Page 1

www.diarioinduscom.com

DiárioIndústria&Comércio Curitiba, quinta-feira, 1º de dzembro de 2016 | Ano XL | Edição nº 9682 | R$ 2,00 | edição estadual

DESDE O ANO 1976, CONFIÁVEL. INTELIGENTE. INFLUENTE.

Vendas de supermercados registram crescimento de 1,16% no Índice de Confiança da Indústria acumulado do ano tem leve melhora em novembro

Países produtores decidem reduzir produção de petróleo Objetivo é diminuir a oferta e forçar a alta dos preços. Economia B3

Fábio Campana Começo do fim A crise está instalada. “Eles aproveitaram um projeto de combate à corrupção para se protegerem”, afirmou o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima. O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada de ontem, por 313 votos a 132 e cinco abstenções, a possibilidade de juízes e membros do Ministério Público serem processados por crimes de abuso de autoridade.

Economia B3

PIB tem a sétima queda seguida no terceiro trimestre

Pedro Revillion/Palácio Piratini

OPINIÃO

Economia B3

Já no resultado acumulado do ano até setembro, o PIB apresentou recuo de 4% em relação a igual período de 2015, maior queda para este período desde o início da série em 1996, segundo dados revelados pelo IBGE O Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, fechou o terceiro trimestre do ano com queda de 0,8% em relação ao trimestre anterior. Com isso, o país registra o sétimo trimestre seguido de retração da economia. Já no resultado acumulado do ano até setembro, o PIB apresentou recuo de 4% em relação a igual período de 2015, maior queda para este período desde o início da série em 1996. No Paraná, a agropecuária e a indústria recuaram 3,9% no terceiro trimestre, na comparação com julho a setembro de 2015

Economia B3

Página A3

Taxa básica de juros tem 2ª queda consecutiva Aroldo Murá O DINHEIRO SUMIU. ASSUNTO PARA A LAVA JATO Não pode sumir, assim no mais, em tempos de controle do mundo digital sobre a vida financeira dos cidadãos e empresas, uma quantia expressiva, como R$ 7 milhões. A coluna garante que as delações premiadas da Odebrecht, tão aguardadas, vão contemplar uma personalidade paranaense que abocanhou o dinheiro a pretexto de repassá-lo a campanhas eleitorais. Mas a grana não chegou lá. Página A6

Edital na Página 00

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) anunciou ontem uma nova redução dos juros básicos da economia (Selic), de 0,25% ponto percentual. A taxa, que estava em 14% ao ano, caiu para 13,75% ao ano. No mês passado, o comitê também reduziu a Selic em 0,25 ponto percentual, a primeira queda em quatro anos. No Relatório de Inflação, divulgado no fim de setembro pelo Banco Central, a autoridade monetária estima que o IPCA encerre 2016 em 7,3%. O mercado financeiro já estima um índice menor. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, a inflação oficial fechará o ano em 6,8%.

Final de ano deve movimentar comércio eletrônico no Brasil

A temporada de festas é promissora para o comércio, Publicação de 01 edital somente.

inclusive o eletrônico. Por causa do Natal, é o principal período de vendas no Brasil, movimentando todos os setores. Mesmo com a crise e as incertezas que assombram o país, a maioria da população não dispensa os presentes da época e busca reduzir gastos através da compra na internet.

PUC recebe Café das Nações

Mauro Campos

Momento da audição dos hinos nacionais dos países homenageados: Lara de Lacerda Rodrigues, Coordenadora de Projetos Internacionais da PUC/PR; Carlos Eduardo Ataíde Guimarães, cônsul da Finlândia; Thomas Amaral Neves, cônsul da Albânia e da República Dominicana, bem como presidente da Sociedade do Corpo Consular do Paraná; Ministro Paulo Roberto Palm, do EREPAR – Escritório de Representação do Itamarati no Paraná; Antonio Romão Mendes, da JUCEPAR e representando o cônsul do Marrocos; Toshio Ikeda, cônsul geral do Japão; e o maestro Paul Passos, representando o cônsul da Romênia. Homenageando cinco países (Marrocos, Albânia, Romênia, Finlândia e Japão) por suas datas nacionais, diplomatas sediados no Paraná reuniram-se na PUC/PR, nesta terça-feira. O evento foi realizado pelo Diário Indústria & Comércio e o Corpo Consular do Paraná. Sediar o evento, de acordo Lara de Lacerda Rodrigues, Coordenadora de Projetos Internacionais da PUC/PR, é vantagem porque está comprometida com a internacionalização das atividades de internacionalização do ensino e extensão. Página A4

Negócios B1

Editais Página Editais na na Página A5 00 Acesse a edição digital

Editais nas Páginas 00 e 00

Beto Richa anuncia Publicação de mais de 01 edital na mesma página. duplicação de novo trecho da BR-277 O governador Beto Richa anunciou na terça-feira a antecipação já para 2017 das obras de duplicação de mais cinco quilômetros do trecho urbano da BR-277, entre os rios das Pedras e das Mortes. A duplicação no sentido Curitiba faz parte de um grande pacote de obras antecipadas pela concessionária Caminhos do Paraná.

Geral A2

Registro Positivo Governo vai renovar regime especial para setor de óleo e gás por 20 anos O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse na terça-feira que o governo pretende renovar por 20 anos a vigência do Repetro, regime tributário especial que desonera o investimento no setor de óleo e gás e que terminaria em 2019.

“Estamos ultimando as discussões com os estados, dentro do governo federal já está bastante avançado. A expectativa é que possamos anunciar em breve a renovação do programa. Os leilões vão acontecer no primeiro semestre do no ano que vem, a gente ainda tem um tempo

Publicação de mais de 01 edital em páginas distintas.

Central de Atendimento: 41 3333.9800 / e-mail: pauta@induscom.com.br

para trabalhar isso, mas queremos anunciar o quanto antes para que toda a indústria possa estar ciente, de fato, do que vai estar valendo, das regras vigentes”, disse o ministro durante cerimônia de sanção da lei que flexibiliza a operação e novos investimentos no pré-sal.


GERAL

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A2

EDITORIAL coluna@induscom.com.br

Todo cuidado é pouco Um velho conhecido da população brasileira, o vírus HIV continua fazendo vítimas e precisa de atenção. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde revelam que 827 mil pessoas vivem com HIV/aids no Brasil. Dessas, cerca de 112 mil não sabem que estão infectados. Do total de pessoas soropositivas identificadas no país, 372 mil ainda não estão em tratamento, apesar de 260 mil delas já saberem que estão infectadas. Segundo a pasta, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos para cada 100 mil habitantes. Ainda assim, o número representa cerca de 41,1 mil novos casos ao ano. A realidade mostra a importância do combate contínuo à Aids. Uma das medidas mais importantes é a realização de campanhas de prevenção, que devem atingir públicos variados, de crianças a idosos, principalmente aqueles mais vulneráveis à transmissão. Da mesma forma, é fundamental um aumento de verba pública para disponibilizar mais medicamentos aos doentes e políticas de governo que possam agilizar e melhorar o atendimento. O esforço do poder público pode deixar a situação menos preocupante.

Previsão do tempo Fonte: www.simepar.br..

12° Máx.: 20° Mín.:

Uma massa de ar mais seco predomina na Região Sul do País e traz uma quinta-feira de tempo estável no Paraná. No leste, as nuvens diminuem e o sol volta a aparecer, cenário que favorece uma maior variação de temperaturas ao longo do dia. Com a umidade do ar em índices mais baixos, são desfavoráveis as condições para precipitações significativas no Paraná.

GUARAPUAVA

Richa anuncia duplicação de novo trecho da BR-277 Duplicação no sentido Curitiba faz parte de um grande pacote de obras

O

governador Beto Richa anunciou na terça-feira, em Guarapuava, na região Central do Paraná, a antecipação já para 2017 das obras de duplicação de mais cinco quilômetros do trecho urbano da BR-277, entre os rios das Pedras e das Mortes. A duplicação no sentido Curitiba faz parte de um grande pacote de obras antecipadas pela concessionária Caminhos do Paraná, entre elas, a construção de um viaduto no acesso secundário da rodovia a Guarapuava. “Uma importante obra que só foi possível com o diálogo do governo estadual com as concessionárias de pedágio. Com a execução dessas obras, todo o perímetro urbano de Guarapuava será duplicado, garantindo segurança e desenvolvimento para a região”, afirmou o governador. A concessionária também foi a responsável pelas obras de duplicação de 6,7 quilômetros da BR-277, entre o acesso principal de Guarapuava e Relógio. Richa adiantou ainda que para o próximo ano o governo estadual, com recursos próprios, estuda duplicar 3,5 quilômetros

“Uma importante obra que só foi possível com o diálogo do governo estadual com as concessionárias de pedágio. Com a execução dessas obras, todo o perímetro urbano de Guarapuava será duplicado”, afirmou o governador da PR-466 a partir do trevo principal de Guarapuava até o posto da Polícia Rodoviária Estadual. “Isso só será possível porque o governo estadual fez a lição de casa e implantou um ajuste nas suas contas. Hoje, ao contrário de vários estados, o Paraná está com as contas em dia e antecipa, nesta

quarta-feira (30), o 13º salário ao funcionalismo. Com dinheiro em caixa, conseguimos investir nas rodovias do Estado”, afirmou o governador. O diretor-presidente da Caminhos do Paraná, José Terbai Junior, afirma que o investimento da concessionária previsto para

os próximos anos é de R$ 85 milhões. A obra foi antecipada de 2019 para 2017. “Guarapuava é um polo importante e a estrada fica numa região próxima do centro urbano do município. Com o apoio do Estado, estamos anunciando a antecipação dessa importante obra”, afirmou.

REORGANIZAÇÃO Arte: Roque Sponholz..

Abertas matrículas para novos alunos da Rede Municipal de Ensino

DER executa última etapa da reconstrução do aterro na PR-218

Começa hoje e segue até 16 de dezembro o período de matrículas para estudantes que vão ingressar na Rede Municipal de Ensino de Curitiba em 2017. O procedimento é para alunos do 2º ao 9º ano do ensino fundamental, para a educação infantil, de pré-escola e 1º ano que não participaram do cadastramento escolar realizado em agosto. As matrículas devem ser feitas diretamente nas unidades onde houver o interesse e disponibilidade da vaga. A solicitação de atendimento para crianças nascidas em 2014, 2015 e 2016 deve ser feita nos Centros Municipais de Educação Infantil.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) executa a última etapa da reconstrução do aterro e drenagem no quilômetro 365 da PR-218, no distrito de Graciosa, em Paranavaí, no Noroeste do Paraná. A rodovia foi danificada pelas fortes chuvas do início do ano. O investimento do Governo do Paraná nesta obra emergencial é de R$ 7,7 milhões e vai beneficiar toda a população de Paranavaí e região, com cerca de 100 mil habitantes. Nesta semana, as equipes contratadas pelo DER iniciaram os serviços de drenagem na superfície da rodovia.

Estado define grupo para gerenciar intervenção em hospital de Foz O governador Beto Richa autorizou ontem a nomeação dos sete membros da comissão administrativa que vai conduzir o processo de intervenção no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, em Foz do Iguaçu. O grupo inicia os trabalhos já nesta quarta, com uma reunião com a atual direção da unidade. São cinco titulares e dois suplentes, todos indicados den-

tro do quadro do Governo do Estado e da Prefeitura de Foz. “Escolhemos uma equipe técnica preparada para dar novos rumos a este hospital tão importante para toda a região”, explicou o governador. Richa ressalta que a medida vai auxiliar no resgate do unidade, que passa por uma grave crise financeira. “Não podemos nos omitir neste tipo de situação. Vamos

fazer de tudo para garantir que o atendimento seja mantido e a população não seja prejudicada”, assegurou o governador. A nomeação dos componentes da comissão atende ao decreto estadual 5.582/2016, em que o governador Beto Richa autoriza o Estado a assumir a gestão do hospital. O objetivo é fortalecer a unidade, que se consolidou como a única referência de urgência e

MOBILIZAÇÃO

CONSERVAÇÃO

Forças Armadas vão ajudar no combate à dengue

Servidor do IAP recebe prêmio pelo projeto ICMS Ecológico

EXPEDIENTE

Diário Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976

Filiado ao Sindejor | Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Paraná

Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

Tiragem e circulação auditadas por EXECUTIVE AUDITORES INDEPENDENTES BRASÍLIA

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br

RIO DE JANEIRO

Grp Representações e Propaganda

Ltda. Avenida Graça Aranha, 145 - 9º Andar - Parte Centro - Rio de Janeiro RJ - 20.030.003 Email: grp@grpprop.com.br Telefone: 21 2524.2457 Fax: 21 2262.0130

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

emergência para Foz do Iguaçu e mais oito municípios. Atualmente, o Hospital Municipal conta com 180 leitos, sendo 26 de UTI. Recentemente, a unidade foi alvo de uma série de denúncias de corrupção, que estão sendo investigadas pelo Ministério Público. A situação gerou diversos problemas administrativos, que ameaçam o funcionamento da estrutura.

PR vai contar com ajuda das Forças Armadas para as ações do Dia de Mobilização Nacional Contra o Aedes aegypt O Paraná vai contar amanhã com ajuda das Forças Armadas para as ações do Dia de Mobilização Nacional Contra o Aedes aegypti. A data serve para incentivar a intensificação das mobilizações de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. “Com a chegada do verão e o período de chuvas, o ambiente fica mais propício para o mosquito. Para evitar que novas epidemias ocorram, contamos com a ajuda de todos para reduzir a infestação e, consequentemente, o número de casos das doenças

causadas pelo vetor”, diz a chefe do Centro de Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde, Ivana Belmonte. Em Curitiba e região metropolitana, o Comando da Artilharia Divisionária da 5ª Divisão de Exército vai pôr à disposição dois mil militares. Eles farão palestras educativas e ações de combate ao mosquito em 20 escolas de Curitiba, São José dos Pinhais e Paranaguá. A ação vai atingir mais de três mil alunos das redes estaduais, municipais e particulares de ensino. Além das escolas, o Exército

também ficará responsável pela eliminação de focos do Aedes aegypti em diversos órgãos de administração militar, como vilas residenciais, clubes recreativos e outros. As mobilizações também estão programadas para a 3ª Regional de Saúde. Quase 400 militares do 3º Regimento de Carros de Combate e do 13º Batalhão de Infantaria Blindado foram capacitados no início desta semana para fazer palestras nas escolas e realizar vistorias com os agentes comunitários de saúde (ACS) do município de Ponta Grossa.

O servidor do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Wilson Loureiro, recebeu o Prêmio Especial Muriqui, concedido pelo Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, pelo projeto ICMS Ecológico. O prêmio é entregue a pessoas físicas, entidades públicas e privadas como forma de fomento e divulgação das ações para o desenvolvimento sustentável da Mata Atlântica. A entrega do prêmio foi na última sextafeira Loureiro, servidor do IAP há 34 anos, foi coordenador da equipe que desenvolveu o projeto relacionado às unidades de conservação do Paraná e contribuiu para o desenvolvimento do projeto na maioria dos 17 estados que já implementaram o ICMS Ecológico no Brasil. Além disso, o projeto também já foi instituído em Portugal e está sendo estudado no México e em outros países.


geral

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A3

Fábio Campana

Como não temos instituições muito sólidas, qualquer fatozinho, me permitam a expressão, abala as instituições. ”

fabio.campana@gmail.com

Começo do fim A crise está instalada. “Eles aproveitaram um projeto de combate à corrupção para se protegerem”, afirmou o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima. “Vamos renunciar coletivamente à Lava Jato caso essa proposta seja sancionada pelo presidente” O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada de ontem, por 313 votos a 132 e cinco abstenções, a possibilidade de juízes e membros do Ministério Público serem processados por cri-

mes de abuso de autoridade. A reação de juízes e promotores foi imediata. “Viemos a público para denunciar o golpe mais forte desferido contra a Lava Jato concretamente em toda a sua história pelo Congresso Nacional”, afirmou o procurador Deltan Dallagnol durante coletiva de imprensa na tarde desta quarta. Segundo ele, com a decisão da Câmara, as 10 medidas contra a corrupção foram rasgadas. “A Câmara sinalizou o começo do fim da Lava Jato”, disse Dallagnol.

