Page 1

A informação profissional imprescindível PARCEIRO

GYM FACTORY,

La Feria del FITNESS e Instalaciones deportivas Madrid 29-30 de Maio 2015 www.gymfactoryfairs.com

inverno 2014

6€

4 A NOSSA ASSOCIAÇÃO

15 ANOS DA AGAP A obra é boa quando dura para lá de quem a criou GESTAO

PRAZER DE GERIR UMA MARCA EM EXPANSÃO Diferença e dificuldades A VOZ DO ASSOCIADO

AGAP Passado - presente - Futuro

ANÁLISE

EFEITO ROLLING STONES Gestão, ao sabor da música!


4

F

AZEMOS 10 ANOS! Parece que foi ontem que começámos esta jornada, com a esperança de quem deseja transformar o seu grande sonho em realidade. Tudo começou com um estudo de mercado junto de uma amostra de algumas centenas de ginásios de diferentes níveis em Espanha. O que já se sentia no início tornou-se uma evidência quando recebemos os resultados da pesquisa: faltava uma nova publicação para os profissionais. A maioria mostrava estas preferências: não ter mais que 1/3 de publicidade, evitar as reportagens publicitárias, contar com muitas novidades e artigos de grande interesse de autores com muito prestígio e ainda ter em conta os instrutores. Também que contasse com informações úteis o que nos incentivou a criar o Diretório, hoje com mais de 400 fornecedores para centros desportivos... Este tem sido o grande sucesso da nossa publicação: escutar os conselhos dos leitores e implementá-los. O nosso compromisso é entregar a FACTORY GYM em milhares de pontos, em cada edição: a única publicação profissional impressa com garantia de distribuição em Espanha e Portugal. Cumprimos a nossa promessa. Hoje em dia continuamos a ouvir e a movimentar-nos de acordo com as necessidades do nosso sector e, por isso, temos um duplo motivo para comemorar: GYM FACTORY, a Feira de fitness e de instalações desportivas realiza-se em 29 e 30 de Maio de 2015, em Madrid. A esmagadora maioria das empresas têm-nos escolhido como o evento profissional para o futuro do Fitness em Espanha e esperamos contar também com os empresários de Portugal nesta iniciativa ibérica. Obrigado às empresas que continuam a apoiar-nos Obrigado aos nossos autores, Obrigado à nossa equipe Obrigado aos leitores, Obrigado à AGAP, E 10 vezes OBRIGADO!

inverno 2014 número 4 EDITORA: Inés Ledo editora@gymfactory.net Equipa AGAP José Julio Castro Armando Moreira Fabio Lopes info@agap.pt Administração Teresa Carmona administración@gymfactory.net

C

UMPRE-SE COM A PRESENTE edição o desejo de publicação de 4 revistas GYM FACTORY em 2014, e confirmamos a igual vontade de, em 2015, levar aos nossos associados e ao sector em geral uma revista por estação. A tarefa não foi fácil, como nunca é simples iniciar um projecto arrojado e profissional. Foi desde sempre claro para nós que a publicação deveria ser interessante para o sector, e não uma mera recolha inconsistente de artigos. Pelos comentários dos leitores, acreditamos ter conseguido este objectivo. Este sucesso obriga-nos agora a um cuidado redobrado nas próximas publicações, que devem corresponder às expectativas já confirmadas. Este é também um local de informação sobre as principais actividades da AGAP, que se apresenta como associação do sector mas também como representante do fitness nacional. A esta ousada ambição deve corresponder uma séria pesquisa que se traduza em sólida comunicação. Ginásios informados são seguramente mais profissionais e conseguem decerto melhores resultados. Pela minha parte, aguardo as vossas sugestões e comentários para podermos fazer ainda melhor! 2015 será um ano de definição da AGAP do futuro. Que abrangência desejamos? Quais os temas que devemos acompanhar persistentemente? Saúde e Fitness e parceria com a Direcção Geral de Saúde, Diálogo Social, permanência no Conselho Nacional de Desporto e apresentação de programas no seu seio, são alguns dos temas que não podemos abandonar. No fim de 2015 terminamos este mandato e urge fomentarmos um trabalho de preparação de novos associados para integração de novas equipas na AGAP. É um desafio que sem dúvida teremos que levar a cabo no próximo ano. Porque estamos no fim de mais um período e em vésperas de Natal, desejo a todos Festas Felizes e um novo ano com o sucesso que todos almejamos. Bom trabalho!

Redação Isabel Ojeda redacción@gymfactory.net

Pablo López de Viñaspre Armando Moreira Miguel Tabosa Vaz

Publicidade Tel: +(34) 911 274 774

Design e layout JAMAIS redacción@gymfactory.net

Edita: Inés Ledo Ramos

ISSN: 2174-6168

Contribuições: Alcino Francisco José Júlio Vale Castro Joaquim Manuel Brandão dos Santos José Carlos Reis

Domicilio social: Avda. del Monte, 25-1 Telf.: 911 274 774 info@gymfactory.net 28250 Torrelodones (Madrid) Espanha

Impressão: Artes Gráficas Villena

Depósito legal: M-675-2005 Proibida a reprodução total ou parcial de textos, desenhos, gráficos e fotos sem autorização prévia do editor. GYM FACTORY não se responsabiliza pelas opiniões expressas pelos autores, nem se identifica necessariamente com as mesmas.


resumo 3 6 12 16 18 22 26 28 32 38 39 40

Notícias A nossa Associação Actualidade A voz do associado Empresários Consultoria Análise Gestão Panorâmica de mercado Calendário de atividades Especialistas Directório de empresas

I N V E R N O 2 014

12

ACTUALIDADE Aulas virtuais na perspectiva da lei dos ginásios

Abro a app do meu ginásio no iphone. Leio as notas que me dão conta de mais uma aula e um novo evento. Acabo de partilhar o meu treino de ontem, registado no meu smartphone, nas redes sociais e só tenho a próxima reunião de trabalho daqui a 2 horas. E penso: porque não aproveito e faço agora uma aula de bike? Humm, a esta hora não haverá aula de estúdio... Verifico de novo a app. Uma aula daqui a 15 minutos, “Bike V”. Aula virtual. A caminho...

22

CONSULTORIA

Modelo Global de Fidelização (1ª parte)

Se há um motivo positivo que esta crise trouxe foi o destapar a importância que a fidelização de clientes tem no resultado final da empresa. A crise de consumo levou a uma redução no número de visitas espontâneas que resultou numa redução de novas adesões nos ginásios. Quando as adesões mensais não são suficientes para compensar o número de cancelamentos é essencial aumentar os esforços para reduzir o número de abandonos. Nesta situação é especialmente relevante a fidelização de clientes.

18

32

EMPRESÁRIOS

As prioridades da Gestão num Clube de Fitness

O preço baixo não é a solução para o crescimento do seu negócio !A gestão de um Clube de Fitness é, hoje em dia, um dos maiores desafios na área da gestão de negócios. Confrontamo-nos sistematicamente com uma realidade em que a premissa do preço mais baixo, parece ser a única solução para o sucesso e crescimento do nosso Clube. Aliado a este frequente fenómeno, assistimos ao incremento da oferta com o aparecimento de novas cadeias e o crescimento de várias cadeias de Health Clubs já existentes, na maioria dos casos de origem low cost.

2

PANORÂMICA DE MERCADO São importantes os exercícios de ombros?

Esta zona do corpo é verdadeiramente importante. Ter uns ombros fortes não é apenas uma questão estética mas também de saúde, já que esta é uma parte fundamental para o nosso corpo. Os músculos envolvidos nesta zona realizam muitos movimentos convencionais e ombros débeis são responsáveis pelas más posturas e um incorreto balanceamento dos braços. Nesta panorâmica de mercado mostramos uma seleção das melhores máquinas que um ginásio pode contar para treinar ombros.


notícias NOVO MONITOR DO REMO INDOOR CONCEPT2 MON ITOR D E PE R FOR MANCE PM5 O Remo mais vendido do mundo apresenta o novo PM5, o monitor de performance mais avançado de sempre, concebido para todos os modelos do Remo Concept2. O novo monitor de performance dos Remos Indoor Concept2 vem equipado com um ecrã retroiluminado para melhor visualização, ligações Bluetooth Smart e ANT+ para transmissão de dados sem fios, permitindo a ligação a cintas de peito de frequência cardíaca. Vem ainda equipado com uma PEN USB para registar os seus treinos e fazer upgrades de software. O novo monitor passa a equipar de serie todos os modelos do Remo Indoor Concept2: modelo D; modelo D BLACK e Modelo E. O modelo D BLACK equipado com o PM5 já chegou ao mercado português e é agora a escolha das boxes e dos praticantes de CrossFit, mas também dos ginásios e academias, clubes de remo, centros militares, clínicas e hospitais e ainda de muitos particulares que escolhem este equipamento para os seus treinos em casa. www.nautiquatro.pt

CERTIFICAÇÃO G-FUNCTIONAL INOVAÇÃO - EDUCAÇÃO - MOTIVAÇÃO

BWH, UMA EMPRESA IMPLEMENTADA DESDE 1986 NO MERCADO DE FITNESS

Instalada no Carregado e comercializamos prestigiadas marcas de renome internacional como Nautilus, StairMaster, Schwinn, Sportsart, Finnlo, Hammer, etc das quais somos representantes exclusivos em Portugal e algumas em Espanha. Estamos vocacionados para a comercialização e distribuição de equipamento desportivo caracterizado por um alto padrão estético, ótimos níveis de rendimento e durabilidade. Com uma vasta experiência e em constante evolução, respondemos de forma rápida e eficaz às mais variadas solicitações.

Ajudamo-lo na escolha das soluções mais adequadas às suas necessidades, tanto na perspectiva funcional, comercial, como financeira. Com um vasto número de clientes já realizados procuramos satisfazê-lo da melhor forma, contribuindo para a modernização e inovação do mercado em que estamos inseridos. A nossa equipa de profissionais trabalha diariamente para o seu sucesso. O seu sucesso é o nosso sucesso! geral@bwh.pt

A Gimnica, decidiu lançar o G-FUNCTIONAL® com o objectivo de colmatar várias lacunas no panorama da oferta formativa, pondo à disposição dos profissionais blocos de workshops semestrais que vão permitir adquirir mais conhecimentos e maior especialização nas suas áreas de interesse. Se é empresário ou gestor de Ginásios ou Health Clubes e pretende inovar e dar resposta aos novos nichos de mercado criando novas fontes de receita, motivar, educar e fidelizar os seus profissionais, oferecer aos seus sócios novas experiências de treino com valor acrescentado e ser um Líder, então os workshops G-FUNCTIONAL® são ideais para a sua equipa de instrutores. Temas: TRX® e RIP™ Training, BOSU®, GroupPole®, MMA GroupFitness, Mobility & TriggerPoints, GRID®, PURmotion® LAB, Barra Olímpica e Ginástica, LEBERT® System, Bootcamp, Pilates, Treino Metabólico, Running Academy, Golf Fitness e Surf Fitness, Avaliação Física e Postural, Treino Desportivo e Performance, Suplementação, Marketing e muitos outros. www.gimnica.pt

SORISA, S.A. ESPECIALISTA EM SAÚDE, BELEZA E BEM-ESTAR

“Fundada em 1980, a SORISA, S.A. tornou-se especialista em saúde, beleza e bem-estar, liderando atualmente os setores de mercado onde se insere nas áreas de estética, fitness, reabilitação e lazer. A Sorisa fornece equipamentos e consumíveis e disponibiliza serviços de assistência técnica, formação, exploração de espaços, projetos e estudos de viabilidade. Para o mercado do Fitness, a oferta passa por equipamentos profissionais para cardiofitness e musculação das marcas Intenza, Gym80 e Nessfit, equipamentos para pilates da Bonpilates, equipamentos para treino de circuito da Gymna, equipamentos de musculação aptos a cadeiras de rodas da Hur, acessórios de ginástica e hidroginástica, equipamentos de manutenção física outdoor e soluções home fitness da Tunturi. Atualmente com lojas em Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Funchal, e serviços centrais e logística no Prior Velho, estará também brevemente em Luanda, Angola, no seguimento da sua política de expansão.” www.sorisa.pt

3


notícias

O SECTOR PROFISSIONAL DO FITNESS DA ESPANHA DECIDIU

GYM FACTORY, la Feira del Fitness e Instalaciones Deportivas, realizar-se -à nos dias 29 e 30 de maio de 2015 no Centro de Exposições Juan Carlos I, Feira de Madrid. A decisão do mercado foi unânime e contundente ao decidir o evento profissional de Espanha. LEDO Sports & Events continua, de momento, a receber pedidos de empresas de todas as partes da península, para participar no que está estabelecido como o único evento profissional de Fitness e Instalações desportivas de Espanha e toda a península ibérica e, a partir de agora, como um ponto de encontro onde todos os profissionais têm lugar, do menor ao maior, graças à sua ampla gama de oferta. O projecto de LEDO Sports & Events convenceu, porque atende a todos os requisitos exigidos à nossa indústria: Um evento em que convergem as empresas, visitantes, gestores e entidades relacionadas com o exercício físico, além de realizar um grande número de atividades, possibilidade de organizar visitas antes do evento, Festival de fitness, Feira Virtual que permanecerá ativa durante todo o ano e muito mais. A pouco menos da metade de um ano de celebração do evento Professional da península, a organização tem já 50% do espaço reservado, e confirmadas atividades muito importantes, como o Congresso Nacional da FNEID, a II jornada de Fitness e Bem-estar em Centros municipais desportivos, o Congresso Europeu de Medical Fitness, e o Congresso Nacional de Instrutores, entre outros. www.gymfactoryfairs.com

A ZENBIO tem por missão entregar ao mundo fitness produtos com a máxima qualidade e um serviço de apoio técnico rápido e eficaz. Seleccionamos para nossos parceiros organizações que partilham esta mesma filosofia e são altamente especializados na concepção e construção de cada equipamento. CÁRDIO - www.truefitness.com FORÇA - www.inotecfitness.com REMOS - www.firstdegreefitness.com

4

2º CONGRESSO NACIONAL DE GESTÃO DE HEALTH CLUBS & GINÁSIOS

Teve lugar a dia 05 de Dezembro de 2014 no Centro de Congressos de Lisboa. Estiveram presentes perto de 1000 Profissionais de Fitness, sendo que, mais de 65% eram Proprietários, Gerentes e Directores de Clubes. Durante o Congresso foi lançado o Maior Estudo sobre Crescimento de Health Clubs

& Ginásios “Neste” Novo (e Desafiante) Mercado do Fitness (mais de 400 Clubes visitados e estudados durante todo o estudo que decorreu durante 2014). O Congresso teve a Organização da Fitness TRIBE (Consultora do Mercado e Responsável pelo Acompanhamento de mais de 100 Crescimentos de Health Clubs & Ginásios em Portugal) com a Parceria Oficial da AGAP e com mais 18 Marcas Patrocinadoras do Mercado de Fitness. Tel: 962346808.

APÓS CONQUISTAR O MERCADO BRASILEIRO, A NEW PILATES ATRAVESSA O OCEANO E JÁ ESTÁ PRESENTE NA EUROPA E AMÉRCIA DO SUL. Fundada em 2008 em Fortaleza, no nordeste brasileiro, a New Pilates possui fábrica própria, funcionando a pleno vapor levando qualidade e segurança em seus equipamentos a mais de 800 studios em todo o Brasil. Pioneira na fabricação diferenciada de aparelhos de pilates. A New Pilates inovou ao desenvolver seus equipamentos com barras em aço inoxidável, substituindo a tradicional madeira. Além de mais firmes do que os atuais, os aparelhos são de fácil instalação e acompa-

nham acessórios com encaixes simples e um manual detalhado de uso e montagem. Mais versáteis e duráveis, os equipamentos New Pilates aliam a segurança e a estabilidade na execução dos movimentos e o diferencial estético/visual. Com o propósito de melhor atender aos usuários e praticantes desta atividade, a New Pilates se destaca e diferencia-se de todas as outras fabricantes. www.newpilates.com.br

A segurança, saúde e bem-estar dos utilizadores são a nossa fonte de inspiração diária. Para nós, equipar um ginásio não passa apenas pelo fornecimento do equipamento, mas sim pelo amplo conhecimento do cliente e do utilizador do seu ginásio, pois só assim podemos apresentar uma oferta adequada a cada situação. Estamos convictos que a prestação de um excelente serviço, passa pela criação de uma relação de total confiança e transparência com os clientes, e por uma oferta de

equipamentos que colocam ao serviço das pessoas as mais recentes tecnologias, segurança e qualidade. info@zenbio.pt


a nossa associação

15 ANOS DA AGAP A OBRA É BOA QUANDO DURA PARA LÁ DE QUEM A CRIOU

ALCINO FRANCISCO FUNDADOR DA AGAP JORNALISTA DESDE 1982

O ginásio daquele tempo Montar um ginásio, era quase uma brincadeira sob o ponto de vista legislativo. A legislação portuguesa era simplesmente omissa em relação a esta atividade num momento em que estávamos a escassos três anos de abrir em Portugal a primeira unidade da rede Holmes Place. Os ginásios podiam estar em garagens, salas de apartamentos ou lojas de grandes dimensões quando ao mesmo tempo, apareciam projetos de ginásios com piscinas com água do mar. Particulares, empresas, hotéis e até mesmo municípios, faziam uma mancha de instalações em todo o País, sem que a Assembleia da República tivesse alguma preocupação com mais de um milhar de instalações em todo o território. Visto desta forma, seria preocupante mas com a ausência de registos, ninguém, nem mesmo o legislador dava pelo volume de instalações existentes. O tecido empresarial dos ginásios estava equiparado ao dos empresários do segmento têxtil

6

dos anos 80. Apenas as Páginas Amarelas, de que falaremos mais à frente, dava conta da existência de uma atividade que envolvia meio milhão de pessoas a praticar desporto e mais de 20 mil postos de trabalho diretos e indiretos. Os ginásios em Portugal viviam um perfeito absurdo. Só a classe política poderia permitir esta anarquia legislativa. A legislação laboral estava sujeita à Lei Geral sem qualquer tipo de negociação de Contratação Coletiva pese embora quase um milhão de pessoas estivesse envolvida. A causa Em causa, estava um processo disciplinar a um Professor de musculação que daria, em princípio, direito a despedimento com justa causa. Seria no entanto necessária informação para que, em Tribunal de Trabalho, o ginásio não fosse penalizado. Neste meio tempo, começa a procura pela informação e na consequência, a associação do sector. Dezenas de telefonemas depois, a procura mostrava-se nula. Iniciou-se a pesquisa através do contacto aos ginásios mais antigos através do conhecimento empírico. Os ginásios mais antigos foram então contatados no sentido de poderem informar a existência da Associação do sector. Do outro lado do telefone, risos, criticas, rezas mas sobretudo ignorâncias. Estava dado o tiro de partida e escrita a primeira letra do nome AGAP.

