Page 1


o Si m ul ad

Neste momento do curso , você pode alternar as aulas destes * meses, contanto que a primeira aula seja ‘O desenho 3'. O

30

lid do an ct 1 e 5 o nh

54

4 o

51

ho

2

Pe

st

se De

M Q

45

50

’( ria

Bl

ar

De s

ue

en

r. M

56

nh

)

47

ck Ro

et lh pa

57

se

oc ‘R a ad

rd em

...

ap Ad ne Co

’ 60 k

48

De

ên lu

-F rd

ho ho rC ivo

ns te

43

44

eg

In a

al

10

ta

3 cia cia

2

49

se

de Tr ía

ita

G o do

nt an sic es or CD

E

ai M tu

ra

s de s

-L ei

Tr ía

No ta

31

a

se Bá

da la

Ba

34 32

e

en

nd te re

Ap

ig é

36

o lã

árvore criado pela MQM, você tem No método em árvore, uma estrutura claramente definida, mas também espaço para customização. As aulas dos ‘galhos’ podem ou não ser feitas. Você escolhe!

im

Xm

En

rra ita

ua

gu

39

Onde está o erro? 38

C

to

gu a ?

40

Vi o

1

s

De

rra

ar es

pa rta

ce da

ga pe A

41

ra

s cio

cí er Ex 5 2

in im el

Pr

ta No 7

nh

o çã

Di

s

e

4

gi

Ta b

la

ta

tu

ra

o

‘O

8

3

de

‘Ode à Alegria’ Arranjo quarteto de cordas. 9

lu -F

rd ho

rC rC we

Po we Po

11

*

ên

g in ut m

lm Pa we Po

12

bi

o ad ul m

Si

20

16

Le ‘Ju Po G P itu ui op p n s ta ra Bá tarr B an Le tu C, a sic a ási nt d ca D, o. o a ..’ E, F

ad

e

itu

Po

58

Le 21

‘Ainda é Cedo’ harmônicos. 14

1

Ha

Sl id e

59

24

13

m m er

60

25

Intro de ‘Que País é esse?’ 14

ivo

M ot

Co Sm ca w o ra er k in e po sim e o n we p th lif rc e W ho icad at rd o er -R 1a o vis ck ta HC

61

Pu ll

27

22

ps

ub Do

Da

26

Repertório Palm Muting. 17

le

63

Motivo 4 62

y

Be a

ti t

tri pp

er

Pr ov

a

28

e

29

St o

Yo u

sh o

ok

H to igh He wa ll y

lado esquerdo foca em solo e o direito, em acompanhamento. Escolha a ordem de acordo com o que achar mais estimulante, mas TODAS as aulas devem ser dadas!


A pegada certa para Guitarra (Só uma ?) Este é um ponto polêmico e muito disso se dá pelo fato da guitarra ser um instrumento ‘derivado’ do violão e maior parte da literatura formal disponível ser relacionada à este último. Como muito guitarristas profissionais tiveram sua formação inicial no violão, muito repetem o que foi ensinado sobre a ‘pegada correta’. A verdade é que não existe somente uma ‘pegada’ certa. Ela depende do objetivo sonoro daquele momento: Se é um solo ou um acorde aberto, se é um bend ou notas na região grave. Faça este teste: Posicione a mão com um dedo em cada traste na corda mais grave. Perceba como é natural que o polegar fique no meio do braço e a palma da mão está quase paralela à linha do braço (palma para o teto)

Agora, faça o mesmo na corda mais aguda. Naturalmente o polegar sobe para o topo do braço e a mão tende a se posicionar na digonal (palma para o seu peito). Se fosse um bend, o polegar deveria envolver ainda mais o braço!

Funciona como uma marcha de carro. Em uma ladeira, você usa uma marcha de força, já em uma estrada , precisa usar outra marcha , uma de velocidade. Assim também acontece na guitarra. Se você quer tocar um acorde com dedos bem abertos, por exemplo um E/G# (4x245x), deve usar a pegada do erudito (polegar no meio do braço), mas se vai solar nas cordas agudas ou fazer um bend, com certeza, a pegada de força de guitarra (Wrapped Thumb) vai ser mais confortável e vai te dar mais firmeza. Veja como fazer: O ponto de apoio é o final do dedo indicador. Entre o dedo e a mão. A palma da mão não fica paralela á linha do braço e sim um pouco na ‘diagonal’. A palma deve apontar para o seu peito.. Veja por outro ânglo:

A mão na posição diagonal vai facilitar o acesso às notas agudas do posicionamento, tocadas pelos dedos 3 e 4. Para tocar uma sequência de notas graves, ‘passe a marcha’ e desça o polegar para acessar estas notas ou para favorecer a abertura dos dedos nesta área.

