Issuu on Google+

INTRODUCAO A SOCIOLOGIA DA EDUCACAO UMA ESCOLA SEM/COM FUTURO


INTRODUCAO A SOCIOLOGIA DA EDUCACAO


AGENDA


A EDUCAÇÃO COMO PROCESSO SOCIALIZADOR • Educar é socializar as novas gerações • Educar é fazer dos novos indivíduos seres sociais • Homogeneidade e Heterogeneidade na educação • A escola é um constructo social (espaço, lugar e território) – Por isto, cada sociedade possui seu sistema de educação – Por isto, a educação varia de acordo com as classes sociais e regiões – Por isto, a educação é heterogênea


A EDUCAÇÃO COMO PROCESSO DE CONTROLE SOCIAL • Educar é ajustar as novas gerações aos padrões culturais vigentes • É importância conhecer os padrões culturais do grupo que se pretende trabalhar como educador

• Conservadorismo e Inovação na Educação


A EDUCAÇÃO COMO TÉCNICA SOCIAL • A Educação é inovadora ou conservadora de acordo com o contexto histórico • Ao ser usada para enquadrar os indivíduos nos padrões culturais vigentes, a Educação é usada como técnica social

• Para Karl Mannheim a educação também pode ser usada como fator para a transformação consciente e intencional da ordem social vigente


A VIDA EM SOCIEDADE • Desde o nascimento o indivíduo aprende regras que deve seguir na vida em sociedade (Leviatã, Thomas Hobbes) • Grupos sociais e Instituições Sociais • Nenhuma instituição surge sem que tenha surgido antes

uma necessidade


A FAMÍLIA E A EDUCAÇÃO • Funções: sexual, reprodutiva, econômica e educacional • A família é a primeira agência que socializa a criança • Processo de Socialização – Socialização Primária – Socialização Secundária

• Conflito de gerações


A IGREJA E A EDUCAÇÃO • Tarefa específica de formação religiosa do indivíduo

A Família não utiliza a Religião para educar também?!


O ESTADO E A EDUCAÇÃO • O “poder de coerção” do estado • O Estado é uma das agências mais importantes de controle social. Se o estado não consegue manter a ordem, ele perde a própria credibilidade

• Nação x Governo x Estado • Serviços sociais do Estado: educação e saúde • Filosofia da educação x Política educacional


OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA E A EDUCAÇÃO • A importância da televisão no campo da educação (?) • A TV Educativa (que afasta o “consumidor”) • Recipientes passivos x Leitores interpretativos


Uma escola sem/com futuro


AGENDA


A EDUCAÇÃO NUM MUNDO DE COMUNICAÇÃO • “O papel reservado à escola não está definido e, certamente, não será definido no interior da própria escola” (p. 98) • A escola precisa conhecer da realidade e caminhar ao seu lado, não apenas a escola mas também a Universidade

• A crítica ao desempenho da escola foi intensificada em razão do descompasso ao avanço científico e tecnológico • A convivência entre o velho e o novo, entre o local e o nãolocal


A ESCOLA: DA RAZÃO À IMAGINAÇÃO • A nova escola precisa ser pensada para trabalhar com a multiplicidade • Para superar os fracassos da escola atual é necessária a observação do comportamento dos jovens em idade escolar

• Para Babin (1989) os jovens possuem outro comportamento intelectual e afetivo baseado em outra razão


EM BUSCA DE UMA CULTURA AUDIOVISIVA PARA A ESCOLA NÍVEIS DE RECEPTIVIDADE

%

Não gostam

0

0

Gostam pouco

5

1,60

Gostam

109

34,94

Gostam Muito

191

61,22

Sub-Total

305

--

Não responderam

7

2,24

Total

312

100

• Mesmo 96% dos professores indicando que a receptividade dos alunos em relação ao uso de vídeo é Gostam ou Gostam

Muito, apenas 51% fazem uso do meio. (p. 110)


EM BUSCA DE UMA CULTURA AUDIOVISIVA PARA A ESCOLA • É preciso buscar uma utilidade desses novos equipamentos sem redução de suas possibilidades de uso • Para Babin (1991) colocar as linguagens audiovisuais na escola dessa maneira “é o mesmo que matá-las”

• Uma escola sem futuro  uso instrumental das tecnologias • A presença das novas tecnologias como fundamento na Educação  Professor como Comunicador


UMA ESCOLA COM FUTURO • É necessário promover – Uma revisão urgente na formação dos professores e – No papel das Universidades públicas nessa área

• O professor está incorporado “a uma linha de montagem” • De 47 dissertações ou teses, entre 1971 e 1990, sobre a relação Educação e Comunicação, 62% foram das áreas de Comunicação • Um outro dado: de 1.124 dissertações ou teses da área de

Educação da UFRJ e USP, 1,6% estudavam essa relação


AS TENTATIVAS DE UM CAMINHAR CONJUNTO • As tentativas frustradas de cruzar estes caminhos • Há uma ação em andamento fora das Universidades • Isso teria a ver com a questão estética dessa TV Escola?


www.qedu.org.br


EDUCAÇÃO E AS NOVAS TECNOLOGIAS UM REPENSAR Gláucia da Silva Brito Ivonélia da Purificação Editora IBPEX, 2006 139 páginas


EDUC@AR A (R)EVOLUÇÃO DIGITAL NA EDUCAÇÃO Martha Gabriel

Editora Saraiva, 2013 262 páginas


TED.COM “Por que você leva crianças à escola se elas não tem de ir mais lá para obter informação?”


Seminário - Humberto Souza