Revista Plantão Policial 2021

Page 1






6

INVESTIGAÇÃO

Imagens: Internet

POLÍCIA CIVIL ESCLARECE 95% DOS LATROCÍNIOS PROMOVIDOS NA CAPITAL Delegacia de Patrimônio apresenta números positivos no combate a esta modalidade de crime.

A

Polícia Judiciária Civil do Estado de Rondônia, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio (DERF), tem realizado um trabalho de excelência no combate ao crime de latrocínio promovido em Porto Velho. Em 2019, cerca de 90% dos crimes desta natureza foram elucidados e, no primeiro semestre de 2020 essa porcentagem chega a 95%. Segundo o Diretor da Especializada, José Marcos, os números positivos apresentados nos últimos anos é fruto do empenho e dedicação dos servidores desta unidade, assim como, da ajuda da população. “A Polícia Civil tem realizado um trabalho diferenciado em prol da segurança pública, prova disso são os números apresentados nos últimos anos e o reflexo disso é a confiança do cidaREVISTA PLANTÃO POLICIAL

dão no trabalho da instituição”, disse o delegado. Em junho, a Polícia Judiciária Civil, por intermédio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio (DERF), deflagrou a operação denominada “Olhos de Águia”. Na oportunidade, foram realizados o cumprimento de 10 mandados em Porto Velho, sendo 05 de prisão temporária e 05 de busca e apreensão. O cumprimento das medidas cautelares são referente ao crime registrado no dia (06/03/2020), onde assaltantes em uma tentativa de roubo frustrada contra as vítimas Josimar N. dos S. e Antônio Eliezio M. da C., evadiram-se do local efetuando vários disparos. Durante a ação criminosa, Josimar foi atingido e veio a óbito, já Antônio foi alvejado no braço. O fato ocorreu na Avenida Vieira

Cahúla, no bairro Igarapé. Após o episódio, policiais da Delegacia de Patrimônio iniciaram as investigações e conseguiram identificar 05 (cinco) suspeitos participantes do latrocínio. Durante a operação “Olhos de Águia” todos os mandados de busca e apreensão foram cumpridos, e um dos suspeitos foi preso. Os demais envolvidos estão foragidos da justiça. O nome da operação faz alusão ao fato de que toda ação criminosa se iniciou no interior de uma agência bancária, onde um dos investigados observou quem seria as possíveis vítimas em potencial, “olhando como águia” para então articular com os demais participantes a ação criminosa, agindo desta forma como uma ave de rapina a procura de sua presa. DEZEMBRO DE 2020.


ENTORPECENTES

7

DENARC APREENDE MAIS DE 100KG DE MACONHA EM PORTO VELHO

Fonte: plantaopolicialro.com - Informações da Ascom/PC-RO Imagens: Ascom/PC-RO

Também foi apreendido uma pistola, um revólver, uma espingarda e várias munições

A

Polícia Judiciária Civil do Estado de Rondônia, por meio do Departamento de Narcóticos (DENARC), apreendeu mais de 100 kg de entorpecentes do tipo maconha. De acordo com os investigadores, a droga seria distribuída na zona Leste do município de Porto Velho. Uma pessoa foi presa em

flagrante. Durante a diligência também foi apreendido uma pistola, um revólver, uma espingarda, várias munições, R$ 3.000,00 (três mil reais em espécie), uma caminhonete marca Trinton L200 e objetos frutos do comércio de entorpecentes. O delegado da Polícia Judiciária Civil, lotado no DENARC, Silvio Hiroshi, coordenador da ação policial, parabenizou sua equipe e afirmou que a pessoa presa com a droga é foragido da justiça, considerado de alta periculosidade, responde por crimes de latrocínio, homicídio e tráfico de drogas. "A prisão deste acusado representa um grande impacto nas organizações criminosas e demonstra a eficácia da Polícia Civil no combate ao comércio ilícito de entorpecentes no estado de Rondônia", afirma o delegado. O acusado confessou em seu depoimento a propriedade da substância entorpecente e informou ainda que os objetos apreendidos são moedas de troca no pagamento de drogas. Ao final do procedimento, o acusado foi encaminhado ao Sistema Prisional onde permanecera à disposição da justiça

NBSDESIGN

Transportes Ltda

(69) 3225 4841 (69) 9 8168 1268

DEZEMBRO DE 2020.