Em causa própria

Boca livre na mira da PF

O líder do PDT na Câmara dos Deputados, Weverton Rocha (MA), autor da emenda que desfigurou as chamadas dez medidas de combate à corrupção, é investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) em ao menos dois inquéritos por crimes contra a administração pública. A emenda apresentada pelo pedetista incorporou ao texto a previsão de crime de responsabilidade de juízes e promotores, em clara resposta à operação Lava-jato e às medidas que endurecem o combate à corrupção.

Tanto quanto a CPI, a Operação Boca Livre, da Polícia Federal, deflagrada em outubro, investiga a utilização corrupta da Lei Rouanet.

Traíras Marquem aí os paranaenses que foram a favor da punição de juízes e promotores: Alfredo Kaefer (PSL), Assis do Couto (PDT), Dilceu Sperafico (PP), Edmar Arruda (PSD), Enio Verri (PT), Evandro Roman (PSD), Giacobo (PR), João Arruda (PMDB), Nelson Meurer (PP), Osmar Serraglio (PMDB), Takayama (PSC) e Zeca Dirceu (PT).

Nanico com os grandes A Polícia Federal disse que o Grupo Bertin, uma pequena empresa, também participou da reforma do sítio de Atibaia. O Grupo Bertin ganhou um contrato na Belo Monte junto com as construtoras Andrade Gutierrez e OAS, por conta desta prestação de serviço. E andou aqui pelo Paraná em tour palaciano.

Lula na Federal O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou pouco antes das 17h de ontem ao prédio da Justiça Federal em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Para ser ouvido pela primeira vez pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato na primeira instância. Chegou acompanhado por cerca de 20 militantes do PT que ficaram na frente do edifício. E com os advogados José Roberto Batochio e Roberto Teixeira. Para prestar depoimento, por videoconferência, como testemunha de defesa do deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Não calará A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, divulgou nota em que lamenta a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do projeto que torna crime o abuso de autoridade para juízes e procuradores, a agora chamada Lei da Intimidação.

Tocar o terror A violência da manifestação em Brasília revelou alteração de estratégia de entidades como CUT e MST: a ordem agora é “tocar o terror” e não apenas “protestar” contra o limite dos gastos públicos, dos quais se locupletaram nos governos do PT. O objetivo de invadir o Congresso, para impedir sessões na Câmara e no Senado, foi frustrado pela pronta ação da Polícia Militar do DF. Adotou-se o “plano B”, para destruir ou depredar lixeiras, cones, banheiros químicos, automóveis e prédios.

Com os bandidos A inteligência policial detectou bandidos comuns associados aos organizadores do protesto violento. Sete ministérios foram depredados. Antes de incendiar, os bandidos do “protesto” de Brasília saquearam os carros, nas proximidades da Catedral de Brasília. Além de promoverem destruição, os bandidos também agrediram covardemente cidadãos que tentavam se afastar da área de conflito.

Calero e a CPI O ex-ministro da Cultura Marcelo Calero pressionou contra a instalação da CPI da Lei Rouanet na Câmara dos Deputados, tanto quanto foi pressionado por Geddel Vieira Lima a levantar o embargo do Iphan à obra do edifício dele, em Salvador. Calero não queria CPI investigando a farra milionária usando a lei de incentivo à cultura. Ele telefonou três vezes ao deputado Alberto Fraga (DEM-DF), presidente da CPI, tentando impedir sua instalação.

Tráfico de influência Alberto Fraga confirma a pressão do ex-ministro Marcelo Calero contra a CPI da Lei Rouanet. “Quem cometeu tráfico de influência? ”, questiona.

Abalados Pessoas próximas ao presidente dizem que, pela primeira vez, os peemedebistas estão abalados com tudo o que está acontecendo desde que Michel Temer assumiu o governo. Mesmo em outras situações, o político desta vez parece sentir a pressão.

Michel Temer em discurso a empresários.

Número 13

Bloqueada

Parece que o número 13 é mesmo o número do expresidente Lula. Segundo os especialistas criminalistas o ex-presidente poderá pegar 13 anos de prisão por um dos processos que reponde. Seu interrogatório está marcado somente para o ano que vem.

O juiz Marcelo Breta da 7ª Vara Federal Criminal do Rio acatou o pedido do Ministério Público para bloquear os bens de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. Bloqueados também os bens do escritório de advocacia.

Não vai

Sem Buffet

O juiz Sérgio Moro barrou 21 perguntas das 41 que o ex-deputado Eduardo Cunha pretendia fazer para o presidente Michel Temer. Moro não aceitou as perguntas por considerar as mesmas inapropriadas ou impertinentes. As perguntas serão respondidas por escrito devido ao cargo. Temer faz parte da lista de testemunhas de defesa de Cunha.

O Senado revogou um edital que pretendia contratar um Buffet para o gabinete da presidência do Senado, Renan Calheiros. Renan quer economizar: o Buffet serviria camarão, salmão bacalhau, pato, entre outros. O valor que seria pago pelo serviço chegaria a R$ 262 mil por ano. O presidente do Senado também cancelou um edital que contrataria serviço de TV a cabo, que custaria por volta de R$ 130 mil.

Sem dados

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, marcou vigorosa posição contra as ameaças do Senado de Renan Calheiros à magistratura. E lembrou que “juiz sem independência não é juiz, é carimbador de despachos”.

A Apfut – Autoridade Pública de Governança do Futebol, que foi instalada há cerca de dois meses, ainda não recebeu nenhum dado ou informação da Caixa e da Receita sobre o parcelamento das dívidas dos clubes de futebol com a União. Os times se comprometem a adotar novas práticas de gestão em troca do refinanciamento das dívidas. A Caixa e a Receita dizem que entregarão os dados em alguns dias, o atraso se deu devido a questões operacionais internas.

Pagou mesmo?

Gravações

Deputados de oposição suspeitam que Geddel Viera Lima não pagou um só centavo dos R$2,5 milhões do apartamento comprado no edifício La Vue, em Salvador. Eles querem CPI investigando o negócio.

A PGR – Procuradoria-Geral da República – solicitou à Polícia Federal, os áudios gravados pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero em conversas com ministro, falando a respeito das construções do prédio que foi embargado em Salvador. A PGR precisa dela para saber se abre ou não um inquérito sobre os políticos que tem o foro privilegiado, como por exemplo, o presidente Michel Temer.

Mandou bem

Entre tapas e beijos Simpatizante de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) filmava o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), no cafezinho da Câmara. Irritado, Wyllys tomou a câmera da mão do cinegrafista amador e o acusou de fascista.

Conspiração

Um servidor do Senado, que se aposentará em março, tietou Gilmar Mendes, durante audiência na Câmara: sacou um pau de selfie e arrancou uma foto com o ministro do Supremo Tribunal Federal.

Nove entre dez analistas políticos dizem que a atitude de Marcelo Calero para com o presidente Michel Temer cheira a conspiração. Eles acreditam que Calero assumiu a Pasta da Cultura, de acordos com grupos contrários ao governo, só para esperar o momento para tentar manchar a imagem do presidente.

Nas alturas

Sem crédito

O programa de milhagem da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) anima as companhias aéreas. De janeiro a novembro, gastou R$127 mil com “emissão de bilhete aéreo”. Tudo, é claro, por nossa conta.

O BNDES mandou avisar que irá cancelar o crédito de todas as empresas que tem seus nomes citadas na Lava Jato, incluindo as que possuem créditos já aprovados. Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez e Camargo Correa estão entre estas empresas. O BNDES já havia liberado US$ 2,3 bilhões dos US$ 7 bilhões previstos.

Ídolo da galera

Prioridades Em outubro, a manifestação pró-vaquejadas reuniu cerca de 10 mil pessoas em Brasília contra a pretendida proibição da em todo o país. Três vezes maior que os bandidos que tocaram o terror, ontem.

Virando a página Michel Temer se reuniu pela segunda vez com o presidente do Senado, Renan Calheiros, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, com o secretário Moreira Franco e com dois senadores, Eunício Oliveira (PMDB) e Aécio Neves (PSDB). Na reunião a pauta era quais medidas tomar a partir de agora e reforçar a necessidade da aprovação da reforma da Previdência. Os convidados chegaram a um consenso, que antes de qualquer coisa o presidente precisa virar a página do capítulo Geddel e Calero.

Auxílio moradia Este ano, os cofres públicos já desembolsaram mais de R$ 1 bilhão com auxilio moradia aos parlamentares, promotores, procuradores, juízes e servidores do Itamaraty.

Traje casual Na entrevista que deu ao lado do presidente do Senado, Renan Calheiros e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ambos apareciam de traje menos formal, somente de terno e camisa. O que poucos sabem é que nos bastidores antes da entrevista Maia, o único que estava de gravata, se viu obrigado a tirar a sua, para não ficar parecendo que estava fora de sintonia com Temer e Renan.

Na eleição O PMDB e PSDB estão realmente propensos a fechar na candidatura a reeleição de Rodrigo Maia para presidência da Câmara. O PP também quer aderir a essa liga, só espera um agrado do Palácio do Planalto. O PTB já está se movimentando em torno da candidatura de Jovair Arantes. Rogério Rosso (PSD) também está ameaçando a lançar sua candidatura, e pode causar uma rachadura no centrão.

Salários garantidos O estado do Rio Grande do Sul decretou, na última semana, estado de calamidade financeira na administração pública estadual, por falta de condições de fechar as contas. Mas um acordo fechado com a montadora Ford, que deixou de abrir uma fabrica no estado em 1999, irá pagar uma indenização de R$ 216,9 milhões que garante os salários do funcionalismo, agora no mês de novembro.

Indenização A assistente de palco do programa Caldeirão do Huck, Dani Bananinha ganhou um processo de uma loja de roupas virtual que usou seu nome indevidamente. A indenização gira em torno de R$ 120 mil.

Provas O empresário Eike Batista, está disposto a entregar provas de que o escritório de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, realmente prestou serviço para o grupo EBX.

Sem apoio Marcelo Calero, ex-ministro da Cultura está sendo considerado persona non grata até mesmo pela Associação dos Diplomatas. Acreditam que a atitude de Calero em gravar conversas com ministros e com o próprio presidente Michel Temer foi traiçoeira e indigna de um político de tal importância.

Presente O artista plástico Romero Britto manda avisar a Polícia Federal que os quadros do ex-governador Sérgio Cabral e sua mulher, Adriana Ancelmo, pintado por ele, foram dados ao casal de presente. Não houve qualquer tipo de pagamento por elas.

Representantes O ministro das Relações Exteriores, José Serra e o novo ministro da Cultura, Roberto Freire estão em Havana, Cuba. Serão representantes do Brasil no funeral do ex-ditador Fidel Castro.

Coincidência Na internet os piadistas brincam com a morte do ex-ditador Fidel Castro. Eles dizem que Fidel morreu no dia mais movimentado do capitalismo americano: a Black Friday.

Sem patrocínios A prisão do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral está refletindo fora do circuito político. O musical Sassaricando – E o Rio inventou a marchinha, criada por Sergio Cabral (pai) acaba de perder seu principal patrocinador, que estava na peça a cerca de oito anos.

Financiamentos Segundo o Sebrae, apenas 15% das empresas pequenas recorrem a empréstimos em bancos grandes. Outros 22% não usa qualquer tipo de financiamento.

Nova equipe O novo ministro da Cultura, Roberto Freire já está mexendo na equipe. O ator e político Stepan Nercessian (PPS) estará a frente da Funarte, no lugar de Humberto Braga.

Bom público O filme Elis, que é um sucesso para os críticos do cinema, também fez sucesso com o público. No primeiro fim de semana levou 124 mil expectadores as salas e arrecadou cerca de R$ 2,1 milhões.

Não entra O PSDB disse não a possível pretensão do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, mudar de partido. Os líderes dizem que ele já traiu o partido em 2007, onde trocou a sigla pelo PMDB e não quer vê-lo novamente por lá.

Data prevista Romero Jucá, líder do governo no Senado, disse que a data prevista para que o pacote da reforma da Previdência chegue à casa é 13 de dezembro.

Visita O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral que foi preso há cerca de 15 dias, já recebeu quatro visitas. Além da mulher Adriana Ancelmo, e do filho Marco Antonio Cabral, recebeu também a visita do deputado estadual Paulo Melo e do prefeito eleito de Duque de Caxias e amigo há tempos, Washington Reis. “Estive com ele porque estou com Cabral desde o começo da minha vida política. É nessas horas que vemos quem são os amigos. O leito de morte e a prisão são os dois momentos mais difíceis da vida de um homem”.

Não será possível trabalhar na Lava Jato se a lei da intimidação for aprovada.” Deltan Dallagnol


especial

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A4

Café das Nações ocorreu na PUC/PR Odailson Elmar Spada

T

radicionalmente homenageando países amigos, através de seus cônsules, o Café das Nações, realização do Diário Indústria e Comércio e o Corpo Consular do Paraná, desta vez, lembrou e parabeni-

zou cinco países por suas datas nacionais: Reino do Marrocos, República da Albânia, Romênia, República da Finlândia e Japão. O evento foi na Pontifícia Universidade Católica (PUC/PR), que abriu as portas para diplomatas e empresários numa confraternização cul-

Alan Pizamiglio, adido consular da República Dominicana; Thomas Augusto Amaral Neves, cônsul da Albânia e da República Dominicana, bem como presidente da Sociedade do Corpo Consular do Paraná; e Rodrigo Kost, adido consular da Albânia.

tural, empresarial e acima de tudo congraçamento. Para Lara de Lacerda Rodrigues, Coordenadora de Projetos Internacionais da PUC/PR, receber o Café das Nações é vantagem porque está comprometida com as atividades de internacionalização do ensino e extensão. Uma das estratégias é abrir o campus para a comunidade internacional, radicada no Paraná. “Queremos que a PUC/PR seja um espaço para a troca de ideias e congraçamento entre as nações aqui representadas, bem como para divulgação das diversas culturas. Assim, é grande a satisfação de receber eventos como o Café das Nações com os cônsules creditados no estado. ” Gabriela Rangel Jorge, Coordenadora de Comércio Exte-

rior e Relações Internacionais da ACP (Associação Comercial do Paraná), apresentou, por

sua vez, o serviço de apoio da ACP aos empresários, que á o Certificado de Origem. Ele

garante a procedência de produtos exportados, facilitando a aceitação interncional.

Ministro Paulo Roberto Palm, do EREPAR, escritório de representação do Itamaraty no Paraná; Abdo Abage, cônsul da República Árabe da Síria; e Kiyoshi Ishitani, cônsul das Filipinas.

Lara de Lacerda Rodrigues, Coordenadora de Projetos Internacionais da PUC/PR.

Carlos Eduardo Athayde Guimarães, cônsul da Finlândia.

