a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

Nº 12 • ano 2010

Dom Orani João Tempesta: “O Rio de Janeiro, cidade que tem uma tradição de acolhimento e de eventos no Brasil receberá neste ano o 15º Encontro de Marketing Católico”.

Kater Filho o criador do Marketing Católico estará falando sobre: “Somos D’Ele, por Ele fomos escolhidos E sem Ele Nada Podemos Fazer!”


EXPEDIENTE IBMC - INSTITUTO BRASILEIRO DE MARKETING CATÓLICO Diretoria Executiva Presidente: Dom Murilo Ramos Krieger Vice-presidente: Antonio Miguel Kater Filho Secretário: Pe. Licio de Araújo Vale Tesoureira: Ir. Nair Paschoalini Conselho Fiscal: João Carlos Valentim Candido Nazareno Teixeira Ciocci José Nilson Ferreira Gomes Suplentes: João Monteiro de Barros Filho Mauro Salles Izekson José da Silva Diretor Executivo: Antonio Miguel Kater Filho A revista Marketing Católico é uma publicação registrada pelo IBMC Encarte: Ave-Maria Impressão: Sonopress Tiragem desta edição: 15.000 exemplares Capa: Cristo Redentor – Rio de Janeiro/RJ Jornalista Responsável: Cássio Abreu MTB-34831 Diagramação e Arte: Cleber Fabiano Francisco – Tel: (11) 8110-4789 Instituto Brasileiro de Marketing Católico R. Dr. Albano de Almeida Lima, 1115 – Jd. Chapadão CEP. 13070-183 – Campinas/SP Fone/Fax: (19) 3242-2128 Site: www.ibmc.com.br

EDITORIAL Finalmente conseguimos realizar um grande sonho nosso e de vocês, participantes dos Encontros de Marketing Católicos que realizamos ininterruptamente há 15 anos: fazer o nosso encontro anual na cidade do Rio de Janeiro, onde o Cristo Redentor nos recebe de coração aberto. Foram várias tentativas ao longo dos 15 anos de evento, mas sempre esbarramos em disponibilidade de datas (porque o Rio não enfrenta problemas baixa estação) e principalmente nos altos custos de hospedagem nos hotéis que dispõem da infra-estrutura necessária ao evento. Porém, graças a intervenção de Dom Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro e um dos grandes entusiastas do Marketing Católico, conseguimos junto ao Rio Othon Palace na praia de Copacabana uma data para realizarmos o nosso 15° Encontro de Marketing Católico que, neste ano, irá oferecer aos participantes mais dois eventos paralelos o 1° Encontro de Musica e Eventos Católicos coordenado pelo Eraldo da gravadora e editora católica de música Codimuc e o 1° Encontro de Turismo sob a responsabilidade do Pe. Omar Raposo, Reitor do Santuário do Cristo Redentor. Serão três grandes eventos ao preço de um, ou seja, com uma inscrição você pode participar dos três eventos que serão realizados simultaneamente, uma promoção para comemorarmos os 15 anos de existência do IBMC – Instituto Brasileiro de Marketing Católico. Diante de tantos estímulos e motivações temos certeza de que você fará um grande esforço para participar e levar mais pessoas da sua comunidade porque realmente este 15° Encontro de Marketing Católico será um evento marcante e imperdível! Faça agora mesmo a sua inscrição pelo nosso site www.ibmc.com.br ou se preferir preenchendo a ficha de inscrição anexa a esta revista e enviando-a pelo Correio para a sede do IBMC a R. Dr. Albano de Almeida Lima 1115 – Bairro Jardim Chapadão – CEP 13070-183 juntamente com o comprovante do pagamento da inscrição. Maiores informações e detalhes pelo telefone 19-32422128 das 8 as 18 h. com o Paulo. Venha participar do 15° Encontro de Marketing Católico no Rio de Janeiro. Todos nós esperamos por você de braços abertos, como o Cristo Redentor!

04 06 10 12 14 16 18 20 22

Informações sobre o Encontro TEMÁTICA

Somos D’Ele, por Ele fomos escolhidos e sem Ele nada podemos fazer

ENCONTRO DE MÚSICA A Música na Igreja

ACOLHIDA Somos de Cristo

CAMPANHA

Restauração da imagem do Cristo Redentor no Rio de Janeiro

ARTIGO

Os Jovens da Geração Y e o Futuro da Evangelização

PALAVRA DO PRESIDENTE Vós sois de Cristo

Pague um curso e participe de três INFRA-ESTRUTURA

Hospedagem no RIO OTHON PALACE em Copacabana no Rio de Janeiro

3


Informações sobre o Encontro

15º Encontro de Marketing Católico O Rio de Janeiro sediará a convite de seu Arcebispo Dom Orani João Tempesta o 15º Encontro de Marketing Católico (EMC) com o tema: “Vós sois de Cristo”. 1Cor 3, 23. Juntamente com o 15º EMC acontecerá o 1º Encontro de Turismo Religioso e o 1º Encontro de Música e Eventos Católicos (mais informações sobre estes encontros na páginas 20 e 21). O que é um encontro de Marketing Católico? Sobre este assunto, Dom Orani, em matéria nesta revista, assim se expressa: “Muitas vezes ouvimos algumas dificuldades com relação ao nome desse encontro (Marketing Católico) e também com relação à metodologia. É claro que isso ocorre principalmente entre aqueles que não conhecem o trabalho que é realizado e chegam a conclusões com preconceitos, com idéias pré-concebidas.” Diante disso, um Encontro de Marketing Católico nada mais é do que uma troca de experiências bem sucedidas de dioceses, paróquias, instituições e empresas católicas que se utilizam de técnicas e ferramentas e marketing com bom senso e a ética cristã para atingir objetivos predeterminados e, principalmente, atender a necessidade de seus clientes satisfazendo-os e encantando-os para que se fidelizem, sejam eles fiéis ou consumidores de produtos e serviços católicos. Quem pode ou deve participar do Encontro de Marketing Católico? Qualquer católico, já que o Encontro é feito por conferencistas experientes e experts no assunto abordado, utilizando palestras dinâmicas expostas quadro a quadro, em equipamentos de data show. É indicado a paróquias, dioceses, congregações e ordens religiosas, associações, seminários, grupos missionários, emissoras de Rádio e TV, escolas, pastorais do dizimo, de turismo, de música e demais pastorais, enfim todas as organizações católicas que querem melhorar o desempenho e aumentar a eficácia de suas atividades e/ou ainda levantar fundos com profissionalismo para manter suas instituições, ampliar instalações, construir ou reformar Igrejas ou apenas comunicarem-se melhor com sua comunidade. NESTE ANO TEREMOS TRÊS EVENTOS EM UM ÚNICO ENCONTRO! Excepcionalmente neste 15° Encontro de Marketing Católico teremos mais dois eventos paralelos: o 1° Encontro de Turismo Religioso e o 1° Encontro de Música e Eventos Católicos.

