Page 1

ANO 1 | MENSAL NÚMERO 10 20 de ABRIL GRÁTIS DIRETOR FÁBIO BELO

ISSN 2184-0539


DIRETOR Fábio Belo horavip.fabiobelo@gmail.com REDAÇÃO Fábio Belo horavip.geral@gmail.com MAKE UP TOP Filipa Realinho | Ana Santos |Lia Cardoso A GRANDE TENDENCIA Filipa Realinho | Daniel Pinheiro | Sandra Junqueira | Joana Freitas SOB RODAS Filipe Serra EM FORMA António Borges | Fábio Chavinha NA LINHA DA FRENTE Mena Machado MUNDO ANIMAL Maria Saramago | Paulo Lira Martins NUTRIÇÃO Filipa Dias | Magda Roma CULINÁRIA Maria João Paixão SEXOLOGIA Fernando Mesquita VEGGIE TIME Mafalda Camacho PSICOLOGIA Ricardo Furtado FOTOGRAFIAS: Fábio Belo, Filipa Realinho, Filipe Serra, António Borges, Mena Machado, Maria Saramago, Paulo Lira Martins, Filipa Dias, Fábio Chavinha, Ricardo Furtado, Magda Roma, Daniel Pinheiro, Sandra Junqueira, Joana Freitas, Ana Santos, Lia Cardoso COMERCIAL E PUBLICIDADE Filipa Realinho | Beatriz Capirazi horavip.publicidade@gmail.com PROPRIEDADE E EDITOR Fábio Belo—Largo do Adro, nº 20 | 6050-012 Alpalhão NIF: 227846753 Fábio Jorge Paixão Belo Nº Registo ERC: 127002 ISSN 2184-0539 SEDE REDAÇÃO Largo do Adro, nº20 | 6050-012 Alpalhão ETATUTOS EDITORIAIS http://www.horavip.pt/sobre-563


Pedro Carvalho está em grande destaque nesta edição da Hora Vip. O ator português que tem feito sucesso no Brasil. Nesta edição pode encontrar um pequeno suplemento de como ter um corpo de sonho neste verão. Dicas de alimentação saudável, exercícios que o vão fazer perder uns quilinhos e ainda como ter uma barriga lisa e abdominais definidos são as nossas dicas. A primavera também está em destaque com as dicas de decoração primaveril e com a sessão especial Spring. Hora Vip a revista que surpreende!


As unhas artificiais não são ferramentas! As unhas artificiais (gel ou acrílico) são resistentes sim, mas não são de ferro. São feitas para resistir ao nosso dia-a-dia sim, mas não foram concebidas para tarefas mais agressivas como abrir latas, abrir embalagens resistentes, etc. Em vez das unhas, use a ferramenta indicada para cada tipo de tarefa. Hidratação A vida das suas unhas artificiais depende da hidratação que lhes é dada. Tente manter sempre as suas mãos e unhas hidratadas para que estas não sequem. Use regularmente um bom creme hidratante para mãos e unhas e óleo de extratos naturais na zona da cutícula. Desta forma irá dar a nutrição necessária para que unhas e mãos se mantenham saudáveis. Faça manutenções regulares Tente não ultrapassar as 3 a 4 semanas de intervalo entre manutenções. Tente cumprir religiosamente todas as marcações feitas com a sua técnica de unhas. Se passar este tempo entre manutenções e a unha crescer muito, fará com que as suas unhas fiquem mais propensas a sofrer agressões ou até a partir, situação que não é muito agradável e pode ser bastante dolorosa. Tente manter as suas unhas secas Todas sabemos que a água não é a melhor amiga das nossas unhas pois pode provocar descolamentos do acrílico ou do gel e consequentemente aumentar a probabilidade de surgimento de fungos, que se desenvolvem em ambientes húmidos. Para evitar que esta situação aconteça, aconselha-se que depois de mexer em água ou de sair da água da piscina ou do mar, seque bem mãos e unhas com uma toalha seca. Use luvas para realizar tarefas domésticas É importante que use luvas de borracha sempre que fizer as suas tarefas domésticas. As luvas irão proteger as suas mãos e unhas do contacto direto com a água e detergentes e assim, evitar que estas lasquem, levantem ou estalem. Estas são apenas algumas dicas que farão com que as suas unhas fiquem bonitas e resistam durante mais tempo.


Os acessórios masculinos teem ganho algum destaque na moda masculina, mas continuam ainda a ser muito julgados e menosprezados pela sociedade, que continua a achar que bijuteria é coisa de mulher ! A moda masculina sempre foi mais restrita, em relação a cores, cortes, detalhes, etc… Mas desde há uns anos, que tem ganho a sua identidade e uma maior variedade e versatilidade. Com essa mudança, os acessórios, já nessa altura utilizados pelos mais corajosos e rebeldes, ganharam também um grande peso na moda masculina, influenciando cada vez mais os detalhes dos outfits masculinos! Porque são tão julgados? Possivelmente pela falta de confiança, por parte de quem não os usa, que os leva apenas a usar o que é ‘aceitável’ a sociedade, crendo que apenas um relógio e uma aliança são os únicos acessórios permitidos aohomem. A realidade é que não, todos os acessórios são permitidos, e para ser utilizados, mas é preciso ser confiante para isso. Os acessórios são um complemento ao nosso look, tornando-o mais distinto, rico em detalhe, e sendo algo conjugado de forma pessoal, torna-se único! Olhem para os acessórios como peças únicas, detalhes importantes para determinarem o vosso estilo e diferenciarem um estilo normal de um estilo top!


