Page 1

11 de Setembro e a Derrota da Liberdade Religiosa Por Hal Mayer Queridos amigos, o Pastor Nelson pediu-me para fazer o sermão deste mês a fim de que ele pudesse tirar umas férias curtas. Como você pode imaginar, ele tem muita correspondência para enviar, no tocante às mensagens de cada mês, e, na verdade, ele está sempre muito ocupado. Ao preparar-lhe esta mensagem, ele terá uma oportunidade de visitar sua maravilhosa família. Eu creio que você considerará a mensagem deste mês muito convincente e relevante quanto ao estreitamento do tempo e à breve vinda do tempo de angústia. Que Deus lhe abençoe enquanto você ouve. A Manhã de 11 de Setembro de 2001 estava brilhante e clara. A nação estava quieta por algumas horas, até que quatro aeronaves foram seqüestradas e três delas lançaram-se sobre importantes prédios. A América entrou em pânico e, desde então, nunca mais foi a mesma. Enquanto os planos estavam sendo conduzidos por aqueles terroristas, eles provavelmente não faziam idéia de que os anjos de Deus estavam envolvidos. Algum tempo antes de 11 de Setembro, aqueles anjos que sustentam os ventos de destruição tiveram que dar um passo um pouco atrás para permitir que os planos dos terroristas se realizassem. O dia 11 de Setembro de 2001 foi crítico para o desenrolar dos movimentos finais da história da Terra. O povo de Deus precisava ser despertado, o mundo precisava ser despertado e sensibilizado a fazer profundos qüestionamentos espirituais. Antes de continuarmos mais além, vamos reclinar nossas cabeças e pedirmos a direção de Deus. Querido Pai que estás nos céus; nós estamos vivendo em tempos dramáticos. Satanás está trabalhando duro para conduzir o mundo debaixo do controle dele, a fim de que ele possa perseguir o Teu povo. Nós precisamos de Tua proteção, Senhor! Nós precisamos de Teu Espírito. Ajuda-nos a compreender o significado dos tempos importantes nos quais vivemos, e dos importantes eventos que estão para ocorrer sobre o mundo. Senhor, enquanto olhamos para os efeitos dos ataques terroristas sobre nossa liberdade religiosa, oramos para que O Senhor nos dê sabedoria para entendermos e conhecermos o nosso dever nestes dias poderosos. Em nome de Jesus, Amén! Enquanto o mundo conduz seu ciclo diário de trabalho pesado e labores, muitas pessoas não podem ver além das ocorrências imediatas, e estão inadvertidas e despreparadas para a crise real que está por vir sobre o mundo como uma quase "esmagadora surpresa". Mesmo muitos, muitos dentre o precioso povo de Deus, não possuem a estrutura mental necessária para verem as mais profundas questões nos noticiários diários que eles assistem ou lêem, porque eles não estão estudando a palavra de Deus e o Espírito de Profecia. Contudo, Deus nos tem dado, em profecia, tudo o que nós precisamos saber. Se nós realmente queremos entender os incríveis eventos que estão tomando lugar perante nossos olhos, nós devemos desenvolver uma orientação espiritual debaixo de muita oração e estudo, que nos ajudará a discernir as coisas importantes que estão ocorrendo. Muitos não discernem corretamente. Eles tornam da maior importância coisas de pouca conseqüência profética; e, as coisas que são chave para o cumprimento da profecia, eles passam por alto, quase por completo. Não nos permitamos estar nessa categoria. Abram as suas Bíblias em Apocalipse 13. Leremos os versos 11-17. "Apocalipse 13: 11-17. Como os Adventistas do Sétimo Dia estudantes de profecia sabem, estes versos chamam a atenção a que os Estados Unidos, a besta semelhante a um cordeiro, se tornará a mais poderosa nação sobre a Terra. Isso levará à perda daquela preciosa liberdade religiosa, a qual ele contribuiu tão decisivamente para desenvolver. Mas como? 11 de Setembro foi uma poderosa força que deu à América uma oportunidade de flexionar seu músculo global, e liderar uma coalizão de esforços designados a, no final, afetarem as vidas de todos os Adventistas do Sétimo Dia ao redor do


