Issuu on Google+

Visão

Março de 2014 Edição 37

Informativo da Igreja Batista Central de Belo Horizonte

Distribuição Gratuita

Em Família

Missões

Central da Criança

O valor da mesa

Gratidão e esperança no Haiti

A história da Páscoa para crianças


2I

Palavra pastoral

IMPOSSÍVEL Pr. PAULO MAZONI

Se eu não vir as marcas dos pregos nas suas mãos, não colocar o meu dedo onde estavam os pregos e não puser a minha mão no seu lado, não crerei. João 20.25 Esta frase famosa foi dita por Tomé, um dos discípulos de Jesus, no momento em que lhe contaram que o Senhor tinha ressuscitado. Mas poderia ter sido dita por qualquer um de nós. Neste nosso mundo de tantos controles, de planejamento e de orçamentos, neste mundo cada vez mais materialista, não achamos difícil acreditar no inacreditável? A maioria de nós não tende a examinar a vida através de uma lógica previsível? Para Tomé, mesmo admitindo que Jesus mencionara diversas vezes que ressuscitaria, alguém voltar a viver depois de uma execução tão cruel e competente, simplesmente não era lógico e não fazia sentido. Ele não creu. Mas era verdade. Não parece que nos tornamos céticos demais? Não parece que ficamos muito resignados com tudo e assumimos um caminhar cauteloso demais? É difícil imaginar que Deus possa nos surpreender. Será que há espaços para milagres em nossa vida tão previsível, controlada por sentidos e lógica humana?

Natanael desdenhou do Cristo vindo de Nazaré, mas quando Filipe lhe disse “venha e veja”, ele viu e creu. Porque nosso Deus é o Deus do impossível, que abre os nossos olhos e revela seu poder, sua verdade e seu caminho. Na Páscoa, celebramos a morte e a ressurreição de Jesus Cristo, o maior de todos os milagres. Na triste sexta-feira, Jesus morreu em nosso lugar, pagou por nossos pecados para nos reconciliar com o Pai. Naquele domingo espetacular, Jesus venceu a morte e ressuscitou para nos dar vida eterna. Será que percebemos que o fundamento de nossa fé é um milagre? O Deus encarnado morreu por nós e ressuscitou. Se o nosso fundamento é milagre, devemos viver confiantes e certos de que o nosso Deus é verdadeiramente capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós. Ser cristão é sinônimo de crer, por isso somos chamados “crentes”.

nos esquecemos que impossível é uma das palavras favoritas de Deus

Numa sexta-feira, Cristo foi morto. Tomé o viu morrer, todos viram. Mas no domingo ele ressuscitou. Pedro, João, as mulheres que foram ao túmulo bem cedo, todos deram testemunho e a notícia se espalhou. Mas Tomé não creu, simplesmente porque mortos não voltam a viver. Cometemos o mesmo erro que Tomé cometeu: esquecemos-nos que impossível é uma das palavras favoritas de Deus. Como está a sua fé ultimamente? Quando foi a última vez que você deixou que os seus sonhos abrissem caminho para fora da lógica? Quando foi a última vez que você imaginou o inimaginável? Faz muito tempo que você não reivindica uma promessa de Deus? Mas Jesus ressuscitou, mostrou as marcas da cruz a Tomé que, vendo, creu. Deveria ter crido mesmo sem ver, mas creu e foi transformado num grande apóstolo.

Quanto temos perdido simplesmente por não crer no impossível! Ao celebrar esta Páscoa, busque, peça e deixe que o mesmo poder que ressuscitou Jesus flua em você e por meio de você. Anele e deixe Deus aprofundar a obra dele em sua vida. Como o testemunho da ressurreição mudou vidas e chacoalhou o mundo todo daquela época, hoje Deus quer fazer o mesmo. Podemos ver o mundo totalmente carente e aberto para Deus. Mas as pessoas são como Tomé ou como Natanael: querem ver, sentir e tocar para poderem crer. Cabe a nós agirmos como Jesus agiu com Tomé, mostrando as marcas da sua morte. Cabe a nós sermos como Filipe que chamou Natanael para vir e ver o que Jesus estava fazendo. As pessoas olharão para a igreja, para as nossas Células, o nosso amor real e sem fingimento, para as marcas dos milagres de Deus em nossa vida, que mudam nosso caráter, nossa família e nossos relacionamentos e simplesmente crerão. E como Jesus disse a Natanael, nós veremos os céus abertos e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem, João 1.51. Acredite: impossível é uma das palavras favoritas de Deus. Feliz Páscoa.

EXPEDIENTE Conselho Pastoral: Paulo Mazoni/ Alexandre Regadas/ Ana Cláudia Machado/ Luiz de Jesus/ Magid Saab/ Osvaldo Souza/ Roberto Bottrel Redatores: Camila Doro/ Daniela Oliveira/ Gabriela Palmerston Cruz/ Luanda Geneviéve/ Viviane Primo Edição: Daniela Oliveira/ Camila Doro Arte/ Diagramação: Camila Doro/ Ronaldo Augusto Tratamento de Imagens: Central de Comunicação (IBC-BH) Fotografia: Ana Carolina Vilela/ Ronaldo Augusto/

Zuleika Morais Revisão: Zoraida Quiroga Anúncios: Gabriela Cruz Coordenação: Camila Doro Pastor responsável: Roberto Bottrel Tiragem: 4000 exemplares Impressão: Futura Express Contato: comunicar@ibcbh.com.br Produção: Central de Comunicação (IBC-BH)

Os anúncios contidos nesta edição são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Batista Central nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios. Seja um anunciante do Informativo Visão Central! Veja o nosso manual de anunciantes no: www.ibcbh.com.br> Notícias> Visão Central, ou ligue para 3298-8900 (Gabriela).


CENTRAL EM AçÃO

II 33

Daniela Oliveira

Por famílias transformadas pela paz A Central recebeu, em 15 de fevereiro, o pastor da Comunidade Cristã de Ribeirão Preto e idealizador do projeto Casas de Paz, Danilo Figueira. Ele testemunhou sobre como esse ministério tem transformado sua igreja e sua cidade. Mais de 2 mil casas já foram implantadas no município paulista e esse número vem crescendo continuamente, gerando uma colheita sobrenatural. O trabalho realizado por meio da CCRB inspira, desafia e mobiliza toda a Central a continuar a expansão das Casas de Paz em Belo Horizonte e região.

A Central deu início às Casas de Paz no ano passado e centenas de famílias já abriram as portas para receber e experimentar a paz que somente Jesus pode oferecer. A estratégia adotada é a mesma que Jesus utilizou em seu ministério, enviando seus discípulos a diversas cidades e povoados com uma missão: encontrar pessoas que estivessem abertas para receber a presença do Senhor na casa delas, Lucas 10.5-7. E o objetivo da nossa igreja não poderia ser outro: queremos alcançar os lares com a bênção da Paz.

A família Pugedo é um exemplo de lar impactado por meio de uma Casa de Paz. Para eles “foi de muita valia, pois aprendemos a ter um relacionamento mais íntimo com Deus”, afirma Laura Pugedo. As lições ministradas, o discipulado dos líderes do projeto e a presença do Espírito Santo proporcionaram uma nova consciência, discernimento e modo de vida para essa família. “Conseguimos enxergar que problemas sempre existirão. O que deve mudar é a forma como lidamos com eles. Parar de querer resolver os problemas sozinhos e colocar nas mãos de Deus, fazendo sempre a nossa parte, é claro. Nosso relacionamento familiar melhorou muito, pois aprendemos a ser mais tolerantes com as limitações uns dos outros. Hoje buscamos mais o diálogo. As orações se tornaram mais assíduas. E a confiança em dias melhores nos tornou mais motivados a continuar a luta diária”, explica Laura. LUXEMBURGO APENAS 360MIL, PRÓXIMO À CENTRAL, EXCELENTE APTO DE 105 M2 DE ÁREA, 3 QUARTOS COM ARMÁRIOS, SUIT, E 1 VAGA LIVRE.

www.kadoshimoveisbh.com.br

EXCELENTES OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO

ANCHIETA EXCELENTE CASA, 360 M2 DE TERRENO, QUINTAL GRANDE, COM 7 QUARTOS, 4 BANHEIROS, 2 SALAS, EXCELENTE LOCALIZAÇÃO PROXIMO A RUA VITORIO MARÇOLA.

