Page 1

PORTFOLIO HELENNA LUZ

2012-2016


Ă?ndice

02


Família de Formas

Caixas

Campus Unifesp

Projeto Visual Ambiental - Edificio

Projeto de Infraestrutura Urbana

Projeto Visual Ambiental - Cidade

Projeto de Ponte e cabeça de Ponte

Archhitecture [Analogique &] Numérique

Projeto de Paisagem

Architecture, villes, périphéries

03


Família de Formas Ano: 2012 Lugar: Fau USP Professor: Luis Antonio Jorge Equipe: Individual

O trabalho foi desenvolver um conjunto de moveis coerentes com a cadeira “red and blue” concebida por Gerrit Rietveld em 1918. Eu escolhi desenvolver uma estante.

04


Caixas Ano: 2012 Lugar: Fau USP Professor: Luis Antonio Jorge Equipe: 10 pessoas Contrução e a experimentação do espaço através do desenvolvimento de um projeto (concepção) com todas as informções construtivas.

05


Projeto de Infraestrutura Urbana Ano: Lugar: Prof.: Equipe:

2013 Fau USP AlexandreDelijaicov 6 alunos

Infraestrutura urbana . Habitação . Equipamentos. <> Projeto integrado polifuncional dentro da área da Operação Urbana Centro. . Nomeamos de Águas do Itororó, o qual foi aprisionado em galerias quando construída a avenida 23 de maio, componente do eixo Norte-Sul. . As águas que emergem são do parque construído nas atuais zonas de amortecimento desta mesma avenida e de um complexo aquático projetado no alto de um dos taludes das bordas daquela e que busca, por meio de visuais, criar um paralelo em meio ao rio que ainda corre, mesmo que sem vistas para todo o fluxo sobre o qual percorre. 06


Infraestrutura urbana Eu e minha dupla estudamos o fluxo caotico de 3 ruas e dois viadutos. Para transpor de uma margem à outra, foi reabilitada a estrutura do tabuleiro duplo do Viaduto Dona Paulina, projetado para ser o caminho dos bondes elétricos quando de sua construção e subutilizada como depósito de caixões do serviço funerário da prefeitura. Este tabuleiro ganha vida com a circulação de pedestres, que podem percorrer a galeria com exposições de artes e tomar um café observando o parque ou as piscinas.

07


Projeto de Ponte e cabeça de Ponte Ano: Lugar: Professor: Equipe:

2014 Fau USP Diversos 6 alunos

Proximo as margens do Rio Pinheiros, no qual a passagem de uma margem a outra se faz com dificuldade. . Concepção de um desenho de ponte urbana com cabeças que estimulassem a circulação. . O projeto inclui centro cultural, ponte para pedreste e veiculos, habitação e Centro Comercial . Mantém-se a cobertura do CEAGESP (porém com projeto de intervenção) como memória da função que o terreno já teve e aberta para comércio.

08


Coorporativo 50 andares Estação Monotrem Hotel

Projeto de Paisagem Áreas Livres projetadas Parque Linear - sentido Bairro Parque urbano

AUP 654 Projeto da paisagem | Entrega Final Parque Global Parque margem do Rio

Denise del Giglio 8010976 | Helenna Luz 8010274 | Marina Lima 8011021| Valeria Waligora | 801123 Professor Eugênio Queiroga

Parque Linear Marginal Pinheiros Prainha - Decks

Ano: Lugar: Prof.: Equipe:

Implantação Outros geral Rio ampliado

Usos - áreas construídas

Rio Pinheiros

Habitação + comércio - 3 + 4 pavimentos

Projeção Monotrem

Habitação - 30 pavimentos Comércio - 3 pavimentos

Mancha detalhamento 1:500

Coorporativo + comércio - 3 + 11 Coorporativo 33 andares

2014 Fau USP Eugenio Queiroga 4 alunos

Coorporativo 50 andares Estação Monotrem Hotel

Áreas Livres projetadas Parque Linear - sentido Bairro Parque urbano Parque margem do Rio Parque Linear Marginal Pinheiros Prainha - Decks