mundo. A América conduzirá a forma de fazer valer a Lei Dominical e o Boicote Econômico contra aqueles que estão determinados a serem obedientes à Lei de Deus. O plano de satanás foi criar um ambiente no qual ele possa estabelecer os mecanismos para fazer cumprir o decreto de "não comprar e nem vender", de Apocalipse 13: 17, sobre todos os verdadeiros crentes. Em 24 de Setembro de 2001, o presidente Bush fez um discurso no rádio, no qual ele anunciou uma ordem executiva de congelar todos os bens, isto é: nem comprar, e nem vender, de certas organizações conectadas com os terroristas. Naquele discurso ele tornou claro que podia estabelecer redes de operação e controle globais, para procurar e destruir organizações terroristas, e que os Estados Unidos iriam pressionar outras nações para se unirem nesse esforço. Eu vou fazer agora uma citação do discurso do presidente: "Esta ordem executiva significa que os bancos dos Estados Unidos que tem bens destes grupos ou indivíduos devem congelar suas contas. E os comerciantes dos Estados Unidos estão proibidos de fazerem negócios com eles... Estamos notificando bancos e instituições financeiras em todo o mundo... Se eles falharem em nos ajudar compartilhando informações ou congelando contas, o Departamento de Tesouro agora tem a autoridade de congelar seus bens bancários e suas transações nos Estados Unidos... Se você negociar com os terroristas, se você patrocinar ou apoiá-los, você não fará negócios com os Estados Unidos da América... Eu quero assegurar ao mundo de que nós exerceremos esse poder responsavelmente. E não cometeremos nenhum erro quanto a isso. Nós pretendemos romper, e romperemos, as redes terroristas... Nós estabelecemos um centro de rastreamento de bens terroristas estrangeiros no Departamento do Tesouro, para identificar e investigar a infra-estrutura financeira de redes terroristas internacionais... Dinheiro é a vida e o sangue das organizações terroristas, e hoje nós estamos pedindo ao mundo para parar com o pagamento." O Presidente Bush também esclareceu que ele implementaria outras estratégias globais para esmagar os terroristas. Aquele discurso referiu-se a todos os terroristas sobre a face da Terra. Mas o diabo tem um plano muito mais amplo; ele quer trazer o mundo inteiro sob o seu controle, e usar os Estados Unidos para fazer isso. Seu plano é impedir que a verdade seja ouvida por aqueles que, ouvindo-a, não se sujeitariam ao controle dele. O Presidente Bush pode não estar ciente disso, mas o real propósito por trás dos ataques terroristas foi estabelecer os sistemas e mecanismos internacionais capazes de finalmente aplicarem decretos semelhantes contra o povo de Deus. Isto não poderia acontecer sem o posicionamento de sistemas globais, finamente sintonizados e bem experimentados, livres de defeitos e problemas. Os terroristas forneceram uma desculpa aparentemente genuína para destruir a liberdade civíl com o apoio popular, em um prelúdio da destruição da liberdade religiosa do povo de Deus. Um discurso similar tem sido feito, sem dúvidas, por satanás no mundo invisível, a respeito do povo de Deus. O discurso do Presidente soa como uma paráfrase moderna de Apocalipse 13 - apesar de ser dirigido, no momento, para outro alvo. Para você ter uma chocante visão do futuro do povo de Deus, peça-me para enviar-lhe uma cópia gratuita do discurso do Presidente, e insira a palavra "Adventistas" todas as vezes que o Presidente Bush disser "terroristas". Você pode conseguir uma cópia gratuita do discurso enviando-me uma nota de requisição para: Hal Mayer, Hartland, P.O. Box 1, Rapidan, Va 22733; ou, se você estiver no Brasil, envie para Guardião da Fé, Cx. Postal 2502 / Parangaba, Fortaleza, Ceará. Os ataques e mudanças subseqüentes têm golpeado o coração da Constituição dos Estados Unidos. "Pelo decreto que faz cumprir a instituição do Papado (a guarda do domingo) em violação da Lei de Deus, nossa nação se separará da justiça. Quando o Protestantismo esticar sua mão através do abismo para segurar a mão do poder de Roma, quando esta estender a mão por cima do caos para abraçar o espiritismo, quando, sob a influência dessa tríplice união, nosso país repudiar todo princípio de sua Constituição, como governo republicano e protestante, e fizer provisão para a propagação das falsidades e enganos papais, então podemos saber que chegou o tempo para as prodigiosas obras de satanás." Testemunhos para a Igreja 5, pg. 456.

Todo Princípio Repudiado


Os ataques de 11 de Setembro de 2001 foram tão terríveis que se criou, por muito tempo, um ambiente de medo, o qual reduziu as preocupações sobre os direitos constitucionais. O medo de novos ataques impedirá que tais preocupações se tornem significantes. Garantias, através da imprensa, concernentes a manter o equilíbrio entre a liberdade civil e a segurança, com efeito, colocam oposição ao desprezo constitucional . A despeito dessas garantias, tem havido um dramático isolamento da liberdade pessoal. Os americanos, de bom grado, permitem ao Presidente assumir poderes sem precedentes, em suas vidas. Toda semana a mídia traz notícias de mudanças cada vez mais impressionantes, em nome da segurança, mas em detrimento dos direitos civis e de privacidade. Muitas delas podem até ser a única coisa que um governo humano possa fazer para tentar proteger seu povo. Mas a América está agora, de boa vontade, repudiando os princípios de sua Constituição, passando por cima e obrigando a todos, em nome da defesa deles.

Uma Infra-estrutura Global A lei "não compra e nem vende" não poderia se cumprir antes de 11 de Setembro de 2001 em uma escala global. A mentalidade das pessoas, acerca de suas liberdades, tinha que mudar. Nem isso poderia acontecer sem o desenvolvimento e o amadurecimento de uma infra-estrutura global para regulamentar, controlar e fazer cumprir tal lei. O Presidente Bush, em sua própria declaração sobre fazer congelar os bens dos terroristas, disse que ele está desenvolvendo um sistema global com a capacidade de pressionar outras nações. Isso não é fácil...! Mas elas estão se acostumando a ele e, por fim, cooperarão ainda que, por vezes, não gostem das atitudes e do comportamento americano. Os bancos de todo o mundo estão cooperando. Lugares aonde os bancos são seguros, tais como as Ilhas do Caribe, não serão mais tão privados. Os Alemães tem cooperado e prendido muitas pessoas que possuem ligações com os terroristas. Outras nações estão cooperando em um novo sistema global de comunicação que está agora sendo desenvolvido pela CIA, o FBI e suas organizações equivalentes em outros países, para coletar e compartilhar informações. Um novo programa de ajuntamento de informações pessoais na América (programa TIPS), proposto pelo Presidente Bush, recrutará 1 milhão de pessoas comuns para espionarem e fazerem relatórios sobre seus colegas cidadãos, em uma versão moderna do Nazismo Alemão. Apesar disso não ter sido apoiado, todavia ficou na agenda, e pode retornar. Isto se conectará com programas internacionais similares. Um novo banco de dados de informação total está sendo desenhado para coletar toda sorte de informação sobre cidadãos comuns, a fim de tornar mais fácil a espionagem de pessoas suspeitas de participação ou planejamento de crimes. Tudo isso leva tempo para organizar, refinar e implementar, mas satanás não pode aplicar a lei dominical, e nem o decreto "não comprar, nem vender" sobre os fiéis seguidores de Jesus, sem um sistema de controle global bem desenvolvido.