PR DANILO FIGUEIRA NO DIA DA VISÃO

A transformação é vista também na vida do Estevão, de 6 anos, acrescenta a mãe. “Nosso filho sempre foi muito receptivo aos assuntos relacionados a Deus apesar da pouca idade. Hoje ele frequenta a Evangelização Infantil e relatou ser a “melhor casa de Papai do Céu que ele já foi”. Ele está muito feliz com as mudanças que visivelmente percebe: os pais mais tolerantes e atenciosos.” Hoje a família Pugedo colhe os frutos de um verdadeiro relacionamento com Deus e usufrui de suas bênçãos. E a sua casa, está precisando de paz? Você conhece alguma família que necessita conhecer Jesus? Só podemos transformar uma sociedade quando transformamos a família. Quer saber tudo sobre o projeto e cadastrar ainda hoje a sua casa? Acesse nosso site: www.ibcbh.com.br

GUTIERREZ LINDO APTO, 4 QTS COM ARMÁRIOS NOVOS, SALÃO PISO EM MÁRMORE BRANCO, DCE, 2 GARAGENS, ÓTIMO PREÇO, 660MIL EM FRENTE A UMA PRAÇA.

BURITIS LINDO APTO NOVO SÓ 600MIL, 140M2, SALÃO 2 AMB, VARANDA GOURMET EQUIPADA, PISO EM PORCELANATO, 4 QTOS COM SUIT E CLOSET, 3 GAR. ACEITO IMOVEL NO NEGÓCIO.

SE VOCÊ QUER COMPRAR, ALUGAR OU VENDER SEU IMÓVEL COM RAPIDEZ E SEGURANÇA, NOS PROCURE IRMÃO ABENÇOA IRMÃO JÚLIO CÉSAR: 8856-1000 (CRECI 16575) EUGÊNIO BRAGA: 8524-7000 (CRECI 16812) 2555-1155

LUXEMBURGO ALUGA-SE EXCELENTE APTO DUPLEX DE 2 QTS SUIT LAZER COMPLETO E 2 VAGAS, PREDIO DE LUXO, PRÓXIMO A IBC, R$2.200,00. CONTATO: 86893577. BURITIS OPORTUNIDADE, URGENTE, APTO LUXO, 3QTS, 2 SUITES, LAZER COMPLETO, 2 GAR, área privativa de 20m2. SÓ 495 MIL, VALE 550 MIL.


4I

CéLULAS

Queremos mudar o mundo através do

discipulado em grupo PR. ROBERTO BOTTREL

Fico muito feliz de fazer parte de uma igreja que tem a visão de fazer diferença na vida de milhares, gerando um impacto de transformação na cidade. Mas como vamos fazer isso? Levar pessoas a uma decisão por Cristo é suficiente? Não! Precisamos de muito mais. É uma mudança completa de caráter, valores, práticas, aspirações e expectativas. Precisamos discipular as pessoas que querem seguir a Cristo. Mas se precisamos alcançar dezenas de milhares de pessoas, como vamos discipular essas dezenas de milhares? A Bíblia registra uma situação semelhante vivida por Moisés em Êxodo 18.13-27. Ele libertou o povo hebreu do domínio do Egito e agora conduzia milhões pelo deserto. Sozinho. Uma tarefa extenuante, além de muito ineficiente. Seu sogro, Jetro, foi visitá-lo e viu a impossibilidade da empreitada. Após fazer uma avaliação, aconselhou-o a reestruturar o cuidado do povo, distribuindo-os em grupos de 10 pessoas, com um líder para cada equipe. Essa estrutura ficou conhecida como o Conselho de Jetro.

A Central escolheu seguir esse conselho para discipular as pessoas que alcançarmos. Trabalhamos o discipulado em duas fases: As Células e os GDs. Na primeira fase temos um grupo pequeno, as Células, aberto a

A estrutura de discipulado na Central CÉLULA

GD de

SETOR GD de ÁREA

GD de REDE

GD do

membro líder de célula discipulador coordenador pastor de rede

1a Fase: Células Novos na fé

FOCO

Quando Belo Horizonte é classificada entra as cinquenta cidades mais violentas do mundo, meu coração fica pesado. Aqui é o meu lar, minha vida, minha história. Quem poderá nos salvar? Será o Governo, a educação, a polícia, o desenvolvimento econômico? Nada disso vai conseguir solucionar essa crise... Então, eu me lembro de que a igreja é a esperança do mundo. E eu sou igreja.

Conselho Pastoral

2a Fase: GD’s Líderes e Supervisores

Relacionamento Edificação Mútua Prestação de Contas Desafios de Deus Reunião Periódica

células vidas

visitantes que conduz seus participantes ao conhecimento de Deus. Ao tomar uma decisão por Cristo, o novo seguidor precisa ser acompanhado, apoiado, enfim, discipulado. Na Célula, ele terá a sua decisão confirmada, suas dúvidas básicas respondidas, suas necessidades de amizades sadias supridas. Além de o grupo participar do crescimento de todos, o líder ou um cristão maduro da Célula, deve interagir individualmente com o novato, ajudando-o a se firmar na fé e a criar intimidade com Deus. Esse grupo vai atraindo novas pessoas que, por sua vez, atraem mais outros. Assim a Célula se enche de pessoas e deixa de ser um grupo pequeno de até 10 pessoas. Torna-se necessário multiplicar essa Célula em duas ou três, levantando novos líderes para os novos grupos. Esses líderes fazem parte da 2ª fase do discipulado: os GDs, grupos de discipulado para até 10 cristãos maduros que lideram Células. Nessa fase, eles crescerão em maturidade na fé e em liderança, se edificarão mutuamente e, juntos, aliviarão as cargas uns dos outros. A vida dos irmãos nos GDs se fortalecerá em Deus e, assim, viverão o privilégio de serem igreja! Quando discipulamos as pessoas, levando-as a ser verdadeiros discípulos de Jesus, estamos de fato mudando a nossa comunidade. Que alegria viver o sonho de Deus! Venha o Teu Reino e seja feita a Tua Vontade, ó Deus!

através de grupos de

discipulado


TESTEMUNHOS I

DEUS

5

AINDA OPERA

MILAGRES

Lorena, Daniel e Davi Amorim

Nunca estamos derrotados até desistirmos. Por piores que fossem as circunstâncias Lorena e Daniel não desistiram e o que eles viveram, nos ensina que é sempre muito cedo para desistir.

