Page 1

Boletim

Ecetistas em Luta Edição Brasília - ano IX- nº 116 -

quarta-feira, 12 de março de 2014

Vote CHAPA 3 Fora Patrão, sindicato é do peão! Na Internet: olhovivoecetista.blogspot.com.br • fones: (61) 3225-9155 ou 9556-4183 (Juliano) Receba o boletim Ecetistas em Luta por e-mail, escreva para: correios@pco.org.br

NÃO AO POSTAL SAÚDE

TODOS PARA FRENTE DO TST DEFENDER NOSSO PLANO DE SAÚDE! Este chamamento é direcionado aos trabalhadores dos Correios de Brasília que por três anos consecutivos (2011, 2012 e 2013) precisaram fazer greve para impedir que a Direção Corrupta da ECT pudesse mexer no nosso Plano de Saúde. Em 2011 A direção da ECT tentou, na surdina, reeditar uma nova redação no Acordo Coletivo de Trabalho da categoria, abrindo a possibilidade de repassar o Plano de Saúde para uma empresa privada, está manobra foi logo desmascarada pelos trabalhadores que exigiram que a ECT mantivesse o mesmo texto sobre o Plano de Saúde. Em 2012 A Direção da ECT veio para mesa de negociação com um texto pronto, mudando a cláusula 11° do Acordo Coletivo de Trabalho, dizendo que precisaria adequar o Plano de Saúde as Normas da ANS – Agência Nacional de Saúde, que regulamenta planos privados de saúde no país. Novamente os trabalhadores derrotaram, através da greve, a tentativa da ECT de modificar o Plano de Saúde, deixando até os juízes do TST contra a mudança da cláusula. Em 2013 Sabendo que não teria guarita

a mudança do Plano através de Acordo Coletivo, pois a Fentect já não estava mais nas mãos dos pelegos do PT e PCdoB, a direção da ECT fundou de forma secreta e ilegal a Postal Saúde, e mais uma vez os trabalhadores dos Correios saíram em greve e o TST reafirmou a cláusula 11°, deixando claro que o Plano de Saúde só poderia ser modificado através de comum acordo com os trabalhadores. Janeiro de 2014 A ECT desrespeitando o Acórdão do TST, colocou em pratica a Postal Saúde, passando o Plano de Auto Gestão, para um plano de Caixa de Assistência Privada, e criou a MNNP - Mesa de negociação pelega, para tentar impedir a greve da categoria contra a ilegalidade da Postal Saúde, no entanto, novamente a Fentect denunciou o golpe, e chamou a categoria para greve. Os sindicatos ligados ao PT – patrão, nem assembleia realizou para evitar que os trabalhadores fizessem a greve, dividindo a categoria entre os trabalhadores que estão lutando e os que estão amarrados pelas direções sindicais Em Brasília, Amanda “Marimitex” vem reproduzindo a mesma conversa mentirosa da ECT, de que a greve não adianta, que o

plano já está aprovado, e que greve não adianta nada. No entanto, 18 bases sindicais no país estão em greve há 41 dias, e os trabalhadores de várias destas bases sindicais em greve estarão vindo para Brasília, no dia 12 de março, dia do Julgamento da greve contra a Postal Saúde, pressionar os ministros do TSTTribunal Superior do Trabalho, decidir em defesa do Plano de Saúde da categoria. Diante disso, os trabalhadores de Brasília, capital do poder politico no país não pode ficar de fora desta mobilização. Amanda já impediu por 41 dias que a categoria de Brasilia engrossasse o movimento nacional, mas não pode impedir que os trabalhadores faça apenas um dia de greve, justamente no dia de Julgamento, participando de todas as atividades que ocorrerão no dia 10 de março, como ato no Ministério das Comunicações a partir das 10 horas da manhã, e caminhada para o TST, onde ocorrerá o julgamento da greve as 15h30. Por isso devemos impulsionar que todos os trabalhadores de Brasília paralisem pelo menos neste dia, para engrossar o movimento de greve contra a privatização do nosso plano que ocorrerá no dia 12 de março. Até a Vitória.


FRAUDE NO SINTECT-DF

SÓ COM FRAUDE AMANDA “MARMITEX” PODE SE MANTER NA DIREÇÃO DO SINTECT-DF Diretoria do Sintect-DF organiza eleição relâmpago para eleger nova diretoria com objetivo de garantir fraudulentamente Amanda “marmitex” por mais 4 anos a frente do Sindicato A diretoria do Sintect-DF, ligada ao PT – patrão está preparando para os dias 13 e 14 de março a eleição para nova Diretoria do Sindicato. A eleição se dará com a disputa de 3 chapas inscritas. Sendo duas ligadas ao PT- Patrão, tendo à chapa 2 a participação dos divisionistas do PSTU/ Conlutas. E uma terceira chapa formada por trabalhadores de Base organizados pelo PCO. O processo eleitoral foi organizado pela diretoria do Sindicato “a toque de caixa” para não permitir o menor debate no interior da categoria sobre as eleições sindicais. A partir da promulgação das chapas, ou seja, depois do carnaval, restaram cinco dias uteis para realizar a campanha eleitoral em uma base de mais de 6 mil trabalhadores. Na véspera das eleições ainda tem vários trabalhadores que nem sabe que haverá eleição. Toda esta operação serve