4

Local do Evento e Data O Encontro será realizado nos salões de Convenções do Rio Othon Palace, situado na praia de Copacabana, de 07 a 10 de junho de 2010. O evento tem início às 14hs do dia 07 e encerramento às 13hs do dia 10. Valor das inscrições para a participação no 15º Encontro de Marketing Católico, 1° Encontro de Turismo Religioso e 1° Encontro de Música e Eventos Católicos. O investimento da participação nos três eventos por pessoa é de: R$ 300,00 para pagamentos efetuados até 07/05/2010 com a possibilidade de parcelamento em 2 vezes. R$ 350,00 para pagamentos efetuados de 08/05/2010 até a data do evento. Palestras e Grupos de Interesses As palestras do Encontro de Marketing Católico têm a duração de 50 minutos com 10 minutos para perguntas ao conferencista (pertinentes ao tema/assunto) e algumas são plenárias, ou seja, de interesse geral para a participação de todos e outras serão segmentadas por assuntos específicos, e simultâneas, neste caso, o participante poderá optar por uma ou outra para assistir. Algumas palestras do 1° Encontro de Turismo Religioso e do 1°

Encontro de Música e Eventos Católicos poderão ter a duração de 1 hora e 45 minutos, com 15 minutos para perguntas ao conferencista. Os Grupos de Interesse são atividades de partilha, onde se reúnem em mesa redonda pessoas com interesses específicos e afins para troca de experiências, sem a mediação dos conferencistas. Normalmente formam-se grupos de até 12 participantes em duas sessões durante todo o evento: nos dias 08 e 09 de junho das 8:00 h as 9:45 h da manhã. Descontos especiais para grupos da mesma organização: De cinco a nove participantes da mesma organização: R$ 280,00 (até 07/05) Para dez ou mais participantes da mesma organização: R$ 260,00 (até 07/05) Passeio Turístico No dia 09 de Junho promoveremos, após o almoço, um passeio (opcional e por adesão: R$ 100,00 por pessoa) em confortáveis ônibus executivos para o Cristo Redentor no período da tarde e, à noite, um jantar de confraternização na churrascaria Estrela do Sul ao lado do Canecão. A adesão para o passeio e o jantar no valor de R$ 100,00 por pessoa, deverá ser feita na ficha de inscrição e o pagamento na secretaria do evento, no hotel.

Como se inscrever para participar do 15º Encontro de Marketing Católico, 1º Encontro Turismo Religioso e 1º Encontro de Música e Eventos Católicos. . Pague o valor da taxa de inscrição por meio do boleto bancário anexo a esta revista. . Caso o boleto tenha se extraviado envie um e-mail para ibmc@ibmc.com.br e solicite um novo boleto informando seu nome e instituição e pague-o em qualquer agência bancária do Brasil. . Preencha a ficha de inscrição anexa informando todos os dados solicitados e nos devolva preenchida pelo Fax (19) 3242-2128. . Caso prefira, você pode fazer a sua inscrição online pelo site www.ibmc.com.br preenchendo a ficha e enviando-a pelo próprio site. Caso deseje viajar de avião sugerimos uma agência para consulta de preços em promoção (que geralmente acontecem nos meses de abril e maio): Porto e Poli com Alexandre ou Adriana – Fone: (19) 3234-7925/3234-7926/3232-7984 e site: www.portoepoli.com.br. IBMC - Marketing Católico 2010


Embratur 01144.0021.0 / ABAV 023 AF RJ

PARÓQUI 1

Conheça a

a v no

rede de Hotéis Othon.

Reservas: +55 21 2106 0200 reservas@othon.com.br W W W. O T H O N . C O M . B R

R I O D E J A N E I R O • S Ã O PA U L O • M I N A S G E R A I S • B A H I A • C E A R Á • S A N TA C ATA R I N A • PA R A Í B A • P O RT U G A L • E S PA N H A • E S TA D O S U N I D O S


TEMÁTICA

Somos D’Ele, por Ele fomos escolhidos E Sem Ele Nada Podemos Fazer “Do mundo vos escolhi!”

Jo 15, 19d .

Antonio Miguel Kater Filho

E

sta frase de Jesus sintetiza a informação que queremos fazer chegar primeiramente aos nossos corações: clero, religiosos, religiosas, cristãs e cristãos engajados na Igreja e, de uma maneira eficaz, ao coração de todos os cristãos espalhados pelo mundo. Por isso o nosso 15°Encontro de Marketing Católico elegeu como tema a frase de Paulo que consta de sua 1ª Carta aos Coríntios: Vós sois de Cristo. Os escolhidos de Jesus são, a princípio, todas as criaturas que nascem vivem e morrem nesta terra, porém o nosso desafio é perguntar-nos: será que todos sabem que foram escolhidos por Jesus e por isso são de Cristo e não do mundo que tenta atraí-los e seduzi-los? Nossa primeira missão como Igreja é este anúncio a todas as criaturas. Missão a nós confiada por Jesus antes de ascender ao céu quando disse: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” Mc 16, 15. Portanto, anunciar é a missão primeira da Igreja e de cada um de seus membros. Esta ordem de Jesus, somada a outra frase: “Sem mim nada podeis fazer”, Jo 15, 5c, dita anteriormente aos discípulos, foram essenciais na Quaresma, quando a Igreja nos convidou a refletirmos sobre os rumos da economia mundial que, infelizmente,

6

prioriza a busca e o acúmulo de riquezas egoisticamente, em detrimento dos valores éticos, sociais, morais e cristãos, como Deus nos ensinou em Sua Lei no Antigo Testamento. Lei que Jesus confirmou em Seus ensinamentos e palavras que estão nos Evangelhos. Percebo que a rápida evolução tecnológica e científica da humanidade subiu à cabeça de muitos homens e mulheres, fazendo-lhes acreditar que podem dispensar Deus de suas vidas. Vemos nações, povos, comunidades, famílias e indivíduos afastando-se de Deus, pensando ser possível viver sem Ele. É oportuno nos lembrarmos desta advertência de Jesus: Sem mim nada podeis fazer. Palavra dita por Ele aos discípulos, antes de lhes conferir poderes extraordinários (pela descida do Espírito Santo no dia de Pentecostes) que lhes permitiriam operar curas e milagres ainda maiores que o próprio Jesus operara enquanto viveu entre eles. O poder, vindo de onde for, é sedutor e ofuscante, despertando na criatura humana a sensação de divindade, passando alguns, com isso, a se acharem deuses ou semideuses. Se olharmos à nossa volta veremos políticos agindo com se fossem deuses neste mundo ou ainda artistas, cantores e outras celebridades sendo idolatrados pela mídia e pela população com se fossem pessoas superiores IBMC - Marketing Católico 2010


às outras, por causa de seus talentos (que algumas vezes nem talentos naturais o são) ou por seus atributos físicos: como lindas e cobiçadas mulheres dotadas de corpos esteticamente “perfeitos” (geralmente moldados a silicone e muitas plásticas). Infelizmente a criatura humana colocou-se novamente (como em momentos passados da história) como o centro do mundo, relegando Deus a um segundo plano ou mesmo descartando-O de suas vidas. Um dos exemplos, em nosso país, foi o Plano de Direitos Humanos proposto pelo governo federal que gerou polêmicas, controvérsias e discórdias em nosso meio, porque debaixo de uma “aparente” boa intenção: os direitos humanos (valor legítimo, desejável e defendido por Deus e por Sua lei), embute leis e “direitos” que são contraditórios e polêmicos porque contrariam a própria natureza humana e seus valores imutáveis, se contrapondo aos mandamentos de Deus seguidos (ou ao menos acatados) pela humanidade há milênios. Uma das propostas polêmicas do plano proíbe a presença de símbolos religiosos em todas as instituições governamentais e oficiais sob o pretexto da liberdade religiosa. Perdoem-me a palavra, mas na verdade deveria chamar-se licenciosidade religiosa, ou seja, que abusa do válido preceito da liberdade religiosa, valendo-se da licenciosidade: que é uma característica de tudo aquilo que agride as normas e convenções sociais ou o que é desregrado e indisciplinado. Licenciosidade, ainda segundo o dicionário Houaiss,

