Page 1

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014 Ano 13 - Nº 78 / Abril / Maio / Junho / 2018

Os presidenciáveis e a Previdência

Sob nova direção

Nova direção é eleita em assembleia e já começa a trabalhar. Primeiro objetivo: reduzir a gratuidade nos ônibus de BH de 65 para 60 anos. Páginas 4 e 5

Fizemos um levantamento sobre o que pensam seis candidatos a Presidente da República a respeito da Reforma da Previdência e o futuro das aposentadorias. Confira o que pensam e o que pretendem. Página 3

Saiba como evitar as doenças típicas do inverno Página 8


22

Associação AssociaçãoEclética EcléticadedeAposentados Aposentadose ePensionistas PensionistasdadaPrevidência PrevidênciaSocial SocialdodoEstado EstadodedeMinas MinasGerais Gerais Entidade EntidadededeUtilidade UtilidadePública PúblicaMunicipal Municipale eEstadual, Estadual,conforme conformeasasLeis Leis10505/2012 10505/2012e e21479/2014 21479/2014

Editorial

Paz e União

Iniciamos nosso mandato em meio a um quadro confuso e triste para o Brasil. Somado aos problemas já antigos – desemprego crescente, perda de renda, retirada de nossos direitos de aposentados – a paralisação do sistema de transporte e o consequente desabastecimento e prejuízos para a população deixaram no ar desesperança e medo. Por isso, mais do que nunca, é hora de união e muita serenidade. É com esse espírito

(afinal “Paz e União” foi o nome da chapa eleita para o próximo mandato na Aseapprevs) que nos apresentamos e iniciamos este diálogo. As portas da entidade estão e estarão sempre abertas para acolhermos, orientarmos, dialogarmos e juntarmos forças em nome de nossa luta em comum. Assim, já traçamos duas metas iniciais de nossa gestão. Manter e ampliar o número de nossos associados e lutarmos pela ampliação da gratuidade das passagens dos ônibus de BH. Hoje a lei garante passagens gratuitas para quem tem mais de 65 anos. Porém, um projeto na Câmara Municipal estende este benefício a quem tem mais de 60 anos. Já estamos estudando o projeto e vamos pressionar os vereadores para a aprovação da lei. Em nossas publicações informaremos você sobre o anda-

mento desta nossa reivindicação. Mas já convocamos a todos a engrossar nossa luta. Também estaremos ampliando nossa relação de convênios e serviços para que nossa entidade se fortaleça e possa ser cada vez mais ouvida e respeitada. Evidente que, além destas duas bandeiras, deverão surgir outras ao longo de nossa jornada. E é nosso compro misso estarmos atentos ao que acontece, bem como ouvir o que tem a dizer cada um de nossos associados. É você que faz a nossa Aseapprevs. Como dizia nossa antecessora no cargo, a agora diretora de Seguridade Social, Maria Machado:

“Venha participar. A casa é sua!” Afonso Dolabela Bicalho Presidente

Seja nosso associado Venha fazer parte da Aseapprevs a Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais.

O que eu ganho com isso? Bom. Estamos preparados para orientar e ajudar em assuntos como a sua aposen-

tadoria, problemas com empréstimos consignados ou outras pendências na Justiça. Também estamos sempre discutindo assuntos importantes para nós aposentados e sempre nos unimos para cobrar das autoridades – ou de quem quer que seja – alguma solução para nossos problemas em comum.

Tudo bem. Mas tem mais benefícios? É Claro! Além de poder conviver com pessoas de sua faixa de idade e que provavelmente enfrentam as mesmas angústias, temos uma série de convênios com ótimos descontos. Oferecemos também uma série de viagens promocionais que serão inesquecíveis.

Isso vai me custar alguma coisa? Temos desconto direto no seu benefício do INSS é de 1%. Ou seja, se você recebe 900 reais, o desconto é de nove reais.

