Page 1

Pormenores na Paisagem - II Filomena Almeida


Arabesco Vegetal, 2013 aรงo inox e bronze comp: 10,280 metros Vegetable Arabesque, 2013 stainless steel and bronze length: 10,280 meters


Filomena Almeida

Pormenores na Paisagem - II Casa Barbot / Casa da Cultura 21 setembro / 18 outubro 2013


Paisagem: Ciclo Virtuoso III, 2013 técnica mista Dimensões variáveis Landscape: Virtuous Cycle III, 2013 Mixed media - variable dimensions


(Details in the Landscape –II ) at Casa Barbot- Casa da Cultura of Vila Nova de Gaia (Details in the Landscape) is an itinerant project aiming at a dialogue both formal and conceptual with exhibition venues, conventional or not. The present show at Casa Barbot- Casa da Cultura of Vila Nova de Gaia seeks an interaction between the building, itself an Art Nouveau example, and my contemporary sculptural project. The desired dialogue springs out from the common denominator: Nature. In the noble room, a site specific installation “Arabesco Vegetal” (Vegetable Arabesque); while throughout the house, small size sculptures embody this exhibition. Outside, at the conservatory, “Paisagem: ciclo virtuoso III” (Landscape:virtuous cycle III) can be appreciated. The “Pormenores na Paisagem”(Details in the Landscape) at Casa Barbot display intends to reflect on Nature as a creative source of contents still present in today’s artistic practices and concepts. Art Nouveau, which Casa Barbot is an example of, was grounded on those premises. “ The so called Art Noveau- new art or new style- started in Europe by the late 1800s and was for decades seen as anti-art and a degeneration of taste opposed to classical and Renaissance quality and beauty, broke from such past by renewing the study of Nature via the organicity of its structural forms, i.e. a symbolical-structural element that derives from Nature and not its reproduction”.1 “Pormenores na Paisagem”(Details in the Landscape) germinates from the afore premises by establishing a rapport with Nature thus proposing a dialogue between container (Casa Barbot) and content “Pormenores na Paisagem”(Details in the Landscape), “Arabesco Vegetal” (Vegetable Arabesque) being the apex of such a design. September 2012 Filomena Almeida

1 Gillo Dorfles- L’architettura moderna, 1954


“Pormenores na Paisagem - II ” na Casa Barbot - Casa da Cultura de Vila Nova de Gaia “Pormenores na Paisagem” é um projeto expositivo itinerante que procura estabelecer diálogos formais e conceptuais, com vários espaços expositivos convencionais e não convencionais. Esta proposta expositiva para a Casa Barbot - Casa da Cultura de Vila Nova de Gaia, tem o propósito de criar um diálogo entre o edifício Casa Barbot, um exemplo de Arte Nova em Vila Nova de Gaia, com o conteúdo do meu projeto expositivo de escultura. Tal diálogo estabelecese pelo seu denominador comum, a Natureza. A exposição apresenta no interior da casa a instalação site-specific “Arabesco Vegetal” no salão nobre, juntamente com esculturas de pequeno formato em restantes divisões da casa. No exterior a instalação “Paisagem: ciclo virtuoso III” na estufa. Para a Casa Barbot, “Pormenores na Paisagem” procura fazer uma reflexão sobre a natureza, esta como força geradora de conteúdos que foi e que ainda é atual, nas práticas e conceitos das atividades artísticas e da Arte. A Arte Nova, de que a Casa Barbot é um exemplo, partia desses pressupostos. “O denominado novo estilo a Arte Nova que surgiu na Europa por volta de finais do século XIX que durante décadas foi considerado anti-arte e degeneração do gosto contraposto à beleza e qualidade das obras clássicas e do Renascimento, faz literalmente uma rutura com esse passado fazendo um renovado estudo da natureza interpretada através da organicidade das suas formas estruturais (não portanto, a reprodução da própria natureza – mas sim o desenvolvimento de um elemento simbólico – estrutural dela derivado “1. O projeto expositivo “Pormenor na Paisagem” parte dos mesmos pressupostos de relação com a Natureza, propondo assim um diálogo entre o contentor (Casa Barbot) e o seu conteúdo (Pormenor na Paisagem), sendo a instalação “Arabesco Vegetal” o seu encontro máximo, reiterando a reflexão dos seus desígnios. Setembro de 2012 Filomena Almeida 1 Gillo Dorfles, A arquitectura moderna, Lisboa, Edições 70, 1968, pag. 23-24


