Page 1

Revista JHC Mídia Digital

Edição 001 – Ano 2012

A guerra na Síria A nova Mona Lisa

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

1


Editorial JHC Mídia Digital

A Mídia Digital é uma revista semanal que se utiliza de todas as formas de expressão, elas compõem a variação da Revista para trazer a informação. Contar historias, mostrar cultura, viver o dia a dia da Orbe, e ter um olhar independente sobre democracia e política, sem esquecer de nossas responsabilidades sociais, com o dever de buscar a sustentabilidade, e ajudar a recuperar nosso meio ambiente. Uma Revista para todos os gostos com o nosso forte compromisso com a verdade, e a determinação de se fazer um trabalho sério e honesto.

José Heitor da Costa.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

1


Fundador e Diretor Responsável: José Heitor da Costa Fundado em 12/09/2012 Presidente: Jaldete Vieira Garcia. Vice-presidente: José Heitor da Costa. Diretor executivo: Valberto Garcia Diretora Comercial: J Vieira Diretora de Publicidade: Carmem Lúcia Diretora Web Designer: Iza Souza Diretor de Esportes: João Daniel Diretor de Assuntos Internacionais: Gilmar Freitas Repórteres: Afonso Aquino. Pinheiro Junior. Rodrigues Taú. Wanda Lacerda. Álvaro Cintra. João Mendes.

jhcMídiaDigital@gmail.com

Cel: +55 (11) 98178-5433 Editora: JJ Realizações e Produções Artísticas LTDA. Conselho Administrativo: Presidente: Jaldete V Garcia. Vice-Presidente: José Heitor da Costa.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

2


SAÚDE O infarto do novo século Problemas emocionais e ambientais, associados à predisposição genética, são gatilhos para doenças cardíacas Lívia Machado, iG São Paulo Uma forte dor no coração, como se ele rasgasse por dentro, subitamente. A frase parece apenas uma metáfora clichê, sempre acessível para descrever uma mágoa profunda, mas não física. O coração partido, porém, no auge do século 21, deixou de ser muleta dos sofredores e passou a fator de risco para problemas cardíacos. Dor de amor também pode matar. Depressão e problemas emocionais, associados a uma predisposição genética, estão entre as causas de infartos em pacientes jovens, alerta Marcelo Ferraz Sampaio, cardiologista do Hospital Oswaldo Cruz, chefe do Laboratório de Biologia Molecular do Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo e especialista no tema. O médico revela que nos últimos anos, o índice de infartos atípicos no setor de emergência do hospital foi surpreendentemente alto. Além do fator numérico, os pacientes tinham características clínicas semelhantes: jovens, em sua maioria mulheres, saudáveis, mas com incidentes cardíacos severos. “Observávamos, ao fazer a identificação da artéria, que o coração tinha infartado, mas não havia lesão. Começamos, então, a desvendar como essa artéria poderia ter provocado a restrição de fluxo por mais de 20 minutos, sem ter nenhum comprometimento.” Ao confrontar os pacientes com pesquisas internacionais, o especialista constatou que essas artérias sofrem um Sistema de Restrição Dinâmica ao Fluxo. A consequência e o processo são semelhantes ao que ocorre em um infarto tradicional, provocado pela conhecida lista de fatores de risco: obesidade, diabetes, hipertensão e cigarro. Neste caso, no entanto, o gatilho é emocional.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

3


Como ocorre A passagem de sangue é obstruída não pelas placas de gordura, mas por um estreitamento das paredes da artéria, responsável por interromper o fluxo. O mesmo evento é diagnosticado em casos de overdose de drogas como cocaína e crack, ou no uso de anabolizantes. "Também é possível que as plaquetas do sangue fiquem como se fossem 'tresloucadas', interrompendo o fluxo subitamente, gerando os infartos. Descobrimos que esses pacientes têm alteração da formação das plaquetas”, explica o especialista. Esse mesmo processo ocorre em pacientes com depressão. “A doença emocional, em tese, não é fator de risco pra doença cardíaca, mas pode ser, em determinadas circunstâncias, o fator principal”, endossa Sampaio. Fique atento: Açúcar, sal e cocaína formam "trio assassino" do coração No entanto, há mais de quatro meses Iris tentava digerir, sozinha, uma mágoa muito profunda. Nas palavras da professora, que prefere reservar a história, a decepção foi difícil de suportar. Por meses, o problema emocional ocupou boa parte de sua vida pessoal. “Depois do infarto eu me dei conta do que tinha ocorrido. Lembro que o médico que me atendeu quando fiz o segundo cateterismo disse que minha artéria tinha rasgado, como se uma lâmina a tivesse cortado, literalmente”. O estresse da vida profissional e o excesso de responsabilidades, dentro e fora de casa, somados aos conflitos e decepções pessoais, transformaramse em um coquetel venenoso para um coração normal, sem problema algum.

O fator genético A literatura médica mundial aponta que 15% dos infartos sem os fatores de risco tradicionais – cigarro, diabetes, obesidade e hipertensão – foram desencadeados por processos que começaram no âmbito psicológico. A matemática, porém, não é simplista e imediata. Para que o coração partido ultrapasse a metáfora é preciso que exista uma série de combinações genéticas e ambientais. A analogia da chave e da fechadura é a maneira como Sampaio consegue traduzir os preceitos da medicina genética a seus pacientes. Nas palavras do médico, a predisposição dos genes nada mais é do que uma fechadura. “A porta está fechada. A chave é o estresse emocional, e a fechadura sua carga genética. Quando a chave certa encontra a porta certa, a doença aparece.” O mapeamento genético, porém, não seria uma forma de prevenção. Embora o Projeto Genoma tenha mapeado todos os genes que existem no organismo humano, a medicina ainda não conseguiu antecipar quais combinações entre JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

4


esses genes são responsáveis por desencadear as mais variadas doenças. A única forma de manter-se longe dos infartos, tradicionais ou atípicos, seria a manutenção da saúde, tanto mental quanto física, defende o médico. “Hoje os alimentos não são mais saudáveis, passam por agrotóxicos para conservação. Não só comemos mal, como recebemos o alimento em pior estado. A falta de tempo é desculpa para tudo. A pressão do dia a dia faz com que o artifício de relaxamento e prazer seja uma comida calórica, gordurosa. O chocolate nos dá o prazer que não temos no trabalho, na família, na relação sexual. Esse comportamento social do mundo moderno gera pessoas mais expostas”. A experiência individual não serve apenas de alerta. Para contornar os problemas emocionais, Iris trocou a lousa pelos pincéis – ministra aulas de pintura em faiança para mais de 30 alunos, produz peças para venda e toca o próprio ateliê. O coração bate devagar, quase ao som do new age, música fundo de suas aulas, mas ela se define clinicamente como ótima: controla a alimentação, toma uma taça de vinho nos dias mais agradáveis, pratica atividade física regularmente - uma caminhada leve de 60 minutos - e aposta que ultrapassará a casa dos 100. Na receita médica, as indicações permanecem universais, e cabe a cada um achar seu componente pessoal: alimentação balanceada, atividade física regular, lazer, tranqüilidade e terapia – esvaziar a mente dos problemas e não permitir que eles consumam o organismo – podem ajudar a blindar o coração.

BELEZA

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

5


APLICANDO CÍLIOS POSTIÇOS Sempre teve vontade de colocar cílios postiços? Ou já tentou mil vezes e nunca dá certo? Pois hoje vamos dar muitas dicas para você arrasar cheia de cílios!

Na hora de retirar os cílios da caixinha, deslize os dedões, puxando-os da caixa.

Se, por acaso, os cílios tiverem deformado, enrole no dedo, assim eles voltam ao formato normal.

Coloque um pouco da cola no dorso da mão, com uma pinça segure os cílios e deslize-os os pela cola. Antes de colocar a cola, meça os cílios postiços nos seus cílios, é só simular que está colando, se ficar muito grande, corte o que sobrou!

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

6


Antes de ir para o olho, espere mais ou menos 1 minuto para a cola dar uma encorpada! Esse passo é SUPER IMPORTANTE!

Segurando o cílio com a pinça, encoste os postiços na base dos seus cílios!

Com a pinça, vá empurrando base contra base para grudar bem!

Cílios coladinhos!

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

7


Faça um “courvex manual” antes de passar a máscara!

Pressione os postiços naturais para que eles mais juntinhos!

e os fiquem

Máscara para finalizar!

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

8


MUNDO Mona Lisa "mais jovem" apresentada na Suíça

Uma nova versão do quadro "Mona Lisa" de Leonardo Da Vinci foi apresentada na Suíça pela fundação com o mesmo nome do quadro. Os peritos deram-lhe o nome de "Mona Lisa de Isleworth".