Quero saber mais antes de me decidir. Seja bem vindo à nossa sede que fica na Rua dos Caetés, 530, sala 1.108; bem no Centro de Belo Horizonte. Uma vez por mês (toda a terceira terça-feira de cada mês) temos uma reunião com os associados. Mas podemos atendê-lo individualmente, de segunda a sexta, de 9 às 17 horas. Nosso telefone é o 3271-7180.

Será um prazer receber você!

Cadastro

Mudou-se? Trocou de telefone? Avise para nós. Só assim podemos manter contato com você. Entre em contato com nossa secretaria pelo telefone (31) 3271-7180.

Órgão informativo da Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais (Aseapprevs) Diretoria Executiva Presidente: Afonso Dolabela Bicalho Filho Vice-presidente: Ana Lúcia de Souza Carvalho Primeiro-tesoureiro: Dilermando Magno Amaral Coelho Segundo-tesoureiro: Francisco Bernardino Secretária-geral: Antônia Maria Braga Assunção Primeira-secretaria: Luiza Martins Ruppnig Diretor-administrativo: Antônio Alves Diretor-administrativo-adjunto: José Raimundo Marçal Diretora de Seguridade Social: Maria Machado Cota Diretor de Seguridade Social adjunto: Airton Januário Conselho Deliberativo: Titulares José Liberato Teles, Maria Aparecida Areal Marques, Anita Maria da Silva Suplentes Maria Norberta, Aroldo Miranda Costa, Marlene Machado Cotta da Silva Conselho Fiscal Titulares Lydia Pires de Britto, Eliana de Fátima Renout, Maria Sebastiana Alves da Silva Suplentes Helvécio Sabino da Silva, Maria Celeste Soares, Ulisses Ribeiro de Souza Sede: Rua dos Caetés, 530 – sala 1.108 Edifício Cartacho – CEP 30.120-080 – Belo Horizonte – MG Tels.: (31) 3271-7180 e 3582-0790 Na Internet www.aseapprevs.com.br e-mails: o_ecletico@hotmail.com comunicação@aseapprevs.com.br Redação, edição e revisão

Comunicação Estratégica Jornalista responsável: Heraldo Leite – MTb. 3.697 Projeto gráfico e diagramação:

Sygno Design Gráfico e Comunicação Impressão: Sempre Editora Tiragem: 1.500 Exemplares


3

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014

Os presidenciáveis e a Reforma da Previdência A Reforma da Previdência e sua tramitação no Congresso está suspensa desde fevereiro. Com a intervenção militar no Estado do Rio de Janeiro, desde fevereiro, nenhuma alteração na Constituição pode ser feita. O assunto ficou meio deixado de lado, mas as discussões devem retornar com as eleições presidenciais, previstas para outubro.

Fizemos um pequeno levantamento do que pensam os principais candidatos a presidente da República a respeito das mudanças na Previdência Social. Assim, esperamos manter o debate aceso e ajudar as pessoas a conhecerem mais o pensamento dos candidatos.

Ciro Gomes (PDT)

Geraldo Alckmin (PSDB) O pré-candidato afirma ser favorável a mudanças e que elas são necessárias, mas em diálogo com os trabalhadores. Ciro também avalia que a Previdência não tem déficit, bastando que o governo destine os impostos recolhidos para essa área. Tem dito também que a reforma deveria acolher as diferentes características regionais, com idades diferentes.

Jair Bolsonaro (PSL) O deputado federal afirmou que votaria contra a reforma da Previdência de Temer, mas a proposta apresentada pelo economista Paulo Guedes, o atual fiador de Bolsonaro na economia, está entre as mais duras. Entre os nove pontos apresentados por Guedes no começo deste ano como bases de seu plano, está a “realização/ampliação da reforma do atual sistema previdenciário e criação de sistema de capitalização, com contas individuais, para novos participantes”. A proposta defende que os recolhimentos previdenciários não sejam reunidos em um único bolo, mas que cada contribuinte tenha sua própria capitalização.

Lula (PT)

Defende a redução dos privilégios, com um regime amplo de Previdência. Outros pontos da proposta do tucano ainda não foram divulgados.