Cooperação para a Aplicação de Leis A cooperação internacional para aplicação de leis é essencial para fazer cumprir a Lei Dominical. Desde os ataques, operações internacionais para a aplicação de leis estão sendo desenvolvidas e cooperando juntas. Normas para o uso de escutas telefônicas foram liberalizadas. Telefonia celular, Internet, e comunicações tradicionais estão todas sujeitas às novas regras governamentais, gerando efeitos sobre a privacidade dos cidadãos. Por exemplo, em Novembro do ano passado, o Concílio Europeu aprovou uma nova seção para a lei de crimes de computador, a qual criminaliza as publicações ou qualquer outra coisa on-line que, e esta á a citação: "advogue, promova, ou incite ódio ou discriminação". Ele também revelou um projeto especial, designado a atualizar continuamente uma lista de web sites "nocivos", e requerer a apreensão de máquinas e provedores de serviço na Internet, para removê-los da rede internacional de computadores. É tiro-e-queda que essa limpeza on-line será expandida para incluir outros pontos de vista. Enquanto são designadas para refrear o racismo, o que impedirá esses policiais cibernéticos de utilizarem essas leis contra aqueles que ensinam que o Papa é o anticristo, por exemplo? Antes dos terroristas, estas coisas teriam sido consideradas extremamente ofensivas e inconstitucionais. Mas agora, elas não estão recebendo resistência significativa. Mas todas elas são muito, muito importantes para fazerem um sistema global que, por fim, operará contra o povo de Deus.


Um Sistema Global de "Justiça" Com base na Holanda, mas executada por uma ONU cada vez mais poderosa e requisitada, foi estabelecida uma Corte Criminal Internacional (CCI). A CCI está agora aberta para atuar e pronta para assumir o controle, ou pelo menos para ser superior aos sistemas de tribunais do mundo. Mesmo que os EUA não tenham se unido ao tratado da CCI, ele não se opõe á corte em princípio, mas somente quando ela for aplicada a soldados americanos em missões de paz. E é evidente, pelos relatos da mídia, que os EUA cooperarão silenciosamente, se não se unirem eventualmente, com o sistema da CCI. A Corte Criminal Internacional está fundamentada no princípio de um tribunal secreto, não um júri aberto e público semelhante aos que temos na América e em muitos outros países. O público só saberá aquilo que a corte ou a ONU quiser que eles saibam. Se você for condenado por um crime, poderá ser enviado para uma prisão em qualquer lugar, não necessariamente em seu país natal. Você pensa que seria fácil extraditar ou intimar a juízo, antes da Corte Criminal Internacional, alguém que viole as leis de blasfêmia da Grã Bretanha, Europa ou do Vaticano, apesar de o "crime" ter sido cometido na América? A CCI está sendo modelada sobre quase os mesmos princípios da antiga Inquisição. O Estatuto da Corte, e isso é bastante interessante, foi originalmente desenvolvido e assinado em Roma, e muitos países assinaram depois. Uma vez que 60 nações o assinem, (e esse número já foi alcançado em Julho passado), a Corte reivindica jurisdição sobre todos os países, não só os que assinaram. [Você pode procurar no site da ONU pelo Estatuto da Corte Criminal Internacional , ou pela Conferência das Nações Pelnipotenciárias da ONU acerca do Estabelecimento de uma Corte Criminal Internacional ] Tribunais Militares também são secretos; eles não têm as mesmas restrições que as cortes civis. Esses tribunais estão sendo reestruturados para serem usados sempre que se entenda que os prisioneiros fazem de uma operação militar. A intenção original é levar a juízo àqueles que estiverem envolvidos em terrorismo internacional. Mas os governos estão expandindo dramaticamente as definições, e não é impossível imaginar que, pelo menos alguns dentre o povo de Deus poderão ser julgados por algumas dessas cortes. Tribunais Militares fornecem agora pouco privilégio advogado-cliente. Conversas entre supostos "inimigos combatentes" e seus advogados, podem agora ser monitoradas. Esses prisioneiros, sejam estrangeiros ou americanos, não possuem os mesmos direitos dados a criminosos, ou sequer os limitados direitos permitidos em cortes marciais. Isto não está planejado para cortes civis, ainda; pelo menos não publicamente. Nem está planejado para cidadãos americanos, ainda. O público americano precisa ser testado primeiro, para ver se eles tolerarão isso, pelo menos em algum nível, antes de ser direcionado aos cidadãos, ou seja, em cortes civis. Em 8 de Agosto de 2002, o Jornal Wall Street noticiou um comentário de um "oficial superior da administração Bush" que disse "nós estamos desenvolvendo um regime legal diferente" para tratar com a guerra no terrorismo. O Jornal comentou que o novo regime misturaria, (abre aspas) "as áreas antes separadas da lei civil e da lei de guerra" (fecha aspas), o que dá ao governo um amplo lastro para prender pessoas que sejam consideradas, ou que se imagine que são uma ameaça à segurança nacional. Suponha que os interesses da segurança nacional começaram a incluir atividades de igrejas. Certo grupo de igrejas e seus membros poderiam ser potencialmente definidos como combatentes militares, mesmo apesar de eles serem meros membros de igreja. Isso soa como algo longe de ocorrer? Não depois do uso de Mesquitas para organizar células terroristas. Quando a política militar e as definições criminais domésticas são expandidas, fazendo com que idéias e práticas religiosas se tornem ilegais, estes tribunais provavelmente serão usados de uma forma que a princípio se considerava impossível. O sistema, sendo estabelecido, pode ser facilmente manipulado e, eventualmente, transformado e usado contra o fiel povo de Deus.

Segurança na Terra Natal


Em Julho passado, o Presidente Bush e Tom Ridge, chefe do novo Departamento de Segurança da Terra Natal do Governo Federal, argumentaram a favor da reavaliação e revisão de uma lei conhecida como "posse comitatus", que impede a Força Militar dos EUA de participar na aplicação de leis civis. Se essa lei for mudada isso poderá levar ao uso sem precedentes do poder militar contra os cidadãos dos EUA, uma tática tipicamente utilizada por ditaduras militares. Isso ajudaria grandemente ao lidar com o caos gerado por um imenso desastre. Mas contribuiria grandemente para o governo forçar a lei "não compra nem vende" de Apocalipse 13 sobre o povo de Deus.

