Issuu on Google+

Conteú Conteúdo exclusivo – RPG Hogwarts Live School http://hogwartsliveschool.blogspot.com

Enfermagem Guia de consulta medibruxa

Vol. 1 (Iniciantes)

Por Nanda Clair Purplemoon


PROMETO:

“Prometo solenemente dedicar a minha vida a serviço da Humanidade. Darei aos meus mestres o respeito e o reconhecimento que lhes são devidos. Exercerei a minha arte com consciência e dignidade. A saúde do meu paciente será minha primeira preocupação. Mesmo após a morte do paciente, respeitarei os segredos que a mim foram confiados. Manterei, por todos os meios ao meu alcance, a honra da profissão médica. Os meus colegas serão meus irmãos. Não deixarei de exercer meu dever de tratar o paciente em função de idade, doença, deficiência, crença religiosa, origem étnica, sexo, nacionalidade, filiação político-partidária, raça, orientação sexual, condições sociais ou econômicas. Terei respeito absoluto pela vida humana e jamais farei uso dos meus conhecimentos médicos contra as leis da Humanidade. Faço essas promessas solenemente, livremente e sob a minha honra.”

Hipócrates – 460 A. C.

1


Sumário

Introdução................................................................................................................................................................................3 Alertas iniciais.........................................................................................................................................................................4 Legendas...................................................................................................................................................................................5 Casos simples..........................................................................................................................................................................6 Casos graves............................................................................................................................................................................11 Métodos de sutura e cauterização.....................................................................................................................................18 Poções úteis............................................................................................................................................................................20 Feitiços úteis...........................................................................................................................................................................22 Plantas úteis...........................................................................................................................................................................24

2


Introdução

Existem situações de emergência, longe de alguém especializado em medibuxaria, em que saber ou não fechar um machucado será o fator decisivo para se salvar alguém. Esse livro foi criado no intuito de prevenir e auxiliar em tais horas. Mas algo não pode ser esquecido: Busque ajuda profissional assim que possível. Esse é o exemplar de situações para inexperientes, aqueles que não são formados em medibruxaria. Consiste até em métodos trouxas, facilmente realizados por qualquer um. A maioria dos feitiços e técnicas aqui citados exigem no mínimo alguma experiência e prática do bruxo. Por isso a reprimenda: Não tente fazer nada sozinho se for completamente inexperiente. Como na medibruxaria o conhecimento das doenças e gravidade dos ferimentos é importante, os feitos devem ser cuidadosamente analisados antes que qualquer coisa seja feita. E para isso, conhecimento da anatomia humana, reações à substâncias e, principalmente, alergias do enfermo devem ser conhecidas. Portanto, se pretende continuar a leitura deste livro, tenha em mente os seguintes fatores:

-Ninguém é Deus. Há coisas que simplesmente estão fora do nosso alcance. -Acidentes acontecem. Podemos prevenir, mas nem sempre evitar. -Arriscar, torturar e tirar vidas são exemplos das coisas mais pavorosas que um ser humano pode fazer. -Profissionais são o melhor jeito de evitar o pior.

3


Alertas iniciais

AVISO: O uso exc excessivo ssivo e desnecessário de poções e feitiços podem resultar em envenenamento, danos colaterais e a reversão da cura, cujas sequelas podem chegar a ser irreparáveis. Não apress apresse sse a cura e busque conselhos.

-Aquele que tiver as mãos mais frias é o mais apropriado para o tratamento de enfermos. -Auxilio é sempre bem vindo, por isso não negue ajuda. -Procure lugares limpos e claros para o tratamento. -E, acima de tudo, mantenha a calma. Se você está nervoso, imagine aquele que precisa de sua ajuda.