O jantar de Gaia Foi a fome que deu fartura. Com mais de mil ginásios em Portugal, era necessário estar prevenido para uma grande adesão. Sem conhecimento de quantos poderiam aderir, era imperioso encontrar um espaço que se pudesse adaptar e que pudesse disponibilizar várias capacidades. No lote das ofertas, a sala maior poderia suportar cerca de mil pessoas e mais pequena, cerca de 50. Na verdade, para dar alguma intimidade ao espaço, foi necessário recorrer a biombos. Presentes, pouco mais de uma dezena de empresários. Explicada a situação, as necessidades e o panorama descrito acima, torna-se agora necessário o desafio. Criar uma AGAP. Apesar de haver apenas uma ideia e várias necessidades, era preciso encontrar o SIM. Este, chegou pela boca de Manuel Moreira do Gimnocedro, que com esta atitude credibilizou o projeto. Não falamos aqui de quem esteve presente para evitar esquecimentos já que vão decorridos 15 anos e apenas a memória escreve este trabalho. A reunião de Gaia Sem local para reunir, o recurso teriam que ser as instalações dos próprios ginásios e foi agendada a reunião seguinte. Agora sim, mesmo esquecendo nomes que a memória esconde, vamos falar das cidades dos ginásios que se envolveram: Valongo, Gaia, Lamego, S. João da Madeira, Por-


to, Gondomar, Paços de Ferreira, Guimarães. E as desculpas pela traição da memória mas estes são os presentes, 15 anos depois do esquecimento. Sem nomes porque aqui, não contam os nomes mas sim o futuro que agora acontecia. A reunião de Lamego Seria das mais importantes reuniões de todo o processo já que os intervenientes tiveram que partilhar o fim de semana numa casa de Turismo Rural, onde também havia um ginásio. A mesa, sempre foi a aproximação dos portugueses e foi na mesa que foi escolhido o logotipo da AGAP que dura até hoje. A escolha, não foi pacífica mas foi divertida. Entre abrir ou fechar ficou decidido fechar a ideia em si mesma e depois cantou-se o fado. A reunião de Lamego mostrou a todos e cada um, que os empresários da atividade estavam dispostos a levantar a sua voz e a mostrar a sua relevância na sociedade portuguesa numa época em que a União Europeia investia milhares de milhões de euros nas atividades empresariais mas nenhum cêntimo numa atividade que envolvia mais de um milhão de pessoas. Pela ausência legislativa os ginásios não tinham apenas a negociação coletiva no Ministério do Trabalho como não tinham uma linha específica de apoios financeiros à atividade, com uma clara exceção das câmaras municipais que se mostravam um concorrente privilegiado ao arrepio

do investimento privado. Para se ter uma ideia, era como se houvesse padarias ou supermercados privados e municipais e só as câmaras municipais tivessem direito a apoios financeiros. Os apoios aos ginásios dependiam apenas dos regimes gerais da criação de postos de trabalho e da constituição de empresas. Por outras palavras, ter professores contratados em regime de part-time não estavam considerados no investimento nem eram considerados como criação de postos de trabalho indiretos. A única rúbrica que ia valendo era o imobilizado que durava o primeiro impacto em termos fiscais. Do outro lado da “barricada” fiscal, o IVA apertava o pescoço das empresas e o esforço de admissão de um novo utente limitava a capacidade dos ginásios poderem renovar o seu parque de equipamentos, na mesma velocidade em que o mercado criava novas modalidades e novas estratégias de comunicação. Os ginásios estavam perante a típica “pescadinha de rabo na boca” e muitas empresas, pensavam duas vezes antes de admitir um novo cliente nas instalações. Tudo funcionava ao cêntimo e Lamego, registou a ata da reunião. Estava criado nome, estava criado o logotipo, estavam descobertas as razões. Era a hora de agir. Périplo Nacional A primeira tarefa estava criada. Copiar as Páginas Amarelas pelo teclado de um computador. Uma

pessoa (Margarida Moreira) teve essa tarefa. Seria agora necessário “teclar as Páginas Amarelas por região. Apenas as que tinham website (muito poucas) davam a oportunidade de entrar numa base de dados de endereços de email. Várias semanas depois, estava criada a primeira base de dados da AGAP por região. Foi então decidido fazer um “tour” nacional e convidar os ginásios de cada região a comparecer no hotel previamente agendado. Graças ao investimento antecipado do Manuel Moreira, a manobra foi possível. Vila Real de Trás os Montes, Porto, Coimbra, Lisboa, Évora, Faro. Foram os pontos escolhidos. A adesão foi fraca. Muito fraca. Os empresários pareciam pouco interessados em lutar pelos seus interesses. No quarto de hotel, as Páginas Amarela locais, convidavam por telefone cada ginásio a estar presente. Muito poucos deram a sua presença mas o trabalho feito haveria de dar resultados. Os resultados que hoje estão no volume de associados da AGAP. Os poucos que aceitaram o convite tornaram-se AGAP. 1º Encontro Nacional O departamento jurídico, estava já a cargo de Freitas Gomes, o mesmo advogado que defendia os interesses do segmento têxtil, numa época em que Portugal ainda tinha uma grande dependência deste setor de atividade.

7


a nossa associação

A base de dados estava construída e estavam localizados os empresários que no território nacional tinham manifestado interesse em encontrar soluções. O passo seguinte seria reunir todos os interessados e o local escolhido foi Famalicão, onde compareceram mais de meia centena de empresários no espaço Rauliana. Aos pedidos para acabar com os ginásios que não tinham condições para funcionar, somaram-se os pedidos para ajudar estes mesmos ginásios a criar condições para poderem sobreviver. Muitos deles permanecem a trabalhar até aos dias de hoje. Deste 1º Encontro Nacional da AGAP que procurava soluções, haveriam de sobrar problemas. Os divisionismos A AGAP estava já a construir o seu “network” com as instituições oficiais e o Ministério do Trabalho estava prestes a reconhecer a associação como representativa do setor. Os ginásios de Portugal olhavam desconfiados para a única solução disponível e esse movimento começava a chamar as atenções dos corredores do poder. Tarde ou cedo, o pendor da guilhotina estava prestes a ser largado. A atenção sobre o movimento tornava-se mais ativa a cada dia e só os envolvidos permaneciam imunes. Multiplicavam-se as reuniões em Lisboa com a Administração Pública e as reuniões entre os intervenientes internos, ganharam um calendário semanal.

8

À boa moda portuguesa tinha começado a “feira das vaidades”. Todos queriam estar presentes nas reuniões oficiais embora muitos ficassem distantes das reuniões de trabalho. Assim se abriram as primeiras brechas numa equipa que tinha conseguido o objetivo e que agora, era atacada a partir de dentro. Era preciso ajuda. Freitas Gomes, o advogado do setor têxtil, um dos maiores setores da época, dá as suas recomendações para que se evite o fracionamento da associação. A estratégia passava por fazer tudo para que todos ficassem juntos. A solução passava pelo registo internacional da AGAP para fechar portas a novos registos. A Europa era agora o alvo. Mau demais para ser verdade, também a Europa tinha falta de uma estrutura que pudesse suportar a unidade do setor dos ginásios e começou tudo outra vez. Contatos, bases de dados, projetos de raiz. A questão do IVA Uma das maiores preocupações a discutir com a Administração era sem dúvida, a questão do IVA. A generalidade dos empresários sabia o valor que pagava a cada trimestre mas desconhecia as questões técnicas em relação às questões do IVA e à amortização do imobilizado. Tudo dependia da capacidade de cada contabilista e da capacidade que cada ginásio tinha em discutir com o seu próprio contabilista a questão fiscal. A questão passava pela Formação empresarial.

Do outro lado da barricada fiscal, o facto de o recibo do ginásio não ter qualquer influência fiscal para o utente, ao mesmo tempo que se lutava para que o a frequência do ginásio pudesse passar fazer parte do receituário clínico. Ginásio versus Ministério da Saúde A montante, os ginásios partilham os fornecedores de equipamento com as clínicas de fisioterapia e pese embora esta proximidade, até aos dias de hoje, não foi ainda possível encontrar um espaço comum entre a atividade comercial dos ginásios e o ambiente da saúde em termos fiscais. Entre a fundação da AGAP e os dias de hoje, podemos até acusar um retrocesso já que os ginásios não utilizaram o seu capital político para o seu enquadramento fiscal legítimo. Aqui, a falha, por muito que doa, é mesmo da AGAP e dos ginásios e reconhecer os erros, é apenas aprender a preparar o futuro que se pretende fiscalmente mais saudável em favor das populações. Mais cedo ou mais tarde, o investimento público municipal, uma das maiores manchas concorrenciais do setor privado, haveria de ser o principal aliado na redução da taxa de IVA que mais tarde haveria de ser perdido por duas razões. A primeira, porque a crise se instala em Portugal e a segunda porque os ginásios, na sua totalidade, não entenderam que tinham uma oportunidade de criar um lobbie idêntico ao das farmácias.


a nossa associação

Este “gap” mantém -se se até aos dias de hoje por diversas razões que deveriam ser ultrapassadas desde que a “feira das vaidades” fosse vencida. O Decreto-lei A Administração Pública, ao perceber o movimento dos ginásios na defesa dos seus interesses, decide promover o que antes nunca lhe tinha sido sugerido e legislou sobre a atividade. Neste contexto, fez publicar em Diário da República legislação destinada aos ginásios. Na frente de batalha, a obrigatoriedade do Diretor Técnico, a declaração médica e o seguro do utente. A questão relativa ao Diretor Técnico haveria de ser pacífica já que a generalidade dos ginásios tinham a preocupação de oferecer aos seus utentes a qualidade suficiente e na sua totalidade, os ginásios dispunham de pessoal qualificado enquadrado na legislação. Na questão da qualidade dos serviços, os ginásios anteciparamse e muito antes de o legislador exigir, já os ginásios de Portugal estavam a cumprir a Lei que em 2014, ainda não é imposta no Reino Unido. Já a declaração médica, haveria de levantar duvidas uma vez que não era entendível (e continua a não ser), a razão pela qual é necessária uma declaração médica para frequentar um ginásio com Direção Técnica especializada, em instalações com equipamento certificado pela norma ISO, podendo no entanto praticar qualquer tipo de

10

desporto em espaços públicos ou em equipamentos autárquicos sem a mesma obrigação. Já a questão do seguro dos utentes, acabaria por se revelar a âncora da AGAP em termos financeiros e surgem as negociações que acabariam por ser acordadas em Valongo para todos os ginásios envolvidos acabando esta regra legislativa por se tornar uma fonte de rendimento para os ginásios e o principal fundo de receitas da AGAP. Se na questão do Diretor Técnico a solução estava criada antes de legislada, a declaração médica haveria de ser assunto a negociar nas calendas com a Administração Central. Em relação ao seguro do utente, haveria que ver entre a “garrafa meio cheia ou a garrafa meio vazia” e foi decidido em Assembleia (e bem), ver a “garrafa meio cheia”. Estava encontrada mais uma fonte de receita para as empresas e uma garantia financeira para a AGAP que não conseguiria sustentar a sua existência apenas com as suas cotizações. Neste tempo, Manuel Moreira, o primeiro Presidente, continuava a ser o garante único da estabilidade financeira da associação. Acidentalmente, a publicação do Decreto-lei tinha constituído uma ameaça aos ginásios e fazia perigar alguns deles. Como é hábito nos portugueses, a desgraça uniu as pessoas e a AGAP ganhou aqui um novo fôlego. O que a Administração Pública tinha tentado por força do Diário da República, estava ago-

ra a produzir o efeito contrário e mais ginásios se uniram na sua “colmeia”. A ruptura Fruto dos divisionismos descritos acima, havia a necessidade de se encontrar um ponto de união e como não existia uma associação europeia, seria Portugal a dar o primeiro passo. Depois de localizada a associação de Espanha, haveria de ser através de um ginásio de Paços de Ferreira que seria descoberta a associação da Alemanha e através desta, a do Reino Unido, da Grécia, Suíça e Bélgica. Ao mesmo tempo, uma empresa brasileira, organizava na FIL a primeira feira de Fitness, enquanto a AGAP, descobria nos Estados Unidos, um português que se afirmava como um génio nas questões do Fitness. A AGAP envia os convites e aloja todos os seus convidados num hotel da Costa da Caparica e durante a primeira feira de Fitness na FIL, dá-se o segundo Encontro Nacional da AGAP e o primeiro Encontro Europeu, que haveria de dar origem ao documento European Fitness Centre’s Association. Seria através deste documento que a paz voltaria à AGAP já que as divisões estavam agora concentradas na construção de um projeto europeu. Antes dividida, a AGAP estava agora mais unida do que nunca na frente de um movimento internacional. Portugal, pela mão da AGAP, estava ao leme dos destinos da atividade dos ginásios em toda a União Europeia.


2ºº E Encontro t europeu p No ano seguinte, incluída na maior feira de Fitness da Europa, a AGAP seria convidada para dirigir o segundo Encontro Europeu de Ginásios na cidade de Essen na Alemanha, onde se fez representar com três elementos, a maior representação internacional no evento. Manuel Moreira (Gimnocedro), Alcino Francisco (Megafit) e Miguel Soares (Total Fitness), haveriam de ditar as regras do jogo que deixaram de fora alguns dos maiores produtores mundiais de suplementos alimentares e equipamentos que insistiam em participar sem direito a voto. Com mais de dez países europeus a participar, seria Portugal a impor as regras do jogo definindo que apesar de não ser secreta, a reunião era discreta e que o importante era chegar ao Parlamento Europeu. Estava construído um lobbie que a AGAP perdeu já que no contexto europeu, se perdeu tudo o que se poderia ter ganho. Morrer para renascer Com a evolução da sua atividade, a AGAP acabou por absorver elementos que antes estavam no painel legislativo a fazer lembrar ministros que abandonam o Governo para integrar as empresas com quem antes negociaram. A AGAP, no contexto da política nacional, terá encontrado o seu caminho pese embora seja Portugal que ainda o procura. Para novas políticas é sempre necessário novas pessoas na política. Na certeza porém, se a função primeira de uma mulher é dar à

luz luz, a função primeira de uma associação, é fazer política. “A obra é boa quando dura para lá de quem a criou” (Pde Vicente Porto - 1995). Passado, presente e futuro O grande problema dos ginásios continua porém a persistir na descoberta do processo de fidelização dos seus utentes. A estratégia urge em descobrir mecanismos de manutenção das inscrições numa luta contra as desistências e, aqui, é de crer que os empresários possam pensar em recorrer aos especialistas na área da comunicação. Se na média final os ginásios conseguirem que os seus utentes se mantenham por mais uma mensalidade, está encontrado o caminho para aumentar o volume de faturação dos ginásios. Se o caminho para mais uma mensalidade por utente estiver encontrado, estará também encontrado o caminho para aumentar o fluxo em mais duas mensalidades. Três, quatro e até onde o esforço do ginásio e do utente consiga ir. A pergunta que fica é a mesma de sempre. Como manter o utente no ginásio por mais tempo? A resposta, invariavelmente, é a mesma: Através de resultados. A questão está em comunicar com o utente sobre os resultados atingidos. Sem preguiça e com uma grande dose de consciência e aqui, as teorias do coaching podem bem ser apresentadas como a porta de acesso para que cada utente, multiplique o número de meses que permanece no ginásio. O passado ficou contado em traços gerais. Do presente, pode-

mos apenas aplaudir e do futuro futuro, pode-se fazer mais do que tudo junto. Para um povo que foi capaz de negociar a divisão do Mundo, exige-se que Portugal possa agora encontrar as suas próprias soluções. Utopia? Utopia era descobrir o Mundo e isso foi possível. A AGAP, está desafiada a entrar na “caravela” fitness e se não descobrir o Mundo, pode, no mínimo, negociar a Europa. Faz-se caminho caminhando. Alcino Francisco Fundador da AGAP: • Jornalista desde 1982. Fundou a revista Stampare em 1985, época em que se estreia na Rádio Fundação e funda a revista Infantar em 1995. • Em 1994 investe no segmento dos ginásios em Matosinhos e 18 meses mais tarde, repete a aventura em Valongo, onde permaneceria seis anos, antes de abandonar a atividade e regressar ao jornalismo. Foi o associado numero 1 da AGAP nos seus registos e atas. • Entra no Grupo 1º de Janeiro no Jornal Motor em 2002, para seguidamente se tornar assessor da Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção. Em Portugal, haveria ainda de representar as feiras de Luanda, Alimentícia e Constrói Angola. • Em 2007, passa a residir em Londres onde se mantém como editor do jornal Palop News.

11


actualidade AULAS VIRTUAIS NA PERSPECTIVA DA LEI DOS GINÁSIOS Abro a app do meu ginásio no iphone. Leio as notas que me dão conta de mais uma aula e um novo evento. Acabo de partilhar o meu treino de ontem, registado no meu smartphone, nas redes sociais e só tenho a próxima reunião de trabalho daqui a 2 horas. E penso: porque não aproveito e faço agora uma aula de bike? Humm, a esta hora não haverá aula de estúdio... Verifico de novo a app. Uma aula daqui a 15 minutos, “Bike V”. Aula virtual. A caminho...

JOSÉ JÚLIO VALE CASTRO FORMAÇÃO JURÍDICO-ECONÓMICA PRESIDENTE DA AGAP

O

Congresso Europeu da IHRSA em Amesterdão no passado mês de Outubro foi dominado pelos temas relacionados com novas tecnologias e aulas virtuais. “O futuro da Indústria”, “Aulas virtuais: o fim dos estúdios vazios”, “Nova media marketing” ou “A indústria do Fitness na idade digital” foram alguns dos assuntos propostos e apresentados neste grande Encontro europeu do Fitness. Muito interessante foi verificar uma tendência agora publicitada de aplicações dos ginásios para smartphones, pois trata-se de um tema que em Portugal a AGAP já tinha equacionado e iniciado tratamento, para posterior informação e benefício dos ginásios associados.