Era com muita expectativa que aguardávamos a ultrassonografia 3D que tinha o objetivo exclusivo de matar nossa curiosidade acerca do rostinho do Davi. Estava com sete meses de gestação e corria tudo muito bem. Mas o exame nos trouxe uma terrível notícia. O Davi tinha uma alteração na cabecinha. Faltava uma estrutura entre o hemisfério que é responsável pelo desenvolvimento motor e da fala. No dia seguinte, repetimos o exame com um especialista em medicina fetal que confirmou o diagnóstico: Agenesia de corpo caloso. A partir daí, a gravidez foi considerada de risco e novos exames foram solicitados para verificar a extensão do problema. Choramos na presença de Deus e entramos num propósito de clamar diariamente por um milagre, declarando Romanos 4.17, que Deus traz à existência coisas que não existem como se já existissem. Vinte dias depois, fizemos uma nova ultrassonografia com o mesmo médico que, desta vez, visualizou uma parte da estrutura. Perguntamos se já tinha presenciado uma mudança de diagnóstico em casos como esse. O médico afirmou ser impossível, visto que essa estrutura se forma somente entre a décima segunda e vigésima semana de gestação. Mas o exame também mostrou que o Davi estava com as circunferências do crânio e abdômen bem aumentados para a idade. Vivendo aquele momento tão sofrido, andamos pela fé. Achamos melhor não divulgar a situação, pois havia mais duas grávidas na família e não queríamos causar pânico. Compartilhamos apenas com nossos líderes, alguns casais que nos davam suporte em oração e o chefe do Daniel, que se revelou um instrumento de Deus para nós, ao apresentar-nos o sogro, um renomado neuropediatra. Ele nos acompanhou até o final da gravidez e indicou exames mais precisos. Foi numa ressonância intraútero que ouvimos uma frase da qual nunca vamos esquecer: ‘O corpo caloso está lá’. De todo o nosso coração, glorificamos a Deus. As lutas continuaram. O exame identificou outras três alterações cerebrais que poderiam causar hidrocefalia,

necessidade de fisioterapia para conseguir andar ou sentar e uma malformação que ocasiona crises convulsivas e distúrbio de linguagem. Como corria o risco de ele ter convulsões ao nascer, marcamos uma cesariana. Mas a bolsa se rompeu na noite anterior à data marcada. Fomos para o hospital em paz crendo no controle e cuidado de Deus. O neuropediatra avaliou Davi ao nascer e, na noite seguinte, ao reavaliar, constatou que a circunferência da cabeça havia aumentado um centímetro em um dia, sendo que o comum nesses casos são dois centímetros em um mês. Naquela noite, Daniel, de joelhos, fez uma oração reconhecendo que o Davi não era nosso e como Abraão entregou Isaac, nós também entregávamos nosso filho para que o propósito de Deus se realizasse na vida dele. Compartilhamos a situação com nossa família e nossa Célula, que levantou um clamor em favor do Davi. Marcamos uma ressonância de urgência e veio a concretização do milagre. O médico nos disse algo que era além do que imaginávamos ouvir: ‘Se eu não tivesse visto a ressonância anterior, eu jamais diria que esse menino teve risco de polimicrogiria. O contorno do cérebro dele está perfeito’. Durante os primeiros meses de vida, Davi ainda foi submetido a vários exames que comprovaram, um após o outro, que nenhum dos riscos ou sintomas esperados se manifestaram. Nosso filho está completando seu primeiro ano de vida, com o seu desenvolvimento perfeito. Deus não permite certas circunstâncias em nossa vida sem um motivo. Temos o privilégio de conviver com uma prova viva do poder de Deus, um milagrinho em forma de gente. Fazemos questão de compartilhar nossa história, para que as pessoas tenham a oportunidade de conhecer e se relacionar com o Deus que envergonha a incredulidade e surpreende a ciência. Que nos visita na aflição e se faz presente na hora da angústia. Cremos que Davi vai testemunhar diante de sua geração que nosso Deus ainda opera milagres.


MISSÕES 6 I Missões

Viviane Primo

Quem foi ao Haiti em janeiro entendeu o sentido da gratidão. Essa foi a experiência vivida pelo grupo de 15 pessoas que levou assistência e amor aos haitianos. Em sua quarta viagem missionária ao país, a Central pôde demonstrar o quanto se importa com eles ao praticar atos de bondade por meio de teatros, visitas, atendimentos odontológicos e orientações sobre saúde bucal, por exemplo.

de BH é maravilhoso se comparado ao do Haiti. Prometi nunca mais reclamar disso! Somos felizes e temos de dar valor ao que temos. Fica aqui uma sugestão: que tal pararmos com o péssimo hábito de reclamar?” Juliana Haddad Lovalho Mitre e a filha Bábara, viajaram juntas ao Haiti

Miséria, falta de estrutura e saneamento básico chamaram a atenção da equipe. Após o terremoto de 2010, um milhão de pessoas se instalaram em uma montanha deserta chamada Canann onde o estado é crítico. Não há energia elétrica, água, sistema de esgoto ou coleta de lixo.

“A gente vai achando que vai tratar das pessoas, mas é Deus quem nos trata primeiro. Quando nos deparamos com a calamidade de um país sem governo, sem nada para apoiar, sem água, e quando dormimos em uma cama sem muito conforto, percebemos o tanto que temos. Trabalhamos em condições precárias. Não sabia como fazer e Deus nos orientou. Usei o conhecimento que tinha em mecânica para adaptar o equipamento disponível. Não tinha luz e um dos voluntários segurava a luz do celular durante cada atendimento. Foi tudo improvisado. Apesar de ter feito o que podia, saí de lá com a sensação de que fiz pouco e que preciso voltar”. Antonio Olinto Ganem, dentista

No local, a equipe encaminhou recursos financeiros para que 300 novas crianças frequentem a escola, avaliou a efetividade da aplicação dos microcréditos pelas famílias e o funcionamento das estações de tratamento de água.

“Foi uma experiência muito marcante em minha vida. Convivi com pessoas que não tinham nem um copo d’água para beber, mas que demonstravam ser gratos pelo pouco que tinham”. Celso Cruzeiro, dentista

“O mais gratificante foi perceber que a alegria gerada nas pessoas não veio somente pelos trabalhos sociais, mas pela palavra de esperança pregada pelos missionários em cada visita aos barracos, no abraço fraterno a cada criança”, expressa Pr. Luiz de Jesus, coordenador da missão.

“Nunca havia vivido uma experiência tão impactante como essa em toda minha vida. Quando via no noticiário as informações sobre o terremoto em 2010, sentia pena e me emocionava, mas durante esses dias no Haiti meu coração foi tomado por uma grande e verdadeira compaixão. Me sentia aflito, passava a noite pensando, e perguntava a Deus o que eu deveria fazer para que alguma mudança acontecesse. A angústia era precedida pelo sentimento de impotência e tudo que eu fazia era perguntar a Deus: Qual a solução pra tanta destruição e miséria? Depois de muita agonia, entendi que sozinho não posso fazer absolutamente nada, mas a força de uma igreja unida é inimaginável. O que seria do mundo se todos nós, igreja, fossemos tomados pela mesma compaixão que fez Jesus se entregar na cruz? João Marcos, músico

Mais de 1300 pessoas tiveram acesso a tratamentos dentários e orientações para os cuidados bucais. Além disso, 700 escovas de dente e materiais odontológicos como fio e creme dental foram distribuídos.

“Voltei de mala vazia, mas com o coração transbordando de compaixão! O povo haitiano é muito alegre e tem sempre um sorriso no rosto. Por que nós reclamamos tanto? Vi uma criança com cerca de 8 meses em um carrinho de pedreiro comendo barro. É comum fazerem biscoitos de barro com açúcar para matar a fome. Tomar banho frio todos os dias, às vezes de caneca, e ter luz apenas quando chega a energia da rua, foram detalhes que não fizeram a menor diferença. Temos de aprender que Deus é maravilhoso e que temos muito. Até o trânsito


REDES

“Todos por 1” foi o tema do primeiro acampamento da Rede Atos e que reuniu mais de 70 adultos e crianças na Sede Campestre, no final de semana dos dias 21 a 23 de março. O retiro contou com a participação do Pr. Alvim, pastor da Igreja Batista Vale da Bênção, em Formiga MG, que desafiou os presentes a viver um evangelho radical, intenso e fervoroso. Nesses dias, os acampantes tiveram momentos de alegria e muita comunhão, o que fortaleceu os laços de amizade entre os irmãos e visitantes da Rede.

