Page 1

Boletim Bimestral | Tiragem Gratuita Nº 75 - Fev. Mar.

O Culto do Corpo A Evolução da Atracção hajaTematica! Página 6

Distúrbios Alimentares e Saúde hajaTemática! Página 12

Os Conselhos da Rebecca Hábitos alimentares são “hábitos” por alguma razão! Página 22

O Viés da Beleza hajaTemática! Página 8


C

ÍNDICE

3 4 5 6

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

hajaEDITORIAL! hajaBREVES! hajaICVS! RKIP - Um Potencial Biomarcador de Prognóstico Carcinoma Urotelial da Bexiga

hajaTEMÁTICA A Evolução da Atracção O Viés da Beleza Mente Sã, Corpo São Distúrbios Alimentares e Saúde

14

hajaSEXUALIDADE! Nem Sempre Houve Dois Sexos

hajaARTE! O Corpo Como Manifesto de Arte

hajaTECNOLOGIA!

hajaCINEMA! O Peso e o Calor das Nossas Vidas

hajaAGENDA CULTURAL!

15 16 17 18

Óscares 2014

hajaNEMUM! hajaPASSATEMPOS! hajaHUMOR! 2

19 20 22 hajaSaúde!


hajaEDITORIAL!

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

Sofia Leal, 3º Ano

C

omo qualquer   projecto   que   perdura  para  lá  

“O Culto   do   Corpo”   está   pra@camente  

de cada   geração  que  o  materializa,   o  Haja  Saúde!  é  

omnipresente nos   media,   desde   os   programas  

reinventado quando   uma   nova   equipa   assume  

televisivos como   The   Biggest   Loser   a   qualquer  

funções. Este  ano,  a  edição  foi  assumida  por  mim,  e  

programa de   entretenimento   ou   série,   em   que   o  

pelos meus   colegas   Pedro   Peixoto   e   Emanuel  

cas/ng dos  par@cipantes  reflete  sempre  um  ideal  de  

C a r v a l h o , c o m o   e d i t o r e s   a d j u n t o s .   P o r  

beleza subjacente,   que   vai   sendo   redefinido   ao  

colaboradores tanto   temos   alunos   que   já  

longo dos  anos.   Na  capa  desta  edição   podemos  ver  

par@ciparam em   anos   anteriores   como   alguns  

um cirurgião  plás@co  e  a  sua  esposa,  dois  dos  vários  

estreantes -­‐   e  mais  poderão  par@cipar,   se  assim   o  

par@cipantes do  projecto  Love  Me,  do  fotógrafo  Zed  

desejarem.

Nelson. Durante   5   anos,   Nelson   visitou   17   países,  

    Na   senda   dos   úl@mos   dois   anos   do   Haja!,   p ret en d emo s   rea l i z a r   ed i çõ es   b i men s a i s ,   procurando   abordar   temas   per@nentes   para   os   nossos   colegas,   nas   suas   várias   dimensões:   enquanto   estudantes,   futuros   médicos,   enquanto   cidadãos   informados   e   responsáveis,   e   enquanto   pessoas  curiosas  cienJfica  e  culturalmente.  

O tema   escolhido   para  esta  edição,   ao  qual  

uma significa@va   parte   dos   ar@gos   se   dedica,   pareceu-­‐nos  de  per@nência  tendo  em   conta  o  peso  

documentando em  imagens  o  que  entendeu  como  o   impacto   da  media@zação   de   um   padrão   de  beleza   ocidentalizado   estreito,   pautado   pelo   medo   do   envelhecimento,  da  obesidade  e  da  banalidade,  que   por  sua  vez  banaliza  e  fomenta  o  consumismo  como   caminho  para  a@ngir  o  ideal.  Um  trabalho  que  vale  a   pena  conhecer.  

Para lá  do  tema  geral,  mantemos  muitas  das  

rúbricas habituais   do   Haja!,   como   o   hajaICVS!,   hajaTecnologia!,  e  todas  as  rúbricas  do  hajaCultura!.

que tem  na  vida  de  cada  um   de  nós,   na  sua  auto-­‐

Esperamos que   o   tempo  passado   a  ler   este  

imagem e  na  forma  como  vê  os  outros,  e  propõe-­‐se  

jornal seja  tempo  bem-­‐passado  e  proveitoso.

como exortação  à  reflexão  informada.

Um bem Haja para quem nos lê!

hajaSaúde!

3


hajaBREVES!

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

Emanuel Carvalho, 3º Ano

Tomada de Posição da ANEM A ANEM tornou pública a sua posição sobre o acesso ao internato médico defendendo que é importante a valorização da média do curso, utilizando uma metodologia de ajustamento estatístico para haver igualdade entre alunos de diferentes universidades.

MedQuizz Vence 1º Prémio do SPINUM A plataforma para criar e gerir um banco de perguntas e conceber/executar testes de avaliação online, MedQuizz, criada pelos Professores José Miguel Pêgo e Nuno Sousa, e pelos Engenheiros Paulo Cabral e Nuno Santos, venceu o primeiro prémio do SpinUM. O concurso distribuiu prémios monetários e serviços de apoio à criação de empresas num total superior a 20 mil euros.

Ministro da Saúde Visita UM

!

Na celebração do 40º aniversário da Universidade do Minho, o Ministro da Saúde, Dr. Paulo Macedo,

participou no evento solene, que se realizou na Reitoria. Outras personalidades de destaque tomaram parte na iniciativa, como é o caso do magnífico Reitor da Universidade, António Cunha, da pró-reitora Felisbela Lopes e do Director do Curso de Medicina da Escola de Ciências da Saúde, o Professor Nuno Sousa. Nesta conferência, foi destacada a enorme qualidade da formação médica bracarense, tutelada pela ECS, assim como a investigação realizada no ICVS/3B's/ Centro Clínico Académico.

Semana Internacional do Cérebro O Instituto de Investigação em Ciências da Vida e da Saúde da Universidade do Minho recebeu a 12 de Março cerca de 400 alunos do ensino básico e secundário que foram integrados num conjunto de atividades laboratoriais ligadas à área das neurociências. Esta iniciativa realizou-se no âmbito da Semana Internacional do Cérebro, que este ano se celebrou também no Ano do Cérebro.

PorMSIC Vence Prémio de Melhor Vídeo Promocional de Intercâmbios Na March Meeting deste ano, realizada na Tunísia, a delegação portuguesa da ANEM/ PorMSIC mereceu especial destaque. Assim, Gerrit Hogemann venceu o 1º prémio da categoria de Best SCORE participant e de Best Training Session. A delegação venceu, ainda, o prémio de Best NMO Exchange's Video e o terceiro prémio na categoria de Best Exchanges Stands. Maria Cunha, da AEICBAS foi também vencedora do 3º prémio da categoria Best-Self Development Project, devido ao congresso ABC.

4

hajaSaúde!


hajaICVS!