IBMC - Marketing Católico 2010

é tudo o que agride a decência ou onde faltam restrições morais ou legais. Licenciosidade enfim, são atitudes que desconsideram os desvios sexuais e são marcadas pelo desregramento moral. Ora, tudo o que é licencioso é naturalmente contrário a Deus e à própria natureza humana. Mas, em nome da liberdade, querem jogar por terra os valores que foram, ao longo dos milênios, cultivados pelo homem em sintonia com Deus e Sua Lei. O plano, em outros momentos, destrói totalmente o conceito milenar de família e seus valores perenes e divinos: banalizando-a como instituição. Enfim, como cristãos, todos nós devemos juntar nossas vozes à voz de nossa Igreja na defesa da vida, da decência, da moral e da liberdade de seguirmos a Deus onde quisermos, sendo respeitados nossos direitos de cristãos. ESTAMOS IMITANDO PAÍSES QUE MORALMENTE ESTÃO SE AUTODESTRUÍNDO Um dos argumentos dos defensores do plano é o de que países europeus “mais avançados” já adotam estas “modernas” regras de convivência social. Porém o que eles não revelam (talvez de propósito ou por não darem importância à isso) é que estes países estão sendo derrocados moralmente, por causa de sua população ter se afastado de Deus, colocando o sentido de suas vidas somente nas coisas mundanas. O número de suicídios nestes países “avançados” cresce ano a ano, apesar de a população ter tudo assegurado, desde o nascimento até a morte: assistência médica, auxílio desemprego, aposentadoria, segurança pública, ensino acessível e gratuito e outros serviços públicos governamentais, sem ônus. A depressão é o mal maior destes países, atingindo indistintamente crianças, adultos e idosos de ambos os sexos. O consumismo de bens por parte dos europeus é uma tentativa vã de preencher o vazio deixado em seus corações pela ausência de Deus. Se no passado, nestes países, Deus era apresentado às crianças desde o lar, passando pelas escolas e pela Igreja, hoje, em nome da liberdade de escolha religiosa, as crianças e os jovens europeus desconhecem a Deus e são totalmente manipulados pela mídia e pela propaganda 7


TEMÁTICA que os induz a serem consumistas desde a mais tenra idade. Os shoppings centers: verdadeiros templos de consumo, substituíram as Igrejas na vida de todos, e o Deus verdadeiro e único foi trocado pelo dinheiro que escraviza todos os que por ele se deixam subjugar. Vemos, pelos filmes e programas de tevê europeus e americanos, que a banalidade e a futilidade tomam conta da vida de todos, porque suas vidas não têm mais um sentido, um rumo ou uma chegada. Prega-se e vive-se primordialmente o prazer fugaz e momentâneo porque o futuro para eles é obscuro, incerto e vago. Daí a razão do sucesso de tantos programas como: Big Brother, Fazenda e outros, que nada acrescentam às nossas vidas... Se não anunciarmos com eficácia a estas pessoas: a ressurreição e a vida eterna a partir de Jesus, o sentido de

8 8

suas vidas ficará restrito exclusivamente ao momento presente, portanto só haverá sentido para eles no gozo e prazeres instantâneos (como a euforia das drogas e o prazer sexual), sem se preocuparem com o dia de amanhã, nem se prepararem para a morte. Morte que experimentam em vida porque assim diz a Bíblia: “Os que vivem segundo a carne gostam do que é carnal; os que vivem segundo o Espírito apreciam as coisas que são do espírito. Ora a aspiração da carne é a morte enquanto que aspiração do Espírito é a vida e a paz. Porque o desejo da carne é hostil a Deus: pois a carne não se submete a lei de Deus,

e nem o pode. Os que vivem segundo a carne não podem agradar a Deus.” Rm 8, 5-8. Logo, quem vive longe de Deus e preso aos desejos carnais já vive a morte em vida. SEM MIM NADA PODEIS FAZER : ADVERTE-NOS JESUS! Nossa dependência de Jesus está ligada à nossa dependência de Deus, em cujas mãos se encontram nossas vidas. Quem somos nós sem Deus? Reflitamos um pouco mais profundamente sobre isso, a partir do tema de nosso 15° Encontro de Marketing Católico: Vós sois de Cristo. Nosso corpo, que nos mantém vivos neste mundo, é um complexo sistema que funciona na interdependência mútua de nossos órgãos: cérebro, coração, pulmões, fígado, rins, intestinos, entre tantos outros. Dependemos ainda do oxigênio que está livre na natu-

IBMC - Marketing Católico 2009 IBMC - Marketing Católico 2010


reza, da água de nossos rios, da luz solar que são vitais e imprescindíveis para nós e de outros elementos que encontramos na natureza e nos alimentos, para que o corpo funcione e sobrevivamos. Deus nos criou superiores a outras criaturas e nos confiou o mundo e o universo para que o administrássemos, e a vida sobre a terra pudesse fluir naturalmente. Isso está registrado no Genesis: “Deus criou o homem a sua imagem, criou-o a imagem de Deus, criou o homem e a mulher. Deus os abençoou: Frutificai, disse Ele e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a. Dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.” Gn 1, 27 – 28. Deus ordenou que o homem e a mulher submetessem ao seu controle toda a terra e as criaturas que nela existissem, porque os capacitou de uma maneira especial, criando-os à Sua imagem e semelhança. Esta nossa similaridade com Deus se resume basicamente em nossa Inteligência (capacidade de pensar e decidir livremente a partir de nossa vontade) e a capacidade de nos amarmos, criando vínculos afetivos e indissolúveis (no caso do casamento cristão) entre nós, para formarmos famílias: verdadeiras comunidades de amor nascidas a partir da união física e espiritual de um homem e uma mulher que geram filhos e filhas para dar continuidade à raça humana: sempre à imagem e semelhança de Deus. Esta ordem das coisas acontece a milênios, seguindo um fluxo con-