Outros Rio ampliado Rio Pinheiros Projeção Monotrem Mancha detalhamento 1:500

AUP 654 Projeto da paisagem |

Entrega Final Parque Global

Tabela de áreas

Planta corte A-A

Quantidade

Paviemtnos

Área de pro jeção

Àrea construí da

Tipo 2 TOTAL

12 5 177600

6 30

800 800

57600 120000

CORPORATIVO/SALAS COMERCIAIS Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 TOTAL

3 1 1 196400

33 22 50

1200 800 1200

118800 17600 60000

HOTEL 1:1250 Total

1 24000

12 100

2000

24000

3

26834

80502

A

RESIDENCIAL

N Tipo 1

N

ESCALA 1:1250 ESCALA

0 20

0 20

m

100 m A

COMERCIO Total

80502

PARQUE Total

44234

N

Corte A-A

ANDARES HABITACIONAIS

ANDARES COMERCIAIS

PARQUES

TÉRREO LIVRE

RUA

DECKS

MARGINAL RIO PINHEIROS

Terreno próximo ao Rio Pinheiros e um exercício de projeto de paisagem de um zoneamento que compreendia a construção de um parque urbano construído de acordo com o quadro normativo do Plano Diretor 2014, assim como habitação (incluindo HIS, HMP) , comércio e hotel. . Colocamo-nos no papel de agentes imobiliários para propor um projeto que atenda às suas necessidades enquanto incorporadores, mas que fosse favorável às operações urbanas atuais. . Segurança Meio ambiente Acessível . Quanto à relação com o rio Pinheiros, o projeto foi elaborado pelo desejo de um futuro diferente do distancioamento atual com um desenho que permite a futura expansão desse empreendimento em direção ás margens do rio, com habitação e comercio em baixo. 09

ESCALA 1:250


Campus Unifesp

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

Ano: 2015 Lugar: Fau USP Prof.: Antonio Carlos Barossi Equipe: 3 alunos PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

CORREDOR ENTRE PREDIOS

ALUNOS

MUNICIPIO

• • • • • •• • • • • •••••••••••••

FERNANDA BITTENCOURT RUA PROFESSOR CANDIDO MOTTA ESTEFANI CISTERNAS

CORTE DE ESTRUTURA E CIRCULAÇOES

SAO PAULO

CONTENIDO PLANTA 4

DATA

ESCALA

JANEIRO 2015

1 : 500

EMBU DAS ARTES ESTADO

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT HELENNA LUZ

Os objetivos do projeto foram o de conectar o campus com a cidade. . . Reforçar a sensação de espaço público para todos e não uma universidade fortificada fechada sobre si mesma. . . Assim, as zonas de transição entre a cidade e a sala de aula foram as temáticas aqui projetadas dentro das instalações da Universidade que serão abertas ao público. Eles são: Teatro, Biblioteca, Museu, Restaurante, Parque / Club.

FORMATO

A2

6/11

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

CORTE DE ESTRUTURA E CIRCULAÇOES 1

2

3

+28 4

5

11 6

7

8

9

12

13

14

15

16

17

18 +24

10

+20 +16 +12 1

2

3

+8,0 +28 4

5

11 6

7

8

9

10

12

13

14

15

16

17

18

+4,0 +24 +0,0 +20

DUCATIONAL UCT PRODUCT

+8,0

CORTE AA ...........................................................................................................ESCALA 1:500 +4,0

10 FACHADA PREDIO CULTURAL

+0,0

PRODUCED BY AN AUTOD PRODU

+16 +12


PRODUCED BY AN AUTODESK BY AN AUTODESK EDUCATIONAL EDUCATIONAL PRODUCT PRODUCT PRODUCED BY AN PRODUCED AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

CORTE CORTE CORREDOR CORREDOR - UNIAO -DE UNIAO DE PREDIOS DE PREDIOS CORTE CORREDOR - UNIAO PREDIOS

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT • •• • • • • • • • • •• • • • • • • •

CORTE CORREDOR - UNIAO DE PREDIOS

corredor

corredor

• •• • • • • • • •

corredor

CORTE BB ......................................................................................................................................................ESCALA CORTE BB ......................................................................................................................................................ESCALA 1:500 CORTE BB ......................................................................................................................................................ESCALA 1:500 1:500

• •• • • • • • • • corredor

• •• • • • • • • • • •• • • • • • • • corredor

corredor

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

PRODUCED BY AN AUTODESK EDUCATIONAL PRODUCT

FACHADA FACHADA FRENTE DA FRENTE - DESDE -O DESDE O RIO O RIO ACHADA DA DA FRENTE - DESDE RIO

• •• • • • • • • •

corredor

CORTE BB ........................................................................................................................................