Cá estou eu mais um mês, para vos falar de algo que concerteza já se aperceberam: "A moda não passa de moda!" Já se deviam ter dado conta que muitas das nossas peças de roupa, bem como acessórios têm influências bem marcantes de algo que já se usou há bastante tempo. Posso dar alguns exemplos, como as famosas calças à boca de sino, às aplicações exageradas de rendas e bordados inglês aos casacos estilo militar, óculos de sol redondos, saias plissadas, enfim... muitos mais podia enumerar, mas acho que já deu para pensarem um pouco sobre isto. Reciclar e adaptar são a palavra chave, o que já não é moda hoje vai voltar a ser daqui a uns anos e é uma questão de estarmos atentos. Para este Verão, vão haver algumas repetições, os padrões com flamingos, ananases e catos, vão voltar em força, quer em vestuário, acessórios ou até mesmo decoração. Se há uns anos nos perguntassem se iríamos colocar catos numa camisola chamar-nos-iam de loucos...Mas é mesmo assim "modas que pegam", e esta sem dúvida que pegou e voltou.


Fomos ao Portugal Fashion ver as tendências para as próximas estações do ano. Este evento tem como objetivo dar visibilidade, a nível nacional e internacional, do sector têxtil e vestuário no capítulo da moda. Selecionámos algumas das melhores propostas dos estilistas e costureiros mais consagrados como foi o caso de Carlos Gil, Ana Sousa, Daniel Pereira, Dielmar, David Catalan, Nuno Baltazar, Miguel Vieira e outros nomes importantes do mundo da moda. Fotografias: Portugal Fashion


A alimentação é a base da vida e a boa nutrição além de poder ser auxiliar ou a vida do tratamento das mais variadas patologias é também a auxiliadora para atingir os objetivos para este verão. Dicas para atingir o objetivo de peso que pretende neste Verão:

- Ingerir cerca de 1.5 litro de água lisa; - Ingerir 1 litro de infusão drenante e desintoxicante (cardo mariano com dente-leão); - Fazer cerca de 6 refeições por dia e ingerir pequenas quantidades: - Ao pequeno-almoço: 1 iogurte magro ou vegetal + 2 colheres de sopa de flocos de aveia + 1 colher de sopa de sementes de chia + ½ papaia ou 1 kiwi ou 2 ameixas; - Ao meio da manhã e ao meio da tarde ingerir 1 gelatina vegetal de 10 kcal com ½ peça de fruta; - Antes do almoço e jantar, 30 minutos antes, ingerir 1 colher de chá de spirulina diluída em 200ml de água (atenção, pessoas que tenham problemas na tiroide ou alergia ao iodo não podem fazer este passo); - Ao almoço fazer uma alimentação completa, com ¼ de prato hidratos de carbono (arroz integral, quinoa, konjac, massa sem glúten, batata-doce), ½ de prato legumes e vegetais e ¼ de prato de proteína (leguminosa/frango cozido/ peixe cozido/ 1 ovo cozido); - 1 a 2 horas antes do jantar ingerir 100ml com 2 colheres de sopa de sementes de chia (previamente hidratada, ou seja coloque da manhã para a tarde as sementes de chia com a água para hidratarem. Quanto mais tempo

ficar a hidratar melhor) - Ao jantar ingerir 1 sopa misô (1 colher de sopa de pasta misô com 200ml de água e 40g de tofu cortado aos cubos + 10 folhinhas de salsa ou coentros picados) + em prato de sobremesa: ¼ desse prato de proteína (leguminosa/frango cozido/ peixe cozido/ 1 ovo cozido) + ¾ de legumes ou vegetais

- Se a fome apertar pode sempre ingerir mais chia hidratada ou então recorrer às mini nackis (galete de arroz ou quinoa ou trigo sarraceno pequenas). - Ingira 2 colheres de sopa de sementes de girassol/pevides de abobora por dia como snack ou ao pequeno-almoço. - Faça 30 minutos de exercício por dia, uma caminhada poderá ser o começo de algo mais. - Seja positivo e acredite que é possível.

No entanto, caso tenha algum problema de saúde consulte um nutricionista e adeque o seu plano alimentar ao seu objetivo e à sua condição física. O meu livro “ Dieta M” é um livro que ajuda a mudar comportamentos e visa o emagrecimento e além de ter o plano alimentar para 4 semanas, também tem exercícios físicos específicos, aulas de yoga e pensamentos positivos todos os dias.


Na edição desta semana vamos-lhe dar alguns exercícios para que perca 6 quilos rapidamente. Repita os seguintes exercícios entre 15 a 25 vezes, de forma a produzir muito trabalho nos músculos e queimar mais calorias e gordura. Faça também este circuito entre 4 a 5 vezes e com o menor descanso possível entre os exercícios. Bons treinos!


É comum a ideia de que para se ter a barriga definida com um abdominal visível e tonificado basta realizar exercícios dirigidos à musculatura abdominal. Não é o suficiente! Todos nós temos músculos no abdómen (uns mais desenvolvidos que outros), mas, a "chave" para ter um abdominal visível e tonificado passa por destapalo da camada adiposa. Não adianta fazermos milhares de séries e repetições se temos uma grande camada adiposa a esconder a nossa parede abdominal! O abdominal é constituído pelos seguintes músculos: Transverso Abdominal; Obliquo interno e externo; Recto Abdominal.

Qual a importância de ter um abdominal forte e tonificado? Mais do que o fator estético, ter um abdominal forte ajuda muito na nossa postura diária. Conseguirmos ativar o abdominal durante algumas atividades do nosso quotidiano pode evitar possíveis lesões. Qualquer esforço ou movimento que façamos num treino, num movimento ou num deslocamento mais brusco, necessitamos sempre do abdominal. Se ele for fraco, dificilmente conseguimos transferir força corretamente para levantar um peso do chão, de fazermos uma torção, etc. Exemplos de exercícios que pode fazer em casa: Consultar imagem na página seguinte.

