Page 47

47

Como era do signo Leão Tinha um ar de mandona Pra não dizer de turrona Fazia o que pretendia E ninguém a demovia Das coisas que queria Mesmo se a cabeça batia E assim sempre juntava Cada tostão que ganhava E,um dia, talvez realizasse E seu sonho concretizasse Compraria um veleiro E dentro dele levaria Ricardo, seu companheiro Seus pais, seus escudeiros Seus irmãos, tão ajuizados E o querido Bojão Seu amado vira-lata Com suas eternas patadas Enfim, todos que amava E que jamais largava E lá vai a linda Suzana De azul, muito bacana A garota que não desejava perder Que a sorrir vivia a dizer Eu sou assim Quem quiser goste de mim

Folhas de Outono - http://houdelier.com  
Folhas de Outono - http://houdelier.com  

Livro de Maria Beatriz Sandoval Camargo

Advertisement