A Crise Econômica na Europa

A polícia usou gás lacrimogêneo e dezenas manifestantes presos no protesto contra Merkel

de

A polícia grega usou gás lacrimogêneo contra manifestantes que começaram a atirar pedras e outros mísseis no centro de Atenas, onde milhares de pessoas se reuniram para protestar contra a visita da chanceler alemã Angela Merkel.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

9


A polícia usou gás lacrimogêneo e dezenas de manifestantes presos no protesto contra Merkel

- Atenas – Anteriormente, a polícia grega usou granadas de efeito moral e spray de pimenta para afastar milhares de manifestantes desafiando a proibição de as autoridades a se manifestar no centro da capital, se reuniram na Praça Syntagma, próxima ao Parlamento . manifestantes tentaram romper o cordão de segurança e chegar ao local onde estava reunido Merkel com o primeiroministro grego, Antonis Samaras, a poucas centenas de metros da Praça Syntagma. polícia prendeu dezenas de manifestantes em reconhecer tem sido um dos maiores manifestações em meses no país.Autoridades ter implantado 6.000 agentes para garantir a segurança da chanceler alemã durante os últimos seis horas visita, a primeira em três anos desde a eclosão da crise da dívida na Grécia.Segundo a "Kathimerini" o jornal, o sindicato ADEDY , um dos organizadores do protesto, foi estimado em cerca de 80 mil manifestantes no centro da capital.

Angela Merkel visita a Atenas para

se

encontrar

com

primeiro-ministro

o

Antonis

Samaras e Papoulias Presidente Carolis.

A

polícia

proibiu

os

protestos no centro de Atenas e implantou

7.000

agentes

(Hanschke / dpa / Corbis).

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

10


De acordo com este jornal, os detidos seriam cerca de 40. Pelo menos 30 mil pessoas se reuniram nas praças de Syntagma e Omonia e Merkel para protestar contra as medidas de austeridade que os parceiros europeus estão exigindo que o governo do conservador Andonis Samaras em troca de mais ajuda financeira, disse a polícia. principais sindicatos do país, GSEE e ADEDY, tinha chamado massivamente assistir a este evento, e participar de uma paralisação de três horas, embora a polícia fechou o acesso a mais centro e restringiu o direito de se reunir em vários caminhos por razões de segurança. Mais de 6.000 agentes que guardavam centro da capital, e apesar destas medidas de segurança "sem precedentes", segundo a imprensa grega definidos, os manifestantes encheram a simbólica Praça Syntagma frente ao Parlamento grego, em um ambiente festivo, embora muitos mostraram sua indignação perante a situação atual do país.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

11


JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

12


Mais cedo, a polícia usou gás lacrimogêneo para conter um grupo de funcionários do hospital que queriam bloquear uma das avenidas pelas quais planejava mover comitiva de Merkel. Al carro que passava carregando Merkel, houve o lançamento de alguns objetos menores, como garrafas de plástico. Uma porta-voz da polícia grega confirmou à Reuters que, no momento, existem pelo menos 50 detentos vários incidentes.

Guerra Civil na Síria

Imagem: Rebeldes fazem pausa nos conflitos em uma cafeteria de Aleppo,

O Exército de

Libertação da Síria é organizado e sabe o que está fazendo. Alguns integrantes são exsoldados sírios que desertaram, mas a maioria é formada por jovens civis, alguns de 16 ou 17 anos. Os rebeldes enfrentam o Exército Sírio com pequenas armas e lança-granadas e sem qualquer suprimento, mas, de alguma forma, conseguem, por exemplo, combustível para seus veículos

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

13


.

Moradores de regiões que são palco de violência crescente deixam suas casas e buscam asilo em países vizinhos como turquia e Jordânia A violência decorrente do confronto entre tropas sírias e rebeldes opositores ao governo do presidente Bashar al-Assad tem levado cada vez mais sírios buscarem refúgio em países vizinhos como Turquia, Jordânia, Iraque e Líbano. Segundo estimativas da ONU, chega a 150 mil o número de refugiados do conflito sírio. Somente na Turquia, são quase 60 mil refugiados desde o início do conflito, em março de 2011. Nos últimos três dias, o país vizinho recebeu mais de 4 mil pessoas que fugiram da violência, elevando o número total de refugiados sírios no país para 59.710. Autoridades turcas planejam construir 13 acampamentos adicionais para duplicar a capacidade de receber refugiados sírios, que, acreditam podem chegar a 100m.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

14


Turquia cessa disparos de retaliação e diz que não quer guerra com Síria

A Turquia cessou, esta quinta-feira,de manhã os disparos de retaliação contra a Síria, um dia depois de um bombardeamento sírio ter atingido a localidade fronteiriça turca de Akçakale, matando cinco civis O Parlamento turco aprovou, entretanto, uma autorização para operações militares em território sírio. Após várias horas de debate à porta fechada, o Parlamento turco, onde o partido conservador islâmico do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan tem uma confortável maioria, deu a autorização a operações militares em território sírio em nome da "segurança nacional". Logo após a aprovação do texto, o vice-primeiro-ministro turco, Besir Atalay, esclareceu que a Turquia não quer declarar guerra à Síria, atenuando os receios de uma perigosa escalada militar. "Esta moção não é uma moção para a guerra", assegurou. Atalay referiu que a Síria admitiu a responsabilidade dos disparos feitos na quarta-feira e pediu desculpas. "A parte síria admitiu o que fez e desculpou-se. Garantiu que tal incidente não se repetirá", insistiu. "A Turquia não procura a guerra, mas é capaz de se defender de qualquer ataque que ameace a sua soberania", resumiu Omer Celik, um dos vicepresidente do Partido da Justiça e do Desenvolvimento, no poder. Logo na quarta-feira à noite, o governo turco afirmou a sua determinação em ripostar. JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

15


"A Turquia não deixará impunes as provocações do regime sírio que ameaçam a nossa segurança nacional, mas vai respeitar o direito internacional e as suas regras de intervenção", afirmou Erdogan após uma reunião com os seus conselheiros. Os disparos de retaliação da artilharia turca contra posições militares sírias na zona fronteiriça começaram ainda na quarta-feira à noite, prosseguiram hoje e cessaram durante a manhã, indicou fonte de segurança que pediu anonimato. Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), a resposta militar turca fez vários mortos entre os soldados sírios. O incidente, o mais grave desde que um avião militar turco foi derrubado pela Síria em junho passado, foi firmemente condenado pelos aliados da Turquia. O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius, considerou que os acontecimentos constituem "uma séria ameaça à paz e à segurança internacionais", enquanto o homólogo alemão, Guido Westerwelle, defendeu "uma resposta razoável à deterioração da situação". A representante da União Européia para os Assuntos Externos, Catherine Ashton, condenou "vigorosamente" o incidente e apelou a "todas as partes para mostrarem moderação". O ministro dos Negócios Estrangeiros egípcio, Mohammed Kamel Amr, condenou o ocorrido e "apelou ao governo sírio para respeitar as fronteiras com os países vizinhos e garantir que este ataque não se repetirá", segundo a agência oficial Mena. O Irão, aliado do regime sírio, pediu, pela voz do vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Hossein Amir Adbolahian, contenção e que se investigue o que aconteceu. Na Síria, 21 membros da Guarda Republicana, uma força de elite, foram mortos hoje de manhã em Qudsaya, nos arredores de Damasco, numa explosão a que se seguiu um tiroteio, indicou o OSDH.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

16


Portugal com 80 mil novos desempregados em 2013

A Renascença fez as contas, tendo por base o anúncio de Vítor Gaspar. O Governo revê em alta a taxa de desemprego para 2013: vai chegar a 16,4%.

Portugal perde cerca de 80 mil postos de trabalho, no próximo ano. Na conferência de imprensa em que anunciou as novas medidas de austeridade, o ministro das Finanças avançou uma nova previsão de agravamento do desemprego, na ordem de 1,7%. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a população activa em Portugal é de 4,6 milhões de pessoas. São os números mais recentes do INE e remontam ao passado mês de Agosto. Tendo por base esta previsão avançada por Vítor Gaspar, aRenascença fez as contas, concluindo que, no próximo ano, Portugal perde cerca de 80 mil postos de trabalho. Esta é a quarta vez que o executivo revê as previsões do desemprego para o próximo ano, mesmo depois de na passada segunda-feira o secretário de Estado do Emprego, Pedro Martins ter garantido que a percentagem do desemprego em 2013 ficaria nos 16 por cento, considerando este número uma "meta realista". Pedro Martins comentava desta forma os dados do desemprego relativos a Agosto, publicados pelo Eurostat, e que apontam para uma subida do desemprego para 15,9%.

