Page 1

#1

JUL.12

Pág. 14

O FUTURO É AGORA. CONSTRUINDO UM NOVO AMANHÃ.

FACILIDADE Montadores começam a trabalhar com tablets Pág. 3

Pág. 20

SEU BOLSO Juros baixos: hora de pagar as dívidas

SÓSIAS As aventuras dos nossos quase famosos Pág. 23


JUL•12 A Viva – a revista da gente é uma publicação bimestral, sem fins comerciais, exclusiva para os colaboradores da Viavarejo e editada pelo Departamento de Comunicação. Proibida a venda ou reprodução total ou parcial. Direção: Sônia Mitaini Edição: Thaís Aguiar Redação: Máxima Conteúdo Colaboração: Daniela Nogueira, Débora Calderon, Bárbara Oliveira, Monique Moreno, Emerson Larizza e Filipe Lucílio. Jornalista Responsável: Thaís Aguiar (MTb/SP 32.339) Projeto Gráfico e Design: BEND Design Revisão: Ana Grillo Fotografia: Gustavo Ribeiro Impressão: Gráfica Plural Tiragem: 67.570 exemplares Agradecemos a todos os que contribuíram para esta edição.

UMA NOTA SÓ Somos uma única empresa, temos um só jeito de ser e, por isso, também mudamos o nosso jeito de fazer. Agora, a revista interna passa a se chamar Viva. Afinal, todos somos Viavarejo. Em 32 páginas, trazemos mais ousadia e inovação para falar, reconhecer e comemorar com nossa gente um pouco de tudo o que somos e fazemos para realizar os sonhos de nossos clientes. E quem abre essa primeira edição é o presidente Raphael Klein. Ele fala sobre a importância de estarmos engajados na Nossa Causa para consolidar a posição de liderança da empresa no varejo. As crianças também ganham uma revista mais alegre e colorida, porque o importante é que essa garotada Viva Brincando.

NESTA EDIÇÃO

Sônia Mitaini, Editora-Chefe

OLIMPÍADAS • p. 6 Jogos começam este mês em Londres

SAÚDE • p. 12 Dicas para afastar os riscos da obesidade

ENVIE SUGESTÕES PARA: Departamento de Comunicação: R. João Pessoa, nº 83, 3º andar CEP 09520-010 São Caetano do Sul, SP Filial 1000, Depto. 510. comunicacao@viavarejo.com.br As cartas devem ter seu nome completo, número de matrícula e de filial.

MIL IDEIAS • p. 18 Aprenda a fazer um lindo cachecol

DIA DOS PAIS • p. 26 O exemplo de dedicação do vendedor Pinheiro

GIRO PELO BRASIL • p. 30 A vendedora Camila apresenta São João Del Rei


FATOS & FEITOS

Os montadores Serginho e Alessandro, felizes com o novo tablet

MÃOS À OBRA COM O Uma novidade promete revolucionar o dia a dia dos montadores da Viavarejo este ano. Um tablet Samsung Galaxy Tab 7 Plus e um celular já começaram a ser distribuídos para cada um dos cerca de 8 mil montadores e técnicos de móveis da empresa, que receberão remotamente seus roteiros diários de trabalho. Com isso, eles não precisarão mais comparecer aos postos de montagem para saber quais clientes deverão visitar ao longo do dia. A Viavarejo começou a testar o novo sistema em novembro de 2011 com um grupo de 500 profissionais. O sucesso da experiência foi tanto, que a empresa decidiu expandi-la para toda a equipe até o fim de 2012. A iniciativa facilita muito a alteração do roteiro de instalações ao longo do dia, no caso de ausência do cliente na data agendada para a montagem. O profissional precisará apenas entrar em contato com sua base via celular para receber um novo serviço imediatamente. Isso significa ganho de produtividade para a empresa e para os profissionais. “Ficou muito mais fácil. A gente liga para a base e na hora eles repõem a instalação. Basta sincronizar o aparelho. Você não perde tempo”, elogia o montador Alessandro de Souza, que desde novembro está usando o aparelho em caráter experimental.

TABLET As boas notícias não param aí. Vai ficar muito mais fácil também pedir assistência técnica para peças entregues com defeito ou danificadas durante a instalação. Antes, o profissional precisava preencher uma ordem de serviço, identificando a peça por código, e entregar o documento no posto de montagem. Agora, ele precisará apenas tocar no desenho da peça disponível na tela do tablet e enviar o pedido pela rede de dados 3G. Além de reduzir o tempo, o novo sistema diminui muito a chance de erro no pedido. Para o montador Serginho Cavalheiro, que está na empresa há dois anos, o tablet representa um grande progresso: “Ele facilitou muito o trabalho. O aparelho é muito rápido. Ficou mais simples dar baixa no serviço. A atualização da informação na central é muito ágil.” O tablet, que pesa 345 g, tem o tamanho aproximado de uma agenda convencional e menos de um centímetro de espessura. Ele apresenta avanços significativos em relação ao antigo coletor implantado na empresa desde 2005, no que se refere a facilidade de manuseio, estabilidade do sistema, alcance do sinal e duração da bateria. Seu uso será exclusivamente corporativo. Ou seja, o aparelho roda apenas os aplicativos destinados ao trabalho dos montadores e técnicos. 3


Os motoristas que dirigem os 2.547 veículos pesados da Viavarejo rodam por ano cerca de 100 milhões de quilômetros para fazer 1,3 milhão de entregas em todo o país. Para se ter uma ideia do quanto essa distância representa, ela seria suficiente para dar quase 2.500 voltas ao redor do planeta e fazer 130 viagens de ida e volta à Lua. Cada veículo roda em média quase 100 km por dia. Por essa conta, o motorista Perácio Pereira Lima, que trabalha há três anos no Centro de Distribuição de Camaçari, na Bahia, já deve ter percorrido 110 mil quilômetros ao volante de um dos caminhões da Viavarejo que abastecem as lojas da Casas Bahia em cidades como Feira de Santana, Lagoinha e Santo Antonio de Jesus. Ele costuma ir também a Aracaju, em Sergipe, e Fortaleza, no Ceará.

Foto: Sérgio Cedraz

FATOS & FEITOS

Minha vida é andar por esse país...

Casado e pai de dois filhos, Perácio, de 55 anos, é motorista há 32 anos, mas só há 13 dirige caminhões. “Eu já gostava de dirigir antes, mas aqui na empresa é melhor”, afirma. Ele diz que seu principal desafio é vencer as distâncias em tempo hábil para não deixar faltar nas lojas os produtos que os consumidores tanto desejam. 25 de julho é Dia do Motorista. A Viavarejo se orgulha de poder contar com profissionais como Perácio, que sabem o quanto são importantes para concretizar o sonho dos nossos clientes.

Festa na CBCC No dia 4 de julho, a CB Contact Center festeja seu sexto aniversário. A data é duplamente especial para os 2,6 mil colaboradores da empresa, pois nela se comemora também o Dia do Operador de Telemarketing. A festa marcará o encerramento da campanha anual do agasalho, que, nos últimos cinco anos, arrecadou e doou mais de 120 mil peças de roupas. A CB Contact Center ocupa hoje uma área total de 12,3 mil metros quadrados em duas instalações: a primeira localizada no bairro de Bom Retiro, capital de São Paulo, e a segunda, no município de São Caetano do Sul (SP). Em seis anos, a empresa passou de 248 para 1,8 mil posições de atendimento: uma expansão superior a 600%. Parabéns a toda a equipe da CB Contact Center que ajuda a escrever essa história de sucesso. 4


Sob medida Sempre atenta às últimas tendências de decoração e ao melhor aproveitamento dos espaços, a Bartira lança este mês um novo modelo de guarda-roupa com portas de correr e design moderno. O Primordial L7 chega às lojas de Casas Bahia e Pontofrio em nove combinações de cores com opções em padrões madeirados e Branco. Suas portas recebem apliques em MDP e espelho com incisão. O Primordial L7 é mais um modelo de guarda-roupa com portas de correr criado pela Bartira para atender à crescente demanda de móveis para pequenos ambientes.