C

L

U

B

E

RKIP - Um Potencial Biomarcador de Prognóstico de Carcinoma Urotelial da Bexiga Emanuel Carvalho, 3º Ano

S

E

Q

U

Ó

I

A

linfadenectomia limitada. Foram também identificadas, por imuno-histoquímica, estruturas vasculares sanguíneas e linfáticas, presentes nas secções tumorais, de modo a facilitar a visualização da ocorrência de invasão linfovascular, e correlacioná-la com a expressão da RKIP. Depois da análise dos dados, a equipa concluiu que “a diminuição da expressão da

Segundo um trabalho de investigação

RKIP associou-se significativamente a um

realizado no ICVS, a perda de expressão de

prognóstico desfavorável, mantendo-se como um

RKIP (Raf kinase inhibitor protein) pode vir a ser

fator de prognóstico, independente relativamente

usada como um potencial biomarcador de

à sobrevivência livre de doença”.

prognóstico, em doentes com carcinoma urotelial da bexiga (CUB).

No futuro, para confirmar os resultados obtidos, o grupo terá, ainda, de “desenvolver

A investigadora Julieta Afonso, uma das

estudos adicionais com séries maiores e mais

autoras do trabalho, refere que, na área do CUB,

completas, incluindo doentes que realizaram

“os esforços de pesquisa atuais são, cada vez

cistectomia radical e linfadenectomia extensa”,

mais, direcionados para a elaboração de

como avança a investigadora.

nomogramas que combinem parâmetros clínico-

Por fim, noutros tipos de tumores, foi

patológicos clássicos, com biomarcadores de

demonstrado que a expressão da RKIP pode

prognóstico, preditivos de resposta à terapêutica

potenciar a ocorrência de apoptose, induzida por

e que representem potenciais alvos

agentes quimioterápicos, o que poderá

terapêuticos”. Neste âmbito, surgiu a ideia de

representar um alvo terapêutico.

investigar a RKIP, uma vez que “a perda de expressão desta está associada à promoção da metastização, em inúmeros tipos de tumores malignos, mas o seu papel no CUB é largamente desconhecido”, acrescenta a investigadora. Para tal, avaliou-se o significado clínico e prognóstico da imunoexpressão da RKIP, em 81 doentes com CUB, de elevado risco de progressão, tratados por cistectomia radical, com

hajaSaúde!

5


hajaTEMÁTICA!

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

A Evolução da Atração Ana Sofia Milheiro, 3º Ano

A nossa vida é baseada em

cintura-anca, nas mulheres; rácio

relevaram ainda que o odor, o

interações com o mundo à nossa

cintura-peito, nos homens; a

gosto e as faces mais atraentes

volta e especialmente com os

simetria facial, resultante de um

para uma pessoa correspondem a

nossos pares. É essa a essência

bom estado de saúde e

indivíduos com diferentes

do ser humano: viver em

desenvolvimento. O tom de pele e

genótipos na secção do Complexo

sociedade. E é inegável a

as características do cabelo são

de Histocompatibilidade Major

importância do contacto físico no

também fatores impor tantes,

(MHC), que exibe um papel

estabelecimento dessas

refletindo, por exemplo, uma

preponderante no sistema imune.

interações, seja ele visual,

nutrição adequada. Estudos

Uma hipótese proposta para

auditivo, olfativo. O contacto físico é sempre o nosso ponto

explicar estes resultados refere que se trata de um mecanismo

de partida. É o primeiro pedaço

que permite reduzir o cruzamento

de informação que recebemos

entre seres geneticamente

sobre o outro e acaba

semelhantes, permitindo a maior

inevitavelmente por ser o pilar do

variedade genética da

nosso julgamento e da nossa

descendência. Além disso, foi

postura.

também determinado que as

Evolutivamente, há várias

preferências femininas quanto às

características que o ser humano

características do parceiro variam

valoriza aquando da procura de um parceiro, como reflexos de

durante o ciclo menstrual e podem ser alteradas pela utilização de

uma vantagem reprodutiva. São

anticoncecionais. Quando nos

exemplo as preferências de rácio

debruçamos sobre os motivos

6

hajaSaúde!


biológicos das nossas

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

atração humana, tal como a

preferências, estes podem

cultura. Através da nossa História,

parecer-nos, no mínimo, estranhos.

os nosso “gostos” têm variado

Apesar da sua lógica darwinista,

imenso. Devido à estratificação

é difícil conceber que alguém se

social e às ocupações de cada

sinta atraído pela fisionomia

classe, pessoas com tez mais

mamária feminina, pensando no

escura eram consideradas menos

seu potencial de amamentação da

atraentes, pois pertenciam a

prole. Talvez seja um instinto

estratos sociais mais baixos, em

animal primitivo e, como tal, um impulso inconsciente e

deterimento da pele clara, mais prevalente nos estratos nobres.

involuntário.

I

A

Esta prelação manteve-se até ao

Porém, nós não somos meros

final da Era Vitoriana, no início do

animais guiados apenas pelos

século XX, quando se reconheceu

apreciada. Na segunda metade do

nossos mais primitivos instintos,

os benefícios terapêuticos da

século XX, a tendência começou a

buscando o parceiro com maior

exposição solar. Com a redução

inverter-se e o corpo das mulheres

vantagem reprodutiva. Somos

progressiva do vestuário de praia

passou a ser desejado mais

também e, principalmente,

e com o aparecimento de

delgado e tonificado. As modelos

criaturas sociais. A sociedade é o

celebridades de pele mais

e atrizes chegaram a atingir

nosso habitat natural e, portanto, tem um papel importantíssimo na

morena, o paradigma foi-se alterando, sendo agora

índices de massa corporal bem

considerado mais atraente uma

Mas não foram só as mulheres que

pele bronzeada e há até quem considere as linhas de bronzeado

viram o seu corpo mudar com o passar do tempo, também o corpo

inestéticas. Contariamente ao que

masculino passou a ser mais

se verifica na cultura ocidental, em

valorizado

países orientais como a China

desenvolvimento muscular. Ícones

ou o Japão continua a associar-

do passado, como Marylin

se a pele mais escura a estratos

M o n r o e o u E l v i s P r e s l e y,

sociais mais baixos e, assim, menor atratividade.

dificilmente seriam capas de

Verificou-se também uma

Independentemente do tamanho e

alteração do paradigma relativo às formas do corpo feminino. Se

das características dos corpos que atualmente surgem nos

atentarmos nas formas de Vénus,

media, as suas imagens são alvo

representada na célebre estátua

de um extenso melhoramento

da Antiga Grécia ou na famosa

informático, no qual jogam luzes e

pintura Renascentista de Botticelli,

sombras, moldando, não apenas

vemos como são diferentes das

corpos, mas inevitavelmente,

atualmente idealizadas. As suas ancas são largas, o ventre está

mentes. Jogos de luz e sombra, no

longe de liso ou negativo e os

realidade, por jogos de saúde e

membros cheios.

doença.

D u r a n t e

abaixo do considerado normal.

pelo

seu

revista nos dias de hoje.

computador, traduzem-se, na

vários séculos, esta parece ter sido a fisionomia feminina mais

hajaSaúde!

