Page 1

A informação profissional imprescindível Nº2

PARCEIRO

Lançamento do site www.gymfactory.pt Registe-se e desfrute ao máximo a nossa indústria!

instrutores verão 2014

6€

A I n f o r m a ç ã o p r o f i s s i o n a l i m p r e s c i n d í v e l

www.gymfactoryfairs.com

2 DESENVOLVIMENTO PESSOAL

IMPACTAR VIDAS Ajudando a construir melhores pessoas, física e mentalmente mais fortes e mais felizes LESÕES E REABILITAÇÃO

TENDINITE OU TENDINOSE? COMO ABORDAR? GYM

Técnica de Electrólise Percutânea Intratecidular BODY MIND CONCEPTS

Factory

MÜNCHAUSEN E DOM QUIXOTE Transtornos médicos e psiquiátricos

SECÇÃO DE NUTRIÇÃO

A βETAALANINA O nosso grande aliado quando é bem consumido


E T N E C E R S I A M O O

IÇÃ R T U N EM

A D A Ç N A AV . . E C N A C L A U E S AO Tel. P or tugal: 00351 968535988


A Informação

profissional Imprescindível

2

instrutores

e d i t o r i a l

GABRIEL HERNANDO CASTAÑEDA Director

E

N ESTE NÚMERO 2 de GYM FACTORY queremos resaltar la inclusión de nuevos autores portugueses , que dan su opinión y consejos sobre el mercado que conocen tan bien. Ricardo Amorim, Adelino Cunha, João Gaileu, Ana João Sepulveda, Amancio Nuno y hasta el vicepresidente ejecutivo de AGAP, Armando Moreira, entre otros autores, hacen de GYM FACTORY un medio de comunicación imprescindible para saber qué se mueve en el mundo del Fitness portugués. Los I nstrutores contái s con una gran i mportanci a en los gi mnasi os y centros deportivos, a fin de cuentas sois los grandes prescriptores de un gran número de productos necesarios para el buen funcionamiento de vuestros centros. Lo sabemos y por os damos tanta importancia en nuestra publicación, por eso grandes profesionales escriben para vosotros, para que estéis al día de todo lo que os interesa. Aprovechad el verano para leer e informaros de temas que durante el año, por el ritmo que solemos llevar, no tenemos tiempo para atender, pero que son fundamentales para entender la situación del sector y su futuro. Feliz verano!

staff

verão 2014 número 2 E DITORA: Inés Ledo editora@gymfactory.net Equipa AGAP José Julio Castro Armando Moreira Fabio Lopes info@agap.pt Administração Teresa Carmona administración@gymfactory.net

Redação Isabel Ojeda redacción@gymfactory.net Design e layout JAMAIS redacción@gymfactory.net Contribuições: Ricardo Amorim Adelino Cunha João Galileu Ana João Sepulveda Gullermo A. Laich de Koller Pablo Felipe Martín Sanz Amáncio Nuno Ferreira Santos Paulina Savall

ARMANDO MOREIRA Vice-presidente Executivo da AGAP

D EDICO ESTE pequeno editorial à questão da comunicação. Quantas vezes nos clubes somos confrontados pelo cliente a dizer que “não vi o aviso”, “não sabia do evento” ou que algo não lhes foi comunicado? Colocamos posters nas entradas, afixamos cartazes nas salas, penduramos banners, transmitimos nas tv’s, etc, etc, etc! Nas equipas discute-se a melhor localização, o texto para criar maior impacto, replica-se e prolonga-se no tempo e mesmo assim quantas vezes nada parece funcionar?! Ora, ou o cliente é um alien ou então brinca connosco pois não é possível andar tão distraído! Pois bem, nas funções da AG AP visitamos vários ginásios e falamos com vários Directores Técnicos e, ainda hoje, passados 2 anos após a publicação da Lei 39/2012, vários são os casos em que nunca ouviram falar ou desconhecem praticamente o assunto relativo ao Manual de Operações. Elaborámos checklist e alertas, discutimos o tema nos congressos, disponibilizamos apoio e, mesmo assim, em muitos casos não resultou. Afinal, o problema é mais abrangente e afecta usuários mas também responsáveis de ginásios. Marketeers precisam-se no sector!

Edita: Inés Ledo Ramos

ISSN: 2174-6168

Domicilio social: Avda. del Monte, 25-1 Telf.: 911 274 774 info@gymfactory.net 28250 Torrelodones (Madrid) Espanha

Depósito legal: M-675-2005

Publicidade Tel: +(34) 911 274 774

Proibida a reprodução total ou parcial de textos, desenhos, gráficos e fotos sem autorização prévia do editor. GYM FACTORY não se responsabiliza pelas opiniões expressas pelos auotres, nem se identifica necessariamente com as mesmas.

Impressão: Artes Gráficas Villena

instrutores


resumo 66 65 63 61 59 57 53 51 49 47 45 44

Notícias Eventos Tecnología Treinadores Desenvolvimento pessoal Lesões e reabilitação Anti-envelhecimento Body mind concepts Pilates Secção de nutrição Manual de operações Especialistas

V E R ÃO 2 014

63

53

TECNOLOGIA Porquê Fitness 3.0? A qualidade da interação entre Health Club, Profissionais e Clientes é vital para o sucesso do negócio. Este triângulo tem de ser harmonioso para potenciar a capacidade de criar empatia, relação, comprometimento, conexão e sinergia.

57

ANTI-ENVELHECIMENTO O que leva uma pessoa mais velha ao ginásio? O envelhecimento da população portuguesa representa para a indústria do desporto uma oportunidade de crescimento, assim as empresas saibam casar o seu negócio e o posicionamento das marcas com as características da população sénior, com as suas motivações e necessidades, cientes de quais podem ser as barreiras à entrada deste segmento de clientes no negócio.

LESÕES E REABILITAÇÃO Tendinite ou Tendinose? Como abordar?

TREINADORES WOW – workout of the week A cada dia que passa, a nossa sociedade apresenta mudanças comportamentais no que concerne à prática de actividade física. O mundo mudou e começa a haver uma cultura cada vez mais consciente e orientada para a prática regular de exercício

instrutores

61

O tratamento das tendinopatias constitui um verdadeiro desafio clínico. Alguns autores descrevem-no até como um dos maiores problemas da medicina desportiva (Renstrom, et al., 2008). Assim, hoje sabe-se que as tendinopatias degenerativas necessitam de técnicas que incidam sobre (1) a biologia do tendão para estimular a actividade celular e a produção de colagénio e (2) a biomecânica do tendão para alcançar uma reestruturação da matriz celular.


notícias

PRÉMIO PARA A MELHOR TECNOLOGIA APLICADA AO TREINO

TRAINING ACADEMY – FORMAÇÃO FITNESS

Wattbike ganha o primeiro prémio para a melhor tecnologia aplicada ao treino na primeira edição dos Sports Technology Awards • O júri destacou o seu rigor científico,o seu estilo realista, a informação em tempo real e os testemunhos positivos sobre o seu amplo uso em outros desportos. • Um merecido prémio para o grande crescimento a nível global através do desporto de elite. Pelo reconhecimento das suas capacidades e uso por atletas de elite de uma ampla gama desportiva, a bicicleta Wattbike foi galardoada com o “Prémio para a melhor tecnología de treino” nos prémios inaugurais na “Tecnologia nos Desportos”. O Prémio para Tecnologia Desportiva concedido por um júri que incluia Sir Clive Woodward, Tessa Sanderson e representantes da NBA e da NFL, baseia-se nos dados de rendimento científicamente precisos e

inovadores e na retroalimentação em tempo real, como características diferenciadoras da Wattbike. Desde a olímpica e bi-campeã do mundo, a ciclista Joanna Rowsell à equipa nacional de rugby de Inglaterra e ao British Cycling, a Wattbike foi adoptada por uma ampla gama de desportos de elite (ciclismo, triatlo, futebol, rugby, Fórmula Um, atletismo, remo, vela…) como ferramenta de treino complementar. www.vermontc2.com/es/wattbike

AMIX TM ADVANCE NUTRITION APRESENTA A NOVA GAMA AMIX™ PERFORMANCE

lizando as melhores matérias-primas do mundo, juntamente com a mais avançada tecnologia . AMIX™ Performance, tem uma missão clara, para atletas mais exigentes,que levam a sua atividade ao limite,e pretendem obter melhores resultados no seu estado puro. Ao contrário de qualquer suplemento, AMIX™ Performance ™ é uma gama de produtos perfeitamente estudados e formulados para aumentar os nutrientes em atletas com alto desgaste fisico. AMIX ADVANCED NUTRITION Produzido em Laboratório Certificado da U.E.Importado /distribuído em Espanha e Portugal por: Amix Levante S.L +351 968535988

