Issuu on Google+

Jerson anuncia criação de centro para recuperar dependentes

André solicita apoio ao presidente do Senado Federal para que Estado não perca com reforma fiscal

• PÁG. 3

• PÁG. 3

Acesse: www.impactonewsms.com.br e fique por dentro das notícias do Estado, Brasil e do mundo!

ANO II - N° 68 - Campo Grande, cidades metropolitanas e Região Norte - Mato Grosso do Sul - E-mail: jornalimpactoms@hotmail.com - 1ª Quinzena de Novembro de 2012

INDUSTRIALIZAÇÃO

Lideranças políticas de Corguinho e Rio Negro visitam pólo industrial de Aparecida do Taboado

Uma comitiva integrada pelos prefeitos eleitos de Corguinho e Rio Negro, Dalton de Souza Lima e Gilson Antônio Romano, e que contou, ainda, com a participação de vereadores eleitos dos dois municípios, visitou o município de Aparecida do Taboado, na região do Bolsão de Mato Grosso do Sul, onde foram conhecer um dos mais bem implantados polos industriais do interior do Estado. Os prefeitos Dalton e Gilson e os vereadores eleitos foram ao município conhecido a “Terra dos Sessenta Dias Apaixonado”, para conhecer o modelo de industrialização que fez muito sucesso naquela região e, se possível, implantar um processo parecido nas duas cidades que nunca teve um programa que visasse o fortalecimento do setor industrial. Desde a campanha eleitoral os prefeitos Dalton, Gilson e João Cordeiro, este ultimo dom município de Rochedo, sempre falaram a mesma língua quando o assunto era o fortalecimento do segmento econômico das três cidades irmãs. E foi pensando exatamente em criar mecanismos capazes de gerar postos de trabalho e renda para a população que eles passara a trabalhar coma vertente de industrializar seus municípios com sustentabilidade. Daí a viagem ao município de Aparecida do Taboado para conhecer o modelo de industrialização ali implantado e, dentro da realidade regional local, implantar algo parecido em Rio Negro, Corguinho e Rochedo. • PÁGS. 4 e 5

ELEIÇÃO NA CAPITAL

Com discurso moderado, Bernal chega à Prefeitura da Capital

O discurso moderado e a tática de ignorar as agressões de que foi alvo durante a campanha eleitoral deram a tônica na caminhada do advogado e radialista Alcides Ber-

nal, do PP, rumo à Prefeitura de Campo Grande. E a decisão de não se nivelar aos que o atacaram durante a campanha deu resultado positivo garantindo ao PP o comando do Poder Executivo do mais importante município de Mato Grosso do Sul e pôs fim a uma hegemonia peemedebista que se iniciou em 1993 com a posse de Juvêncio César da Fonseca e se concluirá no dia 1º de janeiro de 2013, com a posse de Bernal, prefeito, e Gilmar Olarte, vice-prefeito. • PÁG. 7

SONORA

Prefeito eleito, Yuri Valeis pede apoio de Paulo Corrêa para administrar o município • PÁG. 2

SIDROLÂNDIA

Com quase mil votos de vantagem Enelvo retorna ao comando do Executivo • PÁG. 2

CÂMARA DE CAMPO GRANDE

Profissionais da área da saúde são homenageados em solenidade • PÁG. 3


2

www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

| CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012

Eleição 2012 Prefeito eleito em Sonora, Yuri Valeis pede apoio de Paulo Corrêa para administrar o município

O deputado estadual Paulo Corrêa e o prefeito eleito em Sonora no último domingo, Yuri Valeis, firmaram parceria durante reunião realizada na manhã de hoje (09/ 10), com o objetivo levar melhorias para a população de Sonora durante a nova administração. A reunião aconteceu no gabinete do deputado estadual Paulo Corrêa e contou também com a participação de Cleiton Jarbas Valeis, pai de Yuri, que passa a ser o presidente do PR (Partido da República) de Sonora, decisão que também foi tomada durante o encontro. “Em nome do povo de Sonora, eu como prefeito eleito pelo provo, vim aqui pedir ajuda ao deputado Paulo Corrêa, pedir para que o Paulo Corrêa esteja comigo na minha administração, no meu pleito, durante os quatro anos da minha administração. Fidelizamos uma aliança aqui em prol da população de So-

nora”, explicou Yuri, ressaltando que os desentendimentos ocorridos durante a campanha foram resolvidos. “Está tudo resolvido, está tudo amparado. Encerraram-se os problemas aqui. Então um novo projeto se inicia em prol de Sonora. Hoje é pós-eleição. O que aconteceu anterior à eleição está superado. Rumo novo para Sonora. É este o objetivo. Caminharmos juntos para o bem de Sonora, em prol do povo de Sonora. A partir de janeiro iremos por em prática todas as ações que foram levantadas durante a campanha. Temos que investir na nossa cidade, temos compromisso com relação à geração de emprego, temos compromisso com relação à saúde e é claro, o deputado Paulo Corrêa, deputado do meu partido, deputado do PR irá caminhar comigo e me ajudando a fazer uma belíssima administração em Sonora”, finalizou o novo

Yuri, que assumi a prefeitura de Sonora a partir de 2013. Paulo Corrêa também falou do compromisso de ajudar Yuri e explicou que não o apoiou durante o período eleitoral porque antes mesmo do PR lançar o candidato, já havia assumido o compromisso de apoiar Cleber do PT. “Respeitando a vontade do povo de Sonora, e o Yuri sendo do meu partido veio aqui pedir ajuda do partido para colaborar no mandato e nós estamos somando em nome de Sonora e vamos ajudar na administração do Yuri. Até então nós tínhamos um compromisso político que nós cumprimos, mas ele foi o vencedor da eleição, nós resolvemos apoiá-lo. O partido vai apoiar integralmente o mandato dele, Vamos trabalhar juntos para construir um projeto político para Sonora. Não tem conchavo, não tem nenhum tipo de combinação que não seja o benefício para

