 bilhões. A média diária dos embarques externos ficou em US$ 950,5 milhões, 3,5% acima do resultado de março de 2011. A média diária de importações foi US$ 858,7 milhões, aumento de 1,7% ante março do ano passado. Os valores são considerados recorde para o mês. No acumulado do trimestre, as exportações somam US$ 55,1 bilhões e as importações, US$ 52,6 bilhões, com resultado superavitário de US$ 2,5 bilhões. O aumento das exportações

foi impulsionado, principalmente, pelo crescimento das vendas externas de produtos básicos (+10,4%). Os principais itens que colaboraram para o resultado positivo em março foram petróleo e soja em grão. Também houve pequeno aumento nos embarques externos de manufaturados (+0,3%). Por outro lado, foi registrada queda de 15,5% nos semimanufaturados, em função da redução nas vendas de açúcar em bruto. Do lado das importações, houve aumento de gastos, principalmente, na compra de combustíveis e lubrificantes (+5%) e matérias-primas e intermediários (+1%). Entre os bens de consumo, o crescimento foi observado em bebidas e tabacos, farmacêuticos, vestuário, produtos alimentícios e automóveis.

Começam a valer as novas regras para o ponto eletrônico O setor industrial está entre os que devem começar a adotar as novas regras do ponto eletrônico, que começaram a valer nesta segundafeira (02/04). As mudanças deveriam ter sido adotadas no fim do ano passado, mas foram adiadas em decorrência das dificuldades técnicas de algumas áreas. As regras também passam a valer para o comércio, o setor de serviços, de transportes, construção, comunicações, energia, saúde, de educação e financeiro. Em 1º de junho, a obrigatoriedade entra em vigor para as empresas que exploram atividade agroeconômica. A partir de 3 de setembro, valerá para

as microempresas e empresas de pequeno porte. De acordo com as novas regras, será impresso um comprovante para o trabalhador para que o relógio de ponto seja inviolável. Segundo o Ministério do Trabalho, a regra está sendo adotada para evitar fraudes na marcação das horas trabalhadas. As empresas que mantêm controle mecânico (cartão) ou manual (escrito) do ponto não precisam mudar o sistema. Atualmente, 5% das companhias no Brasil utilizam o sistema, ou seja, das cerca de 7,5 milhões de empresas, em torno de 450 mil utilizam o ponto eletrônico.

Analistas reduzem projeções de crescimento do PIB e de inflação oficial para 2012 Analistas e investidores do mercado financeiro voltaram a reduzir a estimativa de crescimento da economia, que passou de 3,23% para 3,2% em 2012. Houve redução também na estimativa de expansão da indústria, que caiu de 2,03% para 2%. São indicadores que têm preocupado o governo, que deverá anunciar nesta terça-feira (03/04) medidas para estimular o setor industrial, um dos mais atingidos pela crise econômica internacional. Uma das medidas aguardadas é a que trata da desoneração da folha de pagamento. Por outro lado, o mercado financeiro voltou a reduzir e expectativa de inflação para 2012 medida pela Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A estimativa, que estava em 5,28% na semana passada, caiu para 5,27%. A projeção da taxa de câmbio foi elevada de R$ 1,76

para R$ 1,77 ao final do ano e da taxa básica de juros, Selic, mantida em 9% ao ano. A perspectiva para a dívida líquida do setor público em comparação ao Produto Interno Bruto (PIB) foi alterada de 36,2% para 36,5%. Os números, que estão no boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central, mostram que, no que se refere às contas externas, a expectativa é pela manutenção de um déficit de US$ 69 bilhões, com o saldo da balança comercial fechando o ano em US$ 19 bilhões e o investimento estrangeiro direto em US$ 55,37 bilhões, ante os US$ 55 bilhões previstos na semana passada. A estimativa para os preços administrados (aqueles controlados pelo governo, como o da gasolina) caiu de 4% para 3,95%.

Gastos com alimentação impulsionam inflação medida pelo IPC-S Consumidores brasileiros pagaram em média 0,6% a mais em serviços e bens de consumo na última semana de março ante o período imediatamente anterior, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/ FGV). Houve alta de 0,09 ponto percentual em relação à taxa da terceira semana do mês. No acumulado do ano, a elevação do indicador chega a 1,66% no comparativo com igual período de 2011. Se considerados os últimos 12 meses, a inflação aumentou 5,5%. Todas as sete classes de despeses que compõem o IPC-S apresentaram altas nos preços. A maior elevação foi encontrada no grupo alimentação, cuja taxa passou de 0,52%, na semana anterior, para 0,63% na última apuração. Entre os itens que fazem parte do grupo, destacamse as carnes bovinas (de -2,06% para -1,05%), os laticínios (de

0,17% para 0,49%) e as carnes e os peixes industrializados (de 0,51% para 1,04%). As demais classes também apresentaram acréscimos: vestuário (de 0,27% para 0,61%), educação, leitura e recreação (de 0,28% para 0,46%), saúde e cuidados pessoais (de 0,6% para 0,71%), comunicação (de -0,28% para -0,21%), transportes (de 0,2% para 0,26%), despesas diversas (de 0,12% para 0,14%) e habitação (de 1,02% para 1,03%). Para cada um desses grupos, destaca-se o comportamento dos itens: roupas (de 0,27% para 0,78%), passagem aérea (de -2,77% para -0,65%), artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,89% para 1,37%), tarifa de telefone móvel (de -0,01% para 0,33%), etanol (de -0,51% para 0,70%), alimento para animais domésticos (de -0,59% para -0,51%) e taxa de água e esgoto residencial (de 1,85% para 2,44%), respectivamente.

Contribuinte tem quase um mês para entregar a declaração do Imposto de Renda Os contribuintes têm quase um mês para entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2012. O prazo, que começou no dia 1º de março, terminará às 23h59m59s (horário de Brasília) do dia 30 de abril para quem utilizar a internet. Quem fizer a declaração em disquete de computador deverá obedecer ao horário de funcionamento das agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. O programa gerador do documento está disponível na página da Receita Federal na internet .

O contribuinte deve baixar ainda o Receitanet, aplicativo para a transmissão dos dados, disponível no mesmo endereço. A maior preocupação do supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, continua sendo a demora na entrega. Adir avalia que, como em todos os anos, a maioria deverá enviar os dados nos últimos dias. No ano passado, 20% das declarações foram enviadas até o início de abril. Em 2012, não está sendo diferente.


Publicidade Legal Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A6 | Indústria&Comércio

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO

FUND AÇÃO ECUMÊNICA DE PR OTEÇÃO AO EX CEPCION AL FUNDAÇÃO PRO EXCEPCION CEPCIONAL Av. Pref. Lothário Meissner, n.º 836 - Jardim Botânico - Curitiba Paraná CNPJ-MF n.º 76.693.076/0001-01 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DOS EXER CÍCIOS FINDOS EM 31.12.11 E 31.12.10 - (Valores em R$) EXERCÍCIOS BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO

2011

DEMONSTRAÇÃO DO SUPERÁVIT OU DÉFICIT DO EXERCÍCIO R$

2010

ATIVO CIRCULANTE Disponibilidades . Caixa e Bancos . Aplicações Financeiras Créditos . Convênios a Receber . Doações Call Center a Receber . Importações em Andamento . Adiantamento de Férias . Adiantamentos a Empregados . Cheques a Receber . Bazar S.R.F./Folha a Receber . Cielo a Receber . Depósitos/créditos a Compensar . RRD Moore e Editora Gráfica Ltda. . Empréstimos C.E.F.Funcs. . Outros créditos a receber . INSS à Compensar . Valores a Recuperar . IRRF a Recuperar Estoques . Materiais Consumo Cepe Importados . Bazar FEPE . Materiais consumo Cepe Almoxarifado . Mat.P/Móveis FEPE . Mercadorias em Poder/Terc./RR Dornneley Aplicação de Recursos de Convênio . Convênio Fas/FMCA N.3648 a Receber Despesas Antecipadas . Prêmios de Seguro a Vencer . Vales Transportes

2.634.238,77 577.887,55 76.559,73 501.327,82 1.499.865,17 753.720,64 36.716,00 436.391,50 217.195,97 0,00 2.103,00 5.304,97 4.492,80 0,00 30.000,00 5.550,54 1.035,00 0,00 7.065,13 289,62 514.135,00 354.292,34 93.442,50 34.595,17 805,00 30.999,99 32.545,50 32.545,50 9.805,55 5.308,25 4.497,30

2.472.109,74 629.986,67 78.547,87 551.438,80 1.429.206,08 927.106,21 29.442,30 385.586,99 77.326,45 200,00 3.408,50 0,00 0,00 104,25 0,00 1.536,71 2.203,29 968,73 1.322,65 0,00 407.545,23 304.918,97 3.708,84 97.085,48 1.831,94 0,00 0,00 0,00 5.371,76 5.371,76 0,00

ATIVO NÃO CIRCULANTE Ativo Realizável a Longo Prazo . Depósitos Trabalhistas . Depósitos tributários . Ação Justiça Civil Estadual investimentos . Obras de Artes Imobilizado . Benfeitorias Imov.FEPE . Máquinas e Acessórios . Equipamentos e Instalações . Terrenos . Veículos . Móveis e Utensílios . Hardware . Equipamentos de Reabilitação . Direitos s/Linhas Telefônicas . Outras Imobilizações . Benfeitorias Cejuc-Imóvel Terceiros . Amortiz.Acum.Benf.Imóv.Terc.Subsede . Depreciações Acumuladas Intangível . Software . Depreciação Acumulada Software TOTAL DO ATIVO

3.127.243,91 441.921,52 117.927,69 322.890,54 1.103,29 5.980,00 5.980,00 2.676.103,28 1.916.543,92 13.470,00 1.490.897,09 750.000,00 138.180,81 345.260,68 188.885,76 118.036,95 18.258,57 56.754,16 838.782,48 (838.782,48) (2.360.184,66) 3.239,11 69.250,40 (66.011,29) 5.761.482,68

3.142.123,27 282.428,78 28.937,06 253.491,72 0,00 5.980,00 5.980,00 2.848.355,04 1.896.109,12 13.470,00 1.550.080,89 750.000,00 138.180,81 347.596,90 200.178,79 82.812,89 18.258,57 56.741,91 838.782,48 (838.782,48) (2.205.074,84) 5.359,45 68.850,40 (63.490,95) 5.614.233,01

PASSIVO

2011

PASSIVO CIRCULANTE . Fornecedores . Importações a Pagar . Salários Dezembro a pagar . Rescisão de Contrato a Pagar . Provisão para Férias . Provisão FGTS 13º Salário . Encargos Sociais a Pagar . Impostos e Taxas a Pagar . B.Brasil S.A. C/14218-2 . Outras obrigações Recursos de Projetos e Convênios Atividades de Saúde . Convênio FAS FMCA/Biotinidase . ( - ) Conv. 30/05 Seti - Espectrometria . Conv.Secretaria de Saúde do Pr.Cemepar . ( - )Conv.Secretaria de Saúde do Pr.Cemepar . Convênio FAS 3831 Ref.Triagem Neonatal . ( - )Convênio FAS 3831 Ref.Triagem Neonatal Atividades de Assistência Social . Convênio FAS 3005 . ( - ) Conv. FAS 3005 . Convênio FAS 3832 . ( - )Convênio FAS 3832 . Convênio FAS/FMAD 4049 . ( - )Convênio FAS/FMAD 4049 . Convênio FAS/FMAD 4050 . ( - )Convênio FAS/FMAD 4050 . Convênio FAS/FMCA 4099 . ( - )Convênio FAS/FMCA 4099 . Convênio FAS/FMCA 3648 . ( - )Convênio FAS/FMCA 3648 . Convênio FAS 3832 Recursos de Projetos e Convênios Atividades de Educação . Convênio MEC/PDDE . ( - ) Conv. MEC/PDDE . Convênio Secretaria de Educação do Pr. . ( - ) Conv. Secretaria de Educação do Pr. . Convênio Pref.Municipal de Pinhais . ( - ) Conv. Pref.Municipal de Pinhais . Convênio Pref.Municipal de Piraquara . ( - )Conv. Pref.Municipal de Piraquara . Conv. Pref.Municipal de Almirante Tamandaré . ( - ) Conv.Pref.Municipal de Alm. Tamandaré PASSIVO NÃO CIRCULANTE . Provisão para Contigências Trabalhistas . Pis Sub judice PATRIMÔNIO LÍQUIDO . Patrimônio Social . Déficit do Exercício TOTAL DO PASSIVO

1.401.726,61 41.751,48 759.233,66 299,11 0,00 407.868,62 10.904,63 50.134,88 23.982,17 0,00 10.560,60 96.991,46

R$

2010

1.247.142,37 59.473,61 673.206,06 33.418,21 1.184,07 210.946,23 9.763,17 84.350,28 19.200,77 1.829,70 120.517,81 33.252,46

50.509,07 (50.509,07) 315.803,24 (315.803,24) 0,00 0,00

0,00 0,00 461.391,94 (461.391,94) 20.000,00 (20.000,00)

42.027,37 (42.027,37) 25.732,50 (25.732,50) 20.224,63 0,00 25.177,88 0,00 32.545,50 0,00 0,00 0,00 0,00

30.000,00 (30.000,00) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 10.561,95 (10.561,95) 25.000,00

13.282,37 0,00 (13.282,37) 0,00 747.207,66 846.539,59 (747.207,66) (846.539,59) 26.937,19 39.679,25 (22.947,67) (39.679,25) 14.718,00 23.040,00 (8.745,00) (17.280,00) 31.200,00 17.786,61 (22.119,07) (15.294,15) 419.619,81 404.921,66 87.313,03 144.774,88 332.306,78 260.146,78 3.940.136,26 3.962.168,98 3.962.168,98 4.126.249,63 (22.032,72) (164.080,65) 5.761.482,68 5.614.233,01

( As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis )

Períodos de 01.01.11 a 31.12.11 e 01.01.10 a 31.12.10 2011 2010 R$ RECEITA OPERACIONAL BRUTA / FEPE 6.533.135,32 6.107.522,99 Atividades de Saúde Serviço de Ref. emTriagem Neonatal do Paraná Habilitação e Reab. da Pessoa com Deficiência Convênios 5.132.255,81 5.069.533,60 . Convênio SUS Laboratório/Triagem Neonatal 4.609.547,23 4.592.238,22 . Convênio SUS AME-BPA C.S.M. Consultas 20.456,30 7.089,00 . Convênio SUS Sede/Subsede/ Acompanha502.252,28 470.206,38 mento de Pacientes em Reabilitação Receitas Diversas 140.838,80 25.937,94 . Receita Centro de Pesquisa 2.960,00 1.600,00 . Receita Espectrometria de Massa 1.500,00 0,00 . Descontos Obtidos 1.658,30 163,02 . Doações Pessoa Jurídica 36.051,93 24.174,92 . Outras Receitas Operacionais 98.668,57 0,00 Recuperações Diversas 168.348,76 110.171,47 . Recuperações Diversas 168.348,76 110.171,47 Despesas Operacionais - Saúde (4.188.061,76) (3.875.014,47) . 100% de Gratuidade . Despesas com Pessoal (2.175.100,09) (2.034.644,90) . Salários/13ºSl.e Férias (1.962.998,00) (1.765.262,30) . FGTS (166.571,19) (195.692,50) . INSS - Patronal (510.763,54) (473.090,30) . ( - )Isenção INSS - Patronal 510.763,54 473.090,30 . Prov.Procs.Trabalhistas 0,00 (40.000,00) . Vales Transportes (45.530,90) (33.690,10) Despesas Gerais (1.991.953,30) (1.821.959,87) . Gastos Gerais (1.893.178,36) (1.821.959,87) . Outras Despesas Operacionais (98.774,94) 0,00 Despesas Tributárias (21.008,37) (18.409,70) . Impostos e Taxas (21.008,37) (18.409,26) . Isenções Cofins (155.501,28) (152.864,15) .( - )Isenções Cofins 155.501,28 152.864,15 . Despesas Fiscais 0,00 (0,44) Atividades de Assistência Social Receitas Diversas 711.867,20 500.829,94 . Doações de Pessoas Físicas 341.146,88 354.747,45 . Doações de Orgãos Públicos 276.889,88 36.663,03 . Doações Pessoa Jurídica 61.198,44 22.970,59 . Receitas Doações Bazar Rede Solidária 0,00 71.757,80 . Receitas Proj.Captações de Recursos 30.942,00 14.691,07 . Outras Receitas Operacionais 1.690,00 0,00 Recuperações Diversas 148.992,57 105.161,50 . Recuperações Diversas 148.992,57 105.161,50 Despesas Operacionais-Assistência Social (846.381,50) (849.737,41) . Despesas com Pessoal (539.113,67) (508.377,68) . Salários/13ºSl.e Férias (462.683,32) (471.805,47) . FGTS (53.514,55) (27.352,61) . Isenção INSS - Patronal (129.564,26) (126.443,87) . ( - )Isenção INSS - Patronal 129.564,26 126.443,87 . Vales Transportes (22.915,80) (9.219,60) Despesas Gerais (302.264,44) (335.894,74) . Gastos Gerais (300.574,44) (335.894,74) . Outras Despesas Operacionais (1.690,00) 0,00 Despesas Tributárias (5.003,39) (5.464,99) . Impostos e Taxas (4.996,97) (5.464,99) . Isenções Cofins (21.311,77) (15.037,86) . ( - )Isenções Cofins 21.311,77 15.037,86 . Despesas Fiscais (6,42) 0,00 Atividades de Educação Escola de Educação Especial Ecumênica Receitas Diversas 41.410,72 15.034,45 . Doações de Orgãos Públicos 8.908,16 3.401,00 . Doações Pessoa Jurídica 3.064,44 1.400,00 . Receitas Alim.S.M.Educação Curitiba 10.833,70 9.110,50 . Descontos Obtidos 107,05 5,01 . Receita Aluguel 1.200,00 550,00 . Dividendos Telecom 0,00 567,94 . Outras Receitas Operacionais 17.297,37 0,00 Recuperações Diversas 144.066,49 226.975,71 . Recuperações Diversas 144.066,49 226.975,71 Despesas Operacionais - Educação (866.918,64) (956.289,53) . 100% de Gratuidade . Despesas com Pessoal (493.965,59) (530.945,59) . Salários/13ºSl.e Férias (363.123,86) (350.357,67) . FGTS (72.961,05) (68.988,65) . Isenção INSS - Patronal (275.994,96) (276.901,29) . ( - )Isenção INSS - Patronal 275.994,96 276.901,29 . Prov.Procs.Trabalhistas (12.013,50) (50.033,52) . Vales Transportes (45.867,18) (61.565,75) Despesas Gerais (369.026,13) (422.415,50) . Gastos Gerais (351.674,10) (422.415,50) . Outras Despesas Operacionais (17.352,03) 0,00 Despesas Tributárias (3.926,92) (2.928,44) . Impostos e Taxas (3.889,92) (2.918,42) . Isenções Cofins (723,60) (451,04) . ( - )Isenções Cofins 723,60 451,04 . Despesas Fiscais (37,00) (10,02) Atividades Meios Receitas Diversas 10.658,28 2.280,76 . Descontos Obtidos 1.528,99 2.037,19 . Dividendos Telecom 506,70 243,57 . Outras Receitas Operacionais 8.622,59 0,00 Recuperações Diversas 34.696,69 51.597,62 . Recuperações Diversas 34.696,69 51.597,62 Despesas Operacionais (688.266,77) (670.650,50) . Despesas com Pessoal (465.578,40) (466.283,49) . Salários/13ºSl.e Férias (414.169,45) (372.864,63) . FGTS (35.495,45) (47.103,81) . INSS - Patronal (121.498,10) (99.927,72) . ( - )Isenção INSS - Patronal 121.498,10 99.927,72 . Prov.Proc.Trabalhista 0,00 (26.465,85) . Vales Transportes (15.913,50) (19.849,20) Despesas Gerais (217.795,47) (200.593,67) . Gastos Gerais (203.213,55) (187.850,10) . Outras Despesas Operacionais (14.581,92) (12.743,57) Despesas Tributárias (4.892,90) (3.773,34) . Impostos e Taxas (4.892,90) (3.751,52) . Isenções Cofins (1.991,22) (2.977,98) . ( - )Isenções Cofins 1.991,22 2.977,98 . Despesas Fiscais 0,00 (21,82) Resultados Financeiros Líquidos 34.460,63 80.088,27 . Despesas Financeiras (37.771,93) (16.896,68) . Receitas Aplicações Financeiras 72.232,56 96.984,95 RESULTADO OPERACIONAL LÍQUIDO/FEPE 22.032,72 164.080,65 Déficit do Exercício/FEPE (22.032,72) (164.080,65) ( As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis )

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Do Exercício findo em 31 de dezembro de 2011 - (Valores em R$) NOTA 1 - CONTEXTO OPERACIONAL A FUNDAÇÃO ECUMÊNICA DE PROTEÇÃO AO EXCEPCIONAL - FEPE, é uma instituição civil de direito privado, fundada em 23 de março de 1959 em Curitiba Paraná, sem fins lucrativos declarada de utilidade pública Federal, Estadual e Municipal destinada a realizar pesquisa, prevenção e diagnóstico nas áreas de educação, de saúde e a inclusão da pessoa com deficiência. NOTA 2 - Apresentação das Demonstrações Contábeis e efeitos contábeis e efeitos pelas Leis nº 11.638/07 - 12.101/09 e Decreto 7.237/10 As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as determinações da Lei nº 6.404/76, adotando e incorporando as alterações promovidas pelas Leis nº 11.638/07, apresentadas comparativamente com as levantadas em 31/12/09, expressas em reais, e conjugadas com as normas de contabilidade para entidades sem fins lucrativos, consubstanciadas nas determinações da Lei nº 12.101/ 09 e Decreto nº 7.237/10 das entidades beneficentes de assistência social. As demonstrações contábeis incorporam os Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e as normas Brasileiras de Contabilidade do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) em vigor até a data de conclusão da elaboração das demonstrações contábeis. Em função das alterações promovidas na legislação societária brasileira pelas Leis nº 11.638/07, a entidade passou a elaborar e divulgar no presente exercício a Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC), em substituição à Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (DOAR), e, a Demonstração do Valor Adicionado (DVA), comparativamente ao exercício findo em 31/12/10. As práticas contábeis modificadas em função das alterações na legislação societária não afetaram o resultado ou o patrimônio líquido da entidade no período abrangido pelas demonstrações contábeis divulgadas. Dessa forma, a entidade optou por publicar as demonstrações contábeis dos exercícios de 2011 e 2010 comparativamente ajustadas como se as novas disposições pelas Leis nº11.638/07 sempre estivessem em vigor, na forma facultada pelo Pronunciamento técnico CPC 13. Em abril de 2000, o Conselho Federal de Contabilidade emitiu a Resolução CFC nº 877, estabelecendo procedimentos contábeis para as entidades sem fins lucrativos, assim, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE, esta apresentando as Demonstrações Contábeis segundo as disposições contidas na referida resolução. NOTA 3 - Procedimentos Contábeis Dentre os principais procedimentos adotados para a preparação das demonstrações contábeis, ressaltamos : Aplicações Financeiras - Estão demonstradas ao custo de aquisição, acrescido das remunerações contratadas proporcionalmente até a data do balanço. Contas a Receber - Engloba os créditos faturados até 31.12.2011, contabilizados com base no regime de competência. Estoques - Os materiais em estoque e almoxarifado, classificados no ativo circulante, estão registrados ao custo de aquisição e avaliados pelo método PEPS. Imobilizado - Os bens do ativo imobilizado estão registrados ao custo de aquisição ou construção, deduzido a depreciação calculada pelo método linear, tomando-se por base os saldos contábeis registrados nas respectivas contas. A Entidade optou por não efetuar ajustes correspondentes ao valor justo dos bens no exercício de 2011, bem como nos saldos do exercício anterior apresentados para efeitos de comparabilidade, em função de estimar irrelevantes os efeitos dos referidos ajustes. A estimativa mencionada foi obtida através de análise e estudo, levando em consideração no seu julgamento, as características e utilidades dos bens, o tempo de uso, a atividade operacional e os dispositivos técnicos contidos na Interpretação sobre a Aplicação Inicial ao Ativo Imobilizado e à Propriedade para Investimento - IT 10, aprovada pela Resolução CFC nº. 1.263/09 e no Pronunciamento Técnico - CPC 27, aprovado pela Resolução do CFC nº. 1.177/09. Quanto às taxas de depreciação, a Entidade está estudando os critérios de vida útil e econômica de seus bens, considerando suas atividades e dispositivos técnicos mencionados na Resolução CFC nº. 1.177/09. Ainda, com base nos estudos que a entidade vem efetuando a cerca da convergência às normas internacionais, IFRS - International Financial Reporting Standard, editadas pelo IASB - International Accounting Standards Board, em especial, com base no pronunciamento CPC 01 Mensuração do Valor Recuperável, que define valor recuperável como o maior valor entre o valor líquido de venda de um ativo ou de unidade geradora de caixa e o seu valor em uso, a administração entende que a adoção inicial da Lei nº 11.638 é conflitante em relação à legislação de regência da Assistência Social, Saúde e Educação, ou as reconhecidas entidades filantrópicas e principalmente à Lei Tributária nº 9.532, de 10.12.97, que trata da matéria prevista no artigo 150, inciso VI, letra c, da Constituição Federal, dispondo que as instituições deverão atender, dentre outros, ao seguinte requisito: g) assegurar a destinação de seu patrimônio à outra instituição que atenda às condições para gozo da imunidade, no caso de incorporação, fusão, cisão ou de encerramento de suas atividades, ou a órgão público; Assim, conclusões iniciais evidenciam que os bens da entidade são indisponíveis para venda em face das disposições legais mencionadas. Intangível - Demonstrados pelo custo de aquisição, deduzido a depreciação calculada pelo método linear, tomando-se por base os saldos contábeis registrados nas respectivas contas. Correção Monetária - Os efeitos inflacionários sobre as demonstrações contábeis não foram reconhecidos nas posições patrimonial e econômica do exercício findo em 31.12.2011, consoante as disposições da lei 9.249/95 que revogou as normas que regiam a correção monetária do balanço. Importações a Pagar - Estão atualizadas pelas taxas do euro e dólar até a data do balanço. O fechamento do câmbio está previsto para o primeiro semestre do exercício de 2012. Provisão de Férias - Os direitos adquiridos pelos funcionários no tocante a férias, apresentam-se quantificados e provisionados dentre as obrigações constituídas. Receitas e Despesas Operacionais - As receitas e despesas operacionais estão registradas, segundo o regime de competência. NOTA 4 - PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL - PIS Em 08 de junho de 2005 a entidade protocolou Ação Ordinária Declaratória Condenatória nº 2005.70.00015331-0 (6ª Vara Federal de Curitiba), visando a obtenção do reconhecimento ao direito a

imunidade tributária sobre a Contribuição para Programa de Integração Social - PIS, conforme define o artigo 195, parágrafo 7º da Constituição Federal, combinado com o Artigo 14 do Código Tributário Nacional. Mesmo entendendo ser inconstitucional a entidade optou em reconhecer no Passivo Exigível o montante correspondente à obrigação "sub judice", em observância aos princípios fundamentais de contabilidade, da Prudência e da Competência. O montante provisionado corresponde a R$ 332.306,78 (Trezentos e trinta e dois mil, trezentos e seis reais, e setenta e oito centavos), e os valores foram atualizados conforme a Legislação. NOTA 5 - APLICAÇÃO DE RECURSOS Na Atividade Institucional Para a manutenção da estrutura das atividades assistenciais, a entidade aplicou desde a sua constituição no ativo investimentos, imobilizado e intangível com a seguinte composição em 31.12.11 : EM 31/12/2011 ASSISTÊNCIA TOTAL SAÚDE EDUCAÇÃO SOCIAL ATIV.MEIO FEPE INVESTIMENTOS 180,00 0,00 0,00 5.800,00 5.980,00 INVESTIMENTOS 180,00 0,00 0,00 5.800,00 5.980,00 ATIVO IMOBILIZADO 993.077,62 827.997,49 659.557,92 195.470,25 2.676.103,28 ATIVO IMOBILIZADO 2.277.797,99 1.781.153,13 1.340.512,82 475.606,48 5.875.070,42 DEPRECIAÇOES ACUM. (1.284.720,37) (953.155,64) (680.954,90) (280.136,23) (3.198.967,14) INTANGÍVEL 1.343,60 987.58 379,15 528,78 3.239,11 SOFTWARE 27.540,16 20.655,12 15.147,09 5.908,03 69.250,40 DEPRECIAÇOES ACUM. (26.196,56) (19.667,54) (14.767,94) (5.379,25) (66.011,29) Em Atendimentos Gratuitos Na área da Saúde a FEPE foi credenciada através da Portaria GM-MS 822, de 06 de Junho de 2001 e da Portaria nº 354 de 31 Agosto de 2001 da Secretaria de Assistência a Saúde, a prestar serviços com procedimentos do Programa Nacional em Triagem Neonatal no Estado do Paraná. Por meio deste programa, mais conhecido como Teste do Pezinho, a entidade oferece aos recémnascidos paranaenses, a triagem neonatal, o diagnóstico precoce, o acompanhamento e o tratamento para as seguintes doenças congênitas: Fenilcetonúria, Hipotireoidismo Congênito, Fibrose Cística, Doenças Falciformes e outras Hemoglobinopatias. Através de repasse dos recursos da Secretaria Municipal da Saúde, a Instituição presta atendimentos de habilitação e reabilitação das pessoas com deficiência. A Escola de Educação Ecumênica presta atendimentos nos programas de Educação infantil (Estimulação Precoce e Pré-Escolaridade), Ensino Fundamental e Ed. Profissional Inicial. Na Assistência Social a instituição realiza ações voltadas a identificação dos fatores econômicos, culturais e sociais que possam determinar as demandas da população atendida. A Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE, aplicou na sua atividade assistencial, na Área de Saúde, Assistência Social e Educação os recursos de sua arrecadação, como segue em 31 de dezembro : DEMONSTRAÇÃO DAS APLICAÇÕES EM GRATUIDADE 2011 2010 Receita Operacional Bruta Atividades de Saúde 5.441.443,37 5.205.643,01 Atividades de Assistência Social 860.859,77 605.991,44 Atividades de Educação 185.477,21 242.010,16 Atividades Meios 45.354,97 53.878,38 Receita Operacional Bruta 6.533.135,32 6.107.522,99 Rec. Financeiras 72.232,56 96.984,95 Receitas 6.605.367,88 6.204.507,94 Custo das Aplicações em Gratuidade Atividades de Saúde 4.188.061,76 3.875.014,47 Atividades de Assistência Social 846.381,50 849.737,41 Atividades de Educação 866.918,64 956.289,53 Atividades Meios 726.038,70 687.547,18 Total das Gratuidades Oferecidas 6.627.400,60 6.368.588,59 Tributos e Contribuições A Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE é uma entidade sem fins lucrativos e, portanto, goza de benefícios fiscais, cujas isenções obtidas estão contabilizadas consoante disposições emanadas do Conselho Nacional de Assistência Social, conjugadas com Ordens de Serviço do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS, Normas Brasileiras de Contabilidade, Resolução CFC nº 877 e legislação tributária vigente, como seguem: 2011 2010 Isenções Obtidas da FEPE Contribuição Patronal do INSS 1.037.820,86 976.363,18 COFINS 179.527,87 171.331,09 Total das Isenções Usufruídas 1.217.348,73 1.147.694,27 NOTA 6 - Isenções INSS Patronal Em 2011 a entidade evidenciou no grupo despesas operacionais o valor do INSS Patronal e a isenção, comparativamente ao exercício findo em 31/12/10. NOTA 7 - Recursos de Projetos e Convênios. Conforme registro na conta patrimonial do Passivo Circulante, a entidade aplicou recursos de Projetos e Convênios de forma segregada nas Atividades de Saúde, Assistência Social e Educação. NOTA 8 - Contingências As contingências existentes na data de 31 de dezembro/11, correspondem ao montante de R$ 87.313,03, oriundo de processos trabalhistas e foram provisionados para fazer face ao pagamento de eventual

Exercícios findos em 31.12.11 e 31.12.10 Receitas . Convênios . Outras Receitas Operacionais . Recuperações Diversas Insumos Adquiridos de Terceiros . Materiais Consumidos . Energia e Serviços de Terceiros . Outras Despesas Operacionais Retenções . Depreciações e Amortizações Valor Adicionado Bruto . Receitas Financeiras . Doações Recebidas Total do Valor Adicionado a Distribuir . Salários e Encargos . Despesas Tributárias Capital de Terceiros . Despesas Financeiras . Déficit do Exercício Total do Valor Destinado ou Distribuido

2011

R$

5.132.255,81 177.515,27 496.104,51

2010 5.069.533,60 100.726,10 1.641.600,51

(1.411.724,16) (1.464.395,31) (126.822,40) (104.228,83) (1.205.598,35) (946.422,94) (267.121,81) 2.794.608,87 72.232,56 727.259,73 3.594.101,16 3.543.530,37 34.831,58

(265.816,70) 4.030.996,43 96.984,95 443.356,99 4.571.338,37 4.516.614,84 201.907,50

37.771,93 (22.032,72) 3.594.101,16

16.896,68 (164.080,65) 4.571.338,37

( As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis )

