Issuu on Google+

..................................................................................................................................................................................................................................................................

ANO 08 | NÚMERO

85

ABRIL DE 2013 | www.batistadopovo.org.br

Leia a mensagem do Pr. Jonas Neves. Pág. 03

A IDENTIFICAÇÃO COM CRISTO Nossa identificação com Cristo começa quando o homem pecador aceita a salvação oferecida por Jesus, é salvo, e inicia uma carreira de santificação. Aqui ele se identifica com Jesus à proporção em que se afasta do pecado e alcança uma forma

PLAYGROUND

Pág. 13

A queda da temperatura ambiental nesta entrada de outono, leva-nos a uma atenção redobrada com os nossos pequenos. Principalmente aqueles menores de 2 anos (os lactentes). Nessa faixa etária a perda de calor é muito mais fácil. A regra é: quanto menor a criança mais rápido é o resfriamento do corpo. Organismo resfriado torna-se ...

Pág. 05 | Pr. Enéas Tognini

de vida santificada. Mas a identificação com Cristo não para aí. Ela continua, até culminar com a perfeita identificação, no Céu, quando “seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos” (I Jo 3.2b). Isto é, seremos semelhantes...

UTILIDADE O Imóvel próprio é um dos maiores desejos do brasileiro. Entretanto, destaco quatro cuidados básicos para uma compra feliz e segura. São eles: 1. Verifique se o Empreendimento desejado possui o registro da Incorporação Imobiliária. Essa informação vem destacada no final dos

DIREITOS DE DEVERES

Pág. 07

Foi aprovada pela Câmara dos Deputados a Proposta de Emenda à Constituição que amplia os direitos dos trabalhadores domésticos (PEC 478/10), esta proposta prevê, por exemplo, direito de jornada de trabalho de 44 horas semanais, Pág. 9

anúncios publicitários ou no Contrato de Promessa de Venda e Compra do imóvel; 2. Saiba que parte do pagamento de entrada (Sinal) que você está oferecendo no ato da compra está sendo direcionado ao Corretor de Imóveis (imobiliária) e ao pagamento da Taxa “SATI”. Caso você desista da compra durante...

pagamento de hora extra e adicional noturno. O texto ainda segue para o Senado, onde também terá de ser votado e, somente depois de aprovado, será promulgado pelo Congresso Nacional. Conhecida como PEC das Empregadas Domésticas...

NO DIVÃ

Pág. 10

Muitas pessoas acreditam que psicoterapia é um tratamento para malucos ou para pessoas sem capacidade de lidar com seus próprios problemas. A terapia é um processo de ajuda, no qual o psicoterapeuta tem que fazer uma pesquisa profunda sobre a vida da pessoa analisada, para detectar...


Rua Domingos de Morais, 1100 Cep: 04010-100 Vila Mariana, São Paulo/SP

(11) 5579.3516

EDITORIAL SERVIR, COM ALEGRIA! Lucas, 10:38- 42 Mônica Pocker

Jornalista

Na passagem bíblica encontrada no livro de Lucas - Marta e Maria - vimos duas pessoas desejosas em servir a Deus. Maria, com alegria, suspendeu seus afazeres e foi aos pés de Jesus ouvir Sua Palavra. Marta O servia mas de forma atribulada, pois estava preocupada com os afazeres da casa e com Maria que não a ajudava. Servir, deve, antes de tudo, ser um prazer a quem o faz. Há no entanto quem receie em fazer parte da obra, de um ministério, de um grupo de ação social quer da igreja quer de uma outra comunidade, pensando que pode se comprometer além do que deveria ou pretendia. Servir é uma experiência gratificante que, quando verdadeiramente nos empenhamos, dá-nos um prazer memora-

vel. Vou mais longe, afirmando ainda que contribui para a nossa auto-estima, pois há um segredo espiritual em dar. “Dê e receberás!” Ainda que não devamos ter esta expectativa, ela é legítima. Lemos, ouvimos e falamos que “a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita”- (Rom 12.2). Deus é Pai, misericordioso, bondoso, conhece nosso coração, nossa essência, nossas entranhas. Não vai permitir que Seu filho ande por caminhos que não lhe sejam bons e agradáveis. Não tenha medo de servir. Teu Pai não lhe enviará para onde seu coração não se alegrará em servir. “Agradate do Senhor e Ele concederá os desejos de seu coração” Descanse e, sirva!

INGLATERRA Pr. Samuel e Sueli (Londres) pastor_samuelp@hotmail.com Pr. Andre e Darci (Oxford) andrefonseca19@hotmail.com ITÁLIA Pr. Fernando e Rafaella (Torino) pastorefernando@hotmail.it MOÇAMBIQUE Pr. Aldo Massunda Pr. Baltazar Saize Bana Pr. Manuel Germano Manuel Gimo e Carolina Francisco Vicente Tomo Carlos e Liliana - lilianalemos.lacerda@gmail.com - calssilva@gmail.com GUINÉ-BISSAU Pr. Herbert e Desire Lucas - herbertdesire@yahoo.com.br JAPÃO Maria Isabel Dutra - isabeldutra7@hotmail.com TIMOR LESTE Rosa Maria da Conceição Silva - rosa_msilva@hotmail.com

BRASIL (Missionários de Base) Dilma E. G. Da Silva (Vila Mariana) Dilma@batistadopovo.org.br Ieda Maria de Oliveira (Vila Mariana) Ieda@cepc.org.br Isabel Santos (Vila Mariana) Isabel@batistadopovo.org.br Jaqueline Cunha – (Vila Mariana) jaqueline.cunha7@gmail.com Maria Aparecida Ranieri (Vila Mariana) cidaranieri@terra.com.br MISSIONÁRIOS ADOTADOS NORDESTE Maria Vilma Cavalcante Pimentel - Stª Teresinha-PE Rubivânia Martins da Silva - Ramada-PB Iraneide Ínácio da Silva - Ramada-PB José Eduardo da Silva - Sousa-PB Maria de Lourdes da Silva - Sousa-PB