João Amoedo (NOVO) Candidato pelo recém-criado Partido Novo, Amoedo sugere um sistema de capitalização, que também possibilite mais liberdade aos trabalhadores que recebem mais, em buscar opções de aposentadoria com rentabilidade mais alta. Para o pré-candidato “o sistema previdenciário atual é um gigantesco programa de transferência de renda do pobre para o rico. Os mais ricos se beneficiam da aposentadoria precoce enquanto são os mais pobres que se aposentam por idade”.

Marina Silva (REDE) Em outubro de 2017, Lula chamou de “crime” a reforma da Previdência e acusou um desmonte do que foi feito no passado. “A oposição precisa juntar forças para evitar que essa reforma aconteça, porque o que eles estão fazendo não é uma reforma, é um desmonte, quase que uma implosão de tudo aquilo que foi considerado conquistas sociais para o povo brasileiro”, disse. Porém, em 2003, no primeiro ano de sua gestão, Lula promoveu uma mudança na previdência dos servidores públicos, aumentando sua contribuição e colocando um teto, também mudando o direito à integralidade.

Defende a reforma, embora não tenha declarado publicamente qual seria o modelo apresentado, qual idade mínima e regras de transição. “Sou a favor, mas desde que não venha a prejudicar os mais frágeis. Que se combata os privilégios e que se faça uma atualização para encontrar um caminho para o problema grave do déficit da Previdência”, afirmou.


4

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014

Aseapprevs sob nova direção

Diretoria e Conselhos Deliberativo e Fiscal

A chapa “União e Paz” foi eleita por aclamação na assembleia geral da Aseapprevs no dia 24 de abril. O mandato é de quatro anos e a nova direção-executiva e os conselhos fiscal e deliberativo já começaram seus trabalhos. Nas páginas seguintes, conheça um pouco da plataforma de trabalho do presidente Afonso Dolabela Bicalho e da vice, Ana Lúcia. O nome de todos os novos diretores e conselheiros está no expediente na página 2.

Assembleia votou e aprovou as contas

“Aposentado precisa voltar a ser

respeitado” A

nova vice-presidente da Aseapprevs, Ana Lúcia de Souza Carvalho, quer a entidade de volta às ruas e manifestações lutando pelo direito dos idosos e aposentados. Ela defende que a entidade precisa estar presente ao lado dos demais movimentos sociais que defendem a classe trabalhadora. “Nós aposentados, sempre que íamos a Brasília, éramos bem recebidos, mesmo que nossas reivindicações não fossem

atendidas. Mas, com esta mudança de governo passamos a nem ser recebidos”, afirma Ana Lúcia. Segundo a nova vice-presidente, “muitos associados não conseguiram perceber esta mudança. E nós, a cada dia estamos empobrecendo e sob ameaça de perder nossos direitos”, acrescenta. Assim, a nova vice-presidente defende que a entidade e seus associados,juntos, voltem a lutar para garantir o que foi retirado.

PERFIL

A

na Lúcia de Souza Carvalho é aposentada como telefônica pela extinta Telemig. Está há 21 anos envolvida na militância dos aposentados e há 10 exercendo funções dentro da Aseapprevs, na Federação dos Aposentados e no Sinttel. Aos 66 anos tem uma filha e três netos.


Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014

5

ENTREVISTA

U

Afonso Dolabela Bicalho

m dos primeiros objetivos do novo presidente da Aseapprevs, Afonso Dolabela Bicalho, é estender a gratuidade nos ônibus de Belo Horizonte aos maiores de 60 anos. Atualmente, só têm este direito os idosos acima de 65 anos. Projeto de lei neste sentido tramita na Câmara Municipal da capital mineira. Afonso Bicalho também quer ampliar a participação da entidade em movimento sociais, sempre defendendo os idosos e associados. Entre suas metas está o fortalecimento da Aseapprevs aumentando o número de convênios e oferecendo mais serviços e vantagens, além de dar mais assistência aos chamados pré-aposentados – trabalhadores que já se preparam para se aposentar. Principalmente em uma época em que a Previdência Social pode passar por mudanças profundas. Eleito por aclamação no dia 24 de abril, o novo presidente fala sobre seus planos de trabalhos nos próximos quatro anos à frente da Aseapprevs.

