Page 1

Ano 04 || Número 48 || Março 2010

Um convite à intimidade

Leia os especiais: Página 5 Noites sem Cristo

Leia a palavra do Pr. Jonas Neves na Página 3

Página 7 O significado do Compromisso Missionário

Página 8 Atividade física e o diabetes

Página 11 O que é realmente essencial?


2

Simplesmente Igreja | Março de 2010 Editorial

Nossos Pastores Rua Domingos de Morais, 1100 - 04010-100 . Vila Mariana . SP . (11) 5579.3516 www.batistadopovo.org.br

Ceia do Senhor Participe da celebração da ceia em cumprimento à ordenança que Jesus nos deixou. - 1º domingo: às 8h - 2º domingo: às 10h - 3º domingo: às 17h - 4º domingo: às 19h - Última quarta-feira do mês, às 15h participe de uma célula Viva em comunhão com outros irmãos e aprenda mais sobre a vida cristã em plenitude. Ligue e procure a célula mais próxima da sua casa. Secretaria de Células: (11) 5579-3516 Quero ser membro da IBP Se você tem participado de nossas reuniões há algum tempo e gostaria de se tornar membro da nossa igreja, entre em contato com a secretaria para mais informações. (11) 5579-3516 secretaria@batistadopovo.org.br

Dízimos e ofertas Igreja Batista do Povo CNPJ: 47.468.590/0001-45 Banco Real Agência: 412 - Conta Corrente: 6703396-3 Banco Bradesco Agência: 3450-9 - Conta Corrente: 10165-6

MOÇAMBIQUE Pr. Aldo Massunda Manuel Germano Manhica: 00 258 825878999 Pr Saize Bana: 00 258 820722730 Pr Manuel Gimo: 00 258 848012143 Francisco Vicente Tomo: 00 258 847848137 Jaqueline Cunha: 00 258 8298 90447 Suite number # 337 - PRIVATE BAG X 11340 - NELSPRUIT 1200 - AFRICA DO SUL JAPÃO Miss. Maria Isabel Dutra isabeldutra7@hotmail.com GUINÉ-BISSAU Pr. Herbert e Desirré herbertdesire@yahoo.com.br INGLATERRA Pr. Samuel Silva 32, Manor Park Road - Harlesden London - Uk - NW10 4JJ 59a , Rye Lane - Peckham London - UK - SE15 5EX ibppeckham@batistadopovo.org.br Pr. Carlos Gomes Igreja Batista do Povo em Oxford 52, Church Hill Road - Cowley Oxford - OX4 3SF-UK ibpoxford@batistadopovo.org.br

cação: Ana Clara Guerra. Revisão: Maria Célia Pereira Leite. Colaboração: Helen Ribeiro, Alessandra Pastorelli. Tiragem: 10.000 exemplares. Departamento Comercial: (11) 5574-1067. Direção Geral: Sonar Propagando

Expediente: Presidente: Pr. Jonas Neves de Souza. Jornalista Responsável: Monica Pocker. Coordenadora de Comunicação: Myrian Rosário. Assistente de Comuni-

Luis Barbosa - IBP Santo Amaro (11) 7515-3506 luis@batistadopovo.org.br Newton Machado - Sede (11) 7547-9837 newton@batistadopovo.org.br Osmar Bento - Sede (11) 7205-1937 osmarbento@batistadopovo.org.br Paulo Falçarella - Sede (11) 9605-7340 paulofalcarela@batistadopovo.org.br Sandro Rubinec - IBP Diadema (11) 7515-3467 sandro@batistadopovo.org.br Tiago Marcolongo - Sede (Radical Teen) (11) 7547-7871 tiago@batistadopovo.org.br Wasmyr Egídio - IBP Indaiatuba (11) 7515-3502 wasmyr@batistadopovo.org.br

Nossos Missionários

Fique por dentro

Boa palavra - Igreja Batista do Povo Rua Domingos de Morais, 1100 - Vila Mariana. São Paulo / SP - Brasil - CEP: 04010-100. O Boa Palavra é uma publicação da Igreja Batista do Povo. Dúvidas e sugestões: comunicacao@batistadopovo.org.br

Sem. Airton Quinelo - IBP Taboão (11) 7515-3281 juninho@batistadopovo.org.br Carlos Pastorelli - IBP Sede (11) 9430-7776 carlos@batistadopovo.org.br Edimar José Pires - IBP Taubaté (12) 8124-4100 edimar@batistadopovo.org.br Enéas Tognini - Sede (11) 9637-5768 eneas@batistadopovo.org.br Ivêner Soler - Sede (Canal Jovem) (11) 7205-1382 ivenersoler@batistadopovo.org.br Joanã Nogueira – IBP Guarulhos (11) 7515-3264 joanan@batistadopovo.org.br Jonas Neves - Sede (11) 9637-5352 jonasneves@batistadopovo.org.br

Os anúncios contidos nessa edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a

ITÁLIA - Turim Prs. Fernando Guimarães e Isael Guimarães pastorefernando@hotmail.it Via Alfonso Lorenzine 4 Collegno; Corso Machiavelle 177 Venària BRASIL Antônio Jone e Vera Lúcia Rocha Rua Mário Marques, 91 - São João Batista 31.510-410 / Belo Horizonte – MG veraejone@yahoo.com.br Ieda Maria de Oliveira Missionária de Base Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo ieda@cepc.org.br Dilma E. G. da Silva Missionária Local - Vila Mariana dilma@batistadopovo.org.br Isabel Santos - (11) 9727-4641 Missionária Local - Vila Mariana isabel@batistadopovo.org.br Rosa Maria da Conceição Silva rosa_msilva@hotmail.com Av. Dom Pedro I, 923 – Centro CEP: 58023-013 – João Pessoa – PB CANADÁ Pr. José R. Almeida 6 Loconder Dr. Unit: 10 - Hamilton Ontário L8W 1V8 / Canadá margalme@terra.com.br

Igreja Batista do Povo nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios. A Igreja não se responsabiliza em fiscalizar ou garantir efetividade do que é anunciado, já que não mantém nenhum relacionamento de qualquer espécie com os empresários e prestadores de serviço que anunciam no Boa Palavra. A Igreja Batista do Povo seleciona os anúncios publicados de modo que não firam a moral e os costumes cristãos e o que diz a Bíblia Sagrada.

Marca forte Google, Microsoft, Coca-Cola, IBM, Mc Donald, Nokia, entre outras empresas compõem respectivamente o ranking das marcas mais famosas e valiosas do mundo. O que as fazem deslumbrar mundo afora, é todo um trabalho de marketing aliado à propaganda integrada em todas as principais mídias, além de pesquisas de satisfação e, sobretudo, permanente monitoramento e acompanhamento do produto ou serviço no mercado. Não muito diferente, nós todos somos também um produto na praça. No entanto, atingimos não somente o mercado de trabalho como o familiar, o pessoal, social, ministerial... os quais podemos resumir em relacional. Os vínculos, tema recentemente ministrado pelo Pr. Paulo Falçarella, podem sinalizar por quantas andam nossos relacionamentos. A qualidade desde vínculo quer seja uma amizade, uma relação familiar, profissional ou social é o fator que nos faz termos boa cotação no “mercado”. E, assim como um marqueteiro trabalharia no produto ou serviço encomendado para ser destaque na praça, o mesmo acontece com a gente. Nós temos a responsabilidade de medirmos nossa cotação nas relações que travamos ao longo da vida e trabalhamos para que estejamos em alta. Consiste em um trabalho integrado com a família, a igreja e a sociedade como um todo. Existe a necessidade de um monitoramento constante a nós mesmos, o que entendemos melhor como “incansável vigilância”. Mas, temos a imensa diferença de um produto, por melhor que ele seja pelo fato de pertencemos a uma grande indústria. A que jamais abre falência e nunca estará com a cotação baixa. E na esteira desta analogia, o Grande Industrial dispensa-nos de estratégias mirabolantes para estarmos em alta. De forma simples, apenas nos deixa ordens e regulamentos que, quando seguidos nos faz sermos sempre o primeiro do ranking. Invista em relacionamentos, passe mais um tempinho junto da pessoa, escreva aquela carta, faça mais ligações, presenteie quem jamais esperaria tal atitude de você, dê mais atenção nos seus diálogos, olhe mais no olho das pessoas, ouça mais, perdoe muito mais, o tempo todo e todos; faça a diferença ao entrar numa loja, ao conversar com as pessoas, com estranhos. Preocupe-se com sua marca. A nossa propaganda está sendo assistida no maior telão do mundo e certamente seremos recompensados por isso. Aqui e lá! N’Ele D’Ele e por Ele,

Monica Pocker - Jornal Boa Palavra


Mensagem

Tropeços pelo

Caminho A história do ser humano parece ser uma história marcada por erros e fracassos. Isso pode ser observado na vida de Adão e também se repetiu entre seus descendentes. Deus chamou a Abraão com um propósito. Ele seria um novo começo, mas tropeçou no seu caminho de consagração. Ao observarmos os tropeços de Abraão, observamos um padrão de quedas e pecados que também são encontrados na vida dos crentes. Assim, vejamos alguns dos tropeços no caminho da consagração:

1. Obediência pela metade Abraão deveria ter saído e ter deixado a sua parentela, porém, levou o seu sobrinho Ló. Ele saiu da sua terra, conforme a ordem divina, mas levou alguém que não deveria estar com ele na caminhada de consagração. O chamado era para Abraão. O propósito era andar com Abraão e depois formar uma família a partir de dele. Para essa caminhada, ele não poderia estar sobre a influência de sua antiga família, logo, a deixou para trás. No entanto, Abraão levou Ló. Obedeceu pela metade. Ao levar Ló, ele estava comprometendo sua caminhada com Deus. A prioridade era desenvolver um relacionamento próximo com Abraão. O propósito de Deus é sempre desenvolver o relacionamento com todas as pessoas, não somente com Abraão. Para viver esse relacionamento, é necessário andar próximo a Ele. Essa proximidade consiste em obediência integral. Pessoas que obedecem de maneira integral são pessoas abençoadoras. Abençoados apenas recebem bênçãos, mas os abençoadores são os que abençoam os outros. Abençoadores promovem a graça de Deus junto ao lar, família e amigos. Obedecê-Lo pela metade não permite que sejamos abençoadores. Obedecer a Deus pela metade é um tropeço no caminho da consagração.