Sonora. Vamos trabalhar com o Yuri. O que a gente puder fazer de trânsito político aqui no estado de Mato Grosso do Sul nós vamos fazer e aproximá-lo das ligação que nós temos, que são o senador Delcídio, o governador André Puccinelli”, esclareceu Paulo Corrêa. O parlamentar afirmou ainda que a decisão de apoiar Yuri durante o mandato já foi discutida com senador Delcídio do Amaral e com o governador André Puccinelli. NOVA COMISSÃO PROVISÓRIA - Sobre o novo presidente do PR em Sonora e a formação da nova Comissão Provisória, Paulo Corrêa explicou que o objetivo é fortalecer o partido. “Nós decidimos dentro do partido que o presidente novo do PR é o Cleiton, que vai conduzir os destinos do partido. Vamos ‘bater bola’ para gente fazer com que tenha a nova comissão provisória lá, chefiada por ele”, disse. Já Cleiton Valeis, afirmou que vai trabalhar para transforma o PR no maior partido do município. “Tivemos a grata satisfação de ter o Yuri como prefeito eleito em Sonora e nós agora vamos construir um grande entendimento com o deputado Paulo Corrêa. Vou assumir a presidência da comissão provisória e vamos trazer muita gente para esse partido, que deverá ser o maior partido de Sonora. A partir de 2013 muito trabalho. Tenho certeza que o Yuri, com ajuda do deputado Paulo Corrêa e de outras lideranças vai ter um desempenho muito importante para a população de Sonora”, explicou.

SIDROLÂNDIA

Com quase mil votos de vantagem Enelvo retorna ao comando do Executivo Quase 12 mil votos e uma diferença próxima dos mil votos deram a vitória ao ex-prefeito Enelvo Iradi Felini (PSDB) na disputa pela Prefeitura de Sidrolândia, município localizado a pouco mais de 50 km da Capital do Estado, Campo Grande. Enelvo comandou o Poder Executivo Municipal por dois mandatos consecutivos, entre 1997 e 2004 e foi substituído pelo atual prefeito Daltro Fiuza, do PMDB, que também ficou no comando da Prefeitura por dois mandatos consecutivos. Na eleição passada, Daltro lançou o empresário Acelino, diretor da Associação Sul-mato-grossense de Supermercados como candidato do PMDB, porém, ele não teve pique para suplantar Enelvo Felini, que deixou um legado de desenvolvimento no mu-

nicípio que, nos últimos 15 anos foi o que mais cresceu no Estado, ultrapassando a casa dos 40 mil habitantes. Fechadas as urnas na tarde d e7 de outubro e computados os votos, Enelvo do PSDB atingiu um percentual de 50,25%dos votos válidos ou o apoio de 11.870 sidrolandenses que compareceram às urnas para votar. Seu principal concorrente, o empresário Acelino, do PMDB, conseguiu o apoio de 10.911 concidadãos ou 46,19%dos votos considerados válidos pela Justiça eleitoral. Ilsinho, do PSB fez 547 votos ou 2,32% da votação e Valdir de Oliveira, do PSOL, fechou a lista dos candidatos com 295 votos ou 1,25% do eleitorado que compareceu ás urnas e validou o voto. CÂMARA – Já a próxima Câmara Municipal de Si-

Publicação de Matriz: I3 - Editora e Comunicação Ltda - ME CNPJ: 13.822.654/0002-23 - Rochedo-MS Filial: 13.822.654/0001-42 - Campo Grande-MS Rua Jamil Félix Naglis, 589 – Parque dos Poderes Fone (67) 3043-0044/0055 - 3026-6162 - Cel. 9951-2191 E-Mail: jornalimpactoms@hotmail.com Jornalista Responsável: Eli Sousa - DRT 104/MS Editor: Jota Menon - DRT 180/MS Diretora Financeira: Karina Alves Almeida - CRC/MS 009576/04 Assessoria Jurídica: Dra. Renata Gonçalves Pimentel & S/S Gerente: Luzia Helena Fonseca Coutinho Fotografias: Júnior Acosta DRT-901/MS Colaboradores: Roberto Costa e Rosildo Barcelos Diagramação e Arte final: Clayton Marcondes - 3373-0585 - 9299-8302

A redação não se responsabiliza por conceitos de artigos assinados. Os originais mesmo não publicados não serão devolvidos.

drolândia, no quadriênio 2013/2016 será formada pelos seguintes vereadores: Vilma Felini, PSDB, 1.168 (5,05%); Nelinho, PR, 916 votos (3,96%); Dra. Rosângela, PMDB, 895 ( 3 , 8 7 % ) ; Dr. Davi, PR, 886 (3,83%); Dr. Maurício, 854 (3,69%); Edno Ribas, PDT, 818

(3,54%); Waldemar Acosta, PDT, 682 (2,95%); Vadinho do PT, 620 (2,68%); Dr. Jurandir, PMDB, 589 (589); Peres, PSDB, 459 (1,98%); Sérgio do Sindaves, PT, 454, (1,96%); Marcos Roberto, PSDB, 446 (1,93%) e; Credinaldo, PP, 286 votos ou 1,24% dos votos válidos.