12

As aulas virtuais consistem, no entanto, no tema mais discutido nos corredores, e não é uniforme a opinião sobre esta novidade do mercado. Desde o técnico de exercício mais fundamentalista na defesa do acompanhamento personalizado até ao gestor mais firme na defesa da contenção de custos, há de tudo um pouco nas opiniões que vou ouvindo sobre o tema. Sendo assim, a posição adoptada neste artigo é meramente pessoal, sendo também muito própria a análise desta temática na perspectiva legal. Todos estamos habituados a entrar nos clubes e respirar o ambiente de alegria e movimento das aulas de estúdio. Sempre? Não! Só nas horas mais movimentadas, normalmente ao fim do dia, quando os ginásios registam maior afluência de praticantes. Também é conhecida a fidelização dos clientes das aulas de estúdio, maior do que acontece na frequência das salas de máquinas, o que se compreende pelo espírito de grupo e de proximidade ao professor. Será que esta realidade se sentirá nas actividades dos estúdios se o

técnico de exercício não estiver presente? Por outro lado é conhecida a aversão de muitos clientes que têm receio de não saberem acompanhar as aulas (nomeadamente nos movimentos sincronizados e no ritmo) e assim fazerem “fraca figura”... Será que estas aulas virtuais, projectadas, não resolverão também este dilema, ao preparar os praticantes que, de forma mais ou menos solitária, vão aprendendo os movimentos, transitando depois para as aulas com assistência do professor? Foi muito clara nas várias sessões que abordaram este tema a ideia de que as aulas virtuais devem servir para complementar a oferta nos clubes, e nunca para substituirem os técnicos de exercício. Pode tratar-se de uma tentação dos ginásios que pretendem reduzir custos com o pessoal, mas é unânime nas várias intervenções a ideia de que seria um erro enveredar por tal escolha radical, mesmo nos casos de ginásios low-cost. Compreende-se esta opinião, pois nunca é demais reafirmar que somos uma indústria de emoções, onde


o factor humano e de relacionamento é fundamental. Claro que, a acrescer, o nosso sector sempre defendeu o exercício físico acompanhado, pelo que o radicalismo seria contranatura, decerto mesmo para quem analisa numa perspectiva mais economicista. Quer isto dizer que nos devemos situar numa posição contrária à aceitação destas aulas virtuais? Creio que não! Então que solução entendo aceitável e oportuna? Em meu entender devemos manter as aulas de estúdio tradicionais nos horários em que habitualmente elas são já propostas. Por outro lado, aceito que, nas horas em que os estúdios estejam livres, sejam propostas estas aulas virtuais como meio de aumento de oferta e também de rentabilização dos espaços. Existe igualmente uma terceira via, ainda menos divulgada mas já existente, que consiste na projecção de aulas mas com acompanhamento do professor, que assim melhor pode corrigir os movimentos dos praticantes. Esta situação é de flagrante interesse nas aulas de bike e, sem bem que não exista diminuição de custos, existirá sem dúvida um melhor acompanhamento dos utentes. E na perspectiva legal? É certo que esta abordagem não foi sequer ventilada no Congresso, dado que a legislação europeia não é em geral tão severa e restritiva como a legislação portuguesa. Contudo, no nosso País devemos assumir algumas cautelas, pois, nos termos da Lei 39/2012 (a exemplo dos DecretosLei anteriores entretanto revogados), existe um Director Técnico (DT) que coordena e supervisiona a avaliação da qua-

é conhecida a aversão de muitos clientes que têm receio de não saberem acompanhar as aulas (nomeadamente nos movimentos sincronizados e no ritmo) e assim fazerem “fraca figura”... Será que estas aulas virtuais, projectadas, não resolverão também este dilema, ao preparar os praticantes que, de forma mais ou menos solitária, vão aprendendo os movimentos, transitando depois para as aulas com assistência do professor? lidade dos serviços prestados e superintende as actividades. Estas atribuições naturalmente lhe conferem deveres e obrigações, pelo que poderá ser responsabilizado pelas situações de negligência ou falta de segurança. Na realidade, o DT assume a responsabilidade pelas actividades desportivas existentes na instalação, nos termos do artigo 5º dessa Lei e, segundo o artigo 6º, deve coordenar a produção das actividades desportivas. Nos termos do

artigo 8º, deve (em conjunto com os técnicos de exercício) actuar diligentemente assegurando o desenvolvimento da actividade desportiva num ambiente de qualidade, segurança e defesa da saúde. Resumindo, o DT deve analisar as condições de proposta de novas actividades, nomeadamente destas aulas virtuais, aferindo da sua qualidade a nível técnico, zelando pela segurança da prática e com respeito pela saúde dos praticantes. Quer isto dizer que devemos tomar uma posição contrária à oferta deste tipo de aulas? Penso realmente que não! Poderemos em meu entender propor estas actividades, tal como são propostas muitas vezes sem acompanhamento profissional directo na sala de musculação e cardio. É conhecida a realidade da recusa de acompanhamento por muitos utentes que reafirmam os seus conhecimentos das condições de treino, e não é possível oferecer em termos económicos e práticos um personal trainer a todos os praticantes, que vão desenvolvendo os seus treinos com diferentes níveis de supervisão. Sem dúvida que a prescrição do exercício é fundamental para um bom treino, mas é ilusório falar num acompanhamento constante durante a prática. Também não será demais referir que o seguro de acidentes obrigatório nos termos da Lei aqui referida (artigo 17º) pode aferir das condições da prática e do zelo na proposta das actividades como condição de aceitação dos acidentes ocorridos. Assim sendo, aconselho a que seja dada uma atenção especial nos casos de frequência destas aulas virtuais, nomeadamente com algu-

13


actualidade devemos manter as aulas de estúdio tradicionais nos horários em que habitualmente elas são já propostas. Por outro lado, aceito que, nas horas em que os estúdios estejam livres, sejam propostas estas aulas virtuais como meio de aumento de oferta e também de rentabilização dos espaços.

mas cautelas. Em primeiro lugar, avaliação da condição física antes de iniciarem as actividades (com referência pelo técnico avaliador aos especiais cuidados na prática). Depois, e sempre que possível, que as próprias aulas projectadas contenham recomendações específicas. Ideal seria também a presença com alguma assiduidade de um professor que, a exemplo do que se passa nas salas de máquinas, fosse corrigindo os exercícios e explicando os movimentos. Por outro lado, não seria demais prever no contrato de adesão uma especial

14

referência às cautelas especiais nesta prática não sujeita a acompanhamento permanente. Também não devemos esquecer que o Regulamento Interno deve conter as normas de utilização e segurança, pelo que deverão aí ser incluídas as condições especiais da frequência destas aulas, e que os procedimentos e protocolos bem como a utilização de equipamentos observados pelos profissionais e pelos utentes devem constar do Manual de Operações (artigo 21º da Lei). Constituindo uma obrigação dos ginásios, estes dois documentos obrigatórios podem,

neste caso, fornecer informação específica, limitando assim a responsabilidade da instalação desportiva. Não esqueçamos que estas ofertas têm custos agregados. Oferecer uma qualquer projecção num pequeno plasma decerto não registaria adesões... Uma tela de tamanho grande e um sistema de som de boa qualidade são imperativos, bem como a qualidade técnica da aula projectada, que naturalmente tem também um custo agregado. Nestes termos, acredito que poderemos realmente fomentar uma maior participação desportiva e melhor utilização dos nossos espaços.


a voz do associado AGAP / PASSADO – PRESENTE – FUTURO No passado dia 22 de Outubro 2014 a AGAP completou 15 anos de vida o que é uma idade interessante em contraste com uma sociedade em que o associativismo nunca foi uma tendência duradoura.

JOAQUIM MANUEL BRANDÃO DOS SANTOS FORMADO EM: GESTÃO E CONTABILIDADE, TOC, CTC

N

o passado, em Portugal praticamente o associativismo centrava-se no futebol, no hóquei em patins, algumas associações de ginástica ou de cultura física. Numa sociedade bastante individualista não eram ponderadas as vantagens duma gestão colectiva e adequada aos interesses das modalidades desportivas e no seu reflexo para a saúde das pessoas e/ ou para o sucesso dos respectivos ginásios e empresários, criando inúmeros postos de trabalho. Felizmente que esse paradigma se alterou progressivamente e hoje a situação é bastante diferente: os empresários têm uma nova visão do associativismo, que favorece a formação técnica de todos aqueles que estão envolvidos seja em que modalidade for. O associativismo permite avançar conjuntamente na busca

16

de novas técnicas, novas modalidades, de novo marketing, de mais rápido sucesso dos negócios e de criatividade mais eficiente. Realmente a AGAP deu o seu primeiro grito de existência em 22/10/1999, mas, como acontece com os humanos, a sua existência iniciou-se no “óvulo” chamado GIMNOCEDRO /FISINORCE. Por isso mesmo convém ficar “registado” no livro da AGAP um pouco da sua história, para que possa ser conhecida por todos. Já nos anos 80 existiam ginásios em Portugal, sobretudo ligados à ginástica e à cultura física geral. Principalmente no Porto e em Lisboa. Em 1989 um grupo de pessoas ligado às actividades de ginásio começou a reunir-se e a debater a necessidade de se criar uma estrutura que apoiasse os empresários e as diversas modalidades. Esse grupo de pessoas (Vítor Rodrigues, José Madeira, Rui Pereira, Victor Pombares, Brandão dos Santos, José Magalhães, António Caeiro, Laurinda Cardoso, José Duarte, Florentino, Ulisses Silva, José Guerreiro, José Azevedo, Paulo Viana, etc. (outros de que não lembro o nome) liderado por Manuel Moreira – Gimnocedro, decidiram constituir a Associação de Cultura Física do

Norte e Centro de Portugal (FISINORCE) o que aconteceu oficialmente em 04/12/1990. Durante vários anos a Fisinorce funcionou, tendo efectuado diversos seminários e eventos (Gimnocedro – Hotel Solverde – Villa Hostilina – etc) com sucesso. Manuel Moreira era o Presidente da Fisinorce e os restantes órgãos sociais eram da responsabilidade de Vítor Rodrigues, Victor Pombares, Brandão dos Santos, Laurinda Cardoso, Francisco Magalhães, José Madeira e Rui Pereira. O esforço e dedicação do Presidente Manuel Moreira foi notável quer como dirigente quer pelo apoio logístico e financeiro dado à Fisinorce. Com a chegada a Portugal das diversas modalidades de Fitness (aeróbica / step / etc) trazidas e divulgadas pelo Professor André Manz (que fez no Gimnocedro uma das primeiras convenções) gerou-se um novo movimento que despoletou o aparecimento de muitos novos ginásios nas mais diversas zonas do País, e aumentou a oferta de novas modalidades nos ginásios já existentes. Uma vez que a Fisinorce era uma Associação Regional, era fundamental que aparecesse uma Associação que abrangesse todo o país e aglutinasse de uma forma global todos os Ginásios.


Mais uma vez Manuel Moreira teve a sensibilidade e audácia de, conjuntamente com António Azevedo, Alcino Francisco, Rui Rios, Carlos Santos, Miguel Soares, Brandão dos Santos e Paulo Viana, criar a AGAP que se constituiu oficialmente em 22/10/1999. Os Corpos Sociais funcionaram com Sede nas instalações do Gimnocedro de 1999 até 2006 e durante esses 7 anos houve muitas reuniões, contactos, acções de promoção etc.. Pela antevisão, coerência, audácia, trabalho, disponibilidade de tempo, apoio financeiro e liderança, na minha opinião já deveria ter sido dado a Manuel Moreira o estatuto de Presidente Honorário da AGAP. Mas mais vale tarde do que nunca. Integra, no entanto, o Conselho Consultivo desta Direcção da AGAP. Entretanto, e mais uma vez, nas reuniões havidas na AGAP, foi discutida a vantagem de passar (temporariamente pelos menos) a Sede da AGAP para Lisboa, fiando assim mais próxima das Instituições do Poder Público e Legislativo, sobretudo tendo em conta as alterações legais que estavam a ser implantadas e que afectavam o funcionamento dos ginásios. E foi assim que a AGAP transferiu a sua Sede para Lisboa, algo que custou a Manuel Moreira

pela sua ligação afectiva mas, como é óbvio, para benefício da Agap, tendo então tomado posse uma nova direcção presidida pelo Prof. José Luís Costa e pela equipa: José Júlio Castro, Armando Moreira, Paulo Soares, António Sacavém, António Fiúza Fraga, que funcionou de 2006 até 2011. Período de intensa actividade visando sobretudo a ampliação da massa associativa, de variadíssimas reuniões com o Poder Legislativo, actividades de formação de professores, empresários, criação de plataformas regionais, etc. O trabalho do Presidente José Luís Costa, assessorado duma forma segura e criativa de Armando Moreira, foi essencial para o desenvolvimento da AGAP. Em 2012 tomou posse uma nova Direcção liderada pelo José Júlio Vale Castro, jurista e ligado ao sector há 20 anos e cuja restante equipa é constituída por Armando Moreira, Pedro Ruiz, Ana Paula Almeida, Sofia Sousa, José Luís Costa, Carlos Azevedo e Ana Paulino e vários outros, que tem agora a responsabilidade de gerir a fase adulta da AGAP, inserida numa sociedade e País em situação bastante adversa. Actualmente a AGAP “aglutina 1.000 associados, num mercado que deverá totalizar aproxima-

damente 1.300 ginásios privados”, o que é um patamar de excelência já que esses 1.000 empresários estão a prestar à população portuguesa um serviço de apoio à sua saúde (a todos os níveis) o que não se verifica da parte do governo que prefere manter o IVA dos ginásios a 23% e suportar o aumento progressivo do orçamento do ministério da Saúde, esquecendo que as actividades gímnicas evitam doenças, internamentos, uso de medicamentos em muitos casos, etc, etc. Caberá à AGAP a luta necessária para uma mudança de paradigma institucional, e continuar a desenvolver as acções de formação, gestão, qualidade, etc, dos ginásios, seus empresários e professores, para que a actividade possa ser rentável e de sucesso para todos. Cabe à AGAP actualmente aproximar-se mais do interior e Norte do País e seus ginásios, pois todos não somos demais para ajudar a mudar a mentalidade e hábitos dos portugueses de modo a que eles percebam que o valor que pagam aos ginásios é o seu melhor investimento para a sua saúde e sucesso pessoal. Pelo menos uma Delegação da AGAP no Porto poderá ser muito importante. Felicidades para a AGAP.

17


empresários

JOSÉ CARLOS REIS DIRECTOR GERAL DO GINÁSIO CLUBE PORTUGUÊS LICENCIADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA PELO ISEF

O

AS PRIORIDADES DA GESTÃO NUM CLUBE DE FITNESS O preço baixo não é a solução para o crescimento do seu negócio! A gestão de um Clube de Fitness é, hoje em dia, um dos maiores desafios na área da gestão de negócios. Confrontamo-nos sistematicamente com uma realidade em que a premissa do preço mais baixo, parece ser a única solução para o sucesso e crescimento do nosso Clube. Aliado a este frequente fenómeno, assistimos ao incremento da oferta com o aparecimento de novas cadeias e o crescimento de várias cadeias de Health Clubs já existentes, na maioria dos casos de origem low cost. 18

u seja, à redução do número de clientes, que está em linha com a depressão económica a que temos estado sujeitos, tem-se associado dois factores: - aparecimento de novos operadores (essencialmente low cost) ou aumento do número de Clubes de determinadas marcas; - redução do preço dos serviços que vendemos. Esta combinação, tem trazido as maiores dificuldades para este sector e o desafio para as vencer é enorme. Sabemos que nesta indústria do Fitness as instalações modernas, os equipamentos topo de gama, os espaços de prática e os espaços complementares de qualidade, a limpeza e higiene aprimoradas, são praticamente, apanágio de todos os operadores. Existindo várias prioridades para atingir o sucesso do meu ponto de vista, o primeiro passo, é o investimento nos Recursos Humanos. Após a definição da Missão, dos Valores e dos Objectivos a que nos propomos, o Gestor tem de alinhar todas as suas acções no sentido de criar uma Equipa competente, coesa e focada no serviço de qualidade ao cliente. Para que tal seja possível, é necessário criar um ambiente “friendly” para todos os colaboradores e fazer com que eles acreditem que são a principal “arma” para a resolução dos problemas. O respeito e a res-


O cliente do Fitness na sua maioria dos casos é um cliente informado e exigente, que, sabe diferenciar o trigo do joio. Acreditamos que tendo os melhores profissionais, conseguiremos influenciar e modificar a vida dos nossos clientes. Estabelecer hábitos de vida saudável e estilos de vida activos só é possível com a oferta de um programa global de actividade física, uma equipa profissional competente e alinhada com a gestão do Clube. ponsabilização têm de estar sempre presentes na primeira linha da relação entre o Gestor e o colaborador. A criação deste ambiente assenta essencialmente no investimento na formação de todos os profissionais, no estabelecimento de um contrato (ou manual) escrito, com os compromissos profissionais, o código de conduta, o perfil do colaborador e as regalias para o colaborador e sua família. Claro está, não bastará a elaboração deste documento e a sua simples assinatura pelos colaboradores, para que alcancemos este desiderato. Será necessário no dia-a-dia, com pequenas ou grandes acções/

atenções, demonstrar que é uma intenção sistemática, credível e empenhada por parte do Gestor. Por exemplo, uma medida que é um valor acrescentado para todos os colaboradores e que praticamente não tem custos para os Ginásios é a oferta de exercício físico gratuito a todos os colaboradores, ao seu conjugue, aos filhos menores e aos filhos maiores dependentes. Outra medida importante, é convidar todos os colaboradores para uma reunião de início de ano ou de época desportiva, onde lhes são apresentados os resultados anteriores, os objectivos do novo ano e as perspectivas futuras de crescimento da organização, seguido de

um momento de confraternização ou de Team Buildind com todos os presentes - alinhando a Equipa. Só, apenas, após termos implementado estes níveis de confiança, é que conseguiremos ter uma organização preparada para os maiores desafios da concorrência. Se tratarmos bem os nossos colaboradores, eles tratarão bem os nossos clientes. Este investimento nos Recursos Humanos permite-nos, ainda, reter os nossos colaboradores e concomitantemente trabalhar a retenção dos nossos clientes. É assim, fundamental, trabalhar em primeiro lugar para melhorar as taxas de

19


empresários

Os negócios de serviços são negócios de pessoas. E as pessoas, colaboradores e clientes, são a base do Sucesso do seu negócio retenção e depois alavancar para o crescimento do número de clientes. O investimento na retenção é sempre mais económico do que o realizado no fecho de novos clientes. Assim sendo, a formação dos nossos colaboradores, é uma “obrigação” da empresa, se queremos prestar um serviço de qualidade que nos diferencie dos demais. O caminho para a competência tem sempre custos associados mas que devem ser sempre vistos como um investimento, porque nos garante no futuro grandes rentabilidades.

2020

O cliente do Fitness na sua maioria dos casos é um cliente informado e exigente, que, sabe diferenciar o trigo do joio. Acreditamos que tendo os melhores profissionais, conseguiremos influenciar e modificar a vida dos nossos clientes. Estabelecer hábitos de vida saudável e estilos de vida activos só é possível com a oferta de um programa global de actividade física, uma equipa profissional competente e alinhada com a gestão do Clube. Esta será a primeira prioridade. Um trabalho competente com resultados visíveis na qualidade de vida dos nossos clientes é o principal foco para o sucesso do nosso Clube. Só depois é que poderemos pensar numa política comercial

de angariação de novos clientes, nas estratégias de marketing e na criação de uma equipa comercial de qualidade. Estes factores devem estar sempre presentes no negócio mas não devem ser a primeira prioridade do mesmo. Acreditamos que a estratégia de baixar o preço, tão usual hoje em dia, não é o factor diferenciador do mercado. Aliás, o posicionamento do negócio pelo preço mais barato, já é actualmente o mais comum neste sector. Baixar simplesmente o preço significa baixar o valor do serviço, desvalorizar o nosso trabalho e rotular o nosso negócio. Isto não significa que se conseguirmos optimizar custos e baixar o valor das operações através do aumento do volume das mesmas, que não possamos adequar o nosso preço à realidade do sector, tendo em conta o preço médio de mercado. Estaremos assim, a ir de encontro às expectativas dos nossos clientes, desde que não comprometamos a qualidade dos serviços e não defraudemos as expectativas dos nossos colaboradores. Os negócios de serviços são negócios de pessoas. E as pessoas, colaboradores e clientes, são a base do Sucesso do seu negócio.


consultoria

MODELO GLOBAL DE FIDELIZAÇÃO (1ª parte)

Se há um motivo positivo que esta crise trouxe foi o destapar a importância que a fidelização de clientes tem no resultado final da empresa.

