a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

Nº 11 • ano 2009

Kater Filho o criador do Marketing Católico estará falando sobre Criatividade e Foco entre outros temas

“Foi atendendo a um pedido meu que o IBMC trouxe o Encontro de Marketing Católico para Belém neste ano!” Dom Orani Tempesta


EXPEDIENTE IBMC - INSTITUTO BRASILEIRO DE MARKETING CATÓLICO Diretoria Executiva Presidente: Dom Murilo Ramos Krieger Vice-presidente: Antonio Miguel Kater Filho Secretário: Pe. Licio de Araújo Vale Tesoureira: Ir. Nair Paschoalini Conselho Fiscal: João Carlos Valentim Candido Nazareno Teixeira Ciocci José Nilson Ferreira Gomes Suplentes: João Monteiro de Barros Filho Mauro Salles Izekson José da Silva Diretor Executivo: Antonio Miguel Kater Filho A revista Marketing Católico é uma publicação registrada pelo IBMC Encarte: Ave-Maria Impressão: Sonopress Tiragem desta edição: 15.000 exemplares Capa: Basílica Santuário de N. Sra. de Nazaré – Belém/PA Jornalista Responsável: Cássio Abreu MTB-34831 Diagramação e Arte: Cleber Fabiano Francisco – Tel: (11) 8110-4789 Instituto Brasileiro de Marketing Católico R. Dr. Albano de Almeida Lima, 1115 – Jd. Chapadão CEP. 13070-183 – Campinas/SP Fone/Fax: (19) 3242-2128 Site: www.ibmc.com.br

EDITORIAL Belém é um dos maiores centros de peregrinação mariana do Brasil. Por ocasião da Festa do Círio, dois milhões e meio de pessoas visitam a cidade para agradecer a Nossa Senhora de Nazaré as muitas bênçãos e graças alcançadas por sua intercessão junto a seu amado filho Jesus. Atendendo a uma solicitação de Dom Orani João Tempesta, que gostaria que fosse realizado um Encontro de Marketing na região Norte do país, o IBMC realizará em Belém, de 18 a 21 de maio de 2009, o 14° Encontro de Marketing Católico com o tema: “Fazei o que Ele vos disser”. No mês de fevereiro fomos todos surpreendidos com a transferência de Dom Orani para a Arquidiocese do Rio de Janeiro, onde ele assumirá neste dia 19 de abril, porém ele continua comprometido conosco na realização do evento e estará presente no 14° Encontro para proferir uma palestra sobre a devoção mariana no Brasil e, particularmente, sobre a sua influência na fidelização dos católicos, particularmente na região norte e nordeste. Além deste assunto iremos distribuir as outras palestras do 14° Encontro de Marketing Católico em três temas básicos: Foco, Estratégia e Criatividade, todos eles inspirados na frase de Maria dita aos discípulos nas bodas de Caná (que é o tema base deste Encontro de Marketing Católico): Fazei o que Ele vos disser. Contaremos a presença de um dos maiores publicitários do Brasil: Alex Periscinotto e também com a do Ministro Patrus Ananias, um grande incentivador do IBMC, que nos falará sobre as ações do governo junto às populações mais carentes do país, além de Antonio Miguel Kater Filho o maior expert em Marketing Católico no Brasil (e seu criador) entre tantos outros profissionais da área e autoridades religiosas como Dom Murilo Krieger, atual presidente do IBMC e Dom Geraldo Majela de Castro arcebispo emérito de Montes Claros, MG. Venha participar do 14° Encontro de Marketing Católico em Belém para conhecer as técnicas do Marketing Católico, fundamentadas na Palavra de Deus, reciclar os seus conhecimentos neste assunto e, ao mesmo tempo, conhecer de perto uma das mais belas e fervorosas devoções marianas no Brasil à Virgem de Nazaré, experimentando os deliciosos e exóticos sabores da culinária paraense. Belém, e todos nós do IBMC esperamos você para o 14°Encontro de Marketing Católico de 18 a 21 de maio no Hotel Sagres. Venha participar e traga consigo amigos e membros de sua diocese, paróquia ou sua comunidade!

04 06 12 14 16 18 20 22

Informações sobre o Encontro TEMÁTICA

“Fazei o que Ele vos disser!”

Jo 2, 5.

CÍRIO DE BELÉM

Círio de Nazaré uma das maiores manifestações Marianas do mundo

ACOLHIDA

SEJAM BENVINDOS À Belém: a casa da mãe de Jesus!

PALAVRA do PRESIDENTE “Fazei tudo o que ele vos disser!”

JUBILEU

Ir. Nair Paschoalini 50 anos de profissão de Vida Religiosa

TESTEMUNHO

O Marketing Católico ajudou minha arquidiocese e a mim

INFRA-ESTRUTURA

Hospedagem no SAGRES HOTEL em Belém do Pará

3


Informações sobre o Encontro

14º Encontro de

Marketing Católico em Belém do Pará

Belém do Pará, sediará a convite de seu (ex) Arcebispo Dom Orani João Tempesta (nomeado pelo Papa Bento XVI no dia 27 de fevereiro último, Arcebispo do Rio de Janeiro) o 14° Encontro de Marketing Católico com o tema: “Fazei o que Ele vos disser!” Jo 2,5 tendo como enfoque básico, a partir deste texto, os temas FOCO, ESTRATÉGIA E CRIATIVIDADE na Igreja.

O QUE É UM ENCONTRO DE MARKETING CATÓLICO? Aproveitando a definição de Dom Orani, em matéria editada nesta edição, o Marketing Católico é “um processo que está na base do relacionamento humano, e nesses dias do 14° Encontro aqui em Belém, aqueles que têm alguma dificuldade de compreender esse processo, poderão por ele encontrarem caminhos para acolher novas ferramentas para desempenhar sua missão evangelizadora.”