Questões DA VIDA

Encontro dos Jovens das Células das Rede Dinamus e Atos Sexo, dinheiro e liberdade. Assuntos como esses merecem uma atenção maior, ainda mais quando relacionados à nossa juventude. É por isso que a Rede Dinamus e a Rede Atos estão promovendo uma série de cultos voltados para seus jovens em que as “Questões da vida” são exploradas à luz da Bíblia. “Como lidar com a liberdade” é o tema do próximo culto, 3 de maio, às 19h30, na IBC 3. Convide seus amigos e não perca!

I7


8I

REDE Zoe

Jonny&Gabi Área Léo&Ló Setores: Lucas&Marcela Gustavo&Melina

Com aproximadamente 130 jovens este acampamento foi marcado por muita comunhão, diversão e grande mover de Deus, com palavras marcantes, testemunhos vivos e louvor que rompeu os céus.

Reconectar-se com Deus e voltar à essência do verdadeiro cristianismo. Esse foi o objetivo do acampamento que reuniu 107 jovens. Jantares temáticos com premiações, atividades esportivas, ministrações cheias do poder de Deus e muito louvor impactaram a vida de muitos.

Acampamentos de

Carnaval 2014

Unidade foi o tema do acampamento de jovens adultos que reuniu 110 pessoas na Sede Campestre. Células, cultos, louvor, jogos de tabuleiro, queimada e rouba-bandeira, futebol, vôlei, piscina, lual foram as atividades Área Rodrigo&Jordana que marcaram o encontro.

Com certeza motivos é que não faltaram para que os 70 jovens fossem impactados pelas programações e ministrações cheias do poder de Deus que ocorreram durante o feriado. Caminhada ecológica, tobolona, atividades esportivas, testemunhos de missionários, palavras de agradecimento e de como podemos ser usados por Deus desafiaram a todos a tomarem uma nova atitude na vida cristã.

E VEM AÍ...


ESPECIAL

I9

1º Dia da

O Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, foi um marco na vida de mais mil mulheres que compareceram ao 1º Dia da Mulher Central, na IBC 2. Sob a liderança das pastoras Ana Cláudia Machado e Astrid Souza, responsáveis pelo ministério Toda Mulher, o evento contou com diversos workshops que exploraram temas ligados à sexualidade, relacionamentos em família, etiqueta, finanças, moda, alimentação e vida profissional à luz da Bíblia. Andréa Vargas, especialista na área de sexualidade e diretora de Avalanche Missões Urbanas, de Vitória ES, foi a preletora do evento. Ela explicou as razões e finalidades da criação da mulher. A segunda palestra foi ministrada pela Pra. Ana Cláudia Machado e teve como tema “O Valor da Mesa”. “Este evento me marcou bastante. Por meio dele pude refletir para o que fomos criadas realmente e desfocar daquilo que acontece no mundo hoje, que é a troca de relações entre homens e mulheres. Tudo o que foi falado nos faz observar o verdadeiro significado da mulher”, comenta Helen Rocha, participante. E os eventos voltados ao público feminino não param por aí. Nos próximos meses, o Toda Mulher dará sequência à série de cultos de quinta-feira, na IBC 2, às 19h30. Anote as datas: 24 de abril – 26 de junho – 4 de setembro – 13 de novembro. Fotos: Zuleika Morais

e t a g Res

No último mês foi realizado um Retiro de Libertação muito especial, exclusivo para os membros da al Espiritu rtação e ib Central de Adoradores. Cerca de 80 L e Retiro d pessoas se reuniram durante um fim de semana tendo como objetivo renovar a esperança, a paixão por vidas e a fé nas promessas do Senhor. "Pra mim o Resgate foi um tempo de recomeço na minha vida. Senti realmente a presença e tive a certeza dos propósitos de Deus na minha vida. Foi um marco na minha caminhada com Deus", comenta Luziane Mota.

Maísa Gomes Psicóloga Cristã CRP 04-23683

Atendimento Individual, Casal e Familiar Av. do Contorno, 2905, sala 1006

(ao lado do Hospital Militar e Shopping Boulevard)

Contato: 9103-5126 (TIM) e 8446-5589 (Claro)


10 I

FÉ HOJE

MAGID SAAB

A origem da Páscoa remonta aos tempos do Velho Testamento, por ocasião do êxodo do povo de Israel na terra do Egito. A Páscoa foi instituída por Deus e celebrada como um MEMORIAL para que os filhos de Israel jamais se esquecessem de que foram escravos no Egito, e que o próprio Senhor os libertou com mão poderosa, trazendo juízo sobre os deuses daquela nação e sobre Faraó, conforme relatado em Êxodo 12. Páscoa, pessach, no hebraico, significa passagem, passar sobre algo e faz alusão ao que ocorreria no momento da décima praga, quando os primogênitos egípcios seriam mortos. Segundo a ordem divina, cada família hebreia deveria sacrificar um cordeiro e espargir o sangue nos umbrais das portas de sua casa. Esse seria o sinal para que o mensageiro da morte não entrasse. Ao vir o sangue, ele PASSARIA SOBRE as casas, Êx 12.13. Com esse último golpe da parte de Deus, Faraó permitiu que o povo de Israel fosse livre da escravidão. De acordo com a tipologia bíblica, o Egito

é uma figura do mundo e Faraó uma figura do diabo. O povo de Israel era escravo de Faraó, assim como nós éramos escravos de Satanás. Portanto, a libertação de Israel do Egito representa a nossa saída do mundo e a libertação da escravidão do diabo e do pecado. A Páscoa, pois, comemorava o extraordinário livramento de Deus, e o cordeiro, figura de Cristo, a figura central. A simbologia da Páscoa é extremamente rica. Em relação ao CORDEIRO, figura do Filho de Deus, 1 Co 5.7, aponta para a obra de Jesus, caracterizada por:

a) Amor: o cordeiro deveria ser separado no 10º dia e sacrificado no 14º dia do mês de Abibe, dia da festa. Por 5 dias ele ficava no interior da casa. Isso nos revela que Jesus foi separado para nós a priori. O cordeiro foi morto antes da fundação do mundo, 1 Pe 1.20. É maravilhoso saber que Deus nos ama e já havia providenciado salvação, antes mesmo de nos haver criado;


I 11

b) Obediência: O cordeiro tinha de ser macho e sem defeito; deveria ser comido assado e não cru. Isso aponta para a vida de obediência de Jesus, que andou sem pecar. Nosso Mestre teve toda sua vida, todo o seu íntimo passado pelo fogo e foi aprovado. Teve uma vida digna e santa diante de Deus. Por isso, ele tornouse o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo;

c) Salvação: O sangue do cordeiro deveria ser passado nas laterais e na parte superior das portas. Por causa do sangue, o anjo da morte não poderia entrar. Nada, absolutamente nada, poderia fazê-lo entrar. A proteção era total!!

d) Provisão: Todos da família comiam do cordeiro. Que privilégio. Devemos usufruir de toda a provisão que Jesus tem para nós e não viver como mendigos espirituais. A simbologia da Páscoa é igualmente rica, quando olhamos do ponto de vista da congregação de Israel, figura da Igreja de Jesus. Na vida da Igreja precisa haver:

• Comunhão:

Onde estaríamos se não fosse o Senhor? Devemos ser gratos a Jesus por tudo o que ele fez por nós.