Conhece alguém aqui? Faça uma pesquisa na internet por imagens de guitarristas. Garantimos que em MAIS da metade delas você vai ver a pegada básica de guitarra , com o polegar em cima do braço.

As Três Pegadas:

Hendrix

Page

Básica: Polegar em cima do braço. Usada 50% do tempo. Polegar no meio: A pegada erudita, usada 25%. Wrapped Thumb: Quando precisar de mais firmeza (*bends, pull-offs, vibratos etc...) usada em 25% do tempo. De fato, é sabido que para ter uma pegada firme de guitarra em bends e vibratos, é imprescindível o ‘Wrapped Thumb’ ou ‘Thumb Wrap’. Satriani

Vai

S.R.V.

www.maisquemusica.com.br Página 2

Metheny

Clapton


Exercícios Preliminares Esses exercícios oferecem uma base técnica inicial. Faça-os repetidamente (o máximo possível) e em uma velocidade constante. Mantenha isso em mente: Quanto mais tempo você investir nesses exercícios iniciais, mais rápido você tocará como deseja.

Vamos dividir o seu primeiro contato com a guitarra em TRÊS OBJETIVOS principais. São exercícios que plantarão a semente da técnica necessária para:

1 - Tocar Solos

Tocar apenas uma nota por vez, criando uma linha melódica.

2 - Dedilhar

Fazer acompanhamentos dedilhados ou tocar ‘CHORD MELODIES’, onde você se acompanha e toca a melodia ao mesmo tempo.

3 - Levadas POP Aqueles ritmos em que se vê a mão do músico subindo e descendo sempre.

1 - Tocar Solos Passo 1

1 3

2x 2

4

Esse tópico aponta um pouco mais para quem quer se especializar em guitarra. Alterne entre DUAS notas, usando os dedos certos (nesse caso, os dedos 1 e 2). Depois, faça para as casas 2 e 3, então, use os dedos 2 e 3. Por último, faça para as casas 3 e 4, usando os dedos 3 e 4. Cada nota tem a duração de duas pulsações. Veja a 1 demonstração em vídeo 3 2x e use a base abaixo. 2 4

Vídeo

2975

Passo 2

1

5

2

6

3

7

4

8

Base

2976 (E) 2977 (A)

Toque 4 vezes em cada nota, palhetando para cima e para baixo alternadamente ou usando os dedos indicador e anular.

Passo 3

Toque 2 vezes em cada nota. Não repita o mesmo dedo para tocar duas ou mais notas na mesma corda. Cada dedo fica alocado para um traste.

Passo 4

Toque cada nota apenas uma vez, como mostramos no vídeo abaixo. Lembre-se: Cada nota é tocada por um dedo.

2974

Vídeo do exercício

Erros mais

3027 comuns

www.maisquemusica.com.br Página 3

2978 e 2985

Base para estudo


2 - Dedilhar Figura 1

Esse tópico aponta um pouco mais para quem quer se especializar em acompanhamento ou CHORD MELODY. Usando todas as cordas soltas, faça o dedilhado tocando nesta ordem: polegar, indicador, médio e anular. Faça quatro vezes para o grupo de cordas mostrado na primeira figura e mais quatro vezes para o grupo de cordas mostrado na segunda figura. Repita até que a base programada termine.

Figura 2

Atenção para os pontos abaixo: - Cada dedo fica “alocado” para uma corda. - O polegar NÃO deve ‘entrar’ para a parte interna da palma. - Ao olhar para a sua mão, o dedo polegar deve formar um “X” com o seu dedo indicador. - Ao dedilhar, não apoie o punho.

