Issuu on Google+

Hospital São João de Deus Fundação Geraldo Corrêa - Ano 9 - Janeiro / Fevereiro 2011

Região Centro-Oeste de Minas já pode contar com 99 Leitos no Novo Hospital São João de Deus 32 milhões de reais já foram investidos nesta primeira fase

08 de março, dia de São João de Deus Dentro das festividades, será lançado o projeto o “Ano da Família de São João de Deus”


Editorial O ano de 2011 começou cheio de promessas. O Hospital São João de Deus agora possui 400 leitos de internação hospitalar. Isso só foi possível por que SONHAMOS, PLANEJAMOS e AGIMOS. Com isso, reafirmamos nossa posição de um dos maiores hospitais de Minas Gerais, e agora também, em pelo menos parte do hospital, uma hotelaria de luxo, seja para o paciente do SUS ou de outros convênios. Claro que gerir um hospital desse porte, nos remete a inúmeros problemas diários. O mais grave deles, talvez seja a falta de financiamento da saúde. Mas os problemas não nos amedronta, e nossa luta agora é concluir o novo CTI Adulto, com capacidade para 30 leitos. Neste ano iniciaremos a celebração do “Ano da Família de

Frei Ronan Pereira Lima Superintendente da Fundação Geraldo Corrêa

São João de Deus”, que será no período de 08 de março de 2011 à 08 de março de 2012. Esta festividade será celebrada em todos os 52 países em que a Ordem Hospitaleira de São João de Deus se faz presente. Estaremos de forma muito especial festejando àquele que foi o motivador e o fundador deste carisma - São João de Deus em comunhão de idéias, projetos, sentimentos e orações, com todos nós que fazemos parte desta imensa Família Hospitaleira.

Dr. Alair rodeado por amigos e familiares

Dr. Alair recebendo homenagem das mãos do Ir. José Augusto

Dr. Alair é agregado à Ordem Hospitaleira

reconhecendo em Dr. Alair Rodrigues de Araújo, Diretor Técnico do HSJD, todas essas características, indicou-o para ser um Agregado à Ordem Hospitaleira de São João de Deus.

Os Estatutos Gerais da Ordem Hospitaleira de São João de Deus, em seu 2º capítulo, prevê que o seu Superior Geral, Donatus Forkan, em nome de toda a Ordem Hospitaleira de São João de Deus, pode agregar pessoas (físicas ou jurídicas), como participantes dos bens espirituais da Ordem, mediante a concessão da Carta da Irmandade. Para ser agraciado com tal Carta, a pessoa deve: - Professar a fé cristã - Manter uma conduta exemplar nos costumes, na vida familiar e profissional Manifestar estima pela Ordem cooperando de maneira notável nas suas obras de hospitalidade.

Tendo sido aprovado pelo Definitório Provincial em Portugal, e posteriormente no Definitório Geral em Roma. No dia 10 de fevereiro de 2011, na presença dos membros do Grupo Gestor da Fundação Geraldo Corrêa, e dos familiares do agraciado, o Superior Provincial, Frei José Augusto, oficializou a entrega da Carta de Irmandade ao Diretor Clínico, Dr. Alair Rodrigues de Araújo.

O Superior Provincial, Frei José Augusto Gaspar Louro, EXPEDIENTE

Os colaboradores da Fundação Geraldo Corrêa, com muita alegria e reconhecimento, parabenizam Dr. Alair, pela homenagem recebida nestes 40 anos de trabalho dedicados à esta Instituição.

Coordenação Flávia Pereira de Souza Assessora de Comunicação Conselho Editorial Frei Ronan Pereira Lima Marisa Gonçalves Dr. Alair Rodrigues Araújo Flávia Pereira de Souza

INFORMATIVO SÃO JOÃO DE DEUS

2 Hospital São João de Deus - www.hsjd.com.br

Projeto Gráfico Flávia Pereira de Souza

Diagramação Rubens Souza Cabral Auxiliar da Assessoria de Comunicação Contatos: Rua do Cobre, 800 - Bairro São João de Deus Divinópolis - MG - CEP: 35500-227 Fone: (37) 3229-7600 Email: comunicacao@hsjd.com.br Visite nosso site: www.hsjd.com.br MSN: comunicahsjd@hotmail.com