"No mundo uma em cada oito pessoas em perigo de morrer de fome" JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

17


Uma criança em um campo de refugiados perto Dori, Burkina Faso

Apresentou o relatório da ONU "Há muitos, podemos reduzir pela metade" ROBERTO GIOVANNINI

ROMA Parece absurdo falar de "boa notícia" quando estamos lidando com quase 870 milhões de pessoas que passam fome e estão desnutridas. No entanto, a leitura da FAO / FIDA / Segurança Alimentar PAM no mundo (O Estado da Insegurança Alimentar no Mundo 2012) de boas notícias, encontramos ainda dois. O primeiro é que o período entre 1990-92 e 2010-12, o número total de pessoas que sofrem de fome diminuiu 132 milhões. Para comparação, a população do Japão. E, portanto, o percentual de pessoas com fome, apesar do crescimento da população diminuiu de 18,6% da população mundial para 12,5% (de 23,2% para 14,9% se considerarmos apenas os países desenvolvimento). A segunda boa notícia é que, com toda a evidência a fome e a desnutrição pode ser batida, porque a humanidade tem a tecnologia e o conhecimento (nem sempre a vontade, infelizmente) para fazê-lo. Neste ponto, diz o relatório da FAO / FIDA / PMA, pode estar disponível para o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio, assinada em 2000 para reduzir pela metade a proporção de pessoas que sofrem de fome no mundo em desenvolvimento até 2015. "Se a redução média anual de fome nos últimos 20 anos continua neste ritmo , até 2015, a proporção de desnutridos nos países em desenvolvimento seria chegar a 12,5% - percentual ainda maior do que a JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

18


meta dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio '11, de 6%, mas muito mais próximo do que tinha estimado anteriormente ", diz o relatório. Mas aqui acabar com a boa notícia contida no relatório das três agências da ONU que lidam com o poder, e começar o feio. A primeira é que a grande maioria das pessoas que sofrem de fome - cerca de 852 milhões - vivem em países em desenvolvimento, e é responsável por 15% de sua população total, enquanto 16 milhões vivem em países desenvolvidos. Em segundo lugar, é verdade que os famintos são diminuídos, por 132 milhões de unidades, mas o problema é que uma grande parte da melhora ocorreu entre 1990 e 2007. Mas a partir do progresso 2007-08 foi abrandado e quase parou. Embora, felizmente, o efeito da crise econômica global e os preços dos alimentos tem sido, pelo menos parcialmente abafada. "Em um mundo de oportunidades sem precedentes, tecnológica e econômica, não há absolutamente inaceitável que mais de 100 milhões de crianças menores de cinco anos estão abaixo do peso, em termos de não ser capaz de desenvolver plenamente o seu potencial de desenvolvimento humano e sócio-econômico, e que a desnutrição filho mata a cada ano mais de 2,5 milhões de crianças", denuncia José Graziano da Silva, Kanayo F. Nwanze e Ertharin primo, respectivamente, à frente da FAO, FIDA e PAM, no prefácio do relatório. O relatório observa que uma redução sustentável da fome é, obviamente, importante para o crescimento econômico, mas o crescimento no setor agrícola é absolutamente crítico: deve envolver os pequenos agricultores, especialmente mulheres. Mas o crescimento também deve estar atento aos valores nutricionais: reduzir a fome não apenas aumentar a quantidade de alimentos, mas também significa melhorar a qualidade dos alimentos em termos de diversidade, segurança nutricional e higiênico-sanitária dos alimentos.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

19


Reino Unido adverte Irã de sanções mais dor Philip Hammond, o secretário de Defesa, diz Grã-Bretanha quer aumentar a pressão como dissidência pública em Teerã poderia parar regime esquema 'louco' nuclear Os iranianos têm visto o valor do rial queda de 60% desde o ano passado. Foto: Atta Kenare / AFP / Getty Images

A comunidade internacional deve apertar o cerco a Teerã a ponto de ameaçar a sobrevivência do regime iraniano se ele não abrir mão de seus "loucos" planos nucleares, disse o secretário de Defesa, Philip Hammond. Na indicação mais direta ainda das crescentes ambições política de sanções de um funcionário eleito sênior ocidental, Hammond advertiu em uma entrevista com o Observer que haveria "mais dor nas ruas", prevendo "a interrupção potencialmente regime em risco e dissidência", que ele disse que seria uma ameaça clara para o governo. Seus comentários vêm antes de uma reunião de ministros da União Europeia em 15 de Outubro, quando o Reino Unido, França e Alemanha vão pressionar por sanções ao apertar o Irã em meio a movimentos em os EUA para fazer o mesmo. Autoridades disseram que incluem novas sanções às instituições financeiras do Irã e seu setor de energia, enquanto se move para apertar os controles no transporte marítimo iraniano também estavam sendo consideradas. Iniciativas que têm sido discutidas, de acordo com Hammond e de outras fontes, incluem a imposição conjunta de os EUA e a UE de um embargo de fato para bloquear toda exportação e importação através do sistema bancário iraniano. Somente ofertas relacionadas ao petróleo estão agora cobertos por sanções. Isso parece confirmar as alegações recentes, incluindo os EUA pelo senador Robert Menendez, democrata no Senado bancário e comitês de relações exteriores, sobre os planos para novas sanções duras norte-americanas JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

20


sobre os bancos estrangeiros que lidar significativas com o banco central do Irã.

com

quaisquer

transações

A mais recente linguagem dura, em que clérigos iranianos condenaram como uma "guerra econômica" do país, ocorre em meio ao colapso de continuar no valor da moeda do Irã, que é acusado, tanto em matéria de sanções e de má gestão econômica. Hammond disse que não há evidências claras de que as sanções existentes estão trabalhando por prejudicar a economia iraniana e fraturando a unidade da liderança. Sua descrição de uma política de sanções empurrado para a beira de um momento a mudança de regime no Irã parece marcar uma nova partida, embora tenha insistido que a intenção não era derrubar o governo. "Fala-se de um embargo comercial geral e de encerrar o acesso restante que o Irã tem de canais bancários internacionais. Nós podemos fazer a dor muito maior", disse ele. "A única coisa que é provável a ceder o regime é se ver ou sentir uma ameaça existencial. Se o nível de pressão econômica começa a traduzir-se em interrupção potencialmente regime em risco e dissidência nas ruas de Teerã, então eles podem mudar de rumo". Seus comentários vêm em meio a evidências de que os EUA e a UE estão se movendo para coordenar um novo ataque sobre a economia iraniana que os críticos dizem que já está prejudicando os cidadãos, incluindo um aumento de 80% no preço dos alimentos. As exportações de petróleo do Irã - a sua principal fonte de receita externa - caíram 50% este ano, surgiram evidências de que os EUA estão trabalhando nos bastidores para convencer países como a Coréia do Sul, ao qual concedeu uma isenção para importar petróleo iraniano, para deter ou retardar suas importações. Coréia do Sul é um de um número de países ter sido concedida uma dispensa de seis meses por os EUA de importar petróleo iraniano, enquanto reduz as importações. Qualquer renúncia novo, tem sido sugerido por autoridades dos EUA, que só é concedida se cortes adicionais de importação estão de acordo. Em mais uma prova dos esforços intensos nos bastidores, a empresa não-iranianos última disposta a segurar os navios que transportam petróleo iraniano já deixou de oferecer cobertura. Falando antes da conferência do Partido Conservador, em Birmingham, Hammond disse: "Não há evidência de que a liderança está começando a fratura sobre esta questão Eles estão começando a ligar um ao outro como a dor é transmitida através E eles podem acabar com tudo instantaneamente... Sua posição professada é que eles estão enriquecendo urânio para fins pacíficos. Ninguém acredita". Hammond insistiu que ninguém queria causar mais dor para o povo do Irã e deixou claro que o objetivo não era a mudança de regime, era apenas para aplicar tanta pressão como necessário para forçar o Irã a abandonar seu programa nuclear. Perguntado se havia planos para fazer mais, ele disse:

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

21


"Não é ainda o aperto que podemos fazer." Ele acrescentou: "Nós podemos fazer a dor muito maior Ninguém quer provocar o povo iraniano a sofrer desnecessariamente, mas este esquema louco para construir uma bomba tem que ser levado a um fim". Observações de Hammond, entretanto, parecem contradizer o juízo da comunidade de inteligência dos EUA, que afirmou que acredita que o Irã ainda não tomou a decisão de construir uma arma nuclear. Questionado sobre os 9.000 soldados das tropas britânicas no Afeganistão, Hammond disse esperar que poderia haver uma redução significativa até o final do próximo ano. Quinhentos são devido a deixar até o final deste ano.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

