Page 1

Ano 04 || Número 47 || Fevereiro 2010

O altar é o símbolo da cruz de Cristo e também lugar de revelação para nós. Precisamos escolher bem nosso altar de consagração, pois é lá que Deus falará conosco, assim como fez com Abraão. Qual é o seu altar? Pr. Jonas Neves de Souza, pág.: 3

“No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16:33. Decoramos este versículo apenas em parte! Por quê? Precisamos lembrar do Ele disse: “Para que em mim tenhais paz”. Como ter paz em uma situação como esta no Haiti? Colhendo os frutos da santificação em nosso lar Pr. Paulo Falçarella, pág.: 6

O conteúdo impuro e que pode comprometer a integridade deve ser separado para não contaminar o que está por perto. O que um viajante deve carregar consigo Paulo Saraiva, pág.: 11


2

Simplesmente Igreja | Fevereiro de 2010 Editorial

Nossos Pastores Rua Domingos de Morais, 1100 - 04010-100 . Vila Mariana . SP . (11) 5579.3516 www.batistadopovo.org.br

Sem. Airton Quinelo - IBP Taboão (11) 7515-3281 juninho@batistadopovo.org.br Carlos Pastorelli - IBP Sede (11) 9430-7776 carlos@batistadopovo.org.br Edimar José Pires - IBP Taubaté (12) 8124-4100 edimar@batistadopovo.org.br Enéas Tognini - Sede (11) 9637-5768 eneas@batistadopovo.org.br Ivêner Soler - Sede (Canal Jovem) (11) 7205-1382 ivenersoler@batistadopovo.org.br Joanã Nogueira – IBP Guarulhos (11) 7515-3264 joanan@batistadopovo.org.br Jonas Neves - Sede (11) 9637-5352 jonasneves@batistadopovo.org.br

Luis Barbosa - IBP Santo Amaro (11) 7515-3506 luis@batistadopovo.org.br Newton Machado - Sede (11) 7547-9837 newton@batistadopovo.org.br Osmar Bento - Sede (11) 7205-1937 osmarbento@batistadopovo.org.br Paulo Falçarella - Sede (11) 9605-7340 paulofalcarela@batistadopovo.org.br Sandro Rubinec - IBP Diadema (11) 7515-3467 sandro@batistadopovo.org.br Tiago Marcolongo - Sede (Radical Teen) (11) 7547-7871 tiago@batistadopovo.org.br Wasmyr Egídio - IBP Indaiatuba (11) 7515-3502 wasmyr@batistadopovo.org.br

Nossos Missionários

Fique por dentro Ceia do Senhor Participe da celebração da ceia em cumprimento à ordenança que Jesus nos deixou. - 1º domingo: às 8h - 2º domingo: às 10h - 3º domingo: às 17h - 4º domingo: às 19h - Última quarta-feira do mês, às 15h participe de uma célula Viva em comunhão com outros irmãos e aprenda mais sobre a vida cristã em plenitude. Ligue e procure a célula mais próxima da sua casa. Secretaria de Células: (11) 5579-3516 Quero ser membro da IBP Se você tem participado de nossas reuniões há algum tempo e gostaria de se tornar membro da nossa igreja, entre em contato com a secretaria para mais informações. (11) 5579-3516 secretaria@batistadopovo.org.br

Dízimos e ofertas Igreja Batista do Povo CNPJ: 47.468.590/0001-45 Banco Real Agência: 412 - Conta Corrente: 6703396-3 Banco Bradesco Agência: 3450-9 - Conta Corrente: 10165-6 Boa palavra

Igreja Batista do Povo Rua Domingos de Morais, 1100 - Vila Mariana. São Paulo / SP - Brasil - CEP: 04010-100. O Boa Palavra é uma publicação da Igreja Batista do Povo. Dúvidas e sugestões: comunicacao@batistadopovo.org.br

MOÇAMBIQUE Pr. Aldo Massunda Manuel Germano Manhica: 00 258 825878999 Pr Saize Bana: 00 258 820722730 Pr Manuel Gimo: 00 258 848012143 Francisco Vicente Tomo: 00 258 847848137 Jaqueline Cunha: 00 258 8298 90447 Suite number # 337 - PRIVATE BAG X 11340 - NELSPRUIT 1200 - AFRICA DO SUL JAPÃO Miss. Maria Isabel Dutra isabeldutra7@hotmail.com GUINÉ-BISSAU Pr. Herbert e Desirré herbertdesire@yahoo.com.br INGLATERRA Pr. Samuel Silva 32, Manor Park Road - Harlesden London - Uk - NW10 4JJ 59a , Rye Lane - Peckham London - UK - SE15 5EX ibppeckham@batistadopovo.org.br Pr. Carlos Gomes Igreja Batista do Povo em Oxford 52, Church Hill Road - Cowley Oxford - OX4 3SF-UK ibpoxford@batistadopovo.org.br

Expediente

ITÁLIA - Turim Prs. Fernando Guimarães e Isael Guimarães pastorefernando@hotmail.it Via Alfonso Lorenzine 4 Collegno; Corso Machiavelle 177 Venària BRASIL Antônio Jone e Vera Lúcia Rocha Rua Mário Marques, 91 - São João Batista 31.510-410 / Belo Horizonte – MG veraejone@yahoo.com.br Ieda Maria de Oliveira Missionária de Base Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo ieda@cepc.org.br Dilma E. G. da Silva Missionária Local - Vila Mariana dilma@batistadopovo.org.br Isabel Santos - (11) 9727-4641 Missionária Local - Vila Mariana isabel@batistadopovo.org.br Rosa Maria da Conceição Silva rosa_msilva@hotmail.com Av. Dom Pedro I, 923 – Centro CEP: 58023-013 – João Pessoa – PB CANADÁ Pr. José R. Almeida 6 Loconder Dr. Unit: 10 - Hamilton Ontário L8W 1V8 / Canadá margalme@terra.com.br

Presidente: Pr. Jonas Neves de Souza. Jornalista Responsável: Monica Pocker. Revisão: Maria Célia Pereira Leite. Colaboração: Helen Ribeiro, Alessandra Pastorelli, Ana Clara Guerra. Fotos: Kleber Fortunato. Tiragem: 10.000 exemplares. Departamento Comercial: (11) 5574-1067.

Como me Consagrar! Qualquer que seja a pergunta de um cristão, em que circunstância e época for, a resposta para o caminho correto é, inicialmente, uma só: comece orando! No ano em que a visão da igreja – também resposta de oração – é consagrar-se, a parte que nos cabe é enfrentar nossas dificuldades para que estejamos alinhados com o corpo de Cristo, com a visão dada por Deus. Pode nem mesmo ser uma dificuldade, mas a falta de conhecimento de como chegar lá ou, estar lá. Quão necessário é buscarmos... e, se um passo certeiro é a oração, podemos começar consagrando tudo o que somos, tudo o que temos. Senhor, neste “No ano em que a visão da momento igreja é consagrar-se, a parte consagro, que nos cabe é enfrentar reconsagro a nossas dificuldades para nos Ti, a minha alinharmos com o corpo”. vida e tudo o que nela há. Toma conta da minha mente para que os meus pensamentos estejam de acordo com a tua vontade. Cuida Pai, do meu coração para que meus sentimentos possam te agradar. Que os meus olhos sejam bons a fim de quem em todo o meu corpo haja luz. Que meus ouvidos saibam triar o que ouvem para que eu não revide palavras duras. Sejam assim também as respostas ao que leio. Consagro a minha língua a Ti, Senhor, para que as palavras da minha boca sejam aprazíveis aos teus ouvidos, sobretudo quando não forem as do meu interlocutor. Que todas as minhas decisões sejam tomadas dentro da tua vontade. Pai, eu consagro a Ti a minha família e cada membro dela, entrego a Ti o meu trabalho e meu relacionamento com todos os colegas, fornecedores, chefes, diretores, proprietários. Peço para ser dirigido por teu Espírito também em todas as minhas atitudes. Que a Tua imensa misericórdia me alcance, dando-me forças para continuar a despeito das circunstâncias. Que nada me faça recuar diante do que pode me fazer melhor para o mundo: consagrar-me em tudo, a Ti. Monica Pocker - Jornal Boa Palavra

Direção Geral: Sonar Propagando

Os anúncios contidos nessa edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Batista do Povo nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios. A Igreja não se responsabiliza em fiscalizar ou

garantir efetividade do que é anunciado, já que não mantém nenhum relacionamento de qualquer espécie com os empresários e prestadores de serviço que anunciam no Boa Palavra. A Igreja Batista do Povo seleciona os anúncios publicados de modo que não firam a moral e os costumes cristãos e o que diz a Bíblia Sagrada.