Imigração As leis de imigração nos Estados Unidos estão mudando drasticamente, para ajustarem a forma com que as questões de imigração estão sendo tratadas, incluindo vistos estudantis. Um sistema de rastreamento está sendo desenvolvido, porque muitos estudantes abandonam a escola e permanecem ilegalmente na América. Alguns deles faziam parte da Al-Qaeda. Isso provavelmente afetará a liberdade da Universidade Hartland quanto a treinar estudantes de outros países. Isto já tem ocorrido de algumas formas, pela restrição de visto estudantil para jovens de certos países.

Segurança das Principais Áreas-Alvo As principais áreas, tais como grandes cidades, estão sujeitas a medidas "anti-terror". Os ataques terroristas criaram a "necessidade" de ser capaz de "fechar" as cidades. Imagine como ficariam as cidades de Nova York ou São Francisco quando forem "fechadas". Há simplesmente muitas vias de entrada e saída delas. Durante o fechamento, cada veículo é observado enquanto deixa ou entra na cidade. A Guarda Nacional tem a autoridade de revistar qualquer veículo. É muito fácil para o governo fechar uma cidade, ou uma comunidade, de forma que todas as pessoas que entram ou saem sejam revistadas ou sejam checadas as suas identidades. Parece uma visão pessimista? Recentemente eu estive na cidade de Nova York exatamente durante um fechamento desses. A Polícia e o Esquadrão de Bombas estavam em todo lugar, incluindo pontes e os maiores prédios, e outras áreas-alvo. Não foi permitido a alguns veículos subirem pontes e nem atravessarem túneis, a menos que fossem revistados primeiro.

Carteiras Nacionais de Identidade Recentemente as linhas aéreas foram intimadas a fornecerem às autoridades, muitas informações detalhadas sobre passageiros que deixavam e chegavam ao país. Isso pode facilmente expandir-se a passageiros de vôos domésticos, na primeira oportunidade que houver. Todas as bagagens agora também estão sendo revistadas de muitas formas. O que será quando certos livros, como O Grande Conflito , ou outros importantes livros da mensagem, forem proibidos? Está sendo disponibilizada tecnologia para uma carteira nacional de identidade, ou um programa coordenado de licença para motoristas. O Presidente Bush está propondo um sistema obrigatório. O sistema de Identificação poderia ser usado para autorizar (ou negar) toda e qualquer transação bancária, incluindo compras de supermercado e combustível. A questão é só levar o povo a aceitar a idéia. No começo deste ano, a "ordem para não voar" foi imposta sobre alguns indivíduos que eram suspeitos de terrorismo, mas não verdadeiramente acusados ou condenados por qualquer ato criminoso. Você acha que para o povo de Deus as viagens poderão ser bem dificultadas algum dia? Um sistema nacional de identificação pode ser facilmente implementado a tempo, sem muito protesto do povo. Apenas assuste-os o suficiente, e eles implementam as novas medidas.

Fonte de Alimento Tem também havido comentários acerca da vulnerabilidade das fontes de alimento. É possível que o alimento se torne tão controlado que se possa impedir o povo de Deus de obtê-lo. Com certeza será difícil para eles obterem comida pelas fontes comuns. São os conselhos de Ellen White, acerca da


vida no campo, importantes para nós hoje? Os últimos 18 (24) meses dos eventos globais e nacionais são uma séria advertência para o povo de Deus.

Extremistas Religiosos Você percebeu que a maioria das ações militares no Afeganistão foram focalizadas sobre uns poucos e isolados "extremistas" religiosos? O Talibã é considerado um regime extremista. Osama Bin Laden é considerado um extremista. O Hamas é considerado uma organização extremista. E há muitos outros. Resguardado o fato de que o Korão advoga a destruição violenta de qualquer um que recuse se tornar muçulmano, a mídia está fazendo uma distinção entre "moderados tolerantes" e "extremistas". Eles dizem que o Islamismo é uma religião de paz e amor, com exceção desses extremistas. Mas os militares têm gastado tempo treinando suas habilidades em caçar até em cavernas pessoas consideradas extremistas religiosos. Quando você tiver de fugir para as rochas e montanhas, os militares terão habilidades e equipamentos para alcancá-lo lá. Apesar de Osama Bin Laden ter se esquivado, os militares estão desenvolvendo sistemas, provavelmente sem o saberem, para serem usados contra o povo de Deus. Você e eu estaremos mais indefesos do que Osama Bin Laden, a menos que tenhamos os anjos de Deus para tornar-nos invisíveis. Considere esta interessante declaração da Meditação Matinal Maranata, pg. 270 : "Durante a noite, uma cena muito impressiva passou perante mim. Parecia haver grande confusão e conflito de exércitos. Um mensageiro dO Senhor ficou de pé perante mim, e disse, 'Chama todos os que estão na tua casa, eu vou guiar-te, siga-me'. Ele me levou através de uma passagem escura, através de uma floresta, então através das fendas das montanhas, e disse, 'Aqui estais seguros'. Haviam outros que tinham sido conduzidos a esse retiro. O mensageiro celestial disse: 'O tempo de angústia chegou como um ladrão na noite, como O Senhor advertiu que viria'". (Manuscrito 153, 1905) . "No tempo de prova justo antes da vinda de Cristo, os justos serão preservados pela ministração de anjos celestiais..." (PR, 513). Lembre-se de que as Escrituras ensinam que dos fiéis, seu pão e água serão certos. Deus fará alguns milagres por Seu povo, não fará?!? Nós não precisamos ter medo se somos vencedores e aprendemos a viver como Jesus. Mas nós devemos ser vigilantes, como dizem as Escrituras. Pense em como as coisas podem se desenvolver sob os novos modelos de governo. Em primeiro lugar, haverá tentativas de impedir a atuação de grupos extremistas operando sob capa de religião. Você considera possível que os Adventistas sejam divididos em "a corrente principal" e "os grupos extremistas"? Os Adventistas da corrente principal serão considerados equilibrados e aceitáveis, como a maioria dos Muçulmanos. Aqueles que amam a verdade o suficiente para morrerem por ela, aqueles que tem altos padrões e não estão dispostos a se comprometerem com o erro; esses são o tipo de pessoas que receberão o perfil de "extremistas". Se você é fiel a Cristo, você será cotado no campo dos extremistas, e será tratado diferentemente da corrente principal dos Adventistas. Agências de policiamento têm admitido estarem cuidadosamente monitorando e descobrindo inteligências as quais eles percebam serem grupos extremistas islâmicos. O que é um grupo extremista? Não é aquele grupo que tem crenças que não batem com as da maioria em sua religião ou comunidade? Os Americanos estão sendo cultivados para temerem os que são rotulados de extremistas religiosos, os quais, geralmente, são aqueles que tem profundas convicções religiosas. No passado, os Americanos eram mais dispostos a tolerar a diversidade religiosa e até mesmo a exclusividade religiosa. Mas não são mais! O Taliban e outros extremistas religiosos do mundo Islâmico estão dando aos Estados Unidos, plena oportunidade de desenvolverem pública hostilidade aos extremistas religiosos. Só em serem rotuladas de extremistas religiosas, as pessoas se envergonham hoje.