2. Impaciência na prova Houve fome na terra. As notícias eram más. Abraão se impressionou com o que muita gente falava. O que ele fez? Começou a ficar impaciente e teve medo. Abraão fez um altar e buscou a Deus, que demorou a responder. O silêncio de Deus talvez fosse uma prova. Abraão não quis esperar. Pegou tudo o que tinha e foi para o Egito. Ir para o Egito era deixar de crer no que Deus havia prometido. Muita gente tem a postura de Abraão, deixa de crer no que Deus tem prometido. Estes tomam procedimentos que Deus não os mandou tomar. É comum alguns crentes se assustarem com a falta de recursos. Quando isto acontece, tomam medidas que, às vezes, são pecaminosas. Alguns ignoram a integridade com o objetivo de levar vantagens financeiras. Essas medidas acontecem quando existe impaciência na prova. Você está esperando alguma promessa de Deus no momento? Há quanto tempo?

3. Incredulidade diante de situações de risco Abraão, ao entrar no Egito, sabia que estava em um lugar onde corria riscos. Sabia que, se o Faraó quisesse, poderia tomar sua esposa. Ele teve muito medo

e, por isso, relaxou seus valores. Abraão negligenciou sua família, sua esposa, por conta dos riscos que estava correndo. Ele não assumiu sua esposa, uma vez que estava sob risco de perder a vida. É comum algumas pessoas abrirem mão de seus princípios quando se sentem ameaçadas. Não é difícil ser íntegro quando tudo vai bem, contudo, é complicado ser íntegro quando há riscos. Há riscos para quem quer viver de maneira íntegra e comprometida com o Evangelho. É importante que a fé seja exercitada em qualquer momento, inclusive no momento de risco. É nas situações de riscos que a fé é provada. Importa que cada crente creia, mesmo que esteja debaixo de riscos. A incredulidade de alguns crentes aparece nas situações de risco. Você já sofreu ameaças por não querer fazer algo errado? Como foi?

4. Meia verdade para obter vantagem Abraão disse que a esposa era apenas sua irmã. É verdade que ela era parente próxima. Contudo, ele escondeu que Sara era também esposa. Sua omissão permitiu que recebesse muitos presentes do Egito. Abraão enriqueceu às custas de uma meia verdade. Mas, depois da descoberta de Faraó, Abraão teve que sair às pressas do Egito. Ele foi envergonhado pela mentira que falou. Muitos contam a verdade pela metade. Não falar toda a verdade é viver uma meia verdade. Andar na meia verdade é fazer como Abraão, ou seja, não ser transparente nem claro sobre o que faz ou pretende fazer. Agir assim é correr o risco de tornar-se, mais cedo ou tarde, em sal insípido que não serve para mais nada. Mas, a ordem de Jesus é que a palavra seja sim, sim, não, não. O resto é de procedência maligna. Quem é consagrado ao Senhor sempre encontrará tropeços no caminho. Não há quem não tropece. Como Abraão, todos os crentes estão sujeitos a tropeçar. Mas como preservar a consagração? Vigiando! Vigiar é a melhor forma para evitar os tropeços no caminho. Aqueles que tropeçaram, e, por isso saíram do caminho, devem tomar o caminho de volta. Retornar ao caminho da consagração. Deixar para trás a vida estranha do Egito. Retornar ao lugar onde o altar foi levantado para consagrar-se. Retornar à vida de piedade é, antes de tudo, deixar a vida de falta de compromisso com a mensagem do Evangelho.

Quem é consagrado ao Senhor sempre encontrará tropeços nos caminho. Não há quem não tropece.

Pr. Jonas Neves de Souza Presidente da IBP


4

Palavra Viva |Março de 2010

Estudo

O que nos impede de sermos próximos a Deus? Para esta pergunta existem muitas respostas. Mas aqueles que conhecem as Escrituras Sagradas diriam que algumas coisas prejudicam de sermos próximos a Deus. Primeira: desconhecer a Pessoa de Deus Segunda: desconhecer quem somos diante da natureza santa de Deus Quando observamos a diferença entre nós e Deus, precisamos evitar quatro situações para termos o nosso relacionamento próximo com o Senhor: 1ª) O pecado A principal situação que impede a nossa aproximação de Deus é o pecado. Em Isaias lemos: “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós

e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós para que vos não ouça. ”(Isaías 59:02). Foi o pecado que separou o homem de Deus trazendo assim a morte espiritual e a morte física. 2ª) A incredulidade O autor do livro aos Hebreus disse: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.” (Hebreus 11:6) A falta de fé tem deixado muitas pessoas em todo mundo distante de Deus. Sabemos que a falta de fé provém pela falta de ouvir a palavra de Deus. (Rom 10:17). Os pregadores da palavra de Deus são responsáveis por muitas pessoas serem

céticas, (descrentes), porque negligenciam a pregação do Evangelho do Senhor Jesus Cristo.

e relacionar com os religiosos de sua época, porque eram pessoas orgulhosas, soberbas e hipócritas.

O Apóstolo São Paulo chegou a dizer: “Como, porém, invocarão aquele em que não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão se não há quem pregue? ” (Rom 10:14)

Ele disse:” Bem aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino de céus”. (MT. 5:3)

3ª) Falta de comunicação com Deus É impossível relacionar com Deus sem a comunicação. Ela é feita através de nossas orações sinceras, orientadas pelo Espírito Santo. 4ª) O orgulho

“Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus”. (Sl 51:17) Fomos criados para vivermos próximos ao Senhor nosso Deus. Por isso, não ignore Sua santidade. Deixemos a prática do pecado, a incredulidade. Leve uma vida de oração com humildade e um coração quebrantado. Você sentirá a Presença Gloriosa.

Uma pessoa orgulhosa, soberba não consegue se aproximar de Deus. Jesus teve dificuldade de se aproximar

Todas as quintas-feiras, às 20 horas, o Pr. Osmar Bento dirige o Culto de Restauração e Edificação. Participe!

Pr. Osmar Bento Ministério de Restauração

Reflexão

Estou preparado para o GRANDE DIA? Você já parou para pensar em quantas coisas têm acontecido no mundo nestes últimos tempos? E, será que poderíamos afirmar que o mundo está caminhando para o seu fim? Temos visto a cada dia o quanto o ser humano tem se destruído, perdido princípios e o amor ao próximo. Sabemos que tudo isso não é novidade. Apenas estamos presenciando o cumprimento das profecias e o ser humano está colhendo todo mal que ele mesmo causou. Com todos estes fatos acontecendo, nossa expectativa cresce em relação ao GRANDE DIA, do encontro de Jesus com a sua noiva – a Igreja. Sabemos que Ele voltará para buscar sua igreja, porém, nós, precisamos apresentarnos de forma digna perante Ele, e demonstrar verdadeiramente nosso amor e comprometimento. Não podemos estar despreparados, pois, a

qualquer momento o Noivo chegará para nos encontrar, então, é necessário vigiar em todo tempo e separar-se para Ele, buscando agradáLo, vivendo a essência do Evangelho, cumprindo nosso papel de Cristão, fazendo discípulos, dando testemunho e fruto para apresentar-lhe o nosso melhor. Será que temos valorizado este tão sonhado GRANDE DIA? Na lista que você fez das pessoas com as quais sonhou estarem junto a você no Grande Dia, quem ainda não foi convidado? Você planeja mudar esse quadro? Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim. Mt 24:46

Pr. Oliver Rodrigues oliver@batistadopovo.org.br


Março de 2010 | Palavra do Pastor

5

Noites sem cristo Era domingo. O primeiro dia da ressurreição de Jesus. Dois homens deixaram Jerusalém e demandavam uma aldeia chamada Emaús, distante onze quilômetros da santa cidade. Um deles chamava-se Cleópas e outro não se menciona o nome. Depois de virarem a cidade de pontacabeça caminhavam conversando sobre os acontecimentos dos últimos dias. Sem que o soubessem, o próprio Jesus se colocou ao lado deles e percebeu, que os dois estavam fora do caminho, do campo de batalha, armas ensarilhadas, cegos, tristes, desiludidos e sem esperança. E arrastando-se ao longo da estrada

chegaram a Emaús. O Companheiro que encontrou os dois no caminho deu-lhes a entender que ia mais longe. Nessa altura, os dois constrangeram a Jesus que ficasse com eles. E o convite foi tão eloqüente, que Jesus entrou com eles. O dia já declinava e a noite chegava. E o Visitante sentouse à mesa com eles, tomou o pão, abençoou, partiu e distribuiu. Mas o estranho do caminho desapareceu. Deixou naqueles homens e naquela casa o perfume da Sua presença. E eles se animaram com a companhia do estranho Visitante, agora conhecido. Não enfrentaram a noite sem Cristo. Já tinham companhia, tudo mudou na sua vida e alegria voltou. Podiam enfrentar as trevas. Tudo lhes era dia brilhante. A Bíblia e a história nos apontam o horror e a tristeza de uma morte

sem Cristo. Vejamos alguns exemplos: 1) Saul foi o primeiro rei de Israel. Enquanto esteve com Ele o sol brilhou em sua vida. Perseguiu seu genro Davi, abandonou o Senhor que não lhe respondeu à oração. Aproximava-se dele a morte. Como não teve resposta do céu, mergulhou nas trevas e no Monte Gilboa lançou-se sobre a sua espada. 2) Joabe, o grande general de Davi. Teve o poder nas mãos. Agora, porém, chegou o momento de enfrentar a morte. Estava sozinho, e segurou nos chifres do altar e ali mesmo foi morto. Como é triste morrer sem Cristo. 3) Herodes Agripa viveu um período de glória e poder em sua vida. Tomou a mulher de seu irmão, matou o apóstolo Tiago e também João Batista. Mas, a noite chegou. Fez um discurso inflamado, não deu glória a Deus e morreu comido pelos vermes. 4) Voltair – o famoso filosofo francês. Gastou a sua vida zombando de Jesus, tentando destruir a Bíblia, viveu, viveu. Mas a noite veio. Onde está agora o seu ateísmo? A sua zombaria do Sagrado? Deveria enfrentar, mas enfrentou sem Cristo, era-lhe penoso. Começou a delirar, a gritar. Enfrentou tal agonia por cerca de três dias. Não conseguia morrer. Depois de terríveis padecimentos, morreu. A enfermeira que o acompanhou nos extertores da morte, disse: Que Deus me livre de acompanhar um doente terminal que não tem esperança.