7


O Viés da Beleza Sofia Leal, 3º Ano O ideal de beleza pode diferir entre sociedades no mesmo período e, ao longo do tempo, em cada uma

mais clientes para as empresas após aparecerem em anúncios televisivos, segundo estudos americanos.

delas. Contudo, a preocupação com a beleza é um

Assim, parece lógico para quem contrata (neste

fenómeno transversal no espaço e no tempo da

contexto) que a beleza será critério a ter em conta na

história da humanidade.

escolha de negociadores, embora não se tenha

O que justifica a manutenção desta preocupação, e

encontrado qualquer correlação entre aparência e

quais os contornos que tem assumido nos últimos

qualidade no trabalho em si. Há, até, um estudo que

anos? Estudos realizados nas últimas quatro

indica que, ao longo de uma carreira, um trabalhador

décadas apontam várias vantagens sociais da

bem-parecido pode arrecadar mais $230.000 que um

manutenção de uma aparência física agradável, pelo menos conforme ao ideal anglo-saxónico mais

indivíduo mediano. Atentando ao funcionamento da Justiça, vários

mediatizado.

estudos verificaram que arguidos mais bonitos eram

Crianças mais atraentes são mais populares entre

mais frequentemente ilibados ou, quando

colegas e professores, que atribuem melhores

considerados culpados, sujeitos a penas mais leves; e

classificações a estas por trabalhos equivalentes aos

vítimas mais bonitas eram também alvo de maior

de colegas menos atraentes, e têm, também,

simpatia por parte do júri, recebendo, nos casos a tal

expectativas mais elevadas para a sua performance o

dados, maiores indeminizações que a média dos

que, sabe-se, contribui para estimular o seu

indivíduos em geral. As pessoas parecem ter, de um modo geral, um viés cognitivo que associa beleza a inteligência e competência, tanto social como técnica, viés que se manifesta nos vários contextos das suas vidas* (e não chegámos a abordar aqui a escolha de parceiros amorosos). Há vários pontos de vista pertinentes para encarar estas observações, que se revelam importantes para muitas das escolhas que fazemos. Enquanto publicitários ou empregadores, o conhecimento deste

desenvolvimento. No mercado do trabalho, dados permitiram concluir

viés torna rentável procurar uma imagem mais

que a aparência física traz vantagens na obtenção de

favorável nas pessoas que escolhemos para, literalmente, “darem a cara” pelo nosso investimento.

trabalhos melhor remunerados e altos cargos

Por outro lado, enquanto consumidores de serviços,

(existindo, paradoxalmente, uma espécie de “efeito de

a nossa propensão para pensar que “o que é bonito é

tecto” para alguns lugares de topo, para os quais uma

bom” pode distrair-nos da incompetência ou mesmo

aparência “excessivamente” cuidada pode ser tida

de burla no atendimento que nos é feito, tornando-nos

como um investimento fútil que desvaloriza as

menos exigentes naquele que é o nosso propósito

capacidades laborais, no caso das mulheres). No

inicial. No domínio privado, enquanto seres sociais

mundo empresarial, o aspecto é um componente essencial na interação com parceiros e clientes, e os

que estabelecem ligações e vínculos entre si, esta

CEOs com melhor imagem são percepcionados como

dessincronização entre o alvo intuitivo da nossa atenção, e outros que poderão ser mais

mais capazes, além de granjearem, efetivamente,

constatação alerta-nos para a possível

*O livro    “The  Beauty  Bias:  The  injus/ce  of  appearance  in  life  and  law”,  de  Deborah  L.  Rhode,  debruça-­‐se  sobre  todos  estes  fenómenos  em  maior  detalhe. 8

hajaSaúde!


C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

“I’m competing with men 20 years younger than me.” Anthony Mascolo, 46. Liposuction to chin and abdomen. New Jersey, USA.

recompensadores a longo prazo.

Velho ou (pior ainda!) para O

a orientação sexual e a etnia. Nos

Os efeitos positivos de uma

Gordo, flagelo da nossa era,

homens homossexuais a

imagem cuidada justificam (pelo

conceito no qual considerações

insatisfação com a própria imagem

menos em parte) o brutal

sobre saúde e risco de doença se

é maior que nos heterossexuais, e

investimento que é feito, a nível

confundem com juízos de valor

nas mulheres homossexuais é

individual, para a sua obtenção.

quanto a força de vontade ou brio

menor que nas heterossexuais.

Questionar a pertinência de um

profissional e estético, numa

Curiosamente, em estudos

viés fisiológico poderá parecer

salada de preconceito e

americanos, o descontentamento,

descabido, mas podemos

discriminação (que se verifica a

no caso das mulheres, parece ser

certamente questionar a forma como somos educados para

nível social, laboral, e até mesmo por parte de profissionais de

maior na população caucasiana do que na população negra ou

perceber o que é a beleza

saúde). E desengane-se quem

hispânica, provavelmente por

socialmente relevante, até que

pensar que, noves fora, o resto da

estas últimas terem noções mais

ponto vale a pena investir nela, e

população vive em paz com os

abrangentes de beleza.

como julgar os outros pelo seu

ideais apresentados: estudos

Sabermos o poder inerente ao

esforço (ou falta dele) na

(também nos E.U.A.) apontam que

uso da imagem não nos priva da

prossecução desta meta.

cerca de 8 em cada 10 mulheres

capacidade de pensar

Num período da história, em que

com mais de 18 anos se sentem

criticamente nos modelos de

o “intervalo de beleza aceitável”

descontentes com a sua imagem

“boa imagem” que apre(e)

ocidental, com que somos bombardeados, pelos media, é

corporal, ainda que o descontentamento com a própria

ndemos – e perpetuamos. Ambos são elementos de uma equação

estreito, vale a pena perguntar:

imagem seja menor nos homens.

complexa que temos que ir

para quem é bom este ideal?

Estas apreciações variam,

resolvendo, cada um de nós.

Certamente, não o será para O

contudo, consoante factores como

hajaSaúde

9


C

L

U

B

Mente Sã, Corpo São

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

Victória de Matos, 3º Ano

Se até há ainda pouco tempo a humanidade debatia-

tensão arterial elevada.

se para conseguir satisfazer as suas necessidades

No entanto, a par deste fenómeno, outro tem surgido:

nutritivas, este problema inverteu-se no momento em

a constante competição que a gigante máquina

que a economia atingiu um pico aceitável, trazendo

económica do mundo desenvolvido promove entre os

consigo uma margem confortável de poder de

indivíduos, exerce nos mesmos uma pressão social e

compra. Face à actual vasta oferta de alimentos

uma preocupação crescente com o estatuto, a

processados, cada vez mais atractivos (e menos

carreira, e o poder. Neste cenário, e não discutindo os

saudáveis), grande parte deste poder de compra

aspectos morais desta constatação, a aparência é

desvia-se para satisfazer não mais uma necessidade, mas um desejo. Grande parte do problema advém do açúcar industrial e da sua componente aditiva, que muitos consideram a nova epidemia do século (para saber mais, ver artigo na revista National Geographicedição de Agosto 2013 – Sugar Love). Os efeitos destes desejos descontrolados calculamse em números: doenças cardiovasculares (em grande parte desencadeadas pelo sedentarismo e maus hábitos alimentares) são a primeira causa de morte a nível global, perfazendo os 30%, sendo que 16,5% de todas as mortes são atribuídas a uma

Tabela 1 - Benefícios provados da prática de exercício 1. Melhora o fitness muscular e cardiorrespiratório; 2. Melhora a saúde óssea e reduz risco de quedas e fracturas; 3. Reduz o risco de hipertensão, doença coronária, enfarte, diabetes, cancro da mama e cólon e depressão; 4. Facilita o controlo do peso.