QUEM PODE OU DEVE PARTICIPAR DO ENCONTRO DE MARKETING CATÓLICO? Qualquer católico, já que o Encontro é feito por conferencistas experientes e experts no assunto abordado, utilizando palestras dinâmicas expostas, quadro a quadro, em equipamentos de data show. É indicado a paróquias, dioceses, congregações e ordens religiosas, associações, seminários, grupos missionários, emissoras de rádio e teve, escolas, pastorais do dízimo e demais pastorais, enfim todas as organizações católicas que querem melhorar o desempenho e aumentar a eficácia de suas atividades e/ou ainda levantar fundos com profissionalismo para manter suas instituições, ampliar instalações ou mesmo comunicar-se melhor com a comunidade.

LOCAL DO EVENTO E DATA O 14° Encontro será realizado nos salões de convenções do Hotel Sagres em Belém do Pará de 18 a 21 de maio de 2009. O evento tem início as 14 h do dia 18 e encerramento as 13 h do dia 21.

VALOR DAS INSCRIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO NO 14° ENCONTRO DE MARKETING CATÓLICO O investimento da participação por pessoa é de: R$ 200,00 para pagamentos efetuados até o dia 30 de abril de 2009. R$ 250,00 para pagamentos efetuados do dia 04 de maio ao dia 09 de maio. R$ 300,00 para inscrições efetuadas após o dia 11 de maio até a data do início do evento 18 de maio de 2009 (neste caso no local na secretaria do 14°EMC)

PALESTRAS E GRUPOS DE INTERESSES As palestras têm a duração de 50 m. com 10 m. para perguntas ao conferencista (pertinentes ao tema/assunto) e algumas serão plenárias, ou seja, de

4

interesse geral para a participação de todos e outras serão segmentadas por assuntos específicos, e simultâneas, Neste caso, o participante poderá optar entre uma ou outra para assistir. Os grupos de interesse são atividades de partilha, onde se reúnem em mesa redonda pessoas com interesses específicos e afins para troca de experiência, sem a mediação dos conferencistas. Normalmente formam-se grupos de até 10 participantes em duas sessões durante todo o evento: nos dias 19 e 20 das 8,00 as 9, 45 da manhã.

DESCONTOS ESPECIAIS PARA GRUPOS DA MESMA ORGANIZAÇÃO De cinco a nove participantes da mesma organização:10% de desconto no valor das inscrições. Para dez ou mais participantes da mesma organização: 20% de desconto no valor das inscrições.

COMO SE INSCREVER PARA PARTICIPAR DO 14°ENCONTRO DE MARKETING CATÓLICO EM BELÉM (ORIENTAÇÃO OBJETIVA) • Pague o valor da taxa de inscrição por meio do boleto bancário anexo a esta revista. • Caso o boleto tenha se extraviado entre no site www. ibmc.com.br clique no ícone: COMO IMPRIMIR O BOLETO PARA PAGAMENTO DO VALOR DA INSCRIÇÃO. Preencha o campo com o seu nome, imprima o boleto e pague-o em qualquer agência bancária no Brasil. • Preencha a ficha de inscrição anexa informando todos os dados solicitados e nos devolva preenchida pelo fax (19) 32422128 . • Caso prefira, você pode fazer a sua inscrição on line pelo site www.ibmc.com.br preenchendo a ficha e enviandoa pelo próprio site. Caso deseje viajar de avião sugerimos duas agências para consulta de preços em promoção (que geralmente acontecem nos meses de abril/maio): Em Campinas a Porto e Poli com Alexandre ou Adriana – fones (19): 32347925 – 32347926 – 32327984 e site www.portoepoli.com.br. Em Belém a Jet Tours com a Dalva Brasil – fones: (91): 3081 4655 - 3266 2400 - 8126 8624 - 9148 6573 MSN: dalva_brasil@yahoo. com.br

IBMC - Marketing Católico 2009


PARÓQUI 1


TEMÁTICA

Uma lição sobre

Foco, Estratégia e Criatividade

“Fazei o que Ele vos disser!” Jo 2, 5.

Antonio Miguel Kater Filho

E

sta determinação de Maria aos serventes nas Bodas da Caná a partir da qual Jesus se manifestou publicamente como Deus à humanidade com a transformação da água em vinho - será o tema do XIV Encontro de Marketing Católico, a se realizar na cidade de Belém, onde Nossa Senhora é venerada sob o título de Virgem de Nazaré. Um tema amplo e rico em reflexões, que se enquadram perfeitamente na atividade do Marketing Católico. A primeira das lições que extraímos deste versículo é a determinação clara daquilo que em marketing chamamos de Foco. Maria apontou para os serventes (e para todos nós) um foco bem preciso: Jesus, e nos deu uma orientação bastante clara e definida: Fazer o que Ele nos dissesse, que eu considero a segunda lição: ação que em marketing denominamos estratégia. A partir daí podemos refletir sobre as múltiplas ativi-

6

dades exercidas pela Igreja e por todas as instituições existentes a partir dela, no Brasil e no mundo, verificando inicialmente se: para nós, para o nosso trabalho, para as nossas funções, enfim, se para cada uma de nossas missões temos um foco claro e bem definido e, ao mesmo tempo, uma estratégia para concluirmos esta missões com êxito e com os resultados projetados.

IBMC - Marketing Católico 2009


IBMC - Marketing Catรณlico 2009

7


É IMPRESCINDÍVEL DEFINIRMOS O FOCO DE NOSSAS ATIVIDADES Definir o foco da missão, não é algo assim tão difícil, apesar de exigir de nós: atenção, pesquisas, reflexões, análises e, ao mesmo tempo, o cuidado de levarmos ao conhecimento de toda equipe envolvida qual é o foco da missão na qual eles estão empenhados. No caso de Dioceses e Paróquias: as Pastorais existentes e aos demais organismos a elas subordinados. Porém simplesmente saber o foco não resolve. Tomemos por exemplo dois times formados por jovens meninas que nunca jogaram futebol disputando uma “pelada” em um campo oficial. Naturalmente, todas as jogadoras de cada equipe têm ciência de que o foco do grupo é fazer gols e, para isso, é preciso conduzir a bola até o gol do adversário, ultrapassando-o. Contudo, se não houver um técnico para orientar estas times (estabelecendo uma estratégia para se fazer gols: se armando e se defendendo ao mesmo tempo) para onde a bola for, irão todas as jogadoras de ambos os times, deixando o resto do campo vazio e vulnerável. O resultado final de uma partida disputada assim é imprevisível e pode até não haver gols. Na administração de uma empresa, em nosso caso de uma Diocese ou Paróquia, poderá ocorrer o mesmo: por maior que seja o número de questões importantes exigindo atenção, todas as equipes de pastorais (se não houver um líder focando-as a partir de uma estratégia) irão naturalmente concentrar os seus esforços naquelas tarefas de maior urgência ou prioritárias (os famosos incêndios a serem apagados) – deixando vazio o “resto do campo”. Isso fará com que muitas ações ou projetos não sejam concluídos nos prazos ou metas. Outra prática comum em empresas (também em Dioceses e Paróquias) é constituir comissões para resolver problemas complexos ou desenvolver proje8