EDITORIAL

GEOGRAFIA DA MUDANÇA A conclusão do processo eleitoral no último dia 28, quando se realizaram as eleições em segundo turno em 50 cidades brasileiras com mais de 200 mil eleitores, traçou um novo desenho do mapa partidário brasileiro cujos traços têm a marca da renovação, da mudança, da capacidade de se indignar que o povo tupiniquim parecia já ter perdido. E é este mapa que pode servir de alento ao governador André Puccinelli e demais lideranças do PMDB e quase duas dezenas de partidos que apoiaram a tentativa do deputado federal Edson Giroto de virar prefeito de Campo Grande, mas que naufragou diante de uma candidatura popular e que, por pouco, não liquida a fatura no primeiro turno. A eleição de Alcides Bernal, o PP, em chapa pura e sem coligação com outros partidos, configura esse sentimento de “basta” que foi dado pelo povo aos grandes partidos e que se espalhou pelas cinco regiões heterogêneas do País. Atendo-se apenas às 26 capitais estaduais, das quais 17 elegeram seus prefeitos no segundo turno, tem-se uma geografia que mostra a pulverização partidária. Nada menos do que 11 partidos elegeram prefeitos, ao menos um, nas capitais estaduais, valendo destacar três legendas que estreiam prefeitos eleitos pelo voto em capitais: o PTC, o PSOL e o recém-formado PSD do prefeito paulistano Gilberto Kassab. Outra grande surpresa foi o PSB que suplantou os tradicionais campeões de prefeitos eleitos, o PT, o PSDB e o PMDB. Desta feita, o PSB foi o campeão com cinco prefeitos em capitais – Fortaleza (CE), Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Recife (PE) e Porto Velho (RO). Em seguida surgem empatados o PT e o PSDB, cada qual elegendo quatro prefeitos de capitais. O PT, além da maior cidade do Brasil, São Paulo, vai comandar Rio Branco (AC), Goiânia (GO) e João Pessoa (PB), enquanto os tucanos administrarão Maceió (AL), Manaus (AM), Belém (PA) e Teresina (PI). Com três prefeituras ficou o PDT que faturou Porto Alegre (RS) no primeiro turno e levou os executivos de Curitiba (PR) e Natal (RN), no segundo turno. Dando contornos ao mapa político-partidário nas capitais surgem os partidos de duas prefeituras. O PMDB, um dos que mais perderam espaços, segue no comando do Rio de Janeiro (RJ) e assume o Executivo de Boa Vista (RR). O PP ganhou a eleição no primeiro turno em Palmas (TO) e fechou o segundo com a vitória em Campo Grande (MS). O DEM, o partido que mais perdeu espaço no cômputo geral em todo o Brasil, levou as prefeituras de Aracaju (SE) e Salvador (BA). Fechando o mapa, aparecem os partidos de um prefeito só. Além de PSOL, em Macapá (AP), PTC, em São Luiz (MA) e PSD, em Florianópolis (SC), o PPS elegeu o prefeito de Vitória (ES). Um mapa, senhor governador, para ser estudado caso não queira amargar outra surpresa tipo Alcides Bernal na eleição de 2014.


www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012 |

3

Assembleia Legislativa Jerson anuncia criação de centro para recuperar dependentes O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jerson Domingos (PMDB), anunciou, na abertura do 1º Seminário de Justiça Terapêutica de Mato Grosso do Sul, o projeto para construir um centro de recuperação para dependentes químicos em Campo Grande, na saída para Cuiabá. “O projeto é um sonho e esse sonho será uma realidade”, afirmou. Ele explicou que cada deputado irá liberar pelo menos R$ 50 mil de emendas parlamentares por ano para a edificação do prédio, o que totalizaria mais de R$ 1,2 milhão. No entanto, o valor será ainda maior, pois Jerson Domingos destinará ao projeto integralmente os R$ 800 mil a que tem direito. O Governo do Estado, ainda segundo o presidente, destinou o terreno e irá fazer um convênio para dar mais R$ 600 mil/ano para o centro de recuperação. Outros poderes e várias entidades também vão colaborar com a criação do centro de recuperação, incluindo a Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) e universidades. Jerson disse ainda ter certeza de que o prefeito eleito em Campo Grande, deputado Alcides Bernal (PP), também vai ajudar a consolidação do projeto. A ideia é levar a proposta de criação do centro de recuperação para dependentes químicos também para outros estados. “Sou vice-presidente do Colégio de Presidentes das Assembleias Legislativa e vou levar a proposta para que cada presidente possa conhecer o projeto e fazer o mesmo em suas Assembleias”, disse Jerson.

GOVERNO Jerson Domingos diz que centro de reabilitação é um sonho que vai se tornar realidade

CÂMARA DE CAMPO GRANDE

Profissionais da área da saúde são homenageados em solenidade A noite de quarta-feira (24) foi marcada por homenagens na Câmara Municipal de Campo Grande, durante a realização da Sessão Solene em comemoração à Semana da Saúde, celebrada entre os dias 18 e 25 do mês de outubro de cada ano. Na solenidade os vereadores da Capital homenagearam diversas personalidades de Campo Grande em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à área da saúde. A Semana da Saúde foi instituída no município por meio da Lei Municipal nº 4.330/05, de autoria do presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB) e da vereadora Grazielle Machado (PR). A noite de homenagens foi aberta com a apresentação cultural do “Projeto Aioa”, criado por Alexandre Artioli, apresentando um repertório diferenciado, autoral e cover do samba à música popular brasileira. O grupo é formado por Alexandre Artioli (baixo e compositor), Marcelino Fuentes (violão e cavaquinho), Gilberto Magalhães (percussão), Tiago Além (violão e compositor) e Ricardo Gonça (violão e voz). Compuseram a mesa o deputado estadual Antônio Carlos Ribeiro Arroyo, Francisco Grilo, presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso do Sul (CROMS) e o chefe do Serviço de Odontologia da Sesau, Gilmar Trevisan, representando o secretário Municipal de Saúde, Leandro Mazina. O Dr. Adriano Fernandes da Silva, que discursou em nome dos homenageados, demonstrou a sua emoção em ser um dos homenageados da noite. “É uma honra atuar em Campo Grande, ainda mais na área de saúde. Muitas vezes os pacientes não vêm só nos procurar como médicos, mas procurando um apoio, um ombro amigo, que é o que falta para eles. É mais do que uma honra receber este título, dessa cidade gigante, que aprendi a amar. Meu pai sempre dizia para mim e meus irmãos nunca esquecermos o lugar onde nascemos, mas também para honrar o lugar onde você vive e cria os seus filhos e Campo Grande é este lugar que honro a cada dia com o meu trabalho e meu amor por esta cidade” O presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB) discursou enaltecen-