5) Um jovem que viajou o dia todo. À noite cansado, procurou um hotel. Depois do banho tentava dormir. No quarto ao lado estava um homem morrendo. Gritava, xingava. Era um desespero. Alta hora da noite, os gritos cessaram. Houve silencio mortal. No dia seguinte, procurou saber quem era o homem que agonizava ao lado do seu quarto. E qual não foi a tristeza ao saber que o moribundo era um famoso professor de filosofia, ateu consumado. Brincou com a vida, mas a noite o surpreendeu. 6) Um famoso filosofo inglês. Em lugar de refugiar-se em Cristo, zombou do Salvador. A vida é curta e chegou ao fim. As trevas se aproximavam. Perto de mergulhar nas trevas, passou em revista a sua vida. Lembrou-se que sua mãe perto da morte mandou chamá-lo. E agora meu filho, você me ensinou que a Bíblia é uma fábula. Cristo é engano. Agora, como enfrentar a noite que se aproxima? Um salto nas trevas. EM CRISTO É DIFERENTE: Nele temos segurança de: - um céu que nos espera - uma esperança que cada dia se torna mais verde. - uma certeza de sua presença - uma vida que não morre - uma vitória que não se apaga - um amor que nunca morre Estevão, o primeiro mártir cristão viu a glória de Deus e Jesus em pé, à Sua direita. Paulo morreu, mas não morreu. Do escuro cárcere do MAMERTINO viu a glória de Cristo e gritou: Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé. Os dois do caminho de Emaús encareceram a presença de Jesus, até que entrou para ficar com eles. É tarde e o dia já declina. Não passe suas noites sem a doce presença do Salvador.

Sabemos, como promessa de Cristo, que no mundo haveríamos de passar por lutas e tribulações. Porém, o ensino do Filho é: Tende bom ânimo. Não há melhor forma de nos animarmos senão buscando a vida de Deus e a presença dEle constante em nós.

Toda terça-feira, às 9h, no templo 3, o Pr. Enéas Tognini dirige, sob a unção do Espírito Santo, o culto de Jejum e Oração. Participe!

Pr. Enéas Tognini Fundador e Pastor Emérito da IBP


6

Família | Março de 2010

Papo de família

Independência é morte! “Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai, de quem toma o nome toda família, tanto no céu como sobre a terra.” Efésios 3:14-15 Como a família é importante! Indispensável no contexto de uma vida saudável! Mas, pode se tornar um lugar de alto risco se não viver à luz do manual do seu Criador. Arrisco afirmar que, de forma direta ou indireta, todos os males de nossa sociedade têm como nascedouro o lar. Talvez, você vá achar um tanto radical esta afirmação, mas se nos reportarmos aos princípios de Deus veremos que a queda da humanidade se deu no contexto familiar. Eva cedeu à tentação, e seu marido Adão nada fez para consertar isso. Ao contrário, dissimulou, lançando sobre a mulher sua responsabilidade. Já viu isso em algum lugar? Parece jornal de hoje, não é mesmo? E se Adão tivesse feito o que o apóstolo Paulo escreveu aos Efésios: “Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai, de quem toma o nome toda família, tanto no céu como sobre a terra.”(Efésios 3:14-15). Certamente, haveria perdão para a humanidade! A luz deste texto, gostaria de chamar a atenção para algo que já se tornou hábito nesta nova geração, que vive na chamada pós-modernidade: a independência. A sociedade supervaloriza as pessoas independentes, mas, cobra nas entrelinhas um comportamento solidário. Ora, independência e solidariedade não convivem na mesma casa! Não congregam na mesma igreja. Não

trabalham em equipe! O que o texto acima nos alerta é que deve haver uma atitude de cooperação mútua, um entrelaçamento que visa o fortalecimento. O lar deve ser o lugar mais seguro da terra. Eu disse seguro, e não perfeito. Esta segurança vem amparada por um fator que supera qualquer atributo: o amor incondicional. Este amor que não se ensoberbece como está escrito na primeira carta aos Coríntios, capítulo 13. Um amor que nunca se esquece do outro. Um amor que nunca desiste. Um amor que promove. Um amor que acrescenta. Um amor que protege. Como nos dias de Noé, que: “... divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca...” Hb 11:7. Se dobrarmos os nossos joelhos em favor da família, quantos nomes virão ao nosso coração? Certamente, o cônjuge e filhos que estão mais próximos serão os primeiros! Mas, e os demais familiares? Há muitos parentes que acabam ficando esquecidos e se tornam ausentes não só fisicamente, mas emocionalmente e até espiritualmente. Existe um ditado que diz: “o que os olhos não vêem o coração não sente”. A oração pela família faz exatamente o contrário: mesmo longe, orando pela família, mantemos os nossos queridos bem junti-

nhos, dentro do nosso coração, e ao apresentá-los a Deus, podemos sentir pelo Espírito, suas necessidades e lutas. Isso fará com que as bênçãos do Senhor os alcancem onde quer que estejam. Isso agrada a Deus porque Ele nos criou para vivermos um relacionamento como família, pautado pela interdependência. Como a Bíblia ensina: “uns aos outros”. Amando uns aos outros, sendo fiéis uns aos outros, perdoando uns aos outros, fortalecendo uns aos outros, servindo uns aos outros. Não perca tempo tentando viver sozinho. Se você ainda não descobriu que ninguém é alguém sozinho, é melhor

se dar conta logo que Deus criou a humanidade para viver com Ele como uma grande família. Uma família com muitos filhos semelhantes ao seu filho Jesus! Deus nunca vai te abandonar ou se esquecer de você! Como filhos amados, sigamos o exemplo do nosso Pai Celestial e fortaleçamos os vínculos familiares, importando-nos uns com os outros. Dependamos de Deus e escolhamos viver uns para os outros em um relacionamento de interdependência e deixemos para lá esta história de independência, porque, na verdade, independência é morte!

Radical Teen

Intimidade Radical!

Todos os domingos, às 17 horas, o Pr. Paulo Falçarella dirige o Culto de Celebração para toda a Família. Participe!

Pr. Paulo Falçarella Ministério da Família

R4DIC4L T33N

Vc tem amigos? Estou falando de amigos de verdade! Tem pelo menos um? Daqueles q vc sabe q pode contar tudo, sem ter medo de ser rejeitado ou desprezado? Confia q ele não vai espalhar seus segredos? É mto bom ter amigos de verdade, fala aí! Mas, como é q ficamos amigos das pessoas? Será q vc se lembra como foi com vc? Precisamos conhecê-las de verdade pra q se torne uma amizade de verdade. Devemos dedicar tempo de conversa, pra falar e também pra ouvir. É passar tempo juntos, rindo e até chorando, e isso nos tornam íntimos! Sei q é difícil encontrar um amigo perfeito, mas Ele existe! A gente, às vezes, não conta mto com Ele, pq não podemos vê-Lo frente a frente, mas Deus está mto a fim de q nos tornemos verdadeiros amigos dEle, tanto é, q provou Seu grande amor por nós, enviando Jesus pra sofrer no nosso lugar! Quer prova maior q essa? Esta é a maior “loucura de amor” q pode existir! Agora é com a gente! Nós precisamos investir nesta amizade e buscar a verda-

!

deira intimidade com Ele, mesmo q pareça loucura para os outros, ou q nos tornemos motivo de zueira, se for por amar a Jesus, vale a pena. Não cante apenas q vc O ama e quer conhecê-Lo, busque isso de verdade, invista tempo com Deus pra q se torne íntimo dEle. Converse, conte pra Ele suas tristezas e alegrias, e também, aquilo q não tem coragem pra contar pra mais ninguém, Ele vai te ajudar! Passe tempo sozinho com Deus, sem pressa. Ouça Sua voz e Seus conselhos, Ele vai falar com vc também através da Bíblia, por isso, medite em Suas Palavras. Experimente e vc verá o qto isso é bom e faz bem! Não há amizade mais real e legal q esta! “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenhovos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.” João 15.15 Pr. Tiago Marcolongo Radical Teen


Março de 2010 | Missões

7

Desafio

O Significado do Compromisso Missionário Temos o costume de separar aquilo que é espiritual do que é material. Talvez, esse seja um dos maiores erros que podemos cometer levando em conta que a Palavra de Deus nos diz que “o homem não tem coisa alguma se do céu não lhe for dada”. Lendo este versículo damos-nos conta de que tudo em nossa vida, absolutamente tudo, vem do Senhor e está em nossas mãos pela Sua Graça. Sendo assim, a minha vida material também é determinada pela Vontade de Deus e pelo Seu amor. Jesus nos diz no Sermão do Monte em Mt 6:2534, que não devemos andar ansiosos pela nossa vida, pelo que havemos de comer ou de beber, mas, buscar o Reino de Deus e a Sua justiça em primeiro lugar e as demais coisas nos serão acrescentadas.