A

crise de consumo levou a uma redução no número de visitas espontâneas que resultou numa redução de novas adesões nos ginásios. Quando as adesões mensais não são suficientes para compensar o número de cancelamentos é essencial aumentar os esforços para reduzir o número de abandonos. Nesta situação é especialmente relevante a fidelização de clientes. O principal problema que temos encontrado até agora para tentar melhorar a fidelização é que a maioria dos gestores associa, de forma directa, a fidelização com a satisfação do cliente. O raciocínio é que se o cliente está feliz não cancela. De acordo com este raciocínio, todas as ações de fidelização são destinadas a aumentar o nível de satisfação do cliente. O problema é que este raciocínio não é inteiramente correcto, ou

22

dito de outra forma, é incompleto. Em pesquisas a vários milhares de membros de clubes de fitness temos verificado que os níveis de satisfação em muitos desses clubes são muito elevados, tanto nos clientes activos como nos que deram baixa. Quando lhes é perguntado se recomendariam o ginásio a um amigo ou se lhes pede para avaliarem a sua satisfação no clube, os níveis de satisfação excedem os 8 - 9 em 10 pontos. No entanto, estes clubes têm níveis de deserção de clientes muito altos. Ou seja, apesar de estarem contentes com o centro, os clientes seguem abandonando. Um estudo da Universidade de Sevilha aponta no mesmo sentido, concluindo que o valor percebido pelo cliente tem um peso máximo de 50% na fidelização. A questão fundamental é, portanto, quais os fatores que

PABLO LÓPEZ DE VIÑASPRE GERENTE DA WSC CONSULTING DIRECTOR DA FITNESS MANAGEMENT SCHOOL (FMS) compõem os outros 50% da fidelização dos clientes?

Na WSC Consulting criamos o Modelo Global de Fidelização que inclui os aspectos mais importantes que afetam a fidelização do cliente e responde à pergunta anterior. Para explicar este modelo de forma mais detalhada, dividimos o artigo em duas partes. No primeiro explicaremos as 2 primeiras áreas do modelo e a segunda as outras quatro áreas.


O principal problema que temos encontrado até agora para tentar melhorar a fidelização é que a maioria dos gestores associa, de forma directa, a fidelização com a satisfação do cliente.

O Modelo Global de Fidelização inclui seis áreas que têm um efeito direto na redução dos cancelamentos. Cada uma dessas seis áreas inclui sub-áreas específicas que conduzem a outras acções específicas: 1. Retenção: São ações que, apesar de não fidelizar emocionalmente o cliente, tem um efeito sobre a retenção, uma vez que impedem o abandono. 2. Não insatisfação: consiste em identificar e parar de fazer ou minimizar as coisas que criam insatisfação no cliente. O objetivo é reduzir essa insatisfação. 3. Satisfação: fazer ações que aumentem o nível de satisfação do cliente. 4. Motivação: aumentar o nível de motivação e evitar a desmotivação. 5. Formação: aumentar o nível de conhecimento do cliente sobre temas do Exercício e Saúde. 6. Comunicação: Criar canais de comunicação efectivos bidirecionais entre o clube e os clientes.

O MODELO GLOBAL DE FIDELIZAÇÃO

Vamos discutir mais detalhadamente as duas primeiras áreas: Retenção e não insatisfação. Retenção: Neste capítulo incluímos três sub-áreas a trabalhar: • Contrato de adesão: existem 3 aspectos que têm um efeito direto sobre a retenção, como evidenciado por estudos realizados no Reino Unido e EUA. Esses três aspectos são:

23


consultoria - Inscrição: aqueles clubes que cobram jóia de inscrição, embora com valores baixos, geram uma maior retenção porque tem um efeito de “barreira de saída” para o cliente. Muitos clubes deixaram de cobrar inscrição para facilitar a entrada de membros mas, muitas vezes, é mais benéfico aplicar um desconto significativo para a taxa de inscrição mas sem reduzir a zero. Desta forma, pode usar a inscrição como parte de campanha de promoção e fecho imediato de venda. - Mensalidades com contratos de permanência: mensalidades bonificadas em troca de um compromisso de permanência são práticas comuns em ginásios. De todas as opções, apoiamos especialmente soluções com 12 ou mais meses de compromisso mas, nunca e de forma alguma, inferior ao tempo de vida médio do cliente no clube. A desvantagem destes tipos de contratos é quando se obriga o cliente a pagar a totalidade do contrato de forma antecipada, um grande obstáculo para muitas pessoas. Por essa razão, têm-se procurado alternativas como a de permitir o pagamento faseado por vários meses consecutivos ou o cliente adianta unicamente o último mês do período. - Cartões duo, grupos ou famílias: este tipo de cartões geralmente têm aplicado um desconto, desde que os membros-parceiros permaneçam. Nalguns casos, se um dos membros se retirar, os outros parceiros podem encontrar alguém para o substituir e manter as condições vantajosas. Assim, os

24

próprios clientes colaborar na captação quando alguém cancela. Os dados de alguns estudos indicam também que os membros que treinam com a família ou amigos ficam mais tempo como sócios. • Gestão de alertas: a gestão de alertas consiste em que todo o pessoal esteja atento aos sinais de alarme que indicam que um cliente pode estar em risco elevado de abandono. Dispor de sistemas para monitorar e responder a esses sinais de alarme é um importante elemento de retenção. Há muitos sinais de alerta mas alguns dos mais importantes são: menor frequência de visita ao clube, não atingir os objectivos definidos, não relacionar-se com ninguém, não variar o tipo de treino ou atividade, abandonar uma aula ou treino, etc. • Gestão de cancelamentos: num estudo realizado há dois anos no território espanhol, descobrimos que 60% dos clubes não têm um protocolo de gestão de saídas bem definido. A gestão deste aspecto é tão importante quanto o processo de venda inicial e deve estar padronizado para que o staff saiba como agir em cada caso e conheça os recursos disponíveis para tentar evitar o cancelamento. Vamos agora abordar de seguida a segunda área do Modelo Global de Fidelização.

• Não insatisfação: nesta área, incluem-se os aspectos que mais insatisfação geram ao cliente. Pode haver diferenças entre clubes, mas os oito aspectos que surgiram como os mais importantes num estudo recente da WSC Consulting e da Precor em mais de 6.000 clientes em clubes de toda a Espanha foram os seguintes: - Alterações de instrutores nas aulas de grupo - Alterações nos horários das aulas - Diferenças de nível entre os instrutores - Trato pouco simpático do staff - Falta de apoio, correcção e aconselhamento técnico - Diferenças de preços entre clientes - Limpeza dos balneários - Superlotação em determinados momentos ou espaços. Recentemente publicamos na revista Gym Factory um artigo intitulado “As 8 coisas que mais perturbam os clientes”, que trata em profundidade estes 8 aspectos, por isso, se o leitor desejar ler este artigo, consulte www. wscconsulting.net, secção “Artigos de interesse”. Na segunda parte deste artigo iremos abordar as outras 4 áreas que compõem o Modelo Global de Fidelização.


Coygarsport S.L. 100% Made in Spain

cor a n s uina os. q á s m estof a d ão e dos ç a z i onalstrutura s r e P da e o de z a r ep s o v etiti 30 dias. p m o co só 15t i u s m ega de o ç e Pr entr A.

TI RAN

GA E D OS

3 AN

C/ La Infestal, 31 • 33670 Moreda de Aller, Asturias - Espanha • Teléfono: + (34) 985 48 09 34 • fitness@coygarsport.com


análise de mercado EFEITO ROLLING STONES requentemente viajo para LisF boa em trabalho e, como em muitas situações, criamos rotinas e

ARMANDO MOREIRA

POSGRADUAÇÃO EM DIRECÇÃO DE EMPRESAS FORMAÇÃO SUPERIOR EM GESTÃO E MARKETING

Andamos tantos anos a estudar, a acumular experiência no trabalho, sempre atentos a novas formações, adoptando as mais recentes tendências da gestão e tentando não perder o comboio da inovação para depois aterrar em Portugal uma banda de rock e alterar todo este conhecimento e regras de jogo. Magia? Não, continua a ser gestão, mas ao sabor da música!

26

rituais que nos levam a escolher o mesmo ginásio, restaurante ou hotel. Estou certo que chegamos mesmo a acreditar que o nosso subconsciente já nos faz crer que somos ‘clientes habituais’ ou, por outras palavras, com direitos adquiridos. No caso do exemplo que quero retratar, fico normalmente hospedado num hotel de 3 estrelas com uma tarifa entre os 25 e 35 euros por noite mas, com alguma regularidade, a sua diária pode ser encontrada pelos €80. Porém, num determinado dia, ao tentar reservar a minha estada neste Hotel através dos canais mais conhecidos, o valor da reserva situava-se nos 2.000 euros. Naturalmente, pensei tratar-se de um erro de sistema e fui à procura de outras fontes. Obtive o mesmo resultado. O valor da tarifa para aquela noite, para um cliente “habitual” passava de 25 para €2.000. Surreal mas real! Na semana seguinte, ao tentar reservar novamente uma habitação, aquilo que pensamos não ser possível acontecer, fui confrontado com uma tarifa de 5.000 euros. Para o leitor ficar totalmente esclarecido, é um pequeno hotel de 3 estrelas, de comodidades muito simples e a 25 kms do centro da cidade. Por comparação com um veiculo, estaríamos a falar de um carro comercial ou, no máximo, de um utilitário, sem extras!! O que é certo é que este foi o valor anunciado nos vários portais de reserva, descartando a minha pré -ideia de algum erro no processo da fixação do preço – fique descansado pois a AGAP tem orçamentos justos e encontrei hotéis mais económicos! Perante tais acontecimentos, achei por bem conhecer as razões para o “mercado” ter apresentado estes valores absurdos, totalmente insultuosos. E a resposta é tão sim-

ples quanto isto: final da Liga dos Campeões e concerto dos Rolling Stones, ambos em Lisboa. A mais recente estratégia de negócio do turismo não vem nos manuais de gestão e ainda não foi baptizada mas para efeitos práticos vamos chamar-lhe ‘EFEITO ROLLING STONES’. Mas o valor do serviço prestado quanto vale e quanto pode variar? Na hotelaria e viagens acabam por ser normais as flutuações de preço em função do operador, da estação do ano, do timing da reserva e, claro, da procura. O preço pode disparar para o dobro ou bem acima disso. No caso da aviação, este modelo é ainda mais explorado, sobretudo quando se tratam de companhias low cost, onde a variação nas tarifas pode ultrapassar 1.000%. Viajar entre Porto e Lisboa pode custar 14 ou 150 euros, na mesma companhia! Que empresário (do fitness) não gostaria de lidar com este fenómeno (no seu ginásio)? Segundo o último barómetro do mercado do fitness, o preço médio de uma mensalidade em Portugal situa-se nos 35 euros. Como seria vender um cartão livre-trânsito novamente por 50, 60 ou 70 ou aumentar o preço/hora para uma sessão de personal training também numa percentagem escandalosa? Todos nós antecipamos, com 100% de certeza, qual o resultado dessa estratégia: tiro no pé! E mesmo assim estaríamos longe de uma sensibilidade ao preço na casa dos 14.000% com os Stones por perto… Sejamos realistas: no nosso sector não há magia musical nem efeito Axe que atraia consumidores com meras borrifadelas. Este é um negócio exigente do ponto de vista comercial e, por incrível que pareça, essa é a parte mais fácil do nosso negócio, pois o grande desafio que temos é a retenção de membros nos nossos clubes.


gestão PRAZER DE GERIR UMA MARCA EM EXPANSÃO Diferença e dificuldades entre expandir uma cadeia por aquisição de unidades ou por abertura de novas unidades. É sempre um imenso gosto, poder partilhar ideias sobre o que mais prazer nos dá na vida. A filosofia da marca que represento foi e sempre será prestar um serviço de excelência. A satisfação do cliente e a procura das soluções para os problemas que nos colocam é imperativo no nosso quotidiano, desde há 16 anos a esta parte. Todos os dias, envolvemos e inspiramos alguém a acreditar de que ser saudável é uma forma de se viver e não somente uma moda ou um momento pontual nas nossas vidas. vivem de pessoas. Assim, uma unidade inserida numa localização privilegiada em densidade de circulação populacional vai convergir num aumento substancial da probabilidade de ter walk-ins interessados. MIGUEL TABOSA VAZ EMPRESÁRIO - ADMINISTRADOR DELEGADO DA CADEIA KALORIAS ENGENHEIRO CIVIL

A

gradeço à AGAP o convite e tentarei, enquanto representante da marca, explanar com simplicidade as nossas convicções, no que concerne à experiência, dificuldades e diferenças com que nos deparamos ao fazer a expansão de uma cadeia por aquisição de uma unidade existente ou por abertura de novas unidades. Abrir uma nova unidade parece-nos não ter muitos segredos. 1º A localização Uma boa localização é fundamental, uma vez que os negócios

28

2º Os recursos humanos Os nossos primeiros clientes e o recurso mais valioso são, indubitavelmente, os recursos humanos. Neste contexto, enfatizamos não apenas o momento do recrutamento mas, principalmente, as áreas relacionadas com a motivação, a satisfação, o capital intelectual dos indivíduos e o team building, assentes numa sólida base de gestão de carreiras e acompanhamento e avaliação do desempenho. Os líderes das nossas unidades conhecem bem os serviços, são verdadeiros anfitriões e comerciais de excelência. Assim, damos preferência a gestores que lidem bem com o Front

Office. Os consultores comerciais, por sua vez, têm características de pro-actividade, uma grande dinâmica e espirito de interajuda, para alcançar os resultados planeados. Contamos com o empenho, dedicação e criatividade dos profissionais que integram a equipa. Sabemos que o momento de entrada de um novo colaborador determina o sucesso e a rapidez da sua integração pelo que investimos, desde logo, em fornecer todas as informações fundamentais sobre a cultura da marca, sobre a unidade que vai integrar, os nossos valores, filosofia de atuação e procedimentos a adotar em situações de trabalho. Equipa que acredita é equipa vencedora, pelo que a equipa técnica vê o seu maior foco na retenção. 3º O mercado alvo A diferenciação do serviço é fundamental para a definição clara do posicionamento no mercado.


gestão 4º Pré-venda Fator que poderá ser importante para iniciar uma exploração mas que não é determinante, na nossa visão, para uma garantia de maior ou menor sucesso. Reunidas as condições descritas acima, acreditamos que temos, seguramente, uma boa abertura de unidade, mantendo uma boa cadência de crescimento. A nossa marca já fez 5 aberturas em 16 anos e está em vias de fazer a sexta. Parece fácil e simplista a explicação mas, de facto, foi esse o propósito deste pequeno artigo. O desafio e a adrenalina que vivemos diariamente, não levem a mal mas… vou guardá-los para as nossas equipas! Passando ao segundo ponto que fui convidado a explanar, relativamente à expansão por aquisição de unidades já existentes, considero ser um processo bem mais complexo mas, ainda assim, inteiramente estimulante. Na maioria das vezes, a razão mais provável pela qual se faz a aquisição de uma unidade já existente no mercado, tem a ver com o facto da entidade proprietária da unidade não estar a conseguir tirar rentabilidade da mesma. Adquirimos uma unidade emblemática nessas circunstâncias. Uma localização fabulosa com características únicas, muitos anos sem manutenção, totalmente degrada, financeiramente debilitada mas com colaboradores de excelência e a laborar. A pluralidade dos serviços prestados aos clientes nesta unidade era totalmente similar, ainda que inserida em diferentes realidades urbanas, às que nos conduziram à abertura das primeiras unidades no Alentejo. Demonstramos, desde sempre, uma imensa preocupação em satisfazer as necessidades e expectativas dos nossos clientes. No início do boom dos health Clubs em

30

Portugal, o nosso conceito já era abrangente. Consistia numa realidade que integrava salas de exercício, estúdios para aulas de grupo, zonas de água, sauna, jaccuzi, serviços adicionais de estética, cafetaria e babysitting. Ficamos orgulhosos pela aquisição porque a identificação era total. Iniciámos a gestão da unidade e as dificuldades emergiram, o que é de esperar, pois nem tudo é como planeamos. Existem, inevitavelmente, hábitos instalados, resistências à mudança, muitos medos que geravam forças antagónicas e que perturbam inteiramente a fluidez, estes factos são uma realidade em casos de aquisição. Esta situação resulta, por norma, no desmembramento da equipa e, numa inevitável reengenharia, na tentativa veloz de recuperar o ADN da marca, e isto foi o que também aconteceu no nosso caso. Dura, mas não obstante tranquilizante, a mudança sucede, prevalecendo a cultura da marca, ficando com uma equipa respeitável, aguçada, empenhada e crente num futuro próspero. A civilização moderna é inteiramente constituída por uma sociedade essencialmente organizacional e a participação e o esforço humanos são a base fundamental para o desenvolvimento de qualquer organização.

O nosso exemplo serve para provar que não necessitamos de nos intimidar com as nossas conquistas, independentemente da dimensão da unidade ou do know -how existente porque, na verdade, se a grandeza revelasse sucesso, não teria vivido a sua última aventura. A expansão, na nossa óptica, é mais fácil através da abertura de novas unidades, todavia o estímulo e o desafio são menores. Ainda assim, são as oportunidades que conduzem às decisões e, se no nosso percurso nos cruzarmos com novas perspetivas de negócio, apesar da forma que possam ter, caso a análise de viabilidade económica e financeira do projeto se revele positiva, significa que há potencial e, nesse caso, não hesitaremos em abrir mais unidades. Muito mais que os negócios, o que nos estimula é o papel que exercemos na sociedade, que passa fundamentalmente por contribuir para a resolução dos problemas nacionais nos domínios do sedentarismo, stress e patologias associadas ao ritmo de vida urbano, num quadro de sustentabilidade económica, financeira, técnica e de responsabilidade social. Observamos os mais elevados padrões de qualidade na prestação de serviços, indo ao encontro da satisfação e exigências do mercado concorrencial que caracteriza o setor.


panorâmica de mercado SÃO IMPORTANTES OS EXERCÍCIOS DE OMBROS? Esta zona do corpo é verdadeiramente importante. Ter uns ombros fortes não é apenas uma questão estética mas também de saúde, já que esta é uma parte fundamental para o nosso corpo. Os músculos envolvidos nesta zona realizam muitos movimentos convencionais e ombros débeis são responsáveis pelas más posturas e um incorreto balanceamento dos braços.

O

s exercícios para fortalecer os ombros podem ser realizados através de pesos livres ou máquinas específicas e, em ambos os casos, trabalham-se os músculos deltóides internos, externos e posteriores e ainda os trapézios. Os resultados de

32

um treino correcto proporciona uma maior harmonia ao corpo, já que se consegue o efeito “V” tão desejado pela sua estética. Há muitos exercícios que podem ser feito para conseguir-se ombros de aço: elevações frontais ou late-

rais, encolhimento de ombros, press sentado com halteres e press militar. Nesta panorâmica de mercado mostramos uma seleção das melhores máquinas que um ginásio pode contar para treinar ombros.


PREÇO IMBAT S ÍVEIS


panorâmica de mercado

FFITTECH

Maquina de Ombros Discos

PRECOR

Linha: FF Line • Estrutura: Aço • Dimensões (comprimento-largura-altura): 1130 x 1660 x 1280 mm • Cargas: Discos • Pesos (Halteres): Discos • Ajustes e regulacão Diversos pontos de ajuste. • Garantia: 2 anos

Linha: Discovery Series • Estrutura: Acero • Dimensões (comprimento-larguraaltura): 1540 x 1500 1540 mm • Cargas: Pilha de contrapeso 91kg • Sistema de movimento: Cabos e polias de náilon com fibra de vidrio para maior durabilidad • Sistema de resistência: Pilha de pesas • Ajustes e regulacão Ajuste do assento com travamento precisam somente de um levantamento para liberar a alavanca. • Garantia: Estrutura 10 años / Peças 5 / Itens de desagaste 6 meses • Características: Oferece um movimento direcionado. Assento com suspensão a gás e catraca

F&H FITNESS

Shoulder Press

F&H FITNESS EVOLVE 305G SHOULDER PRESS Linha: EVOLVE STRENGTH • Dimensões (comprimento-largura-altura): 1545 x 1420 x 1500 mm • Garantia: 2 anos • Características: Aderência de retenção dupla posição de aperto amplo ou restrito, inclui novas tecnologias.