22


GASTRONOMIA INTERNACIONAL Gastronomia tailandesa em fusão

Na Ásia, em Banguecoque em particular, é-nos possível integrar na mesma refeição pratos diversos - de peixe, carne ou vegetarianos - de proveniências várias - Japão, Coreia, China, Malásia, Tailândia - frios e quentes, doces e picantes. Para os tailandeses, a refeição não é um ritual de sucessão (sopa, prato principal, sobremesa), mas um conjunto de provas entrecortadas com bebidas ou frutas. Hoje saí com amigos franceses e saltamos de restaurantezinho em restaurantezinho debicando as iguarias e especialidades de cada um. Começamos por um plaamêuk grelhado regado com molho de soja. O acompanhamento foi feito com uma salada de soja. Refeição muito ligeira, saímos e andamos calmamente falando das actividades que nos prendem. Meia hora volvida, entrámos numa casa muito pequena, com meia dúzia de mesas e pedimos uma sopa de arroz acompanhada por uns bolinhos de soja temperados com ervas. Esta sopa de arroz foi outrora muito gabada pelos viajantes europeus que pelo Sião andaram em meados do século XIX e trata-se, sem dúvida, de contributo da minoria urbana chinesa.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

23


De novo em movimento, comprei uns kanomkáy - bolos de ovos - numa cozinha de rua. É um bolo que denuncia a aquisição pelos siameses da doçaria europeia - talvez portuguesa - e é excelente no acompanhamento de uma taça de chá preto ou café. Os bolinhos são feitos para o freguês, saindo directamente da forma para uns pequenos sacos em papel que lhes preservam a temperatura.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

24


Finalmente, pedindo um café, fomos a uma confeitaria. Pedimos um gelado de chá verde, depositado sobre uma base em gelatina vermelha e comemos, também, um bolo de amoras com pêssegos e natas. Feitas as contas, cada um pagou a exorbitância de 400 Bath pela digressão gastronómica, ou seja, 7 Euro.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

25


Confesso que gosto de comer. Comer bem não é propriamente encher a barriga até cair para o lado. No percurso, revoltado e quase entristecido, passei por muitos fast food abarrotados de basbaques ocidentais engolindo aquele lixo que a América espalhou pelo mundo ao longo das últimas décadas: as batatas fritas, os hamburguers a tresandar a gordura, com aqueles pestíferos molhos, os gelados-lixo, as saladas-lixo; eu sei lá, raçõeslixo para a engorda e que são verdadeiro arsenal de doenças para a pandemia de gordos que vai transformando o Ocidente numa caricatura boteriana.

GASTRONOMIA E BEBIDAS Grécia Os gregos apreciam comer bem e desenvolveram, através dos tempos, uma culinária característica encontrada em restaurantes de todo o mundo. Basta observar a quantidade de restaurantes gregos, sempre lotados, no Quartier Latin em Paris, a capital mundial da gastronomia.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

26


Graças ao seu clima e à sua posição geográfica, junto ao Mediterrâneo, a Grécia tem o privilégio de produzir ingredientes muito saborosos. A maioria dos vegetais são cultivados de forma natural e preservam, assim, mais aroma e sabor. Todo prato da culinária grega usa ervas e especiarias, colhidos nas montanhas e no campo e são famosas por seu forte aroma, que se sente mesmo à distância, e paladar. Ao deliciar-se com um dos variados pratos gregos o cheiro de orégano, hortelã, canela, alecrim, nos envolve e deixa a comida muito mais saborosa. As frutas e verduras amadurecem em todo seu esplendor, sem umidade, com toda a intensidade dos aromas, cores e nuances ao paladar ! Os tomates e as cebolas são extremamente doces, os pepinos muito crocantes, as frutas então...são um capítulo à parte, sendo a Grécia a maior exportadora para a Europa de pêssegos, damascos, melões, cerejas e melancias. Para os gregos, comer é um ritual inclui horas ao redor de uma mesa, em alguma taverna, comendo, bebendo e conversando, tanto no almoço, depois do qual fazem a siesta, como no jantar. Igual a todos os outros países europeus, existem na Grécia muitas cafeterias, e o café é uma mania grega tão notada como a brasileira. Pode ser tomado forte, feito à maneira árabe com muito pó sedimentado no fundo da xícara ou, no calor intenso do verão, gelado, como um frappé , batido puro, com leite, com o licor Baileys ou com sorvete de creme. Vem sempre acompanhado de um copo de água. Com o café na mesa os gregos ficam horas conversando ou jogando gamão. Bebida alcoólica, sem comer : nunca!!! Qualquer bebida tem que vir acompanhada de algum petisco. Aliás, os gregos são especialistas em mezédes, pequenas porções de muitas coisas deliciosas, degustadas no almoço ou no final da tarde. Podem ser patês para comer com pão: de berinjela (melitzanosalata), coalhada com pepino e alho (tzatziki), ou de ovas de peixe (taramosalata); tomates, abobrinhas, pimentões ou berinjelas recheados (gemisto) com carne e molho; bolinhos de polvo ou de carne (keftedes); queijo grelhado à milanesa (saganaki); frutos do mar (lulas, camarões, polvo, mariscos) e pequenos peixes fritos; charutinhos de folhas de uva (dolmadakia) quentes ou frios, servidos ou não, com um saboroso molho de ovos com limão (avgolémono) e, claro, a salada grega chamada de xoriátika (tomates, pepinos, finas fatias de cebola, azeitonas, pimentão verde e uma fatia de um forte queijo de cabra e ovelha, o feta, temperada com orégano).

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

27


Salada xoriatika, patês, dolmadakias, camarões, keftedes, spanakopita e polvo Taramosalata

Os mezédes, tão tradicionais na Grécia são, em geral, servidos com a bebida típica grega, o ouzo (pronuncia-se uzo), uma bebida transparente produzida a partir da fermentação da casca de uva, aromatizado com anis e bastante forte (teor alcoólico por volta de 44%). Pode ser bebido puro ou com gelo e água (que quando misturada faz com que a bebida mude para uma cor leitosa), ficando muito refrescante. Por isso, os locais onde se comem os melhores mezédes são chamados de ouzerias. Apesar disso, muitos gregos preferem o tsípouro ou o rakí , também destilados de uva porém, mais puros e com menos sabor de anis. Mas ninguém vai se importar se você preferir uma cerveja bem geladinha. Da culinária mais tradicional destacam-se as massas como o mussaká, que é uma espécie de lasanha com berinjela e o pasticcio, com macarrão, carne, canela e molho bechamel.

Moussaka Pasticcio

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

28


Prove todos os queijos que puder. Muitos são famosos em todo o mundo, como o Feta (feito de leite de cabra e ovelha). Na Grécia as ovelhas e as cabras alimentam-se de arbustos que contém ervas extremamente aromáticas e seus sabores são transmitidos para o leite destes animais, fazendo com que o queijo, feito a partir desse leite, detenha um sabor particular. Este queijo é denominado Feta ( por decisão da União Européia, apenas os queijos - desse tipo - produzidos na Grécia podem ter essa denominação ) é produzido há milhares de anos, aparecendo, inclusive, na Odisséia de Ulisses, no episódio em que ele adentra a caverna do Ciclope Polifemo. O queijo tem cor branca que não se deve a agentes branqueadores artificiais ( uma vez que o uso de conservantes não é permitido na sua produção ), baixos níveis de gordura e um gosto excepcional. O processo de maturação compreende duas fases: primeiro o queijo deve ficar quinze dias em recipientes de madeira sob condições de temperatura e umidade controladas e depois, por trinta dias, em refrigeradores com uma temperatura estável. O queijo Feta é um produto grego tradicional e faz parte da alimentação diária servido na salada Horiática, juntamente com tomate, pepino, cebola, azeitonas e orégano; em tortas de queijo feitas com massa folhada; recheando lulas ou filés de peixe, gratinado com camarões ou simplesmente temperado com orégano, servido como mezédes. O Graviera é outro queijo grego conhecido mundialmente, especialmente os produzidos na ilha de Creta; outros de produção caseira e local, de determinados lugares, tem um paladar diferente e são muito saborosos. Os queijos de Metsovo são especiais, principalmente os defumados, que são servidos derretidos para comer com pão ou em crepes. Nas ilhas é comum se encontrar queijos deliciosos e típicos como o Kaseri e o Kefalotiri.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

29


POLITICA

Julgamento do mensalão é marco para política, diz Barbosa Futuro presidente do Supremo, ministro avalia que processo significa 'freio de arrumação' e chama de 'escracho' tentativa de defesa de réus de recorrer à corte internacional O futuro presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator do processo do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, avalia o julgamento da ação como um "marco" para a sociedade e como um possível "freio de arrumação" para a política brasileira. Em entrevista à rádio Estadão ESPN, o ministro classificou como um "escracho" a intenção da defesa de parte dos réus do mensalão de recorrer das condenações à cortes internacionais. Joaquim Barbosa será o primeiro negro a assumir a presidência do STF