O ECLÉTICO - Qual o alcance desta medida de se ampliar a gratuidade nos ônibus de Belo Horizonte? Afonso Bicalho - Nós vamos beneficiar muita gente porque é um ganho muito grande deixar de pagar passagem. Se você pensar que paga R$ 4,05 , em média, por uma passagem de ônibus. É apenas em relação aos ônibus municipais, gerenciados pela BHTrans? E existem outras cidades onde há este benefício? Em Minas, cidades do Vale do Aço, como Ipatinga, Timóteo, Acesita e Coronel Fabriciano. E, salvo engano, Juiz de Fora. Pelo Brasil, em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. A medida está contemplada no Estatuto do Idoso, em seu Artigo 39, parágrafo 3º,que garante a gratuidade a partir dos 65 anos, mas se o município votar uma lei pode autorizar que a gratuidade seja a partir dos 60 anos. E como vocês pretendem pressionar pela aprovação da lei? Estamos em contato com o vereador autor do projeto de lei, o Edmar Branco, para articular com os outros vereadores, para buscar unir forças. É sempre bom lembrar que no caso dos ônibus intermunicipais (que ligam duas cidades dentro do Estado) nós participamos ativamente da pressão que foi feita em cima dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa. Alguma outra reivindicação que deverá ser encaminhada pela Aseapprevs? Esta é a nossa principal bandeira. Teremos outras, mas esta será nossa primeira prioridade. Vamos estudar outras necessidades e iremos ouvir os associados. Há outras tarifas e impostos que podem

revelando que se não é o aposentado, por exemplo, na Espanha, os trabalhadores e filhos de aposentados estariam na rua pedindo esmola. Os mais novos estão desempregados e quem está sustentando são os pais e avós aposentados. Como manter e aumentar o quadro de associados? Uma das maneiras é arregimentar as pessoas que são pré-aposentadas. Ressalvando que este trabalhador, para o qual faltam dois ou três anos para se aposentar, enfrenta hoje outro dilema: como ficará sua situação com a Reforma Trabalhista? Fatalmente ele terá que chegar aos 65 anos, pois está cada mais difícil aposentar-se antes disso e ainda temos a questão da informalidade.

PERFIL

A

fonso Dolabela Bicalho Filho é telefônico aposentado e há 18 anos está na militância em entidades de defesa de aposentados e idosos. Aos 72 anos, tem três filhos e quatro netos. Com formação em Matemática, entrou na extinta CTMG (Companhia Telefônica de MG), em 1970. Durante 15 anos atuou na área de perações e outros 21 como instrutor de treinamento na companhia que depois virou Telemig e, depois de privatizada em 1998, transformou-se na Telemar (hoje a operadora de telefonia Oi). Afonso Bicalho também foi diretor do Sinttel-MG (Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações ) e está há 18 anos na Aseapprevs, na qual exerceu a função de tesoureiro na gestão anterior.

ser reduzidos para as pessoas idosas? Recentemente participamos das discussões e audiências públicas em torno do PPAG (Plano Plurianual de Ação Governamental) para tentar diminuir as tarifas de energia, de água e de IPTU para maiores de 60 anos. Porque quando você se aposenta você perde a gratificação de férias, cesta básica, vales transporte e refeição. Mas depois que você se aposenta, só tem o benefício, perdendo uma série de vantagens. Mas é muito comum acontecer que você se aposenta, fica com uma casa e costuma receber filhos desempregados, com netos e noras e as despesas com água e luz aumentam. E você não tem como pagar isso. Por isso lutamos pela redução nas tarifas a partir dos 65 anos: para viver com um mínimo de dignidade com o benefício do INSS. E vocês têm muito contato com este tipo de realidade aqui na ASEAPPREVS? Muito. E não é só no Brasil, com a crise na Europa temos acesso a informações