Criando Perfis Religiosos


Na Alemanha, dramáticas mudanças estão ocorrendo por baixo dos panos. Os Alemães estão silenciosamente cedendo à intrusão do governo e a restrições em suas vidas, as quais anteriormente seriam impensáveis. Muitas das Universidades e Colégios Alemães, por exemplo, tem começado a abrir seus arquivos de escritório e computadores para investigadores criminais que buscam por informações financeiras, educacionais e turísticas, as quais se encaixem num perfil que eles já desenvolveram do típico terrorista. Na América também estão sendo desenvolvidos perfis de extremistas religiosos. Suponha que seja desenvolvido o perfil de um extremista Adventista do Sétimo Dia. O que ele incluiria? Ensino dos filhos em casa? Crença de que o fim do mundo está às portas? Crença em visões religiosas extremistas, tais como, o Papa ser o anticristo Bíblico? Disposição de ser martirizado sobre a guarda do Sábado, etc? Um Adventista do Sétimo Dia Extremista conhece sua Bíblia muito bem. Ele assina certos tipos de revistas e literaturas? Ele vai a certos tipos de lugares? Ele compra somente certos tipos de alimentos? Não é coisa difícil se desenvolver um perfil! É só seguir as transações comerciais pelo cartão de crédito [ou mesmo pelo CPF]. O conceito de criar perfis, acoplado a outros sistemas de controle e vigilância, tornará fácil o rastreamento e a eventual caça dos Adventistas do Sétimo Dia fiéis.

"Detentos" Veja também como os prisioneiros Talibaneses são tratados. Foi dada a eles uma descrição legal única. Eles não são PDG's (Prisioneiros de Guerra), e sim "detentos". A Convenção de Genebra confere aos PDGs certos direitos. Mas detentos não tem esses direitos. Os líderes Americanos tentaram garantir ao povo que esses detentos estão sendo tratados com direitos compatíveis com a Convenção de Genebra. Entretanto, usar o termo "detentos" dá muito mais lastro para o governo. Não há razão legal para que eles não possam ser pressionados, ou torturados , de maneiras proibidas pela Convenção de Genebra. Pense em como almas fiéis, "encarceradas" por um ou outro pretexto, devem estar sendo tratadas semelhantemente. O povo Americano está se tornando familiarizado com esta idéia e sendo comum a ela. Quem irá questionar o tratamento de Adventistas "detentos" sob o caos e terrível conflito em que a vindoura Lei Dominical será efetuada? O Taliban está sendo usado para condicionar os americanos a não questionarem assuntos de "segurança nacional". Incidentalmente, ser "detento" era uma característica muito terrível do regime Nazista.

Quão Breve? Eu tenho um amigo que me disse: "Sim, mas isso não pode acontecer muito rápido, levará tempo!" Quanto tempo levou para a América reagir aos espetaculares ataques terroristas? Em apenas um ano e meio, mudanças dramáticas revolucionaram a América e o mundo ocidental livre, e estão abrindo caminho para a eventual opressão do povo de Deus. Os ataques terroristas foram obviamente um evento humanamente orquestrado. É fácil apontar o dedo. E quando desastres naturais de gigantesca magnitude lançarem devastação sobre as cidades da Terra, com terremotos, furacões, imensos tornados, etc.? Para quem então você vai apontar o dedo? Jerry Falwell e Pat Robertson apontaram o dedo. Eles disseram que a razão para os ataques terroristas eram os homossexuais, os fornecedores de pornografia e os abortistas. Houve um clamor da mídia contra essa conclusão supostamente ilógica, e esses homens tiveram que se retratar de sua declaração. Na verdade eles estão corretos. "A retidão exalta uma nação" (Provérbios 14: 34), e quando a nação se separa da retidão, os anjos de Deus retiram sua proteção. Então, quando houver sucessivos desastres naturais, um após o outro, quem então levará a culpa? "Nós temos que fazer a América voltar para Deus", será o clamor. E a conclusão será de que há algumas pessoas que estão impedindo isso de acontecer. "Eles não estão de acordo com a nova Lei Dominical, e estão pondo em perigo a segurança nacional. Nós temos de congelar seus bens. Nós temos que impedi-los de fazerem o que eles estão fazendo." Quão fácil será para líderes da Igreja


Adventista do Sétimo Dia se afastarem de qualquer coisa que possa ser considerada extremismo, ao invés de defenderem completamente a liberdade religiosa? Será uma forte tentação. Tudo isso dá medo. Isso pode acontecer muito rapidamente, como ocorreu com as mudanças nacionais após os ataques terroristas.