"[O julgamento] vai ser um marco não só para a política brasileira. Para a política talvez signifique um freio de arrumação. Mas para a sociedade é um episódio espetacular porque estamos assistindo a Justiça penetrando nos lares das pessoas, o modo de fazer Justiça", afirmou o ministro, que nessa quarta, 10, foi confirmado como o próximo presidente da Corte. Joaquim Barbosa relativizou as críticas à condução do processo. "As provas estão lá em abundância. O que tem havido é tentativa de politização de um resultado negativo para essa ou aquela pessoa. E quanto a isso, cada um tem a liberdade de fazer o que bem entende", ponderou. Após a condenação por maioria de votos, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-presidente do PT José Genoino afirmaram que a decisão da Corte foi política e reforçaram a tese da defesa de que faltam provas sobre atuação de ambos no esquema.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

30


Cortes internacionais. Sem citar nomes, o ministro voltou a criticar declarações de alguns advogados de defesa dos réus de que pretendem recorrer a cortes internacionais. Joaquim Barbosa lembrou que as decisões do Supremo são soberanas e não subordinadas a outras instâncias. "[Esse posicionamento] é um escracho para com as nossas instituições e mostra que essas pessoas que estão comandando esse movimento não pensam no País. Não pensam na consolidação das nossas instituições. Só pensam em si mesmas, em grupos e facções." Mensalão tucano. O ministro Joaquim Barbosa também, relator do chamado mensalão tucano, afirmou ainda não haver previsão de quando a ação será julgada. O escândalo envolve o desvio de recursos para a campanha do tucano Eduardo Azeredo ao governo de Minas Gerais, em 1998. Segundo ele, apesar de o caso ser mais antigo do que o mensalão ligado ao PT, conhecido em 2005, a denúncia só foi recebida pela Corte em 2009 - dois anos depois da ação atualmente em julgamento. "O mineiro só veio à tona por causa do processo que está sendo julgado. Ele estava escondido. Não há como ter tramitação idêntica", disse. Como Barbosa assume a presidência do Supremo em novembro, a relatoria da ação será transferida a outro ministro, de acordo com o regimento da Corte

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

31


13 itens que logo vão desaparecer dos escritórios Se você, leitor, não consegue se imaginar trabalhando sem uma máquina de xerox por perto, é bom se preparar: estudo recente com mais de 7,2 mil profissionais do mundo todo feito por pesquisadores do LinkedIn apontou 13 itens (inclusive o xerox) que, da mesma forma que os disquetes e a internet discada, deverão “sumir” dos escritórios nos próximos anos. Confira a lista: 1. Gravador de fita; 2. Fax; 3. Arquivos com fichas de papel; 4. Horário de trabalho padrão; 5. Telefone de mesa; 6. Computadores de mesa; 7. Roupa de trabalho formal (terno, gravata etc); 8. Escritório especial para gerentes/executivos; 9. Cubículos; 10. Pen-drive; 11. Escritórios com porta; 12. Cartão de visita; 13. Máquinas de xerox (em tempo: o termo mais preciso é “fotocopiadora”; “xerox” é uma marca). Sem se limitar a apontar itens que estão rumo à extinção, os entrevistados listaram tecnologias e hábitos que, acreditam, vão se tornar cada vez mais comuns nos próximos anos: • Tablets; • Armazenamento “em nuvem”; • Horário de trabalho flexível; • Home-office (trabalho em casa); • Vídeo-conferência; • Documentos baseados na web (ex.: Google Docs); • Uso de redes sociais para trabalho; • Roupas casuais. Tirando um pouco os pés do chão, os entrevistados imaginaram recursos que, para eles, bem que poderiam existir: • Um assistente clone, para ajudar durante o dia; JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

32


Um local do escritório com luz natural; • Um lugar separado para tirar um cochilo; • Um botão de “mudo” para usar nos colegas. E você, leitor, concorda com as previsões (e desejos) dos profissionais entrevistados? •

A cada 4 minutos há uma cena com bullying social nos programas infantis Um novo estudo da Universidade de Indiana (EUA) descobriu que o bullying ou agressão social é muito presente em programas voltados para crianças, ou bastante assistidos por crianças.

Nicole Martins, principal pesquisadora do estudo, em parceria com a professora de comunicação da Universidade de Illinois (EUA) Barbara Wilson, conduziu uma análise de conteúdo dos 50 programas mais populares entre as crianças de dezembro de 2006 a março de 2007 nos EUA, de acordo com o ranking da Nielsen Media Research. Ao todo, 150 programas de televisão foram vistos e analisados. Elas descobriram que 92% dos programas voltados ou assistidos por crianças entre as idades de 2 e 11 anos apresentaram personagens envolvidos com agressão social. Em média, houve 14 casos diferentes de agressão social por hora, ou uma vez a cada quatro minutos. A grande maioria dos incidentes socialmente agressivos (78%) foi verbal: palavras para machucar a autoestima ou status social de outro personagem no programa. Os tipos mais comuns de agressão social foram insultos (52%) e xingamentos (25%). Outros tipos comuns de comportamento negativo apresentados foram provocação (10%) e sarcasmo (9%). Apenas cerca de 20% de todos os incidentes socialmente agressivos foram não verbais em sua natureza e, normalmente, empregavam “cara de mau” (36%) ou riso irônico para diminuir a autoestima de outro personagem (31%). Rolar os olhos, apontar o dedo e simplesmente ignorar a outra pessoa também eram comportamentos comuns. A maioria dos incidentes socialmente agressivos (86%) foram feitos na frente do alvo (como insultá-lo em sua cara), e raramente foram perpetrados pelas costas do alvo (como fofoca). JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

33


Agressão moral x física As pesquisadoras analisaram uma variedade de programas realmente infantis, como “Hannah Montana” e “Bob Esponja”, e alguns voltados a um público mais velho, mas bastante assistidos por crianças, como “American Idol”. Elas descobriram que as agressões sociais são mais propensas a serem promulgadas por um autor atraente (geralmente mulher), que normalmente não é recompensado nem punido por seu comportamento. As agressões também são geralmente apresentadas em um contexto humorístico. As cientistas consideraram agressões sociais, por exemplo, as “guerras” de insultos entre os juízes de “American Idol” e uma cena de “Os Simpsons” em que o Sr. Burns diz a Homer Simpson que ele é um “desperdício de pele e gordura”. Mesmo desenhos criados para crianças muito jovens, como o desenho Os Anjinhos, muitas vezes têm personagens como a Angélica, que existem apenas para atormentar os outros personagens.

Enquanto agressão física em programas de televisão para crianças tem sido amplamente documentada, este é um dos primeiros estudos a analisar a exposição das crianças a comportamentos ruins como fofocas, crueldade e manipulação de amizade. Os resultados sugerem que as maneiras em que a agressão social é contextualizada fazem com que essas representações sejam particularmente problemáticas para os espectadores mais jovens. Por exemplo, um enredo típico de programas como Hannah Montana, da Disney, envolve comportamento rude, sarcástico, ou mal educado, muitas vezes exibido pelo “melhor amigo”. Ao final do show, os que foram “malvados” geralmente obtêm sua punição, mas as crianças mais jovens podem não associá-la com as ações anteriores do personagem que foi cruel. “Estes resultados devem ajudar os pais e educadores a reconhecerem que há comportamentos socialmente agressivos em programas para crianças”, disse Martins. “Os pais não devem assumir que seu filho pode ver um programa simplesmente porque ele não contém violência física”, explica.

Porque é prejudicial e o que fazer? Segundo Martins, a agressão social ocorrer majoritariamente em comédias apresenta um desafio especial. “Quando você apresenta a agressão como forma de humor, aumenta as chances de imitação, porque as crianças são menos propensas a reconhecer que o que está sendo dito é prejudicial”, afirma. JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

34


Martins reconhece que os programas de TV não seriam muito interessantes se todo mundo se comportasse corretamente e tratasse um ao outro com respeito. “Eu não estou dizendo que devemos nos livrar do conflito, ou mesmo que as crianças não deveriam assistir programas”, disse. “Eu desafio as pessoas dessa indústria a pensarem sobre como elas devem retratar estes comportamentos agressivos e, pelo menos, a mostrarem que a vítima fica magoada pelos comentários”.

Segundo ela, isso pode reduzir o risco das crianças imitarem o que veem na TV e realmente magoarem alguém. A pesquisa, no entanto, não prova que o comportamento das crianças é influenciado pela forma como as pessoas e personagens agem nos programas de TV. Robert Faris, professor da Universidade da Califórnia em Davis (EUA) que estuda o bullying, elogiou o estudo, mas disse que é improvável que ele tenha alguma influência em mudar a programação da TV infantil. Porém, ele acredita que se os telespectadores pudessem ver a maldade subjacente de algumas formas de humor, talvez não as achariam tão engraçadas. “Certamente é possível ser hilariante sem ser cruel. Eu até acho que o público está começando a se cansar de insultos e sarcasmo”, opina.