Com esta questão da informalidade e a mudança nas regras podemos afirmar que a maioria vai mesmo é aposentar-se por idade? Exatamente. E infelizmente o trabalhador brasileiro não está preparado para a aposentadoria. E as pessoas já estão perdendo poder de compra devido às mudanças na lei e devido à crise econômica. E com relação à Reforma da Previdência, alguma proposta? Por enquanto ela está suspensa, mas não foi de graça. Foi após muita pressão e muita luta das quais nós participamos intensamente. E além de barrar esta Reforma da Previdência, nós estamos querendo o retorno do Ministério da Previdência Social. Ele foi extinto pelo governo Temer e a Previdência foi relegada a um apêndice do Ministério da Fazenda, sem autonomia nenhuma e subordinado ao titular da Fazenda. E ele é o único ministério que tem renda própria. Os outros não se sustentam. A reforma está paralisada, mas o senhor acredita que certamente ela será um tema muito presente durante as eleições? O candidato que, realmente, se comprometa a barrar a Reforma da Previdência, ele vai ter um ganho muito grande em termos de votos. O senhor acha que a população já está atenta a estes temas? De certa maneira, a população ficou muito alheia à Reforma Trabalhista e agora ela está sofrendo os reflexos. Então isso será refletido nas eleições. Ou seja, a Reforma da Previdência que ainda não saiu – nem deve sair – e a reforma trabalhista que está penalizando a classe trabalhadora. A ideia também é trabalhar com os pré-aposentados? O pré-aposentado tem entre 60 e 65 anos e, pelo estatuto, ele pode se associar. Não pode ter o desconto em folha, mas pode pagar a mensalidade via boleto bancário. É preciso ampliar nosso quadro para aumentar a força da entidade.


6

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014

Aniversariantes

A

partir do mês de fevereiro comemoramos – com direto a bolo, refrigerantes e salgadinhos – os aniversariantes dos dois meses anteriores. Assim, em junho homenageamos os nascidos em abril e maio, além do próprio mês. Lembrando que as comemorações ocorrem após as reuniões mensais dos associados, sempre às terceiras terças-feiras do mês. Venha comemorar conosco!

ABRIL / 18 Ana Lúcia dos Santos ..........................01 Vera Lúcia Alcantara ...........................01 Raimundo Nunes Ferreira ...................01 Luciano Barbosa Pimenta....................01 Antônio Rubens de Salles ....................01 Antônio Camilo Filho...........................02 Oswaldo Benedicto Silvestre................03 Jair de Souza Ramos ............................04 Esperança de Barros ............................05

MAIO / 18 Lianir Alves de Oliveira Geraldo Gomes de Almeida..................02 Maria da Cruz Soares ..........................03 Vera Lúcia Teixeira Lima......................03 Antonio de Carvalho Pimenta .............04 Antonio Manoel do Nascimento .........05 Manoel dos Reis Nogueira ...................05 Carlos Pereira Couto ............................06 Augustinho Martins ............................06 Renato Franco Ciodaro ........................07 João Jacinto Gomes Carmo .................08 Juvenil Pedro Nolasco ..........................08 José da Silva Ferreira...........................09

JUNHO / 18 Gilberto Dias ........................................01 Orlando Correa Silva ...........................01 Antônio Clarindo Rodrigues................01 João Batista Lopes ..............................03 Zulmira Rodrigues Braga ....................04 Luzia de Fátima da Silva .....................04 Marília Barbosa Hermine ....................05 Sebastião Correia da Silva ..................05

Moacir de Oliveira ...............................06 Geraldo Olinto Pinto............................07 Onesio Camargos .................................08 Altamiro de Paula ................................08 Adão Paixão da Silva ...........................10 Maria de Fátima dos Santos ...............10 Francisco Luiz Gonçalves .....................10 Sueli Aparecida Souza de Assis ...........10 Hamilton José de Matos Coelho..........11 Cristian Martins Ruppning .................11 Tarcísio Marcio de Moura Braga.........11 Alcionei Edwiges Gurgel ......................11