Nature and artifice. Nature’s a temple where each living column, At times, gives forth vague words. There Man advances Through forest-groves of symbols, strange and solemn, Who follow him with their familiar glances. Charles Baudelaire1 Art or natura naturata (the ensemble of created things)2, by its finitude stands diverse from Nature or natura naturans ( the creative driving force)3, for if Art is the thing that man is able to create, Nature implies a deity as infinite substance for such a creation.4 ‘Vegetable House’ (Casa Vegetal), ‘Natural Cycle’ (Ciclo Natural), ‘ Fragment in the Landscape’ (Fragmento na Paisagem) or even ‘Forest’ (Floresta) are works presented at this exhibition which act as tools for manipulating Nature. Through the techné artifice, which entails action by a rational being according to a plan, this artist emulates nature by designating a forest via an installation work. On such a forest, tension is suggested by the intended stress exerted onto the architectural space with its 9 invading elements. The bronze laurel leaf ring enhances that tension by wrapping round industrial steel tube as well as the natural world since it was cast on a sand mold. Thusly, though on a distinct scale, ‘Natural Cycle’ (Ciclo Natural) thrives on the clash of its composings materials: bronze representing the organic (naturans) and steel polished to the utmost shine (naturata) ‘Fragment in the Landscape’ (Fragmento na Paisagem) starts by being the reproduction of a detail of the ‘Forest’ (Floresta) installation, stating itself as mimetic essence5 ‘Vegetable House’ (Casa Vegetal) stands out from the whole body of works presented as the most inventive one, the one through which the sculptress most successfully developes a language. The signals deriving from Nature originate a significant original form thus expressing the Manner that this artist inventes for herself, just as Goethe6 would put it. With the present ensemble the sculptress dwells on Nature as transversal content, by the use of matters and procedures that result on art being a second nature to things human made, stressing the intertwining of art and nature. The present show -Detail in the Landscape (Pormenor na Paisagem)- recurs to matters and processes native to sculpture e.g. modeling, casting and constructing objects in a modern and at times, romantic affirmation. Such condition is only disturbed by the ‘Forest’ installation (Floresta), since it integrates a diverse order of spatial construction, the one that XX Century Art History attributed to the Post-Modern dimension. Susana Piteira Aveiras de Cima, 8th May 2012 Roy Campbell, Poems of Baudelaire (New York: Pantheon Books, 1952) CARBÓ, E.L. (1996). “Paisaje y fotografia: naturaleza y territorio”. El paisaje. Hesca: arte y naturaleza.2.pg. 26 idem. 4 according to Spinoza 5 MOLDER, M.F. (1992)- Intro. A Metamorfose das Plantas. Lisboa INCM 6 GOETHE (1992)-Maneira- A Metamorfose das Plantas. Lisboa INCM 1 2 3


A Natureza e o artifício A Natureza é um templo onde vivos pilares Pronunciam por vezes palavras ambíguas; O homem passa por ela entre bosques de símbolos Que o vão observando em íntimos olhares. Charles Baudelaire1

A arte ou natura naturata (conjunto das coisas criadas)[2], por ser finita distingue-se da Natureza ou natura naturans (força que engendra, responsável por criar)[3], pois se a arte é a coisa que o homem é capaz de criar, a Natureza supõe uma divindade como substância infinita, para essa criação[4]. Uma Casa Vegetal, um Ciclo Natural, um Fragmento na Paisagem ou mesmo a Floresta, são trabalhos que se apresentam nesta exposição, enquanto ferramentas de manipulação da natureza original. Através do artifício techné, que pressupõe um acto executado conforme um plano por um ser racional, a autora imita a natureza, nomeando uma floresta com um trabalho de instalação. Nesta floresta, há uma tensão que nos é sugerida pela suposta pressão exercida na arquitectura do espaço que invadiu, e no qual instalou os seus nove elementos. Também o anel de loureiro acentua a referida tensão, já que, além de cercar os tubos de aço de origem industrial, nos remete para o universo natural, através da reprodução formal em bronze da folha daquela planta, conseguida por molde directo em areia. De igual modo, embora de escala muito distinta, a peça Ciclo Natural, vive do acentuado confronto entre os extremos das linguagens das matérias que lhe dão corpo: o bronze representando o orgânico (a dimensão naturans) e o aço polido até à exaustão (a dimensão naturata).