UNIR Uma evolução no processo de Reabilitação No corre corre da vida, no ensejo de conquistas, vivemos em uma sociedade frenética que impõe certos padrões e nos impede de respirar; uma roda viva que não para. Em uma luta acirrada onde a concorrência é o nosso maior desafio. Representamos papéis e fazemos de tudo para nos mantermos de pé e acabamos caindo em meio a devaneios, e como consequência, experimentamos sofrimento corporal e distância de nossa essência. Foi pensando nisso que nasceu a UNIR – Unidade de Reabilitação do Hospital São João de Deus, com a proposta de trabalho de oferecer condições para um reencontro com seu corpo, proporcionando bem estar da consciência mental, corporal e de reintegrar a sociedade. E é promovendo saúde e repondo esperanças que todo trabalho é focado no paciente. Para isso a UNIR conta com profissionais capacitados e com desenvolvimento multiprofissional e interdisciplinar. A UNIR é pioneira e a única da região em Processo de Reabilitação (atendendo ao SUS e a vários convênios) visando a reinserção bio-psico-social do paciente e com objetivo de restaurar os movimentos e funções comprometidas depois de uma doença ou acidente, devolvendo o indivíduo a sociedade. A reintegração é a fase final do processo de reabilitação. Reintegrar a pessoa na sociedade é o nobre objetivo da UNIR. Em pessoas que sofreram sequelas irreversíveis, a reintegração se dá mediante o treinamento e adaptação dos pacientes às suas potencialidades (com uso ou não de órtese / prótese meios auxiliares de locomoção) para que o paciente tenha o máximo possível de autonomia. Abaixo uma breve conotação de nossos serviços: Fisioterapeuta: Responsável pelo diagnósticos cinéticofuncional do paciente. Através deste, estabelece o prognóstico e as intervenções terapêuticas necessárias para a melhora do quadro físico motor. Fonoaudiólogo: Focaliza

questões relacionadas a

linguagem (expressiva e compreensiva) fala, audição, aspectos cognitivos, funções orofaciais e deglutição.

voz,

Enfermagem: Realiza a avaliação dos pacientes para tratamento. No caso de hipertensão arterial, monitoramento antes e durante os atendimentos, realização de curativos em feridas. Em caso de emergência, realizam o atendimento inicial, se necessário é feito o encaminhamento dos pacientes para o Pronto Socorro Municipal ou para o Hospital mais próximo. Psicólogo: Atua junto aos pacientes e seus familiares, nos aspectos emocionais que possam prejudicar a evolução do programa de reabilitação, proporcionando um espaço de escuta e expressão de sentimentos, visando a elaboração e aceitação das perdas ocorridas. Com isso, faz-se necessário o trabalho integrado com a equipe multiprofissional proporcionando uma visão global do indivíduo, desenvolvendo ao máximo os objetivos delineados para o tratamento. Médico: O Médico na UNIR tem como principal função, prestar o primeiro atendimento ao paciente que chega para o processo de Reabilitação. Avalia e prescreve o tratamento interdisciplinar, verificando a necessidade de órtese, prótese e meios auxiliares de locomoção. Terapeuta Ocupacional: O princípio que rege a profissão é o de que vida é atividade. Os serviços de TO são necessários quando existe disfunção ocupacional em qualquer fase da vida da pessoa. Ela abrange atividades de auto-cuidado, produtivas (trabalho, atividades escolares) e de lazer. A adaptação de utensílios e mobiliário, mudanças nas demandas ambientais, prescrições e o treinamento para o uso de órteses. O maior propósito do Terapeuta Ocupacional é a autonomia e a independência do indivíduo para a sua participação social nos moldes desejáveis. Com essas especificidades e mais o carinho de todos profissionais, o objetivo da UNIR é proporcionar a todos os nossos pacientes sua reintegração na sociedade com qualidade de vida. Edição Janeiro / Fevereiro 2011 - Hospital São João de Deus