Renaldo Ferreira dos Santos................13 Lourival Bento .....................................13 Antonio Paixão.....................................14 Déa Lucia de Deus Severino ................16 Alcindo Ponciano Alves ........................19 José de Oliveira E Silva ........................21 Sebastião Pedro Pires ...........................21 Jurandir Barbosa de Almeida .............22 Geraldo Paulino da Silva .....................23 Alexandre Muniz..................................24 Margarida Paula da S. Laudelino .......24 José Batista ..........................................24

Eloisa Gonçalves Ferreira ....................25 Renato Augusto Gonçalves ..................25 Emar de Moura Rocha .........................25 Nara Pontes .........................................25 Ildeu Baptista de Lima.........................25 José Ribeiro de Morais.........................26 Devair Gouveia ....................................26 Adriana Rotelli de Souza .....................29 Hugo Pereira da Silva ..........................29 Celia Vaz Diniz Mariano......................29 Agostinho de Souza .............................30 Luiz Silvério da Silva............................30

Ana Isabel Pereira Silva ......................09 Adriano Moreira de Souza ..................09 Ercílio Dias da Silva .............................10 Maria do Carmo Martins Reis ............11 Glicéria Pereira Rodrigues ...................13 Moacir Roberto Braga .........................13 Antonio Bonifácio dos Santos .............14 Leivina Pereira da Silva .......................15 Ailson de Campos Braga......................16 Flávio Amaral da Silva ........................16 Roberto Alves Vianna ..........................17 Armando Sampaio Fonseca Filho ......17 Leila Maria Melo Ribeiro .....................17 Hely de Faria Gonçalves.......................17 Valdemir Pereira Leite..........................17 Luiz Pereira da Silva ............................18

José Geraldo Ferreira ...........................19 Ronaldo Eustáquio R. Natividade .......19 Marco Antônio Dias ............................19 José Fernandes da Rocha .....................19 Ivanildo Maria dos Santos ..................19 Maria Aparecida de Ol. Gonçalves ......20 Lázaro de Lourdes Vilaça .....................20 Francisca dos Santos Soares ................20 Francisco Bernardino de Souza ...........20 Rosemberg Fonseca ..............................21 Nivalda Fernandes Oliveira .................21 Maria Jose Moreira .............................22 Marlene Figueiras de Freitas ...............22 Creuza Maria Francisco de Souza .......23 Wilson Paixão.......................................23 Maria Rodrigues ..................................25

Juarez Vieira Vasconcelos ....................25 Paulo Lúcio Rodrigues Ximenes ...........26 Antônio Cyrilo .....................................26 José Izidoro da Silva ............................27 José Rodrigues do Carmo ....................28 Luiz Nóia Dellacenta ...........................29 Celso Machado.....................................29 Assis José dos Santos ...........................29 José Gomes da Silva .............................29 Paulo Soares de Almeida......................29 Fernando da Conceição Barbosa .........29 Maria Beatriz Edmundo Gomes ..........30 Petrônio Antônio da Silva ...................31

Humberto Gomes dos Santos ..............06 Osmar Silva ..........................................06 Maria Norberta Soares da Fonseca.....06 Carlos Alberto Campos Amaral ..........07 Hélio Severino da Cruz ........................08 Joaquim Santiago da Cunha...............08 Jaci Severiano Alves ............................08 Antônio Moreira da Silva ....................09 Jesus de Melo Alves..............................10 Ulisses Ribeiro de Souza ......................10 João Venâncio Silva .............................10

Wanda Machado Pires .........................11 Antonio Paulo Thomaz ........................13 Antonio Elias Rocha ............................13 Antônia Maria Braga de Assunção .....14 Arlete Gonçalves Pimenta....................16 Ovídio Fanticele ...................................17 Waldir Lopes Filho ...............................17 Antonia Benedita Pereira ....................18 João Domingos de Souza .....................18 João de Freitas Neto ............................20 Henrique Euler do Carmo ....................21

