Page 1

"Nascia ali, como a construção da cidade, o lugar dos arquitetos, para se criar também um lugar para a arquitetura". MEMORIAL

CLIMA

Mais que um lugar para a arquitetura, uma arquitetura para o lugar.

O clima de Tocantins é muito particular e por isso deve ser levado em

Assim nasce o projeto do edifício sede do IAB em Palmas, no Tocantins, promovendo arquitetura para o lugar, para

conta nas diversas soluções arquitetônicas. Assim, a implantação do edifício responde os

a cidade. Suas atribuições devem gerar outras possibilidades àquelas que se originam inicialmente, criando assim,

estudos da carta solar, colocando na fachada sul da torre de escritórios elementos vazados

de maneira livre, ações programáticas que extrapolam a formalidade dos espaços com destino específico.

cerâmicos para proteção da insolação do verão, numa alusão formal à edifícios da região. Tais elementos locais também nos remetem à soluções presentes em toda a arquitetura brasileira

A estratégia para a construção

para a proteção do sol, permitindo ventilação constante e luz controlada.

do edifício parte do entendimento e

permitem esta parada temporal entre um

15º - 21 dez 12:00h

as atividades de escritórios, é fixada na estrutura uma tela que além de servir de proteção e etapa 02 etapa 02 IAB+escritórios IAB+escritórios

etapa 01 IAB

controle da luz solar, garante a vista para a cidade. Como as salas estão protegidas por vidros

FACHADA NORTE brise em tela

que se abrem, esta tela permite que a noite o edifício seja um bloco todo iluminado, ou seja, um

funcionamento prévio e sua construção

Nas fachadas leste e oeste, os escritórios estão recuados 3,20 do alinhamento do O edifício se organiza rebaixando a cota zero, voltada para a avenida Teotônio Segurado,

edifício, onde estão localizadas grandes jardineiras que por sua vez fazem a proteção térmica

principal eixo estruturador da cidade no sentido Norte-Sul, para levar de maneira democrática o acesso ao primeiro

dos andares tanto pela inércia térmica da terra quanto pela cortina verde que desce pela

nível do subsolo que organiza toda a circulação e funcionamento dos setores distintos. É nesta cota, 1,5m abaixo do

fachada. Este recuo, além de garantir o posicionamento destes anteparos naturais, fazem com

nível do passeio que se encontra o primeiro momento legítimo de praça dentro do edifício, onde está a chegada do

que a laje em balanço sirva de brise horizontal, protegendo da luz direta do nascente e do

público, tanto para acesso aos andares superiores técnicos do IAB e escritórios, quanto para o auditório e áreas de

poente.

exposição.

FACHADA SUL elemento vazado SISTEMA DE RESFRIAMENTO MECÂNICO ar condicionado (split)

novo marco para a cidade de Palmas.

integral. PROGRAMA

35º - 21 jun 12:00h

REUSO DE ÁGUAS PLUVIAIS distribuição

Na fachada norte, onde o diálogo com a cidade é muito mais franco e estão voltadas

organização das etapas de construção, aliadas às técnicas construtivas que

CAPTAÇÃO DE ENERGIA SOLAR placa fotovoltaica

FACHADAS IAB brise em madeira

No edifício de embasamento, onde estão localizadas todos os setores do IAB, a Outro acesso importante se dá pela Alameda 17, lateral ao edifício onde está o restaurante, localizado

solução foi criar um bloco com tratamento único de fachada, dando unidade formal ao conjunto,

2,0m acima da cota do passeio e apesar de poder funcionar de maneira alheia ao IAB, mantém relação visual com o

promovendo a integridade das funções do Instituto. A fachada recebe proteção com brise

conjunto através de um mezanino sobre a rampa de entrada do público.

horizontal contínuo de madeira com profundidade de 30cm e distanciamento de 20cm, que não

A intenção destas distintas entradas e relações de altura é construir um organismo que pode ter força como conjunto, des-hierarquisando as funções. Assim, o próprio edifício pode se sustentar gerando recursos de maneira diversa e independente, sem comprometer o funcionamento estrito de alguns espaços do IAB. Os dois andares subsequentes formam o corpo principal do edifício sede do IAB, com a construção da área

permite a entrada direta de luz solar em nenhuma estação do ano na região. O que caracteriza a melhor eficácia do sistema de proteção é a setorização de funções, onde na ala sul é colocado todos os dispositivos de apoio e serviços, como as caixas de circulação vertical, sanitários, depósitos, arquivos, cozinha, e na ala norte, garantindo o visual

institucional constituída pelos setores: Presidência, Conselho Diretor, Conselho Superior, Assessoria de Comunicação,

para a cidade, as salas funcionais do IAB, como as diretorias, presidência, conselhos, salas de

Assessoria Jurídica, Apoio aos Núcleos, Área administrativa / financeira e áreas de apoio, que pode ser entendido

trabalho, biblioteca e atendimento ao público.