10

hajaSaúde!


C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

uma peça fundamental nesta corrida, traduzindo a primeira impressão que construirão muitas opiniões decisivas para o progresso de cada um. Esta preocupação com a imagem acaba por ser um movimento contra corrente nesta subida crescente da prevalência de obesidade e dislipidemias e da incidência de diabetes nas populações. De facto, a ideia que se verifica, vista por muitos como fútil, e desprovida de sensatez, é mesmo essa: Se não quiseres correr pela tua saúde, corre pela tua imagem”. De facto, mais do que juntar o útil (tabela 1benefícios da actividade física) ao agradável, o exercício físico é ainda um importante aliado na manutenção do peso ideal. No entanto, a sua prática ainda não atinge os níveis recomendados pela OMS (ver figura 1), e medidas devem ser tomadas no sentido da sensibilização para esta problemática. Como Lucas Remmerswaal escreveu no seu livro sobre criação de hábitos “em primeiro crias os teus hábitos. Depois, os teus hábitos criam-te a ti.” Razões para começar não faltam. A motivação e o tempo dependem exclusivamente da vontade e das prioridades do próprio. Por isso, MEXE-TE! Pela tua saúde, e por tudo o resto.

hajaSaúde!

11


C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

Distúrbios Alimentares e Saúde Pedro Peixoto, 3º Ano Com a enorme melhoria dos cuidados de saúde do

Um dos grandes factores de risco emergentes na

último século, concomitante com um aumento enorme

população portuguesa é a obesidade, cada vez mais

da esperança média de vida, que quase duplicou,

prevalente e em idades cada vez mais precoces. De

cada vez mais é necessário ter em conta mais fatores,

facto, a maioria da população masculina regista, já,

balizando uma também pretendida melhoria da

níveis de excesso de peso, com um IMC (Indíce de

qualidade de vida.

massa corporal) superior a

Mais recentemente,

25, sendo que algo de muito

um maior enfoque tem

semelhante se passa com a

sido dado à nutrição e

população feminina, ainda

à

que em menor monta.

qualidade

da

alimentação que a baseia. Este facto é já

Não é, no entanto, apenas “A prevalência de algum tipo de distúrbio alimentar em cerca de 15% dos indivíduos do sexo feminino e 4% do sexo masculino [...]”

premente o suficiente

a obesidade o grande transtorno alimentar que

para que a larga maioria da população portuguesa o

afecta a cultura ocidental. Outras patologias têm

reconheça, cerca de 56%, pelo menos segundo um

aumentado a sua relevância no contexto da saúde

estudo publicado em 2009, na Revista Alimentação da

pública actual. Um estudo americano, datado de

SPCNA.

2008, sugere a prevalência de algum tipo de distúrbio

12

hajaSaúde!


C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

alimentar em cerca de 15% dos indivíduos do sexo feminino, e de 4% do sexo masculino, em idade escolar. Fundeando estes transtornos, nomeadamente no que toca à anorexia, à bulimia e ao “compulsive eating disorder”, aparenta ser relevante o factor psicológico. Mais ainda, importa referir a muito provável influência da cultura, nomeadamente a pressão comercial a que os jovens estão sujeitos, assim como os ideais de beleza a que são expostos, inseparável de uma psique em desenvolvimento. Os distúrbios alimentares, em idades precoces, são particularmente nefastos, dado o seu potencial para causar danos irreparáveis no desenvolvimento fisiopsicológico dos indivíduos. Atualmente, como consequências major destes distúrbios encontram-se a doença neuroendócrina, a osteopenia/ osteoporose, doença cardiovascular e gastrointestinal. Está, ainda, provada a importância da deteção e combate precoce destes distúrbios, como basilar para a diminuição das probabilidades de desenvolvimento das comorbilidades apresentadas. A importância da alimentação no desenvolvimento de doença é notável, quando atendemos ao facto de

desenvolver esforços no sentido de resolver os seus

as principais doenças, registadas em Portugal, tal

problemas alimentares.

como sejam as de foro cardiovascular, estarem

Conclui-se, assim, que existe, já, uma boa base para

intimamente ligadas a factores ambientais,

construir politicas de prevenção primária, de

relacionados com o estilo de vida. Assim sendo, cada

distúrbios alimentares em Portugal, com uma

vez mais nos encontrámos numa encruzilhada, na

população sensibilizada para o tema e com vontade

qual a nossa população se vê a padecer das mesmas

de enveredar em esforços, visando a resolução destes

doenças que o restante mundo ocidental regista, com

problemas. A questão coloca-se, agora, do nosso

todas as consequências negativas que tal acarreta.

lado, pois somos nós, futuros médicos, os possíveis

Nem tudo, no entanto, são más noticias. O trabalho

vectores da mudança.

de sensibilização que tem sido feito no seio da população portuguesa tem mostrado resultados, já que uma grande percentagem da mesma revela ter já em conta a qualidade dos alimentos que ingere, na sua alimentação, em detrimento do seu sabor e do prazer que os mesmos lhes causa. Por outro lado, também começa a ser ponto assente que a larga maioria se encontra, pelo menos, em fase de

hajaSaúde!

13


hajaSEXUALIDADE!

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

Nem sempre houve dois sexos... Jorge Silva, 3º Ano A conceção das diferenças

como o calor do homem era

sempre tomada como um

físicas, psicológicas e sociais

maior, os seus órgãos sexuais

problema da mulher, expunham

entre um homem e uma mulher é

cresciam para fora, enquanto a

técnicas que levassem mais

algo que tem gerado debate em

mulher, sendo considerada mais

facilmente a mulher a atingir o

toda a história, sendo que o único

fria,

conservava-os

clímax sexual, de modo a que

facto mundialmente aceite relativo

internamente. É de notar que a

libertasse a “semente” e assim

a tal matéria, é que sim, existem

justificação para um uno físico, é

ocorresse fecundação.

diferenças. Hoje em dia, a ideia

um duo hierárquico e social, que

Só no século XVIII surge a

das características físicas que

só nos tempos modernos sofre

mudança para a teoria dos dois

distinguem os dois sexos parece algo inteligível e indiscutível.

alguma mutabilidade. Outra conceção mantida até ao

sexos, impulsionada por motivos epistemológicos, que também

Contudo, tal pode ser considerada

século XVIII é relativa ao modo de

afirmaram os papéis dos dois

uma perceção algo moderna, visto

criação de geração: tomava-se

sexos na sociedade, e políticos,

a tentativa de minimizar tais

como imprescindível a

devido ao início da luta por parte

características já ocorrera.

necessidade da mulher atingir o

das mulheres, pela oportunidade

De acordo com o historiador e

orgasmo, de modo a libertar o

de ocupar o poder político,

sexólogo Thomas Laqueur, até ao

fluido que conteria a “semente”

levando à ideia da dualidade do

século XVIII, a ideia da dualidade

que unida à do homem resultaria

sexo, não por questões

do

tão

na criação de um novo ser. Aliás,

hierárquicas, mas simplesmente

clara,defendendo-se a teoria do único sexo. Tal baseia-se no

durante os séculos XV, XVI e XVII, os manuais que adereçavam o

por diferenças que não modulariam quaisquer aspetos

conceito da existência de um

problema da infertilidade, sendo

deste tipo.

sexo

não

era

conjunto de peças iguais, mas que são organizadas em dois puzzles distintos, isto é, os órgãos genitais masculinos e femininos são formas diferentes de expressão das mesmas estruturas.

