Page 1

81

Dezembro

SÍMBOLOS preguiça DE NATAL

PÁG. 12

Leia a mensagem de Pr. Jonas Neves. Pág 3

Venho de família mineira simples e pobre, mas uma família muito festeira, em que todas as ocasiões se transformam em festa, ou pelo menos muita comida. Minha mãe, mulher crente e temente a Deus, mas muito simples e da roça, sempre celebrou o Natal, mesmo sem nunca ter saído de Minas Gerais. Lembro-me de que, quando entrava dezembro, ela saía pela redondeza, procurando um “galho em perfeita forma” para fazer a árvore de Natal. Enrolava-a com algodão, pintava, decorava cascas de ovos que ela juntava durante meses, e pendurava-os na árvore. No Natal não tínhamos dinheiro para comprar peru nem nada sofisticado, mas sempre tínhamos um frango especial, doces e presentes que, às vezes, ela mesma fazia em casa, bem simples...

PÁG. 5

Estamos no último mês do ano, uma boa ocasião para refletir sobre nossa vida e fazermos um “balanço” de nossas realizações, afirmando: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (I Samuel 7.12). Fim de ano é tempo de acertar contas, como fazem as empresas e instituições. Como mordomos de Deus, temos uma conta muito

PÁG. 9

séria a acertar, nem tanto com os homens, mas com Deus. A “Parábola dos Talentos” é um roteiro seguro para este importante balanço em nossa vida espiritual (Mateus 25.14-30). O “Homem” que ia partir para uma longa ausência chamou seus servos e repartiulhes os bens.

PÁG. 11 Em 2010, atrás de emprego, Antônio Francisco Sales de Araújo deixou Joselândia, no interior do Maranhão, e chegou a São Paulo. Dois meses depois, o tio que o hospedou na capital o colocou para fora de casa, após seguidas discussões que começavam quando ambos já estavam bêbados. Desempregado e tragado pelo vício do álcool, Antônio Francisco passou a perambular pelas imediações no terminal São Mateus, na zona leste, passando algumas noites em albergue, outras na calçada. “A vida na rua é muito difícil. À noite, eu não dormia, com medo de morrer”, conta Maranhão. Uma pessoa que conhecia o trabalho da ABCP sugeriu a ele que a...

Há mais de 20 anos, os Correios fazem uma campanha social no Natal chamada Papai Noel dos Correios. Crianças de todo o Brasil escrevem uma carta ao “Papai Noel” pedindo brinquedos, roupas e calçados. Segundo dados oficiais dos Correios de 2009 a 2011, mais de quatro milhões de cartas foram recebidas cujo destinatário era o Papai Noel.

VEM AÍ!

PÁG. 14


Dezembro de 2012

MENSAGEM

Um novo ano, Um novo tempo Um novo ano, Um novo tempo Estamos nos aproximando do final de mais um ano. Uma checagem do que vivemos em 2012 pode ser uma boa atitude para aproveitarmos os dias que dele ainda restam e planejarmos um 2013 mais promissor. Podemos começar revisando os alvos que apresentamos diante de Deus no dia 31 de dezembro passado. São alvos de fé! Perseguimos o que planejamos ou desistimos no meio da jornada? É possível recuperar algo que ficou esquecido ou conquistar ainda neste mês? Se não, que tal relacionar novamente nos alvos para o ano que vem? Jeremias, o profeta, exortou Israel com as seguintes palavras: “Assim diz o Senhor: Ponham-se nas encruzilhadas e olhem; perguntem pelos caminhos antigos, e perguntem pelo bom caminho. Sigam-no e acharão descanso. Mas vocês disseram não seguiremos!” (Jr 5.15). De vez em quando, precisamos deixar a pista de rolagem, parar

no estacionamento e reestudar o mapa. Todos nós corremos o risco de inadvertidamente entrar pelo desvio em alguma encruzilhada da vida. É comum colocarmos o nosso carro colado no veículo que vai à frente porque confiamos no seu motorista e, assim, o seguimos sem qualquer preocupação. Para onde ele vai, nós vamos; o que ele faz, nós fazemos; e assim não prestamos atenção ao percurso, não vemos o que está acontecendo ao lado nem o rumo que estamos tomando na caminhada. Isso é muito perigoso! Cada um é responsável pelo modo como dirige a sua vida, da qual presta contas a si mesmo e a Deus. O que o homem semear, colherá! Esta é uma boa hora para diminuirmos a velocidade ou, até, para darmos uma paradinha estratégica e perguntarmos se 2012 foi vivido conforme as santas veredas em que fomos colocados por Cristo. Aquelas antigas,

sabe? Da submissão a JESUS, da santidade, da oração, da obediência que nos faz andar segundo “o mapa” (a Bíblia), da adoração no espírito, do amor fraternal não fingido, do compromisso com o Corpo de Cristo, da fidelidade na mordomia, da evangelização e do discipulado, da criação da família à maneira de Deus etc etc. Deixando nossas opiniões e preferências, façamos o que diz o profeta: perguntemos qual é o bom caminho. No que for necessário, recalculemos a rota e, diferentemente de Israel, digamos: “andarei por ele”. Essa é a maneira de vivermos o descanso prometido e assegurado para as nossas almas. Oremos juntos, rededicando a JESUS a nossa vida, preparando as comemorações de fim de ano de uma maneira que exalte o SALVADOR e aproxime dEle as pessoas e aperfeiçoando a nossa caminhada em Cristo.

