Issuu on Google+

Transfiguração 7º ano A arte de transformar

Criado por Nicollas R. K. Decobrey Editado por Catherine Vanblut

Exclusividade HOS – Hogwarts Online School A magia continua! http://hogwartsonlineschoolrpg.blogspot.com.br/


" Transfiguração é uma das mais perigosas e complexas formas de magia que vocês irão aprender em Hogwarts.” Minerva McGonagall


Índice

Capítulo 1 - Transfiguração Substâncial. - Página: Capítulo 2 - Duplicação. - Página: Capítulo 3 - Transfiguração Objetiva. - Página: Capítulo 4 - Transfiguração Transubstâncial. - Página:


Capítulo 1 Transfiguração Substâncial

A transfiguração substancial consiste no uso de ervas e poções para se obter uma transformação. Esse tipo de Transfiguração pode ser usado somente em animais e humanos. Não entraremos em pratica nessa matéria por enquanto, pois ela exige um conhecimento que estará nas próximas unidades. Por enquanto, é exigido apenas que se saiba algumas das substancias e poções usadas nessa transfiguração. Abaixo, segue uma lista:

Substância Amanita muscaria

Efeito substância obtida do fungo do mesmo nome. Associada ao feitiço sonatius faz com que um bruxo possa se transformar na pessoa dos sonhos de quem se quer “enganar”. Araçá substância em pó usada para se transfigurar em qualquer coisa desde essa não possua aspecto bruxolesco ou trouxa. Possui aparência cinzenta, idêntica ao pó de flú. Poção se bem feita transforma quem o toma em qualquer ser do pollissuco qual foi obtido parte do corpo Polytrichum tipo de musgo mágico produtor de substância capaz de transfigurar em seres e objetos pequenos. Guelricho Os guelrrichos servem para os bruxos poderem respirar de baixo d’água.


Geralmente, a transfiguração substancial é utilizada por Aurores, já que é dela que sai a base para o disfarce que essa carreira exige. A transfiguração Substancial também pode se realizar através de pedras, são todas raras e seus efeitos totais não são 100% conhecidos, mas segue abaixo uma lista com as principais pedras de transfiguração:

1. 2. 3. 4. 5.

Pedra Reproanimalis Pedra Maletransformers Pedra Filizer Pedra simplificatus Pedra Filosofal


Capítulo 2 Duplicação

♦ A Teoria da Duplicação

Como o próprio nome já diz, a duplicação consiste na magia que duplica objetos. Podem ser feitas infinitas cópias do objeto, dependendo da necessidade do bruxo e da intensidade do encantamento lançado por ele. Sua duração é permanente até que haja evaporização ou desintegração por magia. Pode ser feita apenas em objetos, pois não se pode duplicar um ser humano ou animal e ainda não obtêm resultados com dinheiro e pedras de valor.

♦ As leis de Gramp e a Duplicação

A Duplicação segue fielmente os 5 princípios da lei de Gramp. É, porém muito importante lembrar que no caso do dinheiro, ele pode ser duplicado, mas a cópia é falsa e nunca fica perfeita, sendo que os duendes que trabalham nos bancos bruxos e também os trouxas em seus bancos conseguem reconhecer facilmente quando sua moeda é duplicada. Tanto no mundo bruxo quanto no mundo trouxa, a tentativa de passar dinheiro falso para o comércio e agências bancárias é considerado crime, podendo levar o bruxo a perder sua varinha e a anos de prisão ou até mesmo ao pagamento de uma multa ou prestação de serviços comunitários.


♦ A prática da Duplicação

Um feitiço básico para a duplicação é o Germinio. Ele é capaz de duplicar qualquer objeto.

Germinio – Duplica qualquer objeto. • Classificação: Feitiço Intermediário Infusivo • Movimento: Tocar o objeto que deseja duplicar com a varinha enquanto pronuncia o feitiço. • Mentalização: Deve mentalizar-se uma cópia do objeto a ser duplicado, com o máximo de características e detalhes possíveis.


Capítulo 3 Transfiguração Objetiva.

♦ A Teoria da Objetiva

A transformação objetiva é uma das que mais ocorre no dia-adia da sociedade bruxa. Ela consiste na transformação de objetos em outros objetos de massa semelhante. A transformação animalesca é muito parecida com a transformação objetiva, sendo a única diferença, é que a animalesca funciona com animais, o que a objetiva não consegue. Assim como todos os tipos de Transfiguração, existem limites para o seu uso. ♦ As leis Objetivas:

1. A massa da transfiguração não pode variar muito do objeto alvo para o objeto desejado. 2. Não é possível transfigurar um objeto inanimado em animado ou vice-versa.


♦ A Prática da Objetiva

Na prática, existem vários feitiços de transfiguração objetiva. Porém, aprenderemos apenas feitiços de prefixo e sufixo. Segue abaixo uma lista de prefixos e sufixo. Forma cabalística: Objeto primordial em italiano+sufixo “ado”.

Prefixo Pent Gine Sed Tavo Port Force Colt Divan Sufixo ado

Resultado panela vassoura cadeira mesa porta garfo faca sofá Resultado variável


Capítulo 3 Transfiguração Transubstâncial

Muito usada em festas, a transubstancial consiste em alterar as moléculas liquidas de em outro tipo de moléculas liquidas, transformando uma bebida em outra, por exemplo. Ela exige pouco do bruxo, sendo considera a segunda mais fácil dos ramos da transfiguração. Esse tipo de transformação é muito utilizado em lagoas e mares, para purificação dos mesmos.

♦ Regras da Transubstancial

Existem alguns limites para a transfiguração transubstancial:

1. Não é possível transformar qualquer líquido em poções por uso dessa transfiguração, não importa a natureza da poção. 2. Também não é possível transfigurar poções em líquidos como água e outras bebidas. ♦ Prática Emennare − Transfigura um tipo de líquido em outro líquido que o bruxo quiser. • Classificação: Feitiço Permanente • Movimento: Apontas a varinha para o líquido. • Mentalização: Imaginar o líquido que se deseja obter com a transfiguração.


Jorrus − Remove substancias tóxicas ou não desejadas de um líquido, o deixando puro. • Classificação: Feitiço Permanente • Movimento: Apontar a varinha para o líquido. • Mentalização: Imaginar água límpida.


7 ano transfiguração