Tal teoria

remonta para o século II, em que Galeno defendia que a quantidade de “calor vital”, ou seja, de calor produzido pelo corpo, era definidor das características e hierarquia de cada ser: o humano era o maior produtor do mesmo, mas em especial o homem. Assim,

14

hajaSaúde!


hajaARTE!

O Corpo Como Manifesto de Arte Joana Silva, 2º Ano Desde os primórdios dos tempos, que o Homem tem necessidade de exprimir os seus sentimentos, as suas emoções e o ambiente que o rodeia através da arte, seja através da Literatura, da Pintura, da Escultura,… No entanto, esta vai evoluindo ao longo dos tempos e variando o objecto de culto sobre o qual se debruça. Relativamente ao corpo, é notória a sua presença na arte, numa miríade de circunstâncias, nos inícios da Humanidade, representado por traços simples pintados, evoluindo para formas voluptuosas, esculpidas nas estátuas dos deuses, formas angulosas no Cubismo, e até mesmo nos tempos actuais na dança contemporânea. Contudo, este objecto de culto adquiriu um papel mais preponderante no Renascimento, época esta que é descrita como o “descobrimento do Homem”. Efectivamente, foi nesta altura, entre fins do século XIV e meados do século XVI, que a arte começou a centrar o seu culto no corpo, primando pelas formas curvilíneas e delicadas, quer na Escultura, quer na Pintura. De salientar, que foi também nesta altura que a arte se aliou à Medicina, permitindo um maior desenvolvimento desta ciência, pelos desenhos e registos que se efectuaram.

defeitos. Coragem, Portugueses, só vos faltam as qualidades.” Com um espírito inquieto e mordaz, Almada procurou incessantemente novas formas de expressão, sendo o único dos artistas modernistas portugueses a conciliar o culto espiritual com o culto do físico. Numa sociedade tradicionalista e artisticamente estagnada, ele rompe e rasga os preconceitos e as regras da sociedade, expondo o seu corpo nu à máquina do dramaturgo Vitoriano Braga, exaltando a pureza, o equilíbrio e a beleza do corpo (como se pode visualizar na imagem desta crónica). Assim, expõe-se por algo que ele considera maior que ele, um manifesto de arte: não só uma maneira de criar novos tipos de arte mas também uma maneira de revolucionar e de provocar as pessoas, na esperança que estas admirem e exaltem as ideologias que o arrebatam. Além disso, este profeta moderno tentou promover a sagração da dança, pela tentativa da criação do bailado português do século XX, como evento modernista e como forma de expressão do movimento e do domínio do corpo. Assim, para além de enaltecidas na Pintura, Escultura e outras áreas da arte, as formas corporais podem ser um manifesto da nossa própria alma e ideologias, provocando as pessoas e desafiando-as a olhar para uma nova direcção e com um horizonte mais alargado.

No século XX, surge um novo movimento artístico em Portugal, o Modernismo, que se caracteriza por uma quebra das correntes da tradição, defendendo que o mundo está em constante mudança e que a arte se devia adaptar, visando alcançar o progresso. Os principais impulsionadores deste movimento foram Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro, Amadeo de Souza-Cardoso, Santa-Rita Pintor e Almada Negreiros. Destes célebres artistas, destaca-se Almada Negreiros, o grande provocador. Pintor, poeta, desenhador, romancista, conferencista, actor, caricaturista, dramaturgo, humorista, panfletário, polemista, coreógrafo, cenógrafo, bailarino, figurinista, vitralista, ilustrador, gráfico, ensaísta e filósofo, inspirou-se nos primeiros futuristas, sobretudo Picasso e Matisse, e foi um acérrimo defensor do Modernismo e do culto do corpo em Portugal, afirmando que, no sei Ultimatum Futurista: “O povo completo será aquele que tiver reunido no seu máximo todas as qualidades e todos os hajaSaúde!

15


hajaTECNOLOGIA!

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

O Peso e o Calor das Nossas Vidas Jorge Silva, 3º Ano

A avaliação das várias medidas biométricas e energéticas de cada indivíduo é algo que atualmente se tem tornado de maior acessibilidade e facilidade, existindo já dispositivos que permitem a realização destas medições em casa, permitindo um controlo exclusivo pelo utilizador.

A balança Omron HBF-516B é um dispositivo inovador que permite calcular muito mais do que a massa corporal, estando disponível para uso doméstico. Esta balança emite uma corrente muito fraca, com frequência de 50 kHz, que se difunde pelo corpo a diferentes velocidades: no músculo, osso, sangue e tecidos ricos em água, propaga-se a uma maior velocidade do que no tecido adiposo. Assim, consoante a velocidade de propagação detetada pelos sensores dos pés e mãos (sendo que a balança inclui um comando digital com sensores para as mãos), a balança aplica algoritmos próprios que permitem a obtenção da altura, índice de massa corporal, percentagem de massa adiposa, de massa muscular e gordura visceral.

O MedGem é um aparelho menos convencional, mas também de fácil uso doméstico. Trata-se de um calorímetro indireto cujo principal objetivo é o cálculo da taxa de metabolismo em repouso (uma medida aproximada da basal), sendo utilizado para o desenho de planos de perda de peso. O indivíduo ventila através do aparelho, e este deteta o volume de oxigénio consumido. Através da equação de Weir, o calorímetro estima a taxa de metabolismo em repouso. Pode-se ainda calcular esta taxa através de um método de calorimetria direta, em que o indivíduo é colocado dentro de uma câmara própria que avalia as variações de temperatura, que neste caso se devem apenas ao calor emanado pelo indivíduo.

16

hajaSaúde!


hajaCINEMA!