3


Excelência Laboratório São João de Deus; o único da região a receber o Certificado de Controle de Qualidade Desde o século passado percebe-se em todas as situações uma importante evolução no conceito de qualidade, particularmente diante das exigências dos clientes. Em consequência disso, o "melhorar continuamente os processos", passou a ser meta e conduta de toda instituição ou organização. Nos laboratórios clínicos isso não é diferente. Em face dessas exigências, a melhoria da qualidade do produto oferecido (resultado de exames) e seu controle foram as consequências naturais desse processo. O Laboratório São João de Deus assegura que, os resultados produzidos reflitam, de forma fidedigna e consistente, a situação clínica apresentada pelos pacientes, assegurando que não haja no resultado alguma interferência no processo. A informação produzida deve satisfazer as necessidades dos nossos clientes, possibilitando a determinação e a realização correta de diagnósticos, tratamentos e prognóstico das doenças. Entretanto, para que as inovações e melhorias sejam adequadas, tornam-se imprescindíveis o controle desses processos que devem ser capazes de identificar possíveis falhas que possam vir a acontecer, estando preparado para agir

Equipe do Laboratório exibe com orgulho certificado de Qualidade

prontamente para evitar ou minimizar as consequências, traduzido em um processo chamado Garantia de Qualidade. A Gestão da Qualidade, por sua vez, abrange as ações utilizadas para produzir, dirigir e controlar essa qualidade, incluindo o uso de indicadores e metas. Todas as fases podem ser conseguidas por meio da padronização de cada uma das atividades envolvidas, desde o atendimento ao paciente até a liberação do laudo. Com o objetivo de investir sempre na garantia da qualidade dos serviços prestados aos nossos clientes e Médicos, o Laboratório São João de Deus recebeu o Certificado de Controle de Qualidade, expedido pela Control Lab e Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial/SBPCML. Único órgão reconhecido pela ANVISA/REBLAS, do Ministério da Saúde, fazendo jus ao nosso desempenho e responsabilidade na condução de todos os processos realizados tornando-se desta forma o único Laboratório de Análises Clínicas da região, a possuir este tipo de certificação.

Associação dos Funcionários da Nefrologia A ASSFEN - Associação dos Funcionários da Nefrologia entidade sem fins lucrativos, registrada em cartório de registro de títulos, documentos e RCPJ, foi criada no dia 26 de agosto de 1997. A associação foi criada pelos funcionários, com o apoio dos Médicos e Coordenadores do setor de Nefrologia do Hospital São João de Deus. O objetivo da ASSFEN é o bem estar, união e auxílio para os colaboradores e pacientes do setor, tendo uma visão bem ampla, não só para Enfermagem. A Associação conta com doze funcionários em sua representação, sendo presidente, vicepresidente, dois tesoureiros, dois secretários, quatro fiscais e dois suplentes. Para ser associado da ASSFEN, o único requisito exigido, é ser funcionário do setor de Nefrologia e a autorização do mesmo. O associado contribui conscientemente com 0,5% mensal de seu salário, descontado em folha de pagamento, 4 Hospital São João de Deus - www.hsjd.com.br

Membros da ASSFEN

sendo esse valor investido no vale compras que todo associado tem direito no seu aniversário e nos eventos da associação. A ASSFEN visando o bem estar, união e qualidade de vida dos seus associados promove com muito sucesso vários eventos no decorrer do ano, como festas, festivais de sorvete, feijoada, viagens e comemorações no final de ano. A associação do setor de Nefrologia busca sempre melhorias para satisfação de seus associados, fazendo sempre a diferença.


Imagem ilustrativa

Leilão beneficente Em prol da construção do CTI Adulto O Clube do Cavalo em parceria com o Sindicato Rural, realizou no dia 23 de fevereiro, no Parque de Exposições de Divinópolis, o primeiro leilão misto beneficente em prol do Novo Hospital São João de Deus. Foram comercializados eqüinos e bovinos doados por empresários e produtores rurais de Divinópolis e região. Parte do valor recebido do leilão foi destinado às obras do CTI Adulto no Novo HSJD. O Clube do Cavalo, juntamente com o Sindicato Rural, mobilizaram produtores rurais e criadores para fazerem suas doações, e buscaram também parcerias com o poder público e com empresas privadas para a realização do leilão.

Ricardo Salgado e Dr. Alair acertando os detalhes para o leilão

Os organizadores do evento promoveram um leilão de qualidade com animais de raça para angariar fundos para a obra. Foram realizados shows artísticos com várias atrações no Tattersal do Parque de Exposição. Dr. Alair Rodrigues de Araújo, Diretor Técnico do HSJD, em reunião com Ricardo Salgado, Presidente do Clube do Cavalo, ressaltou que “Iniciativa como esta é que vai viabilizar a construção do Novo Hospital. O povo de Divinópolis e região, em seus mais diferentes seguimentos, é quem vai construir esta obra tão importante. Nós não temos dúvida que este leilão trará recursos, e certamente vão acontecer outros leilões para nos ajudar a concluir esta primeira fase do Novo HSJD”. Diante de toda esta movimentação solidária, o Hospital São João de Deus só tem a agradecer a parceria do Clube do Cavalo e Sindicato Rural, que juntos promoverão este evento.

