Issuu on Google+

VOLUME VII Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts Kennedy Hummel


Hogwarts Live School


DEFESA CONTRA AS ARTES DAS TREVAS

VOLUME VII Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts Kennedy Hummel


Criaturas — Inferi Inferius são seres das trevas semelhantes a zumbis. Mortos que foram reanimados por bruxos das trevas por meio de Necromancia e que, por isso, terão de servi-lo como seu senhor. Não possuem vontades próprias nem podem pensar. São literalmente escravos. Não gostam de luz nem calor. Procuram sempre habitar a escuridão e lugares frios. Como eles não sentem dor, não é qualquer feitiço que produz efeito. Deve ser utilizado um feitiço que uma as coisas que os Inferi mais odeiam: luz e calor. Um feitiço que faz essa junção é o Firestorm.

— Basilisco É inimigo mortal das aranhas e dos grifos. É uma cobra gigante dotada de poderes mortais, tais como: Ao olhar diretamente para os olhos de um basilisco, a pessoa morre. Ao olhar não diretamente, a vítima fica em um estado de coma profundo. O seu veneno é muito potente e é capaz de matar uma pessoa em poucos minutos, tendo como único antídoto lágrimas de fênix. Os Basilíscos são mortais apenas ao canto de um galo. Para isso existe o feitiço Gallus.


Horcrux Uma Horcrux é um objeto no qual foi inserido parte da alma de um bruxo. Desta forma, o bruxo nunca poderá morrer, pois estará sempre ligado ao mundo dos vivos, pelo menos enquanto a Horcrux existir. Quando a alma entra em um objeto, não pode ser transferida para outro. O primeiro passo a ser dado para criar uma Horcrux é matar. Matar rompe a alma e desta forma um dos fragmentos rompidos poderá inserir-se no objeto. Porém, após o assassinato, deve-se pegar o objeto cujo qual deseja fazer como Horcrux e prepará-lo para receber a pedaço de alma. Essa preparação é feita via ritual de magia negra. O primeiro bruxo a criar uma Horcrux foi Herpo, O Sujo, que fora um bruxo das trevas extremamente ligado às forças das trevas. Lord Voldemort foi o único bruxo que conseguiu ter mais do que uma Horcrux. Um bruxo possuidor de Horcrux sofre muito com os efeitos colaterais, tais como: Instabilidade, Aparência, Desumanização e o temido Limbo. Existe também a Horcrux Temporária. Uma Horcrux Temporária é quando o fragmento de alma invade o corpo de outra pessoa e reside nela por algum tempo. Quando a alma deixa o corpo, a Horcrux Temporária morre. As Horcruxes podem pensar por si próprias e possuem habilidades mágicas especiais, como, por exemplo, influenciar as pessoas que estão por perto, deixando-as irritadas, tensas, sombrias e etc. Pessoas que são fracas emocionalmente podem ser possuídas por Horcruxes e fazer tudo o que eles mandarem. Pessoas que não possuem uma essência má em si possuem grande dificuldade para conjurar seus Patronos quando estão perto de Horcruxes, pois é difícil mentalizar sua lembrança feliz quando se está tão perto de energias das trevas. Entretanto, bruxos “do mal” ficam mais fortes quando estão por perto de uma Horcrux ou qualquer outro objeto das trevas. Destruir uma Horcrux não é fácil. Elas são muito poderosas e resistentes. Há apenas duas formas conhecidas de destruir uma Horcrux: Usando Fogomaldito ou veneno de Basilisco. São os elementos que conseguem destruir uma Horcrux. Além disso, uma Horcrux pode ser desfeita pelo seu próprio dono. Basta ele se arrepender e ter remorso. O remorso vai destruir a Horcrux. Mas isso causa uma dor gigantesca no portador e ele provavelmente morreria no decorrer do processo.