ÓSCARES 2014 Nuno Gonçalves, 2º Ano Óscares.... qualquer amante de cinema sabe que é este o momento mais importante do ano, o momento em que são consagrados os melhores filmes, atores, efeitos especiais, tudo aquilo que nos faz elevar a frequência cardíaca, quando nos sentamos na cadeira do cinema, ou no sofá da sala e esperamos que o filme inicie. Ora bem, este ano não foi diferente e

foi-nos

apresentado um espetáculo rico, repleto de atuações entusiasmantes e momentos hilariantes, completados por uma apresentadora proporcionadora de recordações inesquecíveis, Ellen DeGeneres, como a selfie que contou com Brad Pitt, Angelina Jolie, Meryl Streep, Julia Roberts, Kevin Spacey, Jennifer Lawrence, entre outras personalidades marcantes na história da 7ª Arte. Abordando agora o verdadeiro motivo pelo qual 43 milhões de pessoas viram a 86ª edição dos prémios da Academia (maior audiência dos últimos 10 anos), “Gravity” liderou a noite com 7 óscares ganhos, incluindo melhor Realizador, enquanto que “12 years a slave” arrecadou 3 óscares, incluindo Melhor Filme e melhor Atriz Secundária. O Óscar para melhor ator principal foi para Matthew McConaughey, o Óscar para melhor ator

MELHOR FILME “12 Anos  Escravo” MELHOR ATOR

MELHOR REALIZADOR Alfonso Cuarón,  “Gravidade” MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO Jared  Leto,  “O  Clube  de  Dallas”

Machew McConaughey,  "O  Clube  de   Dallas MELHOR ATRIZ MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA Cate  Blanchec,  “Blue  Jasmine” Lupita  Nyong’o,  “12  Anos  Escravo” MELHOR ARGUMENTO MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL ADAPTADO “Her-­‐  Uma  história  de  amor”,  Spike   “12  Anos  Escravo”,  John  Ridley Jonze MELHOR FILME MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO ESTRANGEIRO “A  Grande  Beleza”,  de  Paolo   “Frozen”  –  O  Reino  do  Gelo Sorren@no MELHOR CURTA-METRAGEM MELHOR CURTA-METRAGEM (ANIMAÇÃO) “Helium”,  de  Anders  Walter  e  Kim   “Mr.  Hublot”,  de  Laurent  Witz  e   Magnusson Alexandre  Espigares MELHOR DOCUMENTÁRIO MELHOR DOCUMENTÁRIO DE C.M “A  Dois  Passos  do  Estrelato”,  de   "The  Lady  in  Number  6:  Music  Saved   Morgan  Neville my  Life",  de  Malcolm  Clarke  e   Nicholas  Reed MELHOR BANDA SONORA MELHOR CANÇÃO ORIGINAL “Gravidade”,  de  Steven  Price "Let  It  Go",  de  Kristen  Anderson-­‐ Lopez  and  Robert  Lopez,  no  filme   "Frozen  -­‐  O  Reino  do  Gelo", MELHOR DESIGN DE MELHOR MONTAGEM PRODUÇÃO "O  Grande  Gatsby",  Catherine  Mar@n   "Gravidade",  Alfonso  Cuarón  e  Mark   e  Beverley  Dunn Sanger MELHOR MONTAGEM DE SOM MELHOR MISTURA DE SOM "Gravidade",  Skip  Lievsay,  Niv  Adiri,   "Gravidade",  Skip  Lievsay,  Niv  Adiri,   Christopher  Benstead  e  Chris  Munro Christopher  Benstead  e  Chris  Munro MELHORES EFEITOS VISUAIS "Gravidade",  Tim  Webber,  Chris   Lawrence,  Dave  Shirk  e  Neil  Corbould

secundário para Jared Leto juntamente com o prémio para Melhor Maquilhagem e Cabelo para

MELHOR FOTOGRAFIA

Adruitha Lee e Robin Mathews levaram a que “Dallas Buyers Club” levasse para casa 3 Óscares. Agora, só nos resta aguardar, arduamente, o passar de mais um longo ano até à 87ª edição, com uma confiança inabalável de que irá, uma vez mais, ultrapassar as nossas expectativas e proporcionar um serão memorável.

hajaSaúde!

17


hajaAGENDA

CULTURAL!

Música Concerto Solidário  –  Cruz   Vermelha  Portuguesa  |   Theatro  Circo  Braga  |   5  Abril  |  21h30  |  5/10€

Resistência “Palavras  ao   Vento”  |   Theatro  Circo  Braga  |  19   Abril  |  21h30  |  25/28/30€

Ana Carolina  |   Mul@usos  de  Guimarães  | 5  Abril  |  22h00  |   25/35/40/60€

Samuel Úria  |   Theatro  Circo  Braga  |   21  Abril  |  22h  |  4,95/9,9€

We Trust  +  Orquestra  Artava   |  Casa  das  Artes  Famalicão  |  5  Abril  |  21h30  |  5/10€ Blasted  Mechanism  |  Casa  da  Música  Porto  |   6  Abril  |  21h30  |  16€

40 Anos  de  Abril  |   Theatro  Circo  Braga  |   24  Abril  |  21h30  |  5€ José  Cid  |   Theatro  Circo  Braga  |   26  Abril  |  21h30  |  10/20€

Exposições

Espectáculos

Cinema

Coração e  Cinzas   (Arlindo  Silva)  |   Centro  Cultural  Vila  Flor  –   Guimarães  |   25  Janeiro  a  6  Abril  | Terça  a  Sábado  d as  10h00  às  19h00  |  2€

VI Mostra  de   Teatro  Escolar  |   Theatro  Circo  Braga  |   1,  2,  3    e  4  Abril  |   10h15  15h30  21h00  |  2€

Mónica e  o  Desejo  |   Theatro  Circo  Braga  |   7  Abril  |  21h30  |  3,5€

A Composição  do  Ar  |   Centro  Cultural  Vila  Flor  –   Guimarães  |   25  Janeiro  a  13  Abril  |   Terça  a  Domingo   das  10h00  às  19h00  |  4€

Ambiguidades |   Teatro  Municipal  de  Vila  do   Conde  |   5  Abril  |  21h30  |  7€ Longa  Viaxe  Cara  à  Noite  |   Theatro  Circo  Braga  |   10  Abril  |  21h30  |  3,5/7€

3 Dias  para  Matar  |   Ação/Crime  |  10  Abril Noé  |  Aventura/Drama  | 10  Abril Tarzan  3D  |  Animação  |   10  Abril A  Grande  Beleza  |  Theatro  Circo  Braga  |   14  Abril  |  21h30  |  3,5€