Mensagem

A Bíblia diz que Abraão construiu um altar. Esse altar era uma mensagem de Abraão. Ele estava dizendo que toda a sua vida, a sua profissão, a sua família, o seu passado e também o seu futuro estavam na inteira dependência de Deus. Por onde ele passava construía um altar. Os que o viam perguntavam: “Para que este altar?”. Ele respondia: “Este altar é um símbolo. Representa a minha profissão de fé e a minha consagração ao Senhor Deus”. Para ele, o altar era um lugar de re-

velação, onde Deus lhe falava, onde ele cultuava; lugar de sacrifício, comunhão e intimidade com Deus. Era um lugar de consagração ao Senhor. O altar é um símbolo da cruz de Cristo que é um lugar de revelação para nós. Foi ali no madeiro que os nossos pecados foram lançados sobre Jesus. Lá, Jesus orou: “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem” (Lc. 23:24). Foi na cruz que Ele exclamou: “Tudo está consumado” (Jo. 19:30). Na cruz, como Cordeiro de Deus, Jesus consagrou a Sua própria vida, e com Sua vida a nossa, o Pai que O

enviou. Assim como por meio do altar, Abraão mantinha uma doce comunhão com Deus, por meio da cruz de Cristo mantemos a mesma comunhão com o Pai. Em Hebreus 10:19-20 diz que, temos intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo Sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que Ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne! Você também precisa viver em consagração.

Se não tivermos revelação de Deus, não nos será possível prestar-Lhe culto nem ter comunhão com Ele. Não havendo comunhão e culto, também não haverá consagração. Se a vida não é consagrada a Deus, de que vale viver? A VIDA SEM CONSAGRAÇÃO NÃO TEM SENTIDO.

Pr. Jonas Neves de Souza Presidente da IBP


4

Palavra Viva |Fevereiro de 2010

Estudo

A santificação e seus resultados eternos Um dos maiores desafios da vida do homem resume-se numa única pergunta: “Como viver de forma santa num mundo de tanta corrupção, podridão moral e apelos sexuais?”. Diante de tudo isso, fica difícil para o homem tomar decisões morais e éticas sob o prisma da santidade, vivendo em um mundo dominado pelo pecado e por operações malignas. Aqueles que já tiveram experiências de novidade de vida com Cristo, precisam também entender alguns conceitos: 1- A Santidade vem acompanhada de consagração, fidelidade e justiça. Deus é diferente do homem. A santidade é um atributo natural de Deus, como também o amor, a justiça e a fidelidade. Por isso, precisamos nos consagrar, sermos justos e fiéis para chegarmos a uma santificação de acordo com os padrões divinos.

2- A santificação é conquistada com esforço e empenho. Guiando seu povo pelo deserto, o Senhor foi gradativamente preparando-o para que fosse o único a possuir a Terra Prometida. Ele fez com que os novos donos vissem que era preciso destruir todas as imagens de ídolos e qualquer coisa que indicasse culto a deuses estranhos e que a Terra deveria ser santificada para ser habitada, e esse fator era indispensável no plano de Deus. Ao sermos recebidos pelo nosso Senhor como novas criaturas, também somos orientados pela Palavra de Deus, que devemos deixar as coisas velhas que nos ligam a um passado sem Deus e sem salvação, para vivermos de forma digna na nossa nova condição de filhos de Deus. Sem essa atitude, jamais alcançaremos o propósito de sermos santificados. 3- A santificação envolve todos

os aspectos de nossa vida.

vos na vida.

Ao revelar-se a Moisés na visão da sarça que ardia e não se consumia, Deus disse: “Não te chegues para cá, tira as sandálias dos pés, porque e lugar em que estas é terra santa” (Êxodo 3:5). Na lâmina de ouro que estava atada à testa de Arão, estava escrito: “Santidade ao Senhor” (Êxodo 28:36). Ao manifestar-se ao povo de Israel, que a sua felicidade e bom êxito dependiam de sua santificação o Senhor disse-lhes: “Portanto, santificai-vos, e sede santos, pois eu vou o Senhor vosso Deus”. “Guardai os meus estatutos e cumprios. Eu sou o Senhor, que vos santifico” (Lev. 20:7-8). A nossa santificação abrange todo o nosso ser, o corpo, a alma e também a consciência que é o juiz do homem interior. (Atos 24:16)

Deus recomendou ao povo de Israel a santificação e a destruição de tudo o que é impuro e abominável. A igreja também faz parte do povo de Deus, o mesmo Deus zeloso que agia com o povo israelita, age em nós, na Pessoa do Espírito Santo e da Sua Palavra. Buscar a nossa santificação é possível, devemos dar o primeiro passo consagrando-nos ao Senhor, depois, sendo fiéis à Sua Palavra, praticando atos de justiça. Precisamos ver a Deus e morar no Seu Tabernáculo e o caminho é a santificação. “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá a Deus” (Hebreus 12:14). “Quem, Senhor, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu Santo Monte? O que vive com integridade, e pratica a justiça” (Salmo 15:1-5).

4- A Santificação, quando negligenciada, produz efeitos negati-

Pr. Osmar Bento Ministério de Restauração

Reflexão

Vale a pena! Quando estudamos a Palavra de Deus e conhecemos a vida de muitos homens e mulheres que decidiram honrar ao Senhor e se separar para Ele, vemos o quanto precisamos mudar e aperfeiçoar a cada dia nossa forma de viver. Uma dessas vidas é a de Daniel, um jovem que fazia parte da nobreza e que foi tirado de sua família para viver como escravo em uma terra estranha, onde teve que se submeter a aprender sobre outros deuses, cultura e língua. Qualquer pessoa, em seu lugar, poderia justificar seus pecados dizendo que Deus o abandonou, porém, Daniel permaneceu convicto em sua vida com Deus e nada e ninguém poderia mudar sua convicção, pois, sabia quem ele era para o Senhor e quem o Senhor era para ele. Mesmo em meio a uma situação completamente adversa, o jovem Daniel decidiu não se contaminar com os manjares do Rei, e jamais

se dobrou perante os deuses da Babilônia. Por causa da sua fidelidade ao Senhor, Ele o honrou durante os 70 anos de exílio, sempre colocando-o como um dos principais homens do Reino e todas as maravilhas do Senhor se manifestavam através sua vida, ao ponto de todos reconhecerem que não havia nenhum deus que se comparasse ao Deus de Daniel. Assim, o nome de Senhor foi honrado e glorificado através das atitudes de Daniel, e ele desfrutou o melhor do Senhor. A santificação vale a pena e traz um relacionamento mais íntimo com Deus. vvv

Pr. Oliver Rodrigues oliver@batistadopovo.org.br


Fevereiro de 2010 | Palavra do Pastor

Santificação O crente não foi salvo para viver na lama do pecado. A Bíblia diz que foi salvo para andar em novidade de vida. Eis o caminho apontado na Palavra de Deus: Em II Coríntios 5.17, temos o primeiro degrau dessa enorme escada que precisamos subir: “Se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas velhas já passaram; eis que se fizeram novas”. Isaías 35.8 diz que, haverá bom caminho, que se chamará o Caminho Santo; o imundo não passará por ele. Em I Tessalonicenses 4.7, o apóstolo Paulo ensina que Jesus não nos chamou para a impureza e, sim, para a santificação. II Timóteo 2.19 lemos: “Apartese da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor”. Ainda vemos em Colossences 3.5 onde o apóstolo ordena: “Fazei, pois morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lascívia...”. Perguntaram-me um dia: o crente, aquele que já morreu para o pecado, ainda peca? Eu respondi: Eu gostaria de dizer “não”, mas ainda peca. Naturalmente não são os grosseiros pecados do tempo da incredulidade, mas peca. E surge, então, outra pergunta: e como viver, então, em santidade,

nós que vivemos neste mundo pecaminoso? Vou apontar um caminho de um velho pregador:

5

O crente não foi Salvo para viver na lama do pecado. A Bíblia diz que foi salvo para andar em novidade de vida.

I) SEPARA-TE DE TODO PECADO pai, sentiu um peso no coração e QUE VOCÊ RECONHECE COMO começou a ter dores que nenhum PECADO médico conseguia diagnosticar, até 1) O rei Davi pecou, gastou algum que um médico lhe perguntou: O tempo para reconhecer, mas senhor, por ventura não está esconacabou reconhecendo o erro abodendo algum minável que pecado? E o hocometera. Enquanto você não levar o seu mem admitiu 2) Também homem velho para a cruz, e que sim, até Pedro pecou, morrer com o Senhor, sua vida abandonar o mas a Bíblia pecado e viver diz que ele será sempre uma gangorra, ora em paz. caiu em si para cima e ora para baixo. E você, leitor, fulminado por ventupelo penera não está escondendo algum trante olhar de Jesus, deixou o pecado? Reconheça-o como tal, lugar onde pecara e saiu chorando confesse e abandone (I João 1.7). amargamente (Lucas 22.61). 3) O apóstolo levou uma semana III) SEPARA-TE DE TUDO O QUE inteira para reconhecer o grave POSSA DIMINUIR A TUA pecado de ausentar-se da reunião INFLUÊNCIA onde Jesus ressurreto apareceu Por exemplo, piadas indecentes; para dez apóstolos. Leitura pornográfica; Novelas nojentas; Más companhias; Modas II) SEPARA-TE DE TUDO O QUE exageradas; Palavrões. INQUIETA A TUA CONSCIÊNCIA. A senhora crente convidou o pastor 1) Os irmãos de José, quando se de sua igreja para um jantar, dirigiam à casa do irmão para o esperando que o pastor ganhasse banquete estavam alarmados: o o marido para Cristo. A senhora que ali lhes poderia acontecer? serviu o jantar e deixou o marido a 2) Um homem na outra América, sós com o pastor. Pouco depois, o na partilha dos bens deixados pelo

dono da casa ofereceu cigarro ao pastor e ele aceitou. O esposo não perdeu tempo, foi chamar a esposa e disse- lhe: “Vem ver o seu santo fumando”. Daí para frente, do que adiantariam palavras? IV) ENTREGA-TE A DEUS DE TODO O CORAÇÃO Enquanto você não levar o seu homem velho para a cruz, e morrer com o Senhor, sua vida será sempre uma gangorra, ora para cima e ora para baixo. O profeta Isaías, com a experiência que teve, vendo Deus assentado num alto e sublime trono e os serafins voando e proclamando a santidade de Deus, sentiu o seu pecado, clamou pela misericórdia de Deus. E Ele enviou um dos serafins que voavam, para que tomasse uma tenaz e com a brasa tocou os lábios do profeta, purificou a sua iniquidade e ouviu a voz do Senhor que o comissionara para proclamar o evangelho eterno. Uma vez purificado pela brasa do Altar, começou a santificar a sua vida no trabalho do Senhor.