como a primeira concepção construtiva do edifício e, numa outra etapa, com a construção da torre de escritórios, passa a ser o embasamento formal do conjunto. Esta primeira etapa da construção é embasada com pilares em concreto armado e vigamento metálico, no seu topo é concebido um terraço jardim coberto por uma estrutura metálica que serve para sombreamento para este nível e também de espera para a estrutura metálica e instalações da torre de escritórios. A torre, por sua vez, segue a mesma modulação dos pilares, mas estes serão em perfis metálicos, para que seja possível sua construção de maneira rápida e sem atrapalhar o funcionamento da primeira etapa - IAB, resultando numa construção sem perdas físicas e energéticas. A modulação dos andares da torre permite a total liberdade na divisão dos escritórios internamente, bem como a locação de diferentes prumadas de esgoto e água. A flexibilidade dos ambientes permite também uma ocupação livre dos andares e aceita qualquer mudança de layout futura, sendo uma resposta sustentável para a vida futura do edifício. É na cobertura do edifício que se dá a captação primária da água de chuva através de coletores que servirão para reaproveitamento e reuso, ajudando na sustentabilidade do conjunto, bem como haverá redução de gasto de energia elétrica através das placas fotovoltaicas instaladas neste mesmo terraço.

IAB/TO

01 de 06

DIAGRAMA CORTE AA 1:300

CAPTAÇÃO DE ÁGUAS PLUVIAIS armazenamento


B

B

B

Alameda 02

11.9

A

A

25 VAGAS 13.1

Alameda 17

25 VAGAS 13.1

B

25 VAGAS 13.1

B

B

PLANTA COTA - 8,10

PLANTA COTA - 11,40

PLANTA COTA - 14,70

1:400

1:400

1:400

11.9 RESERVATÓRIOS 13.1 ESTACIONAMENTO

N

PAVIMENTO TÉCNICO ESCRITÓRIOS ESCRITÓRIOS ESCRITÓRIOS ESCRITÓRIOS ÁREA DE ESTAR ABERTA PRESIDÊNCIA / CONSELHOS / ASSESSORIAS / APOIO SERVIDORES ÁREA ADMINISTRATIVA-FINANCEIRA / CONSULTÓRIOS / BIBLIOTECA RESTAURANTE ACESSO / RECEPÇÃO

AUDITÓRIO, SALA MODULÁVEL E APOIO ESTACIONAMENTO

Rua Teotônio Segurado

ESTACIONAMENTO ESTACIONAMENTO

IMPLANTAÇÃO

N

1:400

DIAGRAMA DE USOS CORTE BB 1:400

IAB/TO

02 de 06


B

B

B 0,00 D

9.2

+2,00

9.3 0,00 S

8.2

8.2

9.3

8.2 D

11.6

+2,00

S

9.1

8.3

8.5

A

Rampa i=20%

11.12

A

A

A

A

A

-1,50

8.5 8.4 D

Rampa i=8%

8.1

8.6

B N

PLANTA COTA - 4,80

B

1:200

0,00

PLANTA COTA - 1,50

D

B

PLANTA COTA + 2,00

1:200

IAB/TO

1:200

03 de 06

1 PRESIDÊNCIA 1.1 ESPERA / SECRETARIA 1.2 SALA DA PRESIDÊNCIA 1.3 LAVABO PRIVATIVO 2 CONSELHO DIRETOR 2.1 SALA DO CONSELHO DIRETOR 2.2 LAVABO PRIVATIVO 3 CONSELHO SUPERIOR 3.1 SALA DO CONSELHO SUPERIOR 3.2 LAVABO PRIVATIVO 4 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 4.1 SALA DE TRABALHO 4.2 ESPERA / SECRETARIA 5 ASSESSORIA JURÍDICA 5.1 SALA DE TRABALHO 6 APOIOS AOS NÚCLEOS 6.1 SALA DE TRABALHO 7 ÁREA ADMINISTRATIVA / FINANCEIRA 7.1 SALA DA DIRETORIA 7.2 SALA DA DIRETORIA FINANCEIRA 7.3 SALA DA DIRETORIA CULTURAL 7.4 SALA DE CPD 7.5 SALA DE TRABALHO 7.6 ARQUIVO 7.7 ALMOXARIFADO 8 AUDITÓRIO, SALA MODULÁVEL E APOIO 8.1 AUDITÓRIO 8.2 SALA MODULÁVEL 8.3 FOYER / ESPAÇO MULTIUSO 8.4 DEPÓSITO DO AUDITÓRIO 8.5 SANITÁRIO FEMININO E MASCULINO 8.6 COZINHA APOIO PARA COFFEE BREAK 9 ACESSO / RECEPÇÃO 9.1 RECEPÇÃO 9.2 CAFETERIA 9.3 SANITÁRIO FEMININO E MASCULINO 10 APOIO A SERVIDORES 10.1 COZINHA 10.2 REFEITÓRIO 10.3 REPOUSO 10.4 ÁREA DE ESTAR ABERTA 10.5 SANITÁRIO FEMININO E MASCULINO 10.6 ACESSO 11 ÁREAS DE APOIO 11.1 DEPÓSITO 11.2 BIBLIOTECA 11.3 RECEPÇÃO / ESPERA ÁREA MÉDICA 11.4 CONSULTÓRIO MÉDICO 11.5 CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO 11.6 RESTAURANTE 11.7 CENTRAL DE SEGURANÇA 11.8 AR CONDICIONADO 11.9 RESERVATÓRIOS 11.10 CENTRAL DE GÁS 11.11 SANITÁRIOS FEMININO E MASCULINO 11.12 GUARITA 12 TORRE DE ESCRITÓRIOS 12.1 ESCRITÓRIOS 13 ESTACIONAMENTO 13.1 ESTACIONAMENTO 14 ÁREAS EXTERNAS 14.1 JARDIM EXTERNO