Toshio Ikeda, cônsul geral do Japão

Gabriela Rangel Jorge, Coordenadora de Comércio Exterior e Relações Internacionais da Associação Comercial do Paraná (ACP)

Eduardo Lopes Pereira Guimarães, presidente do Instituto de Relações Internacionais do Paraná (IRIP) e do CONCEX

Maestro Paul Passos, representante cultural do consulado da Romênia, que representou o cônsul

Saturnino Hernando Gordo, cônsul honorário da Espanha, homenageado por seu aniversário

Desembargador João Kopytowski

Ministro Paulo Roberto Palm, do EREPAR, escritório de representação do Itamaraty no Paraná

Wilson Portes, Movimento Pró-Paraná

Antonio Romão Montes, da JUCEPAR e Movimento Pró-Paraná, que representou o cônsul do Marrocos

Joaquin Pirez Jorge, cônsul geral do Uruguai

O presidente da Sociedade do Corpo Consular do Paraná Thomas Augusto Amaral Neves, entrega certificado à coordenadora de Projetos Internacionais da PUC/PR, Lara de Lacerda Rodrigues, reconhecendo a excelência da Universidade na formação de melhores profissionais, inclusive na área de relações internacionais.


publicidade legal

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A5 SÚMULA DO PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO CBB INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE ASFALTOS E ENGENHARIA LTDA torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba - SMMA a Renovação da Licença de Operação, para indústria de asfaltos e emulsões situada à R. João Bettega, 3500, CIC,Curitiba/PR. LO-13000209, validade 25/04/2017 . SÚMULA DE CONCESSÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO METALGRIN IND. E COM. DE ARTEFATOS DE METAIS LTDA-ME torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba - SMMA a Concessão da Licença de Operação, válida até 09/12/2015 para atividade de fabricação de artigos de serralheria,exceto esquadrias,fabricação de outros produtos de metal não classificados anteriormente, serviços de usinagem, tornearia e solda, situada à Rua Doutor Simão Kossobudski, nº 1127, Boqueirão, Curitiba/PR, CEP: 81.730-410. SÚMULA DO PEDIDO DE RENOVAÇÃO DA LICENÇA DE OPERAÇÃO METALGRIN IND. E COM. DE ARTEFATOS DE METAIS LTDA-ME torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba SMMA a Renovação da Licença de Operação, para atividade de fabricação de artigos de serralheria,exceto esquadrias,fabricação de outros produtos de metal não classificados anteriormente, serviços de usinagem, tornearia e solda, situada à Rua Doutor Simão Kossobudski, nº 1127, Boqueirão, Curitiba/PR, CEP: 81.730-410. FOSFOREIRA BRASILEIRA S/A EDITAL DE CONVOCAÇÃO 98.º Assembléia Geral Extraordinária Ficam Convocados os Srs. Acionistas da Sociedade Anônina para se reunirem em Assembléia Geral Extraordinária na sede da empresa sita à Av. Getúlio Vargas, 264, Irati-Pr, às 10:00 hs do dia 9 de Dezembro de 2016, para deliberar e tratar os seguintes assuntos: (I) Incorporação da empresa Fobras Comercial Ltda. (II) Apresentação do Protocolo e Justificativa da Incorporação (III) Nomeação de Avaliadores do patrimônio líquido (IV) autorização para aumento do capital com o patrimônio líquido (V) autorização para os administradores realizarem os atos necessários à incorporação. Deliberar sobre outros assuntos de interesse social. Irati, 28 de Novembro de 2016.

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO PARANÁ EDITAL DE CONVOCAÇÃO. O Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná tendo em cumprimento ao constante artigo 15 do Estatuto Social, CONVOCA os associados para a Assembleia Geral Ordinária a ser realizada em sua sede social, no dia 06 de dezembro vindouro com início, em primeira convocação às 14h30 e em 2ª às 15:00 horas, com a seguinte ORDEM DO DIA: a – deliberar sobre o Relatório das atividades da Diretoria no corrente ano; b – deliberar sobre o balanço financeiro; c- outros assuntos de interesse do IHGPR. Curitiba, 18 de novembro de 2016. PAULO ROBERTO HAPNER Presidente

A empresa abaixo torna público que recebeu do IAP, Licença Ambiental Simplificada (LAS) para empreendimento especificado: EMPRESA: Companhia de Saneamento do Paraná - SANEPAR ATIVIDADE: Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Campina Grande do Sul - ETE Compacta Roseira MUNICIPIO: Campina Grande do Sul VALIDADE: 21/10/2022. CESBE PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF Nº 09.438.590/0001-03 ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pelo presente Edital ficam convocados os Senhores Acionistas desta empresa para se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada no dia 08 de dezembro de 2016, em primeira convocação às 10h00, e em segunda convocação às 10h30, em sua Sede Social, sita à Rua João Negrão, 2226, 1º andar, nesta Capital, com a seguinte Ordem do Dia: a) Destinação de ações em Tesouraria; b) Deliberação sobre o pagamento de Juros Sobre o Capital Próprio; c) Outros assuntos de interesse social. Curitiba, 25 de novembro de 2016. CARLOS DE LOYOLA E SILVA Diretor Presidente CONSTRUTORA MOTASA 1 LTDA EPP CNPJ 61.144.093/0001-12 – NIRE 4120752892-0 AVISO DE REDUÇÃO DE CAPITAL MASENG MEIO AMBIENTE E SINALIZAÇÃO EIRELI, pessoa jurídica de direito privado, com sede na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Visconde do Rio Branco, 1630, 22º andar, Conj. 2205, Sala 01, Centro, CEP 80420-210, inscrita no CNPJ sob o nº 04.724.593/0001-90, com seus atos constitutivos devidamente registrados na JUCEPAR sob o NIRE nº 4160002820-1, representada, neste ato, por Maria Luiza De Carvalho, brasileira, separada judicialmente, empresária, portadora da Carteira de Identidade RG nº 814.521-0 / SESP-PR, e inscrita no CPF/MF sob o nº 561.595.799-91, residente e domiciliada em Curitiba, Paraná, na Avenida Presidente Getúlio Vargas, nº 2800, 20º Andar, Bairro Água Verde, CEP 80.240-040, única sócia componente da sociedade empresária limitada que gira sob a denominação CONSTRUTORA MOTASA 1 LTDA EPP, pessoa jurídica de direito privado, com sede na Avenida Sete de Setembro, nº 4995, loja 01, andar térreo, Bairro Batel, Curitiba, Paraná, CEP 80.240.000, com seus atos constitutivos devidamente registrados na JUCEPAR sob o NIRE nº 4120752892-0, inscrita no CNPJ sob o n.º 61.144.093/0001-12, RESOLVE reduzir o capital social da Sociedade, de 5.000.000,00 (cinco milhões de reais), para R$ 2.000.000,00 (dois milhões reais), com o cancelamento de 3.000.000 (três milhões) de quotas, conforme segue: a) 3.000.000 (três milhões) de quotas, de titularidade da sócia MASENG MEIO AMBIENTE E SINALIZAÇÃO EIRELI, já qualificada;. A redução do Capital Social se dá em razão de pardas irreparáveis, nos termos do artigo 1.082, I, do Código Civil Brasileiro. Curitiba, 16 de Setembro de 2016. CONSTRUTORA MOTASA 1 LTDA EPP

ESCOLA MATERNAL ANNETTE MACEDO ENTIDADE PARTICULAR DE ASSISTÊNCIA E EDUCAÇÃO Fundada em 13 de agosto de 1928 Utilidade Pública Federal - Decreto nº50.517/61 Fins Filantrópicos Processo nº 237.113/72 CGC 76.713.023/0001-05 – e-mail: emam@onda.com.br CEI Annette Macedo – Av. Vicente Machado, 599 fone 3224-8634 CEI Meu Pequeno Reino - Rua João Negrão, 551. Fone 3223-1555 Curitiba – PR.

ESCOLA MATERNAL ANNETTE MACEDO CNPJ N.º 76.713. 023/0001-05 CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA O Presidente do Conselho Administrativo da Escola Maternal Annette Macedo, de acordo com as disposições estatutárias, convoca os Senhores Diretores, Conselheiros e Sócios Contribuintes da entidade para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se no dia 09 de dezembro de 2016, em 1ª Convocação às 15:30 horas, ou em 2ª Convocação às 16:00 horas, na filial da R. João Negrão n.º 551, nesta Capital, para deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia: a) Eleição da Diretoria, Conselho Fiscal e Conselho Administrativo para o biênio 2017 e 2018; b) Plano de Ação; c) Aprovação do Orçamento 2017; d) Estatuto EMAM (revisão); e) Outros assuntos de interesse social. Curitiba, 21 de dezembro 2016. Escola Maternal Annette Macedo CLARINDO BRUNIERA PEGORARO Presidente do Conselho Administrativo GILEADE PARTICIPAÇÕES LTDA. CNPJ: 23.033.286/0001-07 – NIRE 41208232854 Assembleia Geral de Transformação, realizada em 01 de julho de 2016 1. DATA, HORA E LOCAL: Ao 01 (primeiro) dia do mês de julho de 2016, às 14h (quatorze horas), na sede de GILEADE PARTICIPAÇÕES LTDA. (“Sociedade”), em Curitiba/PR, à Rua Marechal Deodoro, n. 630, 8º Andar, Cj. 804, CEP 80.010010. 2. CONVOCAÇÃO: Dispensados os trâmites legais inerentes à convocação, face à presença dos quotistas detentores da totalidade das quotas componentes do capital social da Sociedade, nos termos do artigo 1.072, §2º, do Código Civil. 3. PRESENÇAS: Quotistas representando a totalidade do capital social da Sociedade, a saber: a) ALEXANDRE SILVEIRA, (RG n. 5.536.052-9 SSP/PR e CPF/MF n. 581.368.431-04); e b) VILMAR SILVEIRA (RG n. 4.759.203-8 SSP/PR e CPF/MF n. 722.099.509-10). 4. MESA: Assumiu a presidência dos trabalhos VILMAR SILVEIRA, que convidou a mim, ALEXANDRE SILVEIRA, para secretariar os trabalhos; 5. ORDEM DO DIA: Deliberação sobre (i) a transformação, independentemente de dissolução ou liquidação, da Sociedade Empresária Limitada em Sociedade Anônima de Capital Fechado, nos termos da Lei n. 6.404/1975; (ii) a minuta do Estatuto Social que regerá a Companhia; e (iii) a conversão das quotas componentes do capital social da Sociedade em ações componentes do capital social da Companhia. 6. DELIBERAÇÕES: Examinada e discutida a matéria, os sócios quotistas aprovaram, por unanimidade, os seguintes pontos: 6.1. Transformar a Sociedade Empresária Limitada GILEADE PARTICIPAÇÕES LTDA. em Sociedade Anônima de Capital Fechado, na forma da Lei n. 6.404/1975, independentemente de dissolução ou liquidação, permanecendo em vigor todos os direitos e todas as obrigações sociais, o mesmo patrimônio, o mesmo objeto social e a mesma escrituração comercial e fiscal; 6.2. Alterar a denominação social da Sociedade para GILEADE PARTICIPAÇÕES S.A., que responderá, para todos os fins de direito, por todo o ativo e todo o passivo da Sociedade transformada em Companhia; 6.3. Por ocasião da transformação deliberada, aprovar a manutenção da cifra do capital social da Sociedade, no valor de R$ 78.640,00 (setenta e oito mil, seiscentos e quarenta reais), totalmente subscrito e integralizado, que passará a ser representado por 78.640 (setenta e oito mil seiscentas e quarenta) ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal, recebendo os acionistas uma ação ordinária para cada quota detida anteriormente, na seguinte proporção: ACIONISTAS Alexandre Silveira Vilmar Silveira TOTAL

Número de Ações 01 78.639 78.640

Capital Social (em R$) 1,00 78.639,00 78.640,00

Participação (%) 0,01 99,99 100

6.4. Os acionistas deliberam também que o Conselho Fiscal não atuará no primeiro exercício financeiro da Companhia; 6.5. O Conselho de Administração, por ora, não será composto, podendo vir a ser instalado a qualquer tempo e eleitos seus membros pela Assembleia Geral, com atribuições previstas em lei. 6.6. A administração da Companhia competirá à Diretoria com poderes e atribuições conferidas pela Lei e pelo Estatuto. A administração será exercida por 02 (dois) membros, residentes no país, sendo 01 (um) Diretor Presidente e 01 (um) Diretor Administrativo, eleitos pela Assembleia Geral, para mandato de 03 (três) anos, permitida a reeleição no todo ou em parte 6.7. Ficam eleitos como membros da diretoria (i) Diretor-Presidente: VILMAR SILVEIRA, brasileiro, casado sob o regime de comunhão parcial de bens, empresário, portador da cédula de identidade/RG n. 4.759.203-8 SSP/PR, regularmente inscrito no CPF/MF sob o n. 722.099.509-10, residente e domiciliado em Pinhais/PR, à Rua dos Colibris, n. 603, Condomínio Residencial Alphaville Graciosa, CEP 83.327-150 e (ii) Diretor Administrativo-Financeiro: ALEXANDRE SILVEIRA, brasileiro, casado, empresário, portador da cédula de identidade/RG n. 5.536.052-9 SSP/PR, regularmente inscrito no CPF/MF sob o n. 581.368.431-04, residente e domiciliado em Pinhais/PR, à Rua das Gralhas, n. 53, Condomínio Residencial Alphaville Graciosa, CEP 82.840-360, os quais declaram não terem sido condenados nem estarem incursos em quaisquer crimes que os impeçam de exercer atividades mercantis, valendo a presente como declaração de desimpedimento perante o Registro de Comércio. 6.8. É de competência da Assembleia Geral a fixação do montante global remuneratório dos diretores. 6.9. Os acionistas aprovam na íntegra o projeto do Estatuto Social da Companhia, que passará a vigorar de acordo com a redação aprovada, constante do Anexo I desta Ata, o qual faz parte integrante dela para todos os fins e efeitos de direito; 6.10. Os acionistas dão por efetivamente transformada a Sociedade Empresária Limitada em Sociedade Anônima de Capital Fechado, sob a denominação social de GILEADE PARTICIPAÇÕES S.A., em função do cumprimento de todas as formalidades legais. 6.11. Finalmente, os acionistas autorizam a administração da Companhia a praticar todos os atos necessários para a implementação das deliberações anteriores. 7. ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a tratar, foi lavrada, em forma de sumário, a ata referente a esta Assembleia da Sociedade ora transformada em Companhia, depois de lida, aprovada e assinada por todos os sócios da Sociedade ora transformada em Companhia, os quais passam a condição de acionistas da Companhia. Autenticação da Mesa VILMAR SILVEIRA ALEXANDRE SILVEIRA Presidente Secretário Sócios VILMAR SILVEIRA

ALEXANDRE SILVEIRA

SAID MAHMOUD ABDUL FATTAH JR. OAB/PR 38.514 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E PRAZO DE DURAÇÃO. Artigo 1º: GILEADE PARTICIPAÇÕES S.A. é uma sociedade de capital fechado, que se regerá pelo presente e pela legislação aplicável. Artigo 2º: A companhia terá sede e foro na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Marechal Deodoro, n. 630, 8º andar, conjunto 804, Centro, CEP 80.010-010, e pode por deliberação da Assembleia Geral de Acionistas, manter e fechar filiais, escritórios, depósitos, ou agências de representação, qualquer parte do território nacional ou no exterior. Artigo 3º: A Companhia tem por tem por objeto social a administração e gestão de bens e valores próprios e participação em outras sociedades comerciais ou civis, com atividades preponderantemente não-financeiras, como controladora do capital (Holding) – CNAE 6462-0/00. Parágrafo Único: Os atos reservados à competência de profissões legalmente regulamentadas serão praticados pelos diretores que preencham tal condição ou mediante contratação de terceiros detentores de inscrição no respectivo órgão fiscalizador. Artigo 4º: O prazo de duração da Companhia é indeterminado. CAPÍTULO II - DO CAPITAL SOCIAL E DAS AÇÕES Artigo 5º: O capital social inteiramente subscrito e integralizado é de R$ 78.640,00 (setenta e oito mil, seiscentos e quarenta reais), representado por 78.640 (setenta e oito mil, seiscentas e quarenta) ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal. Parágrafo Único: A cada ação ordinária corresponderá um voto nas