IBMC - Marketing Católico 2010 IBMC - Marketing Católico 2010

tínuo que denominamos natureza. Porém o homem, a partir da liberdade que Deus lhe conferiu, evoluiu, mas se esqueceu de que a inteligência que lhe permite evoluir é um dom de Deus a quem devemos sempre agradecer, respeitar e cultuar através de nossas orações, atos e religiões. Contudo, a exemplo de Adão e Eva, o homem e a mulher, de tempos em tempos, se rebelam e desobedecem a Deus, violando as regras e a própria natureza, pagando um alto preço por isso: a morte. Morte física e espiritual que é a pior das mortes. Pelo visto, haverá sempre na história uma “serpente” a encantar a criatura humana na tentativa de desviá-la de Deus. O momento presente de nossa história aparentemente vive esta realidade: encantados pela serpente da licenciosidade (sob o epíteto da liberdade) estamos nos afastando de Deus e nos colocando no lugar dele sob o pretexto de “corrigirmos erros do passado.” A maior de todas as correções necessárias ao homem é a que Jesus nos fez, no trecho bíblico que foi tema da campanha da Fraternidade deste ano: Buscai antes o reino de Deus e sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo. Infelizmente não vemos nem governantes, nem a maioria esmagadora da humanidade praticar este ensinamento. Como cristãos católicos e praticantes, devemos ficar ao lado de

nossa Igreja nesta luta que travamos contra o mal que consegue se infiltrar em diversos segmentos da sociedade e por meio de pessoas que não têm consciência cristã (apesar de se identificarem como católicos batizados) tentarem destruir o Reino de Deus que: com dificuldades, perseguições e muito sacrifício, a nossa Igreja Católica Apostólica Romana, por meio de seus dirigentes: papas, bispos, clero e leigos instaurou neste mundo, implantando regras fundamentadas na Lei de Deus e nas próprias leis da natureza humana, para o convívio ético, moral e cristão entre nós. Este nosso 15° Encontro de Marketing Católico, como os anteriores, tem o objetivo precípuo de levar todos que dele participarem a uma reflexão profunda sobre este perigo que paira sobre o nosso Brasil e fazer de cada um de nós um soldado nesta batalha incansável contra as forças do mal. Para isso devemos contar com a força e o poder de Jesus porque: somos d Ele, por Ele fomos escolhidos e sem Ele nada podemos fazer.

Antonio Miguel Kater Filho

é Diretor do IBMC

9 9


Encontro de música

A Música na Igreja Pe. Joãozinho, scj

A mestra mineira dos poemas, Adélia Prado, disse em palestra a especialistas em liturgia: “às vezes, depois da missa, sou obrigada a procurar um lugar para rezar!” Infelizmente é a mais pura realidade. Inflacionamos nossas missas de comentários, avisos e excesso de criatividade. E a música? Juntamente com a dureza dos nossos bancos de igreja, a forma como cantamos e tocamos está entre o principal alvo de críticas. Dificilmente você escolherá aquele restaurante se o cantor da música ao vivo estiver com o volume muito alto, o tom desafinado ou a bateria estridente demais. Gostamos quando a música facilita a nossa digestão e permite o diálogo entre os que estão à mesa. Será que a maneira como tocamos e cantamos em nossas missas não provoca uma espécie de “indigestão espiritual”? Para que você possa fazer seu “exame de consciência” selecionei aqui 30 PECADOS DOS MÚSICOS:

1- Fazer do altar um palco. 2- Impor sempre seu gosto pessoal. 3- Cantar por cantar. 4- “Só toco se for do meu jeito”. 5- Ir sempre contra a idéia da equipe de celebração e do padre. 6- Escolher sempre as mesmas músicas. 7- Escolher apenas músicas novas. 8- Usar instrumentos desafinados. 9- Tocar música de novela ou de filmes em casamento. 10- Afinar os instrumentos durante a missa. 11- Colocar letra religiosa em música da “parada” para tocar na missa. 12- Nunca estudar liturgia. 13- Não prestar atenção na letra do canto. 14- Não ler o Evangelho do dia antes de escolher as músicas. 15- Cantar forte demais no microfone. 16- Volume dos instrumentos acima do volume dos microfones. 17- Coral que canta todas as canções sozinho. 18- Cantar só para exibir-se. 19- Distrair a assembléia com conversas paralelas durante a missa. 20- Não avisar ao padre as horas que serão cantadas. 21- Nunca ensaiar novas canções nem estudar o instrumento que ministra. 22- Ensaiar tudo antes da missa. 23- Cantar somente músicas desconhecidas. 24- Usar roupa extravagante, que chame atenção. 25- Fazer de conta que está em um show de rock. 26- Perder contato com a assembléia. 27- Músicas fora da realidade e do tempo litúrgico. 28- Fazer o máximo de barulho. 29- Não ter vida interior e tocar como se fosse um funcionário do sagrado. 30- Repetir no fim de cada celebração: EU SOU MESMO O MELHOR!

João Carlos Almeida, mais conhecido como Pe. Joãozinho, scj é doutor em Teologia Sistemática, Educação e Espiritualidade. Músico de diversas canções e autor de mais de 15 livros, atua como Diretor Geral da Faculdade Dehoniana, em Taubaté-SP. A FACULDADE DEHONIANA tem um programa especial para você que fez sua teologia em curso não reconhecido pelo MEC e gostaria de receber um diploma de Curso Superior. Mande hoje mesmo um e-mail para convalidacao@dehonianaonline.org.br ou ligue 12 3632-7830.

10

IBMC - Marketing Católico 2010


11


ACOLHIDA

Somos de Cristo O Rio de Janeiro, cidade que tem uma tradição de acolhimento e de eventos no Brasil e também uma das mais populares maneiras que o Brasil é conhecido, receberá neste ano o Encontro de Marketing Católico.

Muitas vezes ouvimos algumas dificuldades com relação ao nome desse encontro e também com relação à metodologia. É claro que isso ocorre principalmente entre aqueles que não conhecem o trabalho que é realizado e chegam a conclusões com preconceitos, com idéias pré-concebidas. Em 2005 eu escrevi sobre fé e razão, que finalizei com a seguinte conclusão: “Embora a fé esteja acima da razão, jamais poderá existir uma verdadeira divergência entre elas, porque o mesmo Deus que revela os mistérios e comunica a fé foi quem colocou também, no espírito humano, a luz da razão. E Deus não poderia negar-se a si mesmo, pondo a verdade em contradição com a verdade.” 12

Por esta razão, a exemplo do que fiz no ano de 2008 – quando ainda era Arcebispo em Belém – eu sugeri ao IBMC (Instituto Brasileiro de Marketing Católico) que realizasse na Arquidiocese do Rio de Janeiro, neste ano de 2010, o 15º Encontro de Marketing Católico, para que todos nós: clero, religiosas, religiosos, leigas e leigos engajados nas mais diferentes atividades de nossa Igreja nesta Arquidiocese e por todo o Brasil, possamos conhecer de perto esta metodologia, ou então, se já a conhecemos, aprofundarmos nossos conhecimentos nesta área instigante e já conhecida do Marketing Católico, que há 15 anos vem procurando capacitar a Igreja no Brasil, ajudando-a em diversas atividades como: comunicar-

se melhor com os nossos fiéis; adequar a mensagem do Evangelho à realidade de hoje; motivar as nossas equipes de pastorais; conscientizar as comunidades sobre a importância do dízimo; levantar fundos de uma maneira eficaz e profissional para obras e outras finalidades, entre tantas outras. Atividades que, sob a ótica do marketing, devem ter como objetivo principal ir ao encontro das necessidades de nosso povo, procurando atendê-las a contento, naturalmente sempre dentro dos princípios e normas que regem o cristianismo: com ética e bom senso. Ir ao encontro ao mesmo tempo em que anuncia uma nova vida e muitas situações que levam os cristãos a contradizerem os valores errados que a sociedade IBMC - Marketing Católico 2010