B

11.4

B

10.5

11.3

10.5

1.2 1.3

10.5

10.5

11.5

2.1 2.2 3.2

11.2

1.1 3.1 10.6

10.6 4.1 5.1

4.2 10.5

7.4 6.1

7.5

B

B

10.5

A

11.8

A 7.1

B

7.6 10.4

11.7

7.2 12.1

7.3

7.7 10.3

11.1

10.2

10.1 A

10.4

A

11.10

11.8

B N

PLANTA COTA + 5,60

B

B

B

PLANTA COTA + 9,20

PLANTA COTA + 12,80

1:200

1:400

1:200

IAB/TO

PLANTA COTAS + 27,20 1:400 + 23,60 + 20,00 + 16,40

04 de 06

B

PLANTA COTA + 30,80 1:400

1 PRESIDÊNCIA 1.1 ESPERA / SECRETARIA 1.2 SALA DA PRESIDÊNCIA 1.3 LAVABO PRIVATIVO 2 CONSELHO DIRETOR 2.1 SALA DO CONSELHO DIRETOR 2.2 LAVABO PRIVATIVO 3 CONSELHO SUPERIOR 3.1 SALA DO CONSELHO SUPERIOR 3.2 LAVABO PRIVATIVO 4 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 4.1 SALA DE TRABALHO 4.2 ESPERA / SECRETARIA 5 ASSESSORIA JURÍDICA 5.1 SALA DE TRABALHO 6 APOIOS AOS NÚCLEOS 6.1 SALA DE TRABALHO 7 ÁREA ADMINISTRATIVA / FINANCEIRA 7.1 SALA DA DIRETORIA 7.2 SALA DA DIRETORIA FINANCEIRA 7.3 SALA DA DIRETORIA CULTURAL 7.4 SALA DE CPD 7.5 SALA DE TRABALHO 7.6 ARQUIVO 7.7 ALMOXARIFADO 8 AUDITÓRIO, SALA MODULÁVEL E APOIO 8.1 AUDITÓRIO 8.2 SALA MODULÁVEL 8.3 FOYER / ESPAÇO MULTIUSO 8.4 DEPÓSITO DO AUDITÓRIO 8.5 SANITÁRIO FEMININO E MASCULINO 8.6 COZINHA APOIO PARA COFFEE BREAK 9 ACESSO / RECEPÇÃO 9.1 RECEPÇÃO 9.2 CAFETERIA 9.3 SANITÁRIO FEMININO E MASCULINO 10 APOIO A SERVIDORES 10.1 COZINHA 10.2 REFEITÓRIO 10.3 REPOUSO 10.4 ÁREA DE ESTAR ABERTA 10.5 SANITÁRIO FEMININO E MASCULINO 10.6 ACESSO 11 ÁREAS DE APOIO 11.1 DEPÓSITO 11.2 BIBLIOTECA 11.3 RECEPÇÃO / ESPERA ÁREA MÉDICA 11.4 CONSULTÓRIO MÉDICO 11.5 CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO 11.6 RESTAURANTE 11.7 CENTRAL DE SEGURANÇA 11.8 AR CONDICIONADO 11.9 RESERVATÓRIOS 11.10 CENTRAL DE GÁS 11.11 SANITÁRIOS FEMININO E MASCULINO 11.12 GUARITA 12 TORRE DE ESCRITÓRIOS 12.1 ESCRITÓRIOS 13 ESTACIONAMENTO 13.1 ESTACIONAMENTO 14 ÁREAS EXTERNAS 14.1 JARDIM EXTERNO


+30,80

+27,20

+23,60

+20,00

+16,40

+12,80

+9,20

+5,60

+2,00 0,00 -1,50

-4,80

-8,10

-11,40

-14,70

CORTE AA

CORTE BB

1:200

1:200

IAB/TO

05 de 06


IAB/TO

06 de 06

Projeto 14  

Concurso de Ideias Edifício Sede IAB-TO - Projeto 14

Advertisement