• Prontidão: O cordeiro deveria ser comido apressadamente. O povo deveria estar pronto para sair. O Egito não é o nosso lugar. Somos separados para Deus. Também devemos estar prontos para ir onde o Senhor nos enviar. A Páscoa aponta também para a Ceia do Senhor. Jesus instituiu a Ceia quando celebrou essa festa com os discípulos. Ambas são MEMORIAIS. A Ceia, como o próprio Jesus afirmou, lembra seu sacrifício por nós, quando ofereceu seu corpo e derramou seu sangue em nosso favor. Ao instruir a Igreja de Corinto sobre a Ceia, Paulo orientou que nas celebrações fosse anunciada a morte do Senhor, até que ele venha, 1 Co 11.26. Isso significa que Jesus não apenas morreu, mas RESSUSCITOU. Ele está vivo e voltará em breve para buscar a sua igreja. Essa é a palavra de ESPERANÇA que Paulo trouxe à Igreja de Tessalônica. Haverá um novo céu e uma nova terra e estaremos para sempre com o Senhor. Quando você pensar em Páscoa, pense em

ESPERANÇA.

Toda a família tinha que estar debaixo do mesmo teto e participar juntos em plena comunhão e unidade. Não há como viver igreja sozinho, sem querer se reunir nem se comprometer.

• Gratidão: O cordeiro deveria ser comido com ervas amargosas, o que aponta para o amargor da escravidão no Egito. Como foi terrível.

Australia’s Original Oil

BENEFEET Creme Tratamento para as mãos, unhas, pés e calcanhares. Contém keratin e Tea Tree.

Nas melhores clínicas de estética, salões de beleza, podologia e farmácias de manipulação.

Ligue: +55 31 3334-3953 www.teatree.com.br

FEETNESS Desodorante para os pés e calçados. Protege dos odores da transpiração promovendo bem estar e refrescância!


12 I EM FAMÍLIA

O Valor da

Mesa ANA CLÁUDIA MACHADO

Atualmente, as famílias perderam o hábito de comer reunidas à mesa. A pressa da vida moderna tem roubado essa bênção trocando a mesa pelos fastfoods. A mesa não tem sido mais um local de encontro e relacionamento. O Novo Testamento nos fala, pelo menos dez vezes, de situações distintas em que Jesus se sentou para comer com alguém e transformou cada oportunidade em uma grande bênção. Veja alguns exemplos:

1.

Na casa de Levi - Lc 5. 27-29

Celebrando a vocação

Após ter sido chamado, Levi ofereceu um banquete para Jesus e seus colegas de trabalho. Os fariseus se indignaram, mas Jesus mostrou com isso que o evangelho inclui e não exclui as pessoas. A mesa deve ser o lugar para compartilhar bênçãos, experiências e valorizar a graça do nosso chamado.

2.

Com os discípulos - Mt. 15.1

Rompendo com o tradicionalismo Os fariseus criticaram os discípulos por não lavarem as mãos. Jesus condena a tradição sem a autenticidade da fé ensinando que o que sai pela boca contamina e não o que entra. Nossa mesa deve ser lugar para dar graças pelo pão. Jamais deve ser o momento para acusações, repreensões e constrangimentos.

3.

Na casa de Simão, o leproso - Mt. 26.6

Rompendo com preconceitos

Jesus senta-se à mesa na casa de uma pessoa considerada impura e marginalizada pela sociedade. Entra uma mulher e unge o Mestre na presença de todos. Ele aceita e valoriza o seu gesto e o torna um memorial a ser lembrado por todas as gerações. A mesa deve ser lugar de inclusão.

4.

Na casa de Simão, o Fariseu (Lc 7.36)

Honrando as pessoas

Jesus está à mesa e uma conhecida pecadora lhe lava os pés com lágrimas, enxuga-os com os cabelos, beija-os e unge-os em sinal de muito amor. Jesus aceita seu gesto, perdoa-lhe os pecados e ensina ao fariseu princípios de honra que ele não praticara com Jesus. Receber bem não deve ser motivo de ostentação, mas sim de honra.

5.

Na casa de um fariseu - Lc 11.37

Confrontando

O fariseu se admira de Jesus não se lavar antes de comer. Jesus condena a aparência exterior e reprova com vários “Ais” a hipocrisia dos fariseus. Nossa mesa também deve ser lugar de transmitir valores, princípios e padrões à luz da Palavra de Deus.

6.

Na casa de outro fariseu - Lc. 14.1

Ensinando a humildade

Jesus cura uma pessoa no sábado, condena a autoexaltação dos que procuram os primeiros lugares à mesa e fala da Grande Ceia onde estarão os humildes. Nossa mesa deve ser um lugar para ensinarmos regras de educação, etiqueta, bons hábitos e humildade, honrando quem deve ser honrado.


7.

EM FAMÍLIA I

Na Páscoa com os discípulos - Lc. 22.14

Consolando

Jesus lava os pés dos discípulos, conforta, promete o Espírito Santo e intercede por eles. Nossa mesa deve ser lugar de unir-nos como família, de fortalecer os laços, de reafirmar que não estamos sozinhos, de que somos uma equipe com objetivos comuns.

8.

Com os discípulos após a ressurreição Lc. 24.30 - Confirmando a fé

Jesus aparece aos discípulos em Emaús, explica o que as Escrituras diziam sobre ele e à mesa se lhes revela ressurreto. Nossa mesa deve ser um lugar de testemunhos e de novas descobertas.

9.

Com os discípulos após a ressurreição Lc. 24:42 - Estimulando a fé Jesus aparece repentinamente, acalma os discípulos e, para se mostrar ressurreto, come na presença deles. Nossa mesa deve ser um lugar de confirmar a fé e de celebrá-la.

10.

Com os discípulos à beira-mar após a ressurreição - Jo. 21:12

Confirmando a vocação

“Pedro, tu me amas? Então apascenta as minhas ovelhas.” Jesus comissiona o vacilante Pedro e o desafia a cuidar do seu rebanho. Nossa mesa deve ser lugar de compartilhar sonhos, desafios, alvos e vocação. Portanto, restaure o hábito de se reunir em família à mesa para as refeições e faça desse momento uma oportunidade agradável de comunhão, edificação e fortalecimento de laços familiares. E convide Jesus para estar à mesa com vocês.

Sua mulher será como a videira frutífera em sua casa; seus filhos serão como brotos de oliveira ao redor de sua mesa. Salmo 128.3

