Page 1

Impresso Especial 9912270065/2010-DR/PR

Jornal do Hospital de Clínicas - UFPR Universidade Federal do Paraná

HOSPITAL DE CLÍNICAS

CORREIOS

Ano : XXV | Edição : 144 | Setembro - 2013

Muita emoção marca o encontro entre doador e receptora de medula óssea

MISSÃO

VISÃO

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - VENDA PROIBIDA

VALORES

VISÃO “Ser o melhor complexo hospitalar público de ensino e assistência em saúde, em todos os níveis de atenção, do país, acreditado com excelência.”

Um momento de emoção tomou conta do Serviço de Transplante de Medula Óssea (STMO) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR), na ocasião do encontro entre um doador e uma transplantada da Instituição. (p.6)

Hospital de Clínicas da UFPR comemora 52 anos

Maior hospital do estado do Paraná e terceiro maior HU (Hospital Universitário) do Brasil, o HC/UFPR completou 52 anos no dia 05 de agosto e, para comemorar, várias atrações culturais foram realizadas em suas dependências. (p.5)

Unidade de Neurologia, Neurocirurgia e Psiquiatria

Com um contrato de gestão vigente desde 2010, a UNP do HC/UFPR presta assistência de forma humanizada nas áreas de Neurologia, Neurocirurgia e Psiquiatria, sendo referência e excelência em assistência, ensino, pesquisa e extensão. (p.4)

Campanha “Doe Sangue pelo Esporte”

Encerrada no dia 09 de agosto, a Campanha “Doe Sangue pelo Esporte” foi desenvolvida pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude de Curitiba, em parceria com o Biobanco do Hospital de Clínicas da UFPR. (p.8)


Edição : 144

Nota da Redação Amor e Emoção assinalam esta edição do JHC, pois foi o que marcou o encontro entre doador e receptora de medula óssea, cinco anos após o procedimento (p.6). A emoção de um Atletiba marcam campanhas. Uma de doação de sangue, em que o Coritiba presenteou com uma camisa autografada do time, e outra, em que o Atlético que repassou arrecadações em prol do Ambulatório de Síndrome de Down (p.8). Amor pela instituição, faz com que profissionais se aperfeiçoem e tornem-na mais evidente ainda através de trabalhos, eventos científicos e deferências (p. 6 e 7). Amor que as Unidades Gerenciais demonstram no seu dia-a-dia e que, nesta edição, a UNP é exemplo de dedicação (p.4). Emoção sentida também na semana de aniversário do HC (p.5) em que artistas voluntários doaram seu talento e seu tempo para o maior hospital universitário do estado. Tudo isso pode ser resumido na fala do Anderson Salvadori (vocalista da Banda Tático Móvel), que em agradecimento aos atendimentos prestados a sua família, emocionado, não parava de agradecer. Nós, a comunidade do HC, é que temos que agradecer o amor, o carinho e a emoção que nos é dedicada nesses 52 anos.

Em Tempo O médico neurologista do Hospital de Clínicas da UFPR, Hélio Teive, esteve participando de um congresso na Austrália no final de junho, ocasião em que divulgou uma pesquisa sua que trata do uso da toxina botulínica em pacientes com diagnóstico de paraplegia. Segundo o resultado dessa pesquisa, apesar do sucesso no tratamento de outros distúrbios do movimento, a toxina botulínica tipo A não conseguiu fazer muita diferença aos pacientes com diagnóstico de paraplegia espástica hereditária rara. O assunto foi publicado na página da internet do site “Med Page Today”. No dia 26 de julho, o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, assinou o termo de adesão do Município ao Programa “Mulher Viver sem Violência”, que prevê a construção da Casa da Mulher Brasileira com recursos do Governo Federal. Representantes do Hospital de Clínicas da UFPR também estiveram presentes. Através da Unidade da Mulher e do Recém-Nascido, o HC é referência no que diz respeito ao atendimento de mulheres vítimas de violência sexual há 17 anos. No dia 29 de agosto, foi celebrado mais um Dia Nacional de Combate ao Fumo. Há 33 anos, em 1980, o médico otorrinolaringologista do Hospital de Clínicas da UFPR, Jaime Zlotnik, reuniu cerca de 5 mil estudantes e realizou a primeira “Greve contra o Fumo”. Tal evento culminou, seis anos depois, em 1986, na Lei Federal nº 7.488, que criou o Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. O professor Cesar Boguszewski, médico endocrinologista, chefe do Serviço de Endocrinologia do Hospital de Clínicas, é o mais novo editor para a América do Sul do “European Journal Endocrinology”, revista oficial da Sociedade Europeia de Endocrinologia. Ele foi indicado pela Comissão Editorial da Revista e convidado pelo Editor-Chefe para a função. “É uma satisfação levar o nome de nosso Hospital, da nossa Universidade, da nossa cidade, e do nosso país a um patamar de excelência”. 2