tos. Deixar decisões a cargo de comissões significa, geralmente, chegar a um acordo entre partes discordantes, o que faz, na prática, com que ninguém assuma realmente o problema ou o projeto, dando uma solução a ele. Isso também deixa transparecer a falta de foco nas atividades ou nos problemas.

O FOCO NOS CONDUZ NATURALMENTE A UMA ESTRATÉGIA Quando Maria disse aos serventes: Fazei o que Ele vos disser ela focou o problema (a falta de vinho) em Jesus. Eles, por sua vez, não saíram como baratas tontas, cada um para um lado, na tentativa de conseguir um pouco de vinho para suprir aquela necessidade. Maria focou a solução do problema em Jesus, porque sabia que, naquele momento, aquela seria a melhor estratégia! Eles aguardaram as ordens de Jesus, as seguiram explicitamente e alcançaram um resultado que superou as expectativas de todos, de acordo com a expressão final do chefe dos serventes ao noivo: “Tu guardaste o vinho melhor até agora.” Jo 2, 10 b. Quando mantemos o foco e seguimos a melhor estratégia predeterminada, sempre alcançamos bons resultados. Nas empresas, para mantermos o foco, concentramo-nos nas perguntas: Que tipo de atividades estamos realmente envolvidos? Qual a nossa missão na comunidade? Quais os nossos diferenciais (pontos positivos ou fortes)? Quais as nossas maiores deficiências (nossos pontos negativos ou fracos)? A partir das respostas desenvolvemos uma visão e uma estratégia para realizarmos a visão. Recordando: visão em marketing, é a visualização clara de onde queremos chegar. É a nossa meta futura que tem um prazo para ser alcançada. E para que esta meta, neste prazo estipulado, possa ser alcançada, nós elaboramos um planejamento estratégico que engloba: meios, recursos e ações que precisaremos desenvolver para atingir a meta visualizada.

Nossa visão geralmente coincide com (ou abrange) o foco de nossa missão como empresa, Diocese ou Paróquia. Porém para clarearmos melhor a determinação de um foco estratégico, devemos elaborar uma lista de dificuldades e/ou problemas que a organização esteja enfrentando. A partir desta lista surgirão prioridades como, por exemplo: 1) manter a organização operacionalmente sob controle; 2) restabelecer a confiança do cliente; 3) agir rapidamente, para aumentar o número de clientes; 4) satisfazer com eficácia as necessidades do cliente encantando-o e fidelizando-o; 5) sanar nossas falhas mais comuns e constantes (priorizando-as por ordem de importância e de incidência); 6) tornar a despertar e a enfocar os nossos valores principais (os nossos diferenciais positivos e, se possível, exclusivos) 6) reforçar e intensificar a nossa liderança na comunidade, entre outras. Com isso determinaremos com clareza o nosso foco e, a partir daí, desenvolveremos uma estratégia (em marketing dizemos planejamento estratégico como já nos referimos antes) para atingir os nossos objetivos ou nossas prioridades, sem o risco de perder o foco ao longo da caminhada.

ESTRATÉGIAS E ESTRUTURAS Geralmente as Dioceses e Paróquias funcionam em estruturas arcaicas, predeterminadas no passado ou são administradas por padrões e modelos que vêm sendo seguidos há anos, décadas ou (em alguns casos até) séculos, não importando qual bispo ou pároco esteja à frente delas. Neste caso é importante ressaltar que em marketing é preciso encontrar a estrutura adequada para se cumprir a missão e não o contrário, como normalmente observamos por este Brasil a fora, de norte a sul, com honrosas exceções. A estratégia antecede a estrutura e caso a estrutura já exista antes de estabelecermos a estratégia, ela (estrutura) é IBMC - Marketing Católico 2009


IBMC - Marketing Catรณlico 2009

9


que deverá se adequar à estratégia e não o oposto. Tentar desenvolver uma estratégia sem mudar uma estrutura organizacional inadequada é um grande erro em nossas administrações diocesanas ou paroquiais. Este, a meu ver, é o grande problema na gestão de dioceses, paróquias e organizações ligadas à Igreja.

É AQUI QUE ENTRA A CRIATIVIDADE A criatividade é um dom natural da criatura humana que, pelo próprio nome: “criatura”, já nos revela que foi algo criado por Deus: “Deus criou o homem à sua imagem, criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher.” Gn 1, 27. Ora, se fomos criados à imagem de Deus, somos, naturalmente, seres criativos como Ele, apesar de não utilizarmos este dom natural na intensidade de nosso potencial criador que, a meu ver, é ilimitado! Jesus foi criativo para solucionar o problema proposto a Ele nas bodas de Caná: utilizou a água disponível para as abluções legais dos judeus, transformando-a em vinho. Se perguntássemos a qualquer servente ou convidado daquela festa para que serviria aquela água nas talhas de pedra todos responderiam: para a nossa purificação ritual exigida pela Lei. Mas Jesus, criativamente, usou-a para transformá-la em um excelente vinho! Costumo em minhas pregações para casais, nos retiros que prego pelo Brasil juntamente com minha esposa, fazer a seguinte analogia quando reflito sobre as Bodas de Caná com os casais que estão em crise: - “Se vocês fizerem tudo o que Jesus nos diz, Ele será capaz de transformar toda esta “água suja” do mau relacionamento de vocês num delicioso vinho (símbolo bíblico da alegria), melhor ainda do que o primeiro vinho de suas bodas: a lua de mel!” A criatividade que Jesus demonstrou ter enquanto esteve entre nós começa pelas parábolas que Ele proferiu para que o povo judeu, simples e iletrado, pudes10