SelfCooking Center Serviço de Nutrição do HSJD inova em equipamento de ponta Desde o mês de janeiro o Serviço de Nutrição e Dietética do HSJD passou a contar com uma importante ferramenta de trabalho. Trata-se do SelfCooking Center, que é uma central de cocção diferente de um forno convencional. Além de assar possui outras funções como cozinhar à vapor, grelhar ou marinar conforme a necessidade do prato. Em comparação com as máquinas combinadas de cozimento à vapor, o SelfCooking Center assa até 15 % mais rápido. Isso não somente economiza tempo, mas também dinheiro. Ele substitui 40-50% de todos os aparelhos de cozedura comuns em reduzido espaço de ocupação como, fornos de ar quente, fogões, basculantes, tachos, e etc. O aparelho foi adquirido com objetivo de favorecer o processo de produção perante a ampliação do HSJD e melhorar o aspecto gastronômico dos pratos servidos.

O Chefe de cozinha, Felipe Miranda demonstra uso do equipamento

O Chefe, Felipe Miranda, dando instruções a colaboradora do SND

Os colaboradores do setor de SND foram devidamente treinados pelo Chefe de cozinha, Felipe Miranda, e estão cada dia mais envolvidos e aperfeiçoados no manejo da central de cocção. A novidade, além de favorecer os processos de produção das refeições, agiliza o preparo dos pratos, sendo a grande vantagem do ponto de vista nutricional. O processo de cocção à vapor proporciona menores perdas de nutrientes, e não requer a adição de óleo para o preparo na maioria dos alimentos, reduzindo as calorias dos pratos, tornando a refeição do HSJD mais saudável e nutritiva. Edição Janeiro / Fevereiro 2011 - Hospital São João de Deus

5


Dignidade na saúde 99 novos leitos disponíveis no Novo Hospital São João de Deus Renovar esperanças, dar dignidade e conforto aos nossos pacientes. Como presente para a população divinopolitana o Hospital São João de Deus destinou no mês de dezembro de 2010 e janeiro de 2011, 69 leitos para o Sistema Único de Saúde Fachada do Novo HSJD

(SUS), e mais 30 leitos para convênios e particulares. Nos quartos do SUS estão disponíveis 4 leitos, nos quartos de convênios 2 leitos e nos particulares apenas 1. Nestes dois últimos há sacada e televisão LCD, além de camas automáticas, compradas no Estados Unidos. As novas instalações também usam novas tecnologias, para facilitar a comunicação entre pacientes e equipe de Enfermagem. “O diferencial do sistema de chamada é que possuem duas formas de Bip. Um Bip é para o soro. Um sinal que alerta os Enfermeiros indicando que o soro acabou, agilizando a preparação do material e evitando deslocamento até o quarto para averiguação do término do mesmo. O outro Bip é o de

Quarto particular

urgência e emergência, quando a equipe preparada, já se desloca com um carro de emergência ou algo para atender a necessidade do paciente. Outro sistema sonoro que possuímos é a chamada de emerg��ncia no banheiro e no leito do paciente”, explica Alexandre Ernesto Silva, Diretor de Enfermagem do Hospital São João de Deus. Além de toda tecnologia direcionada ao corpo de Enfermagem, o Novo HSJD também disponibiliza para o corpo clínico o sistema de internet sem fio. “O sistema que implantamos possibilita ao Médico fazer a prescrição do paciente através de seu “Notebook”. Independente da localização que o Médico se encontre, ou seja, circulando pelos corredores ou até mesmo em qualquer um dos quartos

Quarto do SUS

enquanto atende os pacientes, ele conseguirá prescrever sem a necessidade de se deslocar até o posto de Enfermagem”, explica Ronaldo de Almeida, Gerente de Tecnologia de Informática do Hospital São João de Deus. Oficializando o início dos atendimentos no Novo Hospital São João de Deus, foi realizado uma coletiva de imprensa com o Superintendente da Fundação Geraldo Corrêa, Frei Ronan Pereira Lima e o Diretor Técnico, Dr. Alair Rodrigues de Araújo. Estiveram presentes para visitarem as instalações do Novo HSJD, juntamente com o Grupo Gestor da Instituição e todos os