Bahianinho olímpico Mascote da Casas Bahia, o Bahianinho está pronto para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos deste ano. Em um novo game disponível neste mês na App Store da Apple e no Google Play, ele se exibe em 10 modalidades olímpicas – entre elas, corrida, natação, salto em distância, salto triplo, arremesso de dardo ou martelo e arco e flecha. Usando os recursos de tela sensível ao toque do iPhone e dos smartphones que adotam o sistema Android, os jogadores podem movimentar a mascote nas competições para bater recordes e conquistar medalhas. À medida que seu desempenho melhora, o jogador desbloqueia novas modalidades olímpicas para competir. Nas redes sociais (Facebook e Twitter), é possível desafiar os amigos para o jogo, compartilhar resultados e ver sua posição no ranking de cada modalidade. Ao fim de uma prova, o usuário vê quem são os cinco melhores jogadores e sabe o quanto precisa avançar para chegar entre os primeiros. “Nosso objetivo é buscar uma interação maior com o público jovem, que usa muito smartphones e redes sociais”, explica André Gavioli, gerente de marketing digital da Viavarejo. A diversão é certa. Baixe o aplicativo e garanta a sua medalha! Saiba mais sobre os Jogos Olímpicos de Londres nas próximas páginas. 5


OLIMPÍADAS

O MUNDO

DE OLHO EM LONDRES Durante 16 dias, a elite do esporte do planeta estará reunida em Londres, capital britânica, para disputar 302 medalhas de ouro olímpicas e estabelecer novos recordes mundiais. O palco da competição será uma das cidades mais antigas e charmosas do mundo, conhecida por seus táxis pretos, cabines telefônicas vermelhas e ônibus de dois andares. Será a 30ª edição dos Jogos Olímpicos da era moderna, realizada entre 27 de julho e 12 de agosto, e a terceira na cidade – as outras duas foram realizadas em 1908 e 1948.

Ele até conhece alguns dos nomes do atletismo brasileiro, como o maratonista Franck Caldeira, que vai representar o Brasil em Londres, e Vanderlei Cordeiro, que ficou famoso ao ser parado durante a maratona de Atenas 2004 quando liderava a prova. “Eu conheço esse pessoal todo. Já participei de provas com eles. Ficamos hospedados no mesmo hotel”, conta.

Auri corre maratonas desde 1980

Edilson pedala 30 km às sextas-feiras

Foto: Marcelo Victor

O auxiliar de estoque Auri Vieira da Silva, 51 anos, que trabalha na filial 1664 da Casas Bahia no Shopping Norte Sul Plaza em Campo Grande (MS) pretende ficar ligado nas competições. Ele corre maratonas desde 1980 e este ano foi o primeiro colocado de sua categoria em uma prova realizada em Assunção, no Paraguai. “Atletismo é o esporte de que eu mais gosto. Não vou perder um lance”, avisa Auri, que corre em média uma hora por dia e 30 km nos fins de semana.

Na Bartira, o operador de máquina Edilson Rodrigues dos Santos, de 28 anos, quer acompanhar César Cielo e as provas de atletismo. Ele corre durante uma hora todos os dias e, às sextas-feiras, pedala 30 km de ida e volta entre sua casa, que fica em Mauá (SP), e a fábrica da Bartira, em São Caetano do Sul (SP). Vice-campeão de Biathlon (competição com provas de natação e corrida) do Vale do Paraíba em 2006, Edilson adora natação, ciclismo e atletismo. No dia 22 de julho, participará de uma competição no Sesi. “Hoje, o esporte para mim é um hobby, mas penso até em fazer faculdade de Educação Física no futuro”, afirma.

As instalações olímpicas Os organizadores optaram por concentrar os principais locais de competição na região de Stratford, no leste de Londres. É lá que estão localizados o Estádio Olímpico, o Centro Aquático, a Arena Poliesportiva e o Velódromo, além da Vila Olímpica e do centro de mídia. Todas essas construções são novas e foram erguidas em uma área antes degradada: prédios abandonados, lixões e desmanches de carros deram lugar a um Parque Olímpico com construções modernas. 6


Jogos Paraolímpicos, uma volta às origens Foto: Luiz Miyake

No fim de agosto, a cidade de Londres também receberá atletas para a primeira Paraolimpíada de sua história. O que poucos sabem é que os Jogos Paraolímpicos nasceram em uma pequena cidade no interior da Inglaterra, pouco após a Segunda Guerra Mundial, como uma forma de ajudar a recuperar fisicamente os veteranos do conflito. Murilo Moraes de Souza, auxiliar de crediário da filial 1229 da Casas Bahia, em Indaiatuba (SP), tem motivos para acompanhar os jogos com atenção especial. Aos 22 anos, ele pratica arremesso de peso, dardo e disco em competições destinadas a deficientes. Vítima de paralisia cerebral, Murilo teve o movimento das pernas afetado pela doença. “Eu quero assistir para ter uma noção de como é a competição, mas meu objetivo está lá na frente, nos jogos do Rio de Janeiro, em 2016”, explica o colaborador. Este mês, ele se prepara para disputar os Jogos Regionais do Interior e quer garantir uma vaga no Pré-Olímpico de 2013. Duas vezes por semana o atleta sai da loja, treina por duas horas e depois segue para a faculdade, onde cursa o primeiro ano de Tecnologia em Recursos Humanos.

Expectativa de recordes

A pista de borracha sintética do Estádio Olímpico de Londres também deve facilitar o estabelecimento de novas marcas em provas de atletismo. O jamaicano Usain Bolt, por exemplo, está treinando para correr os 100 m rasos em menos de 9s50. É dele o atual recorde da prova: 9s58.

ages.com

Nas Olimpíadas de Pequim, foram quebrados 43 recordes mundiais, uma marca impressionante na história dos jogos. Isso se deveu principalmente à tecnologia empregada em maiôs especiais usados por alguns nadadores. Embora esses supermaiôs estejam proibidos atualmente,

há expectativa de novos recordes na natação em Londres. O brasileiro César Cielo é o atual recordista dos 100 metros livres e campeão olímpico dos 50 metros.

Fotos: gettyim

O Brasil quer ultrapassar este ano a marca de 100 medalhas conquistadas em 21 participações olímpicas. Em 2008, os atletas brasileiros voltaram ao país com 15 medalhas (3 de ouro, 4 de prata e 8 de bronze).

7


OLIMPÍADAS

Brasileiros com chances de medalha Saiba quem vai ficar ligado no twitter O Comitê Olímpico Internacional (COI) permitiu que os atletas se comuniquem com o público via twitter durante os jogos. Apresentamos a seguir os brasileiros com mais chances de medalhas em várias modalidades de esporte olímpico e identificamos aqueles que podem ser seguidos no twitter. Para acompanhar notícias sobre eles, é preciso ter uma conta na rede social (www.twitter.com), acessar o perfil desejado usando alguma das identificações abaixo e clicar em “follow “.

FUTEBOL MASCULINO

VELA

O Brasil contará com Neymar (@Neymar_ santos), Ganso (@SamsungPHGanso) e Lucas (@LucasnaRede_) para tentar conquistar sua primeira medalha de ouro olímpica.

Robert Scheidt (@robert_scheidt) e Bruno Prada. Fernanda Oliveira e Ana Barbachan.

JUDÔ MASCULINO Leandro Guilheiro. Tiago Camilo (@TiagoCamiloJudo).

TAEKWONDO Natália Falavigna (@NataliaTkdBra).

GINÁSTICA ARTÍSTICA Diego Hypolito (@hypolitoginasta), Arthur Zanetti (argolas), Daiane dos Santos, Danielle Hypolito (@FCdanyhypolito) e Jade Barbosa (@jadefb).

ATLETISMO Fabiana Maurer – Salto com vara. Maurren Maggi (@MaurrenHMaggi) – Salto triplo.

VÔLEI DE PRAIA

NATAÇÃO

Larissa e Juliana (@Larissa_Juliana), Emanuel Rego (@Emanuel_Volei) e Alison Cerutti.

Cesar Cielo (@CesarCielo) e Fotos: Reprodução

Thiago Pereira (@pereirathiago86).

VÔLEI MASCULINO

FUTEBOL FEMININO Campeã sul-americana, a equipe liderada pela atacante Marta espera superar o segundo lugar obtido em 2008.

Bruno Rezende (@brunorezende1), Rodrigão (@Rodrigao14), Leandro Vissotto (@LeandroVissotto) e Murilo Endres (@Murilovolei8).

Canal do Comitê Olímpico Brasil em Londres – @timebrasil

Acompanhe os jogos na TV e na Internet: A Rede Record tem os direitos exclusivos de transmissão dos jogos na TV aberta. Na TV por assinatura, os canais Sportv, Bandsports e ESPN cobrirão o evento. Na web e nos celulares, o Terra é o portal oficial dos jogos de Londres 2012 e transmitirá ao vivo e em alta definição todas as modalidades de jogos.