Pr. Jonas Neves Presidente da IBP

Desejo a você um FELIZ NATAL e ANO NOVO CHEIO DA VIDA DE CRISTO! //////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

O QUE PLANTAR PARA COLHER EM 2013

Pr. Oliver Rodrigues oliver@batistadopovo.org.br

Como é bom poder chegar ao fim de mais diferente, receberei uma promoção no meu dia, para que 2013 verdadeiramente seja ano abençoado, semeie bons frutos, um ano com a sensação de missão emprego, meus familiares decidirão seguir um ano fantástico, baseado na verdade da dedique-se, ao máximo, a tudo o que fizer, cumprida e fazer uma retrospectiva interna a Jesus, meus problemas estarão todos Palavra de Deus, sabendo que temos a fazendo todas as coisas como se fossem referente a tudo aquilo que fizemos ou resolvidos etc. Apesar de que seria muito responsabilidade de semear no natural, para Deus, aplicando seu coração, deixamos de fazer, tendo a convicção de bom, se tudo isso acontecesse! Entretanto, para que o espiritual venha a mover todas meditando em Sua lei dia e noite, não se q u e f i z e m o s o n o s s o m e l h o r e somos realistas e conhecemos a Palavra de as coisas. Todavia, cientes de que o inimigo influenciando pela postura da nossa continuamos, a cada dia, em busca de ser Deus que nos ensina a verdade, e a viver o está ao nosso derredor, esperando a sociedade. alguém ainda melhor, um pai exemplar, um sobrenatural, chamando à existência aquilo oportunidade para nos atacar; porém, essa Faça a sua parte e o restante deixe nas amigo único, um servo fiel, e um que ainda não existe. Por isso, sabemos oportunidade ele só terá quando nós mãos de Deus, que sabe aquilo que é o funcionário indispensável.

que a vida é uma semeadura e tudo aquilo mesmos lançarmos palavras que nos melhor para nós no momento certo.

É fundamental compreendermos que que temos plantado, colheremos amanhã, amaldiçoem, abrindo brechas que darão 2013 não será um ano mágico, ou que vou sendo assim, precisamos avaliar o que legalidade total a ele. acordar no dia 01 de Janeiro e tudo estará podemos fazer de forma diferente em cada Portanto, você que deseja ter um próximo Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Gálatas 6.7-9


Dezembro de 2012

MENSAGEM

POR QUE E PARA QUE JESUS VEIO

PARA NÓS? SABE AS RAZÕES? Aproximando-se o Natal, é o tempo em que as pessoas vivem mais agitadas e estressadas, com muitas ocupações, entre elas, destacamos: As festas de confraternizações; amigo secreto; compras; viagens de férias etc. Em todas as religiões, são poucos os que sabem por que veio a existir o Natal e qual é o seu real significado. Os que entendem o seu real significado, sabem que foi o fato mais marcante que aconteceu para a humanidade na plenitude dos tempos, conforme registra a Bíblia: “vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher...” (Gl 4.4). A dificuldade maior é dar respostas para a pergunta de nosso tema: “Por que e para que Jesus veio”? A vinda de Jesus ao mundo é uma verdade que não pode ser contestada. E um fato histórico que ninguém pode negar. A vinda de Jesus não aconteceu por acaso, no plano eterno de Deus, Jesus viria como o cordeiro, sem defeito que seria imolado, antes da fundação do mundo e que seria manifestado por amor de nós no fim dos tempos (I Pe 1.20). Foi prevista pelo próprio Deus, quando surgiu o pecado, (Gn 3.15) e também pelos Profetas do Senhor. A Bíblia registra que a vinda de Jesus, que foi prevista e aconteceu, trouxe uma soma de grandes benefícios para a humanidade e, para descrever todos, usaríamos várias páginas. Porém, toda a humanidade poderia ter o conhecimento das principais razões da vinda do Senhor Jesus, que precisam ser vividas e também ser compartilhadas com todos.

Primeira razão: Obedecer à vontade do Pai: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16). Em várias ocasiões, Jesus afirmou que ele veio para fazer a vontade do Pai, e foi obediente e submisso até a sua morte. E o Deus Pai agradava-se dessa atitude de seu filho, por isso em duas ocasiões, no batismo e na sua transfiguração, o Pai disse a respeito do filho: “E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mt 3.17), “Falava ele ainda, quando uma nuvem luminosa os envolveu; e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi” (Mt 17.5). Segunda razão: Para levar sobre si os nossos pecados: “Sabeis que ele se manifestou para tirar os pecados, e nele não existe pecado” (I Jo 3.5). Tínhamos um escrito de dívida diante de Deus, por causa de nossos pecados, precisaria alguém pagar essa dívida, e o único que poderia fazer isso seria Jesus. E o Apóstolo Paulo registra em Colossenses 2.14, que “Jesus pagou o nosso escrito de dívida, removendo-o inteiramente, encravando-o na cruz”. Terceira razão: Para nos dar vida eterna E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está no seu Filho. “Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida” (I Jo 5.11-12). O próprio Senhor Jesus, quando se referiu à vida eterna em sua oração sacerdotal, disse:

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Jo 17.3). Quarta razão: Destruir as obras do diabo “... Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo” (I Jo 3.8). Sabemos que Satanás é o pai (origem) de todo pecado. Ele faz de tudo para manter as pessoas nas trevas, escravizadas e distantes da verdade, cegando seus entendimentos. Jesus, em todo seu ministério terreno, teve confronto com satanás, e derrotou-o através de sua morte na cruz: “e, despojando os principados e potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz” (Cl 2.15). Satanás e seus demônios ainda estão agindo neste mundo do qual ele é o príncipe. Ele tem legalidade e tem agido por causa do pecado que cometemos e nas vidas que não vivem segundo os mandamentos de Deus. Mas aqueles que vivem obedecendo à vontade de Deus têm uma arma poderosa para vencer Satanás e seus aliados: “O Nome de Jesus”, que está acima de todo nome. Quinta razão: Cumprir a Lei Ordenada pelo Senhor Nosso Deus Deus estabeleceu a Lei, entregou a Moisés, para que as pessoas cumprissem, mas ninguém conseguiu cumprir a Lei de Deus. Paulo escreveu dizendo: “Mas, antes que viesse a fé, estávamos sob a tutela da lei, e nela encerrados, para essa fé que, de futuro, haveria de revelar-se”. “De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados pela fé” (Gl 3.23-24). Jesus disse: “Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar; vim para cumprir” (Mt 5.17). Jesus cumpriu integralmente a Lei estabelecida por Deus em nosso lugar e essa é uma das razões pela qual veio ao mundo.

Todas as quintas-feiras, às 20h , o Pr. Osmar Bento dirige o Culto de Restauração e Edificação.