4


Legendas

Pro Procedimentos: (fácil) -> Indicam facilidade de execução. Alunos com um mínimo de experiência podem executá-lo. (médio) -> Exigem um pouco mais de experiência. Alunos a partir do quarto ano podem fazê-lo com alguma prática. (difícil) -> Alunos do sexto ano podem fazê-lo desde que tenham conhecimentos prévios e prática. Medidas: Uma medida -> Equivale à um copo Americano médio, ou 190ml. Frascos simples geralmente comportam essa quantidade. Uma dose -> Um gole, ou 50ml. Para aplicação de poções e/ou pomadas: Absolutamente tudo deve estar limpo. As mãos de quem aplica, o ferimento a ser tratado, qualquer pano a ser utilizado (e todos deverão ser de algodão). Não espalhe, apenas aplique. Evita contágio e incômodo por parte do enfermo. Testes de reflexo: Uma batida leve no joelho, a contração das pupilas em contato com a luz, o encolhimento dos dedos quando espetados indicam que os reflexos da pessoa estão em ordem. Até mesmo uma pessoa adormecida as possui. No caso de inconsciência, as primeiras coisas a se checar são os batimentos cardíacos e reflexos, que vão indicar ou não a gravidade da situação.

5


Casos simples

Dores de cabeça O primeiro passo é descobrir a origem da dor de cabeça. Se for algum corte ou pancada, primeiro se trata do ferimento. Caso a dor permanecer ou se for uma simples dor de cabeça, tratar com duas doses da poção Sacebak. A poção terá efeito se o enfermo permanecer em repouso por 10 minutos, e estará livre da dor. Se for resultado de uma ressaca, a pessoa dever ser mantida em repouso, fora de muita luz. Beber muita água e ingerir uma dose de Sacebak. O efeito passará em até meia hora. Se tiver em mãos, uma medida de CPDCR substitui todos esses procedimentos e fará o efeito passar em 10 minutos.

Febre, gripe e resfriado (simples) Um é frequentemente confundido com o outro, por isso, no geral, uma medida de poção apimentada é dada. Se permanecer o mal estar, deixe o enfermo de repouso em um lugar fresco e coberto, colocar um pano úmido na testa e lhe dar uma dose de super cura. Se com conhecimento de plantas, dê um chá de sabugueiro preto.

Ferimentos Ferimentos (simples) Níveis do ferimento:

6


Hematomas -> (fácil) Lesões causados por algum baque, causando um trauma na pele dando uma aparência nas cores vermelho, verde, roxo ou roxo escuro. Não são sérios, só dolorosos. Ingerir uma colher de sopa de poção de cura simples. Em casos extremos, usar o feitiço “Anestecsi” diretamente no local. O efeito de anestesiante é de uma hora. Arranhões -> (fácil) Lavar com água limpa e usar o feitiço “Tergeo”. Para fechar, basta umedecer um algodão com a poção de super cura, aplicar no local e deixar por 2 minutos. Cortes -> (fácil) Lavar com água limpa, usar o feitiço “Tergeo” e enfaixar. Caso seja muito grande, tomar uma medida de cura simples. Para ajudar na cicatrização, umedecer um algodão com super cura e aplicar no local por 5 minutos.

Perda de consciência Todo desmaio é perda de consciência, mas nem toda perda de consciência é um desmaio. Ao desmaiar, a pessoa ficará sem respirar, a perda de consciência dura segundos (normalmente) e, se não por falta de ar, volta a acordar, possivelmente bastante atordoada. Esse pode ser um dos sintomas para situações piores, como doenças e parasitas. Por isso, deve-se descobrir a origem e tratar como se deve. Cheque sua respiração para saber se é um desmaio. Caso seja e ela demore a acordar, use o feitiço “Rennervate”. Em longas perdas de consciência Falta de ar -> (fácil) (Ver “Afogamento” em Casos Graves) Um dos casos que mais se necessita de tratamento imediato. Quanto maior o tempo da vítima sem ar, maiores são os danos. O primeiro passo é dar espaço para o enfermo. Se ele foi privado de ar de alguma forma que não seja água (espaço fechado, asfixia, entre outros), deverá voltar a respirar normalmente sozinho assim que lhe for cedido oxigênio. Se não, verifique rapidamente se ele está engasgado. Se sim (médio), coloque a pessoa ereta e pressione com