8


Rio se prepara para 2016 Quando a chama olímpica for apagada em Londres no dia 12 de agosto, os olhos do mundo ficarão voltados para o Rio de Janeiro, sede da próxima edição dos Jogos, em 2016. A cidade já está se preparando para a competição, que será, na verdade, a coroação de uma série de outros grandes eventos que começou a sediar há cinco anos. Várias regiões estão sofrendo reformas. Na Barra, um Parque Olímpico de mais de 1,8 milhão de metros quadrados está em construção, além da Vila Olímpica para os atletas e de um Centro Aquático. Foto: Eny Miranda

Para evitar o desperdício de recursos com obras que não serão mais aproveitadas depois do evento, o prefeito Eduardo Paes anunciou que comprará estruturas a serem desmontadas após os Jogos de Londres deste ano. A abertura do evento será realizada no estádio do Maracanã, que passa por reformas para a Copa do Mundo. As provas de atletismo serão disputadas no estádio do Engenhão, que foi construído para os Jogos Panamericanos de 2007 no subúrbio de Engenho de Dentro e será ampliado. O estádio de São Januário e o ginásio do Maracanãzinho também passarão por reformas. Na zona sul, serão disputadas partidas de vôlei de praia e provas de remo e iatismo. Na zona oeste, haverá competições de hipismo, tiro, esgrima e mountain bike. A vendedora da filial do Pontofrio no NorteShopping, Josiane da Costa Rodrigues, de 33 anos, mora perto

do Engenhão e tem esperanças de poder assistir de perto a uma apresentação dos atletas brasileiros. “Estou adorando a ideia de o Rio de Janeiro sediar os Jogos. Meu sonho sempre foi ver a Seleção jogando aqui”, afirma. Apaixonada por esportes, Josiane corre 5 km todos os dias e, há um ano e meio, participa do Circuito das Estações Adidas com outros colegas da loja. Ela já planeja se inscrever para a próxima edição do evento, programada para o dia 22 de julho, no Aterro do Flamengo.

Horários Durante os jogos, Londres estará quatro horas à frente de Brasília. A maioria das provas realizadas pela manhã começa às 9h (5h no Brasil), mas é entre o meio da manhã e a tarde que se concentram as competições. Há partidas de vôlei de praia programadas para as 22h (18h do Brasil). A cerimônia de abertura começará às 15h30 (hora do Brasil) do dia 27 de julho.

9


VENDA GARANTIDA Destaque do mês de março na venda de garantia, Felipe Fernando Espíndola atribui o seu sucesso ao bom relacionamento cultivado com os clientes. Na filial 139 do Pontofrio em Curitiba, ele mostra que segue à risca a metodologia do Prove, o programa de vendas da empresa. Segundo o vendedor, a criação de um bom vínculo com o cliente durante a negociação é essencial para concretizar a venda da garantia estendida: “Eu tento entender a necessidade dele no dia a dia, quais são seus sonhos de consumo. Aí mostro o que a garantia representa, como ela vai ser útil e por que vale a pena adquiri-la“, afirma.

Quando o consumidor entende o benefício futuro que o serviço representa, ele compra Felipe estima que seis de cada dez vendas que faz incluem a garantia estendida. E não há produto para o qual ele não consiga oferecer o serviço: “Desde secadores de cabelo a TVs de 60 polegadas, já vendi garantia para todo tipo de produto.” “Quando o consumidor entende o benefício futuro que o serviço representa, ele compra”, afirma Felipe. O vendedor já viu clientes voltarem à loja aliviados por terem adquirido a garantia estendida para produtos que acabaram apresentando problemas. É nessa hora que o relacionamento entre cliente e vendedor se estreita. “Todo mundo quer desconto e qualidade, mas também há os que voltam só pelo bom atendimento”, diz. Felipe tem razão, afinal, cliente satisfeito é retorno garantido!

A venda de serviços é o mote do treinamento anual do Prove que começa em julho.

CLIENTE ESPECIAL

Carinho com sotaque japonês Foto: Eny Miranda

VAREJO 360o

Foto: Neo Produções e Eventos

10

Cliente bem atendido acaba voltando, mas, quando volta com empadas quentinhas e chocolates caseiros, a alegria é ainda maior. É esse carinho que a equipe da filial 039 do Pontofrio, em Copacabana, no Rio de Janeiro, recebe da cliente Kyoko Oshima, uma simpática japonesa de 63 anos que frequenta a loja desde o início


PRODUTO

XBOX OU PS3: JOGO PESADO ENTRE RIVAIS Em time que está ganhando não se mexe. Essa parece ser a estratégia da Microsoft para o Xbox 360, sucesso de vendas há seis anos. A empresa anunciou que não pretende lançar nova versão para o console este ano, nem em futuro próximo. Em todo o mundo, as vendas do produto só fazem crescer, alavancadas pelo lançamento em 2010 do acessório Kinect, que permite controlar as funções do game usando apenas o próprio corpo, e pela grande quantidade de títulos disponíveis para a plataforma. Segundo o diretor de comunicação corporativa da Microsoft, Frank Shaw, “2012 é o ano do Xbox 360”. Embora não conte com um acessório capaz de transformar o corpo do jogador em controle remoto, o concorrente PlayStation 3, da Sony, é um adversário de peso no mercado de consoles. Ele dispõe de sistema Wi-Fi para conexão com a Internet sem fio, da mesma forma que o Xbox, e de um exclusivo leitor de mídia

Blu-Ray. Sua capacidade de armazenamento para jogos, filmes, músicas e imagens pode chegar a 320 GB, contra os 250 GB do rival da Microsoft. Este ano, a Sony também lançou para o PS3 o software de edição de vídeo PlayMemories Studio. Com ele, é possível usar o console para editar fotos ou vídeos carregados a partir de câmeras ou filmadoras. O software se conecta com o serviço PlayMemories Online para armazenar imagens em computadores na Internet, que formam a chamada “nuvem”. Essas imagens podem ser vistas em qualquer dispositivo do usuário que também esteja conectado à rede, como celulares, tablets e computadores. Tanto o Xbox quanto o PS3 estão disponíveis nas lojas de Casas Bahia e Pontofrio.

X da década de 1980. “Dona Kyoko compra muito conosco e vem sempre aqui, às vezes só para conversar”, conta o gerente Marco Antonio Souza. Quando chegou ao Brasil, ela adquiriu móveis e eletrodomésticos para equipar seu apartamento em Copacabana. Depois, não parou mais. Desde o ano passado já comprou um fogão de cinco bocas, uma geladeira dúplex, um aparelho de ar condicionado e um forno micro-ondas. “Às vezes, a diferença de preço até pode ser pequena, mas eu prefiro o Pontofrio. O atendimento é bom”, afirma.

Durante 11 anos, Kyoko teve um restaurante de culinária japonesa chamado Goemon nas redondezas do Pontofrio que era frequentado por celebridades locais. Agora, ela se prepara para deixar o Brasil e morar com os dois filhos no Japão. A equipe da filial 039 vai sentir falta das visitas e dos quitutes preparados para eles. “Ela, na verdade, acaba sendo uma mãe para nós. Todo mundo gosta muito dela. É uma pessoa muito carinhosa”, elogia o encarregado de treinamento de vendas Marcelo Seixas.

11


SAÚDE

DE OLHO NA

BALANÇA COMO VENCER A LUTA CONTRA OS QUILINHOS A MAIS

Tudo começa com uma barriguinha saliente. Aos poucos, ela avança pela circunferência do corpo e acaba por ocupar o lugar onde antes existia uma cintura. Muitas vezes, o problema se instala tão lentamente, que a vítima só percebe por acaso a necessidade de tomar uma providência. Geralmente é quando tenta entrar em uma roupa do verão passado ou quando não consegue se reconhecer em uma foto.

Nas últimas décadas, o prato típico do brasileiro – arroz, feijão e bife – foi perdendo espaço para comidas que matam a fome, mas alimentam mal. “O problema maior está relacionado aos lanches rápidos (fast food). Quem trabalha fora costuma aproveitar o horário de almoço para fazer serviço de banco, compras, cabeleireiro, manicure etc. Por isso, reserva menos tempo para a alimentação e não se dá conta do mal que está fazendo para a saúde”, alerta Tânia Sabino, nutricionista e coordenadora do restaurante do Edifício Ana Klein, na matriz da empresa, em São Caetano do Sul (SP).

Se você sabe do que estamos falando, é um sério candidato a entrar na luta contra a obesidade. O problema do excesso de peso, segundo o Ministério da Saúde, afeta 5 de cada 10 brasileiros. Embora os homens sejam mais atingidos do que as mulheres, ambos os sexos precisam se cuidar. A tendência é preocupante. Afinal, a obesidade é um sério fator de risco para doenças como infarto, trombose e diabetes. Pessoas obesas também têm mais chances de sofrer de problemas ortopédicos, hepáticos, asma, apneia do sono (parada da respiração ao dormir) e alguns tipos de câncer.