Elementos tóxicos são comuns em brinquedos infantis Agora você precisa ter muito mais cuidado ao comprar presente de Natal para as crianças este ano, pois uma organização encontrou elementos tóxicos como chumbo, mercúrio e cloreto de polinivil (PVC) em uma grande parcela dos brinquedos vendidos. O site estadunidense Healthy Toys permite que os consumidores pesquisem em uma base de dados com mais de 1.500 brinquedos que foram testados com um analisador de fluorescência de raios X para descobrir o que há na superfície, ou próximo da superfície dos brinquedos. Neste ano apenas o chumbo já foi encontrado em 20% de todos os brinquedos testados. Muitos deles eram fabricados na China e outros nos EUA.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

35


Segundo o Professor Mustafá Ali Kanso, engenheiro químico pela Universidade Federal do Paraná, o chumbo e o mercúrio provocam danos no sistema nervoso central, problemas motores, dificuldades de aprendizado, equilíbrio, etc. em adultos. Em crianças a preocupação deve ser ainda maior, pois seu cérebro está em desenvolvimento. Apesar do chumbo ser o tóxico mais comum detectado, 289 brinquedos (19,3%) mostraram traços de arsênico e 62 (4%) de mercúrio. Em geral, mais de seis a cada 10 brinquedos mostraram algum nível destes materiais tóxicos. Quando perguntamos para o professor Mustafá, que não tem relação com a Helthy Toys, se lavar os brinquedos poderia ajudar a evitar qualquer tipo de contaminação ele afirmou que “Lavar é sempre bom por causa da contaminação por bactérias”. Como os brinquedos geralmente são manipulados por muitas pessoas no ponto de venda, a lavagem é importante. Mas a lavagem não ajudaria contra a contaminação química feita com elementos tóxicos. Estes elementos químicos tóxicos estariam integrados à superfície do brinquedo que, em níveis moderados, não devem preocupar. Mas já ocorreu, no ano passado, o recolhimento de brinquedos nas prateleiras das lojas brasileiras, pois a sua superfície era pintada com tinta que continha chumbo. Segundo o professor, o ideal é sempre comprar brinquedos com selo adequado à idade da criança, que contenham certificação no Inmetro, de marcas idôneas e que não sejam excessivamente baratos. “Sempre desconfie do brinquedo muito barato, pois ele pode ser fabricado sem responsabilidade social e com trabalho escravo.” O governo dos EUA fará o recolhimento, naquele país, dos brinquedos que mostraram quantidades alarmantes dos produtos químicos.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

36


MODA Paris Fashion Week 2013 2

De estilo de rua de Paris Fashion Week Primavera Verão 2013.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

37


O entalhe no cinto, o volume nos quadris e ombros fazer muito bem como uma figura feminina foi usada na década de 50.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

38


O entalhe na cintura da bermuda, short característica do estilo pin-up pin dos anos 60.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

39


Estilos dos anos 70 na passarela de Rochas.

Os acentos de impressão e metálico foram parte desta passagem.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

40


O amplo esboço também Rochas.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

41


Zadig & Voltaire e sua proposta para o verão boemia.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

42


Fresco com Zadig & Voltaire.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

43


Largura cima e para baixo, mas com marcada pela cintura do efeito de casca de vestuário.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

44


A tendência silhuetas ampla cheiro!

Imprime sofisticação feminina e detalhe.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

45


A impressão mistura tem sido difícil.

Balenciaga, Balmain, Nina Ricci, Lanvin.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

46


O minimalismo e sofisticação foram a chave para Balenciaga para a próxima temporada.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

47


Cortes retos e assimétricos alcançar um olhar sem esforço .

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

48


Preto e branco e chique.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

49


Os homens e cortes assimétricos.

Cópias de renda e romântico, nada mais feminino do que as bolinhas.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

50


Lanvin minimalista.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

51


Ombreiras exageradas e na sua máxima expressão.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

52


Figura Instalado na cintura os acentos e rendas foram bem sucedidos em Balmain.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

53


Denim reinterpretação retro. Eu amei este topo de culturas e shorts!

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

54


Retro para o verão também, não só de inverno.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

55


Transparências para o verão! Certamente teremos muito calor neste verão!

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

56


Romance em todos os lugares ... em cores e babados deste Nina Ricci.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

57


Como antibióticos são combustível para a obesidade Como antibióticos são combustível para a obesidade? De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo está entrando em uma crise de resistência a antibióticos, que pode acabar com a medicina moderna: no futuro, todo antibiótico comum pode se tornar inútil. Além disso, outra afirmação é bastante corriqueira: a de que os antibióticos não matam apenas as bactérias más, como as boas também. Todo antibiótico pode ser perigoso. Opa! Que bactérias boas? As que vivem no nosso organismo e que nos ajudam com tarefas importantes todos os dias. 3 perfis bacterianos: um deles vive no seu organismo. Muitas comunidades de bactérias vivem em nós – o suficiente para encher um prato grande de sopa, ou 1,36 a 2,27 quilos de bactérias. Na verdade, tem mais bactéria do que “a gente mesmo” em nosso corpo: as células de bactérias superam as células humanas em 10 para 1 no nosso organismo. Porém, como elas são muito menores do que as células humanas, representam apenas cerca de 1 a 2% da nossa massa corporal (embora componham cerca de metade dos nossos resíduos corporais). Para descobrir o porquê de tal efeito, Ilseung Cho, da Universidade de Nova York (EUA), deu antibióticos para ratos jovens, e concluiu que as drogas mudaram drasticamente as comunidades microscópicas de seus organismos, aumentando a quantidade de calorias que eles “colhiam” dos alimentos. O resultado: os ratos se tornaram mais gordos. Cho usou uma gama de antibióticos diferentes, incluindo penicilina, vancomicina, os dois juntos, ou clortetraciclina. Após 7 semanas, os ratos tratados não ficaram mais pesados, mas ganharam mais gordura corporal – cerca de 23%, em comparação com os típicos 20%.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

58


As comunidades bacterianas dos ratos medicados também mudaram. Eles tinham os mesmos números de micróbios, mas possuíam mais bactérias do filo Firmicutes, e menos do filo Bacteroidetes. Esse padrão é interessante, pois muitos estudos descobriram que o equilíbrio entre estes dois grupos de bactérias pende a favor das Firmicutes em indivíduos obesos.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

59


ESPORTE Valdivia diz levar injeções em músculo da coxa direita para jogar Chileno diz que adutor tem o impedido de treinar e afirma estar jogando no sacrifício nesta reta final de temporada do Palmeiras Valdivia, meia do Palmeiras

Criticado por desfalcar o Palmeiras com frequência, Valdivia atingiu contra o Milionários, na terça-feira, seu sétimo jogo seguido, maior sequência na temporada. O meia chileno avisa que a presença em campo na reta final do Brasileirão para evitar o rebaixamento ocorre no sacrifício. Isso porque ele relata sentir fortes dores no músculo adutor da coxa direita que o impedem até de treinar, mas não de entrar em campo. "Meu adutor está... não posso falar", comentou o chileno, evitando um palavrão para definir a situação de seu músculo. Está daquele jeito, estou jogando com ele daquele jeito", completou, reforçando a necessidade até de injeções para que tenha condições de ficar à disposição. "A dor no adutor apareceu na semana do jogo contra o Figueirense. Jogo com muita dor. Ela não sumiu, ainda estou sentido essa dor. Tomo injeção quase todo dia e venho de manhã para tratar, mas às vezes não tem jeito de treinar porque é muita dor", afirmou Valdivia, revoltando-se com quem relaciona a lesão às outras que teve em 2012. "Quando fico fora de um ou dois treinos, já pensam na coxa esquerda. Não estou sentindo nada na coxa esquerda, mas parece que virou moda falar dela", reclamou, rindo para esboçar sua irritação. O Mago fica bravo até quando afirmam que ele foi poupado, termo seguidamente usado pela comissão técnica e pelo departamento médico para justificar sua ausência. "Nunca fui poupado. Quando fico fora, é para fortalecer ainda mais". Para amenizar a necessidade de responder sobre seus desfalques, Valdivia gosta de citar suas estatísticas atuais. "Estou no sétimo jogo seguido. E, dos últimos 12 ou 13, só fiquei fora de um, contra o Grêmio, por ter recebido três cartões amarelos", apontou, satisfeito com os números.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

60


"É ótimo ter uma sequência de jogos. Torço para que não volte mais nenhuma lesão e, nestes dois meses que faltam, eu possa estar em todos os jogos. Nessa situação em que estamos, temos que ir além de qualquer dor", completou.