7


força sua barriga até que o que obstrui a garganta saia. Para aqueles que dominam o feitiço, “Respirate” pode ser usado. Fraqueza -> (fácil) Por exaustão ou por alimentação inadequada, nos dois casos a pessoa deve ficar de repouso e observação. Primeiro alimentação adequada, água, uma dose de revigorante na hora e outra em até 12 horas depois, e assim sucessivamente até que melhore. Coma -> (médio) Quanto à esse estado, nada se pode fazer para revertê-lo. É o estado em que a pessoa perde completa ou totalmente a consciência e não têm reações cerebrais cognitivas espontâneas. Para saber se a pessoa está em coma, basta fazer os simples teste de reflexos. A pessoa em coma responde pouco ou nada à eles. Sabe-se, porém, que está viva. Como não há tratamento, tudo o que se pode fazer é manter a pessoa nutrida de forma intravenosa e manter o corpo seguro e confortável. Para evitar ulcerações de falta de modificações nas posições, alguém deverá constantemente fazer exercícios básicos do enfermo.

Perfurações (simples) Se fincado por espinho, por um objeto pontudo ou até pela ponta de um salto agulha, o machucado, por menor que seja, não pode ser ignorado sob o risco de infecção. Primeiro, certifique-se se havia ou não algum veneno ou outra substância no objeto (caso haja, consulte “Envenenamento” em Casos Graves). Depois lave bem com água corrente e sabão e aplique um pouco de super cura no local com algodão. Se a perfuração for muito grande, ingerir uma medida de cura simples e fazer um curativo.

Petrificação por basilisco

8


De fato a presença de um basilisco é grave, mais ainda alguém ter quase morrido por ele. Mas o tratamento de sua petrificação é fácil. Como a pessoa estará petrificada, todo o seu organismo também o está, então ela não necessitará de comida ou água. O fato só se agrava se passarem anos de petrificação. Para a reversão, o chá de sumo de mandrágoras maduras ingerida em duas medidas, somente. A pessoa acordará da mesma forma que fora petrificada. Possivelmente assustada e atordoada, explique-a com calma e dê-lhe uma dose de calmante.

Queimaduras (simples) Lembrete: queimaduras podem ser causadas por calor ou frio. Níveis de queimaduras: 1º grau -> (fácil) Aparentará vermelhidão e irritação. É a queimadura que atinge apenas a epiderme, a primeira camada da pele, mais comumente causada por tempo demais sob o sol. Uma medida da poção anestésica e aplicar a pomada para curar queimaduras no local. Caso seja no corpo todo, ingerir uma dose de cura simples. A cura total é em algumas horas. 2º grau -> (médio) Muito mais dolorosa e com a presença de bolhas. Não estoure as bolhas e nem cubra com nada além do necessário. Caso tenha sido provocada por algum reagente químico, lavar em água corrente até que a substância saia completamente. Aplicar a pomada para curar queimaduras no local, dar uma dose de poção anestésica e, se em grande parte do corpo, uma dose de super cura. A cura total é em até uma semana.

Surto de arrotos Causados pelo conhecido “pó de arroto”, esses arrotos são fáceis de lidar, embora incômodos. Caso tenha em mãos, o chá de poejo na quantidade de duas medidas acaba com o surto em alguns minutos. 9


Caso não o tenha, a pessoa deve beber muito líquido (sem pó de arroto) até que todo o resquício de pó saia de sua garganta e esôfago. Ou seja: até parar de arrotar.