Base

Vídeo

2973

2986 2989

3 - Levadas POP Esse tópico será igualmente útil para guitarra ou para violão. 1

e

2

e

3

e

4

e

1

e

2

e

3

e

4

e

Exercício: Suba e desça a mão na frente dos captadores independentemente de você estar tocando as cordas. Toque nas cordas somente nos momentos das setas coloridas. Nas setas em branco, CONTINUE MOVENDO A MÃO sem tocar nas cordas. Atenção para este ponto:

1

e

2

e

3

e

4

e

1

e

2

e

3

e

4

e

NÃO PARE de mexer a mão! Não é para tocar só no primeiro tempo e esperar. O exercício é exatamente para te “acostumar” a mexer a mão, SEM ESTAR TOCANDO NA CORDA.

Base

Vídeo

3026 1

e

2

e

3

e

4

e

1

e

2

e

3

e

4

e

2990 2995

Não se esqueça ! Para afinar o violão ou a guitarra, basta acessar o nosso site e clicar no link 001 dos arquivos de apoio. Você ouvirá as notas afinadas de um violão sendo tocadas das mais agudas 001 para as mais graves. Haverá um tempo entre elas para você afinar seu instrumento com calma. Outra opção é baixar um afinador gratuito em seu smartphone.

www.maisquemusica.com.br Página 4


Tablatura Uma das formas de notação mais populares é a tablatura, ela é usada para instrumentos de cordas. Cada linha representa uma corda. A mais baixa é a corda mais grave e a mais alta é a mais aguda. Você pode escrever em tablatura para QUALQUER instrumento de cordas... Por exemplo: baixo, cavaquinho, bandolim etc... Basta escrever com o número de linhas correspondente ao número de cordas do instrumento. Para escrever uma tablatura para um cavaquinho, usaríamos quatro linhas e não seis. Veja a animação produzida pela Mais que Música.

Vídeo

1486

Primeiro LEIA estas notas SEM uma preocupação com o tempo.Faça isto TRÊS vezes.

0

2

3

1

3

3 0

1 4

0

1

3

0

1

0

3 0

0 2

0

0

Outros exemplos

PROFESSOR Agora veja como você JÁ SABE ler à ‘primeira vista’! Use as baterias: Ative o link ao lado e leia junto! Agora toque staccato. 1487 até 1491 Sentiremos a música, neste momento, como se estivesse em 3/4 por motivos didáticos. Você tocará a primeira nota de cada compasso e o computador tocará as outras duas. Mantenha a constância rítmica. O count-down é de dois compassos de 3/4 e há duas notas tocadas pelo sistema antes de você tocar a primeira nota desta tablatura

G

1 0 0 0 2 3

C

0 1 0 2 3

www.maisquemusica.com.br Página 7

Dm

1 3 2 0


Ode à Alegria - Versão MQM Rock Este é o movimento mais famoso da nona sinfonia de Beethoven. Preparamos um arranjo em Rock. Ouça o objetivo final da aula no link 3016.

Ouça o objetivo.

3016

Atenção para o MUTING. O Som da guitarra, especialmente se estiver com distorção, precisa ser CONTROLADO. Faça assim: Ao tocar notas nas cordas AGUDAS............Use a base da palma da mão direita (quase no pulso) para segurar as cordas GRAVES que NÃO estão sendo tocadas. Ao tocar notas nas cordas GRAVES..............Use a base do dedo (quase na mão esquerda) para segurar as cordas AGUDAS que NÃO estão sendo tocadas.

2 2 3 5

5 3 2

2 2 3 5

5 3 2

5

3 3 5

5

3 3 5

3

5

5

3 3 5

2

2

55

A1

2

5

33

A2

5

2

3

5

2 32

2 32

5

B

2 2 3 5

5 3 2

2

35

2

5 33

2

A2

1O PASSO:

Toque apenas a primeira frase. Acostume-se com os movimentos. Veja como lno link 3023

3017 a 3019

2 OPASSO:

Toque apenas a segunda frase. Ela é quase igua à frase anterior, só muda no último compasso. Já a frase 4, é toda IGUAL à frase 2.

3017 a 3019

3O PASSO:

Toque apenas a terceira frase. Use as bases ao lado.

3020 a 3022

4 OPASSO:

Agora sim, toque a música inteira!

3006 a 3012

www.maisquemusica.com.br Página 8


Algumas sonoridades ‘guitarrísticas’ Usar as características específicas da guitarra para gerar sonoridades únicas, vai contribuir muito para a sua interpretação. (Além de ficar MUITO mais bonito e emocionante!)