Adauto Brandão ..................................21 Maria das Graças F. Teixeira ...............22 Aécio Flávio Lisboa ..............................23 José Ricardo Chaves ............................23 Márcia Regina Aparecida Lima ...........25 João Batista da Silva ..........................25 Antonio Moreira Rios ..........................27 Anair Eustáquio Diniz .........................27 Pedro Ferreira da Fonseca....................29 Luciano Barbosa da Silva ....................30

Reuniões mensais Marque na sua agenda: toda a terceira terça-feira de cada mês é de dia da Reunião dos Associados. As próximas reuniões serão

17 de julho 21 de agosto

A partir das 9 horas, na nossa sede: Rua dos Caetés, 530 - Sala 1.108 Centro. Participe!


7

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014

Vamos Viajar...

Convênio com rede de hotéis A Aseapprevs assinou convênio com a rede de hotéis Parque Lambari e JS o que vai facilitar seu planejamento de sua viagem para aquela estância hidromineral, no Sul de Minas. E a primeira oportunidade é no próximo mês de outubro, com a oitava edição do “Túnel do Tempo”. Conheça preços, promoções e as vantagens deste convênio. Entre em contato pelo telefone 3271-7180 e converse com a Luiza.

Túnel do Tempo em Lambari Você já pode começar a se programar para uma viagem a Lambari, nos dias 21 a 25 de outubro, na 8ª edição do Túnel do Tempo. Serão quatro dias de muita confraternização, passeios e uma série de atividades. Você já pode se planejar e começar a pagar, de forma suave e parcelada, sem pesar no seu bolso e no orçamento da sua família. A viagem inclui as passagens de volta, café da manhã, almoço e jantar durante

todo o evento. A chegada está prevista para o dia 21 de outubro, um domingo. E na mesma noite você já participa de uma noite italiana, com queijos e vinhos. A programação inclui caminhadas, hidroginástica em piscina aquecida, aula de Zumba, vôlei aquático e áreas e lazer. À noite bailes temáticos com “Uma Volta ao Túnel do Tempo” e “Festa dos Anos Dourados”, além de um baile à fantasia.

Converse com a Luiza, ela vai te orientar! Os telefones são: 3271-7180 ou 99276-6205.

Na foto Sebastião Arantes Júnior, da rede hoteleira JS/Parque Lambari; a primeira-secretaria da Aseapprevs, Luiza Ruppnig e o presidente Afonso Dolabela Bicalho

Convênios

Saúde e Bem-Estar  Implantar Clínica Odontológica – Av. Dr. Cristiano Guimarães, 1.730 – Tel. 2517-5000

 Clinibel - Clínica Odontológica Rua Espírito Santo, 466 – Tel. 3506- 3600

 Espaço Odontológico Rua dos Goitacases, 375 – Tel. 3274-4112

 Mais Odonto

Av. Brasil, 1547 Santa Efigênia Av. Bernardo Monteiro, 921 Santa Inês Rua Vicente Risola, 1519 Serra Av. do Contorno, 4747 1º Piso Contagem - Eldorado Rua Jequitibás, 393

 Biogalena – Dermocosméticos Inteligentes Rua São Gonçalo do Abaeté, 292 – Tel. 3241-6013

Av. Afonso Pena, 748 – Conj. 311 - Tel.3271-1355

SEUS DIREITOS – APOSENTADORIA E OUTROS BENEFÍCIOS

 Funcional Fisoterapia

 Edson José Figueiredo – advogado

Rua Padre Rolim, 815 – Tel. 3241-2401

 Laboratório Real de Análises Clínicas Rua Carijós, 424  Tel. 3271-9687

 Eficácia Farmácia de Manipulação Centro - Rua Curitiba, 865 Centro - Av. Afonso Pena, 316 Funcionários

– especializado em Direito Previdenciário, calculo de aposentadoria e benefícios. Rua Caetés, 530 – Sl. 813 – Tel. 3271-4622