FACHADA DA FRENTE - DESDE O RIO

ELEVAÇAO 2ELEVAÇAO ......................................................................................................................................................ESCALA 2 ......................................................................................................................................................ESCALA 1:500 ELEVAÇAO 2 ......................................................................................................................................................ESCALA 1:500 1:500

LOCALIZAÇAO LOCALIZAÇAO LOCALIZAÇAO CAMPUS PROJETO UNIFESP CAMPUS UNIFESP PROJETOPROJETO CAMPUS UNIFESP EMBU DAS ARTES EMBU DAS ARTES EMBU DAS ARTES

• •• • • • • • • •

A

A

B

B

B

corredor

A

A

A

B B ELEVAÇAO 2 ......................................................................................................................................................ESCALA 1:500

B

ANTONIO PROFESSOR CARLOS BAROSSI ANTONIO CARLOS BAROSSI PROFESSOR PROFESSOR ANTONIO CARLOS BAROSSI

ALUNOS

ALUNOS

11

MUNICIPIO • • • • •• • • • • ••••••••••••• • • • • MUNICIPIO • •• • • • • ••••••••••••• • • • • ALUNOS • •• • • • • ••••••••••••••

MUNIC

EMBU MOTTA DAS ARTES EMBU EMBU ARTES FERNANDA BITTENCOURT FERNANDA BITTENCOURT FERNANDA BITTENCOURT RUA PROFESSOR CANDIDO RUA PROFESSOR MOTTA DASCANDIDO RUA PROFESSOR CANDIDO MOTTA ESTADO ESTA ESTADO


Projeto Visual Ambiental - Edificio Ano: Lugar: Professor: Equipe:

2016 Fau USP Exely Sandrin 4 alunos

Projeto Visual Ambiental relacionado ao edificio . Escolhemos uma marquise de acesso ao conjunto Universitário das Quimicas e RU . . Baixa, escura e mal conservada, a marquise mascaras seu entorno. . . Aproveitamos seus eixos de simetria pra implantar um projeto de espelhos que trazem mais luz, e enquadram a vegetação despercebida.

12


13


Projeto Visual Ambiental - Cidade Ano: Lugar: Professor: Equipe:

14

2016 Fau Usp Exely Sandrin 4 alunos


MEMORIAL <> O Pavilhão da Primavera, inserido em volt do mirante do Parque Villa Lobos, tem como intenção principal dar força ao mirante, que apesar de ser um elemento com grande destaque e força vertical dentro do parque, ainda se perde em meio à tantas outras atrações. O objetivo de trazer nova vida ao local, como um lugar de encontro e permanência, aliado à falta de vegetação ao redor, juntamente com a premissa de primavera, resultou na ideia de um local de proteção ao Sol, implementando diversos painéis de diferentes tamanhos, semi-permeáveis que criassem espaços orgânicos, e ao mesmo tempo escondessem o mirante. Buscou-se nesse esconder, a reação da surpresa. Ao invés de evidenciar o mirante e marcar ainda mais sua presença como ponto de interesse, a decisão foi de fazer o movimento contrário; com o esconder do mirante, cria-se uma área no entorno, de novidade e descoberta, onde podemos nos perder e relaxar, podendo encontrar, no seu centro a verticalidade do mirante, e acessando-o para descobrir e ver o parque de mais um ângulo inédito até então. Apesar de contrastantes, a ideia da horizontalidade dos paineis tiveram como objetivo não a oposição à verticalidade do mirante, mas sim o complemento da forma que já era presente