Profissionais em atividade no Posto de Enfermagem


veículos de comunicação da cidade o Prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo, a Secretária de Saúde, Rosenilce Cherrie Mourão, e os Vereadores Geraldinho da Saúde, Rodson do Zé Milton e Anderson Saleme. A primeira paciente internada no Novo HSJD, Maura Francisca Ribeiro, foi recebida com muito carinho pelos profissionais da nova ala e disse sentir-se muito feliz. “Quando cheguei no Novo Hospital São João de Deus fiquei emocionada. Todos me receberam muito bem e eu fiquei muito feliz! Gostei

Maura Francisca - 1ª paciente do Novo HSJD

das pessoas, do tratamento que me deram e da alegria de todos em me atender. Nunca fui em um hospital que tivesse tanta organização”, afirmou a paciente Maura Francisca. Ela ainda ressaltou a importância da participação da comunidade na construção do Novo Hospital São João de Deus. “É muito importante as doações das pessoas, porque as internações pelo SUS estão muito difíceis e com o Novo Hospital São João de Deus, tudo vai ficar mais fácil para os doentes”, completou Maura.

cheguei no Novo Hospital “SãoQuando João de Deus fiquei emocionada.

Dr. Fabrício Simões fazendo uso da prescrição eletrônica

Todos me receberam muito bem e eu fiquei muito feliz! Gostei das pessoas, do tratamento em me atender. Nunca fui em um

que me deram e da alegria de todos

hospital, que tivesse tanta organização

Maura Francisca - 1ª paciente do Novo HSJD

A partir de agora um novo objetivo está traçado. A construção do novo CTI Adulto. De acordo com o Superintendente da Fundação Geraldo Corrêa, Frei Ronan

Enfermeiras transportam paciente na passarela do Novo HSJD

Pereira Lima, o novo setor deve custar cerca de 5 milhões de reais, sendo 3 milhões somente em equipamentos. “É um desafio para toda comunidade, políticos e empresários de nos ajudar a concluir esta fase da obra, com a construção de 30 leitos do CTI Adulto. Estamos com a campanha em toda região centro–oeste”, afirma Frei Ronan.

Para fazer a sua doação, ligue para (37) 3229 - 7707, ou diga sim a nossa chamada. Fr. Ronan, Dr. Alair, Prefeito Vladimir e vereadores visitam o Novo HSJD


Amigos do Setor 08

Willian Joaquim - Colaborador do setor 08

Gente que faz William Joaquim do Carmo - Setor 8 Meu nome é William Joaquim do Carmo, mas meus amigos me chamam de João. Minha família é grande, tenho 10 irmãos, meus pais são Rosa e Pedro. Me formei como Técnico de Enfermagem pela Escola de Enfermagem São João de Deus, em 2006. No mesmo ano iniciei meu trabalho no Setor 04 do HSJD, onde permaneci por 4 anos. Atualmente, estou graduando em Enfermagem pela Universidade de Itaúna, e há 6 meses presto assistência no Setor 08 – Hospital do Câncer. Sou muito feliz e realizado com minha vida profissional, pois, me dedico com amor ao cuidado integral dos pacientes, sempre com muita alegria e satisfação.

Mensagem dos amigos

Agradecimentos: Agradeço todos os colaboradores do HSJD e amigos, em especial os amigos do Setor 8, por me tratarem com tanto carinho e amizade. Sou muito grato por tudo. Gostaria de dizer o quanto vocês são especiais em minha vida, e agradeço todos os dias por ter aqui uma segunda família.