Pr. Osmar Bento Ministério de Restauração

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

RESTAURANDO PESSOAS, REFAZENDO VIDAS Rua Afonso Celso, 1185 - Vila Mariana

www.abcpovo.org.br


Dezembro de 2012

MENSAGEM

Estamos no último mês do ano, uma boa

é, de acordo com o que poderia fazer.

não contribuindo com o dízimo; não

ocasião para refletir sobre nossa vida e

Se o “Homem” repartiu seus bens a “cada um

frequentado a igreja; não ganhando almas

fazermos um “balanço” de nossas realizações,

segundo a sua capacidade”, no acerto final, irá

para o Senhor. Chegará, fatalmente, o dia de

afirmando: “Até aqui nos ajudou o Senhor” (I

requerer DE CADA UM SEGUNDO A SUA

acertos de conta. Você será aprovado como o

Samuel 7.12). Fim de ano é tempo de acertar

RESPONSABILIDADE. O que recebeu cinco

de cinco talentos e o de dois, ou reprovado

contas, como fazem as empresas e

talentos, servo com muitos dons e muita

como o de um?

instituições. Como mordomos de Deus, temos

capacidade, começou a trabalhar, sem perda de

O servo de um talento foi reprovado por ter

uma conta muito séria a acertar, nem tanto com

tempo, para ganhar o correspondente ao que

recebido apenas “um” talento? De modo

os homens, mas com Deus.

recebera. De igual modo, procedeu ao que

nenhum. Reprovado por causa da sua

A “Parábola dos Talentos” é um roteiro seguro

recebera dois talentos: capacidade menor e

negligência. Se procedesse como o de cinco e

para este importante balanço em nossa vida

menor também sua responsabilidade. Com

o de dois, na medida de sua capacidade, teria

espiritual (Mateus 25.14-30).

diligência trabalhou e tudo fez para ser

sido aprovado com elogios. A “Parábola dos

O “Homem” que ia partir para uma longa

aprovado. O que recebeu um talento tinha pouca

Talentos” nos exorta ao trabalho: assíduo,

ausência chamou seus servos e repartiu-lhes

capacidade, porém, recebeu responsabilidade

responsável, consciente. Sirvo a Deus e não a

os bens:

menor. Em lugar de fazer como os dois

homens e, contas darei, não a homens, mas a

A um deu cinco talentos (talento era

primeiros, isto é, trabalhar com a finalidade de

Deus. Trabalharei na medida da minha

um objeto redondo e achatado usado para

a)

angariar o correspondente ao que recebeu,

capacidade, sem olhar para este ou aquele,

pesar metais, tanto em Israel como na

cruzou os braços.

mas somente para o Senhor Jesus, a quem

Mesopotâmia e seu peso variava entre 30 e 43

Cada um de nós, servos de Deus, recebeu um

darei contas de minha mordomia. Deixemos de

quilos). Este servo, portanto, recebeu cinco mil

“dom” especial: capacidade para música; para

lado desculpas, e cada um de nós ponha no

moedas de prata;

visitar enfermos; escrever; pregar; ensinar e

arado a sua mão e prossiga “ao prêmio da

b)

tantos outros dons.... O tempo corre, os anos

soberana vocação em Cristo” (Filipenses

A outro deu dois talentos (duas mil

moedas de prata);

passam, não há tempo a perder!

3.14), até ouvir dos lábios do justo juiz: “Bem

c)

Quantos servos do Senhor, hoje, estão

está, servo bom e fiel; foste fiel no pouco,

moedas de prata.

“enterrando” os dons e talentos que receberam

confiar-te-ei o muito; entra no gozo no teu

A cada um deu segundo sua CAPACIDADE isto

do Senhor? Não estudando a Bíblia; não orando;

Senhor”.

Ao terceiro deu um talento, isto é, mil

Toda terça-feira, às 9h, no templo 3, o Pr. Enéias Tognini dirige sob a unção do Espitito Santo, o culto de Jejum e Oração.

Pr. Enéas Tognini Fundador e Pastor Emérito da IBP

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////


Maio de 2012 Dezembro de 2012

Pr. Ricardo Dawel

ricardosantoamaro@batistadopovo.org.br

alguns sonhos que não se realizaram, pessoas que se foram e algumas que se foram de fato, partindo para o Senhor. E agora? Deixaremos de sonhar? Não. Certamente que não! Continuaremos firmes no Senhor, até ver cumprido em nós o Seu querer. Se colocarmos as fotos de todos os momentos maravilhosos que nos aconteceram, o Boa Palavra deste mês seria somente nosso, mas vamos compartilhar uma foto do Chá de Mulheres com a ministração da Palavra pela missionária Isabel e a participação de várias visitantes e irmãs da IBP Grajaú.

Ele chegou de novo. Viu como é rápido? Algumas pessoas relutam em fazer algum plano de vida, pensando que a realização desses projetos pode demandar muito tempo até que aconteçam. Não pense no pior. Pense nas habilidades que Deus nos concedeu para caminharmos dia a dia em vitória. E isso não é sinônimo de pouco esforço, nem de uma vida sem lutas. Olhando para este ano que se encerra, temos muitas lembranças que nos fazem sorrir e gargalhar, porém em toda história sempre existe um “mas”. E a nossa não tem sido diferente. Neste ano de 2012, também fomos acometidos por muitas lágrimas, Foto: Arquivo Interno

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

ERMELINO MATARAZZO Iniciamos o mês de novembro com nosso tão esperado Acampadentro. Foi uma bênção! Além de muitas brincadeiras, nossas crianças aprenderam o que o pecado faz em nossas vidas. Agradecemos a todos os envolvidos. Esteve conosco a banda da nossa querida irmã Angélica da sede. Agradecemos a presença de todos. Fizemos a apresentação da Giovanna, filha do casal Adriano e Fabiana. Deus abençoe toda a família. Tivemos o retorno do Coral Raí, agora sob a regência da Eliana. Aproveitamos para informar que, no dia 16 de dezembro, às 19h, na IBP Ermelino acontecerá nossa 1ª Cantata de Natal, com o musical “É Natal pra Sempre!”. Você é nosso convidado. Gostaríamos de desejar a toda a Igreja Batista do Povo um Feliz Natal e Um Ano Novo cheio das bênçãos do Senhor Jesus!