Toda terça-feira, às 9h, no templo 3, o Pr. Enéas Tognini dirige, sob a unção do Espírito Santo, o culto de Jejum e Oração. Participe!

Pr. Enéas Tognini Fundador e Pastor Emérito da IBP


6

Família | Fevereiro de 2010

Papo de família

Colhendo os frutos da santificação em nosso lar. “Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz.” Tiago 3:18 terra frutífera. No exato momento em que escrevo O salmista disse: “Far-me-ás ver a este artigo, acabo de receber meu vereda da vida; na tua presença há jornal diário e vejo na manchete fartura de alegrias; à tua mão direita principal uma foto que retrata a há delícias agonia e o perpetudesespero do amente.” povo haitiano. “Quando Deus reina Salmo 16:11. Que tragédia! O Haiti tem Uma nação em um lugar, este lugar se suas origens inteira trilhada torna uma terra aprazível, marcadas pela força de um lugar de paz e pelo saque e um terremoto. E de cooperação.” exploração nesta pós-traespanhola gédia, veem-se e francesa. as multidões Terra de piratas, espoliadores e maus desesperadas por sobrevivência. É feitores, usou como resposta a isto a ética do “salve-se quem puder”. tudo, a feitiçaria, o autoritarismo, a Saques, violência, fome, sede e dor injustiça social. Nesta comparação, são alguns dos sintomas deste tempo afirmo que as famílias estão correndo de caos no Haiti. Que o Senhor se um grande risco, quando se afaslevante em favor deste povo e tenha tam de Deus! Só Deus tem os meios misericórdia deles. certos para lidar com a injustiça, as Voltando a pensar no tema deste necessidades humanas, a desgraça! mês - santificação e consagração a Os dias maus sempre virão! Isso não é Deus - faço um paralelo com este sentença, é fato! cenário caótico do povo haitiano. A Bíblia afirma: “O mundo está sob Como a presença de Deus em uma o domínio do maligno” 1 João 5:19. nação pode transformá-la em um Jesus disse: lugar de delí“Tenho-vos cias! Já ouvimos dito isto, e assistimos a “Quando Deus reina para que em documentários mim tenhais que mostram em um lugar, este lugar se paz; no em cenas reais torna uma terra aprazível, mundo tea transformação um lugar de paz e reis aflições, de países como de cooperação.” mas tende Uganda, Ilhas bom ânimo, Fiji, e outros eu venci o pela presença mundo.” João 16:33. Temos decorado marcante de Deus através da consaeste versículo apenas em parte! Por gração de um remanescente fiel! É quê? Porque tem faltado lembrar que isso que diz a Palavra de Deus em Ele disse: “para que em mim tenhais Salmos, capítulo 33, verso 12 “Feliz paz”. Não há paz sem Jesus! A paz é a nação cujo Deus é o Senhor...”. de Deus, que guarda o nosso coração Quando Deus reina em um lugar, este e nossa mente está em Cristo e não se torna uma terra aprazível, um é produzida pelas circunstâncias! lugar de paz e de cooperação. Como ter paz em uma situação como Mais do que uma intervenção política esta no Haiti? Como? Somente se a e humanitária, o Haiti, assim como nossa mente e o nosso coração forem as famílias da terra, necessitam da habitados e governados pelo Espírito intervenção divina, na pessoa do Santo. Como lembrar que, além da sumo interventor, Jesus Cristo. Sanminha barriga doendo de fome, há tificar significa separar para Deus. É milhares de outras pessoas na mesma isso que pode fazer de um lugar, uma

situação ou até pior do que eu? Como chorar a dor do outro, se eu só consigo sentir o gosto salgado das minhas lágrimas? Um povo marcado pela exploração não pode mesmo devolver altruísmo. Por isso, temos que lembrar que a vida é como o processo de um plantio. Tem o semeador (os homens), as condições do tempo (paz) e a colheita (justiça). Ninguém colhe bons frutos, semeando com mau tempo. Por isso, devemos semear com paz no coração, para que a colheita seja de justiça em nossas vidas! Por isso, em se tratando dos relacionamentos familiares, pense: “Respeito meu cônjuge, meus filhos, meus pais, mesmo quando eles me faltam com o respeito?”; “Sirvo ao Senhor sem me preocupar em receber reconhecimento?”; “Estou usando meios questionáveis para alcançar meus desejos?”; “Estou sendo honesto em minhas palavras ou uso de lisonja para influenciar pessoas?”; “Tenho inveja e ressentimento em meu coração?”; “Recorro ao sarcasmo ou a comentários maldosos”; “Sou puro de pensamento, palavras e valores morais?”. Vencer o mundo significa vencer o caos! E isso só será possível se, como família, nós nos consagrarmos a Deus! Se um terremoto tem destruído sua vida, seu casamento, suas finanças, seu relacionamento com os filhos, lembremo-nos de que, quando a terra era sem forma e vazia, foi a

boca de Deus (a Palavra, o verbo) que trouxe ordem, beleza, produtividade, paz, riqueza! Disse Deus: “Haja luz, e houve luz”. Ao invés de nos desesperarmos, sejamos profetas de Deus nesta terra, exercitando a paz que vem do Senhor Jesus! Vivamos segundo a sua Palavra e que possamos levar muitos outros a conhecer esta paz que não se encontra no mundo, mas no coração de cada filho de Deus, consagrado segundo a sua soberana e perfeita vontade.

“Mais do que uma intervenção política e humanitária, o Haiti, assim como as famílias da terra, necessitam da intervenção divina, na pessoa do sumo interventor, Jesus Cristo”.

E colhamos os frutos, porque este é o Reino de Deus: “justiça e paz e alegria no Espírito Santo” Romanos 14:17.

Para terminar, desejo a vocês, queridos leitores: “Haja paz dentro de teus muros, e prosperidade dentro dos teus palácios.” Salmo 122:7 Pr. Paulo Falçarella Ministério da Família


Fevereiro de 2010 | Edificação

7

Reflexão

Maldições autoimpostas

Libras

Intérprete de Língua de Sinais Para se tornar Intérprete de Libras é necessário mais do que conhecer a Língua de Sinais. Quem opta pela profissão, ou voluntariado, deve ter em mente que a dedicação e o envolvimento com a comunidade surda é integral. Somente o constante contato com surdos vai dar ao estudante o aprofundamento de sua cultura, expressão facial, corporal, além da posse de expressões idiomáticas e “sinais gírias”, alguns sem tradução. É importante ressaltar que existe um código de ética do intérprete, cujos princípios devem ser constantemente observados: por exemplo, ao fazer a interface de questões pessoais dos surdos, o sigilo é a regra absoluta; não cabe ao intérprete opinar ou interferir, mas, sim, viabilizar a comunicação entre as partes. Na Igreja Batista do Povo, são ministradas aulas e treinamentos com nossos surdos e intérpretes. Informe-se sobre nossa agenda pelo e-mail: conexaosurda@batistadopovo.org.br, ou, observe na última página desse jornal nossas reuniões marcadas pelo símbolo:

Priscilla Falçarella - Há mais de 2 anos de Ministério com Surdos

Thiago Verza - 5 anos de Ministério com Surdos

Ministério com Surdos da Igreja Batista do Povo

Até quando falamos sozinhos temos que cuidar das palavras que saem de nossa boca, de nossos pensamentos... “fartura” de bênçãos ou quantidade do que Graças a Deus, a Sua Palavra nos afirma em tornar-se maldições “autoimpostas”. é mau, do que nos é prejudicial. Gálatas 3.13: “Cristo nos resgatou da maldiSão frases, são palavras, são queixas, são O que poderíamos entender por nossos ção da lei, fazendo-se ele própria maldição reclamações, são declarações com sentido próprios “conselhos”? em nosso lugar...” mau, pejorativo, autodestrutivo, autodeA palavra O que essa Palavra poderosa afirma? Afirma preciativos em relação à conselho, entre que, da parte de Deus, através do sacrifício nossa própria aparência outros sentidos, de Jesus, está feita a obra. A obra realizada ou à nossa capacidade. Quando pronunciamos significa: “senso na cruz nunca será revogada, mas, se não Parece que nos esquecedo que convém, for vivida, se não for aplicada por nós, se mos de que fomos criados palavras contrárias a nós, prudência”. não estiver presente em nossa vida, diária e à imagem e semelhança ou a quem quer que seja, Portanto, se pessoal, poderemos ter problemas! de Deus (Gênesis 1.26) estamos “dando lugar ao fizermos ou não O povo de Deus foi escolhido pelo Pai: Quando pronunciamos diabo”. o que convém, “Tomar-vos-ei por meu povo e serei vosso palavras contrárias a nós, se tivermos ou Deus...” (Êxodo 6.7); essa foi a grande ou a quem quer que seja, não prudência, bênção dada da parte de Deus. Poderíaestamos “dando lugar ao daí advirá o tipo mos afirmar: “Com Deus está sempre tudo diabo”, estamos fornede “fartura” que virá para as nossas vidas: bem”. cendo matéria-prima ao inimigo de nossas bênçãos ou maldições? Séculos depois, em Romanos 10, Paulo, insalmas e a seus enviados, para que tomem Uma das áreas do comportamento humano pirado pelo Espírito Santo, escreve sobre: essas palavras e, de alguma forma, as usem que mais requer de nós prudência, é quanto “Os judeus rejeitam a justiça de Deus” e contra nós. ao modo de falar, quanto ao que se fala: o versículo 21 afirma: “Estendi as minhas Conclamo o amado leitor ou leitora, a dei“Porque a minha boca proclamará a vermãos a um povo rebelde e contradizente. xar de se autodepreciar, a não pronunciar dade; os meus lábios O povo havia falhamais palavras más a seu próprio respeito. abominam o que não do”. Hoje, nós tamNunca diga: “Não agüento mais’; “Eu convém. São justas bém somos “o povo sempre fico doente”; “É mal da família, não “Se atentamente ouvires todas as palavras da de Deus” em Cristo tem jeito”; “Isso sempre acontece comigo”; a voz do Senhor, teu Deus, minha boca; não há Jesus, a Promessa “Levantei com o pé esquerdo”; “Não vale a tendo cuidado de guardar nelas nenhuma coisa também está sobre pena viver”; “Prefiro morrer a continuar astodos os seus mandamento torta nem perversa”. nós: Leia também: sim”; “Eu sabia que não daria certo”; “Sou “Eu, a Sabedoria, Levíticos 26.3 a 13 um azarado”; “Meu dinheiro não dá pra que hoje te ordeno, o Sehabito com a prudêne Deuteronômio nada”; “Sou gordo.”; “Estou engordando nhor, teu Deus, te exaltará cia...” (Provérbios 7.12 a 26. de novo”; “Não gosto do meu cabelo”; “(ou sobre todas as nações da 8.7,8 a 13). Sabemos Em todos esses qualquer outro aspecto físico)”; “Tenho terra. Se ouvires a voz do que, se não colocartextos, é afirmapavio curto”; “Sei que não vou conseguir”; mos “trancas” nos da e reafirmada “Tenho depressão”; “Ninguém gosta de Senhor, teu Deus, virão sonossos lábios, estarea parte que nos mim”; “Vamos ter uma semana de luta” bre ti e te alcançarão todas mos, frequentemente, compete fazer, para (mesmo que diga: “e também de vitórias”, estas bênçãos”. pronunciando palavras receber as bênçãos: já declarou as lutas, já tomou posse delas!) (Deuteronômio 28.1 e 2). “não excelentes”, “guardar todos os Misericórdia! Que o Senhor nos perdoe! sobre tudo e sobre mandamentos de Fuja das maldições autoimpostas, leia, viva todos, inclusive, sobre Deus”. Isso significa e pratique a Palavra de Deus: “... falarei nós mesmos. que há uma “condicionalidade”. Da nossa coisas excelentes; os meus lábios proferirão É preciso, para não afastar de nós as atitude, do que vivemos, do que é feito e coisas retas”. (Provérbios 8.6). “... a língua bênçãos, para nos fartarmos, e não nos do que é falado por nós depende a bênção. dos sábios é medicina” (Provérbios 12.18). prejudicarmos, cumprir, no dia a dia, nas Provérbios 1.31 é categórico: “Portanto, “... do fruto da boca o coração se farta, do pequenas coisas, nas palavras, nos comencomerão do fruto do seu procedimento e que produzem os seus lábios se satisfaz”. tários, durante o nosso “falar sozinho (a)”, dos seus próprios conselhos se fartarão”. (Provérbios 18.20) é preciso cuidar do “fruto” de nossa boca. Se o nosso “procedimento”, se os nossos “Fala com sabedoria, a instrução da bondaPensemos bem: o que a nossa boca fala “conselhos” é que definem do que teremos de está na sua língua”. (Provérbios 31.26). traz fruto! Há consequências que advirão fartura, isto é, “plenitude, sobejo, suficido que falamos. Não se deve, não se pode, ência, abundância”, está em nossas mãos, Maria Célia Pereira Leite Colaboradora do Jornal Boa Palavra não convém pronunciar palavras que irão depende de nossas atitudes, que tenhamos


8

2010 chegou | Fevereiro de 2010

Culto na Virada do Ano

por Ana Clara Guerra

Passagem de ano em consagração No último dia 31 de dezembro, aconteceu uma grande festa para celebrarmos os feitos do Senhor em 2009, e também para aguardarmos o que Ele tem para o Seu povo em 2010. O culto contou com a participação no louvor do Coral Doxa, da IBP.

A igreja em adoração

A igreja celebrou também os 10 anos de ministério pastoral do Pr. Jonas Neves em São Paulo. Houve também a apresentação dos membros do Conselho Fiscal da IBP no ano de 2010. Um clamor foi levantado em favor dos pastores e missionários que se têm colocado à frente para levar o nome do Senhor em suas igrejas e até em outros países.

Apresentação do Conselho Fiscal da IBP 2010

As igrejas de Guarulhos, Santo Amaro e Taboão da Serra estiveram presentes no culto, enquanto as igrejas de Diadema, Taubaté e Indaiatuba esperavam a chegada do novo ano em seus locais, mas não deixando de estar celebrando com a sede através da internet. A Palavra ministrada pelo Pr. Jonas Neves foi sobre Consagração, tema dado por Deus para a IBP nesse ano. “O Senhor procura pessoas que façam parte de um grupo cujo intuito seja auxiliar outros; para isso, precisam ser sacerdotes”, destacou o pastor no decorrer da mensagem. Para ser um, conforme a Palavra do Senhor diz em Êxodo 28, devemos ser limpos, lavados com água, com vestes sacerdotais, ungidos com óleo e cobertos pelo precioso Sangue de Jesus. Após a mensagem, todos tiveram um tempo para consagração a Deus de suas vidas e dos familiares. O ano iniciou com muita unção e alegria entre os membros e visitantes, pois todos creem que o melhor do Senhor está por vir, se vivermos em consagração.

Pr. Jonas comemorando os 10 anos de ministério na IBP

Coral Doxa ministrando o Louvor


Fevereiro de 2010 | Geração de Avivamento Canal Jovem

Radical Teen

Tempo de reflexão

A consagração é Radical

Parar? Para quê? Você está em um caminho. De uma hora para outra, você é convidado a parar tudo e dedicar um pouco de atenção à sua vida. Você pensa que parar pode atrasar um pouco os seus passos e diz que dá cuidar de sua vida enquanto caminha. O tempo passa e mais uma vez, você é convidado a parar e ter atenção. Você, mais uma vez remindo o tempo, pois os dias são maus, pensa que não há tempo a perder e continua o caminho. Assim acontece durante muito tempo e, quando ocorre algo que foge a seu controle, você é obrigado a parar. De uma hora para outra. Você reclama. Não entende. Tenta forçar o passo, mas não consegue. Depois de muitas tentativas em forçar o passo, você se recorda dos convites para parar.

Como o Apocalipse 16 canta: “É muita treta, gente!”.