Torção (médio) Torções não são luxações nem ossos quebrados. Os ligamentos das juntas são muito alongados provocando o rompimento parcial ou total. A região fica inchada, bastante dolorida, arroxeada e quente. O local deve ser imobilizado com uma tala e anestesiado com o feitiço “anestecsi” ou o enfermo deve ingerir uma dose da poção anestésica. Duas doses de poção de super cura devem ser ingerida pelo enfermo uma vez de manhã e outra a noite durante uma semana e compressas frias no local uma hora por dia. Terminada a primeira semana, a super cura deve ser substituída por cura simples. Nesse procedimento, a cura total da torção será em um mês. Em um hospital medibruxo, o tratamento é reduzido para dois dias.

10


Casos graves

Afogamento (difícil) Outro caso que precisa-se de socorro imediato, cuja demora pode resultar em danos irreparáveis ou na morte da pessoa. Segue a baixo o processo de RCP (Reanimação Cardiopulmonar):

-Verifique o estado de consciência da vítima, perguntando-lhe em voz alta: "Posso lhe ajudar".- Coloque a vítima em decúbito dorsal sobre uma superfície dura. - Verifique se a vítima está respirando. -Realize a hiperextensão (esticar o máximo que puder) do pescoço. Esta manobra não deverá ser realizada se houver SUSPEITA DE LESÃO NA COLUNA CERVICAL - neste caso realize a tração da mandíbula, sem inclinar e girar a cabeça da vítima. - Verifique se as vias aéreas da vítima estão desobstruídas aplicando-lhe duas insuflações pelo método boca-a-boca. -Verifique se a vítima apresenta pulso, caso negativo inicie a massagem cardíaca externa. - Posicione as mãos sobre o externo, 02 cm acima do processo xifóide.

11


-Mantenha os dedos das mãos entrelaçados e afastados do corpo da vítima. - Mantenha os braços retos e perpendiculares ao corpo da vítima. -Inicie a massagem cardíaca comprimindo o peito da vítima em torno de 03 a 05 cm. -Realize as compressões de forma ritmada procurando atingir de 80 a 100 compressões por minuto. - Caso esteja desacompanhado deve intercalar duas insuflações a cada 15 compressões. Se estiver acompanhado de outra pessoa com o devido treinamento, deve intercalar uma insuflação a cada 05 compressões. Se ela voltar a respirar, vai cuspir tudo o que estava no pulmão, portanto vire sua cabeça de lado e deixe que ela ponha tudo par fora. Após isso, dê-lhe uma medida de Wiggenweld.

Amputamento (perda (perda de algum membro do corpo) Seja por corte, queimadura de quarto grau, congelamento de terceiro grau ou esmagamento, a perda de um membro é clara no momento em que não se sente mais ele. No caso das três últimas, pode-se manter o membro ali por até algumas horas. Depois disso, iria infeccionar. O melhor é a amputação. (médio) E quando se perde um membro, sangra-se muito. Caso deseja recuperar o que foi perdido, congele a parte cortada e o membro perdido. A região deve ser paralisada, ou toda a pessoa (aconselhável) e deve ser levada o mais rápido possível à um hospital. (difícil) Se não deseja a recuperação ou se o membro foi perdido, lave a ferida com água corrente, limpe com “Tergeo”. Em hospitais tem-se um método menos doloroso, mas, em casos graves, cauterize a região com ferro quente.

12


Ataque de Sectumsempra A aparência de alguém que foi atacado pelo feitiço é bastante clara e só confundida com alguém que sofreu ataques massivos de navalhas cortantes. A pessoa terá cortes que aparecerão com velocidade absurda e sangrará até a morte a menos que seja atendida o mais rápido que puder. (difícil) Apontando para cada ferimento, pronuncie “Vulnera Sarneo”. Não embole as palavras e não hesite em dizê-las. Quanto mais firmeza aos serem pronunciadas, mais rápido será o efeito. Isso irá parar o sangramento, mas não fechar os cortes. Uma medida de super cura e aplicando-se uma gota no local é o suficiente para fechar, mas deixará cicatrizes. Para evitar isso, aplique gotas de essência de ditamno nos cortes usando um algodão úmido. Quanto mais rápido tratado com ditamno, menores são as chances de haver cicatrizes. Logo após, uma medida de repositório de sangue, uma dose de revigorante e repouso por 12 horas.

