Page 1

o icã IAL Ed C PE ES

Games EDICÃO 2104 - R$ 14,99

Action x

PlayStation 3 XBox One Tudo sobre os

MELHORES CONSOLES Play do Ano!!!!

A AÇÃO Começa AQUI!!!!! Libere o Fantasma dentro de VOCÊ

EDITORA GALVÃO

Melhor JOGO de 2014


SUMรกRIO

MATERIA ESPCIAL

3

MATERIA ESPECIAL

4

Jailbreak untethered no iOS 7.1.1

5

PS4 X XBOX ONE

6

7

PS4 X XBOX ONE

8

RESUMO DA SEMANA

9

RESUMO DA SEMANA

109

2

FIFA WORLS


Matéria especial: Trilhas sonoras de Games!de 2010 1

que o game lhe proporcionará. Contudo, se trilha sonora de ga- Outros jogos, no entanto, permitem ao jogador, se divertir mes não fossem tão importantes, o criando suas próprias músicas como que levaria, por exemplo, a SEGA é o exemplo do famoso Mario Paint a montar uma banda para tocar as musicas de seus clássicos em diverpara Super Nintendo. Quem é muito fã de videoga- sos shows pelo Japão nas décadas de mes, já ouviu falar do Videogame 80 e 90? Live que percorre no mundo todo E os milhares de discos que focom uma banda orquestrada completa realizando performances de ram lançados com versões originais musicas clássicas ao vivo e que , e arranjadas de diversas “game souprofissionais ou amadores, que por nd tracks”? Muias vezes, uma boa musica lazer, tocam as musicas dos jogos. Na Internet você fácilmente en- pode prender mais que um bom contra diversos vídeos desses músi- gráfico ou boa jogabilidade! numa partida de futebol! Veja por exemplo o jogo Out Run, clássico da SEGA de 1986 que Muitos sequer prestam atenção nas musicas tocadas no decorrer tem apenas quatro músicas em todo dos jogos. Preocupam-se mais com jogo, sendo apenas três selecionáa diversão, gráfico ou jogabilidade veis para o andamento e uma tocada apenas na tela de pontuaç Ser fã inque o game lhe proporcionará. condicional de jogos e de música só Contudo, se trilha sonora de ga- poderia resultar em ser fã também mes não fossem tão importantes, o de trilha sonora de que levaria, por exemplo, a SEGA a jogos eletrônicos. montar uma banda para tocar as m Sim, sou um daquenum jogo? Toda! Penso que é o les que têm diversas mesmo que perguntar qual a impor- músicas de jogos, versões especiais e criações de fãs. Qual é a importância de uma boa musica num jogo? Toda! Penso que é o mesmo que perguntar qual a importância de um goleiro numa partida de futebol!sso sem levar em conta os de simulação mutância de um goleiro numa partida sical como Guitar Freaks, DJ Hero, Rock Band, Guitar Hero e muitos de futebol! outros que contem também musicas Muitos sequer prestam atenção conhecidas de vários artistas. nas musicas tocadas no decorrer Outros jogos, no entanto, perdos jogos. Preocupam-se mais com mitem ao jogador, se divertir cria a diversão, gráfico ou jogabilidade

2

- É um jogo que além de inovar em seu arcade com formato de carro, possui belas musicas com estilos variados que lhe acompanham até o final do jogo sem enjoar nem atrapalhar. Uma boa trilha sonora pode ditar o que o jogo vai lhe causar de sensações. Castlevania por exemplo, têm diversas musicas com um toque sombrio, de trevas e obscuridade que farão qualquer jogador se sentir dentro do castelo do Drácula. Matéria especial: Trilhas sonoras de Games!Pra muitos, isso tudo é um exagero, para outros, pura verdade! Como decidir isso? Não há melhor maneira do que prestando atenção nas musicas tocadas nos jogos.sso sem levar em conta os de simulação musical como Guitar Freaks, DJ Hero, Rock Band, Guitar

Hero e muitos outros que contem também musicas conhecidas de vários artistas. Outros jogos, no entanto, permitem ao jogador, se divertir criando suas próprias músicas como é o exemplo do famoso Mario Paint para Super Nintendo.