REVISTA PLANTÃO POLICIAL










16

ASSOCIAÇÃO

A

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO “FACES DA LIBERDADE”

Polícia Civil do Estado de Rondônia, por meio da 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (2ª DRACO), deflagrou na primeira quinzena de agosto a operação denominada "Faces da Liberdade", visando dar cumprimento a 16 mandados judiciais, sendo 8 de busca e apreensão em domicílios e 8 prisões temporárias. As cautelares foram cumpridas nos estados de Rondônia e Acre, nas cidades de Alta Floresta d'Oeste/RO, Ji-Paraná/RO, Rio Branco/AC e Assis Brasil/AC, e contou com o apoio da Polícia Civil do Acre e das DeleREVISTA PLANTÃO POLICIAL

gacias Regionais de Rolim de Moura/RO e Ji-Paraná/RO. A ação policial visa reprimir a prática de crimes de peculato, falsificação de documento público, falsidade ideológica e associação criminosa, crimes cujas penas, se somadas, podem chegar a 26 anos de reclusão. De acordo com informações da 2ª DRACO, houve o desmantelamento de associação criminosa que consistia em um conluio espúrio entre funcionários do Banco do Brasil e falsificadores, que juntos agiam com vistas à subtração de dinheiro depositado em cifras milionárias de

pessoas falecidas, lesando, assim, o espólio e o patrimônio dos herdeiros. O grupo tinha como principal meio de execução a falsificação de sentenças em processos de inventário e partilha e certidões e escrituras lavradas em cartórios extrajudiciais. Os criminosos, em posse da documentação falsa, procuravam os empregados da agência bancária e faziam o saque das altas quantias. Os empregados, visando dar cobertura à ação dos falsificadores e mediante o recebimento de propina, deixavam de observar uma série de procedimentos de segurança do DEZEMBRO DE 2020.


ASSOCIAÇÃO

Banco do Brasil, aceitando a documentação como idônea. Durante a investigação foi possível identificar, até o presente momento, a subtração de saldo bancário de três contas correntes de pessoas falecidas, cujo valor total do dinheiro subtraído é de R$ 9.502.389,27 (nove milhões, quinhentos e dois mil, trezentos e oitenta e nove reais e vinte e sete centavos). Entre os lesados está o espólio do conhecido diplomata, político, professor e escritor brasileiro Affonso Arinos de Mello Franco, falecido no dia 15 de março do corrente ano. Affonso Arinos, conhecido como Afonso Arinos Filho, é um imortal da Academia Brasileira de Letras, tendo ocupado a cadeira de número 25. Além de homem de letras, autor de diversas obras que marcaram a cul-

tura brasileira, foi também diplomata, tendo iniciado a carreira em 1952. Chegou a ocupar o cargo de primeiro-secretário na embaixada do Brasil em Bruxelas, servindo também em Haia, Genebra, Washington e Porto, sendo também embaixador do Brasil na Bolívia, Venezuela, Holanda e na Santa Sé (Vaticano), além de deputado da Assembléia Constituinte e Legislativa do Estado da Guanabara. É filho do também imortal da ABL, jurista, diplomata, político, historiador, professor e ensaísta Afonso Arinos de Melo Franco, memorado pela lei de sua autoria, conhecida como Lei Afonso Arinos, pioneira no combate a discriminação racial no Brasil, ainda no ano de 1951, ex-Ministro das Relações Exteriores, Senador da República por três Estados diferentes (Guanabara, hoje Rio de Janeiro,

17

Distrito Federal e Minas Gerais) e neto de Afrânio de Melo Franco, diplomata brasileiro. Seu avô Afrânio é um dos seletos brasileiros indicados ao Prêmio Nobel, tendo recebido 46 indicações em três anos diferentes para o Prêmio Nobel da Paz, por sua atuação no fim da Guerra do Chaco, travada entre o Brasil, Bolívia e Paraguai (conflito que causou mais de 90 mil mortes), além de ter sido Ministro da Viação no Governo do Presidente Delfim Moreira e embaixador na Liga das Nações em Genebra, na Suíça (hoje Organização das Nações Unidas, ONU). O nome da Operação remete a uma das grandes obras publicadas por Affonso Arinos quando em vida, chamada As Três Faces da Liberdade. Fonte: Ascom/ PC-RO

NBSDESIGN

Via Rádio e Fibra Óptica

Tel.: 69 3238 2111 - 3238 3865 69 9 9926 2092 Buritis - RO

Provedor Licenciado ANATEL: 53500.028595/2013

DEZEMBRO DE 2020.