Envenenamento ou intoxicamento (fácil) Pode ser causado por vários fatores: ingestão inadequada de poções, uso de ervas venenosas, picada de animais peçonhentos, intoxicamento por alimentos, etc. Cada um é tratado de forma diferente: No caso de ingestão: Antes de tudo, se a pessoa acabou de ingerir, ela deve vomitar tudo até que seu estômago fique vazio outra vez. Se não conhecer o veneno, dê uma dose de antídoto. Se possuir em mãos, um bezoar ingerido resolve todo o problema. Caso não tenha nenhum, faça o enfermo comer uma pedra de carvão inteira e que ele fique em repouso até o mal-estar passar. Depois lhe dê uma medida de revigorante ou uma de cura simples.

13


No caso de animais peçonhentos: No caso de picadas, previna-se sugando imediatamente a maior parte possível do sangue contaminado (nem pense em engolir) e procure imediatamente um antídoto. Cobra -> Ingerir uma medida de poção simples contra picada de cobra. Aranha -> Ingerir uma medida de poção simples de cura contra picada de aranha. Para outros animais, ou se haver alguma dúvida de que animal foi, tome uma dose de antídoto e observe atentamente se haverá alguma alteração. Basilisco: Seu veneno é mortal, e a menos que possua lágrimas de fênix, paralise a pessoa imediatamente como “vive mortis” e busque ajuda, ou ela morrerá em minutos.

Fraturas Se a fratura for exposta, ficará óbvio se está quebrado. Caso não, a área fica muitíssimo dolorida, inchada e arroxeada. Frequentemente confundida com uma torção, nesse caso a dor é extrema e o que é suportável na torção não o é na fratura. Ela ocorre geralmente na região central da extensão do osso, raramente nas extremidades. (médio) Um simples “Reparo” não consegue reverter isso, muito menos dizer o feitiço “remendo” sem conhecer as propriedades básicas da anatomia humana. Um erro e tudo irá piorar. O que alguém inexperiente pode fazer é imobilizar o local com uma tala, enfaixar e anestesiar para que o enfermo não sofra muito. Uma medida de cura simples e ir imediatamente atrás de alguém que possa emendar o osso pra evitar danos posteriores e de difícil recuperação.

14


(médio) No caso de fratura exposta, anestesiar a pessoa, lavar com água corrente e imobilizar. Paralisar o enfermo é a melhor opção para que não haja danos piores durante sua locomoção. Congele o local por onde o osso sai para evitar hemorragia. Procure imediatamente auxilio. (difícil) O mesmo deve ser feito em casos mais extremos, como o de uma costela perfurando o pulmão. Primeiro, paralise a pessoa. (ATENÇÃO, ESSE MÉTODO É EXTREMAMENTE DELICADO E PERIGOSO) Uma incisão deverá ser feita próxima ao local perfurado (na dúvida, dois dedos abaixo do seio, nunca no centro) e congelar a parte interna da vítima, apenas o suficiente para estancar a hemorragia. Procure um hospital imediatamente. O feitiço “Vive Mortis” também pode ser utilizado, mas existem empecilhos: Usá-lo requer muita energia de quem o conjura, além de, se passadas horas sob o efeito desse feitiço, o enfermo poderá ter danos generalizados em seus sistemas em causa do longo tempo de paralisia.

Mordidas (difícil) Geralmente arrancam pedaços e doem absurdamente. Nesses casos, anestesie a pessoa com a poção anestésica ou com o feitiço “Anestecsi”, lave com água corrente e use o “Tergeo” imediatamente. Umedeça um pano de algodão limpo com super cura e cubra o local por 10 minutos. Dê ao enfermo uma medida de poção de super cura. Caso a perda de sangue tenha sido muita, dê também uma dose de poção para repor o sangue. No caso de mordida de dragão, que demoram bastante para cicatrizar, siga o mesmo procedimento com o acréscimo de uma medida da poção para cura de mordida de dragão, e o machucado sarará na velocidade de um machucado comum.