Nota: Todos estes músculos têm as fibras musculares em diferentes direções, portanto, é importante diversificar os planos e eixos dos movimentos durante a execução dos exercícios, de maneira a recrutar todo tipo de fibras e músculos que formam o abdominal.

Nesta imagem temos vários exemplos de exercícios (do mais simples para o mais complexo), que trabalham zonas especificas do abdominal. Exemplo de protocolo de treino: Exercícios que recrutem diferentes zonas do abdominal, fazendo 2 séries de 20 repetições cada, com intervalo de 30 segundos entre cada uma delas. Nota: Não hesite em procurar ajuda profissional para que possa ter a certeza de que está a executar os exercícios da maneira mais correta, evitando o aparecimento ou agravamento de lesões.


Exemplos de exercĂ­cios que pode fazer em casa:


Todos os dias, somos confrontados com a necessidade de realizar escolhas alimentares em diversas situações. Nessas alturas é necessário fazer escolhas alimentares conscientes baseadas nos princípios de uma alimentação saudável. Uma alimentação saudável deve ser baseada em 3 princípios, Completa (ingerir alimentos de todos os grupos da Roda dos Alimentos), Equilibrada (consumir de acordo com as porções aconselhadas de cada grupo da Roda dos Alimentos) e Variada (dentro de cada grupo devemos variar o tipo de alimentos). A prática de bons hábitos alimentares apresenta variados benefícios, tais como fornecer energia e nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo; Ajuda à manutenção do nosso estado de saúde físico e mental, prevenindo e controlando diversas doenças, tais como, obesidade, diabetes, hipercolostorolémia, hipertensão arterial, doença celíaca, doença de crohn, anorexia, bulimia entre outras; Contribui para o adequado crescimento e desenvolvimento das crianças e adolescentes; Melhora a nossa performance a nível desportivo. Os hidratos de carbono devem ser a nossa principal fonte de energia. Os principais fornecedores de hidratos são: pão, massa, arroz, batatas, cereais (trigo, aveia, etc.), feijão, grão, ervilhas, etc. Podendo optar pela versão integral que contêm maior teor de fibra. As proteínas são nutrientes plásticos, isto é, o nosso organismo utiliza as proteínas que consumimos para a construção de órgãos, músculos, pele, cabelo e muitos outros compostos. Os principais fornecedores alimentares são de origem animal: peixe, carne, ovo, leite, queijo e iogurte. Mas também existem alguns alimentos de

origem vegetal que fornecem quantidades significativas de proteínas vegetais (ex.: feijão, grão, espinafre, soja, chia, aveia). A gordura é um nutriente necessário mas deve ser consumido com moderação. Existem na nossa alimentação diferentes tipos de gorduras: saturadas, monoinsaturadas, polinsaturadas, colesterol, etc. As gorduras saturadas e o colesterol existem principalmente nos alimentos de origem animal (carne, banha, manteiga, toucinho, produtos de charcutaria e salsicharia, etc.). O principal fornecedor de gorduras monoinsaturadas é o azeite, e como a gordura monoinsaturada é a que melhor se adapta às necessidades do nosso organismo, o consumo de azeite deve ser sempre privilegiado em relação às outras gorduras. As gorduras polinsaturadas existem principalmente em óleo de amendoim, óleo de girassol, margarinas, nozes, amêndoas e na gordura do peixe. Ter hábitos alimentares saudáveis não significa fazer uma alimentação restrita, monótona e sem sabor. Pelo contrário, como já referi a variedade é essencial!. Diferentes alimentos contribuem com diferentes nutrientes o que, potencialmente, enriquece o dia alimentar de cada pessoa. Ao optar por hábitos alimentares mais saudáveis, não significa que tem de abdicar daqueles alimentos menos saudáveis de que tanto gosta. O importante é que o consumo desses alimentos constitua a exceção e não a regra do seu dia a dia alimentar, ou seja, tudo com conta, peso e medida!


Com a era Youtube, o mundo da maquilhagem levou o seu grande "boom" e várias marcas de cosméticos lançam diariamente dezenas de produtos para saciar a necessidade dos seus consumidores. Maquilhagens flawless, bases de alta cobertura, batons extra-mate levam as mulheres e os profissionais a procurarem cada vez mais a beleza perfeita. A tendência "natural Kim Kardashian" veio para ficar. E com ela o recurso a exagerados componentes químicos que podem ser nocivos para a nossa pele e saúde. Embora a ciência ainda não tenha comprovado o impacto negativo que a cosmética pode ter no nosso organismo, vários são os componentes que poderão levar ao aparecimento do cancro, tal é o caso dos desodorantes (ver correção) saturados em alumínio em spray. O recurso a parabenos, a batons com chumbo e até mesmo derivados de petróleo na manteiga de cacau, tudo isso é absorvido pelos poros, entrando assim na corrente sanguínea. Mas afinal em média, quantos químicos possui um cosmético?