DÍZIMOS E OFERTAS Igreja Batista do Povo: CNPJ: 47.468.590/0001-45 Banco Santander: Agência: 3412 / Conta Corrente: 13000654-9 Banco Bradesco: Agência: 3450-9 / Conta Corrente: 10165-6 Banco Itaú: Agência: 7681 / Conta Corrente: 05668-0

FIQUE POR DENTRO Ceia do Senhor: Participe da celebração da ceia em cumprimento à ordenança que Jesus nos deixou. 1º domingo: às 8h / 2º domingo: às 10h / 3º domingo: às 17h / 4º domingo: às 19h / 3ª terça-feira: às 9h / Última quarta-feira do mês, às 15h

.............................................................................................................................

participe de uma célula: Viva em comunhão com outros irmãos e aprenda mais sobre a vida cristã em plenitude. Ligue e procure a célula mais próxima da sua casa. | celulas@batistadopovo.org.br

.............................................................................................................................

Secretaria de Células: (11) 5084 1145 Quero ser membro da IBP: Se você tem participado de nossas reuniões há algum tempo e gostaria de se tornar membro da nossa igreja, entre em contato com a secretaria para mais informações. (11) 5579-3516

BOA PALAVRA

NOSSOS PASTORES - Sem. Airton Quinelo - IBP Taboão juninho@batistadopovo.org.br - Carlos Gomes - IBP Grajaú carlosgomes@batistadopovo.org.br - Carlos Pastorelli - IBP Sede carlos@batistadopovo.org.br - Edimar José Pires - IBP Taubaté edimar@batistadopovo.org.br - Enéas Tognini - IBP Sede eneastognini@batistadopovo.org.br - Ricardo Dawel - Santo Amaro ricardosantoamaro@batistadopovo.org.br

NOSSOS MISSIONÁRIOS

- Ivêner Soler - Canal Jovem ivenersoler@batistadopovo.org.br - Joanã Nogueira - IBP Ermelino Matarazzo joanan@batistadopovo.org.br - Jonas Neves - IBP Sede jonasneves@batistadopovo.org.br - José Almeida - Células almeida@batistadopovo.org.br - Newton Machado - IBP Sede newton@batistadopovo.org.br

- Osmar Bento - IBP Sede osmarbento@batistadopovo.org.br - Paulo Falçarella - IBP Sede paulofalcarela@batistadopovo.org.br - Sandro Rubinec - IBP Diadema sandro@batistadopovo.org.br - Tiago Marcolongo - Radical Teen tiago@batistadopovo.org.br - Wasmyr Egídio - IBP Indaiatuba wasmyr@batistadopovo.org.br

Rua Domingos de Morais, 1100 - Vila Mariana - São Paulo / SP - Brasil - CEP: 04010-100. O Boa Palavra é uma publicação da Igreja Batista do Povo. Os anúncios contidos nessa edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Batista do Povo nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios. A Igreja não se responsabiliza em fiscalizar ou garantir efetividade do que é anunciado, já que não mantém nenhum relacionamento de qualquer espécie com os empresários e prestadores de serviço que anunciam no Boa Palavra. Dúvidas e sugestões: comunicacao@batistadopovo.org.br Expediente: Presidente: Pr. Jonas Neves de Souza; Jornalista Responsável: Monica Pocker; Jornalista: Aline Gadelha; Revisão: Maria Célia Pereira Leite; Colaboração: Helen Ribeiro, Paula Marcolongo e Alessandra Pastorelli; Diagramação e Arte: Thiago Bech - Tiragem: 8.000 exemplares. - Departamento Comercial: (11) 5574-1067. Direção Geral: Sonar Propagando

PLANTÃO DE ACONSELHAMENTO | CASA DO POVO E CASA DA FAMÍLIA | ABRIL/2013


pág.

3

Abril de 2013

MENSAGEM

O CRISTÃO

E O DIA-A-DIA O cristão corre o risco de se polarizar entre dois extremos: Terra ou Céu. Alguns se perdem nas coisas da Terra e, por defenderem princípios e práticas que governam o presente século, tornam-se tão mundanos como os que não têm pacto com Deus. Outros querem viver na outra ponta: colocam-se como “super-espirituais”. Alienados, dão a impressão de que vivem no paraíso e de que as coisas daqui da Terra não lhes dizem respeito. Vivemos entre a Terra e o Céu. Os dois mundos são o nosso lar. Um é temporário, o outro, eterno. Enquanto estamos aqui somos responsáveis e estamos comprometidos com a construção de um mundo melhor. Tudo o que acontece na Terra diz respeito a cada cristão na mesma proporção que ao não cristão. Política, economia, educação, esportes, comunicação, cultura, artes, indústria, família, enfim, tudo o que está sob o

governo humano é nossa tarefa e responsabilidade. A Bíblia diz: “Os Céus são os Céus do Senhor, mas a Terra deu-a Ele aos filhos dos homens”. O livro de Gênesis nos ensina que fomos colocados neste Planeta para governá-lo em tudo o que lhe diz respeito. Então, nenhum cristão pode ser alienado. Se o mundo está pegando fogo, também temos parte nisso. Nosso papel é o de influenciarmos o lar terreno com os valores do lar eterno, caminhando com os pés na Terra e a cabeça no Céu. É isso que significa “... corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé” – Hebreus 12.2. Essa postura custou alto preço aos chamados “Heróis da Fé” citados no capítulo 11 de Hebreus. Poderá custar a nós também. Jesus, em oração, disse ao Pai: “Dei-lhes a tua Palavra, e o mundo os odiou, pois eles não são do mundo, como

eu também não sou”- João 17.14. Estes discípulos receberam de Jesus a tarefa de enfrentar os problemas do mundo, jamais ignorá-los. Enfrentamento feito no dia-a-dia com as armas espirituais da Luz. A mídia nos informa o dia-a-dia da Terra, mas a Bíblia nos fala tanto da Terra como do Céu, onde o Senhor está assentado no Trono. A reportagem que a Bíblia nos dá da Terra é mais assustadora que a que a dada pela mídia. E mais: a Bíblia aponta soluções. Defenda, a qualquer custo, os princípios e os valores da Bíblia. Acompanhe o dia-a-dia da Terra, onde você estiver, praticando, pregando e ensinando os valores e os princípios dAquele que é o Senhor da Terra e do Céu. A Palavra do Senhor não voltará vazia. E não nos esqueçamos: a melhor forma de influenciar é pelo exemplo.