Setembro - 2013

AGRADECIMENTOS Ao Serviço de Neurocirurgia do HC A família de Adriana Maria de Oliveira (que fez cirurgia da coluna no dia 28 de maio de 2013), parabeniza toda a equipe do Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Clínicas pelo sucesso na sua recuperação. “Somos gratos a vocês, médicos, enfermeiros e funcionários pelo carinho, dedicação e atendimento dedicados a nossa Adriana.” (Familiares da paciente Adriana Maria de Oliveira, Mandirituba/PR) Aos profissionais do HC “Em nome da Família da paciente Lili Rosa da Luz, gostaria de expressar os mais sinceros votos de gratidão a todos os profissionais do Hospital de Clínicas (Médicos, residentes, enfermeiros, zeladores, cozinheiras, etc) pela atenção e humanismo. O que vocês realizam aqui no Hospital é algo extraordinário e grandioso! Vão levar para a eternidade os ecos dos seus trabalhos. Que Deus ilumine a todos!” (Família da paciente Lili Rosa da Luz / Curitiba/PR ) À equipe de Cirurgia Plástica do HC “Gostaria de elogiar toda a equipe de enfermeiros e todas as pessoas envolvidas no Programa de Cirurgia Plástica, incluindo médicos e equipe do Centro Cirúrgico. Foram todos muito atenciosos, atendendo muito bem.”6 (Paciente Graziele Magalhães/ Curitiba/ PR)

Expediente JHC - Setembro de 2013 - Edição 144 Instrumento de Divulgação do Hospital de Clínicas da UFPR Rua General Carneiro, 181 Curitiba - PR Fone/Fax: (41) 3360-1864 e 3360-7955 e-mail: mkt@hc.ufpr.br Site: http://www.hc.ufpr.br Diretor Geral do HC: Flávio Daniel Saavedra Tomasich Reitor da UFPR: Zaki Akel Sobrinho Assessora de Marketing Institucional: Monica C. Budni Jornalistas Responsáveis: Thiago Gusso (MTB6562/PR) Renildo Meurer (MTB5657/PR) Fotografias: Assessoria de Marketing Institucional do HC Impressão: Imprensa Universitária da UFPR Tiragem: 2.500 exemplares Assessoria de Marketing do HC Lorival T. Veloso, Maria Conceição Lopes, Maria Rosa dos Santos, Renildo Meurer e Thiago Gusso Estágiários: Jornalismo: Carlla Fermino e Pedro Domingues Design: Alyne Luz e Felipe Zaitter

Distribuição Gratuita - Venda Proibida


Setembro - 2013

Edição : 144

Prefeito de Curitiba recebe a Direção do Hospital de Clínicas da UFPR

No dia 29 do mês de julho, o Prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, recebeu os membros da Direção do

Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR). Na ocasião, Fruet falou da importância que o Hospital de Clínicas tem para a capital paranaense e sobre a necessidade do trabalho em parceria entre as esferas governamentais, principalmente quando o assunto diz respeita à saúde. O diretor geral do HC, Flávio Tomasich, por sua vez, comentou sobre a situação atual da instituição,

principalmente em relação às dificuldades nos aspectos financeiros e de pessoal.

