Issuu on Google+

VOLUME II Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts Kennedy Hummel


DEFESA CONTRA AS ARTES DAS TREVAS

VOLUME II Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts Kennedy Hummel


Criaturas — Diabretes da Cornualha Possuí uma cor azul-elétrico. É encontrado principalmente na Cornualha, uma região inglesa. Mede aproximadamente vinte centímetros. Não possuí asas, embora voe perfeitamente. É muito travesso, adora suspender pessoas pelas orelhas e depois pendurar a mesma em árvores, edifícios ou qualquer outro lugar alto. O Diabrete fala uma algaravia aguda que só é compreendida pelos seus iguais. Para poder parar estes animais, deve-se conjurar o feitiço Peskipiksi Pesternomi, que irá convencê-los a pararem com suas travessuras. Também pode ser usado contra eles o feitiço Imobillus que irá paralisá-los. Ou até o mesmo o Rictusempra, que irá deixá-los atordoados.

— Kappa O Kappa é um demônio aquático do Japão que habita lagos e rios rasos. É parecido com um macaco com escamas de peixe em lugar de pelos e possui um casco como de uma tartaruga. Essa criatura tem um oco no cocuruto da cabeça no qual ele carrega água.


O kappa se alimenta de sangue humano, mas é possível convencê-lo a não fazer mal a alguém, atirando-lhe um pepino com o nome da pessoa gravado à faca. Ao enfrentar esse animal, o bruxo deve enganá-lo obrigando-o a se curvar, porque se ele fizer isso, a água guardada no oco de sua cabeça escorrerá, deixando-o impotente. É possível fazer “amizade” com um Kappa.

— Cinzal O cinzal forma-se quando se permite que um fogo mágico arda livremente durante muito tempo. Uma cobra fina, cinza-claro, de olhos rutilantes, surgirá das brasas desse fogo e rastejará para as sombras da habitação em que se encontra, deixando rastros de cinzas atrás de si. O cinzal vive pouco tempo, e usa este tempo para procurar um lugar escuro e protegido e ali depositar seus ovos, depois disso, ele vira pó. Os ovos tem cor vermelho-vivo e liberam um intenso calor. Podem incendiar uma habitação em minutos se não forem encontrados a tempo.


Quando perceberem que há um Cinzal em sua casa, procure-o imediatamente e depois trate de encontrar os ovos. Quando encontrar, congele-os. Uma vez congelados, os ovos são muito valiosos para o preparo de poções ou podem ser comidos inteiros como remédio para muitas doenças como, por exemplo, a Malária.

— Pogrebin Um demônio russo com um pé de altura com corpo peludo e cabeça cinza. Quando abaixa, parece uma rocha. Segue pessoas por horas e quando elas se viram eles abaixam e se camuflam de pedra. Depois de horas de perseguição eles pulam em cima dos humanos e os devoram. Pode-se afugentá-los com apenas um chute, e qualquer simples feitiço produz resultado sobre um Pogrebin.


Feitiços — Peskipiksi Pesternomi Convence os Diabretes da Cornualha a pararem de fazer travessuras, deixando-os calmos. Para conjurá-lo, deve-se formar um quadrado no ar com a varinha, como se estivesse os encarcerando. A mentalização deve ser uma grande corda se prendendo ao corpo dos Diabretes. — Rictusempra Quando conjurado em uma pessoa, provoca risadas incontroláveis. Mas, quando conjurado em Diabretes, deixa-os atordoados e confusos, impossibilitando suas travessuras. Para conjurá-lo basta apontar a varinha, mentalizar os Diabretes atordoados e dizer o feitiço. — Glacius Este feitiço congela criaturas, pessoas e qualquer outra coisa com a qual entre em contato. Pode ser usado, por exemplo, para congelar os ovos de um Cinzal. Para conjurá-lo, a varinha deve ser brandida da direita para a esquerda na horizontal. A mentalização é uma tempestade de neve. — Arania Exumae Feitiço que repele aracnídeos. Seu efeito é sempre perfeito. Para conjurá-lo deve-se mover a varinha em movimentos espiralados e crescentes. A mentalização é grandes labaredas de fogo.


— Petrificus Totallus Feitiço que deixa pessoas e criaturas de grande porte petrificadas, imóveis. É mais potente que o Imobillus. Para conjurá-lo, basta mover fazer um movimento na diagonal, de cima para baixo e da direita para a esquerda. A mentalização é uma grande estátua imóvel. Ao contrário do que muitas pessoas pensam este feitiço não transforma o alvo em pedra, apenas o deixa imóvel como uma. — Reflectus Petrify É o contrafeitiço do Petrificus Totallus. Para conjurá-lo basta dar um giro no sentido anti-horário com a varinha, apontando para o alvo. A mentalização é o alvo voltando a se mexer. — Locomotor Webbley Deixa os braços do adversário presos ao corpo, impossibilitando de mexê-los. Para conjurá-lo deve-se apontar a varinha para os braços do alvo e mover a varinha no sentido horário. A mentalização é os braços presos, sem possibilidade de o alvo movê-los.


Livr0 de dcat ii