O interessante é que nos lembramos dessas Como faremos para ajuntar este verdadeiro palavras rapidamente quando algo nos falta, tesouro? O que é o verdadeiro tesouro? Penmas, nos esquecesamos sobre coisas espirituais, mos disso quando não palpáveis, mas que duram se trata de eternamente. Ore ao Senhor e, como administrar o que Quando éramos crianças, muitas o Senhor nos tem vezes nos foi dito que deveríamos oferta de cheiro suave dado sob a óptica “mandar tijolinhos” para o céu a Ele, volte seu coração da outra parte para a construção de nossa casa. para a importância de desse mesmo Uma das coisas que eu posso sermão de Jesus: fazer para ajuntar esse tesouro é Missões. “Ajuntai tesouros investir a minha vida e o dinheiro para vós outros que o Senhor me deu dentro da tesouros no céu, Sua obra. Agora temos a oportuonde traça nem ferrugem corrói, e onde lanidade de nos associar aos nossos missionários drões não escavam nem roubam; porque onde através do Compromisso Missionário. está o teu tesouro, ali estará também o teu Deve ser um compromisso pessoal com Deus, coração.” Mt 6:19-21. devolvendo parte daquilo que Ele me deu.

Notícias do Campo

Batismos, libertação e expansão da obra em Guiné-Bissau “Esquecendo-me das coisas que para traz ficaram, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo...” Fp 3 . 12b Amados irmãos, graça e paz! Novo ano, novos e grandes desafios estão à nossa frente, somos poucos e há muito a fazer. O ano que passou foi de muitas lutas, mas também de muitas vitórias. Finalizamos o ano realizando o batismo de mais três vidas: Domingos, Mariza - ambos jovens - e Cristina, uma senhora de 62 anos.Cristina está há quatro anos sem andar, devido a uma queda que sofreu. Não foi ao médico, em vez disso, procurou os curandeiros. Ela entregou sua vida a Jesus depois de um tempo sendo atormentada por espíritos malignos. Durante o discipulado, perguntei-lhe se ela ainda tinha algum fetiche ou coisas que eram utilizadas nos rituais e ela disse que, quando converteu, havia entregado todos os objetos ao seu esposo para que ele devolvesse ao feiticeiro que lhe havia dado. Porém, ela desconfiava que ele havia guardado tudo em sua antiga casa. No dia do batismo, que foi realizado na tabanca onde ela residia antes de adoecer, quando ela encontrou o marido, perguntou-lhe sobre aqueles objetos e ele confirmou as suspeitas. Disse que, temendo algum ataque dos espíritos, havia guardado tudo na casa e que se ela quisesse destruir não contaria com a ajuda dele. Assim, ajudamos Cristina a entrar na casa e ela mesma retirou todos os utensílios, que antes eram usados no culto aos espíritos, e entregou para serem destruídos. Após o batismo, ela estava muito alegre e dizia que, enfim, estava realmente limpa. Cristina necessita de oração por sua saúde e pela salvação de sua família. Novo ponto de pregação Na tabanca de Cassama de Baixo, onde trabalha a Missionária Geny e o irmão Franculino, tem havido conversões entre as mulheres e muitas crianças têm participado da Escola Bíblica Dominical. Pretendemos iniciar a construção do lugar de reu-

nião lá. A tabanca de Cassama é conhecida como um lugar onde há muita violência doméstica, devido ao alcoolismo e ao consumo de drogas. Em relação ao país, ainda há graves situações políticas a serem resolvidas. O Presidente Malan Bacai, recém-eleito, está doente desde o inicio do ano e encontra-se em tratamento na França. O tráfico de drogas é um problema que está longe de ser resolvido. Motivos de oração Portanto, amados, convidamos todos vocês a louvar a Deus pelas bênçãos recebidas e continuar conosco nesta batalha de intercessão: • Pela nação, política, social e economia; • Pela saúde do Presidente e combate ao narcotráfico; • Por mais de três anos não há bíblias disponíveis na língua criolo e isto tem trazido atraso e prejuízo na evangelização e discipulado. As bíblias são impressas na Costa do Marfim. Que o Senhor retire os impedimentos humanos e financeiros; • Por nossas vidas: Unidade, discernimento, sabedoria e direção do Senhor. Também por nossa saúde física, mental e espiritual e livramento; • Pela vida da igreja, para que seja fortalecia e revigorada no Senhor. Também pelos novos convertidos; por dons e ministérios na vida da igreja. •Por provisões financeiras para construção da igreja de Cassama e manutenção de nosso ministério; • Pela JAMI, pela vida de nossa liderança e missionários da base. Por saúde provisões e direção do Senhor nos diversos projetos nas nações; • Por nossas famílias no Brasil, por saúde e proteção. No amor do Pai. Fevereiro de 2010 Herbert, Desire e Natã Lucas - Missionários da JAMI-CBN na Guiné -Bissau

Deve ser fruto do meu amor por Jesus, que derramou do Seu amor em meu coração e transborda para aqueles que ainda não O conhecem como Seu Salvador. É pela fé, porque vou depender exclusivamente do Senhor para entregar esse valor todos os meses. Chama-se Missionário, porque será usado para o sustento de nossos missionários. Ore ao Senhor e, como oferta de cheiro suave, comprometa-se com Ele, que é o Senhor da Seara a colocar-se no seu lugar nessa grande batalha para arrancar vidas do poder das trevas para que a Terra se encha da Glória do Senhor como as águas cobrem o mar. Raquel Designe Líder do Ministério de Missões da IBP


8

Especial: MULHERES | Março de 2010

Tia Dulce: salgadinhos, refris, doces e muita simpatia

por Myrian Rosário

No Mês da Mulher, o Boa Palavra e a Igreja Batista do Povo querem prestar sua homenagem a todas as meninas, adolescentes, jovens, senhoras e vovozinhas que convivem conosco. Para representar todas essas mulheres de Deus, elegemos alguém que, com sua alegria contagiante e prazer em servir, tem feito parte da nossa história há quase duas décadas. iam atrás de mim”, relembra. Ela também chegou a trabalhar na cantina do Seminário, inaugurada mais tarde, e a vender cachorroquente num carrinho. Terminada a reforma do prédio, no início dos anos 2000, Tia Dulce ganhou um lugar fixo para vender os seus quitutes, com um balcão e uma pia, onde permanece até hoje. “A igreja me ajuda muito. É um espaço pelo qual eu não pago nada. É uma bênção na minha vida e, graças ao Senhor Jesus, estou defendendo o meu sustento ao mesmo tempo em que tenho o privilégio de conviver com muita gente boa”.

tério estão os casais de pastores Sandro e Carla Rubinec, Luciano Avelino e Myrian Rosário,Tiago e Paula Marcolongo e o Pr. Ivêner Soler, entre muitos outros pastores, líderes e missionários. “O Rubinho, então, eu conheço desde os tempos em que ele era diácono-mirim do Pr. Enéas. Ele sempre foi muito ativo”, diz ela, referindo-se ao maestro Rubens Spada, líder do Ministério de Música da IBP. Mãe de todos

Amigos pastores Dos tempos do Seminário, Tia Dulce conserva muitos e grandes amigos. “Conheci muita gente que foi embora, mas há aqueles que eram meus fregueses fiéis, que sempre vinham comer um lanchinho e tomar café, na época do seminário, e que, agora, se tornaram pastores e líderes. Confesso que ao conversar com os mais chegados, como o Pr. Luciano, por exemplo, tenho dificuldade para colocar a palavra pastor antes do nome”, diverte-se. Entre os clientes seminaristas que se tornaram amigos de Tia Dulce e hoje atuam no minis-

Embora nunca tenha engravidado, Tia Dulce ganhou de Deus uma filha e um neto. “Eu alugava vagas para moças na minha casa e a Geruza surgiu na minha vida por causa de uma dessas vagas. Nós nos conhecemos em 1972. Com o tempo, todas as moças se mudaram e ela permaneceu. Depois, engravidou do André e, quando vimos, tínhamos formado uma família linda. O André nasceu na minha cama e é tudo na minha vida”, emociona-se. Dizendo sentir-se como a mãe da igreja toda, nossa simpática cantineira conta como o carinho de cada membro da IBP tem sido importante em sua vida. “Esse ‘Tia Dulce’ que ouço de todo mundo tem me alimentado, tem me feito esquecer das dores. As pessoas nunca descem em direção ao Templo 3 sem falar com a Tia Dulce”, agradece. Vovó –coruja, ela transformou a porta da geladeira da cantina num mural de fotos das crianças da igreja e sempre tem uma palavra especial para cada uma delas. “Amo as crianças, me identifico demais

Foto: Myrian Rosário

Os membros mais novos da IBP talvez ainda não conheçam todos os pastores nem saibam ao certo quais são os ministérios da igreja, mas, com certeza, não demoraram muito tempo para descobrir a simpatia escondida atrás do balcão da nossa cantina. Uma bengala na mão e um sorriso largo no rosto são as marcas registradas dessa guerreira de 77 anos que é uma das figuras mais queridas da IBP. A bengala simboliza as dores e as limitações impostas pelo tempo. O sorriso, em contrapartida, expressa a força e a alegria vindos do Senhor para fazê-la superar dores, limitações e problemas. Nascida Dorcelina Cerino, ela se transformou em Tia Dulce desde que chegou à nossa igreja, há 19 anos. “Logo que vim para cá, ingressei no grupo de senhoras que fazia visitas, oração e louvor nas casas. Foi uma época muito boa”, lembra. Aposentada devido a problemas no coração, Tia Dulce, que já trabalhou como telefonista e faxineira, não demorou muito para começar a vender bolos, salgadinhos e lanches para os alunos do Seminário Teológico Batista Nacional, na época sediado nas instalações da IBP. “Eu tinha uma banquinha sem lugar fixo. Conforme a reforma da igreja avançava, eu ia mudando de lugar, e os seminaristas sempre

com os jovens e adolescentes e tenho um carinho muito especial pelas queridas da minha idade. Sei que, como eu, elas se tornaram carentes, repetitivas, cheias de dores e com dificuldades de audição. Mas isso não pode nos tirar a alegria de viver, pois, o Senhor é que nos sustenta”, ministra. Fazendo questão de enfatizar que não entende o porquê de ter sido escolhida como personagem a ser homenageada no Mês da Mulher – “a igreja está cheia de mulheres mais inteligentes, mais importantes e mais cheias de unção do que eu”, Tia Dulce deixa registrada sua declaração de amor a Deus e à IBP. “Eu me sinto muito feliz na Igreja Batista do Povo, com todo amor que eu tenho recebido de todos os membros. Os pastores sempre me dão muita atenção e cuidam de mim com carinho. Só Deus mesmo para retribuir tudo o que vocês fazem por mim”.