Schumacher se aposenta da Fórmula Um O piloto alemão Michael Schumacher Formula One anunciou o fim de sua carreira no final desta temporada, dias depois de renunciar Mercedes renovar seu contrato

Schumacher anunciou sua aposentadoria REUTERS

"É hora de dizer adeus." Motivação ve Lost e energia certamente necessário "para se manterem competitivas, mídia alemã disse Schumacher no circuito japonês de Suzuka para confirmar a sua retirada do pináculo do automobilismo. O piloto com mais títulos mundiais na história da Fórmula Um termina bem com a especulação sobre a possível continuação de sua vida como piloto profissional em outra equipe. Schumacher se aposentou pela primeira vez como piloto de Fórmula Um em 2006, mas retornou ao circuito em 2010, nas mãos da equipe alemã Mercedes, que queria competir com uma equipe de pilotos alemães também com Nico Rosberg para completar o elenco. No entanto, nas três temporadas, ele tem pressa para Schumacher Mercedes foi vencida e as 52 corridas no pódio só conseguiu uma vez, especificamente em Valência nesta temporada, onde terminou em terceiro.

anunciou a temporada.

assinatura

Abandonando Schumacher vem uma semana após Mercedes comunicar que não irá renovar seu contrato e de britânico Lewis Hamilton após a próxima

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

61


O alemão de 43 anos de idade, em sua carreira ganhou sete títulos mundiais e um total de 91 vitórias na Fórmula Um.

Leonel Messi: "Temos de sociedade o que fizemos"

devolver

à

A estrela argentina deu uma entrevista para o site que mostrou todobarcelona.net além de ser o melhor jogador do mundo, também é uma boa pessoa fora do campo de jogo

Messi é a mesma pessoa bem sem a bola |

Foto: Joan Ignasi Paredes

Leo Messi é uma pessoa simples na quadra e fora. "vivo como qualquer um e eu não estou preocupado em ser o melhor ou o mais visto na TV ou a imprensa". E isso é difícil de conviver com os holofotes da vida pública, com câmeras que invadem o espaço privado ou comentários ninguém ficar em seus nervos. Para suportar tudo isso, devemos manter os pés no chão e ser humilde.Isso é ser uma pessoa boa como ele. Um tipo reflexivo, calmo, atencioso e comprometido com seu tempo e aqueles que mais precisam de ajuda. Ele cresceu em uma família que tem incutido esses valores a partir da mensagem e, acima de tudo, a partir do exemplo. Embora nem tudo tenha sido fácil, porque ele teve que deixar a sua terra. Messi admite que "quando eu chegar em minha Argentina é como voltar para a barriga da minha mãe." Neste sentido, se tivéssemos de definir um Leo e sua família, um núcleo unido que vive no mais como pessoas normais diria que eles são gratos. Sim, grato para a vida, a sociedade e o ambiente que ajudou Leo . A escolha, como seria o treinador que o fez brilhar mais, Pep Guardiola. Seus pais e irmãos são os seus protetores de cada necessidade emocional. Leo tem os pés no chão, ajudando com seu esforço e dedicação os problemas das pessoas. O sucesso não o fez esquecer da família. Irmão, filho e marido, em vez de herói da mídia. Leo Messi e sua Fundação, seu pai Jorge no topo, fazem um trabalho silencioso, mas pungente, um trabalho que realmente toca as pessoas e que é o fundamento a partir do qual muitos jovens já podem construir um futuro. Messi revela que " nós temos muitos projetos, mas hoje o importante , JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

62


é o Hospital Infantil de Rosario ". Apesar de não dizê-lo, o seu trabalho fora do campo, também é fundamental e essencial.

Fisioterapeuta do São Paulo admite possibilidade de Ganso não estrear este ano O meia Paulo Henrique Ganso foi contratado pelo São Paulo e encheu de esperanças o torcedor por ser um atleta nível seleção brasileira. Mas segundo confirmou o fisioterapeuta do clube, Luis Rosan, existe a chance de o camisa 8 do Tricolor só fazer a sua estreia na próxima temporada.

Ganso se recupera de uma lesão de grau 3 na coxa esquerda, sofrida no dia 29 de agosto no jogo entre Santos e Bahia, a qual Rosan qualificou como extensa. O prazo comum de recuperação para casos como esse é acima de quatro semanas, mas varia de acordo com o atleta, segundo o fisioterapeuta.

Rosan afirmou que ainda há um "enorme edema" na coxa esquerda de Ganso. De acordo com o fisioterapeuta, enquanto persistir esse inchaço, não será possível realizar um exame que permitirá projetar com maior precisão a data de retorno do jogador aos gramados.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

63


O Dia da Caça

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

64


JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

65


JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

66


-Diga-me o que tu sentes agora?

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

67


JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

68


Skate o Esporte que mais cresce no mundo

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

69


Skateboard

1 milhão de dólares para o tetracampeão

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

70


O prêmio monetário para o vencedor nas várias categorias é de meio milhão de dólares. No entanto, se um skateboarder conseguir a proeza de ser campeão mundial quatro vezes consecutivas o prêmio aumenta para 1 milhão de dólares.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

71


A moda dos longboards está se espalhando cada vez mais pelas ruas e praias brasileiras. Com preços variados, e shapes com formatos que facilitam o equilíbrio dos menos radicais, o esporte vem atraindo muitos adeptos. A variedade de modelos faz qualquer indeciso passar horas buscando o modelo de sua preferência.

No começo desse ano, tivemos o lançamento do Z-Board, um Longboard elétrico que poderia alcançar 27 km por hora, mas com várias limitações. Entre elas, não pode ser utilizado na chuva, não recomenda-se executar manobras radicais, 5 horas para carregar a bateria, autonomia de 8 a 16 km, suporta no máximo 100 kg e pesa entre 13 e 16 kg.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

72


Estamos falando de um design bem diferenciado, sem aquela caixa preta gigante de bateria sob a prancha, além da performance capaz de atingir 32 km/h graças aos motores gêmeos individuais sem escova de 2.000 Watts e tudo isso recarregando a bateria em apenas 2 horas. Sem falar no peso do skate, de 5 a 7 kg, vale citar que o tradicional pesa 3,7 kg. Além do downhill (famosa descida das ladeiras) o board é capaz de subir uma ladeira com inclinação de até 15%, sem falar na frenagem por recuperação que ajuda a recarregar as baterias enquanto reduz sua velocidade nas decidas para os medrosos mais cautelosos.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

73


O funcionamento é extremamente simples e intuitivo: Para acelerar basta inclinar-se para frente e para frear, para trás! Agora, se você estiver inclinado a adquirir um desses, pode entrar na fila do Kickstarter (nosso crowdfunding favorito) e separar US$ 1.099 Obamas!

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

74


Atividades em São Paulo (Museus) Catavento Cultural e Educacional

O Catavento é um grande e magnífico espaço cultural e educacional que apresenta ao público, especialmente o jovem, a ciência e os problemas sociais, de um modo atraente e participativo. Situado no Palácio das Indústrias, Parque D. Pedro II, no centro da cidade de São Paulo. O esplêndido prédio que é o Catavento foi construído durante 13 anos, entre 1911 e 1924. São 4000m² divididos em quatro seções: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. O Catavento proporciona uma visita alegre e interativa apresentando conhecimentos básicos de eixos temáticos presentes na proposta curricular do ensino ao público geral. Aquário de São Paulo Mais de 1 milhão de litros de água do mar, com uma nova construção que o qualifica como o maior oceanário da América do Sul. Museu da Língua Portuguesa Conheça o Museu da Língua Portuguesa, seu ponto de encontro com a a literatura e a história. Ao invés de paredes, vozes. No lugar de espaços interativos. No coração de São Paulo, na Estação da Luz, o proporciona uma viagem sensorial e subjetiva pela língua portuguesa, por palavras, autores e estrelas do Brasil.

língua, obras, Museu guiada

City-tour em São Paulo / SP. Roteiros Pátio do Colégio, Solar da Marquesa e edifícios adjacentes, Rua Boa Vista, Mosteiro São Bento, Viaduto Santa Ifigênia, Edifício Martinelli, Torre do Edifício Banespa, Bolsa de Valores, Centro Cultural Banco do Brasil, Catedral da Sé e Marco Zero, Mercado Municipal. Largo São Francisco, Praça do Patriarca, Capela de Santo Antônio e Edifício Lutetia, Viaduto do Chá, Praça Ramos de Azevedo, Teatro Municipal e Fonte dos Desejos, Vale do Anhangabaú, Praça da República, edifícios Itália e Copan. Convento e Igreja da Luz, Museu de Arte Sacra de São Paulo, Edifício Ramos de Azevedo (Praça Cel. Fernando Prestes – Metrô Tiradentes), Estação da Luz, Pinacoteca do Estado, Parque da Luz, Sala São Paulo e Estação Pinacoteca. Central do Metrô Centro de Controle Operacional – C. C. O., vamos conhecer toda a parte operacional, em seguida faremos um passeio turístico ao Metrô, embarcando na Estação Paraíso e desembarcando na estação Ana Rosa.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