do a importância do trabalho realizado por cada um dos homenageados. “Vocês foram escolhidos por cada vereador pelo trabalho, suor de vocês, pela dor de cada um e cada uma na existência da saúde campo-grandense. Temos aqui pessoas, da medicina, nutrição, psicologia, fisioterapia, odontologia, que representam uma equipe multidisciplinar. A saúde só vence se tiver uma equipe multidisplinar assim. Vocês sabem o quanto é importante o empenho para que possamos devolver a esperança àqueles que nos procuram, vocês desenvolvem um trabalho diferenciado em cada área que atuam, mas às vezes paira uma interrogação: será que vale a pena tanto esforço? Deixarmos nossos entes queridos, em prol da saúde de outros que nem conhecemos? Podem ter a certeza que vale a pena e valeu a pena até hoje, por isso vocês são merecedores dessa justa homenagem”, afirmou o chefe do Legislativo. O parlamentar destacou ainda em seu pronunciamento que “a saúde muitas vezes é desprestigiada pelo mundo afora, mas nós sabemos que a saúde é o principal tesouro que cada um de nós temos com nosso Criador. Tenha a certeza de que cada um de vocês não se arrepende de estar no segmento da saúde, de estarem desenvolvendo aquilo que é um dom sagrado, fizemos um juramento de respeito ao próximo e àquilo que temos de mais sagrado que é devolver aquilo que temos de mais sagrado a todos aqueles que precisam: a saúde”, salientou Siufi. Confira a lista dos homenageados: Airton Saraiva Odete Daluz Nascimento; Airton Saraiva - Ramona da Silva Muller; Airton Saraiva - Jefferson Rodrigues de Souza; Alex - Sandra Helena Correia Diettrich Baptista; Alex - Elisange-

la Cícera Alves da Silva; Carlão - João Jackson Duarte; Carlão - Mariela Cometki Assis; Grazielle Machado - Maria Aparecida Albuquerque Arroyo; Grazielle Machado - Graziene de Matos Machado Santos; Herculano Borges - Rafael de Carvalho; Herculano Borges - Andrey Paes; Dr. Jamal Salem - Samir Assan Abdalla; Dr. Jamal Salem - Marcus Vinicius do Nascimento; Dr. Jamal Salem - Antônio Adônis Mourão; Dr. Jamal Salem - Nilo Hidenobu Arakaki; Dr. Jamal Salem - Marcos Garicói Pedraza; João Rocha - Jony Afonso Gonçalves Domingues; João Rocha - Marilana Geimba de Lima; Lidio Lopes - Dolores Luiz; Lidio Lopes - Tamara Lemos Maia Figueiró; Dr. Loester - Marlene Carmono Lemos; Dr. Loester - Joana Soares de Arruda Monteagudo; Magali Picarelli - José Neder Junior; Magali Picarelli - Jorge Armando Chorres; Marcelo Bluma Sandro Trindade Benites; Marcelo Bluma - Andre Luis Soares da Fonseca; Mário César Suzy Magali Moura Vendas; Mário César - Jayme Valladares Novaes; Mário César - Max Merlone dos Santos; Mário César - Wellington Moreira Mello; Paulo Pedra - Renato Loureiro Marques; Paulo Pedra - Luiz Fernando Sá Rosa; Dr. Paulo Siufi - Chistina Paula Naste Shirado; Dr. Paulo Siufi Maria Helena Quilião; Dr. Paulo Siufi - Marcela Oliveira Rosa de Souza; Dr. Paulo Siufi - Adriano Fernandes da Silva; Dr. Paulo Siufi - João Florípes Coutinho; Dr. Paulo Siufi - Mauro Cosme Gomes de Andrade; Dr. Paulo Siufi - Hospital e Maternidade Santa Merina; Dr. Paulo Siufi - João Siufi Neto; Profª Rose - Adriano de Souza Amaral; Profª Rose - Tadea Maria Buainain Thomazi; Thais Helena - Patricia Avalos Anunciato; Vanderlei Cabeludo - Isabel Cristina Barbosa e Vanderlei Cabeludo - Cassia Tiemi Kanoaka.

André solicita apoio ao presidente do Senado Federal para que Estado não perca com reforma fiscal O governador André Puccinelli (PMDB) e parte da bancada federal estiveram reunidos com o presidente do Senado Federal, José Sarney, para enfatizar que a reforma fiscal pode causar a perda de 33,3% na arrecadação de Mato Grosso do Sul e solicitar que Sarney defenda o aumento do Fundo de Participação dos Estados (FPE). O governador esteve também com Sarney para discutir as novas regras do FPE, já que no período da tarde o presidente da Comissão de Especialistas do Senado Federal, ministro Nelson Jobim, entregou o relatório parcial da reforma do Pacto Federativo a Sarney. Um dos tópicos deste documento é o FPE. Após a reunião, o governador afirmou que “viemos suplicar auxílio. Hoje, temos de nos valer de receita própria, da receita de ICMS, que é o nosso único recurso, sem aumentar alíquotas, combatendo a sonegação e sem auxilio do governo federal. A União tem de renegociar as dividas dos estados, tem de rever a Lei Kandir, tem de partilhar o FPE como a Constituição determinou, tem de dividir os royalties do Pré-Sal com todos os es-

tados”. Durante o encontro foi apresentado estudo técnico feito pelo governo estadual no qual são apresentadas informações econômico-financeiras e da arrecadação de Mato Grosso do Sul, valores do FPE, situação atual do FPE e proposta de reforma tributária. No documento consta levantamento do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) que recalcula o repasse do FPE considerando a área, população, PIB (Produto Interno Bruto) e renda per capita. Por este estudo, o índice subiria dos atuais 1,33% do total do Fundo para 2,88%. Puccinelli mostrou, também, levantamento que

aponta queda de 33,3% na arrecadação do Estado se houver alteração no recolhimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Mato Grosso do Sul perderia R$ 1,5 bilhão dos R$ 4,6 bilhões em impostos. O deputado federal Edson Giroto (PMDB/MS), que acompanhou Puccinelli na reunião, disse que “nós reforçamos que o repasse do FPE para Mato Grosso do Sul não pode cair, como é proposto por alguns projetos que tramitam no Congresso Nacional. Enfatizamos que sem este recurso fica impossível administrar o Estado, executar obras e atender as demandas sociais”.

