Page 58

58

SONHO? REALIDADE? A noite está chegando...Por que fui me afastar do grupo? Ora, aquela árvore me encantou, nunca havia visto folhagens tão brilhantes, flores com um colorido divino, que pareciam orquídea, lírio, sei lá....impossível descrever. Juro que não estou apavorado....Mas este uivo, que esquisito, será um lobo? Deixe me acalmar, afinal, sou um escoteiro de 1ª classe...Nada me causará medo. O jeito é subir neste tronco e tentar avistar o acampamento, ou algum sinal de vida. Ai, Jesus, este tronco está se movendo! Não é tronco, é uma cobra. O negócio é fugir daqui, procurar algum abrigo mais seguro. Será que meus amigos estão preocupados comigo? Estão me procurando? Tenho certeza que sim. Porém, no escuro, jamais me encontrarão. Olhe, uma cachoeira, realmente, linda, com o reflexo da lua e do luar. Ali, adiante, há uma gruta. Penso que é um bom lugar para proteger-me. Quando o dia surgir, tentarei encontrar o meu grupo. Como estou cansado e com tanta fome...Ainda bem que ainda tenho água no cantil. Acho que vou dormir um pouco para o tempo passar depressa. De repente, escuto uma voz: “Meu jovem, está perdido? Isto já é comum por aqui. Jovens desgarrados do grupo...” Agora, acho que enlouqueci de medo. Estou até vendo fadas? Não é possível...Que linda! Igualzinha a que já encontrei nos contos de fada do chato do meu irmão caçulinha. Bem, vamos lá, seja homem, converse com a jovem. Não é todo dia que aparece uma assim...tão charmosa...tão...tão... “Docinho de coco, será que seria possível você me ajudar encontrar a minha turma? Assim, eu te apresento para eles, e, quem sabe, você poderia fazer parte da galera...”

Folhas de Outono - http://houdelier.com  

Livro de Maria Beatriz Sandoval Camargo

Advertisement