REVISTA PLANTÃO POLICIAL








24

POLÍCIA FEDERAL

POLÍCIA FEDERAL BATE RECORDE DE APREENSÃO DE DROGAS Em diversas ações, por todo o país, PF combate o tráfico, prende criminosos e apreende grande quantidade de drogas

N

a semana em que a Polícia Federal, em conjunto com a PRF, realizou a maior apreensão de drogas da história do Brasil 28 tone-ladas de maconha apreendidas em Tacuru/MS -, po-liciais federais ainda apreenderam mais de duas tone-ladas de entorpecentes em ações pelo país. No sábado (16/05), a Polícia Federal prendeu em flagrante dois indivíduos que transportavam em um avião mais de 130kg de entorpecentes, em Manaus/AM. Entre segunda-feira e terça-feira (18 e 19/05) outros dois homens foram presos no estado por transportar 418 kg de drogas em um bimotor oriundo do Peru. No Paraná, uma tonelada de maconha, carregada em três veículos, foi apreendida durante patrulhamento na zona rural de Guaíra na terça-feira (19/05). No mesmo dia, policiais federais apreenderam 770 kg de ma-

conha em uma embarcação no Lago de Itaipu, durante ação da Operação Hórus, em Foz do Iguaçu. Ainda na noite de terça-feira (19/05), policiais federais prenderam em Bagé/RS um homem que transportava 20 kg de cocaína no interior de um veículo. Fonte: pf.gov.br

VALDECIR ELLO TRANSPORTES

69 9 9939 1646 69 3229 5170 Estrada do Belmont Porto Velho - RO REVISTA PLANTÃO POLICIAL

DEZEMBRO DE 2020.











34

POLÍCIA FEDERAL

HOMEM É PRESO COM QUASE 6 KG DE DROGAS E R$ 15 MIL NO INTERIOR DO ACRE Um homem que não teve nome e idade divulgados foi preso por tráfico de drogas, na tarde desta quinta-feira (19), próximo ao Estádio Bezerrão, no município de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

S

egundo informações da polícia, militares do 61° Batalhão de Infantaria e Selva (BIS) estavam realizando a limpeza em uma área pública, quando viram um homem acompanhado toda movimentação dos militares pela área de mata. Ao continuar realizando a limpeza, os policiais encontraram quase 6 kg de maconha escondidos dentro das matas enrolados em um saco.

REVISTA PLANTÃO POLICIAL

Os militares acionaram a PM para que fosse dada ciência ao que foi encontrado e mostraram o homem que não saia de perto do local onde estavam os entorpecentes. Ao avistar a guarnição da PM, o homem empreendeu fuga para dentro de uma casa próxima ao local onde foi encontrada a droga. Os PMs fizeram um acompanhamento e entraram na casa, onde encontraram o homem com R$ 15 mil.

Ele não soube explicar a procedência do dinheiro. Diante dos fatos, o homem que foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Cruzeiro do Sul, juntamente com a droga e o dinheiro apreendido. Na delegacia, ele negou que a droga fosse de sua propriedade e disse que tudo seria do dono da residência. Fonte: Contilnet.

DEZEMBRO DE 2020.