impõe em nossas mentes. Nós nos dirigimos aos fiéis católicos (praticantes ou não), batizados, pagãos ou mesmo de “ovelhas desgarradas” do rebanho de Cristo. “Ovelhas” que, ao longo de nossa caminhada de Igreja, devido à falta de presença e de evangelização, fomos largando no mundo e acabaram, muitos deles, sendo levadas pelo primeiro que passava: por timidez, falta de iniciativas mais ousadas, falta de investimentos em capacitação e qualificação de nossos agentes, falta de adequação de nossos métodos de evangelização à realidade de hoje, desconhecimento do uso correto dos modernos meios de comunicação, desmotivação, desinteresse, comodismo, medo do novo, entre outras tantas causas que eu poderia ainda citar. Atendendo ao meu convite, oportunamente, o meu querido irmão no episcopado, Dom Murilo Krieger, Arcebispo de Florianópolis e atual presidente do IBMC, sugeriu como tema central deste 15º Encontro de Marketing Católico que acontecerá no Rio de Janeiro de 07 a 10 de junho -, a célebre frase de São Paulo na 1ª Carta aos Coríntios: Vós sois de Cristo. Tema totalmente pertinente ao evento que acontecerá nesta cidade, conhecida mundialmente pela imagem do alto do Corcovado tão admirada por milhões de pessoas de todos os países: o Cristo Redentor, eleito como uma das modernas maravilhas do mundo. Assim, tendo sempre como ponto de partida a nossa pertença a Jesus Cristo, nós ouviremos e aprenderemos de célebres e experientes conferencistas e especialistas em suas áreas: técnicas adaptadas à nossa realidade, que poderão ser aplicadas nas mais diversas frentes de evangelização e atuação de nossa Igreja, para que assim o nosso trabalho - sempre realizado para

a maior glória de Deus - possa ser mais eficaz, ou seja: produza muito mais frutos, como nos pede Jesus no Evangelho de João, quando afirma: “Nisto é glorificado meu Pai, para que deis muitos frutos e vos torneis meus discípulos.” Jo 15, 8. É claro que não bastam as técnicas, tudo isso supõe uma vida coerente com o Evangelho e a caminhada na Igreja. Apenas aprenderemos como utilizar meios modernos para o nosso trabalho, ao qual somos levados devido à nossa alegria de viver com Cristo. Um dos assuntos que ouviremos em diversas conferências é a fidelização: expressão e atividade que o marketing moderno “emprestou” da Igreja Católica que, ao longo dos milênios, conseguiu reunir em torno de Jesus Cristo e de sua mensagem bilhões e bilhões de adeptos fiéis. Logo, como nos explica o entusiasta e animador desse trabalho no Brasil, o Antonio Miguel Kater Filho, em seu livro (e tese de mestrado defendida na USP – Universidade de São Paulo – no ano de 1994) denominado: O Marketing Aplicado à Igreja Católica, a atividade de unir e fazer das pessoas perseverantes na fé nasceu no marketing, inspirada na capacidade de nossa Igreja ajudar os cristãos a permanecerem fiéis a ponto de, a exemplo de Jesus Cristo, oferecer suas vidas por ela. Logo, ao tomarmos conhecimento das ferramentas do Marketing adaptado à vida do Católico, nos depararemos, por muitas vezes, com técnicas e estratégias já usadas como trabalho evan-

gelizador no passado por nossa Igreja, mas que, ao longo dos séculos, deixaram de ser utilizadas ou então não foram devidamente atualizadas, acompanhando a evolução da humanidade. Juntamente com o 15º Encontro de Marketing Católico serão realizados também o 1º Encontro de Turismo Religioso e o 1º Encontro de Música e Eventos Católicos, iniciativas pioneiras que visam a atender a outros segmentos e necessidades de nossa Igreja. Como Arcebispo do Rio de Janeiro, fico muito feliz em acolher e sediar este 15° Encontro de Marketing Católico e receber de braços abertos (como o Cristo Redentor) meus irmãos bispos, sacerdotes, leigos e leigas, oriundos de todos os estados brasileiros, para, juntos, atualizarmos os nossos conhecimentos e as nossas experiências pastorais para gritarmos entusiasticamente ao mundo inteiro: - Todos nós, pessoas humanas, somos de Cristo!

Dom Orani João Tempesta, O. Cist. Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ IBMC - Marketing Católico 2010

13


CAMPANHA

Restauração da imagem do Cristo Redentor no Rio de Janeiro UMA CAMPANHA DO MARKETING CATÓLICO BEM SUCEDIDA RAPIDAMENTE!

A restauração total do monumento custará à Arquidiocese o valor de R$ 7.000.000,00 (Sete milhões de reais). Inspirado na construção do Cristo Redentor ocorrida na segunda década do século passado, quando milhões de pequenos losangos de pedra sabão foram colados a estrutura de concreto armado do monumento (para protegê-lo da erosão ocasionada pelo vento e pela alta salinidade do ar), o criador da campanha Kater Filho, descobriu que, na época da construção do monumento, quando não havia mais verba para esta última etapa da obra, a população católica, sensibilizada e bem motivada, doou o valor restante necessário por meio de pequenas doações equivalentes ao custo de um losango de pedra, em troca da inscrição do nome do doador no verso.


Assim o monumento ao Cristo Redentor que muitos acreditam que houvesse sido uma obra doada pelo governo francês ao Rio de Janeiro, na verdade foi construído a partir de centenas de milhares de doações de pequeno valor dos católicos no início do século passado, fato que valoriza ainda mais esta obra admirada no mundo inteiro e que identifica o nosso país no exterior. CAMPANHA EU SOU DE CRISTO! Diante deste fato o criador da campanha desenvolveu em metal dourado uma réplica perfeita em miniatura da estátua do Cristo, para ser usada como um broche de lapela. Um souvenir oficial para ser doado a todos que fizessem uma doação mínima de R$ 7,00 (Sete reais) pra esta campanha de restauração. Assim, as doações de milhões de católicos, somadas, seriam suficientes para restaurar uma das sete maravilhas do mundo moderno: a estátua do Cristo Redentor. Estrategicamente a campanha foi batizada como: EU SOU DE CRISTO, para despertar no coração dos católicos a sua pertença ao Cristo Redentor e, ao mesmo tempo, lembrálos de que o monumento do Cristo Redentor pertence à comunidade católica do Brasil e do mundo já que o mesmo é visitado anualmente por milhões de católicos e não católicos de diversos países do mundo! A REAÇÃO IMEDIATA À CAMPANHA E O SUCESSO INUSITADO! Tão logo a campanha foi lançada solenemente aos pés do Monumento pelo Arcebispo do Rio de Janeiro com a presença de autoridades, empresários IBMC - Marketing Católico 2010