Pr. Jonas Neves

Presidente da Igreja Batista do Povo


pág.

4

Abril de 2013

MENSAGEM

VER O INVISÍVEL RESULTA EM CONQUISTA Se queremos participar eficazmente daquilo que Deus fez, está fazendo e fará, não basta enxergarmos apenas com olhos naturais. Precisamos aprender a enxergar com olhos espirituais. O que vemos e o modo como enxergamos determinarão nossas ações. Os caminhos de Deus, por serem mais altos do que os nossos, nem sempre, fazem sentido para nós Deus é soberano sobre tudo. Ele age como lhe agrada e os seus planos não podem ser frustrados. Precisamos ver com olhos espirituais. Antes de entregar uma mensagem aos seus profetas, o Senhor verificava a visão deles. Após descreverem o que tinham visto, o Senhor lhes explicava o significado da visão e, em seguida, dava-lhes a interpretação. Exemplos: Que vês tu, Jeremias? (Jr 1.11,13; 24-3) Que vês tu, Amós? (Am 7.8 e 8.2)

Que vês? Perguntou o Senhor a Zacarias (Zc 4.2; 5.2,5) A Bíblia está repleta de relatos que enfatizam a importância de vermos com olhos espirituais. Davi se julgava capaz de matar Golias, porque enxergava o adversário como um ser insignificante diante do poderoso Deus de Israel. Eliseu orou ao Senhor, para que abrisse os olhos espirituais de seu servo: “Orou Eliseu e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos para que veja” (II Rs 6.17). Precisamos orar ao Senhor, para que abra os nossos olhos espirituais. Isaías profetizou que Jesus enxergaria além dos olhos naturais: “não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos” (Is 11.3). A cegueira espiritual paralisa: o povo de Israel diante do Mar Vermelho.

ACONTECEU

CONGRESSO DE CÉLULAS 2013

Fotos: Rogério Gomes

Nos dias 9 e 10 de março, uma grande celebração aconteceu em nossa igreja. Fomos grandemente abençoados pelas ministrações e orientações do Rev. José João de Mesquita, durante o Congresso de Células. Desafiadas a AGIR, CONTAGIAR e EXPANDIR, as redes Kids, Radical, Canal, Família, Semear e CFL tiveram sua motivação renovada para ganharmos Vila Mariana para o Reino de Deus!

A cegueira espiritual leva à perda da fé: dos doze espias que Moisés enviou para espiarem a Terra Prometida, dez viram poderosos gigantes, mas dois deles não viram gigantes, viram uma terra que manava leite e mel, “subamos, e possuamos a terra, porque certamente prevaleceremos contra ela” (Nm 13.30). Elias, apesar de ver uma nuvem do tamanho da palma do homem com os olhos naturais, sabia que haveria chuva, pois tinha seus olhos espirituais abertos, (I Rs 18.16-46). A pergunta é: Você está usando apenas os olhos naturais? Se a resposta for positiva, mude, ore para que o Senhor lhe abra os olhos espirituais, porque esta é a vontade de Deus para nós.

Pr. Osmar Bento

Ministério de Restauração


pág.

5

Abril de 2013

MENSAGEM

“A IDENTIFICAÇÃO COM CRISTO” Nossa identificação com Cristo começa quando o homem pecador aceita a salvação oferecida por Jesus, é salvo, e inicia uma carreira de santificação. Aqui ele se identifica com Jesus à proporção em que se afasta do pecado e alcança uma forma de vida santificada. Mas a identificação com Cristo não para aí. Ela continua, até culminar com a perfeita identificação, no Céu, quando “seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos” (I Jo 3.2b). Isto é, seremos semelhantes a Ele, e saberemos disso pelo fato de vermos a sua presença. Aí, então, perceberemos que somos semelhantes a Ele. Identifiquemonos com Cristo, nesta vida, pela santificação. E no Céu, veremos que nos tornaremos semelhantes a Ele em tudo. IDENTIFICADOS COM ELE NA SUA HUMILHAÇÃO • Jesus se humilhou, tomando a forma humana. Paulo, em Romanos, não descreve a humanização do Filho de Deus, mas mostra-o já humanizado: “a graça de Deus, e o dom pela graça, que é dum só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos” (Rm 5.15b). Aqui Jesus já é apresentado como HOMEM. Mas outro texto paulino é o que melhor descreve a humanização de Jesus: “Cristo Jesus... sendo em forma de Deus... aniquilou-se a si mesmo... fazendo-se semelhante aos homens” (Fp 2.5-7). O fato de Paulo não mostrar a fraqueza e humilhação de Jesus podia ser por causa do pensamento romano, para quem era precioso mostrar o seu aspecto de Rei, poderoso e

vitorioso, em quem nós também somos “mais do que vencedores” (Rm 8.37). • A cruz de Jesus foi o ápice de sua humilhação. O texto citado de Filipenses 2 diz: “E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz” (v.8). “Humilhou-se a si mesmo” mostra que sua obra foi voluntária; ninguém o obrigou a cumpri-la (nem o poderia). “Obediente até a morte” significa que Ele cumpria um plano pré-determinado. E a expressão “e morte de cruz”, fala de hediondez do suplício a que fora submetido o nosso Mestre. E voltando ao texto de Romanos, encontramos Paulo falando da cruz, mas na sua aplicação na vida do crente; “Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado” (Rm 6.6). IDENTIFICADOS COM ELE NA SUA VITÓRIA • A vitória de Jesus começou na cruz. A cruz foi a missão principal de Jesus. Se Ele fizesse tudo que fez, mas não entregasse a sua vida na cruz, para nada teriam valido os seus ensinos e milagres. Quando o crente se identifica com Cristo na sua cruz, ele morre “em Cristo” (Rm 6.3). Mas, quando ele morre, alcança a sua vida verdadeira, pois Jesus disse: “Quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á” (Mt 10.39b). E, além disso, Paulo ensinou: “Ora, se já morremos com Cristo, cremos que tam-