Podemos considerar que em média cada cosmético contenha cerca de 10 a 12 químicos, alguns deles bem prejudiciais a longo prazo para a pele. Quais os compostos químicos mais perigosos? Alumínio - O alumínio é uma substância muita utilizada atualmente nos desodorantes e anti-respirantes, ou você acha que para os produtos que dizem que lhe mantém protegida por 48 horas, somente produtos naturais são usados? Tome muito cuidado com o uso destes produtos, pois podem causar problemas nos rins ou até mesmo osteoporose. Chumbo - A presença de chumbo nos cosméticos não é um problema exclusivo dos cosméticos no mercado brasileiro, onde em uma pesquisa feita pela UFMG com 22 tipos de batons, apenas 1, de origem europeia, não continha chumbo. Em teste feito em 2009 pelo FDA (Agência Norte-americana de controle de Alimentos e Remédios), as 20 marcas de batom testadas possuíam níveis elevados de chumbo. As consequências são muito perigosas, incluindo problemas de aprendizado e comportamento, principalmente para


mulheres grávidas, pois o chumbo pode afetar também o bebê. Parabenos - Os parabenos são usados nos cosméticos como conservante, prevenindo contra a presença de fungos e bactérias. Outro problema dos parabenos é que quando absorvidos pela pele e ao entrar no sangue, são “interpretados” pelo nosso corpo como sendo estrogênio. E o excesso de estrogênio pode causar ansiedade, depressão e em casos mais graves, cancro do útero e de mama.

Existem, claramente muitos mais químicos que são nocivos para a pele e para a saúde mas estes são as principais ameaças. Agora que a maquilhagem e a beleza atinge o seu grau máximo de exploração é de extrema importância que se recorra cada vez mais à cosmética orgânica, mineral e natural. A vossa pele e saúde irão agradecer.


É um ator português, apaixonado pelo seu país, pela sua família e amigos. Sou um cara trabalhador, que levo meu ofício muito a sério. Nos meus tempos vagos, provavelmente vão me encontrar com um caderno e fazendo os meus desenhos (risos).


Fábio Belo (FB): Desde pequeno que tinha o sonho em ser ator? Ou o seu sonho era ser arquiteto? Pedro Carvalho (PC): Eu sempre gostei muito de desenhar. E meus pais perceberam que eu tinha essa veia artística. Comecei a fazer teatro cedo e desde então eu sabia que era aquilo o que eu queria fazer. Fiz a faculdade de arquitetura e de teatro ao mesmo tempo. Mas a arquitetura veio como uma forma de trabalhar essa minha paixão por desenhos, esse outro lado, mas nunca foi a minha primeira opção. Sou ator.


FB: O que o fascinava no mundo da representação?

PC: Tudo me fascinava. Sempre me encantei por contar outras histórias que não fossem a minha, viver situações distantes da minha realidade. Acho que é esse o grande barato da profissão, podemos viver coisas que talvez não vivesse na minha própria vida. FB: Como foi participar na série “Morangos com Açúcar”? PC: Eu era muito novo! Foi o meu primeiro grande trabalho e ali tive a oportunidade de ver como funcionava esse universo televisivo. Aprendi muito com essa novela. E mais do que isso, tive ainda mais certeza de que estava no caminho certo. FB: A sua participação nos “Morangos com Açúcar” foi o abrir portas para outros projetos televisivos? PC: Acredito que sim, porque foi o local que tive a oportunidade de mostrar meu trabalho como ator pela primeira vez na TV. Eu sempre levei muito à sério minha profissão, então eu sempre cheguei com meu texto decorado, aberto para o que os diretores tinham para me dizer... Acho que isso tudo contribuiu para surgir novos trabalhos. FB: O Pedro também já fez teatro. O que prefere fazer? Teatro ou Novelas? PC: J á fiz teatro sim! E gosto muito! Difícil escolher um, inclusive. São dois veículos diferentes, duas formas diferentes de trabalhar... Eu gosto de desafios. Se for um papel desafiador, pode ser na TV ou no teatro, eu vou querer fazer. FB: Qual a grande diferença entre o teatro e a novela? PC: É muito diferente! Teatro o ator tem tempo para ensaiar, construir

o personagem, é uma obra fechada, você sabe a linha dramática dele do início ao fim. Novela é uma grande indústria, você grava muitas cenas num dia e, no outro, já está no ar. Não tem tanto tempo de preparo. E novela é uma obra aberta, o ator não sabe qual será o fim do seu personagem. Você vai descobrindo ao longo dos capítulos. Mas os dois veículos me instigam muito. FB: A sua participação, enquanto homossexual, na novela “Beijo do Escorpião” mudou mentalidades? PC: Eu fui criado numa família que me ajudou a ter uma cabeça muito boa, livre de preconceitos. Carrego comigo esse valor. E acredito que a novela, de certa forma, fez muitas pessoas refletirem e reverem suas formas de pensar. Temos que respeitar o próximo. Só teremos um mundo melhor quando respeitarmos o outro. FB: Foi um papel difícil? Foi um papel difícil, mas muito especial. Mas não foi difícil por ser uma personagem homossexual, mas por todas as outras questões que o envolviam. FB: Como surge a oportunidade de ir trabalhar para o Brasil? PC: Eu já tinha esse desejo de internacionalizar a minha carreira. Em 2015, uma amiga minha soube que uma emissora brasileira estava procurando um ator português para protagonizar uma trama. E ela sugeriu meu nome. Foi assim que fiz o protagonista de “Escrava mãe”, na Record TV, que contava a história dos pais da “Escrava Isaura, um clássico da teledramaturgia brasileira. Foi um trabalho muito legal e que teve bastante destaque. Em 2017 surgiu o convite para fazer a minha estreia na Globo, que é a emissora líder do Brasil, na novela “O outro lado do paraíso”. Um personagem muito interessante e não tive como não aceitar. Estou muito feliz interpretando o Amaro.