Diretores do HC seguem campanha de visitação às unidades do Hospital área da Instituição, segue visitando as unidades do HC. A intenção da campanha é verificar “in loco”, os anseios, as críticas e as sugestões dos colaboradores do Hospital. Até o início do mês de setembro, já haviam sido visitadas as seguintes unidades: de Urgência e Emergência Adulto (UUEA), da Mulher e do Recém Nascido (UMRN), de Nutrição e Dietética (UND), de Ambulatórios Através da campanha “Todos (UAMB), de Otorrinolaringologia e na Mesma Direção”, o diretor geral Cirurgia Cérvico-Facial (UNORL), do Hospital de Clínicas, Flávio Toma- de Imagem e Radioterapia (UNIR), de sich, acompanhado dos diretores de Farmácia Hospitalar (UFH) e de Ad-

ministração de Pessoas (UAP). A intenção da Direção Geral é de que todas as 23 unidades sejam visitadas até o mês de novembro.

Revista SENAP homenageia profissionais do HC

A Revista SENAP (Sociedade Nacional de Pesquisa) em sua mais recente edição (ano 40 – 2013) prestou homenagem a várias personalidades e, entre elas, três profissionais do Hospital de Clínicas da UFPR.

Fernando Lorenzini, médico urologista e professor do HC/ UFPR, foi homenageado como “Personalidade Médica do Paraná” pela dedicação em seus estudos relacionados à vasectomia, com foco na reversão desse método contraceptivo. 3

Heda Maria B. dos Santos Amarante, médica gastroenterologista e ex-diretora geral do HC, recebeu o reconhecimento da Revista SENAP como uma das “Mulheres Vitoriosas do Paraná” em função da sua história de sucesso profissional e pessoal.

Ivanilda Faustino, enfermeira chefe da Endoscopia Digestiva do Hospital de Clínicas, por sua vez, foi homenageada pelo atendimento e cuidado com o próximo. Ela atua há 22 anos no Hospital e é também empresária do ramo de Enfermagem.


Setembro - 2013

Edição : 144

Unidade de Neurologia, Neurocirurgia e Psiquiatria

A Unidade de Neurologia, Neurocirurgia e Psiquiatria (UNP) do Hospital de Clínicas da UFPR, que assinou o seu primeiro contrato de gestão em dezembro de 2010, presta assistência de forma humanizada nas áreas de Neurologia, Neurocirurgia e Psiquiatria, sendo referência e excelência em assistência, ensino, pesquisa e extensão, gerando, aplicando e expandindo o conhecimento científico e o desenvolvimento tecnológico em suas áreas de conhecimento. O Serviço de Neurologia, referência nacional em atendimento, conta com o Centro de Diagnóstico de Doenças Neuromusculares. Criado em

1972, foi o primeiro do país a fazer, de forma rotineira, o diagnóstico das enfermidades neuromusculares através da histoquímica. O Serviço conta com instalações completas para o atendimento de Biologia Molecular. Além disso, o Hospital de Clínicas UFPR é o único de Curitiba a realizar a monitorização contínua com vídeo-eletroemcefalograma em suas unidades de atendimento de Urgência e Emergência. O Serviço de Neurologia realizou 9.931 consultas, 622 internamentos, 65 cirurgias e 2.903 exames em 2012. O Serviço de Neurocirurgia conta com profissionais mestres e doutores, com profunda contribuição científica para o cenário nacional e internacional. Seu programa de residência médica tem atraído candidatos das mais variadas procedências e formado profissionais que se tornaram membros proeminentes da neurocirurgia nacional, além de possibilitar titulação a nível de Mestrado e Doutorado. Durante o ano de 2012, o Serviço realizou 1.767 consultas, 407 internações e 372 cirurgias. Em 2012, foi instituída a Consulta de Enfermagem no Ambulatório Pós-operatório de Neurocirurgia, para o acompanhamento de enfermagem dos pacientes pós-cirúrgicos. O Serviço de Psiquiatria funciona na casa externa, no Ambulatório de Saúde Mental, com atendimento nos ambulatórios de Psiquiatria Geral, Transtorno do Humor e da Ansiedade,

