Page 1

as 1

ACÇÕES DE FORMAÇÃO

ICAP RELATÓRIO FINAL

Abr. 2015 – Set. 2015


Introdução

De 23 de Abril a 16 de Setembro realizaram-se, na Câmara de Comércio de Lisboa, as 1as Acções de Formação do ICAP sob o tema “Regras e Ética da Publicidade e de Outras Formas da Comunicação Comercial”. Estas contaram, do conjunto de 8 módulos que as constituíram, com 276 inscrições que se traduziram em 266 participações efectivas. Releva-se que estas foram oriundas dos mais diversos sectores. Os dados constantes do presente relatório consubstanciam uma iniciativa inédita, baseada num modelo original do ICAP, cujo êxito também se prendeu com o envolvimento inestimável da Indústria.

1 | 18

8 Módulos = 266 Participantes


Introdução Avaliação (média)

Para esclarecimento, o ICAP procedeu a um inquérito de avaliação efectuado junto dos participantes. Deste, resultou uma nota final cuja média se cifrou nos 16 valores, numa escala de 0 a 20.

16 Valores

2 | 18


Divulgação Press Release Foram vários os Meios que publicaram a nota de imprensa enviada às redacções, completada com o caderno de informação desta iniciativa. Notícias sobre as 1as. Acções de Formação do ICAP foram publicadas no Briefing, nas publicações do grupo COFINA, na revista da CODIPOR, no DN, Dinheiro Vivo, Exame, Expresso, Marketeer, Meios & Publicidade e Visão.

Suporte Digital A divulgação fundamentou-se em grande parte no formato digital fazendo uso da base de dados dos associados do ICAP mas também dos subscritores da newsletter, contabilizando um número na ordem dos 850 contactos. Foi ainda solicitado o apoio na divulgação a todas as associações representadas no ICAP de forma a informar os seus membros e solicitar a publicação nos respectivos sites, o qual foi prontamente acedido.

3 | 18


Divulgação O ICAP contou ainda com o apoio de outras entidades não representadas no Instituto como a CODIPOR, a Ordem dos Advogados e a APIFARMA. Compreendendo a importância desta iniciativa, imediatamente responderam de forma activa ao pedido de divulgação.

Suporte Mailling Em paralelo, foi ainda enviado o folheto informativo através de carta endereçada aos 80 representantes das empresas associadas do Instituto, completado com mais 67 contactos específicos. Também algumas empresas não associadas foram incluídas perfazendo um total de 47 contactos de 28 empresas consideradas como potenciais associados. As Entidades Públicas fizeram igualmente parte da base de dados, com especial incidência para aqueles que têm um interesse específico e uma aproximação à actuação do ICAP.

4 | 18


Divulgação

Suporte Imprensa A divulgação estendeu-se ainda pelo Meio Imprensa, onde vários associados do ICAP deram uma resposta positiva na publicação de um anúncio publicitário. Desde 10 de Abril a 9 de Setembro, esta iniciativa foi divulgada em 23 inserções nos cadernos principais de 6 publicações. A saber: Correio da Manhã, Dinheiro Vivo, Expresso, Jornal de Negócios, Jornal de Notícias e Meios & Publicidade, esta última através da sua representação na APIMPRENSA. O apoio dos Meios foi fundamental para uma divulgação eficaz que muito contribuiu para o sucesso/eficácia desta iniciativa. Todo o espaço cedido em sistema pro-bono situou-se num valor de tabela na ordem dos €150 000, segundo dados do MediaMonitor.

ICAP presta assim o seu reconhecimento e agradecimento público a todos os Media que prestaram o seu apoio a esta iniciativa de auto-regulação.

5 | 18


Dados Gerais Base: 266 participaçþes

Por Empresa

6 | 18


Dados Gerais Base: 266 participações

Por Empresa - Categoria Nº de participações

7| 18


Avaliação Todos os participantes foram convidados a preencher uma Ficha de Avaliação para cada módulo, com excepção da 1ª acção de formação sobre Publicidade Enganosa. Esta ficha de avaliação generalista de preenchimento voluntário e de identificação obrigatória, serviu de base para uma interpretação de vários elementos que permitiram sustentar o sucesso desta acção e serão tidos em conta em iniciativas similares futuras. Saber como o participante teve conhecimento desta iniciativa, qual o factor que o levou a participar, a sua apreciação global e a sua opinião sobre o próprio conteúdo da acção de formação, nomeadamente em relação à possibilidade de aplicação profissional e satisfação das expectativas, foram algumas das questões abordadas. De preenchimento rápido com respostas fechadas e de escala de classificação com variante de 1 a 5 e de 1 a 20, o número total de fichas de avaliação consideradas válidas teve uma média perto de 50%, uma vez que algumas fichas preenchidas não estavam identificadas e como tal não foram consideradas. Ainda assim, houve módulos com uma taxa de fichas de avaliação válidas que se situam nos 90%.

8 | 18


Avaliação Em termos gerais e numa apreciação generalista sobre a apreciação global de todos os módulos, decorreu da ficha de avaliação uma nota final cuja média se cifrou nos 16 valores, numa escala de 0 a 20.