Professor: Escolha

alguns dos movimentos e os envolva. Não é necessário usar todos os movimentos. Defina-os baseado na performance do aluno, mas claro que o ideal é estudar todos. Esta é uma música que é vista por todos os instrumentos do curso (baixo, bateria, piano...) e já tem um arranjo definido. Ela sempre entra nos show de fim de ano da rede Mais que Música. Pratique e a apresente!

2 2 3 5

3/5 /3 2

5

3 3 5

2

2

55

A1

Só palhete essas!

2 2 3 5

3/5 /3 2

5

3 3 5

2

3/ 5 / 3 3

A2

5

2

3

3/5

2h3p2

3

3/5

2h3p2

5

3 3/5

2

2 3/ 5 /3 3

B

2 2 3 5

3/ 5 /3 2

5

3 3 5

2

A2

MORDENTE superior. É um ornamento acelerado sem desenho rítmico definido. Avançe um grau da escala e volte rapidamente para a nota original. Também existe o mordente inferior. OPCIONAL: Quer tocar em uma arranjo mais extenso? Este é o arranjo para quarteto de cordas mais executado para essa música. É muito fácil! Ele só desloca a MESMA melodia para outras posições do braço. A forma está descrita abaixo: A1 A2 B A2 A1 A2 B A2 B A2 Mova para Bb (Altura 10 e toque suavemente) A1 A2 B A2 B A2 Mova para G (Altura 7 e toque com mais vigor) A1 A2 B A2 B A2 www.maisquemusica.com.br Página 9

Toque com o quarteto de cordas

3005 Ouça a versão para orquestra.

3013


Power Chord O Power Chord nada mais é que a Tônica + 5a Justa. Na verdade não é nem uma tríade, pois não possui três notas. Alguns autores chegam a colocar que é apenas um “intervalo” (de 5a justa) e não um acorde. Na Mais que Música , vamos encará-lo como um acorde , pois ele trabalha com um... Ele dá sustentação harmônica á uma melodia etc... Pense nele como “um acorde muito simples”.

Corda 6 T

Corda 5

Corda 4 T

T

5

8

Sua cifra “X5”, foge ao padrão pois, como vimos na aula de Harmonia e Percepção, quando não se fala de 5a, assume-se que o acorde já tenha 5a justa... Além disso, se um acorde não tem terça (maior ou menor) ele deveria ser seguido do termo ‘sus’ , indicando que seu modo não é maior nem menor e sim suspenso. Mas, enfim, esse código (X5) foi adotado mundialmente...

5

5

8

8

Na SEXTA corda O Power Chord de sexta corda vai ser o mais simples... O único detalhe vai ser o dedo UM “arqueado” de forma que ele aperte a tônica (com a ponta do dedo) e apenas encoste SEM PRESSIONAR as cordas 1, 2 e 3 (as mais agudas) . Desta forma você pode descer a palheta com a mão direita em TODAS as cordas e conseguir uma sonoridade com mais energia do que se tocasse só as cordas 6 , 5 e 4.

Na QUINTA corda

Técnica opcional

Na corda 5, você vai fazer o mesmo que na corda 6 ( em relação ao dedo indicador) mas vai ter que ‘mutar’ a corda 6 também... Repare nas fotos que o dedo 2 passa “por cima” , deixando a corda 5 (seta) livre. Importante: Ele somente encosta na corda seis, ele NÃO pressiona... Apenas ENCOSTA nela, para abafá-la.

Corda 6 T

Corda 5 T

5

8

Peso extra* 5

5

8

T

5

Encostar na corda 6 com o dedo indicador para mutá-la.

Existe uma técnica que facilita muito a execução do acorde e que soa bem, principalmente se você está tocando com um baixista. Elimine a tônica grave. O baixista tocará esta nota. Se você curte um som mais pesado aí vai uma dica especial: Use esta ideia mudando a quinta de posição. Assim, você ganha um peso extra* pois o acorde inteiro soará uma oitava abaixo.

www.maisquemusica.com.br Página 11


Exercícios de Fluência 1O Passo: Monte o acorde com boa sonoridade. DESMONTE o acorde, BATA com a mão esquerda em sua perna e volte ao acorde. Faça isso dez vezes, no SEU tempo (sem um contexto rítmico).