Está agora disponível no seu revendedor local. LargeLife Laboratories ® têm o prazer de apresentar a nossa nova gama de suplementos nutricionais AMIX™ Performance, feito exclusivamente para atividades de resistência, especialmente para quem procura qualidade e melhor performance na sua vida desportiva. Há mais de dois anos a trabalhar neste projeto, até ao mais ínfimo pormenor para criar um produto único que foi formulado uti-

Como entidade formadora acreditada pela DGERT - Direcção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho e os seus Cursos homologados pelo IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude. Como tal abrimos as nossas portas a todos os que procuram formação e especialização para saídas profissionais nas áreas de fitness, saúde e bem-estar Se tem como filosofia base apostar no capital humano então conte com a Training Academy para o ajudarmos a encontrar o caminho certo no que diz respeito a formação. Formacao aberta para pessoas externas ao Holmes place www.holmesplace.pt

GRANDE ÊXITO INTERNACIONAL DA CAMPANHA LET’S MOVE FOR A BETTER WORLD DA TECHNOGYM Mais de 20.000 pessoas participaram na inovadora campanha social da Technogym para “doar” o treino e promover o bem-estar nas escolas Desde 3 de abril até 2 de maio, em ginásios de todo o mundo, mais de 20.000 clientes compartilharam e doaram os seus MOVEs ao último projecto da Technogym, Let’s Move for a Better World, que promove nas escolas o bem-estar e a educação com um são estilo de vida. O ginásio ifitness+ Bilbao conseguiu a vitória nacional no desafio internacional “Let´s move for a better world”, organizado pela Technogym, no qual participaram 13 instalações desportivas no território espanhol e que finalizou no passado dia 2 de maio. “Let’s move for a better world” é uma inovadora campanha social lançada pela Technogym para “doar” o treino dos clientes dos ginásios de todo o mundo e promover o bem-estar, divulgar a educação num estilo de vida saudável nas escolas e lutar contra a obesidade infantil. www.technogym.com

instrutores


64 65

eventos instrutores

ão: om ç a form yfairs.c n i s mai mfacto .gy w w w

Dias 19 e 20 deFITNESS Setembro, GYM FACTORY FACTO e a AGAP PORQUÊ 3.0? ? convocam TODOS os profissionais para comparecem na GYM FACTORY, a Feira profissional de FITNESS e Instalações desportivas e assistir ao Encontro Nacional AGAP Novos assessores do mercado procuram-se! Você possui as novas exigências que o mercado exige?

ARMANDO MOREIRA POSGRADUAÇÃO EM DIRECÇÃO DE EMPRESAS FORMAÇÃO SUPERIOR EM GESTÃO E MARKETING

pesar das incertezas e das revisões em baixa sobre as perspectivas económicas para 2014 em Portugal, sente-se o sector do fitness com mais confiança e com uma outra veia empreendedora. Quase diariamente vamos conhecendo novos clubes um pouco por todo o país, as principais marcas de equipamento apresentam-se com novidades e campanhas extremamente aliciantes, os fornecedores de formação com uma oferta intensa de cursos e ações e, ainda, o surgimento de empresas que prestam serviços de consultoria e assessoria na gestão. Todos estes são indicadores positivos e que procuram trazer ao mer-

A



cado do fitness mais opções, mais competências, mais conhecimento e mais inovação. Por outro lado, vem reforçar as novas oportunidades que o mercado oferece e o seu enorme potencial de crescimento. Também neste alinhamento, temos uma empresa acabada de chegar a Portugal que está decidida a apostar e a criar valor quer aos empresários quer aos instrutores deste nosso mercado – a Gym Factory. Liderada pela Inês Ledo, uma profissional com uma enorme experiencia e excelente reputação em Espanha, tem vindo a acompanhar o mercado português, tendo estado presente nas últimas edições dos Congressos da AGAP e falado com muitos agentes. O seu atrevimento fê-la criar esta revista com conteúdos orientados e pensados no instrutor de ginásio. Não deixa de ser verdade que a internet, as redes sociais e o fenómeno online ajudam a difun-

dir o conhecimento, mas os sistemas tradicionais e mais tangíveis não deixam de ter a sua (e muita) importância, como por exemplo uma revista, fóruns de aprendizagem e partilha ou até mesmos congressos e feiras. Por isso, sugerimos que tome note e reserva 2 dias para si, onde certamente vai reunir-se junto de outras pessoas deste “pequeno” mercado e apresentar-se ao mercado como um elemento actualizado, presente nos grandes momentos e disponível. Dias 19 e 20 de Setembro, a Gym Factory e a AGAP convocam TODOS os profissionais para comparecem na feira profissional e assistir ao Encontro Nacional. É um certame de qualidade, com oradores de notável distinção e muitas empresas a exibir novidades. Tudo isto pensado para servir de forma exclusiva os actores do fitness, sem desviar do essencial e sem ruídos. Um evento profissional para profissionais!

Bilhete preço 10€

cortesia GYM FACTORY e AGAP: bilhete com desconto 50%

5€

1 dia (Só Profissionais e Técnicos) também comprar o seu bilhete com 50% de desconto em nosso site: www.gymfactoryfairs.com instrutores


A PROTEÍNA

MAIS PURA DE MAIOR PERCENTUAL E MAIOR VALOR BIOLÓGICO DO MERCADO

Entra en nosso site e descubra toda a gama de Quamtrax www.quamtrax.com

Máximo aumento de volume e massa muscular. Impressionante variedade de nutrientes para os músculos. Máxima utilização da Taxa Líquida de Proteínas Assimiláveis (NPU) 8 sabores brutais e deliciosos


62 63

tecnología PORQUÊ FITNESS 3.0? A qualidade da interação entre Health Club, Profissionais e Clientes é vital para o sucesso do negócio. Este triângulo tem de ser harmonioso para potenciar a capacidade de criar empatia, relação, comprometimento, conexão e sinergia. a era da Globalização 3.0, Thomas L. Friedeman, diz-nos que o mundo passa de um tamanho pequeno para um tamanho reduzido e, simultaneamente, o “terreno de jogo” torna-se plano. A força dinamizadora presente é a possibilidade dos indivíduos colaborarem e competirem globalmente. O fenómeno que está a permitir a delegação de poderes e a conduzir particulares e pequenos grupos para uma globalização rápida é a plataforma do mundo plano, que se caracteriza por ser o produto da convergência do computador pessoal, com o cabo de fibra ótica e o aumento do software de fluxo de trabalho. A tecnologia é o motor da globalização! Faz com que muitas e mais pessoas, globalmente, estejam “on-line”, estejam ligadas! Hoje vivemos na Era Conceptual numa sociedade que privilegia a criação, a empatia, a habilidade para o reconhecimento de padrões e a construção de sentido. Nas palavras de Daniel H. Pink, “o conceito high concept” engloba as capacidades de criar beleza artística e emocional, detectar padrões e oportunidades, elaborar uma narrativa satisfatória e combinar ideias desconexas num novo objecto. O conceito high touch compreende a capacidade para sentir empatia

N

instrutores

JOÃO GALILEU DIRECTOR DE OPERAÇÕES PARA PORTUGAL DA GO FIT - GRUPO INGESPORT FORMADOR NAS PÓS-GRADUAÇÕES LUSÓFONA/MANZ CONSULTOR NA SQD – QUALIDADE NO DESPORTO

pelos outros, entender as subtilezas da interecção entre as pessoas, saber encontrar a satisfação de viver dentro de nós próprios, bem como de ajudar os outros a fazê-lo e, também, ser capaz de perseguir um sentido de vida para além da rotina diária. O papel do cliente está a mudar. Os clientes deixaram de ser indivíduos isolados para passarem a estar ligados uns aos outros. No que diz respeito à tomada de decisões, deixaram de ser desconhecedores para passarem a estar informados. Deixaram de ser passivos para agora serem ativos na prestação de um retorno útil às empresas. Numa economia interligada, as empresas, os profissionais e os clientes têm de colaborar uns com os outros. Para Philip Kotler o Marketing 3.0 consiste na colaboração entre entidades com um conjunto similar de valores e desejos. A tecnologia facilita a disseminação generalizada de informação, ideias e opinião pública que permite aos consumidores colaborar em prol da criação de valor. O serviço que entregamos ao cliente, no âmbito do exercício e

saúde, tem “dor” associada, pelo que, dar o apoio, a orientação e a motivação necessária para que o cliente alcance o resultado desejado, é crucial. Existem soluções tecnológicas que representam um suporte inovador e vanguardista, e que permitem manter o nosso cliente conectado. Ajudam-nos a gerir a relação nos momentos de contacto formais e informais e marcam a diferença quando o objetivo é fidelizar. São essenciais para uma gestão eficaz da relação entre Health Club, Profissionais e Clientes. O CRM (Customer Relationship Management) é uma filosofia, um sistema, um conjunto de processos, tecnologias e comportamentos que permitem gerir a interação entre cliente, profissionais e empresa, com o objetivo de manter o cliente, numa relação lucrativa de longo prazo, em que ambas as partes ficam satisfeitas. Só funciona eficazmente quando integrada de forma transversal a todos os sectores da empresa, e alinhada com a visão, missão, valores e cultura organizacional existente.