Atendendo a um pedido de Dom Orani João Tempesta, logo que assumiu a Arquidiocese do Rio de Janeiro, o IBMC – Instituto Brasileiro de Marketing Católico por intermédio de seu diretor executivo Antonio Miguel Kater Filho, Consultor de Marketing Católico, desenvolveu uma campanha no intuito de arrecadar fundos para restaurar a estátua do Cristo Redentor junto à comunidade do Rio e de todo o Brasil. e a população, a mídia no Rio de Janeiro e em todo pais divulgou esta ação popular iniciada com êxito e imediata adesão do público. Diante disso uma grande empresa multinacional, sensibilizada, abraçou a causa e doou o valor de R$ 7.000.000,00 para a restauração imediata do monumento ao Cristo Redentor. Foi, de acordo com declarações do criador da campanha: a mais rápida e mais eficaz campanha de marketing católico jamais vista por ele. Porém a campanha do broche de lapela com a réplica em miniatura do Cristo Redentor em metal dourado continua e os recursos oriundos irão para o Santuário do Cristo Redentor, comunidade católica que tem ao seu redor dezenas de comunidades pobres que necessitam de

auxílio físico e espiritual. Para contribuir de qualquer parte do Brasil fazendo uma doação e recebendo os broches de lapela em troca, basta você ligar no horário comercial em dias úteis para o telefone 21-25405458 ou entrar no site da campanha www.eusoudecristo.org. br. Como vocês podem ver, apenas por este exemplo, o Marketing Católico funciona efetivamente e contribui de maneira eficaz para a Igreja há 15 anos, desde que o IBMC foi criado e passou a promover os Encontros de Marketing Católico pelo Brasil. Por isso, não vacile: venha participar do 15° Encontro de Marketing Católico no Rio de Janeiro. Faça agora mesmo a sua inscrição pelo nosso site www.ibmc.com.br ou pelo telefone 19-32422128. 15


ARTIGO

Os Jovens da Geração Y e o Futuro da Evangelização por Augusto Mariotto Kater Nos últimos dez anos, cerca de 35 milhões de adolescentes¹ deixaram a infância para trás e passaram a integrar o maior contingente de jovens que o Brasil já teve, causando uma verdadeira revolução nas relações sociais do nosso tempo. Ousados, buscam não só um futuro promissor na vida profissional, mas, acima de tudo, um espaço na sociedade. Querem ser ouvidos, respeitados, dizem a verdade com sinceridade e não se intimidam em questionar tudo aquilo que não concordam até entenderem os seus porquês. Aprenderam desde cedo, com seus pais e professores, que podiam mudar o mundo... Acreditaram e se prepararam para isso!

Eles são a chamada geração Y

Jovens nascidos entre os anos 80 e 90, num contexto sócio-político mais ameno, que não conheceram a ditadura, nem as máquinas de escrever. Quando se deram por gente, já conviviam com tecnologias modernas como microondas, notebook, internet, tv a cabo, celulares, etc. Geralmente não ouviram muitos “nãos” em suas infâncias, tiveram tudo (ou quase tudo) o que quiseram, graças a uma elevação do padrão de vida geral, dividiram o que tinham com poucos irmãos (se os tiveram) e provavelmente foram super protegidos por seus pais de todos os riscos que o mundo poderia lhes

oferecer. Isso explica porque essa geração é tão alegre, autoconfiante e dinâmica². Diariamente, em nossas paróquias e comunidades, convivemos a todo instante com esses jovens, mas será que estamos preparados para acolhê-los? Há quem os acuse de mimados, egoístas, superficiais, mas ao contrário do que nos parece, quando devidamente entendidos e respeitados, esses jovens são fortes aliados na transformação de um ambiente pacato e rotineiro em um lugar alegre e cheio de energia, pois reúnem algumas características bem marcantes:

Facilidade em trabalhar em equipe

A imersão cada vez mais intensa dos jovens no mundo virtual, aliada aos padrões de relacionamento desenvolvidos nos sites de relacionamento (blogs, orkut), celulares (SMS) entre outros, causou nessa geração um senso coletivo mais forte e eles se sentem mais à vontade partilhando atividades com outros do que assumindo responsabilidades sozinhos. Sugestão prática – Eles são ótimos parceiros em atividades que necessitem mão de obra mais numerosa e em funções que exijam um compromisso coletivo para atingir os resultados esperados. Convide-os para lavar a igreja ou organizar festas (junina, da padroeira) ou ainda para preparar um sopão com os Vicentinos.

16

IBMC - Marketing Católico 2010


Convívio pacífico com a diversidade

O jovem da geração Y é pacífico. Apresenta suas idéias com clareza e sem receios, mas sabe respeitar as diferenças de opiniões. Acostumado com mudanças constantes (tecnológicas, culturais, climáticas e até de tendências) se adapta bem ao novo e dialoga com vários níveis culturais, bem como com faixas etárias diferentes. Respeita a hierarquia, desde que ela não interfira muito em sua vida pessoal. Sugestão prática – Integrar estes jovens às funções de relações públicas da paróquia, na equipe de acolhida ou ainda em grupos ecumênicos onde a Paróquia dialogue com outras igrejas pode ser uma boa idéia. É desejável acompanhá-los deixando claro o objetivo que cada atividade deve atingir, avaliando constantemente seus resultados.

Criatividade , ousadia e originalidade:

Como fazer uma homilia ou mesmo a leitura de um evangelho algo mais interessante para a comunidade? Pergunte a um jovem da geração Y e prepare-se para uma série de sugestões boas e outras nem tanto... Essa geração, por respeitar bem a diversidade, se coloca no lugar do outro para tentar entendêlo. Isso traz uma riqueza de experiências muito grande para quem não está acostumado a “ver as mesmas coisas com outros olhos”. Precisa atrair mais jovens para sua paróquia ou mais agentes de pastoral para o trabalho paroquial? Reúna um grupo de três ou quatro jovens da geração Y e debata com eles. Eles são ousados! Vão falar o que pensam sem vergonha ou medo de magoar. No fim do encontro, liste as opções e coloque em prática algumas delas participando os jovens dos seus resultados. Sugestão prática – Criar uma missa

de jovens em um horário alternativo (aos sábados a partir das 21h) ou um grupo de jovens pode ser um bom começo para atrair esse público.

Antenados em tecnologia

Eles serão responsáveis pelas próximas descobertas que irão facilitar as nossas vidas ainda mais e tenha certeza, você já utiliza no seu dia-a-dia algum tipo de tecnologia criada por eles. Sugestão prática – Sua paróquia já tem um site? Se sim, ele é dinâmico? É bem visitado? Se a resposta para uma das três perguntas foi “não”, o que mais esperar para atribuir a um jovem da geração Y as funções da sua tecnologia?

Paixão por valores

Essa geração de jovens é a primeira a colocar em prática o conceito da auto-realização desde cedo. Segundo uma pesquisa da Fundação Instituto de Administração (FIA/USP) realizada com cerca de 200 jovens de São Paulo 99% dos nascidos entre 1980 e 1993 só se mantêm envolvidos em atividades que gostam, e 96% acreditam que o objetivo do trabalho é a realização pessoal.³ Esses jovens são capazes de dizer não a empregos que remuneram bem se não virem “sentido” naquilo que fazem. É esse o ponto principal a favor da evangelização dos jovens! A mensagem do evangelho é forte e atrai. O jovem se encanta pela cruz, pelo exemplo do amor incondicional de Jesus, por suas obras. A justiça, tão presente em seus discursos, é algo almejado e defendido pelo jovem; é uma causa nobre. Passar a mensagem de forma atrativa e chegar até o coração do jovem é a melhor forma de conquistá-lo plenamente para o Reino de Deus. Eis o nosso desafio.