FB: Alguma vez esteve nos seus planos profissionais vir a participar em novelas no outro lado do Atlântico? PC: Sim, já tinha esse desejo. Temos a língua portuguesa que nos aproxima e torna esse intercâmbio muito possível. Pretendo continuar com os meus trabalhos em Portugal, conciliando com futuras oportunidades no Brasil. FB: Sente que está a viver o sonho de muitos atores portugueses? PC: N ão sei se todos os atores portugueses têm esse sonho. Temos um mercado em Portugal, artistas incríveis e que eu admiro muito. FB: Alguma vez imaginou que viria a ser um ator de sucesso no Brasil? PC: M eu objetivo nunca foi o sucesso. Eu quero é trabalhar. Como falei, eu gosto de desafios. E internacionalizar a minha carreira é um deles. É claro que eu fico feliz de ver o reconhecimento do meu trabalho. Eu trabalho, me dedico muito e fico feliz de ver o resultado disso. FB: Qual a grande diferença entre as novelas portuguesas e as brasileiras? PC: O trabalho é basicamente o mesmo. Existem algumas diferenças no modo de produção. No Brasil existe um tempo maior de preparo antes de começar a gravar. E isso é bom para você se familiarizar com a história, com os colegas de elenco... Outro ponto diferente é que no Brasil a gente grava e entra no ar em seguida. O tempo é menor do que em Portugal. Mas de resto é muito parecido.

FB: Considera que o Brasil é o “rei” das novelas? PC: Brasil tem uma força muito grande quando o assunto é novela. Existe um expertise grande. E o investimento também é maior. Isso, claro, não tem como comparar, já que é um país que tem mais de 200 milhões de habitantes. E são muitas décadas fazendo isso e aprimorando. Mas vejo outros países fazendo trabalhos muito interessantes. Portugal é um deles.

FB: Os brasileiros são uns apaixonados pelos portugueses? PC: Eu fui muito bem recebido no Brasil. Sou tratado com carinho pelo público. Brasileiro é muito hospitaleiro, recetivo. FB: Quando Portugal?

pensa

regressar

a

PC: Eu termino de gravar “O outro lado do paraíso” em maio. Assim que finalizar as gravações, eu vou para Portugal para ver minha família, meus amigos e matar saudade da minha terra. Mas devo voltar ao Brasil novamente. FB: Como define Portugal? PC: P ortugal é o país em que eu nasci e que amo. É onde está a minha casa, as pessoas que amo... Portugal é um país muito especial e que todos deveriam conhecer. FB: O Pedro é uma pessoa adepta da alimentação saudável?


Fo


PC: Sim, eu sou! Tenho uma alimentação bem regrada. Como bastante salada, bebo muita água... Eu me preocupo bastante com a saúde, penso no meu bem-estar. FB: Qual a sua dieta e que exercícios pratica para exibir a boa forma que tem? PC: Eu gosto muito de praticar exercícios. Tenho uma rotina já. Todos os dias eu tento movimentar o meu corpo. Faço musculação, aeróbico, crossfit, boxe... Gosto também de atividades ao ar livre, em contato com a natureza. Eu faço exercícios todos os dias. FB: Considera-se uma pessoa prática? PC: Eu sou um homem prático. Se eu decido uma coisa, eu vou lá e resolvo. Tenho metas e sigo para cumpri-las. FB: Qual é o seu grande sonho? PC: Eu estou realizando um sonho agora, nesse meu momento profissional. Quero fazer novos trabalhos no Brasil e seguir com minha carreira em Portugal. Encontrar esse equilíbrio é o meu desejo atualmente. FB: O que o faz dizer “tive um dia bom”? PC: Eu sou muito grato. Temos que agradecer por dias bons. Levantar, trabalhar, fazer o que gosta, ter saúde, tudo isso é motivo para ser grato. FB: Sente-se um felizardo por fazer aquilo que gosta? PC: Com certeza! Fazer o que a gente gosta não tem preço. Eu sou muito feliz com as minhas escolhas, com cada conquista que tive na minha profissão.

otografias: Alex Santana | Sergio Baia | António Barros


"Acho que não conseguem responder há minha pergunta. Já namorei com pessoas do mesmo sexo do que eu, bem com pessoas do sexo oposto. Serei bissexual, heterossexual ou homossexual?” Embora não faltem teorias sobre a orientação sexual, não há nenhum “teste” que permita determinar se uma pessoa é heterossexual, bissexual, homossexual, ou se tem qualquer outro tipo de orientação. Além disso, algumas pessoas não se identificam com nenhum destes “rótulos”. Na década de 40, após um estudo exaustivo sobre os comportamentos sexuais humanos, o biólogo Alfred Kinsey, percebeu que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, existem muitas variantes na orientação sexual, não se limitando a uma visão dicotómica e redutora entre Heterossexualidade e Homossexualidade. Além disso, o mesmo autor, defende que a sexualidade não é estática, ou seja, ao longo da vida, pode existir alguma fluidez, nestes comportamentos sexuais. Felizmente, desde 1973, a homossexualidade deixou de ser considerada uma perturbação mental, pela generalidade das associações de médicos e profissionais de saúde. No entanto, pior que viver a homofobia exterior é ter de lidar com a homofobia internalizada, ou seja, aquela que vem de dentro da própria pessoa. Independentemente da sua orientação sexual, o importante é que saiba respeitar o seu organismo e as suas vontades, sem se culpabilizar por isso. Só assim conseguirá conhecer-se realmente e escolher sua verdadeira sexualidade.


"Masturbo-me cerca de 2 a 3 vezes por dia praticamente todos os dias". A masturbação é um vício?