Foto: Arquivo pessoal

Tânia recomenda evitar o fast food Segundo Tânia, o fast food nos acompanha inclusive dentro de casa. Normalmente, a mulher que trabalha fora parte para a segunda jornada em casa (os afazeres domésticos) e opta por pratos rápidos que, na maioria das vezes, são frituras, massas e lanches. No entanto, tanto em casa quanto na rua é possível comer de forma rápida, saudável e barata. Julio Cesar Moraes da Silva, encarregado de treinamento do Prove no estado da Bahia sabe disso. Ele emagreceu 21 kg em quatro meses, modificando seus hábitos alimentares e fazendo exercícios. Com 1,88 m de altura e 29 anos, chegou a pesar 115 kg, mas Julio perdeu 21kg em 4 meses

12


quando começou a sentir cansaço, estômago pesado e dificuldade para respirar decidiu fazer uma reeducação alimentar e voltar a praticar atividades físicas: “Estou com 94 kg. Mas por questões de saúde quero chegar aos 89 kg”, afirma.

O OS

ER MONTADO CIL DE S E FÁ ATO LIBRADO: QUALIDADE E AR EQUI Q U ÉB AN EL T I D ÁV AD O UD E AD I SA BE AR M EV

O COL PR OR AT IDO O ,S AB OR

Sua receita foi simples: eliminação dos carboidratos (pães, por exemplo) à noite e um prato bastante variado no almoço, com mais saladas e frutas, além de 30 minutos de exercício diário. Ele não nega que no início foi difícil. “Nas duas primeiras semanas senti fome, principalmente à noite”, admite. Mas a ideia de emagrecer não foi abandonada. Em janeiro, Julio começou a caminhar diariamente. Depois, passou a correr duas a três vezes por semana, o que colaborou para a perda rápida de peso. Hoje, participa inclusive de competições de corrida com percursos de 5 km ou 10 km.

H I GI

A refeição mais saudável é com certeza a caseira, desde que contenha uma grande porção de vegetais e quantidades equilibradas de proteínas e carboidratos. Quem precisa comer fora de casa pode montar marmitas com legumes e verduras grelhados, assados ou cozidos. Na sobremesa, dê preferência às frutas, que são alimentos ricos em fibras e com baixo valor calórico. Para quem opta pelo restaurante, o ideal é buscar opções de bufês a quilo, que oferecem variedade de alimentos, como saladas verdes, legumes e carnes magras assadas, grelhadas ou cozidas. A boa digestão depende também de se mastigar bem os alimentos e evitar jejuns prolongados. Fonte: Guia Alimentar: como ter uma alimentação saudável (Ministério da Saúde – www.saude.gov.br)

O AD IZ EN

Dicas básicas para manter o peso • Nunca abra mão do café da manhã e procure fazer refeições a cada três horas. • Inclua frutas, legumes ou verduras em todas as refeições. • Evite molhos, maioneses, milanesa, empanados e frituras em geral. • Beba dois litros de água por dia, mas evite líquidos durante a refeição, principalmente refrigerantes. • Nos lanches, prefira torradas, biscoitos integrais, iogurte com pouca gordura, frutas e sucos naturais (sem ou com pouco açúcar). Evite biscoitos recheados, salgados fritos ou massas folhadas. • Verifique a tabela nutricional dos alimentos e prefira os que tenham menos sódio, gordura e açúcar. • Pratique exercícios físicos. Se não tiver tempo, substitua o elevador pela escada durante o dia e, ao percorrer longas distâncias, dê preferência ao transporte público. Se usar o carro, estacione-o mais longe do destino e vá caminhando. 13


CAPA: NOSSA CAUSA

QUEREMOS VER O

BRILHO NOS OLHOS DOS COLABORADORES

RAPHAEL KLEIN EXPLICA A IMPORTÂNCIA DE A VIAVAREJO TER UMA CAUSA QUE MANTERÁ O TIME DA COMPANHIA UNIDO PARA CONTINUAR REALIZANDO OS SONHOS DOS CLIENTES E GARANTIRÁ A PERPETUIDADE DA EMPRESA

Atento à velocidade das transformações econômicas e sociais que marcaram o país e, por que não dizer, o mundo nos últimos anos, o presidente da Viavarejo, Raphael Klein, explica os alicerces sobre os quais a empresa está sendo construída e como está unindo os esforços de todos os colaboradores em torno de uma mesma causa.

Nossa empresa vem passando por grandes transformações no último ano. Por que esse processo de mudança é tão importante? O mundo – e o mercado com ele – evolui em uma velocidade que até nós, que estamos no dia a dia do negócio, temos dificuldade de assimilar. No varejo, costumamos dizer que não é o grande que engole o pequeno, mas o rápido que acaba engolindo o lento. Então, velocidade é um grande exemplo de mudança no nosso segmento de negócio. Claro que tamanho ajuda, é muito importante, mas não é mais garantia. Tamanho não nos dá uma zona de conforto para operar. O mundo do varejo é cada vez mais dinâmico. Há incertezas e oportunidades por toda parte. As empresas precisam estar atentas e preparadas para enfrentar desafios e mudanças. Tudo muda muito rápido no mundo de hoje, e a gente também tem de mudar. Mudar o jeito de ser e o jeito de fazer. Nosso cliente mudou? Hoje, a classe C representa 55% da população. Em oito anos, 40 milhões de pessoas migraram para a classe C. Antes, ela era grande, mas com uma capacidade de consumo muito pequena. Nos últimos 10 anos, o salário mínimo triplicou de valor. Essa maior disponibilidade de renda

e o maior acesso à informação tornaram o consumidor muito mais exigente em relação a preço, qualidade, disponibilidade de produto e atendimento. E muito mais consciente dos seus direitos. Nós que trabalhamos no varejo temos de estar preparados para atender esse novo consumidor e fortalecer seu vínculo de confiança com as nossas bandeiras Casas Bahia e Pontofrio.

Nosso passado é muito importante, nos dá muito orgulho, mas não garante o nosso futuro. Mas, num contexto tão dinâmico, com clientes cada vez mais exigentes e a tecnologia avançando a todo instante, como traçar rumos e assegurar a continuidade do sucesso da Viavarejo? Olhar para o futuro é uma coisa fundamental para essa empresa. O que sempre dizemos aqui é que o nosso passado é muito importante, nos dá muito orgulho, mas não garante o nosso futuro. Foi por isso que reunimos a alta direção da empresa no final de 2011 para debater sobre como as mudanças que estão acontecendo na economia mundial e no perfil dos nossos clientes, a entrada de novos concorrentes e a internet poderiam interferir no nosso negócio. Isso nos fez olhar para os nossos valores e refletir sobre a Viavarejo que queremos construir, uma empresa de sucesso para todos. A partir daí percebemos a necessidade de investir em um processo estruturado de transformação da nossa cultura, ou seja, do nosso jeito de ser e fazer. Para apoiar a Viavarejo nesta jornada de transformação, contratamos a Betania Tanure Associados, uma consultoria especializada em cultura e liderança.

14


Raphael Klein, presidente da Viavarejo 15


CAPA: NOSSA CAUSA

REALIZAR SONHOS dos clientes e colaboradores, respeitando valores humanos e empresariais

sendo com

gerando

valorizando

Como propor um novo jeito de ser e fazer de duas culturas distintas como Casas Bahia e Pontofrio? Temos na Viavarejo histórias de sucesso. São quase 60 anos de Casas Bahia e 65 anos de Pontofrio. Somos hoje a 10ª maior empresa de eletroeletrônicos no mundo. Geramos bons resultados, enfrentamos bem os desafios e temos marcas queridas que estão entre as mais valiosas do mercado. A bandeira Casas Bahia pode ter seu jeito de fazer diferente da bandeira Pontofrio, pois cada bandeira tem sua particularidade comercial, mas é importante que todos compreendam que somos um time único, que precisamos ter uma causa comum, um único jeito de ser e remar todos juntos em busca desse equilíbrio. E como fazer isso? A questão é que toda organização é feita de pessoas. Quanto mais essas pessoas se sentem parte de um mesmo time, melhor. O que transforma um grupo em um 16

O mundo do varejo é cada vez mais dinâmico. Há incertezas e oportunidades por toda parte. As empresas precisam estar atentas e preparadas para enfrentar desafios e mudanças. time de verdade é compartilhar um mesmo sonho, acreditar na mesma causa. A causa une e dá um significado maior para o trabalho das pessoas. Quem tem uma causa se envolve e se compromete. E é fácil reconhecer quem tem uma causa: pelo brilho nos olhos, engajamento e dedicação... Para construir a Nossa Causa tivemos que fazer uma reflexão profunda sobre nosso jeito de ser e fazer, ou seja, nosso modo de pensar e nossas práticas. Primeiramente, a causa da Viavarejo foi escrita a lápis pela diretoria executiva da empresa. E, mais importante


A partir da definição da causa, o que se espera das pessoas que trabalham na Viavarejo?

do que escrevê-la a lápis, foi passá-la a caneta junto com todos os diretores e um grupo de gerentes de diversas áreas da empresa, enriquecendo e construindo coletivamente o nosso jeito de ser e fazer. A Nossa Causa vai nos guiar a partir de agora, é nosso pilar de sustentação, a garantia de fortalecimento do negócio.