Esquizofrenia e Dependência Química Geral. Foram feitas readequações dos horários de atendimento de alguns ambulatórios, oferecendo mais opções devido às características dos usuários. Em 2012, o Serviço de Psiquiatria realizou 10.972 consultas. No acompanhamento da evolução tecnológica pela qual tem passado as especialidades nos últimos anos, a Unidade de Neurologia, Neurocirurgia e Psiquiatria tem se preocupado em manter a qualidade da oferta do diagnóstico e tratamento, com a meta de preservar e projetar cada vez mais alta a reputação do HC.

HC realiza orientações alusivas ao Dia Nacional da Epilepsia Foram realizadas no dia 08 de setembro, atividades alusivas ao Dia Nacional da Epilepsia, que é celebrado oficialmente no dia 09. O evento ocorreu juntamente com a Festa da Luz, na tradicional Feirinha do Largo da Ordem, no centro de Curitiba. Diversos profissionais de várias áreas da saúde estiveram no local prestando esclarecimento à população, desde as 8 horas da manhã.

As atividades foram promovidas pela Liga Brasileira de Epilepsia e pela Academia Brasileira de Neurologia (ABN), através de seu Departamento Científico de Epilepsia, coordenado pelo médico neurologista Luciano de Paola e com a vice-coordenação do também médico neurologista Carlos Eduardo Soares Silvado, ambos profissionais do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Em Curitiba o evento contou com a coordenação do médico do HC e professor da UFPR, Sérgio Antoniuk. 4


Setembro- 2013

Edição : 144

Hospital de Clínicas da UFPR comemora 52 anos do CEI (Centro de Educação Infantil) Pipa Enantada do HC. Finalizando as comemorações do primeiro dia, os funcionários do HC saborearam um bolo, que foi doado pelo SIPCEP (Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Estado do Paraná) e confeccionado pelo Moinhos Anaconda. Essa cortesia ocorre desde 2006. A semana comemorativa dos 52 anos do Hospital de Clínicas, contou com diversas atrações do dia 05 a 08 de agosto. Os eventos foram iniciados com uma cerimônia oficial no dia 05 de agosto, data da inauguração do Hospital há 52 anos. Estavam presentes, o reitor da Universidade Federal do Paraná, Zaki Akel Sobrinho; o vicereitor Rogério Andrade Mulinari; do senador Sérgio Souza; do diretor geral do HC, Flávio Tomasich e a comunidade interna do Hospital, que participou intensamente. A animação ficou por conta da Banda Lyra, da Fundação Cultural de Curitiba. Também esteve presente o Padre Ramiro Pastore, chefe do Serviço de Capelania do HC, que abençoou a todos.

Dia 06 de agosto, o segundo da semana comemorativa, contou com a animada presença da dupla “Willian & Renan”, que fez a alegria da plateia com seu show, cantando músicas sertanejas universitárias e clássicos do gênero. A dupla ainda presenteou várias pessoas com entradas de show. Além disso, distribuiu autógrafos e tiraram inúmeras fotografias com os presentes.

O tradicional “Parabéns para o HC” deu continuidade às comemorações no período da tarde, com o vice-reitor da UFPR, Rogério Andrade Mulinari e a diretora administrativa do HC, Mônica Evelise Silveira “puxando” a canção em homenagem ao Hospital, com o auxílio das crianças

No terceiro dia, 07, a banda Tático Móvel fez seu mega-show, empolgando toda a plateia com clássicos da música brasileira, do rock internacional, além de uma emocionante versão do Hino Nacional Brasileiro. Completando as comemorações de quarta-feira, o grupo Teatro 5