bém com ele viveremos” (Rm 6.8); “Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado, mas, quanto a viver, vive para Deus” (v.10). • A vitória de Jesus foi selada pela ressurreição. Se Jesus, depois de dar a sua vida na cruz e morrer, ficasse retido no túmulo, não passaria de mais um líder religioso morto. Mas Ele ressuscitou e está vivo para todo o sempre. Aleluia! Paulo disse: “Sabendo que, havendo Cristo ressuscitado dos mortos, já não morre; a morte não mais terá domínio sobre ele” (Rm 6.9). A palavra “sabendo”, usada por Paulo no início deste versículo, significa que temos de saber isto, pois outras pessoas ressuscitaram e tornaram a morrer, como Lázaro, o filho da viúva de Naim e muitos outros. Mas, quanto a Jesus, precisamos saber isto: Ele “já não morre; a morte não mais terá domínio sobre ele”. Isto quer dizer que nós, que estamos identificados, também estamos livres do poder da morte. Temos, portanto, vida eterna. • A vitória de Jesus foi consumada na Glória. Davi, inspirado pelo Espírito do Senhor, escreveu: “Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra” (Sl 24.7,8). Essa glória que, no momento presente, é mistério, será revelada a nós, quando lá entrarmos. (II Cor 12.2-4). Deus nos abençoe!

Pr. Enéas Tognini

Fundador e pastor emérito da IBP


pág.

6

Abril de 2013

OXFORD

Oxford

Queridos irmãos, temos vivido um tempo muito frio e economicamente bem delicado na Inglaterra. O governo cortou muitos dos apoios às famílias e o custo de vida aumenta quase todo mês. Mas isso não tem impedido nossa igreja de crescer. Já conseguimos abrir três células e, no dia 18 de março, mais uma casa se abriu. Em breve abriremos nossa quarta célula. Nossos jovens estão muito interessados e envolvidos também: já tivemos um acústico, um culto de jovens em português e, em abril, iniciaremos os cultos de jovens em inglês. Estamos apostando no evangelismo por amizade e temos colhido resultados. Nos últimos meses, recebemos ingleses, africanos, portugueses e italianos, fruto do evangelismo por amizade. Recentemente, fomos convidados a abrir uma célula numa cidade perto de Oxford, estamos orando e atentos aos sinais de Deus sobre o assunto. Por favor, orem conosco por estas novas células, pelas famílias e pelos jovens da cidade. A cada semana, temos visto a ação de Deus em nosso meio e contamos com a oração de cada irmão das I.B.Ps Brasil na conquista de uma terra que já abençoou tantos, e hoje é tão carente do amor e da graça de Deus.

..................................................................................................................................................................................................................................................................

Arquivo Interno

NOTÍCIAS DE OXFORD

Pr. Andre Fonseca


pág.

7

Abril de 2013

DIREITOS E DEVERES

A empregada doméstica e seus direitos Hoje, a legislação já abrange direitos como o registro em carteira, férias de 30 dias, 13º salário, feriados e fins de semana remunerados, aviso prévio e outros. Atualmente, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 5 milhões de empregadas não possuem registro na Carteira de Trabalho, o que causa muitos problemas às trabalhadoras, inclusive em relação aos benefícios da Previdência Social. Lembrando que não basta registrar, mas também promover a contribuição mensal – Instituto Nacional do Seguro Social/INSS - do empregado, sendo de 20% da remuneração (12% do patrão e 8% do empregado). Para quem quiser saber mais, existe, no portal do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, a Cartilha do Trabalho Doméstico (http://www.mte.gov.br/fisca_trab/ cartilha.pdf), que traz instruções de preenchimento e modelos de documentos, como recibos de pagamento.

Imagem ilustrativa

Foi aprovada pela Câmara dos Deputados a Proposta de Emenda à Constituição que amplia os direitos dos trabalhadores domésticos (PEC 478/10), esta proposta prevê, por exemplo, direito de jornada de trabalho de 44 horas semanais, pagamento de hora extra e adicional noturno. O texto ainda segue para o Senado, onde também terá de ser votado e, somente depois de aprovado, será promulgado pelo Congresso Nacional. Conhecida como PEC das Empregadas Domésticas, a proposta garante à babá, ao faxineiro, ao cozinheiro, ao motorista particular e mesmo às enfermeiras de tempo integral, ou seja, pelo trabalho exercido em residência. Dentre estes direitos, estão pagamento obrigatório do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), seguro-desemprego, salário-família e auxílio creche; alguns poderão entrar em vigor após a promulgação, outros ficarão na dependência de regulamentação, como o seguro contra acidentes do trabalho, por exemplo.

Junara Ribeiro

Especialista em Direito Previdenciário


pág.