15


Archhitecture [Analogique &] Numérique viduelle Ano: Lugar: Prof.: Equipe:

2015 ENSA Lyon Eglantine Bigot-Doll 3 alunos

Reflexão sobre a produção de projeto na era digital, onde a alfabetização digital aumenta as oportunidades para construir respostas inovadoras <> Descoberta da matéria Maquetes pílula (3cm3) Foto macro Modelização e impressão 3D Heterotopia Projeto . . . O resultado final não foi um edifício convencional, mas um grande instrumento musical que a partir da forma assimétrica, esférica e diferentes matérias, permitisse a propagação do som de diferentes maneiras.

16


FAÃ&#x2021;ADE 17


SCHÉMAS D’EXPÉRIMENTATION VOIR SANS ENTENDRE Verre isolant STUDIO D’ENREGISTREMENT ABSORPTION AIGUE

VIBRATION

Filaments de laine

Membrane

Absorption et isolation phonique

ÉCHO

SILENCE

COULEURS

ulière de cuivre

Surface pyramidale de mousse en caoutchou

Couleur en fonction de la fréquence sonore

Maquettes pillules ÉLÉMENTS RECHERCHÉS : DISSIPATION ET PROPAGATION

NIVEAU REZ-DE-CHAUSSÉE

18

NIVEAU SUPÉRIEUR


COUPE LONGITUDINALE 19


GROUPE PATRIMOINE

Architecture, villes, périphéries GROUPE PATRIMOINE ANALYSE DU SITE

ologie : une première limite, la berge.

le «coude» du Rhône : Photographie actuelles et élévation avec projet.

actuelles vue depuis la rive droite, depuis givors

20 oude» 1/1000.

Ano: Lugar: Professor: Equipe:

12/22

2016 ENSA Lyon Ludovic Ghirardi Anne Scottil 4 alunos

DO URBANISMO AO PROJETO URBANISMO Valé da Quimica 30km ao longo do rio Rhone Investigação do Terreno Entender o Terreno Perspectiva do Patrimonio

Pesquisa Cartões Postais

Patrimonio Imaterial Relação com a água Passado e Presente . Vegetação perdida: “lônes” (áreas inundáveis temporariamente) . PROJETO Projeto de Campos Universítario

Onde? Porque?

Recuperar lône Recuperar a paisagem Pssibilitar Campus de Pesquisa na área Biológica e Química


GROUPE PATRIMOINE

1/22

ANALYSE DU SITE

Patrimoine immatériel Les usages de l’eau AMÉNAGEMENTS PASSÉS

POINTS DE VUE PHOTOGRAPHIQUES

AMÉNAGEMENTS ACTUELS

BAIGNADE : Piscine d’Oullins

JEU DE JOUTES : Givors

jetée béton

plage végétalisée (pelouse)

2016

Autoroute

1913

Bassin extérieur

Piscine intérieure

Route Habitation municipale

2016 fleuve et ripisylve

quai bas

quai haut

route

terre-plein

route

ville

NAVIGATION DE PLAISANCE : Pierre-Bénite

fleuve

quai

industrie

route

échangeur voie ferrée

route

terre-plein

autoroute

1920

Autoroute

lac de Miribel

1860

2016

21


22


GROUPE PATRIMOINE

22/71

15/22

ENIOMIRTAP EPUORG ELI’L

.etnaiduté eiv al ed rueoc eL : lanaC snoitatnemirépxE

snotéip nimehC

sruocraP setsilcyc

ellaS etnelavyloP

sruocraP esruoc ed

euqèhtoilbiB

ed nissaB setuoj

tnaruatseR eriatisrevinu

GROUPE PATRIMOINE

:elartnec ecalP séfac srab-

16/22 22/71

ENIOMIRTAP EPUORG

stnemegoL

.etnaid : lanaC snoitatnemirépxE

snotéip nimehC

ellaS etnelavyloP

euqèhtoilbiB

tnaruatseR eriatisrevinu

:elartnec ecalP séfac srab-

stnemegoL

23

Portfólio Acadêmico - Helenna luz  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you