Anticorpus apresentou a peça “O Chefe”. Formado pela comunidade do HC. Antes da peça, foram apresentadas duas esquetes clássicas do humor: “A máquina de escrever’’, de Jerry Lewis e “O pescador”, de Truffaut. Encerrando em grande estilo, no dia 08 de agosto, a semana comemorativa recebeu Elvis Presley e seu Chevrolet Bel Air1951. Era Rogério Cordoni, que com seu “Show do Rei”, colocou todo mundo para dançar no Hall da Direção do Hospital. O sucesso da Semana de Aniversário advém da organização da Assessoria de Marketing do Hospital, dos participantes da comunidade interna do HC, mas, sobretudo, de todos os voluntários que abrilhantaram os eventos e ajudaram o Hospital de Clínicas a comemorar seus 52 anos em grande estilo. Em pé, toda a comunidade agradeceu a Banda Lyra, a dupla Willian & Renan, a Banda Tático Móvel, ao Grupo de Teatro Anticorpus, a Rogério Cordoni, ao envolvimento das unidades de Hotelaria, de Nutrição e todas as demais que, de alguma forma, colaboraram para tornar essa data festiva ainda mais iluminada.


Setembro - 2013

Edição : 144

Muita emoção marca o encontro entre doador e receptora de medula óssea do HC no dia 14 de novembro de 2008, após ter sido diagnosticada com Anemia Aplástica Severa (AAS), Lorenza mora no interior do Paraná, na cidade de Peabiru, próxima a Campo Mourão, enquanto José Adilson é morador de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Porém, a distância não impediu o encontro entre os dois. Emoção no HC: Lorenza e seu doador, José Adilson. Enquanto Lorenza estava na Na manhã do último dia 23 de expectativa em uma sala do Serviço de agosto, o Serviço de Medula Óssea (STMO) do Hospital de Clínicas (HC) Transplante de Medula Óssea, rodeada da Universidade Federal do Paraná de seus familiares; no corredor, José (UFPR), promoveu o encontro entre Adilson, também estava apreensivo. uma receptora de medula óssea e seu Ambos, nunca tinham se visto antes e, quando um olhou para o outro, foi doador. Momento de muita emoção como se conhecessem há muitos anos. para ambos, o encontro reuniu a aten- Parecia até que combinaram o que dizção de várias pessoas no HC. Emocio- er, pois os dois só repetiam: “é muita nada, a paciente transplantada, Lorenza emoção”. Para a mãe de Lorenza, MargaRoberta Mello, de 20 anos, aproveitou rete Rodrigues de Mello, “ele devolveu o momento para agradecer o doador a vida” à filha. E ela ainda não sabe José Adilson Sabino, de 43 anos. Transplantada há cinco anos, como tratá-lo: “acho que vou chamá-lo de filho. Eles são tão iguais... Tão idên-

ticos... Tem a mesma carga genética”. Segundo o médico hematologista da equipe do Serviço de Transplante de Medula Óssea do HC, Samir Kanaan Nabhan, “é realmente muita sorte encontrar um doador não-aparentado na mesma região. O índice é de um para 10 mil e pode vir de qualquer parte do mundo”. O encontro entre doador e transplantada levou ao HC da UFPR as principais mídias da capital paranaense. Afinal, não é um fato muito comum, mas é um marco que serve para incentivar a doação de medula óssea. “É raro promover esse tipo de encontro, ainda mais entre doadores não-aparentados” concluiu o assistente social do Serviço de Transplante de Medula Óssea, Rafael Terézio Muzi. Para quem despertar o interesse em ser doador de medula óssea, informações a respeito do assunto podem ser acessadas no site do HC, pelo endereço www.hc.ufpr.br/medula ou, então, pelo telefone do Banco de Sangue do HC: (41) 3360-1875.

