Page 1

Fazenda Cabeceira do Prata

RELATÓRIO DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL

Lagoa Misteriosa

Jardim, Mato Grosso do Sul, Brasil Maio, 2013


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa Objetivo: Atender as normatizações vigentes conforme a formação espeleológica do local que de acordo com a legislação, esta área de proteção permanente é sobreposta pela área de proteção de cavidades naturais, estipulada na Portaria - IBAMA nº 887 em 15.06.90 e reforçada pelo Decreto Federal 99.556, publicado em 01.10.90, que na prática aumenta a área de Proteção Permanente da Lagoa Misteriosa de 50 metros (Conforme o Código Florestal e a Resolução CONAMA 303, de 20 de março de 2002) para no mínimo 250 metros.

Autores do Relatório:

_________________

_________________

Thyago Sabino de Morais

Valdenir Roberto de Souza

Biólogo

Engenheiro Ambiental

1. Introdução

Em parceria com a organização não governamental Instituto das Águas da Serra da Bodoquena – IASB foi desenvolvido o projeto de recuperação da área de preservação, através do plantio de mudas de árvores nativas. Realizamos o plantio dentro da área de restauração florestal na Lagoa Misteriosa, como parte de uma das etapas do projeto. Com o objetivo de recuperar áreas que já sofreram algum tipo de interferência antrópica na área que abrange a Lagoa Misteriosa bem como implantar corredores ecológicos entre os fragmentos de mata, implantou-se um programa de reflorestamento com mudas nativas do cerrado. O programa de reflorestamento visa também restaurar os processos ecológicos através do resgate da diversidade vegetal e da busca da autoperpetuação dessas áreas no tempo.

2


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa

Área do Estudo A Fazenda Lagoa Misteriosa está

localizada

no

município

de

Jardim,

sudoeste de Mato Grosso do Sul, distante 34 km da zona urbana da cidade e 270 km de Campo Grande, capital do Estado. Fica nos limites da região do Planalto da Bodoquena, a 90 km da fronteira com o Paraguai,

dentro

Biodiversidade

do

Miranda

Corredor

de

-

da

Serra

Bodoquena. Figura 1. Foto do Fragmento Florestal Lagoa Misteriosa, representando as áreas de visitação.

Área do plantio A área do plantio se encontra as margens do fragmento florestal Lagoa Misteriosa

área esta caracterizada com grande infestação de capim Brachiaria humidicola, espécie de gramínea invasora que dificulta a germinação de sementes de árvores nativas, devido a sua grande quantidade de massa seca que não permite que as sementes tenham contato com o solo. Diante desta situação faz se necessário o plantio de mudas de espécies nativas a fim de acelerar a restauração florestal da área.

Figura 2. Croqui da área de plantio.

3


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa

A vegetação existente predomina se Floresta Estacional Semidecidual na qual utilizamos esta área para um plantio de 60 mudas nativas do cerrado realizando tratos culturais de coroamento e fertilização com compostagem nas mudas plantadas. 2. Justificativa O presente relatório foi elaborado para compor e atender a condição específica No 04 da Licença de Operação No 70/2008 da Agropecuária Rio da Prata Ltda. Devendo o empreendedor apresentar um relatório anual da recuperação da Área de Preservação Permanente – APP. 3. Caracterização da vegetação local A região sudoeste do estado de Mato Grosso do Sul é composta por um mosaico de formações vegetacionais que incluem as fitofisionomias Savana, Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Estacional Decidual e Formação Pioneira de Influência Fluvial. A vegetação da região da Serra da Bodoquena, de um modo geral, faz parte do grande domínio das Savanas, também denominado Cerrados, apresentando particularidades associadas às condições locais de solo e relevo. Nas formações mais aplanadas como o caso da Formação Cerradinho a vegetação era predominantemente de Savana, entretanto hoje, predomina aí as atividades agrícolas e as pastagens plantadas (colonião e braquiária), descaracterizando na sua maior parte esse bioma. Como já citado, a vegetação natural é predominantemente Savana (Cerrado) podendo ser subdividida em: Savana Florestada (Cerradão), Savana Arborizada (Campo Cerrado) e Gramínea-Lenhosa (Campo). Ocorrendo também as formações vegetacionais denominadas Floresta Estacional Semidecidual e a Floresta Estacional Decidual, além, da Formação Pioneira com Influência Fluvial (COELHO, L. S. Jardim – MS). São importantes como corredores ecológicos, ligando fragmentos florestais e, portanto, facilitando o deslocamento da fauna e o fluxo gênico entre as populações de espécies animais e vegetais (RODRIGUES, et al. 2003). O ambiente de uma maneira geral caracteriza-se por possuir grande concentração de capim Brachiaria humidícola com altura de aproximadamente 60 cm e várias espécies arbustivas nativas também são observadas.