deliberações das Assembleias Gerais dos acionistas. Artigo 6º: A Assembleia Geral tem poderes para decidir todos os negócios relativos ao objeto da companhia e tomar as resoluções que julgar convenientes à sua defesa. Artigo 7º: A Assembleia Geral Ordinária reunir-se-á dentro dos quatro primeiros meses seguintes ao término do exercício social, cabendo-lhe decidir sobre as matérias de sua competência previstas em lei. Artigo 8º: A Assembleia Extraordinária reunir-se-á sempre que os interesses sociais o exigirem, mediante o pronunciamento dos acionistas e nos casos previstos em lei e nesse estatuto. Parágrafo Único: Compete à Assembleia Geral: I – Fixar orientação geral dos negócios da Companhia, aprovando as diretrizes políticas e objetivos básicos, para todas as áreas principais de atuação da Companhia e de suas controladas; II – Aprovar os planos de trabalhos e orçamentos anuais, os planos de investimentos e os novos programas de expansão da Companhia e de suas controladas; III – Eleger e destituir, os Diretores da companhia e fixar-lhes as atribuições; IV – Fiscalizar a gestão dos Diretores, examinar a qualquer tempo, os livros e papéis da Companhia, solicitar informações sobre contratos celebrados ou em via de celebração, e sobre quaisquer outros atos; V – Fixar a remuneração global anual dos diretores; VI – Atribuir os Diretores parcela de participação nos lucros apurados em balanços levantados pela Companhia, inclusive intermediários, respeitando as limitações e disposições estatuárias e legais; VII – Manifestar-se sobre o relatório e as contas da Diretoria, e autorizar a distribuição de dividendos intermediários com base em resultados apurados em balanço intermediário do exercício em curso; VIII – Fixar o voto a ser dado pelo representante da companhia nas Assembleias Gerais e reuniões das sociedades em que participe como acionistas e aprovar previamente as alterações do contrato social das sociedades em que a Companhia participa como cotista, inclusive aprovando a escolha dos administradores de sociedades controladas ou coligadas a serem eleitos com os votos da Companhia; IX – Autorizar a aquisição a alienação, a qualquer título, de bens imóveis; X – Autorizar a participação da companhia no capital de outras sociedades; XI – Autorizar a aquisição, alienação ou oneração de bens do ativo permanente com valor superior a R$ 100.000,00 (cem mil reais). XII – Autorizar a celebração de quaisquer contratos de empréstimos, financiamentos, emissão de títulos da dívida ou assunção de quaisquer obrigações perante instituições financeiras e/ou terceiros-investidores, cujo valor do negócio jurídico seja em valor superior a R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) por operação e/ou no conjunto das operações ultrapasse o limite global de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) por exercício social. XIII – Autorizar a recompra, amortização e ou resgate de ações, emissão de debêntures, bônus de subscrição ou partes beneficiárias pela Companhia, prestação de fiança, aval ou outra garantia a favor de terceiros ou de empresas, direita ou indiretamente coligada, controlada ou associada a esta Companhia; XIV – Autorizar a alteração do Estatuto Social, dissolução, transformação, fusão, cisão ou incorporação; XV – Estipular e determinar os critérios gerais de remuneração e política de benefícios (benefícios indiretos, participação no lucro e nas vendas) da Diretoria e dos empregados em geral da sociedade em que a Companhia houver efetuado investimento ou das companhias controladas, diretas ou indiretamente, pela Companhia, ou coligadas ou as suas controladas. XVI – Autorizar a participação das sociedades em que a Companhia houver efetuado investimento ou das companhias controladas, direita ou indiretamente, pela Companhia, ou a elas coligadas, em novas atividades e negócios. XVII – Autorizar quaisquer negócios ou contratos entre a Companhia e seus administradores (e os sócios, direta ou indiretamente, dos acionistas da Companhia), suas controladas ou controladoras ou controladas de suas controladoras, qualquer que seja o valor, ou autorização da celebração dos contratos que não atendam a essas condições; XVIII – Autorizar a celebração de quaisquer contratos de longo prazo, entre a Companhia e seus clientes, fornecedores, prestadores de serviços e outras entidades com que mantenha relacionamento comercial, ou suas prorrogações, cujo valor global seja superior a R$ 100.000,00 (cem mil reais). XIX – Decisões relativas à política de investimentos e/ou à estrutura de capital da Companhia e das sociedades em que Companhia houver efetuado investimento ou das companhias controladas, direta ou indiretamente pela Companhia, ou coligadas a suas controladas. XX – Aprovação dos negócios e deliberações referidas neste artigo pelas controladas da Companhia ou sociedade a elas coligadas; XXI – Autorização de quaisquer investimentos em negócios estranhos ao objeto social, inclusive através de consórcios ou sociedade em conta de participação. Artigo 9º - A convocação da Assembleia Geral compete à Diretoria e será instalada e presidida pelo Diretor Presidente, ou acionista por ele convidado, ou, ainda por acionista designado por aclamação dos presentes. Artigo 10 – As deliberações da Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária serão tomadas, sem exceção, pela maioria absoluta do capital votante. Artigo 11 – A Companhia será administrada por uma Diretoria, na forma prevista em lei e neste Estatuto. Parágrafo Único: A Assembleia Geral fixará o montante global da remuneração dos administradores, cuja distribuição interna se fará pelos Diretores, em atenção aos critérios fixados no caput do artigo 152 da Lei n. 6.404/76. Artigo 12 – A Diretoria será por composta por 01 (um) Diretor Presidente e 01 Diretor Administrativo, acionistas ou não, residentes no País, eleitos pela Assembleia Geral e por ela destituíveis a qualquer tempo, com mandato de 3 (três) anos, permitida a reeleição. § 1º - Ocorrendo vacância no cargo de Diretor, ou impedimento do titular, caberá à Assembleia Geral eleger novo Diretor ou designar o substituto, fixando em qualquer dos casos, o prazo da gestão e os respectivos vencimentos. § 2º - Compete à Diretoria exercer atribuições que a Lei e o Estatuto Social lhe conferirem para a prática dos atos necessários ao funcionamento regular da Companhia. § 3º - Os mandatos serão sempre assinados exclusivamente pelo Diretor Presidente e outorgados para fins específicos e por prazo determinado, não excedente a dois anos, salvo os que contemplarem os poderes da cláusula ad judicia. § 4º – A Diretoria poderá, ainda, designar um dos seus membros para representar a companhia em atos e operações no país ou no exterior, ou constituir um procurador apenas para a prática de ato específico, devendo a ata que contiver a resolução da Diretoria ser arquivada na Junta Comercial se necessário. § 5º - A Diretoria reunir-se-á sempre que necessário, sendo que a convocação cabe ao Diretor Presidente, que também presidirá a reunião. § 6º - A reunião instalar-se-á com a presença dos Diretores que representem a maioria dos membros da Diretoria. § 7º - As atas das reuniões com deliberações da Diretoria serão registradas em livros próprios. Artigo 13 – Compete à Diretoria: I - Cumprir as disposições deste Estatuto e as deliberações da Assembleia Geral; II - Assegurar o bom andamento dos negócios sociais, praticando todos os atos necessários à realização dos objetivos da Companhia, observando, quando for o caso, a necessidade de autorização prévia da Assembleia Geral; III – Celebrar contratos de qualquer natureza entre a Companhia e seus fornecedores, prestadores de serviços e outras entidades com que mantenha relacionamento comercial, ou suas prorrogações cujo valor global não ultrapasse R$ 100.000,00 (cem mil reais). IV – Celebrar quaisquer contratos de empréstimos, financiamentos, emissão de títulos da dívida ou assunção de quaisquer obrigações perante instituições financeiras e/ou terceiros-investidores, que não ultrapasse o valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) por operação e no conjunto das operações respeite o limite global de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) por exercício social. V - Submeter à Assembleia Geral a prática de qualquer ato que, nos termos deste Estatuto, dependa de prévia autorização daquele órgão; VI - Aprovar o quadro de pessoal da Companhia, estabelecendo o regime de cargos e salários, a remuneração fixa e variável dos empregados e a política de benefícios aplicável, observando políticas, diretrizes e procedimentos aprovados pela Assembleia Geral; VII - Elaborar, ao final de cada exercício social, as demonstrações financeiras e o Relatório Anual da Administração,

INVERNADINHA AGROPECUÁRIA LTDA NIRE: 41200268370 CNPJ: 75.577.742/0001-83 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE REUNIÃO DE SÓCIOS Ficam convocados os sócios desta sociedade a se reunirem em Reunião de Quotistas no dia 08.12.2016, às 09h00m, a ser realizada para maior comodidade dos sócios na Sala Centro Europeu, localizada na praça Osório, 61, Hotel Centro Europeu Tourist – Centro – Curitiba-PR, para deliberar a respeito da seguinte ordem do dia: 1. Regularização do quadro societário em decorrência de integralização de quotas realizada no passado pelo então sócio Julio Hyczy da Costa. 2. Alteração do objeto social para as atividades de compra, venda, administração e locação de imóveis próprios. 3. Discussão sobre a administração da sociedade face ao seu novo propósito. 4. Alteração do contrato social para que a venda de imóveis da sociedade seja previamente autorizada em reunião de sócios mediante aprovação de titulares da maioria do capital social. 5. Autorização para oferta à venda do imóvel da Fazenda Invernadinha em Arapoti. Curitiba, 30 de novembro de 2016. Maria Aparecida Hyczy da Costa Sócia-administradora

EXTRATO DO TERMO DE CONVÊNIO nº. 07/2016 Contratante: MUNICÍPIO DE PIRAQUARA. Contratado: Associação dos Magistrados do Paraná - AMAPAR, situada à Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel, nº 5964, Jardim Veneza, Piraquara/PR, CNPJ/MF sob o n.º 75.036.210/0001-39. Modalidade: Dispensa n.º 48/2016 – Processo n.º 20572/2016. Objeto: “Celebração de convênio entre a Associação dos Magistrados do Paraná - AMAPAR e o Município de Piraquara, para Implantação e suplementação do Projeto de desenvolvimento Pessoal e Social – Uma proposta além da sala de aula”. Vigência: 01/12/2016 à 30/11/2017. Valor Global: R$ 30.058,11 (Trinta mil cinquenta e oito reais e onze centavos). Data da Assinatura: 30 de novembro de 2016.

Mais de 450 mil pessoas assistem ao Live do Pontofrio O Pontofrio promoveu no dia da Black Friday, 25 de novembro, com apresentação de Sérgio Mallandro, um dos maiores lives interativos da história do varejo brasileiro no Facebook. A ação com o humorista, que apresentou as ofertas da marca direto de uma megastore na marca, contou com mais de 450 mil visualizações únicas e pico de 10 mil pessoas assistindo à transmissão simultaneamente. Além disso, registrou mais de 6 mil comentários, superou 13 mil curtidas positivas e utilizou a hashtag

submetendo-os, acompanhado do parecer dos auditores independentes, conforme o caso, à Assembleia Geral; VIII - Submeter o Orçamento anual da Companhia anualmente à Assembleia Geral, executando o Orçamento aprovado; IX - Decidir sobre quaisquer assuntos não previstos neste Estatuto e que não sejam da competência privativa da Assembleia Geral; X - Outorgar mandatos para a prática de atos de sua competência, respeitadas as disposições deste Estatuto; e XI - Nos limites de suas atribuições e poderes, constituir mandatários da Companhia, nos termos do Artigo 12, §3º deste Estatuto. Parágrafo único: É vedado à Diretoria avalizar títulos, prestar fianças e avais ou assumir compromissos estranhos aos objetivos sociais da Companhia. Artigo 14 – Compete ao Diretor Presidente: I Submeter à aprovação da Assembleia Geral os planos de trabalhos e orçamentos anuais, os planos de investimentos e novos programas de expansão da Companhia e de suas controladas, promovendo a sua execução nos termos aprovados anuais aprovados pelos acionistas; II – Formular estratégias e diretrizes operacionais da Companhia, bem como estabelecer critérios para a execução das deliberações da Assembleia Geral, com a participação dos demais Diretores; III – exercer a supervisão de todas as atividades da Companhia; IV – Coordenar e superintender as atividades da Diretoria, convocando e presidindo as suas reuniões; V - Zelar para que as demonstrações financeiras e os relatórios da Diretoria sejam tempestivamente elaborados e encaminhados aos órgãos competentes para apreciá-las e aprova-las; VI – Exercer as demais atribuições conferidas pela Assembleia Geral. Artigo 15 Compete ao Diretor Administrativo: I – coordenar as ações para implementação, supervisão e manutenção de controles internos, necessários ao bom funcionamento da Companhia; II – desenvolver políticas voltadas para o planejamento administrativo, financeiro, contábil e de recursos humanos da Companhia e de suas controladas; III – coordenar a captação de recursos, a contratação e renegociação de financiamentos para a Companhia e suas controladas, submetendo tais operações à prévia aprovação do Diretor Presidente e da Assembleia Geral, quando for o caso, nos termos deste Estatuto; IV – avaliar e encaminhar para decisão do Diretor Presidente e da Assembleia Geral, a prestação de garantias pela Companhia e suas controladas; V – estruturar os recursos financeiros para novos negócios e investimentos pela Companhia, conforme a orientação do Diretor Presidente e da Assembleia Geral; VI – elaborar e propor ao Diretor Presidente o Orçamento Anual e o Plano Anual Estratégico e de Negócios da Companhia; VII – administrar as áreas administrativa e financeira da Companhia; VIII – coordenar a contratação de seguros e garantias para a Companhia e suas controladas; Artigo 16 – Todos e quaisquer atos que implicarem responsabilidade ou gerarem obrigações para a Companhia, ou dispensarem obrigações de terceiros para com ela, somente serão válidos se contiverem: I – A assinatura conjunta de dois membros da Diretoria; II – A assinatura conjunta de um membro da Diretoria e de um procurador da Companhia, nomeado exclusivamente pelo Diretor Presidente; III – A assinatura conjunta de dois procuradores da Companhia, sendo ambos nomeados exclusivamente pelo Diretor Presidente; IV – A Companhia será representada isoladamente por quaisquer membros da Diretoria, sem as formalidades previstas acima, quando: do recebimento de citações ou notificações judiciais; da prestação de depoimento pessoal em nome da Companhia; da atuação junto a instituições financeiras, sejam elas bancárias, cooperativas de crédito ou caixas econômicas, para abertura ou encerramento, bem como, a movimentação de contas de quaisquer tipos – correntes, poupança, aplicação, etc. da atuação junto a todo e qualquer órgão federal, estadual, municipal e cartórios de qualquer natureza. CAPÍTULO V – DO CONSELHO FISCAL Artigo 17 – A Companhia poderá ter um Conselho Fiscal, composto de 3 (três) membros efetivos e 3 (três) suplentes, não tendo caráter permanente, o qual só será eleito e instalado pela Assembleia Geral a pedido de acionistas, nos casos previstos em lei. Artigo 18 – O funcionamento do Conselho Fiscal terminará na primeira Assembleia Geral Ordinária após a sua instalação, podendo os seus membros serem reeleitos. Artigo 19 – A remuneração dos membros do Conselho Fiscal será fixada pela Assembleia Geral que os eleger. CAPÍTULO VI – DO EXERCÍCIO SOCIAL, BALANÇO E RESULTADOS Artigo 20 - O exercício social terá a duração de um ano, e terminará no último dia do mês de dezembro de cada ano. Artigo 21 – Ao fim de cada exercício social serão elaborados, com base na escrituração mercantil da Companhia, as demonstrações financeiras, consubstanciadas no balanço patrimonial, demonstração dos lucros ou prejuízos, acumulados, demonstração do resultado do exercício e demonstração do fluxo caixa, simultaneamente em moeda corrente nacional. § 1º - A Diretoria poderá determinar o levantamento de balanço semestral ou, respeitados os preceitos legais, em períodos menores, e aprovar a distribuição de dividendos em com base nos lucros apurados. § 2º - A qualquer tempo, a Diretoria também poderá deliberar a distribuição de dividendos intermediários, a conta de lucros acumulados ou de reservas de lucros existentes no último balanço anual ou semestral. Artigo 22 – Do resultado do exercício serão deduzidos, antes de qualquer participação, eventuais prejuízos acumulados e a provisão para o imposto de renda. § 1º - Sobre o lucro remanescente apurado na forma de caput deste artigo será calculada a participação estatutária dos administradores, até o limite máximo legal. § 2º - O lucro líquido do exercício, obtido após a dedução de que trata o parágrafo anterior, destinar-se-á: a) 5% (cinco por cento) para reserva legal até atingir 20% (vinte por cento) do Capital Social integralizado; b) do saldo do lucro líquido do exercício, obtido após a dedução de que trata o parágrafo anterior e ajustado na forma do artigo 202 da lei n. 6.404/76, destinar-se-ão 25% (vinte e cinco por cento) para pagamento de dividendo obrigatório a todos os seus acionistas. § 3º - Atendida a distribuição prevista no parágrafo anterior, o saldo, por proposta da Diretoria e aprovação da Assembleia Geral, será destinado a uma reserva suplementar para a apropriação futura ao Capital Social ou a reserva para expansão dos negócios sociais. CAPÍTULO VII – DA LIQUIDAÇÃO Artigo 23 - A sociedade entrará em liquidação nos casos previstos em Lei, ou, em virtude de deliberação da Assembleia Geral, e se extinguirá pelo encerramento da liquidação Parágrafo Único: A Assembleia Geral nomeará o liquidante, fixando seus honorários e deliberará sobre a forma da liquidação. CAPÍTULO VIII – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 24 – A Companhia observará os acordos de acionistas registrados na forma do artigo 118 da Lei n. 6.404/76, cabendo à respectiva administração abster-se: de registrar transferências de ações contrárias aos respectivos termos, e ao Presidente da Assembleia Geral de computar votos lançados contra os mesmos acordos. Artigo 25 – Os casos omissos e as hipóteses não previstas no Estatuto regem-se pelas disposições legais vigentes. Artigo 26 - O foro judicial da Companhia é o da Comarca de Curitiba/PR. ******* Certificamos que o texto acima reflete o Estatuto Social consolidado GILEADE PARTICIPAÇÕES S/A aprovado em Assembleia Geral Extraordinária realizada em 01 de julho de 2016. VILMAR SILVEIRA ALEXANDRE SILVEIRA SAID MAHMOUD ABDUL FATTAH JR. OAB/PR 38.514 Registrada na Junta Comercial do Estado do Paraná sob nº 20164742719 em 23/08/2016.