8

Abril de 2013

ABCP

ABCP elege nova diretoria executiva A Associação Beneficente e Comunitária do Povo, ABCP, elegeu e empossou no último dia 27 de março a nova diretoria da instituição. Por unanimidade de votos dos presentes na assembleia, foi eleita para o mandato com vigência 27 de março de 2013 e 27 de março de 2016 a seguinte equipe:

Arquivo Interno

DIRETORIA EXECUTIVA - Presidente: Murilo Rezende Melo - Vice-presidente: Edilson da Costa Ogeda

- 1º secretário: Fernando Henrique Marcelino Parra - 2º secretário: Alexandre Teixeira Cavalcanti - 1º tesoureiro: Moisés Ribeiro da Silva - 2º tesoureiro: Antonio Mauro de Lima COMISSÃO DE EXAMES DE CONTAS - Ricardo Gutierres Nalini - Sérgio Augusto Luciano Vilela de Souza - Levy Sampaio Nunes SUPLENTES

- Carlos Alberto Morales Paris - Marcelo Alota Okuma - Marcelo Almeida do Amaral A Igreja Batista do Povo e a ABCP são imensamente gratas à diretoria anterior, que finalizou seus trabalhos, sob a liderança do Dr. Gilberto Severino de Oliveira, presidente das duas primeiras gestões da entidade. Nossa oração é para que a recompensa e o reconhecimento não sejam dados de forma hu-

Aline Gadelha Jornalista

mana, mas garantidos pelas bênçãos dos céus sobre a vida de cada um que investiu tempo, dons e talentos a serviço da ABCP nestes primeiros seis anos de vida. Pela nova diretoria, rogamos a Deus por sabedoria e graça nos trabalhos que serão desenvolvidos nesta gestão, certos da seriedade do cumprimento da missão que lhe fora confiada, na restauração de pessoas e vidas.


pág.

9

Abril de 2013

UTILIDADE

AUTISMO

Imagem ilustrativa

O que é? Autismo é uma desordem na qual uma criança jovem não pode desenvolver relações sociais normais, comporta-se de modo compulsivo e ritualista, e geralmente não desenvolve inteligência normal. Sinais de autismo normalmente aparecem no primeiro ano de vida e sempre antes dos três anos de idade. A desordem é duas a quatro vezes mais comum em meninos do que em meninas. Sintomas e diagnóstico Uma criança autista prefere estar só, não forma relações pessoais íntimas, não abraça, evita contato de olho, resiste às mudanças, é excessivamente presa a objetos familiares e repete continuamente certos atos e rituais. A criança pode começar a falar depois de outras crianças da mesma idade, pode usar o idioma de um modo estranho, ou pode não conseguir - por não poder ou não querer - falar nada. Sintomas de autismo em uma criança levam o médico ao

Aline Ribeiro

Jornalista

diagnóstico, que é feito através da observação. Embora nenhum teste específico para autismo esteja disponível, o médico pode executar certos testes para procurar outras causas de desordem cerebral. Prognóstico e tratamento Os sintomas de autismo geralmente persistem ao longo de toda a vida. Muitos especialistas acreditam que o prognóstico é fortemente relacionado a quanto idioma utilizável a criança adquiriu até os sete anos de idade. Crianças autistas com inteligência subnormal - por exemplo, aquelas com Q.I. abaixo de 50 em testes-padrão – provavelmente, irão precisar de cuidado institucional em tempo integral, quando adultos. Crianças autistas na faixa de Q.I. próximo ao normal ou mais alto, frequentemente se beneficiam de psicoterapia e educação especial. Fonoterapia é iniciada precocemente bem como a terapia ocupacional e a fisioterapia.

UTILIDADE

Pequenos cuidados na hora de comprar um imóvel na “planta”. diversos outros fatores (previstos em contrato) a construtora poderá atrasar a entrega de seu apartamento. Neste caso, programe em sua agenda, algum tempo a mais para evitar dissabores. 4. Observe a forma de cálculo dos Juros e Correções Monetárias. O comprador deverá identificar que as parcelas ajustadas no contrato, em virtude da indexação prevista, sofrerão reajustes mensais. Desta forma, programe-se para que a parcela caiba em seu bolso, até o final do fluxo de pagamento previsto em seu contrato. Com estes cuidados básicos e preliminares, o sonho de adquirir o primeiro imóvel será realizado de maneira segura e eficaz!

Imagem Ilustrativa

O Imóvel próprio é um dos maiores desejos do brasileiro. Entretanto, destaco quatro cuidados básicos para uma compra feliz e segura. São eles: 1. Verifique se o Empreendimento desejado possui o registro da Incorporação Imobiliária. Essa informação vem destacada no final dos anúncios publicitários ou no Contrato de Promessa de Venda e Compra do imóvel; 2. Saiba que parte do pagamento de entrada (Sinal) que você está oferecendo no ato da compra está sendo direcionado ao Corretor de Imóveis (imobiliária) e ao pagamento da Taxa “SATI”. Caso você desista da compra durante a execução do empreendimento, os valores pagos a título de corretagem e taxa “SATI” não serão devolvidos. 3. Verifique o prazo de entrega do empreendimento em seu contrato! Por cautela, é bom que você calcule alguns meses a mais do que o previsto no contrato. Em virtude de chuvas, escassez de material e mão-de-obra, além de

Felipe Castro Rodriguez Alvarez

Advogado Especialista em Direito Imobiliário/ Cível e Relações Trabalhistas


pág.

10

Abril de 2013

TERAPIA Muitas pessoas acreditam que psicoterapia é um tratamento para malucos ou para pessoas sem capacidade de lidar com seus próprios problemas. A terapia é um processo de ajuda, no qual o psicoterapeuta tem que fazer uma pesquisa profunda sobre a vida da pessoa analisada, para detectar o que ela aprendeu e que lhe trouxe prejuízos, em que circunstâncias ela recebeu tal aprendizagem e como mudá-la, além de trabalhar as perdas e traumas do paciente. Fazer terapia é lançar-se ao desafio de resolver um problema urgente ou dispor-se para descobrir mais sobre si mesmo – autoconhecimento. O terapeuta é uma pessoa que tem uma formação acadêmica e cursos de especialização em estudos da mente. O local do atendimento é parecido com uma sala de visitas. Uma boa indicação de um profissional é importante, pois traz segurança para a pessoa que busca ajuda.