se compreender o verdadeiro sentido da lei de Deus que ultrapassava os limites dos ritualismos (mecânicos e impessoais) impostos pelos sacerdotes da época e desembocava na verdadeira e única lei do amor: “Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.” Jo 13, 34 b – 35. E, para que muitos pudessem ouvir as Suas parábolas, Jesus também se valeu da criatividade pregando sobre as barcas às margens da praia onde o povo se concentrava para ouvi-Lo, aproveitando-Se dos ventos que sempre sopram na direção do continente e que levavam Sua voz para mais longe, ou subindo em montanhas, valendo-Se do eco para ser ouvido bem mais além. Ele usou a criatividade ao curar um cego com saliva e terra formando um ungüento milagroso que lhe restituiu a visão ( Jo 9, 6-7) e, ao devolver questões e respostas criativas aos fariseus, publicanos e saduceus que, por diversas vezes, tentaram apanhá-Lo por meio das palavras, como na passagem de mulher adúltera trazida em sua presença ou quando lhes perguntaram se era lícito pagar o imposto a César e sobre a ressurreição, entre tantas outras. Criatividade era o que não faltava a Jesus, além, naturalmente, de foco em sua missão: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” ( Jo 10, 10). Para isso, Ele desenvolveu diversas estratégias, inclusive contrariando as estruturas e “leis” judaicas: indo comer na casa de “pecadores” como Zaqueu o cobrador de impostos, curando pessoas no dia

de sábado (dia que os judeus não poderiam trabalhar), dialogando com uma mulher samaritana, algo incomum a um judeu e ainda mais Rabi, entre outras. Jesus também determinou um foco para nós, seus sucessores. Foco bem delineado em sua última frase dita antes de ascender ao céu: “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai (isso) a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que eu vos prescrevi.” Mt 28, 18-20. O foco de nossas missões (como cristãos) nos foi dado por Jesus e se ainda não as cumprimos é por que: ou nos desviamos do foco ou não usamos ainda a criatividade que o Pai nos deu, desenvolvendo estratégias adequadas que nos permitam ensinar ao mundo tudo o que Jesus nos prescreveu e que Maria, serva obediente e fiel, corroborou ao dizer: Fazei o que Ele vos disser.

Antonio Miguel Kater Filho é Diretor do IBMC

IBMC - Marketing Católico 2009


anúncio 3 O Portal GuiaCatólico.Com é o mais moderno e eficiente meio de comunicação entre você e o segmento religioso. Agora você conta com uma página exclusiva na maior rede de relacionamentos da Igreja para pesquisar e se comunicar diretamente com quem procura. Com seu perfil exclusivo, você inclui textos e imagens no maior portal católico do país, e o seu site pode acessar as informações completas do Anuário Católico do Brasil.

Adquira também as etiquetas para sua • mala-direta (atualizadas)

REALIZAÇÃO:

APOIO:

CERIS 46

IBMC - Marketing Católico 2009

anos

• Criação • Manutenção • Hospedagem de sites

PRODUÇÃO:

www.promocat.com.br Tel (55 11) 2099 6688

11


CÍRIO DE BELÉM

Círio de Nazaré uma das maiores manifestações Marianas do mundo A Festa do Círio de Nazaré na cidade de Belém no Pará é conhecida no Brasil e no exterior, pela bonita manifestação de fé que peregrinos e romeiros demonstram ter no poder de intercessão da Virgem Maria, junto a Jesus, seu filho. São milhões de fiéis que se revezam por um período de 15 dias na Basílica de Nazaré, agradecendo pelas graças alcançadas, por intercessão de Nossa Senhora e apresentando a ela novos pedidos. O ápice da festa é a Procissão do Círio, realizada no se-

12

gundo domingo do mês de outubro. Estima-se em mais de dois milhões o número de fiéis que acompanham a procissão, esforçando-se para segurar na imensa corda atada à berlinda que leva a imagem de N. S. de Nazaré no cortejo santo, pelas ruas da cidade. Uma demonstração vigorosa de fé na mãe que a todos protege e atende, em suas mais diferentes necessidades. Muitos devotos carregam sobre suas cabeças a miniatura de uma casa, testemunhando a graça alcançada de ter conseguido sua

IBMC - Marketing Católico 2009


casa própria. A imagem, vista do alto, é a de rio humano serpenteando pelas ruas de Belém debaixo de um calor de 40º centígrados, e uma multidão incontável - como as miríades de anjos no céu descritas no livro do Apocalipse - espremida pelas calçadas e janelas, das residências e edifícios, aguardando pacientemente para ver passar a berlinda trazendo a imagem.

HISTÓRIA DA DEVOÇÃO A devoção a Nossa Senhora de Nazaré teve início em Portugal. A imagem original da Virgem pertencia ao Mosteiro de Caulina, na Espanha, e, de acordo com a tradição, teria saído da cidade de Nazaré, em Israel, no ano de 361, tendo sido esculpida pessoalmente por seu esposo São José. Numa batalha, a imagem foi levada para Portugal, onde, por um longo período, ficou escondida no Pico de São Bartolomeu. Em 1119, a imagem foi encontrada. A notícia se espalhou e muitos começaram a venerar a Santa. Desde então, incontáveis milagres foram atribuídos a ela.

A DEVOÇÃO NO PARÁ No Pará, foi o caboclo Plácido José de Souza quem encontrou no ano de 1700, às margens do igarapé Murutucú (onde hoje se encontra a Basílica Santuário), uma pequena réplica da imagem de Nossa Senhora de Nazaré. Diz a lenda que, após achá-la, Plácido levou a imagem para a sua choupana, mas no outro dia ela não estava lá. Correu ao local onde a encontrou e lá estava a imagem. O Fato se repetiu várias vezes até a imagem ser enviada ao Palácio do Governo. No local do achado, Plácido construiu uma pequena capela.