#PinGluGlu. Já a Casas Bahia adotou o mecanismo de chatbot como forma de atrair a atenção dos fãs no Facebook para o evento. O mecanismo permitiu que o Baianinho, brand persona da empresa, enviasse automaticamente ofertas em primeira mão para os clientes ao ser contatato pelo Messenger da rede social. De 22 a 27 de novembro, foram mais de 50 mil usuários impactados e quase 2 milhões de mensagens trocadas com o personagem, sendo 900 mil na véspera do evento.

Cacau Show inova e surpreende no Natal A Cacau Show apresenta para o Natal uma série de novidades, elaboradas com todo o carinho, para oferecer um toque de sabor a todos os perfis de público. Em constante inovação, a marca apresenta 22 lançamentos para o período e um portfólio com mais de 50 produtos, que estarão disponíveis nas mais de 2 mil lojas distribuídas pelo País. São opções que unem experiências de degustação únicas, diversão e sofisticação, elaboradas para saborear e também para presentear as pessoas mais queridas. Entre os destaques, estão: a CaixaSticks Gourmet, que combina chocolate ao leite com os sabores creme e geleia de morango e chocolate ao leite com castanhas-de-caju; e o Panettone Receita Belga, inspirado no sabor do tradicional biscoito belga speculoos e massa com um toque de especiarias, recheio com sabor de doce de leite e cobertura de chocolate ao leite. Além disso, a marca traz a caixa Seleção do Chocolatier, com sabores inéditos, como bombons com recheio no sabor cereja silvestre. Para as crianças, a marca traz opções como a Casa Cacau Magia, uma caixa no formato de casinha do Papai Noel, com bombons de chocolate ao leite com recheio sabor brigadeiro.


internacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A6

ESTADOS UNIDOS

Aroldo Murá G. Haygert

Donald Trump deixará negócios pela presidência

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Onde foram parar os R$ 7 milhões doados a campanhas no Paraná? Reuters/C. Allegri

Presidente eleito anuncia que vai se afastar completamente de seus negócios para evitar possíveis conflitos de interesse

De alguma forma transpirou, não me perguntem como e através de quem: Personalidades da vida paranaense, em número de 10, mais ou menos, deverão fazer parte da ampla e "interminável" lista de brasileiros que receberam propina da Odebrecht, fato a ser conhecido a partir da tão aguarda delação de funcionários da empreiteira envolvida na Lava Jato. O que posso adiantar: um dos deletados do Paraná teria abocanhado a "modesta" quantia de R$ 7 milhões, a

pretexto de encaminhar os recursos para uma campanha política. Acontece que

ninguém mais viu o dinheiro. Ocorre que hoje quase ninguém mais consegue esconder o destino de uma grande soma em dinheiro. Buscas digitais não localizaram o paradeiro do dinheiro em nenhuma declaração de doações entregues ao TSE. O que se sabe – a partir de fontes diversas – é que o torpedo deverá vir a tona depois do Carnaval. Assunto, futuramente, para o juiz Sergio Moro.

PRIMEIRA DUPLA DE PADRES CANTORES

Familiares deverão assumir o comando do império de Trump

O

presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou ontem que vai se afastar completamente de seus negócios privados para evitar conflitos de interesse, transferindo a administração a membros de sua família. Numa série de mensagens no Twitter, Trump comunicou que dará mais detalhes sobre o afastamento durante uma entrevista à imprensa, marcada para 15 de dezembro em Nova York e que será realizada ao lado de seus filhos. O presidente eleito acrescentou que esclarecerá na entrevista que deixará totalmente seus negócios para se dedicar “exclusivamente a comandar o país e tornar os EUA grandes de novo”, repetindo o lema de

sua campanha. Trump mencionou ainda que as leis não o obrigam a deixar seus negócios, como ocorre com outros funcionários do alto escalão do governo, mas argumentou que sua decisão é importante para evitar conflitos de interesses. “Estão sendo elaborados documentos legais que me afastarão completamente das operações dos meus negócios. A presidência é uma tarefa mais importante!”, concluiu o magnata. A possibilidade de que Trump continuasse vinculado aos seus negócios durante a presidência, que começará em 20 de janeiro, foi um dos temas mais abordados pela imprensa americana nas últimas semanas. Existem preo-

cupações de que possa haver conflitos de interesses, e isso se estende a seus familiares caso algum deles venha a ocupar alguma posição no futuro governo. Três dos quatro filhos adultos de Trump, Eric, Ivanka e Donald Jr., assim como o seu genro, Jared Kushner, integram a equipe de transição presidencial. Trump também indicou mais dois nomes para o seu governo: o ex-executivo do banco Goldman Sachs Steven Mnuchin para o cargo de secretário do Tesouro e o empresário Wilbur Ross para o Departamento do Comércio. Mnuchin, que anunciou as duas escolhas, foi diretor financeiro da campanha de Trump e tem ligações com os estúdios de Hollywood.

SAÚDE

OMS quer popularizar autotestes de HIV Metas e objetivos podem ser positivos e negativos. As Nações Unidas têm alguns poucos para o caso da aids. Um deles é acabar com a epidemia de HIV até 2030. Não que o HIV seja erradicado, mas que a epidemia, como está em 2016, com 37 milhões de pessoas vivendo com o vírus, seja controlada. Também existem as metas “90-90-90”, mais imediatas para a ONU, visando que, até 2020, 90% de todos os infectados com HIV conheçam sua condição de soropositivos, 90% deles se tratem e que 90% dos que recebem terapia antirretroviral tenham supressão viral

durável. É um objetivo ambicioso. Dados de 2015 do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) sugerem que apenas 54% das pessoas vivendo com HIV conhecem sua situação. Até agora, um dos principais problemas tem sido o acesso a serviços médicos. Uma gama crescente de kits de autoteste de HIV, no entanto, está trazendo esperança renovada de que os objetivos 90-90-90 sejam alcançados. Os kits possibilitam testes em áreas remotas. Mas, como a tecnologia ainda não testada, a Organização Mundial da Saúde

(OMS) lançou novas diretrizes para sua popularização. “Trabalhamos bem em maternidades, distribuímos a muitas mulheres nesses estabelecimentos. Em alguns países até 80% das mulheres já sabem sua condição de soropositivas”, diz a médica Rachel Baggaley, que supervisiona o projeto de autoteste de HIV na OMS. “No entanto e os homens e os integrantes das assim chamadas populações-chave – homens que fazem sexo com homens, profissionais do sexo, transgêneros, usuários de drogas injetáveis e presos – têm taxas muito mais baixas de testes.”

NA TV SUDOESTE

Além de cantores e escritores, a dupla apresenta semanalmente o programa “Encontro com Deus” na TV Sudoeste (MG) e viajam o Brasil realizando evangelizações por meio da música e da comunicação. A Livraria Santuário fica à Rua Barão Itapetininga, nº274 (50 metros da Estação da República), em São Paulo/SP.

A dupla de padres cantores

GILMAR MENDES AQUI O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, estará em Curitiba no dia 2 de dezembro (sexta-feira) para a Aula Magna de encerramento do ano acadêmico da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst). A palestra será no auditório da ABDConst (rua XV de Novembro, 964, 2÷ andar), é aberta ao público e inicia às 19h. As inscrições estão abertas no site www. abadconst.com.br, por R$ 10,00 e o valor arrecadado será revertido para a campanha do Natal Solidário da ABDConst.

FATOS & FOTOS MOMENTOS CURITIBA A data de 29 de março, há anos marca para alguns jornalistas encontro para celebrar a data de fundação do extinto "Diário do Paraná". Esses profissionais se reúnem anualmente em torno de almoço em algum restaurante de Curitiba. Na foto, Antonio Ferreira da Silva, Danilo Côrtes (in memoriam), Epaminondas Ramos, Jorge Edil Boamorte (in memoriam), Ayrton Baptista, José Eugênio de Souza e Arnoldo Anater (também falecidos). O flagrante registrou almoço de uns poucos, na década de 1990, jornalistas que se anteciparam ao almoço anual do jornal dos "Diários Associados".

PREMIO BELMIRO CASTOR O esforço da comunidade escolar de 13 escolas públicas paranaenses em melhorar os seus índices no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi reconhecido no 1º Prêmio Professor Belmiro Castor de Educação. A solenidade de entrega dos prêmios ocorreu na Universidade Positivo, e contou com a participação de três escolas de Curitiba: Escola Municipal Maria Clara Brandão Tesserolli, Colégio Estadual Tiradentes, e Colégio Estadual Padre Silvestre Kandora. Também foram homenageadas escolas de Foz do Iguaçu, Maringá, Bandeirantes, Quedas do Iguaçu, Toledo, Londrina e Arapoti.

RECONHECE O IDEB

O Ideb mede o conhecimento dos estudantes em matemática e português, além da taxa de aprovação, e foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), em setembro, referente ao ano de 2015.

melhores e maiores evoluções em termos pedagógicos em escolas públicas de Educação Básica em todo o estado. "É também uma forma de oferecer uma pequena contribuição na melhoria da formação das crianças paranaenses, mantendo viva a memória de Belmiro Castor - um grande incentivador da educação paranaense, falecido em 2014", ressaltou o Diretor Geral da Editora Positivo, Emerson dos Santos.

AS 13 SELECIONADAS

Belmiro Castor

O Prêmio foi criado pelo Centro de Educação João Paulo II (CEJPII), e contou com o apoio da Editora Positivo e Governo do Estado do Paraná, para reconhecer as

As 13 escolas selecionadas foram premiadas na categoria Ensino Fundamental I ou II, sendo observado o maior Ideb e a maior evolução absoluta de Ideb. Foram premiadas as 1º, 2º e 3º colocadas em cada categoria. As escolas foram agraciadas com um baú de literatura ofertado pela Editora Positivo, contendo obras diversas de literatura infantil, dicionário Aurélio, além de livros específicos para a formação do corpo docente.

OPINIÃO DE VALOR

ELEIÇÕES

Novo presidente do Haiti pede união nacional O empresário Jovenel Moise, candidato apoiado pelo ex-presidente Michel Martelly, venceu a eleição presidencial do Haiti no primeiro turno. Ele obteve 55,67% dos votos, de acordo com os resultados preliminares oficiais, divulgados na terça-feira pelo Conselho Eleitoral provisório (CEP). Em seu primeiro pronunciamento, o presidente eleito pediu união nacional para superar a greve crise política no país. O primeiro turno da eleição presidencial no Haiti ocorreu em 20 de novembro. O diretor do CEP, Uder Antoine, anunciou que Moise superou Jude Celestin, candidato do partido opositor Lapeh, que ficou em segundo lugar, com 19,52% dos votos. Moise Jean Charles

Nesta quinta-feira, 1 de dezembro, a Livraria Santuário, localizada na região da República, em São Paulo, irá receber a primeira dupla de padres cantores do país, Rodrigo Papi e Sergio Bedin. O evento começará às 16hs com um pocket show quando eles cantarão algumas músicas do repertório. Em seguida haverá uma sessão de autógrafos do livro recentemente lançado “2 ou mais - Partilhando a Palavra de Deus”.

ficou em terceiro, com 11,04%, e Maryse Narcisse recebeu 8,99% dos votos. Com mais de 400 mil votos à frente do segundo colocado, a vitória de Jovenel Moise é muito mais expressiva do que a votação organizada no ano passado, cancelada após fraudes em massa. Alguns minutos após o anúncio do resultado, o presidente eleito fez um apelo aos haitianos: “Peço à juventudade do país, a todos os haitianos que moram no estrangeiro e a todos os profissionais do país para se mobilizar ao meu lado para reerguer o Haiti, que está devastado”. Aos 48 anos, Jovenel Moise consegue um triunfo eleitoral em sua estreia na política. Empresário agrícola, ele entrou

para a vida pública haitiana no início de 2015, quando o presidente Martelly o escolheu para representar o partido PHTK. Consciente das possíveis contestações ao resultado, o presidente eleito convidou os outros 26 candidatos que participaram da eleição a trabalhar com ele. A lei haitiana dá direito aos candidatos de impugnar os resultados das eleições presidenciais e legislativas nos tribunais antes da publicação da contagem final, em 29 de dezembro. O país aguarda com tensão o anúncio final, após episódios de violência política, às vezes com mortes, na nação mais pobre das Américas, que tem uma história repleta de turbulências políticas.

A MORTE DE UM DITADOR Por Antenor Demeterco Junior (*) Pobre América Latina! O continente não tem heróis comprometidos com o ideal de liberdade universal, mas apenas indivíduos libertários vinculados a tradições autoritárias. O principal deles, exponencial ruína da Guerra Fria, morreu fisicamente neste novembro, mas seus partidários colheram assinaturas para eternização de suas ideias. Ateu militante, querem a continuidade de sua vida pós-morte. Deixa como herança um país falido, de destino incerto, gerido por um mano integrante da gerontocracia, e bastante hesitante. ESTÁTUAS RIDÍCULAS Não foi de seu desejo, mas estátuas ridículas no estilo soviético (hoje derrubadas na Europa Oriental) arriscam pipocarem na bela ilha. Sua humildade (apenas pós-morte) não permitiu seu embalsamento para exposição permanente como um faraó, exemplo leninista. Teve em sua inicial carreira revolucionáriacriminal cobertura da mãe de seu antecessor, o ditador Batista, praticante da religião local de

ditaduras militares na América Latina. LUTA ARMADA A chamada “luta armada” no Brasil, tirada de seu colete, eternizou a ditadura militar local, como reconheceu o comunista Luís Carlos Prestes. Na Bolívia, expôs seu “amigão” Guevara em aventura monitorada pela CIA, que resultou no fuzilamento deste fuzilador (persistem desconfianças de traição a respeito).

Fidel Castro origem afro, com a qual simpatizava. ATÉ O PAPA Até o Papa manifestou condolências pelo seu passamento, e nosso ex-presidente Lula considerou-o o maior dos latino-americanos. Ele, o fuzilador de La Cabaña, mestre do “paredón”, o sugeridor do bombardeio nuclear de Nova York por ocasião da crise dos mísseis. Incentivando e treinando guerrilhas para tomada do poder nos países abaixo do Equador, plantou, em reação, as

TRÁFICO DE DROGAS Na África, o general cubano Ochoa e sua aventura teriam sido financiados pelo tráfico de drogas: resultando no fuzilamento deste “comandante” pelos camaradas, para satisfazer a opinião pública mundial. Operação abafa envolvimento, Castro tirou o corpo fora. É doloroso que o povo latino americano tenha seus heróis exclusivamente na pessoa de ditadores como Bolívar, Castro, Perón, Chaves, etc. (Vargas não pode ser esquecido). Triste sina. (*) ANTENOR DEMETERCO JUNIOR, desembargador emérito do TPR, estudioso de temas da História do Século 20.