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA INDIRETO Exercícios findos em 31.12.11 e 31.12.10 2011 2010 R$ Fluxos De Caixa das Atividades Operacionais . Déficit do Exercício (22.032,72) (164.080,65) . Doações Patrimoniais 0,00 256.846,02 . Ajustes do Exercício Anterior 0,00 (25.357,26) . Receitas não Operacionais (15.509,50) (8.050,00) . Depreciação e Amortização 157.630,16 211.595,86 . Aumento/redução de Estoques (106.589,77) 35.929,16 . Aumento/Red. Contas a Receber (103.204,59) (807.484,73) . Aumento/Red. Despesas Antecipadas (4.433,79) 3.101,27 . Aumento/Red. a pagar Fornecedores e Prov. 90.845,24 519.685,86 . Aumento/Red.de Projetos e Convs.a Prestar Contas 63.739,00 (273.990,25) (=) Caixa Líquido Proveniente das Atividades operacionais 60.444,03 (251.804,72) Fluxos de Caixa das Atividades de Financiamentos . Depósitos Trabalhistas e Tributários (159.492,74) (48.808,73) . Recebimentos Venda de Ativos Imobilizado 15.509,50 8.050,00 . Aumento em obrigações em Longo Prazo 14.698,15 104.575,16 (=) Caixa Líquido Proveniente das Atividades de Investimentos (129.285,09) 63.816,43 Fluxos de Caixa das Atividades de Investimentos . Aumento ou Redução em Investimentos 0,00 (500,00) . Aumento ou Redução do Imobilizado 17.141,94 (284.736,64) . Aumento do Intangível (400,00) 0,00 .(=) Disponibilidades líquidas geradas das Atividades de Investimentos 16.741,94 (285.236,64) Total dos Fluxos de Caixa Líquidos (52.099,12) (473.224,93) . Variação das disponibilidades (52.099,12) (473.224,93) . Disponibilidades no início do exercício 629.986,67 1.103.211,60 . Disponibilidades no fim do exercício 577.887,55 629.986,67 ( As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis )

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Exercícios findos em 31.12.11 e 31.12.10 _______________________________________________________________________________________ Eventos Patrimônio Superávit/ DéfiTotal Social cit do ____________________ Exercício _____________________________________________________________ ______ Saldos em 01.01.10 Transf.p/Patrimônio Social Doações Patrimoniais Ajustes Exercs.anteriores Déficit do Exercício Saldos em 31.12.10 Transf.p/Patrimônio Social Déficit do Exercício Saldos em 31.12.11

3.926.477,84 (31.716,97) 256.846,02 (25.357,26) 0,00 4.126.249,63 (164.080,65) 0,00 3.962.168,98

(31.716,97) 31.716,97 0,00 0,00 (164.080,65) (164.080,65) 164.080,65 (22.032,72) (22.032,72)

3.894.760,87 0,00 256.846,02 (25.357,26) (164.080,65) 3.962.168,98 0,00 (22.032,72) 3.940.136,26

( As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis )

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO ABRANGENTE Encerrado em 31/12/2011 - R$ Déficit do Exercício Ajustes Exercícios Anteriores Déficit do Exercício Abrangente

2011 (22.032,72) 0,00 (22.032,72)

2010 (164.080,65) (25.357,26) (189.437,91)

( As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis )

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Do Exercício findo em 31 de dezembro de 2011 - (Valores em R$) continuação perda dos processos, conforme Parecer Jurídico. NOTA 9 - Patrimônio Líquido O Patrimônio Líquido está representado na moeda atual, cuja composição é a seguinte em 31 de dezembro : Contas 2011 2010 Patrimônio Social 3.962.168,98 4.126.249,63 Déficit do Exercício (22.032,72) (164.080,65) Patrimônio Líquido 3.940.136,26 3.962.168,98 NOTA 10 - Contas de Compensação Ativa e Passiva Em 2011 e 2010 a entidade reconheceu na escrituração contábil, contas de compensação Ativas e Passivas, convênios e recursos recebidos de transferências derivadas da lei orçamentária e concedidas por órgãos do setor público para entidades de iniciativa pública e privada, em atendimento às disposições da resolução CFC 922, de 13/12/01, cuja composição é a Seguinte: 2011 2010 Contas de Compensação Convênio Secret. .Est.Educação do Pr. 748.743,79 846.539,59 Convênio FAS N.3005 0,00 2.500,00 Convênio FAS N.3831 0,00 20.000,00 Convênio FAS N.3832 0,00 25.000,00 Convênio Pref.Munic. de Pinhais 13.482,35 11.501,47 Convênio Pref.Munic. de Piraquara 7.253,00 7.680,00 Convênio Pref.M.Almirante Tamandaré 12.000,00 5.418,67 Convênio FAS N.4049 FMAD 20.224,63 0,00 Convênio FAS N.4050 FMAD 25.177,88 0,00 Convênio FAS N.4099 FMCA 32.545,50 0,00 Convênio MEC/PDDE 13.282,37 0,00 Totais 872.709,52 918.639,73 Curitiba, 31 de dezembro de 2011.

Laura Stival TC-CRC-PR 35.179/O-5 Fatima Hiromi Nagata Del Mouro Diretora Tesoureira

Fabio Marcassa Diretor Presidente

PARECER DO CONSELHO FISCAL 1Examinamos a documentação, as demonstrações contábeis e os balanços patrimoniais da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional , dos exercícios findos em 31 de dezembro de 2011 e 2010. 2-Em nossa opinião somos de parecer favorável a aprovação das respectivas demonstrações contábeis e os balanços patrimoniais da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional, levantados em 31 de dezembro de 2011 e 2010. Curitiba, 20 de Março de 2012. Alberto Hoffmann Elias de Oliveira Jean Carlos Favoretto Teixeira

RELATÓRIO DO (S) AUDITOR(ES) INDEPENDENTE(S) SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Ilmos. Srs. Diretores e Conselheiros da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE Curitiba - PR Examinamos as demonstrações contábeis da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE, que compreendem o balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2011 e as respectivas Demonstrações do Resultado do Exercício, e das Mutações do Patrimônio Líquido correspondentes ao exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas. Responsabilidade da administração sobre as demonstrações contábeis A administração da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorções relevantes, independentemente se causada por fraude ou erro. Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorções relevantes. A auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentadas nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstancias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE. A auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião. Opinião Em nossa opinião, as Demonstrações Contábeis acima referidas representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional - FEPE, em 31 de dezembro de 2011, e o Resultado de suas Operações, as Mutações do seu Patrimônio Social para o exercício findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. Outros assuntos Teste de Recuperabilidade - Impairment Com base em estudos que a entidade vem efetuando a cerca da convergência às normas internacionais, IFRS - International Financial Reporting Standard, editadas pelo IASB - International Accounting Standards Board, em especial, com base no pronunciamento CPC 01 Mensuração do Valor Recuperável, que define valor recuperável como o maior valor entre o valor líquido de venda de um ativo ou de unidade geradora de caixa e o seu valor em uso, a administração entende que a adoção inicial da Lei nº 11.638 é conflitante em relação à legislação de regência da Assistência Social, Saúde e Educação, ou das reconhecidas entidades filantrópicas e principalmente à Lei Tributária nº 9.532, de 10.12.97, que trata da matéria prevista no artigo 150, inciso VI, letra c, da Constituição Federal, dispondo que as instituições deverão atender, dentre outros, ao seguinte requisito: g) assegurar a destinação de seu patrimônio à outra instituição que atenda às condições para gozo da imunidade, no caso de incorporação, fusão, cisão ou de encerramento de suas atividades, ou a órgão público; Assim, conclusões iniciais, de acordo com administração, evidenciam que os bens da entidade são indisponíveis para venda em face das disposições legais mencionadas. Auditoria dos valores correspondentes ao exercício anterior Os valores correspondentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2010, apresentados para fins de comparação, foram anteriormente auditados por outros auditores independentes que emitiram relatório datado em 25 de março de 2011, que não conteve qualquer modificação. Curitiba, 12 de março de 2012. AUDIPLAN AUDITORES INDEPENDENTES CRC-PR Nº. 4.400/O-3 Sócio Contador, PAULO ROBERTO DÓRO. CRC-PR Nº. 12.673/O-8


Publicidade Legal Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A7

SÚMULA DE EMISSÃO DE LICENÇA OPERAÇÃO PETROCON CONSTRUTORA DE OBRAS LTDA, torna público que recebeu do IAP, Licença de Operação Nº 13.267 para extração e britagem de basalto implantada na Rodovia BR-277 Km 592, Cascatinha, Cascavel, PR. Validade 28/03/2016.

JOMAR FERNANDES ZANELLO, RG 1.379.679-3-PR., torna publico o cancelamento dos seguintes substabelecimentos de procurações: 1) Fls. 032/033 do Livro 06-S, Cartório distrital de São Marcos, São Jose dos Pinhais, PR, a favor de AUTOSISTE AUTOMACAO DE SISTEMAS, MANUTENCAO E CONTROLE LTDA, CNPJ 03.857.981/0001-86; 2) Fls. 034 do Livro 06-S, Cartório distrital de São Marcos, São Jose dos Pinhais, PR, a favor de CECILIA TOKUS SILBERSPITZ, RG 250.099-PR; 3) Fls. 073 do Livro 06-S, Cartório distrital de São Marcos, São Jose dos Pinhais, PR, a favor de ALEXANDRE FURTADO DA SILVA, RG 4.051.643-3-PR; Fls. 025/027 do Livro 06-S, Cartório distrital de São Marcos, São Jose dos Pinhais, PR, a favor de VILI ARTUR DE MELO, RG 7.917.527-PR. Os documentos foram revogados por forca de Escritura Publica de Revogação lavradas no 4º. Tabelionato de Notas de Curitiba, PR., as Fls. 157/160, Livro 1160, em 29/02/2012, para que ninguém alegue desconhecimento deste fato.

SUMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA GRANDO ENGENHARIA E TERRAPLANAGEM LTDA, torna publico que requereu ao IAP Licença Prévia para instalação de extração de granito e britagem no local BR-116 Jaguatirica, Campina Grande do Sul, PR.

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA Agrosix Distribuidora de Produtos Agropecuários Ltda, torna publico que RECEBEU do Instituto Ambiental do Paraná - IAP, a licença ambiental Prévia nº 26546, para extração mineral de Basalto e Britagem, no local denominado de São Cristovão, no Município de Coronel Vivida-(PR)., referente ao processo DNPM n° 826.288/1997.

01- FERNANDO HIDEO HAMADA E DE EMANUELA JULIANA BORA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIba, 02 DE ABRIL de 2012

CENTRO DE CONVENÇÕES DE CURITIBA S/A EDITAL DE CONVOCAÇÃO 24ª ASSEMBLEÍA GERAL ORDINÁRIA

SÚMULA DO PEDIDO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A AEB BIOQUÍMICA LATINO AMERICANA S/A torna público que requereu ao IAP, Renovação da Licença de Operação para Indústria de Produtos Químicos para Indústrias Agroalimentares, localizada na Rua Tavares de Lyra, n.º 3728, Bairro Afonso Pena, município de São José dos Pinhais, Estado do Paraná.

O conselho de Administração do Centro de Convenções de Curitiba S/A, através do seu Presidente, com fulcro nos artigos 24 e 25 do Estatuto Social e, no disposto nos artigos 123, 124, 131 e 142, inciso IV da Lei 6.404/76, convoca os acionistas para reunirem-se em Assembleia Geral Ordinária, na sede da Companhia, na Rua Barão do Rio Branco, 370 – 3º andar, Centro de Convenções de Curitiba – PR., no dia 12 de abril de 2012 às 14:30 horas, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: 1.Tomar as contas da Diretoria/Administradores, examinar, discutir e votar as demonstrações contábeis e financeiras referente ao exercício social de 2011. 2.Deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício e a distribuição de dividendos. 3.Eleição dos membros do Conselho de Administração. 4.Eleição dos membros do Conselho Fiscal. Curitiba, 30 de Março 2012. Faisal Saleh Presidente do Conselho de Administração

RODRIGO BRUSTOLIN, inscrito no CPF/MF sob n° 923.148.809-00, torna público que requereu ao Instituto Ambiental do Paraná – IAP, Licença Prévia (LP), para a atividade de mineração (extração de minério de ouro e areia/ dragagem) para comercialização (aterros, terraplenagem e areia para construção) no prolongamento da Rua XV de Novembro (PR 408), núcleo Rio do Pinto, Morretes, Paraná. Não foi determinado estudo de impacto ambiental. Empresa consultora: MOR Gestão Ambiental e Florestal Ltda. (www.morgestaoambiental.com.br).

BATTISTELLA ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5024688-89.2010.404.7000/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : COMERCIAL QUADRANTE ARTIGOS PLASTICOS E PAPEIS LTDA - ME : LUIZ ELOY VARELA PALOMANES : VALERIO NAVARRO

Companhia Aberta - CVM nº 01545-8 CNPJ/MF nº 42.331.462/0001-31 - NIRE 4130001526-1

EDITAL DE CONVOCAÇÃO 17ª ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

O Conselho de Administração da Battistella Administração e Participações S.A. (“Companhia”), na forma do Artigo 10º, § 2º do Estatuto Social da Companhia, convoca os Senhores Acionistas a se reunirem em Assembléia Geral Ordinária (“AGO”) a realizar-se na sede social, situada na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, nº 555, 15º andar, Edifício Engenheiro José Joaquim, Centro, na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, às 9h (nove horas) do dia 20 de abril de 2012, a fim de discutirem e deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: 1. Tomar as contas dos Administradores, examinar, discutir e votar as Demonstrações Financeiras e o Relatório da Administração, referentes ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2011; 2. Deliberar sobre a destinação do resultado do exercício e distribuição de dividendos; 3. Eleição dos membros do Conselho de Administração; e 4. Fixação da remuneração global dos membros do Conselho de Administração e da Diretoria. Informações Gerais: (a) Os documentos referidos no artigo 133, §3º, da Lei no 6.404/76, foram publicados no Jornal Indústria & Comércio de Curitiba e no Diário Oficial do Paraná em 29 de março de 2012. (b) Na forma do§4º do artigo 10 do Estatuto Social, somente poderão tomar parte na AGO os acionistas cujas ações estejam registradas em seu nome no extrato fornecido pela instituição depositária (Banco Bradesco S.A.), até 5 (cinco) dias antes da data da realização da AGO. (c) Os Acionistas interessados em se fazer representar na AGO por meio de procuração deverão, nos termos do §8º do artigo 10 do Estatuto Social, apresentar o instrumento de mandato respectivo com até 2 (dois) dias úteis de antecedência da AGO, observadas as estipulações legais e estatutárias aplicáveis. (d) O percentual mínimo para adoção do processo de voto múltiplo para a eleição dos membros do Conselho de Administração é de 5% (cinco por cento), nos termos da Instrução CVM n.º 165/91; e (e) Os documentos e propostas relacionados às matérias a serem deliberadas na AGO estão disponíveis para consulta na sede social, na página de Relações com Investidores da Companhia (http://www.battistella.com.br) e na página da CVM (http://www.cvm.gov.br). Curitiba, 03 de abril de 2012. Rubens Battistellla Presidente do Conselho de Administração

EDITAL N.º 6035489 FINALIDADE: CITAÇÃO de LUIZ ELOY VARELA PALOMANES, inscrito no CPF nº 789.245.539-68, para que, no prazo de 03 (três) dias, efetue o pagamento da dívida no valor de R$ 24.174,61 (vinte e quatro mil, cento e setenta e quatro reais e sessenta e um centavos), acrescido de 10 % de honorários advocatícios, válido até 02/2011, e das custas processuais, com demais acréscimos, a ser devidamente atualizado monetariamente à época do efetivo pagamento, sob pena de penhora em tantos bens quantos bastem para satisfazer o crédito, nos termos do art. 652, §1º, do CPC, observando que, efetuado o pagamento integral no prazo supra, a verba honorária será reduzida pela metade (art. 652-A, par. único do CPC). Fica, ainda, ciente de que poderá oferecer embargos à execução, no prazo de 15 (quinze) dias, contados do decurso de prazo do presente edital, nos termos do art. 738, caput do CPC, independentemente de penhora, depósito ou caução, e que no mesmo prazo, reconhecendo o crédito do exeqüente e comprovando o depósito de 30% do valor em execução, inclusive custas e honorários de advogado, poderá o executado requerer ao juiz seja admitido a pagar o restante em até 6 parcelas mensais, acrescidas de correção monetária e juros de 1% ao mês (art. 745-A do CPC). PRAZO: 30 (trinta) dias EXPEDIDO nesta cidade de Curitiba, Estado do Paraná, 26 de março de 2012 Eu (a) Gelson Pacheco, Diretor de Secretaria, conferi e subscrevi este edital, que vai assinado pelo MM. Juiz Federal desta Vara. Nicolau Konkel Junior Juiz Federal

GW PARANÁ COMUNICAÇÃO S/A C.N.P.J.MF Nº: 06.172.113/0001-50 BALANÇO PATRIMONIAL - ENCERRADO EM 31.12.2011 EM MILHAR - REAIS 2010 2.234