Pr. Joanã Nogueira

joanan@batistadopovo.org.br

Coral Raí, sob regência de Eliana Nogueira

Foto: Arquivo Interno

////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////


Dezembro de 2012

Pr. André Fonseca

OXFORD

ibpoxford@batistadopovo.org.br

É com alegria que escrevo sobre as novas de Oxford. A cada dia que passa temos visto o cuidado e o amor de Deus por nós aqui, na Inglaterra. No mês passado, fizemos uma visita à IBP-Londres para estreitarmos os laços. Este mês eles virão nos visitar e, com isso, continuaremos a crescer em nossa comunhão. Estamos gratos a Deus por ver nossa igreja crescendo. Além de estarmos recebendo novas pessoas, inclusive ingleses, temos sentido um respeito e um cuidado mútuo entre os membros da IPB Oxford. Depois de oito meses de oração e preparação de líderes, iniciamos nossa primeira célula. Recentemente, começamos mais duas e, na semana passada, mais um casal mostrou interesse em abrir sua casa para outro grupo. Estamos convictos de que somente através de relacionamentos saudáveis a nossa e, qualquer outra igreja, poderá crescer em uma sociedade tão degradada como a de hoje. Por isso, acreditamos e apostamos nas células como um instrumento de Deus para edificação e evangelização de qualquer povo em qualquer lugar. Contamos com a oração de todos os irmãos que, como nós, acreditam que é somente através da igreja que as nações vão conhecer a verdadeira vida e experimentar a verdadeira paz! Por favor, orem para que nosso relacionamento com os ingleses continue a crescer, orem para que a igreja possa falar de Jesus aos outros, mas, acima de tudo, possa viver a nova vida e alcançar pessoas pelo exemplo. Orem para que mais líderes se levantem e nossas células se multipliquem.

Encontro para comunhão IBP Oxford e IBP Londres

Foto: Arquivo Interno

Foto: Arquivo Interno

Por Aline Gadelha

Jornalista

DICAS

...

Imagem: divulgação

Finalmente chegou um dos CDs mais esperados do ano. O primeiro trabalho da Banda Rendição, ou “banda das meninas” como é conhecida pelos que acompanham o trabalho, traz o mesmo nome do grupo e vem recheado com músicas de louvor e adoração a Deus. O nome da banda (e do CD) é um convite à entrega e adoração a Deus, expressando o desejo que primeiro nasceu no coração destas sete moças. O grupo, que se reuniu despretensiosamente apenas para ministrar em um retiro de moças, acabou se tornando um dos “queridinhos” não só da IBP, mas de todos os lugares por onde passa proclamando o nome do Senhor. Todo o valor arrecadado com a venda do trabalho será revertido para o custeio de uma viagem missionária que será feita pelas integrantes da banda. O lançamento oficial do CD acontece no dia 14 de dezembro, às 20h, na IBP Vila Mariana, em um grande culto de celebração e colheita de novas vidas. Venha e traga alguém que ainda não conhece a Jesus. Certamente esta pessoa também se renderá aos pés do Senhor!

Foto: Divulgação


Dezembro de 2012

por Margareth Almeida Coordenadora do CFL

por Téka Cassab Foto: Arquivo Interno

Éfeso

Laudicéia Foto: Arquivo Interno

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// Atendemos residência, comércio e indústria. Ligue e solicite um orçamento. Visite nosso site

PRODUTOS

www.dedetizadorasp.br.com Tel: (11) 5624 6677 / 97639 5760

João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata

João do Rato, o inventor do Giz Mata Barata

AVON DE MILLUS EURODA NATURE FATOR5 JEQUITI KAKAUBONNE

DeMillus


Dezembro de 2012

A segurança em suas mãos! Olá, fiel amigo! Neste mês, relembramos o preceito constitucional “... segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos...”, concitando-o a exercer plenamente esse direito e essa responsabilidade que o Estado lhe confere. Certamente você tem acompanhado os lamentáveis acontecimentos veiculados pela imprensa, em que policiais militares têm sido vítimas de infames atentados. Qualquer que seja a motivação, quaisquer que sejam os covardes autores desses crimes nefastos, cada vez que um agente do Estado é morto por inimigos da sociedade, morre também um pedaço da sua cidadania, morre o Estado Democrático de Direito. Ajude a Justiça a encarregar-se desses algozes da democracia. Informe-nos (em anonimato) pelo Disque-

Centro de Comunicação Social da PM

Denúncia – 181 ou pelo COPOM - 190. Faça sua parte!

Há mais de 20 anos, os Correios fazem uma campanha social no Natal chamada Papai Noel dos Correios. Crianças de todo o Brasil escrevem uma carta ao “Papai Noel” pedindo brinquedos, roupas e calçados. Segundo dados oficiais dos Correios de 2009 a 2011, mais de quatro milhões de cartas foram recebidas cujo destinatário era o Papai Noel. Entretanto, é aí que entra a solidariedade das pessoas, pois estas correspondências são disponibilizadas nas Agências dos Correios para quem quiser fazer o Natal de uma criança mais feliz, dando o tão sonhado e esperado presente que ela pede ao Papai Noel. Esta é uma boa oportunidade para evangelizar os pequeninos e também a família deles. Afinal, não podemos perder as oportunidades que temos de falar do amor de Cristo. Mas, como fazer isso? Vá a uma Agência dos Correios, escolha uma cartinha, ore pela criança que a escreveu e por sua família; compre o presente que ela pede ao “Papai Noel” e envie junto um bilhete ou um cartão contando a ela qual o verdadeiro significado do Natal e sobre o maior presente que recebemos e comemoramos nesta data: O infinito amor de Deus por nós, que enviou Seu único Filho para nascer e morrer por nossos pecados, para que tenhamos vida eterna.

