Issuu on Google+

Você denunciaria um esquema de corrupção? Olá! Eu sou Heinz Alfons Fritz. Cidadão. Médico veterinário. Trabalho como profissional liberal, mas, não na minha área de formação. Eu gosto mais desta áreas que trabalho, mesmo não tendo formação acadêmica. Gosto de debater política, analisar posições religiosas e ideológicas, mas, nenhum time é melhor do que o Tricolor Paulista! Eu sei, você gosta mais do seu time, não é? Mesmo que ele não tenha o tanto de título de outros clubes. Somos assim mesmo! Esta mistura de jeito, pessoas, desejos em ação e emoções. O objetivo deste texto é fazer uma pergunta: 

Se você descobrisse um esquema de corrupção em seu município você denunciaria?

Para muitas pessoas de nosso município e da grande maioria dos brasileiros, tem-se a ideia de que, nós não somos capazes de descobrir, ou se, descobrirmos, somos incapazes de encontrar o caminho certo para a denuncia e consequentemente, o desbaratamento deste esquema, e, eu tenho apenas este texto para te convencer do contrário. Vamos então a minha ideia! É o seguinte: todo munícipio é obrigado por lei a disponibilizar aos cidadãos suas contas, ou seja, temos o direito de saber, de ter acesso as informações contábeis e outras informações da administração pública municipal, estadual e federal. Vou partir do exemplo de meu município: Agrolândia - SC. O serviço de transparência está aqui neste link: Portal da Transparência de Agrolândia. Com base nos dados disponibilizados neste website, que é, reafirmo! Uma exigência da legislação, nós os cidadãos podemos averiguar como os cidadãos eleitos, nomeados ... por fim, os que estão gerindo os recursos públicos a eles confiados. Estando no website, você escolhe uma das opções como mostro na imagem abaixo: Se você quiser consultar os contratos feitos por Licitações, é só clicar em Licitação e depois em Contrato, e vou pegar este exemplo para demonstrar como é fácil a você contribuir com a fiscalização da aplicação dos recursos públicos de sua cidade. Depois de ter clicado em Contratos, vai aparecer na parte de baixo a imagem de uma Lupa e dentro da lente espaço para você escolher o período de pesquisa.


Eu prefiro sempre o período de um exercício fiscal que vai de 01/01 do ano, até 31/12 do mesmo ano. Não é permito período maior do que este, e o sistema têm informações a partir do ano de 2010. Pois bem! Avante! Depois de clicar em Consultar, você vai ter acesso a tudo que está registrado no sistema. Veja este exemplo que fiz para demonstrar a você como é fácil. Depois que você fez a consulta você também poderá realizar um filtro dentro da consulta realizada. E aqui é que está algo interessante. Veja no quadro abaixo onde você poderá realizar um filtro específico. Eu escolhi um fornecedor qualquer na lista. O critério que eu usei para a escolha foi: o maior número na lista e foi este: R$ 194.368,93 do fornecedor AUTO POSTO WALEAGRO LTDA. Depois de copiar e colar o nome do AUTO POSTO WALEAGRO LTDA, obtive os seguintes resultados nos anos abaixo apontados:   

Total dos contratos de 2009/2010: R$ 196.558,68 Total dos contratos de 2010/2011: R$ 558.396,93 Total dos contratos de 2010/2011: R$ 539.042,00

Agora vem a parte interessante de sua pesquisa no portal da Transparência de seu município. Você que é cidadã(o), consciente de seus deveres democráticos, republicanos, guiado por seus valores morais, éticos, espirituais, agnósticos, filosófico faça as indagações corretas ao vereador que votou na última eleição. Também podes ir na câmara municipal solicitar explicações sobre os contratos, as vigências, se estão sendo fiscalizados. E até no ministério público você pode ir. Mas, ai vem a pergunta: Mas, Heinz Alfons, eu vou denunciar o que? Eu vou pesquisar o que? E se eu estiver fazendo uma acusação leviana? E se eu estiver fazendo acusações sem fundamentação? E se... é verdade tem tudo isto. Por isto vá com as devidas cautelas. Quem tem que ir ao Tribunal de Contas do Município fiscalizar, segundo a lei, é o vereador. Mas, isto não impede você de fiscalizar também. E perguntar o seguinte: O que justificou o aumento deste fornecedor nestes anos? No primeiro ano foi x, no segundo ano 3x, e no terceiro ano até agora 3x novamente!  O que justifica o aumento dos valores: aumentou a quantidade dos produtos oferecidos? Aumentou o consumo dos produtos? 


Estes são os menores valores? E, quem participou da licitação? Há quantos fornecedores participando do processo licitatório?  Estas empresas tem algum vínculo familiar com os administradores? Há ou não há algum tipo de favorecimento?  E por ai vai! 

Avante! Não é? Eu tive a curiosidade de pesquisar as Compras Diretas. E eis o que encontrei este fornecedor com os seguintes valores nestes anos pesquisados:   

Em 2010: R$ 1.928,24; Em 2011: R$ 7.333,08; Em 2012: R$ 14.597,40.

Veja você, que o aumento dos valores aqui, também segue a alta percebida nos contratos por licitações, o que me leva a pensar que a prefeitura de meu município compra muito neste fornecedor seja pelo processo de Licitação, neste caso, este fornecedor oferece os menores preços nos pregões, bem como, este fornecedor oferece os menores preços quando a compra é direta. Quem mora em Agrolândia conhece nossa cidade e sabe dos motivos pelos quais a prefeitura e os órgãos públicos compram e tem este fornecedor. Em seu município pode não ser igual ao meu; e esta movimentação certamente poderá ser, ou poderá apontar um favorecimento, afinal, não é todo município que é igual ao meu município. Se você encontrar algo desta natureza, não perca tempo, procure o seu vereador ou vá ao Ministério Público pedir explicações. Participe deste movimento cidadão que está se espalhando por todo o Brasil. Vá ao site de transparência de seu município. Pesquise os dados. Analise as informações. E se descobrir algo, procure os meios de acabar com a corrupção e com os esquemas e dos desvios dos recursos públicos. Participe deste movimento. É fácil como expliquei neste texto.

Por Heinz Alfons Fritz. Meu facebook: Heinz Alfons Fritz;


Meu e-mail: heinzalfonsfritz@gmail.com


Você denunciaria um esquema de corrupção?