IMAGEM AUTÊNTICA A chamada imagem “autêntica” ou “imagem do achado” é a escultura de madeira encontrada pelo caboclo Plácido, no ano de 1700. Tem 28 cm de altura, cabelos caídos sobre o ombro direito e carrega ao colo o Menino Jesus IBMC - Marketing Católico 2009

despido, com um globo nas mãos. Aos pés da Virgem, há a cabeça alada de um anjo. Na Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, esta imagem fica em uma redoma de cristal no altarmor - chamado Glória entre anjos, nuvens e um belo esplendor de raios.

IMAGEM PEREGRINA A partir de 1969, por segurança, a imagem autêntica que era carregada nas procissões do Círio foi substituída por outra: uma cópia ligeiramente modificada da imagem encontrada por Plácido. É chamada de “imagem peregrina” porque sai em todas as procissões e cerimônias oficiais da festa.

A TRADIÇÃO DA CORDA A corda puxada pelos promesseiros é um dos maiores ícones da procissão do Círio. Com 350 metros de comprimento e duas polegadas de diâmetro é produzida em titan torcido de sisal oleado. Enfileirados, homens e mulheres puxam a corda que faz a berlinda se movimentar.

A HISTÓRIA DA CORDA Durante a procissão de 1855 a berlinda ficou atolada por conta de uma grande chuva e os animais que a puxavam não conseguiam desatolá-la. Os organizadores arranjaram então uma grande corda, emprestada de um comerciante, para que os fiéis ajudassem a desatolar a berlinda. A partir daí, os organizadores, prevenidos, passaram a levar uma corda durante a procissão do Círio. Mas, somente em 1885 a corda foi oficializada no Círio, substituindo os animais que puxavam a berlinda. 13


ACOLHIDA

SEJAM BENVINDOS À Belém:

a casa da mãe de Jesus! POR Dom Orani João Tempesta - Arcebispo de Belém Com alegria a Igreja de Belém acolhe o XIV Encontro de Marketing Católico que tem como tema central, uma das mais belas expressões bíblicas atribuídas a Nossa Senhora: “Fazei o que Ele vos disser” ( Jo 2,5). Frase sucinta como uma gota do mais precioso perfume, formada apenas por cinco palavras, mas que detém em si a infinita profundidade da Sabedoria que o Espírito Santo a brindou quando, por meio dele, concebeu o Filho de Deus: Jesus o nosso único Salvador. Tendo participado de outros Encontros de Marketing realizados em anos passados, posso garantir que esta é uma grande oportunidade para a Igreja no Brasil, e particularmente da região Norte do país, tomar ciência das ferramentas e técnicas de marketing que vêm sido aplicadas com sucesso, ao longo destes 14 anos, em paróquias, dioceses e outras instituições religiosas no intuito de difundir, com objetividade, coerência e adequação aos tempos atuais, o Evangelho de Jesus Cristo. Existe ainda certa incompreensão no entendimento do conteúdo da palavra “marketing”, pois a maioria ainda a une exclusivamente à questão comercial e não a um processo que está na base do relacionamento humano. Nesses dias aqui em Belém os que têm alguma dificuldade de compreender esse processo, poderão encontrar caminhos para acolher novas ferramentas para desempenhar sua missão evangelizadora. A feliz escolha do tema deste Encontro, a partir de Maria, aqui nesta terra mariana, já nos estimula a participarmos com grande ardor missionário, procurando nos capacitar cada vez mais para cumprirmos nossa missão como: sacerdotes, religiosas, religiosos ou leigos comprometidos com a Igreja, cada qual em sua frente de trabalho pastoral. O nosso país é majoritariamente católico e de raiz mariana, porém é preciso entusiasmar ainda mais os nossos católicos a viver e fazer tudo o que Jesus nos ensinou. Como nos recorda o documento de Aparecida é necessário vivermos em estado de missão sendo um povo de discípulos missionários. Para isso é imprescindível conhecer as novas formas e recursos para melhor nos comunicarmos, além de aprendermos a adequar a nossa linguagem - às vezes um tanto quanto clerical e complexa - ao entendimento do povo, agindo assim como Jesus que, no seu tempo, se expressava por parábolas para que assim todos, sem exce14

IBMC - Marketing Católico 2009


ção, memorizassem os ensinamentos do Pai, aquilo o que Ele lhes dizia. Quais são as melhores maneiras de fazer isso hoje? Quais são as “parábolas modernas”? Quais a formas adequadas de nos comunicarmos com uma sociedade totalmente informatizada, que recebe a cada segundo milhões de informações e convites que vêm de todas as partes do mundo por meio até de um pequeno receptor portátil chamado celular, acessível à grande maioria da população? Estima-se em mais de 150 milhões o número de celulares em funcionamento somente no Brasil! Somemos a isso os computadores, as tevês, os aparelhos de rádio, os jornais, as revistas e todos outros meios de comunicação existentes - e de acesso cada vez mais fácil por todos - que teremos uma complexa e multiplicadora rede de informações (via internet) interferindo a cada segundo em nossas vidas. Onde e como encaixar a mensagem de Jesus (tudo aquilo o que Ele nos disse) com eficácia e realce tais, que fique gravada no coração e na mente das pessoas, transformando-as? Como fixar os valores eternos em uma sociedade tão volúvel? Como levantar recursos financeiros eficazmente para nos adequarmos a esta realidade? Certamente o Marketing, um dos grandes responsáveis por esta evolução revolucionária dos hábitos e do comportamento da humanidade nas últimas décadas, têm boas pistas que, devidamente adaptadas e adequadas pela ética cristã e pelo bom senso, poderão ser utilizadas com sucesso em nosso trabalho pastoral em todas as suas dimensões e em toda a sua diversidade. Vivemos uma mudança de época, recorda-nos a Conferência de Aparecida, e essa mudança é primeiramente cultural. Valores ontem importantes são hoje desprezados. Alardea-se caminhos alternativos com relação à vida, família, matrimônio, ética e moral. Sentimos que a Palavra da Verdade que é o Evangelho nem sempre consegue permear o coração e o comportamento das pessoas. Eis uma questão da qual não podemos fugir. Eu, particularmente, já que temos a oportunidade de termos aqui esse encontro, convido o clero, aos religiosos, religiosas e leigos de nossa Arquidiocese, e insisto para que não percam esta oportunidade de participar: aprendendo ou, ao menos, conhecendo um pouco mais sobre o Marketing Católico, para que sejamos mais eficazes em nosso trabalho. Da mesma forma reitero o meu convite a todas as dioceses, paróquias e demais organizações religiosas do Brasil para que venham participar, enviando ao menos um ou dois representantes, para também aprenderem e, ao mesmo tempo, conhecerem (ou reverem) um pouco de nossa querida Belém: a terra do Círio de Nazaré, uma das maiores manifestações marianas de fé no mundo. Sejam bem vindos e que a Virgem de Nazaré nos acompanhe em mais esta nossa missão! IBMC - Marketing Católico 2009