 Marcos André – Especializado em Previdência Pública Rua Matias Cardoso, 271 – sl. 1102 – Tel. 2555-9901

Lambari é uma estância hidromineral que fica a 339 km de Belo Horizonte, no Sul de Minas. A cidade é bastante procurada pelas suas destacadas belezas naturais, clima e principalmente pela água mineral. Lambari possui um potencial turístico invejável. Além da maior vazão de água mineral gasosa do mundo (seis fontes diferentes jor-

rando 22 bicas d’água) e de seus quatro parques, a cidade oferece uma série de recursos para as modalidades de esporte. Sua população, segundo o IBGE, gira em torno dos 20 mil habitantes. Em outubro o clima é ameno com previsão de poucas chuvas e temperatura média em torno dos 20 graus.


8

Associação Eclética de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social do Estado de Minas Gerais Entidade de Utilidade Pública Municipal e Estadual, conforme as Leis 10505/2012 e 21479/2014

SAÚDE

Evite as doenças de inverno

O

inverno começa oficialmente no dia 22 de junho, mas desde a segunda quinzena de maio as temperaturas começaram a cair. E é nesta época de frio que as pessoas sofrem mais com as doenças respiratórias: gripe, resfriado, amidalite, asma, otite, bronquite, pneumonia, sinusite e alergias. É muito comum confundir gripe com resfriado e achar que “tomar friagem” causa gripe. Mas o correto é que nesta época, as pessoas se concentram mais em locais fechados, o que facilita a propagação de vírus e bactérias que causam esta série de doenças.

em crianças, embora também acometa adultos. Os sintomas são chiados no peito, tosse e sensação de falta de ar. Bronquite – Inflamação dos brônquios, o que impede a chegada do ar aos pulmões. Causa tosse seca com chiado seguida de tosse com catarro Rinite – Causada por irritação ou inflamação da mucosa do nariz, é uma das doenças alérgicas mais comuns. Causa espirros, coriza, coceira e entupimento do nariz.

Vamos falar um pouco de algumas delas.

corretamente. O tratamento é feito com analgésicos, antitérmicos, repouso e hidratação. Pneumonia – Infecção aguda dos pulmões que pode ser causada por bactérias, vírus ou fungos. Pode surgir após uma gripe ou crise de bronquite severas. O tratamento é feito com antibióticos.

Como prevenir é melhor do que remediar, lembre-se: alimentação adequada, hidratação, prática de atividade física e uma boa noite de sono são recomendadas para fortalecer o corpo e prevenir-se de doenças. Também é aconselhável evitar o consumo de bebidas alcoólicas e de cigarro

Asma – Inflamação dos pulmões e vias aéreas. Mais comum

(* Com informações do pneumologista Ciro Kirchenchtejn, via site da Pfizer)

Rua dos Caetés, 530 Sala 1108 - Ed. Cartacho Centro Cep: 30120-080 Belo Horizonte Tel.: (31) 3271-7180 e 3582-0729

IMPRESSO

Resfriado – Gripes e resfriados têm sintomas semelhantes, embora sejam doenças diferentes. O resfriado geralmente dura de quatro a cinco dias, mas pode se prolongar por até duas semanas, causando coriza, obstrução das vias respiratórias, febre baixa, espirros e dor de garganta. O tratamento alivia os sintomas e é feito com analgésicos e antitérmicos. Gripe – É causada pelo vírus influenza e, além dos sintomas do resfriado, causa febre alta e repentina, dores no corpo e cansaço. Pode provocar complicações se não for diagnosticada e tratada

Sinusite – É a inflamação dos seios nasais, que são cavidades no crânio em torno do nariz. Provocada por alergias ou infecções por vírus ou bactérias, causa dor de cabeça, pálpebras inchadas, nariz entupido, secreção nasal e dor nos olhos.

O Eclético  

Jornal da Aseapprevs

O Eclético  

Jornal da Aseapprevs

Advertisement