Raio X: Data de nascimento: 02/10/1981 Naturalidade: Divinópolis Lazer: Festas Comida: Parmegiana Bebida: Uma cerveja bem gelada Time: Cruzeiro Livro: A cabana Qualidade: Ser amigo

William, você é um amigo muito especial... Capaz de despertar nosso sorriso mesmo nos dias mais turbulentos. Possui coração puro como de uma criança, gosta de ver todos bem. Portanto, gostaríamos de agradecer pela honra de tê-lo como amigo. “Ainda que você não possa ver, há uma mão forte te segurando. Há um olhar de alguém superior que te ama. Há anjos poderosos te protegendo. Há seres celestiais recolhendo tuas lágrimas. Há um Deus Todo Poderoso aplainando teu caminho...” Abraços dos seus amigos do Setor 8

Defeito: Perfeccionista Cantor: Jorge e Mateus Filme: Quem quer ser um Milionário e o Caçador de Pipas Amizade: Sentimento verdadeiro HSJD: Uma escola Filosofia: Viver o hoje como se fosse o último dia Frase: A Família é o tesouro mais precioso que o homem pode adquirir

PABX orienta Em tempos de contenç?o de despesas, o PABX do Hospital São João de Deus, dá algumas dicas para que os setores possam reduzir as despesas com telefone, e melhorar a qualidade do atendimento aos clientes. - Utilize sempre a operadora “31”, assim terá as menores tarifas; - Consulte informações através de telefones públicos ou internet a custo zero. Evite informações pelo 102, porque o serviço é tarifado. - Evite os horários comerciais para chamadas interurbanas; - Utilize sempre que possível os horários de tarifação reduzida, sendo: Em dias úteis de 06h00min. às 08h59min - 12h00min. às 13h59min. - 18h00min às 20h59min. De 21h00min. às 23h59min., 8 Hospital São João de Deus - www.hsjd.com.br

desconto de 50%. Aos s?bados, de 14h00min. às 23h59min e aos domingos, o dia todo e em todos os dias de 00h00min. às 5h59min. desconto de 75%; - Programe suas chamadas: esteja seguro do assunto a ser tratado e tenha por perto todos os documentos ou dados relativos à chamada, além de, lápis e papel para anotações; seja objetivo e conciso em suas ligações; - Atenda ao telefone sempre no primeiro toque; - Se você possui uma senha, não sobrecarregue a telefonista, deixea com disponibilidade para os clientes externos; - Ao receber ligaçıões que não são para o seu ramal, transfira você mesmo sem passar pela telefonista;


Novos tempos Palavra da nova Diretora Meu nome é Joelma Emirene Dias Cunha, sou graduada em Psicologia, e Especialista em Educação e Mestre em Administração de Empresas com ênfase na Gestão de Pessoas. Possuo 18 anos de experiência em docência e 12 anos de experiência em Gestão de Pessoas. Fui nomeada no dia 01º de fevereiro para assumir o cargo de Diretora da Escola de Enfermagem São João de Deus.

ESCOLA

DE ENFE RMAGEM

SÃO JOÃ O

DE DEUS

Coordenar esta tradicional e renomada Escola de Enfermagem do HSJD me traz muita alegria e orgulho em poder contribuir um pouco mais, com o crescimento e desenvolvimento desta instituição de ensino. A responsabilidade da Escola de Enfermagem é formar profissionais competentes, comprometidos com a vida humana e aptos para enfrentar os desafios do mercado de trabalho. Para tanto, minha administração será extremamente comprometida com a qualificação dos professores e com a organização administrativa da escola, lembrando sempre que, a parceria com o setor de Gestão de Pessoas e com o setor de Enfermagem do HSJD

Joelma Emirene assume a Direção da Escola de Enfermagem

será condição essencial, para que possamos desenvolver um trabalho de excelência em prol da qualidade do ensino. Agradeço ao Conselho Curador da Fundação Geraldo Corrêa pela confiança e espero atender as expectativas de todos que almejam o sucesso da Escola de Enfermagem do HSJD.

Avaliação por Competências e Habilidades Avaliação sempre é um tema polêmico e cheio de dúvidas. A avaliação tradicional nem sempre alcança os objetivos propostos e a avaliação por competências e habilidades ainda é um assunto que tira o sono de muitos gestores de Recursos Humanos e docentes. Empresas, escolas e outras instituições estão se adaptando as novas metodologias de avaliação por competências e habilidades, visando um profissional mais completo e com um perfil mais adequado ao cargo a ser executado. Na avaliação tradicional, a prova quantitativa é o elemento fundamental para pontuar o avaliado. É sabido que em provas de múltipla escolha, dissertativa e outros modelos tradicionais, o avaliado pode utilizar meios de chegar a uma pontuação satisfatória, sem ter um conhecimento sólido, e atingir seus objetivos. Na avaliação por competências e habilidades, a amplitude da avaliação é bem mais complexa, exige uma proximidade maior do avaliado e uma interação mais ampla. É preciso traçar metas e objetivos em todos os aspectos a serem avaliados. Os conhecimentos técnicos devem estar dentro destes limites respeitando a escolaridade, e os treinamentos devem ser aplicados de acordo com as metas a serem atingidas, gerando um profissional com conhecimentos básicos. Nas competências intelectuais é preciso ficar atento à aplicação e transferência de conhecimentos, definir e propor soluções para os problemas. Socialmente o avaliador deve estar atento ao relacionamento interpessoal, o trabalho em equipe, gerenciar conflitos e a atitude ambiental. O