Março de 2010 | Especial: MULHERES

por Myrian Rosário

Fique Ligado!

O Ministério Mulheres no Espelho promoverá uma grande celebração pelo Dia Internacional da Mulher, no culto do próximo dia 10 de março, às 15 horas. Uma grande oportunidade para que as mulheres comemorem juntas e convidem amigas que não conhecem Jesus para ouvirem as boas novas da salvação e refletirem a luz de Cristo em suas vidas.

I Retiro Face a Face Com Deus acontecerá em abril O Retiro Nova Vida mudou. O evento, que acontecia, no Templo 3, a cada dois meses e reservava uma série de ministrações especiais para novos membros e candidatos a batismo, agora será aberto para toda a igreja e acontecerá, durante um final de semana, em um sítio fora de São Paulo, com um novo nome: Retiro Face a Face Com Deus. “Percebemos que havia uma necessidade de ministrar os membros mais antigos também. Por isso, mudamos o formato do Retiro e acrescentamos novas palestras”, conta o Pr. Osmar Bento, do ministério de Restauração. Sob a coordenação da Missionária Dilma Silva, o I Retiro Face a Face Com Deus está marcado para os dias 10 e 11 de abril e a programação prevê as seguintes ministrações: Nova Vida em Cristo (Miss. Ieda Maria de Oliveira), Pecado (Ludmila dos Santos), Mais que Caráter (Pr. Luciano Avelino), Oração (Vânia Bento), Restaurando as Emoções (Pra. Myrian Rosário), Quebra de Vínculos (Miss. Isabel Santos), Discernindo o Corpo (Rachel Ateni) e Vida com o Espírito Santo (Margareth Stalberg). Informações e inscrições: (11) 5579-3516.

A força da liderança feminina Desde as pré-adolescentes que trabalham na recepção das crianças no Kidscípulos, passando pelas dezenas de obreiras voluntárias no Ministério da Família, até chegar à nossa “primeira-dama fundadora” Élia Tognini, as mulheres da IBP formam um verdadeiro exército na batalha pela propagação do evangelho de Jesus Cristo, pela salvação dos perdidos e a restauração e edificação dos salvos. Com ou sem o título de pastora, elas ocupam a liderança em vários ministérios: kidscípulos, Desperta Débora, libertação, intercessão e missões. E são maioria nas atividades da Casa da Família, entre os professores da EBD, no louvor, nas artes, na diaconia... Aliás, o único espaço reservado exclusivamente aos homens são os grupos de Hombridade. “Nosso propósito é ter mulheres que sejam restauradas e transformadas, que estejam completamente limpas a ponto de refletirem a luz de Cristo em suas vidas e, com isso, alcançarem marido, filhos e todas as pessoas à sua volta”, declara Marília Falçarella, líder do Ministério Mulheres no Espelho. “Nós somos chamadas para influenciar. Nossa transformação tem que gerar mudança em todos os que nos cercam”, enfatiza.

Pr. Paulo e Marília Falçarella

Embora contabilize 1.050 alunas formadas nos dois módulos do curso Mulher Única e conte com 150 líderes no ministério, Marília tem o cuidado de não se deixar impressionar pelos números. “Em 2010, nosso alvo é trabalhar visando o pastoreio do coração dessas mulheres”, conta. Celebração feminina Além dos cursos do Ministério da Família e dos Encontros promovidos regularmente, o Culto das Mulheres, que acontece todas as quartas-feiras, às 15 horas, é uma das principais atividades das Mulheres no Espelho. “Muitas mulheres frequentam apenas esse culto de quarta-feira porque não têm condições de participar de nenhuma outra atividade. Por isso, nossa mensagem é sempre de fé, de milagre. Também temos enfatizado a obediência a Deus e a bênção da submissão. Submissão é descanso”, diz Marília. “Nosso alvo é alcançar famílias inteiras através dessas mulheres”, conclui.

Foto: Arquivo

Culto Especial do Dia da Mulher

9


10 Saúde | Março de 2010 Psicologia

Corpo & Forma

Nutrição

Medos e fobias

Alimentação e o Sono

Atividade física e o diabetes (parte 2)

A fobia é um medo intenso e totalmente desproporcional de um objeto ou de uma situação, sendo dividida em 3 grupos:

Comer demais a noite atrapalha o sono? Sim! E pode trazer outras conseqüências ruins associadas. Um padrão adequado do sono é um fator de proteção para uma série de doenças, como hipertensão, doenças cardiovasculares e depressão. Dessa forma, a alteração na quantidade e na qualidade do sono pode levar a desajustes que colaboram para uma série de desordens nutricionais e metabólicas como obesidade, dislipidemias e principalmente diabetes. Um estudo realizado por Barclay (2007) verificou que indivíduos que consumiam uma refeição rica em carboidratos (pães, cereais, arroz e massas) horas antes de dormir tiveram uma diminuição no tempo e na qualidade do sono. Outro estudo mostrou que ratos induzidos a obesidade através de uma alimentação rica em gordura tiveram um aumento do sono e uma diminuição da vigília. Este estudo comprova o que se vê na prática que pessoas com excesso de peso tendem a precisar sempre de mais horas de sono, estão constantemente cansadas, tendo dificuldade de permanecerem acordadas e ativas durante o dia. Gastamos mais gordura que carboidrato quando estamos dormindo, por isso, quem sofre de insônia, tende sempre a ganhar peso. Sendo assim, para ter uma boa saúde, peso saudável e uma boa noite de sono o ideal é fazer uma pequena refeição 2 a 3 horas antes de dormir, com muita salada e legumes cozidos, pouco arroz e feijão e um bife pequeno de carne magra. Um chazinho de erva doce pode ajudar, pois é digestivo e calmante.

No caso da atividade física e o diabetes, devemos atentar-nos em alguns itens importantes para a prática sem riscos. Em toda aula, o aluno diabético deve medir a glicemia antes, durante e depois. Se o aluno diabético estiver com a glicemia abaixo de 120 mg/dl no início da aula, de acordo com a intensidade do treino, a alimentação e medicação ministrada, há uma grande probabilidade de ocorrer uma hipoglicemia severa que é a diminuição de glicose no sangue rapidamente e que pode gerar problemas como fadiga, tonturas, confusão mental, perda da consciência etc. O oposto deve ser tratado com a mesma atenção, pois, se o aluno diabético estiver com a glicemia acima de 250 mg/dl e com cetoacidose, o exercício ao invés de abaixar a glicemia tende a aumentar, e isto acontece devido a processos bioquímicos que ocorrem no organismo. Mas, não quer dizer que o exercício é perigoso, e, sim, que o diabético deve ter um controle para que suas atividades sejam prazerosas. É comum que o diabético tenha outras patologias associadas como hipertensão, problemas osteomusculares, cardiopatias, neuropatias, dentre outras. O exercício físico feito com planejamento e coerência gera diminuição imediata da glicemia, e, consequentemente, a utilização de medicações como insulina e comprimidos - avaliados pelo médico, diminuição da hipertensão arterial a médio longo prazo, aumento da força muscular, da agilidade, da autoestima, além da melhora na memória, gerando bem estar, saúde e qualidade de vida. Como é o desejo de nosso Pai, vamos cuidar com muito carinho da saúde e do nosso corpo que nos foi dado de presente.

• Simples: onde a pessoa tem medo de animais, ou fenômenos da natureza como tempestade, raios, água; ou medo de doenças e de acidentes. • Sociais: onde a pessoa demonstra um medo anormal de encontrar novas pessoas, socialização, comer na presença de outras pessoas, medo de falar em público, medo de ser criticada, etc. • Agarofobia: é um conjunto de medos e comportamentos, onde a pessoa, por exemplo, tem medo de multidões, lojas cheias, andar de elevador, andar de avião, medo de ficar longe de casa, cinema, etc. Reações fóbicas têm origem muitas vezes com experiências traumáticas do passado ou medos que a pessoa apresentava durante a infância e que não diminuíram na vida adulta. O tratamento para as fobias faz-se necessário. Para os casos de fobias simples e sociais, deve ocorrer uma exposição gradual à situação. Já o caso da agarofobia, a pessoa precisa de um acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Estima-se que uma em cada nove pessoas sofre de algum tipo de fobia. O único modo de superar a fobia é enfrentando-a. Não sinta medo de pedir ajuda, pense nisso! Mary Estevam Psicóloga - Membro da IBP

Ádila Mizrahy - Nutricionista

Homenagem

Membro da IBP - www.vivanutri.com.br

Como Eva, que apesar de levar a marca da primeira pessoa a cair em pecado, soube seguir em frente, e aceitar o perdão de Deus, cumprindo o propósito da criação, gerando vida. Como a esposa de Noé, que acreditou no chamado do marido quando ninguém acreditava, mesmo sem ver um sinal da tempestade que iria chegar. Como Sara, que embora tenha duvidado da palavra de Deus, arrependeu-se, tornando-se mãe de uma grande nação. Como Rebeca, que aceitou a vontade de Deus para sua vida, sem hesitar e perpetuou a vitória de Israel. Como Raabe, que se arrependendo de sua vida de pecados, auxiliou os servos de Deus, ajudando-os na batalha e preservando a vida de todos da sua casa. Como Rute, que deixando para trás seu povo para seguir a Deus, provou do cuidado e da justiça de Deus vivendo uma história de resgate e amor. Como Débora, juíza e profetisa, que foi levantada por mãe de Israel, libertando o povo de seus inimigos com coragem e direção do Espírito Santo de Deus! Como Ana, que orou pedindo um filho, devolvendo-o a Deus, para que se tornasse um grande profeta. Como Abigail, mulher sensata, que evitou uma guer-

Luiz Américo Bravo - Personal Trainer Membro da IBP - www.qualitevie.com.br

Ao Dia Internacional da Mulher Toda Mulher deve ser...