O VÍDEO DA NOITE DE LANÇAMENTO DO “VOZES DO PARANÁ 8” Confira o registro em vídeo da noite de lançamento de "Vozes do Paraná 8", no dia 6 de outubro, feito pelo memorialista Wasyl Stuparyk: https://www.youtube.com/watch?v=cJ87fnupplY https://www.facebook.com/aroldomuraghaygert


judiciário

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A7

COMPETÊNCIA FEDERAL

Justiça não pode ordenar ao INSS contagem de serviço Como a ordem não foi cumprida, o magistrado expediu ofício impondo ao INSS a inclusão da data de início do contrato de trabalho no cadastro da autora

A

retificação de dados no cadastro do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é de competência da Justiça Federal. Com essa tese, a Advocacia-Geral da União derrubou decisão da Justiça do Trabalho que obrigava o INSS a contar o tempo de serviço de uma segurada para concessão de benefício previdenciário. A 4ª Vara do Trabalho de Juiz de Fora determinou em primeira instância que o ex-empregador da

segurada assinasse sua carteira de trabalho. Como a ordem não foi cumprida, o magistrado expediu ofício impondo ao INSS a inclusão da data de início do contrato de trabalho no cadastro da autora. Notificada da execução da sentença, a Advocacia-Geral ingressou com recurso contra a determinação judicial. Os procuradores federais consideraram que o descumprimento da ordem pelo ex-empregador resultaria no arquivamento da

execução pelo magistrado. Além disso, a AGU defendeu que o juiz não poderia ter obrigado o INSS a averbar nos registros funcionais da reclamante, em função da eficácia subjetiva da coisa julgada. Isso porque a autarquia não era parte no processo trabalhista e, portanto, não poderia sofrer os efeitos da decisão. O impedimento está previsto no artigo 472 do Código de Processo Civil, cujo teor indica que

“a sentença faz coisa julgada às partes entre as quais é dada, não beneficiando nem prejudicando terceiros”. Os procuradores federais apontaram, ainda, que a autora da ação não possuía interesse processual em relação ao INSS, a partir do momento em que não requereu administrativamente junto à autarquia previdenciária a inclusão do vínculo empregatício no seu cadastro.

GARANTIAS DE DEFESA

Deputados aprovam criminalização do desrespeito a prerrogativas de advogado O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 285 votos a 72, proposta que criminaliza a violação das prerrogativas de advogados por parte de juiz promotor ou delegado. A pena prevista é de 1 a 2 anos de detenção, além de multa. A alteração ao Estatuto da Advocacia segue agora para deliberação do Senado. Se aprovado, vai à sanção da Presidência da República.

O texto também especifica que, se a Ordem dos Advogados do Brasil não concordar com o arquivamento de inquérito policial sobre esse crime ou o de exercício ilegal da advocacia, poderá assumir a titularidade da ação penal. A emenda, de autoria do deputado Carlos Marun (PMDB-MS) foi aprovada no âmbito do Projeto de Lei 4.850/2016, que também criminaliza o abuso de autoridade

e prevê outras medidas anticorrupção. Durante a discussão na comissão especial criada para tratar da proposta contra a corrupção, a OAB já havia conseguido inserir no texto a criminalização do exercício ilegal da advocacia e a paridade dos assentos com o Ministério Público nas audiências. Ambas foram mantidas pelo Plenário da Câmara.

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia, celebrou a aprovação. “Essa é uma vitória não apenas da advocacia, mas de toda a sociedade, pois tipifica e estabelece penalidades claras àqueles que insistirem em desrespeitar a atuação dos profissionais da advocacia, interferindo muitas vezes na garantia da ampla defesa das partes representadas.

MEMÓRIA CURTA

Risco de esquecimento justifica testemunho antecipado, diz STJ O risco de esquecimento de fatos importantes ao processo justifica a antecipação de testemunho, conforme determina o artigo 366 do Código de Processo Penal. Essa possibilidade existe na atividade policial, pois o agente é submetido a eventos sucessivos que podem resultar em perda de memória específica sobre o fato apurado na ação penal. Assim entendeu a 3ª Seção do Superior Tribunal de Justiça ao

negar recurso em Habeas Corpus que tentava anular a oitiva antecipada de agentes de segurança pública. O caso foi afetado para julgamento na seção devido à relevância do tema. No processo, um homem denunciado por tentativa de homicídio foi citado por edital, mas deixou de comparecer ao juízo. A juíza suspendeu o processo e o prazo de prescrição e determinou a oitiva antecipada dos policiais

arrolados como testemunhas. Contra essa última decisão, a defesa ingressou com HC argumentando inexistência de fundamentação concreta que justificasse a produção de prova antecipada, como exige a Súmula 455 do STJ. No voto acompanhado pelo colegiado, o ministro Rogerio Schietti Cruz apresentou estudos científicos que demonstram que a memória é suscetível a falhas com o passar do tempo, estando sujeita a eventos

como a convergência de lembranças verdadeiras com sugestões vindas de outras pessoas. Por essa razão, disse o ministro, os estudiosos defendem a necessidade de assegurar o menor intervalo de tempo possível entre o fato delituoso e as declarações das vítimas e das testemunhas, “para que seja menor a possibilidade de haver esquecimento e contaminação de influências externas”.

Ponto de Vista Hora de inovação nas empresas A inovação é essencial para qualquer nação preocupada em promover a riqueza e novas oportunidades de negócios. Criar um ambiente que estimule as corporações na busca de novos produtos e serviços deve fazer parte da política pública federal, independente do governo vigente. Por outro lado, as empresas têm na Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) uma ferramenta indispensável para superar desafios, enfrentar crises e conquistar novos mercados. Nos momentos de crise alcançamos alternativas para melhorar e criar novos produtos, serviços ou processos com o propósito de ganhos de produtividade. E são exatamente nesses períodos que não podemos relegar os investimentos em inovação para um segundo plano. Muito pelo contrário, devemos acelerar e conquistar espaços. O Brasil tem um longo caminho pela frente para competir com equilíbrio com outras nações. Ainda investimos cerca de 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) em P&D. Enquanto isso, os Estados Unidos aplicam no setor recursos na ordem de 2,5% do seu PIB e a Coréia do Sul alcança 4%. Por outro lado, dispomos de importantes instituições de referência internacional, com competência no desenvolvimento de pesquisas em diversas áreas, uma boa infraestrutura e recursos humanos brilhantes, que são essenciais nesse processo e podem contribuir para mudar esse panorama. Segundo dados da Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores), o país dispõe hoje de 94 projetos de parques tecnológicos ativos, sendo 28 unidades já em operação e 52 em fase de projeto ou implantação. Todo esse patrimônio resulta em 939 empresas instaladas nessas unidades, que criaram mais de 32 mil empregos. A Agência USP de Inovação (Auspin) também criou uma “rede de cooperação” composta por sete polos, onde estão instaladas nos campi de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, São Carlos e São Paulo. Avançamos ainda importantes passos com o Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, que entrou em vigor no início deste ano. Ele contribui para aproximar instituições universitárias e empresas em atividades de P&D, prevendo

ainda a redução de impostos para importação de insumos no setor. O código também colabora para acelerar processos de licitação e aumentar o período que as universidades dispõem para projetos de pesquisa e extensão em parceria com as companhias. Outro importante instrumento já está à disposição das corporações. Elas contam com a Lei do Bem (Lei 11.196/05), uma ferramenta ágil e de uso fácil, criada para as empresas investirem em P&D por meio de incentivos fiscais e tributários. Uma de suas vantagens é estimular a inovação nas empresas sem a necessidade dessas companhias pedirem autorização prévia de órgãos governamentais para aplicar a dedução. Segundo dados do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações), mais de 1.200 firmas utilizaram-se dos incentivos da nova legislação, investindo R$ 9,25 bilhões em 2014. A Auspin quer contribuir com esse debate para unir esforços e acentuar as mudanças para criar um ambiente cada vez mais acolhedor para as inovações no país. Estaremos realizando pela primeira vez na capital paulista o BIN@SP, um encontro que contará com representantes de mais de 70 países. Durante os dias 7 e 9 de novembro, vamos reunir representantes da indústria, academia, investimento, incubação, desenvolvimento de negócios e agência de desenvolvimento econômico para compartilhar boas práticas, conhecimento, além de promover a inovação aberta e a oportunidade de aproximação e negócios. O Brasil tem grandes desafios pela frente para melhorar a qualidade de vida das pessoas, como reformas estruturais. Assim como transformar P&D em política pública capaz de promover o desenvolvimento sustentável, incentivando as empresas e instituições de pesquisa a buscarem parcerias e soluções capazes de colocar nossos produtos e serviços como referência internacional. Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato, coordenador da Agência USP de Inovação.

Comissão Mista aprova medida provisória do EM A Comissão Especial que analisa medida provisória aprovou, por 16 votos favoráveis e cinco contrários, parecer do relator, o senador Pedro Chaves (PSC-MS), à Medida Provisória (MP) 746/16, que promove mudanças no Ensino Médio. O texto precisa ser votado nos plenários da Câmara e do Senado, nesta ordem. Na discussão, as críticas

se concentraram na falta de recursos novos para implantar pontos como a jornada integral no ensino médio ou o ensino técnico como opção de itinerário formativo. Os parlamentares afirmaram ainda que a ideia de que o estudante terá cinco opções de itinerários formativos é ilusória porque muitos estados e municípios não terão como oferecer isso.

Comissão proíbe registro de nomes idênticos por seguradoras diferentes A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços aprovou proposta que proíbe, em todo o território nacional, o registro de corretoras de seguro com nome empresarial idêntico ou semelhante a outro já existente no mercado. A proibição vale também para corretoras que incluam ou reproduzam siglas

ou denominações de órgãos públicos, da administração direta ou indireta, bem como organismos internacionais. Foi aprovado um substitutivo do relator, deputado Augusto Coutinho (SD-PE), para o Projeto de Lei 2420/15, do deputado Lucas Vergilio (SD-GO). Coutinho defendeu a aprovação da ideia original do projeto, mas sugeriu alterações em um novo texto.

TECNOLOGIA PARA JULGAR

Tribunal Superior do Trabalho usará sistema de Plenário Virtual O sistema de Plenário Virtual passará a ser utilizado no Tribunal Superior do Trabalho, definiu o pleno da corte na segunda-feira (28/11). Segundo o presidente do TST, ministro Ives Gandra Martins Filho, a expectativa é de que, em março, o tribunal comece a operar com a ferramenta no julgamento de agravos de instrumento, agravos internos e embargos

declaratórios. “O Plenário Virtual vai desonerar substancialmente as sessões e, com isso, vamos ver se conseguimos nos concentrar naquela que é a atribuição principal do TST, que é a uniformização de jurisprudência, especialmente no Pleno e na Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais”, afirmou o presidente da corte.

CAUSA E EFEITO

Provar nexo de causalidade vai além da mera associação, diz advogado A solução de muitas controvérsias judiciais depende da demonstração do nexo de causalidade entre o resultado questionado e o fato que supostamente o gerou. Segundo o advogado Artur Thompsen Carpes, falar sobre essa relação de causa e efeito significa reconhecer a existência de uma relação peculiar entre dois ou mais eventos, sem fazer uma mera associação, mas uma correlação concreta.

“A constatação do nexo de causalidade, portanto, é complexa: exige raciocínio lógico e depende de significativo grau de interpretação. Trata-se, assim, de fenômeno não absolutamente empírico, do que decorrem as conhecidas dificuldades na sua demonstração em juízo e, por conseguinte, na fragilização da tutela do direito da vítima do dano”, explica o autor do livro.

PREFERÊNCIA MANTIDA

Publicada lei que retira obrigatoriedade da Petrobras explorar pré-sal Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (30/11) a Lei 13.365/2016, que traz novas regras para exploração dos blocos do pré-sal. Com a lei, a Petrobras poderá dizer se quer ou não operar em blocos de exploração do petróleo da camada pré-sal. Antes, a estatal era obrigada a participar em pelo menos 30% de qualquer bloco contratado sobre o regime de partilha, independentemente de ter recursos ou não. A Petrobras, no entanto, ainda terá a preferência para

escolher os blocos em que pretende atuar como operadora, desde que com a anuência do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), atendendo aos interesses nacionais. Ao sancionar a lei nesta terça-feira (29/11), o presidente Michel Temer disse que as mudanças nas regras estão sendo feitas em benefício do Brasil. “Sinto que estamos praticando um ato em benefício do Brasil, na medida em que permitimos outros setores, estamos também ampliando a margem de empregos”, diz o presidente.


ViaGastronômica

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | A8

Júlio Zaruch juliozaruch@gmail.com

Aussie Time nas tardes do Outback Até a penúltima quinta-feira de dezembro, dia 22, vigora no Outback Steakhouse do shopping Curitiba a Aussie Time, uma espécie de happy hour antecipada: das 15h às 18h, de segunda a quinta, período em que os clientes terão desconto de 50% sobre o preço do cardápio da bebida alcoólica consumida, “exceto cervejas importadas, garrafas de vinho e destilados”. Além disso, aperitivos exclusivos da Billabong Hour – a happy hour tradicional, a partir das 18h – também estarão disponíveis para consumo. Entre eles, os Ridgy Didgy (mini-burgers servidos com ketchup, mostarda, picles, cebola roxa, queijo e fritas)

Outback: reserva de mesas até às 17h

e Bloomin’ Beef Quesadillas (quesadilhas recheadas com as pétalas da Bloomin’ Onion, a famosa cebola da casa, tiras de carne, mix de queijos e tomate picado ao molho Bloom). Excepcionalmente para a Aussie Time, o Outback está aceitando reservas de mesas, válidas até às 17h, para grupos acima de 10 pessoas. E cada um dos comensais é recebido com uma caneca de chope, sem custo. Para grupos com mais de 10 pessoas são distribuídos vouchers de R$ 50 – um cupom por mesa que será enviado por email ao destinatário escolhido e que poderá ser usado durante o mês de janeiro. Para Tamires Borges, sócia-proprietária

da unidade do shopping Curitiba do Outback, promoções como a Aussie Time têm garantido casa cheia. Ela assumiu o comando do restaurante há oito meses, no lugar de Alessandro Ilkiu, promovido a diretor da rede. Baiana de nascimento e criada em São Paulo, Tamires – hoje com seu nome na entrada do Outback, como é tradição da empresa – fez carreira no McDonald’s em Florianópolis (SC), onde começou como atendente de balcão. Diplomada em Administração, ingressou no Outback há oito anos, como assistente, chegou a gerente administrativa até ser convidada para se transformar em sócia-proprietária da unidade.

Noite da virada no Hard Rock Curitiba Mais de 30 itens, entre pratos frios, quentes, sobremesas e bebidas, vão compor a ceia temática de Réveillon do Hard Rock Café Curitiba, o único da rede no Brasil. O evento, organizado para 230 pessoas, terá formato all-inclusive, contará com atrações para toda família e terá apresentação de banda ao vivo e queima de fogos. A noite da virada começa com mesa de antepastos: carpaccio de mignon, gravlax de salmão, pastas de alho, de azeitonas e

de tomate seco, mini torradas, azeitonas recheadas, salada Waldorf, mix verde, tomate recheado, coleslaw (salada onde o principal ingrediente é o repolho cru), tábua de queijos e de frios e terrine. Nos pratos quentes, escalope de mignon ao molho de shiitake, salmão inteiro recheado com farofa de camarão e damasco, talharim Alfredo, pernil de cordeiro com molho de laranja, ebi furai (camarão recheado), escondidinho de carne seca, ravioli de

brie com lascas de damasco, arroz branco, arroz à grega, lentilha, camarão ao molho de champagne, risoto de grana padano com pera, batata gratin e panache de legumes. Na sobremesa, trufas sabores, torre de mini brownie (branco e preto), merengue e mesa de frutas. Para beber, água, refrigerante, chope, suco de laranja, espumante Chandon (1 por mesa ou a cada 4 pessoas), os drinks Bahama Mamma e Sex on the Beach e caipirinhas de limão, morango e abacaxi.