FH-6214

Linha: SELECT LINE • Dimensões (comprimento-largura-altura): 1730 x 1400 x 1690 mm • Garantia: 2 anos • Características: O projeto original e ergonômico. Ele tem uma formação de condutor para facilitar a entrnamiento diária.

SALTER SHOULDER PRESS Estrutura: Tubo de aço 3 mm. • Cargas: Placas 5 kg.• Coluna de peso (peso máximo): 100 KG. • Monitor: Opcional • Sistema de movimento: Convergent • Ajustes e regulacão Assento ajustável by pistão a gás • Garantia: 2 anos

FFITTECH

Maquina de Ombros Linha: FULL POWER • Estrutura: Aço • Dimensões (comprimento-larguraaltura): 1380 x 1510 x 1630 mm • Cargas: Placas • Pesos (Halteres): Placas em ferro • Coluna de peso (peso máximo): 100Kg • Sistema de movimento: Correia • Sistema de resistência: Selectorizado por placas. • Ajustes e regulacão Diversos pontos de ajuste. • Garantia: 2 anos

34

F&H FITNESS FH-5214

Linha: FIT-SPORT • Dimensões (comprimentolargura-altura): 1730 x 1400 x 1665 mm • Garantia: 2 anos • Características: Esponja de alta densidade e qualidade, durável e segura. Pintura de glitter prata, anti-fricção.

GIMNICA

Roda Abdominal Estrutura: misto • Dimensões (comprimentolargura-altura): 45-25 • Sistema de movimento: manual • Garantia: 2 anos • Características: trabalho abdominal


35


panorâmica de mercado

GIMNICA STK X

Estrutura: misto • Dimensões (comprimentolargura-altura): 45-5 • Sistema de movimento: manual • Garantia: 2 anos • Características: trabalho miofascial

DKN

DKN Shoulder Press Linha: Profesional Shield • Estrutura: Reforçado de Ferro • Dimensões (comprimento-largura-altura): 1515 x 1713 x 1630 mm • Coluna de peso (peso máximo): 80Kg opcional 100Kg/120Kg/130Kg • Garantia: 2 anos • Características: Linha profissional de qualidade-preço imbatível. Com acabamentos metálicos e elgante

GIMNICA K-BOX

Estrutura: aço • Dimensões (comprimentolargura-altura): 90-40-30 • Cargas: trabalho excentrico • Sistema de movimento: carga inercial • Sistema de resistência: carga inercial • Garantia: 2 anos • Características: performance e fisioterapia

BWH

Upper Body - Shoulder Press Linha: Nautilus One • Estrutura: Estrutura Robusta em aço com lacagem anti-bacteriana • Dimensões (comprimento-larguraaltura): 1490 x 1630 x 1580 mm • Cargas: Ajustável desde 5kg até 127,5kg - em incrementos de 2,5kg • Pesos (Halteres): Torre única com apenas 119 cm de altura possibilitando visibilidade na sala. • Coluna de peso (peso máximo): Carga máxima de 127,5kg com opção de upgrade para até 205kg. • Monitor: Sistema de Monitores Flex-Tech. Sistema de relatórios integrado. • Sistema de resistência: Sistema de 4 barras interligadas com um sistema de CAMuma resistência suave. • Ajustes e regulacão: Movimento frontal com braços convergentes minimizando o impacto nos ombros. • Garantia: 2 anos • Características: Assentos estufados.Ajuste através de um hidráulico suave.Painel lateral com instruções

SORISA

DUAL SHOULDER PRESS

DKN

DKN Shoulder Press Linha: Profesional Rome • Estrutura: Ferro reforçado • Dimensões (comprimentolargura-altura): 1100 x 1720 x 1630 mm • Coluna de peso (peso máximo): 80Kg opcional 100Kg/120Kg/130Kg • Garantia: 2 anos • Características: Amplitude de movimento, graças ao seu novo design. Acabamentos metálicos e elgante

36

Linha: SYGNUM • Estrutura: Aço de 5mm com pintura epoxy e tratamento anti-corrosão • Dimensões (comprimento-larguraaltura): 1750 x 2080 x 1570 mm • Coluna de peso (peso máximo): 105kg • Sistema de movimento: Roldana com cinta de Kevlar • Sistema de resistência: Placas • Ajustes e regulacão Manuais • Garantia: 2 anos • Características: Sistema de exercicio Dual. Ergonomia, peças mecânicas, estofos de qualidade superior e bactericida.

CONCEPT 2

REMO INDOOR CONCEPT2 Linha: Cardio • Dimensões (comprimento-largura-altura): 2750 mm • Monitor: Novo monitor PM5 • Sistema de resistência: Resistência ao ar • Ajustes e regulacão 1 a 10 níveis de regulação • Garantia: 2 anos • Características: Simulador do desporto do remo.


37


calendário de atividades

FEIRAS SPORT LIFE Brno, República Checa 6 – 9 Novembro www.sport-life.cz

2º CONCRESSO NACIONAL GESTÃO DE HEALTH CLUBS Lisboa 5 Dezembro www.congressofitness.com

NATURIVA Madrid- Espanha 14 – 16 Novembro www.ifema.es/naturiva_01

THE RUNNING SHOW Londres - UK 22 – 23 Novembro www.runningshow.co.uk

ESPINHO MANZ FITNESS Espinho 22 – 23 Novembro www.convencao.manz.pt

FORMAÇÕES EXERCÍCIO CLÍNICO PARA O OMBRO Lisboa 1 Novembro www.profissional. clinicadasconchas.pt

TREINO DE FORÇA: HIT E ELECTROMIOGRAFIA Porto 9 Novembro www.gnosies.com

CONGRESSOS/ CONVENÇÕES MADRID BEAUTY DAYS Madrid - Espanha 29 -30 Novembro www.ifema.es/ madridbeautydays_01

DEBATE SAÍDAS PROFISSIONAIS Porto 4 Dezembro www.youfit.pt

38

CURSO ALTA PERFORMANCE EM VENDAS OS 5 PILARESCHAVE Porto 9 Novembro www.manz.pt

MANAGEMENT DAY Barcelona - Espanha 13 Novembro www.wscconsulting

CURSO MUSCULAÇÃO E CARDIOFITNESS Lisboa 15 Novembro www.cefad.pt

FORMAÇÃO HIT - HIGH INTENSITY TRAINING Lisboa 13 Dezembro www.profissional. clinicadasconchas.pt

NUTRIÇÃO E SUPLEMENTAÇÃO DESPORTIVA Braga 13 Dezembro www.cefad.pt

FORMAÇÃO PERSONAL TRAINER Porto 13, 14, 20 e 21 de Dezembro www.promofitness.com

ANÁLISE DE EXERCÍCIOS DE MUSCULAÇÃO: UMA ABORDAGEM ELECTROMIOGRÁFICA Lisboa 14 Dezembro www.gnosies.com

BODYSTEP Braga 20 Dezembro www.manz.pt


especialistas A GYM FACTORY conta com colaboração dos melhores especialistas no panorama do Fitness em Portugal e Espanha, conhecedores profundos das diferentes áreas imprescindíveis para o bom funcionamento da instalação desportiva. Se deseja saber mais sobre estes especialistas, entra no nosso site: www.gymfactory.net

ALCINO FRANCISCO

JOAQUIM MANUEL BRANDÃO DOS SANTOS

JOSÉ CARLOS REIS

■ Fundador da AGAP ■ Jornalista desde 1982. Fundou a revista Stampare em 1985, época em que se estreia na Rádio Fundação e funda a revista Infantar em 1995. ■ Em 1994 investe no segmento dos ginásios em Matosinhos e 18 meses mais tarde, repete a aventura em Valongo, onde permaneceria seis anos, antes de abandonar a atividade e regressar ao jornalismo. Foi o associado numero 1 da AGAP nos seus registos e atas. ■ Entra no Grupo 1º de Janeiro no Jornal Motor em 2002, para seguidamente se tornar assessor da Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção. Em Portugal, haveria ainda de representar as feiras de Luanda, Alimentícia e Constrói Angola. ■ Em 2007, passa a residir em Londres onde se mantém como editor do jornal Palop News.

■ Formado em: Gestão e Contabilidade, TOC, CTC, Cultura Física, Nutrição e Naturopatia, Musculação aplicada, Artes Marciais e Defesa pessoal, Psicologia, Fitness Global, Formação Dirigentes Desportivos, Yoga, Turismo

■ Licenciado em Educação Física pelo ISEF 1982/87; ■ Programa de Direcção de Empresas na AESE 2003/04; ■ Proprietário de um Ginásio de 87 a 91; ■ Director Técnico de Ginástica Acrobática; ■ Coordenação do Desporto Escolar de Lisboa; ■ Responsável pelo PDAGL (Plano de Desenvolvimento da Ginástica na CM Lisboa); ■ Sócio em duas empresas, uma de Eventos Desportivos e outra de Marketing Desportivo de 1998 a 2003; ■ Director Geral do Ginásio Clube Português desde 2003 (iniciei funções no Clube em 1998).

FALAMOS A MESMA LINGUA

PABLO LÓPEZ DE VIÑASPRE

MIGUEL TABOSA VAZ

■ Gerente de WSC Consulting ■ Director de la Fitness Management School (FMS) ■ Autor del libro “La Ruta del Management en el Fitness” ■ Licenciado en Ciencias de la Actividad Física ■ Postgrado en Gestión de la Calidad ■ Máster en Fisiología del Ejercicio (USA) ■ Máster en Alto Rendimiento Deportivo ■ PDG por EADA Business School

■ Empresário - Administrador Delegado da cadeia Kalorias ■ Engenheiro Civil ■ P.C.A. Valvaz, S.A. (Empresa de Empreitadas e Obras Públicas) 1987-2004. ■ P.C.A. Gestlitoral S.G.P.S.-S.A. 1998-2014. ■ Administrador delegado, Quinta da Arrábida, Empreendimentos Turísticos S.A. ( Pin 62- Projecto de Interesse Nacional) 2004-2010.

www.wscconsulting.net

À 20 ANOS A M CONTRIBUIR CO SOLUÇÕES PARA OS CLUBES DE FITNESS

Formação à Medida Programa Tutor. A seu lado na gestão Viabilidade de Projetos Auditoria de funcionamento UP – Quality Fitness Clubs

Paixão por Inovar

39


Diretório de empresas assistência técnica

FITNESS TRIBE - RUA AFONSO PRAÇA, 30 - 7º - 1495 - 61 - ALGÉS

A GUIA PORTUGAL - RUA DAS INDUSTRIAS, 3097- 4785 - 627 -

SQD - Rua Rosa do Ulmeiro Armazém P Armés - 2715-771 Sintra informacoes@sqd.pt

TROFA - Tel. 252416848 - jm.maia@sapo.pt

SOLUÇÕES FITNESS - VILA NOVA DE GAIA, Tel. 932881246, solucoesfitness@hotmail.com

Fix2fitness Lda - Apartado 1046 - EC S.Mamede Infesta - 4465 - 901 - S.Mamede de Infesta - Tel. 224 098 715 - Mov. 913 468 200 - geral@ fix2fitness.com - http://www.fix2fitness.com/ - PORTO

associações Viela da Beloura, Edifício AlphaMall, Loja 13 - 2710693 Sintra - Telefone: 219 242 607 - Fax: 219245572 - E-mail: info@agap.pt

audio e direitos musicais e media ARCOMÉDIA - SOLUÇÕES MULTIMÉDIA UNIPESSOAL, LDA - RUA FONTE DOS FIDALGOS, 22 - 2430 - 620 - VIEIRA DE LEIRIA ARCOMEDIA@ARCOMEDIA.PT - LEIRIA

ASSOCIAÇÃO DOS JORNALISTAS DO DESPORTO - BAIRRO DA LIBERDADE, LOTE 6 - 2º PISO - APARTADO 5025 - 1081 - 972 LISBOA - Tel. 218947112 - cnid@cnid.pt - LISBOA AUDIUM - RUA GENERAL LEMAN, 5 A/B - 1600 - 101 - LISBOA AUDIUM@AUDIUM.PT - LISBOA AVITEL - RUA VALE DE SANTO ANTÓNIO 143 A - 1170 - 378 - LISBOA - AVITEL@AVITEL.PT - LISBOA LUZ E SOM - CALÇADA JOÃO DO CARMO, 25 (À RUA DO OURO) - 4150 - 426 - PORTO - INFO@LUZESOM.PT - PORTO

PASSMUSICA - AVENIDA SIDÓNIO PAIS, Nº20 - RC DTº - 1050 - 215 - LISBOA - INFO@PASSMUSICA.PT - LISBOA

PRESSINFORM - RUA DR. EDUARDO NEVES - ESTAÇÃO DE ENTRECAMPOS, PORTA A - 1050 - 77 - LISBOA - pressinform@ pressinform.pt

SOUNDESIGN - RUA MANUEL ALMEIDA VASCONCELOS, 196 S/CV DTA. - QUINTA DO BARÃO - 2775 - 713 - CARCAVELOS - INFO@ SOUND-DESIGN.PT - LISBOA

consultoria ACADE - GESTÃO ESTRATÉGICA LDA - CAMINHO DE PEVIDAL, 199 - 4420 - 264 - SÃO COSME - Mov. 927812000 - MARINAPT@ ACADESYSTEM.COM.BR - PORTO

ALL UNITED SPORTS - ESPAÇO AMOREIRAS CENTRO EMPRESARIAL - RUA D. JOÃO V, Nº 24, 1.03 - 1250 - 91 - LISBOA - Tel. 965207907 - info@allunitedsports.com - LISBOA

BONUSPROFIT, CONSULTADORIA UNIPESSOAL, LDA. - RUA ARQº ANDRÉ SOARES, LT 92, M46D - 4935 - 161 - VIANA DO CASTELO Mov. 961790000 - BPROFIT.GESTAO@GMAIL.COM - BRAGA

40

- Mov. 962346808 - DIOGO@FITNESS-TRIBE.COM - LISBOA

energia AEIB - CONSULTORA DE ENERGIA. Av. das Naçòes Unidas, 23, Escritório C (LISBOA). AEIBERICA@ASESORIASENERGETICAS 2000.COM

LOGIC SCENERY - SOLUÇOES ENERGÉTICAS. Travesia D. frei Luís Alvaro de Távora nº 207, 3º Esq. - 4456-195 Matosinhos . Porto GERAL@LOGICSCENERY.PT

PROBIOCITY, LDA. - ESTRADA EXTº DA CIRCUNVALAÇÃO, 13102 - 4460 - 286 - SENHORA DA HORA - Tel. 229387400 - Mov. 917700553 - APMONIZ@PROBIOCITY.PT - PORTO

ECOINSIDE - Rua de Júlio Dinis 561 7º - S.702 - 4050 - 325 - PORTO - geral@ecoinside.pt - www.ecoinside.pt - PORTO

SCENERGIA - Rua Domitilia de Carvalho, n. 36 loja E - 4520-208 Santa Maria da Feira. TEL: (+351) 304 50 01 23 FAX: (+351) 304 50 01 25 info@scenergia.com.pt

F & H FITNESS (Oemmebi) - Plaza Libertad, 4 - 12540 - Villarreal (Castellón) - Tel. 964538447 - Fax: 964526604 - fyh@fyhfitness.com

Fit4life (Schwinn, Nautilus, stairMaster, Activio, Playoke, Freemotion) -C/ Del Mig, 3 - Pol. Ind. Pla d´en Coll - 08110 - Montcada i Reixac- Barcelona - Tel: 935948063 - Fax: 935943897- info@fit4life.es Fun & Fitness Lda: Urbanizacao Valrio, Lote1Vildemoinhos - 3510-431 Viseu - Portugal. Tel/ Fax: 03510232412003. www.fitness.es - www.ffittech.com - ventas@ ffitness.es

G-RIDE LDA - URBANIZAÇÃO SÃO LUÍS EDIFÍCIO C-LJ 4, FARO 8000 - 188 - FARO - Mov. 289812080 - portimao@g-ridebike.com GAMESANDFUN.PT - RUA DE JACA, 78 CAVE - 4415 - 252 PEDROSO - VILA NOVA DE GAIA - Tel. 808203127 - www. gamesandfun.pt

Gervasport (Concept, First Degree, Gervasport, Pulse, Fitness Bike) Avda. del Guijar, 41 P. I. El Guijar - 28500 - Arganda del Rey (Madrid) - Tel. 918702343 - Fax: 918703314 - gs@gervasport.es (Cybex, Indoorcycling, Group. Teca, Fit Interiors y Jordan) - C/ Mar Mediterraneo, 2 – nave 26 - 28830 San Fernando de Henares (Madrid) - Tel. 916365754 - Fax: 916366667 - info@ghsports.es

SUGESTAO AUTENTICA - SOLUÇÕES DE EFICIÊNCIA. Campo Sr.ª da Agonia - Bic Minho, Gabinete 3 - 4900-360 VIANA DO CASTELO. Tel: 258110245- geral@sugestaoautentica.pt.