4. Metodologia Antes de efetuar o plantio foi feita uma avaliação na APP – Área de Preservação Permanente da Lagoa Misteriosa, envolvendo a equipe de colaboradores do Grupo Rio da

4


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa Prata Thyago Sabino de Morais e Valdenir Roberto de Souza, Biólogo e Engenheiro Ambiental respectivamente, para definir qual local seria implantado o reflorestamento e quais espécies arbóreas iriam ser plantadas. A metodologia utilizada foi o plantio em ilhas, metodologia esta que o Instituto das Águas da Serra da Bodoquena – IASB vem utilizando para restauração florestal na região. O plantio em ilhas é uma metodologia de recuperação florestal inserida no conceito de nucleação. A nucleação é entendida como a capacidade que uma espécie tem de melhorar significamente o ambiente, facilitando a ocupação dessa área por outras espécies. Assim, a partir de ilhas de vegetação ou núcleos, a vegetação secundária se expande ao longo do tempo e acelera o processo de sucessão natural na área degradada. Esta metodologia consiste no plantio adensado de mudas (também conhecido como “grupos de Anderson”), onde 3,5 ou 13 mudas são plantadas com espaçamento de 0,5 m de forma homogênea ou heterogênea. Acrescentou no plantio de mudas sementes de espécies nativas de diferentes estratos vegetais (espécies herbáceas, arbustivas e arbóreas). Com esta adaptação, a capacidade de expansão do núcleo aumenta ainda mais. O grupo formado pelas plantas e sementes tende a favorecer as mudas centrais para o crescimento em altura e as laterais para o desenvolvimento de ramificações. O conjunto se comporta como se fosse um único indivíduo, capaz de propiciar o desenvolvimento de espécies mais esciófilas (exigentes de sombra). Além disso, as ilhas também prezam pela diminuição da manutenção dos plantios. O capim demora a nascer próxima a muda, permitindo que as manutenções sejam feitas a cada 5 ou 6 meses pelo menos.(LACERDA, L. 2012). Iniciou- se fazendo a abertura de 12 ilhas com a capina das gramíneas num diâmetro em média de 3,5 m, em seguida fizemos a abertura das covas, sendo 5 covas por ilha, totalizando 60 mudas no plantio. As covas foram fertilizadas com compostagem, com o objetivo de disponibilizar nutrientes para as plantas e permitir uma melhoria da qualidade do solo, realizou - se a distribuição das mudas nas covas e assim plantadas sendo ambas produzidas na própria fazenda.

5


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa

Foto 1: Área do Plantio.

Foto 3: Abertura das Covas.

Foto 5: Plantio.

Foto 7: Medindo o diâmetro da ilha.

Foto 2: Coroamento das Ilhas.

Foto 4: Distribuição das Mudas.

Foto 6: Mudas Plantadas na Ilha.

Foto 8: Materiais utilizados.

6


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa Tabela 1: Relação das espécies de mudas de árvores utilizadas no plantio da APP – Área de Preservação Permanente da Lagoa Misteriosa. (FONTE: Lorenzi, H., 2002) NOME POPULAR

NOME CIENTÍFICO

QUANTIDADE

Amendoim do Campo

Platypodium elegans

4

Angico Vermelho

Anadenanthera macrocarpa

6

Aroeira

Myracrodruon urundeuva

4

Bocaiúva

Acrocomia aculeata

6

Carne de Vaca

Combretum leprosum

4

Caroba

Jacaranda cuspidifolia

5

Cebolão

Phytolacca dioica

5

Embaúba

Cecropia pachystachya

12

Ingá

Inga marginata

4

Para Tudo

Tabebuia aurea

3

Piúva

Tabebuia impetiginosa

4

Tarumã

Vitex cymosa

3 TOTAL

60 MUDAS

Todas as mudas utilizadas são oriundas do viveiro na qual foram geradas a partir de sementes coletadas de árvores adultas na RPPN Cabeceira do Prata e por doação de sementes pelo Instituto de Proteção as Águas da Serra da Bodoquena (IASB) de Bonito-MS. 5. Resultados Foram plantadas num total de 60 mudas nativas do cerrado, mais especificamente produzidas no viveiro de mudas da fazenda a partir da coleta de sementes dos fragmentos florestais locais. A RPPN Faz. Cabeceira do Prata vem realizando desde o ano de 2002

a

recuperação de áreas que já sofreram algum tipo de impacto ambiental através do plantio de mudas de espécies nativas do cerrado e mata ciliar. Essa atividade é importante para fornecer os ingredientes iniciais necessários para o início de um processo de recuperação da área. A manutenção e a proteção das matas, após essa fase, darão condições para que o meio se encarregue da continuidade do processo. Os resultados desses trabalhos vêm mostrando que com uma manutenção e monitoramento adequado das mudas no campo, bem como a proximidade das áreas sob revegetação com outros fragmentos próximos (RPPN Fazenda Cabeceira do Prata) e dispersores presentes podem acelerar a ligação da dinâmica natural, das constantes renovações dos ciclos de crescimento e da sucessão natural das espécies ocorrentes no local.

7


Relatório de Restauração Florestal na Lagoa Misteriosa

6. Referências Bibliográficas COELHO, L. S. Plano de Manejo Espeleológico da Lagoa Misteriosa. Vol.03 Diagnóstico Ambiental. Jardim – MS LACERDA, L. Ilhas Verdes Uma alternativa de recuperação florestal com baixos custos. Bonito, MS: IASB,2012. LORENZI, H (1992) Árvores Brasileiras – Manual de identificação e Cultivo de Plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa – SP. RODRIGUES, R. R; GANDOLFI, S.; NAVE, A. G. Programa de Adequação Ambiental de Estações Experimental do Instituto Florestal. Universidade de São Paulo, 2003.

8

2013 mai lagoa misteriosa  

Relatório do plantio realizado no mês de maio na Lagoa Misteriosa. Este plantio contou com o apoio dos funcionários da Fazenda Cabeceira do...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you