Réveillon terá também espetáculo de fogos

Tábua de queijos, sugestão para o Natal Um pequeno roteiro de como preparar uma tábua de queijos para a noite de Natal – e mesmo para outras ocasiões – é oferecido pela centenária empresa mineira Barbosa & Marques, fabricante dos produtos Regina, como queijos, manteiga, leite, requeijão, ricota e leite condensado. Confira: Um dos pontos principais é oferecer diferentes sabores de queijos, de 3 a 7 tipos, mesclados entre fortes e suaves. Cada pessoa consome, em média, 150g. Apesar dessa estimativa, prepare um pouco a mais para não correr o risco de faltar. Os queijos devem ser retirados da geladeira 45 minutos antes de serem servidos para que adquiram

sua textura e sabor original. O frio serve apenas para conservá-los; organize os queijos na mesa em recipientes separados para que não haja influência de gosto entre eles. Uma dica é colocá-los em ordem de intensidade de sabor, sendo do mais suave ao mais forte. Os sete tipos de queijos sugeridos são: Gouda: suave, ligeiramente adocicado, muitas olhaduras (aqueles furinhos), textura macia e casca fina. Combina com azeitonas, vinho tinto e cervejas Pilsen, Pale Ale e Strong Golden Ale; Brie: textura macia e sabor suave com leve gosto de nozes. Recomenda-se consumir com vinhos tintos suaves e frutados, pão tipo baguete e geleias; Gruyère: textura semi-dura e plena de olhaduras. Seu

sabor suave e adocicado lembra o gosto de leite maltado e aroma de amêndoa. Exige um vinho branco frutado para acompanhar. E mais: Provolone: pelo seu sabor pronunciado e defumado, deve ser servido com vinhos tintos encorpados. É um queijo de massa mais dura; Gorgonzola: integrante da família de queijos de mofo azul, possui massa cremosa e sabor agradável e intenso. Combina com pão italiano e vinho tinto encorpado e Vinho do Porto; Reino: de sabor forte e picante, esse tipo de queijo pede um vinho tinto encorpado. Também vai bem com cervejas; e Prato: suave, amendoado e aveludado, é indicado para ser consumido junto com vinho tinto suave.

Para acompanhar os queijos, pães, castanhas, azeitonas, geleias, mel e frutas

Nas taças, bolhas de várias bandeiras Para brindar o Natal e a chegada de 2017, as importadoras Porto a Porto e Casa Flora sugerem seis opções de espumantes: dois portugueses: Bairrada DOC Brut, elaborado pela Caves Messias, na região da Bairrada, em Portugal, com as uvas Baga, Bical e Chardonnay. Pode ser bebido como aperitivo ou para acompanhar peixes, frutos do mar e saladas leves. A graduação alcoólica é de 12,5%. Preço sugerido ao consumidor: R$50; e 3B Rosé Filipa Pato, feito com uvas Baga e Bical e produzido na Bairrada, daí o nome. Seco, frutado e com boa acidez, acompanha salmão ou frutos do mar ou

pode ser bebido sozinho; 12% de álcool; R$74. Segue com um espanhol, Cava Don Román Brut, de uvas Xarello, predominante, Macabeo e Parellada. Na degustação apresenta bolhas pequenas que formam fina perlage; em boca é agradável, com toques de maçã, boa acidez e persistência. Amadurece nove meses sobre as borras; 11,5%; R$ 50; um francês, Veuve du Vernay Brut, da Maison Patriarche: uvas Sauvignon Blanc, Colombard e Chardonnay, com a segunda fermentação em tanques de inox, antes de ser engarrafado. Bom corpo, final macio, frutado, longo e

agradável. Como aperitivo ou com peixes ou queijos finos; 11%: R$ 72. E mais: um italiano - Prosecco Cassal Del Ronco -, elaborado pela Cantina Castellargo, com a uva Glera (antigamente chamada de Prosecco). Aromas que remetem a frutas cítricas, com notas florais. Ideal para aperitivos e pratos delicados, como risotos; 12%; R$ 71; e um argentino – Nieto Senetiner Brut -, de Luján de Cuyo, região de Mandoza, com uvas Pinot Noir. Notas de brioche, flores brancas e frutas maduras. Como aperitivo ou para acompanhar carnes brancas, peixes e mariscos; 12,5%; R$ 74.

Swamp e Bonato. No cardápio de hambúrgueres, opções a partir de R$10, como o Hoppy Melt, hambúrguer artesanal com cheddar cremoso coberto por cubos de bacon, e o Classic Salad, também artesanal, com tomate, rúcula e cebola roxa, entre outros. Já o Churros & Churros terá opções de docescom sabores como Kit Kat, Sensação, Kinder, Espanhol entre outros. A Kombi n’ Coffee servirá cappuccino, espresso, macchiato, latte, Mocha Coffee e Café no cone. No mesmo espaço, o M.I.A Gastronomia Criativa estará aberto para o almoço, com seu bufê ítalo-brasileiro.

com comida, bebida, música e entretenimento. O ingresso custa R$ 5. Já estão confirmados os food trucks: My Way (burgers), Cabrones (mexicano), Caspita (massas), Vive la Crêpe (crepe francês), King Fries (batata frita no cone), Clube da Carne (churrasco), Salad Me (saladas e sucos), Tapí (tapiocas), Loucos por Churros (churros), NY Wafles (waffle belga), Eu que fiz (doces), D'Vicz (sorvetes), Terroir Wine Kombi (vinhos) e Oba! Café (café expresso).

CANÔ RESTÔ BAR - O cardápio contempla as referências da casa com a culinária do nordeste brasileiro: porções de Acarajé Tinhoso (mini-acarajés de massa tradicional baiana feita com feijão fradinho e recheados com vatapá, caruru e camarão) e de Beringela dos Palmares. E ainda costelinha suína marinada no caldo de cana e tapiocas do Painho, da Mainha e da Vovó. Tem ainda hambúrgueres, sanduíches, escondidinhos e wraps, além de opções veganas. Mais pratos à la carte. Com “estilo de restaurante de vilarejo” e elementos inspirados nas casinhas coloridas do Quadrado de Trancoso”, assim é o Canô Restô Bar (r. Mateus Lemes, 787, Centro Cívico), empreendimento dos sócios Eduardo Gusso, Leandro Moska e Marcelo Gusso. Para os dias quentes, o chef Ricardo Rivera criou novas saladas e novos pratos frios, leves. Há também uma seleção de drinques especiais, assinada por Mr. Andrew e Diego Bastos (finalista do World Class Competition, o maior campeonato de coquetelaria do mundo), cachaças, vinhos e cervejas. Nas sobremesas, destaque para Banana Primavera (banana flambada na cachaça e puxada em redução de laranja Bahia e aroeira, finalizada com sorvete de creme e amêndoas) e para o Brigadeiro de Paçoquinha. O Canô atende de terça a sábado, das 18h à meia-noite. OH, HOPPY DAY - Neste sábado 3/12, no estacionamento do M.I.A Gastronomia (r. Albano Reis, 471, Centro Cívico) será realizada o último evento “Oh Hoppy Day” de 2016, festival promovido pelo Mr. Hoppy, cujo carro-chefe é a gastronomia, mas conta com serviços e apresentações culturais. Lá estarão as kombis do Mr. Hoppy com 16 torneiras de chope, como Palta, Bodebrown,

Foto: Diego Pisante

Ida&Volta

CHURROS DA PANTUCCI - A Panificadora Pantucci (r. Sebastião Paraná, 270, Vila Izabel) promove neste sábado 3/12, das 7h30 às 19h30, degustação gratuita de churros com receitas brasileiras e espanholas. A versão brasileira, com massa frita acrescida de açúcar e canela, já é recheada; a espanhola são as que a massa frita vai sendo molhada em um potinho de doce de leite ou chocolate. CASARÃO TRUCK FESTIVAL - O Grupo Taj promove neste final de semana, 3 e 4/12, a partir do meio-dia, no estacionamento do Taj Bar (av. Bispo Dom José, 2302) a segunda edição do Casarão Truck Festival, “evento aberto a todos os públicos, inclusive os pets”,

ESPUMANTES PREMIADOS - A Associação Brasileira de Enologia (ABE) comemora a conquista de 13 medalhas – três de ouro e 10 de prata – por espumantes brasileiros na 14ª edição do concurso Effervescents du Monde, realizado de 16 a 18 de novembro, em Dijon, na França. Foram quatro a mais do que na edição de 2015. Além disso, um dos premiados figurou entre os “Top 10” melhores do concurso – o Ponto Nero Espumante Brut Blanc de Blancs, da Domno do Brasil. Segundo a ABS, que há mais de duas décadas é a responsável pela inscrição das amostras brasileiras em concursos, a qualidade dos espumantes brasileiros é cada vez mais reconhecida no cenário internacional. O Effervescents du Monde 2016 contou com mais de cem degustadores internacionais que avaliaram às cegas 540 amostras inscritas por vinícolas de 24 países, totalizando 179 medalhas. OURO E PRATA - Foram contemplados com a Medalha de Ouro os espumantes: Conde de Foucauld Espumante Brut, Cooperativa Vinícola Aurora; Ponto Nero Espumante Brut Blanc de Blancs, Domno do Brasil; e Sopra Santé Espumante Brut, Varaschin Agroflorestal. Com a de Prata: Aracuri Espumante Brut Rosé 2016, Aracuri Vinhos Finos; Aurora Espumante Brut, Cooperativa Vinícola Aurora; Casa Valduga 130 Espumante Brut, Casa Valduga Vinhos Finos; Garibaldi Espumante Chardonnay Brut, Cooperativa Vinícola Garibaldi; Lunar Oro Espumante Brut, Famiglia Zanlorenzi; Peterlongo Elegance Espumante Natural Brut, Estabelecimento Vinícola Armando Peterlongo; Ponto Nero Espumante Brut Blanc de Blancs; Domno do Brasil; Ponto Nero Espumante Brut Rosé de Noir, Domno do Brasil; Santa Colina Espumante Demi-Sec, Cooperativa Vinícola Nova Aliança; e Zanotto Espumante Moscatel, Vinícola Campestre.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | B1

expectativa

ranking

Final de ano deve movimentar comércio eletrônico no Brasil Web sites e e-commerce devem estar preparados para a demanda de acessos às plataformas digitais

A

temporada de festas é promissora para o comércio, inclusive o eletrônico. Por causa do Natal, é o principal período de vendas no Brasil, movimentando todos os setores. Mesmo com a crise e as incertezas que assombram o país, a maioria da população não dispensa os presentes da época e busca reduzir gastos através da compra na internet. A ferramenta permite comparações de preços, marcas e qualidade em apenas alguns cliques e, segundo relatório do WebShoppers, elaborado pela E-bit/Buscapé, a facilidade representou uma movimentação de 3,3 bilhões de reais no comércio eletrônico brasileiro no período de final do ano de 2015. Por isso, a expectativa de vendas na internet no Brasil para 2016 é da movimentação na casa dos bilhões, mais uma vez. Web sites de venda online e e-commerce devem se preparar para atender à demanda de acessos, pois, se a página cair do sistema devido ao alto fluxo ou demorar para carregar, o cliente parte para

A ferramenta permite comparações de preços, marcas e qualidade em apenas alguns cliques

o concorrente. Flávio Mello, CEO da Blank Agência Criativa, explica que, para suportar diversos acessos simultaneamente, é importante que o site ou o e-commerce esteja hospedado em um bom servidor. “O servidor é responsável pelo armazenamento dos

dados do site. Então, quanto maior em gigabites, mais rápido é o processamento, suportando um número maior de usuários ao mesmo tempo. Outros fatores que influenciam no desempenho da página online são a estrutura e o design .” Para além das vendas de

final de ano, vale considerar que, segundo levantamento da consultoria A. T. Kearney, a internet é o meio de compra preferido por 64% dos brasileiros. Dessa forma, investimentos no suporte, estrutura e design da loja virtual tornam-se promissores a longo prazo.

uma recordação da preparação e do dia do casamento”, coloca Ilze Marie. Com o pin book, a noiva consegue colocar informações como lista de convidados, valores gastos, lua de mel, como será a cerimônia, empresas contratadas, entre outros pontos imprescindíveis para o grande dia. “A ideia do pin book é revolucionar a maneira de como se organizar um casamento, trazendo conforto e segurança nas tomadas de decisões. Com certeza ele é muito útil para este momento tão especial”, finaliza Ilze. O primeiro pinbook do Brasil foi lançado na última semana e custa R$ 345 e pode ser adquirido por meio do site da Lemon Pin (www.lemonpin.com.br).

Idealizado pelas empresárias curitibanas, Ilze Marie e Thais Araujo, a agenda da noiva tornou-se um artigo para organizar as ideias e auxiliar neste momento tão importante

grandes centros como Xangai, Pequim e Guanzu, assim como no food service. Posteriormente, o país iniciou a abertura de mercado para outros produtos, como coxas e sobrecoxas, além de asas calibradas por faixa de peso que atendem a este mercado tão exigente. A carne exportada é produzida com extremo controle de qualidade, o que garante o reconhecimento da marca Seara em todo o território chinês. Em 2014, foram aprovados os primeiros abate-

douros de suínos no Brasil para exportar cortes diretamente para o país. “Neste ano as importações do mercado Chinês aumentaram expressivamente, tornando-se um dos principais destinos de exportação para nossa empresa”, diz Malnarcic. A JBS possui 12 plantas frigoríficas de frango e duas de suínos aprovadas pelo governo chinês e é a empresa líder neste mercado. A companhia também exporta carne bovina in natura para o país desde agosto de 2015.

estética

Onodera anuncia parceria com o médico das celebridades, Dr Guilherme Corradi anuncia parceria com o Doutor Guilherme Corradi. O médico de celebridades como Fernanda Paes Leme, Ellen Roche e Matheus Mazzafera, disponibilizará

de sair do shopping, recebeu uma ligação do marketing com a surpresa. “Primeiro eu não acreditei, achei que era trote. E ainda não caiu a ficha, ainda nem pensei em como vou gastar todo esse dinheiro”, revela o comerciante. Juliana Cavalcanti de Carvalho, a segunda ganhadora do sorteio, realizado no dia 24 de novembro, diz que já aproveitou o prêmio para fazer algumas compras no Shopping Mueller. “Fiz compras de Natal para toda a família. Este ano todo mundo vai ganhar um presente melhor”, brinca a analista de sistemas, que revela ir toda semana ao mall. “Gosto do Mueller, pois tem todas as lojas que gosto.

ensino

A FAE Centro Universitário promove o VI PsicoCiência. O evento, voltado para acadêmicos, acontece nos dias 1º e 2 de dezembro e tem a intenção de discutir a prática da Psicologia. Na ocasião, profissionais da área conversarão com os estudantes sobre a realidade

JBS aumenta em 81% o volume de exportação de frangos e suínos para a China ainda é crescente em função do forte desenvolvimento econômico e queda na produção local”, explica Flávio Malnarcic, diretor executivo de Mercado Externo da JBS Foods. A JBSfoods possui amplo portfólio de produtos ofertados ao mercado chinês, adaptado e ajustado às necessidades dos consumidores locais. Os primeiros cortes de frango importados foram os pés e as asas, que podem ser encontrados em restaurantes na China e nas residências dos

Dois ganhadores dos vales-presente de R$ 10 mil da campanha de Natal do Shopping Mueller já foram sorteados. A analista de sistemas, Juliana Cavalcanti de Carvalho, e o comerciante, Eliandro Lucas Ribeiro, foram os primeiros felizardos que poderão aproveitar o prêmio para as compras de Natal. O mall ainda sorteará mais quatro vales-presente no valor de R$ 10 mil e uma Land Rover Discovery Sport. O ganhador do primeiro sorteio, realizado no dia 17 de novembro, considera ter bastante sorte. Eliandro Lucas Ribeiro veio de Guarapuava para passear na capital, fez compras no Mueller e, três horas depois

FAE promove a VI PsicoCiência

abertura de mercado

Sempre em busca de novidades que agreguem vantagens e facilidades para as suas clientes, a Onodera, maior rede de clínicas estéticas do Brasil,

foram mencionados entre os advogados mais admirados entre um total de um milhão de advogados atuantes no país. Com sede em Curitiba, o escritório é um dos maiores do Brasil nas áreas de Propriedade Intelectual e Franchising atuando também nas áreas abrangentes ao Direito Empresarial e Direito Tributário.