Se formos analisar, algumas características de Jesus se identificam até hoje com o jovem da geração Y (ousadia, verdade, senso de urgência em mudar o mundo). Não podemos esquecer que sua vida pública ocorreu durante sua juventude e com todo vigor e assim, ele marcou a história da humanidade. O jovem de hoje almeja fazer a sua parte, mas assim como temos um forte propósito, um exemplo a oferecer na Igreja Católica, o mundo moderno oferece outros “ídolos” para os jovens em uma linguagem mais adequada às suas realidades. Entender os jovens da geração Y e ir ao seu encontro é trazer para a nossa Igreja a renovação, a alegria e o dinamismo que a evangelização tanto precisa.

Augusto Mariotto Kater é gerente comercial da Editora Ave-Maria. Formado em administração pela PUC-SP, especializouse em Gestão de Negócios pela FGV-SP. Há 7 anos ministra palestras, workshops e cursos nas paróquias e comunidades do Brasil.

¹ Fonte: dados do IBGE (Projeção da População do Brasil por sexo e idade: 1980-2050 - Revisão 2008) ² Fonte: HSM Management – n° 70 setembro-outubro de 2008 ³ Fonte: Revista Galileu - Edição 219 - outubro de 2009 IBMC - Marketing Católico 2010

17


PALAVRA DO PRESIDENTE

Vós sois de Cristo Dom Murilo S.R. Krieger, scj Arcebispo de Florianópolis

O 15º Encontro de Marketing Católico será realizado na cidade do Rio de Janeiro, que vive sob os braços abertos do Cristo Redentor. Queremos que dali parta um grito, não só para os cariocas, mas para todo o Brasil: “Vós sois de Cristo” (1Cor 3,23). Ao fazer essa observação aos cristãos que viviam na cidade de Corinto, o apóstolo Paulo procurava responder a um grave problema que havia naquela comunidade: as rivalidades, divisões e contendas entre os seus membros. Há os que diziam ser de Paulo; outros, de Apolo. Depois de lhes lembrar que, pensando assim, demonstravam agir apenas de modo humano, Paulo concluiu: “Portanto, ninguém ponha a sua glória em ser humano algum. Sim, tudo vos pertence: Paulo, Apolo, Cefas, o mundo, a vida, a morte, o presente, o futuro, tudo é vosso, mas vós sois de Cristo e Cristo é de Deus” (1Cor 3,21-23). Se somos de Cristo, precisamos conhecê-lo bem. A fé nos diz que o Pai, depois de nos ter criado por amor, não permitiu que nosso pecado impedisse para sempre nossa comunhão com ele: prometeu-nos um Messias e preparou sua vinda longamente. Assim, “quando chegou a plenitude dos tempos, enviou-nos seu Filho, que nasceu de uma mulher, e nasceu submetido a uma lei, a fim de remir os que estavam sob a lei, para que recebêssemos a sua adoção” (Gl 4,4-5). Com a vinda de seu filho, fomos adotados como filhos. Podemos, agora, chamálo verdadeiramente de “Aba,Pai!”. Aquele que nos remiu, existia em forma divina, segundo o mesmo Paulo. Mas “não se apegou ao ser igual a Deus; antes, despojou-se, assumindo a forma de escravo e tornando-se semelhante ao ser humano. E encontrado em aspecto- humano, humilhou-se, fazendoIBMC Marketing Católico 2010 18 18

se obediente até a morte – e morte de cruz!” Foi, pois, com a “forma de escravo” que se apresentou, um dia, diante de Pilatos – o importante procurador romano na Judéia, de 26 a 36 d.C. Ali, Jesus ouviu várias perguntas: “Tu és o rei dos judeus?... Que fizeste?... Então, tu és rei?” Sua resposta foi clara: “Eu sou rei!” (cf. Jo 18,33-37). Rei é quem governa, quem domina, quem tem poder sobre terras ou pessoas. Que rei era aquele que não tinha nada disso – ao contrário, tinha uma coroa que era de espinhos, um bastão que era um pedaço de cana e sob os ombros um manto ensanguentado? A realeza de Cristo estava justamente aí: porque foi obediente até à morte, “e morte de cruz!”, “Deus o exaltou acima de tudo, e lhe deu o Nome que está acima de todo nome”, para que toda língua confesse: “Jesus Cristo é o Senhor” (Fl 2,11). Podemos dizer, contudo, que Jesus Cristo é nosso rei? É ele que governa nossa vida? Ele tem poder sobre

nossa pessoa? É ele que dirige nossos passos e determina nossas escolhas e decisões? “Vós sois de Cristo”. Já que somos dele, é necessário que Jesus entre em nosso coração, em nossa comunidade, nos locais em que vivemos e estudamos, trabalhamos e nos divertimos. Há um grande trabalho a ser feito para que Jesus Cristo reine verdadeiramente em nós e no mundo e, então, ele possa repetir o que disse a Pilatos: “Eu sou rei... Eu nasci e vim ao mundo para isto: para dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade escuta a minha voz” ( Jo 18,37). Essa é a nossa parte: ser da verdade, ser verdadeiros; não aceitar construir nossa vida sob a mentira, qualquer que seja o nome que ela tenha. Escutar a voz de Jesus Cristo é uma arte e um privilégio. É também o primeiro passo para que ele se torne realmente nosso rei – isto é, para crermos e manifestarmos que somos de Cristo.

IBMC - Marketing Católico 2010 IBMC - Marketing Católico 2010


IBMC - Marketing Catรณlico 2010

19


Pague um curso e participe de três! Neste 15º Encontro de Marketing Católico você poderá excepcionalmente participar de mais dois cursos específicos sem pagar nada mais por isso: o 1º Encontro de Turismo Religioso e o 1º Encontro de Música e Eventos Católicos. Você só pagará uma inscrição para participar do 15° Encontro de Marketing Católico e poderá participar dos três, escolhendo na hora a palestra que irá assistir! Uma oportunidade única e imperdível que atende a diversas necessidades de nossas dioceses, paróquias e comunidades! 1º ENCONTRO DE MÚSICA E EVENTOS CATÓLICOS Serão dez palestras específicas sobre o tema, ministradas pelo cantor e compositor Pe. Joãzinho, scj, pela cantora e apresentadora de T.V. Maria do Rosário e pelo Eraldo (líder dos Anjos de Resgate) e sua equipe de artistas e produtores da CODIMUC. Os temas serão: A música na liturgia, Como escolher a música adequada ao momento litúrgico, Dicas e segredos dos bastidores das grandes produções

Maria do Rosário 20

católicas em CD e DVD (Anjos de Resgate, Rosa de Saron, entre outros), Como promover um evento católico com sucesso; Captação de Recursos para eventos católicos; Como divulgar bem um evento católico em sua paróquia ou diocese; As dicas para produção do palco e para a produção dos bastidores; Como escolher o figurino dos músicos para as diversas apresentações; Cenários convenientes e arrojados ao mesmo tempo; Como reservar os Direitos Autorais de suas obras. Um curso imperdível para os ministérios de música de paróquias, comunidades, grupos musicais, compositores, cantoras e cantores católicos que estão iniciando a sua carreira artística. Além das palestras, nos Grupos de Interesse que acontecem regularmente nos Encontros de Marketing Católico (as terças e quartas pela manhã) você poderá participar, juntamente com outros interessados nos temas referentes à Música e Eventos Católicos, partilhando as suas experiências nesta área e aprendendo com pessoas que também trabalham neste segmento. 1° ENCONTRO DE TURISMO RELIGIOSO Sob o comando do Pe. Omar Raposo, Reitor do Santuário do Cristo Redentor e responsável na Arquidiocese do Rio de Janeiro pela Pastoral do Turismo Religioso, neste 15° Encontro de Marketing Católico realizaremos o 1° Encontro de Turismo Religioso com o objetivo de reunir os responsáveis pelos inúmeros Santuários Católicos do Brasil e demais localidades do Brasil onde fiéis devotos comparecem para visitar igrejas e locais que acontecem fatos extraordinários, para juntos partilharem as suas experiências na acolhida aos fiéis e, ao mesmo tempo, conhecerem técnicas e estratégias de marketing para que suas instituições possam ter mais visibilidade entre os católicos atraindo-os, oferecerem mais conforto e dignidade na aco-