POLICIAMENTO FLUVIAL

41

POLÍCIA MILITAR APREENDE 25 QUILOS DE ENTORPECENTES EM JI-PARANÁ

A

Polícia Militar do Estado de Rondônia, após rea-lizar abordagem de rotina a um veículo de apli-cativo que trafegava pelo bairro Orleans I, em Ji-Paraná, apreendeu cerca de 25 kg de entorpecente tipo "ma-conha". A diligência iniciou com a abordagem do veículo, pois nele havia dois passageiros, e estes possuíam uma mochila. Durante a revista na referida mochila foi encon-trado 4 kg de substância aparentando ser droga do tipo maconha. Diante do exposto, em continuidade a diligên-cia, a equipe policial deslocou-se até a residência dos suspeitos onde foi localizado mais 21 kg do mesmo entorpecente encontrado dentro da mochila. Na oportunidade, a dupla foi conduzida até unidade policial de Ji-Paraná para a realização dos procedimentos legais. Fonte: pm.ro.gov.br / texto adaptado

Imagem: pm.ro.gov.br

BORDADOS EM GERAL - UNIFORMES ACESSÓRIOS, EQUIPAMENTOS MILITAR E CIVIL

B Avenida Abunã, 2923 Bairro Liberdade 69

9 9278 2743

NBSDESIGN

MILI

Avenida Jatuarana, 4051 Bairro: Nova Floresta 69

9 9338 2853

@brasaomil

DEZEMBRO DE 2020.

REVISTA PLANTÃO POLICIAL






46

RONDÔNIA

CARTÃO ALIMENTAÇÃO ESCOAR - FAMÍLIAS DE ALUNOS DA REDE PÚBLICA ESTADUAL PASSARÃO A RECEBER O BENEFÍCIO DE 75 REAIS.

O

governador de Rondônia, Marcos Rocha, anunciou a entrega do Cartão Alimentação Escolar, que servirá como um auxílio merenda para os estudantes da rede pública estadual de ensino em situação de vulnerabilidade social. O benefício, no valor de R$ 75, é destinado aos alunos devidamente matriculados. O valor repassado é correspondente ao que o aluno iria receber dentro da instituição de ensino. Será pago para as famílias duas parcelas mensais, correspondente ao mês de maio e ju-

nho, podendo ser prorrogado em caso de necessidade. Os cartões foram produzidos por uma empresa contratada por chamamento público que realizará sua devida distribuição às Coordenadorias Regionais de Educação – CREs, onde as famílias devidamente cadastradas receberão o cartão após serem acionadas pela direção de cada escola e será entregues através de parâmetros sociais. Entre os critérios para o recebimento do benefício, a família precisa receber até dois salários mínimos, e caso a família tenha mais um aluno matriculado na escola, o valor será depositado em um único cartão. Por sua vez, o Ministério Público fez uma recomendação para as associações comerciais do estado, orientando os supermercados da rede credenciada a limitarem as transações com os cartões alimentação somente para venda de produtos nos gêneros alimentícios. Fonte: orondoniense.

ABIN CONCEDE HOMENAGEM A POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA

U

ma homenagem foi concedida pela superintendência da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) em Rondônia a Polícia Militar de Rondônia – PMRO. A cerimônia foi realizada na segunda quinzena de setembro no Comando Geral da Polícia Militar. Na ocasião, o comandante geral da PMRO – coronel PM Alexandre Luís de Freitas Almeida agradeceu a homenagem e o histórico de colaboração da Abin com a corporação e salientou que a visita do super-intendente substituto da Abin Rondônia, Breno Araújo, veio para estreitar ainda mais os laços entre as forças de segurança. Em síntese, a ABIN é o único órgão nacional cujo fim é planejar e executar atividades de inteligência de Estado para subsidiar o processo decisório nacional. Outras instituições que trabalham com inteligência têm na REVISTA PLANTÃO POLICIAL

Imagem: pm.ro.gov.br

atividade um meio para subsidiar suas específicas atribuições legais. Fonte: Assessoria DEZEMBRO DE 2020.



48

PANDEMIA

Foto: Hermes de Paula / 25.05.2020

Com a exibilização do isolamento e a volta das atividades econômicas, o brasileiro tem que conviver com uma nova realidade.

LEGADO DA PANDEMIA: O QUE MUDA NA VIDA DAS PESSOAS EM RELAÇÃO A CONSUMO, FINANÇAS, TRABALHO, SAÚDE E SERVIÇOS.