Esperamos que todos sejam autores dessa jornada de transformação. A partir de agora, todos vão precisar manter duas agendas: a do dia a dia – trabalhar para realizar os sonhos dos nossos clientes – e a da Nossa Causa – a construção do nosso futuro. Esse processo é prioritário para nós. Essa é a hora de arregaçar as mangas e mudar de atitude, indo ao encontro dos valores sobre os quais construímos a Nossa Causa. Vamos trilhar um caminho nunca antes trilhado na empresa, temos que construir e atravessar essa ponte juntos. Cada um de nós é fundamental para garantir o sucesso de longo prazo dessa maravilhosa empresa que estamos construindo – a Viavarejo. Estamos falando do futuro da empresa e de todos nós.

O que representa o atributo dedicação? Dedicação é a paixão em servir o nosso cliente interno e o nosso cliente externo do mesmo jeito. É tratar de maneira respeitosa e correta nossos colaboradores e fornecedores. Todo mundo que entra em qualquer uma de nossas lojas, Casas Bahia ou Pontofrio, ou trabalha na nossa empresa tem que ser atendido com dedicação total. Em média, um cliente compra uma geladeira a cada sete anos. Não podemos nos dar ao luxo de perder esse cliente. Isso não é aceitável.

E quanto à valorização das pessoas? Valorizar a nossa gente é garantir que as pessoas tenham brilho nos olhos por trabalhar nesta empresa que estamos construindo. Esse não é um atributo individual e sim coletivo. É garantir o respeito e assegurar que o que nós falamos é o que praticamos no dia a dia. É preciso dar bons exemplos a todos os nossos clientes internos e externos.

A Nossa Causa vai nos guiar a partir de agora, é nosso pilar de sustentação, a garantia de fortalecimento do negócio.

Fale um pouco sobre ser prático e simples... É o que nos trouxe até aqui. Não queremos processos burocráticos. Sempre fomos uma empresa ágil, focada e que entrega o que foi combinado. Esse é o nosso diferencial. Ser prático e simples é garantir que o nosso dia a dia seja focado no nosso negócio: atender bem e vender.

E, finalmente, o que são resultados sustentáveis? Esse é um grande desafio. Precisamos atender ao mercado, aos acionistas e agir com senso de responsabilidade na sociedade. Somos extremamente ambiciosos, mas não somos gananciosos. O que diferencia ambição de ganância são os nossos valores. Nunca podemos abrir mão dos nossos valores para atingir resultados de curto prazo. Temos sempre que pensar em resultados sustentáveis no longo prazo, que respeitem valores humanos e empresariais.

17


MIL IDEIAS

Foto: Divulgação/Pingouin

ENROLE-SE NESSA MODA O frio chegou e, com ele, a possibilidade de se enrolar em belos cachecóis de lã. O acessório é chique e pode ficar ainda mais interessante se for feito por você. Tricotar é fácil e nunca esteve tão na moda. Desde o ano passado, o tricô está em alta entre mulheres de todas as idades. No descolado bairro da Vila Madalena, em São Paulo, foi inaugurada em junho de 2011, a Novelaria, uma loja-café que reúne tricoteiras interessadas em fazer aulas, comprar materiais e trocar ideias enquanto fazem um bom lanche. Em abril, Curitiba sediou o primeiro congresso brasileiro de tricô. Na terceira semana de junho, o Dia Mundial de Tricotar em Público ganhou eventos em várias partes do mundo, inclusive no Brasil, com o objetivo de reunir pessoas que amam tricotar. Nesta primeira edição da Viva, divulgamos uma dica exclusiva da fabricante de lãs Pingouin, para quem já conhece os segredos básicos do tricô. As novatas podem procurar os primeiros passos na Internet. O site Aprendendo Tricô (www.aprendendotrico.com.br), por exemplo, tem uma coleção de vídeos sobre como fazer pontos básicos, intermediários e avançados, entre outras aulas. Divirta-se!

Cachecol Festa MEDIDAS: 13 x 110 cm

EXECUÇÃO: Montar 20 pontos e trabalhar em cordão de tricô.

MATERIAL: 1 novelo (sugestão: cor 6594 da Pingouin Festa); agulha para tricô nº 6.

A 110 cm do início, rematar.

PONTOS EMPREGADOS: Cordão de Tricô – direito e avesso em tricô.

A Pingouin possui um número de telefone para você tirar suas dúvidas sobre as dicas publicadas. Basta ligar para 0800-0123-777 ou acessar www.pinguoin.com.br

AMOSTRA: Um quadrado de 10 cm em cordão de tricô = 15 pontos x 24 carreiras.

GENTE FINA

O recém-nascido

Não há quem não se preocupe em saber como se comportar ou se vestir em diferentes ocasiões. Afinal, regras servem para facilitar a convivência entre pessoas de origens, crenças e classes sociais variadas. Nesta seção, vamos dar algumas dicas de etiqueta e comportamento social para evitar as famosas saias justas do dia a dia.

Uma prima ou amiga do trabalho deu à luz seu primeiro filho. É uma ótima notícia, e você não vê a hora de levar um presentinho e de conhecer o bebê. Ela certamente ficará feliz com a sua atenção, mas não se esqueça de ter alguns cuidados.

18


VOCÊ É O CHEF Arroz de carreteiro

Este é um prato típico da culinária do Rio Grande do Sul. Surgiu entre os carreteiros, que atravessavam o Sul do país em carretas puxadas por bois para transportar suprimentos para os ranchos erguidos na região. Na mochila, eles levavam sempre um pedaço de charque, carne bovina salgada e secada ao vento, que era cozida em panela de ferro misturada com arroz. A receita a seguir é uma criação da blogueira Tatiana Leonardo, que publica muitas outras de suas delícias no site Panelaterapia.

Veja o endereço na página 2

INGREDIENTES: 1/3 de gomo de calabresa picada 2 colheres (sopa) de bacon picado 1 cebola pequena picada 4 dentes de alho picados

1 colher (sopa) de pimentão vermelho picado 1 colher (sopa) de pimentão amarelo picadinho

1 tomate sem semente picado

Temperos: sal, pimenta-do-reino e cheiro-verde (a gosto)

2 xícaras de arroz cru

Azeite para reforgar

1/2 caixa de carne-seca pronta (o equivalente a 200 g)

Queijo Minas

PREPARO: Numa panela com azeite, adicione 1/2 cebola e 2 dentes de alho picados e deixe dourar. Junte a carne-seca, o pimentão vermelho e o pimentão amarelo picadinho. Finalize com cheiro-verde e reserve. Em outra panela, refogue a calabresa e o bacon e, na gordura que soltarem, junte a outra metade da cebola e, em seguida, o restante

do alho. Acrescente o tomate, a carne-seca já refogada, o arroz, 1 colher (café) de sal e cubra com água fervente. Deixe cozinhar com a panela semitampada até diminuir bem a água. Em seguida, tampe e espere terminar o cozimento do arroz. Polvilhe com pimenta-do-reino, cheiro-verde e acrescente uns cubinhos de queijo minas. Rende 4 porções. Fonte: www.panelaterapia.com

Visite-a apenas se for muito íntimo e, mesmo assim, de forma rápida. A mãe provavelmente estará se recuperando do parto e cansada por causa da nova rotina. Afinal, bebês costumam acordar várias vezes à noite. Evite pegar o bebê no colo, beijá-lo, tocar nas mãozinhas dele. Recém-nascidos ainda não desenvolveram completamente suas defesas contra doenças. Se preferir, telefone para dar os parabéns e deixe para conhecer o bebê e levar seu presente quando mãe e filho estiverem mais adaptados à nova vida.