CAMPO GRANDE

Prefeito garante a classe artística pagamento de R$ 1,5 milhão para projetos do FMIC e Fomteatro

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, assegurou que o montante de R$ 1,5 milhão para a cultura será repassado para todos os projetos aprovados, desde que cumpram o prazo de habilitação previsto em edital. Nesta manhã, Nelsinho recebeu em seu gabinete representantes da classe artística da Capital, que tiveram do chefe do Executivo Municipal a garantia de que este valor, destinado ao Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Fmic) e ao Programa Muni-

cipal de Fomento ao Teatro (Fomteatro), será repassado independente do fim do mandato da atual gestão. O Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) de quinta-feira, 25 de outubro, continha a relação dos 50 projetos culturais aprovados em processo seletivo iniciado em março. Durante a conversa, o prefeito lembrou ao grupo da importância de se cumprir os prazos estabelecidos no edital. “Esses projetos foram aprovados e serão pagos mediante apresentação do plano

de trabalho. De acordo com o que estabelece o edital, as parcelas serão pagas conforme a execução de cada etapa. Este é o meu compromisso para com a cultura e o valor já está empenhado. Isso significa que não existe possibilidade do não pagamento”, explicou Nelsinho. Presente no encontro, o presidente do Fórum Municipal de Cultura de Campo Grande, Victor Hugo Samudio, disse que a intenção do encontro era a de que a classe artística tivesse a garantia do recebimento do recurso. “A prefeitura cumpriu o prazo da publicação dos projetos aprovados. Viemos ter do prefeito a garantia de que receberemos os valores de cada projeto, independente de ele sair da administração”, disse o artista, que em nome da categoria reconhece que é preciso agora cumprir os prazos a fim de que o pagamento seja liberado, de acordo com o plano de trabalho de cada projeto.


4

www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

| CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012

Industrialização

Lideranças políticas de visitam pólo industrial Viagem ao município que passou por um rápido processo de industrialização nos últimos 10 anos foi coordenada

As primeiras indústrias a serem visitadas pela comitiva foi a Tip-Toe e a Bouts, indústria de Tênis

JOTA MENON Uma comitiva integrada pelos prefeitos eleitos de Corguinho e Rio Negro, Dalton de Souza Lima e Gilson Antônio Romano, e que contou, ainda, com a participação de vereadores eleitos dos dois municípios, visitou o município de Aparecida do Taboado, na região do Bolsão de Mato Grosso do Sul, onde foram conhecer um dos mais bem implantados polos industriais do interior do Estado. Os prefeitos Dalton e Gilson e os vereadores eleitos foram ao município conhecido a “Terra dos Sessenta Dias Apaixonado”, para conhecer o modelo de industrialização que fez muito sucesso naquela região e, se possível, implantar um processo parecido nas duas cidades que nunca teve um programa que

visasse o fortalecimento do setor industrial. Desde a campanha eleitoral os prefeitos Dalton, Gilson e João Cordeiro, este ultimo dom município de Rochedo, sempre falaram a mesma língua quando o assunto era o fortalecimento do segmento econômico das três cidades irmãs. E foi pensando exatamente em criar mecanismos capazes de gerar postos de trabalho e renda para a população que eles passara a trabalhar coma vertente de industrializar seus municípios com sustentabilidade. Daí a viagem ao município de Aparecida do Taboado para conhecer o modelo de industrialização ali implantado e, dentro da realidade regional local, implantar algo parecido em Rio Negro, Corguinho e Rochedo. Os prefeitos foram

convidados pelo jornalista Eli Sousa, diretor do Grupo Impacto de Comunicação, e pelo consultor de indústria e comercio, Heller Nogueira, que é um dos responsáveis pela industrialização de Aparecida do Taboado. Em companhia de Eli Sousa, Heller foi até Rio Negro e Corguinho e conheceu o potencial turístico da região e afirmou que será possível, sim, alavancar o desenvolvimento sustentável nos municípios de Rochedo, de Corguinho e de Rio Negro. Depois de receberem a visita do jornalista Eli Sousa e do consultor Heller Nogueira, os prefeitos Gilson Romano e Dalton Lima formaram uma comitiva composta ainda pelos vereadores eleitos Hélio Rezende (PMDB) e Escobar Pinheiro (Rico), de Rio

Negro, e Jair Cáferes da Siveira (PDT) e Aires Amorim Costa (PR), de Corguinho e foram conhecer o maior polo industrial da região do Bolsão. Os prefeitos Dalton Lima e Gilson Romano, ambos do PMDB, também convidaram o prefeito João