Médicos e ex-alunos do HC/UFPR recebem o Prêmio “Prof. Waldemar Berardinelli”

Autores do trabalho “Tratamento de Hipotireoidismo Primário com Doses Semanais de Lexotiroxina, um Estudo Randomizado Unicego Cruzado’, os ex-alunos de mestrado, Andressa Bornschein e Gilberto Jorge Paz Filho, e os médicos Hans Graf e Gisah Amaral de Carvalho, do SEMPR (Serviço de Endocrinologia e Metabologia do Hospital de Clínicas da UFPR), receberam o Prêmio “Professor Waldemar Berardinelli” dos “Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia” (ABEM), revista oficial da Sociedade Brasileira de Endocrino-

logia e Metabologia (SBEM), por ter sido o melhor trabalho clínico publicado no periódico em 2012. Tal revista é indexada no PubMed, banco de dados internacional de artigos médicos. Desenvolvido na Unidade de Tireoide do SEMPR, o trabalho foi tema da dissertação de Mestrado de Andressa Bornschein no Curso de Pós-Graduação em Medicina Interna da Universidade Federal do Paraná, com a orientação da professora pesquisadora Gisah Amaral de Carvalho. Outorgada pela SBEM, a premiação foi entregue durante o Congresso

Brasileiro de Atualização em Endocrinologia e Metabologia, que ocorreu entre os dias 21 e 24 de agosto deste ano (2013), na cidade de Natal (RN).

Na foto, Andressa Bornschein e o chefe do Serviço de Endocrinologia e Metabologia do HC, Cesar Boguszewski.

Servidor do HC tem artigo de mestrado publicado em revista científica O técnico de farmácia e coordenador administrativo do HC, Vladimir Antonini teve um artigo seu publicado na Revista Infarma (publicação científica do Conselho Federal de Farmácia). O texto é um resumo de sua dissertação de Mestrado em Clínica Cirúrgica, que teve o título “Estudo da Farmacoterapia da Dor em Pacientes

Pós-Cirúrgicos do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná”. Segundo o resumo do artigo, o objetivo do estudo foi avaliar comparativamente com a literatura internacional a incidência de dor pós-operatória nos pacientes submetidos a operações do aparelho digestivo, tratados com analgésico e anti-inflamatórios padro6

nizados no HC/UFPR. Concluiu-se que a incidência de dor aguda nesses casos foi de 30%, dentro da margem indicada pela literatura internacional e, portanto, o protocolo farmacoterapêutico se mostrou eficaz segundo o estudo de Vladimir Antonini.


Setembro - 2013

Edição : 144

Médico e fisioterapeuta do HC lançam livro “Ortopedia e Fisioterapia em Hemofilia” ortopedista Luciano da Rocha Loures Pacheco e o fisioterapeuta Álvaro Luiz Perseke Wolff, ambos profissionais do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR). Os dois autores contam que começaram a atender pacientes portadores de hemofilia com problemas ortopédicos em 1997, no próprio HC. Os atendimentos eram realizados no O médico ortopedista Luciano da Rocha Loures PaAmbulatório de Próteses, mas o volucheco (esq.) e o fisioterapeuta me foi aumentando até que, em 2002, A Associação Médica do deram início a um ambulatório espeParaná (AMB) foi sede do coquetel de cífico, voltado ao atendimento ortolançamento do livro “Ortopedia e Fipédico de pacientes hemofílicos. Hoje, sioterapia em Hemofilia”, no dia 23 de é referência nacional, recebendo pacijulho. O evento contou com a particientes do Brasil inteiro. pação dos autores do livro, o médico Um dos autores, o médico or-

topedista Luciano Pacheco conta como surgiu a ideia do livro. “Percebemos que havia uma lacuna na literatura sobre o tratamento ortopédico nesta população, não havendo nada escrito em português. Então, achamos que seria importante escrever um livro que tratasse do assunto”, explica. A publicação é voltada a ortopedistas, fisioterapeutas, hematologistas, enfermeiros e estudantes da área. “Este livro é um guia prático para todos esses profissionais e contém 36 capítulos que orientam, desde a fisiopatologia da hemofilia e o uso de dispositivos ortopédicos, até procedimentos cirúrgicos mais complexos”, conclui Luciano.