O Terrorismo e o Papado Muitos se admiram de como os ataques terroristas de 11 de Setembro se encaixam no papel profético do Papado. A maior organização terrorista da história é o Papado. Pense em como os Valdenses, os Huguenotes e outros dissidentes foram atacados pelos papas de Roma! Seu tratamento foi nada menos que terrorismo. E satanás está planejando isso novamente. Enquanto o Papa pede desculpas pelas atrocidades que os "filhos da Igreja" cometeram, isso parece ser só política. Considere a visita do Papa, em Maio de 2001, a um dos locais mais sagrados do Islamismo, a Mesquita de Umayyad em Damasco, na Síria. Ali ele adorou e conduziu orações Cristãs, enquanto que o outro lado muçulmano conduziu orações muçulmanas. O Papa, entretanto, nunca repudiou o dogma que justificava a inquisição, as cruzadas e o extermínio dos hereges e dos infiéis. E ainda há intolerância, onde quer que Roma possa aplicar esse dogma. Há meio mundo longe de Damasco, Evangélicos Protestantes são perseguidos no México por seus vizinhos Católicos. Por fim será somente um pequeno grupo de guardadores do Sábado que será o alvo real de toda esta preparação política, econômica e ecumênica. Até o termo "intolerância religiosa" está sendo redefinido. Ele não mais se refere à intolerância de Roma. Nessa era do ecumenismo, no qual mesmo alguns líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia participam, o termo refere-se a qualquer um que fale a verdade sobre as igrejas apóstatas, incluindo Roma. O novo conceito de intolerância é rotulado de "preconceito" ou "extremismo religioso", e é tão mal quanto o terrorismo. Deus nos diz, em Sua Palavra, que os Estados Unidos da América e o Papado farão com que tanto grandes quanto pequenos, ricos e pobres, livres e escravos, recebam uma marca em sua mão direita, ou em suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, a não ser aqueles que tem a marca ou o nome da besta, ou o número de seu nome. Apocalipse 13: 17. Você acha que estamos nos aproximando desse tempo? Os ataques de 11 de Setembro criaram o ambiente para um gigantesco passo rumo ao cumprimento da profecia. Mas, ataques terroristas futuros farão com que os sistemas de controle, vigilância e restrições se tornem ainda mais compelidores, enquanto satanás executa um plano paralelo para restringir o povo de Deus. Quão breve esse novo sistema global será expandido de sua proposta original e oprimirá o povo remanescente de Deus? Isso ninguém pode realmente dizer; mas como seria fácil fazer a mudança, uma vez que a América já é usada para os novos sistemas, e uma vez que o povo está familiarizado com a forma que eles operam e começam a usá-lo em cidadãos americanos acusados de crime!

Possibilidade de Conhecimento Prévio, de 9-11 Continuam a surgir muitas evidências de que o mais alto escalão do governo dos Estados Unidos sabia que um ataque terrorista envolvendo passageiros aéreos estava para acontecer. Há um ano [atualmente há dois anos] (na primavera de 2002), um agente especial do FBI testemunhou, perante um comitê do Congresso, que quartéis-generais do FBI tentaram, repetidas vezes, impedir seu escritório do campo de Minnesota de investigar Zacarias Moussaoui, que agora foi preso e é acusado de fazer parte da conspiração terrorista. Outro agente do FBI testemunhou perante o congresso, recentemente, que ele implorou a seus superiores que autorizassem a prisão de um dos seqüestradores dos aviões, duas semanas antes dos ataques, mas seu pedido foi ignorado. No próprio dia anterior aos ataques, uma mensagem em língua Árabe, a qual autorizava os ataques, foi passada por agências de inteligência, mas não foi nem mesmo traduzida, até o dia 12 de Setembro. Por que os esforços foram dificultados e as advertências ignoradas? Poderia isso ter sido visto como um passo necessário para deixarem acontecer os ataques, a fim de terem uma desculpa para


tomarem o controle das vidas e da liberdade dos amoráveis americanos e de outros, em nome da proteção deles? Lembremo-nos de que os alvos reais não são os terroristas. Que é somente a desculpa para desenvolver os sistemas necessários para impor o decreto "não compre nem venda", o qual apóia a Lei Dominical de Apocalipse 13.