Cordeiro, de Rochedo, do mesmo partido que, infelizmente não acompanhou a comitiva por motivos de ingerência de vereador do próprio grupo político. A VISITA - Durante dois dias a comitiva visitou as industrias Tip Toe, Boots – Indústria de Tênis, Con-

fecções V2, Estrutural Artefatos de Madeira e Pelmex Confecções e a gigante Dânica Temoindustrial Brasil, oportunidade em que conhecerem modelos de casas construídas com material auto sustentável e em tempo recorde de cinco dias. A comitiva também conheceu os locais onde serão instaladas outras grandes indústrias fortalecendo ainda mais o parque industrial de Aparecida do Taboado. O grande potencial de um município industrializado com sustentabilidade foi mostrado aos visitantes em conversas mantidas com empresários, gerentes, técnicos e funcionários de fábricas e indústrias de vários segmentos. Os prefeitos e os vereadores ficaram impressionados com as indústrias e o quanto elas podem melhorar a vida de uma comunidade. Dalton Lima disse que é esse processo de desenvolvimento que ele sempre quis levar para Corguinho. “É um compromisso meu de campanha; compromisso do Dr. Gilson e do prefeito de Rochedo, João Cordeiro. Nós vamos fazer, sim, de tudo para industrializar a nossa região. Queremos mais: vamos fazer um desenvolvimento sustentável e gerar empregos nos três municípios. Agora tenho certeza que, com esse entendimento dos três prefeitos, ficará viável a gente alavancar esse desenvolvimento, mesmo porque, somos todos do PMDB e temos o governador André

Comitiva conheceu as futuras instalações de outras megas empresas que se instalarão a partir de 2013 em Aparecida do Taboado

Prefeitos, vereadores e o Grupo Impacto na indústria Confecções V2, onde foram recepcionados pela simpática gerente Soraia

O empresário José Luiz, da Estrutural Artefatos de Madeira após receber comitiva se comprometeu em visitar e conhecer a região para futuras parcerias


www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012 |

5

Industrialização

Corguinho e Rio Negro de Aparecida do Taboado pelo diretor do Grupo Impacto, jornalista Eli Souza, e liderada pelo consultor de indústria e comércio, Heller Nogueira

Grupo conheceu as máquinas industriais e as roupas confecionadas pela Indústria Pelmex Confecções e foram recepcionados pelos empresários Pedro e Marilza

Puccinelli do nosso lado; temos a bancada federal e os nossos deputados estaduais Jr. Mochi, Mara Caseiro, Marun, Lauro Davi, entre outros, que são ligados aos prefeitos João Cordeiro e Dr. Gilson Romano” afirmou Dalton em tom de discurso tamanha era a sua empolgação com o que viu em Aparecida do Taboado. Já Dr. Gilson Romano foi enfático ao dizer que esse modelo de industrialização está passando da hora de acontecer na região Centro-Norte de Mato

Grosso do Sul. “Não dá mais para conviver com a inércia que tem castigado o nosso povo pela falta de uma administração com gestão de qualidade. Não podemos mais conviver com administradores que nunca pensaram coletivamente” afirmou Gilson Romano. O prefeito eleito de Rio Negro entende que “com essa integração nós vamos fazer de nossa região um polo industrial com desenvolvimento sustentável e melhorar, sem dúvida nenhuma, a vida de

nossas comunidades”. Os vereadores Aires Amorim, Jair Cáferes, Hélio Rezende e Escobar Pinheiro, o Rico, também ficaram emocionados com o processo de industrialização de Aparecida do Taboado e reafirmaram o compromisso de ajudarem os seus respectivos prefeito a elaborarem projetos de lei criando distritos industriais para que as empresas possam se instalar na região. A comitiva dos prefeitos, vereadores e do grupo Impacto de Comunicação foi recepcionada pelo pre-

feito de Aparecida do Taboado, André Ferreira (PMDB) e por Dr. Heller Nogueira, Gestor Ambiental. REGISTRO EM VÍDEO - A visita dos prefeitos Dalton Lima e Gilson Romano e dos vereadores Aires Amorim, Jair Cáferes, Hélio Rezende e Escobar Pinheiro, o Rico, a Aparecida do Taboado foi conduzida pelo Grupo Impacto de Comunicação que, além de fotografar e filmar todas as visitas nas empresas, vai produzir um vídeo documentário para ser veicula-

do dia 14 de novembro na Câmara Municipal de Rio Negro, oportunidade em que será realizado o primeiro encontro da região para formar definitivamente o grupo de pessoas que vai trabalhar pela industrialização sustentável dos três municípios. Durante esta reunião serão ouvidos conselheiros, presidentes de Associações, Igrejas, Sindicatos e representantes da comunidade e da sociedade organizada. Estará presente ministrando a palestra Dr. Heller Nogueira, gestor ambiental

e consultor para as áreas de incentivos fiscais de recursos em Mato Grosso do Sul. Dr. Heller é graduado em Marketing e em gestão ambiental, com pós-graduação em Engenharia de Produção, além de ser técnico em auditoria ambiental Segundo os prefeitos Dalton e Gilson encontros congêneres também serão realizados nos municípios de Corguinho e Rochedo para oportunizar a participação da sociedade de todos os três municípios nos debates sobre o assunto.

Além de falar para o Grupo Impacto, durante a visitação nas indústrias, em Aparecida do Taboado, os prefeitos Dalton (Corguinho) e Gilson (Rio Negro) também foram entrevistados pelo radialista e jornalista Dr. Giroto, da Rádio Patriarca, de Cassilândia

O gerente Rubens, da Dânica Termoindustrial Brasil Ltda, apresentou a fábrica para a comitiva, concedeu entrevista ao Grupo Impacto e falou da importância das prefeituras construirem casas ecologicamente corretas para a população