0

5

10

15

20

16 Apreciação global

9 | 18


Avaliação No quadro abaixo é apresentado a apreciação relativa a cada módulo. Realça-se aqui a representatividade em relação aos questionários considerados acima dos 50%, com excepção do último módulo.

DISPOSIÇÕES GERAIS

Nº Questionários Considerados Representatividade (%)

DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS

CAMPOS SECTORIAIS

Menores

Infor. ao Consumidor

Product Placement

Pub. Inst. Crédito, Produtos e Serv. Financeiros

Publicidade Alegações de Saúde e Nutricionais

30

17

16

13

19

12

72%

88%

63%

73%

50%

66%

43%

4,5

4,6

4,5

4,4

4,5

4,2

4,3

Publicidade Comparativa

Publicidade Comportamental Online - OBA

23

classificação 1 a 5

Gestão e Tratamento da Inscrição Conteúdo (impressão geral)

4

4,1

4,1

4,3

4,2

3,6

4,2

4,3

4,5

4,1

4,4

4,2

3,9

4,4

15,9

16,6

15,5

16,9

16,8

15,7

16,2

Aplicação profissional

3,9

3,4

4,2

4,3

4,4

4

3,8

Construção pedagógica

3,8

4,2

3,8

4,1

4

3,7

4

Dinamismo / interactividade da Formação

3,3

4

3,7

4,1

3,7

4,1

4,3

Satisfação das Expectativas

3,6

3,9

3,5

4,1

3,8

3,6

3,9

Local (condições) classificação 1 a 20

Apreciação na generalidade classificação 1 a 5

10 | 18


Publicidade Enganosa 23 Abril 2015

Formadora: Margarida Almada Bettencourt

Dados Específicos

Autora e docente universitária nas áreas da Publicidade e do Direito da Comunicação. Advogada

Nº Participantes: 32

MÓDULO

1

DISPOSIÇÕES GERAIS

11 | 18


Publicidade Comparativa 30 Abril 2015

Formadora: Pedro Quartin Graça Professor Auxiliar do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Jurisconsulto

Dados Específicos

Nº Participantes: 34

MÓDULO

2

DISPOSIÇÕES GERAIS

12 | 18


Pub. Comportamental Online - OBA 5 Maiol 2015

Dados Específicos

Formadores: Vanda Ferreira Alves ICAP – Comunicação e Relações Institucionais

Bernardo Rodo

IAB Portugal – Presidente da Direcção

Nº Participantes: 43

MÓDULO

3

DISPOSIÇÕES GERAIS

13 | 18


Utilização de Menores na Publicidade e a que lhes é especialmente dirigida 14 Maio 2015

Dados Específicos

Formadora: Margarida Almada Bettencourt Autora e docente universitária nas áreas da Publicidade e do Direito da Comunicação. Advogada

Nº Participantes: 32

MÓDULO

4

DISPOS. ESPECÍFICAS

14 | 18


Informação ao Consumidor 28 Maio 2015

Dados Específicos

A Utilização de línguas estrangeiras na publicidade - limites

Formadora: Margarida Almada Bettencourt Autora e docente universitária nas áreas da Publicidade e do Direito da Comunicação. Advogada Menções obrigatórias - deveres e eficácia Formadora: Maria Cristina Portugal Perita em Direito Comunitário do Consumo. Advogada.

Nº Participantes: 31

MÓDULO

5

DISPOS. ESPECÍFICAS

15| 18


Product Placement 4 Junho 2015

Formadora: Margarida Almada Bettencourt Autora e docente universitária nas áreas da Publicidade e do Direito da Comunicação. Advogada

Dados Específicos

Nº Participantes: 37

MÓDULO

6

DISPOS. ESPECÍFICAS

16 | 18


Dados Específicos

Publicidade - Instituições de Crédito, Produtos e Serviços Financeiros 15 Setembro 2015 Formadora: Maria Cristina Portugal Perita em Direito Comunitário do Consumo. Advogada.

Nº Participantes: 29

MÓDULO

7

CAMPOS SECTORIAIS

17| 18


Publicidade - Alegações nutricionais e de saúde 16 Setembro 2015

Formadora: Alexandra Bento Mestre em Inovação Alimentar pela Universidade Católica Portuguesa. Nutricionista.

Dados Específicos

Nº Participantes: 28

MÓDULO

8

CAMPOS SECTORIAIS

18 | 18


O ICAP é a entidade responsável pela implementação da auto-regulação em Portugal. Este sistema é criado pela própria indústria e de adesão voluntária por parte dos seus profissionais anunciantes, agências e meios, e tem como objectivo último assegurar, rápida e eficazmente, a observância na comunicação comercial, enquanto disciplina concebida com elevado sentido de responsabilidade social e observadora das regras da leal concorrência, dos princípios da legalidade, decência, honestidade e veracidade.

www.icap.pt

© ICAP 2015

Acções de Formação do ICAP 2015  

Relatório Final