Fazer terapia é uma atitude de coragem, porque muitos terão que olhar profundamente para dentro de si, por isso, é importante que haja empatia entre paciente e profissional. O terapeuta não é um conselheiro e, sim, um intérprete das falas. O papel do psicólogo é ajudar a pessoa a refletir sobre suas escolhas sem interferir nas decisões. A visita ao psicólogo também é importante, pois o profissional tem critérios técnicos para diagnosticar transtornos emocionais, como depressão, transtorno bipolar, bulimia nervosa, déficit de atenção, esquizofrenia, dentre outros. Em III João1.2, a Bíblia menciona a necessidade de termos boa saúde, tanto física como emocional. Uma boa terapia traz como consequência uma qualidade de vida para a pessoa conseguir descobrir mais sobre si, e equilibrar suas emoções.

Imagem Ilustrativa

NO DIVÃ

Mary Estevam Psicóloga

PREVENÇÃO É A SALVAÇÃO

A morte do cantor Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., trouxe à tona mais um grande problema vivido pelos usuários de drogas: a Comorbidade. Adictos (nome dado aos “escravizados” pela droga) têm forte tendência a desenvolver outras doenças de natureza psíquica, além da adiccção, por conta do uso das substâncias. Essse desenvolvimento é chamado comorbidade. A maconha, por exemplo, é responsável pelo desenvolvimento do quadro de esquizofrenia em muitos dos seus usuários, principalmente nas mulheres, por causa do hormônio progesterona. No caso da cocaína (droga a qual Chorão era adicto) e seus derivados, 70% dos dependentes desenvolvem doenças psíquicas graves. As mais comuns são os transtornos afetivos, as depres-

sões e quadros maníaco-depressivos, os transtornos do controle de impulsos, angústia, transtorno de personalidade e psicose. Chorão encontrava-se num quadro avançado de depressão por conta da separação da esposa e o uso da cocaína só aumentou a sensação de angústia, solidão e sentimento de “sem saída”. Pais, familiares, namorados(as), amigos(as) etc. têm que estar atentos a todos as mudanças de comportamento e caráter de seus próximos. Muitas vezes, tudo isso é reflexo de doenças que estão afetando o psiquismo e alterando a personalidade da pessoa. Nossa missão como cristãos é ajudar, da melhor forma possível, aqueles que necessitam de ajuda. Deus nos abençoe!

Marcelo Palma Personal Coach

www.marcelopalma.com.br

Arquivo On Line

COMORBIDADE Quando o vício não é a única doença


pág.

11

Abril de 2013

ESPAÇO PM

PMs de Cristo encaminha proposta para oficializar a Capelania Policial Voluntária na PM.

Protocolo de intenções, em análise no Comando da PM,  propõe Termo de Cooperação para capelania voluntária na Polícia Militar  Os PMs de Cristo surgiram com objetivo de amparar, emocional e espiritualmente, profissionais de uma das carreiras mais estressantes Desempenhar o papel de dirigente de qualquer instituição pública já é, por si só, uma tarefa de grande responsabilidade. Embora o cargo de chefe invariavelmente traga consigo uma série de vantagens e privilégios, a função nem sempre é um mar de rosas e ao contrário do que alguns incautos possam imaginar, via de regra, está sempre sujeita à intempéries. Entretanto, é inquestionável que entre tantos encargos e atribuições uma das mais espinhosas é quando a instituição se vê diante de escândalos e irregularidades praticadas por seus integrantes e, então, tem de, como se diz popularmente, “cortar na própria carne”. Frequentemente, os telejornais noticiam com grande alarde que autoridades, incumbidas de defender a sociedade, são acusadas de corrupção e os mais diversos tipos de crimes. Fato é que, para infelicidade geral da nação, não há autoridade imaculada. Em todas as organizações, há bons e maus profissionais. Mas o que fazer para evitar que casos que deveriam ser exceção se avolumem de tal forma que pareçam ser regra, a ponto de colocar em risco a imagem da instituição? E mais:

que medidas se deve adotar para evitar situações dessa natureza? Foi com o objetivo de amparar emocional e espiritualmente os profissionais de uma das carreiras mais estressantes existente no mundo que, há 20 anos,  surgiu a Associação dos Policiais Militares Evangélicos do Estado de São Paulo. Os PMs de Cristo constituem um abnegado corpo de voluntários cristãos de diversas denominações cristãs e que decidiram compartilhar a mensagem, os princípios e os valores de Cristo para os colegas policiais. “A Polícia Militar do Estado de São Paulo, maior instituição policial do País, com 181 anos de existência e com um efetivo de aproximadamente 100 mil policiais, está presente nos 645 municípios do Estado, atendendo mais de 35 milhões de chamados por mês, sempre sujeita às mais diversas e adversas situações, muitas vezes em  ações  que exigem pronta resposta e que envolvem  vida e a morte. De forma contínua, diuturnamente  os policiais estão expostos a cenas de violência e corrupção, o que nos faz refletir: Como preservar a saúde mental e espiritual desse profissional, sua integridade moral, inibir os desvios de conduta e caráter e manter elevado o senso de dever, a

auto estima e o adequado preparo profissional?”, questiona o Capitão Joel Rocha, atual presidente da entidade. Ele lembra que há medidas institucionais, como capacitação técnica e preparo profissional, supervisão hierárquica e medidas disciplinares corretivas, que são necessárias e bem-vindas, mas observa que, infelizmente não são  suficientes. “Dentro de cada ser humano há um vazio que somente Deus pode ser preencher. Os princípios e valores cristãos são essenciais na consolidação de um caráter”. A fim de tornar mais efetiva a cooperação que os PMs de Cristo prestam à Polícia Militar na área de valorização e reconhecimento da  figura humana do profissional, a Associação elaborou e encaminhou o Termo de Cooperação para a Capelania Policial Militar Voluntária ao Comando da PM, que atualmente encontra-se em análise pelo Estado Maior  da Corporação. Capitão Joel explica que a missão dos PMs de Cristo está alinhada aos valores da PM. “Trabalhamos pela valorização da figura humana do policial

militar. Nosso objetivo é reforçando princípios e valores que, independentemente do credo, toda sociedade gostaria de encontrar em um policial, como temor a Deus, retidão de caráter, lealdade, disciplina e coragem, respeito aos direitos humanos e dedicação no servir ao próximo, à semelhança do que Cristo fez por nós”. “O Policial Militar é um herói anonimo que cuida de toda a sociedade, mas como todo ser humano, está sujeito a emoções fraqueza e fragilidades da alma, também precisa de cuidados”, finaliza Nestes 20 anos de existência, a Associação, por meio da Capelania Policial Militar Voluntária, já tem assistido estes profissionais em momentos de crise, de modo que eles possam retomar o equilíbrio e desenvolver suas atividades, norteados por princípios éticos, valores morais e cristãos universais. “Estamos orando e com expectativa aguardamos um breve e positivo parecer do Comando para formalizar a atuação dos capelães e regularizar as atividades dos núcleos nas unidades policiais”.