BAUDELAIRE, C. (1992). “IV Correspondências” AS FLORES DO MAL. Lisboa: Assírio e Alvim. Pág. 57. CARBÓ, E. L. (1996). “Paisaje y fotografía: naturaleza e territorio”. El paisaje. Huesca: arte y naturaleza. 2, p.26. Idem. 4 Segundo o pensamento de Spinoza. 1

2 3


Casa Vegetal I, 2012 bronze e aço inox diâmetro 16,5 cm; altura 103 cm (obra à direita) Vegetal House I , 2012 bronze and stainless steel diameter 16.5 cm; height 103 cm (work on the left)


Casa Vegetal II, 2013 bronze e aço inox; diâmetro 16,5 cm; altura 117 cm (obra à esquerda) Vegetal House II , 2013 bronze and stainless steel diameter 16.5 cm; height 117 cm (work on the right)


Ciclo Natural, 2012 ferro cromado e bronze di창metro 17cm, altura 6 cm Natural Cycle, 2012 bronze and stainless steel diameter 17 cm; height 6 cm


Fragmento na Paisagem II, 2012 bronze e aço inox comprimento 70 cm; diâmetro 6 cm Fragment in the landscape II, 2012 bronze and stainless steel diameter 6 cm; length 70 cm


Fragmento na Paisagem I, 2012 Bronze e aço inox Altura 44.5 cm; diâmetro 6 cm Fragment in the landscape I, 2012 bronze and stainless steel diameter 6 cm, height 44.5cm


Floresta, 2012 (3 elementos) Bronze e aรงo inox Altura 294 cm (cada) Forest, 2012 (3 elements) bronze and stainless steel height 294 cm (each)


Pormenor Detail


CURRICULUM VITAE

EXPOSIÇÕES COLECTIVAS (seleção)

São João da Madeira 1973.

2013 - Árvore 50 anos_50 Mulheres - Cooperativa Árvore, Porto

1995 Bacharelato em Artes Plásticas, pela Escola Superior de Arte e De-

2012 - Arte Móvel - Galeria João Pedro Rodrigues, Porto

sign de Caldas da Rainha

2011 - Arte Móvel - Galeria João Pedro Rodrigues, Porto

2000 Licenciatura em Artes Plásticas pela Escola Superior Tecnologias,

2011 - Prémio de Escultura Ibérico - Município de Serpa

Gestão Arte e Design de Caldas da Rainha

2009 - Antigos alunos de Artes Visuais, Escola Secundária Dr. Serafim

Desde 2001 a 2010 professora na Escola Profissional C.E.P. (Centro de

Leite, S. João da Madeira

Estudos da Pedra) no Porto

2007 - Paisagem dos pés à cabeça - escultura, Iº Salão Internacional de

Desde 2011 é autora e desenvolve o Projeto social “Feltrando”, de Rede-

Artes Plásticas - Museu da Chapelaria, São João da Madeira

sign e Design Sustentável,

2005 - O calcário na Ciência, na Tecnologia e na Arte - Museu da Pedra

no Trilho, Santa Casa da Misericórdia de São João da Madeira

do Município de Cantanhede

Sócia da Cooperativa Árvore desde 2009

2004 - Escultura no Campus - Campus Universitário de Santiago, Uni-

Sócia da Chães, Associação de Pesquisa e Experimentação em Cultura e

versidade de Aveiro

Arte desde 2012

2004 - III Prémio de Artes Plásticas-Baviera séc. XXI, Vila Nova de Cerveira

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2004 - The International Exhibition of Contemporary Sculpture 2004 at