Tem que ser claro que a tecnologia só por si não é a chave do sucesso. No entanto, as organizações e os profissionais que não acompanham o desenvolvimento tecnológico e as novas formas de interagir com os clientes dificilmente terão sucesso. Por isso, temos que ser criativos, empáticos, persuasivos, divertidos e honestos na prestação do serviço, recorrendo às novas tecnologias para aumentarmos a probabilidade de sucesso. Há inúmeras ferramentas disponíveis na internet que nos podem ajudar a estar conectados com os nossos clientes. Tenho-me apercebido deste fenómeno na rede de amigos que utilizam algumas destas soluções e que os têm motivado a superar-se. Desde os APP’s para os Smartphones e Tablets, até aos softwares e programas para os Pc’s. Então, porque não aproveitar a “boleia” destas novas ferramentas e utilizá-las com os nossos clientes? Será pelo investimento necessário? Claro que não! Pois grande parte destas são gratuitas e estão à distância de um download! Desde o Garmin Connect,

ao Endomondo, ao RunKeeper, ao Sports Tracker, ao Smart Coaching, entre outros. Podemos manter o contacto com os nossos clientes e monitorizar o seu treino. Sejam criativos e originais, não fiquem à espera que lhes apresentem novas e melhores soluções! Façam acontecer! Conheço clubes e profissionais que estão a utilizar soluções mais elaboradas e integradas, que implicam algum investimento, mas com excelente retorno: o Wellness System, o Fitlinxx, o GymPact, o Fitness Builder, entre outros. Os testemunhos dos profissionais e clientes têm supera-

do em muito as expectativas! São ferramentas que claramente originam mais pontos de contacto com o cliente e que o mantém ligado ao serviço e ao Clube, visto que no final de cada sessão recebem um e-mail com o treino que realizaram, além de poderem consultar todo um histórico de informação relacionado com o seu processo de treino. Com facilidade aumentamos a interação com o cliente, foca e estimula os profissionais a planearem o treino, sobre o qual terão mais e maiores possibilidades de receber feedback, quer dos clientes, quer por parte dos Diretores e Coordenadores Técnicos, no sentido de melhorarem a sua performance. As empresas e os profissionais não controlam o avanço da tecnologia, da economia e muito menos da sua concorrência, mas podem controlar a maneira como gerem as relações com os seus clientes e as ferramentas que utilizam para potenciar essa relação. Mantenham o vosso cliente conectado! Estejam “on-line” com o vosso cliente!

instrutores


60 61

treinadores WOW – WORKOUT OF THE WEEK A cada dia que passa, a nossa sociedade apresenta mudanças comportamentais no que concerne à prática de actividade física. O mundo mudou e começa a haver uma cultura cada vez mais consciente e orientada para a prática regular de exercício.

AMÂNCIO NUNO FERREIRA SANTOS LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DO DESPORTO E OSTEOPATIA CROSSFIT LEVEL 1 TRAINER COURSE – PARÍS s nossos praticantes estão mais informados e disponíveis para experimentar novos desafios na sua rotina diária de treinos. O tipo de treino standardizado que é utilizado há várias décadas, através de equipamentos cardiovasculares e máquinas de força, cada vez mais, vai fazendo com que se entre numa rotina de treino, que, a prazo, poderá não trazer grandes benefícios, tanto ao nível do alcance dos objectivos de treino como ao nível da motivação. Sabe-se que a rotina é inimiga do treino, e por isso, há que desenhar programas de treino inteligentes, por forma a manter os praticantes o mais motivados e disponíveis para a prática regular de treino.

O

instrutores

É comum que os praticantes de ginásio se habituem a seguir programas de treino durante bastante tempo. Isso faz com que o corpo se adapte aos estímulos apresentados e deixe de haver sobrecarga de treino, que é fundamental ao alcance dos objectivos planeados. Desta forma, surge a ideia do WOW – workout of the week – conceito elaborado e desenvolvido pelo Fitness Hut, com o intuito de dar maior diversidade ao treino dos sócios. A ideia do WOW consiste em aplicar um desafio semanal em cada clube, por forma a possibilitar que os sócios, em qualquer fase do seu treino, desafiem os seus limites, com a realização da tarefa que é proposta semanalmente. O WOW utiliza uma série de movimentos explosivos, que visam queimar gordura e atingir uma excelente performa mance. performance.

Os sócios são motivados a repetir o desafio entre duas a três vezes por semana, de modo a conseguirem melhorar os seus desempenhos a cada tentativa realizada. É importante que os desafios elaborados sejam o mais inclusivos possível de forma a possibilitar que o maior número de sócios se sintam motivados a fazê-los, e com uma taxa de sucesso elevada, para que consiga envolver uma percentagem de sócios significativa a cada semana. Desde o sócio mais inactivo até ao mais bem preparado, deverá ser capaz de executar o desafio, sendo que o factor variação será apenas o resultado final obtido na tarefa, uma vez que o mais importante será a satisfação de terminar o desafio com sucesso. Os desafios podem ser elaborados da seguinte forma: 1. Realizar determinada tarefa no menor tempo possível 2. Num tempo específico, repetir o maior número de voltas de um/vários exercícios No quadro abaixo é possível visualizar um ciclo de 12 semanas de desafios a aplicar:


• Diminuição do Risco de Doenças Artério-Coronárias (DAC) • Melhoria do Funcionamento Hormonal (Endorfinas) • Divertimento • Resultados

Todas as semanas existe um novo desafio a realizar para que os sócios tenham sempre um estímulo variado e ao longo da semana tentem alcançar sempre um resultado superior. Após as 12 semanas, voltamos ao mesmo ciclo de treinos para poder haver um histórico de desempenhos em relação ao que fizeram anteriormente. É dado a conhecer a cada semana, os vencedores de cada desafio em cada clube, no facebook, premiando desta forma os vencedores pelos seus desempenhos. O resultados elaborados diáriamente pelos sócios, permanecem no quadro WOW presente no ginásio HUT e serve como estímulo aos restantes sócios como “alvo a derrubar” no próximo dia de treino. O desafio semanal WOW, acaba por ser um teste às reais capacidades de cada sócio, uma vez que coloca à prova as seguintes qualidades físicas:

vés de lunges, dips, rows, kippings, burpees, exercícios de pliometria (boxs) e H.I.I.T. (treino intervalado de alta intensidade). Nos WOWs gostamos que os sócios testem os seus limites e que aumentem progressivamente as suas cargas, com recurso aos mais variados materias de treino, como sendo: sandbags, kettlebells, vipr, coletes. São variados os benefícios que poderão ser alcançados com o treino WOW como sendo:

Este método de treino WOW, é inspirado na “magia” do movimento, onde todos os exercícios são baseados nos padrões fundamentais do movimento como sendo: o empurrar, puxar, saltar, agachar, girar, lançar, entre outros. Não existe um estudo que comprove o número de calorias gastas, mas é uma garantia que, aceitando este desafio, finalizando os exercícios semanais no menor tempo que conseguir, certamente que atingirá os resultados esperados!

• Perda de Peso • Tonificação Muscular • Diminuição da Massa Gorda

• Agilidade • Equilíbrio • Resistência • Velocidade • Força É fundamental ter variações dos movimentos essenciais, atra-

instrutores


desenvolvimento pessoal

I

58 59

M

CTAR PA V

ID

AS

Os heróis que trabalham em centros de fitness, ss, desde os mais humildes aos mais sofisticados, têm a possibilidade sibilidade de impactar positivamente na vida das pessoas, ajudando a construir melhores pessoas, física e mentalmente mais fortes e mais felizes. • as pessoas de maior sucesso

do mundo provocam mudanças de estado nos outros. Fiquei a pensar nisso e a perguntar-me: • Será que no dia a dia eu

ADELINO CUNHA CEO SOLFUT, LDA – I HAVE THE POWER ® CONSULTOR DE EMPRESAS

m dia estava eu em Londres num evento do Anthony Robbins e escuto esta frase que influenciou até hoje muito do que faço no dia a dia:

U

consigo provocar isso nos outros? • Quando me aproximo de um cliente ele fica melhor depois de estar comigo? • Quando estou com a minha equipa, eles ficam melhor e mais inspirados, depois de estarem comigo? • Quando estou com os meus amigos ou familiares, tenho um impacto positivo na vida deles? Estas múltiplas reflexões fazem com que trabalhe em cada dia para ser melhor e isso vale a pena quando vemos o crescimento dos outros, o feedback que recebemos, alguém que se abeira de nós e nos diz: • Continue a ser assim, por-

que por sua causa a minha vida mudou.