3


3

- No entanto, tal esforço fez com que hoje, tivéssemos clássicos sonoros como Vampire Killer de Castlevania, as diversas musicas do primeiro Super Mario Bros de 1985, as belas canções temáticas de Street Fighter II e até mesmo os efeitos sonoros mais engraçados de Pac Man que até hoje, são inconfundíveis! A Square à beira da falência criou a obra prima chamada Final Fantasy que até hoje, é referência não só no gênero RPG e sim também com suas musicas primorosas. Quem jogou sabe do que falo! Ou é fácil esquecer a canção (Victory Fanfare) tocada ao final de cada batalha? O criador de tais canções é Nobuo Uematsu. Matéria especial: Trilhas sonoras de Games! Outro grande gênio nesse sentido Yuzo Koshiro. Que criou algumas trilhas sonoras dos jogos da SEGA como Streets of Rage e Revenge of Shinobi, sendo o primei-

4

muito bem elaborados, as musicas dos games mais clássicos como Spa- Trilha que a meu ver, fica ce Harrier, Hang On, Out Run como melhor na versão para o SEGA CD já citado acima, After Burner e ou- que foi to4 talmente arranjada no tros. Veja alguns vídeos dessa incrí- melhor estilo Rock cas e outros. vel banda! Matéria especial: Trilhas sonoAs musicas de videogame são ras de Games! sempre um atrativo a parte nos joMatéria especial: Trilhas sonogos. Por vezes, fazem o jogo se tor- ras de Games!Musicas de Michael nar completo, vivo! Jackson, Foreigner, Ozzy Osbourne, Asia, Daryl Hall & John Oates são Chrono Trigger é um clássico facilmente reconhecidas no andaque tem uma das melhores e mais mento do jogo. perfeitas trilhas sonoras de todos os tempos. Isso sem levar em conta os de simulação musical como Guitar Nele existem musicas que até Freaks, DJ Hero, Rock Band, Guitar hoje fazem um fã assim como eu, se Hero e muitos outros que contem emocionar ao ouvir, por exemplo, também musicas conhecidas de váamapa pelo ano 600 A.D. rios artistas. Matéria especial: Trilhas sonoras de Games!Outro jogo cujo destaque torno a fazer é Final Fight que possui uma trilha intrigante e envolvente no melhor estilo anos 80. sso sem levar em conta os de simulação musical como Guitar Freaks, DJ Hero, Rock Band,

Outros jogos, no entanto, permitem ao jogador, se divertir criando suas próprias músicas como é o exemplo do famoso Mario Paint para Super Nintendo. Matéria especial: Trilhas sonoras de Games!Quem é muito fã de videogames, já ouviu falar do. none

ro jogo, digno de excelentes “dance Guitar Hero e muimusic” utilizando todo o potencial tos outros que contem também musisonoro do Mega Drive. cas conhecidas de Falando ainda na SEGA, no final vários artistas. est ut faccatem andit quis earchic to dos anos 80 a softhouse de Sonic tiea accabor epelignam e Outros jogos, no entanto, pernha uma banda com excelentes múmitem ao jogador, se divertir criansicos: a SST (SEGA Sound Team). do suas próprias músicas como é Matéria especial: Trilhas sonoras o exemplo do famoso Mario Paint de Games!A SST tocava em shows para Super Nintendo.

4


Hackers conseguem fazer jailbreak untethered no iOS 7.1.1 Boa notícia para quem tem a última versão doiOS instalado no seu gadget: ao que tudo indica, alguns programadores já arrumaram um jeito de fazer jailbreak untetherewwd na edição 7.1.1 do sistema operacional. O pesquisador Stefan Esser (da Alemanha) e o hacker conhecido simplesmente como Winocm (Estados Unidos) divulgaram recentemente provas de que ambos já conseguem burlar as amarras da Apple e rodar lojas de apps de terceiros em seus dispositivos móveis. Stefan utilizou seu Twitter para fazer tal revelação, publicando a foto de umiPhone 5C rodando o Cydia 1.1.9 (clique aqui para conferir). Em uma mensagem posterior, o alemão afirmou que jailbreak não se baseia em uma longa corrente de vulnerabilidades, mas sim em um único bug no kernel. Em seguida, foi a vez do norte-americano Winocm postar um vídeo em seu canal noYouTube mostrando o iOS 7.1.1 com jailbreak rodando em um iPhone 4.