75


Estação Ciência A Estação Ciência é um centro de ciências interativo que realiza exposições nas áreas de Astronomia, Meteorologia, Física, Geologia/Geografia, Biologia, História, Informática, Tecnologia, Matemática, Humanidades, com o objetivo de popularizar a ciência e promover a educação científica. Instituto Butantan O Instituto Butantan é um dos lugares mais visitados de São Paulo. Fundado em 1901 pelo cientista e médico Vital Brasil, o instituto tem uma coleção de aproximadamente 50 mil exemplares de 2 mil espécies diferentes de animais, além de várias espécies de aranhas e escorpiões. Entre as serpentes, destacam-se as najas da Índia, as jibóias e as sucuris. Museu de Arte Contemporânea (MAC) Em seu acervo, estão quase oito mil obras das mais variadas tendências artísticas contemporâneas, como Picasso, Kandinsky, Miró, Modigliani, Matisse e Paul Klee. Entre os brasileiros, há exemplares de Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Anita Malfatti, João Câmara e Wesley Duke Lee. Museu de Arte Moderna (MAM) O MAM constitui e preserva, desde 1969, um acervo de cerca de 4.000 obras de arte contemporânea brasileira, criado no pós-guerra. Entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias e vídeos, há peças modernas de Candido Portinari, Emiliano Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral e Victor Brecheret, além de performances de Laura Lima, instalações de Regina Silveira, Nelson Leirner e José Damasceno. Museu de Arte de São Paulo (MASP) Com um acervo composto por cerca de 5,5 mil obras, o Masp é considerado o mais importante museu de arte da América Latina. Há trabalhos de pintores e escultores como Rafael, Cézanne, Monet, Renoir, Van Gogh e Picasso, entre outros. Entre os brasileiros, estão nomes como Cândido Portinari, Anita Malfatti e Di Cavalcanti. Memorial da América Latina Com 78 mil m² de área construída, o Memorial da América Latina foi concebido para ser um espaço de integração e informação dos países latinoamericanos, de suas raízes e culturas. Museu Paulista (Museu Ipiranga) Primeiro monumento construído especialmente para preservar a memória da Independência do Brasil, o Museu Paulista, inaugurado em 7 de setembro de 1895, foi criado como Museu de Ciências Naturais. Em 1819 retomou sua vocação original e é hoje um museu histórico. Também é conhecido como Museu do Ipiranga. Seu acervo, com cerca de 100 mil peças, é constituído por obras de arte, mobiliário, trajes e utensílios que pertenceram a JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

76


personalidades imperadores.

da

história

brasileira,

como

os

bandeirantes

e

os

Pinacoteca do Estado Seu acervo tem cerca de 4 mil peças, e é significativo, especialmente para São Paulo, uma vez que reúne trabalhos de artistas paulistas, como Almeida Júnior, Pedro Alexandrino e Oscar Pereira da Silva, além de obras representativas de Cândido Portinari, Anita Malfatti, Victor Brecheret, Tarsila do Amaral e Di Cavalcanti. Museu da Imigração (Memorial do Imigrante) A Hospedaria do Imigrante foi criada para reunir e preservar a documentação, memória e objetos de imigrantes que vieram para o Brasil em busca de esperança, aventuras, fortuna ou simplesmente fugindo de uma situação difícil nas suas pátrias de origem.

Páteo do Colégio O Páteo do Colégio é um dos principais monumentos da capital paulista por ser, também, o marco exato de fundação da cidade, pelos padres José de Anchieta e Manoel da Nóbrega. Encontra-se restaurado e nele se localiza o Museu Padre Anchieta, cujo acervo contém cerca de 400 peças. Possui, também, um acervo composto por peças de índios Guarani do planalto de Piratininga e de índios do Parque Indígena do Xingu. Museu de Anatomia Veterinária (USP) As peças anatômicas expostas foram sendo coletadas por docentes para servirem de material didático em suas aulas. As coleções apresentam-se na exposição em 7 grandes grupos: Aves: Coruja, Arara, Pingüim, entre outras, Bovídeos: Gnu, Boi, etc., Carnívoros: Tigre, Cães, etc., Eqüídeos: Cavalo, Jumento, etc., Primatas: onde incluimos o Homem Suídeos: Cateto, Porco, etc., Diversos: nesse grupo há animais como Peixes, Répteis e Mamíferos aquáticos (por exemplo: a Baleia Orca e Golfinho). Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE / USP) Criado há 10 anos, abriga um acervo de 120 mil peças arqueológicas e etnológicas. Liceu de Artes e Ofício Onde teremos a oportunidade de assistir à apresentação de um espetáculo de multivisão: Arte e Humanismo, que mostra a história da arte ocidental através de réplicas de Esculturas Gregas e do Renascimento.

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

77


Museu de Anatomia Humana (USP) As maiores contribuições para o estudo da anatomia humana deve-se a dissecação, método iniciado por Vassálio. Show de Física (USP) O Show de Física não visa “ensinar Física”, mas “preparar o emocional de cada estudante para se interessar em aprender ciências. Museu de Zoologia A maioria dos animais expostos, em uma área de 700 m², pertence à fauna tropical e foi preparada (taxidermizada ou embalsamada) há mais de 50 anos. Os animais estão grupados de acordo com sua classificação: peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos, e alguns invertebrados, como corais, crustáceos e moluscos. Museu de Arte Sacra de São Paulo Originalmente um convento de freiras, o Mosteiro da Luz, fundado por Frei Galvão por volta de 1774, é considerado um dos mais importantes monumentos coloniais paulistas do século XVIII. Hoje é o único prédio em São Paulo em estilo colonial que ainda mantém sua arquitetura original. Museu dos Transportes Públicos Gaetano Ferolla A romântica imagem da Cidade de São Paulo do século XIX, com seus bondes abertos puxados por animais, continua preservada no Museu. O local guarda relíquias como bondes e trólebus. Museu Geológico Valdemar Lefèvre (MUGEO) O Museu Geológico tem exposições permanentes que constituem-se, basicamente, de equipamentos geológicos, fotografias antigas, mapas, coleções de minerais, rochas, fósseis, objetos e documentos antigos, representando o reflexo de mais de um século de pesquisas na área de Geociências no Estado de São Paulo. Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB É considerado um importante exemplar da arquitetura eclética paulista, que inclui do neoclássico ao art nouveau, marco da consolidação da economia cafeeira em São Paulo. Palácio dos Bandeirantes O Palácio do Governo, localizado na Avenida Morumbi, oferece ao visitante a oportunidade de conhecer parte da história do Brasil por meio do retrato de seus governantes na Galeria dos Governadores. Dos espaços que compõem o palácio, destacam-se ainda a sala de arte barroca e uma coleção de obras de arte, com peças de artistas plásticos brasileiros como Portinari, Aldo Bonadei, Djanira, Almeida Júnior, Victor Brecheret, Ernesto de Fiori e JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

78


Aleijadinho, entre outros. O palácio expõe, também, um mobiliário colonial, artefatos de couro e prata e tapeçaria européia, esculturas, louçarias louçari e pratarias. Em estilo eclético, o edifício apresenta em sua fachada painéis alusivos à história de São Paulo. Planetários da Cidade de São Paulo È possível ver simulações das configurações dos astros no céu, seus movimentos, os círculos celestes e as constelações, além de eclipses, rotação de planetas e meteoróides. Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil Inaugurado em junho de 1978, tem como objetivo registrar e preservar, por meio de histórias, fotos e objetos, a vida dos japoneses no Brasil desde o início da imigração. Seu acervo soma mais de 5 mil objetos, 28 mil documentos escritos – diários, livros, jornais, revistas – e cerca de 10 mil fotos relacionadas aos imigrantes japoneses. Itaú Numismática – Museu Herculano Pires O Museu Herculano o Pires de numismática, situado no prédio do Itaú Cultural, está estruturado para atender tanto o público especializado em moedas, como o público em geral, oferecendo vasto repertório sobre os assuntos aos mais diversos interesses culturais e faixas etárias. etária Bienal Internacional do Livro Combinando o lançamento comercial de livros com debates e palestras, a bienal reúne, em um único espaço, as mais diversas publicações do mercado editorial nacional e internacional. Voltada ao público em geral, têm destaque os estandes, publicações e palestras para professores e estudantes.

Apoio:

JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012 012

79


JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

80


Contato jhcMidiaDigital@gmail.com Cel: +55 (11) 98178-5433 www.facebook.com/jhcmidiadigital JHC Mídia Digital – Edição 001 Ano 2012

81

JHCMídiaDigital - Edição 001 Ano 2012  

A Mídia Digital é uma revista semanal que se utiliza de todas as formas de expressão, elas compõem a variação da Revista para trazer a infor...