19

Foto: Divulgação


SEU BOLSO

XÔ, DÍVIDAS! COMO APROVEITAR O CORTE GERAL DOS JUROS BANCÁRIOS PARA ORGANIZAR A VIDA FINANCEIRA Os bons ventos da economia levaram muitos consumidores a se entusiasmar nas compras e a perder o controle do orçamento. Com juros ao consumidor no menor nível desde 1995, chegou a hora de arrumar a casa e quitar os débitos vencidos. Especialistas recomendam primeiro tentar renegociar a dívida com o credor, seja ele banco, operadora de cartão de crédito ou financeira. “Como essas instituições têm sempre interesse em receber, é possível conseguir um bom abatimento no total devido”, alerta o professor Samy Dana, da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP). Ele recomenda que o consumidor avalie bastante as condições oferecidas pelos bancos para saber qual caminho seguir para

solucionar sua situação: “A pessoa deve pesquisar não só no próprio banco, mas procurar outros. Quanto maior a competição entre os bancos, e ela tem aumentado, melhor para o consumidor”, afirma. Uma alternativa relativamente simples para organizar as contas é usar um tipo de empréstimo com juros menores, na mesma instituição, para saldar a dívida atual. É algo que pode ser tentado no site ou diretamente com o gerente. É vantajoso, por exemplo, contratar um crédito pessoal ou consignado para pagar dívidas no cheque especial ou no cartão de crédito, que costumam ter juros muito mais elevados. Para saber qual a melhor opção oferecida, não compare apenas os juros informados, mas sim o Custo Efetivo Total (CET) dos financiamentos. Os bancos são obrigados a informar esse valor. “Às vezes, o banco fala que tem um juro, mas ele não bate com o que é cobrado sobre o empréstimo, pois o gerente se esquece de dizer que há uma taxa de cadastro, que há IOF [Imposto sobre Operações Financeiras] e seguro, que é obrigatório”, explica Samy Dana. Também é possível transferir a dívida de um banco para outro que cobre juros menores. Isso só não costuma valer a pena nos casos dos empréstimos automotivos e imobiliários. Como eles exigem alterações em cartório para transferência da hipoteca do imóvel ou da alienação do veículo, o custo acaba ficando alto e quase elimina a vantagem da operação. Quando finalmente conseguir organizar suas contas, analise como e por que você se descontrolou e veja o que fazer para evitar cair na mesma armadilha. A maioria dos problemas de dinheiro pode se resumir a uma situação simples: gastar mais do que se ganha.

20


Um erro muito comum é usar o cartão de crédito e o limite do cheque especial como complemento da renda mensal. Para evitar essa situação, antes de fazer uma compra parcelada, veja se ela cabe no seu bolso. “As suaves parcelas de várias compras que vão se acumulando acabam sendo um grande peso no final do mês”, alerta Samy Dana.

Alessandro Wysocki, vendedor de móveis da loja 199 do Pontofrio em Curitiba segue à risca a regra de manter as finanças sob controle. Ele começou a trabalhar aos 16 anos para sustentar a família, pois o pai estava desempregado. “Foi uma escola de vida. Eu controlava as contas de casa e dava à minha mãe o que sobrava para ela fazer o mercado. Isso me ensinou a ter controle”, diz Alessandro. O vendedor mantém um registro de todos os gastos mensais e de todas as vendas que faz e calcula o quanto isso resultará em comissões. Antes de começar o mês, ele já sabe todas as despesas que terá e o quanto precisará vender para pagá-las. “Eu sempre conto com o piso mínimo. O que vier a mais é lucro”, afirma. Essa diferença abastece uma aplicação mensal mantida para comprar o que ele e a mulher planejam com antecedência para a família, formada também por trigêmeos de 6 anos. Com esse método, o vendedor acumulou um belo patrimônio: três imóveis e três carros totalmente quitados. “A gente nunca dá o passo maior do que a perna”, ensina.

Roteiro para colocar as contas em dia Calcule o tamanho da dívida

Renegocie as condições de pagamento Troque a dívida por outra mais barata

Obtenha um extrato atualizado de todas as suas dívidas, com prazos e taxas de juros informados de forma detalhada. Confira também o valor para quitação da dívida à vista. Ele deve ser igual ao estipulado no contrato. Dê prioridade ao pagamento das dívidas que têm as maiores taxas de juros ou encargos. Peça descontos, juros mais baixos e maior prazo de pagamento. Peça um empréstimo com juro menor de outra modalidade ou em outra instituição, quite a dívida anterior e organize-se para pagar a nova dívida no prazo.

21

Foto: Neo Produções e Eventos

Portanto, se quiser ter uma vida financeiramente saudável, faça um planejamento mensal das despesas e dos rendimentos previstos e procure nunca ficar no vermelho.


SEU BOLSO

Controle é a chave de tudo O segredo para ter a vida financeira bem organizada é sempre gastar menos do que se ganha. Essa é uma tarefa bastante simples quando as despesas são planejadas de acordo com os rendimentos mensais.

RENDA

A tabela a seguir vai ajudá-lo a ter uma visão bastante clara do quanto ganha e gasta mensalmente para poder controlar suas finanças e se acostumar a poupar.

JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

Salário total da família Aposentadoria Outros 1) RENDA TOTAL DA FAMÍLIA DESPESAS PRINCIPAIS Tabela adaptada do site www.meubolsoemdia.com.br

Aluguel Prestação da casa Condomínio Prestação do carro Transporte (ônibus, metrô, táxi, combustível) Mensalidade escolar Seguros Consórcio Investimentos Supermercado e/ou sacolão Fatura do cartão de crédito Conta de telefone (e/ou internet) Conta de água Conta de luz Gás Cheques pré-datados Saúde (consultas, planos, farmácia) Outras prestações Impostos (IPVA, IPTU, outros) OUTRAS Roupas Gastos com beleza (manicure, cabelo) Presentes Lazer (passeios, cinema, lanchonete) DVD, CD, livros Emergências Gastos do dia a dia* 2) DESPESAS TOTAIS SEU BOLSO MÊS A MÊS 1) RENDA TOTAL 2) DESPESAS TOTAIS QUANTO SOBRA OU FALTA (1-2) *Anote diariamente e, no fim do mês, some tudo antes de inserir o valor aqui.

Mais informações:

Guia do uso consciente do crédito - Febraban: www.febraban.org.br Tabelas para fazer o orçamento mensal: www.meubolsoemdia.com.br 22


DE BEM COM A VIDA

QUASE

FAMOSOS

COLABORADORES QUE SÃO SÓSIAS DE CELEBRIDADES CONTAM COMO ENFRENTAM AS BRINCADEIRAS E CONFUSÕES DO DIA A DIA

Foto: Vidal/Fla Imagem/Divulgação

O gestor da categoria de linha branca da Viavarejo Luiz Carlos Azevedo treinava no time do Madureira quando era criança, mas nunca imaginou que, mais velho, teria fama de jogador sem precisar tocar em uma bola. A vida de “quase celebridade” começou quando o Flamengo contratou o meia Renato Abreu, em 2005. “Desde então, até na família tem gente que me confunde com ele”, afirma. “Uma vez, minha tia viu o Renato Abreu em um treino do Flamengo na TV e ligou para minha mãe dizendo ‘Luíza, o Luizinho está na TV jogando futebol’. Não é que a minha mãe me ligou para perguntar se era verdade? Eu disse: ‘Mãe, a senhora está maluca? Como é que me liga no trabalho e pergunta se eu estou jogando no Flamengo?”’, ri. Um dos primeiros e mais barulhentos episódios de confusão para Azevedo aconteceu após o Campeonato Estadual de 2007, conquistado pelo Flamengo. “Fui com a minha esposa Ana Cláudia ao BarraShopping, no Rio, com a camisa do clube e, enquanto passeava pelos

corredores, comecei a ser cercado. O assédio foi tanto, que os seguranças tiveram que me retirar do shopping. Ninguém acreditava que eu não era o Renato Abreu. Precisei, inclusive, dar autógrafos”, lembra. Em outra ocasião, ele voltou a correr riscos. “Estava andando no bairro de Madureira, no Rio, quando duas senhoras saíram da quadra da Portela. Uma delas me viu, disse ‘eu te amo’ e desmaiou. Corri para socorrer, abanava a senhora, dizia que não era o Renato, mas não adiantava. Começou a juntar gente, e eu só pensava: ela vai morrer aqui e vai ser culpa minha. Acabei dando o autógrafo para acalmar a situação”, revela. Quando está sozinho, Azevedo costuma se divertir com a aproximação dos torcedores, mas a história é outra quando sai com a mulher, cansada do assédio. “Ela não aguenta mais, mas eu levo na brincadeira. A popularidade do Renato Abreu deve ter aumentado bastante, inclusive, porque eu trato as pessoas muito bem”, brinca.