Dom Orani João Tempesta Arcebispo de Belém

15


PALAVRA do PRESIDENTE

“Fazei tudo

o que ele vos disser!” POR Dom Murilo S.R. Krieger, scj - Arcebispo de Florianópolis

O

evangelista são João não faz nenhum referimento ao nascimento de Jesus, à sua infância ou à vida escondida em Nazaré. O início de seu Evangelho dá um salto da eternidade (“No princípio era a Palavra... e a Palavra era Deus” – Jo 1,1) à terra (“E a Palavra se fez carne e veio morar entre nós” – Jo 1,14). Também não menos repentinamente ele introduz a Mãe junto a seu Filho, demonstrando ser evidente que a Palavra que existia já “no princípio” seja o Filho de Deus, quanto à natureza divina, e Filho de Maria, quanto à natureza humana: “No terceiro dia, houve um casamento em Caná da Galiléia, e a Mãe de Jesus estava lá; também Jesus...” ( Jo 2,1-2). Percebe-se a razão do destaque dado à presença de Maria quando vem a faltar o vinho. Ela descobre isso e intervém, quer para que não diminua a alegria de todos, quer para socorrer os esposos em dificuldade. Maria sabia que Jesus não tinha vinho à disposição; também não procurou outra solução para o problema, por exemplo: uma advertência aos donos da festa e a compra de vinho junto a vendedores. Esperava um milagre de seu Filho. Mas até aquele momento Jesus não tinha feito milagre algum, nem em Nazaré, nem em outra cidade... O que quer que estivesse em seu coração naquele momento, ao dizer a Jesus: “Eles não têm vinho!” ( Jo 2,3), ela manifestou as dimensões de sua fé. Confiou no poder de Jesus, mesmo que até então esse poder não tivesse se manifestado. Muitas explicações já foram dadas à resposta de Jesus: “Que é isso para ti e para mim, mulher? A minha hora ainda 16 16

não chegou”. Para uns, seria uma aparente recusa. Para outros, a não aceitação de qualquer intervenção de sua Mãe em sua missão. Há os que destacam a distância que deve ficar clara entre os dois. E há os que interpretam a pergunta como uma prova à fé de Maria. A ordem de Jesus aos que estavam servindo (“Enchei as talhas de água”), o milagre que fez (“o vinho bom”) e a antecipação de sua hora dão a verdadeira resposta: Jesus esperava de Maria, que, com seu corpo, com sua maternidade, já havia colaborado para a realização do plano de salvação, colaborasse também, com sua fé e esperança, para a obra que ele estava começando. A fé em seu Filho foi premiada. Por isso, percorre os séculos sua ordem: “Fazei tudo o que ele vos disser!” Assumindo sua maternidade universal em relação aos homens e mulheres de todos os tempos, ela nos convida a uma fé sem hesitação, especialmente quando não compreendermos o sentido e a utilidade daquilo que Cristo nos pedir.

Oração: Mãe de Jesu Mãe! Em C s e minha aná demonstraste tua p reocupação pelas necessidad es dos outro s. Animado p elo teu ges to, colocamos so b o teu amp aro o 14° En contro de M arketing Cat ólico: que n ele os participan tes respostas par encontrem a os desafio s da evangeliz ação em noss os dias, a fim d e que teu Fil ho Jesus Cristo seja sempre mais conhec ido, amado e testemunhad o. Amém.

Dom Murilo S.R. Krieger, scj

é Arcebispo de Florianópolis e Presidente do IBMC

IBMC--Marketing Marketing Católico Católico 2009 IBMC 2009


LANÇAMENTO 28/04/2008

FAÇA SUA RESERVA

anuncio 4

A IGREJA QUE VOCÊ BUSCA! O Novo Anuário Católico do Ceris está totalmente remodelado. Mais prático e ágil, é um subsídio indispensável para você e sua comunidade.

REALIZAÇÃO:

APOIO:

CERIS 46

IBMC - Marketing Católico 2009

anos

PRODUÇÃO:

www.promocat.com.br Tel (55 11) 2099 6688

17


jubileu

Ir. Nair Paschoalini, tesoureira do IBMC completou 50 anos de profissão de Vida Religiosa Quem que já participou e participa regularmente dos Encontros de Marketing Católico já se acostumou com a amável, discreta e suave presença de nossa querida tesoureira, a salesiana Ir. Nair Paschoalini, que, como ela mesma se intitula: é uma filha amada de Dom Bosco. Ela, além do excelente trabalho que vem prestando à sua congregação por onde passa: organizando, levantando fundos, enfim botando ordem na casa, foi, pelo período de doze anos, a tesoureira do Regional Sul 1 da CNBB, onde nasceu o IBMC – Instituto de Marketing Católico, que desde a sua fundação também conta com os seus excelentes serviços no controle financeiro da instituição. No Regional Sul 1, graças a sua capacidade de administrar bem as finanças, ela conseguiu economizar recursos para comprar as salas onde hoje funciona a instituição. No IBMC ela, ao longo destes nossos treze anos de existência, tem feito “das tripas o coração”, para que, ano a ano, o Encontro aconteça sem problemas, já que, por sermos uma instituição sem fins lucrativos, dependemos quase que exclusivamente de doações de terceiros para sobrevivermos. Inegavelmente tem sido a grande capacidade administrativa financeira da Ir. Nair que nos tem mantido ao longo destes anos servindo a Igreja no Brasil, como determina o nosso estatuto. Por isso o nosso carinho e a nossa admiração pela Ir. Nair são indescritíveis e, pelo visto, existem muitas outras pessoas como nós que lhe são gratas por sua dedicação ao trabalho que a ela confiaram (e ainda confiam) ao longo de sua vida religiosa.