2011 2.536

603

780

FORNECEDORES FORNECEDORES

184 184

210 210

OBRIG.TRABALHISTAS/TRIBUTÁRIAS OBRIG. TRAB.E SOCIAIS A PAGAR OBRIG. TRIBUTÁRIAS A RECOLHER PROVISÕES

419 266 77 76

570 271 164 135

2010 2.234

2011 2.536

P A S S I V O

ATIVO CIRCULANTE

1.267

1.624

PASSIVO CIRCULANTE

592 3 522 67

592 9 318 265

23 23

389 389

0 0

1 1

21 21

21 21

DIVIDENDOS A RECEBER DIVIDENDOS A RECEBER

620 620

620 620

IMPOSTOS A RECUPARAR IMPOSTOS A RECUPERAR

11 11

1 1

967

912

967 3.266 35 7 141 8 273 -2.763

912 3.311 35 8 208 18 273 -2.941

DISPONIBILIDADES CAIXA GERAL BANCOS C/MOVIMENTOS TÍTULOS DO MERCADO ABERTO REALIZÁVEL A CURTO PRAZO CLIENTES ADIANTAMENTOS DIVERSOS ADIANTAMENTOS DIVERSOS CONTA CORRENTE COLIGADAS CONTA CORRENTE COLIGADAS

ATIVO NÃO CIRCULANTE IMOBILIZADO EQUIPAMENTOS TECNICOS MÓVEIS E UTENSILIOS INSTALAÇÕES COMPUTADORES E PERIFÉRICOS SOFTWARES OUTRAS IMOBILIZAÇÕES DEPRECIAÇÕES ACUMULADAS

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS – ENCERRADO EM 31.12.2011 EM MILHAR - REAIS RECEITA BRUTA OPERACIONAL

2010 7.991 (+)

2011 9.519 (+)

IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS VENDAS CANCELADAS

906 (-) 1 (-)

1.140 (-) 8 (-)

RECEITA BRUTO OPERACIONAL

7.084 (T)

8.371 (T)

5.056 (-)

5.719 (-)

CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS LUCRO BRUTO OPERACIONAL

2.028 (T)

2.652 (T)

DESPESAS OPERACIONAIS

PASSIVO NÃO CIRCULANTE CONTA CORRENTE COLIGADAS CONTA CORRENTE COLIGADAS

PATRIMONIO LÍQUIDO

1.756

273 273

900 900

RESERVAS DE LUCROS RESERVA DE LUCROS A REALIZAR RESERVA LEGAL

958 958 0

856 830 26

ATIVIDADES OPERACIONAIS Recebimentos de Clientes Pagamentos a Fornecedores e Funcionários Recolhimentos ao Governo Recebimentos por reembolsos de seguros e outros Outros pagamentos Despesas Financeiras Impostos a Recuperar Disponibilidades Líquidas Geradas Atividades Operacionais

221 (+)

168 (+) 655 (T)

Disponibilidades Geradas pelas Atividades de Investimnetos

RESULTADO NÃO OPERACIONAL

620 (+)

0 (+)

1.149 (T)

655 (T)

PROVISÃO P/CONTRIBUIÇÃO SOCIAL

33 (-)

41 (-)

RESULTADO ANTES IMPOSTO RENDA LUCRO / (PREJUÍZO)

1.116 (T)

614 (T)

PROVISÃO P/IMPOSTO DE RENDA LUCRO / (PREJUÍZO) LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

67 (-)

89 (-)

1.049 (T)

525 (T)

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO ENCERRADO EM 31.12.2011 EM MILHAR - REAIS Descrição das Mutações

Capital Integralizado

Reservas de Lucros Reserva Reserva de lucros Legal A Realizar

Saldo em 31.12.2010

273

958

Aumento de Capital AGE

627

(627)

2011 9.145 (7.606) (1.184) 147

0 (4)

(9) (-) 10 (+)

1.081

503 (=)

(+) (554) (-) (+) (+) (-) 0

0

524

Destinação de Lucros - Distribuição de Lucros - Reservas de Lucros 900

26

(26)

26

829

524

0 1.755

DIRETORIA LUIS RICARDO DE TOLEDO COELHO Diretor Presidente

CARMEN SFAIR SUNYÉ Diretora Executiva de Negócio

FRANCISCO CHAN Contador – CRC/PR 28.821/0-3

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5043657-21.2011.404.7000/PR AUTOR : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF RÉU : JOÃO PAULO PIMENTA NETO

(554)

(103) (=)

ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS Novos Empréstimos Amortização de Empréstimos Integralização de Capital Pagamento de Dividendos Juros Recebidos de Empréstimos C/C Coligadas - Passivo

(+) (661) (-) (+) (42) 400

0 (+) (400) (-)

Disponibilidades Geradas pelas Atividades de Financiamentos

(303)

(400) (=)

0 (-)

Disponibilidades no Final do Período Disponibilidades no Início do Período

223 369

(1) 593

Disponibilidades do Período

592

592

A companhia é uma sociedade anônima de capital fechado.

2) As depreciações e as amortizações foram calculadas de acordo com a legislação vigente, e em função do prazo de vida útil estimado dos bens;

4) O imposto de renda e a contribuição social estão calculados de acordo com a legislação tributária vigente, sendo o imposto de renda à alíquota de 15% mais adicional de 10% e a contribuição social à alíquota de 9%; 5) As receitas e depesas foram lançados em regime de competência; 6) O capital social é composto por 900.000 ações ordinárias nominativas, com valor nominal de R$1,00 por ação. 7) O lucro líquido do exercício terá a seguinte destinação de acordo com o Estatuto Social: a) 5% (cinco por cento) para constituição de reserva legal, até atingir 20% (vinte por cento) do capital social; b) 25% (vinte e cinco por cento) como dividendo aos acionistas; c) O saldo quando houver, será constituida uma reserva de lucros a realizar. 8) As demonstrações financeiras foram elaboradas e estão sendo apresentadas com base nas disposições da Lei das Sociedades por Ações. Curitiba, 31 de Dezembro de 2011

CITAÇÃO E INTIMAÇÃO PRAZO: 20 (VINTE) DIAS

20 (+)

1) As aplicações financeiras estão registradas aos valores de custo acrescidos dos rendimentos auferidos até a data do balanço de acordo com taxas pactuadas com as instituições financeiras; 1.231

PARANÁ COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO S/A CNPJ/MF 76.492.560/0001-72 NIRE 41300049076 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Convidamos os senhores Acionistas desta Companhia a se reunirem em sua sede social nesta Capital do Estado do Paraná, na BR 116 nº 11.807 (Km 100) - Hauer, em Assembléia Geral Ordinária que será realizada no dia 30 de abril de 2012, às 10:00 h (dez horas), para deliberarem sobre o seguinte ORDEM DO DIA a) - Tomar as contas dos administradores mediante exame, discussão e votação do Relatório da Administração, das Demonstrações Financeiras e respectivas Notas Explicativas referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2011; b) - Aprovar a proposta de distribuição do dividendo e deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício; c) - Eleger os diretores para o biênio 2012/2013 e fixar a sua remuneração; d) Outros assuntos de interesse geral da Companhia; Outrossim, comunicamos que se encontram à disposição dos Senhores Acionistas na sede social acima referida, os documentos a que se refere o artigo 133 da Lei das S.A. Curitiba, 26 de março de 2012. Rogerio Macedo Borio Diretor Presidente

EDITAL N.º 6016328 (123) (-)

NOTAS EXPLICATIVAS

Total

COMERCIAL RICARDO S.A. CNPJ/MF nº 76.635.432/0001-30 NIRE 4130005087-2 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Convidamos os senhores Acionistas desta Companhia a se reunirem em sua sede social nesta Capital do Estado do Paraná, na BR 116 nº 11.807 (Km 100) - Hauer, em Assembléia Geral Ordinária que será realizada no dia 30 de abril de 2012, às 10:30 h (dez horas e trinta minutos), para deliberarem sobre o seguinte ORDEM DO DIA a) - Tomar as contas dos administradores mediante exame, discussão e votação do Relatório da Administração, das Demonstrações Financeiras e respectivas Notas Explicativas referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2011; b) - Aprovar a proposta de distribuição do dividendo e deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício; c) - Eleger os diretores para o biênio 2012/2013 e fixar a sua remuneração; d) - Outros assuntos de interesse geral da Companhia; Outrossim, comunicamos que se encontram à disposição dos Senhores Acionistas na sede social acima referida, os documentos a que se refere o artigo 133 da Lei das S.A. Curitiba, 26 de março de 2012. Rogerio Macedo Borio Diretor Presidente

(+) (-) (-) (+)

3) A tributação do Imposto de Renda é com base no lucro real anual;

Lucro / (Prejuízo) Líquido do Exercício

Saldo em 31.12.2011

2010 7.991 (6.136) (1.001) 231

ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS

529 (T)

RESULTADO ANTES DA CONTRIBUIÇÃO SOCIAL LUCRO / (PREJUÍZO)

MOINHO CURITIBANO S.A. CNPJ 76.483.833/0001-12 AVISO AOS ACIONISTAS Informamos aos Srs. Acionistas que se encontram à disposição dos mesmos, na sede da Companhia, na Rua Nicarágua, 1.451, Bacacheri, Curitiba/PR, os documentos a que se refere o Artigo 133, da Lei das Sociedades por Ações, relativos ao exercício social encerrado em 31/12/2011. Curitiba/PR, 27 de março de 2012. Licia Barbosa Nicolau, Diretora Geral. (30/2/3)

PARANÁ EQUIPAMENTOS S.A. CNPJ/MF nº 76.527.951/0001-85 NIRE 4130005221-2 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Convidamos os senhores Acionistas desta Companhia a se reunirem em sua sede social nesta Capital do Estado do Paraná, na BR 116 nº 11.807 (Km 100) - Hauer, em Assembléia Geral Ordinária que será realizada no dia 30 de abril de 2012, às 11:00 h (onze horas), para deliberarem sobre a seguinte ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA ORDEM DO DIA a) - Tomar as contas dos administradores mediante exame, discussão e votação do Relatório da Administração, das Demonstrações Financeiras e respectivas Notas Explicativas referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2011; b) - Aprovar a proposta de distribuição do dividendo e deliberar sobre a destinação do lucro líquido do exercício; c) - Outros assuntos de interesse geral da Companhia. Outrossim, comunicamos que se encontram à disposição dos Senhores Acionistas na sede social acima referida, os documentos a que se refere o artigo 133 da Lei das S.A. Curitiba, 26 de março de 2012. Rogerio Macedo Borio Presidente do Conselho de Administração

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA – ENCERRADA EM 31.12.2011 - EM MILHAR - REAIS

LUCRO / (PREJUÍZO) LÍQUIDO OPERACIONAL

2.152 (-) 4 (-) 9 (-)

0 0 0

1.231

OUTRAS RECEITAS OPERACIONAIS

1.678 (-) 0 (-) 42 (-)

400 400 400

CAPITAL SOCIAL CAPITAL SOCIAL REALIZADO

Recebimentos de Vendas de Imobilizado Aquisição de Ativo Permanente Aquisição de Ações/Cotas Juros Recebidos de Contratos de Mútuos C/C Coligadas - Ativo Impostos a Recuperar Receitas Financeiras

DESPESAS ADMINISTRATIVAS DESPESAS TRIBUTÁRIAS DESPESAS FINANCEIRAS

Jair Cirino dos Santos Diretor Presidente

 Faço saber que pretendem se casar:

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO Agrosix Distribuidora de Produtos Agropecuários Ltda, torna publico que REQUEREU junto ao Instituto Ambiental do Paraná - IAP, a licença ambiental de Instalação, para extração mineral de Basalto e Britagem, no local denominado de São Cristovão, no Município de Coronel Vivida-(PR)., referente ao processo DNPM n° 826.288/1997.

A T I V O

Edital de Convocação CORITIBA FUTEBOL S.A. CNPJ nº 05.259.918/0001-73 Convocamos o Senhor Acionista para comparecer na Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária que será realizada, na sede da Sociedade na Rua Ubaldino do Amaral, nº 63, Alto da Glória, Curitiba, Estado do Paraná, às 16 horas do dia 30 de abril de 2012, a fim de deliberar sobre a seguinte ordem do dia: Em Assembléia Geral Ordinária: a) Exame, discussão e votação do Relatório da Administração, Demonstrações Financeiras e Parecer dos Auditores Independentes referente ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2011; b) Destinação do resultado do exercício; c) Eleição dos membros do Conselho de Administração; d) Fixação da remuneração dos Administradores. Em Assembléia Geral Extraordinária: a) Alterar o objeto social da Companhia com alteração do Art. 3º do Estatuto Social; e b) Outros assuntos de interesse da Sociedade. Encontram-se à disposição dos Senhores Acionistas na sede social, os documentos a que se refere o Art. 133 da Lei nº 6.404/76, relativo ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2011. Curitiba, 26 de março de 2012

O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR VICENTE DE PAULA ATAIDE JUNIOR, JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO DA 5ª VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO PARANÁ, NOS AUTOS ACIMA DISCRIMINADOS: FAZ SABER, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, em especial o RÉU JOÃO PAULO PIMENTA NETO, CPF 087.787.779-33, que neste Juízo da 5ª Vara Federal, Subseção Judiciária de Curitiba, Seção Judiciária do Paraná (Rua Anita Garibaldi, 888, 5º andar, Ahú, nesta Capital), processa-se a ação monitória supramencionada, referente ao contrato de relacionamento - abertura de contas e adesão a produtos e serviços - pessoa física, datado de 30/06/2009, optando pela contratação das modalidades de empréstimo Crédito Direto Caixa - CDC, Cheque Especial e cartão de crédito MASTERCARD, por não ter sido localizado para citação pessoal, fica por meio deste CITADO para que, no prazo de 15 dias, pague a importância reclamada ou ofereça embargos, CIENTE de que em caso de pronto pagamento, não incidirão custas e honorários advocatícios, nos termos do § 1º do artigo 1.102c do Código de Processo Civil, e que a não oposição de embargos no prazo de 15 dias, constituir-se-á de pleno direito, o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo (art.1.102c, caput, 2ª parte, do CPC), sujeitando-se os executados ao pagamento de honorários advocatícios, os quais foram fixados em 10% (dez por cento) sobre o valor do débito. Ressalta-se que, com o advento da Lei. 11.232 de 12/2005, a execução de título judicial passa a ser regida pelo rito de cumprimento de sentença, estabelecido a partir do artigo 475-I do CPC. Sendo assim, caso os devedores condenados ao pagamento de quantia certa, não o efetuem no prazo de 15 dias, o montante será acrescido de multa de 10 %, nos termos do art. 475-J do CPC. O prazo para os devedores pagarem sem multa começa a correr imediatamente após o término de quinze dias para embargar, caso os embargos não sejam opostos, sem necessidade de qualquer intimação adicional. VALOR DEVIDO: R$ 23.656,14 (vinte e três mil, seiscentos e cinqüenta e seis reais e quatorze centavos), com posição em 10/2011. E, para que chegue ao conhecimento de todos, e não possa futuramente alegar ignorância, determinou o MM. Juiz a expedição do presente edital que será publicado e afixado na forma da lei. EXPEDIDO nesta Cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos vinte (20) dias do mês de março do ano de dois mil e doze (2012). Vicente de Paula Ataide Junior Juiz Federal Substituto

Beauty Color apresenta a sua nova coleção Tudo o que pintar. Com esse conceito, a Beauty Color lança a sua nova coleção de esmaltes para o outono-inverno 2012, que em breve chega às lojas de todo o Brasil. O tema dela é “Pin-up”, escolhido para refletir a mulher moderna, de atitude, que não tem medo das situações que surgem na sua vida e que as encara com força e coragem. “Resgatamos o conceito de pin-up da década de 1950, com pitadas de ares retrô, como pode ser visto na logomarca da coleção”, explica o gerente de produtos de colorações e esmaltes da Beauty Color, Victor Munhoz. “Mas, ao mesmo tempo, quisemos identificar quem são as pin-ups modernas, como as baladeiras, surfistas e twiteiras, por exemplo. Mulheres de atitude, que poderão ser vistas na nossa campanha”, completa. A coleção Pin-up traz oito novas cores, que seguem as tendências da moda.


Judiciário Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | A8 | Indústria&Comércio

Eutruco vocêRetruca

jcalvo@terra.com.br

João Carlos Calvo

AH! SE EU TIVESSE ORDEM DELE..”.ERA “P’RA” JÁ”!