Perfurações (complexas)

15


Quando qualquer objeto atravessar a carne humana, deve ganhar imediata atenção. O rompimento das veias em grande quantidade pode resultar em uma hemorragia interna incontrolável. Pernas e braços atingidos: (difícil) Se o objeto ainda estiver preso na carne, remova-o com firmeza. É extremamente contra indicado o uso de feitiços como “Accio” para a retirada. Na dúvida, utilize as mãos. Aquele que manusear deve conter as mãos frias. Durante a retirada, provavelmente haverá uma hemorragia. Não se assuste. (médio) Se o objeto não estiver mais lá, lave com água corrente, utilize o feitiço “Tergeo” para estancar a maior parte da hemorragia, verifique se não há corpos estranhos no ferimento (como um pedaço de tecido), use a poção super cura: uma medida ingerida pelo enfermo e gotas no ferimento. Para a cura completa, todos os dias, uma dose de cura simples deverá ser ingerida até o fechamento da perfuração. Caso seja muito grande, há duas opções: cauterização ou sutura. Tronco e cabeça: (médio) No geral, quando há alguma perfuração acima do pescoço, a morte é imediata. Se por ventura a vítima sobreviver, paralise-a, congele a perfuração e busque socorro imediatamente. Caso as perfurações sejam nas bochechas, nariz ou lóbulo da orelha, o tratamento pode ser o mesmo que o de pernas e braços. (médio) Se a perfuração foi em alguma parte do tronco e ainda estiver lá, deixe. Há menos que possua conhecimentos complexos de anatomia humana, não dará conta de estancar a hemorragia de um possível órgão perfurado. Congele o ferimento, lhe dê uma medida de super cura e uma dose de repositório de sangue, paralise a pessoa e busque ajuda médica. (difícil) Caso o objeto não esteja mais lá, terá de arriscar e ser ainda mais rápido. Lembre-se: calma. O nervosismo é a chave para muitos erros. Limpe o ferimento, verifique se não há corpos estranhos na perfuração, use o feitiço “Tergeo” e aplique gotas de super cura no local. Se tiver ao alcance, essência de ditamno cauteriza o ferimento. O risco está em fechar erroneamente, por isso, evite o ditamno ao máximo.

16


Dê à pessoa uma medida de cura simples e uma dose de repositório de sangue, congele a perfuração, paralise-a e busque ajuda médica. Se tiver os conhecimentos da anatomia humana ou não tiver escolha, para fechar, basta a sutura ou cauterização. Queimadura de 3º grau São queimaduras nem um pouco bonitas e não doem, pelo fato de queimar e profundamente ao ponto de destruir as terminações nervosas. O que dói nesse tipo de queimadura são as de segundo e primeiro grau ao seu redor. A pele queimada até o terceiro grau já está morta, e não há como reverter. (médio) Aplicar na região a pomada contra queimaduras, dar ao enfermo uma dose de anestésica e uma de super cura. A cura total varia com a gravidade da queimadura. Até que a pele morta se solte naturalmente e outra cresça no lugar, podem se passar meses. Durante esse tempo, duas doses de super cura devem ser ingeridas de manhã e a noite e a pomada aplicada até que a pele morta se solte.