2012 - Pormenores na Paisagem-II, escultura e instalação - Casa Barbot,

MIYZAKI AIRPORT, Japão

Vila Nova de Gaia

2001 - Galeria D. Ivone + Armazém 7, produção e participação (fotogra-

2012 - Pormenores na Paisagem, escultura e instalação - Museu Arqueo-

fia), Lisboa

lógico da Citânia de Sanfins e no

2000 - Galeria Dna. Ivone - Caldas da Rainha Arte Contemporânea, co-

Museu Municipal – Museu do Móvel, Paços de Ferreira

produção e participação (fotografia), Caldas da Rainha

2012 - Pormenor na Paisagem, Instalação e escultura na Galeria João

1997 - V Mostra de Escultura ao Ar Livre da Amadora’97, Lisboa

Pedro Rodrigues, Porto

1997 - Prémio D. Fernando II, Sintra

2007 - Projeto Ilhas: ilhas comunicantes, desenho e escultura - Museu da

1997 - Olha, olha outros cenários de uma cidade, VII Bienal Internacio-

Pedra do Município de Cantanhede

nal de Escultura e Desenho de Caldas da Rainha

2007 - Projeto Ilhas: Cenário para Bancos - Ilha, desenho e escultura -

1995 - VI Bienal Internacional de Desenho de Caldas da Rainha

Cooperativa de Comunicação e Cultura, Torres Vedras

1994 - Intervenção na cidade “Instalação de rua” - Simpetra’94 Caldas

2007 - Bancos – Ilha (escultura) e Caminhos no Espaço (vídeo), Maus

da Rainha

Hábitos, Espaço de Intervenção Cultural, Porto 2006 - Projeto Ilhas, desenho e instalação vídeo, Casa do Moinho, Santa

PERFORMANCES

Maria da Feira

2012 - Esculturas de Bolso Imaginarius - Festival de Teatro de Rua, Santa

2005 - Rente ao Plano, fotografia - Museu Barata Feio, Caldas da Rainha

Maria da Feira

2004 - Rente ao Plano, vídeo e fotografia - Centro de Arte de São João

2012 - Performance Esculturas de bolso Guimarães Noc Noc 2 e no Pe-

da Madeira

cha Kucha Night Guimarães vol #4 -

1996 - Margens para um Menhir, escultura - Galeria Terreiro das Gra-

Guimarães Capital Europeia da Cultura

lhas, Caldas da Rainha

2012 - Esculturas de Bolsillo - Studio Banana, Madrid; Espanha 2011 - Performance Pocket Stone e Stone Soup - Pedvale, Open Air Art Museun; Letónia


OBRA PÚBLICA

COLECÇÕES

2011 - Escultura em granito Contemplation Bench III - Pedvale, Open AIr

1997 - Câmara Municipal de Caldas da Rainha (desenho)

Art Museun, Letónia

1994 - Hospital Termal Rainha Leonor, Caldas da Rainha (escultura)

2010 - SIMPPETRA 2010, Simpósio Internacional de Escultura de Caldas da Rainha

PRÉMIOS

2010 - 17 th International Degirmendere Zuhtu Muridoglu Wooden

2001 - 3 Prémios no Concurso para 4 rotundas da cidade de Vale de

Sculpture Symposium – Ankara, Turquia

Cambra (trabalho de grupo)

2010 - 1º Simpósio Internacional de Escultura em Cera de Monchique,

2000 - 2º Prémio Festival das Amoreiras, Marvila - Lisboa

Algarve

1999 - 1º Prémio na semana Reciclarte - Alcanena

2008 - 1º Simpósio de Escultura em Granito de Almeida

1996 - 3º Prémio no Iª Simpósio Internacional de Escultura em Ferro -

2008 - Simposio Internacional de Escultura em Granito de Valladares -

Abrantes

Galicia, Espanha 2008 - 6th International Heseyin Gezer Stone Sculpture Symposium -

DIVERSOS

Mersin, Turquia

Autora dos Troféus Revista Plantel em 2005, Prémio Gala do Empreen-

2007 - Simposio Internacional de Escultura em PIedra de Canponaraya

dedorismo em Ciência e Tecnologia em 2011, e 2012 e InShadow, para o

- Leon, Espanha

InShadow, Festival de Vídeo, Performance e Tecnologias, em 2011.