Há um jargão popular que diz: “QUEM COM FERRO FERE, COM FERRO SERÁ FERIDO”. Ele pode, num determinado instante, até parecer um estímulo ao exercício da vingança...mas não é! Porém, dependendo das circunstâncias em que for praticado, pode até ser analisada esta dedução.Penso,entretanto, que usado com imparcialidade, possa se transformar num instrumento, senão impeditivo, mas capaz de ser significante desestimulador da criminalidade, sobretudo se, e quando, ela atingir as raias da crueldade, o que vem acontecendo com freqüência aterradora! Quero, ao iniciar, afirmar que sou contra a pena de morte e favorável a prisão perpétua. Quantas vezes já tivemos informações, através da imprensa, que o cidadão “fulano de tal” foi libertado depois de “x”anos de prisão, por haverem provado que ele fora punido injustamente! Qual o ressarcimento que ele tem do Governo, após este equívoco, sobretudo sabendo-se as restrições que ele terá pelo resto da vida, sendo apontado pela comunidade, como um “ex”, tanto bandido como presidiário? Outra coisa a ser considerada: não entendo este “vai e vem”, para lá e para cá, usando-se e gastando-se um dinheirão do povo na movimentação de um “suposto” acusado. De avião, automóvel, helicóptero, etc, quando o somatório destes recursos financeiros poderiam ser, por exemplo, aplicados na melhoria das instalações ligadas à área criminal e policial? Lembram das idas e das vindas de suspeitos, testemunhas,etc, como,por exemplo, no caso do goleiro Bruno do Flamengo? Quanto dinheiro foi jogado fora, naquele vai e vem de pessoas, hospedagens etc, e sei lá no que mais? O judiciário, alias meu visinho de página neste jornal, deveria rever este procedimento, para evitar a aparência de pantomima, a qual depõe contra ele, embora nem TODOS os seus integrantes sejam merecedores de críticas! Se for preciso mudar a lei, os procedimentos, as maneiras de agir nos órgãos da justiça, ou afins, que isto seja feito! Por exemplo: qual é o motivo,tradição,etc, como disse a dra. Eliane Calmon, chamando seus parceiros de “togados”..? Para que usar a tal TOGA? Só para ser e demonstrar autoridade e importância? SERÁ? No quê esta “fantasia” modifica a qualidade do judiciário? Estamos no século 21, gente, e precisamos de qualidade e não de aparência suntuosa! Fico me imaginando: como engenheiro, usando um capacete de proteção em obras, porém fazendo uma palestra num relevante congresso profissional! Seria, no mínimo, risível..! Há crimes, desde os menos aos mais hediondos? Sim! Porém, pena de morte jamais! Enquanto estiver na prisão, o preso deverá trabalhar para produzir os alimentos que necessitar para viver. Deverá aprender a ser alfaiate para fazer os trajes dos atuais e futuros parceiros de “hospedaria”. Deverá ser ensinado a servir como enfermeiro, pintor, carpinteiro, marceneiro, cozinheiro, barbeiro, encanador, eletricista, etc, para quando for libertado ter uma profissão, e aí indenizado financeiramente pelo governo, se e quando a reclusão tenha sido indevida! Com estes recurso financeiro e a profissão aprendida, poderá reiniciar a vida e se reintegrar na sociedade. Cada fato deste deverá ser divulgado, obrigatória e intensamente pela imprensa, para que a sociedade tome conhecimento! SERÁ A JUSTIÇA... PAGANDO O PREÇO DA INJUSTIÇA! Os que não provarem a respectiva inocência, morrerão na prisão. Porém, enquanto viverem serão assistidos, como recompensa, ao trabalho solidário que tenham prestado durante o tempo da reclusão! Mas o que fazer com os que tiverem praticado crimes hediondos, cruéis, PEGOS EM FLAGRANTE, no ato criminoso, SEM NENHUMA DÚVIDA QUANTO A AUTORIA DO DELITO? Estes serão remetidos para um lugar super secreto, em algum local deste imenso Brasil. Estes não terão, sequer, julgamento! Precisará gastar diante do óbvio? O acesso à este local será rigorosamente controlado. Mas a imprensa, em geral, poderá tê-lo, mediante pedido escrito. Feito pela direção do órgão empresarial ao qual estiverem ligados os seus funcionários ou representantes oficializados! Poderão fotografar, gravar vídeos, com som e a cores, etc. Se houver delação quanto ao local, TODAS as empresas com acesso já liberado e usado, até aquele dia, terão seus direitos de funcionamento DEFINITIVAMENTE suspensos, e cada uma pagará uma multa de R$ “X” milhões e TODOS os profissionais que lá estiveram serão presos por “x” anos. Salvo se alguém ou alguns assumirem a responsabilidade pela revelação. À desobediência acontecendo, não dará direito de recurso judicial à ninguém, quanto as punições previamente já conhecidas! Mas, dentro do prescrito, a imprensa gozará da liberdade e do direito de expressão tanto reivindicados! Tudo que tenham registrado, nas reportagens feitas, poderá ser levado ao ar,entre as 3hs30m e 4,00hs da madrugada, com ou sem patrocinador, tanto em TV aberta como fechada, em dias prévia e publicamente comunicados pelas respectivas emissoras! Garanto-lhes: eu não terei nem curiosidade, nem vontade e nem disposição para assistir. E você terá? Mas haverá, tenham certeza, muitos interessados em saber o que acontecerá por lá! Posso estar enganado. Mas se tal medida for oficializada, a estatística de crimes monstruosos se reduzirá consideravelmente! E o povo terá a sensação, agora real, de mais segurança! Como chegaremos a isto? Simples: bastará que o governo federal apresente o projeto, em caráter de urgência urgentíssima, e o Congresso Nacional, cioso como é, que o analise e se pronuncie, mas sem tergiversar! Chega de”EMPURRAR COM A BARRIGA”! Falta de tempo?... “Papo Furado”! Impossível?...”Desculpa esfarrapada”! Aprendi duas coisas extraordinárias, ao longo da minha vida: 1- tempo é questão de preferência..! 2- para fazer é preciso querer e não só aparentar..! E nós, povo, se formos, realmente, os maiores interessados, acompanharemos o andamento e a votação desta proposta no CONGRESSO e ficaremos sabendo “quem é lobo vestido com pele de cordeiro”, com a exposição imprescindível e insistente da mídia! Está, a divulgação, será a imprescindível e grande colaboração da patriótica mídia nacional! A imprensa, em geral, será, mais uma vez, encarregada de dar ciência à nação, com clareza, dos nomes que foram a favor ou contra ao proposto! Assim, poderemos votar em 2012 e 2014, já sabendo QUEM É QUEM! *João Carlos Calvo, eng.civil/1954/UFPR e-mail;jcalvo@terra.com.br CMYK

www.justicaedireito.com

Justiça&Direito MERCADO NACIONAL

Pequenas empresas estrangeiras já procuram bancas nacionais Área de investimento de risco também vem sendo procurada, assim como a de infraestrutura

D

epois das grandes multinacionais, as pequenas e médias empresas estrangeiras começam a chegar ao Brasil. Advogados contam que a demanda desse tipo de público por serviços empresariais dos escritórios começa a aumentar no país. Em março, a consultoria KPMG e a agência de investimentos francesa Paris-Ile de France Capital Économique divulgaram o Observatório dos Investimentos Internacionais, relatório que revelou que São Paulo é uma das cidades que mais recebe investimentos de fora. O dado surpreende pela posição ocupada pela metrópole: quarto lugar, na categoria de investimentos internacionais

em “funções estratégicas”. São Paulo desbanca Nova York, quinto lugar. Juntos, os cinco primeiros na classificação representam 50% do total de investimentos feitos ao longo de 2011 nas 22 cidades analisadas. Foram destrinchados pelo estudo dados como aberturas de filiais, novas fábricas, serviços ou lojas, ampliação das atividades já existentes, inaugurações de escritórios e centros de pesquisas e ainda joint-ventures. Privatizações, fusões e aquisições ficaram de fora dos cálculos. O escritório Gonini Paço e Maximo Patricio Advogados tem visto a mudança de perto, como explica Tatiane Cardoso Gonini Paço, ad-

vogada e sócia da banca. “Os estrangeiros ainda encaram o país como burocrático”, diz ela. “Muitos clientes relatam que conhecem uma série de empresários que gostariam de vir ao Brasil, mas não sabem nem a quem procurar ou por onde começar.” Apesar da desconfiança, espanhois, italianos e portugueses continuam investindo no Brasil. “Aqui no escritório, temos muitos investidores de Portugal, mas isso é uma peculiaridade nossa”, conta Tatiane. A banca já ajudou na constituição de 40 empresas. São 83 clientes estrangeiros. Ela conta que existem duas fases: a primeira consiste na abertura da empresa e, a segunda, em consultoria pós-

MP-PR aciona prefeitura para regularização do transporte coletivo O Ministério Público do Paraná ingressou com ação civil pública para que a Justiça obrigue o município de Piraquara a realizar licitação, para contratar empresa de transporte coletivo, que, por sua vez, terá de construir e fazer a manutenção das coberturas dos pontos de ônibus da linha urbana. Desde 2008, um decreto municipal (nº 3228/2008) determina a abertura de processo licitatório para a contratação do serviço de transporte coletivo de passageiros na cidade. Mas a licitação ainda não foi realizada e o serviço vem sendo prestado pela empresa Via-

ção Piraquara Ltda., concessionária responsável pelo transporte coletivo metropolitano entre Piraquara e Curitiba. A sociedade organizada de Piraquara havia protocolado uma representação na Promotoria, noticiando o abandono dos abrigos de passageiros de ônibus. Alguns deles, inexistentes. Diante da notíca, a Promotoria pediu esclarecimentos e acabou descobrindo que o processo licitatório se arrasta há cerca de 4 anos. “A legislação municipal exige que o serviço de manutenção dos pontos de ônibus seja realizado

pela concessionária contratada pelo Poder Executivo para prestar o serviço de transporte público coletivo urbano. Como não há empresa contratada, os abrigos encontram-se destruídos, afirma o promotor de Justiça Marco Aurélio Romagnoli Tavares”, autor da ação. A Promotoria pede que a Justiça exija a realização de licitação para o transporte coletivo em 30 dias e que seja estabelecida, no contrato com a concessionária vencedora, cláusula contratual obrigatória para construção e a manutenção de abrigos de passageiros.

CNJ considera legal norma do TRF 2 sobre residência de juízes Por unanimidade, o plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, durante a 144ª Sessão Ordinária, pela legalidade da resolução do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF 2) que regulamenta os casos em que, de forma excepcional, magistrados residem fora das respectivas comarcas. O colegiado seguiu o voto do conselheiro José Lucio Munhoz, relator do Pedido de Providências No 0000462-64.2012.2.00.000, de autoria do CNJ. Para Munhoz, a Resolução No 18/2008 do TRF 2 está em conformidade com os preceitos da Resolução No

37/2007 do CNJ, que determina aos tribunais a regulamentação desses casos. O TRF 2 tem jurisdição sobre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Pela resolução, estão abrangidos no conceito de sede do juízo os municípios integrantes de uma mesma região metropolitana, determinada em lei, podendo o juiz federal titular residir em quaisquer deles, independentemente de autorização. Por outro lado, se o magistrado pretender morar fora da sede do juízo, ele só será autorizado se sua residência não ficar a uma distância superior a 60 quilômetros, conside-

radas as vias normais de acesso. Cabe ao corregedor-geral do TRF 2 deliberar sobre esses pedidos. As autorizações são de caráter precário e excepcional, sujeitas à revogação, pelo Conselho da Magistratura do tribunal, a qualquer tempo, considerado o interesse do serviço. Ainda de acordo com a norma do TRF 2, a exigência quanto à distância da residência só será dispensada nos casos de justo motivo e ausência de prejuízo à prestação jurisdicional. Além disso, há a previsão de instauração de procedimento disciplinar contra o magistrado que descumprir a resolução.

abertura. “O investidor procura mais que um advogado. Ele quer também aconselhamentos. A única informação que eles têm é que o Brasil é o país do momento.” O advogado Jorge Nemr, sócio do Leite, Tosto e Barros Advogados, vê a tendência de forma semelhante. Segundo ele, a chegada acentuada de investidores estrangeiros é recente. “É algo novo, de quatro, cinco meses no máximo.” Segundo ele, a maior parte desses empresários tem atuado na área de venda direta, prática que ficou conhecida pela venda porta a porta de cosméticos. “A área dos fundos de investimento de risco também vem sendo procurada, assim como a de infraestrutura”, diz.

Norma do CNJ facilita viagem de criança ao exterior As mudanças feitas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nas regras para autorização de viagens de crianças e adolescentes desacompanhadas ao exterior reduziram à metade pedidos de autorização judicial em 2011 nos aeroportos de Cumbica (SP) e do Galeão (RJ), principais saídas internacionais do país, em comparação a 2010. As novas normas foram publicadas na Resolução 131 do CNJ, para simplificar os procedimentos que os pais devem adotar para o embarque de menores de idade. Em Guarulhos, o número de pedidos de autorização judicial caiu de 1779, em 2010, para 887, em 2011, o equivalente a uma redução de 50,14%. Na comarca do Rio de Janeiro, a queda foi de 842 para 500, correspondendo a um decréscimo de 40,61%. Se forem agrupados os números das duas comarcas, a redução total do número de pedidos no período foi de 2621 para 1387, ou seja, 47,08%. Esses dados estão em relatório encaminhado pelos juízes auxiliares da Presidência do CNJ Reinaldo Cintra Torres de Carvalho e Daniel Issler ao Conselheiro Ney José de Freitas, presidente da Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania do órgão. O documento trás informações repassadas pelas varas da Infância e da Juventude de ambas as comarcas.

Imposto de Renda São tributáveis os valores ressarcidos ou pagos pelas empresas a título de auxílio-creche? A fonte pagadora está desobrigada de reter o tributo devido pelo contribuinte e a RFB não constituirá os respectivos créditos tributários desde que o benefício seja concedido aos filhos dos trabalhadores que tiverem no máximo cinco anos de idade, ao contrário esses valores serão tributáveis na fonte e na declaração de ajuste. A contribuição à previdência oficial referente a anos anteriores paga em atraso com acréscimos legais em 2011 pode ser utilizada como dedução? Sim. As contribuições pagas em 2011 à previdência oficial referentes a anos anteriores (exceto os acréscimos legais) podem ser consideradas como dedução na Declaração de Ajuste Anual do exercício de 2012. O contribuinte pode deduzir a contribuição previdenciária oficial em nome de dependente sem rendimentos próprios? Em relação à previdência oficial somente podem ser deduzidas as contribuições pagas em nome do dependente que tenha rendimentos próprios tributados em conjunto com os do

declarante. As pensões pagas espontaneamente sem decisão judicial ou acordo homologado judicialmente são dedutíveis? Não. As pensões pagas por liberalidade não são dedutíveis por falta de previsão legal. Podem ser deduzidos os pagamentos feitos a assistente social e massagista? Sim. As despesas efetuadas com esses profissionais são dedutíveis desde que por motivo de internação do contribuinte ou de seus dependentes e integrem a fatura emitida pelo estabelecimento hospitalar. Como deve ser declarado as despesas com instrução de portador de deficiência física ou mental? Esses gastos devem ser declarados como despesas médicas, observando-se que nesses casos é exigido laudo médico atestando o estado de deficiência. Os pagamentos devem ser feitos à entidades especializadas para esse fim. São dedutíveis os gastos efetuados com passagem e hospedagem no Brasil ou no exterior para fins de tratamento

médico ou hospitalar pelo contribuinte ou dependente? Não, por falta de previsão legal. As contribuições pagas às Associações de Pais e Mestres são consideradas despesas com instrução? Não. Tais pagamentos não se enquadram no conceito de despesas com instrução. Como deve ser relacionada na declaração de bens a informação relativa à conta bancária de mais de uma titularidade? Cada titular deve informar conforme a sua participação na conta bancária, caso não seja possível a identificação do valor atribuído a cada titular, o valor deve ser proporcionalizado igualmente entre os titulares. Como declarar consórcio ainda não contemplado? No caso de consórcio ainda não contemplado, informar o código 95 e os dados do consórcio na coluna Discriminação da Declaração de Bens e Direitos. Na coluna Ano de 2010, repetir o valor já declarado no exercício de 2011. Na coluna Ano de 2011, informar o valor declarado no Ano de 2010, acrescido dos valores pagos em 2011.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | B1

CRESCIMENTO

Coca-Cola investirá R$ 14,1 bilhões no Brasil até 2016

País detém o quarto maior volume de vendas de produtos Coca-Cola no mundo

O

Sistema Coca-Cola Brasil, formado pela Coca-Cola Brasil e 15 fabricantes autorizados, investirá R$ 2,8 bilhões apenas em 2012. Este investimento representa aumento de 8% em relação a 2011 (R$ 2,6 bilhões) e coroa os 8 anos de crescimento consecutivos da Coca-Cola Brasil, que detém o quarto maior volume de vendas dos produtos Coca-Cola em todo o mundo, atrás apenas de Estados Unidos, México e China. Em 2011 a companhia consolidou seu crescimento, avançando 1% no volume de vendas, com 10,7 bilhões de litros vendidos. José Octavio Reyes, presidente da Coca-Cola para América Latina, anunciou que os investimentos do Sistema Coca-Cola Brasil atingirão R$ 14,1 bilhões até 2016. “O Brasil não é país do futuro e sim do presente. Faz todo o sentido acelerar os investimentos aqui para continuar crescendo e, nos próximos 5 anos, ampliaremos o montante previsto em 50% em relação ao último quinquênio”, afirmou Reyes. Entre 2007 e 2011 foram investidos R$ 9,4 bilhões. O Sistema ainda fechou 2011 tendo criado 7 mil novos empregos diretos, totalizando 60 mil funcionários. Indiretamente, a operação é responsável pela geração de 600 mil empregos. “Continuamos com volume de vendas entre as cinco maiores operações da Coca-Cola no mundo. Com a Copa e o Jogos Olímpicos acontecendo aqui nos

próximos anos, e somos patrocinadores de ambos os eventos, esperamos viver um momento único de crescimento nos 70 anos de história no Brasil”, completou Reyes que esteve com fabricantes e funcionários das operações brasileiras para definir estratégias para o próximo quinquênio e visitou projetos da companhia, como o programa Coletivo. O programa capacita jovens das classes C e D para o mercado de trabalho e está instalado hoje em 125 comunidades, integrando as iniciativas da companhia de contribuir para a geração de oportunidade e renda para este segmento da população brasileira. O desempenho positivo e o crescimento da empresa no Brasil são permeados pelos compromissos com a sustentabilidade. “Todo o nosso investimento é atrelado a objetivos de sustentabilidade. Estamos trabalhando para alcançar, até 2020, diversas metas em escalas nacional e global”, ressaltou Marco Simões, vice-presidente de Comunicação e Sustentabilidade da CocaCola Brasil. Entre os objetivos da empresa estão ter todas as fábricas verdes certificadas; atingir níveis de reciclagem de quase 100% nas embalagens; chegar a 1,5 litro de água por litro de bebida produzida (em 2008, esse número era de 2,08) e diminuir as emissões provocadas pelas geladeiras e caminhões. Marco Simões destacou ainda que o investimento recorde prevê

especializada em pesquisas, apontou que no ano passado o número de brasileiros que comprou pela internet aumentou 30% em relação a 2010. A arquiteta Catherine Marie Narézi conta que costuma fazer compras pela internet a cada dois ou três meses, dependendo da necessidade. Catherine revela que tem o hábito de adquirir principalmente livros em lojas virtuais e que também já comprou perfumes e eletrônicos. “Esse sistema é prático, você não enfrenta filas, escolhe os produtos com facilidade e recebe tudo em casa”.