2O Passo: Esta Músicas estão organizadas em ordem crescente de complexidade... Todas foram editadas (alteradas) para se tornarem mais didáticas. O Objetivo aqui é que você pratique a troca de um X5 na corda 6 (corda MI) para a corda 5 (corda LÁ). Citando um trecho, como exemplo de aplicação de tríades: ‘Yellow’ de Cold Play (BPM:70

B

%

Gb

%

E

%

e 86)

Base:

1033 1034

Citando como exemplo de aplicação de tríades: ‘O Sol’ de Jota Quest (BPM: 80)

A

E

G

D

Base:

2066

Citando um trecho, como exemplo de aplicação de tríades: ‘Ainda é cedo’ de Renato Russo (BPM:145)

Dm

C

Am

%

Base:

3097 a 3099

Citando um trecho, como exemplo de aplicação de tríades: ‘Que País é Esse?’ de Renato Russo (BPM:136)

Em

C

D

Base:

3003

Citando um trecho, como exemplo de aplicação de tríades: ‘Don’t Cry’ do Guns’n Roses (BPM:87 e 125)

Ab

Db

Gb www.maisquemusica.com.br Página 12

B

Base:

1029 1030


Day Tripper Riff no E7* Repare que cada um dos Riffs duram DOIS compassos. Por isso, à cada momento que você deve tocá-lo, você vai encontrar E7* %. O percento indica repetição do acorde de E7. Neste caso, a harmonia continua sendo E7 mas a linha melódica é diferente da que foi tocada no compasso anterior. Pratique cada um dos Riffs separadamente com as baterias neutras abaixo e toque os X7 simplificados para Power Chords. Você pode tocar todos eles na corda 6! Fica muito fácil!

Riff no A7*

Riff no B7*

Riff:

17 a 25

E7*

%

E7*

(Só Guitarra)

%

E7*

(Guit + bx)

E7*

%

%

E7*

(Guit. bx e pand.)

E7*

%

%

(Guit, bx, pand. e bateria)

% A7*

E7*

Got a good reason, for taking the easy way out, F#7 %

%

(5 vezes o Riff de E7)

%

E7*

%

Got a good reason, for taking the easy way out now.

%

She was a day tripper, one way ticket yeah, A7

G#7

C#7

B7

It took me sooooo long to find out, and I found out. E7*

%

E7*

E7* %

E7* %

(G+Bx+pand vibra)

(banda completa)

% A7*

%

E7*

%

She's a big teaser, she took me half the way there. She's a big teaser, she took me half the way there now. F#7 %

%

%

She was a day tripper, one way ticket yeah, A7 G#7

C#7

B7

B7* %

B7* %

B7* %

It took me so long to find out, and I found out. E7*

%

E7*

B7 %

% %

%

%

(vocais e solo)

%

A7*

%

E7*

%

Tried to please her, she only played one night stands.Tried to please her, she only played one night stands, F#7 %

%

%

She was a day tripper, Sunday driver yeah, A7

G#7

C#7

B7

E7* %

E7* % (só guitarra e baixo)

It took me soooo long to find out, and I found out. (entra a pandeirola)--> E7* % E7

%

Day Tripper,

E7*

E7* % (entra a bateria)-->

%

Day Tripper yeah

E7

%

Day Tripper,

E7*

%

Day Tripper yeah

www.maisquemusica.com.br Página 27

Banda incluindo os VOCAIS!

3073 a 3075


Highway to Hell Riff (Pickup notes)

&

A A A

D/F# D/F# G

D/F# D/F# G D/F# D/F# G D/F#

A

A

A A A

4 4

Riff 4a linha D/F# D/F# G

&

D/F# D/F# G D/F# D/F# G D/F#

E

4 4

%

Refrão

Preparação solo A A A

&

A

D

DD

G

D

4 4

D

&

D4

D

D/F# 1

A ^D-------G==D A ^D-------G==D I'm on the highway to hell! I'm highway to hell! A ^D--------G==D A ^D % (com as Highway to hell! I'm on the highway to hell pickup notes iniciais Riff No stop signs, speedin' limit. Nobody's gonna slow me down Riff Like a wheel, gonna spin it. Nobody's gonna mess me 'round Riff Hey Satan! Paid my dues! Playin' in a rockin' band Riff 4a linha Hey mama! Look at me! I'm on my way to the promise land A ^D--------G==D A ^D------G==D I'm on the highway to hell! I'm highway to hell! A ^D--------G==D A Preparação solo Highway to hell! I'm on the highway to hell Riff Riff