Fiquem atentos para mais informações. Em março começam as aulas de atividades físicas na Casa da Família.

ra e que muitos fossem mortos. Como Ester, mulher fiel a Deus, disposta a morrer pela sua fé e pelo seu povo, foi honrada livrando o seu povo da morte. Como Maria, que com humildade, aceitou ficar grávida do Espírito Santo, antes de estar casada, numa época, em que isso poderia lhe custar a vida e se tornou a mais bem-aventurada entre as mulheres! Como Maria Madalena, que após convertida, expressou sua gratidão a Jesus, de uma forma tão singular, que sua história, é contada até hoje! Como Lídia, mulher temente a Deus, de coração aberto às mensagens de Deus. Como Eunice e Lóide, mulheres de fé, que souberam criar seus filhos nos caminhos de Deus em momentos difíceis! Todas estas grandes mulheres da Bíblia, foram como nós, tiveram seus momentos de fraquezas, mas, se levantaram e deixaram seus exemplos de fé, amor, desprendimento, humildade, coragem, perseverança e esperança! Teka Cassab - Membro da IBP Lider do Ministério Desperta Débora


Março de 2010 | Reflexão

11

Convite à intimidade

Enoque: tomado por Deus, lembrado por homens Há um pensamento popular antigo que diz: um homem tem sua vida completa somente se plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Por que a identidade de um homem estaria condicionada a estas três atividades? Talvez o que os antigos estivessem querendo afirmar com a importância destas atividades não era necessariamente a confirmação do gênero de alguém, mas o que se entendia como fundamental para garantir que a sua existência seria lembrada pela posterioridade. Portanto, a discussão está voltada para a memória que uma pessoa pode deixar na terra depois de uma curta passagem. Afinal, poderiam falar de qualquer pessoa por muito mais

tempo do que o tempo de uma vida. A Bíblia é cheia de homens assim. Homens que podem não ter plantado árvores, mas que escreveram ótimos livros. Há outros que podem não ter escrito livros, mas tiveram muitos filhos. E outros, ainda, foram conhecidos por vários outros feitos. As Escrituras Sagradas são recheadas de histórias de homens que serão lembrados até que exista a última tribo na terra. Um desses homens cujo nome é Enoque. Enoque é um dos antigos patriarcas do Gênesis. Muitos da mesma época viveram vários anos. Enoque, porém, foi exceção. Viveu bem menos do que todos os seus antecessores e teria um filho que seria conhecido pela sua longevidade, a saber, Matusalém.

Pouco se sabe sobre Enoque. Por exemplo, não se sabe se ele escreveu livros. Em contra partida, sabe-se da opinião que tinha sobre o comportamento de seus contemporâneos e isso chegou até nós. Judas, um dos escritores do Novo Testamento, fala que Enoque conhecia muito bem pessoas que enganavam, assumiam postura de piedade de forma mentirosa, e corrompiam a graça de Deus (Judas 1.11-15). Portanto, foi testemunha durante tempo em que a corrupção humana se instalou na terra. Contudo, Enoque não viu apenas isso; ele pode constatar toda a glória e majestade do Altíssimo, bem como os incontáveis regimentos de anjos. A frequência com que Enoque tinha se envolvia na presença de Javé não é possível determinar, mas sabemos que era algo com tamanha regularidade que, em um dia como qualquer outro, a família procurou Enoque, porém ele não foi encontrado. Talvez tenham

procurado por entre os pastos, onde ficavam as ovelhas; verificaram juntos às fontes e poços de onde buscavam água, e não o encontraram. Enfim, Enoque tinha deixado a Terra dos viventes e estava junto do Senhor. Deixou muitos filhos e também, certamente, a admiração de todos os hebreus e outros cristãos do mundo todo, pois, foi um homem agradou tanto a Deus que gerou no Todo Poderoso o desejo de ser tomado para Si. Quiséssemos nós, apesar de toda a corrupção que nos cerca, andar com o Soberano e termos a graça de sermos chamados por Ele sem ver a morte e ainda sermos lembrados por todos para todo o sempre, para a honra e glória dAquele que é tudo em todos.

Paulo Saraiva - Celulas IBP celulas@batistadopovo.org.br

Reflexão

O que é realmente essencial? Nem tudo na vida é essencial. Não se vive sem dinheiro nem somente dele. Há algum tempo uma crise vem se instalando lentamente na sociedade ocidental pósmoderna. A busca por satisfação nunca foi tão intensa. Nunca houve tamanho esforço por trabalho e estudo; porém, sempre estamos sem tempo. Muitos já perceberam que a busca de muito tempo não foi pelo essencial e os vazios não se preencheram. Outros até perceberam que o trabalho dos sonhos antigos, aquele que garantiria um futuro tranquilo, tornou-se intranqüilidade constante. Podemos, com a ajuda de Deus, discernir o que é essencial e fundamental para nós. Vale a pena ressaltar: Essencial é o que você não pode deixar de ter: paz, segurança, lealdade, felicidade, amizade, sexualidade, religiosidade entre outros. Fundamental é o que te ajuda a chegar ao essencial. Por exemplo: O trabalho não é essencial, e sim, fundamental. Trabalhamos, pois, encontramos nele um significado: felicidade, realização, reconhecimento, amizade e sustentabilidade. Porém, quando alguns se encontram num grande nível de insatisfação, começam a se indagar sobre questões mais relevantes, como: Qual é a nossa importância no mundo? Qual é o nosso lugar na vida? Poucas pessoas conseguem lidar com essa inquietação

e poucas coisas têm as respostas para tais indagações. Jesus Cristo foi uma dessas pessoas e o Evangelho é uma das possíveis respostas. O Evangelho trabalha com o reconhecimento do homem, ou seja, é um espelho para reflexão sobre a si mesmo. O homem precisa se enxergar no que faz e naquilo para o qual é chamado a exercer; caso contrário, não há realização. Para os que não se encontram em suas atividades, seja no emprego, ou no carro, ou no luxo de sua residência, atentem para a solução: é impossível se encontrar no convite do Evangelho. Nele está contida toda a essência do homem e também sua missão, seu reconhecimento, seu galardão. O Evangelho mostra qual é nossa tarefa. Mostra-nos a doce revolução para a qual Mestre nos chamou e essa tarefa é magnífica! O essencial é estarmos convictos de que somos importantes para Deus, independente de qual é o nosso chamado, pois, fazemos parte de uma santa revolução também coletiva, onde cada um tem seu papel e importância. Se você tem se sentido perdido, não se encontrando naquilo que tem feito, tire seus olhos daquilo que é fundamental, e coloque seus olhos no essencial. Faça mais por Cristo e se empenho na vida do Evangelho!

Sem. Airton Quinello Jr. juninho@batistadopovo.org.br


12 Nossas Igrejas | Fevereiro de 2010 Conhecendo Nossos Obreiros

Foto: Arquivo

por Myrian Rosário

Uma família sacerdotal Pr. Joanan Nogueira, da IBP Guarulhos 40 batismos, 45 novos membros, cinco novas células, implantação de novos ministérios, como Boa Terra, teatro e Desperta Débora; consolidação do recém-criado Interteen; chegada e despertamento de novos obreiros (músicos e seminaristas) e treinamento de líderes de células. Estes são os alvos do Pr. Joanan Nogueira para a IBP Guarulhos em 2010. Nascido em um lar cristão e batizado, aos 17 anos, na Igreja Batista da Floresta, em Belo Horizonte, Joanan transferiu-se para a IBP em 1987. E foi em nossa igreja que ele assumiu os dois compromissos mais importantes da sua vida. O primeiro com a bela Eliana Spada, que conheceu em 1990. “Foi amor à primeira vista, nos identificamos ministerialmente, descobrimos que tínhamos muitas coisas em comum e nos casamos no dia 30 de novembro de 1991”, recorda. O segundo foi com o ministério pastoral. “O chamado pastoral é algo que sempre me perseguiu, houve momentos em que pensei estar equivocado, porém a ordenação só veio 13 anos após a conclusão do seminário”, conta. Com simplicidade e temor, Joanan está à frente da IBP Guarulhos desde 2007 e exerce o ministério em harmonia com toda a família. Quer saber mais sobre ele? Leia essa entrevista exclusiva ao Boa Palavra. BOA PALAVRA - Como nasceu a IBP Guarulhos? PASTOR JOANAN - A igreja nasceu há oito anos, com o Pr. Ivêner Soler, tendo como seu sucessor o Pr. Luis Barbosa. A IBP Guarulhos foi a primeira igreja-filha. BOA PALAVRA - Desde quando você é pastor? PASTOR JOANAN - Estamos à frente do ministério desde janeiro de 2007 e fui ordenado em dezembro de 2008. BOA PALAVRA - Em que ministérios atuou antes de ser pastor? PASTOR JOANAN - Eu e minha esposa ministramos várias turmas de Casados Para Sempre, fui diácono, estive no ministério de libertação, atuei como líder de célula, no louvor, no departamento infantil e cantei por três anos no Coral Doxa. BOA PALAVRA - Quais foram as dificuldades no início do seu ministério em Guarulhos?