José Octavio Reyes, presidente da Coca-Cola para América Latina

a instalação de novas fábricas no país. A primeira delas, anunciada em março, será construída em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. “Será uma fábrica com selo verde, concebida

Com este aumento de pessoas comprando virtualmente, o número de empresas que focam suas vendas pela internet também cresceu. Segundo a pesquisa da Nielsen Company, 22% dos empreendedores brasileiros trabalham, atualmente, apenas com vendas pelo comércio eletrônico. Danelise Trentini é sócia diretora de uma loja virtual especializada em artigos para cães. A empresa, com sede em Curitiba, iniciou suas atividades no mês de fevereiro. A empresária se mostra animada com o novo projeto: “A Koisinhas de Cão está começando,

Logica está entre as empresas mais sustentáveis A Logica, provedora global de serviços de TI e gestão de negócios, entrou na lista Global 100 Most Sustainable Companies (As 100 empresas globais mais sustentáveis do mundo), promovida pela Global Responsible Investment Network. No relatório de 2012, com base na análise de 3.500 companhias listadas, a Logica foi a 46ª, representando um salto de 39 posições em relação à sua classificação de 2011. A Global 100 Most Sustainable Companies realiza uma ampla avaliação de sustentabilidade corporativa baseada em dados e as empresas são selecionadas por sua atuação em relação a 11 indicadores que abrangem o desempenho ambiental, cidadania corporativa, diversidade de liderança, emissões de gases estufa e o pagamento de impostos corporativos, entre outros.

“Como todas as organizações, estamos em uma jornada para garantir as melhores iniciativas para a preservação do planeta, e o avanço significativo da Logica no ranking na lista da Global 100 Most Sustainable Companies representa um marco importante para nós”, diz Andy Green, CEO da Logica. O objetivo da premiação é fortalecer a percepção e destacar, anualmente, os líderes mundiais em sustentabilidade, apontando as empresas globais que são capazes de lidar com fatores sociais e ambientais fundamentais em suas operações diárias. As análises da Global 100 Most Sustainable Companies foram baseadas no trabalho de quatro consultorias de pesquisas de sustentabilidade: Corporate Knights, Global Currents, Inflection Point Capital Management e Phoenix Global ADVISORS LLC

(Phoenix). No Brasil, a empresa também está preocupada com a preservação do meio ambiente. “As iniciativas sustentáveis estão presente nas ações do nosso dia a dia e também na maneira como nos relacionamos com os clientes. Os nossos profissionais estão preocupados na utilização inteligente dos recursos naturais. Investimos em soluções que incentivam o uso consciente de ativos como água, papel, energia, etc. Também nos preocupamos em oferecer aos clientes melhorias sustentáveis por meio dos nossos serviços de consultoria e nos orgulhamos pelos diversos prêmios globais que recebemos por soluções sustentáveis e inovadoras”, diz Ana Paula Bertuzzi, diretora de Legal & Commercial e responsável pelas iniciativas de sustentabilidade da Logica na América do Sul.

Água Mineral Ouro Fino é a primeira do Brasil a ter certificado de qualidade internacional A água mineral da paranaense Ouro Fino foi a primeira água mineral do Brasil a receber a certificação de qualidade NSF (National Sanitation Fundation), organização internacional certificadora, com sede nos Estados Unidos, oriunda da Universidade de Michigan. A água obteve a aprovação em grau de excelência e está apta a ser exportada para o mundo todo, inclusive para o continente europeu, o berço da água mineral mundial. Entre os benefícios de ter o selo NSF, respeitado e reconhecido fornecedor de certificação industrial, é a garantia de proteção à segurança da saúde pública.

Em função da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíadas de 2016 no Brasil, a NSF foi acreditada pelo Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, afirma o hidrogeólogo e diretor da Ouro Fino, Carlos Lancia. “Por ser uma entidade amplamente reconhecida pelos consumidores europeus e americanos, garantirá a esses turistas estarem consumindo uma água mineral de qualidade, reconhecida internacionalmente”, diz. A realização de testes e a concessão de certificações através da NSF proporciona privilégios, como maior realce na ferramenta

Abertas as inscrições para o MPE Brasil

Desde ontem (2) estão abertas as inscrições para o MPE Brasil 2012 – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, uma iniciativa do SEBRAE, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Criada para reconhecer empresas brasileiras que investem em conceitos e práticas de gestão, a premiação busca valorizar ideias e difundir valores como o aumento da qualidade, da produtividade e da competitividade das MPEs. Para participar do prêmio as empresas devem preencher um questionário de autoavaliação, baseado no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) disseminado pela FNQ. A avaliação é composta por perguntas sobre temas relacionados à gestão, como missão e visão, atendimento ao cliente, padrões de trabalho, produtividade e inovação. Após análise, as organizações recebem um relatório de diagnóstico, com pontos fortes e oportunidades de melhoria do negócio. Em 2011, mais de 32 mil organizações de todo o país foram candidatas ao prêmio e preencheram o questionário de autoavaliação. A expectativa é reunir um número ainda maior de interessados em melhorar a qualidade de seus serviços e produtos. Voltado para negócios de diferentes setores e de todos os Estados que tenham receita bruta anual de até R$ 3,6 milhões e pelo menos um ano fiscal, o MPE Brasil premia as empresas em oito categorias (indústria, serviços, comércio, educação, saúde, TI, turismo e agronegócio), além dos Destaques de Responsabilidade Social e Inovação. As candidatas concorrem, num primeiro momento, com outras empresas de seus Estados.

Acer é líder em vendas de notebooks

nos mais rígidos padrões de preservação do meio ambiente, com iluminação e ventilação naturais, que economizam energia e reduzem a emissão de carbono e o consumo de água“, acrescentou Simões.

Comércio eletrônico se consolida no Brasil Aproximadamente 23,4 bilhões de reais devem ser movimentados este ano no mercado de compras e vendas virtuais no Brasil. Até o final do primeiro semestre são esperadas vendas no valor de 10,4 bilhões. Os números foram divulgados em março pelo site E-commerce group. Uma recente pesquisa realizada pela Nielsen Company confirma esta tendência. 97% dos brasileiros ouvidos acreditam no crescimento do comércio eletrônico e a resposta para essa atitude está no aumento de clientela para esse tipo de serviço. Estudo realizado pela comScore, empresa

Empresas&Produtos

de marketing, aumento de vendas e facilidade de entrada em novos mercados; oportunidades de verificar ou incrementar a qualidade dos produtos e processos, devido aos conhecimentos que, há longo prazo, somente a NSF detém na área da indústria de equipamentos alimentícios; maior acesso a mercados internacionais, pela possibilidade de parcerias estratégicas como resultado da presença da NSF no mundo todo; imediata aceitação regulatória; e documentação mais abrangente, para ajudar a reduzir os riscos quanto às exigências legais e regulatórias.

mas eu e minhas sócias estamos apostando no sucesso da loja, pois o mercado virtual está cada dia mais acelerado em todo o mundo.” Vale lembrar que, antes de realizar a compra, o consumidor deve ficar atento a algumas dicas, como verificar as políticas de privacidade e segurança e se não há reclamações sobre a empresa em órgãos de defesa do consumidor. “É indispensável pesquisar a idoneidade dos sites de vendas e a satisfação de outros clientes antes de realizar as compras”, conclui Catherine.

Vapza estará presente na Mercosuper

A Vapza Alimentos S/A participa pela primeira vez da 31º edição da Mercosuper 2012 com excelentes expectativas para a feira. O evento acontece no Expotrade, em Curitiba, entre os dias 16 a 18 de abril. A Vapza é do Paraná e atua em todo o Brasil com mais de 40 produtos nos canais de varejo e food service; vai apresentar no evento os lançamentos do 1º semestre de 2012 e tem como objetivo fortalecer a marca ao publico paranaense e de firmar-se como pioneira no segmento. Segundo Enrico Milani, diretor executivo da marca, hoje um dos principais mercados da Vapza concentra-se no Sul do país, e apresenta os números curiosos da presença da marca nesta região: “Hoje o principal mercado é Curitiba, temos investido bastante na cidade, por ter um publico mais fiel a nossa marca e receptivo às novidades. A região Sul representou em 2011, 30% do faturamento para a Vapza, o estado que estamos mais forte é o Paraná com 60% do faturamento da região Sul. Ano passado, o PR cresceu em torno de 20% e vem apresentando um crescimento constante. A feira será uma ótima oportunidade para confirmar esta expansão e preservar a credibilidade da marca junto aos consumidores paranaenses.”, revela o diretor.

A Acer, maior fabricante de notebook em unidades vendidas no País, lidera as vendas de notebooks no Brasil pelo segundo ano consecutivo, de acordo com o levantamento feito pelo Gartner. O estudo apurou também que a empresa é vice-líder nas vendas de notebooks no mundo e na América Latina. Foram quase 1,2 milhões de unidades vendidas pela Acer, correspondendo a 13,6% do market share nacional. No mercado latino e mundial, os números de unidades vendidas são de aproximadamente 2,7 milhões e 30 milhões. “Estamos atentos ao crescimento do consumo de equipamentos eletrônicos no Brasil, principalmente pela forte economia e pela demanda gerada pela classe C. Por isso estamos ampliando nosso portfólio de produtos com o lançamento recente da linha de Ultrabooks Aspire S3 e teremos mais lançamentos em breve”, explica Sergio Bruno, diretor de vendas e marketing da Acer no Brasil. Enquanto globalmente comprou-se apenas 2,4% mais notebooks em 2011 do que em 2010, os números da América Latina e Brasil ultrapassam a casa dos 22% (23,5% e 22,5%, respectivamente).

Clinipam lança plano VIP

A operadora de saúde Clinipam acaba de lançar um novo produto: o Plano VIP. A nova modalidade disponibiliza aos usuários uma rede diferenciada de médicos, laboratórios e hospitais. Os clientes VIPs poderão, ainda, escolher seus médicos por meio do sistema de reembolso. Outros diferenciais do plano são a acomodação em apartamento privativo, atendimento domiciliar e serviço móvel para urgência e emergência, plano odontológico, coleta de exames domiciliar e cobertura médica em trânsito em mais de 300 cidades do Brasil pelo sistema ABRAMGE. Os usuários VIPs dispõe também de atendimento totalmente personalizado por meio de uma central de telefone exclusiva.

NISSAN ANUNCIA RECALL

Com intenção de zelar pela segurança de seus clientes, a Nissan do Brasil anuncia a convocação de 783 proprietários dos modelos Pathfinder e Frontier, ambos importados da Espanha entre 2006 e 2009, para verificação e reposicionamento do chicote do acionamento elétrico do banco do motorista e, se necessário, sua substituição. A Frontier tem 206 unidades convocadas que apresentam intervalos de chassi de VSKCVND40U0119404 a VSKCVND4070144648. As 577 unidades de Pathfinder contam com numeração de chassi entre VSKJVWR5160033514 a VSKJVWR5190338686. Recentemente foi detectado o mau funcionamento do chicote do sistema elétrico do banco do motorista, que pode não funcionar ou ser acionado de forma involuntária. Nenhum incidente foi registrado por conta desse inconveniente. A verificação e eventual troca da peça serão realizadas sem custos para os proprietários, que deverão agendar o serviço a partir de hoje, dia 2 de abril, na concessionária Nissan de sua preferência. Além da campanha nos principais meios de comunicação, como TV, rádio e jornais do país, todos os proprietários com veículos envolvidos neste recall serão contatados pela empresa por meio de carta. Eles poderão obter mais informações por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente, pelo telefone 0800 0111090 ou pelo site www.nissan.com.br.

Laboratório oferece exames gratuitos

Nesta quinta-feira (05), a partir das 8h, na Unidade Batel, o Laboratório Frischmann Aisengart está oferecendo exames de glicemia aos 200 primeiros participantes da ação. A iniciativa é uma homenagem ao Dia Mundial da Saúde, comemorado em sete de abril. Segundo Milton Zymberg, diretor do Laboratório Frischmann Aisengart, o objetivo da empresa é proporcionar aos participantes uma ação que estimule a prevenção. A Unidade Batel fica localizada na Rua Alferes Ângelo Sampaio, número 1299.

SUSTENTABILIDADE FAZ PARTE DA REALIZA

A natureza está respondendo aos maus cuidados, e é pensando em mudar este comportamento que adoção e incentivo de ações de sustentabilidade ajudam a garantir de médio e longo prazo um planeta em melhores condições. Conservando os recursos naturais necessários para as próximas gerações, permitindo assim uma boa qualidade de vida. Para a Realiza Arquitetura a sustentabilidade está em conjunto com outros meios “entende-se como um sistema consolidado, articulado com os aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais” afirma Frederico Carstens sócio-diretor da Realiza Arquitetura. O sucesso nos projetos executados pela Realiza Arquitetura é também resultado de ter um diferencial na sustentabilidade. Os arquitetos responsáveis apóiam e acreditam no reflorestamento, matérias renováveis e na reciclagem, a arquitetura sustentável necessita da ajuda da tecnologia para poder aprimorar suas técnicas contra a destruição ambiental.

Visitantes da Expo Money ganham prêmios

Hoje (3) e amanhã (4), a cidade de Curitiba irá abrir o calendário nacional do Circuito Expo Money 2012, o Shopping do Seu Dinheiro, maior evento de educação financeira e de investimentos da América Latina. Durante os dois dias, os visitantes poderão acompanhar palestras com assuntos relacionados a três temas: Finanças Pessoais, Investimentos e Empreendedorismo. Para valorizar ainda mais o público participante, a organização do evento irá promover diversas ações especiais, sorteando livros, um tablet e, até mesmo, R$ 7 mil em ações de companhias abertas.


Geral/Curitiba Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | B3 abnoticias@abcom.com.br

Agricultura

AB Notícias

PR vai investir mais R$ 7 mi em produtos da agricultura familiar

Cerca de 500 postos de trabalho serão gerados em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, com a instalação da empresa norte-americana DAF Caminhões. As obras já começaram e a fábrica pretende funcionar em 2013. O investimento é estimado em 200 milhões de dólares. Com a iniciativa pretende-se fortalecer a economia e gerar empregos.