A Guerra Contra o Iraque Antes de finalizarmos, eu quero compartilhar com vocês algo que considero muito importante, mas que tem pouca ou nenhuma cobertura pela mídia; contudo é cheio de significado profético. Apocalipse 13: 12 diz que a besta semelhante a um cordeiro exerce todo o poder da primeira besta (o Papado). Que poder o Papado exerceu por mais de 1000 anos? O Papado impôs seus dogmas nas consciências de milhões pelo desenvolvimento de uma coalizão de nações para usar seu poder militar em conjunto com seu poder legislativo, a fim de apoiar suas metas e alvos. Quero destacar que isso é exatamente o que os Estados Unidos da América estão tentando fazer hoje através da ONU. A ONU foi estabelecida com o intuito de trabalhar pela paz entre as nações a fim de impedir outra guerra mundial. Mas nos últimos 20 anos vemos uma dramática e gradual transformação no papel e função da ONU. No fim da guerra fria houve uma drástica mudança na influência política e militar. A América foi o único super poder que ficou. Ela tinha todas as armas e a economia para apóiá-la. Mas, também após o fim da guerra fria, a ONU passou a ter mais missões de paz do que antes, e a América encabeçava a coordenação desses esforços. Na verdade, as duas últimas décadas foram dedicadas ao aumento do poder da ONU, e ao seu estabelecimento como governo global. Finalmente a ONU servirá aos interesses dos EUA como a principal força diretiva para forçar a coalizão de nações que ela representa. É claro que há aqueles que não apreciam o uso do poder por parte da América (geralmente chamado de hegemonia), mas Apocalipse 13 nos diz que ela se erguerá a um grande e DESPROPORCIONAL poder. E a ONU é simplesmente a ferramenta dos EUA para o desenvolvimento desse tipo de poder global, através de suas nações-membro. Para um governo funcionar devidamente deve haver três braços de poder, o sistema legislativo, o militar (que é o executivo), e o judiciário. A ONU não pode impor ação legislativa sem uma força militar, e não pode impor sua vontade sobre o resto do mundo sem um sistema de tribunal para administrar o que ela considera como justiça. Mais ou menos na primeira década após o fim da guerra fria, a ênfase dos Estados Unidos e da ONU estava em estabelecer para ela um sistema legislativo com alcance global. Os EUA trabalharam multilateralmente em cooperar com outras nações para fortalecer o poder da ONU. Ao começo da segunda década da era pós-guerra fria, a ONU construiu uma força militar, feita de pessoal das nações-membro, e usou-a para missões de paz aqui e ali. Isto foi um passo gigantesco no fortalecimento da ONU. Então, no dia primeiro de Julho de 2002 a Corte Criminal Internacional (CCI) começou a funcionar (como já descrevi antes), dando à ONU o braço final de autoridade e poder de que ela precisava. Agora a América está em condições de dar o próximo passo em exercitar seu próprio poder. Veja! Os EUA pretendem usar a ONU para impor seus ditames sobre o resto do mundo. Lembre-se de que ele "exercerá todo o poder da primeira besta perante ela". Isso significa que a América terá um poder muito maior do que o que possui agora. Por quê? Porque ela deverá fazer "com que a Terra e os que nela habitam adorem à primeira besta". Sem uma coalizão de nações fazendo a sua vontade (semelhante a o que fez o Papado na idade média), a América jamais será capaz de ser a força à qual ela está destinada a ser - capaz de forçar o mundo a adorar a besta (o Papado). Mas, quanto mais profundamente pensamos nisso, podemos ver que há um elemento espiritual aqui. A América mudará drástica e surpreendentemente seu esquema de ação. Por quê? Apocalipse 13: 11 nos diz que o cordeiro se torna um dragão. Cristo É O Cordeiro, e satanás é o dragão. Aqui, uma nação parecida com Cristo, como começou a América, findará agindo como satanás, e ao invés de garantir a liberdade religiosa aos seus cidadãos, a removerá deles, e também forçará o mundo inteiro a adorar satanás através do Papado.


Até que a ONU tivesse estabelecido seus três principais braços de governo, os EUA trabalharam cooperativamente com muitas nações para coordenar os esforços da ONU em lidar com problemas em várias partes do mundo. Mas considere isso: 11 anos atrás houve um tremendo esforço por estabelecer uma coalizão internacional para negociar com o Iraque e libertar o Kuwait. Quando o primeiro Presidente Bush ventilou a idéia de retirar Saddam Hussein do Poder, ele não recebeu apoio dos outros membros da coalizão, e Saddam Hussein permaneceu no poder. Em tudo, no governo do Presidente Clinton, a ênfase era construir um poder para a ONU, de tal forma que os EUA continuassem sua abordagem de cooperação com outras nações. Quando o sistema da ONU estava completamente pronto, o que ocorreu em 2002, os EUA não necessitaram mais trabalhar tão dedicadamente na cooperação com outras nações. O segundo Presidente Bush tem agora uma nova tática, que finalmente não porá em risco a ONU. A América agora está disposta a começar a ditar ao mundo o que vai acontecer. E está fazendo isso sem nenhum constrangimento. Simplesmente ouça ao Presidente Bush, enquanto ele fala sobre Saddam Hussein. Basicamente ele disse: "Nós vamos atrás dele, estejam as outras nações dispostas a irem ou não". É claro que a América usará qualquer nação que queira ajudar como, por exemplo, a Inglaterra. Mas, se for o caso, ela irá sozinha. Este Unilateralismo, na verdade, dará finalmente à América o tipo de poder ditatorial que Apocalipse 13 descreve. É óbvio que os EUA querem ter uma maior influência política no Golfo. Então, se a América destronar Saddam Hussein, Bush e os presidentes futuros provavelmente enviariam tropas Americanas para ocupar aquele país por tempo indefinido, dando aos EUA uma significativa e potencialmente permanente influência na região do petróleo. Acusações contra o Irã e outros países (como as que já são ventiladas pela mídia) aumentarão drasticamente a influência dos EUA na região, e podem finalmente dar ao Presidente uma desculpa para ocupar outras nações. Essa influência também poderia então ser usada para somar-se aos objetivos dos poderes do mundo, buscando trazê-los todos sob o controle das bestas proféticas de Apocalipse 13 (os Estados Unidos e o Papado), e finalmente, oprimir o fiel povo de Deus. Apesar de que a guerra do Presidente Bush contra o terror possa ser vista agora como necessária, fica claro se você é um estudante da profecia, que ela é parte de um aumento geral da tensão entre imensas porções da raça humana, o que conduzirá as nações para dentro de uma guerra cataclísmica. "Guerras e rumores de guerras", como predisseram as Escrituras, levarão a grande destruição sobre a Terra, antes do fim do tempo, como predito na profecia. O caos geral, sem dúvidas, abrirá o caminho para leis dominicais globais e imporá a adoração da Besta e sua imagem. Mas lembre-se de que Apocalipse 13 nos diz que a América faz com que "a Terra e aqueles que nela habitam adorem a besta". E como ficarão as nações não-Cristãs do mundo, como os Hindus, os Budistas, e especialmente o Islã, para se alinharem com o poder americano e com sua autoridade? Muitas nações controladas pelo Islã, por exemplo, são hostis aos interesses e princípios americanos. Estas nações terão de se alinhar a fim de que essa profecia se cumpra. Aqui está uma declaração muito interessante feita por Malachi Martin, em seu livro "As Chaves Deste Sangue": "Virá o dia, acredita João Paulo (o Papa João Paulo II), em que o coração do Islã já familiarizado com as figuras de Cristo e Sua mãe Maria - receberão a iluminação que eles necessitam". Pg. 285. Note Apocalipse 13: 13: "E operará grandes maravilhas, de forma que faz fogo descer do céu sobre a Terra, à vista dos homens". Algumas pessoas acham que isso se refere a bombas e mísseis inteligentes, e outras armas militares. Mas eu não considero isso nenhuma grande maravilha. Muitas nações têm bombas, até mesmo bombas nucleares. E ninguém acharia incrível a América lançar bombas inteligentes ou até mesmo fogo de mísseis precisos teleguiados por satélite. Pareceme que isso deve possuir uma natureza mais espiritualística. Note o verso 14: "E engana os que