PASTOR JOANAN - Tivemos que estruturar a igreja, em todos os sentidos, e implantar a visão da IBP, a começar por células. Depois, vieram os ministérios da família, Kidscípulos e reestruturação do louvor. O pior foram os ataques maciços que eu e minha família sofremos das trevas, chegando até a um principio de enfarto sem que eu nunca tivesse tido problemas de saúde antes. Mas sabíamos que não seria fácil e que a entrega teria que ser total. BOA PALAVRA - Quais as características do povo da sua igreja? É tudo muito diferente do que você estava acostumado na IBP? PASTOR JOANAN - O povo tem problemas como qualquer outro, mas o que destaco são as feridas da alma que nunca vimos igual. BOA PALAVRA - Quantos membros tem a igreja? PASTOR JOANAN - Temos 85 membros, fora os que nos visitam. BOA PALAVRA - Por ser uma igreja relativamente pequena, quais as características peculiares do relacionamento de pastor-ovelha? PASTOR JOANAN - Ainda consigo chamar todos pelo nome, porém, quando crescermos mais, creio que a visão de células irá nos ajudar a pastorear as pessoas através dos supervisores e líderes. BOA PALAVRA - Qual foi a participação da sua família na geração do seu ministério? PASTOR JOANAN - A minha mulher e meus filhos sempre me apoiaram, mesmo sabendo que a chance de me projetar profissionalmente não aconteceria mais. BOA PALAVRA - Qual é a importância deles hoje? PASTOR JOANAN - Sem o apoio da minha família seria um caminho muito mais difícil, não sei se conseguiria. BOA PALAVRA - Sua esposa faz o que na igreja? E os seus filhos? PASTOR JOANAN - A minha mulher me ajuda no pastoreamento de muitas irmãs que a procuram, é a responsável pelo culto especial de mulheres, pelo curso Mulher Única, pelo ministério infantil, pelo interteen e também pelo ministério de louvor. Meus filhos nos

Mariana, Joanan, Eliana e Yohanan: toda a família dedicada à obra na IBP Guarulhos

ajudaram na implantação do kidscípulos e, atualmente, meu filho toca teclado e minha filha guitarra, no ministério de louvor.

PASTOR JOANAN - Pr. Jonas Neves, a quem eu confiaria abrir qualquer área da minha vida ou até dificuldades no meu ministério.

BOA PALAVRA - Em todos esses anos de pastorado, qual ou quais as histórias de conversão ou restauração mais te tocaram? PASTOR JOANAN - No imóvel que estamos hoje, o dono não era convertido e passava por muitos problemas de vícios. Ele se converteu a Cristo e também batizamos quase toda família. Pessoas foram libertas dos vícios, casais que viviam amasiados se casaram, famílias inteiras vieram para Cristo. Houve também cura de depressão e uma irmã foi curada de mais de 18 nódulos nos seios, com operação marcada.

BOA PALAVRA - Quem você está formando para o ministério? PASTOR JOANAN - Aprendi com o Pr. Jonas a sempre investir em mais de um líder ao mesmo tempo, porém o “Josué” que se desponta para o ministério hoje é o Erik Morilla.

BOA PALAVRA - Quais têm sido as suas maiores alegrias? PASTOR JOANAN - Ver a visão sendo implantada e o investimento no reino de Deus, pois algumas pessoas de outros ministérios, com autorização de seus pastores, estão fazendo alguns cursos do Ministério da Família em nossa igreja. BOA PALAVRA - Em quem você se espelhou no início do ministério? PASTOR JOANAN - No Pr. Enéas Tognini, meu mestre, e no Pr. Jonas Neves pela sua visão ministerial de trabalhar olhando, pelo menos, 10 anos à frente e sua coragem de se expor no púlpito. BOA PALAVRA - Quem é o seu mentor?

BOA PALAVRA - Quem são os seus exemplos de líderes no mundo evangélico? PASTOR JOANAN - Pr. Jonas Neves, Pr. Enéas Tognini, Billy Graham e Bill Hybels.

Leia mais notícias sobre nossas igrejas no site: www.batistadopovo.org.br - IBP Diadema: trabalhando para alcançar comunidades vizinhas... - IBP Guarulhos: divulgando a visão de consagração que Deus tem para seu povo... - IBP Peckham: levando o amor de Cristo até os confins da terra... - IBP Taubaté: alcançando o sonho de Deus para as crianças através do Ministério Kidscípulos...


13 Foto: Ana Clara Guerra

Fevereiro de 2010 | Aconteceu

Foto: Divulgação

Levando a salvação aos muçulmanos A missionária Raquel Elana (foto), da JAMI (Junta Administrativa de Missões da Convenção Batista Nacional), esteve na IBP, no último dia 7, cantando e contando um pouco sobre a sua atuação como missionária entre os muçulmanos, durante oito anos, no Oriente Médio. “O trabalho no Oriente Médio é bastante complicado, mas o próprio Deus prepara estratágias para que possamos semear a semente de vida do Evangelho” - disse Raquel. “Atualmente, estou esperando o visto para trabalhar na Inglaterra, mais ao norte, onde temos igrejas inglesas vazias e milhares de imigrantes muçulmanos e uma tremenda opressão para o evangelho. Lá, o trabalho vai ser duro, mais num aspecto diferente do que no Oriente Médio”, completou. Raquel assumiu um compromisso com missões ainda na adolescência, durante um Congresso da Juventude Batista (CONJUBAN), num apelo feito pelo Pr. Jonas Neves.

Pr. Osmar e Pr. Jonas dirigem a igreja em intercessão pela missionária Raquel

Oremos para que o Senhor continue capacitando aqueles que tem se disposto para a pregação da Palavra.

Juliano Son, Adhemar de Campos, Samuel Mizrahy, Thiago Grulha, Paulo Cesar Baruk e Rebeca Nemer: unidade na adoração

Som da Solidariedade

Adoradores unidos pelas vítimas do Haiti Sem comida, bebida, moradia e até sem família. É assim que se encontra o Haiti após um forte terremoto com magnitude 7, que aconteceu em 12 de janeiro. O país mais pobre das Américas passa por situações caóticas, de extrema miséria. Com o epicentro, mais de 200 mil pessoas morreram e mais de um milhão estão desabrigados. Ao verem a situação do povo haitiano, quatro ministros de louvor se uniram para fazer o que mais sabem, em prol do Haiti: louvar. O evento realizado em 03 de fevereiro na Igreja Batista do Povo, não cobrou a entrada, pois, todos estavam ali para serem canais de bênção para a nação que está pedindo ajuda.

Muitas vidas clamaram ao Senhor para terem um espírito de compaixão e declarar o domínio dEle sobre o Haiti. “A nossa alegria – de estarmos reunidos – é o choro do povo haitiano”, diz Pr. Juliano Son, do grupo Livres para adorar em sua ministração. “Nós somos o próximo de todos aqueles que carecem de amor”, relata. A mensagem baseada em Lucas 10: 25 - 37, mostrou aos presentes que, para o Samaritano, não era importante a identidade e sim, o sofrimento. Aquele homem viu o outro todo machucado, e sentiu a mesma sensação de desgosto que o sacerdote e o levita tiveram, porém, teve algo que os demais não tinham:

Compaixão. Houve um período de clamor, dirigido pelo Pr. Adhemar de Campos, que fez com que vidas sentissem a dor dos que estão se matando para conseguirem comida, chorando porque muitas crianças não têm mais pai para chorar e lutar por elas. Uma oferta especial foi levantada para contribuir com o país através da Visão Mundial, que tem base na nação haitiana há 30 anos e conta com 370 funcionários recuperados da tragédia, trabalhando a fim de fazer o nome do Senhor conhecido e auxiliar os desabrigados. Os ministros Samuel Mizrahy, Thiago Grulha e Paulo César Baruk levaram a igreja à adoração e celebração ao Senhor pelo Seu amor e Sua fidelidade, declarando a Ele que nada poderá nos separar do Seu amor e que O louvaremos, embora tenham situações adversas, pois, confiamos nEle, no que seu Sangue pode fazer em nós e através de nós. Com muita gratidão ao Senhor, a igreja, juntamente com vários ministros de louvor que estavam presentes, encerrou a noite louvando a Ele pelo valor arrecadado para o Haiti: mais de R$ 13.700,00. “Estou impactada e honrada por termos sido escolhidos e também pelo valor arrecadado. Fico feliz em saber que a igreja responde às necessidades. Isto que é um avivamento: ajudar o próximo”, conta Sandra Leite, da Visão Mundial. Louvado seja Deus pelos seus grandes feitos.

O Pr. Adhemar de Campos levantou um clamor para o povo do Haiti

Fotos: Lucas Motta e Alyson Montrezol


14 Aconteceu | Março de 2010 Vencendo os Inimigos da Família O Ministério da Família iniciou o “Ano da Consagração” equipando a igreja para batalhar. A série de cinco ministrações, com base no texto de Gênesis 15:18-21, a campanha “Vencendo os inimigos da Família” teve como preletores os casais Juberto e Luzia, Pr. Luciano e Myrian (foto à direita), Pr. Oliver e Patrícia, Marília e Pr. Paulo Falçarella. “Essa série apresentou dois pontos de destaque”, analisa o Pr. Paulo Falçarella. “O primeiro é o crescimento da equipe pastoral da família. Uma batalha não se luta sozinho, não é feita de um soldado só.

igreja, levando as famílias à compreensão daquilo que tem sido roubado da vida abundante que Cristo nos dá”, conclui.