Maldições Imperdoáveis Existem diversas maldições, visando o fato de que a maioria delas tem como principal fim prejudicar, ferir ou até mesmo matar. Mas apenas três são consideradas imperdoáveis. São elas: Maldição Imperius, Cruciatus e a Maldição da Morte, popularmente conhecida como Avada Kedavra. Usar qualquer uma dessas três é terminantemente proibido, e quem o fizer será levado à Azkaban para cumprir prisão perpétua.  Maldição Imperius Controla uma pessoa, fazendo-a uma espécie de escravo do conjurador. Imperius não controla a mente do alvo, então ele fica consciente do que está fazendo, mas não pode dizer nada nem impedir. Quando o efeito da maldição é cessado a pessoa não se lembra de nada que fez. Pode ser usado em humanos e criaturas. Se treinar muito, muito mesmo, e tiver uma força de vontade realmente forte o alvo atingido pela maldição pode sair do controle da mesma. O efeito visual é uma fumaça amarelada sendo conjurada e indo de encontro ao alvo.  Maldição Cruciatus Provoca uma dor excruciante no alvo e para ser conjurado corretamente deve-se estar com vontade de fazer o alvo sofrer, não basta só pronunciar o feitiço. Apenas bruxos experientes podem conjurá-lo sem a total necessidade de querer fazer o oponente sofrer. Pessoas que ficam muito tempo sobre efeito desta maldição acabam ficando com problemas psicológicos sérios e irreversíveis. O efeito visual pode ocorrer ou não, é uma escolha do conjurador, caso ocorra é um filete de feitiço em uma cor azul claro.  Maldição da Morte Mata qualquer ser vivo em que encostar, não deixando sinal algum. Exige uma força interior mágica e espiritual enorme para ser conjurado, tornando-se, assim, um feitiço muito complexo. Seu nome vem da palavra Aramaica 'Avada' que significa 'Eu destruo/Eu mato'. A palavra Kedavra pode ser traduzida como 'Como eu falo'. Sendo assim, Avada Kedavra significa 'Eu mato quando falo'. O efeito visual é um potente raio de cor verde esmeralda.


Feitiços — Firestorm Ele cria labaredas de fogo enormes que, apesar da dimensão, podem ser controladas perfeitamente pelo seu conjurador se, é claro, este possuir experiência. — Partis Temporous Este feitiço abre passagens em barreiras feitas de elementos naturais (fogo, água, terra e vento). É muito poderoso e pode abrir lacunas de dimensões extremamente grandes. — Salvio Hexia Feitiço de proteção. Quando há inimigos por perto, eles não podem ver você, nem seus amigos, seus pertences e etc. É uma espécie bolha que deixa o que está em seu interior invisível caso as pessoas que estão do lado de fora possam lhes fazer mal. — Fianto Duri Este feitiço deixa barreiras de proteção mais poderosas. Por exemplo, após conjurar os feitiços Protego Maxima, Cave Inimicum, Salvio Hexia e afins, o bruxo pode conjurar o Fianto Duri por último para reforçar a barreira. Corpos que ultrapassarem uma barreira protegida pelo Fianto Duri irão se desintegrar. — Gallus Captura o canto de um galo que estar cantando durante a meia-noite, ou seja, quando o galo cantar, pegue a varinha, aponte para o mesmo e diga Gallus. Desta forma o canto ficará gravado na varinha e poderá ser utilizado quando necessário. — Protego Maxima Feitiço de proteção. Cria uma barreira poderosa no local que impede que feitiços atinjam quem/o quê estiver dentro. — Protego Nerus


É semelhante ao Protego simples. Ao ser conjurado, produz uma barreira em sua frente que irá lhe proteger de ataques ofensivos. Porém, o Protego Nerus é extremamente mais poderoso. É capaz de defender ataques fundamentados em magia negra, feitiços de impacto fortes e também defende feitiços de efeito. — Vital Reflectus Feitiço capaz de deter a Maldição Avada Kedavra. Ela age como uma armadura, fechando-se ao redor do seu corpo. Este feitiço deve ser conjurado antes do ataque, como uma espécie de garantia, porque ele demora alguns segundos para se fechar ao redor do corpo. Caso seja atacado e então o conjure, será atingido antes. Este feitiço deixa o conjurador fraco, pois ele usa uma porcentagem alta de energias positivas do corpo do bruxo, pois é isso que irá protegê-lo. — Finite Necromagica Desfaz criações das trevas – objetos, criaturas, etc. — Ignis Sangue É o contrafeitiço da maldição Sangue Glaciare – maldição que faz o sangue que há no corpo do alvo ir congelando lentamente até a pessoa morrer. O contrafeitiço vai esquentar o sangue, se sobrepondo aos poucos sobre o efeito do Sangue Glaciare. — Vive Mortis Este feitiço é utilizado em casos de vida ou morte. Quando alguma pessoa estiver morrendo e nada puder ser feito no momento para resolver a situação, pode-se utilizar este feitiço. Ela será paralisada em sua forma total, impedindo o avanço da doença ou da situação, não deixando a pessoa morrer. Feito isso, o mais indicado é levar a pessoa para um Medibruxo e ele reverterá o feitiço e cuidará do caso.



Defesa contra as artes das trevas 7° ano - RPG Hogwarts Live School