Page 1

VOLUME IV Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts Kennedy Hummel


DEFESA CONTRA AS ARTES DAS TREVAS

VOLUME IV Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts Kennedy Hummel


Criaturas — Lobisomens A palavra “Lobisomem” vem da junção das palavras “Lupus” e “homem”, ou seja, o homem-lobo. Além de lobisomem, também podemos chamá-los de Licantropo, e o fato de eles serem lobisomens de Licantropia. Uma pessoa pode virar lobisomem bebendo o sangue de outro lobisomem, recebendo o poder de se transformar e ser mordido por outro lobisomem ou então pela própria procriação, ou seja, um homem que já é lobisomem ter relações sexuais com uma mulher na noite de lua cheia. Se ela vir a engravidar, o filho será um lobisomem. As chances são bem remotas, mas acontece. Eles se transformam nas noites de lua cheia e saem por aí a procura de sangue. A preferência deles é o sangue humano. Um dos motivos para essa preferência é que deste modo eles passam a maldição à diante. A aparência de um Lobisomem é: Um com metade do corpo normal e a outra metade de um lobo. Ou um lobo com poucos pelos e uma silhueta humana. Quando está transformado perde totalmente o raciocínio e ataca qualquer pessoa, seja esta quem for. Mas para isso existe a Poção do Acônito ou também conhecida como Poção Mata-Cão. A poção não cura a licantropia, e sim suaviza a irracionalidade do lobisomem, fazendo com que o lobisomem fique calmo durante a lua cheia. O criador dessa poção foi Dâmocles Belby.


— Barrete Vermelho São mais encontrados na fronteira entre a Inglaterra e Escócia. Os Barretes Vermelhos são perigosos e pequenos, tem a forma de velhos anões, olhos vermelhos brilhantes e suas garras são muito afiadas. Usam botas de ferro e uma bengala pontiaguda. Poderiam ser confundidos facilmente com alguém de idade. Costumam assassinar viajantes que deixam suas moradias. Seu nome, Barretes Vermelhos’’, vem do ato de que quando matam suas vítimas, tingem seus chapéus com o sangue das mesmas. Eles fazem isso porque um dos seus pontos fracos é que se o chapéu deles secar, ele morrem. Outro modo de destruir Barretes Vermelhos é ler alguma escritura sagrada em voz alta, como por exemplo, a Bíblia. O Barrete Vermelho irá gritar agudamente, e explodirá deixando para trás apenas um de seus dentes pontiagudos. Eles podem ser chamados de Chapéus sangrentos também. São classificados pelo Ministério da Magia como criaturas de nível xxx de periculosidade.

— Gorgonas Provém da mitologia grega. Eram lindas mulheres, até serem amaldiçoadas por Atena, que as condenou a transformar tudo o que olhassem em pedra. Além disso, transformou seus cabelos em serpentes venenosas, os dentes passaram a ser de javalis, e as mãos e pés vivaram bronze gélido.


Mesmo quando tem a cabeça dissipada, ela continua a transformar o que olha em pedra, e suas serpentes permanecem vivas. Para matá-las deve-se transforma-las em pedra. Então, cortar sua cabeça com o feitiço.

— Aparições Sobrenaturais As Aparições Sobrenaturais são divididas em três grupos. Falaremos abaixo sobre os mesmos:  Fantasmas São espíritos das pessoas que morreram, mas continuam no mundo dos vivos. Eles continuam aqui porque logo após a nossa morte, nós passamos por uma seleção onde escolhemos se queremos seguir em frente e ir para o “além”, ou se queremos voltar para este mundo na forma espectral. É o grupo que menos provoca incômodo. Procuram aproveitar a sua “vida” após a morte da maneira mais calma possível.


 Poltergheist Eles gostam de assustar os outros, fazer barulhos estranhos e muito mais. No fenômeno Poltergeist, o espírito tem como principal meta mostrar seu poder e assustar/incomodar os que estão ao seu redor. Pirraça “vivia” em Hogwarts alguns anos atrás e era um Poltergheist. Ele tramava travessuras com todos e era bem desbocado. Respeitava praticamente ninguém, apenas o Barão Sangrento era capaz de controlá-lo.  Assombrações As assombrações são uma espécie de fantasma, mas elas assombram apenas locais como casas, castelos, etc. Apenas esta é capaz de fazer realmente um mal considerável as outras pessoas, podendo até matar. Existem muitas lendas trouxas sobre essas três categorias de aparições sobrenaturais citadas hoje. Muitos filmes e livros foram criados a partir deste tema. A força deste assunto é tão grande que está inserida no folclore de todas as regiões do mundo.


Feitiços — Homorfo Faz qualquer transfiguração voltar à forma humana. Para conjurar o Homorfo deve-se mover a varinha como se envolvesse o alvo em um laço, e enquanto fizer isso, mentalize uma mão humana tocando-o. — Espantamuns O feitiço Espantamuns afugenta criaturas selvagens. Algumas resistem ao seu efeito. Para conjurá-lo deve-se girar a varinha no sentido anti-horário e falar o feitiço. Uma barreira de coloração dourada irá irromper pela sua varinha e ir contra o Lobisomem, obrigando-o a deixar o local. — Skurge

Afugenta apenas Fantasmas e Poltergheists. Para conjurá-lo deve-se elevar a varinha sobre a cabeça, fazer um rápido giro e apontar para o Fantasma/Poltergheist. Uma barreira vermelha e brilhante irá irromper da varinha e ir contra a aparição. Se for um fantasma, ele será expulso do local. Se for um Poltergheist, também será expulso, mas, além disso, sofrerá machucados intro-espectrais. — Expecto Exumae Afugenta apenas Fantasmas e Poltergheists. Porém, ele é mais potente que o Skurge. Para conjurá-lo basta apontar para o Fantasma/Poltergheist e vocalizar o feitiço. Uma forte brisa irá varrer o local e a aparição será expulsa para longe por meio desta brisa.


— Fosforepelio É o feitiço mais complexo quando se trata de Aparições Sobrenaturais. Ele serve para os três grupos (Fantasma, Poltergheist e Assombração). Para conjurá-lo deve-se elevar a varinha e movê-la em movimentos abrangentes. Uma camada protetora será conjurada e irá se expandir pelo local, forçando a saída de qualquer aparição. — Petrificus Corpus Transforma alvo em pedra. Para conjura-lo deve-se mover a varinha em arco da esquerda para a direita e depois descer a varinha na vertical, apontando para o alvo em seguida. A superfície, desde que seja um corpo (seja de um animal ou de uma pessoa) se tornará pedra. — Reflectus Corpus O contrafeitiço do Petricus Corpus Para conjurá-lo deve-se fazer o movimento inverso, ou seja, mover a varinha em arco da direita para a esquerda e subir a varinha na vertical, então aponte para o alvo, enquanto mentaliza ele voltando a normal. — Diffindo Corpus Decepa um membro do alvo. Para conjurá-lo basta mover a varinha como se cortasse algo, e mentalizar a parte que deseja cortar sendo cortada.

Livr0 de dcat iv