Medida beneficia produtores e comunidades carentes de 200 municípios

INCENTIVO AOS oRGâNICOS

O

governador Beto Richa e o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Social, Luiz Cláudio Romanelli, assinaram ontem, no Palácio das Araucárias, em Curitiba, termo aditivo ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que assegura mais R$ 7,672 milhões para a compra direta de produtos da agricultura familiar. Os recursos complementam o Convênio 027/2010 e podem ser utilizados até 30 de junho de 2012. A medida vai beneficiar produtores rurais e comunidades carentes de 200 municípios, de todas as regiões do Estado. Os alimentos adquiridos pelo município devem

ser destinados para entidades sócio-assistenciais. “Esta iniciativa contribui para gerar renda para o agricultor e auxilia a população mais carente dos nossos municípios”, disse Richa. O governador afirmou que todo o setor do agronegócio do Paraná deve ser valorizado por sua importância para a economia estadual e nacional e destacou que as famílias que produzem em pequenas propriedades merecem maior atenção do governo. “Eles estão produzindo e fazem a terra cumprir sua função social”, afirmou o governador. O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma iniciativa

do governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e funciona em parceria com os estados. “São mais de R$ 7 milhões para serem investidos na agricultura familiar paranaense. Garantimos apoio ao pequeno agricultor e qualidade nutricional às pessoas que mais precisam”, afirmou o secretário Romanelli. O presidente da Associação dos Municípios do Norte do Paraná e prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edmar Santos, destacou a ampliação do programa. “É o governo realizando um importante trabalho social, beneficiando o agricultor, entidades e população”, disse.

Dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome indicam que o Compra Direta avançou no Paraná. Em 2004 eram atendidos 33 municípios. No ano passado foram 274, o que representa 69% das cidades do Estado. Atualmente, são mais de 6.800 produtores beneficiados. Para participar do Compra Direta, o agricultor familiar precisa estar enquadrado no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Os trabalhadores rurais assentados, agroextrativistas, quilombolas, famílias atingidas por barragens e comunidades indígenas têm prioridade na execução do programa.

Lancha auxilia trabalho do IAP na Ilha do Mel

Programa define projetos para o trânsito de Curitiba

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) adquiriu uma nova embarcação para dar melhores condições de trabalho e segurança aos funcionários do órgão que atuam na Ilha do Mel. Para isso, foram investidos mais de R$ 98 mil para a compra de uma nova lancha Triton, de 20 pés, embarcação menos poluente e com capacidade para oito pessoas. A nova lancha irá auxiliar nas atividades desenvolvidas pelos funcionários do escritório da ilha, no litoral paranaense. “A ilha conta somente com uma lancha pequena, sem capacidade de acompanhar embarcações maiores. Agora, conseguimos alcançar barcos maiores e dar mais

Representantes de instituições e órgãos públicos que participam do programa internacional Vida no Trânsito participaram de uma reunião, ontem, para discutir estratégias de como implantar a metodologia da OMS em Curitiba. Na reunião foi discutida a criação de projetos especiais para serem desenvolvidos durante 2012. O encontro aconteceu na Escola de Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná. O Vida no Trânsito faz parte da Década de Ações para Segurança no Trânsito da ONU, que entre 2011 a 2020 pretende diminuir acidentes e mortes no trânsito. O programa

segurança a todos”, explica o chefe do IAP na ilha, Paulo Nogueira. Atualmente, o IAP possui em todo Estado mais de 100 embarcações que auxiliam em ações de fiscalização e monitoramento do órgão, da Polícia Ambiental, do Corpo de Bombeiros e outras instituições. A maioria é de pequeno porte e é destinada para trabalhos em rios e água salubre. “A lancha para a Ilha do Mel era uma das prioridades porque o IAP precisa dar melhores condições de segurança aos seus funcionários, aos ilhéus e aos turistas”, reforça o diretor administrativo e financeiro do órgão, Antenor de Matos Pinheiro.

é desenvolvido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Fundação Bloomberg em dez países que concentram metade do total de acidentes de trânsito registrados em todo o mundo – entre eles o Brasil, quinto no ranking que inclui Cambodja, China, Egito, Índia, Quênia, México, Rússia, Turquia e Vietnã. No Brasil, além de Curitiba, participam as cidades de Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Palmas (TO) e Terezina (PI). Para o diretor de Educação da Setran, Celso Mariano, o Vida no Trânsito é o programa mais importante e mais estabelecido em andamento no Brasil sobre trânsito.

NOVA FÁBRICA

Estão abertas as inscrições até dia 30 de abril, para 5º Concurso de Hortas Caseiras, em Entre Rios do Oeste, oeste do estado. O objetivo do evento é incentivar o cultivo e a ingestão de produtos orgânicos e saudáveis, promovendo o acesso a alimentos de qualidade e melhorando a saúde da população. A iniciativa visa colher alimentos em vez de acumular lixo nos quintais. Dessa maneira, são beneficiadas tanto as famílias, quanto o meio ambiente que fica livre de produtos químicos.

NOVA SEDE Serão gerados em Dois Vizinhos, sudoeste do estado, 110 empregos diretos, com a construção da oitava unidade dos Supermercados Quadri. O empreendimento será inaugurado em agosto, e terá uma estrutura de 7 mil metros quadrados. O grupo pretende oferecer inovação, e um padrão elevado de qualidade e atendimento para o público.

CINEMA PARA TODOS O município de Senges, Norte Pioneiro, vai abrigar até dia 04 de abril, o projeto “Cine Tela Brasil”, patrocinado pela CCR Rodonorte. O projeto leva a sétima arte, de forma gratuita, além das metrópoles e shoppings centers. Contribuindo para o desenvolvimento cultural e ajudando na formação de novos amantes dessa arte. Até agora 80,6 mil paranaenses em 18 cidades já tiveram acesso ao cinema através do projeto.

PLANTIO DIRETO O muncÍpio de Ponta Grossa, nos campos Gerais, foi sede de um encontro entre agricultores envolvidos no programa que incentiva o plantio direto na palha do milho. O objetivo é incentivar os agricultores de diversas regiões no desenvolvimento e aplicação correta da técnica. O sistema evita erosão e fortalece o solo. O evento foi uma parceria da Itaipu Binacional e a Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha.

RESTAURAÇÃO Em Guaíra, oeste paranaense, a Igreja Nuestro Senor del Perdón, a popular Igrejinha de Pedra, vai passar por um processo de restauração. O projeto requer muito cuidado, pois a construção é muito antiga e não pode ser descaracterizada. Dessa maneira, tudo será feito com muita delicadeza e atenção, para que um dos principais cartões postais da cidade continue intacto.

MAIS EMPREGOS

VINO VITA EST.

As cooperativas da região dos Campos Gerais, Castrolando, Batavo e Capal anunciaram este mês um investimento de 640 milhões de reais. A iniciativa vai para um projeto de expansão na produção de suínos. Cerca de 7 mil empregos diretos e indiretos serão gerados.

Osvaldo Nascimento Júnior osvaldopinheiro@gmail.com

BACALHAU COM VINHO, A COMBINAÇÃO PERFEITA DA SEMANA SANTA Estamos nos aproximando de mais uma celebração no mundo cristão da Páscoa. Como sempre enfatizamos aqui em nossa coluna VINO VITA EST, A História foi feita pelo Vinho, e nada mais importante que ressaltar a importância deste líquido bacante também nas cerimônias pascais em especial no cristianismo, e como também estudioso da fé, lembramos que o significado de Páscoa para o judaísmo é passagem, isto é, quando os judeus vindo da fuga do Egito com Moisés à frente atravessaram o Rio Vermelho, com destino à Canaã, a Terra prometida.Como nó, herdeiros desta cultura judaico cristã em nossa Bíblia, no Antigo Testamento, com o martírio de Jesus que aconteceu na Páscoa judaica em Jerusalém, que era a cidade mais importante para os judeus que vinham de todas as partes para visitar o Templo nesta ocasião, fazer seus sacrifícios e dar suas contribuições, passou para o Novo Testamento, onde ocorre a vida de Jesus, como a Páscoa da Ressurreição, devido o mesmo ter ressuscitado no terceiro dia, que era o dia da páscoa judaica. Como já citamos em outra matéria, a prática e as crenças cristãs derivam diretamente dos rituais gregos e romanos, que para continuar a ter a aceitação do povo, após a determinação do Grande Imperador Romano Constantino, que aceitou o cristianismo como religião do Império, onde no Concílio de Nicéia foi estruturada a nova religião O emprego do vinho nos sacramentos tem vínculos diretos com o judaísmo, mas é com o culto de Dionísio, deus grego do vinho, e de Baco, seu equivalente romano, que podem ser encontradas as semelhanças mais fortes. Lembramos que a cerimônia da Ceia, onde Jesus reuniu os apóstolos, muito bem retratada nas paredes do Duomo de Milão, era um ritual normal entre os judeus desde aquela época, que se reuniam para comemorar a Páscoa com VINHO, e possivelmente foi com vinho branco, pois o tinto era um vinho mais forte na época e feito de maneira grosseira e não era um luxo, mas uma necessidade, devido vilas e cidades oferecerem uma água impura – muitas vezes perigosa à saúde. Cumprindo o papel de antiséptico, o vinho constituía um elemento da medicina rudimentar da época, pois o tinto era um vinho mais forte e feito de maneira grosseira. A água, ao contrário do vinho, não é muito bem vista na Literatura. Importante reprisarmos aqui a famosa frase do maior Pensador do Cristianismo São Paulo, que disse a Timóteo “Deixa de beber água; toma um pouco de vinho para o bem de teu estômago e de tuas enfermidades” Ou o ALCORÃO que nos diz “No fruto da vinha está o remédio da humanidade”. Como o vinho é um complemento da comida e nunca o contrário, vamos nos enveredar pelo

campo da enogastronomia, abordando um tradicional prato da semana santa, o BACALHAU. Na semana santa, milhões de brasileiros comem bacalhau na sexta- feira. Antigamente o consumo se estendia à quaresma toda. Os cristãos se alimentavam de peixe em todos os 40 dias que separam a Quarta-Feira de cinzas da Páscoa. A abstinência de carne evoca o sacrifício de Jesus, que segundo a fé cristã, derramou o sangue e ofereceu o corpo para nos salvar. Só o peixe não quebra a penitência. Resta saber por que o cardápio litúrgico incorporou justamente o bacalhau. A maioria dos pesquisadores acredita que foi por ser um peixe salgado. Suportava o transporte para os lugares mais distantes do interior, sem o risco de estragar, numa época em que a refrigeração era desconhecida. Mergulhado em água, o bacalhau adquiria sabor agradável. O sociólogo paulista Gabriel Bolaffi, autor do livro a Saga Da Comida, oferece uma explicação adicional. Além disso, era um peixe abundante, diz ”custava pouco e se tornava acessível aos pobres, na época”.No cardápio de muitas populações constituía uma importante fonte de proteínas. Sorvendo um gole de história, o bacalhau é encontrado nas águas geladas perto do Pólo Norte, onde se situa o Arquipélago de Lofoten, na Noruega, as Ilhas da Islândia, Groelândia e Terra Nova, esta última junto à Península do Labrador, na América do Norte. Embora seu preparo tenha sido consagrado pelos portugueses, o bacalhau “foi descoberto” pelos Vikings, por volta do século IX. Como passavam muito tempo no mar, eles secavam o peixe ao sol – ainda sem adição do sal – para que o produto pudesse ser conservado em suas longas viagens com seus barcos. Os responsáveis por salgar o bacalhau foram os bascos, já nos anos 1.000, quando o peixe começou a se popularizar pelo mundo. Os navegadores portugueses descobriram o peixe em 1497, solucionando um importante problema das travessias marítimas: a conservação dos alimentos. A partir de então, o bacalhau integrou as provisões das grandes expedições. Uma viagem de Lisboa à costa brasileira durava aproximadamente três meses. Foram os portugueses que aprimoraram A TÉCNICA DE PESCAR O PEIXE, INVENTARAM O PROCESSO DE SALGA E SECAGEM. Para completar, tiveram o papel histórico da difusão. O bacalhau é um peixe que se reproduz com velocidade impressionante. Graças à sua vitalidade não foi extinto. A pesca indiscriminada reduziu os estoques do bacalhau nos oceanos, aumentando seus preços. Hoje está controlada. O hábito de se comer este peixe só espalhou-

se no Brasil à partir do século 19. Usa-se como marco a vinda de D. João VI. Em 1808, fugindo do exercito de Napoleão, transferiu a sede do Reino para o Rio de Janeiro, aliás, assunto muito bem abordado no livro do paranaense Caldeira, sucesso de vendagem no Brasil e Portugal que nos traz maiores esclarecimentos sobre este assunto. Daí a maior difusão do bacalhau em nosso país e ficando tão arraigada que até hoje, em especial no Rio de Janeiro, come-se bacalhau aos domingos inclusive no natal. Mas qual o vinho recomendado ou que combina bem com esta iguaria? No Brasil quase não se segue um regra como em Portugal, tendo a preferência o vinho tinto. Inúmeras degustações que participei mostraram que o vinho que mais se harmoniza com o bacalhau é o branco encorpado envelhecido em carvalho, como os barricados de Rioja (Viura) Espanha, e os Chardonnais do Novo Mundo bem acarvalhados. Alguns tintos, quando pouco tânicos, isto é, não tão fortes, como Gamay, Pinot Noir, como é a preferência dos portugueses. Ressaltamos que nem todo o bacalhau é igual, e tanto o tipo de peixe escolhido quanto os ingredientes da receita fazem a diferença na hora de harmonizar a bebida. Entre as escolhas corretas não podemos esquecer do VINHO VERDE, o verdadeiro vinho português, e não o Porto que é considerado inglês. Lembramos que a iguaria é um dos raros exemplos de peixes que se harmonizam perfeitamente com vinhos brancos e tintos.E o chocolate que se tornou a estrela da Páscoa, como se combina com vinho? É, para aqueles que desconhecem esta combinação, damos a dica. Para a sobremesa de Páscoa, nada melhor que os tradicionais chocolates. Para harmonizar com chocolates escuros, com proporções de cacau entre 70% e 90%, os vinhos do Porto estilo Rubi ou LBV são a melhor pedida. Já os chocolates mais doces, recheados com frutas secas, combinam bem com vinhos de uva Tawny, muito usadas no vinho do Porto. Aos nossos amigos leitores (as), desejamos uma Feliz Páscoa, com votos de muitas felicidades, paz e saúde, com muitos brindes com responsabilidade, e o prazer de celebrar a vida com uma taça de vinho, VOCE MERECE ESSE MOMENTO. AVOE. BRADO DE EVOCAÇÃO Á BACO POR SEUS SÚDITOS. Para maiores conhecimentos sobre vinhos, consulte nosso site ; WWW.ICNEWS.COM.BR – clica COLUNISTAS e lá estamos ao seu dispor. AVOE. BRADO DE EVOCAÇÃO À BACO POR SEUS SÚDITOS. *Osvaldo Nascimento Júniors.:

VIDA SAUDÁVEL Um estudo realizado pela Universidade Wageningen, na Holanda, sugere que os alimentos de polpa branca podem diminuir o aparecimento de doenças cardíacas. A flavina - substância encontradas nesses alimentos, favorece a renovação celular e ajuda a controlar as taxas de glicose na corrente sanguínea. Maça, pêra, fruta-do-conde, banana, rabanete, cebola, couve-flor, são algumas das opções de alimentos, que além de benefícios ao coração são ricas em fibras e cálcio.

O RUMO DO MATE Encontro discute exportação de erva-mate por indústrias. O lugar escolhido foi Curitiba, onde se reuniram representantes do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, que pretendem se unir e alavancar as vendas no setor. Foram discutidas possíveis parcerias, acesso as novas tecnologias de produção e processamento e a viabilidade para lançar novos produtos.

TOQUE 3D Em Maringá, a exposição do artista plástico Márcio Aveiro, impressiona fazendo o metal saltar das telas, dando um toque 3D às obras. Em cartaz com a mostra “Essência”, no terceiro piso do Shopping Maringá Park, expõe cerca de 40 peças. Entre quadros e caixas feitas com técnicas de latonagem e sobreposição. O artista procura refletir a sensação de liberdade, dando movimento aos trabalhos.

AUMENTO DA PRODUÇÃO

A segunda safra do milho safrinha, que está em campo, apresenta uma tendência de crescimento de 50% na produção em relação à de 2011. Parte dessa expansão se refere à recuperação da safra, que no ano passado recuou 22% em função das geadas.


Negócios Curitiba, terça-feira, 3 de abril de 2012 | B4 | Indústria&Comércio

Empresas&Produtos Cemitério Vertical entrega chocolates

Na próxima quinta-feira, dia 5 de abril, a Escola Especial 29 de Março receberá doações de chocolates dos funcionários do Cemitério Vertical. Serão aproximadamente 55 alunos beneficiados com a campanha de Páscoa que a empresa realizou entre seus colaboradores. Sempre que pode, o Cemitério Vertical faz doações a esta Escola. As instituições já possuem uma relação de afeto. Na semana passada, inclusive, a Escola Especial 29 de Março comemorou mais um aniversário e o Cemitério Vertical foi convidado para prestigiar a festa que teve um delicioso café da manhã.

