Page 1

Número 89 • Agosto 2013

Check News

INOVAÇÃO

Técnica minimamente invasiva é utilizaDA pela primeira vez em Santa Catarina No mês de agosto, o Hospital Dona Helena sediou uma cirurgia de coluna vertebral, realizada com técnica minimamente invasiva, com uso do equipamento Apollon Spine System, da Ortomedic Joinville, empregada pela primeira vez em Santa Catarina. Os ortopedistas Rodrigo Fetter Lauffer, Carlos Henrique Maçaneiro e Ricardo Acácio dos Santos, do corpo clínico do HDH e do Instituto de Ortopedia e Traumatologia de Joinville (IOT), contaram com a presença de dois médicos sul-coreanos convidados para auxiliar no procedimento. Rodrigo Fetter Lauffer explica que os profissionais sul-coreanos são pioneiros na área de técnicas minimamente invasivas e, por isso, vieram para ajudar no aprendizado e contribuir para a disseminação do conhecimento. Além da cirurgia, os profissionais participaram de uma palestra para residentes e médicos na sede do IOT Joinville. O paciente foi tratado de uma degeneração e hérnia discal lombar. A técnica de artrodese interssomática lombar minimamente invasiva, feita com pequenas incisões, permite a diminuição de lesão muscular, a dor e o risco de infecção,

além de contribuir para a recuperação do paciente, que fica menos tempo internado e pode retornar mais cedo para suas atividades. “Sendo o IOT e o Hospital Dona Helena referências no tratamento de doenças da coluna vertebral e também no treinamento de especialista em cirurgia de coluna, essa técnica vai auxiliar a população de Santa Catarina a ter um tratamento de ponta, como os realizados em qualquer lugar do mundo”, afirma Rodrigo Lauffer.

CONSCIENTIZAÇÃO

Semana de Aleitamento envolve mães internadas

PALESTRA

Finitude da vida em debate Em parceria com a Fundação Cultural, por meio da Casa da Memória, o Hospital Dona Helena lançou o projeto “Razões: Laços e Leitos entre a Vida e a Morte”. A primeira ação ocorreu na quarta-feira, 14 de agosto, com uma palestra do psicólogo e tanatólogo Aroldo Escudeiro.

Dar apoio às mães que amamentam. Esse foi o tema da Campanha Mundial de Aleitamento Materno, que também foi comemorada no Hospital Dona Helena. Na instituição, as ações foram realizadas entre 5 e 9 de agosto, com o intuito de conscientizar e fortalecer a ideia das mulheres sobre a importância do ato. Um espaço foi montado na recepção da Maternidade para acolher as participantes. No local, elas podiam assistir a entrevistas sobre o assunto e receber mais orientações. Aline Arruda Camargo participou da sessão de “vídeo chá” da quarta-feira, dia 7. Sua filha Isadora nasceu no dia 31 de julho. Com a bebê no colo, contou que a experiência de amamentar pela primeira vez dá uma sensação boa, mesmo que seja “um pouco difícil” no começo.

Para Taina Susan de Aviz, a gestação da segunda filha trouxe a tranquilidade e a experiência. “Com meu primeiro bebê, foi bem difícil. Tive depressão pós-parto e dava muita importância para o que os outros falavam”, lembrou, reforçando a ideia de que é preciso que a amamentação seja um momento íntimo da mãe e do bebê. “Quero dar de mamar até os seis meses”, afirmou a mãe da recém-nascida Bárbara. Maria José Varela, psicóloga integrante da Comissão de Aleitamento Materno do HDH, explica que na amamentação o bebê encontra o acolhimento e o aconchego vivenciado somente na vida intrauterina. “O contato inicial é fundamental para a formação do vínculo mãe e filho, que vai durar para sempre, amor que não será possível comparar a qualquer outro já sentido”, ressalta.

Como coordenador da Rede Nacional de Tanatologia (RNT), Aroldo falou sobre “Morte: possibilidades educativas para refletir sobre a vida”, abordando maneiras sobre o enfrentamento da dor e do sofrimento. O evento ainda contou com uma exposição do acervo do Hospital Dona Helena, com utensílios antigos utilizados na instituição. “A tanatologia tem ajudado a trazer a discussão sobre finitude da vida à tona, mas ainda precisamos enfrentar muitos tabus, como a cultura e a educação que estigmatizam a morte”, afirma Aroldo. No Brasil, a tanatologia é estudada há 30 anos e, atualmente, já é possível encontrar cursos e capacitações sobre o assunto.

SAÚDE

Dona Helena lança projeto de qualidade de vida Todos os funcionários do Hospital Dona Helena estão convidados a cuidar da qualidade de vida. Com o lançamento de um projeto sobre o tema, a equipe pretende contribuir para a melhoria da saúde e do bem-estar dos participantes, envolvendo atividades ao ar livre e a presença da família. As primeiras ações ocorreram nos dias 13 e 14 de agosto, com a exposição da tenda da saúde, onde os visitantes podiam aferir pressão arterial, peso, altura, entre outros. Além disso, os funcionários darão sugestão de nomes e identidade visual para o projeto. A próxima atividade está agendada para 31 de setembro, Dia Mundial do Coração. Na data, funcionários e familiares serão convidados para fazer atividades ao ar livre, como ioga e meditação.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO HOSPITAL DONA HELENA • Jornalistas responsáveis: Guilherme Diefenthaeler e Ana Ribas Diefenthaeler • Textos: Letícia Caroline • Telefone (47) 3025-5999. • contato@mercadodecomunicacao.com.br. • Diretor Técnico: Bráulio Cesar da Rocha Barbosa (CRM 3379).

News 89  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you