O JUBILEU DE OURO DA IR. NAIR PASCHOALINI

18

Por tudo isso, no dia 18 de janeiro passado às 16 h., centenas de pessoas estiveram presentes celebrando juntamente com a Ir. Nair os seus 50 anos de profissão religiosa em uma missa solene, presidida pelo Pe. Lício do Vale (secretário do IBMC), no Colégio Santa Inês das Irmãs Salesianas, situado no bairro Bom Retiro na cidade de São Paulo. Ao lado dela também outras irmãs salesianas comemoraram o seu jubileu, cada uma com o seu tempo de vida religiosa. Uma festa bonita na qual membros da diretoria do IBMC estiveram presentes e, ao final, o Pe. Lício leu publicamente uma bela homenagem escrita por Dom Paulo Evaristo Arns, Cardeal Arcebispo Emérito de São Paulo (que não pode estar presente por problemas de saúde), onde entre outras palavras de gratidão ele agradece a ela o profícuo trabalho dela frente ao Regional Sul 1 da CNBB que possibilitou a aquisição de sua sede própria. Parabéns, querida Ir. Nair, nós do IBMC queremos, se Deus quiser, estar ao seu lado comemorando ainda muitos jubileus de uma vida santa como a sua: dedicada ao serviço de Deus por meio de nossa Igreja! IBMC - Marketing Católico 2009


IBMC - Marketing Catรณlico 2009

19


TESTEMUNHO

O Marketing minha

arquidiocese e a mim

A primeira vez que eu soube da atividade do Marketing Católico, foi por meio de alguns leigos de minha arquidiocese, que participaram do II Encontro de Marketing Católico realizado na cidade de Campos de Jordão em São Paulo, no ano de 1997. Na época um padre muito querido de nosso povo em Montes Claros, o Pe. Tadeu, havia falecido depois de um longo tratamento médico no qual nós gastamos uma importância muito grande. A parte do dízimo recolhido na época não era suficiente nem para cobrir as nossas despesas e o tratamento dele - todo feito por médicos e hospitais particulares em grandes centros urbanos - complicou mais ainda as nossas finanças diocesanas, porque na época não tínhamos um plano de saúde para os nossos padres. Foi na busca de uma solução que eu decidi convidar o leigo Kater Filho, que era o pioneiro nesta atividade, um pregador de retiros e um especialista em conscientização do dízimo, para nos visitar e nos propor um plano de trabalho, a começar pela restauração de nossas finanças. Foi uma decisão certa, porque o Kater (hoje um grande amigo meu) veio e ajudou muito a nossa Pastoral do Dízimo Diocesano (na época Montes Claros era ainda diocese) a começar um trabalho eficaz de conscientização em todas as paróquias e comunidades. Assim o dízimo foi crescendo gradativamente até que decidimos ampliar o nosso Seminário diocesano que estava pequeno para acolher os muitos vocacionados que surgiam. Novamente o Kater, através do Marketing, nos ajudou bastante com uma campanha muito bem elaborada de conscientização dos fiéis e nós pudemos ampliar o nosso seminário, que hoje abriga quase uma centena de 20

Católico ajudou

seminaristas. Diante disso eu mesmo resolvi participar de um dos Encontros Católicos que todos os anos são realizados pelo IBMC (hoje sob a presidência de meu irmão no episcopado Dom Murilo Krieger) e coordenados pelo Kater Filho que é o diretor executivo do IBMC e o organizador destes encontros. Fui, participei e gostei muito, porque aprendi muitas coisas novas que comecei a aplicar em meu trabalho pastoral e mesmo em minhas homilias que se tornaram mais atraentes. Pelas palestras muito bem elaboradas que ouvi, todas fundamentadas na Palavra de Deus, pude perceber que as técnicas que o marketing usa para cativar os clientes, poderiam ser utilizadas por nós padres para cativarmos os nossos fiéis, tornando as nossas homilias e as nossas celebrações muito mais dinâmicas, mais atraentes e principalmente mais eficazes, quando aprendemos a falar diretamente ao coração dos fiéis indo ao encontro de suas necessidades, seus temores, suas preocupações e tudo mais que os incomoda física e espiritualmente. Daí para frente não perdi um só Encontro de Marketing e se Nosso Senhor me permitir eu não perderei nenhum Encontro de Marketing futuro, pois a cada ano que participo, aprendo coisas novas: ouvindo as palestras e partilhando minhas experiências em atividades de grupo que são realizadas e que são muito

proveitosas para mim e para todos que delas participam. Gostei tanto dos Encontros que no ano de 2007 solicitei ao IBMC que realizasse um Encontro de Marketing na cidade de Belo Horizonte para que os nossos padres, religiosas, leigas e leigos, que residissem no estado de Minas Gerais, pudessem participar. Eu exorto a todos os meus irmãos no episcopado e aos meus irmãos padres de todo o Brasil para que se esforcem para participar de um destes Encontros que são realizados anualmente no mês de maio. Eu já fiz a minha inscrição para o 14°Encontro de Marketing que neste ano será realizado na cidade de Belém de 18 a 21 de maio e, se Deus quiser, lá estarei para aprender um pouco mais e partilhar com todos, o que já pude aprender sobre o Marketing Católico, aplicando-o em minhas atividades pastorais.