o

Elias de

Seminário de Cura e Libertação com o Pr. William Lau

25 e 26 de abril, na IBC 2 Informações e inscrições: www.ibcbh.com.br

13

OUSE SONHAR TESTEMUNHO DE Ana Flávia, Rodrigo e Maria Melo

Deus trabalha em nossa vida de acordo com a nossa fé. A Bíblia ensina que sem fé é impossível agradar a Deus. Ana Flávia e Rodrigo Melo sonharam. E sonhar é um ato de fé. “Nós tentamos, durante um ano e meio, que a Ana Flávia engravidasse. Como nosso bebê não vinha, procuramos, com a indicação da ginecologista, um geneticista para investigar o que estava ocorrendo. Ana fez exames e constatou que tinha as trompas obstruídas, portanto deveria fazer uma cirurgia para corrigir o problema. Ao final do procedimento cirúrgico, o médico informou que não obteve êxito e classificou as trompas da Ana como “trompas doentes”, o que significava que ela tinha um grau tão alto de inflamação que não poderia engravidar de forma natural. Ele sugeriu que fizéssemos inseminação. Com temor, buscamos orientação junto ao Pastor Paulo Mazoni, que nos aconselhou a seguir em frente. Fizemos o tratamento, mas nossos corações estavam voltados para Deus. A mãe do Rodrigo, orava pedindo um milagre para que o nome do Senhor fosse engrandecido. Pagamos muito caro pelo tratamento e não deu certo. Mas não perdemos o foco. Junto com a Central, entramos numa campanha de 21 dias de oração e jejum crendo que ‘Deus é capaz de fazer infinitamente mais do que podemos pedir ou pensar’. Cerca de um mês após o final da campanha, a menstruação da Ana atrasou. Com medo de uma possível gravidez nas trompas em razão do histórico médico, ligamos para o geneticista que disse que não nos preocupássemos, pois com a inseminação, não ocorreria uma gravidez desse tipo. Dissemos a ele que a inseminação não havia dado certo. Preocupado, ele pediu que fôssemos à clínica para fazer uma ultrassonografia. O exame mostrou que estava tudo certo com o bebê e que não havia lugar mais perfeito para o embrião estar. Então, ouvimos do próprio médico: ‘isto é um milagre. Se eu não estivesse acompanhando o caso, não acreditaria, pois na situação da Ana, era impossível uma gravidez ocorrer naturalmente’. Hoje, nosso milagre está em nossos braços. Como somos gratos! A Maria nasceu saudável e é alegria da casa. Deus mostrou sua fidelidade”.


14 I Você conhece a verdadeira história da Central da Criança

Páscoa?

Desde muito tempo atrás, os judeus comemoram a festa da Páscoa. A palavra vem da língua hebraica pessach e significa passagem. Essa festa celebra um dia muito importante na história dos judeus. No tempo em que eles eram escravos no Egito, Deus prometeu que iria libertá-los e enviou dez pragas como sinal para que o Faraó libertasse os hebreus. Na última praga, o anjo da morte passou pelas casas egípcias matando todos os primeiros filhos de cada família. Só que na casa dos judeus havia um sinal. O Senhor lhes havia ordenado que naquela noite passassem o sangue de um cordeiro nas portas. Foi o que eles fizeram e assim o anjo da morte não pôde entrar ali. Então o Faraó libertou o povo e Deus fez um milagre abrindo o mar Vermelho para eles atravessarem, a partir dai o povo de Israel passaram a comemorar esse dia todos os anos. Muito tempo depois o Senhor enviou Jesus ao mundo. Mesmo sendo o Filho de Deus ele viveu como um homem mortal e deu a sua própria vida por amor a nós e para pagar os nossos pecados. Assim como o cordeiro teve de morrer para que o anjo da morte não matasse os judeus na primeira páscoa, Jesus morreu por nós e pelo seu sangue nós podemos viver. Três dias depois que morreu, Jesus ressuscitou e prometeu aos discípulos que iria ao céu preparar um lugar especial para eles e para nós que hoje o seguimos. Jesus ressuscitou e por causa disso temos a certeza de que vamos viver com ele para sempre.

Que bicho é esse? Muita gente não sabe, mas existe um animal que para os cristãos representa a Páscoa. Ligue as bolinhas azuis fazendo curvas e os quadrados de cores iguais fazendo linhas retas como no exemplo e descubra que animal é esse. Depois leia ATOS 8.32 e descubra porque esse animal representa a Páscoa.

Ligue os pontos assim:


Aniversariantes

I 15

ANIVERSARIANTES DE Março/ABRIL 24

de março

25

de março

26

de março

27

de março

28

de março

29

de março

30

de março

31

de março

01

de abril

02

de abril

03 de abril 04

de abril

05 de abril 06

de abril

07

de abril

08 de abril 09

de abril

Amanda Luiza Brandão Lenoir/ Ana Lúcia Fadini Gallo/ Cintia Santos Caldas/ Débora Figueiredo e Silva/ Débora Marques Costa/ Ednalva Germano de Paula Viveiros/ Fabíola Gonçalves Soares/ Hermon de Almeida Marchezine/ José Arnaldo Monteiro de Freitas Teixeira/ Ludmila de Oliveira Cordeiro/ Luiz Eduardo Simões Garcia/ Márcia Maria Lopes de Oliveira/ Menedy Batista Horsth dos Reis/ Paulo Henrique Miranda/ Rafael RibeiroTonholo/ Raissa Avelar Igino Diniz/ Rosângela Pinto Nascimento/ Wendel Nonato dos Santos Souto Aloísio José Martins Siqueira/ Ana Maria Figueiredo/ Carla Graziela dos Santos Dias/ Fabrícia Braga Pereira Duarte/ Fernanda Marialva Rocha Pereira Versiani/ Fernando Dolobela Ribeiro de Oliveira/ José Olavo Miranda/ Mirajane Alves Silva/ Raquel Cunha Toledo/ Rodrigo Pagani Rocha/ Ronan Carlos de Souza Teixeira/ Sandra Mazzoni Ferreira De Carvalho/ Thiago Alvares de Assis/ Viviana Silva Mendes Lage Adriana Spagnol de Faria/ Artur Amorim Andrade/ Bárbara Luana Vaz da Silva/Bruno Penchel Santos/ Elias Cesar de Oliveira/ Júlia Barbosa Póvoa/ Maria Raimunda Pinto/ Michelle Melo Moterane/ Rute Léa Carvalho Van Eijk/ Tatiane Maritinha da Silva/ Thainã Nunes Francisco/ Úrsula Alexandra da Silva Evangelista Aleika Magda Silva da Costa/ Carla Beatriz Silva Bretas/ Cristiane Padilha Nagami/ Eveline Fernanda Lopes Salgado/ Inar de Carvalho Brandão Filho/ Kindvall Bião Santos/ Leila Aparecida Pessoa/ Leila Cristina Martins e Silva/ Paula Patrícia Amaral/ Priscilla Romie Borba/ Thaís Macedo Vieira/ Thiago Lins Costa/ Virgínia Aparecida dos Reis Martins Adriana Catapreta de Alcântara/ Amanda Costa Pinto Guerra Lins/ Bárbara Isabela Ferreira Fazendeiro/ Danielle Jaqueline Rodrigues da Silva/ Douglas Ferreira Miranda/ Gabriela de Oliveira Pessanha/ Gilmara Freitas da Silva Nazário/ Helen Cristine Vilela Vieira/ Jorge Ribeiro de São José/ Luciáurea Borges Dias/ Magda de Cássia Pena/ Maria Karla de Souza/ Milena Tavares Bastos/ Naiara Flávia de Souza Ferreira/ Rodrigo Donato/ Rosangela Maria Matos Souza Aélia Bicalho Campos/ Alair José de Almeida/ Aline Alves Souza/ Alonso Rettore Mendes/ Ana Flávia Martins Silva Monteiro Rocha/ Aristóteles Gomes Leal Neto/Daniela de Souza Lima Crepalde/ Geovany Luiz Gonçalves dos Santos/Gláucia Cristina Monção Dias/ Luana Nogueira da Cruz/ Lurdiano Costa Freitas/ Odílio de Jesus Ferreira/ Olívia Manuella de Paula Azevedo/ Renata Alessandra Santos Aguiar/ Rita de Cássia Luchs/Rubens de Oliveira Fonseca/ Samuel Fonseca de Matos/ Thiago Aguiar Martins de Oliveira Andreia Cristiane Serrano/ Camila Celina Xavier/ Cleide Ramos da Silva/Elbert da Costa/ Letícia Freire Rettore Mendes/Marilda Moreira/ Roberta Rodrigues Nonato/ Rosane Batista Moreira/ Sálua Saab Amorim Mello Alexandre Elias Penido/Carolina Rocha Soares/ Celiâny Carneiro Ribeiro Bueno Martins/ Cristiane de Sousa Rocha Ribeiro/ Cristina Gazzinelli Najar Carvalho/ Elisângela Aida Silva de Moraes/ Gilson Campos Alves/ Janine Tupinambá Gonçalves/ John Andrew Jernigan/ Lídia Raquel Vieira Barros/ Ludmila de Castro Albergaria/ Marcelo Trindade da Silva de Jesus/ Matheus Guilherme Dias Cruz/ Pedro Aurélio Pacheco Acerbi/ Ronaldo Silveira Paulinelli/ Sérgio de Castro Setragni/ Simone Maciel Rodrigues/ Sônia Solange Deike Carnot Ribeiro de Oliveira Junior/ Daniel Faleiro Paolinelli Corrêa/ Edna Teixeira Viana Santos/ Francisco Silva Lopes dos Santos/ Katia Vieira de Andrade/ Marilene Mota Fonseca/ Murilo Eustáquio Monteiro Junior/ Neder Issa Neto/ Rodrigo de Melo Câmara/ Sérgio Vitalino Brescia Fonseca/ Sinara Matoso Monteiro/ Thiago Theodoro Medrado Nunes Arnaldo José de Sousa/ Felipe de França Morgan/ Lorena Paula Verony O. Diniz/ Nádia das Graças Silveira Abrantes/ Tayronne Rocha Rego/ Thais Bastos Ribeiro/ Thiago Sandoval Babo Coutinho Adilson Sirqueira da Silva/ Adirene Magalhães Rodrigues/ Adriane Irís Cardoso/ André Corrêa Carvalho Pinelli/ Bárbara Nunes Barbi Costa/ Camila Hirsch Silva/ Daniel Nunes Barbi Costa/ Dayane Oliveira Cambraia/ Giselda do Carmo Sabadini Abreu/ Gustavo da Costa e Silva Dias Duarte/ Jonatas Marcos Pinto da Costa/ Maurício Noronha Cortez/ Thiago de Oliveira Lins Adriana Cássia Xavier Ricci/ Diego Xavier Ricci/ Fernanda Miller Moraes Mazoni/ Guilherme de Albergaria Caus/ Gustavo Rozental Silva/ Luciana Rodrigues dos Santos Borelli/ Ralph Renan Paraguai/ Raquel Queiroz Costa/ Renata Ferreira Paratela Ribeiro/ Rosimere Viana Rodrigues Dutra/ Samuel Cunha Diniz/ Túlio Garcias Pereira/ Vanessa Cláudia Pereira Costa Siqueira/ Vinícius Zanotelli Figuerêdo Anna Rachel Mendes Gontijo Mazoni/ Cristiane Moreira Silva/ Daniella Carvalho Perim/ Danielle Almeida Batista/ Erlon Castro Rodrigues/ Jeanine Ismene de Magalhães/ Lauro Longo da Cruz/ Luciane Dornelas Estanisláo/ Luiz Eduardo Pelizer/ Paulo Coelho Bottrel Coutinho/ Sandro Henrique de Souza Adriana Silva Maciel/ Amanda G. Tolentino/ Gabriel Montenegro Menezes Lamego/ Lennon Silva Camargo/ Livia Resende Reis Furtado Silva/ Maria Betânia Melato Ribeiro/ Marina Roberta Vieira Nogueira/ Patricia Campos de Abreu/ Renata Miller Morais Marques D`Assumpção/ Roberto Guimarães Ede/ Sandra Furbino/ Sandra Ribeiro da Cruz Abreu/ Wagner Luiz Oliveira Gomes Analzita Pereira da Silva/ Anna Amélia Cardoso Abreu/ Carlos Alberto Nazario/ Ester Marques/ Fabio Lutti/ Francisco Ullmann Neto/ Gabriel Maycol Eros Pereira/ Giovana Cláudia de Barros Martins/ Isabela Castro Lins/ Karina Koch/ Roger Guimarães Junqueira/ Silvia Ferreira Jacques Gonçalves/ Vanessa Temponi Alves Cristiano da Costa/ Deisiene Gonçala e Silva/ Gustavo Carneiro Machado Ennes/ Hudson Carlos Supriano/ Leonardo Alves Carvalho/ Maria de Fátima dos Santos Alves/ Natalia Barros de Almeida/ Neil Henriques Pereira/ Patrícia Pimenta Campos Magalhães/ Priscila Christmann Said Lopes/ Roberta Moriya Vaz Alexandre Amorim Mendes da Silveira/ Fernanda Angélica da Silva/ Fernanda Tristão e Silva/ Guilherme Benício de Almeida Prado/ Iara Borges Michelini/ Marlúcia de Souza Siqueira/ Simone Nicodemos de Andrade