A masturbação é o ato de ter, ou proporcionar, prazer, através do toque e estimulação dos órgãos genitais. O termo “masturbação”, vem do latim manus, que significa mãos, e turbari, que significa esfregar. Esta prática pode ser uma excelente forma da pessoa explorar a sua sexualidade e conhecer melhor o próprio corpo, independentemente da existência de um/a parceiro/a. Apesar de não existir uma regra ou limite de vezes, para a masturbação, se a pessoa começar a notar que dedica tempo excessivo, ou que o seu interesse, por esta prática sexual, interfere em algumas das suas atividades diárias, associada a um desconforto, por não conseguir controlar este comportamento, podemos estar perante um caso de adição ou compulsão sexual. Uma compulsão é caracterizada por um impulso incontrolável, para realizar um determinado ato. Por exemplo, o que torna a compulsão alimentar patológica não é o ato de se comer, já que é um comportamento saudável, mas sim quando se continua a comer sem apetite. Na compulsão sexual, a pessoa concretiza o ato sexual, mesmo sem vontade, para diminuir a ansiedade sentida. Neste caso, não é o número de vezes, que uma pessoa se masturba, que está em jogo, pois a resposta ou "apetite sexual", varia de indivíduo para indivíduo, mas sim o que a leva a ter determinado comportamento. A melhor forma de saber se está viciada na masturbação é tentar evitar este comportamento, por algum tempo. Se, realmente deseja para de se masturbar, mas apesar de todo o esforço, tiver várias recaídas, pondere procurar ajuda de um especialista.


Chegada a primavera, os casamentos, os batizados e outras cerimónias mais formais começam a surgir, levantando, assim, as clássicas dúvidas acerca da indumentária a escolher. O mesmo acontece com os bailes de finalistas. Embora cada vez mais haja opções para usar neste tipo de situações, o certo é que os vestidos continuam a ganhar papel de destaque nas cerimónias, sejam elas civis ou religiosas, assim como nos bailes de finalistas, fazendo as delícias das estudantes finalistas.

Dado que os bailes se começam a realizar, decidi trazer nesta edição algumas dicas e sugestões de como escolher o vestido perfeito para o baile de finalistas. 1. Não escolher um vestido “de época” A menos que o baile seja temático, não se deve escolher um vestido que faça lembrar uma determinada época ou filme, pois caso contrário os restantes participantes pensam que se vai mascarada. Além disso, os registos fotográficos são para a vida toda!


2. Atenção ao dress code Em muitas situações, os organizadores do baile optam por não estipular um dress code para a ocasião, contudo, não quer dizer que outros não o adotem. Por isso, no convite, é preciso ter atenção a este pormenor e ao que nele diz. Se for gala, a ocasião pede um vestido comprido; se for festa, um vestido pelo joelho é o mais adequado; se for uma festa temática, deve-se seguir as indicações dadas. 3. Menos é mais Esta velha máxima é aplicável nesta situação também. Quando se quer parecer uma princesa cai-se, por vezes, no excesso de demasiada informação como folhos, lantejoulas e tecidos acetinados. 4. Ser-se sexy sem se ser vulgar No caso de o baile ter um dress code de festa, o facto de se poder usar vestidos curtos não significa que se tenha que adotar modelos ajustados ou demasiado reveladores. Convém não esquecer que apesar do dress code ser de festa, um baile de finalistas não o deixa de o ser! Apesar de existirem casas especializadas em vestidos para cerimónias e afins, a verdade é que cada vez mais é possível encontrar um vestido para o baile de finalistas em grande parte das lojas de fast fashion, sejam elas físicas ou online. Para provar isso mesmo, trouxe alguns dos modelos que mais me despertaram a atenção em diversas marcas.


Na rubrica deste mês irei falar de uma experiência profissional super enriquecedora pela qual estou a passar. Algo pela qual procurava a bastante tempo, onde só fora do meu país consegui ter acesso à sua aprendizagem.

Estou a falar de uma técnica de alta costura, neste momento não muito usada em Portugal, e do conhecimento de um número muito reduzido de pessoas, nem mesmo os nossos estilistas de topo a utilizam, estes optāo por técnicas lindíssimas de sobreposição de rendas e aplicação de pedras, um métodos mais tradicional de personalizar seus trabalhos. É uma técnica de alta costura francesa conhecida como Crochet de Luneville, surgiu no séc.. XVII como uma técnica exótica e que virou rapidamente um hobby para as senhoras da época, ganhando muita popularidade.

Hoje em dia encontramos esta arte na moda de alta costura, que consiste em anexar missangas, perolas, lantejoulas entre outras miudezas, bordando com uma agulha específica. Técnica presente em passarelas internacionais de grandes nomes como Yves Saint Laurent, Elie Saab, Chanel… Estou a estudar e a praticar esta técnica, para com isso aprofundar meus conhecimentos, evoluindo e potencializando meu trabalho e satisfazendo cada dia mais minhas clientes. Estou encantada e a adorar esta experiência.


Courgettes recheadas Ingredientes: Água; 4 courgettes; 1 cebola roxa; 1 pimento verde; 1 pimento vermelho; 1 lata pequena feijão preto; 1 lata pequena de milho; 1 c.d.sopa alho em pó; 1 c.d.sopa gengibre em pó; 1 c.d.sopa flocos nutricionais; 1 c.d.sopa e meia de agave; 1 c.d.chá manjericão seco; 1 c.d.sopa e meia cominhos em pó; 1 c.d.sopa pimentão doce em pó; 3 folhas de louro seco; 100ml de vinho branco; 100ml de água; 200ml de polpa de tomate; Sumo de 1 limão; 1 mão cheia de lentilhas vermelhas cruas; 1 mão cheia de coentros picados;

Preparação: Cortar as courgettes ao meio e por no forno em lume baixo, aproximadamente 20min. Tirar do forno, e com uma colher, retirar o recheio de maneira a formar um barco. Deixe de parte. Num tacho, picar a cebola e refogar com um bocado de água, até a cebola ficar transparente. Adicionar o pimento vermelho e verde picados à cebola e cozinhar durante aproximadamente 15min, adicionando pequenas quantidades de água para que não pegue no fundo. Juntar 100ml de vinho branco, 100ml de água, 200ml de polpa de tomate, alho em pó, gengibre, flocos nutricionais, agave, manjericão, cominhos, pimentão doce, as folhas de louro, as lentilhas e o recheio da courgette que estava á parte e por fim, o milho. Cozinhar até ficar homogéneo, sem líquido em lume baixo. Apagar o lume e adicionar o feijão preto, o sumo do limão e os coentros picados. Adicionar esse recheio às courgettes, por no forno durante 20min em lume médio e está pronto.


