Issuu on Google+

PALAVRA DO DIRETOR

ediçao n°10

Mural

Concertos para as criancas -

No mês das crianças, a EMEF “Professora Guiomar Fortunata Coneglian Borcat” desenvolveu uma programação especial para elas: a Banda Musical da escola promoveu uma série de concertos. No dia 12, a apresentação ocorreu na Praça Comendador José Zillo (Concha Acústica). Literalmente, “um show”.

Matematica mais divertida-

Preocupada em oferecer aos alunos da EMEF “Fazenda São José do Passinho”, na zona rural, os mesmos benefícios que os alunos das demais escolas têm, a Diretoria Municipal de Educação leva até eles a versão offline do software “Série Destino de Matemática” (Editora Saraiva). É mais um recurso para favorecer a aprendizagem da matemática de forma divertida e interativa.

Luiz Eduardo Conti Diretor de Educaçao de Lençois Paulista

O mês dos professores é de comemoração, mas também de reflexão. Digo isso porque o professor é muito mais que um indivíduo que ensina uma ciência, arte, técnica ou disciplina. Com a força de seus exemplos, ele é capaz de dar sentido a muitas vidas e de transformar realidades por meio da Educação. É verdade que uns optam por essa carreira porque a veem como um dom, uma possibilidade de mudança social, enquanto outros, por simples casualidades da vida ou questões econômicas. Mas, independente do motivo, se você é professor desempenha uma das mais importantes missões da humanidade: a de estimular o conhecimento, favorecendo o desenvolvimento de cada cidadão. É uma missão complexa, mas também muito gratificante, principalmente quando se pensa no legado a ser deixado. E o nosso trabalho na Diretoria Municipal de Educação busca apoiar o seu importante trabalho, educador, oferecendo suporte técnico, pedagógico e administrativo. Juntos, caminhamos rumo à nossa finalidade: “garantir o desenvolvimento integral a todos os alunos”.

Fazendo a diferenca-

Apaixonada pela educação, a agente escolar Maria Sandra da Silva, da EMEIF “Eliza Pereira de Barros”, é um exemplo de profissional que se destaca por se propor a fazer além de suas atribuições. Na biblioteca da escola, ela encanta alunos e professores com sua habilidade para contar histórias.

Educador JORNAL DO

“Hora Extra Estudantil”-

A terceira edição do Festival do Livro cumpre seu papel de aproximar o público de todas as boas possibilidades que a leitura oferece Lençóis Paulista, a “Cidade do Livro”, realizou com sucesso a terceira edição do Festival do Livro, de 17 a 28 de outubro, na Praça Comendador José Zillo (Concha Acústica). O evento -promovido pelas Diretorias de Cultura e Educação, reuniu mais de 20 mil pessoas, entre alunos, população e visitantes da região. Por mais um ano o festival cumpriu com seu objetivo de destacar a importância do livro e da leitura em nossas vidas, aproximando o público das histórias, dos autores e de todas as boas possibilidades que a boa leitura oferece. Encontros e palestras com escritores, workshops, oficinas, apresentações artísticas e contação de histórias fizeram parte da programação. A obra de Orígenes Lessa, nosso grande escritor que contribuiu para levar o nome de Lençóis Paulista pelo Brasil afora, foi o tema desta edição.

Estimular a leitura e sua importância para a aprendizagem durante toda a vida é uma meta da EMEI Áurea Damasceno Bernardes. Para atingi-la, vários projetos estão sendo desenvolvidos, com destaque para o “Hora do Conto no Quiosque”. A iniciativa extrapola as quatro paredes da sala de aula e aproveita todos os espaços educativos da escola para motivar o hábito da leitura.

Gestao Escolar - A EMEIF “Irma

Carrit”, pelo segundo ano consecutivo, representou a Diretoria de Ensino de Bauru no Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar. A escola lençoense não foi a ‘campeã’ do Estado, mas se destacou entre as unidades das 16 cidades da região abrangidas pela Diretoria de Ensino.

EXPEDIENTE

Educador JORNAL DO

é um informativo mensal da Diretoria Municipal de Educação de Lençóis Paulista, destinado aos profissionais da rede.

Textos: Carla Izeppe • Fotos: Carla Izeppe e divulgação das escolas Jornalistas responsáveis: Carla Izeppe (Mtb - 44.401) e Eduardo Magalhães (Mtb- 24.213) Produção gráfica: Propagare Propaganda e Marketing • Impressão: Gráfica Agudos Tiragem: 1.100 exemplares • Custo de produção: R$ 0,77 (valor unitário)

de 2011

Um festival de conhecimentos

Conto no quiosque -

Este é o nome do projeto da EMEF “Profª Idalina Canova de Barros”, que viabiliza um grupo de estudos direcionado aos alunos das oitavas séries interessados em reforçar seus conhecimentos para enfrentar os processos seletivos das escolas de ensino médio regular e profissionalizante. Quarenta e cinco alunos frequentam as aulas ministradas por professores voluntários.

Outubro

Alunos ganham Ecoteca Dentro da programação do Festival do Livro, A EMEF Profª Maria Zélia Camargo Prandini, no Jardim Júlio Ferrari, inaugurou a Ecoteca “Cantinho do Saber”. É uma biblioteca ecológica, cuja estrutura é feita a partir do reaproveitamento de caixas longa-vida e placas de madeira certificada da Duratex, empresa que patrocinou o projeto, com o incentivo do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura (Proac). A Ecoteca tem acervo inicial de 500 obras e espaço para contação de histórias e teatro de fantoches.


Parabéns Educadores!

PALAVRA DA PREFEITA

Fotos do Jantar dos Professores (dia 11/10)

Izabel Cristina Campanari Lorenzetti Prefeita de Lençois Paulista

Deixando o Natal e o aniversário de lado, pelas minhas escolhas, sempre sou lembrada em duas comemorações a cada ano: Dia das Mães e Dia do Professor. Nas duas ocasiões, durante as homenagens e celebrações, alguns sentimentos e inquietações me assaltam. Além do fato de serem datas bastante exploradas pela mídia, pelo comércio e pela sociedade, as figuras (mãe e professor), envoltas numa aura de poesia e pinceladas de perfeição, são homenageadas e enaltecidas quase como personagens irreais. Na lida do dia a dia, sobrevivendo e exercendo seus papéis, pais e professores ou mesmo outros profissionais, vão fazendo sua parte num mundo cuja realidade é, muitas vezes, bem diferente daquilo que se deseja, se idealiza ou se sonha. Uma realidade, às vezes, carente de poesia e de perfeição. É justamente no enfrentamento desse mundo real, reconhecendo nossas qualidades e defeitos, nossas limitações e nosso potencial, que nos distinguimos como bons pais e bons professores ou até bons médicos, bons engenheiros, bons motoristas, bons cozinheiros. Esse enfrentamento supõe coragem, vontade de acertar, disposição para aprender sempre, amor às pessoas, a si próprio, à profissão escolhida, às escolhas feitas. Minha homenagem ao professor real. Meu respeito e reconhecimento ao ser humano que, sem amadorismo, abraça sua profissão. Meus parabéns aos homens e mulheres que, com esforço, trabalho e dedicação, vão a cada dia iluminando os que estão à sua volta.


Jornal educ outubro