II Fórum sobre Prematuridade do Departamento de Tocoginecologia da UFPR Foi realizado durante o dia 30 de agosto, o “II Fórum sobre Prematuridade do Departamento de Tocoginecologia da UFPR”, no auditório do prédio da maternidade do Hospital de Clínicas. Entre os temas abordados, “Epidemiologia, fatores de risco e predição da prematuridade”; “Estratégias de prevenção da prematuridade”; e “Assistência ao parto prematuro”. Com a presença de mais de 200 participantes, o Fórum atendeu às expectativas da organização. O principal destaque foi a discussão em relação ao diagnóstico precoce das pacientes com maior risco para prematuridade, bem

como a conduta frente a várias situações quando essa não pode ser evitada. Entre os conferencistas, esteve presente o professor Marcelo Zugaib, chefe do Departamento de Obstetrícia do Hospital das Cínicas de São Paulo (HC/USP). Promoveram o evento, o Departamento de Tocoginecologia da Universidade Federal do Paraná, a Sociedade de Obstetrícia e Ginecologia do Paraná (Sogipa) e a Unidade da Mulher e do Recém-Nascido (UMRN) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR). O Fórum contou com conferên-

cias, mesa redonda e discussão com a plateia, tendo como ministrantes e mediadores, renomados profissionais da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba e da própria Universidade Federal do Paraná.

Semana Mundial da Amamentação tem eventos pelo Paraná

Realizada de 1º a 07 de agosto, a Semana Mundial de Amamentação contou com diversos eventos de capacitação. Voltados aos profissionais da área da Saúde, esses eventos detalharam como funcionam os bancos de leite humano (BLH’s). A enfermeira Sandra Cardoso, supervisora da Unidade da Mulher e

do Recém Nascido (UMRN), ministrou um curso sobre aleitamento materno, de 20 horas, a fim de capacitar profissionais para a iniciativa Hospital Amigo da Criança. Houve, também, uma Web Conferência da SESA-PR (Secretaria de Saúde do Estado), com a enfermeira Celestina Grazziotin, chefe do Banco de Leite Humano da UMRN. No dia 02 de agosto, tanto o Hospital de Clínicas, quanto a Maternidade Victor Ferreira do Amaral, promoveram uma ação de concientização sobre o aleitamento materno na Praça Rui Barbosa, no Centro de Curitiba. 7

Celestina também esteve presente, em 08 e 09 de agosto, no município de Guarapuava, onde ministrou palestras para profissionais de vários municípios daquela regional de Saúde, e, ainda, proferiu minicursos sobre Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano. Tanto Celestina Grazziotin, como Sandra Cardoso, aceitaram o convite para fazer parte do Comitê Municipal do Aleitamento Materno de Curitiba. Ele será responsável por subsidiar políticas públicas e ações de promoção, proteção e de apoio ao aleitamento materno na capital paranaense.


Setembro - 2013

Edição : 144

Campanha “Doe Sangue pelo Esporte” de doadores durante o inverno. Como forma de incentivo para essa ação solidária, atletas que são beneficiados pela Lei de Incentivo ao Esporte participaram de uma competição que consistiu em angariar mais doadores. Os campeões em arrecadação de voluntários homenageados foram Maria Luiza Encerrada na manhã do dia 09 Pereira Bassos (atleta paralímpica de agosto, a campanha “Doe Sangue de tênis de mesa) e Gabriel Pizzano pelo Esporte” foi desenvolvida pela Carollho (atleta rendimento de Karatê). Secretaria Municipal de Esporte, La- Ao todo, 85 esportistas particizer e Juventude de Curitiba, em par- param do “Doe Sangue pelo Esporte”. ceria com o Biobanco do Hospital de Ao final da campanha, todos os particiClínicas da Universidade Federal do pantes concorreram a uma camisa do Paraná (HC/UFPR), durante todo o Coritiba Foot Ball Club autografada mês de julho. pelo jogador Alex, doada pelo “Pro A campanha estimulou a doa- grama Social Coritiba Retribui”. O ção de sangue pela sociedade, visto ganhador da camisa foi o jogador de que há uma grande redução no número badminton Gabriel Gandara.

