Issuu on Google+


Editorial A história é a ciência que estuda Homem e sua ação no tempo e no espaço, com a história é importante pois precisa-se olhar para o passado para se entender o presente, para não cometer os mesmos erros, para não houver novas guerras e para que se consigua melhorar o mundo. Essa profissão é a base para todos os trabalhadores de hoje, porque todos esses trabalhadores bem sucedidos passaram por um professor de história e principalmente, essa profissão é muito importante para aqueles que vão estudar e se formar na área de direito. Cada profissional que deseja se tornar um professor bem sucedido ele precisa frequentar um curso de ciências humanas que inclui também o de historia, ou seja, quem se tornar um historiador teria a melhor base e mais oportunidades, além de exercer a posição de professor em escolas e universidades. E por isso que o historiador é uma boa profissão, mas só pode ser exercida por alguém que goste, e que faça-a com vontade.


O curso O currículo é composto de disciplinas que abordam tanto períodos, seja história antiga, seja medieval, quanto regiões, como Brasil ou Ásia. Há também temas específicos dessa área de conhecimento, como metodologia da história, teoria da história ou história da ciência. Sociologia, geografia, literatura brasileira, antropologia e arqueologia complementam a formação. Muita leitura e boa dose de palestras e seminários fazem parte do cotidiano do aluno. Atenção: a maior parte dos cursos de História no país é de licenciatura, que forma professores. Na licenciatura, o curso pode receber o nome de Estudos Sociais (história). Se você quiser se dedicar à pesquisa ou trabalhar em empresas, pode valer a pena fazer um bacharelado. O estágio é obrigatório, assim como o trabalho de conclusão de curso. Duração média: quatro anos.


Universidade no Ceará UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA(LICENCIATURA) Rua Cel. Antnio Luis, 1161 - Pimenta - CEP 63100-000 Crato – CE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE(LICENCIATURA) Av. Paranjana, 1700 - Campus Universitário - Itaperi - CEP - 60740-000 Fortaleza – CE UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC(LICENCIATURA E BACHARELADO) Av. da Universidade, 2853 - Benfica - CEP 60020-180 Fortaleza – CE UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ - UVA(LICENCIATURA) Av. da Universidade, 850 - Betânia - CEP - 62040-370 Sobral - CE


O que é? É o campo do conhecimento que estuda o passado humano em seus vários aspectos: economia, sociedade, cultura, idéias e cotidiano. O historiador investiga e interpreta criticamente os acontecimentos, buscando resgatar a memória da humanidade e ampliar a compreensão da condição humana. Seu trabalho se baseia, principalmente, na pesquisa de documentos, como manuscritos, impressos, gravações, filmes, objetos e fotos. Depois de selecionar, classificar e relacionar os dados levantados em bibliotecas, arquivos, entrevistas ou estudos arqueológicos, ele data o fato ou o objeto, confere autenticidade e analisa sua importância e seu significado para a compreensão do encadeamento dos acontecimentos.

Mercado de Trabalho O mercado mais tradicional para esse profissional - as escolas de ensino médio e faculdades - se mantém estável, mas novos campos de trabalho vêm se abrindo. Nos últimos anos, cresceu a procura por historiadores em empresas privadas, órgãos públicos e entidades de apoio à cultura, para atuar principalmente nas áreas de preservação do patrimônio e resgate histórico. O historiador também tem sido contratado por empresas interessadas na consultoria histórica de produtos - a pesquisa da trajetória de artigos antigos que podem ser relançados ou de similares com boa ou má aceitação no mercado - para que seus lançamentos estejam mais próximos das expectativas dos consumidores. As operadoras e as agências de turismo, por sua vez, buscam o profissional para auxiliar na criação de roteiros focados em destinos históricos e culturais. Museus e centros culturais são outra alternativa de colocação do historiador, que pode trabalhar na curadoria de exposições e na organização e promoção de cursos livres. Nas editoras, ele é contratado para atuar na elaboração de livros didáticos e paradidáticos. O historiador encontra ainda trabalho na produção de teatro, cinema e televisão, onde faz pesquisa de época para filmes e novelas, ajuda a elaborar roteiros e dá apoio ao material audiovisual em geral.


Entrevista

1) Qual foi o caminho que você percorreu e as universidades que você passou até se tornar professor? Mário Leonardo: Em 1982, fiz o curso de Estudos sociais, que era uma integração das disciplinas de História, Geografia, Morais Cívicas e OSPB (Organização Social Política Brasileira), que é hoje substituída por Filosofia que se junta a Sociologia. Também passei pela Universidade Estadual, onde fiz exatamente um curso de licenciatura plena em 1992, quando comecei a lecionar em universidades. Minha formação acadêmica foi na Universidade de Fortaleza,


fazendo um curso de Educação Física, e completei vários outros cursos na UFC, na própria estadual, onde fiz cursos de especialização para ganhar mais conhecimento geral e para a própria disciplina.

2) Que caminhos uma pessoa pode seguir para se tornar um historiado? Mário Leonardo: Bem, a principio ele pode ser professor, pesquisador, que hoje no brasil não existe muitas faculdades e também não é uma profissão muito valorizada, apesar de reter muito conhecimento amplo

3) Qual é a função do historiador nos dia de hoje? Mário Leonardo: Ele hoje ele faz parte da base de qualquer profissão, já que nunca se viu uma profissão que não tenha passado por um professor que seja um historiador. 4) Que tipos de pessoas procuram esse curso? Mário Leonardo: Geralmente quem procura esse curso já vai pelo caminho pedagógico querendo se tornar um professor bem nomeado. 5) Quais são as vantagens de seguir a profissão de um historiador seguindo a linha do professor? Mário Leonardo: A maior vantagem é o reconhecimento de quando você encontra um aluno já sendo um pai de família e eles me reconhecem e falam que tudo foi graças a educação que eles receberam na adolescência enquanto eram meus alunos. 6) Qual é o maior problema da sua profissão no Brasil? Mário Leonardo: Que a remuneração é baixa nas escolas públicas além de ter um estrutura muito precária.


Expediente Editor chefe: Igor Frota/ Nª 15 9º A Manhã Reportes: Julio Lossio/ Nª 22 9º A Manhã Bruno Polycarpo/ Nª 5 9º A Manhã Editorial: Roberto Neto/ Nª 37 9º A Manhã Fernando Viana/ Nª 12 9º A Manhã


Guia de Profissões: História