17


Métodos de sutura e cauterização

E quando um machucado deve ser fechado e não se sabe o feitiço ou que ele tenha sido provocado por um feitiço das trevas e não há como fechá-lo com magia, essas são as saídas, bastante trouxas. Sutura Feito geralmente em cortes profundos para ajudar a cicatrização. Seu processo de cicatrização é mais lento e pode render cicatrizas se não bem manuseada. O descuido ou não repouso de quem a tiver pode arrebentar a linha numa simples contração dos músculos. Ela exige mais cuidado. A agulha recomendada é a curva feita de osso de dragão, pode-se usar outras desde que seja fina. Linha de tripa de gato ou fio sintético (outras podem causar reação de infecção). A agulha deve ser lavada em álcool, fervida em água quente e levemente queimada no fogo antes do uso. A linha deve ser nova, JAMAIS reutilizada. Durante o processo de costura, é aconselhável que a região esteja anestesiada. A costura deve ser firme, limpa e reta. Finalizada com nada mais que um nó, aplica-se um algodão úmido com super cura sobre ele, feito que deve ser repetido diariamente até que os lados da pele se unam numa cicatrização amena. Cauterização

18


A melhor opção quando não há outra forma de estancar a hemorragia. Certamente a mais dolorosa e alguns dos métodos podem deixar cicatrizas. Para usá-lo, a região deve estar anestesiada e a pessoa, de preferência, não deve olhar. Há várias formas de cauterização. A melhor, que não deixa cicatriz, é com essência de ditamno aplicada diretamente no local. Outra é com reagentes químicos, como o nitrogênio, método pouquíssimo recomendável, pois, além de muito dolorosa, o não conhecimento ou a aplicação errada da substância pode gerar sequelas piores que uma cicatriz feia. Há também o método trouxa que consiste em usar um metal quente. O metal (geralmente uma faca de aço) deve ser colocado entre labaredas até que atinja uma cor incandescente. A pele deve ser unida o máximo e o metal pressionado contra ele por 5 segundos. Depois deve ser coberta de gelo e coberta por uma camada de pomada contra queimaduras. Ingerir uma medida de cura simples.

19


Poções úteis

Anestésica – Anestesia aquele que a ingere. Antídoto simples – Usado como antídoto de envenenamento, principalmente quando não se sabe a origem. AntiAnti-paixão – Antídoto contra poções do amor. Apimentada – Cura resfriados simples em apenas dez minutos. Calmante – Uma poção que acalma os nervos e as pessoas ansiosas. Tem o mesmo efeito da Poção da Paz. Contra picada de cobra – Como o próprio nome já diz, serve como antídoto para o veneno de cobras. Curabocal – Contra herpes ou câncer bucal. Usada no tratamento de inflamação bucal (at). Cura para mordida de dragão – Usada para acelerar a cicatrização de uma mordida de dragão. Cura contra picada de aranha – Contra veneno de aranhas, como acromantulas. Cura para dor de cabeça de ressaca – Bebida que repõe os líquidos e sais minerais de alguém que bebeu demais e acaba com a dor de cabeça em minutos. Tem um gosto horrível. Cura simples – Pouco menos potente que a Wiggenweld. Drenhose – A pessoa que a ingerir dorme em apenas 10 minutos e pode dormir direto por 12 horas, a menos que alguém a acorde antes. Não há sonhos com este sono. Esquelece – Faz ossos crescerem e tem um gosto horrível. 20


MataMata-cão – Específica para lobisomens, faz com que, durante sua transformação, ele fique menos agressivo e ligeiramente consciente do que faz. Para curar furúnculos – Para cura de furúnculos e contra acne e oleosidade. Para desinchar – Ingerida, faz a área inchada desinchar. Para repor sangue – Repõe a quantidade normal do sangue em algumas horas. Dependendo da quantidade perdida, minutos. Revigorante – Usada para repor as forças. Sacebak – Poção contra dores de cabeça. Sono Simples – Como o próprio nome já diz, faz com que a pessoa duma tranquilamente por uma hora. Seu sabor é quase imperceptível. Uma medida basta por pessoa. Super Cura – Utilizada para curar machucados difíceis de cicatrizar. Wiggenweld – Poção que restaura as forças físicas e mágicas de quem a ingere.