O

que o mundo tem vivido em 2020, neta pandemia, é uma mistura de dor, medo, angústia e incerteza. A experiência que ainda parece longe do fim resultará em grandes mudanças na forma como pessoas, empresas e governos se relacionam, trabalham, consomem, lidam com finanças, cuidam da saúde e prestam serviços, o coronavírus fez milhões de pessoas se isolarem, trabalharem de casa, comprarem pela internet pela primeira vez, usarem serviços de delivery e adquirirem a casa própria à distância. Até as consultas médicas mudaram, com a telemedicina. Muitos brasileiros que nunca tiveram acesso a bancos passaram a ter contas digitais e a movimentar um aplicativo de celular ainda que forçados pela situação, por precisarem do auxílio emergencial do governo. A União, por sua vez, se deparou com a fragilidade de seus próprios bancos de dados e a necessidade urgente de aperfeiçoar sistemas. Se por um lado comemora a ajuda conREVISTA PLANTÃO POLICIAL

cedida a 65 milhões de cidadãos, por outro, precisa reconhecer milhares de fraudes e recusas de benefícios a quem precisa. Outro ponto delicado foi a sobrevivência das empresas. Muitas ficaram pelo caminho e não suportaram a crise e a falta de crédito dos grandes bancos. Mas algumas também mergulharam de vez na transformação digital. Segundo o Sebrae, 30% das micro e pequenas empresas estavam passando por mudanças neste sentido antes da pandemia. Na crise, o índice subiu para 55%. Ao mesmo tempo, 40% dos consumidores passaram a comprar pela internet e dizem que vão manter o hábito. Mesmo com a flexibilização do isolamento, os negócios devem funcionar em modelo híbrido: um pouco físico, um pouco virtual. Vai fazer parte do cotidiano empresarial gerir os dois âmbitos — aposta Raquel Abrantes, coordenadora de Mercado do Sebrae Rio. Mas a digitalização vai além, segundo a especialista: Ou seja, não

só fazer o marketing digital, que aproxima a empresa do seu cliente final, mas também digitalizar processos e documentos. A mudança também impactou os processos de seleção. O Grupo BIG, que controla o WalMart, por exemplo, recrutou virtualmente mais de 500 profissionais e calcula que reduziu o tempo médio de contratações em 60%. Compras pela internet: a descoberta de muitos brasileiros com medo do contágio pelo coronavírus, muitas pessoas reduziram as idas a locais públicos e passaram a fazer compras pela internet. Depois de mais de cem dias de isolamento, parece que este hábito veio para ficar. De acordo com um levantamento feito pelo Kantar, líder global em dados, insights e consultoria, 45% dos brasileiros estão dispostos a aumentar ainda mais o volume de compras pela web. O número é maior ainda quando se trata de domicílios com crianças (54%). Fonte: Oextra DEZEMBRO DE 2020.



50

MACONHA

U

OPERAÇÃO “OCTUPUS” APREENDE MAIS DE 150 QUILOS DE ENTORPECENTES

ma megaoperação em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), policiais militares de Cacoal, Presidente Médici e Ji-Paraná, policiais civis de Presidente Médici e policial penal de Ji-Paraná, coordenada pelo delegado de polícia Henrique Bittencourt, resultou na apreensão de 155 kg de entorpecentes do tipo maconha. A droga veio do Estado do Mato Grosso do Sul, parte dela foi encontrada a cerca de 85 quilômetros do município de Cacoal, o restante localizada em uma carreta próximo ao município de Presidente Médici. Durante a diligência policial cinImagem: comando 190 conduzidas até a delegacia. co pessoas foram De acordo com informações policiais, no município de Cacoal, os acusados abandonaram o veículo após perceberem a aproximação da equipe policial. O grupo tentou se esconder em um matagal, contudo, após o trabalho de buscas, com o apoio de uma embarcação do Corpo de Bombeiros, os suspeitos foram localizados, assim como, parte do entorpecente. Já em Presidente Medici, a droga foi encontrada na

cabine do veículo carreta. Fonte: plantaopolicialro

FNEAEIRA CA PLA LTO 69 3623 2096 Linha 14, Km 12 e Linha 108, Km 01 - Seringueiras - RO REVISTA PLANTÃO POLICIAL

DEZEMBRO DE 2020.