Page 1

R IST

GR

IBUIÇÃ O

D

Guia do Centro de Guaíba

Recicle a informação: passe esta revista adiante

AT U I TA

Confira o Mapa na última página


Gastronomia

Gelado de

Maracujá O sabor azedinho e refrescante do maracujá é a cara do verão. O iogurte natural dá consitência à sobremesa, que também possui uma cobertura crocante de açúcar mascavo. Rende 4 porções. Ingredientes: 4 maracujás 300ml de iogurte natural consistente Meia xícara (chá) de açúcar mascavo.

Corte o maracujá ao meio. Retire a polpa e as sementes e divida de forma igual entre quatro forminhas. Coloque o iogurte cobrindo o maracujá. Leve ao refrigerador por pelo menos duas horas. Em uma panela, aqueça o açúcar com uma colher (sopa) de água, em fogo moderado, até caramelizar. Despeje rapidamente sobre o iogurte, pois o caramelho endurece rápido. Conserve as forminhas em local fresco.

2 Travessia


Serviços

Onde tudo

começou

Guaíba é considerada o Berço da Revolução Farroupilha. Foi à sombra do Cipreste, no quintal da casa de Gomes Jardim, que os mentores da Guerra dos Farrapos, entre eles Bento Gonçalves e Onofre Pires, planejaram a tomada da Capital da Província. Em 19 de setembro de 1835, Gomes Jardim partia da Praia da Alegria com suas tropas, rumo a Porto Alegre. No dia seguinte, começou a mais longa guerra civil da história do país, que teve fim dez anos depois, em 1945. O local também foi o leito de morte do presidente farroupilha Bento Gonçalves, em 1847. A antiga sede da Estância das Pedras Brancas pertencia a Antônio Ferreira Leitão, sogro de Gomes Jardim. Na época de sua construção, fim do séc. XVIII, começou o processo de colonização da região, antes habitada por índios tupi-guarani. Com a chegada dos imigrantes, houve desenvolvimento na produção agrícola, charqueadas e saladeiros, que aqueceu a economia local. Assim originou-se a cidade de Guaíba. Hoje, o antigo QG dos farrapos é um museu e abriga os restos mortais de Gomes Jardim.

3


Saúde

Para não sair da Fotos: Cíntia Villanova

linha

O Slackline é a nova opção de lazer do Parque da Juventude, na orla do Guaíba. O esporte, que lembra a prática dos equilibristas na corda bamba, tem como suporte fitas de nylon estendidas entre dois pontos fixos, geralmente a 30 cm de altura do chão. A Diretoria de Esportes da Prefeitura de Guaíba instalou sete bases para a montagem das cordas de Slackline na área verde do Parque. Além do equilíbrio, o exercício desenvolve a musculatura, a coordenação motora, a concentração e a sustentação do corpo. É possível fazer várias acrobacias sobre a corda e adaptar a sua altura e tensão de acordo com as habilidades do usuário. Que tal levar uma corda na sua próxima visita ao parque? É uma ótima maneira de exercitar corpo e mente, em contato com a natureza.

4 Travessia


Moda

Um toque de

delicadeza O laço é presença constante em roupas de vários estilos, desde os clássicos até os mais modernos e descolados. Símbolo de delicadeza e feminilidade, o laço começou a ser utilizado em figurinos para filmes nos anos 50 e se tornou marca registrada dos vestidos da época. Como acessório, apareceu em filmes clássicos, como o famoso penteado de Dorothy em O Mágico de Oz, além de Branca de Neve e Alice No País das Maravilhas.

O laço aparece em todos os tipos de roupas, sapatos, bolsas e joias; estampa blusas e enfeita presilhas, faixas, tiaras e cintos. Pela sua versatilidade, pode ser utilizado em qualquer look: possui variedade infinita de cores, estampas, tamanhos e estilos. É só usar a criatividade e adaptar o uso do laço para o seu estilo. A dica é utilizar o bom senso para não sair da medida. Evite usar várias peças com laços na mesma produção para não correr o risco de parecer muito infantil.

5


Cultura

Guima Beineke www.facebook.com/guima.beineke O LivreiroCafé do Guaíba

O novo livro do Altair Martins, “Enquanto Água”, mostra a exuberante genialidade do escritor. Há tempos afirmo que o rapaz é um gênio e, no seu sexto livro, a sua obra se consolida. Em 26 contos primorosos, o autor mostra toda a sua qualidade. O conto Os Remos começa com este parágrafo: “Se a chuva era sempre um sinal, e ela bordava com os ouvidos atentos ao menor ruído de água, então a agulha e seu fio eram uma espera quase silenciosa de qualquer coisa: um grito, um chamado, um impropério. Ou o começo, quando levantasse a cabeça e pudesse cruzar o portão sem medo das águas que cercam o mundo.” – é texto de mestre. No conto O Mar, no Living o real e o fantástico dissolvem-se numa imagem envolvente: “E então, mal a vela se acende, o mar entra no living, atravessando os vidros e ocupando com azul e fauna, os espaços da festa”. Eis a dica para quem quiser entrar no mundo de Altair Martins. A leitura é uma viagem que precisamos aprender a apreciar. E segue o desafio que deixo para nós, pais e mães, que precisamos mostrar aos nossos filhos o quanto a leitura e a educação são importantes. Quem sabe, um dia por semana, substituir duas horas de TV por um livro?

6 Travessia

livraria

e

café

[51] 3491.6981 Av. Sete de Setembro, 199 - loja 106 Rua São José, 191 - loja 105 | Guaíba - RS livrariaentrelinhas@gmail.com

O melhor café do Mercado


Cidade

7


Telefones Úteis (51) Catsul 0800 051.6216 Brigada M. 3480.1383 Bombeiros 3480.0854 Prefeitura 3480.1256 Ônibus 0800.7077639

revista

Travessia

Tiragem 5.000 Ano 01/01 - dez/2011

Editora de Texto

Thays Leães

thaysdecastro@gmail.com [51] 9220.5501

Editora de Arte

@RTravessia Procure nossa anpage

Hannath Beineke

hannahbeineke@gmail.com [51] 9363.6901

Mais fotos das matérias e links em:

www.revistatravessia.com notícias, revista on-line e lista de anunciantes

Revista Travessia 01-02  

guia do centro de Guaíba

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you