6

www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

| CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012

Saúde Problemas de coluna têm solução definitiva

Irmãos terapeutas, Osamu Ueda e Junich Ueda

AShizen-tai é bem mais do que uma técnica terapêutica. O termo abrange uma série de manobras e técnicas que utilizam fundamentalmente as mãos para aplicar diferentes tipos de terapias, assim como diversas técnicas que ajustam as articulações do nosso corpo. Desenvolvido pelo Prof. Junichi Ueda, agrega técnicas de Quiropraxia, Osteopatia, Seitai, Mobilização e Alinhamento Neural antes que se instale na forma de doença. O efeito físico é imediato. Mas a prática vai além. O corpo fala, a gente é que ainda não aprendeu a ouvir. Aí, volta e meia, o corpo grita. E, mesmo assim, não sabemos interpretar. Uma dor no meio das costas, por exemplo, o que é? Verdadeira epidemia nos dias de hoje. Seguindo pelo princípio

que todas as dores sempre existem uma causa, é altamente recomendável uma consulta médica de imediato. O ato de automedicarse jamais estará tratando as causas do problema. Quando este não encontra uma solução definitiva, é possível que você esteja com alguma disfunção articular. Neste caso, um profissional de Shizen-tai poderá diagnosticar e levar você a perceber melhor seu corpo, reposicionando o seu pescoço, a coluna, a bacia e os membros nos seus devidos lugares. No entanto, somente uma mudança radical de hábitos poderá evitar que os problemas voltem a ocorrer. A Shizen-tai funciona independentemente de uma crença, é fácil e depende só de você. Claro, receber uma sessão feita por um profissional é não apenas uma experiência agradável, mas

altamente recomendável para cuidar do corpo. Se não de forma regular, pelo menos de vez em quando se dê o presente de fazer uma sessão com um profissional. Não é frescura – é prevenção, é cuidar da saúde e não apenas se lembrar dela quando está com a dor. Mas também é aprender a entender o seu próprio corpo. Esta pratica deveria ser parte do nosso ritual diário de higiene, como escovar os dentes ou tomar banho, pois da mesma forma a coluna e outras partes dos membros do nosso corpo são bastante agredidas. Conforme define a Organização Mundial da Saúde (OMS), ter saúde não é apenas a ausência de doença – mas o total bem-estar físico, mental e emocional. Enquanto o ocidente prefere falar em bem-estar, o oriente define saúde como a

CORGUINHO

4ª Copa Ezio Massi

A Secretaria Municipal de Educação e o Departamento de Esportes convidam a toda a população para a 4ª Copa Ezio Massi de Futebol de Salão. Já confirmaram presença as equipes: Vira copos, Beiçola Lanches, EEJAQ, Baixada do Taboco, Divino, Vidraçaria Diamate, Nacional, Fala Verdade, Rancho 7 lima e Gabi Supermercado. Serão 8 jogos e a abertura oficial acontecerá no dia 3 de novembro, sábado, com a presença do Prefeito Teo Massi, da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Laser, Leila Aparecida Rocha e autoridades municipais. O evento abre oficialmente as festividades de aniversário do município e tem o encerramento previsto para o dia 11 de dezembro, data em que Corguinho completará mais um aniversário de emancipação política.

união harmoniosa entre corpo, mente alma, espírito e logicamente saúde financeira e familiar. Portanto ter saúde, como afirma vários políticos, não é aumentar os números de hospitais e sim “evitá-lo”, fazendo a prevenção e tomando os cuidados necessários para que não precise deles. Um dos maiores benefícios de quem faz a sessão de Shizen-tai regularmente é o aumento da consciência sobre o próprio corpo. Assim, você vai percebendo como atitudes rotineiras são extremamente prejudiciais para o organismo, causando problemas de postura e dor, num primeiro momento, e podendo gerar doenças a longo prazo assim como: artrite, artrose, tendinite, hérnia de disco, torcicolo e muitos outros.. As técnicas empregadas pela nossa terapia em comparação a outras são mais abrangentes e profundas; já na avaliação procuramos explicar desde a origem das causas, físicas e psicológicas das doenças e ensinamos a eliminá-las, por isso, qualquer pessoa mesmo que não tem nenhum problema, funciona como prevenção, tendo a probabilidade de não adoecer. A linha mestra da terapia Shizen-tai, sempre visa controlar ou eliminar as causas. Para isso devemos entender todas as ligações ou implicações que existem entre o físico e os fatores externos. Os resultados dessa teoria, quando colocada em

prática, têm sido, sem sombras de dúvidas, excelentes. O método Shizen-tai será uma nova técnica, a soma da essência doa já existentes e a conclusão das teorias não conclusas. Para eliminar ou sarar

as doenças devemos primeiramente buscar as causas: a origem, onde e como estão instaladas, enfim, conhecer também as funções fisiológicas dos sintomas e dos elementos que processam os mesmos.


www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012 |

7

Eleição na Capital Com discurso moderado, Bernal chega à Prefeitura da Capital Concorrendo em chapa pura do Partido Progressista, deputado estadual põe fim à hegemonia do PMDB que perdurava por duas décadas em Campo Grande O discurso moderado e a tática de ignorar as agressões de que foi alvo durante a campanha eleitoral deram a tônica na caminhada do advogado e radialista Alcides Bernal, do PP, rumo à Prefeitura de Campo Grande. E a decisão de não se nivelar aos que o atacaram durante a campanha deu resultado positivo garantindo ao PP o comando do Poder Executivo do mais importante município de Mato Grosso do Sul e pôs fim a uma hegemonia peemedebista que se iniciou em 1993 com a posse de Juvêncio César da Fonseca e se concluirá no dia 1º de janeiro de 2013, com a posse de Bernal, prefeito, e Gilmar Olarte, vice-prefeito. No início do processo eleitoral a candidatura a prefeito do único deputado estadual eleito pelo PP em 2010 chegou a ser colocada em dúvida devido às dificuldades que ele enfrentou para construir alianças partidárias. Na verdade, os segmentos que trabalhavam pela inviabilização do projeto pepista de chegar à Prefeitura da Capital chegaram a por preço na candidatura de Bernal que, no entanto, sempre reafirmou não apenas o desejo de entrar na disputa, mas a convicção de que se tornaria prefeito do município. Sem conseguir aliados para a disputa do primeiro turno, o parlamentar foi buscar no próprio partido um companheiro de chapa e encontrou no pastor evangélico Gilmar Olarte o candidato a viceprefeito. Firmou um pacto com os demais candidatos de oposição – Reinaldo Azambuja, do PSDV, Vader Loubet, do PT, e Marcelo Bluma, do PV – de que quem fosse ao segundo turno teria o apoio dos demais. Liderou toda a corrida no primeiro turno e terminou a primeira eta-