G

Riff com bateria

Riff Living easy, livin' free season ticket, on a one, way ride Riff Asking nothing, leave me be. Taking everything in my stride Riff Don't need reason, don't need rhymeAin't nothing I would rather do Riff 4a linha Going down, party time My friends are gonna be there too

Riff

D D4

4 4

Highway to Hell (AC/DC) Riff só guitarra

D4

Riff

2 4

x

3

x

Bateria:

3106 a 3112 Super lenta:

3117

3118

O Count-down é de 2 e 4 , mas você começará a tocar no contratempo do tempo 3. www.maisquemusica.com.br Página 28

x

x

Os números nos acordes ao lado são os DEDOS que deve ser usados. O mute das cordas 1 e 5 vai acontecer naturalmente pela curvatura dos dedos. Faça o A com uma pestana. Os outros acordes já são conhecidos à exceção do D4 (xx0233).

Lenta:

Refrão

4

Normal:

3319


Simulado da prova

(Para darmos continuidade ao curso)

Este é um teste para sabermos se você domina a matéria vista até agora. Se em algum item o aluno nao tiver rendimento satisfatório, o professor deve REPETIR O TESTE EM TODO INÍCIO DE AULA, ATÉ QUE O ALUNO ATINJA O NÍVEL EXIGIDO.

3044

Esta questão cai, EXATAMENTE desta forma, na prova final deste módulo. Use a movimentação de voicings

& Am

%

%

Use Palm Muting em colchêias

%

Dm

Use Palm Muting em colchêias e inverta para conseguir PESO EXTRA

& Em

%

%

%

%

%

%

Use a movimentação de voicings

Bm

%

%

%

Encontre cada uma destas notas no braço:

&

C

F

Bb Eb

Ab Db

F#

B

E

A

D

G

Toque estas notas usando a técnica correta de digitação:

1 2

1

1 2 4

4 3 2

1

3

4 2

3

3

4

Leia a Tablatura:

5 7

4

5

4

7 5

7 6

4 3

www.maisquemusica.com.br Página 30

7


Escala Pentatônica - Desenho 3 A escala pentatônica é a escala de melhor “custo x benefício” que existe. Ela está contida na escala maior (aqueles 7 nomes...dó, ré, mi, fá, sol, lá e si ) só que ela não tem as 7 notas... Tem apenas 5 delas (PENTAtônica). Ela perdeu o Fá e o Si (a 4a e a 7a) mas hoje não estudaremos os fundamentos teóricos, hoje vamos aprender o desenho mais “conhecido” da escala pentatônica e como usá-lo. Prepare-se... Hoje você vai começar a improvisar!

C

Escala Maior

C

Pentatônica Maior

D D

E F

A

G

E

B Repare que as notas que foram removidas, causavam um trítono.

A

G

O desenho da escala vai funcionar exatamente da mesma forma que os acordes. Você vai poder mover a “forma” inteira para frente ou para trás, para que a nota VERMELHA, a tônica, fique em cima da nota que você está chamando de “Tom” Por exemplo: Para fazer a pentatônica de “Ré Maior” você deve mover o desenho INTEIRO ao lado, até que a nota vermelha esteja no décimo traste.

5

Exercício 1: Ache o tom de Ré (D) e toque: 6

2

5

1

3

6

Até a mais

AGUDA

3

6

A partir da TÔNICA

2

Pare na

TÔNICA. Volte até a mais GRAVE

T

5

1

Em semínimas

Em colchêias

054 a 058

059 a 063

ATENÇÃO: Este exercício é cobrado na prova final.

Lembre-se: Respeite a digitação correta e use um dedo para cada altura de traste. Use palhetada alternada Grave a tônica como uma nota ‘especial’ em cada desenho. A nota amarela é a nota a partir da qual você pode fazer um bend e chegar à ‘blue note’. Esta nota está entre as notas 2 e 3 deste gráfico e normalmente se chega à ela através de um bend.

www.maisquemusica.com.br Página 41


Exercício 2: Faça a mesma coisa que fez no exercício anterior, mas agora, usaremos diversos tons. Para cada tom, você deve localizar a tônica e mover o desenho, até que a nota vermelha coincida com a tônica que você procura. No primeiro item, tocaremos no tom de Lá. Sabemos que há um Lá na corda 6, no traste 5, então, mova o desenho até esta altura, mantendo a sua proporção,

5

Tom: A

1299 T

VII

Tente agora, no tom de MI. Sabemos que há um MI na corda 6, traste 12. Então, mova o desenho até esta altura, mantendo a sua proporção.