instrutores

Os heróis que uee trab trabalham balha ham em tn nesss, desde de os centros de fitness, ais sofistimais humildes aoss ma mais ossibi os bilidade de cados, têm a possibilidade tivv a mente na impactar positivamente s, ajudando ajudand a vida das pessoas, construir melhores pessoas, física e mentalmente mais fortes e mais felizes. O teu olhar, o teu sorriso, a tua atenção, são O MOMENTO positivo no dia de uma dada pessoa, mas tens de ir mais longe, tens de provocar mudanças mais intensas na vida das pessoas, tens de desenvolver o prazer e o hábito de provocar mudanças profundas no interior das pessoas. Os estudos mostram que mais do que alegria ou paz interior, que são estados passivos, as mentes precisam de estados mais ativos, tais como paixão, entusiasmo, alegria. No caso de estados mais negativos, mas indutores de ação, teremos de passar da tristeza (passivo) para a raiva (ativo), passando de uma postura passiva para uma postura mais ativa e geradora de resultados. Independentemente do estí-


mulo a utilizar, negativo ou positivo, temos de comunicar de forma a aumentar a intensidade dos estados e de como os melhorar, gerando um ambiente de ganho mental e químico, gerador de confiança, resultados e satisfação, capaz de fazer alguém voltar para quem os ajudou a sentir-se tão bem. Como costumo dizer ninguém compra coca-cola pela capacidade de deformação da liga metálica da lata, mas pelas emoções, conscientes e inconscientes, que salpicam a vida da pessoa. Que podes fazer hoje que seja impactante em alguém? Que podes fazer hoje mesmo para impressionar um cliente? Que podes faz fazer hoje para que u um teu colaborador se possa sentir mais poderoso? Que podes fazer hoje mesmo para que tu te sintas cheio de recursos e energia positiva? Quando treinamos comerciais e líderes de alto desempenho notamos que esta capacidade está muitas vezes enferrujada quando chegam junto de nós e temos de os treinar a desenvolver esta capacidade única de mexer internamente na vida de outras pessoas, quer quando comunicam e as motivam para algo quer quando lhes oferecem qualquer produto ou serviço. Quando treinamos líderes de equipas de alto desempenho encontramos pessoas que percebem a importância da motivação e da comunicação mas muitas vezes comunicam de forma pouco emotiva e utilizando demasiados conceitos abstratos. Curiosamente, as pessoas de maior sucesso na comunicação e na liderança, utilizam uma forma de comunicar simples e

facilmente entendível por qualquer pessoa, fazendo uso de metáforas, histórias, imagens, sons e sensações físicas, de modo a mexerem com a imaginação do público-alvo e de forma a emocioná-lo. Se combinares na tua comunicação uma explicação credível de como satisfazer os anseios e valores de quem te escuta, e o fizeres numa forma simples e pictórica, podendo inclusive fazer uso de ferramentas multimédia que hoje estão disponíveis facilmente, aumentas e muito a tua capacidade de influência e persuasão. No contacto 1 a 1, com um cliente, um amigo, um colaborador, pra i a utilização de pratica conteúdos que sejam quase filmes que qualquer pessoa poderá visualizar facilmente e dessa forma emocionar-se mais rapidamente. Vais ficar maravilhado com os resultados e estupefacto com as tuas capacidades de comunicação, se calhar ainda por desenvolver, mas que são inatas em ti e em qualquer ser humano. Assume hoje, amanhã e no dia seguinte, o papel de alguém que mexe com a sua envolvente, convertendo-se numa personalidade magnética. Levanta a cabeça, sorri, olha para o futuro com confiança e

fé, e age como alguém que tem a missão de mudar vidas, prov vocando mudanças positivas poderosas e duradouras, em cada dia. Como sabes uma empresa não é um grupo g , é muito mais do de amigos, que isso. É um ser vivo, com um nome, uma identidade, uma visão, um conjunto de v princípios com objevalores e princípios, tivos e com anseios e medos. Os melhores, quando desenvolvem uma empresa, conseguem transformar um grupo de pessoas, focadas e trabalhadoras, num verdadeiro grupo de amigos. O caminho certo não é passar de um grupo de amigos para uma equipa mas sim converter uma equipa num verdadeiro grupo de amigos. É possível e tu podes consegui-lo com clientes, na tua empresa e na tua família, pois a capacidade já a tens, só a tens de mostrar ao mundo e eu sei que tu és capaz de o conseguir.

instrutores


56 57

lesões e reabilitação Tendinite ou Tendinose? Como abordar? Conheça a Técnica de Electrólise Percutânea Intratecidular O tratamento das tendinopatias constitui um verdadeiro desafio clínico. Alguns autores descrevem-no até como um dos maiores problemas da medicina desportiva (Renstrom, et al., 2008). Assim, hoje sabe-se que as tendinopatias degenerativas necessitam de técnicas que incidam sobre (1) a biologia do tendão para estimular a actividade celular e a produção de colagénio e (2) a biomecânica do tendão para alcançar uma reestruturação da matriz celular.

RICARDO AMORIM: DIRECTOR CLÍNICO DA FISIOGLOBAL® LICENCIADO EM FISIOTERAPIA E PROFESSOR UNIVERSITÁRIO (PORTUGAL, ESPANHA) tendendo ao público-alvo deste projecto, pretendo com este texto gerar a inquietude necessária para que todos se sintam motivados a pesquisar um pouco mais sobre o que vos apresento e, dentro dos possíveis, sensibilizar-vos para a evolução conceptual que muitas formas de treinar, prevenir e tratar apresentam em pleno ano de 2014. É bem aceite que perante um quadro de lesão do tendão, um

A

instrutores

correcto alinhamento articular e um excelente controlo motor são factores decisivos para uma melhor recuperação do mesmo. Na sequência do exposto, não é possível, por exemplo, recuperar eficazmente um tendão supra-espinhoso (ombro) se o atleta apresenta uma restrição da mobilidade da articulação escapulo-torácica ou esternoclavicular, ou um deficiente controlo motor de músculos como o trapézio inferior e grande dentado. Mas será suficiente melhorar o alinhamento articular e controlo neuromuscular caso o tendão apresente verdadeiras alterações estruturais, detectadas recorrendo por exemplo ao estudo ecográfico? Não. As lesões no tendão têm uma prevalência variável que pode alcançar os 40 a 50% em desportos como o voleibol ou aqueles que impliquem actividades

de aceleração e desaceleração (Ferreti, et al., 1990; Lian, et al., 1996). Assim, são vários os desportistas que precocemente abandonam as suas carreiras por apresentarem danos tendinosos. A grande questão passa então por, como recuperar eficazmente uma lesão no tendão? O papel da fisioterapia dita convencional (calor, frio, massagem, ultra-som, fricção transversal, ondas de choque, laser, etc) e da medicina (medicamentos anti-inflamatórios e injecções de corticóides) nestes casos continua sem apresentar eficácia com evidência científica (Maffulli, et al., 2008). Além do mais, contemporaneamente atribui-se grande parte do insucesso verificado no tratamento das lesões no tendão à lacuna evidenciada por alguns profissionais no entendimento


da histopatologia e mecanismos biológicos de regeneração do tendão. Serão frequentes os casos de tendinites? Não. Serão frequentes os casos de tendinoses? Sim. É urgente que todos conheçam as importantes repercussões clínicas (no âmbito da avaliação e tratamento) que a análise etimológica destes dois termos permite. TendinITIS = lesão no tendão acompanhada de inflamação (associada a processos agudos). Raro. TendinOSIS = patologia crónica degenerativa sem inflamação (associado a degeneração intratendinosa – lesões por sobreuso relacionado com a idade, microtraumas e compromisso vascular). Muito frequente. Em resumo, o modelo tradicional de “tendinite” como um processo inflamatório, está actualmente em desuso, pelo facto de existirem numerosas publicações que descrevem o processo patológico do tendão como sendo degenerativo (tendinose). Esta afirmação é sustentada pela ausência de células inflamatórias e pela presença de zonas de desorganização e falência do colagénio que constitui o tendão, aumento da substância mucóide, anormal neovascularização, focos de necrose e calcificação, que se associa a uma falha nos processos de reparação do tendão (Khan et al., 1999; Riley, 2004). Se não existe inflamação (tendinite), todas as intervenções cujo objectivo passa por diminuir a inflamação serão ineficazes. Existindo um processo degenerativo do tendão (tendinose) será determinante utilizar procedimentos que potenciem

É urgente que todos conheçam as importantes repercussões clínicas (no âmbito da avaliação e tratamento) que a análise etimológica destes dois termos permite.

uma verdadeira regeneração/ reorganização da estrutura do tendão. Como? Que alternativas existem? Afortunadamente, na última década gerou-se um importante movimento de investigação de novas linhas de tratamento das lesões tendinosas. Na sequência do aduzido, apresento aquele que actualmente é tido como um dos mais eficazes tratamentos das lesões dos tecidos moles (onde se inclui o tendão) – Técnica de Electrólise