Para vencer os inimigos de Deus temos que estar juntos e um verdadeiro exército se alistou para ministrarão povo”, observa. “O segundo destaque é o discernimento que foi dado à

A série de ministrações “Vencendo os Inimigos da Família” já está disponível no site da IBPTV (www.ibptv.com.br), em CD na livraria da igreja e, em breve, em DVD.

Por Myrian Rosário e Ana Clara Guerra

Café da manhã especial Como em todo início de ano, o Kidscípulos promoveu um encontro muito especial no dia 31 de janeiro, mas, dessa vez não era para crianças, e sim, para os voluntários. Um café da manhã delicioso foi promovido para estes que têm servido ao Senhor para verem as crianças sendo salvas e felizes nessa fase tão especial que é a infância. Houve retrospectiva de acontecimentos do ano de 2009, e uma dinâmica que os levava a encarar os desafios que aparecerão durante o ano, levando a um momento de reflexão através da frase do livro Siga-me de Bill Hybels trazida pela líder do ministério, Solange Neves: “Viva como eu vivo, sirva como eu sirvo, dê como eu

Idioma diferente + Instrumento desconhecido = Louvor Universal Foram emocionantes as performances do músico norte-americano Barry Bowers, nos quatro cultos do dia 7 de fevereiro. A presença de Deus era quase que tangível durante essas reuniões.

dou, ame como eu amo, siga-me e, eu te mostro como”, que fez com que todos os presentes pensassem na maneira correta de liderar. “Foi uma oportunidade de juntos, fazermos uma análise do que gostaríamos de melhorar neste ano para fazer com que aquele momento em que a criança permanecesse conosco não fosse somente um passatempo, mas, um instante em que elas conhecessem ao Senhor de todo o seu coração”, relata Renato Faria, voluntário do Kids Azul. As atividades do Kids já começaram, não deixe seu filho perder a oportunidade de aprender desde já, o que é ter uma vida com Deus.

Evangelismo em Peruíbe O grupo de dança Vambora, da IBP, esteve nos dias 13 e 14 de fevereiro realizando um impacto evangelístico de Carnaval na cidade de Peruíbe – no litoral sul de São Paulo. Apesar de muitos empecilhos, Deus ministrou sobre a vida da equipe e os usou para desmascarar o inimigo e resgatar vidas.

Barry Bowers e seu abençaodo instrumento

Foto: Kleber Fortunato

Tocando um violino elétrico de sete cordas, Barry conduziu a igreja à adoração com louvores como Agnus Dei e Mighty to Save.

André Calore, esposo de Yara, músico e membro da IBP, acrescentou: “Deus preparou uma pessoa de tão longe para vir e ministrar a paz de Cristo ao nosso coração. Glória a Deus por isso.”.

Foto: Divulgação

Os comentários foram bastante entusiasmados sobre a participação de Barry. “É impressionante como Deus se manifesta de formas diferentes. Essa é a tremenda multiforme sabedoria divina”, comentou Yara Calore.

Equipe Vambora


Março de 2010 | Aconteceu

Lidere aonde estiver

Por Myrian Rosário e Ana Clara Guerra

O seminário falou sobre características que um líder tem que ter tanto na forma de liderar como no cuidado com sua própria vida. “Realmente montamos com coerência, guiados pelo Espírito Santo, estou impactado”, completa Alexandre. Falou-se também sobre os atos de fé que devemos tomar como Corpo de Cristo a fim de que todos conheçam a Verdade, com as histórias de Catherine Rohr, presidente do programa para presidiários no Texas, e Gary Haugen, presidente da Missão Internacional de Justiça. Para o nosso pastor, Jonas Neves, a expectativa para a IBP a partir desse evento é grande: “Espero que cada pessoa de fato esteja fazendo algo e colocando em prática, e que a motivação seja outra”, relata. Uma consagração foi feita em todos os presentes que aprenderam a fazer a entrega total de suas vidas, a fim de Ele os guie e que os mostre o que pode ser feito com o que Ele deu a cada um. “Nunca ouvi palavra de liderança como ouvi aqui. Aprendi que quando estou descontente com algo, eu preciso gerar mudança e isso me impactou. O nosso desafio é procurar nosso descontentamento”, comenta a líder de célula e estudante de administração, Alessandra Pastorelli.

Fotos: Ana Clara Guerra

Pela primeira vez, a Igreja Batista do Povo realizou o I Seminário de Liderança da IBP, com o material do Leadership Summit da Associação Willow Creek do dia 13 a 16 de fevereiro. A ideia surgiu depois do Summit que aconteceu em novembro de 2009. “Percebemos que metade dos congressistas que estavam não eram da IBP, e perderam a oportunidade”, conta o gestor da IBP, Alexandre Cavalcanti. No início, a programação iria ser uma repetição do que foi em 2009, porém, o Senhor direcionou a equipe a assistirem todas as edições e escolherem o que era de acordo para este ano que tem um enfoque em treinamento de líderes. Foram dias de muito louvor e adoração a Deus, com reflexões e devocionais preciosas com os pastores e obreiros da IBP. Nesses momentos, foram levantadas discussões bastante edificantes. Com o melhor dos últimos 5 anos, as sessões traziam mensagens dos mais renomados líderes dos últimos tempos com: Bill Hybels - pastor sênior da Willow Creek, Rick Warren – autor do Best-Seller Uma vida com propósitos, além dos grandes líderes John Maxwell e Ken Blanchard entre outros.

15

Espaço Metodista Estivemos na inauguração do Espaço Metodista a convite do Dr. Roberto Machado, secretário executivo da Igreja Metodista 3ª Região Eclesiástica, onde tivemos a oportunidade de estar em comunhão com irmãos da Igreja Metodista e das muitas outras denominações presentes no final de 2009. A palavra de inauguração foi trazida pelo bispo Adriel de Souza Maia, que destacou que, o Espaço Metodista, é o lugar onde a vida acontece, lugar de movimento de vida e que, promover a vida, é dom de Deus. No centro da cidade, onde se localiza, estrategicamente, o Espaço Metodista existe com uma grande preocupação em levar a Palavra de Deus e penetrar nas camadas dos mais de 500 mil habitantes que andam pelas ruas da cidade durante a noite. Nesse espaço, que está aberto 24 horas, são realizados diversos trabalhos e também é cedido para eventos de outras denominações, enfim, um lugar para todos aqueles que estiverem imbuídos em levar o conhecimento da Palavra de Deus, e mostrar quem somos e o que pretendemos, pois, o Ano aceitável do Senhor está próximo e não temos tempo a perder.

Momentos de clamor e adoração ao Senhor

A Igreja Batista do Povo, na pessoa do seu presidente, Pr. Jonas Neves de Souza, cumprimenta a Igreja Metodista por essa iniciativa, pedindo a Deus as mais ricas bênçãos dos céus sobre a Igreja e sobre esse lugar tão especial que Deus reservou. Pr Jonas e Solange com Alexandre Cavalcanti, idealizadores do Seminário na IBP

Agência de Comunicação Criação | Design | Editoração | Impressão (11) 8015.7185

Pr. Newton Machado Ministério da Família Igreja Batista do Povo


Foto: Ana Clara Guerra

Momento de oração em ações de graças pelos voluntários empenhados para o acontecimento do I Seminário de Liderança da IBP 16 de fevereiro de 2010

Nossos Cultos e Reuniões na Grande São Paulo Vila Mariana Rua Domingos de Morais, 1100 Vila Mariana - São Paulo - (11) 5579-3516 batistadopovo@batistadopovo.org.br Terça às 9h - Culto de Jejum e Oração pela Família Terça às 20h - Culto de Libertação Quarta às 15h - Culto Especial para Mulheres 1ª Quarta do mês, às 15h: Desperta Débora Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sábado às 19h - Radical Teen Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 9h e 17h - Escola Bíblica Dominical Domingo às 8h, às 10h e às 19h - Culto de Celebração (às 10h) Domingo às 17h - Celebração da Família

Diadema Rua General Rondon, 95 - (Antigo prédio do Procon) - Centro - Tel.: (11) 4056-2901 ibpdiadema@batistadopovo.org.br Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sexta (3ª do mês) - Celebração Especial para Mulheres Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 9h - Escola Bíblica Domingo às 9h e 17h - E. B. de Capacitação Domingo às 10h e 18h30 - Culto de Celebração Guarulhos Av. Marginal, 315 - Jd. Santo Afonso Tel.: (11) 2085-6028 ibpguarulhos@batistadopovo.org.br Quarta às 15h - Culto especial para Mulheres

Quinta 19h30 - Células Sábado 19h - Canal Jovem Domingo às 10h - Culto de Celebração Domingo 18h30 - Culto de Celebração Quarta e Quinta - Atendimento Indaiatuba Rua XV de Novembro, 1064 Centro, Indaiatuba –SP Fone: (19) 3834-6646 ibpindaiatuba@batistadopovo.org.br Quinta 20h; e no Domingo 10h. Santo Amaro Rua Olívia Guedes Penteado, 152 A - Largo do Socorro - Esquina com a Av. Robert Kennedy Tel.: (11) 5524-2178

ibpsantoamaro@batistadopovo.org.br Quinta às 20h - Culto de Batalha Espiritual Domingo às 10h e 18h30 - Culto de Celebração Domingo às 9h e 17h - Escola Bíblica Taboão da Serra Rua Elza Feres, 328 - Vila Sônia Em frente ao Shopping Taboão Tel.: (11) 4787-8771 ibptaboao@batistadopovo.org.br Quarta às 20h - Culto de Batalha Espiritual Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 19h - Culto da Família Taubaté Rua XV de Novembro, 876 Centro, Taubaté –SP

Fone: (12) 3622-8484 ibptaubate@batistadopovo.org.br Terça às 19h30 - Culto de Oração Quarta às 19h30 - Culto de Restauração e Edificação; Domingo às 09h - E. B de Capacitação Domingo às 19h30 - Culto de celebração

Boa Palavra - Março 2010  

Boa Palavra - Março 2010

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you