2007 - 11 th “Sculptura Viva” Sculpture Simposium - San Benedetto del Tronto, Itália 2007 - International Sculpture EMAAR Symposium - Dubai, Emiratos Árabes Unidos 2006 - 9º Simpósio Internazional di Scultura su Pietre del Friuli Venezia Guilia, Comuni di Reana del Rojale - Udine, Itália 2005 - V Simpósio Internacional de Escultura da cidade de Cantanhede 2004 - III Simposio Internazionale di Scultura, Castelraimondo - Marcerata, Itália 2004 - I Simpósio Internacional de Escultura em Madeira - Oliveira de Azeméis 2002 - X Rencontres Internationales de Scultura sur Pierre - La Chatre, França 2001 - IX Simposio Internazionale di Scultura su Granito Comune di Buddusó - Sardenha, Itália 2000 - Iº Simpósio Internacional de Escultura CEVALOR - Borba 2000 - 5 eme Simposium Europeen de Scultura su Granit de Vire - Ecouche, França


CURRICULUM VITAE

 

    Born in S. João da Madeira-Portugal,1973.     1995-Bachelor in Fine-Arts from Caldas da Rainha Superior School of Arts and Design.     2000-Fine-Arts Degree from Caldas da Rainha Superior School of Arts and Design.     From 2001 till 2010 teaches at  C.E.P. (Stone Study Center Professional School) in Oporto.     Since 2011 keeps developing “Feltrando” Re-Design and Sustainable Design -a social project- in Trilho,      Santa Casa da Misericordia de São João da Madeira-Portugal     Cooperativa Árvore (Porto-Portugal) associate since 2009     Member of Chães, Association for Research and Experimentation in Art and Culture-Portugal  since 2012    SOLO EXHIBITIONS     2012-Details in the landscape - II -Installation/sculpture- Casa BarbotVila Nova de Gaia-Portugal    2012-Details in the landscape -Installation/sculpture- Museu Arqueológico da Citânia de Sanfins and Museu Municipal/Museu do Móvel, Paços de Ferreira-Portugal    2012-Details in the landscape -Installation/sculpture, João Pedro Rodrigues Gallery, Porto-Portugal   2007-Island(s)- Project: Communications Islands, Museu da Pedra do Município de Cantanhede-Portugal    2007-Island(s)-Project: Cenary for Island-benches,Torres Vedras Cultural Communication Center-Portugal    2007-video installation Space road and sculpture Island-Bench,  Maus Hábitos in Oporto-Portugal     2006-Islands-Project, Casa do Moinho in S. Maria da Feira ; Portugal       2005-Rente ao Plano, Photography; in Barata Feio Museum-Caldas da Rainha -Portugal     2004-Rente ao Plano photography and vídeo at S. João da Madeira Art Center-Portugal    1996-Margens para um Menir-Terreiro das Gralhas Gallery, Caldas da Rainha-Portugal      GROUP EXHIBITIONS (Selection)

2013-Árvore 50 anos-50 Mulheres - Cooperativa Árvore, Porto-Portugal  2012-Mobile Art, Gallery João Pedro Rodrigues, Porto-Portugal  2011- Mobile Art, Gallery João Pedro Rodrigues, Porto-Portugal  2011-Iberian Sculpture Prize , Municipality of Serpa-Portugal  2009-Alumni of Visual Arts, School Dr. Serafim Leite, S. João da Madeira-Portugal  2007-Landscape from head to feet, sculpture,1st International Fine Arts Exhibition, Museu de Chapelaria, São João da Madeira-Portugal  2004-Sculpture in Campus, Santiago University Campus, Aveiro University-Portugal  2004-The International Exhibition of Contemporary Sculpture 2004 at MIAZAKI AIRPORT-Japan  2000-Caldas da Rainha Arte Contemporanea-Galeria Dª Ivone-photography and co-production , Caldas da Rainha-Portugal   2001-Galeria Dª Ivone+ Armazém 7-  production and photography, Lisbon-Portugal  1997-5th Amadora Open Air  Sculpture Show, Lisbon-Portugal  1997-Prize D. Fernando II, Sintra-Portugal  1997-Olha! Olha! Outros cenários de uma cidade, 7th Biennial International of Sculpture and Drawing, Caldas da Rainha-Portugal   1995-4th Biennial International ofSculpture and Drawing, Caldas da Rainha-Portugal  1994-Street Installation (Project included in SIMPETRA’94), Caldas da Rainha-Portugal     PERFORMANCES   2012-Esculturas de Bolso  Imaginarius - Festival de Teatro de Rua, Santa Maria da Feira-Portugal 2012-Pocket Sculptures  Guimarães Noc Noc 2, Guimarães-Portugal 2012-Pocket Sculptures   Pecha Kucha Night Guimarães vol #4, Guimarães-Portugal 2012-Pocket Sculptures  Studio Banana, Madrid-Spain 2011-Pocket Stones  and  Stone Soup,  Pedvale, Open Air Art Museun-Latvia      PUBLIC WORKS / SYMPOSIA