10 de abril 11

de abril

12

de abril

13

de abril

14

de abril

15

de abril

16

de abril

17

de abril

18

de abril

19

de abril

20

de abril

21

de abril

22

de abril

23

de abril

24

de abril

Ana Roberta Batista Lima Azevedo/ Frederico Gaspar Soares/ Georgiana Rodrigues Rêgo/ José Mariano Da Silva/ Kátia Moreira/ Lucas Cândido Pereira Neto/ Mariele Alves Amorim/ Thiago Ludgero Sena Fernandes/ Ultimo Lataliza França/ Vanessa de Oliveira Costa Morais/ Vivaldy Romeu de Castro Abreu Anna Cláudia Ramos Pereira de Abreu/ Emerson Cúmaco Araújo/ Emmanuel Fernandes Dias/ Felipe Pereira Libório/ Ludmila Castro Veado Stigert/ Marco Aurélio Ferreira de Brito/ Maria Lúcia Miranda de Deus/ Marianna Santos Simões Mendonça/ Rone Henrique Abreu Arruda/ Tiago Henrique Ribeiro Ferreira/Valeriano Gonçalves Domingues Albano Augusto Soriano Corrêa/ Cláudia Brescia/ Elaine Maria de Oliveira Ávila/ Luiz Antônio Cavalcante/ Paulo Cézar Klausing de Oliveira/ Servio Tulio De Barcelos/ Tania Beraldo Ribeiro Diniz Jordano de Souza Viana/ Bruna Rodrigues de Souza/ Cristia Souki Munayer/ Daniel Moore Freitas Palhares/ Déborah Alvarenga Carvalho Suarez/ Déia Virginia Santos Carvalho/ Ivo Sandry Neto/ José Maria Assis/ José Pedro Da Costa Neto/ Lúcio Antônio da Silveira/ Poliana Moreira/ Raimundo Nonato Junqueira/ Regina Aparecida Ferraz Messina/ Rodrigo Guilherme Souza/ Samantha de Paula Silva/ Saulo Versiani Chiabi de Queiroz/ Sherley Pinheiro Inácio Ferreira Andreza Nunes Leite Pimentel/ Denise Cristina Valadares da Silva Fonseca/ Dieimes Donato Serafini de Sousa/ Edmilson Silva Araujo/ Elayne Ferreira de Souza/ Larissa de Abreu Salgado/ Lucas Proença Doyle Oliva/ Marcio Pirôpo Galvão/ Rebeka Moura de Freitas Santos/ Rodrigo da Silva Santos/ Rosane Motta Carvalho/ Vânia Lúcia Brandão Ribeiro Bruna Martins Gonzaga de Vasconcelos/ Cristina Magalhães/ Darli Rodrigues de Souza/ Eduarda Cançado Manzino Israel/ Jairo Barreto Mansur/ Leonardo Santos Resende/ Lucas Ramos Pumputis/ Marcos Haroldo Costa Júnior/ Robson Soares Waughan/ Tassila Magalhães Silva Natal Valadao Aline Pereira Brandão/ André Fernandes Botrel e Silva/ Carlos Queiroz/ Christiane Freitas Abreu Mendes/ Diego Vinícius Melo Lacerda/ Diogo Quintela/ Guilherme Peixoto Ferreira/ José Santanna de Menezes/ Kelly Cristina Ferreira Domingues/ Luís Henrique Silva Vilela/ Odiléia Libânia Carneiro/ Paula Braga Carneiro/ Pedro Henrique Dominick de Souza/ Roseni Lemos Álvares/ Sônia de Almeida Neves/ Sônia Santos Alexandre de Lima Myrrha/ Ana Paula Medeiros Alves/ João Antônio Dutra/ Karina Kelly de Oliveira Luquesi Meça/ Luan Fereira de Carvalho/ Lucas Brochado Zepf/ Maria Noeme de Magalhães Oliveira Monteiro/ Rosana Maria Manteutel/ Sandro Goulart Moreira Adam Lucas de Araujo Oliveira/ Alvimar Laerte de Aquino/ André Prata Lopes Nicolau do Carmo/ Daniel Prata Lopes Nicolau do Carmo/ Isabela Cristina de Lima Fadel/ Jéssica Domingues Corradi Novais/ Jonathan Amâncio Cruz Gonçalves/ Karine Souza Bruno/ Lucas Antunes Leão/ Luce Léa Correa Geraldes/ Michelle de Faria Machado/ Natália Maria Soares da Rocha/ Renata Maria de Almeida/ Rozilene de Souza Ferreira/ Taíza Dias Barbosa/ Tatiana Lima de Oliveira Alessandra de Pinho Gomes Leite/ Aluirdes Leonel Ricci/ Bárbara Antonieta Simões Doro Pereira/ Cristiano Oliveira Cruz/ Davidson Henrique Estanisláo/ Gislane Gomes Náder/ Izabella Rodrigues dos Santos/ Marcela Tomaz Madeira/ Mario Rufino De Souza/ Otália Santos de Andrade/ Paulo Roberto Germano/ Raíssa Peixoto Monteiro/ Ricelle Froes Pires/ Rosângela da Silva/ Sérgio Henrique Fernandes Raso/ Silvana de Assis Morais/ Vitor Campos Andrade/ Willian Lima Porto Carlos Augusto Machado Vieira/ Carlos Magno Peixoto/ Cecília Braga Balsamão/ Daniela Aleixo Leite Mazoni Siqueira/ Diva Alves Costa Neta/ Guilherme Machado Velloso/ Juliana Chaves da Costa Ribeiro/ Luiz Adolfo Belém/ Luiz Carlos Soares Santos/ Márcio Schneider Tasca/ Marie Anne Angele Caroline Perona/ Nader Paolinelli Hamade/ Noêmi Maria Fernanda dos Santos/ Rodrigo Bomfim do Carmo/ Tiago Bruno Gomes dos Santos Diogo Corrêa Braga de Carvalho/ Filipe Avelar Gomes/ Girley César Monteiro Fernandes/ Íris Venini de Araújo Máximo/ Jacqueline Fonseca Couto/ Jenner Hudson Lopes Gomes de Santana/ Leonardo Britto Pimentel/ Maria das Graças Sepúlveda Santos Leal/ Maurício Braga Avelar/ Rosana Maura de Sousa Costa Rajão/ Rosania Garcias/ Soraya Garcia Cruz de Oliveira Bruno de Carvalho Mazzochi/ Daniel Resende Quintana/ Edson de Almeida Macedo/ Eduardo Monteiro Pinto Coelho/ Fátima Maria das Graças/ Ive Morávia de Abreu Leal/ Lorena Santos Brandão de Miranda Cézar Gomes Carneiro Júnior/ Cristiano Barbalho Vargas/ Luis Guilherme Benício Praxedes/ Marcos Paulo Correa da Silva/ Mariane Ferreira da Silva/ Marta Janete Moreira Barbosa de Souza/ Matheus Guilherme Silva Marçal/ Patrícia Vieira Antunes/ Renata de Oliveira Koscky Antunes da Silva/ Simone Alice de Souza/ Tais Vieira Antunes Alencar Vitor Avelar Silva/ Amanda Mesquita Santos/ Caio Vinicius Santos Lacerda/ Diogo Mattos Rodrigues/ Evangela Oliveira Gonçalves/ Guilherme Motta Carvalho/ Isabela Mazoni Guimaraes/ Ivison Torres Rosa/ Josenildo Silva Santos/ Júlia Gomes de Carvalho/ Jullia Heringer Gualberto/ Lídia Maria Ferreira Pimenta/ Luiza Gerken Glória Lellis Unsonst/ Luiza Maia Rodrigues/ Marco Túlio Dayrell Pires/ Mateus dos Santos Mancebo Borges Machado/ Matheus Carvalho de Almeida/ Regina Maura Falabella Daher

CLASSIFICADOS GEIZA SIMÃO Psicanalista cristá

CRP:04256 Atendimento a Crianças, Adolescentes, Adultos e Casais. Av. Getúlio Vargas, 254, sala 1002. Contato: 8863-7276 - geizasimao@hotmail.com

ANUNCIE VAGAS DE EMPREGO EM NOSSo site ibcbh.com.br/vagas


Conferência de Adoração 2014

11 a 13 de abril, IBC2

PROGRAMAÇÃO

SEXTA 11 de abril

SÁBADO 12 de abril

PRELETORES

20h: Culto de Abertura 9h às 12h: Oficinas de Artes e Adoração Vagas limitadas - inscrições pelo site: www.ibcbh.com.br

14h às 18h: Extraordinário de 20 em 20 Palestras extraordinárias de 20 em 20 minutos em plenária única

19h30: Culto

Tony Sutherland

DOMINGO

Luiz Hermínio e convidados

13 de abril

10h e 18h: Cultos

Quinta, 19h30, IBC2 Pr. Ivênio dos Santos

último culto da série

AGENDA Evento

Horário/Local

5 de abril

Batismo

às 10h, Sede Campestre

6 de abril

Culto de Líderes

8 a 10 de abril

Retiro de pastores DNA Central

11 a 13 de abril

Conferência de Adoração

IBC2

25 a 27 de abril

Conferência “O desafio de Elias”

IBC2

25 de abril

Reunião do Grif

às 16h, na IBC2 Sede Campestre

ATIVIDADES REGULARES às 14h30, na IBC2

2014 Um final de semana especialmente preparado para jovens e adultos que desejam ter um Encontro com Deus. Fique atento às datas!

4 a 6 de abril

REDE REDE

Rede Ágape e ZOE

TERÇA (IBC 1) 19h30 - CCM (cursos) QUARTA (IBC 1) 19h30 - CCM (cursos)

QUINTA IBC 1 14h30 - CCM (cursos) 19h30 - GAM (apoio a

Dependentes Químicos)

IBC 2 19h30 - Culto sÁBADO (IBC 2) 17h - CCM (cursos) 19h30 - Culto DE JOVENS E ADOLESCENTES Durante a Semana Células (Reuniões nas casas)

REDE

REDE

Redes RHEMA E ZOE

25 a 27 de abril

DOMINGO IBC 1 10h - CCM (cursos) IBC 2 10h - Culto 16h - CCM (cursos) 18h - Culto IBC 3 18h - Culto

IBC 1: Rua Mar de Espanha, 570. Santo Antônio. CEP 30330-270 IBC 2: Rua Luiz Soares da Rocha, 37. Luxemburgo. IBC 3: Rua Major Barbosa, 166. Santa Efigênia. Tel: (31)3298-8900 ou 3296-1665 E-mail: ibcbh@ibcbh.com.br

www.ibcbh.com.br


Revista Visão Central - Março 2014