pa do processo na primeira posição, com mais de 40% dos votos. Viu e comemorou o fato de os candidatos que não se habilitaram ao segundo turno honrar o compromisso firmado antes das convenções e se juntar a ele no segundo turno que foi uma espécie de reprise do primeiro turno com um ingrediente até certo ponto curioso: os votos dados aos candidatos Reinaldo, Vander e Bluma de fato migraram para Bernal e ele se tornou prefeito de Campo Grande com uma vitória “acachapante” como ele mesmo definiu ao final da apuração. Proclamado o resultado, Bernal, que manteve serenidade durante toda campanha eleitoral, inclusive nos momentos mais críticos quando foi alvo de agressões morais das mais baixas, não mudou o tom do discurso. Anunciou em sua primeira entrevista que iria procurar todas as lideranças políticas do estado, dos vereadores eleitos ao governador André Puccinelli, e reafirmou a certeza de que o chefe do Executivo Estadual, que apoiou o candidato derrotado, deputado federal Edson Giroto, não viraria as costas pra Campo Grande. A serenidade de Bernal deu resultados imediatos. Já na tarde de segunda-feira ele manteve reunião com o governador do Estado, com seu colega e presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual, Jerson Domingos (PMDB), e com o senador da República, Delcídio do Amaral, que foi um dos coordenadores de sua campanha no segundo turno. O ponto relevante desta reunião foi a presença do deputado federal Edson Giroto (PMDB) que, imediatamente depois da derrota, voltou a articular em Brasília para que o Estado não seja penaliza-

do com uma nova legislação que promete cortar recursos de MS relativos ao FPE (Fundo de Participação dos Estados). Na verdade, a vitória de Bernal representou não apenas o fim da hegemonia peemedebista no comando da Capital, mas a essência da vontade o povo, porque se tratava de uma candidatura que nasceu no meio do povo. E isto foi tão bem assimilado pela classe política que as manifestações eu se seguiram à proclamação do resultado mostraram que os políticos campo-grandenses entenderam o recado. Entre os 29 vereadores eleitos, dos quais 21 integrantes de chapas proporcionais que apoiaram o candidato perdedor, o discurso já é bem diferente do que se pregou durante a campanha. A maioria prefere adotar um discurso de conciliação, do tipo fazer oposição apenas contra o que não for bom para Campo Grande. O que já basta para entender que não pretendem atrapalhar o desempenho administrativo do novo prefeito. O NOVO PREFEITO - Alcides Jesus Peralta Bernal, 47 anos, nasceu em Corumbá e reside em Campo Grande desde os 15 anos de idade. É um dos radialistas mais ouvidos – senão o mais ouvido – de todo o Mato Grosso do Sul. Formouse em Direito em 1987, pela então Fucmat (Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso, hoje UCDB), tendo atuado na área criminal por mais de 20 anos. Os programas de rádio apresentados por Bernal atingiam mais de 40 municípios de Mato Grosso do Sul, além de outros Estados. Em 2004, iniciou sua carreira política se elegendo vereador. Dentre outras atribuições, Bernal presidiu a Comissão Permanente de

Transporte e Trânsito da Câmara. Em 2008 foi reeleito com 12.294 votos, tendo sido à época o vereador mais votado de Campo Grande, posto que será ocupado agora pelo exgovernador Zeca do PT, eleito com 13.010 votos. Durante o segundo mandato, Bernal presidiu a Comissão Permanente de Defesa do Consumidor. Nas eleições de 2010, o pepista conquistou uma das cadeiras da Assembleia Legislativa. Bernal foi eleito com 26.159 votos. Como deputado estadual, ocupava vaga de membro da Comissão de Direitos do Consumidor e também de Direitos Humanos. Com sua eleição e posse, retorna à Assembleia Legislativa o ex-deputado estadual Amarildo Cruz (PT).


8

| CAMPO GRANDE - MS - 1º Quinzena de Novembro de 2012

www.impactonewsms.com.br | JORNAL Impacto MS

Social

Divulgue seu evento: Fotógrafo Júnior DallaPhoto Fone (67) 9254-4714 / 9676-6623 - 3029-9059 dallaphoto@hotmail.com - www.focoms.com.br

O prefeito de Aparecida do Taboado, André Alves Ferreira, recebe e recepciona, ao lado de Heller Nogueira, a comitiva dos prefeitos e alguns vereadores eleitos dos municípios de Rio Negro e Corguinho No foco da Impacto, Guadalupe e Maryselva da Agência Publicitária Nova Fronteira

Ao lado de Heller Nogueira, Eli Sousa e comitiva de prefeitos e alguns vereadores eleitos de Rio Negro e Corguinho posam para foto em frente ao Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Taboado, a Terra dos “Sessenta Dias Apaixonado”

“Há 82 anos nascia um homem que iria se tornar um advogado justo, um político íntegro, um pai e marido amoroso, um homem honrado”. Palavras do prefeito de Campo Grande Nelson Trad Filho divulgadas no Facebook em homenagem ao brilhante e saudoso Nelson Trad, o mais brilhante deputado federal que Mato Grosso do Sul já teve. A homenagem se deu devido a passagem da data natalícia de Nelson Trad, 31 de outubro. (Foto divulgada pelo prefeito)

As modelos que irão participar do PRIMEIRO ENCONTRO ESTADUAL DA GAROTA IMPACTO, dia 11/11/2012: Amanda Carolina , Amanda Ribeiro, Bruna Corrêa, Camila Matos, Camila Rios, Cristien Paula, Danielly Vilas Boas, Gisele Silveira, Jéssika Mayara, Laryssa Franco, Laylla Kauanny, Marcela Dias, Natani Lara, Patrícia Olímpio, Tati Franco e Winne Barbosa


Jornal Impacto News MS