23


DE BEM COM A VIDA

Foto: Ederson Nunes

Foto: Divulgação

Na filial 473 do Pontofrio em Porto Alegre, o vendedor Dimitrius Mello, de 23 anos, já se acostumou com os comentários sobre sua semelhança com Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest. Recentemente, essa semelhança chegou a ser notada por um cliente. Satisfeito com a qualidade do atendimento, ele resolveu cantar a música “Fácil” do Jota Quest para Dimitrius. “Estávamos fechando a loja e ele começou a cantarolar ‘Fácil, extremamente fácil...’, fazendo referência à simplicidade do processo de compra”, lembra Dimitrius, que é fã da banda e até participou da gravação do DVD do Jota Quest em Porto Alegre. No Centro de Distribuição de Jundiaí (SP), Luiz Braga Mazinho começou a perceber uma curiosidade em relação a ele há dois anos, quando o meia Lucas, do São Paulo, foi apontado como revelação do Campeonato Brasileiro de 2010. Com porte de atleta e traços físicos que lembram os do jogador, Luiz não se incomoda com a semelhança, mas diz que ficaria muito mais feliz se fosse parecido com o craque Neymar, do Santos, seu time de coração.

Foto: Wikipedia

Oito anos mais velho que o meia são-paulino, o auxiliar de controle de estoque já se acostumou com os olhares de estranhos, que apontam de longe como se ele fosse alguém famoso. “Sabe quando a pessoa quer chegar, mas não tem coragem? Isso acontece muito. Há alguns meses foi no pagode”, lembra. No futebol com os amigos, ele é chamado por todos de Lucas. “O pessoal lá fala que eu pareço com ele, mas nesse caso é por causa da minha habilidade com a bola”, diverte-se.

Fotos: Eny Miranda

Vendedora de móveis da filial 1626 da Casas Bahia, no Rio de Janeiro, Rosane Bonifácio da Silva já foi confundida com a atriz e cantora Mariana Rios: “Uma vez, eu estava andando no Camelódromo, no Centro, parei em uma barraca para ver um relógio e percebi um rapaz me olhando. Achei que ele estava me paquerando. De repente, ele se aproximou e pediu um autógrafo. Pensei até que era uma cantada, mas aí ele perguntou: ‘Você não é a Mariana Rios?’’’ Rosane, que também dá aulas de português em uma escola da rede particular do Rio, diz que os alunos chegaram a apelidá-la de professora Yasmin, em alusão à personagem do seriado Malhação que projetou a atriz. “Eu costumo dizer que é ela quem se parece comigo porque eu sou mais velha”, brinca. 24


Foto: Divulgação

Algo além da semelhança física une o supervisor do SAC Tiago Pires ao cantor Beto Barbosa: a paixão pela música e uma carreira no segmento de varejo. O artista paraense abandonou o trabalho nas lojas da família para se dedicar totalmente à lambada, gênero musical que o consagrou na década de 1980. Tiago, que começou a trabalhar em 2004 no Pontofrio e em 2010 passou para o segmento corporativo do grupo, prefere o estilo sertanejo e costuma cantar em festas e igrejas. “Em 2010, em um trabalho de integração de novos colaboradores da regional São Paulo do Pontofrio, um colaborador se levantou no meio do treinamento e disse: ‘Você se parece demais com o Beto Barbosa’. Depois disso, a ideia pegou”, conta Tiago, que é fã de Roxette, Michel Teló e Gustavo Lima. Na CB Contact Center, há sósias de vários famosos entre os colaboradores. O atendente Rodolfo Almeida Navarro, de 19 anos, por exemplo, consegue ser parecido com dois artistas: o cantor Pedro Lanza (foto), do grupo Restart, e DH, vocalista da Banda Cine. A semelhança com DH não causa problemas, mas também não chega a ser comemorada: “Acho ele feio, mas vejo alguma semelhança sim. Minha namorada diz que eu pareço com ele”. Foto: Divulgação

Há algum tempo, o vendedor de uma loja de roupas confundiu Rodolfo com o artista da Banda Cine e foi conversar com ele. Outra situação semelhante aconteceu na formatura de um primo. Na ocasião, foi um locutor de rádio quem fez a confusão. A atendente Karina Flores Pereira, que tem 36 anos e trabalha desde janeiro na CB Contact Center, ouve mais comentários sobre a semelhança com a atriz Lilia Cabral sempre que prende os longos cabelos.

Foto: Divulgação

Foto: Rafael França/TV Globo

“Quando ela começa a fazer novela, é uma loucura. As pessoas ficam me olhando na rua. Nem faz diferença o fato de eu ser bem mais jovem”, diz.

Seu colega Pablo Wellington trabalha há cinco meses no atendimento do SAC da CBCC e é considerado sósia do ator americano Chris Tucker, que fez muito sucesso como o detetive Carter da série de filmes A Hora do Rush. O atendente da CBCC não se incomoda com os comentários sobre a semelhança com o ator. “É legal, mas eu não me acho muito parecido”, afirma. Com um discreto cavanhaque, porém, talvez o próprio Pablo comece a se confundir. 25


DIA DOS PAIS

UM EXEMPLO DE

DEDICAÇÃO

EM HOMENAGEM AO DIA DOS PAIS, A VIVA CONTA A HISTÓRIA DO VENDEDOR PINHEIRO, DO PONTOFRIO DE CUIABÁ, QUE NÃO MEDE ESFORÇOS PARA VER A FELICIDADE DOS FILHOS, DA MULHER E ATÉ DA COMUNIDADE Ser pai geralmente é uma decisão que obriga um homem a fazer uma série de concessões pessoais e profissionais. No caso de Rosalino Pinheiro da Silva, de 47 anos, a chegada do segundo filho forçou-o a abrir mão até do emprego para se dedicar em tempo integral à mulher, em gestação de risco, e ao futuro bebê. Pinheiro, como é conhecido o vendedor da filial 198 do Pontofrio em Cuiabá, já era pai de Gabriel quando teve a notícia, há 11 anos, de que a esposa, Sônia, estava grávida de novo. Ele só não contava com o susto que levaria logo no primeiro mês da gestação, quando Sônia começou a sentir contrações. Os dois procuraram 26

uma médica, que foi categórica em relação às dificuldades da gravidez: a mãe corria o risco de morrer e o filho nasceria com sérias deformações. Pinheiro, segundo a especialista, teria de optar entre a mulher e o bebê. Ao ouvir uma sentença tão dura, ele se assustou, mas preferiu procurar uma segunda opinião, confiante que tudo acabaria bem: “Vou ser pai este ano, e vai dar tudo certo!”, disse. O casal ouviu então outro prognóstico bem mais positivo em relação à segurança da mãe e do bebê, mas o médico foi claro sobre a necessidade de repouso total de Sônia até o nascimento da criança.


Foto: César Aragão

novamente, em 2008, para cuidar do pai doente, que acabou falecendo em junho do ano passado. Meses depois, em novembro, acabaria contratado para fazer parte da equipe de vendas do Pontofrio. Em casa, sua ajuda continua sendo essencial: ele cozinha, lava a louça e até colabora na faxina. “Só não lavo a roupa porque minha mulher não deixa. Ela diz que fica muito encardida”, ri. Sônia, que fechou um pequeno salão de cabeleireiro nos fundos de casa para voltar a estudar, passou em primeiro lugar no vestibular de Física da Universidade Federal de Mato Grosso em 2007. “Ela é muito inteligente. Quando disse que queria voltar a estudar, eu dei meu apoio: ‘Não tem problema, Deus dá um jeito’”, lembra. Sônia se formou e atualmente, aos 37 anos, cursa o mestrado de Física Nuclear.