Tarte de Frutos Silvestres Ingredientes: Massa 100gr de pão ralado 90gr de margarina amolecida 1 colher de sopa de chocolate em pó Recheio 250gr de frutos silvestres congelados; 175gr de queijo fresco para barrar; 7 folhas de gelatina; 150gr + 120gr de açúcar; 1 pacote de natas. Preparação: Misture o pão ralado com a margarina e o chocolate em pó até obter uma massa homogénea. Forre com ela uma tarteira. Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Num tacho, leve ao lume os frutos silvestres com os 150gr de açúcar. Deixe ferver 5 minutos, retire do lume e deixe arrefecer. Bata as natas com os 120gr de açúcar e junte-lhes o queijo. Dissolva a gelatina bem espremida na água a ferver e misture com os frutos. Junte-lhes lentamente uma ou duas colheres do preparado das natas. Acrescente o restante e envolva com cuidado. Verta sobre a tarteira e enfeite com frutos silvestres. Leve ao frigorifico durante 3 horas.


Nesta época do ano o que apetece é fazer uma "limpeza de primavera", refrescar as nossas casas e sair da rotina de inverno persistente, mantendo as coisas simples, l eves e adicionar cor através de acessórios elegantes e de flores da época. A introdução de galhos em flor, frutas e plantas verdes traz nova vida aos espaços e convida a Primavera a entrar em casa. Vasos em grande escala, cheios de ramos de flor de cerejeira e fetos, trazem impacto imediato a uma sala. Tons de verde na decoração É sempre bom usar tons de verde nas nossas decorações, porque é uma tonalidade que transmite frescura e remete-nos para a Natureza e, é claro, à Primavera. Pintar uma parede de verde-esmeralda, colocar um edredom na cama, apostar em pequenos detalhes decorativos… Tudo isso é um jeito de trazer a primavera mais perto da sua casa.


Espalhe flores e plantas pela sala É a altura do ano em que as flores estão no auge da beleza. Uma casa mais florida e com cores é certamente mais bonita. Quem gosta de mudanças e aguarda a chegada duma nova estação, este é o momento, pois a casa pode ser transformada com muito pouco investimento e, permite fazer alterações rápidas e precisas. Estampas floridas A sala de estar é, geralmente, o lugar mais frequentado pelas pessoas da casa e onde estão mais em contacto. Por isso, é uma ótima ideia deixar plantas e belas flores expostas nesse local e misturar o verde com o colorido para garantir um toque de vida naquele espaço. Também se pode apostar em mantas floridas no sofá. Deixe as janelas abertas Essa sensação de iluminação natural é fundamental na primavera por diversos motivos e um deles é dar mais vida às plantinhas. Em geral, a maioria precisa de luz para viver mais e melhor. Sem contar que a iluminação natural dá uma melhor sensação para dentro de casa.


Certa vez Gandhi disse que não existe caminho para a felicidade, pois ela é o caminho. A lição que Gandhi nos deixa é de que não há uma receita pronta para seguir e alcançar a tão almejada felicidade, pois se trata de um estado e não de uma constante. Muitas pessoas passam anos de sua vida trabalhando, adiando sonhos e projetos, deixando de viver o presente, com a ideia de que a felicidade está no futuro. De que só se vem com sacrifícios e que para conquistá-la é preciso abrir mão de muitas coisas. Um grande engano. Felicidade não é algo único, fechado, material. Ser feliz independe do roteiro. É uma sensação que pode ser durável ou não. Porém passageira. Os momentos felizes podem ser os mais diversos possíveis. E precisamos aprender a identificá-los. Eles podem estar presentes desde as grandes realizações até as pequenas coisas. E essa percepção é pessoal, empírica. Cada um a sente de uma forma de acordo com suas experiências e motivações. A felicidade pode estar em um beijo da

pessoa amada. No aprendizado de uma criança. Na conquista de um novo emprego. Na conclusão de uma faculdade. No resultado de um exame. Em uma vida com saúde ou em uma simples tarde de domingo onde você toma aquele chocolate quente enquanto olha a chuva cair pela janela. Ser feliz custa muito pouco, pois não depende do ter, mas do ser. Ser feliz é estar bem com você mesmo, ainda que todos não estejam. E ter a capacidade de discernir entre qual momento a sua razão vale menos do que sua paz. E ser mais verdadeiro consigo mesmo e se importar menos com o que as outras pessoas irão pensar. Não busque a felicidade no exterior. Ela vem de dentro. A felicidade não tem formula, não tem receita. O que define se você vai ser feliz ou não são as escolhas, é o que você pega e larga em sua caminhada. E lembre-se que nem sempre a conquista daquilo que você mais deseja é a garantia de que te fará feliz.