habitam sobre a Terra". Perceba que há um elemento de engano. Armas inteligentes não enganam espiritualmente a ninguém. Elas são claramente poderosas, porém não ilusórias. Mesmo a tecnologia Stealth não é muito enganosa em seu poder de destruição. O que está sendo discutido aqui é um engano espiritual. Você pode ler que os enganos são "através daqueles MILAGRES que ela tem o poder de operar na presença da besta". O que é um milagre? Um milagre é um evento sobrenatural que não pode ser explicado pela ciência e nem pelo raciocínio humano. Em algum momento no futuro os EUA terão um incrível poder espiritual para enganar o mundo inteiro, baseado na capacidade sobrenatural de operar milagres, dada por satanás. Suponha, por exemplo, que no caos de algum ataque terrorista cataclísmico, a América decida usar bombas nucleares contra seus inimigos. Suponha também que essa decisão foi apoiada por aparições de Maria em Meca, e em outros lugares sagrados do Islã, dizendo ao mundo islâmico que a América está correta e que eles devem ouvir ao Papa e buscar a paz com ela. É claro que este é um dos mil possíveis cenários, mas não é difícil ver como sobrenaturalmente o Islã pode ser "iluminado", dando aos EUA uma considerável influência, mesmo com seus inimigos, em um tempo quando o mundo inteiro estará às bordas da destruição. Exatamente agora é o tempo para a América dar o próximo passo para aumentar o seu poder. As condições são ótimas para isso. Os elementos estão no lugar necessário para que isso aconteça. Não é maravilhoso como Deus nos tem dado a profecia, de maneira que possamos ver as notícias diárias mais profundamente?!? Não é maravilhoso como Deus nos deu a Sua palavra para guiar Seu povo através dos tempos à frente, e assim podermos vigiar e estarmos preparados?!? Está você preparado meu amigo? O futuro é ameaçador. Satanás se valerá de grandes e caras manobras militares, para assim poder controlar e oprimir um pequeno grupo do verdadeiro povo de Deus. Ele está construindo um sistema econômico global, leis globais, e um sistema de justiça global por sua e por minha causa. Ele está muito irado. Enquanto você contempla as novas no futuro, preste atenção aos princípios básicos por trás delas. Desenvolva uma mentalidade profética. Considere que há agentes invisíveis operando um plano por baixo da superfície. Por causa da profecia nós podemos entender os duradouros propósitos de Deus, e podemos prever as coisas que nos dizem que o fim está próximo. Deus É maior do que todos esse sistemas do mundo. Ele pode proteger, e protegerá, o Seu povo segundo o Seu propósito. Agora é o tempo de se preparar. Agora é o tempo de se mudar para o interior, para viver no campo. Agora é o tempo de ganhar almas, pois a noite está vindo, quando ninguém poderá trabalhar. Como é que você está, meu amigo?!? Tem Jesus Se tornado o centro de sua vida, de forma que você tenha os anjos para protegê-lo e guiá-lo no tempo de angústia? Está você mantendo uma comunhão tal com Cristo, de forma que você esteja preparado para a crise que se aproxima? Você pode ouvir os trovões ao longe? Sim, agora é o tempo de se preparar! Não considere os ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001 como se não tivessem significado algum na profecia, como muitos estão fazendo. Vigiemos, pois o fim está próximo! Fiquemos de joelho e aprendamos de Cristo que mudanças precisamos efetuar em nossas vidas a fim de estarmos prontos. Antes de orarmos, se você quiser uma cópia gratuita do discurso do Presidente Bush, por favor, envie-me um pedido via correio. Novamente o meu endereço é: Pr. Hal Mayer, Hartland, P. O. Box 1, Rapidan, VA 22733. Você pode também contatar-me no seguinte endereço eletrônico: hmayer@hartland.edu . Se você também quiser uma cópia do livro "As Cartas do Papa", o qual analisa a carta-encíclica do Papa João Paulo II, que convoca à legislação dominical, ou se você quiser o novo livro "O Dia dO Senhor", que é designado a mostrar como são errôneos os argumentos contra o Sábado do sétimo dia, os quais foram escritos por Colin e Russell Standish, basta contactar com as Publicações Hartland, no mesmo endereço postal. Agora vamos orar: Querido Pai celestial, como estamos gratos pela maravilhosa verdade que O Senhor nos tem dado. Obrigado pela profecia Bíblica, que nos diz o que está vindo sobre o mundo.


E muito obrigado Senhor, pelo Espírito de Profecia, que nos dá mais detalhes sobre o futuro. Por favor, dá-nos discernimento. Faze-nos observar os eventos em nosso mundo com a compreensão correta dos tempos. E, acima de tudo, ajuda-nos a estarmos prontos para a crise: o tempo de prova e o fechamento da porta da graça. Obrigado por Jesus que está pleiteando por nós no lugar Santíssimo do Santuário celestial. E obrigado pelO Espírito Santo que está trabalhando para nos alcançar com a verdade. Que possamos ajudar outros, sob a Tua guia, a se prepararem. Em nome de Jesus. Amém! Ao nos aproximarmos da maior crise na história da Terra, é meu desejo que Deus vos abençoe meus amigos.

setembro  

A Manhã de 11 de Setembro de 2001 estava brilhante e clara. A nação estava quieta por algumas horas, até que quatro aeronaves foram seqüestr...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you