Centro de Comunicação Social da PM


pág.

12

Abril de 2013

DESPERTA DÉBORA

Nenhuma mãe planeja ter um filho homossexual, a expectativa em saber o sexo do bebê se dá desde o momento da comprovação da gravidez e lá pelo sexto mês de gestação, quando já se pode ter certeza do sexo da criança é que, então, se decide a decoração do quarto do bebê, cores, roupas etc... Mas só na adolescência é que o filho(a) tão esperado(a), pode optar por uma orientação sexual não esperada pelos pais. Aí então começam os conflitos, externos e internos de aceitação, culpa, acusação, vergonha e revolta. Antes de se torturar, perguntando-se: Onde errei? Saiba que existe uma promessa que está em Isaías 65.23: “Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a semente dos benditos do Senhor, e os seus descendentes com eles”. Use somente o coração. Procure não julgar e use o coração! Você

Imagem ilustrativa

Menino ou Menina? Meu filho é homossexual. E agora? tem a oportunidade de conhecer ainda mais profundamente o seu filho(a). E de torná-lo(a) uma pessoa mais firme e mais preparada para lidar com o que está acontecendo na vida dele(a). Ele(a) é um ser independente, mas vai adquirir confiança e segurança a partir do momento em que souber que tem o seu apoio. Claro que não acontecerá nada do dia para a noite e, é claro também, que é importante que ele se torne uma pessoa responsável pelos seus atos, porque evidentemente isto é que vai forjar o seu caráter. Ore e confie na promessa que você não gerou para perturbação, portanto, ame-o e o respeite acima de tudo, porque é semente bendita do Senhor!

Téka Cassab

O amor incondicional será seu maior aliado!

Desperta Débora

EMPREENDEDORES As habilidades requeridas de um empreendedor podem ser classificadas em 3 áreas:          Técnicas: Envolve saber escrever, ouvir as pessoas e captar informações, ser organizado, saber liderar e trabalhar em equipe.          Gerenciais: Incluem as áreas envolvidas na criação e gerenciamento da empresa (marketing, administração, finanças, operacional, produção, tomada de decisão, planejamento e controle).          Características pessoais: Ser disciplinado, assumir riscos, ser inovador, ter ousadia, persistente, visionário, ter iniciativa, coragem, humildade e principalmente ter paixão pelo que faz.

Pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos mostram que o sucesso nos negócios depende principalmente de nossos próprios comportamentos, características e atitudes, e não tanto do conhecimento técnico de gestão quanto se imaginava até pouco tempo atrás.  (fonte Wikipédia)

AC Duarte

Líder do Ministério de Empreendedores empreendedores@batistadopovo.org.br

...................................................................................................................................................................................................................................................................

Imagem ilustrativa

Empreendedorismo é o principal fator promotor do desenvolvimento econômico e social de um país. Identificar oportunidades, agarrá-las e buscar os recursos para transformá-las em negócio lucrativo é o papel do empreendedor. De acordo com Robert D. Hisrich, no livro ‘Empreendedorismo’, “empreendedorismo é o processo de criar algo diferente e com valor, dedicando tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as consequentes recompensas da satisfação econômica e pessoal”. A satisfação econômica é resultado de um objetivo alcançado (um novo produto ou empresa, por exemplo) e não um fim em si mesmo.


pág.

13

Abril de 2013

PLAYGROUND

MUDANÇABRUSCADETEMPERATURA: como proteger os pequenos dos resfriados Dra. Patricia Martins A queda da temperatura ambiental nesta entrada de outono, leva-nos a uma atenção redobrada com os nossos pequenos. Principalmente aqueles menores de 2 anos (os lactentes). Nessa faixa etária a perda de calor é muito mais fácil. A regra é: quanto menor a criança mais rápido é o resfriamento do corpo. Organismo resfriado torna-se mais susceptível à aquisição de infecções de vias aéreas superiores e inferiores, pois ocorre uma lentificação da resposta do sistema imunológico (de defesa) para combater os agentes causadores dessas afecções respiratórias. Evitar ambientes públicos, cheios de gente, com pouca ventilação e, portanto, “inadequadamente aquecidos” antes dos 2 meses de vida é uma boa providência. Se o passeio público não puder ser

evitado, agasalhar bem a criança e lembrar de dar atenção especial às cabecinhas dos bebês, local que deve estar sempre protegido e aquecido. Isso se deve à maior proporção de superfície corpórea da cabeça, quando relacionada às crianças maiores. As extremidades também devem ser mantidas com protetores (luvas/meias). O período do banho é outro momento de especial atenção. Manter o ambiente aquecido, com janelas e portas fechadas é primordial. Devese procurar enxugar bem e manter protegidos o tórax e a cabecinha sempre! Há ainda mamães que relatam certo benefício em banhar a criança um pouquinho antes do sono noturno, pois, assim, estaria assegurado o aquecimento com os cobertores e cueiros dos berços!

Imagem Ilustrativa

Médica Pediatra


pág.