Percutânea Intratecidular ecoguiada (com recurso a ecógrafo), criada pelo fisioterapeuta espanhol Prof. Dr. José Manuel Sánchez Ibañez. Em Janeiro de 2014, foi publicada na importante revista Knee Surgery, Sports Traumatology, Arthroscopy um artigo sobre o tratamento da tendinopatia rotuliana. Neste, pode ler-se que resultou num importante aumento da função do joelho, permitindo o retorno à actividade em poucas sessões. O procedimento foi ainda tido como seguro e sem recidivas (follow-up de 10 anos). Outros importantes estudos foram já publicados por exemplo em 2013 no International Journal of Physical Medicine & Rehabilitation e em 2014 no International Journal of Clinical & Medical Imaging, validando também a técnica. Como funciona a técnica Consiste na aplicação de uma corrente eléctrica contínua (CC), através de um agulha de acupunctura, que actua como eléctrodo negativo e cujo objectivo é provocar uma reacção electroquímica na região degenerada do tendão. Todo o procedimento é realizado e controlado ecograficamente (é desaconselhada a utilização da técnica sem recurso ao ecógrafo). O principal objectivo é produzir uma ablação electrolítica não termal do tecido degenerado (o que potenciará a remoção do tecido tendinoso deteriorado). Fundamentos da técnica A corrente eléctrica induzida ao atravessar o tecido tendinoso patológico, com amplitude e tempo determinado, produz uma série de mudanças significativas no tendão que promovem a fagocitose e a activação

instrutores


54 55

lesões e rehabilitação A técnica consiste na aplicação de uma corrente eléctrica contínua (CC), através de um agulha de acupunctura, que actua como eléctrodo negativo e cujo objectivo é provocar uma reacção electroquímica na região degenerada do tendão.

biológica da reparação/regeneração do tendão que se apresentava alterada pela cronicidade do processo degenerativo (tendinose). Em resumo, gera um processo inflamatório (surge neoangiogénese dos capilares adjacentes que invadem a região lesada) especificamente na zona lesada do tendão (daí a importância da realização da técnica com ecógrafo), que é absolutamente determinante para reactivar os mecanismos de regeneração da área intervencionada. Em jeito de conclusão, termino citando o Prof. Dr. José Urrialde, presidente do Consejo General de Colegios de Fisioterapeutas de España, no prólogo do livro Fisioterapia Invasiva (Elsevier, 2013): “…É necessário distinguir o José Manuel Sánchez Ibáñez, criador da técnica sem dúvida a descoberta espanhola mais importante do presente século para a fisioterapia mundial, que constituiu um marco histórico que deve ser reconhecido e aplaudido”. Na prática 1. Avaliação clínica + avaliação ecográfica 2. Selecção dos parâmetros adequados 3. Aplicação da técnica ecoguiada

entrenadores

Benefícios relativamente a outras técnicas: 1. É um tratamento local no ponto exacto da lesão. Com a ajuda do ecógrafo, aplica-se de forma directa sobre o tecido alterado e/ou degenerado. 2. Inicia eficazmente a reparação do tecido afectado. É capaz de iniciar um novo processo de proliferação do tecido de colagénio que, nestes casos, se encontra desagregado. 3. As modificações na estrutura e no comportamento mecanobiológico do tecido mole são imediatas e em tempo real. 4. A efectividade é muito alta comparativamente a tratamentos convencionais de fisioterapia ou médicos. 5. A frequência de recidivas é baixa. Indicações 1. TENDÃO (tendinopatias, tenossinovites, pós cirúrgicos) 2. MÚSCULO (roturas musculares agudas e crónicas, fibroses, pontos gatilho) 3. LIGAMENTO (entorses fase crónica) 4. OUTROS (fasceite plantar, túnel cárpico, periostite, etc).


52 53

anti-envelhecimento O QUE LEVA UMA PESSOA MAIS VELHA AO GINÁSIO? O envelhecimento da população portuguesa representa para a indústria do desporto uma oportunidade de crescimento, assim as empresas saibam casar o seu negócio e o posicionamento das marcas com as características da população sénior, com as suas motivações e necessidades, cientes de quais podem ser as barreiras à entrada deste segmento de clientes no negócio.

ANA JOÃO SEPULVEDA, MANAGING PARTNER DA 40+LAB, CONSULTORA ESTRATÉGICA ESPECIALIZADA NO CONSUMIDOR SÉNIOR.

desenvolvimento do negócio, e toda a estratégia de marketing, deve estar cada vez mais alinhado com as motivações das pessoas e para tal é necessário desenvolver um trabalho de conhecimento dos clientes. Ora, se isto é importante para o desenvolvimento do negócio, mais o é quando um segmento com peso cada vez mais significativo na sociedade é pouco conhecido e muito do que se acha saber, é com base em mitos e estereótipos, que não se enquadram na realidade de quem são estas pessoas. Falo dos seniores, que agora começam a ser vistos como algum interesse pelas marcas mas que ao mesmo tempo são profundamente negligenciados e vistos como uns coitadinhos com um potencial de negócio muito baixo. A realidade é bem diferente, pois falamos de pessoas cada vez mais cientes da importância da atividade física regular

O

instrutores

na manutenção do estado de saúde positivo. Num estudo desenvolvido pelo Instituto do Envelhecimento, para a Fundação Francisco Manuel dos Santos (Processos de Envelhecimento em Portugal), coordenado pelo Professor Manuel Villaverde Cabral, ele mesmo um sénior ativo e cliente de um ginásio em Lisboa, aproximadamente 40% dos inquiridos pratica desporto com regularidade. Isto quer dizer que será cada vez normal vermos os seniores à procura do seu ginásio ou academia e cabe a este tipo de organizações saberem tirar proveito deste movimento e do potencial de negócio que representa. Se por um lado estamos a falar de uma franja da sociedade, dado que o perfil destes clientes tende a ser mais masculino, com idades entre os 50 e os 65 anos, com um nível de escolaridade e profissional mais ele-

vado, estamos também a falar na rede social destas pessoas, naqueles que eles influenciam e que podem, no limite, ser também clientes de uma mesma organização. Sabendo disto, então por onde começar? Por conhecer este segmento de clientes indo além dos dados sociodemográficos e focando a estratégia naquilo que são os grandes drivers de ação, motivações e necessidades, naquilo que objetiva e subjetivamente, estas procuram quando vão a um ginásio. A análise das grandes motivações, que aqui apresento, é uma visão superficial e sucinta desta realidade, mas que servirá como ponto de partida para uma reflexão de negócio. Podemos dividir este segmento em 3 categorias, consoante a história de vida no que diz respeito à prática desportiva. Temos aqueles que sempre foram ativos e que frequentar


um ginásio é a continuação de um estilo de vida. A estes o ambiente de ginásio nada trás de novo, são pessoas que ao longo da vida foram incorporando a oferta existente nas suas motivações e necessidades. São um público que está cativo com um potencial de desenvolvimento de negócio relativo. Depois, temos aqueles que em tempos praticaram desporto e que aos 45-50 anos querem recuperar a saúde e vitalidade perdidas. São pessoas sedentas de resultados e que querem retomar do ponto em que deixaram. Os níveis de performance física são os que tinham aos 30 anos, por exemplo. Estas pessoas precisam de alguém que os guie, que os oriente e ajude na fase de transição de uma vida sedentária a uma vida novamente ativa mas com as restrições do corpo de uma pessoa mais velha. Por fim, os que não têm um grande passado de prática desportiva ou os que vão ao ginásio pela primeira vez. Levados pelo médico, numa procura de recuperação da saúde, pela tomada de consciência, recente, da importância da atividade física como uma forma de se envelhecer de uma forma natural e mais saudável, o lema antes tarde do que nunca adequa-se a estas pessoas.

Estes três segmentos focam as motivações mais centradas no aspeto físico, que explicam parte das grandes motivações das pessoas mais velhas. Temos outro tipo de motivações, relacionadas com o próprio envelhecimento e que se interrelacionam com as 3 motivações que acima referi. É comum ouvirmos dizer que certa pessoa está muito bem de cabeça mas que o corpo já não corresponde à vitalidade mental. Esta realidade compreende-se, em parte, por vivermos numa sociedade muito sedentária e com estilos de vida que acabam por agravar os processos naturais de envelhecimento do físico. Esta visão do envelhecimento está na base de uma das principais motivações das pessoas para a prática do desporto, onde este é visto como uma ferramenta para atrasar a degradação do corpo. Do ponto de vista social, o facto de se praticar uma atividade física em espaço de ginásio representa uma importante motivação por vários fatores:

com níveis diferente de saúde e, acima de tudo, estimula as relações intergeracionais, o que é positivo tanto para os mais novos como para os mais velhos; • Combate o isolamento e a solidão; • Permite o encontro com profissionais que atuam como orientadores para um estilo de vida saudável e feliz; • Combate a falta de autoestima, a depressão estimula todo o sistema cognitivo e motor; • Promove a integração na sociedade. Em suma, estas são as principais motivações que podem levar uma pessoa mais velha a frequentar um ginásio. Tal como referi, este é um segmento de clientes com importante potencial de negócio, a vários níveis, e o ponto de partida é o conhecimento daquilo que leva uma pessoa sénior a procurar um espaço como o dos ginásios.