Tom: E

1291 XII

Exercício 3: Visualize o desenho , localizando a tônica e toque A PARTIR da nota mais AGUDA do desenho e PARE na Tônica. É importantíssimo que você memorize a tônica de cada desenho. Vamos colocar vários tons diferentes e você pode usar todas estas bases usadas em sala através de nossos “arquivos de apoio” acessando nosso site: www.maisquemusica.com.br

Tom: E

1291

Tom: D

Tom: B

1292

1293

Tom: F

1294

Tom: G

1295

DICA: Evite uma das “assinaturas” de quem está começando. Não toque staccato, sustente o som da nota até que você chegue na próxima.

ERRADO

CERTO

www.maisquemusica.com.br Página 42


A ‘adaptabilidade’ da Pentatônica Pelo fato de TODOS os desenhos da pentatônica terem sempre duas notas por corda, fica muito fácil criar uma ideia em um desenho e adaptá-la a outro. Basta manter a mesma proporção e respeitar as pequenas diferenças que podem aparecer. Veja:

Clique aqui e toque em G

Clique aqui e toque em C

9

9

7

7 3 2 5

5 1

4

6 2

6 1

6

2

5 8

Toque com oito semicolchêias e uma mínima. Use o desenho 4, depois toque-a no desenho 2. Repare que o única coisa que muda para se fazer esta adaptação é uma nota na corda 3, mais NADA! Toque as notas 3,5 e 9 como Pull-offs.

Clique aqui e toque em D

Clique aqui e toque em F

9

3

7

5 1

3 5

T

2

6 1

5 8

Vídeo

7 T

6

2 5

5 1

3

9 5

T

7

2 5

2035

Tom: G

Tom: C

6

2

5 8

6 2

6 1

Tom: F

2

5 8

1297

6 1

Tom: G 4

6 2

6 2

1295

1296

6 1

4

5 1

2 5

5 8

5 1

Clique aqui e toque em A

9

5

3 2 5

4

4

6 2

1298

Tom: A

1299

Isso pode ser feito em toda frase que você aprender! Na verdade, pode ser feito em qualquer escala, mas na pentatônica, isso se torna extremamente simples pelo fato dela ter SEMPRE duas notas por corda. Então, multiplique por cinco tudo que aprender! Ao tirar uma frase, toque-a nos cinco desenhos da pentatônica. Seu professor dará um exemplo usando apenas CINCO notas ou menos.

Exercício: Isole uma área de cinco trastes e ache os tons abaixo SOMENTE nesta área. Veja o exemplo abaixo, toque-o, e em seguida, defina outra área.

C

F

G

www.maisquemusica.com.br Página 48

Vídeo

2846

D


Um exemplo que junta tudo! Power invertido - Pop Básica - Pestanas - Palm Muting - Solo (digitação) - Tablatura

Faça todos esses acordes com uma ‘micro-pestana’ nos dedos1 e 3.

v

v

v

v

Riff A5

&

A5

A5

A5

A5

C5

D5

G5

4 4

Bases:

3120 a 3123 Porque a gente é assim? (Barão Vermelho) (A5

A5------C5==D5 ) 4x

A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 Mais uma dose , é claro que eu estou afim A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 A noite nunca tem fim . Porquê , agente é assim ... A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 Agora fica comigo, e vê se não desgruda de mim A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 Vê se ao menos me engole BABY ...não me mastigue assim

Nas cifras verdes, use guitarra limpa e a condução rítmica Pop Básica para GUITARRA.