Shopping Mueller já premiou duas pessoas

Empresa curitibana lança agenda que promete mudar a organização de casamentos

A JBS Foods conquistou crescimento exponencial na exportação de carnes suína e de frango para a China neste ano. Com a abertura do mercado para a exportação de produtos do Brasil, a JBS Foods obteve um aumento de 81% nas vendas dessas proteínas para o mercado chinês em comparação com 2015. “Apesar de a China ser o maior produtor mundial de suínos e o terceiro maior produtor de frangos no mundo, a demanda por proteína de origem animal

Pelo sexto ano consecutivo, o Baril Advogados Associados está entre os escritórios mais admirados no ranking da Revista Advocacia 500, publicação que classifica as bancas jurídicas do País, a partir da avaliação de advogados e clientes dentre as cerca de 30 mil atuantes no Brasil. Os advogados Natan Baril e Alysson Oikawa também

sorteios semanais

novidade

Os preparativos para um casamento devem ser muito bem planejados, assim, no momento da cerimônia, as chances de haver algum erro são bem menores. Por isso, estar com todos os detalhes registrados em um lugar específico para isso, facilita na hora de por em prática. Este é o propósito do primeiro pin book do Brasil, voltado para as noivas, lançado na última semana pela Lemon Pin. Idealizado pelas empresárias curitibanas, Ilze Marie e Thais Araujo, a agenda da noiva tornou-se um artigo para organizar as ideias e auxiliar neste momento tão importante. “Queremos trazer esta segurança para as noivas. O pin book serve para isso, ajudar na organização e também

Baril Advogados na Revista Advocacia 500

vantagens e descontos para as clientes da rede, além de assinar conteúdo exclusivo com dicas de saúde, esporte e estética que será publicado no site e redes sociais

da marca. A princípio, o convênio especial será válido apenas para as clientes de unidades da cidade de São Paulo.

da carreira, possibilidades e expectativas da profissão. A palestra de encerramento acontecerá no dia 02/12, às 19h45, sobre “A realidade do cárcere: os desafios para o profissional da Psicologia”, com Romi Campos Schneider de Aquino e Lauro Melo dos Santos.


geral

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | B2

26,6% dos consumidores devem investir o 13º D Gilmar faz Aula Magna de encerramento do ano acadêmico

Ministro Gilmar Mendes em Curitiba O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, estará em Curitiba no dia 2 de dezembro (sexta-feira) para a Aula Magna de encerramento do ano acadêmico da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst). A palestra será no auditório da ABDConst (rua XV de Novembro, 964, 2° andar), é aberta ao público e inicia às 19h. As inscrições estão abertas no site www.abadconst.com.br, por R$ 10,00 e o valor arrecadado será revertido para a campanha do Natal Solidário da ABDConst. Na ocasião, Gilmar Men-

des também participará do lançamento da obra “Conselho Nacional de Justiça – fundamentos, processo e gestão”. Mendes é um dos coordenadores do livro, juntamente com o presidente da ABDConst, Marco Marrafon, e o jurista, Fabiano Augusto Martins Silveira. O livro, que tem como um de seus escritores o secretário geral da ABDConst Ilton Norberto Robl Filho, faz uma análise da atuação do CNJ desde a sua fundação, há dez anos, com o apoio de professores e autores consagrados. A publicação é da Editora Saraiva.

Grupo Massa conquista Top de Marketing 2016

e acordo com pesquisa do Serviço Proteção ao Crédito (SPC Brasil) divulgada esta semana pela Confederação de Dirigentes Lojistas (CNDL), cerca de 26,6% dos consumidores planejam poupar ou investir o 13° salário deste ano. O comportamento reflete a preocupação com o quadro político / econômico do país e a incerteza de recuperação a partir de 2017. O percentual é maior que o de pessoas com intenção de usar o benefício para pagar dívidas (26,4%), impostos de início de ano, como IPVA (10%), ou viajar (11%). A maior dúvida é mesmo

como escolher entre estas ações. Saldar os débitos é sempre prio-

ridade, mas optar por investir faz sentido em alguns casos. Para

isso, o rendimento líquido da aplicação precisa ser maior que o custo de endividamento, onde entram juros e encargos, o que é raro. “Quem sai para comprar um carro financiado em 60 vezes facilmente encontrará taxas acima de 20% ao ano, mas dificilmente conseguirá uma aplicação com retorno maior que 16% e o jeito é priorizar o pagamento da dívida. Agora no caso de um imóvel financiado em programa de habitação popular a juros subsidiados de 5% ao ano, investir poderá ser o mais indicado”, explica Luciano Tavares, especialista em investimentos e CEO da Magnetis.

Domingos Pascoal é “Semeador da Propaganda O publicitário Domingos Pascoal Pereira de Souza (foto) receberá no dia 1º de dezembro (quintafeira) o troféu “Semeador da Propaganda no Paraná”, concedido pelo Sinapro/PR (Sindicato das Agências de Propaganda do Paraná) para homenagear os profissionais que se dedicam e colaboram com o desenvolvimento da atividade publicitária. A solenidade será realizada a partir das 20h, na Forneria Copacabana, no bairro Água Verde. “O nome de Domingos surgiu naturalmente

como forma de valorizar um homem que norteou suas ações profissionais em defesa da propaganda do Paraná. A força e atuação marcantes deste nobre publicitário ajudaram a disseminar a cultura da boa propaganda junto às marcas, veículos e anunciantes, principalmente no interior do Estado”, elogia o presidente do Sinapro/PR, Elon César Isfer Garcia. Com 36 anos dedicados à comunicação, Domingos Pascoal Pereira de Souza atuou em veículos e hoje comanda sua própria

agência de propaganda, a Dopps+Lucom, localizada em Cascavel. O troféu “Semeador da Propaganda no Paraná” já foi entregue a Rafael de Lala Sobrinho, Gilberto Ricardo dos Santos, Norberto F. de Castilho, Dulcídio Caldeira Jr., Antônio Luiz de Freitas, Hiram Silva Souza, Elon da Silva Garcia, Ney Alves de Souza, Sílvia Dias, José Dionísio Rodrigues, Desidério Pansera, Luiz Eduardo G. Turkiewicz, Humberto Mendes, GRPCom – Grupo Paranaense de Comunicação, Leonardo

Petrelli Neto, Valduir Pagani, Helcio José Gelbecke, Carlos Rogério Florenzano, João José Werzbitzki e Rodrigo Havro Rodrigues.

“Nova República 30 anos de altos e baixos”

Na semana passada aconteceu a festa de premiação do Top de Marketing 2016, realizado pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB-PR). Pelo segundo ano consecutivo, o Grupo Massa conquistou o primeiro lugar na categoria “comunicação”, nesta edição com a Massa FM, que dividia a disputa com a Rede Massa | SBT. Concorrendo com o case “A conquista da liderança e

permanência de audiência da Massa FM em Curitiba”, a Massa FM, há 10 anos no ar, é a maior rede de rádios do Paraná, presente em Curitiba, Londrina, Maringá, Foz, Litoral, Campos Gerais, Alta Paulista e Lages. De acordo com o diretor geral da rádio, Luiz Benite, o prêmio é um reconhecimento do mercado pelo trabalho que vem sendo realizado. Crédito da foto é de Rafael Danielewicz .

Mabu lança Relatório de Sustentabilidade No dia 8 de dezembro (quarta-feira) a Rede Mabu Hotéis & Resorts lançará, a primeira edição de seu Relatório de Sustentabilidade. O documento relata as ações desenvolvidas e os resultados alcançados em 2015 com a implantação da Política de Gestão de Sustentabilidade no resort da Rede, em Foz do Iguaçu. Com foco no controle de recursos hídricos, recursos naturais (energia, gás e água), resíduos sólidos, segurança e em ações voltadas à responsabilidade social e ambiental, o Mabu Thermas Grand Resort alcançou resultados favoráveis desde que iniciou a gestão sustentável de todas as suas atividades. O relatório aponta, por exemplo, a redução de até 30% no consumo de energia por meio de algumas ações como a manutenção peri-

ódica dos equipamentos; a utilização de aquecimento solar e de lâmpadas LED em 100% dos espaços do hotel; e a gestão do funcionamento dos chillers (resfriadores de água), da bomba do chafariz e dos poços que trabalham em horários pré-estabelecidos e de acordo com a ocupação do resort. “Essa primeira edição do relatório de sustentabilidade é motivo de orgulho, por constatarmos de forma muito positiva a evolução da gestão responsável de nossas atividades, por meio da Política de Gestão da Sustentabilidade, em vigor desde 2012, e também por enxergamos por meio dela diversas outras possibilidades para avançar cada vez mais nesse setor”, revela o diretor-executivo da Rede Mabu Hotéis & Resorts, Wellington Estruquel.

O ex-ministro da Saúde no governo Sarney, Luiz Carlos Borges da Silveira, deputado federal por três mandatos, autografou exemplares do livro “Nova República 30 anos de altos e baixos”, lançado em evento promovido pelo Conselho Tributário da Associação Comercial do Paraná (ACP), nessa quinta-feira (24) na sede da entidade.Borges fez uma exposição sucinta das razões que o levaram a escrever o livro, esclarecendo que a principal delas “foi a intensa movimentação popular desencadeada pela Operação Lava Jato e a movimentação da sociedade em torno do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff”. Descrevendo o cenário político brasileiro desde a queda da dita-

dura militar e a eleição do presidente Tancredo Neves, no colégio eleitoral, passando pelos períodos de governo de José Sarney, Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, “até a cassação do mandato de Dilma e o início do governo Temer”, segundo o autor, o livro também apresenta um resumo cronológico das principais ações da Lava Jato. Na apreciação do presidente da ACP, Antonio Miguel Espolador Neto, ao saudar o autor em nome da Casa, “o livro lançado hoje é importante especialmente para as novas gerações de leitores e pesquisadores, em virtude da gama de informações sobre esse período da história recente do país”.

Andersen Ballão tem reconhecimento O escritório Andersen Ballão foi reconhecido como um dos mais admirados do Brasil pelo nono ano consecutivo. A indicação foi publicada recentemente no ranking da Revista Análise Advocacia 500, edição 2016. A publicação realiza uma pesquisa detalhada com diretores jurídicos de 1,5 mil companhias brasileiras. Este ano foram oito menções em nível nacional, em seis áreas do Direito – Ambiental, Cível, Contratos Comerciais, Operações Financeiras, Direito do Trabalho e Direito Tributário – e dois setores da economia – Comércio e Petróleo e Gás. Além das menções nacionais, na pesquisa envolvendo os escritórios do Paraná, a Andersen Ballão, mais uma vez, se manteve no topo da lista, ocupando o primeiro lugar na categoria Escritório Abrangente. Além disso, foi novamente o escritório paranaense com o maior número de especialidades admiradas e de advogados admirados em todas as categorias. Já no ranking de advogados, quatro pro-

Equipe do escritório de advocacia Andersen Ballão fissionais do escritório foram citados, colocando o escritório na 10ª colocação nacional na categoria abrangente: Gustavo Almeida (Brasil: Operações Financeiras, Comércio e Petróleo & Gás, Paraná: primeiro grupo),

Rafael Filippin (Brasil: Ambiental e setor Petróleo & Gás; Paraná: primeiro grupo), Edson Hauagge (Brasil: Direito do Trabalho; Paraná: segundo grupo) e Monroe Olsen (Paraná: terceiro grupo).

Inovação da Construtora Laguna A Construtora e Incorporadora Laguna utiliza um sistema de vedação único, que além de bloquear fumaça e odores, melhora as condições de conforto interno por meio da menor oscilação de temperatura, o que torna o empreendimento ecoeficiente.O

LLUM Batel será o primeiro empreendimento da construtora a utilizar a tecnologia de “supervedação”. O sistema de vedação impede que a fumaça do interior de cada apartamento vaze para as áreas comuns e para o espaço

de outros moradores. O empreendimento também é o primeiro residencial do país a conquistar a exigente pré-certificação ambiental LEED – nível Ouro, que garante parâmetros de qualidade e sustentabilidade da obra, entre eles o sistema de vedação.


ECONOMIA

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 1º de dezembro de 2016 | B3

Mercados vendem 1,16% a mais neste ano

As vendas dos supermercados cresceram 1,16% no acumulado do ano, entre janeiro e outubro, de acordo com a Associação Brasileiras de Supermercado (Abras). O resultado foi deflacionado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em outubro, as vendas do setor tiveram alta de 4,78%, na comparação com setembro. Em relação ao mesmo mês de 2015, houve alta de 0,71%. De acordo com o vice-presidente da Abras, João Sanzovo, medidas adotadas pelo governo federal levaram à melhora dos indicadores econômicos. “Existe uma estabilidade nas vendas e também, no fim do ano, a perspectiva é de que continue estável. Não são números bons, mas também não vão piorar”, avalia Sanzovo.

RECESSÃO

PIB tem a sétima queda seguida no 3º trimestre Já no resultado acumulado do ano até setembro, o PIB apresentou recuo de 4% em relação a igual período de 2015, maior queda para este período desde o início da série em 1996, segundo dados revelados pelo IBGE

No Paraná, a agropecuária e a indústria recuaram 3,9% no terceiro trimestre, na comparação com julho a setembro de 2015

O

Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, fechou o terceiro trimestre do ano com queda de 0,8% em relação ao trimestre anterior. Com isso, o país registra o sétimo trimestre seguido de retração da economia. Já no resultado acumulado do ano até setembro, o PIB apresentou recuo de 4% em relação a igual período de 2015, maior

queda para este período desde o início da série em 1996. Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 1,580 trilhão. Os dados das Contas Nacionais Trimestrais foram divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na análise dos subsetores da economia, a agricultura teve retração de 1,4% no período, a indústria caiu 1,3% e o setor

de serviços registrou queda de 0,6%. Os dados do IBGE mostram ainda que o consumo das famílias caiu 0,6% e o do governo, 0,3%. Já a Formação Bruta de Capital Fixo, que são os investimentos, recuou 3,1%. No setor externo, as exportações de bens e serviços caíram 2,8% e as importações recuaram 3,1%.

ESTRATÉGIA

Países produtores reduzirão produção de petróleo e forçarão alta dos preços Os principais países produtores de petróleo acordaram ontem, em Viena, reduzir a produção do óleo para diminuir a oferta e, assim, forçar a alta dos preços da commodity. A decisão foi aprovada durante a 171ª reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que ocorre em Viena, na Áustria. Segundo a agência de notícias Bloomberg, a extração será reduzida em cerca de 1,2 milhões de barris diários. Com isso, a produção diária mundial não deverá ultrapassar 32,5 milhões de barris diários, embora a expectativa da própria Opep seja de um crescimento da demanda mundial em 2016 e em 2017. Os termos desse novo acordo já tinham sido estabelecidos em setembro, quando o grupo aprovou o chamado Acordo de Argel, estipulando um corte na

produção e o teto entre 32,5 milhões e 33 milhões de barris extraídos por dia (bpd). O foco do Acordo de Argel, segundo explicou ontem o presidente da conferência, o ministro da Energia e da Indústria do Qatar, Mohammed Bin Saleh Al-Sada, era “acelerar a retirada dos estoques, trazendo o reequilíbrio do mercado”. PRODUÇÃO Um grupo de trabalho foi criado para estudar e recomendar a implementação do nível adequado de produção pelos países membros, discutindo o tema inclusive com representantes dos países produtores que não integram a Opep. “Esses esforços exaustivos para construir um consenso entre todos os produtores têm sido vitais para o processo [de construção de um

acordo]”, disse Al-Sada, comentando que limitar a produção de forma a “devolver uma estabilidade sustentável ao mercado” seria benéfico para as economias nacionais e mundial. De acordo com Al-Sada, o Acordo de Argel vinha sendo capaz de deter “a deterioração dos preços”, até que, em 14 de novembro, os preços voltaram a baixar. “É vital que os estoques comecem a cair. Então os preços começarão a subir e a estabilidade retornará ao mercado. Todos os produtores compreendem a gravidade da situação e todos os consumidores também devem compreendê-la”, acrescentou o ministro, citando a perspectiva de a demanda mundial, em 2040, ultrapassar os 109 milhões de barris de petróleo diários – mais de três vezes o limite estabelecido hoje.

Diário Indústria&Comércio - 1º de dezembro de 2016  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, wal...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you