por Aline Ribeiro Jornalista


Dezembro de 2012

Empreendedores em Ação

NEGÓCIOS

empreendedores@batistadopovo.org.br

CONFIRA5ERROSQUEPODEMLEVARONEGÓCIOÀFALÊNCIA A falta de gestão pode levar muitas empresas a não comemorarem o seu segundo ano de vida. A falência é um fantasma que assombra a vida do empresariado, pois junto com ele vêm os sentimentos de frustração e até de arrependimento. Segundo o diretor da FCL Consultores, Fábio Cornélio, além da desinteligência de gestão, a incapacidade de inovação e a desarticulação política também são fatores que podem levar o negócio à bancarrota. "Ser empresário no Brasil é um milagre, o País não dá base para o crescimento das empresas, e geralmente, vampiriza os lucros, por conta de cargas tributárias absurdas". Na avaliação do consultor, existem dois tipos de empresários que conseguem sobreviver: os que têm amparo político e

conseguem atalhos para captar recursos, e os que trabalham a vida toda, somente para garantir o crescimento da empresa. Diante disso, ele aponta cinco erros que podem levar o empresário à falência: 1. Gastar mais do que ganha Muitos empresários brasileiros, quando conseguem o primeiro faturamento mais alto, compram um carro importado, e acham que isto está ajudando a sua empresa. "Isto é um absurdo, faturamento não quer dizer lucro e, se este está crescendo, muito provavelmente sua empresa, em pouco tempo, precisará de mais investimento", diz Cornélio. 2. Investir o lucro de maneira errada O empresário também vampiriza a empresa, usando o lucro errado, investindo em consumo, e não em produtividade. Segundo o consultor, é preciso investir em

inteligência e potencializar a criatividade. Se a empresa não tem lucro suficiente para investir em inovação, deve buscar parcerias para não ficar parada no tempo. 3. Aumentar o endividamento sem critério O consultor diz que é preciso entender que o endividamento mal planejado pode levar a empresa para o buraco. Com as altas taxas de juros do País, endividar-se pode ser fatal. "A maioria das empresas que conheci e faliram, se alavancou sem critério e, quando estava na hora de crescer, o banco foi e cortou o crédito. A empresa nadou e morreu na praia, com uma carteira cheia de pedidos, e sem capital de giro para atender". 4. Não entender os relatórios contábeis Muitos empresários, por falta de conhecimento, negligenciam os relatórios contábeis e acabam usando o "jeitinho

brasileiro" para criar formas de reduzir a carga tributária. Com isto, chegam a declarar prejuízo, tendo lucro. Assim, na hora que precisar de capital, ou mesmo, de buscar sócios para capitalizar a empresa, não encontrará. Cornélio lembra que qualquer investidor interessado no negócio buscará a contabilidade da empresa, antes de tomar a decisão sobre investir. 5. Desarticulação política Sonegar impostos, e dar “jeitinho” não garante a sobrevivência de sua empresa. Mas uma decisão firme e baseada em lucratividade, inovação e consciência global sim. "Temos que ser empresários sérios, não empresários gambiarras".

Fonte: Infomoney - 19/11/2012 publicada em: http://www.endividado.com.br/noticia_ler-34354,.html

ANO NOVO, VIDA NOVA Vocês já perceberam que, com a chegada do fim de ano, as pessoas tornaram-se mais alegres e amorosas em relação ao próximo? Não é interessante? Muitas pessoas não querem refletir sobre os seus erros do ano presente e anseiam pelo ano novo, na esperança de que tudo poderá ser melhor. Ao término de um ano, é natural ter um momento reflexivo sobre as metas alcançadas. Porém, essa reflexão não deve fazer ninguém desistir dos seus sonhos, ainda que os objetivos não tenham sido alcançados. Os erros cometidos, fracassos e incompreensões geram lições únicas naqueles que planejam metas e alvos para o ano seguinte. Quem erra, terá oportunidade de sonhar as conquistas, terá mais possibilidade de aprender com seus erros e mais garra para lutar pela vitória. Nós temos tratado sobre comportamentos e doenças do emocional. É importante notar que alguns desses transtornos podem ter sido desencadeados por um problema de relacionamento, seja no lar, na escola, no trabalho ou por frustrações que o indivíduo vivenciou ao longo da sua vida.

Ravana Calabria (11) 96341 5265 arquiteta@ravanacalabria.com.br ravanacalabria@gmail.com

É evidente que os erros cometidos ao longo do ano não devem se repetir no ano seguinte. Os bons costumes, como a amizade e o amor devem ser mantidos. Porém, o amor não deve ser praticado somente com a chegada do Natal e na passagem de ano. O amor ao próximo nada mais é do que o segundo grande mandamento dado por Deus. Se cada pessoa conseguir praticar tal mandamento, já será um passo para melhorar seus relacionamentos, tendo como consequência uma vida emocional saudável. Nesse momento de reflexão pessoal com metas e objetivos para o próximo ano, é importante incluir esse sentimento nos seus alvos. Você precisa dar e receber amor ao longo de todo o ano! E creia que o Senhor tem coisas boas e novas para você! A Bíblia nos orienta no livro de 1Coríntios 13 que muitas coisas desaparecerão, mas que o amor permanecerá para todo o sempre.

Mary Estevam

Psicóloga


Dezembro de 2012

por Joaquim Carvalho

ABCP

Um novo tempo para Maranhão e outros ex-moradores de rua Em 2010, atrás de emprego, Antônio Francisco Sales de Araújo deixou Joselândia, no interior do Maranhão, e chegou a São Paulo. Dois meses depois, o tio que o hospedou na capital o colocou para fora de casa, após seguidas discussões que começavam quando ambos já estavam bêbados. Desempregado e tragado pelo vício do álcool, Antônio Francisco passou a perambular pelas imediações no terminal São Mateus, na zona leste, passando algumas noites em albergue, outras na calçada. “A vida na rua é muito difícil. À noite, eu não dormia, com medo de morrer”, conta Maranhão. Uma pessoa que conhecia o trabalho da ABCP sugeriu a ele que aceitasse ser levado para lá. Faltava uma semana para o Natal quando Maranhão, de banho tomado e roupas trocadas na ABCP, entrou na república social, na época chamada “casa de apoio”, mantida pela entidade. Empregou-se num restaurante, depois na indústria de um membro da Igreja Batista do Povo. Teve duas recaídas e, na segunda, foi avisado: ou ia para uma clínica de recuperação, ou teria de deixar a ABCP. Na clínica, foi tratado e, ao retornar, recuperou o emprego, passou mais alguns meses na república, alugou uma casa, fez o curso Vida Nova e, no dia 28 de outubro, passou pelo batismo nas águas. Maranhão recebe João em Casa