D Bm---=====A D G canibais de nós mesmos, antes que a terra nos coma G D A5 A5------C5==D5 sem grama sem dramas , Porque agente é assim????? A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 Mais uma dose , é claro que eu estou afim A5 A5------C5==D5 A5 A5------C5==D5 A noite nunca tem fim . Porquê , agente é assim ... solo

A

9 11 9

G 10

A

F#m 9

11 9

9 11 9

12 10

A

11 9

F#m---G

9 11 9

9

9 9 7

12 9 12

F#m C#m Bm D Você tem exatamente , três mil horas pra parar de me beijar *(Use este voicing: x24400) A C#m B4* % meu bem , vocêtem tudo pra me conquistar ... A C#m Bm D Você tem apenas um segundo , um segundo pra aprender a me amar ... A C#m D % Você tem a vida inteira baby ...pra me devorar www.maisquemusica.com.br Página 56

A

%


Leitura Didática C, D, E

Leitura Didática C, D, E, F Leia apenas a primeira semínima e o sistema MQM completará gerando uma melodia. Este sistema é exclusivo. Idealizado e Vídeo 1672 desenvolvido pela Mais que Música!

www.maisquemusica.com.br Página 57

DATA em que fez essa leitura:


Movimentos Básicos de Guitarra 1 - O ‘SLIDE’ Ao longo de nossa experiência como professores, percebemos que, em alguns casos, o aluno tinha um bom conhecimento do instrumento (Sabia todas as escalas, arpejos, intervalos etc...) mas ainda assim não soava bem! O que estava faltando? Faltava conhecer a linguagem do instrumento, as formas que as notas podem ser tocadas, de que maneira chegar a uma nota e como enfeitar uma melodia. Então aqui vão algumas “formas” de tocar estas notas que você já sabe ... Este é um “SLIDE INTERPRETATIVO” ou seja ela não apresenta a nota inicial, é apenas uma maneira de se “iniciar” o som da nota UM. Nós poderíamos fazer uma outra opção em que tocaríamos a nota ZERO, sustentando-a durante o tempo de duração da figura rítmica e então tocaríamos a nota UM através de um SLIDE (e não palhetando a nota UM, que seria o normal). O importante aqui é perceber que este movimento é apenas uma maneira de chegar em uma determinada nota. Faça a inflexão pensando na nota alvo.

Tônica T Menor

6

3

5

2

3 Tônica Menor T

2

(0)

Use o slide interpretativo para valorizar qualquer nota, seja ela a inicial ou final, em um solo ou em uma melodia. Primeiro faça exageradamente, como estamos propondo no exercício, apenas para dominar a técnica, depois use quando quiser. Este é apenas uma das diversas sonoridades características da guitarra. Interpretar, dentre diversas outras coisas, é escolher em quais notas usar um determinado ornamento.

(0) 4

Tônica Maior T

1

1

Vídeo

Tônica Maior T

3070

1 2 3 4 5 6 Notas Palhetadas Notas SLIDE

Exercício 1: Toque o motivo sequencialmente do agudo para o grave ( e retorne ao agudo) em TODOS os desenhos.

Vídeo

Tom: F

3071

1294

Exercício 2: Faça uma frase SUA e nas últimas duas notas, use esta técnica para dar mais peso à essa finalização. Toque usando as bases ao lado. elas estão ordenadas por andamento.

Tom: E

1291 Vídeo

3072 Pratique também com uma base programada em diversos andamentos, mudando de forma gradual. O tom é ‘C’ (ou Lá menor).

www.maisquemusica.com.br Página 58

Tom: C

1657

Tom: G

1295

Tom: A

1299 Bases:

446 a 454


Conservar não é só pensar ecologicamente. É agir e tomar decisões que materializem essa necessidade urgente. É claro que preferiríamos que as folhas deste livro fossem completamente brancas. Elas teriam uma aparência melhor, a leitura ficaria mais fácil e ainda seria MAIS BARATO. Mas decidimos pagar esse preço e fazer a coisa certa. Opções como essa sempre exigirão mais esforço e mais investimento. Vamos deixar de falar tanto em reciclagem e vamos começar a VIVER dessa forma!

Para os alunos que estudam via DVD: Para que este curso funcione como esperado, você TEM que estar cursando as duas aulas semanais: A Prática e a de Harmonia/Percepção Tudo foi pensado para que os dois cursos se complementassem. Alguns assuntos são abordados aqui de forma superficial porque foram vistos a fundo na aula de Harmonia/Percepção. Não faça o curso pela metade. Aprenda de forma consistente.

Mais que música - guitarra  

demonstração livro de guitarra

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you