• Promove o convívio com pessoas saudáveis e, tendencialmente mais felizes e com maior autoestima; • Possibilita o convívio com pessoas da mesma geração

instruto inst instrutores nstruto ru re res


50 51

Body-mind concepts MÜNCHAUSEN E DOM QUIXOTE Existe um grupo de transtornos mentais conhecidos como Transtorno de Sintomas Somáticos cuja principal característica está relacionada com uma preocupação constante e um mal-estar físico. Este Grupo também inclui o Transtorno Factício, que pode afetar a própria pessoa ou outra. Em ambos os casos trata-se de uma tentativa de falsificação dos sintomas clínicos mediante um ato consciente e intencional de falsidade, sem intenção de fraude. sta síndrome, quando se aplica à própria pessoa denomina-se de Síndrome de Munchausen, e o paciente informa de maneira intencional e pouco ajustada à realidade a presença de sintomas de transtornos médicos e psiquiátricos. Quando se aplica a outra pessoa – geralmente um

E

entrenadores

filho menor – s denomina-se Síndrome de Munchausen por Poderes. O Síndrome de Munchausen foi denominado como tal baseado num personagem alemão do século XVIII conhecido como o Barão de Munchausen, que relatava histórias e aventuras grandiosas, fantásticas e dificilmente credíveis. O cientista e escritor alemão Rudolf Raspe (1737-1794) publicou as ditas aventuras no ano de 1785 com o título: “As surpreendentes aventuras, grandes e iminentes perigos, fugas milagrosas, e viagens maravilhosas do conhecido Barão de Munchausen”. O livro de Raspe baseou-se nas andanças de um nobre alemão de existência real chamado Karl Friedrich Hieronymus, Barão de Munchausen, que, quando regressou do serviço às ordens do exército russo, narrou umas histórias extraordinárias que eram o assombro da população da localidade.

GUILLERMO A. LAICH DE KOLLER LICENCIADO EM MEDICINA E CIRUGIA No ano de 1951, Richard Asher (1912-1969), descreveu na prestigiosa publicação científica, “The Lancet” o comportamento de um grupo de pacientes que fabricavam falsos sintomas de doença. Asher deu o nome de Sindrome de Munchausen a tal condição, derivado à semelhança com a conduta protagonizada pelo Barão no livro de Raspe. O elemento nuclear deste transtorno é a convincente apresentação por parte do paciente de que os sintomas descritos são ‘suficientes’ para ser admitido no hospital. Tais sintomas incluem: dor abdominal, febre, vómitos, queimaduras, dores renais, etc. Estas situações alteram em grande escala o fluxo normal das unidades hospitalares devido às constantes exigências de atenção pessoal, contacto físico, testes de laboratório, medicamentos (espacialmente sedativos e analgésicos), e intervenções cirúrgicas. Este lamentável processo continua até que o staff hospitalar diagnostique por fim como Síndrome de Munchausen e o paciente seja expulso do hospital. Existem uma série de teorias para explicar a etiologia deste transtorno mental. Segundo Kolb (1977), é possível que o paciente estabeleça relações com o staff hospitalar como se fossem seus pais e mães substi-


tutos. Ou que simplesmente expressem a sua ira para com a profissão médica. Também é possível que as lesões autoinfligidas representem um autocastigo para com a sensação de culpa. Contudo, o mais provável é que talvez o único objetivo aparente consista em adotar o papel de paciente hospitalar sem nenhum outro incentivo externo. A hospitalização, muitas vezes, é o objetivo principal, bem como um modo de vida. O transtorno possui uma qualidade compulsiva, de modo que as condutas são deliberadas e voluntárias, mesmo quando não são controlados. Existe a necessidade de procura de cuidados médicos porque desfrutam da atenção médica, das medicações, do conforto da cama, da segurança de comer 3 vezes ao dia, e o macabro gosto pessoal de ter contado uma grande mentira e ter enganado todo o hospital. Por outro lado, a Sindrome de Munchausen por Poderes dá-se em mães que fingem uma doença inexistente no seu filho. A mãe induz intencionalmente falsos sinais e sintomas no filho, que então requer testes de diagnóstico e procedimentos desnecessários e muitas vezes invasivos. Nestes casos, o tratamento é muito difícil devido à atitude de negação do adulto que induziu o processo na criança. A discussão sobre as fantásticas aventuras do Barão Munchausen, em semelhança com pacientes que sofrem de síndrome de Munchausen, leva-nos a refletir sobre o idealismo irrealista e loucura fantástica de Hidalgo Caballero Dom Quixote de La Mancha, que fica louco de ler tantos livros de cavalaria que se torna cavaleiro andante.

A discussão sobre as fantásticas aventuras do Barão Munchausen, em semelhança com pacientes que sofrem de síndrome de Munchausen, leva -nos a refletir sobre o idealismo irrealista e loucura fantástica de Hidalgo Caballero Dom Quixote de La Mancha, que fica louco de ler tantos livros de cavalaria que se torna cavaleiro andante.

Se o Sindrome de Munchausen requer tratamento de alta complexidade que supera o alcance deste artigo, deveríamos considerar a acertada atitude adotada pela sobrinha de Dom Quixote, a jovem Antonia Quijano, que tenta ao longo da obra que este se cure. De facto, antes de morrer recupera a sua sanidade. Tal atitude consiste manter a calma e tranquilidade, tentar criar empatia, estabelecer proximidade e ouvir o paciente até que , com o tempo, ele evolui - ou talvez não - a um nível mais elevado de compreensão introspetiva. Se for bem sucedido, este vai-se sentir capaz de abandonar as suas loucuras e argumentos absurdos, e substitui-los por uma vida normal com sonhos, eventos e projetos ancorados na realidade.

O “Ingenioso Hidalgo Dom Quixote de la Mancha”, obra imortal de Miguel Cervantes Saavedra (1547-1616), representa um idealista cujos pensamentos e ações caracterizam a loucura fantástica da esquizofrenia tardia que se cruza com argumentos absurdos, falsos testemunhos, delírios de grandeza, alucinações e outros transtornos de pensamento. Dom Quixote, diferentemente de um doente de Munchausen que simula sintomas falsos num hospital, transforma uma pequena aldeia num imponente castelo; em vez de mentir sobre a sua doença, converte uma jovem aldeã numa bela e elegante mulher, e em lugar de recitar intermináveis listas de sintomas falsos, converte um pequeno rebanho de ovelhas numa enorme cavalaria de guerra.

entrenadores


48 49

pilates ALONGAR OU NÃO ALONGAR, EIS A QUESTÃO

os d u st que e os mam ora o v No nfir r pi nto. co nga ime alo end r

urante anos ensinaram-nos que alongar é uma parte essencial do aquecimento, de tal modo que o mesmo evitaria lesões e melhoraria de uma forma geral o rendimento. Contudo, estudos recentes põem em causa tais crenças. Então, alongar antes de uma atividade poderá ser prejudicial? A grande maioria da literatura cientifica atual existente acerca desta matéria afirma que os alongamentos estáticos, que são os que habitualmente são feitos nos aquecimentos e que consistem em permanecer na mesma posição durante alguns segundos, poderão ser prejudiciais ao rendimento se foram realizados antes da atividade física.

D

wellness

PAULINA SAVALL LICENCIADA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MESTRADO EM BIOQUÍMICA EXPERIMENTAL E DIETÉTICA E NUTRIÇÃO HUMANA

Existe realmente a necessidade de alongar? Quando, como e quanto? Dados científicos recentes levantam algumas questões no que d diz respeito ao alongamento. É possível que alongar seja mau? São extremamente relevantes as conclusões de um artigo publicado no Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports, o qual inclui 104 investigadores que avaliam os efeitos agudos do alongamento estático pré-exercício sobre diferentes parâmetros: força, potência e rendimento muscular explosivo. Os resultados mostram claramente que o alongamento estático antes do exercício tem efeitos agudos significativos e relevantes para a força muscular máxima e rendimento muscular explosivo. Com base nestas evidências, os alongamentos estáticos seriam contraindicados para a maioria das atividades que impliquem rendimento muscular máximo. O porquê não é de

todo claro, no entanto, os investigadores concordam que o alongamento relaxa os músculos e tendões, facto este que poderá reduzir a sua capacidade de contrair-se com força. Está igualmente a ser estudado o efeito do alongamento na prevenção de lesões, sendo que as conclusões incidem na não existência comprovada de que realizar alongamentos antes do

tos Os alongamen zem redu estáticos não nte a significativame sões le incidência de a dor nem diminuem is do o muscular dep exercício.