Hoje, enquanto se ocupa de mobiliar a casa alugada, reflete sobre o que ocorreu em sua vida. “Foi Deus”, diz, de pronto. E, questionado se conhece algum versículo da Bíblia, responde: “João 8.32. E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. São palavras ditas por um homem que, há dois anos, nunca tinha aberto a Bíblia. João Euclides de Almeida, também ex-morador de rua e atualmente monitor da república da ABCP, acompanha de perto a transformação de Maranhão e de outras pessoas que passam pela casa. A conversão a Cristo não é uma condição para a permanência no local, pois a ABCP, mantida pelos membros da igreja, é uma entidade de assistência social, certificada pelas três esferas de governo. Mas, até por experiência própria, João, o monitor da casa, diz: “Se não se firmar com Deus, nada acontece”. João é o líder que todos os dias levanta às 4h30 da manhã. “Dou bom dia ao Espírito Santo”, conta. Em seguida, coloca a água do café para ferver, pega o violão e começa a louvar. Entre uma canção e outra, enquanto desperta, é difícil um morador dali não prestar atenção a versos que dizem “você tem valor, o Espírito Santo se move em você” ou “quero subir o mais alto que eu puder, só para Te ver, olhar para Ti e chamar Sua atenção para

Maranhão e João lendo a Bíblia

mim; eu preciso de Ti.” Terminado o louvor, João chama os moradores para o café. E assim começa mais um dia na casa que, para Maranhão e tantos outros, foi a transição entre a vida na rua e a moradia própria. Um novo tempo!

ABCP

VAGA DE TRABALHO A ABCP está à procura de um profissional para trabalhar na área administrativa e financeira da instituição. Se você tem interesse em fazer parte da nossa equipe, envie um currículo com pretensão salarial para o email contato@abcpovo.org.br.


Dezembro de 2012

Pr. José Almeida Coordenador de Células

MENSAGEM

Natal: uma festa repleta de símbolos é pecado adotá-los?

O que realmente significam Venho de família mineira simples e pobre, mas uma família muito festeira, em que todas as ocasiões se transformam em festa, ou pelo menos muita comida. Minha mãe, mulher crente e temente a Deus, mas muito simples e da roça, sempre celebrou o Natal, mesmo sem nunca ter saído de Minas Gerais. Lembro-me de que, quando entrava dezembro, ela saía pela redondeza, procurando um “galho em perfeita forma” para fazer a árvore de Natal. Enrolava-a com algodão, pintava, decorava cascas de ovos que ela juntava durante meses, e pendurava-os na árvore. No Natal não tínhamos dinheiro para comprar peru nem nada sofisticado, mas sempre tínhamos um frango especial, doces e presentes que, às vezes, ela mesma fazia em casa, bem simples... Nos últimos anos, muita especulação e até diversas mentiras surgiram em torno dos símbolos do Natal. Houve movimentos, no meio dos evangélicos, que causaram desconfortos e até divisões de igrejas e famílias por causa desses símbolos. Minha posição sempre foi buscar conhecer a história real e não deturpada. Paulo diz que “todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm” (I Co 6.12). Se comer carne escandaliza alguém, então é melhor que não coma (Rm12.21). Mas isto por causa dos fracos na fé. De fato, quando ficamos enfraquecidos por causa de algo simples como uma decoração de Natal, isto é preocupante, pois sugere que a pessoa não está firmada na Palavra de Deus e em seus fundamentos. Se soubermos utilizar todas as estratégias que Deus nos dá, aí está uma delas para as células. Vamos, juntos, conhecer o verdadeiro significado de alguns símbolos natalinos. Nossa casa já está decorada desde o início de novembro e até uso como isca para evangelização. ÁRVORE DE NATAL: na tradição cristã, simboliza vida, paz, esperança e alegria (saudades de sair com minha filha Milana, escolhendo a melhor e perfeita árvore de Natal). Conta-se que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero (reformador protestante criador das 95 teses). Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com

galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta. Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial. Em alguns países as bolas se tornaram tradição de muitas famílias em personalizá-las ou, até mesmo, usá-las com mensagens escritas para transmitir o evangelho. Histórias escabrosas tem-se construído de que as bolas eram crânios de crianças assassinadas, mas não existe nenhuma prova disto na História. Em minha opinião, não há nenhum pecado em ter uma árvore de Natal decorada na sala ou jardim. PRESÉPIO DE NATAL: simboliza o momento e o ambiente em que Jesus Cristo nasceu. Desde que nossa filha Milana nasceu, principalmente vivendo na América do Norte ou em um país islâmico (África ocidental), tivemos um pequeno presépio, de cerâmica ou papel, em casa. Todo o ano contava a historia do nascimento de Jesus com todos os personagens (reis, Maria, José, estrela etc), nunca ensinamos preces sobre os personagens, mas sempre os tivemos como ponto para começar uma conversa e evangelizar alguém. É bem verdade que se criou um ambiente de adoração a imagens em torno do presépio, e creio que por isso os evangélicos aboliram, não somente o presépio, mas figuras e obras de arte em nosso meio. CANDY CANE (bengalinhas de doces): De acordo com a história, em 1670, num vilarejo por nome Colônia, na Alemanha, o maestro da Catedral de Colónia, querendo resolver o ruído causado pelas crianças em sua igreja durante a cantata Creche Viva da véspera de Natal, perguntou a um fabricante de doces local, se poderia fazer balas em forma de varinhas tortas, doces para eles. A fim de justificar a prática de dar doces às crianças durante os cultos, ele pediu ao fabricante de doces para adicionar as cores do Natal e, no topo de cada vara, ele adicionou tecido, como se fosse turbante o que ajudou as crianças a se lembrar dos pastores que visitaram Jesus. Ele usou tradicionalmente três cores (vermelha, branca e verde) para contar sobre o sangue (vermelho) de Jesus que lava o pecado, deixando-nos limpos (branco) e poderiam ter a esperança (verde) de morar no céu. O formato, parecendo uma bengalinha, na verdade é a letra “J” da palavra Jesus. Além do açúcar, ele adicionou um tempero (hortelã

