Page 3

1. Introdução A Serra da Bodoquena encontra-se inserida na Bacia Hidrográfica do Rio Miranda e ocupa uma posição estratégica para a conexão dos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Pantanal, o que também lhe confere uma alta diversidade biológica. Além disso, devido as suas características peculiares, no ano de 2000 foi criado o primeiro Parque Nacional do Estado do Mato Grosso do Sul, o Parque Nacional da Serra da Bodoquena com cerca de 76.000 hectares. Porém, apesar de abrigar um imenso patrimônio natural e ser fundamental para conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos da região, a Serra da Bodoquena vem sofrendo com vários impactos ambientais advindos da ocupação e atividades econômicas desenvolvidas na região. Um estudo realizado pela ONG Conservação Internacional estimou que até 2004, cerca de 40% dos 363.442 km2 da Bacia do Alto Paraguai teve sua vegetação original suprimida. Destes, cerca de 140 km2 ou 37,44% da BAP foi em áreas de Planalto e o restante na própria planície pantaneira. O estudo ainda apontou que municípios como Jardim e Bodoquena já perderam entre 40 e 60% de sua vegetação original, enquanto Bonito já perdeu entre 60 e 80%. Outro estudo aponta que boa parte da vegetação original localizada no entorno do Parque Nacional da Serra da Bodoquena já foi substituída por áreas de pastagem cultivada. O resultado dessa ocupação é uma grande perda da biodiversidade original da região. Apesar disso, a Serra da Bodoquena ainda possui o maior remanescente de florestas do Estado do Mato Grosso do Sul com formações de cerrado, floresta estacional semidecidual e floresta estacional decidual. Esta última considerada uma das formações vegetais mais seriamente ameaçadas do Brasil . Assim, iniciativas de conservação adotadas por diversas instituições são essenciais para desacelerar o processo de degradação da região. Neste contexto, o Programa Plante Bonito, desenvolvido pelo Instituto das Águas da Serra da Bodoquena - IASB é voltado à recuperação florestal de áreas, preferencialmente matas ciliares por sua contribuição para a conservação da água e incremento da biodiversidade. Visa também promover ações socioambientais por meio de atividades sustentáveis que auxiliem na conservação da Serra da Bodoquena. O Programa Plante Bonito é patrocinado por empresas preocupadas com a proteção aos recursos naturais, que encontram no IASB a parceria para colocar em prática esses valores. O apoio dado pelas empresas possibilitam que o Plante Bonito realize plantios de mudas de árvores nativas em diversas áreas e, realize ainda, atividades de Educação Ambiental nos locais onde atua, estimulando nos envolvidos, empresários, proprietários de terra, estudantes, a adoção de práticas sustentáveis, valorização dos recursos naturais e mudanças de atitude. Na perspectiva dos benefícios trazidos pelo Programa à sociedade e à Natureza, empresas do ramo turístico, escolas visitantes e diversos eventos iniciaram a parceria com o IASB a partir do ano de 2007 e até a presente data, foram plantadas 5143 mudas florestais de essências nativas.

Este texto foi produzido com informações extraídas da página: <h p://www.pantanal-brasil.com/estados/serra_bodoquena.aspx>, no dia 05 de fevereiro de 2012

Relatório Técnico - Programa Plante Bonito - Agosto de 2013

3

2013 ago vistoria chacara paraiso  

Relatório de vistoria realizada no dia 01 de agosto na Chácara Paraíso pelo Programa Plante Bonito.

2013 ago vistoria chacara paraiso  

Relatório de vistoria realizada no dia 01 de agosto na Chácara Paraíso pelo Programa Plante Bonito.

Advertisement