- Pare por um momento. No caminho da consagração, somos convidados por Deus a parar e a nos dedicar a uma avaliação do altar. Como está a minha vida? Como está o meu tempo? Como estão as minhas motivações? Deus tem sido o alvo? Quando Deus nos faz esse convite, é preciso parar tudo e dar total atenção do que Ele quer nos falar. Ocupamo-nos demais com a ação e pouco com a avaliação. Há muitos passos em caminhos tortos que poderiam ser evitados, se houvesse preocupação em parar e avaliar nossas atitudes. - Pare no primeiro convite. Deus não desiste de nós. Ele insiste em nos ensinar a caminhar sob sua direção e cuidado, porém, quanto mais demoramos a aceitar seu convite, mais trabalhoso vai ser o aprendizado. Não seja como Jonas que fugiu e foi engolido por um grande peixe. É importante aceitar o primeiro convite. Deus está me convidando e, dependendo do meu posicionamento, Ele usará outras formas de convite. É importante cooperar com o plano de Deus e deixar Sua voz acalmar o nosso coração. Ela vai nos direcionar para o caminho que Ele tem para nós. - Não pare, se não for convidado. Existe o momento certo de parar e ele dura um momento. Há aquele que deseja parar, sem ter iniciado o caminho. Não podemos ficar somente nos planos e, na avaliação. Ela tem um propósito e após isso, é importante prosseguir diante do aprendizado. Uma vida consagrada alcançará vitórias, se nossos passos forem orientados pelo nosso Mestre. Se a ordem é para prosseguir, não pare, se não for convidado. Lembrando que o parar aqui não é o parar para orar, adorar, buscar sua direção, meditar em sua palavra. Esse convite é feito em todo o tempo, todo dia. - Convide outros a parar. Deus nos fez uma família, um exército. Temos amigos e irmãos indo em direções opostas ao chamado de Deus. Muitas vezes, somos indagados por nossos irmãos, quanto ao caminho que estamos seguindo. Isso é ótimo. É bom saber que há pessoas que se preocupam conosco e nos ajudam a vencer as pedras do caminho. Para isso, é preciso se envolver com as pessoas e, assim, viver essa ajuda que a família nos proporciona. Nós crescemos, quando, em uma célula, convivemos com irmãos que estão em várias etapas do caminho. Aprendemos a ter tolerância e a respeitar o tempo de cada um. Aqueles que iniciaram, agora, no caminho, precisam da referência daqueles que já prosseguiram vários passos. E por que não convidar a parar aquele que é seu parente, ou amigo? Aquele que não conhece o único caminho, Jesus. Saiba que se você chegou à determinada fase do caminho, é porque há muito o que ensinar a tantos que se sentem perdidos e sem direção. Vença o medo e a timidez, convide uns a parar e outros a prosseguir! E quanto a nós? “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno.” (Salmos 139. 23, 24.). Tiago Rocha - Membro da IBP - Canal Jovem www.canaljovem.org.br

Na real, é mta treta fazer td certinho, a gente sabe q ñ é perfeito, mas isso não é motivo pra se esconder atrás dos defeitos, e ficar nos culpando pro resto da vida, certo? A pressão é tanta q mtos perdem a noção do certo e errado, deixam os seus princípios e começam a fazer o q querem e ninguém tem o direito de interferir. Isso até parece coisa de gente grande, mas, é uma tremenda roubada, você acaba ficando perdido! Já se perdeu alguma vez? Sem saber onde estava, ainda por cima, sozinho? Q medo, certo? Errado!!! O pessoal está curtindo viver sem rumo, é só olhar para o q acontece nas baladas, pode até ter mta diversão e curtição, mas, tb tem mto álcool, droga, prostituição e, ñ adianta dizer q vai só pra conhecer , q ñ vai

R4DIC4L T33N

se envolver!

!

9

ATENÇÃO! VC NÃO PRECISA PARTICIPAR PRA SABER O Q ACONTECE. Todo ambiente vai te envolver, vc vai se acostumando com o clima do pecado, e qdo acordar, pode estar com um filho nos braços, feridas na alma e no corpo, sonhos destruídos e mto longe de ser feliz!! É mta treta decidir certas coisas, mas vc é esperto! Pra que começar o q vc sabe q vai dar errado? Nem sempre td q parece ser bom e legal será o certo a fazer. Por isso, abra o olho, meu! “O caminho q leva para vida é estreito e difícil, e pouca gente vai por ele. Largo e mto fácil é o caminho q leva pra perdição” Mateus 7:13,14. E aí, qual vai escolher? Não esqueça, vale a pena pagar o preço!!! Tiago Marcolongo Pastor Radical Teen


10 Saúde | Fevereiro de 2010 Corpo & Forma

Psicologia

Santificai-vos

Evite drogas!

Santidade ao Senhor

Atividade física e o diabetes

A maioria das pessoas está ciente dos inúmeros problemas que estão associados ao uso excessivo de drogas. Porém, poucas pessoas conhecem os verdadeiros efeitos das drogas no corpo humano.

“Farás também uma lâmina de ouro puro e nela gravarás: Santidade ao Senhor. De maneira que esteja na mitra”. Êxodo 28:36,37

A atividade física não é só recomendada para a população diabética, pois, tem um grande poder preventivo e em alguns casos até curativa. O exercício feito com planejamento e coerência gera maior adesão ao programa, bem como diminuição imediata da glicemia. Consequentemente, a redução da utilização de medicações como insulina e comprimidos, e também da hipertensão arterial a médio e longo prazo, gerará bem-estar, aumento da autoestima, saúde e qualidade de vida. Em todo programa de treinamento, seja ele moderado ou intenso deve, obrigatoriamente, ser solicitado para o aluno um atestado médico para que o profissional de Educação Física tenha informações detalhadas. Um exame fundamental é o teste ergométrico, que, de forma fidedigna, informa as condições cardiorrespiratórias. E por fim, deve-se fazer uma anamnese, que é um questionário em que o aluno informa dados importantíssimos sobre seu dia a dia, para que o profissional possa ter parâmetros para atingir os objetivos do aluno, de forma segura e saudável. Lembre-se de que o diabetes é uma disfunção e as doenças propriamente ditas são decorrentes de uma descompensação da glicemia.

O indivíduo sente um prazer muito grande com o uso inicial da droga que atinge o cérebro. Com o passar do tempo, esse efeito diminui, e o consumo aumenta para a obtenção desse mesmo prazer inicial, aparecendo assim a compulsão. Nessa fase, a pessoa sofre e perde o controle, surgindo, os transtornos físicos e emocionais. E, como consequência, também aparecem os danos de saúde e financeiros; além dos prejuízos no convívio familiar, profissional, escolar etc. Segundo o Cebrid (Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas), cerca de 46% dos jovens usam ou já usaram algum tipo de droga. O consumo nessa faixa etária, muitas vezes, é encarado com uma brincadeira, porém, extremamente perigosa. Infelizmente, nesta época do ano, no carnaval, as pessoas ficam mais suscetíveis ao uso desses elementos, sejam sozinhas ou em um grupo de “amigos”. EVITE AS DROGAS! O sofrimento e as perdas não valem a pena. Deus tem um bom futuro para você. Não sinta medo de pedir ajuda. Pense nisso!

A mitra, que é uma cobertura para a cabeça, faz parte das vestes sacerdotais, sem as quais não poderiam sacrificar ao Senhor, pois, se assim o fizessem, morreriam. Todos nós temos esse chamado sacerdotal através do sacrifício do Sumo Sacerdote, Jesus Cristo. Hoje, na era da graça, temos a “mitra” na figura do “capacete da salvação”. A mente que é salva e renovada pela Palavra de Deus, é levada cativa à obediência de Cristo e vive em santidade ao Senhor. O fato de ela ser usada na cabeça traz à tona a responsabilidade que a cabeça do lar tem em relação a sua família, tanto o homem quanto a mulher não são imitados por seus filhos pelo que dizem e, sim, pelo que fazem, o estilo de vida fala mais alto que o discurso, então, essa mitra será notada através das atitudes. Caso contrário, corremos o risco de ter uma mente cauterizada pelo pecado, morrendo espiritualmente, sem a oportunidade de ver a glória de Deus, pois, sem santidade, jamais veremos a Deus. “Santifica-os na verdade a Tua palavra é a verdade.” João 17:17

A atividade física é vital para o controle e até mesmo a reversão do quadro de pré-diabetes.

Mary Estevam

Teka Cassab

Luiz Américo Bravo - Membro da IBP

Psicóloga - Membro da IBP

Membro da IBP

CREF: 1260-G - www.qualitevie.com.br

Nutrição

Ganho de peso nas férias: como recuperar a forma. As férias representam o momento de descanso muito prazeroso. Saímos totalmente da rotina em vários sentidos, inclusive na alimentação e atividades físicas, o que acarreta alguns quilos a mais na volta à vida real. Na tentativa de perder o excesso, as pessoas começam dietas muito restritivas e sem fundamento. Para perder peso de maneira saudável, observe algumas dicas importantes: - Aumente o consumo de alimentos diuréticos (erva doce, hortelã, melancia, limão, agrião, aspargo, salsão, salsa, berinjela);

prontos, salgadinhos e sal); - Evite também alimentos com alto teor calórico, como os gordurosos e doces. Toda energia extra é armazenada nas “gordurinhas localizadas”; - Beba bastante água. Além de ajudar a diminuir a retenção auxilia no funcionamento intestinal. É essencial que se tome pelo menos 2 litros por dia. Volte à rotina das atividades físicas. Caso não tenha esse hábito, mude sua rotina, pois, os exercícios são fundamentais.