Muitos movimentos de Pilates são alongamentos dinâmicos, que são ideais para preparar o corpo antes de uma atividade.

exercício reduza o risco de lesão. Nem parece que haja uma relação entre alongamento e a prevenção ou redução da dor muscular que frequentemente é sentida 24-48 horas depois do exercício. ENTÃO… COMO FAÇO O AQUECIMENTO? O aconselhável será então, para os diferentes desportos, aquecer o corpo através de movimentos dinâmicos que simulam a atividade que será realizada. Neste caso, os alongamentos dinâmicos, que são os que simulam os movimentos a praticar, são os mais adequados, pois facilita o aquecimento muscular e melhora o rendimento da atividade desportiva posterior. No desenvolvimento de planos de treino, será interessante ter em conta que muitos dos movimentos realizados no Pilates constituem valiosos alongamentos dinâmicos. Isto será algo a ter em conta se o objetivo for inovar e, sobretudo, melhorar.

DEVEMOS ENTÃO D ELIMINAR OS E ALONGAMENTOS A ESTÁTICOS DA NOSSA E ROTINA DE TREINO? R De modo algum. Não há que desacreditar por completo neste tipo de alongamento. O facto de não serem aconselhados para a fase pré-treino não significa que não sejam extremamente uteis na fase pós-treino, para relaxar os músculos. Como tal, não deixe de alongar. Faça-o, sim, da forma correta. BIBLIOGRAFÍA Behm DG, Chaouachi A. A review of the acute effects of static and dynamic stretching on performance. Eur J Appl Physiol. 2011;111(11):2633-51. Bishop D. Warm-up II: performance changes following active warm up and how to structure the warm up. Sports Med. 2003;33(7):483-98. Hough PA, Ross EZ, Howatson G. Effects of dynamic and static stretching on verticall jump performance and electromyographic activity. tivity. J Strength Cond Res. 2009;23(2):507-12. Perrier ET, Pavol MJ, Hoffman MA. Thee acute effects of warm-up including static or dynamic ynamic stretching on countermovement jump height, reaction time, and flexibility. J Strength Cond Res. 2011;25(7):1925-31. Yamaguchi T, Ishii K. Effects of staticc stretching for 30 seconds and dynamic stretching tching on leg extension power. J Strength Cond d Res. 2005;19(3):677-83.

O aconselh á será aqu vel e o corpo cer co movimen m to dinâmico s s.

wellness


057 055_79 75 20/07/14 12:34 Página 90

46 47

secção da nutrição A βeta-Alanina, o nosso grande aliado quando é bem consumido… A βeta-Alanina caracteriza-se como um dos suplementos que mais força ganhou nos últimos anos, devido principalmente à sua efectividade, comprovada cientificamente. Tanto assim o é, que foi o único suplemento adicionado na categorização da ISSN, pelo seu potencial ergogénico, efectivo e seguro, comprovado desde a revisão de 2004 até à publicada em 2010.

PABLO FELIPE MARTÍN SANZ onsta que o potencial ergoC génico da βeta-Alanina baseia-se na sua relação com a Carnosina. No entanto… começaremos pelo princípio.

Um pouco de química… A βeta-Alanina é um aminoácido não essencial, o que significa que é sintetizado no nosso organismo a partir de outros aminoácidos que se encontram naturalmente presentes na proteica animal: frango, carnes vermelhas, etc..No entanto, a βeta-Alanina

não se trata da forma mais comum em que encontramos a Alanina, sendo esta a L-Alfa-Alanina. A diferença química que as distingue é a ligação do grupo amina da L-Alfa-Alanina ao carbono alfa (mais próximo do grupo ácido) em detrimento do seguinte, apresentado na cadeia, o carbono beta. Resumindo, o que se pretende transmitir é a importância de não confundir o seu “primo”, com o aminoácido comummente denominado de LAlanina. Como atua e em que processos está implicada? A βeta-Alanina une-se à L-Histidina formando um dipéptido conhecido como Carnosina, sendo a βeta-Alanina o aminoácido limitante para a sua formação. A Carnosina é abun-

AMIX

AMIX

Nome do Produto Ingredientes

Nome do Produto Ingredientes

AMIX™ CarnoSyn® CAPS 2 Capsulas: Beta-alanina 1200mg, capsula de gelatina, estearato de magnésio, dióxido de silício. Modo de administração Tomar duas capsulas de manhã e mais dois 30-60 minutos antes da atividade física (com muita agua). Conteúdo Suplemento de formula patenteada à base de Beta-alanina. Função Aumenta a massa muscular sem gordura. Evita o aparecimento de acido lácteo. Tem efeitos antioxidantes.

MAXIMUSCLE Nome do Produto Ingredientes

Maxipower Batido: hidratos de carbono, proteína de leite concentrada, monoidrato de creatina MaxPure™, etc... Modo de administração Misture uma colher de sopa (50 g) em 350-500 ml de água fria. Tomar no mínimo 30 minutos antes do treino. Conteúdo 800g. Sabores Tropicais. Função Ajuda a aumentar a força, potência e intensidade do trabalho, e evitar a fadiga durante o treino.

AMIX™ BetaBolix Creatina etil éster 500 mg, 250 mg de beta-alanina, celulose microcristalina, dióxido de silício coloidal, etc ... Modo de administração 3 comprimidos 45 minutos antes do exercício físico. Conteúdo Combina uma fórmula patenteada de beta-alanina e uma fórmula de creatina avançada. Função Para aumentar a potência, desempenho e massa muscular de forma segura e natural.

QUAMTRAX Nome do Produto Ingredientes

BetaCell Glutamina, L-Leucina, beta-alanina, L-Taurina, L-Citrulina malato, L Isoleucina, L-Valina, aromas, L-Tirosina, etc... Modo de administração Dissolva uma colher (16g.) em 400cc de água. Duas vezes por dia, uma antes e outra após o treino. Conteúdo 400g. e 1000g. Função Ajuda-nos a treinar e também a recuperar

MUSCLETECH

MUSCLETECH

Nome do Produto Ingredientes

Nome do Produto Ingredientes

NanoVapor Taurina, L-Arginina, Ácido L-Aspártico, LArginina Piroglutamato, L-Arginina HCl, etc... Modo de administração Tome 1 colher 20 minutos antes do treino. Conteúdo 477 gramas. Função Ativa seu corpo sistema psicológico chave vital para o crescimento muscular explosiva e força sobre-humana.

entrenadores

dante nas fibras musculares, sobretudo nas de tipo II. Acredita-se que a Carnosina é uma das primeiras substâncias neutralizadoras do músculo esquelético. Tem-se demonstrado que a ingestão por via oral de βetaAlanina durante pelo menos 28 dias eleva os níveis de Carnosina. Através da sua ação neutralizadora, a Carnosina aumenta a capacidade de trabalho muscular e atrasa a fadiga, melhorando assim o rendimento.. Durante a prática de exercício físico, a acidose muscular provocada pela libertação de ácido lácteo e de hidrogeniões (H-) promove fadiga muscular pela menor libertação de cálcio o que compromete a capacidade de contracção muscular. A Carnosina ao actuar como alcalinizador do meio celular permite melhorar o

Push 10 Sódio, açúcares, calorias, cálcio, carboidratos, Gakic, Waxy Maize, Beta-Alina. Sabor natural e artificial etc ... Modo de administração Misture 1 colher com 250 ml de água fria e tomar 45 minutos antes do exercício. Conteúdo 512 g. Função Poderoso pré-treino. 10,5% de aumento da força e resistência muscular em 21%.


057 055_79 75 20/07/14 12:37 Página 91

rendimento em acções de HITT (alta intensidade e curta duração), aumentando assim, tanto o tempo de esforço como a sua intensidade. Este composto promove indirectamente a capacidade de força, a composição corporal, em particular de massa magra. Assim, perpetuando treinos melhores e de maior intensidade, os progressos serão mais evidentes e tangíveis. Outras propriedades interessantes: Alguns estudos atribuem à βetaAlanina, propriedades antioxidantes, protegendo o músculo dos processos oxidativos, ajudando assim na recuperação pós-traumática secundária ao treino. Como e quando tomar βeta-Alanina? Inicialmente, recomendava-se a ingestão antes do treino visto pensar-se que a sua ação seria exercida nesse momento, no entanto, hoje em dia está mais que demonstrado que a ingestão

continuada de βeta-Alanina aumenta os níveis de Carnosina. A sua ingestão deve ser no mínimo de 2 semanas pois a sua acção ergogénica surge após a 3ª ou 4ª semanas de suplementação. Um estudo recentemente publicado em Janeiro de 2014, demonstrou resultados com a ingestão de 1.2g por dia, durante 6 semanas. Concluiu-se assim, que se produzem aumentos basais, entre os 30% e os 50% nas reservas de Carnosina. O mais indicado parece ser a sua ingestão em diferentes tomas, sendo de evitá-la simultaneamente a alimentos proteicos. A sua ingestão conjunta com hidratos de carbono, sobretudo os de elevado índice glicémico, aumenta a sua absorção. Combinações entre a βetaAlanina e outros suplementos • βeta-Alanina + Creatina: Esta combinação potencia os efeitos da Creatina, aumentando a capacidade de trabalho muscular e, por consequência, a massa muscular.