pimenta), que tem o sabor e cheiro, semelhantes ao hissopo (Ex12.22), que, na Bíblia, foi usado para aspergir o sangue nos umbrais das portas. Da Alemanha, o doce em bengalinha (J) se espalhou para outras partes da Europa e pessoas começaram a fazê-los e utilizá-los como estratégia de evangelização na ocasião do Natal. Por volta de 1800, essas balinhas chegaram à América do Norte. PAPAI NOEL: representa o bom velhinho que dá presentes para as crianças no dia de NatalConte a verdade a seus filhos e assim será muito melhor do que enchê-los de grandes mentiras. “Que o Papai Noel da Milana sou eu”. A lenda do bom velhinho foi inspirada em uma pessoa verdadeira: São Nicolau que nasceu há muitos séculos atrás, no ano de 350 d.C. Embora tenha sido um dos santos mais populares do Cristianismo, atualmente poucas pessoas conhecem sua história. Ele viveu em Lycia, uma província da planície de Anatólia no sudoeste da costa da Ásia Menor, onde hoje existe a Turquia. Durante o período da perseguição aos cristãos pelo Imperador Constantino. A transformação de São Nicolau em Papai Noel começou na Alemanha entre as igrejas protestantes e a imagem passou definitivamente a ser associada às festividades do Natal e às costumeiras trocas de presentes no dia 6 de dezembro (dia de São Nicolau). Não existe nenhuma história verdadeira ou lenda de Papai Noel ligada a gnomos como alguns dizem. O seu estereótipo é o dos verdadeiros irlandeses das montanhas. Se o Natal é a celebração do nascimento do Cristo, é claro que os cristãos devem celebrá-lo. ESTRELA DE NATAL: A estrela guiou os três reis magos até o local de nascimento do menino Jesus. Creio ser esta a melhor explicação e simples. E nos faz lembrar que Jesus é a nossa estrela da manhã. SINO DE NATAL: Representa o anúncio para a humanidade do nascimento de Jesus Cristo, o Salvador. Um símbolo usado inclusive por igrejas protestantes para chamar os fiéis para os cultos. No Brasil, simplesmente pelo fato da igreja católica tê-lo trazido, quando chegaram para colonizar o Brasil, então a atitude dos evangélicos foi abolir como posição de protesto, assim como tantos outros símbolos do cristianismo. Entendo que não se deveria entrar por esse caminho. GUIRLANDA: Usada como enfeite nas portas de entrada das

residências na época do Natal. Na verdade, não somente no Natal, mas quando se aproxima uma nova estação do ano, povos nórdicos têm a práticacultural de fazer guirlandas ou enfeites alusivos à estação. E no Natal não seria diferente para eles: colhem ramos de plantas, trançam-nas adicionando enfeites, para dar boas vindas aos visitantes. VELAS: As velas simbolizam Cristo, a Luz do mundo; cada pessoa deverá ser com uma vela que espalha seu brilho e causa bem-estar a todos os que a rodeiam. Vejo como grande problema e equívoco em nossa cultura, associarmos o uso de velas somente à idolatria e a cultos de magia negra. CARTÕES DE NATAL: Foi um artista inglês, John Horley, quem, em 1843, resolveu enviar ao amigo distante, sir Henry Cole, um cartão ilustrado com uma reunião familiar com a expressão “A Merry Chrismas and a Happy New Year to you” (Feliz Natal e um feliz Ano Novo para você). Este é o primeiro registro que se tem do envio de um cartão de Natal. Eu creio ser uma excelente oportunidade para enviar cartões e mensagens aos vizinhos e amigos com mensagens evangelísticas ou de encorajamento. Aproveite para colocar um folheto com o plano da salvação. PRESENTES: Dar e receber presentes é algo tradicional e comum na celebração da data que se comemora. Dar e receber presentes é natural, quando se tem um coração generoso e grato. Por que se dão presentes no Natal? Os presentes têm um simbolismo lindo e significativo. Os presentes de Natal simbolizam, em primeiro lugar, o “grande presente” que Deus Pai nos deu: seu Filho, Jesus Cristo, nosso Salvador. Que maior presente poderíamos receber? Por isso, o Natal tornou-se o dia de presentear, porque todos nós fomos muito presenteados, com o maior presente que alguém poderia receber: Jesus vivo. De modo especial, damos presentes às crianças, no Natal, para manifestar a alegria da vinda de Jesus, que nasceu como criança. E, quando ainda estava em Belém, a Bíblia conta que foram reis e pastores visitá-lo e levaram presentes. No Natal, deveríamos retribuir a Deus Pai, que nos mandou tão grande presente. E o melhor presente que podemos oferecer a alguém é anunciar as boas novas de salvação e essa pessoa. Aproveite para oferecer o melhor presente a todos que estão ao seu redor.


