Page 51

51

O FAMOSO MÉ E lá vou eu, contando e cantando, Pros amigos desta banda, Mais uma estranha história, Que talvez nem acreditem, Mas, de fato, aconteceu, E quem quiser que conte outra... No mato adentro de Minas, Um dia, apareceu Um bode muito cheiroso E além disso, também, charmoso E um tanto melindroso. Pois flores sempre cheirava E todo seu pêlo enfeitava E um perfume espalhava Por caminhos,que passava. Até que um dia... Um pobre roceiro o encontrou E por ele se encantou. Em todo lugar, em que ia, Levava-o em companhia. E a ele brindava As mais belas flores, que achava. Mas, em sua cidade, apareceu Um circo prestigiado E muito apreciado, Em todo povoado. E o dono conheceu O bode cheiroso e famoso, E ao roceiro ofereceu Uma quantia generosa, Por este animal especial, Que possuía algo anormal.

Folhas de Outono - http://houdelier.com  

Livro de Maria Beatriz Sandoval Camargo