Issuu on Google+

TAÇA INTEIRA Você que trabalhou, batalhou, criou os filhos, envelheceu... Os filhos cresceram, saíram de casa, você se aposentou... E agora o tempo se estende vazio à sua frente, pouco importa levantar-se cedo ou tarde, não faz diferença, os dias ficaram todos iguais, não há batalhas a travar, ninguém precisa de você... Cada dia é um peso, é preciso matar o tempo, descobrir um jeito de não pensar, pois o pensamento dói, e vem uma vontade de beber, uma vontade de esquecer, uma vontade de morrer... Chegou o momento da inutilidade, e é isso que você não suporta, pois lhe ensinaram (e você acreditou) que os homens e as mulheres são como as ferramentas, que só valem enquanto forem úteis. Ensinaram- lhe que você é uma ferramenta que merece viver enquanto puder fazer. E agora que o seu fazer não faz mais diferença, você se coloca ao lado dos objetos sem uso. À espera de que a morte venha colocá-lo no devido lugar, pois nada mais há que esperar. Você está sem esperança. Mas lhe ensinaram mal, muito mal. Pois nós não somos ferramentas. Não vivemos para ser úteis. Dizem os textos sagrados que Deus trabalhou seis dias para plantar um jardim. Terminado o trabalho, já não havia nada mais para ser feito. E foi justamente então que Deus sentiu a maior alegria. Terminado o tempo do trabalho, chegara o tempo do desfrute. E o Criador se transformou em amante: entregou-se ao gozo de tudo o que fizera. Com as mãos pendidas (pois tudo o que devia ser feito já havia sido feito), seus olhos se abriram mais. Olhou para tudo e viu que era lindo. Pôs-se a passear pelo jardim, gozando as delícias do vento fresco da tarde. E, embora os poemas nada digam a respeito, imagino que o Criador tenha também se deleitado com o gosto bom dos frutos e com o perfume das flores - pois que razões teria ele para criar coisas tão boas se não sentisse nelas prazer? Se há uma lição a ser aprendida desses textos, lição que é que não somos como serrotes, enxadas, alicates, fósforos e lâmpadas que, uma vez sem o que fazer, são jogados fora. A nossa vida começa justamente com o advento da inutilidade. Pois o momento da inutilidade marca o início da vida de gozo. Nada mais preciso fazer. Travei as batalhas que tinha de travar. Nada devo a ninguém. Estou livre agora para me entregar ao deleite. Todas as escolas só nos ensinam a ser ferramentas. Será preciso que você procure mestres que ainda não foram enfeitiçados por elas. Você deve procurar as crianças. Somente elas têm o poder para quebrar o feitiço que o está matando ainda em vida. As almas dos velhos e das crianças brincam no mesmo tempo. As crianças ainda sabem aquilo que os velhos esqueceram e têm de aprender de novo: que a vida é brinquedo que para nada serve, a não ser para a alegria! Desde os seis anos tenho mania de desenhar a forma das coisas. Aos cinquenta anos publiquei uma infinidade de desenhos. Mas tudo o que produzi antes dos setenta não é digno de ser levado