E para os usuários, quando chega? Vale observar, contudo, que nenhum dos programadores liberou as instruções ou ferramentas necessárias para o processo de jailbreak, preferindo manter segredo sobre o funcionamento da vulnerabilidade. A ideia é impedir que a Apple tenta acesso a tais informações, de forma que ela não possa corrigir o bug tão cedo e lance uma atualização major (como um eventual iOS 8) sem se prevenir contra o método descoberto pelos hackers. É importante lembrar que o untethered é a modalidade mais prática de jailbreak, pois permite que você reiniciar por sua vez, exige que o usuário conecte seu gadget no computador e rode um software específico sempre que for necessário ligá-lo.

5


PlayStation 4 e Xbox One

são as mais recentes apostas de Sony e Microsoft para o capítulo atual guerra dos consoles. Com hardware poderoso, novos controles e a tendência das câmeras e sensores, os aparelhos dividem a preferência dos jogadores. Ainda não decidiu qual comprar? Confira a nossa comparação entre os consoles e decida qual levar para a casa.

Leia as análises completas de Playstation 4 e Xbox One.

T

alvez o ponto mais polêmico da chegada dos novos consoles ao Brasil tenha sido o preço, que e deixou muitos de cabelo em pé, especialmente pela diferença quando comparado ao valor praticado lá fora. Lançados oficialmente por US$ 400 e 500 (Playstation 4 e Xbox One com Kinect) os consoles chegaram por aqui custando R$ 4.000 e R$ 2.300, respectivamente. O PlayStation 4 vem acompanhado apenas do básico – cabo de alimentação, cabo HDMI, headset, um controle e o console. A Playstation Camera não acompanha o pacote, e pode ser comprada separadamente por US$ 59 (o sensor ainda não é vendido oficialmente no Brasil). Um controle sai por R$ 299 na loja da marca. Apesar do valor nacional salgado, o console da Sony pode ser encontrado em diversas lojas por pouco menos de R$ 1.800. Tratam-se de aparelhos importados, que na maioria das vezes não possuem qualquer tipo de cobertura da garantia nacional da Sony. O Xbox One, concebido para ser um aparelho mais caro, terminou saindo mais barato por aqui graças à fabricação local. Além da fonte de alimentação, cabo HDMI, headset, controle e console, a caixa acompanha o novo Kinect. A Microsoft também anunciou uma versão sem o sensor, que chega às lojas em junho por R$ 2.000. O controle pode ser encontrado por R$ 200 em revendedores oficiais da marca. Design

O

PS4 é pequeno e tem um visual arrojado (Foto: Reprodução/Débora Magri) Apesar de toda a discussão em relação ao visual dos consoles, a verdade é que os aparelhos são um tanto parecidos. Ambos adotaram uma carcaça separada em duas partes, uma fosca e outra mais brilhante. O PS4 é consideravelmente menor do que o concorrente, tendo as medidas comparáveis às de um PS3 Slim, O design é arrojado, cheio de cortes diagonais e uma grande barra de luz que separa os dois lados do console.

6


J

á o Xbox One aposta em um visual mais tradicional, apoiado na ideia de ser o centro da sala de estar. Grandalhão, o console não chega a ser feio, mas certamente carece de algum carisma. O aparelho não tem lá muitos detalhes, com exceção do botão on/off, fundido ao painel e iluminado. Controles Mesmo com o padrão de botões estabelecido, os controles terminam sendo parte importante na escolha de qual aparelho levar para a casa. Muito mais do que o design, os joysticks têm pegadas diferentes, que podem ser mais adequadas a certas mãos ou mesmo estilos de jogos.