Várias autoridades, incluindo o secretário municipal de esporte, lazer e juventude de Curitiba, Aluisio de Oliveira Dutra Junior, estiveram presentes no evento, que foi realizado nas dependências do Biobanco do HC. Para quem tenha interesse em doar sangue, é necessário estar em boas condições de saúde, ter entre 16 completos (os menores de 18 devem comparecer acompanhados de representante legal) e 67 anos incompletos, pesar mais de 50 kg, estar descansado e alimentado (evitando gorduras quatro horas antes), e portar documento oficial de identidade com foto. O Biobanco do HC fica na rua Agostinho Leão Jr, nº 108. A coleta de doações funciona de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 18h, e no sábado, das 07h30 às 12h30. Mais informações: (41) 3360-1875.

Hospital de Clínicas e Reviver Down recebem doações de agasalhos

Recebendo doações de agasalhos de seus novos associados desde junho deste ano, o Clube Atlético Paranaense realizou, no dia 12 de agosto, o repasse de todas as doações arrecadadas para a Associação Reviver Down, parceira do clube. Os agasalhos recebidos serão doados para as famílias que são atendidas no Ambulatório da Síndrome de Down do Hospital de Clínicas da UFPR, criado em 1997 pela Reviver Foto: Raul Mattar

Down, em parceria com o HC. Para a presidente da Associação, a campanha realizada pelo Clube Atlético Paranaense é muito bem-vinda à Reviver Down e ao Hospital de Clínicas. “Recebemos famílias carentes e, com certeza, essa ajuda será muito bem vinda para atendermos quem mais necessita’’, disse Gisele Pessoa Gouvêa. O Clube Atlético Paranaense continua recebendo novas doações no Espaço Sócio Furacão, na rua Pe-

tit Carneiro, 190. Em troca, o torcedor atleticano que se associar e doar, recebe uma camisa da campanha ‘Eu Te Sigo Em Toda Parte’.

Associação dos Amigos do HC realiza sua 8ª Feijoada Beneficente

No dia 06 de julho, foi realizada a 8ª Feijoada Beneficente dos Amigos do HC (AAHC). O evento ocorreu no Clube Curitibano, Sede Concórdia, em Curitiba, e contou com a presença de cerca de 450 convidados. Entre eles, diversas autoridades, como o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet; o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo

Salamuni; o secretário Municipal de Saúde, Adriano Massuda; o reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho; o diretor geral do HC, Flávio Tomasich; o presidente e a superintendente da AAHC, José Toaldo Filho e Maria Elisa Ferraz Paciornik, respectivamente. Na programação, foi realizado o leilão de camisas oficiais autografadas do Paraná Clube, Coritiba, e Atlético, que enviou o jogador Coutinho para entregar uma camisa ao convidado que a arrematou. Houve também um sorteio, em que foram entregues brindes do Boticário, Stival Alimentos, Espaço Gourmet Escola de Gastronomia e Cini Bebidas. Dessa forma, foi possível reunir gastronomia, boa músi8

ca e solidariedade. Na ocasião, a Associação dos Amigos do HC repassou R$ 187,6 mil em equipamentos para a Pediatria e Serviço de Endocrinologia e Metabologia, doados pelo Instituto Joel Malucelli. Já o Ministério Público do Trabalho colaborou com R$ 60 mil em equipamentos, destinados à Unidade de Pediatria. As brinquedotecas e o Projeto de Educação Hospitalar do HC também foram contemplados, com R$ 10 mil em livros infantis, doados pelo Instituto HSBC de Solidariedade. Além disso, o HC recebeu a doação da obra de arte Prata e Sangue, do Artista Ângelo Hasse, exposta, desde então, no Hall da Direção do Hospital.

JHC 144  

JHC 144 Hospital de Clínicas UFPR Jornal do Hospital de Clínicas da UFPR nº 144 - ano XXV -setembro/2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you