Dom Geraldo M. de Castro é ArcebispoEmérito de Montes Claros MG

IBMC - Marketing Católico 2009


IBMC - Marketing Catรณlico 2009

21


INFRA-ESTRUTURA

Hospedagem no SAGRES HOTEL em Belém do Pará Devido ao custo da refeição (R$ 32,00 + 10%) servida no hotel acertamos com o hotel somente a hospedagem com o café da manhã incluso. Portanto neste XIV EMC as refeições não estarão inclusas nas diárias. A diária no Sagres Hotel inclui somente o café da manhã. As refeições no hotel serão cobradas individualmente ao custo de R$ 32,00 + 10% com direito a uma sobremesa e uma bebida não alcoólica, porém nas imediações do hotel existem restaurantes e lanchonetes com preços mais baixos. Os participantes que não se hospedarem no hotel e se inscreverem somente para participar do 14º Encontro de Marketing Católico deverão pagar no local, na secretaria do IBMC, um valor adicional de R$ 40,00 (taxa de utilização do Centro de Convenções), além da taxa de inscrição. Os participantes (e seus acompanhantes) poderão se hospedar no Sagres Hotel (local do 14º Encontro de Marketing Católico), a um preço promocional de R$ 119,00 a diária para apartamentos simples e R$ 133,00 (R$ 66,50 por pessoa) a diária para apartamentos duplos, custando apenas R$ 66,50 por pessoa a diária. O Hotel cobrará 10% referente a taxas de serviços. O Sagres Hotel não dispõe de quartos triplos ou quádruplos. Todos os apartamentos são categoria luxo. O hotel se localiza a cerca de 15 minutos do aeroporto de Belém. As diárias serão pagas diretamente ao Sagres Hotel, após a hospedagem, mas as reservas, pelo preço promocional, só serão efetuadas após os participantes se inscreverem para o 14º Encontro de Marketing Católico, pagando o boleto com o valor da taxa de inscrição em qualquer agência bancária ou por depósito no Bradesco e nos enviando um fax com o comprovante (veja os procedimentos ao lado). Os participantes que optarem por apartamentos duplos poderão indicar na ficha de inscrição as pessoas com quem dividirão o quarto. Não esquecer de marcar o dia de chegada e o de saída do hotel na ficha de inscrição. Obs. O IBMC não se responsabilizará por possíveis desistências de companheiros de quarto nem pelo acréscimo no valor da hospedagem causado por estas desistências/ ausências.

22

PROCEDIMENTOS E ROTEIRO PARA A INSCRIÇÃO NO 12º ENCONTRO DE MARKETING CATÓLICO. As inscrições para o 14º Encontro de Marketing Católico (e as reservas, se solicitadas, para a hospedagem no Sagres Hotel) serão efetivadas SOMENTE após o recebimento da ficha de inscrição (anexa à revista) preenchida, juntamente com a cópia do comprovante do pagamento do valor da inscrição por meio do boleto bancário em anexo ou depósito bancário efetuado. COMO EFETUAR O PAGAMENTO DA INSCRIÇÃO O depósito do valor da inscrição (os valores estão na página 11) poderá ser feito em qualquer agência do Bradesco em nome do: Instituto Brasileiro de Marketing Católico, conta 088931-8, agência 0449-9. A ficha de inscrição e o comprovante do depósito bancário deverão nos ser enviados pelo fone/fax (0XX19) 3243-3158 ou pelo Correio para: IBMC – Instituto Brasileiro de Marketing Católico R. Dr. Albano de Almeida Lima 1115 (frente) Jardim Chapadão – Campinas SP CEP 13070-183 BOLETO BANCÁRIO - Pagar em qualquer agência bancária o boleto em anexo à revista ou fazer a inscrição no www.ibmc.com. br e imprimir o boleto que será gerado. DEPÓSITO BANCÁRIO - O depósito do valor da inscrição (os valores estão na página 4) poderá ser feito em qualquer agência do Bradesco em nome do: Instituto Brasileiro de Marketing Católico, conta 3671-4, agência 1608-0. Neste caso envie a ficha de inscrição e o comprovante de depósito para o nosso fax: (19) 3242-2128 ou pelo correio para: IBMC – Instituto Brasileiro de Marketing Católico R. Dr. Albano de Almeida Lima, 1115 – frente CEP. 13070-183 – Campinas/SP VIA INTERNET - Acessar o link: ‘Faça sua inscrição’ e siga os procedimentos que aparecerem.

PASSEIO E JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO No dia 20 de maio promoveremos, após o almoço, um passeio (opcional e por adesão: R$ 50,00 por pessoa) em confortáveis ônibus executivos para locais turísticos de Belém no período da tarde e, à noite, uma visita à Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré seguida de um jantar de confraternização em um restaurante especializado em comidas típicas. A adesão para o passeio e o jantar no valor de R$ 50,00 por pessoa, deverá ser feita na ficha de inscrição e o pagamento na secretaria do evento, no hotel. OUTRAS INFORMAÇÕES Para outra informações sobre o XIV Encontro de Marketing Católico visite nosso site: www.ibmc.com.br Para esclarecimentos de dúvidas ligue: (19) 3242-2128 das 8 às 18hs e fale com o atendente. Solicite, se preferir, informações também pelo e-mail: ibmc@ibmc.com.br

Na certeza de que a sua participação no 14º Encontro de Marketing Católico será benéfica para o crescimento de sua instituição, despedimo-nos, esperando ver você, sua equipe e seus amigos em Belém. Até lá! Dom Murilo Krieger – Presidente do IBMC e Arcebispo de Florianópolis Antonio Miguel Kater Filho – Vice presidente do IBMC, Consultor de Marketing e Organizador do 14º Encontro de Marketing Católico.

IBMC - Marketing Católico 2009


ANรšNCIO 7

IBMC - Marketing Catรณlico 2009

23


ANรšNCIO 8

24

IBMC - Marketing Catรณlico 2009

Profile for IBMC

Revista Marketing Católico - 2009 - Edição 11  

Revista Marketing Católico - 2009 - Edição 11  

Profile for ibmc
Advertisement