Gimnica (Star Trac, Spinning) - Rua Coelho da Rocha, 69 - Pav. 16

equipamentos

GINATLO - PRAÇA DA FRATERNIDADE UNIVERSAL 25 - 2735 - 106

ALTIS - AVENIDA BOAVISTA, 728 - 4100 - 111 - PORTO - Tel. 226078216 - altis@altis.pt

AQUAPLAY - RUA INACIO DUARTE, 29-A - 2790 - 226 - CARNAXIDE - Mov. 914740692 - nuno.ferreira@aquaplay.pt

BH - RUA DO METALÚRGICO, 465 - 3750 - 325 - AGUEDA - Tel. 234729510 - Mov. 937295105 - hipower@bhfitness.pt

BODYTONE PORTUGAL - Praceta Engº José Adriano Santos, nº 30, 2ºdt - 4470 - 135 - MAIA - Tel. 224 948 336 - Mov. 913 468 444 infoportugal@bodytone.eu - http://pt.bodytone.eu/ - PORTO

BWH LDA - RUA OLIVAL DAS MINAS, ARMAZÉM 4 - 2615 - 341 ALVERCA DO RIBATEJO - GERAL@BWH.PT CANTISPORT - RUA LUÍS CAMÕES 22-LJ 4, CANTANHEDE - 4150 183 - CANTANHEDE - Mov. 226068580

CASA SENNA - RUA NOVA DO ALMADA, 48/52 - 1200 - 289 LISBOA - Tel. 213423437 - geral@casasenna.com c/ Padre Aller, Nº12- Bajo-33012 (Oviedo). Tel: 985480934, Fax: 985483065, www.coygarsport.com, fitness@coygarsport.com

DESPORTIL - IMPORTAÇÕES EXPORTAÇÕES, LDA - RUA ELIAS GARCIA 31, 1º-DTO. - 2700 - 312 - AMADORA-VENDA NOVA

DKN (DKN Iberica) - Pol. Ind. Rafelbuñol – C/ Cami Cebolla, nº7 – 46138 Rafelbuñol – Valencia - Tel. 961 402 289 - Fax: 961 402 437 - info@ dkniberica.es

DESPORTOS VASQUES - AVENIDA REPÚBLICA 112 - 8900 - 206 VILA REAL SANTO ANTÓNIO - Mov. 281542938 - vasquesjoao@sapo.pt

Campo de Ourique-PT-1350-073 (Lisbon) Portugal. Tel. +351 21 393 1490 - www.gimnica.pt-gimnica@gimnica.pt - AGUALVA - CACÉM - GINATLO@GINATLO.PT

Life Fitness-Brunswick Iberica, S.A. (Life Fitness, Hammer, strength, Lemond) - c/ Frederic Mompou, 5-1º-1 - 08960 - Sant Just Desvern (Barcelona) - Tel. 900505741 - Fax: 936724670 - info.iberia@lifefitness.com MATRIX / FITNESS OCASIAO - RUA DELFIM FERREIRA, 649 - 4100 - 201 - PORTO - Tel. 226062829 - Mov. 936051213 - miguel@dinamic.pt

MIRALAGO - RUA DOS TRÊS MARCOS,125 - 3750 - 64 - AGUADA DE CIMA - MIRALAGO@MIRALAGO.PT NAUTIQUATRO LDA - RUA BARTOLOMEU DIAS 170 1º B - 1400 - 31 - LISBOA - GERAL@NAUTIQUATRO.PT Ortus (Ortus Fitness, Jad, Kip-Machines) - P. I. VI - c/ L’Alteró, s/n 46460 - Silla (Valencia) - Tel. 961210120 - Fax: 961210180 - ortus@ ortus.com

Oss fitness Pol. Los Olivares C/ Cazalilla, 36 - 23009 Jaen - Tel. y Fax: +34953284485 - www.ossfitness.com- info@ossfitness.com PRECOR PORTUGAL - RUA JOAQUIM ROCHA CABRAL, 26 - 1600 - 75 LISBOA - 0 - rui.torres@precor - LISBOA PROFIT - RUA MEDEIROS 231 - 4405 - 572 - VILA NOVA DE GAIA Mov. 220422219 - geral@pro-fitsport.com

PROFITSPORT - RUA DE MEDEIROS,231 VALADARES - 4405 572 - VALADARES - Tel. 220416076 - Mov. 919001876 profitsport@gmail.com

PROSPORT - ROCHA, MOREIRA, PINTO & SOARES, LDA - ZONA INDUSTRIAL DA POUPA, LOTE 1, FRACÇÃO I - 4780 - 494 - SANTO TIRSO - GERAL@PROSPORT.PT


REEBOK FITNESS - Mov. 934267833 - manuelviana@rfeinternational.com (Salter) - c/ Lluis Millet, 52 - 08950 - Spluges de Llobregat (Barcelona) - Tel. 933720300 - Fax: 933720900 - internacionalsales@salter.es

SORISA - RUA JOSÉ FONSECA CARVALHO, Nº 9 - 2685 - 869 - PRIOR VELHO - GERAL@SORISA.PT

SPORTS PARTNER - HIGHWAY LINHARES, N. º 12 - 2705 - 858 ALCOLOMBAL - TERRUGEM - Mov. 219619277 - geral@sportspartner.pt

TACTICA - RUA AMALIA RODRIGUES, 17 B - 2695 - 166 - BOBADELA - Tel. 212477548 - Mov. 934470063 - tacticaservicos@gmail.com Tecnosport (Power Plate, Keiser, Balnced Body, Gym 80, Tanita, Octane) - c/ Del plastic, 1, Pol. Les Guixeres - 08915 - Badalona (Barcelona) - Tel. 932749780 - Fax: 934281070 - info@tecnosport.es

TG-Technogym Portugal Unipessoal, LDA- Tagus Park - Núcleo Central, Nº 284- 2740- 122 OEIRAS. Tel: 218934030- mplacuzzi@ technogym.com

VITALINO SOUSA FIGUEIREDO, LDA - RUA DAS TULIPAS, 170 4510 - 679 - FÂNZERES - VITALINO@VITALINO.PT

equipamentos e acessórios desportivos F & H Fitness (F & H Fitness) - Plaza Libertad, 4 12540 - Villareal (Castellón) - Tel.: 964538447 - Fax: 964526604 - fyh@fyhfitness.com

Elina Pilates - C/ P Nave 19- Pol. Ind. Noain Esquiroz – 31110 Navarra Tel: 948310791 fax. 948317352 info@elinapilates.com

Telegim.tv (Telegim. TV) - C/ Casp, 126 entlo 4º - 08013 - Barcelona - Tel. 932659070 - Fax: 932654635 - jose@telegim.tv

federações desportivas Confederação Portuguesa das Colectividades, Cultura, Recreio e Desporto - Rua de Palma, 256 A - cpccrd@confedera caodascolectividades.com - 1100 - Lisboa - Tel. 218882619 - Fax 218882866 - Portugal

Federação Académica do Desporto Universitário - EUL - Pav. 1Av.

Federação de Desportos de Inverno de Portugal - Rua Marquês d ´

Federação Portuguesa de Basquetebol - Rua da Madalena, 179 - 2º

Ávilla e Bolama nº 161, 3º piso Apartado 6 - geral@fdiportugal.pt - 6201909 - Covilhã - Tel. 918030159 - Fax 275314048 - Portugal - www. fdiportugal.pt/

- portugalbasket@fpb.pt - 1149-033 - Lisboa - Tel. 218815800 - Fax. 218815899 - Portugal - www.fpb.pt

Federação de Futvolei Portuguesa - Rua Cândido Reis, Lote A- 2º Esq. - federacao.futvolei.portuguesa@ gmail.com - 2775 - Carcavelos - Tel. 217958255 - Fax 217958235 - Portugal - www.ffvp.org

Federação de Ginástica de Portugal - Estrada da Luz, n.º 30 A gympor@ gympor.com - 1600-159 - Lisboa - Tel. 218141145 - Fax 218142950 - Portugal - www.gympor.com

Federação de Motociclismo de Portugal - Largo Vitorino Damásio, 3C - Pavilhão 1 - fmp-geral@ netcabo.pt - 1200-872 - Lisboa - Tel. 213936030 - Fax 213971457 - Portugal - www.fmp.pt

Federação de Patinagem de Portugal - Av. Alm. Gago Coutinho, 114-A - geral@ fpp.pt - 1700-032 - Lisboa - Tel. 218428850 - Fax 218428859 - Portugal - www.fpp.pt

Federação Equestre Portuguesa - Av. Manuel da Maia, 26 - 4ºDt secgeral@fep.pt - 1000-201 - Lisboa - Tel. 218478774 - Fax 218474582 - Portugal - www.fep.pt

Federação Nacional de Karaté-Portugal - Rua do Cruzeiro, 6 - r/c Dtº - fnkp@fnkp.pt - 1300-164 - Lisboa - Tel. 213623152 - Fax 213623160 - Portugal - www.fnkp.pt Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas - Rua do Alto Lagoal, nº 21 A - fpas@fpas.pt - 2760-003 - Caxias - Tel. 211 910 868 Portugal - www.fpas.pt

Federação Portuguesa de Aeróbica e Fitness - sportugal@ mail. telepac.pt - Portugal

fpboxe1914@gmail.com - 1000-138 - Lisboa - Tel. 213150577 - Mov. 964060448 - Fax 213146353 - Portugal

Federação Portuguesa de Boxe Birmanês Artes Marciais e Desportos de Combate - Rua do Exercito, n.º 48-2º A - 8900 - Vila Real de St.º António - Tel. 969083224 - Portugal

Federação Portuguesa de Bridge - Rua Amélia Rey Colaço, 46D fpbridge@mail.telepac.pt - 2790-017 - Carnaxide - Tel. 213884844 - Fax 213870982 - Portugal - www.fpbridge.pt

Federação Portuguesa de Budo - Rua Manuel dos Santos Mónica, 11-1º Dt.º - fpbudo@fpbudo.pt - 2790-100 - Carnaxide - Portugal - www. fpbudo.pt

Federação Portuguesa de Canoagem - Centro Náutico Eng. Edgar Cardoso - Rua Manuel Pinto de Lima S/N - Oliveira do Douro - geral@ fpcanoagem.pt - 4430-750 - Vila Nova de Gaia - Tel. 225432237 - Fax 225 432 238 - Portugal - www.fpcanoagem.pt

Federação Portuguesa de Capoeira - capoeirafpc@gmail.com Federação Portuguesa de Ciclismo - Rua de Campolide, 237 - geral@ upv-fpc.pt - 1070-030 - Lisboa - Tel. 213802140 - Fax 213802149 Portugal - www.uvp-fpc.pt

Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta - Apartado 4031 - fpcub@fpcub.pt - 1501-001 - Lisboa - Tel. 213159648 - Fax 213561253 - Portugal

Federação Portuguesa de Aeronáutica - Av. Cidade Lourenço Marques - Praceta B - Módulo 2 - geral@fpaero.pt - 1800-093 - Lisboa Tel. 218539899 - Mov. 211155127 - Fax: 218539899 - Portugal

Federação Portuguesa de Columbófilia - Rua Padre Estevão Cabral 79 2º salas 214 215 - geral@fpcolumbofilia.pt - 3000-317 - Coimbra - Tel. 239853100 - Fax 239853105 - Portugal - www.fpcolumbofilia.pt

Federação Portuguesa de Aikido - Rua Coimbra, 59 - 3º Dtº - fpa@

Federação Portuguesa de Corfebol - Avª Norton de Matos, 69-A - fpc. sg.pg@gmail.com - 1500-312 - Lisboa - Tel. 210997649 - Portugal www.fpcorfebol.pt

fpaikido.pt - 2775-539 - Carcavelos - Tel. 214535207 - Fax 214535308 - Portugal - www.fpaikido.pt

Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas - Rua António Pinto Machado, 60 - geral.fpamc@gmail.com - 4100-068 - Porto - Tel. 226062867 - Fax: 226098191 - Portugal - www.daoyin-portugal.com

Federação Portuguesa de Atletismo - Largo da Lagoa, 15 B - fpa@

Federação de Andebol de Portugal - Calçada da Ajuda, nº 63-69 -

Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting - Largo da

Apartado 3346 - andebol@fpa.pt - 1300-006 - Lisboa - Tel. 213611900 - Fax 213626807 - Portugal

Lagoa, 15 B - genmail@fpak.pt - 1600-454 - Lisboa - Tel.217112800 Fax 217112801 - Portugal - www.fpak.pt

Federação de Arqueiros e Besteiros de Portugal - Carreira de Tiro

Federação Portuguesa de Badminton - Rua Júlio César Machado, 80

Eduardo Galhardo, 24 D - geral@fcmportugal.com - 1199-007 - Lisboa Tel. 218126890 - Fax 218126918 - Portugal - www.fpcampismo.pt

Federação Portuguesa de Boxe - Av.Duque d´Ávila, 9 - 5º -

Mendes, n.4-C, Escritório 2 - fpamsede@gmail.com - 1600-413 - Lisboa - Tel. 217166812 - Fax 217166815 - Portugal - www.fpam.pt

fpatletismo.pt - 2795-538 - Linda-a-Velha - Tel.214146020 - Fax 214146021 - Portugal - www.fpatletismo.pt

Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal - Av.Cor.

fpbilhar@ vodafone.pt - 1000-299 - Lisboa - Tel. 213153220 - Fax 213538497 - Portugal - www.fpbilhar.pt

Federação Portuguesa de Aeromodelismo - Rua Aristídes Sousa

Prof. Egas Moniz - fadu@fadu.pt - 1600-190 - Lisboa - Tel. 217818160 Fax 217818160 - Portugal - www.fadu.pt

do Complexo Desp. do Jamor - Cruz Quebrada - Apartado 2097 secretaria@fabp.net - 1100 - Lisboa - Tel. 214199005 - Fax 214199005 - Portugal - www.fabp.net

Federação Portuguesa de Bilhar - Av. João XXI, nº 43 – 1º Dtº -

- sede@fpbadminton.pt - 2501 - Caldas da Rainha - Tel. 262839020 - Fax 262839026 - Portugal - www.fpbadminton.pt

Federação Portuguesa de Basebol e Softbol - Centro Coordenador dos Transportes, Piso 1 - Rua Dr. Álvaro Barreirinhas Cunhal - mmail@ fpbsweb.org - 2204-909 - Abrantes - Tel. 913307212 - Portugal - www. fpbsweb.org

Federação Portuguesa de Cricket - Rua Associação Desportiva de Oeiras, n.º 22 - 2º Esq. - carlobuccimazza@cricketportugal.com - 2780310 - OEIRAS - Tel. 214417953 - Fax 214417953 - Portugal Federação Portuguesa de Damas - Largo Major Rosa Bastos, 26A-3º - fpdamas@sapo.pr - 2620-118 - Póvoa Santo Adrião - Tel. 213521689 - Fax 213521689 - Portugal - fpdamas.home.sapo.pt

Federação Portuguesa de Dança Desportiva - Rua Silva Carvalho Nº225 - info@ fpdd.pt - 1250-250 - Lisboa - Tel. 213885366 - Fax 213879571 - Portugal - www.fpdd.pt

Federação Portuguesa de Esgrima - Rua do Quelhas, 32-44 - fpe@ fpe.pt - 1200-781 - Lisboa - Tel. 213978717 - Fax 213978376 - Portugal - www.fpe.pt -

Federação Portuguesa de Filatelia - Av. Almirante Reis, 70 - 3º Esq. fpf-portugal@ netcabo.pt - 1100 - Lisboa - Tel. 218125508 - Fax 218125508 - Portugal -

41


diretório Federação Portuguesa de Full-Contact - Quinta da Carreira, Lote 48 - ultimatefullcontact@sapo.pt - 3500-098 - Viseu - Tel. 309739898 - Fax 309739898 - Portugal - www.fpfullcontact.com Federação Portuguesa de Futebol - Rua Alexandre Herculano, 58 info@fpf.pt - 1250-012 - Lisboa - Tel. 213252700 - Mov. 213252785 Fax 213252780 - Portugal

- 2140 - Chamusca - Fax 66914104735 - Portugal - www.budo.pt

Federação Portuguesa de Golfe - Av. das Tulipas, 6 - 17º - fpg@fpg.pt

Federação Portuguesa de Orientação - Estrada da Vieira, 4 – Bairro

- 1495-161 - Algés - Tel. 214123780 - Fax 214107972 - Portugal - www. fpg.pt

Federação Portuguesa de Halterofilismo - Rua do Quelhas, 32-44 1200-781 - Lisboa - Tel. 213978373 - Fax 213970863 - Portugal

Federação Portuguesa de Hapkido - Rua de Camões, 437 - 1º - Sala 104 - f.p.h@sapo.pt - 4100-147 - Porto - Tel. 222057820 - Portugal www.fph.pt

Federação Portuguesa de Hóquei - Av. Dr. Antunes Guimarães, 961 geral@fphoquei.pt - 4100-082 - Porto - Tel 226197181 - Fax 226197189 - Portugal - www.fphoquei.pt

Federação Portuguesa de Hovercraft - Praça da Galiza nº 36 - 4900476 - Viana do Castelo - Tel. 258827502 - Portugal

Federação Portuguesa de Jetski - Centro Empresarial de Lourel Estrada da Cavaleira, Bloco A - geral@fpjetski.pt - 2710-728 - Sintra - Tel. 213240388 - Fax 213460207 - Portugal - www.fpjetski.com

Federação Portuguesa de Ju Jutsu - Rua Norte Júnior, Lote 231-5º E - geral@jujutsu.pt - 1900-767 - Lisboa - Tel. 218373547 - Mov, 912725432 - Fax 218372897 - Portugal - jujutsu.pt -

Federação Portuguesa de Nippon Budo - Apartado 52 - info@budo.pt

Florestal – Pedreanes - geral@fpo.pt - 2430-401 - Marinha Grande - Tel. 244575074 - Mov. 912162662 - Fax 244575074 - Portugal - www.fpo.pt

Federação Portuguesa de Pankration Athlima - Apartado 126 athlima@oninet.pt - 5370 - Mirandela - Tel. 278713089 - Portugal Federação Portuguesa de Paraquedismo - Rua da Unidade, 9 fedppqevora@mail.telepac.pt - 7000-719 - Évora - Tel. 266743798 - Fax 266743798 - Portugal - www.fppq.pt

Federação Portuguesa de Pentatlo Moderno - Rua 15 de Agosto, nº 8 B - fppm@fppm.pt - 2500-801 - Caldas da Rainha - Tel. 262189850 Fax 262189850 - Portugal - www.fppm.pt

Federação Portuguesa de Pesca Desportiva - Rua Eça de Queirós, 3, 1º andar - mail@fppd.pt - 1050 - Lisboa - Tel. 213140177 - Mov. 936520344 - Fax. 213563147 - Portugal - www.fppd.pt Federação Portuguesa de Pesca Desportiva de Alto Mar - Avenida D. Pedro V, Nº 7 - geral@ fppdam.pt - 2900-546 - Setúbal - Tel. 265229401 - Fax 265591143 - Portugal - www.fppdam.pt Federação Portuguesa de Pessoas com Deficiencia - Rua Pres.