O

s analógicos também foram alterados. Mais altos e finos, facilitam o manuseio preciso. O direcional digital foi criado do zero na esperança de melhorar o terrível d-pad do 360, e faz um bom trabalho em jogos como Killer Instinct. Os botões LB e RB, por outro lado, parecem um tanto imprecisos, especialmente quando comparados ao controle do antigo console. Uma das decisões mais comentadas foi a de manter as pilhas como alimentação principal do controle. Apesar da necessidade de comprar ou recarregar constantemente as baterias, a vida útil de cada recarga é bastante superior à do PS4, podendo chegar ao dobro com pilhas de qualidade. Sistema operacional Os sistemas operacionais são os responsáveis pelas características e funções dos consoles funcionando. Especialmente nessa geração, o apelo para aplicativos e operações multitarefas exige muito de cada um dos aparelhos. O PlayStation 4 ganhou uma interface que a primeira vista pode parecer um pouco simplória demais. Uma grande barra horizontal lista todos os jogos e aplicativos salvos no console, com a ordem baseada na última vez que foram usados. Apesar da aparente desorganização, é fácil e rápido navegar pela lista, onde tudo pode ser executado com bastante agilidade.

7


Resumo da semana em jogos: Watch Do Watch Dogs finalmente foi lançado. O game foi um dos destaques da última semana no mundo dos games, e o TechTudo publicou diversas matérias sobre o jogo, incluindo alguns tutoriais para ajudar os gamers. A semana teve ainda o vazamento de Battlefield Hardline, novo game da famosa franquia de ação. Confira no resumo semanal tudo que rolou por aqui nos últimos dias. Watch Dogs e Mario Kart são destaques nos lançamentos da semanaw Sábado

Comprou Mario Golf: World Tour e está tendo dificuldades? Então acesse nosso tutorial e aprenda como jogar o novo game de esporte do encanador. Confira também o review do game Chronology. Você pode controlar dois personagens, e tem o poder de controlar o tempo para resolver quebra-cabeças. Com visual bidimensional, tem uma história um tanto divertida. Confira o review completo.

Um novo game da série Zelda será mostrado na E3. Mas, infelizmente, não se trata de um jogo da série principal, mas sim de Hyrule Warriors, um spin-off que bebe na fonte do jogo Dynasty Warriors. Confira os detalhes na matéria completa.E, por falar em Nintendo, não é ela fez uma propaganda acidental para o videogame portátil concorrente, o PS Vita? Confira. O tamanho do mapa de Watch Dogs foi comparado com os mapas dos games GTA 4 e 5. Será que o novo game tem uma cidade maior do que os “concorrentes”? Confira na matéria completa. Publicamos um novo tutorial, apresentando os principais aliados de Aurora, a heroína do novo RPG da Ubisoft, Child of Light. No domingo também publicamos o review de Blood of the Werewolf, jogo de plataforma para PC com dificuldade que lembra os antigos games da era 8 bits. Leia aqui a análise completa.