• βeta-Alanina + L-Arginina: Esta combinação é muito utilizada nos produtos percursores de ácido nítrico no pré-treino, já que a Carnosina acelera a ação da enzima Óxido Nítrico Sintase, responsável pela conversão de Arginina em Citrulina. • βeta-Alanina + HMB: Esta combinação é igualmente interessante devido à sinergia de ambas as moléculas, que consegue minimizar a dor e acelerar a recuperação muscular. Efeito secundário não perigoso Muitas pessoas (não todas) podem sofrer Parestesia (comichão/formigueiro na pele) devido à união da βeta-Alanina com alguns receptores nervosos que activam os canais de Cálcio. Muitos destes receptores encontram-se à superfície da pele, originando por isso o sintoma referido, que pode surgir entre 15 a 20 minutos da sua ingestão. Desta forma, podemos concluir que todos os praticantes de exercício físico podem beneficiar com a suplementação de βeta-Alanina.

GASPARI

BPI

Nome do Produto Ingredientes

Nome do Produto Ingredientes

Anavite 3 cápsulas contêm: Vitamina A 5000 UI, Vitamina C 250 mg 417% Vitamina D250 IU 63%, etc ... Modo de administração 3 cápsulas ao pequeno almoço e outras 3 com o jantar. Conteúdo 180 tabs Função Melhora a recuperação muscular após o exercício. Promove a vasodilatação. Aumenta os níveis de óxido nítrico. Aumenta o desempenho aeróbio e anaeróbio. Contém muitas vitaminas de alta biodisponibilidade.

1MR Pre-Workout Monster Energy And Pump Matrix 5.558 mg., L-Arginina Alpa Cetoglutarato, Beta Alanina, etc... Modo de administração Tome 1 dose (1/3 caso) 15-30 minutos antes do treino com 200-250 ml de água. Conteúdo 224g e 140 g Função Contém uma dose altamente concentrada de óxido nítrico sem ingredientes desnecessários.

MUSCLEPHARM

VITALBODYLIFE

Nome do Produto Ingredientes

Assault 40.000 mg de ingredientes ativos por porção hardcore. Dose dupla de outras marcas. Modo de administração Use uma colher de sopa de de assalto em 12,16 onças de água 20-30 minutos antes do treino. Conteúdo 1380g, 736g, 435 g Função Fornece aos culturistas, levantadores de peso, lutadores e atletas, força e poder, antes e durante o exercício.

Nome do Produto Ingredientes

UNIVERSAL NUTRITION

WEIDER

Nome do Produto Ingredientes

Nome do Produto Ingredientes

Go2Train Vitamina C, vitamina B12, Beta Alanina, Arginina Alfa-cetoglutarato, Razberi-K, Explosivo Mix Energy, etc ... Modo de administração Misture uma colher (7,8 g) com 150 ml de água e beber 15-20 minutos antes do treino. Conteúdo 234 g Função Apoio à concentração mental, perda de gordura, resistência, energia e força.

INTENSITY PRE-WORK Vitargo®, beta-alanina, BCAAs, cafeína, chá verde, creatina, vitaminas A, C, E. Modo de administração Antes e durante o treino Conteúdo 500g Função Melhora a resistência e estado físico durante o treino

BETA ALANINE Beta alanina, gelatina, estearato de magnésio, Corante: E171, E-132. Modo de administração tomar 2 cápsulas por dia, antes do exercício com um copo de água. Conteúdo 90 capsulas Função Aumenta a resistência e atrasa a fadiga. Acelera a recuperação.

entrenadores


especialistas A GYM FACTORY conta com colaboração dos melhores especialistas no panorama do Fitness em Portugal e Espanha, conhecedores profundos das diferentes áreas imprescindíveis para o bom funcionamento da instalação desportiva. Se deseja saber mais sobre estes especialistas, entra no nosso site: www.gymfactory.pt

RICARDO AMORIM

ADELINO CUNHA

JOÃO GALILEU

ANA JOÃO SEPULVEDA

ricardoamorim@fisioglobal.pt

www.ihavethepower.net

Joao.galileu@netcabo.pt

ana.sepulveda@40maislab.pt

■ Licenciado em Fisioterapia (ESS-VS, Portugal), e prémio como melhor aluno do curso de Fisioterapia. ■ Formação avançada na Técnica de Eléctrolise Percutânea Intratecidular (EPI®). ■ Primeiro português a realizar o One Day Stage Fellow – EPI Advanced Medicine® ■ Docente universitário no curso superior de Fisioterapia (ESSJP – VN Gaia, Portugal). Orientador em mais de 15 estudos científicos na área da Fisioterapia. ■ Director clínico e prática privada na clínica FISIOGlobal – Saúde Integral® (Portugal). ■ Director pedagógico da Master Physical Therapy® (Portugal). ■ Um dos autores do livro “ * Andebol. Um Caminho Para o Alto Rendimento. 2012

■ CEO Solfut, Lda – I HAVE THE POWER® ■ Escritor, ■ Consultor de Empresas, ■ Coach, e Orador Motivacional. como um LICENSED TRAINER OF NLP pela Society of Neuro-Linguistic Programming™, ■ Dos 5 Trainers de língua portuguesa que fazem parte da Equipa de Elite do Dr. Richard Bandler (co-criador da PNL) e a Solfut - I Have the Power é um centro de treino de PNL legalmente autorizado e reconhecido internacionalmente por Richard Bandler e pela Society of Neuro-linguistic Programming™.

■ Master in Body Language and Lie Detection Center for Body Language ■ Executive MBA de Liderança & Gestão de Negócio Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) ■ Business Coaching – European Coaching Association (ECA) More Institute ■ Executive Education - IHRSA University Program IESE Business School of Barcelona – University of Navarra ■ Pós-Graduação em Gestão de Recursos Humanos Universidade Lusíada ■ Licenciatura em Ciências do Desporto – Gestão do Desporto

■ Master em CoolHunting e Gestão da Inovação ■ Mestrado em Estudos Culturais Americanos ■ Licenciatura em Sociologia ■ Managing Partner da 40+Lab – consultora de negócios especializada no segmento sénior ■ Larga experiência em consultoria estratégica nas áreas de marketing e desenvolvimento de negócio e estudos de mercado ■ Co-autora do livro “Marketing para os 45+. Um mercado em expansão” ■ Ao longo de mais de 15 anos tem dado formação nas áreas de marketing e consumo em nas escolas mais reconhecidas

GUILLERMO A. LAICH DE KOLLER www.guillermolaich.com

PABLO FELIPE MARTÍN SANZ

pablo@fasnutrition.com

AMÂNCIO NUNO FERREIRA SANTOS

amancio.nuno.santos@gmail.com

PAULINA SAVALL

paulinasavall@yahoo.es

■ Licenciado em Medicina e Cirurgia (Universidade Complutense de Madrid) ■ Doutoramento em Medicina e Cirurgia (Universidade de Alcalá de Henares) ■ Especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética Universidade do País Basco – MIR) ■ Especialista Universitário Europeu em Saúde Mental (Universidade de Léon) ■ Médico Especialista Associado (Clinica Mediterrânica de Neurociências de Alicante) ■ Especialização Internacional em Medicina e Ciências do Desporto ■ Diretor Clinico: Centro Médico Estético – Las Rozas – Madrid

■ Formador de (futuros) Profissionais de Fitness na APECED ■ Autor de inúmeros artigos para a revista Mescle Stars! ■ Autor convidado em inúmeras revistas de desporto ■ Instrutor oficial TRX ■ Júri Nacional de Físico-Culturismo e Fitness (IFBB) ■ Quiromassagista Terapêutico e Desportivo (APECED) ■ Instrutor de Matt Pilates (APECED) ■ Diretor e Speaker da AMCFF (IFBB Madrid)

■ Crossfit Level 1 Trainer Course ■ Licenciatura em Osteopatia ■ Pós-Graduação em Marketing Management ■ Licenciatura em Ciências do Desporto ■ Club Manager Fitness Hut Amoreiras ■ Training Manager da Technogym em Portugal. ■ Responsável pelo departamento de Formação da Technogym e Formador ■ Instrutor de Rpm(01), Body Pump(01), Body Attack(03), Spinning(05), Power Jump(09) E Cx Worx(11)

■ Licenciada em Ciências Biológicas ■ Pós-Graduação em Bioquímica da Nutrição ■ Mestrado em Bioquímica Experimental ■ Mestrado em Dietética e Nutrição Humana ■ Investigadora e Professora na Faculdade de Biologia INEFC ■ Ex-treinadora da Seleção Nacional Espanhola de Natação Sincronizada ■ Primeira Master Trainer europeia pela Pilates Balanced Body University (USA) ■ Ex-diretora de Formação de Instrutores de Pilates - Tecno Sport ■ Autora de vários livros e DVD’s

instrutores

Gym Factory Instrutores Nº2 Verão 2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you