Em janeiro de 2015 Miguel Patrocínio e Rafael Cebola deram a conhecer a sua empresa, A2EL, ao mundo. Uma empresa que se dedica à produção gráfica, impressão digital, decoração, design e a web e multimédia. A A2EL está sediada em Nisa, distrito de Portalegre. O foco principal dos fundadores da A2EL é a dedicação naquilo que fazem para poderem ofertar as melhores soluções de progressos aos seus clientes. Segundo Miguel Patrocínio e Rafael Cebola a “A2el é uma empresa relativamente jovem, mas com bastante experiência, fruto do trajeto profissional dos seus fundadores, formados há vários anos no setor gráfico e informático. Conhecedores da região onde nos inserimos e das necessidades cada vez mais variáveis deste mercado, apresentamos um vasto leque de produtos, procurando sempre, uma constante atualização de técnicas e de maquinarias de produção mais avançadas, só assim conseguimos dar uma resposta objetiva, e economicamente viável, sem descuidar a qualidade e a rápida resposta das entregas”.

Esta empresa que se situa no Alto Alentejo dedica-se à criação, planeamento e gestão de lida com a comercialização global, estratégias de marca e promoções de vendas para seus clientes. Os clientes típicos da A2EL, incluem empresas e corporações, organizações sem fins lucrativos e agências governamentais. Contatos Telefónicos: 245429044 | 966614366 | 934273411 Email: a2el.geral@gmail.com Morada: Rua Júlio Basso, 55 | 6050-315 Nisa - Portugal


Produção Especial Primavera As flores no cabelo e como padrão em peças de roupa masculina e feminina encheram as passerelles de primavera e outono de 2018. Adornar penteados femininos com flores era muito usual, principalmente para looks de noivas. Este ano é tendência para noivas e para looks de festa. Fotografia: Fábio Belo Styling: Fábio Belo | Daily Glamour Make Up: Daily Glamour Modelos: Bárbara Paixão, Tânia Matias e Tânia Rosário


A escolha da comida do cão nem sempre é uma tarefa fácil: o número de possibilidades é enorme, inclusive dentro da mesma marca. Isto não é um capricho, é claro que um cão muito pequeno tem necessidades nutricionais diferentes de um cão gigante.

Se bem que existem diferentes fatores que influenciam na altura de escolher a comida mais adequada para o cão, como por exemplo, o grau de atividade, se está esterilizado ou se apresenta alguma sensibilidade, há outros dois elementos fundamentais que determinam as necessidades nutricionais dele: a idade e o tamanho. Porque é que são tão importantes o tamanho e a idade? Porque o tamanho determina o tipo de crescimento, porque existem sensibilidades nutricionais associadas ao tamanho e porque há diferenças no ritmo de envelhecimento entre cães grandes e pequenos. Como podemos classificar os cães em função do tamanho? Devemos começar por dizer que o tamanho do cão é um critério que está determinado pelo peso dele quando

adulto e que marca as necessidades nutricionais que tem. Por isso, podem classificar-se em: cães muito pequenos (menos de 4 quilos), cães pequenos (de 4 a 10 quilos), cães médios (entre 11 e 25 quilos), cães grandes (de 26 a 44 quilos) e cães gigantes (com mais de 45 quilos).

Menos de 4 quilos. A grande particularidade dos cães com menos de 4 quilos é terem predisposição à formação de tártaro nos dentes e são propensos a sofrer prisão de ventre. Por isso, os alimentos específicos deles incorporam cálcio, um composto que ajuda a diminuir a formação do tártaro dentário e um conteúdo em fibra adequado para favorecer o trato intestinal. O crescimento deste grupo de cães acaba por volta dos 10 meses de idade e começa então a vida adulta dele, com uma mudança de necessidades nutricionais aos 8 anos e a velhice é a partir dos 12 anos. Até 10 quilos. Os cães pequenos podem ser muito exigentes com a alimentação, motivo pelo qual os alimentos são muito palatáveis, ao mesmo tempo que contêm um contributo energético adequado para manter o peso ideal. Tal como os cães muito pequenos, considera-se que


o desenvolvimento deles terminou aos 10 meses, que aos 8 anos mudam as necessidades deles e que aos 12 anos consideram-se velhos. Um cão com menos de quatro quilos pode comer os alimentos Mini? Sim, rotundamente, mas uma vez que se detetem as necessidades próprias dele, é melhor escolher a comida mais específica. Entre 11 e 25 quilos. Os cães médios concluem o seu desenvolvimento por volta dos 12 meses de idade. É nessa altura que deve comer os alimentos que não só tenham em conta a saúde da pele, mas também ajudem a manter as defensas naturais dele. Aos 7 anos sofrem mudanças que requerem uma adaptação da sua alimentação e aos 12 anos são cães séniores. Entre 26 e 44 quilos. Pelo tamanho, estes cães têm uma maior sensibilidade digestiva e articular, por isso a comida deles é altamente digerível e incorpora condo protetores para favorecer a saúde articular. O período de crescimento dos cães grandes é longo, já que se prolonga até aos 15-18 meses e consideram-se cães mais velhos a partir dos 5 anos. Mais de 45 quilos. A maior particularidade dos cães que têm mais de 45 quilos é que o desenvolvimento deles é muito lento e passa por duas fases bem diferenciadas, uma delas na qual o crescimento é de tipo esquelético (até aos 8 meses de idade) e outra na qual se desenvolve mais a musculatura (desde os 8 até aos 18-24 meses). Outra particularidade dos cães gigantes é que o envelhecimento deles é tão precoce que os alimentos para adultos já têm em conta as necessidades próprias da velhice. Para terminar, deve saber que todos estes alimentos têm os croquetes adaptados ao tamanho, forma e textura porque também as mandíbulas são diferentes.


Revista Hora Vip - Abril  

Pedro Carvalho está em grande destaque nesta edição da Hora Vip. O ator português que tem feito sucesso no Brasil. Nesta edição pode encontr...

Revista Hora Vip - Abril  

Pedro Carvalho está em grande destaque nesta edição da Hora Vip. O ator português que tem feito sucesso no Brasil. Nesta edição pode encontr...

Advertisement