Federação Portuguesa de Ténis de Mesa - Rua Padre Luis Aparício, 9 - 5º - geral@ fptm.pt - 1169-093 - Lisboa - Tel. 213531999 - Fax 213525178 - Portugal - www.fptm.pt

Federação Portuguesa de Tiro - Rua Luis Derouet, 27 - 3º Esqº fptiro@iol.pt - 1250 - Lisboa - Tel. 213874594 - Mov. 915219176 - Fax 213859606 - Portugal - www.fptiro.net Federação Portuguesa de Tiro c/Armas de Caça - Alam. António Sérgio, 22 - 8º C - fptac.pt@ gmail.com - 1495-132 - Algés - Tel. 214126160 - Mov. 927986632 - Fax 214126162 - Portugal - www. fptac.pt/ Federação Portuguesa de Tiro com Arco - Anexo ao Lar Feminino da FMH - Estrada da Costa - fptarco@ mail.telepac.pt - 1495-698 - CruzQuebrada - Tel. 214199028 - Fax 214199028 - Portugal Federação Portuguesa de Vela - Doca de Belém - fpvela@fpvela.pt 1300-038 - Lisboa - Tel. 213658500 - Fax 213660531 - Portugal - www. fpvela.pt

Federação Portuguesa de Voleibol - Avenida de França, nº 549 fpvoleibol@ fpvoleibol.pt - 4050-279 - Porto - Tel. 228349570 - Fax 228325494 - Portugal - www.fpvoleibol.pt Federação Portuguesa de Voo Livre - Av. Cidade Lourenço Marques, Praceta BModulo 2 - fpvl@fpvl.pt - 1800-093 - Lisboa - Tel. 218522885 - Mov. 963242719 - Fax 218551576 - Portugal - www.fpvl.pt Federação Portuguesa de Xadrez - Rua Frei Francisco Foreiro, 2, 4ºEsq. - info@fpx.com.pt - 1150-66 - Lisboa - Tel. 213579144 - Fax 213579144 - Portugal - www.fpx.com.pt

Federação Portuguesa de Judo - Rua do Quelhas, 32-44 - secretaria@ fpj.pt - 1200-781 - Lisboa - Tel. 213931630 - Fax 213951679 - Portugal - www.fpj.pt -

Samora Machel, Lt 7, r/c Dtº - fpddpor@mail.telepac.pt - 2620-061 - Olival Basto - Tel. 219379950 - Fax 219379959 - Portugal

Federação Portuguesa de Kempo - Rua Eng.º Adelino Amaro da Costa,

n.º 20 - f.p.petanca@clix.pt - 8150 - S. Brás de Alportel - Tel. 289843777 - Fax 289845316 - Portugal

Federação Portuguesa Desportos no Gelo - APD - Largo Marechal

Federação Portuguesa de Remo - Doca de Stº. Amaro - Alcântara -

Federação Portuguesa Todo Terreno Turístico - Rua João de Deus,

Lote 13-c/v Esq.º - informacoes@fpsk.pt - 8000-339 - Faro - Portugal www.fpsk.pt -

Federação Portuguesa de Kickboxing e Muay Thai - Rua João Amaral, Lote 22.3.15, Loja B - fpkm_presidente@hotmail.com - 1750-425 - Lisboa - Fax 217954200 - Portugal - www.fpk.pt

Federação Portuguesa de Krav Maga - Apartado 22 - fpkm@ kravmagaportugal.com - 2776-901 - Carcavelos - Fax 210109934 Portugal

Federação Portuguesa de Lutas Amadoras - Rua da Lapa 14 - 2º secretaria@fplutasamadoras.pt - 1200-702 - Lisboa - Tel. 213931190 Fax 213931199 - Portugal - www.fplutasamadoras.pt

Federação Portuguesa de Minigolfe - Rua António Pinto Macahdo, n.º 60 - mail@fp-minigolfe.com - 4100-068 - Porto - Tel. 912899233 - Fax 912899266 - Portugal

Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada - Nave Desportiva - Apartado 226 - fpme@fpme.org - 4501-910 - Espinho - Tel. 227310161 - Fax 227310161 - Portugal - www.fpme.org

Federação Portuguesa de Motonáutica - Av.Infante D.Henrique, s/n fpm@ fpmotonautica.org - 1900 - Lisboa - Tel. 218871990 - Fax 213515999 - Portugal - www.fpmotonautica.org

Federação Portuguesa de Mushing - Apartado 80 - EC - Lourinhã federacaoportuguesamushing@yahoo.com - 2534-909 - Lourinhã - Mov. 962758953 - Portugal - www.homestead.com/fpm/ -

42

Federação Portuguesa de Natação - Complexo do Jamor - Estrada da Costa - fpnatacao.fpn@fpnatacao.pt - 1495-608 - Cruz-Quebrada - Dafundo - Tel. 214158190 - Fax 214191739 - Portugal - www. fpnatacao.pt

Federação Portuguesa de Pétanca - Rua Poeta Bernardo de Passos,

Federação Portuguesa de Yoga - Av. 5 de Outubro, n.º 16 - fpyoga@ sapo.pt - 2000-102 - Santarém - Tel. 243321715 - Portugal Carmona, 3-1º Esq. - geral@fp-dg.com - 2650-318 - Odivelas - Portugal

geral@remoportugal.pt - 1350-353 - Lisboa - Tel. 213929840 - Fax 213929849 - Portugal

n.º 76 - 5º H - geral@ fptt.pt - 3700-149 - S. João da Madeira - Tel. 256834103 - Fax 256834108 - Portugal

Federação Portuguesa de Rugby - Rua Julieta Ferrão,12 - 3º - Sala 303 - geral@fpr.pt - 1600-131 - Lisboa - Tel. 217991690 - Fax 217936135 - Portugal - www.fpr.pt

Federação Triatlo de Portugal - Alameda do Sabugueiro, 1 B Murganhal - Caxias - secretaria@federacao-triatlo.pt - 2760-128 - Lisboa - Tel. 214464820 - Fax 214464820 - Portugal - www.federacao-triatlo.pt

Federação Portuguesa de Ski Naútico - Rua Alexandre Herculano, n. º 75 - fpsn_ir@yahoo.com - 2300-554 - Tomar - Tel. 961361347 - Fax 249494501 - Portugal

formação

Federação Portuguesa de Sumo - Av. do Centro - Sul, Lt. 8, Lj. 2 -

BWIZER - EDIFÍCIO MASOLO - ESTRADA INTERIOR DA

fpsumo@ gmail.com - 1300-125 - Lisboa - Tel. 309907317 - Fax 309907317 - Portugal

CIRCUNVALAÇÃO, 10381, 2.º DIREITO, RAMALDE - 4250 - 151 PORTO - INFO@BWIZER.COM - PORTO

Federação Portuguesa de Surf - Av.ª Marginal - Edifício Narciso - fps@ surfingportugal.com - 2775-604 - Praia de Carcavelos - Tel. 219228914 - Fax 219228915 - Portugal - www.fps.pt

CEFAD - FORMAÇÃO PROFISSIONAL - CALÇADA DA TAPADA, Nº

Federação Portuguesa de Taekwondo - Rua dos Correeiros, 221 - 2º Esqº (à Praça da Figueira) - geral@ fpt.pt - 1100-165 - Lisboa - Tel. 213240211 - Fax 213240300 - Portugal - www.fpt.pt

CENTRO ESTUDOS FITNESS ALICE RODRIGUES LDA. - AVENIDA ATLANTICO LOTE 1.19.02 A ESC 7.01 - 1990 - 19 - LISBOA - Tel. 217901600 - ALICE.CEF@GMAIL.COM - LISBOA

Federação Portuguesa de Ténis - Rua Actor Chaby Pinheiro, 7 A geral@ fptenis.pt - 2795 - Linda-a-Velha - Tel. 214151356 - Fax 214141520 - Portugal - www.fptenis.pt

CHINARTE - ESCOLA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL, LDA. - RUA DOS SOBREIROS, Nº 415, POVOENÇA, AREOSA - 4900 - 913 - VIANA DO CASTELO - GERAL@CHINARTE.COM - VIANA DO CASTELO

67 A - 1349 - 12 - LISBOA - Tel. 213623419 - Mov. 917255028 CEFAD-LISBOA@SAPO.PT - LISBOA


CLÍNICA DAS CONCHAS - MEDICINA, DESPORTO E REABILITAÇÃO, LDA - RUA LUÍS PASTOR MACEDO, 27-C LUMIAR 1750 - 156 - LISBOA - GERAL@CLINICADASCONCHAS.PT

ESTUDIO PILATES FILIPA MAYER - TRAVESSA DE SÃO PLÁCIDO, Nº 50 A - 1200 - 854 - LISBOA - PILATES.FILIPAMAYER @GMAIL.COM - LISBOA

CEDIS - RUA ROSA DO ULMEIRO - ARMAZEM P - 2715 - 771 SINTRA - Tel. 219676620 - Mov. 939087989 - PPINHEIRO@CEDIS.PT - LISBOA DFSI, DESENVOLVIMENTO, FORMAÇÃO E SERVIÇOS INFORMÁTICOS, LDA. - RUA SIMÕES DE ALMEIDA, 95 - 1ª SALA 16A

medicina desportiva e reabilitação BARROSO - AVENIDA FRANÇA 352-S 2.4, PORTO - 4050 - 276 -

- APARTADO 1192 - 4710 - 444 - BRAGA - DFSI@DFSI.PT - BRAGA

PORTO - Mov. 228303083 - fisimed@sapo.pt

FITNESS ELEMENTS II, LDA. - RUA LEIRA DA RELVA, 131 - 4410 -

GESTO FINAL - SOLUÇÕES INTEGRADAS - TRAVESSA DA

155 - SÃO FÉLIX DA MARINHA - Mov. 966677417 - INFO@ FITNESSELEMENTS.PT - PORTO

CEMEFI - AVENIDA MANUEL FIGUEIREDO LOTE 7-R/C-E, TORRES

BARROSA Nº 225 11C - 4400 - 42 - GAIA - info@ gestofinal.com PORTO

NOVAS - 2350 - 771 - TORRES NOVAS - Mov. 249826155 - cemefi. fisio@gmail.com

GNOSIES - EMPRESA JOGO JOGADO - E FORMAÇÃO, LDA. - RUA ANTERO DE QUENTAL, 5 B - 2795 - 17 - LINDA-A-VELHA - SFREITAS@ GNOSIES.COM

MVF - RUA DE GEGUINTE, 290 - 4770 - 360 - MOUQUIM -

CERMA - RUA NOVA TELHEIRA LOTE 5 - 4780 - 510 - SANTO TIRSO

COMERCIAL@MVF.PT - BRAGA

- Mov. 252809400

PROINF - PRAÇA DA REPÚBLICA, 93 - 502 - 4050 - 497 - PORTO PROINF@PROINF.PT - PORTO

CLÍNICA DOUTOR DÍDIO DE AGUIAR - RUA BENTO JESUS

limpeza e manutenção

CLINICA DO MOVIMENTO - RUA MANUEL MOREIRA BARROS

HIP HOP INTERNATIONAL PORTUGAL - AVENIDA LUÍS DE CAMÕES, MAIA, PORTO - 4470 - 322 - MAIA - hhiportugal@gmail.com - PORTO

HOLMES PLACE TRAINING ACADEMY - PRACTº PROF ALFREDO DE SOUSA, Nº 8 - 8C - 1495 - 241 - ALGÉS - Tel. 214129110 ACADEMY@HOLMESPLACE.PT - LISBOA

INSTITUTO PORTUGUÊS DE NATUROLOGIA - EDIFÍCIO FOLQUE RUA FILIPE FOLQUE, Nº 40 – PISO 2 - 1050 - 114 - LISBOA LISBOA@IPNATUROLOGIA.COM - LISBOA

LIFE TRAINING - Centro Empresarial Lionesa – Edifício C – Fração H -

ISS WORLD - RUA MOINHO DA BARRACUDA, 4 R/C DTº - 2790 - 109 - CARNAXIDE - Tel. 214246760 - cristina.oliveira@ pt.issworld.com Lisboa

Rua da Lionesa 446 - 4465 - 671 - LEÇA DO BALIO - Tel. 229024228 - info@lifetraining.com.pt - http://www.lifetraining.com.pt/ - PORTO

maquinas de vending

MANZ PRODUÇÕES - RUA RUI TELES PALHINHA N.º 3 - 2º ESQ -

BIANCHI VENDING GROUP SPA - ENTRE VIÑEDOS LOTE

2744 - 15 - PORTO SALVO - RUI.MARQUES@MANZ.PT

11 EIRAS - 3020 - 171 - COIMBRA - Tel. 239433290 - www. bianchivending.pai.pt

MASTER PHYSICAL THERAPY

- ALAMEDA SÃO VICENTE FERRER, Nº 167 - 4410 - 104 - SÃO FÉLIX DA MARINHA - INFO@ MP-THERAPY.COM

MIND BIZZ - FORMAÇÃO E CONSULTADORIA - CONDOMÍNIO TURÍSTICO DHANANI - RUA ABERTA AO MAR, LOJA 5 - LAGOA DE SANTO ANDRÉ - 7500 - 999 - VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ - INFO@ MINDBIZZ.PT

MOTRIVIANA - ALEXANDRINA MARIA MARQUES DE FARIA FERNANDES - RUA ANTÓNIO CORREIA DE OLIVEIRA, 241 D - 4900

SEDIAL VENDING - RUA DAS CARDOSAS 1495, - 4425 - 510 PEDRO DE FINS, MAIA - Tel. 220406975 - vending.norte@serdial.pt www.serdial.pt

massagem e relaxamento ALBA - RUA ALEXANDRE HERCULANO, 9 - 1º - 1150 - 5 - LISBOA -

- 388 - ABELHEIRA

Tel. 212467740 - info@ayurvedica.org - LISBOA - MASSAGENS

PLANYCORPO FISIOTERAPIA, LDA - RUA DR. JOSÉ GUILHERME

FLOATIN - RUA SAO FILIPE NERI 37A - 1250 - 225 - LISBOA - Tel. 213880193 - info@float-in.pt - www.float-in.pt

FAURE - FRAÇÃO A - N.1 - 3520 - 58 - NELAS - PLANYCORPO@ PLANYCORPO.PT

PROMOFITNESS, UNIPESSOAL, LDA - RUA PADRE HIMALAYA 50

LX MASSAGENS - RUA RODRIGUES FARIA 103 - 1300 - 41 -

- 4100 - 553 - PORTO - INFO@PROMOFITNESS.COM

ALCANTARA - LISBOA - 917808236 - lxmassagens@gmail.com - www. lxmassagens.com

SOLFUT, LDA - I HAVE THE POWER - EDIFÍCIO CAMÕES - RUA DE CAMÕES Nº 115, 6º ANDAR - 4000 - 144 - PORTO IHAVETHEPOWER@SOLFUT.COM

material desportivo

WELLXPROSCHOOL - RUA ILHA DE SÃO JORGE, 185, 2º DTº - 2775 - 801 - CARCAVELOS - Mov. 912456871 - wellxproschool@gmail.com LISBOA

gestão, controlo e software acesso

ADIDAS PORTUGAL - ARTIGOS DE DESPORTO, SA - AVENIDA D. JOÃO II 1.17.03, 12º - 1998 - 26 - LISBOA - LISBOA

AGOSTINHO NEVES - ARTIGOS DESPORTIVOS, LDA - RUA CIDADE DA BEIRA 5 - 2900 - 76 - SETÚBAL - SETUBAL

MONDO PORTUGAL S.A. - RUA DOS JASMINS, 417 - PARQUE INDUSTRIAL DO BATEL - 2890 - 189 - ALCOCHETE MONDOPORTUGAL@MONDO.PT - SETUBAL

ARQUIVANDUS - RUA CIDADE DE BOLAMA, 15 - 2º DTº - 1800 - 77

PLANETA DESPORTIVO - ARTIGOS DESPORTIVOS, LDA. - URB.

- LISBOA - Tel. 213304709 - Mov. 919565779 - ANTONIO.MADEIRA@ ARQUIVANDUS.PT - LISBOA

CID NV ED EUROPA - LJ 29, 1º - 4930 - 648 - VALENÇA - VIANA DO CASTELO

CARAÇA 12, RAMADA - 2620 - 379 - RAMADA - Mov. 219347135 618-B2, VILA NOVA DE GAIA - 2735 - 146 - AGUALVA-CACÉM - Mov. 210451406 - GERAL@CLINICADOMOVIMENTO.PT

CLÍNICA QUADRANTES - AVENIDA GENERAL NORTON MATOS 71, MIRAFLORES - 1495 - 148 - ALGÉS - Mov. 234383355 - geral@ quadrantes.pt CLÍNICA PHYSIS - RUA PIEDADE 85,1º - 4050 - 481 - PORTO - Mov. 220417393

CLINICAS DR EDUARDO CARPINTEIRO - AVENIDA SÃO JOSÉ 4 2685 - 108 - SACAVÉM - Mov. 219415718 - clinica.saojosesacavem @ gmail.com CLINAGUE-CLÍNICA DE MEDICINA FÍSICA E DE REABILITAÇÃO DE ÁGUEDA LDA - RUA GUINÉ BISSAU 53, ALAGOA - 3750 - 301 ÁGUEDA - Mov. 234724207 - clinague@clinague.pt

COMPLEXO MÉDICO DESPORTIVO SENHORA DA GRAÇA LDA RUA TENENTE AVIADOR MELO RODRIGO - 5140 - 100 - CARRAZEDA DE ANSIÃES - Mov. 273324294

FISIAV-CLÍNICA DE MEDICINA FÍSICA E DE REABILITAÇÃO DE AVEIRO LDA - RUA VISEU 55, AVEIRO - 3800 - 291 - AVEIRO - Mov. 234383355

MEDICILIA - AVENIDA CONDE CASTRO GUIMARÃES 24-A, REBOLEIRA - 2720 - 119 - AMADORA - Mov. 214964703 - clinica@ medicilia.com REAFI - RUA TIMOR 59-B, PAREDE - 2775 - 291 - PAREDE - Mov. 214562996

TEPREL - Equipamentos Médicos SA - Tel. 229999880 - info@teprel. com - www.teprel.com [1] - PORTO

nutrição desportiva Amix (Amix) c/ Holanda, 21 P.I. las Maromas 03160 - Almoradi (Alicante) - Tel. 966 780 814 - Fax: 966780707 - info@amixlevante.es

BODY TEMPLE - RUA DO CONSELHEIRO TELES DE VASCONCELOS LTE 13 LJ 2 - 1800 - 149 - LISBOA - COMERCIAL@ BODYTEMPLE.PT - LISBOA

Bodytone (Ultimate Nutrition, X-Pro) - Avda. Infante D.J. Manuel, 4 - 30011 - Murcia - Tel. 968205383 - Fax: 968231854 - info@bodytone.es

43


diretório DIETIMPORT, S.A. - RUA 1º DEZEMBRO, Nº 45 - 3º DTO - 1249 - 57 LISBOA - APOIOAOCLIENTE@CELEIRO-DIETA.PT - LISBOA

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA NUTRIÇÃO - RUA JOÃO DAS REGRAS - N 284 RC3 - 4000 - 291 - PORTO - GERAL@APN.ORG.PT

SOCIEDADE PORTUGUESA DE PEDIATRIA - RUA AMÍLCAR CABRAL, Nº 15 R/C I - 1750 - 18 - LISBOA - apoio@spp.pt - LISBOA

FULLBIKE 3 UNIPESSOAL, LDA. - RUA ANTÓNIO MARTINS SOARES LEITE, 64 - 4520 - 150 - SANTA MARIA DA FEIRA - Mov. 911991253 GERAL@NUTRISPORT.PT - AVEIRO

COMITÉ OLÍMPICO DE PORTUGAL - TRAVESSA DA MEMÓRIA, 36 1300 - 403 - LISBOA

pavimentos

GO SUPER - RUA DA SERRA, 654 - FOLGOSA (MAIA) - APARTADO

AUGUSTO PEDROSO, 11 A - 1495 - 47 - LISBOA - Tel. 214113977 PBERJANO@CDP.PT - LISBOA

1193 - 4446 - 909 - ERMESINDE - Mov. 300009239 - marketing@gosuper. com - PORTO

DEM2 - Estrada dos Guilhermes Venda - 2405 - 36 - MACEIRA LRA - Tel. 244 772 741 - Mov. 914 925 073 - Dem2@dem2.pt - http://www.dem2.pt/ - LEIRIA

CEDACE SUL - ALAMEDA DAS LINHAS DE TORRES, 117 - 1769 - 1 LISBOA - cedace@chsul.pt - LISBOA

GEOMETRIKTARGET - RUA DOS CARVALHAIS, 320 - 3885 - 33 -

MANIQUE - 2645 - 471 - ALCABIDECHE - INFO@GOLDNUTRITION.PT - LISBOA

DIREÇÃO-GERAL DA SAÚDE - ALAMEDA D. AFONSO HENRIQUES, 45

GERFLOR - C/ Playa de las Américas, 2 - MADRID - fferreira@gerflor.com

- 1049 - 5 - LISBOA - GERAL@DGS.PT - LISBOA

- http://www.gerflor.pt/

Maximuscle (Maximuscle) - c/ Del plastic, 1 Pol. Les Guixeres - 08915 -

ESTÁDIO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA - AVENIDA PROFESSOR EGAS MONIZ - 1600 - 190 - LISBOA - geral@estadio.ulisboa.pt - LISBOA