14

Abril de 2013

ACONTECEU

ACAMPAJOVEM:

FORA DA CAIXA Quase 400 jovens reunidos para a renovação de uma ALIANÇA. Vidas INCENDIADAS pelo Espírito Santo, saindo do COMODISMO. A celebração de um NOVO TEMPO. Busca do entendimento real sobre o CORPO de Cristo. Uma cidade IMPACTADA. Mais de 100 vidas decidindo por JESUS. Vidas LOUCAS por vidas. Um EXÉRCITO levantando. O real significado da PÁSCOA sendo vivido. Uma GERAÇÃO relevante sendo SEDIMENTADA. Uma geração separada do pecado e que se responsabiliza pelo anúncio do amor, da justiça, da paz e da alegria... por fazer chegar a todos quantos conseguir a SALVAÇÃO!

Fotos: Rogério Gomes

por Hygor Junker

....................................................................................................................................................................................................................................................................

DIA DA MULHER

Fotos: Rogério Gomes

por Aline Gadelha

No dia 6 de março, mais de 200 mulheres foram homenageadas em um culto especial para celebrar o Dia da Mulher em nossa sede, na Vila Mariana. A Pra. Simone Amaral trouxe uma mensagem direta para o coração de nossas mulheres, que depois desfrutaram de um delicioso café.


pág.

15

Abril de 2013

CULTOS E REUNIÕES DA GRANDE SP Vila Mariana

Rua Domingos de Morais, 1100 Vila Mariana - São Paulo - (11) 5579-3516 batistadopovo@batistadopovo.org.br Terça às 9h - Culto de Jejum e Oração pela Família Terça às 20h - Culto de Libertação Quarta às 15h - Culto Especial para Mulheres 1ª Quarta do mês, às 15h: Desperta Débora Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sábado às 19h - Radical Teen Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 9h e 17h - Escola Bíblica Dominical Domingo às 8h, às 10h e às 19h30 - Culto de Celebração (às 10h) Domingo às 17h - Celebração da Família

,

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2013

Cantor de “Deus O anjo do Abençoa Senhor lhe apareceu Sacerdote, na antiga Minha em uma sarça Jerusalém Mãe” ardente (Êx 3:1-2)

Pai de Malom e Quiliom (Rt 1:2)

Arquita, amigo de Davi (II Sm 15:32)

É controlado pelo timoneiro

Proteção de Deus na travessia do deserto Autor da frase: “Como pode um homem nascer, sendo velho?” (Jo 3:4) Jeová-(?), grupo teatral gospel

Dona Maria (?): a Louca (Hist.)

Profissão de Jesus (Mc 6:3)

Divisa; enxerga Período de acasalamento animal Irmã da mãe Técnico de futebol

Moloque e Renfã (At 7:43)

Letra da placa de estacionamento

Dígrafo de “sonho”

Mordomo do rei Acabe (I Rs 18:3)

Nota (abrev.)

Graduação da faixa preta do judô

Dia (?): marco da 2 a Guerra

Waza-(?): vale 7 pontos no judô

50, em algarismos romanos

Meia-irmã violada por Amnom (II Sm 13:8-14)

Antônio Nobre, poeta português

Taboão da Serra

5/husai — jessé — nissi — tamar. 6/ídolos. 7/obadias. 9/onesíforo.

Solução

J F F E N

W

I

L H L E Q U E M O S V E A I C I T I A A R E O P U B I N A D N M I T R A E A S I L R R I F O R

C O L U N A D E F O G O E

NAS BANCAS

I M E C O D I I S S E I S C D U O N C L H A O S S E O A M A N E S

Aprender é divertido...

2

L I A N N A S C I M E N T O

BANCO

Rua XV de Novembro, 1064 Centro, Indaiatuba –SP Fone: (19) 3834-6646 ibpindaiatuba@batistadopovo.org.br Quinta às 20h; e no Domingo 10h e 19h. Sábado às 19h - Radical Teen e Canal Jovem

Letra que precede o cifrão no real

Cristão de Éfeso que auxiliou Paulo (II Tm 1:16)

Rua Antonio de Freitas Toledo, 186 Fone: (11) 2085-6028 - CEP 03809-060 ibpermelinomatarazzo@batistadopovo.org.br Quarta às 15h - Culto Especial para Mulheres Última quarta-feira do mês às 15h Desperta Débora Quinta às 20h - Culto de Batalha Espiritual Sábado 19h - Canal Jovem Domingo 10h e 18h30 - Culto de Celebração Domingo 18h30 - Kidscípulos

Indaiatuba

Concessão do país ao exilado político “Federal”, em PF

Ermelino Matarazzo

Rua Marcílio Dias, 95, Socorro Tel.: (11) 2532-6509 ibpsantoamaro@batistadopovo.org.br Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sábado às 19h30 - Canal Jovem Domingo às 10h e 18h30 - Culto de Celebração

Bartolomeu (?), expresidente argentino Efetue operação de adição

Avô de Salomão (Mt 1:6)

Rua General Rondon, 95 - (Antigo prédio do Procon) - Centro - Tel.: (11) 4056-2901 ibpdiadema@batistadopovo.org.br Quinta às 20h - Culto de Restauração e Edificação Sexta (3ª do mês) - Celebração Especial para Mulheres Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 9h - Escola Bíblica Domingo às 9h e 17h - E. B. de Capacitação Domingo às 10h e 18h30 - Culto de Celebração

Santo Amaro

Alvo das acusações do promotor Centelha Rizpa, para Saul (II Sm 21:11) Leia, em relação a Labão (Gn 29:24)

PLANO DE LEITURA BÍBLICA ANUAL | ABRIL

Diadema

Rua Elza Feres, 328 - Vila Sônia Em frente ao Shopping Taboão Tel.: (11) 4787-8771 ibptaboao@batistadopovo.org.br Sábado às 19h - Canal Jovem Domingo às 19h - Culto da Família

Taubaté

Rua XV de Novembro, 876 Centro, Taubaté –SP Fone: (12) 3622-8484 ibptaubate@batistadopovo.org.br Terça às 19h30 - Culto de Oração Quarta às 19h30 - Culto de Restauração e Edificação; Domingo às 09h - E. B de Capacitação Domingo às 19h30 - Culto de celebração



Boa Palavra - Abril 2013