Dezembro de 2012

Por Aline Ribeiro Jornalista

ACONTECEU

Cuidando do nosso jardim Entre os dias 23 e 25 de novembro, aconteceu na Igreja Batista do Povo o Encontro de Casais 2012, com o tema “Cuidando do nosso jardim”. O preletor do encontro foi o pastor Dinart Barradas, da Universidade da Família. Deus o usou poderosamente para ministrar cura, restauração e reafirmação do amor entre os casais, desafiando-os a cuidar e cultivar o jardim que Deus deu: o lar, onde, juntos, formam uma família para honra e glória do Senhor. Grupos pequenos Após cada ministração, os casais foram divididos em grupos pequenos, onde puderam compartilhar suas experiências e orar uns pelos outros. Havia casais de todas as idades, como Fernando e Carolina, com apenas três meses de vida matrimonial, e Paulo e Ana Maria, com 54 anos de casados e ainda cheios de disposição para aprender mais sobre as bênçãos de Deus para a família. Finanças Os casais ainda tiveram uma ministração

edificante sobre finanças e as dívidas a que qualquer pessoa está sujeita nos dias de hoje, caso não faça um planejamento financeiro adequado. Com um testemunho emocionante, pastor Dinart lembrou que as dívidas criam escravos do dinheiro: “O rico domina sobre o pobre, e o que toma emprestado é servo do que empresta” (Pv 22.7). E a dívida pode ser de qualquer espécie, tanto ao tomar dinheiro emprestado em financeiras e bancos, quanto no uso desordenado de cartões de crédito e cheque especial. Para livrar-se deste mal, é preciso um planejamento que vise poupar dinheiro para fins específicos e, assim, poder servir apenas ao Senhor Jesus Cristo, como Paulo alerta em Romanos 13.8: “A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei”. Se você é casado e não participou este ano, não deixe de ir ano que vem. Deus fará maravilhas em sua vida conjugal!

Foto: Arquivo Interno

Pr. Dinart Barradas

Encontro de Casais 2012

Foto: Arquivo Interno

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

SUMMIT2012 Por Aline Gadelha Jornalista

Nos dias 2 e 3 de novembro, aconteceu na Igreja Batista do Povo mais uma edição do The Global Leadership Summit. Esta foi a quarta edição realizada em nossa igreja e contou com a participação de 250 pessoas. O grande desafio do seminário é mover, desafiar e unir o povo de Deus, com um tempo de inspiração, encorajamento e aprimoramento. Muito mais que simplesmente trazer conhecimento, o Summit busca estimular, através de palestras e testemunhos edificantes, o pensamento e transformar a capacidade de liderança. Os grupos de discussão e reflexão potencializam os efeitos do que foi ouvido, ajudando na aplicação à realidade individual e da igreja. Certamente, The Global Leadership Summit é uma ferramenta poderosa para capacitar, munir e habilitar

Participantes do Summit2012

pessoas para a prática da liderança em suas profissões, ministérios e desafios.

Foto: Arquivo Interno


Dezembro de 2012

VEM AĂ?!


pág.

15

Dezembro de 2012

CULTOS E REUNIÕES NA GRANDE SP VILA MARIANA Rua Domingos de Morais, 1100 – Vila Mariana Tel: (11) 5579 3516 batistadopovo@batistadopovo.org.br 1ª Segunda-feira do mês, às 20h: Culto dos Empreendedores Terça-feira, às 9h: Culto de Jejum e Oração pela família Terça-feira, às 20h: Culto de Libertação Quarta-feira, às 15h: Culto Especial para Mulheres 1ª Quarta-feira do mês, às 15h: Desperta Débora Quinta-feira, às 20h: Culto de Restauração e Edificação Sábado, às 19h: Radical Teen Sábado, às 19h: Canal Jovem Domingo, às 9h: Escola Bíblica Dominical Domingo, às 8h, 10h e 19h30: Cultos de Celebração Domingo, às 17h: Culto da Família

DIADEMA

................................................................................................................................................................................................ PLANO DE LEITURA BÍBLICA ANUAL DEZEMBRO

Rua General Rondon, 95 (antigo prédio do Procon)- Centro Tel: (11) 4056 2901 ibpdiadema@batistadopovo.org.br Quinta-feira, às 20h: Culto de Restauração e Edificação 3ª Sexta-feira do mês, às 20h: Celebração Especial de Mulheres Sábado, às 19h: Canal Jovem Domingo, às 9h: Escola Bíblica Dominical Domingo, às 9h e 17h: Escola Bíblica de Capacitação Domingo, às 10h e 18h30: Cultos de Celebração

GRAJAÚ Rua José Quaresma Junior, 645 Tel: (11) 5939 6194 ibpgrajau@batistadopovo.org.br Quinta-feira, às 20h: Culto de Libertação Domingo, às 18h: Culto de Celebração

ERMELINO MATARAZZO Rua Antonio de Freitas Toledo, 186 Tel: (11) 2085 6028 ibpermelinomatarazzo@batistadopovo.org.br Quinta-feira, às 20h: Culto de Restauração e Edificação Quinta-feira, às 20h: Interteen Toda última sexta-feira do mês, às 20h: Vigília Domingo, às 19h: Culto de Celebração Domingo, às 19h: Kidscípulos

SANTO AMARO Rua Marcílio Dias, 95 – Socorro Tel: (11) 2532 6509 ibpsantoamaro@batistadopovo.org.br Quinta-feira, às 20h: Culto de Restauração e Edificação Sábado, às 19h30: Canal Jovem Domingo, às 18h30: Culto de Celebração

INDAIATUBA Rua XV de Novembro, 1064 – Centro Tel: (19) 3834 6646 ibpindaiatuba@batistadopovo.org.br Quinta-feira, às 20h: Culto de Restauração e Edificação Sábado, às 19h: Radical Teen e Canal Jovem Domingo, às 10h e 19h: Cultos de Celebração

TABOÃO DA SERRA Rua Elza Feres, 328 – Vila Sônia (em frente ao Shopping Taboão) Tel: (11) 4787 8771 ibptaboao@batistadopovo.org.br Quarta-feira, às 20h: Culto de Libertação Domingo, às 19h: Culto da Família

TAUBATÉ Rua XV de Novembro, 876 – Centro Tel: (12) 3622 8484 ibptaubate@batistadopovo.org.br Terça-feira, às 20h: Culto de Cura e Libertação Quarta-feira, às 20h: Culto de Restauração e Edificação Sábado, às 19h: Canal Jovem Domingo, às 8h: Oração e Escola Bíblica de Capacitação Domingo, às 10h e 19h: Cultos de Celebração


~ Natal, certamente você já está à procura de vários presentes. O que acha de presentear amigos, colegas de trabalho ou familiares com a Palavra de Deus? Dê a Bíblia Comemorativa de 30 anos de presente e semeie a Palavra. Com a proximidade do

Boa Palavra  

Boa Palavra

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you