Provas de  Contacto   Ode  MaríVma  | (José  de  Guimarães)  |    Teatro  Nacional  São  João  |   Soundmaker  |  Casa  das   Centro  Cultural  Vila  Flor  –   até  13  Abril  |  10/12/16€ Borgman  |  Thriller  |  17  Abril Peter  Hook  &  The  Light  |   Artes  Famalicão  |   Guimarães  |   Casa  das  Artes  de  Famalicão  |   26  Abril  |23h00  |  2,5/5€ 25  Janeiro  a  13  Abril  |   Sobra  a  Culpa…  |   Em  Segredo  |   11  Abril  |  22h00  |  20€ Terça  a  Domingo   Casa  das  Artes  de  Famalicão  |   Crime/Drama  |  17  Abril Lloyd  Cole  |   das  10h00  às  19h00  |  4€ 15  Abril  |  15h00  e  21h30  |   XXIV  FITU   Theatro  Circo  Braga  |   1,5/3€ O  FantásVco   BRACARA  AVGVSTA  |   30  Abril  |  21h30  |  18€ Estrela  Negra  (Jaroslaw   Homem-­‐Aranha  2  |   Theatro  Circo  Braga  |   Fliciński)  |   Homenagem  a   Ação/Aventura  |  17  Abril 11  e  12  Abril  |  21h30  |   A  Naifa  | Centro  Cultural  Vila  Flor  –   Palmira  Bastos  |   7/9€  e  12/16€  Theatro  Circo  Braga  |   Guimarães  |   Theatro  Circo  Braga  |  22  Abril   Prince  Avalanche  |   10  Maio  |  22h00  |  15€ 25  Janeiro  a  13  Abril  |   |  00h00 Theatro  Circo  Braga  |   XIX  Alcatraz  –  FesVval   Terça  a  Domingo   21  Abril  |  18h00  |  3,5€ Internacional  de  Tunas  |   “Amália”  por  Júlio  Resende   das  10h00  às  19h00  |  4€ Norte  FesVval   Teatro  Municipal  de  Vila  do   |  Teatro  Municipal  de  Vila   Dança  Viana  |   Os  Marretas  Procuram-­‐se  |   Conde  |   do  Conde  |   Exposição  Esquírolas  (Pedro   Exponor  |  26  Abril Comédia/Familiar  |   11  e  12  Abril  |  21h30  |  5€ 10  Maio  |  21h30  |  10€ Tudela)|   24  Abril Centro  Cultural  Vila  Flor  –   O  Reverso  das  Palavras  |   José  Cid  “10  000  anos  entre   Rodrigo  Leão  &  Ólafur   Guimarães  |   Theatro  Circo  Braga  |   Sabotage  |   Vénus  e  Marte”  |   Arnalds  |   26  Abril  |  18h00 29  Abril  |  21h30  |6/12€ Ação/Crime  |  24  Abril Alfândega  do  Porto  |   Casa  da  Música  |   12  Abril  |  22h00  |  25/30€ 27  Maio  |  21h00  |  30€ A  Noite  |   The  Winter’s  Tale  |   Rivoli  Teatro  Municipal  |   Musical  |  28  Abril Peixe:avião  |   8-­‐25  Abril  |  21h30  |  8/15€ Plataforma  das  Artes   Depois  de  Maio  |   Guimarães  |   Theatro  Circo  Braga  |   12  Abril  |  22h00  |  7,5€ 28  Abril  |  21h30  |  3,5€ OJ.COM  |   Theatro  Circo  Braga  |   13  Abril  |  17h30  |  3€ Resistência  “Palavras  ao   Vento”  |   Casa  da  Música  Porto  |   15  Abril  |  21h00  |  30€

18

Hércules –  A  Lenda  Começa  |  Ação/Aventura  |  1  Maio No  Limite  do  Amanhã  |   Ação/Ficção  CienJfica  |  29   Maio

hajaSaúde!


hajaNEMUM!

EUPHORIA “Blackout” O NEMUM realizou, no dia dezanove de Fevereiro, quarta-feira, a III edição da Euphoria, no novo espaço nocturno de Braga, o Liquid Social Club. A III edição teve como tema “Blackout: we’ll be glowing in the dark” e a presença do, muito conhecido, dj Migolas, habituado já a marcar presença, neste tipo de festas. A Euphoria teve ínicio às vinte e três horas, com o conceituado Rally NEMUM, no mesmo local do evento. A organização disponibilizou transporte para o local desde a Universidade e garantiu muita diversão aos participantes, a qual, na verdade, não faltou. Todos os presentes tiveram direito a tintas de água e a objectos luminosos, para que, quando todas as luzes se apagassem, toda a gente brilhasse no escuro, assim como o próprio tema o refere. Por volta das três horas da manhã, a festa

transporte a partir do Liquid Social Club, e que permitiria a pulseira do evento o acesso a preços especiais na discoteca. A Euphoria obteve, na sua III edição, muito sucesso e a organização promete, para o próximo ano, manter as bebidas do bar a preços académicos e surpreender, novamente, com uma temática incapaz de deixar ficar os alunos de medicina em casa!

continuaria na discoteca Sardinha Biba, também com

Conversas Médicas Sofia Miranda

Dia 24 de março, realizou-se pelas 21:00h no Vintage Lounge a sessão "Vencer o cancro com humor"

de vivências à mistura. A sala estava cheia e ainda se improvisaram alguns lugares sentados, evidenciando a

das Conversas Médicas. A oradora convidada foi a

curiosidade e motivação dos alunos da ECS no tema

presidente da associação "Cancro com humor" e autora do livro com o mesmo nome, Marine Antunes, que nos veio

abordado. No fim foi ainda possível a aquisição de produtos de merchandising da associação "Cancro com

deixar o seu testemunho sobre como o sentido de humor a ajudou a lidar com o linfoma diagnosticado aos 13 anos

humor".

de idade. O espaço acolhedor, a simpatia dos funcionários

temos os Cuidados Paliativos, a realizar-se no início do

e as delícias de fabrico próprio do local geraram um ambiente descontraído e propício a algumas confidências

mês de abril. O intuito é chamar a atenção dos alunos para a importância da manutenção da qualidade de vida e

da convidada. Foram abordados episódios caricatos e humorísticos de vida de Marine Antunes na altura em que

bem-estar de todos os doentes, fomentando a partilha de ideias, dúvidas e informação sempre de forma

se encontrava doente e partilhados os prós e contras do

descontraída e informal.

ponto de vista do doente oncológico em relação à atenção e preocupação por parte dos familiares e amigos. Foram

Apareçam e participem!

Como próximo tema das Conversas Médicas

apresentados vídeos, colocadas questões e o resultado foi uma boa conversa, com risos, boa disposição e partilha hajaSuade!

19


Atividades NEMUM Abril/Maio 31 Março a 11 Abril | Stock Off NEMUM Abril Workshop Ecografia Abdominal Abril | Conversa Médica sobre Cuidados Paliativos (a confirmar data) 10 Abril | Sessão Esclarecimento CEMEF's, RMA's e Estágios de Saúde Mental 23 Abril | Vamos Rastrear Guimarães 23 Abril ou 14 de Maio | Jantar do Traje (a confirmar) 25 Abril | PET/T4PE 28 Abril a de Maio | Semana Cultural Professor Joaquim Pinto Machado 30 Abril | Dia do Nariz Vermelho 30 Abril | Cerimónia da Data Branca (inserido na SCPJPM) 30 Abril | Jantar do Traje 10 a 17 Maio | Gata na Saúde

hajaPASSATEMPOS! SUDOKU - Nível Médio

20

hajaSaúde!