JMP SPORT - RUA PARTICULAR DOS FOGUETEIROS - 4460 - 801 -

GOLDEN NUTRITION - RUA DOS BEM-LEMBRADOS, NR. 141,

Badalona (Barcelona) - Tel. 932749780 - Fax: 934281070 - info@ tecnosport.es

Multipower (Multipower) - Rambla de Catalunya, 13 princ. 3ª - 08007 -

FUNDAÇÃO DO DESPORTO - RUA DOUTOR ALFREDO MAGALHÃES

Barcelona - Tel. 931142007 - Fax: 937074400 - info@atlantic-multipower.es

RAMALHO, Nº 1 - 1495 - 165 - ALGÉS - fundesporto@mail.telepac.pt LISBOA

Muscletech (Muscletech, Quamtrax, Musclemax, Powerpack) - c/ Río Henares, 7, P. I. Velasco - 28500 - Arganda del Rey (Madrid) - Tel. 918719447 / 615668046 - Fax: 918717894 - quamtrax@quamtrax.com

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA - RUA JOAQUIM ANTÓNIO DE AGUIAR 64 - 1070 - 51 - LISBOA - FPCARDIO@ FPCARDIOLOGIA.PT

NUTRIBODY LDA - ESTRADA NACIONAL 109 - LOJA 104 - 3810 - 138

INFARMED - PARQUE DE SAÚDE DE LISBOA - AVENIDA DO BRASIL,

- AVEIRO - INFO@NUTRIBODY.PT - AVEIRO

53 - 1749 - 4 - LISBOA - infarmed@infarmed.pt - LISBOA

NUTRIFIT – SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS - CENTRO EMPRESARIAL

INSTITUTO PORTUGUÊS DO DESPORTO E JUVENTUDE, I. P. - RUA

MAPFRE - RUA GONÇALO CRISTÓVÃO, N.º 347 – 5º ANDAR , SALA 502 - 4000 - 270 - PORTO - INFO@NUTRIFIT.COM.PT - PORTO (Laston Red S.L.) - C/ Isaac Peral 4, 28946 Fuenlabrada - Madrid - Tel: 91 8706934

RODRIGO DA FONSECA, 55 - 1250 - 190 - LISBOA - Tel. 210470000 GERAL@IPDJ.PT - LISBOA

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE - AVENIDA MIGUEL BOMBARDA, 6 - 1749 - 5 - LISBOA - dircstl@ipst.min-saude.pt - LISBOA

ARADA - GEOM.TARGET@GMAIL.COM

SENHORA DA HORA - INFO@JMPSPORT.COM - http://www.jmpsport. com/ - PORTO

KINELE GROUP SL - ESPANHA - INFO@KINELE.COM - ESPANHA La Milla Sport, S.L. (Kraiburg-Relastec -Sportec-Haro Sport, Limonta, DLW Armstrong)- C/ Lirios,19-28925- Alcorcón(Madrid)-Tel 0034 669 27 27 03 –cromero@lamillasport.com

MCA PSS - Rua João Oliveira Salgado - Lote 7, Fracção B e C - Costa 4810 - 15 - GUIMARÃES - Tel. 253 52 09 00 - geral@mca-pss.com - http:// www.mca-pss.com/ - PORTO

PAVIGYM INTERNACIONAL - C/ Esparto s/n, - Partida Canastell, I-98 San Vicente del Raspeig - 3690 - ALICANTE - info@pavigym.com - https:// www.pavigym.com/ - ESPANHA SOINCA - Edifício Rainha - Piso - 1, loja 3C - 3720 - 232 - OLIVEIRA DE AZEMÉIS - Tel. 256 600 260 - soinca@soinca.pt - http://www.soinca.pt/ AVEIRO

INSTITUTO NACIONAL DE EMERGÊNCIA MÉDICA - RUA ALMIRANTE BARROSO, 36 - 1000 - 13 - LISBOA - inem@inem.pt - LISBOA

SPORPISO - PRACETA EÇA QUEIRÓS 5 C - 2745 - 103 - QUELUZ - Tel. 214

Palmeira de Faro PORTUGAL - Tel: 707 502 503 e-mail: info@prozis.com - www.prozis.com.pt

INSTITUTO NACIONAL DE SAÚDE DR. RICARDO JORGE - AVENIDA PADRE CRUZ - 1649 - 16 - LISBOA - info@insa.min-saude.pt - LISBOA

personal training

Distribuidor autorizado de Weider

MATOSINHOS SPORT, EEM - CENTRO DE DESPORTOS E CONGRESSOS - RUA NOVA DO ESTÁDIO, 244 - 4460 - 381 SENHORA DA HORA - GERAL@MATOSINHOSPORT.COM - PORTO

PTJR - TRAINING SOLUTIONS - RUA JOAO PEDRO DE ANDRADE 4

SFY PROFESSIONAL NUTRITION - CERRO DE LOS SANTOS, 9

MINISTÉRIO DA SAÚDE - AVENIDA JOÃO CRISÓSTOMO 9 - 6º - 1049 - 62 - LISBOA - gabinete.ministro@ms.gov.pt - LISBOA

PARQ. AGROAL., LA ALCUDIA - 3290 - ELCHE - ALICANTE - Mov. 965459444 - www.scienceforyou.es

pilates

MUSEU NACIONAL DO DESPORTO - PRAÇA DOS RESTAURADORES, 25-45 - 1250 - 187 - LISBOA - LISBOA

ALM PILATES - PRACETA DA FLORA, 122 - 2º ESQ - 2775 - 634 -

ONSALESIT - EST. NACIONAL 103-1 - PALMEIRA DE FARO - 4740 - 591 - ESPOSENDE - Mov. 912131845 - anapinto@onsalesit.com

OEIRASVIVA - ESTRADA MARGINAL - PRAIA DA TORRE - 2780 - 267 - OEIRAS - geral@oeirasviva.pt - LISBOA

organismos

ORDEM DOS NUTRICIONISTAS - RUA DO PINHEIRO MANSO 174 4100 - 409 - PORTO - GERAL@ ORDEMDOSNUTRICIONISTAS.PT PORTO

quamtrax@quamtrax.com

Prozis Sercriativo.Net - Design e Multimédia, Lda - EN 103-1 - 4740-591

NUTRISTRADA - Praça Raul Campos Palermo - Loja 1-A/B- Quinta do Borel - 2720-022 Amadora- Portugal - tlf: 214951262/936424994 - Bolsastrada@hotmail.com

ADOP - AVENIDA PROF. EGAS MONIZ (ESTÁDIO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA) - 1600 - 190 - LISBOA - antidopagem@ipdj.pt - LISBOA

AGÊNCIA NACIONAL PARA AS QUALIFICAÇÕES - AVENIDA 24 DE

44

CONFEDERAÇÃO DO DESPORTO DE PORTUGAL - RUA EDUARDO

PLANO NACIONAL DE ÉTICA NO DESPORTO - RUA RODRIGO DA FONSECA Nº55 - 1250 - 190 - LISBOA - pned@pned.pt - LISBOA

JULHO, N.º 138 - 1399 - 26 - LISBOA - pontodeinformacao@anqep.gov.pt - LISBOA

PORTOLAZER - RUA BARTOLOMEU VELHO, 648 - 4150 - 124 - PORTO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DIETISTAS - EDIFÍCIO TECLABS | CAMPUS DA FACULDADE DE CIÊNCIAS | CAMPO GRANDE - 1749 - 16 - LISBOA - geral@apdietistas.pt - LISBOA

SOCIEDADE PORTUGUESA DE ENDOCRINOLOGIA, DIABETES E METABOLISMO - RUA DO SALITRE, 149 - 3ºESQ - 1250 - 198 -

- geral@portolazer.pt - PORTO

LISBOA - spedm@netcabo.pt - LISBOA

359 175 - comercial@sporpiso.com - http://www.sporpiso.com/ - LISBOA

- 3A - 2790 - 215 - CARNAXIDE - Tel. 914881643 - ptjrsolutions@gmail. com - LISBOA

CARCAVELOS - Tel. 916328435 - info@ almportugal.com - www. almportugal.com

Elina Pilates - C/ P Nave 19- Pol. Ind. Noain Esquiroz – 31110 Navarra Tel: 948310791 fax. 948317352 info@elinapilates.com F & H FITNESS (F & H Fitness) - Plaza Libertad, 4 - 12540 - Villarreal (Castellón) - Tel. 964538447 - Fax: 964526604 - fyh@fyhfitness.com

NEW PILATES Rua Murará, nº 47 - Messejana - CEP: 60872-690 - Fortaleza – CE – Brasil - Tel: +55(85)3232.8575 - www.newpilates.com.br - adm@newpilates.com.br

Pilates Springboard (Pilates Springboard) - c/ Relatores, 22 bajo - 28012 - Madrid - Tel. 601083409 Fax: 914607092 - www.pilatesspringboard.com


PORTO PILATES - AVENIDA DA BOAVISTA 3477, EDIFÍCIO AVIZ, 1O SALA 108 - 4100 - 139 - PORTO - Tel. 912645346 - estudio@portopilates. com - WWW.portopilates.com

piscinas Blu Waters - Construção de Saunas, Piscinas e Spa`s - Rua Gaivotas Bloco 7.3-lj 1 - 7500 - 170 - VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ - Tel. 269241084 - http://www.bluwaters.com.pt - SETUBAL

CIMAI - Pólo Tecnológico de Lisboa, Estrada do Paço Lumiar, lote 1 - 1600 - 546 - LISBOA - Tel. 219818440 - geral@cimai.pt - http://www.grupo-cimai. com - LISBOA MARPIC-CONSULTORES INTERNACIONAIS DE SERVIÇOS LDA URBANIZAÇÃO VALE ALECRIM LOTE 113, PINHAL NV - 2955 - 19 PALMELA - PINHAL NOVO - Tel. 212389880 - Mov. 212384407 - info@ marpic.pt

PALHÁGUA - RUA PADRE CARMELITAS - TENÕES - 4715 - 381 - BRAGA - Tel. 253678296 - GERAL@ PALHAGUA.PT - http://www.palhagua.pt/ BRAGA

PISCINAS, LDA., A F C - ALAMEDRA D. PEDRO V 65 - 4400 - 115 PORTO - Tel. 223755191 - abilio.campos@ mail.telepac.pt - www.afcpiscinas.pt

PISCINAS RAMALHO - Rua D. Manuel II, 230 - 4470 - 200 - MAIA - geral@ antonioramalho.pt - PORTO

PORTONDA - SOCIEDADE DE CONSTRUÇÕES E, LDA - RUA PADRE ANTÓNIO R. REIS 29 - 4455 - 794 - PORTO - Tel. 229963835 - geral@ portonda.pt - www.portonda.pt

PRONADO-PISCINAS LDA - RUA TOMÁS FIGUEIREDO 12-A/B - 1500 - 599 - LISBOA - BENFICA - Tel. 214411683 - info@pronado.pt - www. pronado.pt

VERDES MEIOS, UNIPESSOAL LDA - LG. PIRÂMIDE 3 - S 1 - 2795 156 - LISBOA - Tel. 214145227 - geral@ verdesmeios.com - www. verdesmeios.com

plataformas vibratórias Bodytone (Bodytone) - Avda Infante Juan Manuel, 4 - 30011 - Murcia - Tel. 968205383 - Fax: 968231854 - info@bodytone.com

DKN Vibra salud (DKN) - Trav. Gracia, 31 - 08021 - Barcelona - Tel. 902555592 - dkn@vibrasalud.es

F & H Fitness (Oemmebi) - Plaza Libertad, 4 - 12540 Villarreal (Castellón) - Tel. 964538447 - Fax: 964526604 fyh@fyhfitness.com

Fit4life (Schwinn, Nautilus, stairMaster, Activio, Playoke, Freemotion) C/ Del Mig, 3 - Pol. Ind. Pla d´en Coll - 08110 - Montcada i Reixac- Barcelona - Tel: 935948063 - Fax: 935943897- info@fit4life.es

Life Fitness (Life Fitness) - C/ Frederic Mompou, 5 -1º-1º, Edif. Euro 3 -

projectos

universidade

AR PEÇAS - RUA DO PROGRESSO - 4785 - 647 - TROFA - Tel.

ESDRM - ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR -

252415787 - geral@arpecas.pt - www.arpecas.pt

AVENIDA DR MÁRIO SOARES - 2040 - 413 - RIO MAIOR - geral@esdrm. ipsantarem.pt - SANTARÉM

publicaçoes

FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTO - UNIVERSIDADE LUSÓFONA - BIBLIOTECA - CAMPO GRANDE, 376 - 1749 - 24 - LISBOA - efd@ulusofona.pt - LISBOA

OMNISERVIÇOS, REPRESENTAÇÕES E SERVIÇOS, LDA. AZINHAGA DOS ULMEIROS, 6A - 1600 - 778 - LISBOA - Tel. 217540191 - COMERCIAL@OMNISERVICOS.PT - LISBOA

publicidade NEW IMPACT LDA. - DOCA DE ALCANTARA-EDIFº GONÇALVES

FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA - BIBLIOTECA - ESTRADA DA COSTA - 1499 - 2 - CRUZ QUEBRADA - DAFUNDO - biblioteca@fmh. ulisboa.pt - LISBOA FACULDADE DESPORTO - UNIVERSIDADE PORTO - BIBLIOTECA - RUA DR. PLÁCIDO COSTA 91 - 4250 - 450 - PORTO - biblioteca@fade. up.pt - PORTO

ZARCO, 1 E 2 - 1350 - 352 - LISBOA - Tel. 213913050 - MXB@ NEWIMPACT.PT - LISBOA

INSTITUTO PIAGET ALMADA - BIBLIOTECA - CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE ALMADA - QUINTA DA ARREINELA DE CIMA 2800 - 305 - ALMADA - INFO@ALMADA.IPIAGET.ORG - SETUBAL

saúde

INSTITUTO PIAGET GAIA - BIBLIOTECA - ALAMEDA JEAN PIAGET -

CMEP - SERVIÇOS MÉDICOS LDA - RUA ALEIXO MOTA S/N LOJA 5

ISMAI - INSTITUTO SUPERIOR DA MAIA - AVENIDA CARLOS DE OLIVEIRA

- 4150 - 44 - PORTO - CMEP@CMEP.PT - PORTO

CUF PORTO - MEDICINA FÍSICA - ESTRADA DA CIRCUNVALAÇÃO, 14341 - 4100 - 180 - PORTO - geral@hospitalcuf.pt - PORTO ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE - RUA S. JOÃO DE BRITO, 621 L 32 - 4100 - 455 - PORTO - geral@ers.pt - PORTO

saunas HERCULANO RODRIGUES LDA - RUA BENTO CARQUEJA 29, PORTO - 4350 - 74 - PORTO - Tel. 225377988 - Mov. 225369812 - geral@ herculanorodrigueslda.pt - http://www.herculanorodrigueslda.pt MCM-MOREIRA,CRUZ & MAGALHÃES LDA - VIA JOSÉ RÉGIO 156, VILAR PINHº - 4485 - 860 - VILA DO CONDE - VILAR DE PINHEIRO - Tel. 220403711 - Mov. 225074809 - geral@mcmlda.pt - http://www.mcmlda.pt

SAUNAS DE PORTUGAL - RUA CESÁRIO VERDE 12-B - 2635 - 468 RIO-VALE MOURÃO - Tel. 219199853 - saunas.portugal@ saunasdeportugal.com.pt SAUNA SPARTAKUS - LG TRINDADE COELHO, N.º2 - 1200 - 470 LISBOA - Tel. 213225022

4405 - 678 - GULPILHARES VNG - INFO@GAIA.IPIAGET.ORG - PORTO CAMPOS - 4475 - 690 - AVIOSO SÃO PEDRO - INFO@ISMAI.PT - PORTO

vestuário BASKET KING ARENA - MADRID - Mov. 934267833 - viamanuel@gmail. com - ESPANHA

BE ON SPORT - RUA ANÍBAL CUNHA, N.º 39, 1º ANDAR - 4050 - 48 PORTO - Tel. 229578610 - Mov. 914735662 - info@be-on-sport.com - PORTO BOTTON - RUA DA INDÚSTRIA Nº60 - 4480 - 589 - TOUGUINHÓ - VILA DO CONDE - GERAL@BOTTON.PT - PORTO CORPO LIVRE - ROUPA DE FITNESS - Praça do Bom Sucesso, 61 3º - 4150 - 144 - PORTO - http://www.corpolivre.pt/ - PORTO

COTTON FITNESS - ARTIGOS DESPORTIVOS, LDA - RUA DR. FLÁVIO RESENDE, 393 - 2775 - 195 - PAREDE - LISBOA F & H FITNESS (F&H) - Plaza Libertad, 4 - 12540 Villarreal (Castellón) - Tel. 964538447 - Fax: 964526604 fyh@fyhfitness.com (Cybex, Indoorcycling, Group. Teca, Fit Interiors y Jordan) - C/ Mar Mediterraneo, 2 – nave 26 - 28830 San Fernando de Henares (Madrid) - Tel. 916365754 - Fax: 916366667 info@ghsports.es

HURIC SPORT - RUA TORRE BELA - APARTADO 35 - CASAL NOVO -

seguros COMPANHIA DE SEGUROS TRANQUILIDADE, SA. - AVENIDA DA LIBERDADE, Nº 242 - 1250 - 149 - LISBOA - Tel. 213503521 - Mov. 966533917 - JOSE.GODINHO@TRANQUILIDADE.PT - LISBOA

MDS - Ed. Atrium Saldanha, Praça Duque de Saldanha, nº 1, 3º L, - 1050 - 94 - LISBOA - Tel. 210108103 - fernando.pereira@mdsinsure.com

SOBREIRO - 2644 - 909 - MAFRA - Tel. 261816200 - GERAL@HURIC. PT - http://www.huric.pt/ - LISBOA

NIKE - LAGOAS PARK 6,3º-A - 2740 - PORTO SALVO - Mov. 214213324 - LISBOA

PATUÁ - Av Narciso Ferreira, nº41 3º Dto - 4760 - 105 - V. N. FAMALICÃO Tel. 252 373 394 - Mov. 913 181 813 - geral@patua.net - http://www.patua. net/ - BRAGA

RECIFF - RUA MIGUEL TORGA Nº 36 LOJA A E B - 2825 - 442 - COSTA DA CAPARICA - GERAL@RECIFF.COM.PT - SETUBAL

08960 - Sant Just Desvern (Barcelona) - Tel. 936724660 - Fax: 936724670 - info.iberia@lifefitness.com

solários

SUNLOOK - RUA FREDERICO AROUCA 269-A, CASCAIS - 2750 - 353

Tecnosport (Power Plate) - C/ Del Plástic, 1 - 08915 - Badalona (Barcelona)

TAN S BODY SOLÁRIOS, LDA. - PRACETA JAIME CORTESÃO 2 - LJ -

- Tel. 932749780 - Fax: 934281070 - info@tecnosport.es

2745 - 794 - QUELUZ - Tel. 214370954

SUSANA GATEIRA - RUA GRANDE BANCO - 3830 - 163 - ILHAVO -

- CASCAIS - Mov. 214835168 - geral@sunlook.pt - LISBOA INFO@SUSANAGATEIRA.PT - http://www.susanagateira.pt - AVEIRO

45

Gym Factory Gestão Nº4 Inverno 2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you