- Coma de 5 ou 6 vezes ao dia, mas refeições de pequeno volume. Isso ajuda a controlar a fome e, por outro lado, auxilia o corpo na queima de gorduras. - Evite alimentos ricos em sódio que aumentam a retenção hídrica (embutidos em geral: linguiça, salsicha, mortadela e também temperos

Ádila Mizrahy - Nutricionista Membro da IBP - www.vivanutri.com.br


Fevereiro de 2010 | Reflexão

11

Reflexão

O que um viajante deve carregar consigo? Sob um sol escaldante, o povo começa a arrumar as suas bagagens, crianças, idosos e doentes serão colocadas nas costas dos poucos animais de carga disponíveis. A marcha inicia, não há muita água, ela deve ser consumida com moderação até que se encontre um poço para abastecimento. A comida é guardada de maneira precária e é carregada com o mesmo cuidado com que se leva ouro e pedras preciosas. Contudo, algo terrível acontece, um odor forte é sentido, e é exalado de uma das bagagens de onde estão guardados alguns dos cereais e mantimentos. O viajante não tem muito tempo, de imediato, ele terá que remover o alimento estragado, isso para que não comprometa todo o resto dos alimentos. Essa medida é urgen-

te, se considerarmos que essa pessoa é um comerciante e esta em uma rota comercial. O fato descrito era a dura realidade de muitos povos nômades na Antiguidade, ou mesmo, em épocas mais recentes, quando um mundo ainda era uma grande esfera e não essa pequena aldeia global que é hoje. Os viajantes não tinham muito que fazer, a não ser colocar fora todo o conteúdo considerado impuro e que pudesse comprometer a integridade das demais bagagens, o objetivo era separar o puro do impuro, o íntegro do corrompido. Assim, nasce um conceito tão antigo como a necessidade de busca pelo que é legitimo, a saber, o conceito de santo ou santidade. Santo e santidade seriam, portanto, a separação do excelente, do que não pode ou não deve ser corrompido. Esse conceito permearia para sempre o pensamento religioso dos hebreus do Antigo Testamento. Ele ainda seria adotado no pensamento neo-testamentário e, por conseguinte no pensamento cristão, já sendo associada à pessoa de Deus. Logo, santidade seria um atributo de Deus e de coisas e pessoas reservadas para Ele, que distinguem quem ou o que possui como “diferente” e “de outra

qualidade” em relação às coisas comuns da criação. Dessa forma, outro conceito seria amplamente usado no discurso religioso, o conceito de santificação. A santificação estaria muito próxima da experiência vivida pelo nômade na sua tarefa de peregrinação pelo deserto, seria a separação de algo importante, para que esse não sofresse deterioração. Se pensarmos na caminhada do beduíno pelo deserto, como uma metáfora para a vida de alguém, poderíamos pensar no processo de santificação como sendo isso, alguém que quer chegar ao final de sua jornada com o máximo na sua bagagem, sem ter sido danificado pelo tempo, dia após dia, pelo caminho. Aquele que quer se manter íntegro deverá lançar fora tudo o que ameaça a sua integridade pessoal e sua bagagem. A santificação seria exatamente um processo de escolha do que cada um deve carregar consigo na sua trajetória existencial, ou seja, todos os dias, aquele que quer ser santo deveria auditar suas bagagens e avaliar o que deve por ele ainda ser levado, ou se deve ser deixado pelo caminho. Ser santo é escolher boas bagagens para serem levadas pela estrada da vida. Paulo Saraiva - Celulas IBP celulas@batistadopovo.org.br

Reflexão

Jesus era místico? O misticismo baseia-se na personalidade da pessoa. Irmãos e irmãs que se consideram “místicas” só podem ser alcançados por líderes que apresentam essa mesma característica, porém, potencializada de maneira incrível, posto que, para assegurar seus “títulos”, e também seus “subordinados”, é necessário que estes mesmos se autoafirmem graduados numa universidade angelical, bem mais distinta ou com um nível de unção diferenciada dos demais mortais preenchidos pelo mesmo Espírito Santo que ungiu Jesus que, na maioria das vezes é discernido pelos mais “espirituais” da igreja, além de uma pós-graduação em línguas celestes, incluindo os dialetos utilizados pelas castas angelicais mais baixas que vivem pelas periferias e guetos celestiais da Nova Jerusalém. É impressionante a distância que muitos seguidores nutrem e escolhem manter psicologicamente de seus líderes, apóstolos, pai-póstolos, dino-póstolos, pastores, patriarcas, gurus e companhia limitada. O interessante é que Jesus desceu à condição humana, exatamente, para não influenciar outras pessoas as quais já conhecia de antemão e, sim, para manter seguros corações e motivações e também respeitá-las, de modo a não tentá-las segundo suas inclinações naturais à busca de um nível oculto, místico, reservado para “iniciados” nos segredos divinos. Jesus escolheu fazer tudo justamente ao contrário.

Ele estabeleceu como ninguém relações com base na humanidade. Escolheu ser humano, e Seus ensinamentos o eram. Emanuel, Deus conosco, como um de nós, sabendo quem somos nós, em meio a todos nós. Cristo escolheu a descrição de um vaso de barro, para como ninguém jamais o fez, exteriorizar toda a beleza e preciosidade dos tesouros ocultos desde o primeiro Adão. Temos que ser um pouco mais humanos nesses dias. Ele veio resgatar nossa humanidade. Não permita que falsos ensinamentos ou “mistérios ocultos” venham tentar desassociar a humanidade outorgada a você pelo próprio Criador de sua vida espiritual. Jesus fluía em Seus dons através de Sua compaixão, através de Sua empatia, através do Seu carisma. Cristo era carismático, não místico. Ele veio revelar o divino naquilo que era humano, e resgatar a beleza e preciosidade que foram originalmente feitas para habitar o homem. Não tente ser mais do que você é. Deixe Cristo ser em você, assim, desse jeito. Sem precisar copiar ninguém. Seja você mesmo em Cristo! Sem. Airton Quinello Jr. juninho@batistadopovo.org.br


12 Nossas Igrejas | Fevereiro de 2010 por Myrian Rosário

Conhecendo Nossos Obreiros

“Eis-me aqui, Senhor!” Entrevista – Seminarista Airton Quinello Júnior, da IBP Taboão da Serra Ele está à frente da IBP Taboão da Serra há pouco mais de um mês, desde que o Pr. Paulo Silva, fundador da igreja, deixou o cargo para atuar como missionário na IBPsede. Casado com Tânia Cristina, com apenas 30 anos, o seminarista Airton Quinello Júnior, o Juninho, já atuou como auxiliar do Canal Jovem, conselheiro e supervisor de células. Um ano após ter sido transferido para Taboão, Juninho se torna, agora, o pastor titular da igreja. Conheça um pouco mais sobre esse jovem seminarista que não tem medo de desafios. Boa Palavra - Você sempre quis ser pastor? Juninho - Não. Até os 15 anos, por mais estranho que pareça, queria ser médico e, ainda por cima, neurologista. Boa Palavra - Como, quando e como aconteceu o seu chamado para o ministério? Juninho - Sempre fui um apaixonado pela vida, pelas pessoas. Eu me converti no final do ano de 1998, porém, jamais, imaginei seguir o ministério pastoral. Após uma intensa busca e a experiência do batismo no Espírito Santo, em 2003, meu amor pelas almas e por Jesus foi poderosamente intensificado. Tive a convicção de meu chamado após escutar a voz do Espírito e viver uma experiência marcante de arrebatamento. A força e a intensidade com que compartilhava o Evangelho começaram a atrair cada vez mais pessoas e o Senhor confirmava Sua presença através de sinais e maravilhas nas células as quais liderava. Meu ministério começou a ser confirmado pela voz de profetas e reconhecido pela igreja. Houve um momento, então, quando, pela primeira vez na vida, tive plena convicção de meu destino. Boa Palavra - Como se converteu? Juninho - Eu me converti aos 15 anos de idade, após ser curado de um aneurisma cerebral. Minha mãe, que sempre foi uma cristã praticante, tinha me ensinado as noções básicas do cristianismo e sempre me incentivara a ler a Bíblia. Eu, porém, insistia em ter uma vida desregrada e, literal-

mente, fugia de compromissos religiosos. Quando estava internado no CTI, resolvi orar a Deus e passei a buscá-Lo todas as noites. Numa dessas noites, tive uma visão, vi a “mão de Deus”, Quando essa mão se aproximou do meu crânio, adormeci. Acordei no dia seguinte totalmente curado e sem nenhuma sequela, para espanto de toda junta médica envolvida na averiguação de meu caso. Guardo os exames até hoje. A partir daquele momento, decidi seguir ao Deus Vivo, Jesus Cristo, que tem poder para nos curar de todas as enfermidades e nos remir de todos os nossos pecados. Boa Palavra - Como você reagiu à saída do Pr. Paulo e à possibilidade de assumir a igreja? Juninho - Agi com cautela, honrando a memória de tudo o que já havia sido construído por meu antecessor. Toda mudança acaba, de uma forma ou outra, sendo traumática. Desde que assumi a frente do trabalho em Taboão da Serra, o Senhor tem testificado seu pleno controle e confirmado cada mudança através de Sua majestosa presença em cada culto que realizamos. Boa Palavra - Qual foi a importância do Pr. Paulo Silva para o seu ministério? Juninho - Há conselhos que valem muito, e com certeza, fui muito enriquecido com os conselhos e no convívio com o Pr. Paulo Silva. Eu me preocupava com o “dever sagrado” de ter de agradar com meu ministério e também com as exigências rigorosas de um ministério cheio de complexidades e difícil de ser exercido. Com o Pr. Paulo Silva, aprendi o valor da simplicidade e da importância do reconhecimento da humanidade na vocação pastoral. Sua influência foi sadia e posso dizer que ajudou na formação de meu ser. Porém, o aprendizado deve ser aplicado de modo existencial, as verdades apreendidas devem ser experimentadas, por mais valiosas que sejam. E esse é o momento. Agradeço sua ajuda até aqui e, daqui, sigo procurando as pistas para o meu próprio