comportamento também é de suma importância, destacando-se a iniciativa, criatividade, consciência, qualidade, ética e coerência, ítens que não podem deixar de ser avaliados. Organizacionalmente o avaliado deve gerar resultados, saber gerenciar o tempo e recursos, ter planejamento, organização, liderança e estratégias. Com uma avaliação mais ampla e dentro de um contexto traçado por metas, a avaliação por competências é mais justa, respeita os desejos e escolhas pessoais e pode definir dentro de uma mesma linha de profissionais, os perfis que melhor se adaptam em locais diferentes, suportam maiores ou menores pressões, levando a organização a ser mais produtiva e competitiva. Na avaliação tradicional, a nota quantitativa define tudo e nem sempre as demais competências e habilidades são levadas em consideração, gerando profissionais insatisfeitos por não respeitar as competências e habilidades pessoais.

Aula inaugural No dia 1º de fevereiro, aconteceu no Auditório São Ricardo Pampuri do HSJD, a aula inaugural para a recepcionar os novos alunos do Curso Técnico em Enfermagem. Na oportunidade os alunos conheceram e interagiram com a nova Diretora, e os colaboradores da Escola interando-se de diversos assuntos de interesse dos mesmos. Sejam todos bem-vindos! A Escola de Enfermagem e o HSJD estão de braços abertos para recebê-los!

Edição Janeiro / Fevereiro 2011 - Hospital São João de Deus

9


Serviços terceirizados Avaliação de empresas terceirizadas também são acreditadas A Acreditação tem como objetivo avaliar os recursos institucionais a fim de garantir a qualidade do produto/serviço oferecido, visando melhores resultados na assistência e segurança do cliente. Este processo ocorre pela padronização de vários procedimentos que fazem parte da rotina hospitalar, cuja implantação deve manter melhorias contínuas nos serviços de saúde. Não há obrigatoriedade do hospital em buscar a Acreditação, é um processo voluntário e periódico. A decisão do HSJD em aderir ao processo, demonstra a responsabilidade, a segurança e a ética profissional, com os procedimentos que realiza e com a garantia da qualidade no atendimento à população. O processo de acreditação conta com a parceria de serviços terceirizados que contribuem para a satisfação de nossos clientes. O processo não é fácil e mobiliza todas as forças para atingirmos um alto nível de prestação de serviço, e assim, conquistarmos o Certificado de Qualidade.

Para conquistarmos o Certificado de Acreditação Hospitalar, uma série de mudanças estão sendo implementadas em nossa instituição. Uma delas foi o início dos trabalhos com as empresas que prestam serviços terceirizados. De acordo com o Manual ONA, versão 2010, página 35. Em nossa instituição, as empresas terceirizadas que se enquadram neste conceito estabelecido pela ONA são: CIAP (Laboratório de Citologia e Anatomia Patologia), Mega Scan (Ressonância Magnética), Central OXI (Empresa de Esterilização a Óxido de Etileno), Angiolab (Empresa Prestadora de Serviços de Hemodinâmica), Ecolab (Empresa Prestadora de Serviços de Diagnóstico em Cardiologia), Vitafono (Empresa Prestadora de Serviços de Fonoaudiologia), Respirar (Fisioterapia Respiratória), EMTN (Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional), ITF (Instituto de Terapia Física-Fisioterapia Motora) e CPP (Clínica de Psicologia e Psicanálise). O futuro dos serviços de saúde será das organizações que possuírem a certificação, e o investimento conjunto nos permitirá servir nossos clientes ainda melhor. É um caminho sem volta que todas as organizações prestadoras de serviço de saúde terão que trilhar. Para isso, contamos com a colaboração e competência de todos os nossos parceiros para a CERTIFICAÇÃO ONA NÍVEL II.