8


gs e novo Battlefield são destaques O console PlayStation 4 permitirá em breve fazer o download antes dos jogos terem sido oficialmente lançados. Com isso, assim que o game for liberado o jogador já poderá se divertir, sem precisar esperar para baixá-lo quando já poderia estar jogando. O primeiro título a contar com essa funcionalidade será Destiny, que tem lançamento previsto para setembro. Leia a notícia completa. Analisamos o jogo JoJo’s Bizarre Adventure: All Star Battle, game de luta bidimensional (mas com toques 3D) de um famoso mangá japonês, que é publicado desde 1987. É o quarto jogo na história da série. Será que ele consegue agradar à fãs e também jogadores que desconhecem a série? Confira no review completo. Nos tutoriais de segunda, aprenda a jogar o famoso simulador de guerra no jogo Arma 3. Saiba como criar e editar classes no game Call of Duty: Ghosts. Saiba como deletar sua conta no MOBA League of Legends. Aprenda a jogar os desafios de combate em The Amazing Spider-Man 2. Confira dicas para tirar o melhor proveito da espionagem em Ikariam. A Sony anunciou os games gratuitos de junho que serão dados aos assinantes da PlayStation Plus. Os destaques ficam por conta do game de basquete NBA 2K14 para PS3 e do game de aventura e quebra cabeças Trine 2: Complete Story para PS4. Outros 4 jogos completam a lista. Confira aqui quais são e saiba mais sobre as mudanças que o serviço terá a partir desse mês. Preparamos outmatéria especial, agora comparando os dois principais videogames portáteis, oNintendo 3DS e o PlayStation Vita. Confira aqui a comparação de vários quesitos, como preço, design, conforto e bateria. Um torneio nacional de League of Legends terá a grande final nos dias 7 e 8 de junho. A competição será realizada em Fortaleza, capital do estado do Ceará. O prêmio para o time vencedor será de 45 mil reais. Confira os detalhes. Como será que Watch Dogs e GTA 5 ficariam caso tivessem sido lançados para o computador Commodore 64, que na época tinha apenas 8 bits? O animador húngaro Balázs Kalocsai imaginou, e compartilhou na Internet o resultado. Confira aqui os vídeos. Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Revolution  irá ganhar mais dois lutadores da Vila da Folha:  Iruka Umino e Konohamaru Saturobi. No total o jogo contará com mais de 100 personagens. O game será lançado em setembro para Xbox 360, PlayStation 3 e PC. Leia aqui a notícia completa. Aprenda como impedir que pessoas entrem no seu jogo em Watch Dogs. Veja como salvar capturas de tela e vídeos após atualização do PS4. Dois novos reviews foram publicados na sexta. Leia aqui nossa opinião sobre o Chaves Kart, game de corrida com toda a turma do famoso personagem mexicano. Analisamos também Decept a franquia iniciada no PS One. Confira aqui.

9


REVIEW: Análise completa de 2014 FIFA World Cup Brazil Haverá copa ou não?

Há tempos a humanidade perde o sono nesta indagação que precede o próprio milagre grego do advento da filosofia. Sem ter sido de fato convidada, a EA Sports agora nos oferece uma terceira alternativa de solução à questão: já está havendo copa, ao menos no universo do ludismo eletrônico dos video games. No entanto, 2014 FIFA World Cup Brazil pouco faz para amenizar nossas dúvidas e inquietações, visto que se trata de um projeto que apresenta sérios problemas na sua realização. Sim, está havendo Copa no seu Playstation 3 ou Xbox 360 mais próximo, mas isso pouco agrega à mídia como forma de expressão artística e aprofundamento nas questões mais inerentes à condição humana. Enquanto o cinema tem Casablanca e a literatura tem Hamlet, aos video games resta 2014 FIFA World Cup Brazil. Nas suas mecânicas e regras, ou seja, sua porção sistematicamente jogo, 2014 FIFA World Cup Brazil não inova em absolutamente nada, sendo um plágio descarado de outro jogo chamado Football, concebido na Inglaterra lá pela metade do século XIX. Quando precisamos tão desesperadamente de jogos que tornem nossa mídia tão culturalmente relevante quando o cinema, a literatura e as séries da HBO, o que a EA nos entrega? Uma cópia preguiçosa de um jogo de mais de quinze décadas atrás! Claro que uma sequência já está confirmada, com o título provisório de FIFA 15. O que chega a ser ofensivo, porque realmente não sei mais pra onde os roteiristas podem continuar arrastando a trama. Assim como Assassins Creed IV Black Flag teria sido mais sincero sendo lançado como o primeiro de uma série totalmente nova focada apenas em piratas, o ideal seria que a EA deixasse FIFA morrer com o pouco de dignidade que ainda resta dos saudosos primeiros episódios, começando uma franquia do zero com o nome de “Soccer” ou algo do tipo. É o único meio, a essa altura, de demonstrar algum respeito à legião de fãs que acompanha esta saga desde 1993. A história se passa logo após os eventos de FIFA 14, trazendo de volta muitos dos personagens vistos no jogo anterior, já bem conhecidos pelos fãs da série. Mesmo nessa premissa básica as falhas de roteiro já ficam evidentes, pois o desenvolvimento dos personagens é no mínimo precário. Pouco sabemos das motivações pessoais e angústias deCristiano Ronaldo ou Daniel Alves, só para citar alguns. Me parece que a “paixão.

10


EDIÇÕES 2013

A REVISTA PURA AÇÃO


Games

Action

Revista trabalho2  

Games Action

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you