Sem. Airton e sua esposa, Tânia Quinello

caminho. Boa Palavra Como a igreja está reagindo a essa nova fase? Juninho - No início, como em qualquer mudança, houve certo receio. Mas percebo que tudo o que passamos serviu para estreitar nossos laços e conhecermos melhor uns aos outros. Boa Palavra - Quais são os seus desafios? Juninho - Apresentar uma nova estrutura, uma nova visão, para um novo povo que creio estar chegando, sem esquecer daqueles que permaneceram conosco. Uma igreja sem rótulos, uma igreja para todos. A tão sonhada unidade sem a tirania sempre presente em toda tentativa de uniformidade. Boa Palavra - E as maiores alegrias? Juninho - São muitas. Algumas delas são a salvação e a restauração de vidas, jovens libertos de dependência química, famílias reestruturadas, irmãos e irmãs preenchidos pelo poder do Espírito Santo, libertações, curas e sinais em nosso meio, o sorriso no rosto das crianças que frequentam nossos cultos, além do crescimento no conhecimento da Palavra de Deus. Boa Palavra - Quais as maiores necessidades da região? Juninho - Entretenimento, acesso à cultura, trabalhos específicos voltados ao jovem, especialmente, em relação à prevenção e combate às drogas e ao alcoolismo, além de um acompanhamento dirigido especificamente para o tratamento das famílias, visando à sua restauração. Espiritualmente, creio que necessitamos de um maior envolvimento da parte de todas as igrejas e congregações ali localizadas no intuito de utilizarmos a adoração como

arma de guerra, combatendo os principados e potestades que têm agido na vida de tantas pessoas, através dos vícios e do envolvimento com o crime. Boa Palavra - Você sonhava se tornar “o pastor da igreja” tão cedo? Juninho - Realmente, não. Até porque já estava exercendo o meu papel e chamado pastoral independente de estar à frente do trabalho. Não tinha pressa alguma, posto que a pressa é uma inimiga perigosa e faz com que muitas vezes sacrifiquemos valores, princípios e a ética, em nome de alcançarmos, o mais cedo possível, o cume do monte chamado “sucesso ministerial”. Meu sonho sempre foi o de pastorear, mas jamais permiti que esse sonho fosse contaminado pela pressa na sucessão de outra pessoa. Sempre temi ser um prisioneiro da pressa, da competição. Reconheço que nessa cautela, muitas vezes até imobilizadora, perdi algum tempo em minha vida. Mas não queria acabar como alguém cheio de sonhos para a igreja e projetos ministeriais e, ao mesmo tempo, alguém sem alma, sem humanidade, sem amor. Uma espécie de robô. Mas as coisas acabaram acontecendo naturalmente e, como Isaías, me mantive à disposição do Senhor e Seus caminhos supremos, declarando prontamente: “Eis-me aqui, Senhor...”.


Fevereiro de 2010 | ABCP Peckham

ABCP

Como viver bem em 2010

ABCP tem nova casa

Seguem algumas sugestões de como viver 2010 em bom estilo, segundo o pensamento do Apóstolo Paulo em Colossenses 3.

Desde o último dia 19 de dezembro, a Associação Beneficente e Comunitária do Povo concentra a assistência social e a administração em um único lugar, localizado na Rua Afonso Celso, 1185, bairro Santa Cruz. A casa dispõe de amplas salas que ainda passarão por pequenas reformas, para que o espaço seja otimizado e explorado ao máximo. “O objetivo é fazer com que ela se torne um centro de convivência para as pessoas carentes”, relata Douglas Bordini, gestor da ABCP. O novo local é para atendimentos médicos, odontológicos, fisioterapêuticos, todos já realizados no antigo espaço, além de duas novidades: biblioteca e inclusão digital, a fim de dar mais conhecimento e educação aos usuários. A Casa de Apoio do bairro Cidade Ademar continua funcionando normalmente, oferecendo moradia para homens que desejam reconstruir suas vidas. A ABCP mantém a campanha permanente para cadastro de voluntários que ajudem na prestação de serviços e organização da casa. Há também captação de outros recursos como doações financeiras, materiais de construção, e outros. O total arrecadado na Campanha Natal por Parte das doações cedidas R$ 5,00 feita no fim do ano passado e direciopara a ABCP nado para a reforma da nova casa da ABCP foi de R$ 9.635,00. “Até o momento, já investimos R$ 8.442,17, esta é a 1ª etapa da adequação da nova sede aos nossos projetos”, completa Douglas.

1) Paulo parte da hipótese de que você ressuscitou em Cristo para novo estilo de vida, então, sua primeira sugestão é viver em bom estilo de forma vertical. Ele disse: “Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus” (v.1). Viva 2010 em bom estilo e viva de forma que sua diligência em procurar, pensar e fazer e mantenha conectado com Deus. 2) Ele nos direciona para o nosso convívio comunitário social, e esta é nossa responsabilidade horizontal, ou seja: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade” (v. 12). Estes atributos foram sendo restaurados em nós, por isso, podemos amar, suportar e perdoar uns aos outros. Temos que viver em bom estilo e manifestar no convívio comunitário aquilo que recebemos de Deus, quando nascemos de novo. Esta é a premissa paulina: Portanto,

como foste ressuscitado, sim, Deus tem um estilo de vida novo para você. 3) Paulo nos dá outra instrução que está relacionada à responsabilidade social, ou seja, esposas sejam submissas aos maridos. Submissão é um dos termos usados na Aliança de Deus com Israel, que significa: rendição, cuidado, proteção e fidelidade. A próxima sentença é de que os maridos devem amar as suas esposas. Com isso, a resposta da esposa ao amor do marido é a submissão, ou melhor, a aceitação do cuidado e da proteção dele. Qualquer coisa que ponha em risco a estabilidade e saúde do relacionamento matrimonial, não revela o entendimento claro do que é submissão e amor nos termos de uma aliança fundada nas coisas que são do alto, visto que já ressuscitaste com Cristo. Louvo a Deus por seu carinho e ajuda em oração.

Pr. Samuel Silva

13

por Ana Clara Guerra

Fachada da Nova Casa da ABCP

IBP Peckham Londres ibppeckham@batistadopovo.org.br

Atenção para o novo telefone: (11) 2365-0386

Novo ano, muitos desafios O ano de 2009 foi de grandes conquistas, crescimentos e vitórias! No mês de setembro concretizamos a locação da nova sede, onde está centralizada toda estrutura organizacional. Podendo oferecer um melhor atendimento aos nossos beneficiários, com o intuito de alcançar melhores resultados na reintegração social de pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 2010 teremos muitos desafios a serem atingidos! Estamos em plena reforma da nova sede, as atividades sociais como Sopão e Café da Manhã retornaram em janeiro. E no mês de fevereiro vão ocorrer nos dias 05, 06, 19, 20, 26, 27. O Sopão ocorre às sextas-feiras às 21h30, tem como ponto

de encontro à portaria da Igreja; o Café da Manhã aos sábados às 7h30 no refeitório da Igreja. Venha participar conosco destas atividades, seja um voluntário nesta obra tão especial. Nossos novos contatos são: Rua Afonso Celso – 1185 Vila Clementino; Fones: 5679-7813 / 2365-0386.

Douglas Bordini - Gestor da ABCP douglas@abcpovo.org.br - (11) 5571-3376

Agência de Comunicação Criação | Design | Editoração | Impressão (11) 8015.7185


14 Atualidades | Fevereiro de 2010 Curtas - Após a temporada de chuvas, também é possível pedir indenização por móveis, eletroeletrônicos e objetos avariados, bem como por danos no imóvel causados pelas chuvas. Só que, nesse caso, é preciso entrar com uma ação na Justiça. O morador do imóvel prejudicado deve reunir notas fiscais de compra dos itens danificados e provas documentais, como fotografias. Para isso, geralmente será necessário arcar com as custas de um perito judicial. Também vale apresentar testemunhas no processo. Já famílias com renda mensal de até três salários mínimos têm um benefício: podem procurar a Defensoria Pública para pedir indenização por danos devido a enchentes. - Quem tem o imóvel atingido por enchentes e alagamentos em São Paulo pode pedir isenção do pagamento de IPTU por um ano. Para isso, é preciso recorrer à subprefeitura, que vai avaliar os danos em casas e condomínios. Por lei, a relação dos imóveis isentos deve ser publicada na praça de atendimento das subprefeituras até o último dia útil do segundo mês após a enchente. A assessoria de imprensa da Secretaria das Subprefeituras admite que a isenção não tem sido decidida no prazo previsto de dois meses devido à grande quantidade de ocorrências. - Do total de quase 2 milhões de automóveis e motocicletas registrados em São Paulo que deveriam ter passado pela inspeção ambiental em 2009, cerca de 25% não compareceram à vistoria obrigatória. A partir de fevereiro, carros, motos, ônibus e caminhões em situação pendente terão o licenciamento bloqueado e podem levar multas mensais de 550 reais. A fiscalização será feita também pelos radares que leem placas e acusam infratores do rodízio municipal de veículos, responsáveis por 27% das infrações de trânsito, que somam cerca de 600 mil mensais. - A estação de metrô Sacomã, na linha 2-Verde, na zona sul, começará a funcionar neste mês de fevereiro, quando será oficialmente inaugurada. A novidade é que o Metrô trocou as catracas convencionais por bloqueios automáticos, que não necessitam de toque para funcionar. Outra novidade é o sistema de ventilação, que umidifica o ar. Para evitar acidentes nos trilhos, há portas de vidro nas plataformas, que só abrem quando os trens