Muitos pais ficam preocupados com o futuro dos filhos, mas eu não. Sei que posso confiar neles... Pinheiro e a mulher, Sônia, abraçam Giovanni, o filho que o vendedor chama de “milagre”

Meu filho diz que eu sou o herói dele, mas sempre respondo: ‘Herói é você porque você nasceu. Você é um milagre Pinheiro decidiu dar atenção integral à esposa e pediu demissão da empresa em que trabalhava. Em casa, passou a cuidar dos mínimos detalhes: medicação, banho e até levar a mulher no colo do quarto até a sala para as refeições. A fim de sustentar a família, fazia trabalhos esporádicos e fabricava artigos com pneus reciclados, como lixeiras, poltronas e pufes. Para felicidade do casal, Giovanni nasceu bonito, grande e saudável em setembro de 2000. “Meu filho diz que eu sou o herói dele, mas sempre respondo: ‘Herói é você porque você nasceu. Você é um milagre’”, afirma o vendedor. Um bom pai geralmente é um bom filho, e Pinheiro não fugiu a essa regra. Depois do nascimento do caçula, voltou a trabalhar, mas precisou deixar tudo de lado

Giovanni pretende seguir o exemplo da mãe. “Ele é um menino tranquilo, superinteligente. É o mais inteligente da escola. O sonho dele é estudar Física em Harvard, nos Estados Unidos”, diz o vendedor, orgulhoso. Ser pai, para Pinheiro, é uma doação: “Eu digo sempre para a minha mulher e para os meus filhos: ‘Vivo para vocês. Se precisar dar a minha vida por vocês, eu dou”’. Bastante presente na educação dos dois, ele afirma ter plena confiança na qualidade do caráter dos homens que está ajudando a formar: “Muitos pais ficam preocupados com o futuro dos filhos, mas eu não. Sei que posso confiar neles, que posso deixá-los no computador ou na frente da televisão, pois eles sabem muito bem o que é certo e o que é errado, o que devem ou não ver”. Não bastasse ser um pai tão dedicado, Pinheiro também é muito atuante na vida comunitária. Foi responsável pelo cadastro dos moradores do bairro residencial Jamil, onde vive, nos programas Luz para Todos e Baixa Renda do governo estadual. Cada família foi contemplada com um refrigerador novo, com baixo consumo de energia, e também paga contas de luz e água limitadas, respectivamente, a R$ 35 e R$ 5. A última conquista da comunidade é a creche modelo, que está em fase de construção. 27


CUCA FRESCA

MENTE ABERTA FILME: CAVALO DE GUERRA Direção: Steven Spielberg O personagem principal do filme é o cavalo Joey, que estabelece com seu jovem treinador, Albert, um intenso laço de amizade na Inglaterra dos anos 20. A Segunda Guerra Mundial, no entanto, acaba por separá-los. O animal ingressa na cavalaria britânica, que se prepara para o conflito, mas Albert não pode se alistar, pois não tem idade suficiente. No campo de batalha e nos anos seguintes, Joey passa por diversas situações de perigo e acaba por mudar de donos. O fim é surpreendente e cheio de emoção.

É DIA DE 13 de julho é Dia Mundial do Rock, uma data especial para os fanáticos pelo som das guitarras. Delisson Oliveira, auxiliar de supervisão na Diretoria de Lojas 5 da Viavarejo, é um deles. Ele começou a se interessar por rock quando era adolescente, inspirado pelos tios que tinham uma banda de cover dos Beatles.

Eles ensaiam todos os domingos e se preparam para uma apresentação em agosto no pub Donguina, em Goiânia. “Sou fã de Metallica, Guns N’ Roses, mas hoje ouço também Godsmack e Poets of the Fall”, revela Delisson, de 21 anos.

Foto: Cristiano Borges

Foto: Maurilio Alves

Com 14 anos, começou a tocar violão, depois partiu para a guitarra e, há um ano, é guitarrista de uma banda com cinco integrantes, ainda sem nome.

Andreza Martins, vendedora da filial 529 do Pontofrio em Caraguatatuba (SP), também é roqueira. Aos 24 anos, ela ouve Metallica, Sepultura, Megadeth e Slayer (que fez 28


LIVRO: HUNGER GAMES – A FILOSOFIA POR TRÁS DOS JOGOS VORAZES Lois H. Gresh (Lua de Papel, 39,90 reais). Para quem viu o filme ou leu a trilogia de sucesso Jogos Vorazes, este é um guia que dá mais informações sobre o universo criado pela autora Suzanne Collins. Elogiados pelo ritmo de ação envolvente, mas criticados pelo excesso de violência, os livros da série contam a história de meninos e meninas escolhidos para participar dos Jogos Vorazes, uma competição transmitida pela televisão e na qual deverão lutar pela própria sobrevivência. Em Hunger Games - A Filosofia por trás dos Jogos Vorazes, é possível conhecer as referências feitas por Collins a livros consagrados como 1984, de George Orwell, Farenheith 451, de Ray Bradbury, e a obras do escritor russo Alexander Soljenitsin, um crítico do comunismo soviético. A autora encontra também relações entre a trilogia e fatos históricos, como guerras recentes, os jogos romanos e a mitologia.

duas apresentações no Brasil em junho) e tem uma coleção de artigos de rock de causar inveja. São dezenas de CDs, mais de 300 DVDs e camisetas e 5 mil pôsteres.“Eu gosto de punk, rock bem pesado. Quem olha para mim nem imagina que eu possa gostar desse tipo de música”, brinca.

O companheiro, com quem mora há dois meses e meio, também é fã de rock. “Se não fosse, ele não me aguentaria”, brinca.

AGENDA Este semestre a agenda de shows de rock no Brasil inclui apresentações de algumas estrelas internacionais. Confira:

Fotos: Divulgaçã

o

Na adolescência, Andreza gostava de se vestir de preto e tocar bateria. Depois dos 18 anos, chegou a usar piercings.

4 e 5/8 – The Pretty Reckless, com a vocalista Taylor Momsen, em São Paulo e no Rio de Janeiro. 20/9 – A banda alemã Scorpions se apresenta em São Paulo. Será mais um show da turnê de despedida “Final Sting Tour”, que passou por cinco cidades do país em 2010, ano em que a banda anunciou o encerramento de sua carreira. 11, 12 e 13/10 – Marillion, banda de rock neoprogressivo, se apresenta em São Paulo, no Rio e em Porto Alegre 11 e 12/10 – O grupo G3, formado pelos guitarristas Joe Satriani, John Petrucci e Steve Morse, fará show no Rio e em São Paulo. Joe Satriani já tocou com Deep Purple e Mick Jagger; John Petrucci é fundador da banda de metal progressivo Dream Theather; Steve Morse trabalhou com o Dixie Dregs e o Deep Purple. 24 e 25/11 – A banda de heavy metal Black Label Society faz shows no Rio e em São Paulo. 29

Foto: Fotopedia


Como Tiradentes, o herói da Inconfidência, e o ex-presidente Tancredo Neves, Camila Santos, 23 anos, nasceu em São João Del Rei (MG). Desde 2008, ela é vendedora da filial 913 do Pontofrio, localizada na Av. Presidente Tancredo Neves, que corta o centro da cidade. É a primeira loja de rua da rede reinaugurada no formato

conceito em fevereiro deste ano. De lá, Camila diz que é possível conhecer a pé alguns dos principais monumentos da cidade: “A gente aponta daqui, e a pessoa chega a qualquer lugar”, explica. A vendedora fez uma lista de atrações que os turistas não podem deixar de conhecer. Confira a seguir:

Igreja de São Francisco de Assis A construção foi iniciada em 1774 e é uma bela representação da arte colonial sacra brasileira. Está aberta a visitas diariamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

Foto: Paulo Filho

GIRO PELO BRASIL

SÃO JOÃO DEL REI

A vendedora Camila Santos diante de uma das atrações de sua cidade 30


Foto: Felipe Ivanicska/DeviantArt

Igreja de Nossa Senhora do Carmo Começou a ser erguida em 1733, mas a obra só terminou na primeira metade do século seguinte. Não é tão rica em ornamentos como a igreja de São Francisco de Assis, mas talvez seja mais admirada artisticamente. Abre todos os dias, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

Foto: Wikipedia

Maria Fumaça É o mais antigo trem em funcionamento do país. Vale a pena percorrer os 12 km do trajeto entre São João Del Rei e Tiradentes, cidade conhecida pelo artesanato tradicional. A estrada de ferro foi inaugurada em 1881 por D. Pedro II. A estação preserva características britânicas. Avenida Hermílio Alves, 366 – Centro.

PREÇO: Ida: R$ 25 (inteira) / R$ 13 (meia) Ida e volta: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia) Obs: Meia entrada para estudantes, crianças de 6 a 10 anos e maiores de 60. Crianças até 5 anos não pagam.

HORÁRIOS: Partidas de São João Del Rei

Partidas de Tiradentes

Imagem ilustrativa

Sextas e sábados: 10:00 e 15:00 Domingos: 10:00 e 13:00

Sextas e sábados: 13:00 e 17:00 Domingos: 11:00 e 14:00

CAMILA RECOMENDA: Restaurante Colher de Pau – Localizado no centro da cidade, tem um ambiente aconchegante e serve comida mineira típica em sistema de bufê a quilo. Estudantes têm 10% de desconto. Rua Maria Tereza, 96 – Centro.

31


Revista VIVA • Edição 01 • Via Varejo  

Revista desenvolvida pelo departamento de Comunicação Interna da Via Varejo para os colaboradores das marcas Casas Bahia e Pontofrio.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you