QUIZZ – Os Óscares 2014 Os Óscares (ou Prémios da Academia) são atribuídos, anualmente pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas, desde 1929, como reconhecimento da excelência de profissionais da indústria cinematográfic

1. Que filme não foi nomeado para a categoria de Melhor Filme de Animação?

5. Que filme arrecadou o Prémio de Melhor Banda Sonora Original?

a. Ernest&Celestine

a. Frozen – O Reino do Gelo

b. Frozen – O Reino do Gelo

b. Gravidade

c. Turbo

c. Ao Encontro de Mr. Banks

d. Os Crood

d. Her – Uma História de Amor

e. Gru, o maldisposto 2 6. Qual foi considerado o Melhor Filme? 2. Que actor foi galardoado com o Óscar de Melhor Actor Secundário? a. Jared Leto, de O Clube de Dallas b. Bradley Cooper, de Golpada Americana c. Jonah Hill, de O Lobo de Wall Street

a. A Rapariga que Roubava Livros b. Gravidade c. O Lobo de Wall Street d. 12 Anos Escravo e. Clube Dallas

d. Michael Fassbendar, de 12 Anos Escravo 7. Que filme arrecadou mais Prémios? 3. A quem atribuiu a Academia o prémio de Melhor Direcção?

a. Clube Dallas b. Ao Encontro de Mr. Banks

a. 12 Anos Escravo

c. Gravidade

b. Golpada Americana

d. Her – Uma História de Amor

c. Ao Encontro de Mr. Banks

e. O Lobo de Wall Street

d. Gravidade e. O Lobo de Wall Street

4. Que atriz recebeu o seu primeiro Óscar nesta cerimónia? a. Jennifer Lawrence b. Judi Dench c. Amy Adams d. Cate Blanchett e. Lupita Nyong’o Soluções: 1-­‐c;  2-­‐a;  3-­‐c;  4-­‐e;  5-­‐b;  6-­‐d;  7-­‐c

hajaSaúde!

21


hajaHUMOR!

Conselhos da Rebecca

C

L

U

B

E

S

E

Q

U

Ó

I

A

Vamos seguir a vida

refeita das injustiças a que a indústria alimentar a tem

de um estudante

submetido, ano após ano. Desperta, mas não se

universitário aleatório.

levanta; apesar da tentativa, apenas consegue

Visando a manutenção

deslizar para fora da cama, mantendo-se na horizontal

do anonimato, chamemos-lhe, sei lá, Vanda Stewart.

por cima do seu bonito tapete de arraiolos. “É apenas

Vanda é uma rapariga como muitas outras: de fortes

um revés”, lá isso é verdade, mas é um revés com

ideologias, ama a Natureza e preocupa-se seriamente

uma explicação muito fácil, sua idiota. “Vou só comer

com o seu semblante. Conciliando estes factores, há

o suficiente para me aguentar para o resto do dia”, e

bem pouco tempo decidiu começar a comer de forma

dito isto arrasta-se até à cozinha, onde termina com o

saudável e eco-amigável. Informou-se de forma adulta e ponderada sobre as vantagens e possibilidades de

stock mensal de chicha, seguindo-se o seu presunto de emergência, para situações tal como esta.

se ser vegetariano – com efeito, cumpriu os 10 a 15

Terminado o pequeno-almoço, decide tomar de uma

minutos da praxe a investigar o assunto na Wikipédia.

vez por todas uma posição em relação aos seus

Após árdua pesquisa, decidiu começar a adoptar

hábitos de vida: “Acabou-se! A partir de agora só

pequenas mudanças no seu estilo de vida, de forma a

alimentação saudável, tal como tenho feito nas

permitir uma adaptação mais suave. Nesse dia, ao

últimas duas noites! E hoje vou ao ginásio 3 vezes:

jantar, substituiu os habituais prato de sopa, uma

antes do almoço, depois do almoço e à hora do

suculenta costeleta e sobremesa (leia-se: outra

almoço, para não almoçar!”. História engraçada, eis

costeleta) por três rebentos de soja e um feijão

que um novo dia surge e desta vez nem o

ligeiramente maior que o comum. Deitou-se a cantar vitória, feliz por estar a conseguir cumprir a sua

deslizamento a safa. Imobilizada pela falta de energia, apenas possui a suficiente para abrir os olhos, talvez

estratégia a longo prazo, e adormeceu embalada

a 30%. Dá uma olhada em redor, e tenta-se apoiar em

p e l o s r u í d o s d o s e u e s t ô m a g o a p e d i r,

estruturas que estivessem por perto, nomeadamente a

nomeadamente, comida. No dia seguinte – para seu

estante que possui por cima da sua cama. Mal sobre

espanto! – acorda com variados desejos alimentares.

ela exerce pressão, o mais pesado dos livros –

“Que estranho, sinto-me tão bem comigo própria,

ironicamente, de seu nome “A Ironia” – cai-lhe sobre a

principalmente a nível físico” – pensou, enquanto se

face, causando variados danos, ainda que apenas

espremia para vestir os leggings quatro números

estéticos. A partir desse dia, nunca mais Vanda se

abaixo do seu que comprara no mês anterior. Após

meteu em estratégias esquisitas de emagrecimento,

rápida visita ao frigorífico, depara-se com um balde de gelado por abrir, precisamente do sabor que mais

passando a abraçar a obesidade com os seus (agora roliços) braços, como se de um filho se tratasse. O

engorda (seja ele, qual for). Curiosamente, volvidos 5

que, na verdade, mais tarde acabou por ser, após

minutos já o balde se encontrava vazio. Desiludida

encontrar o amor da sua vida numa convenção

com o seu momento de fraqueza, Vanda decide

internacional do McDonald’s. Escusado será dizer, o

caprichar. “Hoje ainda vai ser melhor que ontem,

rapaz nasceu saudável com os seus protectores 6

vou comer o mesmo ao jantar e ainda fazer

quilos e 700 gramas.

exercício durante duas horas!” – afirmava com

A Rebecca aconselha: nunca pratiquem hábitos

afinco, enquanto acabava de lamber a colher do

alimentares radicais e, principalmente, patetas.

gelado que, a partir desse momento, nunca existiu.

Quando derem por ela estão com o nariz torto.

Ora, sendo uma mulher de fortes convicções, seguiu o seu novo plano à risca, tendo-se deitado, para além de faminta, fatigada. Com um novo raiar de sol, Vanda desperta com vontade de se mostrar ao Mundo, 22

hajaSaúde!


QUERES FAZER PARTE DO HajaSaúde? Gostavas de ver aqui as tuas publicações? Alguma opinião a partilhar?

Sugestão de temas a abordar?

Envia-nos um email para: hajasaude.ecs@gmail.com

hajaSaúde!

23


Bombaím, Índia | Alberto Silva, 5º Ano

NEMUM - Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade do Minho Jornal hajaSaúde Tiragem: 100 Exemplares Edição: Sofia Leal, Emanuel Carvalho, Pedro Peixoto Colaboradores: Alberto Silva; Ana Sofia Milheiro; Emanuel Carvalho; Joana Silva; Jorge Silva; Nuno Gonçalves; Pedro Peixoto; Sofia Leal; Sofia Miranda; Victória de Matos Paginação & Grafismo: Sara Guimarães Impressão por: Copyscan

NEMUM - Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade do Minho Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho Campus de Gualtar, 4710 - 057 BRAGA Email: hajasaude.ecs@gmail.com

HajaSaúde! Fev/Mar  

Aqui está a edição de Fevereiro/Março do Haja Saúde! A nova equipa a cargo do jornal espera que esta edição seja do vosso agrado, e agradece...

HajaSaúde! Fev/Mar  

Aqui está a edição de Fevereiro/Março do Haja Saúde! A nova equipa a cargo do jornal espera que esta edição seja do vosso agrado, e agradece...

Advertisement