BM&FBOVESPA participa da Expo Money

A BM&FBOVESPA participará da primeira etapa da Expo Money 2012, que ocorre hoje (03) e amanhã (04), em Curitiba, das 13h às 21h30, na Expo Unimed Curitiba (Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, nº 5.300). Durante a feira, a Bolsa manterá um estande e realizará palestras gratuitas para levar informações sobre educação financeira e formas de investimento aos visitantes. Hoje, às 19h10, a BM&FBOVESPA apresentará a palestra “Como investir em ações”, voltada ao público em geral. De forma simples e didática, o público terá explicações sobre o funcionamento do mercado de capitais e sua importância para o desenvolvimento do país, os primeiros passos para investir em ações e a atuação da Bolsa, entre outros conceitos. Amanhã (04), a Bolsa realizará a palestra “Aprenda a investir no Tesouro Direto”, também às 19h10. O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos, via internet, voltado para pessoas físicas, criado pelo Tesouro Nacional em parceria com a BM&FBOVESPA. No estande da BM&FBOVESPA, na Expo Money Curitiba, os participantes também receberão informações sobre finanças pessoais, gestão de orçamento familiar, formas de investimento e operações com derivativos.

DEGUSTAÇÃO DE WHISKIES EM CURITIBA

Resultado de um processo artesanal com destilação dinâmica, maturação sublime e fusão harmoniosa, os whiskies The Dalmore vão proporcionar aos curitibanos, uma experiência única, em degustação vertical marcada para segunda-feira (09), às 19h30, na Adega Brasil Delicatessen. Fernando Gurgel, embaixador da marca escocesa no Brasil, vai ministrar uma palestra sobre a empresa, que é uma das únicas destilarias que ainda usam alambiques com topo achatado, sendo quatro no total, que proporcionam às bebidas, complexidade e personalidade. E quem participar terá a oportunidade de saborear os rótulos de diferentes anos. A degustação abre a agenda de eventos da loja, que deve trazer muitas novidades ao longo do ano, sempre organizadas pelo sommelier, Washington Uchôa. O investimento individual é de R$ 50 ou R$ 100 em whiskies da Porto a Porto. Reservas pelo fone 41 3014 0796, mais informações no site www.adegabrasildelicatessen.com.br.

POUPANÇA DA CAIXA SUPERA R$ 1,49 BI

A poupança da Caixa apresentou uma captação líquida no valor de R$ 1,49 bi em março, resultado mais de seis vezes maior do que o apresentado no mesmo mês do ano passado. O banco também atingiu a marca de R$ 154,2 bilhões de saldo e 43,81 milhões de contas. O bom desempenho da poupança no mês de março é atribuído à segurança, liquidez e rentabilidade do produto, além da estratégia do banco de priorizar a Poupança no seu portfólio de captação de recursos. Ao projetar o desempenho da poupança para os próximos meses, o vice-presidente de Pessoa Física da Caixa, Fábio Lenza, afirmou que a expectativa é que a Poupança da Caixa cresça ainda mais. “Isso porque além da facilidade de acesso, simplicidade e a segurança pela tradição conquistada ao longo da sua história, a competitiva rentabilidade do produtor certamente ajudará a atrair novos clientes com perfil de investidor, além dos tradicionais poupadores”, disse.

Inscrições para Simpósio de Engenharia

As inscrições para o 7º Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental vão até 16 de abril no site da Unesc. Especialistas da área ambiental, alunos, professores, bem como profissionais ligados a empresas, órgãos ambientais e ONGs (Organizações Não Governamentais) poderão participar do Simpósio, que ocorrerá dias 29 e 30 abril e 1º de maio, na Unesc. Interessados deverão acessar o site para se inscrever e obter mais informações. Conforme a comissão organizadora, mais de 200 trabalhos já foram inscritos. O evento tem o intuito de promover o intercâmbio entre os profissionais da engenharia ambiental e áreas afins, divulgar e incentivar a utilização da pesquisa para um melhor desenvolvimento e consolidação da profissão, bem como discutir iniciativas que visem à atualização da legislação, a conservação ambiental e a utilização dos recursos naturais.

CONFIRA AS INSCRIÇÕES PARA O Stammtisch

As confrarias que participaram do Stammtisch de 2010 e 2011 têm até o dia 04 de abril para fazerem suas inscrições para a festa deste ano, que será realizada no feriado do dia 21, Dia de Tiradentes, na Rua XV de Novembro, centro da cidade. Os grupos devem solicitar ficha de inscrição pelo email stammtisch@blumenau.sc.gov.br. A taxa custa R$ 60,00. Para os grupos novos, a inscrições serão feitas nos dias 09 e 10 de abril. Para a 21ª edição do Stammtisch, este ano, os grupos que produzem fumaça terão de apresentar, no ato da inscrição, uma segunda alternativa para a alimentação, uma vez que existem poucos espaços na rua para aqueles que fazem uso de carvão e afins. A organização pretende limitar em até 300 o número de confrarias nos 1.500 metros da Rua XV de Novembro. “Ano passado, registramos mais de 300 e não foi bom para a festa, pois os grupos acabaram ficando muito próximos. Faltou espaço entre um e outro”, lembra Norberto Mette, presidente da comissão organizadora do evento.

Cisco Plus 2012 fortalece parcerias

Principal parceira de Comunicações Unificadas (UC, sigla em inglês) e headsets da Cisco, a Plantronics participará, como patrocinadora gold, da 8ª edição do evento Cisco Plus Brazil 2012, que acontecerá entre os dias 2 a 4 de abril no Centro de Convenções Sulamérica, Rio de Janeiro. Com o foco do principal evento da Cisco voltado para a capacitação e demonstração das principais tendências em soluções de comunicação, os clientes poderão testar e analisar as principais tecnologias certificadas para a plataforma cisco do portfólio da Plantronics, que visa contribuir para o aumento de produtividade, rentabilidade e competitividade dos negócios. “Nossa parceria com a Cisco já vem de muitos anos e, como ela, esperamos atender nossos clientes da melhor forma possível e oferecer a eles soluções completas de Comunicações Unificadas.” Diz Vera Thomaz, Territory Manager da Plantronics no Brasil. “Além disso, a Plantronics será a única vendor deste segmento presente no evento, reforçando ainda mais esta ótima parceria.”

Oi lidera conquista de novos clientes

A Oi foi a operadora que conquistou o maior número de novos clientes pós-pagos de telefonia móvel no Paraná em fevereiro deste ano. Com a ampliação do número de usuários do serviço, a companhia aumentou em cerca de 3,9% sua base de clientes neste segmento no estado. CMYK

PARCERIA

EaD qualifica setor de asseio e conservação no Paraná Plataforma trará cursos de capacitação para vigia, copeira, servente e outros

E

nsino à Distância (EAD) já é uma realidade para funcionários de empresas ligadas à Fundação do Asseio e Conservação do Estado do Paraná (FACOP). As aulas são oferecidas via internet em duas plataformas diferentes. A metodologia Facop Educacional está no site www.facopeducacional.org. br. É voltada aos cursos de formação técnica como servente, copeira, portaria, vigia e outros gravados no Centro de Treinamento da FACOP e ministrados pelos professores que aplicam as aulas presenciais. A segunda é viabilizada por meio de uma parceira com o IESDE e coloca à disposição mais de 400 cursos extensivos aos familiares dos funcionários. Os cursos do IESDE abrangem diversas áreas como idiomas, reforço para ensino fundamental e médio, pré-vestibular, ENEM e cursos de administração

geral, gestão, direito, economia, finanças, logística, marketing, etc. O site para acesso é www.planoeducacao.com.br. Todos os cursos oferecidos pelas plataformas são gratuitos para empresas e funcionários porque serão pagos pelo Fundo de Qualificação Profissional. Para dar início aos procedimentos é necessário entrar em contato com a gerência de formação profissional da FACOP e solicitar a criação de loguin e senha. “Nossa intenção é melhorar cada vez mais a capacitação de nossos funcionários e para isso tivemos que pensar em formas de ultrapassar as barreiras geográficas, já que temos muitas empresas no interior do Paraná. Com as aulas de capacitação técnicas gravadas e inseridas em uma plataforma online alcançaremos este objetivo. A

Adonai Aires de Arruda, presidente da SEAC-PR e da FACOP, Cláudio Borges, diretor do IESDE, e Hiroshi Kawashima, Gerente Regional do IESDE

parceria com o IESDE vem agregar valor já que o funcionário pode ampliar seus conhecimentos e ainda incentivar seus filhos e familiares”, declarou Adonai Aires de Arruda,

presidente do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Paraná (SEAC-PR) e da Fundação do Asseio e Conservação do Estado do Paraná (FACOP).

Mercosuper 2012 deve gerar R$ 600 mi Patrícia Vieira, da redação

A 31º edição da Feira e Convenção Paranaense de Supermercados (Mercosuper), que acontece nos dias 16, 17 e 18 de abril, no Pavilhão do Expotrade, em Pinhais, deve reunir 280 empresas expositoras e gerar cerca de R$ 600 milhões em negócios. Com o tema “O varejo olhando para o futuro”, os organizadores

do evento querem discutir com os empresários se o setor varejista está pronto para o futuro. O debate ainda deve incluir questões como o posicionamento das marcas diante dos novos consumidores, estratégias de comunicação e marketing voltadas para as futuras tendências de mercado e o uso da internet e das novas tecnologias voltadas para um novo consumidor, mais curioso,

informado e exigente. Na edição de 2011, a feira reuniu mais de 50 mil visitantes e para este ano a expectativa da Associação Paranaense de Supermercados (Apras), organizadora do evento, é manter os índices de crescimento da feira. “Entendemos a Mercosuper como uma excelente oportunidade para os supermercadistas paranaenses negociarem com a

indústria as melhores e exclusivas propostas preparadas especialmente para a feira”, afirma, Pedro Joanir Zonta, presidente da Apras. A Mercosuper vai ocupar uma área de 26 mil metros quadrados do Pavilhão Expotrade - Pinhais, serão mais de 280 expositores e além das empresas brasileiras também estarão presentes empresas da Argentina e do Paraguai.

BRDE oferta crédito na ExpoLondrina O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) marcará presença na 52.ª edição da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, a ExpoLondrina 2012, que acontece de 5 a 15 de abril, no Parque de Exposições Ney Braga. A instituição financeira terá em seu estande uma equipe técnica capaz de orientar e analisar projetos de investimento no setor do agronegócio. O BRDE possui linhas de crédito para que o homem ligado ao campo compre máquinas e equipamentos, promova a modernização, faça benfeitorias e demais investimentos necessários em sua

propriedade rural. E o grande diferencial do banco público de fomento são as baixas taxas de juros e os longos prazos de pagamento. Entre 2007 e 2011, o BRDE firmou mais de R$ 211 milhões em contratos de financiamento com Londrina e região. A participação na ExpoLondrina 2012 visa elevar o número e os valores das parcerias fechadas com empreendedores da cidade e dos municípios vizinhos. De acordo com os representantes do Paraná na diretoria do BRDE, Jorge Gomes Rosa Filho (diretor Financeiro) e Nivaldo Assis Pagliari (diretor de Acompanhamento e

Recuperação de Créditos), a instituição tem capacidade financeira e técnica para atender toda a demanda gerada na feira. Os diretores irão prestigiar a abertura da exposição e estimam que o Banco faça cerca de R$ 100 milhões em novos negócios durante os dias do evento. As principais linhas de financiamento operadas pelo BRDE e que serão levadas à exposição de Londrina são voltadas para a compra de máquinas e equipamentos, com juros de 6,5% ao ano e prazo de pagamento de até 10 anos; para projetos sustentáveis e que incentivam a redução da emissão de gases de efeito estufa na

atividade agropecuária, bem como reduzem o desmatamento e aumentam a produção, com taxa de juros de 5,5% ao ano e prazo de pagamento que pode chegar a até 15 anos; e, por fim, para a implantação, ampliação, reforma e adequação de sistemas de irrigação e armazenagem, também propiciando a construção de estruturas para proteger a fruticultura contra a incidência de granizo e de instalações destinadas à guarda de máquinas e implementos agrícolas e à estocagem de insumos agropecuários, com taxa de juros a de 6,75% ao ano e prazo de pagamento de até 12 anos.

Inscrições do Colônia Witmarsum receberá projeto paisagístico Estudantes do Curso Técnico de da iniciativa e elaboraram projetos objetivo desse primeiro contato foi Desafio Sebrae Paisagismo do CEPDAP (Centro de de design de interiores para três fazer uma pesquisa para analisar o Educação Profissional de Design, empreendimentos da Colônia. Se- perfil dos moradores e das emprecomeçam dia Artes e Profissões), estão realizan- gundo Claudiane Cassol, diretora sas. Com isso, pretendemos desendo projetos para revitalização da do CEPDAP, essa é uma oportu- volver projetos que preservem ao 11 de abril Colônia Witmarsum, em Palmeira, nidade para os alunos aliarem a máximo a cultural local”, explica. As inscrições para a edição 2012 do Desafio Sebrae, jogo para universitários que simula a gestão de uma pequena empresa, começam no próximo dia 11 de abril e podem ser realizadas no site www.desafio.sebrae.com. br. Estudantes de todo o Paraná terão até o dia 18 de maio para buscar uma vaga na competição, que já teve a participação de mais de 1 milhão de estudantes, entre universitários brasileiros e de países da América Latina, desde que foi criado, em 2000. Este ano, o tema do jogo são frutas tropicais. O desafio será simular a administração das diversas etapas de um negócio neste segmento, o que envolve decisões sobre a venda e até a derivação de produtos, como sorvetes, polpas e sucos. Na simulação, os participantes terão que contratar empregados, gerenciar lojas, definir preços e comercializar os artigos. A proposta é que os estudantes avaliem toda a cadeia produtiva do setor e tomem decisões nos setores de comércio e serviços. A edição 2012 traz novidades. Uma delas é a possibilidade de inscrever duplas. Nos anos anteriores, o limite era de no mínimo três estudantes. Já o número máximo permanece em cinco participantes por equipe.

no Paraná. A iniciativa surgiu após uma parceria firmada entre a Escola e o Sebrae/PR, que desenvolve um trabalho para incentivar o turismo local. Durante este semestre os alunos vão desenvolver projetos paisagísticos para a Cooperativa Agrícola e o Museu histórico de Witmarsum. No ano passado os estudantes do Curso Técnico de Design de Interiores também participaram

prática à teoria. “Os paisagistas e os designers vão adequar a proposta às necessidades, ao gosto e à disponibilidade financeira dos clientes e, além disso, atender o objetivo do Sebrae que é atrair o turismo e a valorização do local”, afirma. De acordo com Vera Ros, coordenadora do curso de paisagismo do CEPDAP, os alunos realizaram uma visita no mês de março para conhecer a história da colônia. “O

Depois de concluída essa fase de elaboração das propostas, os estudantes passarão por uma seleção que vai escolher os projetos que melhor atendam as necessidades dos moradores da colônia. “Para o aluno, além de uma ótima oportunidade de desenvolver projetos a um cliente real, também será a chance de inserção no mercado de trabalho”, avalia Vera.

Inove espera crescimento de 16% para 2012 Com o aquecimento do mercado nesses dois primeiros meses do ano, o Grupo Inove, de Curitiba, no Paraná, apresenta boas expectativas para 2012. O grupo conta com três empresas, Inove Branding + Design, Inove Empresarial e Inove Decoração + Design e a união das atividades apresentou um crescimento de 10% em 2011. Segundo o diretor financeiro, Alceu do Bomfim Junior, ao completar 25 anos de expertise no mercado de design e 15 anos na área de varejo e decoração, o Grupo Inove se solidifica como uma das principais empresas brasileiras do ramo, com um crescimento médio, histórico, de 15%. O Grupo Inove conta com soluções para os mais variados setores da decoração, desde projetos exclusivos e personalizados para

as indústrias moveleiras, até o atendimento do público final, com os produtos oferecidos pela Inove Decoração + Design e pelo Garimpo Inove e, desde novembro de 2012, com a Inove Empresarial, o grupo passa a oferecer o conceito de “Soluções para espaços corporativos, em ambientes de experiência”, com o primeiro showroom com espaços para o mercado corporativo. “Oferecemos soluções completas, que vão de mobiliário, tapetes, objetos de decoração, entre outros, para facilitar ainda mais o dia a dia das organizações que estão atentas e conscientes sobre a importância da sua imagem, que buscam transmitir a real personalidade da sua organização para os seus clientes”, explica. Para o diretor, 2012 é um período de consolidação na atuação do

grupo na área empresarial, que vai desde a aquisição de novos clientes corporativos, na área de construção civil, até novos investimentos na profissionalização dos colaboradores de todas as unidades de negócios. “Como oferecemos serviços personalizados é importante que estejamos sempre atentos e à frente das necessidades que o mercado apresenta, trazendo soluções práticas, funcionais e diferenciadas”, acredita. Outra área que receberá mais investimentos no Grupo Inove é a de branding e design. “O mercado de design estratégico cresceu e sua importância está cada vez mais destaca em todos os setores, com isso, vamos fortalecer ainda mais nossa atuação para apresentar e oferecer ao mercado inovações em toda a cadeia de design”, conclui.


03-04-12 Indústria&Comércio