21


Feitiços úteis

Anestecsi – (difícil) Anestesia o local apontado. Consciu – (médio) Mantêm uma pessoa consciente. Principalmente usado quando há pancadas muito fortes na cabeça, quando a pessoa não deve dormir de maneira alguma. Doaid – (médio) Faz um curativo simples no machucado apontado com a varinha; Enervate – (fácil) Acorda uma pessoa estuporada. Episkey – (médio) concerta pequenas fraturas, mas principalmente narizes quebrados. Também cicatriza pequenos ferimentos com a devida concentração. Férula – (médio) Faz ataduras enrolarem no local apontado. Finite Incantatem – (fácil) Finaliza feitiços simples lançados no enfermo, como “cara de lesma”. Se o enfermo estiver sofrendo de algum ataque de algum feitiço e há dúvida no que fazer, use-o. Hurtmutere – (médio) Alivia a dor, não com a potência de um anestesiante. Ilcorporis – (difícil) Um excelente identificador de problemas, que indica exatamente onde está a enfermidade no corpo com um luz esverdeada e serve também como raio-x para encontrar fraturas. Locomotor ocomotor Mortis – (médio) Paralisa as pernas da pessoa em casos mais agressivos. Não é recomendável, pois sempre é bom saber o que o enfermo está sentindo, e para isso ele deve se mexer. Respirate – (difícil) Abre as vias nasais para a entrada de ar. Pode ser usado em caso de engasgo. Rennervate – (médio) Desperta uma pessoa desmaiada (ineficaz com pessoas estuporadas). Vale lembrar que despertar sozinho é a melhor forma de evitar sustos desnecessários. Tergeo – (fácil) Limpa e estanca o sangue de machucados simples. 22


Vive Mortis – (difícil) O enfermo fica paralisado de forma que sua enfermidade não progredirá até que se lance o contra feitiço “Revive Mortis”. Exige muita energia de quem o conjura e sua utilização além de fins medicinais são punidos com altas multas. Vulnera Sanetur – (médio) Para que orelhas apodrecidas voltem ao normal.

23


Plantas úteis

Atenção: É necessário o conhecimento prévio da planta: suas propriedades, aparência e modo de usar. Caso não tenha o conhecimento de um ou mais desses requisitos, não arrisque.

As plantas aqui listadas são de efeitos simples. Alcaçuz – Propriedade laxativa. Alecrim – Calmante. Angélico – O suco devidamente aplicado tem propriedades sedativas. Camomila – Calmante. Erva Benta – Tônico adstringente. Em caso de muito catarro. Erva Ru Ruginina – Em casos de muito catarro. Expectorante e descongestionante. Flor de lis – Em compressas, é usada no tratamento de conjutvites e inflamações dos olhos. Hortelã – Para pessoas com crises de vômito e contra o mau-hálito. Propriedades tônicas. Japecanga – Ótimo depurativo e usado contra febres. Limão – Contra enjôos, mal-estar, dores estomacais. Bom depurativo e pode ser usado na limpeza de feridas. Malva – Tratamento de dores bucais (gengivas, dentes, etc). Calmante. Mentrasto – Para dores em geral. Morangueiro – As folhas são usadas no tratamento de ulcerações. 24


PinhãoPinhão-bravo – Para acelerar cicatrizações. Primavera – Usada no tratamento de reumatismo, contusões e artrite. Dado para pessoas histéricas. Sabugueiro – Contra gripes e resfriados. Usado no tratamento de furúnculos, verrugas e queimaduras. Salgueiro negro – Para febres simples. Fazer chá. Salsa – Para picadas de insetos. Sálvia – Revigorante. TimbóTimbó-dede-raiz – Analgésica. TrêsTrês-folhasfolhas-vermelhas – Contra febres. TrevoTrevo-cheiroso – usada no tratamento de conjuntivite e expectorante. Velame – Depurativa forte.

25


Fevereiro de 2012 26


Medibruxaria - RPG Hogwarts Live School