para que a vontade dos trabalhadores não seja expressa no voto, pois a presidente do Sintect-DF, Amanda Corcino, vulgo Amanda “marmitex” não tem nenhum apoio dos trabalhadores. Nos últimos anos, Amanda se tornou inimiga da mobilização da categoria, mudando as datas da assembleia, rebaixando as pautas da categoria, impedindo os trabalhadores de falar no carro de som, e andando para todo lado cercada de seguranças diante de sua impopularidade. Amanda ainda mudou os Estatutos da entidade para aumentar o seu poder sobre os trabalhadores, mudando de três para quatro anos o mandato da diretoria do Sindicato, seguindo os pelegos da Findect- extinta federação do PCdoB, pois lá os mandatos são de 4 a 7 anos. A eleição “vapt-vupt” é dirigida por uma Comissão Eleitoral toda escolhida pela diretoria do Sindicato, todos

militantes do PT. Se não bastasse a fraude eleitoral, Amanda que representa os interesses do PT- patrão no Sindicato resolveu fazer a eleição do sindicato em meio à greve nacional da categoria contra o golpe da Postal Saúde, justamente para evitar que trabalhadores de outros Estados, que estão em greve pudessem vir a Brasília apoiar os trabalhadores de base que fazem oposição ao reinado de Amanda “marmitex”. É necessário impedir o golpe, exigindo o cancelamento desta eleição fajuta, chamando assembleia geral da categoria, para reorganizar um novo processo eleitoral, onde os trabalhadores de base possam escolham de forma democrática a Comissão Eleitoral, organizar um calendário eleitoral que a categoria tenha tempo hábil para debater e ter conhecimento de todas as chapas na eleição. Fora Patrão! Sindicato é do Peão!

CANDIDATOS DA CHAPA 3

DIRETORIA COLEGIADA

Santos – Carteiro do CDD Samambaia; - Diretor de Esporte – Marcos Aurélio da Silva – Carteiro do - Presidente – Adenir Pereira da Silva – Carteiro do CDD CDD Lago Sul; ASA NORTE; - Diretor de Convênios – Pedro Messias Araújo Neto – Car- Secretario Geral – Ado Soares de Lima – Carteiro do CDD teiro CDD Águas Claras; LUZIANIA; - Diretor de Finanças – Átila Bruno Cruz de Sousa – Aten- Suplentes da Diretoria Colegiada dente da AC- EQN 204/404 Norte; - Diretor de Administração – Eliud Ramos de Mendonça – Carlos Aberto Soares de Sousa – Carteiro do CDD ValpaCarteiro do CDD Santa Maria; raíso; - Diretor de Assuntos Jurídicos – Huerlen de Freitas Barboza Geraldo Batista dos Santos – Carteiro do CDD Santa Maria; dos Santos – Carteiro do CDD Águas Claras; José Antônio Tadeu de Carvalho – OTT – CTE Brasília; - Diretor de Assuntos do Entorno - Júlio César Alves de Antônio Arnaldo dos Santos – OTT – CTE Brasília; Lemos – Carteiro do CDD Santa Maria; Albino Dias da Silva – Carteiro do CDD ASA Norte; - Diretor de Formação Sindical – Gildemar Nunes de Castro – Carteiro do CDD Santa Maria; - Diretora de Relações Intersindicais e Assuntos Parlamen- Emerson Pereira dos Santos – Carteiro do CDD Águas Clatares – Elissandra A. dos Santos da Silva – Atendente AC ras; – Tag. Centro; Cleide Regina Rosa Campos – Carteiro do CDD Asa Sul; - Diretor de Imprensa e Divulgação – Daniel Montalvo da Ivanio Pereira de Oliveira – Carteiro CEE Sul; Silva – Carteiro do CDD Águas Claras; Agerval Tavares Sardeiro – Carteiro do CDD Val Paraíso; - Diretor de Assuntos Sociais, Culturais e de Lazer – Alexandre Frederico Ferreira Evaristo – Carteiro do CDD Gama; Conselho Fiscal - Diretor de Saúde e Segurança do Trabalhador – Nildo Franscico do Vale – CDD Centro; Franscico Silva de Arantes – Carteiro do CEE Taguatinga; Sebastião Fernandes Cordeiro – Carteiro do CEE Sul; - Diretor do Aposentado – Franscico Rocha Machado – Aten- Gilvan Vieira da Silva – Atendente da AC/Aeroporto; dente da AC Aeroporto; Jardel Ferreira de Sousa – Carteiro do CDD Luziânia; - Diretor de Serviços Postais e Telegráficos – Luiz Fernando Vanda Maria Serra Pereira – Atendente da AC Aeroporto; de Oliveira – CDD Lago Sul; Serascene Borges – Carteira do CDD Luziânia; -Diretor de Assuntos da Mulher – Vanessa Pessoa Ribeiro – Clenirce B. de Olveira – Carteira do CDD Asa Norte; AC Tag/Centro Walace de Sousa Fernandes – Carteiro do CDD Núcleo Ban-Diretor de Assuntos Raciais – Cleison Martins Demétrio – deirantes; Carteiro CDD Águas Claras; Eder Flávio Gomes – Carteiro do CDD Luziânia; - Diretor de Assuntos Educacionais – Laércio Almeida dos Josué F. Santos – Carteiro do CDD Luziânia.

Eel df 116 12 3 14  
Advertisement