chegam. - Disfarçados de limpadores de vidro, adolescentes se aproveitam do trânsito parado para assaltar motoristas nos semáforos de três cruzamentos da Avenida Rebouças e um da Teodoro Sampaio, em Pinheiros, na zona oeste. Só no mês passado, foram registrados 45 casos nesses endereços, a maioria após as oito da noite. Em novembro de 2009, foram 38. No cruzamento considerado mais perigoso pela Polícia Militar, o da Avenida Henrique Schaumann com a Avenida Rebouças, os carros param a mais de 1 metro da faixa de pedestres para evitar abordagens. A PM admite o problema e alerta que a chamada “gangue dos rodinhos” tem atacado pedestres também. No ano passado, 19 pessoas foram presas acusadas de assalto usando disfarce de limpador de vidro. - Roubos a turistas a caminho da praia no Guarujá e assaltos a casas de veraneio em Praia Grande são as modalidades de crime mais praticadas contra turistas na Baixada Santista durante este início de verão, segundo a Polícia Civil. Segundo o delegado seccional de Santos, Rony da Silva Oliveira, no Guarujá, a existência de muitos apartamentos e condomínios de luxo combinados à grande concentração de favelas e população carente vivendo próximo à praia aumenta a ocorrência de roubos e furtos. - Quem não efetuou o pagamento do IPVA no mês de janeiro, pode acertar o Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores em parcela única neste mês de fevereiro, com início dia 10 e término dia 26, de acordo com o final da placa. - O Ministério do Desenvolvimento Social estuda flexibilizar as regras de acesso ao Bolsa Família, que hoje são exclusivamente financeiras. O ministro Patrus Ananias informou que a ideia é que o critério de renda per capita máxima - que hoje é de 140 reais - seja combinado com acesso aos serviços públicos para definir as famílias que receberão o benefício. Além da renda familiar, seriam levados em consideração também condições de moradia, fornecimento de água potável e tratamento de esgoto.

- Relatório Focus do Banco Central projeta inflação de 4,50% para este ano. O valor fica no centro da meta estipulada pelo governo. A estimativa de inflação para 2009 subiu levemente de 4,28 para 4,29%. Já a projeção do Produto Interno Bruto foi mantida em 5,20% para 2010. A previsão de PIB para 2009, porém, foi revista de retração de 0,24 para queda de 0,26%. - As exportações da China cresceram 17,7% em dezembro após 13 meses de contração, segundo dados do governo. O superávit de 2009 do país chegou a pouco mais de 196 bilhões, valor que representa queda de 34,2%. Foi a primeira retração no superávit da China em seis anos, segundo a agência estatal de notícias do país. - A balança comercial brasileira abriu o ano com déficit de 375 milhões de dólares, segundo o Ministério do Desenvolvimento. O saldo foi apurado nos dez primeiros dias de janeiro. Foram exportados 2 bilhões 526 milhões de dólares e importados 2 bilhões 901 milhões de dólares. - A Japan Airlines vai cortar cerca de 15 mil e 600 empregos até abril de 2013. A informação é da agência de notícias Kyodo. O número representa aproximadamente 30% do quadro de funcionários da companhia. Com a medida, a empresa espera diminuir suas dívidas. A Japan Airlines é a maior companhia aérea do país. - O custo da cesta básica caiu em 2009 nas principais capitais brasileiras, segundo o Dieese. De acordo com o levantamento, que inclui 17 capitais, apenas Belém registrou aumento, de 2,65%. As maiores retrações foram verificadas em João Pessoa, Natal e Aracaju. - As baixas temperaturas registradas na China congelaram uma parte do mar no litoral norte do país, segundo a agência oficial chinesa, Xinhua. O gelo surpreendeu mais de 200 navios pesqueiros, que ficaram parados no mês de dezembro. O frio também causa problemas aos setores de transporte e energia em todo o país. Pouco depois do Ano-novo, o norte da China teve as piores nevascas em seis décadas.


Fevereiro de 2010 | Agenda

Catraca-Livre por Ana Clara Guerra Curso livre sobre a história de São Paulo O projeto “Memória da Cidade” traz um curso livre a respeito da história cultural da cidade de São Paulo, buscando fazer um itinerário pelos modos de vida na cidade de São Paulo ao longo de sua história, hábitos e sua evolução. Nesse caminho, a cidade, sobretudo sua região central, ressurge como cenário e um verdadeiro depósito de memórias da população. Quando: até 03/03 Terças e Quintas às 21h Quanto: Catraca Livre Onde: Caixa Cultural Sé Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo Inscrições pelo telefone: (11) 3321-4400 ou pelo site: www.caixacultural.com.br Iniciação ao uso do computador para Terceira Idade Oficina que ensina a digitar e editar textos, enviar e receber e-mail, gravar arquivos. Quando: 03 a 12/02 – Quarta, quinta e sexta, das 11 às 12h30. Quanto: Catraca Livre Onde: SESC Santo Amaro – Av. Adolfo Pinheiro, 940 Telefone: (11) 5525- 1855 Jogos Livres A oficina de jogos livres possibilita baixar, copiar e distribuir, como jogos de ação, MMORPG, aventura, corrida, puzzles, entre outros. Quando: até 28/02, sábados e domingos das 12h30 às 15h Quanto: Catraca Livre Onde: SESC Pompeia – R. Clélia, 93 – Pompeia – São Paulo Telefone: (11) 3871-7700 Vagas Limitadas

15


IBP Vila Mariana 31 de dezembro de 2009

Nossos Cultos e Reuniões na Grande São Paulo Vila Mariana Rua Domingos de Morais, 1100 Vila Mariana - São Paulo - (11) 5579-3516 batistadopovo@batistadopovo.org.br Terça às 9h - Culto de Jejum e Oração pela Família Terça às 20h - Culto de Libertação Quarta às 15h - Culto Especial para Mulheres 1ª Quarta do mês, às 15h: Desperta Débora Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sábado às 19h - Radical Teen Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 9h e 17h - Escola Bíblica Dominical Domingo às 8h, às 10h e às 19h - Culto de Celebração (às 10h) Domingo às 17h - Celebração da Família

Diadema Rua General Rondon, 95 - (Antigo prédio do Procon) - Centro - Tel.: (11) 4056-2901 ibpdiadema@batistadopovo.org.br Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sexta (3ª do mês) - Celebração Especial para Mulheres Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 9h - Escola Bíblica Domingo às 9h e 17h - E. B. de Capacitação Domingo às 10h e 18h30 - Culto de Celebração Guarulhos Av. Marginal, 315 - Jd. Santo Afonso Tel.: (11) 2085-6028 ibpguarulhos@batistadopovo.org.br Quarta às 15h - Culto especial para Mulheres

Quinta 19h30 - Células Sábado 19h - Canal Jovem Domingo às 10h - Culto de Celebração Domingo 18h30 - Culto de Celebração Quarta e Quinta - Atendimento Indaiatuba Rua XV de Novembro, 1064 Centro, Indaiatuba –SP Fone: (19) 3834-6646 ibpindaiatuba@batistadopovo.org.br Quinta 20h; e no Domingo 10h. Santo Amaro Rua Olívia Guedes Penteado, 152 A - Largo do Socorro - Esquina com a Av. Robert Kennedy Tel.: (11) 5524-2178

ibpsantoamaro@batistadopovo.org.br Quinta às 20h - Culto de Batalha Espiritual Domingo às 10h e 18h30 - Culto de Celebração Domingo às 9h e 17h - Escola Bíblica Taboão da Serra Rua Elza Feres, 328 - Vila Sônia Em frente ao Shopping Taboão Tel.: (11) 4787-8771 ibptaboao@batistadopovo.org.br Quarta às 20h - Culto de Batalha Espiritual Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 19h - Culto da Família Taubaté Rua XV de Novembro, 876 Centro, Taubaté –SP

Fone: (12) 3622-8484 ibptaubate@batistadopovo.org.br Terça às 19h30 - Culto de Oração Quarta às 19h30 - Culto de Restauração e Edificação; Domingo às 09h - E. B de Capacitação Domingo às 19h30 - Culto de celebração

Boa Palavra - Fevereiro 2010  

Boa Palavra - Fevereiro 2010

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you