“Sobretudo tende sempre caridade, porque ela é a mãe de todas as virtudes” 08 de março Dia de São João de Deus


ANO DA

FA

ÍLIA

São João de Deus 08/03/2011 a 08/03/2012

São João de Deus nasceu em uma aldeia em Portugal, chamado Montemor-o-Novo, em 1945. Sua vida, poderia ser considerada uma vida comum, com algumas experiências interessantes. Optou por não casar e não constituir família, até o dia em que teve um surto de amor tão grande que mudou radicalmente sua vida, descobrindo o real objetivo de sua existência: Servir ao próximo, principalmente aos enfermos.

O PHV – Pastoral, Humanização e Voluntariado juntamente com GTH – Grupo de Trabalho em Humanização, terão um papel relevante na promoção de eventos, reflexões e oficinas, no sentido de alcançar o objetivo de tornar a nossa instituição mais humana e fortalecer os laços afetivos. O slogan utilizado neste evento foi “Entre neste laço, participe deste abraço”. A palavra família no título, “Família de São João de Deus”, tem um laço no lugar do M, e este forma um coração. Significa a hospitalidade. Na verdade, é um apelo para que todos que formam esta família, sejam mais hospitaleiros, e que pensem antes de tomar uma atitude que possa ferir ou magoar alguém. Assim, estaremos num trabalho incessante, criando um ambiente de paz e harmonia.

Voluntariado agora - Autonomia e dedicação São João de Deus não teve família no sentido de laços consangüíneos, mas formou uma outra, muito maior onde os membros estavam ligados pelo carisma, pela identificação espiritual. Com certeza ele não imaginava que muitos e muitos membros iriam vir fazer parte deste grupo. São mais de 45 mil colaboradores, 10 mil voluntários, 300 mil benfeitores, 1100 Irmãos da Ordem Hospitaleira em mais de 250 comunidades construindo obras pelo mundo inteiro. Este ano foi definido pelo Governo Geral da Ordem Hospitaleira, como o “Ano da Família de São João de Deus”, com a finalidade de estreitar os laços de afetividade unindo a todos e fortalecendo o carisma de nosso fundador deste núcleo familiar. Quem faz parte deste grupo? Todos os irmãos, colaboradores, voluntários e benfeitores. Como família teremos como pai, São João de Deus e como exemplo sua forma de amar. Assim, as nossas Instituições utilizarão os mais modernos meios tecnológicos e científicos para o atendimento dos nossos pacientes; aliando técnica com a humanização, para um atendimento diferenciado aos nossos usuários. O lançamento do “Ano da Família de São João de Deus” em nossa Instituição, acontecerá com uma missa em Ação de Graças, no dia 03 de março, às 11 horas , na capela do HSJD.

Começa um novo tempo cheio de expectativas, novas metas e projeções. Cada vez mais as pessoas se conscientizam de que colaborar na construção de mundo melhor é preciso. Voluntários com idéias que propõe melhorias e mudanças que “Fazem o bem, bem feito”. Este é o perfil de pessoas que fazem a diferença que o HSJD tem recebido nesses últimos anos. Treinar o voluntário para exercer suas atividades, é aliar comprometimento da Instituição e a doação espontânea de cada que dedica um pouco de seu tempo. Ser voluntário HSJD é contribuir para o desenvolvimento de uma ética e de valores que resgatem o verdadeiro sentido do CUIDADO. É trazer vida aos enfermos, é priorizar a ternura e o amor ao próximo, sendo vida na vida de alguém. Aprender a reconhecer o que de bom existe em cada um de nós e aprender a aceitar que o ser humano é inconcluso, ter compaixão também consigo mesmo, mas sem deixar de buscar o melhor, foi com este objetivo que no dia 05 de fevereiro o Hospital realizou um treinamento para mais de 40 candidatos ao voluntariado com o objetivo de agregar mais pessoas aos 170 voluntários que hoje tem a Instituição, nossa meta é continuar cultivando o espírito na busca da felicidade, desenvolvendo um trabalho a serviço da melhoria da qualidade da vida humana dos que mais precisam; lembrando que sempre temos espaço para aqueles que desejam contribuir com um mundo melhor! Edição Janeiro / Fevereiro 2011 - Hospital São João de Deus

11



Informativo HSJD Fevereiro 2011