2011-Sculpture  Contemplation Bench III, Pedvale, Open Air Art Museun-Latvia 2010-SIMPETRA 2011, Simpósio Internacional de Escultura de Caldas da Rainha-Portugal   2010-17th International Degirmendere Zuhtu Muridoglu  Wooden Sculpture Symposium, Ankara-Turky   2010-1st  International  Wax Symposium at Monchique, Algarve-Portugal  2008-1st Art Symposium of Almeida, Almeida-Portugal   2008-2nd International Granite Sculpture Symposium,  Valladares-Spain  2008-6th International Huseyin GEZER Stone Sculpture Symposium,  Mersin-Turky  2007-2nd International Art Sculpture Symposium of Leon, Camponaraya-Spain  2007-Escultura Viva, S. Benedetto del Tronto-Italy  2007-EMAAR International Art Symposium -Dubai  2006-9th  Friuli V.G. Comuni di Reana del Rojale International Stone Symposium, Udine-Italy  2005-5th Cantanhede City International Symposium of Sculpture-Portugal  2004-3rd  Caltelraimondo International Symposium of Stone, Macerata-Italy   2004-1st Symposium of Wood, Rotary Club-Oliveira de Azeméis-Portugal  2002-10th Recontres Internationales de Scultura sur Pierre, La Chatre-France  2001-11th, IX Simposio Internazionale  di Scultura su Granito Comune di Buddusó, Sardinia-Italy   2000-1st CEVALOR International Symposium of Sculpture, Borba-Portugal  2000-5 eme Simposium Europeen de Scultura su Granit de Vire, Ecouche-France     COLLECTIONS   1997-drawing- Câmara Municipal Caldas da Rainha-Portugal 1994-sculpture- Hospital Termal Rainha Dª Leonor- Caldas da Rainha-

-Portugal     AWARDS   2001-Three prizes on the  4 Sculptures for 4 Public spaces contest  (collective work), Vale de Câmara-Portugal 2000-2nd prize Amoreiras Festival, Marvila-Portugal 1999-3th prize April 25th Public Contest, public monument for Oporto (collective work)-Portugal 1999-1st prize Reciclart, Alcanena-Portugal 1999-3th prize Iron Sculpture International Symposium, Abrantes-Portugal    MISCELLANEOUS Author and procucer of trophies for InShadow Video Festival;  Gala de Empreendedorismo em Ciência and Tecnologia e  Revista Plantel.


Pormenores na Paisagem – II

(Details in the Landscape-II)

Casa Barbot - Casa da Cultura

at Casa Barbot - Casa da Cultura

exposição de escultura e instalação

sculpture and installation exhibition

de 21 de setembro a 18 de outubro de 2013

21th september through 18th october 2013

organização Filomena Almeida e Pelouro da Cultura do Município de Gaia

organization Filomena Almeida e Pelouro da Cultura do Município de Gaia

catálogo coordenação Filomena Almeida

catalogue coordination Filomena Almeida

design Gráfico Hélder Almeida

graphic design Hélder Almeida

fotografia Dionísio Souto Abreu

photos Dionísio Souto Abreu

textos Filomena Almeida e Susana Piteira

texts Filomena Almeida e Susana Piteira

versão em inglês Dionísio Souto Abreu

english translation Dionísio Souto Abreu

impressão Ancestra, Indústria Gráfica , Lda.

printed at Ancestra, Indústria Gráfica, Lda.

agradecimentos Manuel Almeida Benilde Almeida Cristina Almeida Filipe Pinto Marina Fonseca Nuno Matos

Aknowledgments: Manuel Almeida Benilde Almeida Cristina Almeida Filipe Pinto Mariana Fonseca Nuno Matos


Catalogo casa barbot  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you