Eraldo - Codimuc lhida dos peregrinos e romeiros, como organizar grandes eventos bem sucedidos que atraiam milhões de fiéis ano a ano como o Círio de Nazaré, quais os recursos financeiros governamentais que podem ser solicitados junto ao governo federal (palestra proferida por um técnico do Ministério do Turismo), a palavra experiente do ex Ministro de Turismo Caio Luiz de Carvalho atual Diretor Presidente da SP Turis (Anhembi em SP) que foi quem teve a iniciativa de organizar o primeiro calendário de Turismo Religioso no Brasil, entre outros temas. A relação completa dos conferencistas e das palestras que serão proferidas neste 1° Encontro de Turismo Religioso estarão disponíveis em tempo hábil em nosso site www.ibmc.com.br depois de confirmadas as presenças de todos os palestrantes. Além das palestras, nos Grupos de Interesse que acontecem regularmente nos Encontros de Marketing Católico (as terças e quartas pela manhã) você poderá participar, juntamente com outros interessados nos temas referentes ao Turismo Religioso, partilhando as suas experiências nesta área e aprendendo com pessoas que também trabalham neste segmento. Venha participar com os responsáveis por estas áreas em suas dioceses, paróquias ou comunidades. Não percam esta oportunidade única!

IBMC - Marketing Católico 2010


IBMC - Marketing Catรณlico 2010

21


Infra-estrutura

Hospedagem no RIO OTHON PALACE em Copacabana no Rio de Janeiro Os participantes (e seus acompanhantes) poderão se hospedar no Rio Othon Palace em Copacabana (local do 15º Encontro de Marketing Católico), a um preço promocional de R$ 190,00 a diária para apartamentos individuais, R$ 200,00 (R$ 100,00 por pessoa) a diária para apartamentos duplos e R$ 260,00 (R$ 86,66 por pessoa) a diária para apartamentos triplos. Nestes valores de diárias não haverá acréscimos de taxas, pois no valor já está embutido café da manhã e taxas diversas. O Rio Othon Palace em Copacabana não dispõe de quartos quádruplos. Todos os apartamentos são categoria luxo. O hotel se localiza na praia de Copacabana e a cerca de 20 minutos do Aeroporto Santos Dumont. Caso queira a diária com 1 refeição inclusa acrescentar R$ 30,00 por pessoa ao valor de cada diária. As diárias serão pagas diretamente ao Rio Othon Palace em Copacabana, após a hospedagem, mas as reservas, pelo preço promocional, só serão efetuadas após os participantes se inscreverem para o 15º Encontro de Marketing Católico, pagando o boleto com o valor da taxa de inscrição em qualquer agência bancária ou por depósito no Bradesco e nos enviando um fax com o comprovante (veja os procedimentos ao lado). Os participantes que optarem por apartamentos duplos e triplos poderão indicar na ficha de inscrição as pessoas com quem dividirão o quarto. Não esquecer de marcar o dia de chegada e o de saída do hotel na ficha de inscrição. Obs. O IBMC não se responsabilizará por possíveis desistências de companheiros de quarto nem pelo acréscimo no valor da hospedagem causado por estas desistências/ausências. Os participantes que não se hospedarem no hotel e se inscreverem somente para participar do 15º Encontro de Marketing Católico deverão pagar no local, na secretaria do IBMC, um valor adicional de R$ 60,00 (taxa de utilização do Centro de Convenções), além da taxa de inscrição. Endereço do Rio Othon Palace em Copacabana: Av. Atlântica, 3264 – Copacabana – Rio de Janeiro/RJ Fone: (21) 2106-1500 Site: www.hoteis-othon.com

Procedimento e roteiro para a inscrição no 15º Encontro de Marketing Católico As inscrições para o 15º Encontro de Marketing Católico (e as reservas, se solicitadas, para a hospedagem no Rio Othon Palace Copacabana) serão efetivadas SOMENTE após o recebimento da ficha de inscrição (anexa à revista) preenchida, juntamente com a cópia do comprovante do pagamento do valor da inscrição por meio do boleto bancário em anexo ou depósito bancário efetuado. Como efetuar o pagamento Boleto Bancário - Pagar em qualquer agência bancária o boleto em anexo à revista ou fazer a inscrição no www.ibmc.com.br e imprimir o boleto que será gerado. Depósito Bancário - O depósito do valor da inscrição (os valores estão na página 4) poderá ser feito em qualquer agência do Bradesco em nome do: Instituto Brasileiro de Marketing Católico, conta 3671-4, agência 1608. Neste caso envie a ficha de inscrição e o comprovante de depósito para o nosso fax: (19) 3242-2128 ou pelo correio para: IBMC – Instituto Brasileiro de Marketing Católico R. Dr. Albano de Almeida Lima, 1115 – frente CEP. 13070-183 – Campinas/SP Via Internet - Acessar o link: ‘Faça sua inscrição’ e siga os procedimentos que aparecerem. Passeio e jantar de confraternização No dia 09 de junho promoveremos, após o almoço, um passeio (opcional e por adesão: R$ 100,00 por pessoa) em confortáveis ônibus executivos para o Cristo Redentor no período da tarde e, à noite, um jantar de confraternização na churrascaria Estrela do Sul ao lado do Canecão. A adesão para o passeio e o jantar no valor de R$ 100,00 por pessoa, deverá ser feita na ficha de inscrição e o pagamento na secretaria do evento, no hotel. Outras informações Para outra informações sobre o 15º Encontro de Marketing Católico, 1º Encontro de Música e Eventos Católicos e 1º Encontro de Turismo Religioso, visite nosso site: www.ibmc.com.br Para esclarecimentos de dúvidas ligue: (19) 3242-2128 das 8 às 18hs e fale com o atendente. Solicite, se preferir, informações também pelo e-mail: ibmc@ibmc.com.br Na certeza de que a sua participação no 15º Encontro de Marketing Católico será benéfica para o crescimento de sua instituição, despedimo-nos, esperando ver você, sua equipe e seus amigos no Rio de Janeiro. Até lá! Dom Murilo Krieger – Presidente do IBMC e Arcebispo de Florianópolis/SC Antonio Miguel Kater Filho – Vice presidente do IBMC, Consultor de Marketing e Organizador do 15º Encontro de Marketing Católico.

22

IBMC - Marketing Católico 2010


IBMC - Marketing Catรณlico 2010

23


24

IBMC - Marketing Catรณlico 2010

Profile for IBMC

Revista Marketing Católico - 2010 - Edição 12  

Revista Marketing Católico - 2010 - Edição 12  

Profile for ibmc
Advertisement