www.igrejacristadebrasilia.com.br


em conta. Aos 73 anos aprendi um pouco sobre a verdadeira estrutura da natureza dos animais, plantas, pássaros, peixes e insetos. Com certeza, quando tiver oitenta anos, terei realizado mais progressos, aos noventa penetrarei no mistério das coisas, aos cem, por certo, terei atingido uma fase maravilhosa e, quando tiver 110 anos, qualquer coisa que fizer, seja um ponto, seja uma linha, terá vida. Vamos! A vida é bela. Pare de namorar a morte! Beba a taça até o fim! INFORMES ICB *Aniversariantes de janeiro – Dia 02, Pr Nilson Moura; e Dia 21, Wilson Xavier Dias. Nossos parabéns antecipados!... *Pr Julio e Gil estão ainda ao Rio. Ele retornará amanhã e ela no dia 21/01. Celebraram ontem os cinco aninhos de Sarah, a netinha deles. *Agenda de oração 1) O processo final de aposentadoria do Pastor Julio foi achado e devidamente encaminhado para a Divisão de Benefícios do INNS onde está já por 3 meses. 2) Dr. Cláudio Almeida deverá, no próximo ano, colocar uma nova válvula em seu coração (São Paulo); 3) Maria Zeni, irmã do Pr. Nilson, desenganada pelos médicos em Goiânia, e precisando comprar um aparelho de visão (nossa igreja contriuiu simbolicamente com 100,00) ; 3) Pelo pastores Rinaldo de Mattos (recebeu alta e está fazendo tratamento em casa), e Noé Stanley nos seus tratamento de saúde (está em Divinópolis-MG).. 4) Poeta, amigo do irmão Wilson em Itajubá-MG, com o filho desaparecido. 5) D. Sulamita que já está em casa após a cirurgia bem sucedida, e agora fará quimiotrerapia. Oremos por ela e pela amada familia. 6) Por Denise, sobrina de Gil, que perdeu o noivo Alexandre, para que as consolações de Deus a acompanhe; *Orações gratulatorias: 1) ___________________________________________________________; 2) __________________________________________________________; 3) __________________________________________________________; 4) __________________________________________________________; 5) __________________________________________________________; CULTO DE HOJE: 18:30 HORAS Pregador: Wilson Xavier Dias – Dirigente: Pr José Carlos Santos CÂNTICOS 01. TEMPERO Vamos louvar ao Senhor, Criador do universo e de tudo que há Vamos louvar ao Senhor com um pouco de tudo que Ele nos dá (bis) Tudo que existe de bom Ele fez, tudo que é pra nosso bem Ele faz Ele é o Senhor da justiça, da misericórdia, do amor e da paz. Tudo que existe de bom Ele fez, tudo que é pra nosso bem Ele faz Ele é o Senhor da alegria, da felicidade, do amor e da paz. Vamos louvar ao Senhor com o balanço do corpo à luz do luar Vamos lhe dar o louvor que Ele sempre merece em todo lugar Vamos louvar ao Senhor com sabor, com tempero, com gosto de sal Vamos louvar ao Senhor espantando pra longe as forças do mal. 01. UM SÓ REBANHO Um só rebanho, um só Pastor, uma só fé em um só Salvador. Em Teu amor unidos aqui, num mesmo Espírito vamos a ti (bis)

www.igrejacristadebrasilia.com.br


Um só rebanho, um só Pastor – fruto, ó Senhor, desse Teu grande amor Só nos gloriamos na Tua cruz. Sê Tu louvado, bendito Jesus. (bis) Um só rebanho, um só Pastor, ó Cristo és digno do nosso louvor. Tu és o ima que nos atrai, e só por Ti adoramos o Pai. (bis) Um só rebanho, um só Pastor, nós esperamos por Ti, ó Senhor. É face a face que vamos ver quem nos amou e por nós quis morrer. (bis) 03. A MINHA ALMA ESTAVA LONGE do caminho do céu Eu era cego e perdido pecador. Mas Jesus já transformou minhas trevas em luz Quando Ele estendeu Sua mão para mim. Quando Jesus estendeu Sua mãe, Quando Ele estendeu Sua mão para mim Eu era pobre, perdido, sem Deus, sem Jesus Quando Ele estendeu sua mão para mim. Agora me regozijo desde que o aceitei, E na tempestade posso repousar Pois com Ele estou liberto do perigo do mal Quando Ele estendeu sua mão para mim 04. ELE ME ENSINOU Ele me ensinou a brilhar na escuridão Ele me ensinou a estender a minha mão Ele me ensinou a ter amor e compaixão Ele me ensinou a enfrentar a multidão. Sou aluno dEle e de mais ninguém (bis) Ele me ensinou a nunca marginalizar Ele me ensinou que aos inimigos devo amar Ele me ensinou que as tradições devem passar Ele me ensinou que as lições devem ficar Ele me ensinou a jamais me acomodar.

Ele me ensinou as estruturas renovar Ele me ensinou aos desafíos enfrentar Ele me ensinou que a coragem é pra se usar Ele me ensinou a contestar o fariseu Ele me ensinou que o mau cristão é um ateu

Pensamento da semana: “Arrebatar a vida é terrível, porém destruir a fé na beleza do amoré um crime ainda mais espantoso” – Dostoievski.

SEJAM TODOS BEM-VINDOS! “...o nome da cidade será: O SENHOR ESTÁ ALI” – Ez. 48:35 Site: www.igrejacristadebrasilia.com.br

www.igrejacristadebrasilia.com.br


Boletim ano 25 12 2014